Issuu on Google+

Informe ICESP Promove de Brasília

27de janeiro de 2012, Nº 107

Experiência Aprovada!

BRASÍLIA

Curso de Direito do ICESP PROMOVE tem 75% de aprovação na 1ª fase do exame da Ordem dos Advogados e 50% de aprovação na 2ª fase.

A

Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) divulgou no dia 26 de dezembro, uma nova lista com o desempenho dos alunos de Direito que participaram na última edição do Exame da Ordem, realizada nos messes de outubro e dezembro de 2011. As Faculdades ICESP/Promove tiveram quatro alunos inscritos, dos quais, dois foram aprovados nas duas fases do exame e em breve terão o direito a exercer a advocacia. O formando Lindembergue Martins Santos da primeira turma de Direito das Faculdades ICESP foi um

dos candidatos aprovado na OAB. Além dele, houve a aprovação de estudante que ainda não concluiu o curso. É o caso de Elaine Coelho, que estava no 9° semestre quando se inscreveu no Exame, apenas a título de conhecimento. Merecidamente foi aprovada. “Foram dois meses de dedicação, sem contato social”, afirma a futura advogada que dedicou-se com vontade de passar, mesmo não tenho o conhecimento de disciplinas que seriam ministradas no 10° semestre. “Achei a prova difícil, pois exige muito do candidato. Mas eu queria passar e estudei muito!” conta Elaine.

Para essa primeira participação dos alunos no Exame da Ordem dos Advogados do Brasil esse foi um excelente resultado tendo em vista que a maioria dos formandos pretende seguir magistratura e ou serviços públicos, um fator que não exige a aprovação no exame. O coordenador do curso, professor Adriano Portella, explicou em uma breve entrevista o que é o Exame da Ordem, o papel da OAB e deu dicas para os alunos que pretendem realizar as próximas provas da OAB. Confira a entrevista abaixo:

Entrevista: Coordenador do Curso de Direito: Professor Adriano Portella ASCOM: Professor Adriano, quem tem que fazer a prova do OAB? Como é? E

quando é feito?

PORTELLA: A aprovação no Exame de Ordem é um dos requisitos para o Bacharel em Direito se inscrever junto à Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e exercer a Advocacia. Então, todo aquele que pretende atuar como advogado têm, obrigatoriamente, de ser aprovado no Exame de Ordem, que consiste, basicamente, na realização de provas de conhecimentos e habilidades que avaliam a habilitação do candidato para o exercício da profissão.


ASCOM: O Exame da Ordem dos Advogados do Brasil é composto por duas fases. O

que difere uma da outra?

PORTELLA: As provas se dividem da seguinte maneira: a primeira consiste na ava-

liação objetiva de determinado conjunto de conhecimentos indispensáveis ao exercício da Advocacia, enquanto a segunda considera a capacidade argumentativa associada à habilidade de empregar o instrumental jurídico no exercício da atividade profissional. Portanto, são provas interligadas e com forte conotação ético-profissional.

ASCOM: O candidato só é considerado apto se conseguir a aprovação nas duas

fases?

PORTELLA: Sim, pois se trata de um único exame. ASCOM: Qual o papel da OAB? PORTELLA: Como sabemos a OAB é uma das mais relevantes instituições com atuação

na democracia, sob o pressuposto de que o combate às injustiças e aos abusos de poder exige a forte participação da Advocacia (tendo em vista que o Advogado é essencial à administração da Justiça, na qualidade de profissional com responsabilidades ético-sociais, tanto na defesa de seus clientes quanto da própria democracia). Desse modo, o exercício profissional, como determina a Constituição, tem como requisito a aprovação no Exame de Ordem, que é da responsabilidade da OAB.

ASCOM: Compete a eles selecionar quem vai para o mercado de trabalho? Por quê? PORTELLA: Não se trata, necessariamente, de seleção para o mercado de trabalho. É mais do que isso, pois o exercício da

Advocacia transcende a limitada expressão “mercado”. Por essa razão, o Advogado recebe honorários e não remuneração tradicional. Como dito, o Advogado tem funções ético-sociais vinculadas à administração da Justiça. Assim, o papel da OAB, por intermédio do Exame de Ordem, consiste em avaliar aqueles que reúnem condições para o exercício da Advocacia, cujo “processo seletivo” (se é que podemos chamar assim), tem início quando o aluno ingressa no Curso de Direito. Logo, a responsabilidade pela atuação dos futuros profissionais também é compartilhada com as instituições de ensino, os professores e os próprios alunos. Não podemos esquecer que há outras profissões jurídicas que o Bacharel em Direito pode exercer. A Advocacia é uma delas.

ASCOM: Como o senhor avalia o resultado dos alunos do ICESP tendo participado pela primeira vez deste exame? PORTELLA: O resultado foi muito bom. Segundo os dados divulgados pela OAB, tivemos quatro alunos inscri-

tos, dos quais três foram aprovados na 1ª fase (75%). Destes, dois foram aprovados. Assim, foi alcançada a média de 50% de aproveitamento. Há, ainda, a fase recursal. Os que não conseguiram a aprovação na 2ª fase também devem ter o mérito reconhecido. É preciso considerar que a participação no Exame de Ordem é uma grande oportunidade de aprendizagem.

ASCOM: Que conselho o senhor daria para os alunos do curso que se preparam para o exame da OAB? PORTELLA: Além de estudar para as provas, os alunos devem compreender o sentido do Curso de Direito e, no caso, do exercí-

RESULTADO FINAL OAB 26/12/2011

cio da Advocacia: perceber a necessidade da defesa da democracia a partir do combate às injustiças, aplicando teoria e prática para a concretização desse ideal. Todos devem perceber que a sala de aula é apenas um dos lugares nos quais o conhecimento é transmitido e discutido, mas que os estudos devem ser permanentes, em casa, no trabalho, entre os colegas do Curso. Estudar não é decorar, mas sim compreender e desenvolver habilidades. Então, a preparação para o Exame de Ordem exige apenas o que já é cobrado aos alunos do Curso: dedicação, leitura, desenvolvimento da escrita, postura crítica e presença às aulas. Este é o aconselhamento.


FUTEBOL FEMININO

Coleção de goleadas!

N

o último domingo, 22, no Cerejão, Estádio do Brasiliense, a ASCOOP/ICESP enfrentou o Apolo e deu mais uma goleada 7 X 1. No próximo domingo, 29, no mesmo estádio, o time joga contra a Católica. Este é um grande clássico entre as grandes rivais de Brasília/DF. Nessa partida a equipe vai contar com as craques Tânia Maranhão, Barbara Chagas, Grazi, Luana e Maycon, que estavam fora jogando pela Seleção Brasileira. Se vencer este jogo, a depender do resultado das outras partidas, a ASCOOP garante a vaga na Copa do Brasil, com duas rodadas de antecedencia!

Vamos

torcer para nossas jogadoras!

Volta às aulas 2012: 01 de fevereiro de 2012! Pós - Graduação 2012 Confira o novo calendário de Aulas Inaugurais das turmas de Pós-Graduação 2012. Inscrições abertas: MBA em Governança em TI - 14/02/2012 -Gerenciamento de Projetos PMBOK - 15/02/2012 MBA em Gestão de Pessoas - 16/02/2012 - MBA em Gestão de Marketing - 16/02/2012 - MBA em Gestão de Negócios - 16/02/2012 - MBA em Gestão Pública - 28/02/2012

Colação de Grau O calendário de colação de grau para os Formandos do 2° semestre de 2011 está disponível no site das Faculdades ICESP, bem como, todas as demais informações referentes às reuniões e exigências necessárias para a participação na soleindade. Acesse: www.icesp.br e não fique de fora!

Expediente: Diretora de Comunicação e Marketing: Helane Melo Assessora de Comunicação: Fátima Layane Textos: Fátima Layane e Elton Santos Diagramação: Elton Santos e Fátima Layane Equipe: Roger Ryan Duarte, Daiana Almeida Contatos: ascom@unicesp.edu.br (61) 3035 9513 / 3035 9526 / 3035 9534


Informe ICESP/Promove - Edição 107