Issuu on Google+

Professor do UDF participa de curso na OTAN Secretária Geral do UDF fala sobre o desafio de trabalhar na instituição

Dia Mundial da Saúde

Secretária Geral do UDF fala sobre o desafio de trabalhar na instituição

H

á menos de um mês na casa, Geovana Parente é a mais nova colaboradora do UDF. Especializada em Docência do Ensino Superior, a pedagoga diz que não pretende lecionar tão cedo. Mas também, com uma mesa impecável e organização de sobra, sua rotina de trabalho não poderia ser outra. Perfil e ambiente de trabalho voltados, em tempo integral, para a Administração.

Mas, você sabe o que faz uma Secretária Geral? Por suas mãos passam diariamente diplomas e alguns documentos para assinatura. Para auxiliar nas atividades, Geovana destaca o trabalho da equipe: a secretária auxiliar, Kátia Castro, e a estagiária de Administração, Cláudia Furlan.

E se sonhar é preciso, como repete em uma de suas citações favoritas, a Diretora de Ensino, a atual paixão pelo trabalho é leSecretária Geral do UDF vada também para outros comemora mais um passo campos. Adepta da boa na carreira. Para ela, “o vizinhança, Geovana agradece a acolhida da comureconhecimento da nidade UDF, prometendo se instituição no merinteirar o quanto antes na cado e a categoria de cultura da organização. Centro Universitário” Sucesso para ela!

foram os pontos que mais lhe atraíram na oferta.

Foto: Roberta Queiroz

equipe UDF

“A vida é uma administração constante”, diz Geovana Parente

UDF pra você

Inscrições até 21 de abril

O

prazo para inscrição dos trabalhos no I Congresso de Iniciação Científica e Extensão do UDF, a ser realizado entre os dias 10, 11 e 12 de maio, no Auditório do Edifício Reitor Rezende Ribeiro de Rezende vai até 21 de abril. Podem participar alunos e egressos do Centro Universitário, assim como alunos das demais instituições do Grupo Educacional Cruzeiro do Sul (Universidade Cruzeiro do Sul e Centro Universitário Módulo). As normas para publicação e a inscrição dos trabalhos constam no Portal de Periódicos do UDF - acesso pelo site da IES. As linhas de pesquisa são para as áreas de Violência e Direitos Humanos; Saúde; Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e suas aplicações quanto à inovação, gestão e educação. A extensão contará como Atividade Complementar, totalizando até 45 horas aula.

Mais informações pelo telefone do NAD Núcleo de Práticas Diversificadas: (61) 3704-8856. Leia mais sobre o projeto no Portal do UDF.

UDF pra você Hora do Planeta:

Game de Charadas no Facebook marcou ação do UDF ato simbó- que para minha surpresa Luzes da fachada foram apagadas por 60 minutos, no dia 26

O

Foto: Roberta Queiroz

“apagão do bem”, segundo a mídia, durou apenas uma hora, mas serviu de alerta global contra o aquecimento do planeta. Neste ano, pelo menos 17 capitais e vários municípios brasileiros participaram do projeto. Em Brasília, a Catedral e o Senado Federal ficaram às escuras no horário previsto. No Rio, o Cristo Redentor e o Pão de Açúcar apagaram suas luzes, pontualmente, às 20h30. Tóquio, São Paulo e Nova York também aderiram ao projeto. A ação faz parte da campanha mundial de proteção ao meio ambiente, organizada pela ONG WWF. Segundo dados da organização, 3 mil cidades de 130 países ao redor do mundo confirmaram a

participação na Hora do Planeta, que dedicou seu primeiro minuto às vítimas do terremoto e tsunami no Japão e das enchentes no Brasil e na Austrália. Foi em Sydney, aliás, que o movimento aconteceu pela primeira vez, em 2007. Em 2010, 98 cidades em 21 estados brasileiros participaram oficialmente da causa. No mundo todo, mais de 4 mil cidades em 128 países já realizaram eventos e apagaram símbolos arquitetônicos como preocupação diante das mudanças climáticas. O UDF participa pelo terceiro ano consecutivo do

lico, iniciado em 2009 no Brasil. Como este ano o dia 26 de março caiu no sábado, a instituição desenvolveu na semana que antecede o movimento um jogo no Facebook para os seguidores da página. Com divulgação também via redes oficiais como Twitter e Orkut, cada ganhador do dia levava para casa uma camiseta personalizada. Para participar, bastava responder a charada publicada até às 23h59, e esperar pelas dicas do aplicativo. Camiseta na mão era hora do encontro marcado. Palavra da ganhadora Merylene Viera, que saiu para celebrar a data com os amigos. “Amei o jogo! E acho que foi uma oportunidade para aqueles que não tinham conhecimento sobre a Hora do Planeta. Vi o aplicativo, por acaso, na página e coloquei uma resposta,

acabou sendo a correta”, comemora a estudante de Enfermagem. O WWF-Brasil é uma organização não governamental dedicada à conservação da natureza com os objetivos de harmonizar a atividade humana com a conservação da biodiversidade e de promover o uso racional dos recursos naturais em benefício dos cidadãos de hoje e das futuras gerações. Criado em 1996 e sediado em Brasília, a entidade desenvolve projetos em todo o país e integra a Rede WWF, a maior rede independente de conservação da natureza, com atuação em mais de 100 países e o apoio de cerca de 5 milhões de pessoas, incluindo associados e voluntários.

“Amei o jogo! E acho que foi uma oportunidade para aqueles que não tinham conhecimento sobre a Hora do Planeta. ”, comemora a estudante de Enfermagem, Merylene Viera

UDF pra você Embaixada do Equador abre exposição no UDF sobre as Ilhas Galápagos Foto: Simone M.

Fotografias revelam um pouco da história registrada por Darwin

do país equatoriano. Satisfeito com o convite do UDF, ele adianta a possibilidade de parcerias futuras com a instituição. “Conversamos sobre intercâmbio

e a participação de outros cursos nos programas da Embaixada. E, quem sabe, até um acordo com a Universidade do Equador” , des-

taca. Sobre as vantagens e desvantagens do turismo maciço na região, como características do intenso fluxo miRafael Duarte (à direita) ao lado de Santiago Javier. gratório e do processo acelerado de urbanização, Javier destacou o desenvolvimento sustentável e a conservaTeoria da Evolução das Espécies, tão estudada e ção, como prioridades não apenas contra as ameaças difundida por Charles Darwin, em sua viagem pela ao ecossistema, mas também como subsistência das América do Sul, chega agora à comunidade UDF. Riqueza populações ribeirinhas. Para as áreas de pesquisa e natural ameaçada pela ação do homem, as Ilhas Gareserva, Galápagos conta ainda com projetos da Fundalápagos guardam a vida em estado puro. Com uma flora ção Charles Darwin e o trabalho permanente do Parque e fauna peculiares, a pluralidade de espécies surpreNacional Galápagos, criado em 1979. enderá os visitantes da exposição “Galápagos, As Ilhas Encantadas do Equador”, em cartaz Saiba Mais Com dez painéis de 80x140 cm, que retratam as imagens captadas do arquipélago de 58 ilhas, das quais As Ilhas Encantadas ou Arquipélago de Colombo, como apenas quatro são habitáveis. A abertura da mostra foi também costuma ser chamada a região, foi anexada ao feita, no último dia 25, pelo ministro do serviço exterior Equador em 1832. Conjunto de ilhas vulcânicas formadas equatoriano Santiago Javier Chávez, após palestra para há cerca de 8 mil anos, a região isolada e distante uma das outras proporciona uma espécie de laboratório da alunos de Relações Internacionais. Falando um portuevolução. Destaque para as tartarugas gigantes (que deguês fluente, à exceção de uma ou outra palavra, Javier ram o nome ao arquipélago), iguanas marinhas e terresrespondeu prontamente as perguntas dos presentes, tres, e lagartixas de lava que oferecem aos viajantes um enquanto os alunos folheavam o material explicativo e dos maiores espetáculos da Terra. E é por essas espése entretiam com as imagens, dispostas em slide. cies endêmicas, únicas no planeta, que as Ilhas Galápa-

A

Ainda na palestra, Javier falou um pouco sobre a preservação do arquipélago e novos conceitos no que se refere aos Direitos da Natureza, vigentes na legislação

gos foram incluídas, em 2007, na Lista de Patrimônios em Perigo, pela UNESCO. E retiradas, posteriormente em 2010, segundo o porta-voz da Embaixada.

Exposição “Galápagos, As Ilhas Encantadas do Equador” Local: Hall da Área de Convivência - Edifício Sede do UDF Centro Universitário. E de 06/04 a 20/04/2011, no Edifício Reitor Rezende Ribeiro de Rezende Visitação aberta: de segunda a sexta, das 8h às 22h. Sábados, das 9h às 12h Informações: (61) 3704-8856, das 8h às 12h e das 14h às 22h

UDF pra você

Inscrições abertas para os Cursos de Extensão: Você já galgou esse degrau?

E

studantes, concursandos, profissionais da área e público em geral já podem se inscrever nos cursos de extensão a serem ofertados neste semestre. Há opções em diversas áreas do conhecimento, como Direito Sanitário e Econômico, Química Laboratorial, Aplicação de Exercício Físico para Populações Especiais, Sites em Joomla, Cursos de Idiomas, entre outros. Segundo informações do Núcleo de Atividades Diversificadas (NAD), são previstos ao todo 70 cursos de extensão universitária. Para os interessados, o investimento mínimo é de R$ 20, mas há também valores a serem parcelados. As atividades acontecem durante a semana ou aos sábados, entre os meses de abril a julho de 2011. A lista dos cursos

está disponível no Portal do UDF e também pelo NAD. Para efetivação da matrícula, o aluno deverá comparecer à Secretaria de Pós-graduação após a confirmação da inscrição. Feitos sob medida para o mercado, os cursos de capacitação e de aperfeiçoamento objetivam complementar e consolidar o conhecimento acadêmico em áreas específicas.

Mais informações no Núcleo de Atividades Complementares- NAD: (61) 37048856, de segunda a sexta-feira, das 8h às 12 e das 14h às 22h. Não perca esta oportunidade!

Educação, o ouro dos sábios Q

ual a melhor forma para iniciar um texto, que fale sobre educação, sem buscar referências em um dos maiores educadores de todos os tempos, Paulo Freire? E por falar em educador, o que distingue um educador de um professor? Um professor assume o compromisso de ensinar determinado conhecimento aos alunos. Já o No Dia da Educação, 28 de abril, o UDF parabeniza a toeducador, além de ensinar, é capaz de aprender com o dos. Pois somos também responsáveis pela educação aluno. e o desenvolvimento do conhecimento. E embora ainda haja muita estrada a percorrer, na evolução do ensino, Um mestre não pode passar o conhecimento, ele apenas cria condições para que o aprendiz desenvolva seu ao olhar para trás podemos enxergar o quanto já caminhamos neste ínterim. próprio conhecimento. Como já dizia Karl Kraus:

“Educação é aquilo que a maior parte das pessoas recebe, muitos transmitem e poucos possuem”. O processo de educação, assim como a comunicação, necessita de três pontos: o emissor, a mensagem e o receptor. O saber é uma via de mão dupla. Há aquele que ensina e também aquele que aprende.

“A educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda” (Paulo Freire)

Citando Rubem Alves: Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do vôo. Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de serem pássaros porque a essência dos pássaros é o vôo. Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são pássaros em vôo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar. Ensinar o vôo, isso elas não podem fazer, porque essa habilidade já nasce dentro dos pássaros. O vôo não pode ser ensinado. Só pode ser encorajado.

Data homenageia profissionais e avanços na área

Dia Mundial da Saúde é comemorado em abril

O

Dia Mundial da Saúde foi criado em 7 de abril de 1948, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), fundamentado no direito à saúde e na obrigação do Estado em promovê-la ao cidadão. A fim de alertar a população, foi dedicado um dia para abordar os hábitos que melhorem progressivamente a qualidade de vida do homem. Saúde pública, tuberculose, malária, HIV. Doenças que desafiam a instituição e o mundo há anos. Neste ano, o tema escolhido foi a resistência antimicrobiana e sua disseminação global. Mas, você sabe o que significa isso? Segundo os infectologistas, o fenômeno se caracteriza por uma ameaça a eficácia de medicamentos que, do contrário, combateriam agentes infecciosos. De acordo com a OMS, garantir a saúde é condição fundamental para que as pessoas possam manter em equilíbrio os aspectos físicos, mentais e sociais. Por outro lado, pessoas com estilos de vida sedentários dobram o risco de doenças como diabetes, obesidade, hipertensão arterial, depressão e ansiedade. Mas, dá para quebrar o ciclo. Praticando hábitos simples, adquiridos à base de uma boa alimentação (frutas, verduras, carboidratos, proteínas, pouca gordura e muita água) e cuidados na hora do descanso, do lazer, da atividade física, e principalmente, no trato diário com a higiene pessoal. Fique ligado! Não só em abril, mas também nos próximos 364 dias do ano.

Com informações da OMS e do site Dicas de Saúde. Leia mais sobre a data no UDF.blog

Ciências Contábeis: Convênio para os laboratórios antecipa comemorações pelo Dia do Contabilista Coordenação com agenda cheia para atividades, visitas técnicas e novos projetos

C

om 451 alunos no noturno, o curso de Ciências Contábeis do UDF foi um dos primeiros da instituição, desde sua fundação em 1967. De lá para cá, muita coisa mudou. Em 2008, os alunos recebiam o projeto de integração com o mercado, que convidava empresas a divulgarem suas ofertas de estágio, trainees e trabalho. Em 2009, e por 2 anos consecutivos, o curso obtia a classificação 3 estrelas no Guia do Estudante. Para este ano,

a novidade é a parceria firmada com a empresa Alterdata que modernizará os softwares dos laboratórios. No calendário de atividades há espaço dedicado, especialmente, a duas datas: o Dia do Contabilista, comemorado em 25 de abril e o Dia do Contador, celebrado em 22 de setembro. Comemoração antecipada este mês com a conquista para os laboratórios “Agora o aluno poderá encontrar o que há de mais atual no mercado”, afirma o coordenador do curso, Gesiel Vicente. Para celebrar o mês de

abril, o tema escolhido foi “Modelo de Avaliação de Empresas”, palestra a ser proferida pelo professor Deypson Gonçalves. E no segundo semestre, a Semana do Contador já planeja mais homenagens. Outra prioridade do curso, segundo o coordenador, é a integração do UDF com o mercado. Recentemente, empresas como a KPG, Baker e PWC, bem como escritórios de contabilidade palestraram na instituição para divulgar suas vagas. Para o professor, a seleção é garantia de que “a cada 10 empresas trazidas, pelo menos dois alunos consigam uma vaga”. Com foco nas áreas de auditoria e controladoria, o contador pode alternar carreiras, como: perito, consultor e profes-

sor. “Como controller, por exemplo, ele consegue opinar sobre tudo o que se passa dentro da empresa. É como um contador que tem uma visão mais gerencial e estratégica”, explica. E engana-se quem pensa que o curso tem apenas disciplinas Exatas. Administração, Direito, Sociologia e até Psicologia são algumas das matérias cursadas ao longo dos semestres. Além do Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) , sem o qual o aluno não se forma, há também um exame específico para os que desejam iniciar os trabalhos. “É como um exame da Ordem, a ser validado pelo Conselho de Classe”, compara Gesiel. Mais conhecida como Exame de Suficiência para o egresso, ela demanda um esforço contínuo ao longo do curso. Para isso, o UDF prepara o aluno por

meio da Prova Institucional (PI), ao incluir disciplinas necessárias aos dois Exames.

DIA 25 DE ABRIL É O DIA DO CONTABILISTA. E O CURSO COMEMORA A DATA COM A PALESTRA: “Modelo de Avaliação de Empresas” Data e horário: 25 de abril, às 19h30 Local: Auditório - Edifício Sede A palestra contará como 2 horas aula para as Atividades Complementares. Não será necessário fazer a inscrição, pois haverá lista de presença. Estudantes e professores de Ciências Contábeis estão convidados!

“Agora o aluno poderá encontrar o que há de mais atual no mercado,”destaca o coordenador Gesiel Vicente

Debate Institucional Propostas foram apresentadas em meio a evento

E

m 19 de março, sábado, aconteceu o segundo Debate Institucional promovido pelo DCE/UDF – Diretório Central dos Estudantes. Em ambiente colaborativo os alunos tiveram a chance de expor sugestões para os gestores de cada área da IES.

Com a palavra, o Reitor Professor Renato Rezende, expôs projetos em andamento e futuros do Centro Universitário. Os Centros Acadêmicos de cada curso também participaram. Veja as fotos do encontro no Portal do UDF.

Foto: Simone M. Prof. Dra. Luiza Taneguti

Motivação de sobra na Escola de Engenharia do UDF Futuros engenheiros participam ativamente das atividades

Com início em abril, os cursos de extensão em Autocad, Topografia, entre outros, também tiveram participação recorde. Outro índice bastante positivo, segundo a coordenação, tem sido o número crescente de transferências recebidas. Para a coordenadora da Escola de Engenharia e Tecnologia, Luiza Taneguti, o estudante das Engenharias apresenta um perfil bastante heterogêneo. “Temos de jovens na faixa dos 18 a pais de família e pessoas cursando a segunda graduação”, diz. Preferência de 7 entre 10 alunos, a Engenharia Civil é a escolha de quem sonha com a profissão. Para Taneguti, a procura se dá pelo mercado em alta para a construção civil, principalmente no planejamento de eventos como a Copa do Mundo. Mas para o futuro, e independente de qual seja a área de atuação, ela aposta em uma “engenharia mais de serviços e menos de produtos”. Em outras palavras, espaço para projetos que envolvam planejamentos ambientais sustentáveis, como a reciclagem e a análise de impactos ambientais.

D

esde o primeiro ano do curso, em 2009, a Escola de Engenharia oferece a seus alunos um conteúdo integrado. Com laboratórios de ensino, cursos de extensão e atividades complementares é possível entrar em contato com o mercado já no primeiro semestre. Para isso, a didática de ensino inclui projetos conjuntos entre as diferentes engenharias e disciplinas extras que garantem uma formação mais completa. Resultado: alunos motivados e com sede de aprendizado. Exemplo disso foi visto no último dia 25, quando mais de 250 alunos compareceram ao Dia de Atividades Complementares. Mais recentemente, um grupo de 80

alunos pôde conhecer a base de operações da ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico), em Brasília. E se multidisciplinaridade é o foco da escola, um passo importante será dado com a participação dos alunos no I Congresso Científico do UDF, a ser realizado entre os dias 10 a 12 de maio, no Edifício Reitor Rezende Ribeiro de Rezende.

Única no DF, a Escola de Engenharia da Instituição apresenta a seus alunos um conteúdo integrado. O Centro Universitário do Distrito Federal oferece, desde 2009, cursos de Engenharia Civil e Mecânica. No dia 10 de abril é comemorado o Dia da Engenharia. O UDF parabeniza a todos os profissionais e estudantes da área pelo dia!

Vem aí a Prova Institucional!

Calendário das atividades começa no dia 20 de abril

A

tenção, alunos! Estamos nos aproximando da Prova Institucional (PI) do semestre. O calendário completo, com ementa das disciplinas e gabarito dos exames anteriores pode ser consultado no Portal do UDF/Área do Aluno/Informações.

A 5ª edição da Prova é destinada aos acadêmicos de Direito, Relações Internacionais além de Ciências Contábeis, Letras e Pedagogia, que estreiam este ano na avaliação. Executada desde 2008 no UDF, a prática visa a atender às novas diretrizes curriculares e a obrigatoriedade de implantação da sistemática de avaliação interna. Prova objetiva, à exceção das disciplinas de Estágio de Prática Jurídica I (Cível, Penal e Trabalhista), a primeira etapa para estes alunos começa já no dia 30 de abril. Antes,

no dia 20, os alunos adventistas devem apresentar o comprovante da congregação para adequar o horário da PI. O tempo de duração da Prova Institucional é de duas horas e quarenta minutos, já incluído o tempo destinado à identificação. A pontuação é de 7,0 pontos a ser somada com a avaliação ministrada em sala pelo professor no valor de 3,0 pontos. O resultado será a nota do discente para a 2ª Avaliação de Aprendizagem. Até lá, a dica é para que os alunos antecipem seus estudos e tirem todas as dúvidas com o professor. Mais informações no Área do Aluno, pelo endereço prova.institucional@udf.edu.br ou pelo telefone (61) 3704-8839.

“Não há fatos nem fenômenos isolados. Tudo é retroalimentado”, declara Rafael Duarte

F

ormandos de Relações Internacionais se encontram aos sábados para análise crítica do cenário internacional Alunos formandos de Relações Internacionais estudam, com afinco, também aos sábados pela manhã. Neste dia, os matriculados na disciplina de Estágio Supervisionado II participam do projeto que leva o nome de Clipping Editorial. Por este título subentende-se a atividade destinada a recorte de jornais. Mas para o coordenador do curso, Rafael Duarte, o clipping é mais do que isso. “Pela atividade é possível avaliar o nível de capacidade crítica dos alunos e envolvê-los na análise dos principais jornais nacionais e internacionais”, declara. Entre os assuntos de maior repercussão, a convulsão dos movimentos sociais pró-democracia em países árabes e islâmicos e a crise econômica norte-americana, que espalhou-se posteriormente pela Europa. Para o professor, mais importante que o enfraquecimento dos EUA é o crescimento da sociedade como um ator das relações internacionais. “São novos atores e opiniões críticas construídos dentro da sociedade”, destaca Rafael. Nos encontros, assuntos tão diversos como a Copa do Mundo, as Olimpíadas de 2016 e pautas sobre educação e cultura, como o filme

“Tropa de Elite 3”. E olha que há até nome para isso. Chama-se interdependência complexa de atores, temas e conceitos. Na explicação: “fenômenos e fatos que não ocorrem de forma isolada”. A visão do cineasta, por exemplo, é uma crítica ao nosso país. “Tudo é retroalimentado”, ele garante. Para o debate em grupo, a abordagem dos temas costuma ser feita basicamente em 4 eixos: Política Segurança e Economia Internacionais além de Educação & Cultura. Para a análise, propriamente dita, Rafael indica três pontos a serem observados: - Em primeiro, que fatores ocasionaram o fenômeno? - Em segundo, o que significa isso hoje? - E em terceiro, o que pode ser presumido em um cenário futuro? Ainda segundo o coordenador a atividade tem por missão fazer com que os alunos aprendam a ver cada acontecimento como consequência de vários fatos e de outras áreas. Onde estão as notícias?

Como desenvolver a capacidade de síntese e aliá-la à visão crítica? É neste momento que todo o aprendizado acadêmico é avaliado como ferramenta para entender o mundo, explicá-lo e saber posicionar-se criticamente. Conhecimento este que os alunos levarão, com certeza, pela vida afora!

Para a aluna Rute Jovita,

o projeto “muda bastante a forma de entender o noticiário”. “Com o conhecimento das teorias, sabemos como realmente são os fatos, porque aconteceu tal coisa e o que fez chegar a este ou aquele ponto”.

I

nvestimentos para a Copa e as Olimpíadas, Adoção Internacional, Lei Maria da Penha, Oficina sobre Fitoterápicos e Exposição sobre as Ilhas Galápagos foram alguns dos temas em destaque, apresentados no último dia 25, aos alunos do UDF. Na oficina de Auriculoterapia, dedicada aos alunos da Escola de Saúde, o coordenador de Educação Física Misael Rabelo falou de forma descontraída sobre o diagnóstico e tratamento de problemas como tireóide, gastrite, soluços e até depressão. Todos detectáveis em pontos estratégicos da orelha. Sabia que é possível estabilizar, por exemplo, a bronquite estimulandose um ponto específico?

Dia de Atividades Complementares agitou o UDF no último dia 25 Oficinas, lançamento de livros e exposição marcaram a edição deste semestre

Segundo o professor, o pavilhão auricular traz um verdadeiro mapa do corpo humano, o que viabiliza soluções rápidas e efetivas que podem até salvar vidas. Enquanto isso, no Edifício Sede, alunos compenetrados para os desafios da Copa. De acordo com o estudante de Direito e consultor legislativo do Senado, Alexandre Guimarães, a passagem do evento pelo Brasil deverá gerar bilhões para o consumo e benefícios diretos após o evento, como investimentos em hotelaria e saúde. Somados a isso, a geração de empregos na cons-

trução civil, comércio e serviços. Na sala T-23, Sergimar Martins explanava sobre o mercado de adoção internacional. Professor do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) no UDF, ele ditava alguns caminhos para a especialização. Para ele, “o mercado está aberto àqueles que escolhem a área certa, gostam de estudar e aceitam até morar fora do país”. E acrescenta: “Brasília não é só concursos. Há perfil para todos os tipos. Mas é preciso pensar também nas diferenciações, como um idioma, que o advogado pode ter por aqui”. Também no Edifício Sede, o professor Antônio da Costa Neto traçava uma análise crítica sobre a escola e a educação. Para ele, o padrão atual se compara mais a um café requentado por não se adaptar à realidade do aluno. “Mas o que, realmente, interessa a este público? O que o aluno quer ouvir? Na sua avaliação, “o edu-

cador deve ter este click, fazendo mesmo uma radiografia do que interessa a públicos tão diferentes”. Autor do livro “Escolas e Hospícios”, ele referendou a personalização do conteúdo, de modo a identificar estilos e conhecer mais a fundo seu público. A isso ele chama qualidade política, capaz de reunir pontos de vista e sensibilizar o olhar para o outro.

Foto: Roberta Queiroz

Professor do UDF participa de curso na OTAN O

Prof. Paulo Campanha

professor de Direito Ambiental do Campus Virtual, Paulo Campanha, foi o primeiro brasileiro a participar do curso de Relações Públicas na OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte), ocorrido entre os dias 31 de janeiro e 11 de fevereiro, na Alemanha. Representante único da América Latina, Campanha fala nesta entrevista so-

bre a participação ativa do Brasil em situações estratégicas e a experiência em solo estrangeiro. Militar há mais de 20 anos, Campanha trabalha atualmente no Centro de Comunicação Social do Exército. Para o UDF, sua participação denota a relevância do país, em termos de América Latina e como ator social em progressiva expansão. Veja a entrevista:

Como se deu o convite para o curso de treinamento na OTAN? E por que o Sr. foi escolhido dentre tantos? Trabalho hoje no Centro de Comunicação Social do Exército e surgiu esta oportunidade de aprender como funciona, conhecer a fundo a organização e a atividade de Relações Públicas (RP). Sou oficial do Exército há mais de 20 anos e fui o primeiro brasileiro a participar do curso. Após um processo seletivo interno, tive a honra de ter sido selecionado. Sem dúvida é um motivo de grande realização profissional. Foi uma oportunidade que o Exército me deu, sem citar a conjuntura favorável para a convivência com os integrantes de outros países.

Fale sobre o curso. Fiz o treinamento na Escola da OTAN, em Oberammergau, na Alemanha, entre os dias 31 de janeiro e 11 de fevereiro. EUA, Canadá, Rússia e quase toda a Europa estavam lá. Foram mais de 20 países ao todo, sendo o Brasil o único representante da América Latina. Quanto ao cronograma do curso, tive uma semana de teoria, com slides e material impresso. Nessa etapa, havia, aproximadamente, 54 pessoas. Depois, uma semana de Media Training onde eram simuladas, em inglês, entrevistas como porta-voz do Exército. Nessa fase, o número de alunos caiu para 16. E, simulando, por fim, a prática de oficial de RP em operações de combate, missões de paz, entre outros. Durante todo o período, tive uma receptividade surpreendente e não só dos colegas, mas também de outros cursos. Alguns contavam que já moraram aqui, falavam da cultura e etc.

Como está o Brasil no cenário internacional? O Brasil tem sido um importante ator social nos últimos tempos. A participação internacional, principalmente a partir da crise econômica, tem nos levado a uma posição de destaque. O intercâmbio com outros países na área de defesa também tem aumentado bastante. Nessa incursão, o país vem adquirindo mais respeito e crescimento no campo econômico e militar. Temos também escolas excelentes de formação e aperfeiçoamento militar que investem no pessoal de carreira.

Instituições como a OTAN não perderam sua força diante dos movimentos sociais mais emergentes? Penso que não, a OTAN foi criada no contexto da Guerra Fria, com a finalidade de promover a paz mundial, de servir como ponte para um mundo melhor. E isso é um interesse de vários países. Portanto, a tomada de decisões é feita de forma coletiva, mediante votação, não é algo univalente. A partir disso a gente aprende que a paz não é uma utopia e, sim, um trabalho em aberto e que integra vários países.

Qual o papel do Porta-Voz? O porta-voz tem o papel de comunicar a sociedade e aos órgãos a pluralidade de ações que estão sendo desenvolvidas, bem como tudo o que vem ocorrendo na atividade. A missão de paz é uma arte para durante e após o conflito. Ao longo do curso, a gente comprova que o Brasil tem um papel de destaque no cenário internacional e está muito bem. Com isso, a política do porta-voz em situações de conflito tem sido baseada também em fatos reais. Exemplo disso são as missões de paz no Haiti, Sudão e Nepal, das quais o Brasil tem tido participação ativa.

Sobre a OTAN

“A paz não é uma utopia e, sim, um trabalho em aberto”, diz Paulo Campanha

A OTAN, Organização do Tratado do Atlântico Norte, por vezes chamada Aliança Atlântica, é uma aliança militar intergovernamental baseada no Tratado do Atlântico Norte que foi assinado em 4 de abril de 1949. O quartel-general da OTAN está localizado em Bruxelas, na Bélgica, e a organização constitui um sistema de defesa coletiva na qual os seus Estados-membros concordam com a defesa mútua em resposta a um ataque por qualquer entidade externa. Fonte: Wikipédia

Música Motorhead A banda britânica se apresenta pela primeira vez em Brasília. Local: Ginásio Nilson Nelson Datas 22/04/2011 Horário: 22h Preço: Pista/Cadeira (1º lote): R$ 80. Pista Premium (1º lote): R$ 130. Valores referentes à meia-entrada Pontos de Venda: Brasilia Shopping (SCN Qd. 05, Bloco A, Piso G1) ou livepass.com.br Informações: 4003-1527 Classificação Indicativa: Não será permitida a entrada de menores de 12 anos. De 12 anos a 15 anos: permitida a entrada, se acompanhados dos pais ou responsáveis legais. A partir de 16 anos: permitida a entrada (desacompanhados)

Zizi Possi A cantora Zizi Possi se apresenta em Brasília. Na cidade, Zizi lança o DVD Cantos & Contos, volumes 1 e 2. Local: Sala Villa-Lobos do Teatro Nacional Cláudio Santoro Data: 20/04/2011 Horário: Quarta | 21h Preço: R$ 180 (inteira) e R$ 90 (meia - para professores, estudantes e pessoas com mais de 60 anos) Informações: (61) 3325-6239 e (61) 3325-6256, das 12h às 20h Classificação Indicativa: 12 anos

João Marinho Quarteto Músico toca clássicos do Clube da Esquina às sextas feiras, pelo projeto De volta ao clube da esquina. João Marino se apresenta nos dias 8, 15 e 29 de abril com os músicos Marcos Farias (piano e teclado) e Fernando Nantra (baixo). Local: Terraço Shopping - SHC/AOS E A2/08 - Cruzeiro Data: Sextas às 19h30 Preço inteira: Entrada franca De: 05/04/2011 Até: 29/04/2011

Teatro A Vizinha de Antônio O ex-vocalista de uma banda de rock Antonio, popular e cafajeste, está à beira da morte e quer reconquistar o único amor de sua vida: Nica. Local: Teatro SESC Sílvio Barbato/ Setor Comercial Sul, Quadra 02, Edifício Presidente Dutra Data: De 07/04/2011 a 22/05/2011 Horário: Quinta,Sexta,Sábado , às 20h. Domingo, às 19h. Preço: R$30,00 (inteira) e R$15,00 (meia). Informações: (61) 9999-3330

As Bondosas As Bondosas é a história de três carpideiras. Elas vão a um velório onde fazem de tudo, menos rezar. Local: Sala Adolfo Celi da Casa D’itália / EQS 208/209 s/n lt A - Asa Sul Quando: De 08/04/2011 a 01/05/2011 Horário: Sexta,Sábado , às 21h. Domingo, às 20h. Preço: R$20(Inteira) e R$10(Meia). Informações: (61) 3242-0542

Festival Infantil O espetáculo A Cigarra e a Formiga, da Néia e Nando Cia. Teatral, será a primeira apresentação do calendário do Festival Infantil. Local: Alameda Shopping/ Taguatinga Quando: De 02/04/2011 a 30/04/2011 Horário: Sábado, às 16h. Preço: Entrada franca

Exposições Apo Fousek A exposição “Apo Fousek dos 3 aos 100”, montada na Galeria Vitrine da Caixa Cultural Brasília, conjuga o binômio arte e sustentabilidade, tônica da ascendente carreira do jovem paulistano Apoena Fousek. Local: Caixa Cultural Brasília – Galeria Vitrine Data: De 04/03/2011 a 17/04/2011 Horário: Terça,Quarta,Quinta,Sexta,Sábado,Domingo , das 9h às 21h Preço: Entrada franca Informações: (61) 3206-9448

Corpoalma A vídeoinstalação Corpoalma do cineasta Renato Barbieri e da artista plástica Regina Pessoa na Galeria CAL, propõe, por meio dos objetos e as imagens projetadas em vídeo, investigar o corpo e a alma de instrumentos musicais abandonados. Local: CAL Quando: De 24/03/2011 a 24/04/2011 Horário: Terça,Quarta,Quinta,Sexta , das 10h às 20h. Preço: Entrada franca Informações: (61) 3321 5811

Parque Temático Mundo Chega a Brasilia pela primeira vez, exposição com réplicas de dinossauros em tamanho real, exposições , cinema, jogos interativos dentro outras atrações no complexo montado na área externa do Shopping Pátio Brasil. Local: Área externa do Pátio Brasil Shopping Data: De 5 de abril a 12 de junho Preço inteira: De terça a sexta R$ 40,00 inteira e R$ 20,00 a meia*; Sábado, domingo e feriados: R$ 50 inteira e R$ 25 a meia* Informações: 3344 2900 ou www.mundojurassico.com.br

Cinema

Sem Limites (EUA, 2011) Sinopse: Escritor viciado em drogas descobre nova substância capaz de criar uma inteligência brilhante. Diretor: Neil Burger Gênero: Suspense Duração: 105 minutos Elenco: Com Bradley Cooper, Robert De Niro e Abbie Cornish. Horários e Salas Arcoplex 4 - 15:00 17:00 19:00 21:00 Cinemark 2 - Iguatemi - 12:50 17:30 22:20 Cinemark 7 - 17:25 19:50 22:15 Embracine 1 - 14:30 16:50 19:10 21:30 Kinoplex Boulevard 3 - 19:00 21:20 Park 2 - 14:30 16:50 19:15 21:30

Vips (Brasil, 2010) Sinopse: Homem habilidoso aplica golpes fingindo ser outras pessoas. A previsível tensão atrelada à captura do sedutor protagonista, aos poucos, afunila para um denso drama solitário em voo kamikaze. Diretor: Toniko Melo Gênero: Drama Duração: 71 minutos Elenco: Com Wagner Moura, Juliano Cazarré e Jorge D’Elía. Horários e Salas Cinemark 1 - 13:50 16:20 18:40 20:55 Cinemark 4 - Iguatemi - 16:30 19:00 21:40 Cinemark 9 - Taguatinga - 13:50 16:20 19:15 21:45 Kinoplex Boulevard 4 - 15:10 17:20 19:30 21:40 Liberty 2 - 14:50 16:50 Park 1 - 14:50 17:00 19:10 21:25 Pátio 3 - 15:30 17:40 19:50 22:00 Terraço 3 - 14:50 17:10 19:20 21:30

As mães de Chico Xavier (Brasil, 2011) Sinopse: Depois de receberem cartas psicografadas, três mulheres têm a vida transformada Diretor: De Glauber Filho e Halder Gomes Gênero: Drama Duração: 108 minutos Elenco: Com Nelson Xavier, Herson Capri e Vya Negromonte Horários e Salas Arcoplex 2 - 14:10 16:30 18:50 21:10 Cinemark 13 - 13:40 16:15 18:55 21:30 Cinemark 2 - 13:00 15:40 18:20 21:00 Cinemark 3 - Iguatemi - 13:00 15:40 18:20 21:00 Cinemark 7 - Taguatinga - 13:00 15:40 18:20 21:00 Embracine 4 - 14:10 16:30 19:00 21:20 Kinoplex Boulevard 2 - 14:00 16:20 18:40 21:00 Liberty 1 - 14:00 16:20 18:40 21:00 Park 3 - 14:00 16:20 18:40 21:00 Park 10 - 14:30 16:55 19:15 21:35 Pátio 5 - 14:30 16:50 19:10 21:30 Pátio 6 - 14:00 16:20 18:40 21:00 Terraço 2 - 14:00 16:20 18:40 21:00

Expediente CENTRO UNIVERSITÁRIO DO DISTRITO FEDERAL ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO E MARKETING CAMILA CÔRTES-EDIÇÃO SIMONE MAGALHÃES, ROBERTA QUEIROZ E CAMILA CÔRTES- REDAÇÃO ROSEMARY TOFFOLI- REVISÃO NAUÍ PAIVA- LAYOUT E DIAGRAMAÇÃO


Jornal Mural - Abril 2011