Issuu on Google+

12

personalidade salesiana

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

J

uan Vecchi nasceu no dia 23 de junho de 1931, em Viedma, Argentina, em uma família de imigrantes italianos que havia chegado ao Cone Sul no final do século XIX, procedentes da Emília Romagna. Eram seus pais o senhor Albino Vecchi e Maria Monti, ambos nascidos na Itália, porém se conheceram e se casaram na Argentina. Juan Vecchi foi o sétimo e último dos filhos. Seus primeiros estudos foram feitos no Instituto Dom Bosco, de Viedma, onde decidiu seguir a vocação religiosa com os salesianos. Em 1942, ingressou na Escola Salesiana de Fortpín Mercendes, onde começou seu contato com as obras de Dom Bosco. No dia 29 de janeiro de 1947, entrou para o noviciado e no dia 28 de janeiro de 1948 fez os primeiros votos como membro da Congregação Salesiana. Fez seus estudos teológicos em Turim, a partir de 1954. Foi ordenado sacerdote no dia 1º de julho de 1958. Assim que concluiu sua formação religiosa e sacerdotal, retornou à Argentina para trabalhar em Viedma. Depois disso, foi eleito para o cargo de inspetor da Patagônia setentrional. Entre 1958 e 1960, exerceu o ofício de catequista do aspirantado salesiano de Fortín Mercedes. Logo em seguida, entre 1962 e 1965, foi diretor do Colégio Domingos Sávio, de Bahía Blanca e, entre 1966 e 1970, foi diretor do Centro de Formação para Salesianos Jovens. Em 1972, Padre Ricceri o escolheu como Superior Regional para a Argentina, Brasil, Uruguai e Paraguai, cargo que exerceu até 1977. Posteriormente, foi promovido ao cargo de Conselheiro Geral para a Pastoral Juvenil, em Roma, tendo ocupado esse posto até 1990, quando foi nomeado vigário do Reitor-Mor, Padre Egídio Viganó, ofício este que o colocará em evidência, em especial durante os últimos meses de doença que foram seguidos pela morte do Padre Viganó. No dia 20 de março de 1996, os capitulares do XXIV Capítulo Geral o elegeram oitavo sucessor de Dom Bosco. REITOR-MOR Padre Vecchi já tinha um grande reconhecimento em âmbito mundial e eclesial quando foi nomeado Reitor-Mor. Isso pode ser comprovado pelo fato de ter sido “a mão” direita do seu antecessor e também por possuir profundos conhecimentos e experiência no campo da Pastoral Juvenil Salesiana para a qual deixou uma prolífera e valiosa documentação escrita. Em suas visitas às diferentes inspetorias salesianas do mundo, procura encontrar-se com os agentes de pastoral e os leigos aos quais dava uma grande importância e a eles dirigia valiosas mensagens formativas, porque partia de sua própria experiência e de sua própria consciência como educador. Sobremaneira, insistia na comunicação como parte integrante da missão sa-

Pe. Vecchi acreditava que a comunicação era parte integrante da missão salesiana e da evangelização

Padre Juan Edmundo Vecchi “Oitavo sucessor de Dom Bosco” 23/06/1931 lesiana, da evangelização e do anúncio do evangelho. De maneira especial, sua enfermidade se converteu na fonte do seu apostolado e de sua missão como Reitor-Mor , tendo, a partir dela, escrito ricos documentos de espiritualidade salesiana. No dia 25 de janeiro de 2002, Padre Vecchi faleceu em Roma, por causa de um tumor cerebral, e foi sepultado nas Catacumbas de São Calisto, que estão sob a direção da Congregação Salesiana. Tinha 70 anos de idade e morreu no exercício do cargo. Assim como havia acontecido quando vigário do Padre Viganó, o seu vigário, o bispo Dom Luc Van Looy dirigiu a Congregação até a celebração do Capítulo Geral seguinte, que ainda foi convocado pelo Padre Vecchi. UM MAGISTÉRIO REALIZADO NA DOENÇA Padre Vecchi enviou numerosas mensagens durante o período

de sua enfermidade, em especial a carta “Enfermidade e ancianidade na experiência salesiana”. Nessa carta, ele diz: “A enfermidade me chegou de repente, no coração do Ministério que me foi confiado pela Providência. Havia planejado muitas coisas para o tempo do Reitorado, mas esta me chegou de surpresa. A graça de Deus e a caridade de vossa oração – dos salesianos – me ajudou a viver essa mudança vocacional, que me chamava a servir o Senhor de maneira nova”. Em sua luta contra a doença, o Reitor-Mor ensina o valor da ancianidade e, ainda que a Congregação Salesiana tenha a juventude como centro do seu carisma, é necessário levar em consideração a dimensão da ancianidade: “Desde jovens se aprende a envelhecer bem”, afirmou. A partir de uma profunda realidade existencial imbuída de valores cristãos, Padre Vecchi descreve três etapas da vida:

23/01/2002

1 “Como acolher a vida?”, descrita como a etapa da apreciação da vida. 2 “Como transformar a vida em dom?”, que é a parte das decisões. 3 “Como entregar a vida?”, que é a parte dos sacrifícios. Padre Vecchi pode ser arrolado com os exemplos de santidade salesiana que tiveram que enfrentar diretamente a realidade da enfermidade, como Artémides Zatti e Simon Srugi, ambos salesianos irmãos e enfermeiros e Padre Luigi Variara, o apóstolo dos leprosos. ACONTECIMENTOS Entre os acontecimentos mais importantes do governo do Padre Vecchi, podemos citar: 1- A beatificação de seu tio, o salesiano irmão argentino, Artémides Zatti, para cuja ocasião escreveu uma mensagem, embora tenha morrido antes de assistir à cerimônia da beatificação presidida por João Paulo II, no dia 14 de

JORNAL UCDB abril de 2002. No texto que segue, Padre Vecchi descreve seu tio e nos mostra a maneira excepcional de escrever do ReitorMor argentino: “De Zatti se falavam anedotas, palavras, impressões e experiências: um mosaico construído com gestos diários e feitos extraordinários. Através deles, a gente chegava sem dificuldade a uma conclusão: era um santo. Espontaneamente se sabia. Não era preciso um conceito elaborado de santidade para enquadrálo nem complicados critérios de discernimento. Era uma intuição, o olfato popular que descobre na caridade compassiva e sempre pronta, como a do Bom Samaritano, a energia do Espírito Santo, o sinal de Jesus e a presença do Pai”. 2- O Centenário da chegada dos salesianos à Bolívia, em 1996, motivo pelo qual o Reitor-Mor visitou as obras salesianas nesse país. 3- O Centenário da chegada dos salesianos a El Salvador, motivo pelo qual Padre Vecchi se deslocou para esse país e foi recebido por milhares de jovens no Palácio dos Desportos, no dia 18 de agosto de 1998. Nessa ocasião, Padre Vecchi disse aos jovens salvadorenhos: “Faço um convite aos jovens para que vivam como Maria e se coloquem totalmente à disposição do Senhor. É preciso que vocês deixem Cristo entrar em seus corações e mantenham sempre viva neles a chama da esperança”. 4- Beatificação dos Mártires da Polônia: no dia 13 de junho de 1999, Padre Vecchi participou da beatificação de 108 mártires poloneses em Varsóvia, entre os quais se encontrava o padre salesiano José Kowalski e cinco jovens do Oratório Salesiano de Poznan. Padre Vecchi foi o primeiro Reitor-Mor não nascido na Itália. Seu ministério foi marcado pelo profundo amor aos jovens e também pelo grande impulso à Pastoral Juvenil Salesiana e à comunicação. Muitas pessoas que o conheceram ressaltam o arrojo espiritual que o animou e que o tornou entusiasmado e otimista. Uma síntese biográfica publicada pelo ANS no dia de sua morte, assim o relata: “Foi, sem dúvida, um grande trabalhador, homem de fé, espelho fiel da leitura carismática de Cristo que o Espírito Santo confiou a Dom Bosco. Homem da escuta, atento à cultura moderna, acreditou na possibilidade do encontro entre fé e cultura, caridade e religiosidade. Acentuada capacidade de captar o ponto central das questões, mas respeitoso das opiniões dos outros, foi um animador com ideias claras, abertas, partilhadas, capaz de traçar com otimismo novos horizontes e de impulsionar um projeto estabelecido”. Tradução: Padre Pedro Pereira Borges, Pró-Reitor da Pastoral Universitária da UCDB.

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

Informativo mensal - Ano XI No 255 - Campo Grande - MS - Abril/2011


Expogrande tem presença 03 marcante da UCDB

Ir. Altair Monteiro da Silva

O primeiro marco que o tempo oferece para considerações não pode deixar de ser a presença da Semana Santa em que, em comunhão com toda a Igreja, se celebra liturgicamente a Paixão, a Morte e a Ressurreição de Nosso Senhor Jesus Cristo. É o momento litúrgico mais importante do ano, pois da celebração da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo, a Igreja Católica oferece a todos um caminho de salvação e de alegrias pela presença de Cristo Ressuscitado na história de cada um. A EXPOGRANDE 2011 terá a presença marcante da UCDB. Na oportunidade, estará bem visível, no estande, o quanto a Universidade Católica D. Bosco realiza para a formação e capacitação dos alunos através das atividades e programas específicos desenvolvidos pela FazendaEscola e pelo Centro de Tecnologia, como desdobramentos práticos dos cursos das áreas de Zootecnia, Agronomia e Medicina Veterinária. Serão apresentados projetos em execução, entre eles a qualidade do biotério da universidade e as modalidades práticas no manuseio e tratamento devido a diversas espécies de animais e pássaros. Serão evidenciados também os postulados científicos na prática da condução do trato com os animais em cativeiro ou em situações apropriadas para o seu desenvolvimento. Será uma oportunidade de divulgação da qualidade dos aportes cientí-

ficos do setor para um público interessado e correlacionado com a área. A presença da Universidade será diversificada, pois serão apresentadas ao público outras ações desenvolvidas em prol da população da cidade, como serviços possíveis e exemplares. A presença do NUPRAJUR itinerante exemplifica a novidade do atendimento do curso de direito aos cidadãos dos bairros da periferia da cidade. O ônibus permite que as pessoas mais necessitadas ou desinformadas dos bairros mais pobres da cidade recebam atendimento de qualidade gratuitamente. O serviço de maior significatividade acontece com a possibilidade de julgamentos de pequenas causas em que a conciliação possa ser efetivada. A universidade leva aos cidadãos uma grande oportunidade para que as pessoas possam consultar e até resolver seus problemas burocráticos sem dispêndio algum. Uma verdadeira gentileza da Universidade para com a população de Campo Grande. De forma semelhante, outros setores da universidade estarão presentes para oferecer à população os serviços que já ocorrem mediante a ação competente dos setores. O Projeto Pulsar oferece atendimento aos idosos em suas dificuldades. Instrui e orienta sobre as atitudes e posturas necessárias para que qualquer idoso possa gozar de melhor saúde e possa prolongar sua vida de forma saudável. Os cursos da área da saúde atuam com maestria e com generosidade nesse setor de atendimento aos idosos. A UCDB atua também no setor virtual pela oferta de vários cursos. Precisamente qualquer pessoa em qualquer área do país poderá cursar Ciências Contábeis, Gestão Ambiental, Gestão Pública, Gestão

FRASE DE DOM BOSCO

“O educador entre os alunos procure fazer-se amar se quer fazer-se respeitar”.

Financeira e Negócios Imobiliários. Esses cursos apresentam qualidade extraordinária pelo acesso virtual. A UCDB é detentora de experiência nesse setor, pois constantemente aprimora sua presença virtual de acordo com as novas tecnologias da área. Essa atuação da UCDB constitui uma conquista feliz e de consistência referenciada no setor. Merece realce especial a presença das palavras do novo presidente da FUNDECT que se posiciona em relação ao ensino e à atuação da UCDB nos diversos setores científicos, em especial quanto à capacitação tecnológica dos estudantes. A universidade sente-se agradecida pelas palavras e, em especial, pela confiança que o presidente da FUNDECT evidenciou em suas palavras. A ação científica conquistada pela UCDB manifesta a qualidade de sua atuação específica no universo da constante evolução científica e tecnológica. Evidenciamos, porém, a outra face de sua atuação: a constante batalha para que seus alunos sejam educados de acordo com a mensagem grandiosa de nosso fundador e pai, D. Bosco: “A universidade tem como horizonte de formação de seus alunos e mestres o lema grandioso: Bons cristãos e honestos cidadãos!” Esses são os votos a todos, principalmente que sejam abençoados nesse tempo de Páscoa. Que a Ressurreição de Cristo seja o parâmetro maior, para todos nós, de nossa vida em estado de plenitude. Votos de Santa Páscoa para todos os acadêmicos, professores e funcionários da UCDB.

Ir. Altair Monteiro da Silva Pró-Reitor de Administração

ÍNDICE

Funcionando como um meio de oferecer aprendizado e experiência para os acadêmicos de Direito da UCDB e auxiliar a comunidade carente, o Núcleo de Práticas Jurídicas (NUPRAJUR) oferece serviços gratuitos às pessoas que necessitam de serviços e que não possuem recursos para arcar com as despesas de um advogado particular.

04

ENTREVISTA

O novo diretor presidente da FUNDECT, professor Dr. Marcelo Augusto Santo Turine é o entrevistado da edição de abril do Jornal da UCDB. Nesta entrevista Dr. Marcelo aborda as perspectivas da pesquisa cientifica neste período em que estará a frente da entidade, além de comentar sobre os investimos na área, bolsas de mestrado e doutorado.

Alice Feldens Carromeu

GRADUAÇÃO

Extensão rural é um projeto de extensão da Universidade Católica Dom Bosco que visa atender pequenos produtores rurais de baixa renda que são proprietários e residem no assentamento Vista Alegre, em Campo Grande.

06 e 07

SAÚDE

Com a intenção de auxiliar a comunidade local atendida pela Unidade Básica de Saúde da Família Mestre José Alberto Veronese - UBSF do Jardim Seminário -, os acadêmicos do curso de Fisioterapia da UCDB, juntamente com os professores e coordenadores, lançaram, no último mês, o projeto Pulsar, que conta com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) e integraliza comunidade, serviço e ensino.

08 09

PASTORAL ENSINO A DISTÂNCIA

Estava estampada no rosto de cada formando da UCDB Virtual a satisfação por ter cumprido mais uma missão pessoal. O reconhecimento dos familiares, amigos e do restante da plateia, que aplaudia e acenava com faixas, apenas reafirmou o sentimento: eu consegui.

10

AGRONEGÓCIO

A Universidade Católica Dom Bosco mais uma vez estará na Expogrande, a maior feira agropecuária de Mato Grosso do Sul e uma das principais do Centro-Oeste. Durante os dias do evento, o público poderá visitar o estande da Católica para conhecer um pouco do trabalho desenvolvido pela Fazenda-Escola, pelo Centro de Tecnologia e Agronegócio (CeTeAgro), pelos cursos de Zootecnia, Agronomia e Medicina Veterinária, além de poder conhecer o trabalho desenvolvido pelo biotério.

11

AGENDA UNIVERSITÁRIA Eventos, dicas de sites e livros.

12

PERSONALIDADE SALESIANA

Conheça um pouco mais sobre a vida do Padre Juan Edmundo Vecchi

JORNAL UCDB: elaborado pela Assessoria de Imprensa da Universidade Católica Dom Bosco - UCDB. Periodicidade mensal. Email: noticias@ucdb.br. Telefones: (67) 3312-3355 e 3312-3359. Fax: (67) 3312-3353. Site: www.ucdb.br. Jornalistas: Jakson Pereira (DRT: 467/MS), Silvia Tada (DRT:33/17/13) e Leonardo Amorim. Revisão: Edilza Goulart. Diagramação e Capa: Designer - Maria Universidade Católica Dom Bosco Chanceler: Pe. Lauro Takaki Shinohara

Helena Benites. Tiragem: 15.000 exemplares. Impressão: Gráfica UCDB. Instituições ou pessoas interessadas em receber esta publicação, entrar em contato pelo e-mail: noticias@ucdb.br.

Reitor: Pe. José Marinoni Pró-Reitor de Administração: Ir. Altair Monteiro da Silva

A Universidade Católica Dom Bosco - UCDB - não se responsabiliza pelos artigos assinados ou de origem definida. Os textos, mesmo

Pró-Reitor de Pastoral: Pe. Pedro Pereira Borges

quando não publicados, não serão devolvidos aos autores.

Pró-Reitora de Ensino e Desenvolvimento: Conceição Aparecida Butera Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação: Hemerson Pistori Pró-Reitora de Extensão e Assuntos Comunitários: Luciane Pinho de Almeida

Entidade filiada à ABRUC - Associação Brasileira das Universidades Comunitárias

COMEMORAÇÃO DOS 40 ANOS DO CURSO DE HISTÓRIA - UCDB “PAU BRASIL”

Em 2011, o curso de História da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) comemora 40 anos de criação. Para comemorar a data, a coordenação do curso realiza um seminário para discutir a extinção do Pau Brasil, primeira riqueza que os portugueses exploraram no país recém descoberto, a partir de 1500. Acadêmicos, professores e profissionais da área estarão reunidos para debater também o pan-americanismo e Simon Bolívar, militar e líder político venezuelano, considerado na América Latina como um herói, visionário, revolucionário e libertador. O evento será realizado no dia 14 de abril, das 19h30 às 22h30, na sala de multimídia II, localizada no piso superior do Bloco A. Mais informações pelo telefone 3312-3954 ou m.a.castilho@ terra.com.br

Simpósio Nacional de Bioprocessos 18º SIMPÓSIO A Universidade de Caxias do Sul (UCS) sedia, entre NACIONAL DE os dias 24 a 27 de julho, a 18ª edição do Simpósio BIOPROCESSOS Nacional de Bioprocessos, evento bianual que reúne centenas de pesquisadores, professores, estudantes de graduação e pós-graduação, profissionais e membros da área empresarial que atuam nessa área do conhecimento. O Simpósio visa promover a interação entre cientistas, professores, alunos e profissionais que trabalham com bioprocessos, no Brasil, e tem como objetivo apresentar os últimos avanços das pesquisas realizadas nas universidades brasileiras, nos institutos e empresas das áreas de Biotecnologia aplicada. A UCS e a Universidade Federal do Rio Grande (FURG), do Rio Grande do Sul, compartilham a coordenação do evento. Trabalhos completos, escritos em português, espanhol ou inglês, devem ser enviados, até 30 de março, para avaliação do Comitê Científico ao site www.sinaferm2011.com.br. VII SIMPÓSIO DE ALIMENTOS PARA A REGIÃO SUL SIAL 2011

agenda

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

EVENTOS ATENDIMENTO

05

JORNAL UCDB

No período de 24 a 27 de maio, o Centro Universitário São Camilo promove o Adh’2011. Serão nove congressos, duas jornadas e cinco sessões pôsteres que contarão com a participação de especialistas em suas respectivas áreas de atuação e de empresas respeitadas no campo hospitalar. O objetivo é capacitar e atualizar teórica e tecnicamente profissionais da saúde com base nos referenciais humano e ético. O tema central do encontro “Desafios e Perspectivas”- representa uma oportunidade ímpar para a reflexão sobre saúde na realidade brasileira, considerando questões como infraestrutura hospitalar, logística, formação de profissionais da saúde, capacitação de funcionários, alimentação, entre outras, tendo em vista a realização da Copa do Mundo de Futebol em 2014. Simultaneamente ao evento, acontecem também a Feira-Fórum Hospitalar e a 18ª Feira Internacional de Produtos, Equipamentos, Serviços e Tecnologia para Hospitais, Laboratórios, Clínicas e Consultórios, que contribuem para o êxito dos congressos do Adh’2011 – São Camilo. I SIMPÓSIO INTERDISCIPLINAR DE SAÚDE E AMBIENTE - I SISA E VII SEMANA INTERDISCIPLINAR EM SAÚDE

Nos dias 28 e 29 deste mês, a Universidade de Passo Fundo realiza o 7º Simpósio de Alimentos (SIAL). O objetivo é discutir assuntos relacionados aos principais bioprocessos de interesse na indústria de alimentos. Os setores de bioprocessos consistem em uma área tecnológica avançada de apoio à indústria de alimentos que utiliza seres vivos, especialmente microrganismos ou enzimas, para a obtenção de produtos ou processos. Através dos processos biotecnológicos podem ser obtidos inúmeros produtos aplicáveis na indústria alimentícia, como enzimas, bioemulsificantes, biocorantes, biopreservativos e bioaromas aplicáveis na produção de bebidas lácteas, bebidas alcoólicas fermentadas e destiladas, bem como no tratamento de efluentes. O SIAL é um evento organizado pelo curso de Engenharia de Alimentos, que objetiva também a divulgação do curso e da profissão. Mais informações no site www.upf.br/sial2011.

DICAS DE LIVROS Jornalismo - sangue que corre nas veias, 2.ed Marina Sábber Esta obra, prefaciada pelo jornalista Chico Pinheiro, mostra como a profissão de jornalista pode ser estressante e prazerosa ao mesmo tempo. Através de experiências reais, você vai perceber que além da curiosidade é preciso ter equilíbrio emocional para enfrentar a pressão do dia-a-dia. Vamos levar você até o banco da Universidade para participar de debates sobre princípios que rondam o mundo do jornalismo. Uma viagem que inclui ainda histórias engraçadas sobre a descoberta da profissão e uma parada no mercado de trabalho, onde muitas perguntas podem ser respondidas. Como funciona o processo de escrever, o que acontece quando as idéias acabam, como lidar com o sensacionalismo, o que fazer para enxergar as notícias como elas realmente devem ser vistas são algumas das muitas questões que vão fazer cada um de nós pensar na responsabilidade que temos diante das pessoas e que,

ADH´2011 SÃO CAMILO “DESAFIOS E PERSPECTIVAS”

A 7ª Semana Interdisciplinar promovida pelo Centro de Ciências Biológicas e da Saúde (CCBS) da Univates, em Lajeado, Rio Grande do Sul, acontece de 11 a 13 deste mês e envolve sete cursos da área da Saúde. Simultâneo à VII Semana Interdisciplinar ocorre o I Simpósio Interdisciplinar de Saúde e Ambiente que tem como tema “Determinantes sociais em saúde: o desafio da intersetorialidade”. A semana tem como objetivo disponibilizar espaço para que os estudantes e trabalhadores possam divulgar suas produções científicas e experiências de trabalho no formato rodas de conversa. O evento conta com conferências, painéis, rodas de conversa, apresentação de trabalhos científicos e relatos de experiência de docentes, estudantes e trabalhadores em saúde. Inscrições para participar do evento podem ser feitas pelo site www.univates.br/eventos.

A Universidade Federal de Goiás (UFG) realiza, de 11 a 15 deste mês, o 1º Congresso de Engenharia e Tecnologia. Viabilizado pela união das Escolas de Engenharia e Arquitetura da UFG, a primeira edição do congresso abordará o tema “Interdisciplinaridade na Engenharia: Pesquisa, Informação e Sustentabilidade”. O congresso é organizado pelos estudantes dos cursos de Engenharia e Arquitetura da Universidade e pretende oferecer aos estudantes a oportunidade de entrar em contato com temas que extrapolam o cotidiano da universidade, como palestras de personalidades de grandes empresas, minicursos inovadores e oficinas tecnológicas. As inscrições podem ser feitas pelo site do evento (www.cetufg. com.br) até o dia 11 de abril. Mais informações sobre o congresso podem ser obtidas pelo e-mail contato@cetufg.com.br, ou pelo site www.cetufg. com.br/organizacao

apesar de ser um produto, a divulgação da notícia pode trazer conseqüências boas ou más no futuro da sociedade. Revista Série-Estudos, n.28 Autores: VVAA O Periódico do Programa de Pós-Graduação em Educação na Universidade Católica Dom Bosco, Série-Estudos, apresenta neste número, treze artigos sobre temas atuais da educação brasileira. [...] Cumprindo sua função de socializar o conhecimento produzido na área da Educação por pesquisadores e professores preocupados em sistematizar suas práticas ou objetos de estudo em estudos que possam indicar os principais desafios, os avanços e as perspectivas educacionais na última década. Mariluce Bittar Editora da Série-Estudos

II SEMINÁRIO SOBRE ESTUDOS LIMNOLÓGICOS EM CLIMA SUBTROPICAL

1º CONGRESSO DE ENGENHARIA E TECNOLOGIA DA UFG

11

JORNAL UCDB

br.freepik.com

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

David Majella

02

editorial

CONECTE www.pol.org.br Eventos, notícias, debates e publicações são alguns dos links inseridos no Psicologia On Line, site voltado para acadêmicos, estudiosos, pesquisadores e psicólogos. No portal, é possível acompanhar as ações do Conselho Federal de Psicologia, participar de campanhas de promoção e prevenção à saúde e se programar através da agenda de eventos. Visite e saiba mais sobre Psicologia. www.sitengenharia.com.br O Site Engenharia desenvolve e promove a comercialização de softwares, programas de cálculo e dimensionamento de fundações diretas e indiretas. Além dos elementos de fundações, também inclui cálculos da capacidade de carga de fundações pelos métodos de Terzaghi e Hansen, tensão do solo, carga admissível de estacas escavadas, cravadas e injetadas, recalque admissível, atrito negativo de estacas, carga admissível de estacas por métodos semiempíricos estáticos através do SPT, carga admissível de estacas por métodos dinâmicos e repique elástico. Ficou curioso? www.cff.org.br O site do Conselho Federal de Farmácia foi criado com a missão de valorizar o profissional farmacêutico e defender a saúde da sociedade. Entre os serviços disponíveis incluem-se inscrever e habilitar os profissionais farmacêuticos; expedir resoluções que se tornarem necessárias para fiel interpretação e execução da lei, definindo ou modificando atribuições e competências dos profissionais farmacêuticos, colaborar com autoridades sanitárias para melhorar a qualidade de vida do cidadão e zelar pela saúde pública, promovendo a difusão da assistência farmacêutica no País. Ainda é possível obter informações sobre o uso racional de medicamentos e esclarecer dúvidas, através do Centro Brasileiro de Medicamentos (CEBRIM).

Acadêmicos, pesquisadores, pós-graduandos e interessados da área de limnologia de ecossistemas aquáticos subtropicais podem participar, de 11 a 13 de abril, na Universidade Regional Integrada - Campus Erechim - , no Rio Grande do Sul, do 2º Seminário sobre Estudos Limnológicos em Clima Subtropical. Além de estimular a análise e discussão técnica, conceitual e filosófica sobre a limnologia em clima subtropical, e a conservação e gestão de recursos hídricos, o evento proporcionará espaços de diálogo e troca de experiências sobre pesquisas desenvolvidas no país. O objetivo do encontro é divulgar, por meio de sessões de comunicações orais e pôsteres, resultados de pesquisas que abordem biodiversidade, ecologia de áreas úmidas, ecossistemas lênticos e lóticos e monitoramento de bacias hidrográficas. Serão palestras e mesas-redondas que visam facilitar a integração entre linhas de pesquisa de programas de pós-graduação voltadas ao estudo de ambientes límnicos subtropicais. Inscrições e mais informações no site www. uricer.edu.br.


CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

JORNAL UCDB

EXPOSIÇÃO

Público poderá conhecer trabalhos realizados na Fazenda-Escola no Centro de Tecnologia e Agronegócio e pelo Biotério ASSESSORIA DE IMPRENSA

Arquivo Assessoria de Imprensa

A

Estande da Fazenda-Escola UCDB foi um dos mais procurados durante a edição passada da Expogrande

poníveis lupa e microscópio para demonstração de insetos, além do projeto Rede de Pesca e do aquário com peixes. Acadêmicos darão informações aos interessados sobre a criação de ovinos e caprinos.

Já os estudantes que desenvolvem pesquisas no CeTeAgro demonstrarão aos visitantes do estande da Católica o trabalho realizado na área de agricultura familiar, a produção de compotas e cachaças artesanais, traba-

lhos sobre a cadeia produtiva do bambu, amido e cultivo de tecidos. Por sua vez, o Laboratório de Entomologia levará à Expogrande informações sobre diversas espécies, como bicho pau e insetos fixados.

BIOTÉRIO Em todos os anos que esteve na Expogrande, o Biotério chamou a atenção de muitos visitantes e, mais uma vez, vai expor uma enorme variedade de animais silvestres da fauna sul-mato-grossense, como serpentes, cágados e lagartos. Além de conhecer os animais, os visitantes terão a oportunidade de esclarecer mitos sobre esses animais, com informações dos acadêmicos do curso de Biologia da Católica que estarão presentes durante todos os dias de feira. “É muito bom para a Instituição se fazer presente num evento tão importante para o desenvolvimento do Estado como é a Expogrande. Por isso, espero que todos apreciem um pouco dos trabalhos que são desenvolvidos por acadêmicos e pesquisadores da Universidade”, comentou o Reitor da UCDB, Pe. José Marinoni. A Expogrande será realizada entre os dias 14 e 24 deste mês, no Parque de Exposições Laucídio Coelho.

MÚSICA

Acadêmico do curso de Direito é destaque nacional Divulgação

LEONARDO AMORIM A cada dia que passa, a internet ajuda mais os novos artistas a conseguirem espaço num mercado restrito que envolve empresários e altos investimentos. Fábio Adames, acadêmico da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), e seu parceiro, Bruno Kuni, da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, utilizaram uma das ferramentas que a grande rede oferece, o Youtube, para divulgar o projeto Versionalize. A dupla está na semifinal de um concurso nacional de música, veiculado em rede nacional. “Tudo começou quando tivemos a ideia de fazer vídeos para a internet com versões de músicas já conhecidas, dando a nossa cara pra elas. O canal no Youtube foi ganhando um número cada vez maior de exibições e o projeto foi ganhando corpo. Hoje o canal tem mais de 500 mil visualizações e estamos trabalhando com músicas autorais”, contou Fábio, que

atendimento

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

DIREITO

Católica leva serviços para estande montado na Expogrande 2011 Universidade Católica Dom Bosco mais uma vez estará na Expogrande, a maior feira agropecuária de Mato Grosso do Sul e uma das principais do Centro-Oeste. Durante os dias do evento, o público poderá visitar o estande da Católica para conhecer um pouco do trabalho desenvolvido pela Fazenda-Escola, pelo Centro de Tecnologia e Agronegócio (CeTeAgro), pelos cursos de Zootecnia, Agronomia e Medicina Veterinária, além de poder conhecer o trabalho desenvolvido pelo biotério, que novamente será uma das principais atrações do estande, com a exposição de animais silvestres e orientações sobre como lidar com esses animais. Durante a Expogrande, os acadêmicos dos cursos de Agronomia e Zootecnia apresentarão os projetos desenvolvidos na Fazenda-Escola, como o minhocário, os estudos sobre o perfil de solo e o simulador de erosão. Estarão dis-

JORNAL UCDB

Fábio Adames (esquerda) é um dos finalistas do programa Raul Gil

cursa o 7º semestre de Direito na UCDB. As músicas gravadas são na maioria internacionais. Entre as mais acessadas, estão “Firework”, da americana Katy Perry, “Waka Waka”, da colombiana Shakira e “Mine for Real”, composição da própria dupla. A opção por gravar um clipe surgiu devido ao canal ser de um site de compartilhamento de

vídeos, segundo Bruno, uma forma legal de divulgar uma música própria do projeto. “A música foi toda produzida e captada por mim e o Bruno se empenhou mais na produção do vídeo. A gente ficou muito feliz com o resultado final. Foi muito legal, pois fizemos todo o trabalho praticamente em casa”, detalhou. Segundo Adames, há muitos mú-

sicos e artistas que inspiram o trabalho deles, mas entre todas as referências estão Oasis, U2, Lenine e Pink Floyd. No Estado, as influências vêm das bandas Curimba, Dom Brás e Filho dos Livres. “O legal de fazer música em inglês foi que muita gente do mundo todo chegou até a gente pelo Youtube. Hoje o que queremos é continuar cantando em inglês, mas principalmente mostrar música do Brasil a essas pessoas”, contou. A parceria já tem sete anos. Fábio e Bruno fazem parte da banda Delay e estão nesse projeto paralelo há pouco tempo. Porém, a ideia de gravar músicas internacionais e disponibilizá-las em um canal na internet rendeu frutos. A dupla participa do quadro Jovens Talentos, do Programa Raul Gil, veiculado pelo Sistema Brasileiro de Televisão (SBT), aos sábados. “Eu mandei o canal uma vez pra produção do programa e depois de um tempo eles me ligaram”, detalhou Fábio. “Participar do programa está sendo uma ex-

periência incrível. Aparecer em rede nacional é uma coisa que soma muito para o trabalho”, completou Bruno. Garantidos na semifinal, Bruno e Fábio reconhecem a qualidade dos outros concorrentes e já estão felizes em chegar nessa etapa. “Há vários candidatos muito bons participando do programa, foi uma surpresa muito boa chegar até a semifinal. Agora a competição fica cada vez mais acirrada e a gente só se preocupa em subir no palco e fazer uma boa apresentação”, desabafou Bruno. Integrante do grupo Aves Pantaneiras, ligado à área de Cultura e Arte da UCDB, Fábio resolveu buscar ajuda para a divulgação do Versionalize. A partir de então, a dupla foi convidada para tocar no estande da Católica na Expogrande e conta com a ajuda dos colegas de sala para a divulgação do trabalho. “Sempre rola aquela força por parte dos colegas, eles apoiam a todo momento. Muitos deles assistiram aos programas e com certeza vão torcer na semifinal”, contou Fábio. As semifinais e as finais do programa acontecem durante o mês de abril.

JUSTIÇA ITINERANTE

Nuprajur atende comunidade carente de Campo Grande Trabalho feito por acadêmicos ajuda na preparação profissional Mayara Bueno

MAYARA BUENO

F

uncionando como um meio de oferecer aprendizado e experiência para os acadêmicos do curso de Direito da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) e auxiliar a comunidade carente, o Núcleo de Práticas Jurídicas (NUPRAJUR) oferece serviços gratuitos realizados pelos próprios professores advogados da Universidade às pessoas que necessitam de serviços e que não possuem recursos para arcar com as despesas de um advogado particular. Experimentando o que vão enfrentar no futuro, os acadêmicos do curso de Direito trabalham em processos sob a supervisão dos professores advogados. Semanalmente passam pelo NUPRAJUR cerca de 1.200 acadêmicos de Direito que analisam os casos dos clientes do NUPRAJUR. Participam do estágio obrigatório acadêmicos a partir do 5º semestre que começam a pôr em prática o que aprenderam em sala de aula. Porém, somente a partir do 7º semestre os acadêmicos trabalham com processos reais e atendimento ao público. “O estágio no NUPRAJUR é o momento em que o aluno colocará em prática tudo o que aprende em sala de aula. Os alunos que levam a sério as atividades que o professor exige saem aptos para o mercado de trabalho”, ressalta o coordena-

03

10

agronegócio

Agregado ao Núcleo de Práticas Jurídicas, a Justiça Itinerante é um projeto de extensão da UCDB que tem como ideia central o apoio jurídico para as pessoas carentes. A Justiça Itinerante Unidade UCDB percorre dez bairros da Capital com um ônibus cedido pelo Banco do Brasil, de segunda a quinta-feira, prestando serviços gratuitos à comunidade local. Da mesma forma como se faz no NUPRAJUR, as pessoas que chegam até o posto montado em seu bairro passam por uma triagem realizada pelos conciliadores e por um juiz do Tribunal de Justiça. Iniciado em 2001, o Projeto Justiça Itinerante é uma parceria entre a UCDB, que disponibiliza advogado, estagiários e computadores, e o Tribunal de Justiça (TJ), que disponibiliza o juiz responsável, o motorista,

os conciliadores e os materiais de consumo. Os acadêmicos de Direito, na função de estagiários, realizam diversas atividades. “Eles fazem atendimento ao público, redigem petição inicial, auxiliam os conciliadores e o juiz, além de realizar outras atividades”, explica a advogada responsável pela Justiça Itinerante, Dra. Liliane de Souza Marcussi Cristovão. A Justiça Itinerante atua nos bairros como auxiliar das varas de família e juizado especial cível, realizando reconhecimento e dissolução de união estável, divórcio, conversão da união estável em casamento, além de causas de menor complexidade. Além do posto itinerante que atende os bairros, a Justiça Itinerante participa de ações comunitárias e também realiza casamentos em paróquias. Mayara Bueno

Acadêmicos se reúnem para estudar casos das pessoas que buscam apoio na UCDB

dor de estágios supervisionados do NUPRAJUR, professor Dr. Renato Rocha. As pessoas que precisam de assistência jurídica e não têm recursos próprios procuram o NUPRAJUR e passam por uma entrevista na qual é analisada a necessidade, além da situação socioeconômica da pessoa. “Primeiramente elas passam por uma triagem no departamento de Assistência Social, onde se verifica a necessidade e a situação socioeconômica da pessoa, que deve ter uma renda máxima de R$ 700”, explica o professor que garante que os serviços prestados à comunidade surtem muitos efeitos positivos. “Muitos enxergam o NUPRAJUR como uma luz no fim do túnel. Estamos conquistando resultados invejáveis para

nossos clientes”. O resultado positivo também é notado quando os acadêmicos do curso começam a realizar o estágio obrigatório, no qual é praticado tudo que é passado em sala de aula. “O estágio no NUPRAJUR é muito importante, pois é a aplicação do que se aprende em sala de aula”, ressalta o acadêmico do 9º semestre de Direito, Gabriel Assef Serrano. Trabalhando com casos reais, os acadêmicos têm a chance de adquirir vários conhecimentos que somente com a prática é possível adquirir. “Aqui aprendemos a lidar com o cliente, aprendemos a falar com o juiz, além de aprender a lidar com o público, o que é fundamental porque muitas pessoas pecam nisso”, finaliza o acadêmico.

Ônibus da Justiça Itinerante percorre bairros oferecendo atendimento

POSTO DO PROCON A superintendência do Programa de Orientação e Proteção ao Consumidor de Mato Grosso do Sul (PROCON-MS), em convênio com instituições de ensino superior, mantém um posto de atendimento na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Além de facilitar o acesso da comunidade próxima da UCDB e a descentralização dos serviços do PROCON, o posto de atendimento também possibilita experiências profissionais aos acadêmicos de Direito.

O consumidor que se sentir lesado e necessitar dos serviços do PROCON deve fornecer ao funcionário disponibilizado pelo PROCON, além do RG e CPF, uma fatura ou documento que comprove vínculo com o fornecedor. No local também é possível tirar dúvidas, formalizar a reclamação e participar da audiência de conciliação previamente marcada. O Posto do PROCON na UCDB fica disponível ao público de segunda-feira a sextafeira, das 7h às 11h. Laurianne Machado

Católica conta com um posto de atendimento do Procon no Nuprajur


CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

JORNAL UCDB

JORNAL UCDB

ensino a distância

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

Fotos: Nyelder Rodrigues

Marcelo Augusto Santos Turine

A inovação, tendo a educação como fundamento, é o principal motor do processo de desenvolvimento do País O JAKSON PEREIRA

novo diretor presidente da Fundação de Apoio ao Desenvolvimento do Ensino, Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul (FUN-

JORNAL UCDB: Apesar de já fazer parte da Diretoria Científica na administração anterior, o sr. assumiu a FUNDECT há pouco tempo. Quais os principais desafios que terá neste começo de trabalho? TURINE: A ciência brasileira tem progredido de forma expressiva e a evolução acelerada da inovação se reflete nos novos modelos de negócios, nos quais o Brasil e o Estado de Mato Grosso do Sul têm grande potencial de atuação. A FUNDECT, desde sua criação em 1998, tem contribuído para promover um contínuo crescimento na formação e qualificação de profissionais voltados para a geração de conhecimento e consolidação dos grupos de pesquisa. A atual gestão da Diretoria Executiva da FUNDECT, em conjunto com o Conselho Superior, com a Superintendência de Ciência e Tecnologia e Secretaria de Estado de Meio Ambiente, do Planejamento, da Ciência e Tecnologia, pretende criar novos programas para alavancar a inovação em C,T&I e, ao mesmo tempo, dar continuidade ao trabalho já realizado nas gestões anteriores, contribuindo para o aperfeiçoamento da política estadual de C,T&I. JORNAL UCDB: Em números, quais áreas têm recebido maior incentivo financeiro para o desenvolvimento de pesquisas? TURINE: Em 2010, o desembolso de recursos financeiros efetuados pela FUNDECT foi de R$7.970.971,88 aplicados em diferentes programas e editais de financiamento. As áreas de Ciências Agrárias e Biológicas totalizam 50,10% e receberam maior aporte financeiro, destacando que foram as áreas de maiores demandas contabilizadas no envio de projetos e bolsas. JORNAL UCDB: Existe algum estudo sobre quais áreas necessitam de mais incentivo? TURINE: Sim, há três estudos relevantes no Estado. O primeiro está relacionado com os resultados da 4ª Conferência Estadual, Regional e Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação para o Desenvolvimento Sustentável, reali-

DECT), professor dr. Marcelo Augusto Santo Turine é o entrevistado deste mês do Jornal da UCDB. Nesta entrevista, dr. Marcelo aborda as perspectivas da pesquisa científica neste período em que estará à frente da entidade e comenta sobre

os investimentos em bolsas de mestrado e doutorado na área, sobre setores da economia que necessitam de mais apoio, além das parcerias com as instituições de ensino superior, como a Universidade Católica Dom Bosco.

zada em 2010. O segundo estudo está relacionado com a pós-graduação. Hoje, no Estado de Mato Grosso do Sul, temos 41 cursos de pós-graduação stricto-sensu reconhecidos pela CAPES, ou seja, mais do que o dobro do que tínhamos em 2008. Porém, ainda há necessidade de estimular a criação de novos cursos de pós-graduação em áreas potenciais para qualificação profissional, como, por exemplo, cursos nas áreas de Direito e Odontologia. Outro estudo de extremo impacto para o estado é o Zoneamento Ecológico-Econômico do Mato Grosso do Sul (ZEE/MS), que define áreas prioritárias e estratégicas de investimento em C,T&I no Estado, ou seja, estabelece normas técnicas e legais para o adequado uso e ocupação do território, compatibilizando, de forma sustentável, as atividades econômicas, a conservação ambiental e a justa distribuição dos benefícios sociais. Tais documentos serão utilizados pelo Conselho Superior da FUNDECT para definir linhas estratégicas de investimento em C,T&I em futuros editais de fomento à pesquisa da Fundação.

processo de avaliação e julgamento de mérito das propostas é realizado por um comitê de consultores ad-hoc formado por pesquisadores doutores e bolsistas de produtividade do CNPq vinculados a instituições externas ao estado de Mato Grosso do Sul. Quanto à avaliação das propostas de bolsa de mestrado e doutorado, os avaliadores são pesquisadores cadastrados na FUNDECT, na sua maioria do Estado.No Edital FUNDECT Nº 23/2010 – POSGRAD - Mestrado, a FUNDECT concederá 100 bolsas de mestrado, sendo que recebemos 384 propostas, das quais 24 são de estudantes vinculados a cursos de pós-graduação da UCDB. No edital de chamada FUNDECT Nº 22/2010 – POSGRAD - Doutorado MS e PAÍS, a FUNDECT concederá 40 bolsas de doutorado, sendo 20 para cursos no estado de Mato Grosso do Sul e 20 externos a MS. Recebemos 87 propostas, sendo quatro oriundas de estudantes da UCDB.

JORNAL UCDB: Como o dinheiro é investido nas pesquisas? Quais os critérios avaliados para a aprovação e concessão de bolsas de mestrado e doutorado? TURINE: Hoje, consultando o SIGFUNDECT, temos 416 bolsistas (83 de mestrado, 71 de doutorado e outros de programas diversos, tais como PIBIC, PIBEX, ALI e PIBICJr-MS e 778 projetos em andamento, o que mostra a abrangência de pesquisa em C,T&I no Estado.Todo o recurso de investimento em C,T&I é realizado por meio de chamadas públicas, ou seja, por editais de financiamento. Os editais são os instrumentos de transparência para a gestão pública e buscam um equilíbrio entre recursos de custeio e de capital, definem os critérios utilizados para avaliação de mérito técnico-científico, requisitos dos proponentes e forma de contratação. Em todos os editais está explícita a necessidade do critério meritório e da relevância estratégica da pesquisa para o estado de Mato Grosso do Sul. É importante destacar que o

JORNAL UCDB: Quais áreas que têm recebido investimento em pesquisa trazem mais benefícios para o desenvolvimento do Estado? TURINE: É muito difícil fazer juízo de valor em relação ao investimento estadual em uma determinada área de conhecimento. Prioritariamente, buscamos nos orientar a partir dos eixos temáticos do Plano Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação do governo federal, em consonância com as áreas estratégicas e econômicas do governo estadual. Neste sentido, como apresentado na tabela de investimentos da FUNDECT de 2010, a distribuição dos recursos reflete o setor econômico prioritário do Estado que é o agronegócio. O avanço do impacto da pesquisa brasileira já é fato diferencial. Hoje o Brasil já produz 2,7% da toda a ciência mundial e temos a liderança reconhecida em várias áreas do conhecimento, como agricultura tropical, produção e qualidade de carne (pecuária de precisão), geofísica, prospecção de petróleo e gás em águas profundas, entre outras áreas. Assim, é importante que os pesquisadores estabeleçam objetivos nos projetos que possam gerar e/ou resguardar o conhecimento e

Alice Feldens Carromeu

Emoção marca colação de grau

têm uma responsabilidade social e fazem parte de nossa universidade”, comenta. O Reitor da Católica também aproveitou o momento para dar conselhos aos formandos. “A sociedade exige profissionais sérios e preparados. Ou você sabe ou perde seu lugar. Não fiquem tranquilos apenas com o diploma, pois ele não é tudo. Optar pela formação continuada é a escolha certa”. Formandos de Ciências Contábeis, Gestão Ambiental, Gestão Pública, Gestão Financeira e Negócios Imobiliários estiveram na Católica

CONQUISTA

Dr. Marcelo Augusto Turine é o novo diretor-presidente da Fundect

tecnologias passíveis de aplicação e, se possível, realizar o patenteamento dos resultados da pesquisa. JORNAL UCDB: Qual caminho o estudante deve seguir para se tornar um pesquisador e conseguir financiamento para seu estudo? TURINE: O estudante deve começar desde cedo a se envolver com a busca do conhecimento e a excelência no aprendizado, ou seja, ainda no ensino fundamental e médio. É interessante que isso aconteça de forma agradável e até mesmo lúdica. O grande desafio do estado de Mato Grosso do Sul e do Brasil nesta década é garantir a todos uma educação de qualidade, pois “a educação fundamental é o início para criar e estimular o jovem crítico tão necessário para produzir a ciência”, conforme afirma o novo presidente do CNPq, prof. dr. Glaucius Oliva.O Programa de Iniciação Científica Júnior do estado de Mato Grosso do Sul, um dos programas prioritários da atual gestão para popularizar a C,T&I, dispõe de bolsas de estudo para estudantes de escolas públicas do ensino fundamental, médio e profissionalizante, a fim de aproximar os professores e estudantes das escolas públicas com os pesquisadores das instituições de Ciência e Tecnologia do Estado de Mato Grosso do Sul. Há também outros programas para estudantes matriculados em cursos de graduação nas universidades de MS, tais como, Programa de Bolsas de Iniciação Científica (PIBIC) e de Extensão Tecnológica e Inovação (PIBEX). Todas as informações sobre editais e programas de financiamento estão disponíveis no portal da FUN-

09

04

entrevista

DECT – www.fundect.ms.gov.br. JORNAL UCDB: A UCDB e a Fundect são parceiras em diversas áreas de pesquisa. Qual sua avaliação sobre este trabalho conjunto em prol do desenvolvimento cientifico? TURINE: A inovação, tendo a educação como fundamento, é o principal motor do processo de desenvolvimento do País. Ela é favorecida por avanços científicos e tecnológicos e pela qualificação dos profissionais envolvidos no processo, bem como pelas atividades de risco, seja na função de pesquisa científica e tecnológica, seja na atividade empresarial decorrente de novos conhecimentos gerados (Livro Azul-MCT, Brasília 2010). A UCDB é uma das 16 instituições de Ciência e Tecnologia (ICTs) existentes em Mato Grosso do Sul com missão de contribuir com a pesquisa científica, tecnológica e de inovação no Estado. Os cinco cursos de pós-graduação stricto-sensu oferecidos pela UCDB (quatro de mestrado e um de doutorado) são fundamentais para a qualificação de recursos humanos e desenvolvimento do nosso Estado. Atualmente, a UCDB tem uma representante - profa. dra. Sonia Grubits - no Conselho Superior da Fundect que colabora ativamente nas discussões e orientações da política de gestão da Fundação. A Fundect espera que sua contribuição no financiamento de projetos e bolsas possa redundar em benefícios institucionais, desde a melhoria na qualificação do corpo de pesquisadores bem como na qualidade do ensino, pesquisa e extensão da UCDB.

Colação de grau da UCDB Virtual reúne estudantes de diversos Estados do País Emoção marcou solenidade realizada na UCDB e contou com a participação de 88 formandos NYELDER RODRIGUES

E

stava estampada no rosto de cada formando da UCDB Virtual a satisfação por ter cumprido mais uma missão pessoal. O reconhecimento dos familia-

res, amigos e do restante da plateia, que aplaudia e acenava com faixas, apenas reafirmou o sentimento: eu consegui. Esse sentimento marcou a colação de grau dos acadêmicos de Ciências Contábeis, Gestão Ambiental, Gestão Pública, Gestão Financeira e Negócios Imobiliários da UCDB Virtual,

que aconteceu no mês de março, na Universidade Católica Dom Bosco (UCDB). Transmitido ao vivo para os polos da UCDB Virtual espalhados pelo Brasil, a solenidade contou com a presença do Reitor da UCDB, Pe. José Marironi, do diretor da UCDB Virtual, professor Dr. Jeferson

Reitor da Católica, Pe. José Marinoni, participou da solenidade ao lado de diversas autoridades

Pistori, do coordenador dos cursos tecnológicos e de Administração da UCDB Virtual, professor Dr. Teodomiro Fernandes, da coordenadora do curso de Ciências Contábeis da UCDB Virtual, Me. Eloir Trindade, e teve como convidado o conselheiro-diretor de Licitações e Compras do Conselho Regional de Administração de Mato Grosso do Sul (CRAMS), Jonas Luís de Melo. Durante o evento, o Pe. José Marinoni destacou o esforço, a dedicação e as conquistas dos formandos. “O ensino a distância exige mais empenho do aluno, se comparado ao ensino presencial. Por isso,esta data é uma conquista muito especial para vocês. Parabéns!”, falou o Reitor. Pe. Marinoni também lembrou que a Universidade foi eleita, pelo terceiro ano consecutivo, a melhor particular do Estado e apontou o fato como uma conquista também dos estudantes virtuais. “Vocês conquistaram algo que realmente vai inseri-los no mercado como profissionais que fazem a diferença. Agora, vocês também

FORMANDOS Ao todo, 88 acadêmicos colaram grau, sendo que 42 estiveram presentes na formatura realizada no anfiteatro Pe. Angel Sanchéz y Sanchéz, na Biblioteca Pe. Félix Zavattaro. Os outros 46 acompanharam a transmissão nos polos da UCDB Virtual. Durante o dia de colação de grau, os acadêmicos participaram de um culto ecumênico celebrado pelo Pró-Reitor de Pastoral, Pe. Pedro Pereira Borges, e visitaram o campus da UCDB, conhecendo setores como o biotério, a Biblioteca Pe. Félix Zavattaro, o laboratório de comunicação (Labcom) e a rádio FM UCDB. A visita se estendeu ao Museu das Culturas Dom Bosco (MCDB). Manoel Inácio da Silva Neto, de 43 anos, formando de Ciências Contábeis, pensa que acertou ao escolher a UCDB Virtual e avaliou o curso como ótimo. “Achei o curso ótimo. Comparando aos presenciais, os cursos virtuais facilitam por terem horários flexíveis e também por exigirem que estudemos mais”, define Manoel, que também é graduado em Administração, na modalidade presencial. A opinião de Manoel é compartilhada pela também formanda em Ciências Contábeis, Michele de Souza Teixeira, que mora em Brasília e veio a Campo Grande especialmente para a colação de grau. Graduada em Processamento de Dados, Michele conta que o curso exige mais dos acadêmicos, apesar da flexibilidade de horário. Ela também diz que, mesmo sendo essa sua primeira visita ao campus da UCDB, ficou impressionada. “Eu amei a estrutura daqui. Deu até vontade de fazer um curso presencial na UCDB”, relatou.


CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

JORNAL UCDB

MENSAGEM DO REITOR-MOR AO MOVIMENTO JUVENIL SALESIANO - MJS (ARTICULAÇÃO DA JUVENTUDE SALESIANA - AJS) 2011 Queridos jovens, Cumprimento-os e confidencio-lhes a minha imensa alegria de enviar esta mensagem. São palavras e sentimentos que recolho perante o Senhor Jesus, Bom Pastor. Peço ao seu coração misericordioso que ilumine suas mentes, aqueça seus corações e encha suas vidas de sentido e dinamismo. Trago-os todos os dias no coração e rezo incessantemente por todos vocês; sim, rezo por vocês, porque a orientação profunda da minha vida é permanecer unido a Cristo e entregar-me totalmente a vocês. Neste sentido, rezo sempre por todos, e, ao visitar as casas salesianas espalhadas pelo mundo, quando me deparo com os seus rostos regozijo-me e bendigo o Senhor. Leio em seus olhos luminosos e alegres uma grande vontade de viver e o desejo velado de fazer algo de belo da própria vida. É natural que coloquem a questão sobre o quê e como fazer. Admiro-me que muitos de vocês ainda vivam incertos e confusos; e sei muito bem que nada esperam das teorias e dos programas. Para responder a essa questão, não posso fazer outra coisa que falar-lhes com o coração do nosso pai Dom Bosco. É ele quem lhes fala agora por meu intermédio, é ele quem cuida da vida presente e futura de vocês, porque ele os quer felizes nesta terra e para sempre. Queridos Jovens, gostaria de lhes contar o que me fez compreender, de modo sempre mais profundo, o sentido da minha vida. Ele brotou e cresceu em mim através do encontro com uma pessoa “viva”. Essa pessoa foi, para mim, antes de tudo, mamãe Margarida. Quando, juntos, contemplávamos um belo campo de trigo maduro, ela me dizia: “Joãozinho, agradeçamos ao Senhor. Ele foi bom para conosco. Deunos o pão cotidiano”. Depois de contar para ela o sonho que haveria de marcar a minha vida, com a intuição que só o coração de uma mãe pode perceber, ela exclamou: “Quem sabe se um dia não serás sacerdote”. Palavras simples, que me faziam entender que Deus sonhou comigo, que Deus tinha para mim um sonho a realizar, um plano, um projeto maravilhoso, uma história de amor que estava tecendo dentro de mim, misteriosa e silenciosamente: entregar a minha vida aos jovens, por eles e com eles. Tudo isso me fazia sonhar coisas grandiosas. Minha mãe não me ensinara o sentido da vida só com as palavras, mas também e, sobretudo com os seus exemplos, como quando, acordada pelos vizinhos em plena noite para socorrer um doente grave, levantavase e corria com toda a pressa para levar a sua ajuda. Ela demonstrava a mesma prontidão e o mesmo amor quando nunca negava um pedaço de pão ou uma sopa quente ao mendigo que batia à porta. Aprendi assim que não basta sonhar, mas que é preciso pagar um preço para os sonhos se tornarem realidade. Dela, eu aprendi os gestos da religiosidade simples, o hábito da oração, do cumprimento do dever, do sacrifício. A sua presença amorosa recordava-me que a vida é o dom mais precioso que Deus nos deu, vida que devemos devolver-lhe rica de frutos e de boas obras. Ao longo da minha vida, especialmente quando devia tomar decisões importantes, encontrei outras pessoas, iluminadas pelo Espírito, que me ajudaram a entender que a vida é vocação e empenho de entrega e me guiaram na escuta do chamado do Senhor e na acolhida da missão que Ele me confiava. A experiência pessoal convenceu-me, de maneira muito intensa, da importância de os jovens encontrarem um ambiente onde se respiram e vivem os grandes valores humanos e cristãos, como também a importância de encontrarem adultos significativos, guias espirituais capazes de encarnar os valores que proclamam, apresentando-se como testemunhas críveis e modelos de vida. No Oratório de Valdocco, o clima de família que eu criara não era o de uma estufa aquecida, de um ninho, onde os tímidos e os friorentos pudessem sentir-se à vontade sem libertar-se da visão restrita da vida. Não! Valdocco era um laboratório onde se criava cultura vocacional. Eu guiava os meus filhos para o amadurecimento real de homens e de cristãos segundo o espírito de liberdade do evangelho, fazendo com que fossem “pessoas-paraos-outros”. As vigorosas personalidades crescidas em Valdocco são a prova disso: de Domingos Sávio a Miguel Magone até os missionários pioneiros: Cagliero, Lasagna, Costamagna, Fagnano; e, depois, Rua, Albera e Rinaldi, meus primeiros sucessores, e muitas outras figuras de elevado relevo, sacerdotes e salesianos coadjutores, religiosos e leigos empenhados na sociedade e na Igreja. Respirava-se uma atmosfera vocacional, o desejo de fazer da vida um grande dom à Igreja e à sociedade. Depois de mim, muitos outros salesianos e leigos da Família Salesiana fizeram a mesma experiência

em suas casas. Vocês também, queridos Jovens, podem encontrar pessoas de referência na família ou no ambiente que os rodeia. Existem pessoas admiráveis, ricas humanamente e capazes de viver e testemunhar uma profunda espiritualidade. Para elas, vocês podem olhar como para modelos concretos de suas vidas. São sacerdotes, são pessoas consagradas, são leigos e leigas que vivem com alegria a plenitude do batismo. Guiados pelo Espírito e à escuta da Palavra de Deus, foram capazes de desenvolver a própria vida cristã até fazer escolhas de vida corajosas e empenhativas. Tornaram-se, então, testemunhas autênticas de Cristo na Igreja e na sociedade. Estas pessoas são para vocês um pouco como João Batista, testemunhas e mediadoras do encontro com Jesus. O Batista, de fato, indicou Jesus de Nazaré aos seus discípulos como Aquele que podia satisfazer os desejos mais profundos dos seus corações, Aquele que podia encher de sentido e de alegria as suas vidas, Aquele que era verdadeiramente “o caminho, a verdade e a vida”. As testemunhas de hoje, que encontramos em nosso caminho, são outros “João Batista para nós”. Aqueles que, novamente, nos indicam o Senhor da Vida! Acontece, então, que o caminho não só dos crentes, mas a vida de cada homem cruza num determinado momento com o rosto e o olhar de Jesus, e este encontro pode ser decisivo. Desde o encontro dos primeiros discípulos com Jesus até hoje, o convite “cativou” muitos jovens, homens e mulheres. “Encontramos o Messias”, testemunhará André ao seu irmão Simão. “Encontramos Aquele do qual escreveram Moisés e os profetas, Jesus de Nazaré”, confessará Filipe a Natanael. “A quem iremos? Só tu tens palavras de vida eterna”, dirá Pedro. Para todos foi, é e será um encontro que marca a vida inteira. Um dos discípulos de João recorda até mesmo o instante preciso do encontro com Jesus: “Era por volta das quatro horas da tarde”. Para vocês, como para eles, Jesus faz a pergunta fundamental: “O que procuram?”, ou melhor, “A quem procuram?”. Ficamos vinculados por essa pergunta que, penetrando o coração, vai investigar as profundezas da nossa existência: não podemos fugir dela ou ser-lhe indiferentes. O mistério da graça, depois, modifica as nossas atitudes fazendo-nos sequiosos de uma resposta: “Mestre, onde moras?”. “Venham e vejam”, é a resposta de Jesus. Eles foram, viram onde morava e ficaram com ele aquele dia. Um encontro, uma relação pessoal de amizade que enche o coração e transforma a vida, hoje como naquele tempo. Todos os que o encontram, que o seguem, são alcançados intensamente pela profundidade e plenitude da sua vida. Uma vida que foi e continua a ser para sempre o modelo de uma vocação vivida com absoluta fidelidade a Deus e aos homens. Quando vocês se perguntam, queridos Jovens: “o que fazer para buscar um sentido pleno para a vida?”, olhem para aquele Homem que nos amou até entregar-se totalmente por nós. Ele é o modelo de qualquer projeto de vida e a resposta fiel e plena para qualquer vocação, porque é um Homem intensamente unificado ao redor de um ponto focal. Tudo nele - energias físicas, psíquicas, intelectuais, afetivas, volitivas - se concentra ao redor de um núcleo que atrai e harmoniza o que Ele possui e o que Ele é. Não se trata de um “homem borboleta”, que se movimenta constantemente de uma flor a outra em busca da beleza efêmera, mas é um “homem rocha”, ancorado solidamente num ponto central de enraizamento que unifica e harmoniza a sua vida com a vontade do Pai, que orienta todos os seus gestos e todas as suas palavras, que preenche a sua ação e a sua oração. Este ponto unificador ao redor do qual se concentra toda a sua pessoa é o seu grande sonho, um projeto de grande respiro, a sua vocação. Uma das parábolas narradas por ele, a do homem que ao arar um campo encontra um tesouro e vende tudo o que tem para poder apossar-se dele, descreve muito bem a sua condição pessoal: aquele sonho cativou realmente o seu coração porque, como ele mesmo diz: “onde está o seu tesouro, ali está o seu coração”. Jesus vive a dedicação ao sonho que traz em seu coração com autêntica paixão: a pregação e a construção do Reino do seu Pai, que deseja que todos os homens sejam salvos e cheguem à plenitude da vida. A sua existência não é vivida no desinteresse ou na indolência. Antes, é uma existência vivida com intensidade incontida. É uma vida plena de movimento e dinamismo. Suas palavras não deixam dúvidas: “Eu vim para trazer fogo à terra, e como gostaria que já estivesse aceso!”. A imagem do fogo é muito expressiva e fala do ardor com que Ele persegue a causa que abraçou. Esse fogo é o Espírito Santo que nos renova, antes de tudo na oração. O fruto do Espírito Santo é o amor que se manifesta na paz dentro de nós, na alegria do nosso ambiente e no dinamismo da nossa vida. Renovados pelo Espírito, tornamo-nos pessoas realizadas: pacientes, fiéis, compromissadas. Esse mesmo fogo, queridos Jovens, deve aquecer hoje o coração de vocês. Vocês não podem resignar-se a viver a própria vida como se ela fosse um simples ciclo biológico (nascer, crescer, reproduzir-se, morrer); não podem organizar a própria existência como uma vida sem energia, anêmica, sem paixão em relação a Deus e ao próximo. Não podem desperdiçar a vida reduzindo-se ao papel de consumidores e expectadores. Vocês são chamados a ser protagonistas na sociedade e na Igreja: “vocês são o sal da terra e a luz do mundo”, diria Jesus. A decisão de seguir Jesus de maneira radical é jogada toda na aposta de poder enamorar-se de Deus e gastar-se pelo homem, especialmente o mais pobre e abandonado. Sim, queridos Jovens! Deus precisa de vocês “hoje” para “recriar” o mundo. Todo homem, toda mulher tem um sonho pelo qual viver e do qual falar. Eu, movido pelo Espírito de Jesus, sempre cultivei e cultivo ainda hoje o meu sonho: um vasto movimento de adultos e jovens, que seja profecia do novo mundo. Um mundo no qual todos os homens possam obter justiça. Um mundo no qual os “pequenos”, os últimos estejam no centro. Um mundo no qual as pessoas sejam, uns para os outros, irmãos e irmãs. O novo mundo pode tomar forma, ser real, se vocês seguirem Jesus, se vocês tomarem a peito as suas palavras realizando assim o sonho de Deus. Juntos, todos nós podemos dar vida a um grande movimento salesiano que se volte a ajudar os jovens, sobretudo os mais pobres e em dificuldade, projetando o presente e o futuro, mirando a objetivos importantes para a renovação de nós mesmos e da história. A Família Salesiana quer assumir este compromisso como vocação e missão especial. E vocês, queridos Jovens, devem sentir-se nesta Família como na própria casa, sabendo que são a alegria e o fruto mais maduro do nosso trabalho. Há diversas vocações na Igreja e na Família Salesiana, mas a obra educativa e evangelizadora, à qual somos chamados, afunda sempre as suas raízes na profundeza e na ternura do amor de Deus, chega até nós através do amor de entrega de Cristo e se transmite mediante a total entrega aos outros homens e mulheres. A vocação jamais é fuga de uma realidade hostil, intuída como difícil ou decepcionante, e nem mesmo uma escolha que tem por objetivo primeiro a eficácia apostólica, mas é, sobretudo, um caminho de amor que leva ao Amor. E, da experiência fundamental do amor que se coloca como único e exclusivo, brota um novo modo de ver e enfrentar a realidade. O coração purificado pela entrega a Deus e ao Espírito Santo torna-se capaz de ler a beleza interior de toda criatura e de amá-la desinteressadamente. É a mesma misericórdia de Deus que se apossa do coração humano e ocupa-se de toda dor, de toda fragilidade. Peço por vocês, queridos Jovens, para que ainda hoje muitos de vocês se deixem seduzir, fascinar por Deus a ponto de entregar-se totalmente a Ele. Colocando-se a serviço do Amor, não lhes faltarão alegrias profundas. São as alegrias da fecundidade que vêm da intimidade com Deus e do trabalho do operário que vive só pela causa do Reino. Peço também pelos meus filhos diletos, os Salesianos, para que possam viver com alegria e fidelidade a grande aventura da paternidade espiritual. Possam eles ser seus guias competentes na busca de sentido e na elaboração dos seus projetos de vida; irmãos sinceros que se fazem seus companheiros de viagem e lhes distribuem a Palavra de Deus que vivifica, ilumina, conforta no difícil caminho. Palavra que abre à oração e reacende o fogo oculto que trazemos no coração. Sem esta capacidade contemplativa, a nossa vida espiritual e apostólica não se sustenta. Queridos Salesianos, sejam guias iluminados dos que solicitam a direção espiritual e praticam a vida sacramental e eclesial; sejam mestres sapientes e pacientes dos que se empenham na busca da própria vocação. Peço, de modo especial, que o Espírito Santo suscite operários zelosos, criativos, capazes de ir ao encontro de todos os jovens que hoje já não batem às portas da Igreja. São jovens que, em sua caminhada até a estrela, gostariam de encontrar os magos, mais do que os escribas de Jerusalém; jovens que já não nos perguntam sobre o que é preciso crer, mas, sobretudo, o que significa crer. Para tudo isso é preciso uma verdadeira mudança de perspectiva pastoral. Queridos Jovens e amantíssimos Salesianos, coloquemos sob o olhar materno de Maria a nossa vida como vocação e a nossa missão educativa. Foi Ela quem se fez discípula do Senhor, da Palavra de Deus na escuta constante, no coração e na vida. Foi Ela quem respondeu ao chamado de Deus com o dom total, corajoso e livre de si mesma: “Eis a serva do Senhor”. Dela, mulher nova, mestra de fé e de arrebatamento, a Família Salesiana aprende a ser discípula do Senhor e “Mãe” que, no amor, gera e educa os jovens à entrega generosa da própria vida para chegar à plenitude. Turim, 31 de janeiro 2011. Afeiçoadíssimo em J. C.

JORNAL UCDB

graduação

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

05

08

pastoral

EXTENSÃO RURAL

Projeto realiza trabalho com produtores de assentamento Objetivo é beneficiar donos de pequenas propriedades rurais no desenvolvimento e gestão de suas terras Arquivo Projeto de Extensão UCDB

MAYARA BUENO

E

xtensão rural é um projeto de extensão da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB) que visa atender pequenos produtores rurais de baixa renda que são proprietários e residem no assentamento Vista Alegre, em Campo Grande. Os produtores beneficiados pelo projeto recebem aconselhamento sobre a gestão da propriedade, a sanidade dos rebanhos e sobre o incremento da produção animal. O projeto tem como objetivo a melhoria da qualidade de vida da população rural para que as famílias desses produtores tenham condições para permanecer no campo. Acompanhado pelo professor coordenador do projeto, Dr. Heitor Romero Marques Junior, 36 acadêmicos de vários semestres do curso de Medicina Veterinária da UCDB participam das viagens que acontecem semanalmente. Os acadêmicos se revezam e viajam até as propriedades rurais e, com o auxílio do professor, avaliam o local e detalham planos de ação para a gestão da propriedade. Experiência importante para os acadêmicos do curso que têm no cotidiano do projeto a oportu-

Acadêmicos e professor do curso de Medicina Veterinária da Católica auxiliam no desenvolvimento das propriedades do assentamento Vista Alegre

nidade de praticar o que aprendem em sala de aula, além de explorar as capacidades dos alunos, “o projeto atende à necessidade de desenvolvimento da capacidade de gestão e planejamento agropecuário, de

comunicação, de habilidades práticas e de desenvolvimento da rotina clínica do acadêmico no que tange ao atendimento de animais de produção e de equinos, consolidando o aprendizado teórico e proporcio-

nando ambiente de pesquisa, além de prestar serviços à comunidade”, ressalta o professor Dr. Heitor Romero Marques Junior. Segundo o docente e coordenador do projeto, a experiência

rural proporciona ao acadêmico uma visão macro da propriedade rural, além de oportunizar a convivência com outros segmentos sociais, despertando o componente social na formação técnica.


CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

JORNAL UCDB

JORNAL UCDB

saúde

CAMPO GRANDE-MS, ABRIL/2011

07

06

saúde

ATENDIMENTO

Projeto da UCDB com a Sesau auxilia atendimento realizado pela UBSF Parceria da Universidade com a Secretaria Municipal de Saúde é desenvolvida por acadêmicos e professores do curso de Fisiooterapia e é desenvolvida com idosos, diabéticos e hipertensos, todas as terças e sextas-feiras no complexo de Clínica-Escola GABRIEL MACHADO

e promovem sempre a saúde.”, comentou a professora Leila. Nas sextas-feiras, as aulas práticas de neurologia auxiliam os pacientes hipertensos por meio de exercícios que liberam hormônios como endorfina e serotonina, que proporcionam a sensação de felicidade. Para auxiliar neste processo são realizadas dinâmicas em grupo com psicólogas e relaxamentos dentro da piscina, onde a pressão sobre o corpo é menor. O professor Serginaldo, que ministra a disciplina de Neurologia Funcional para o 5º semestre de Fisioterapia, explica que o objetivo principal do projeto está inserido na prevenção primária. “Nós temos, fora do projeto, pacientes exclusivos da clínica que já sofreram Acidente Vascular

Fotos: Gabriel Machado

C

om a intenção de auxiliar a comunidade local atendida pela Unidade Básica de Saúde da Família Mestre José Alberto Veronese - UBSF do Jardim Seminário -, os acadêmicos do curso de Fisioterapia da Universidade Católica Dom Bosco (UCDB), juntamente com os professores e coordenadores, lançaram, no último mês, o projeto Pulsar. O Pulsar é um projeto que conta com a parceria da Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) e integraliza comunidade, serviço e ensino. Na UCDB, ele é coordenado pelos professores Me. Serginaldo José dos Santos e Ma. Leila Foerster Merey. Idealizado pelos acadêmicos do 5º semestre, o projeto acontece nas terças e sextas-feiras, na Clínica-Escola da UCDB, e conta com a participação de estudantes do 1º e 3º semestres que atendem idosos, diabéticos e hipertensos. Os acadêmicos são responsáveis por controlar os níveis glicêmicos e a pressão arterial dos pacientes que também participam de atividades aeróbicas aquáticas e em solo e de atividades complementares como relaxamentos, alongamentos, massoterapias, atividades com bolas, bastões e dinâmicas em grupo. A docente Leila Foerster, no mês passado, ainda apresentou o Pulsar como trabalho de conclusão de curso (TCC) na pós-graduação em "Ativação de processos de mudança na formação superior de profissionais de saúde” e recebeu nota máxima pela Fundação Oswaldo Cruz

Cerebral (AVC) e que são tratados para que esse quadro não se repita. No caso dos pacientes do Pulsar, nós fazemos o trabalho de prevenção desse tipo de acidente, já que os pacientes hipertensos correm risco de sofrer AVCs. É importante ressaltar que fatores psicológicos como estresse e depressão podem agravar o quadro desses pacientes. Nas nossas aulas, os acadêmicos aprendem o relaxamento, não só físico como mental, e aplicam no projeto com os pacientes. De acordo com o professor Serginaldo, é perceptível a queda na pressão dos pacientes desde o começo do projeto. “Nós aferimos a pressão dos pacientes durante três momentos distintos durante os dias de atividade do Pulsar e estamos fazendo um

mapeamento da pressão dos pacientes desde o começo. Hoje, já podemos perceber que houve uma melhora na pressão arterial dos pacientes, o que demonstra a efetividade do nosso trabalho. De acordo com a professora Leila, o grande desafio do Pulsar agora é integrar todos os cursos das áreas da saúde da UCDB e fazer com que os profissionais do NASF e da UBSF possam trabalhar em conjunto com os acadêmicos. “O Pulsar deixou de ser um projeto desde o momento em que essa semente foi lançada na realidade. Hoje ele ganhou vida, dando aos pacientes, que já são mais de 30, a oportunidade de receber uma assistência gratuita e de qualidade”, concluiu a docente.

saúde. Para ajudar no tratamento dos pacientes, os profissionais de diferentes áreas da saúde da equipe do NASF contam com fisioterapeuta, farmacêutico, fonoaudiólogo, nutricionista, psicólogo, educador físico e assistente social. “O único NASF de Campo Grande está na Clínica-Escola da

UCDB e atende todas as UBSFs da região. Os projetos criados para parceria com a equipe do núcleo surgem a partir das necessidades das unidades, como o caso do Pulsar, que surgiu também pela percepção de um grande público de hipertensos na região”, explicou o docente Fernando Ferrari.

NASF Professores destacam importância do projeto para a comunidade local

(Fiocruz), polo Salvador, Bahia. O projeto acontece em parceria com o Núcleo de Apoio e Saúde da Família (NASF) que desenvolve atividades integradas com os cursos da área da Saúde da UCDB e atende as Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSF) da região. “Para que haja essa união entre os cursos e a equipe do NASF, é preciso que a Secretaria Municipal de Saúde Pública (Sesau) apoie o projeto. Por conta de um convênio entre a Sesau e a UCDB, pudemos articular essa estratégia, dar início ao Pulsar e articular outros projetos que ainda estão em fase de planejamento” explicou o professor do curso de Fisioterapia, Fernando Ferrari.

Nas terças-feiras, acadêmicos da disciplina de Fisioterapia Cardiovascular 1, ministrada pela professora Leila, fazem a aplicação prática de seus conhecimentos com os pacientes da UBSF que participam do projeto Pulsar. Desde o 1º semestre, os acadêmicos da área da Saúde da Católica realizam atividades integradas e trabalhos com comunidades de diferentes regiões de Campo Grande. Dados coletados nas pesquisas são compilados e utilizados para complementação de antigos projetos e para a realização de novos, como foi o caso do Pulsar. “Na matéria de Fisioterapia Cardiovascular existem alguns pontos abordados, chamados

Acadêmicos realizam avaliações com os pacientes que buscam atendimento na Clínica-Escola da Católica

Pessoas idosas, diabéticas e hipertensas são as beneficiadas pelo trabalho deseenvolvido pela Universidade e também pela Secretaria Municipal de Saúde

eixos norteadores que contemplam o projeto pedagógico do curso, de acordo com as diretrizes curriculares do Ministério da Educação (MEC). Os acadêmicos ainda fazem um trabalho de educação em saúde e assim levam à comunidade o conhecimento para que o paciente seja também responsável por sua saúde”, disse a docente Leila Foerster. De acordo com o acadêmico Pedro dos Santos, do 5º semestre, o sedentarismo causa no paciente uma dificuldade maior de circulação sanguínea que aumenta o ritmo cardíaco, a frequência respiratória e a pressão arterial. Isso acontece pelo fato de o corpo parado forçar o coração a aumentar a pressão arterial para que o sangue possa alcançar as extremidades do corpo, como os pés e mãos, braços e pernas. Os movimentos realizados pelos pacientes durante os exercícios facilitam a chegada do sangue às extremidades, diminuindo a pressão exercida pelo coração e consequentemente melhorando os sinais vitais. Além disso, o calor gerado durante as atividades causa dilatação dos vasos, facilitando ainda mais a circulação. “Fazendo isso, é possível modular os sinais vitais ajudan-

do os pacientes diabéticos, que possuem uma frequência respiratória diminuída, e também os hipertensos. Os exercícios ainda ajudam a diminuir os inchaços nas pernas e braços dos pacientes e lubrificar as articulações,

diminuindo as dores, comuns em pessoas idosas. Quanto mais exercícios fizermos, mais sangue chegará aos tecidos que, bem irrigados, produzirão mais células para manter o paciente mais saudável”, explicou o acadêmico. “A hipertensão arterial sistê-

mica é um problema de saúde pública de causas modificáveis. A mudança no estilo de vida tem sido indicada como forma de prevenção. Os acadêmicos, portanto, proporcionam com o Pulsar atividades que contribuem para a mudança do estilo de vida

Acadêmicos da área de saúde realizam atiividades integradas e trabalhos com a comunidade de Campo Grande

Existem seis UBSFs instaladas na região do entorno da Universidade: UBSF do Jardim Seminário, São Benedito, Nossa Senhora das Graças, Vila Corumbá, Zé Pereira e José Abrão. Cada unidade possui um médico generalista, um enfermeiro, um dentista e um agente comunitário de

Universidade Católica é uma das seis unidades parceiras do Núcleo de Apoio e Saúde da Família (NASF)


Jornal UCDB - Edição Abril 2011