Issuu on Google+

Docentes: Helena Sousa e Cátia Silva Discentes: Bianca nº2, Miguel nº 18, Ricardo nº 13 e Márcio nº15


Introdução

Doenças Cardiovasculares

Doenças Nervosas

Doenças Terminais

Doenças Respiratórias

Conclusão


As doenças constituem uma terrível ameaça para todo ser humano. Algumas são brandas, mas outras podem chegar mesmo a matar milhões de pessoas, espalhandose por grandes regiões do mundo. Durante muitos séculos, não se sabia o que produzia as pestes e as grandes epidemias: um castigo divino? Uma conjunção astrológica? Uma mudança de clima? Foi preciso um longo caminho para que se pudesse compreender a causa das enfermidades transmissíveis e como se prevenir contra elas.


O que são? De um modo geral, são o conjunto de doenças que afectam o

aparelho cardiovascular, designadamente o coração e os vasos sanguíneos. Como por exemplo:

* Ataque Cardíaco; * Cardiomegalia; * Angina de peito;


Ataque cardíaco é um processo que pode levar à morte e é provocado devido à falta de aporte adequado de nutrientes e oxigênio no músculo cardíaco.


A Cardiomegalia é o crescimento do tamanho do coração em proporções anormais. Esta doença pode ter surgimento com a hipertensão arterial, doenças coronarianas, e geralmente está ligada à doença de chagas. Pode produzir, insuficiência cardíaca ou qualquer outra cardiopatia associada. Pode ser de origem congênita ou adquirida; mas só o cardiologista pode dar o diagnóstico e tratamento.


A angina de peito ou angor pectoris é uma dor no peito derivada ao baixo abastecimento de oxigénio ao músculo cardíaco; geralmente esta doença tem origem a contrações involuntárias de um músculo, grupo de músculos ou órgão dos vasos sanguíneos do coração.


O que são? Doenças nervosas são doenças que provocam alterações no sistema nervoso. Exemplos: - Cefaléias; - Esclerose Múltipla; - Alzheimer


Cefaléias são dores de cabeça que podem se propagar pela face, atingindo os dentes e o pescoço. A sua origem está associada a factores diversos como a tensão emocional, distúrbios visuais e hormonais, etc.


Manifesta-se por volta dos 25 aos 30 anos de idade e é mais frequente nas mulheres. Os primeiros sintomas são alterações da sensibilidade e fraqueza muscular. Podem ocorrer perdas da capacidade de andar, distúrbios emocionais, quedas de pressão, sudorese intensa, etc. Quando o nervo óptico é atingido, pode ocorrer diplopia (visão dupla).


O nome da doença surgiu por causa do neurologista alemão Alois Alzheimer. Esta doença é uma demência que se manifesta por volta dos 50 anos e se caracteriza por uma deterioração intelectual profunda, desorientando a pessoa, que perde progressivamente a memória, as capacidades de aprender e de falar.


O termo doença terminal é utilizado para designar o estado da doença em que não há mais possibilidade de restabelecer a saúde, evoluindo para a insuficiência de órgãos e morte. Exemplos de Doenças


A hepatite B é uma das doenças infecciosas mais frequentes em todo o mundo. O vírus da hepatite B é um vírus que afecta o fígado, que se transmite através do sangue. As infecções pelo vírus da hepatite B podem ser agudas ou crónicas. É possível fazer a prevenção da hepatite B enquanto não for infectado pelo vírus. No caso de ter sido infectado, existem tratamentos para a hepatite B. Sintomas: -

Febre Mal-estar Desconforto Dor abdominal Dor nas articulações Erupções na pele


A SIDA é provocada pelo Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), que penetra no organismo por contacto com uma pessoa infectada. A transmissão pode acontecer de três formas: -

Relações sexuais; Contacto com sangue infectado; De mãe para filho; Durante a gravidez ou o parto; Pela amamentação.

O VIH é um vírus bastante poderoso que, ao entrar no organismo, dirige-se ao sistema sanguíneo, onde começa de imediato a replicar-se, atacando o sistema imunológico, destruindo as células defensoras do organismo e deixando a pessoa infectada (seropositiva), mais debilitada e sensível a outras doenças, as chamadas infecções oportunistas que são provocadas por micróbios e que não afectam as pessoas cujo sistema imunológico


O que é a asma? A asma é uma doença crónica que afecta os brônquios. Quais são os sintomas? A asma causa sintomas como tosse, aperto no peito e dificuldade para respirar, especialmente à noite, ao acordar pela manhã e depois de exercícios. Como é feito o tratamento da asma? Como a asma é uma doença crónica, é importante que o seu médico explique detalhes a respeito da doença, os seus sintomas e os tipos de tratamentos disponíveis. Para conseguir o controlo da doença deve: - Evitar os factores que desencadeiam os sintomas ou resultam em crises; - Usar as medicações correctamente; - Saber reconhecer quando a doença está a descontrolar-se e o que fazer nestes momentos.


Como se diagnosticam as doenças respiratórias? Pela observação clínica, através de diagnósticos, entre os quais: testes da função respiratória, testes de sons respiratórios, broncoscópia, laringoscópia, radiografia pulmonar e testes de provocação nasal. Quais são os principais sintomas das doenças respiratórias? Cada doença tem sintomas específicos, que só o médico pode avaliar. Contudo, a tosse, a rouquidão, o nariz entupido, dores no peito, dores de garganta, garganta irritada, dificuldade em respirar, entre outros, são sintomas de doenças respiratória. 

Exemplos


O que é a bronquite? É uma inflamação dos brônquios, que produz uma tosse persistente acompanhada de expectoração. Costuma ser associada com o tabagismo e a poluição do ar. Sintomas: - Tosse; - Falta de ar; - Fadiga; Como é feito o tratamento? Para começar o tratamento, é importante eliminar o tabaco e repousar para evitar respirar em ambientes de gás tóxico e poluição. Agentes Mucolíticos diminuem a viscosidade da secreção, fazendo com que as vias respiratórias ficam menos congestionadas, e assim há uma melhora significante da respiração.


O que é a faringite? A faringite é uma inflamação da faringe (área da garganta que está situada entre as amígdalas e a laringe). Quais são os sintomas? A membrana mucosa que reveste a faringe pode estar discreta ou intensamente inflamada e coberta por uma membrana esbranquiçada ou uma secreção purulenta. A febre, o inchaço do pescoço e o aumento de glóbulos brancos no sangue são alguns dos sintomas.


O que é a pneumonia? A pneumonia é uma infecção que se instala nos pulmões. Pode alojar-se na região dos alvéolos pulmonares, onde destroem as ramificações dos brônquios. Quais são os sintomas? Febre Alta; Tosse; Dor no Tórax; Alterações da Tensão Arterial; Confusão Mental; Falta de Ar; Como se realiza o tratamento? O tratamento da pneumonia requer o uso de antibióticos, em caso de origem bacteriana ou fúngica, e a melhora costuma ocorrer em três ou quatro dias. A internação hospitalar pode ser necessária quando o paciente é idoso, tem febre alta ou apresenta alterações clínicas da própria pneumonia.


Realizamos este trabalho com base nas dúvidas e certezas que tínhamos sobre o assunto as Doenças. No decorrer do tempo, as dúvidas foram respondidas; descobrimos assuntos novos. Neste trabalho só foram pesquisadas as doenças cardiovasculares, nervosas, respiratórias e terminais. Esperamos que tenham gostado da nossa apresentação.


Doenças