Page 1

Rota Aparados

ANO VIII | EDIÇÃO Nº 80 | mArÇO/2014 |

TUrISmODEmINAS.COm.Br

Contemple Cambará do Sul

Páginas 6 e 7

ENTREVISTA

MUNDO

NEGÓCIOS

Cristiano Lopes faz uma análise do setor

Canal do Panamá completa 100 anos

Mercado de intercâmbio movimenta R$3 bilhões

Página 3

Páginas 8 e 9

Páginas 10 e 11


TURISMODEMINAS.COM.BR

2

editorial

Agora é pra valer Passado as férias e o carnaval iniciase a temporada de eventos do setor para o 1º semestre. Este mês de março, estaremos expondo no Salão Mineiro do Turismo, em parceria com a Abav Minas, divulgando e promovendo o jornal e nossos parceiros junto ao mercado. Em seguida, participaremos do Encontro Comercial Braztoa, no Rio de Janeiro; do Workshop CVC, em São Paulo; e no final do mês, da BNTM (Brazil National Tourism Mart), em Recife. Esperamos que esse ano o mercado perceba que o formato das feiras de turismo precisa ser repensado e inovado, principalmente em Minas. Chega de montar mesinhas e balcões e distribuir panfletos e materiais, às vezes caros, que vão direto para o lixo. É comum vermos em eventos pessoas enchendo malas e sacolas com papéis e depois descartando tudo, guardando apenas os brindes. Algumas empresas já adotaram ações sustentáveis simples e inovadoras, como fotos impressas e/ ou virtuais – lembranças que podem

ser compartilhadas nas redes sociais, gerando mais resultados e com um melhor investimento custo benefício. Nas pautas de destinos, em comemoração ao dia da água, 22 de março, trazemos o Circuito das Águas, região de Minas conhecida internacionalmente pelas águas com poderes medicinais. Estivemos no Rio Grande do Sul e percorremos o roteiro dos cânions em Cambará do Sul, que mesmo pouco divulgado é um destino exuberante. Pelo mundo, apresentamos a Cidade do Panamá, considerada a Miami latina, uma capital que mescla o antigo e o moderno, além do destaque para o canal, seu maior atrativo e patrimônio, que completa 100 anos em 2014 e terá sua capacidade dobrada. Entrevistamos o palestrante Cristiano Lopes, que mesmo jovem, tem grande experiência e já rodou quase todo Brasil orientando e motivando pessoas. Ele traz um panorama comparativo do setor de turismo no mundo, no Brasil e em Minas. Na seção de negócios apresentamos

as principais agências de intercâmbio que cresceram nestes últimos 10 anos mais de 500% devido ao grande aumento pela procura por estudos e trabalhos no exterior, além das tendências do mercado. Agradecemos aos parceiros que estão conosco desde sempre e boas vindas aos novos apoiadores do jornal. Boa leitura e viagem!

expediente Jornal Turismo de Minas Novo Endereço rua Pilar, 530/403 | Grajaú Belo Horizonte | 30431-225

Diretoria Marden Couto Produção Editorial Marden Couto luana Bastos Produção Gráfica douglas Costa Tiragem 8 mil exemplares Publicidade ahilthon de Barros

Marden Couto I Editor marden@turismodeminas.com.br

comercial@turismodeminas.com.br

(31) 3267-6175 | (31) 9161-2104 Contatos e Pautas contato@turismodeminas.com.br

(31) 3267-6175

REDES SOCIAIS

368 turismodeminas.com.br

Posts mais visualizados Distribuição Gratuita e Dirigida

449 VIAGENS & IMAGENS

Dia 2 de março é comemorado o Dia Nacional do Turismo. De acordo com a Organização Mundial do Turismo (OMT), define-se como turismo: as atividades praticadas pelos indivíduos durante as suas viagens e permanências em locais situados fora do seu ambiente habitual, por um período contínuo que não ultrapasse um ano, por motivos de lazer, negócios e outros. Segundo o Instituto Brasileiro de Turismo (Embratur), a indústria do turismo no Brasil movimenta mais 3,6% do PIB nacional e emprega cerca de 10 milhões de trabalhadores.

•Conexão Aeroporto e Táxis •Hotéis, Apart-hotéis e Pousadas •Operadoras e Agências de Viagens •Bares e Restaurantes •Postos de Informação Turística Belotur •Aeroporto Int. Tancredo Neves •Mercado Central •Rodoviária •Secretarias de Estado de Turismo do Brasil •Circuitos Turísticos •Cidades Históricas •Prefeituras e Secretarias de turismo e Cultura de Minas Gerais •Congressos, Feiras e Eventos de Turismo, Negócios, Gastronomia e esportes

o Jornal turismo de Minas é uma publicação mensal da C&M Comunicação e Marketing


TURISMODEMINAS.COM.BR

3

ENTREVISTA

O palestrante Cristiano Lopes faz um panorama sobre o mercado Brasileiro, natural de Curitiba, desde a infância teve suas raízes e seu coração fixado em Belo Horizonte. É turismólogo formado pelo Centro Universitário Newton Paiva e possui especialização em Gestão Estratégica de Marketing e MBA em Gestão Estratégica de Negócios, tendo ainda realizado dois cursos de aperfeiçoamento no exterior: Gestão Estratégica de Empresas e Planejamento Turístico, ambos pela Escuela Superior de Las Islas Balares, em Palma de Mallorca, na Espanha.

Arquivo CHL

por Marden Couto

Cristiano Lopes é consultor empresarial e palestrante, tendo sido considerado, em 1999, o professor universitário mais jovem do Brasil, quando iniciou sua carreira docente com apenas 22 anos de idade. Além disso, atuou no mercado junto aos setores público e privado, nas áreas de turismo, eventos e gestão empresarial: Senac Minas, Fiemg/Sesi, Newton Paiva, Una, Cefet-MG, Rádio 107FM e Grupo Open. Em sua trajetória como palestrante já soma mais de 900 palestras pelo Brasil, tendo alcançado números expressivos em seu portifólio: são mais de 1200 horas no palco, cerca de 500.000 km percorridos e mais de 130.000 espectadores em suas palestras. Turismo de Minas: Qual a sua avaliação sobre o “momento” do turismo no mundo? Cristiano Lopes: De acordo com os últimos dados apresentados em 2012 pela Organização Mundial do Turismo (OMT), o turismo internacional está com crescimento médio da ordem de 4% ao ano. O número de deslocamentos turísticos internacionais ultrapassou a casa de 1 bilhão (ITA - International Tourist Arrivals: 1,035 bilhão) e as receitas ultrapassaram a marca de US$ 1 trilhão (ITR - International Tourism Receipts: 1,075 trilhão). A empregabilidade apresenta o índice 1/11, ou seja, de cada 11 trabalhadores do mundo, um atua diretamente no segmento turístico.

O que acontece em Minas Gerais é que a maioria dos players envolvidos com o turismo acham que a cidade “ser bonitinha” ou possuir vários pontos de visitação, por si só, já são capazes de “trazer” o turismo

TM: E o Brasil, como está figurado nesta pesquisa? CL: O Brasil também apresenta crescimento, mas com números ainda irrisórios se comparados ao cenário internacional. Em 2011, o Brasil apareceu com ITA de 5,677 milhão e ITR de US$ 6,645 milhão, o que representa um aumento de 3,5% no ITA e um aumento de 3,1% no ITR. Na prática, o turismo do Brasil hoje representa 0,55% do mercado internacional e continua “engatinhando” com os “velhos” problemas ainda não solucionados. Lembro-me que publiquei em setembro/2007 um *artigo científico na Revista Eletrônica da Pós-Graduação do SENAC Minas onde abordei esta questão e, nesses últimos sete anos, posso afirmar que muito pouca coisa mudou. (*confira o artigo na íntegra no portal do Turismo de Minas).

TM: Quais são os “velhos” problemas do turismo no Brasil? CL: A falta de competitividade do Brasil frente aos mercados internacionais, comprovada pelo share insignificante inferior a 1%; a falta de planejamento estratégico de longo prazo e a falta de integração das administrações em nível municipal, estadual e federal; ausência de planos de marketing estratégico nos destinos/ atrativos; desarticulação institucional por parte da iniciativa privada, das instituições governamentais e das ONG´s/OSCIP´s; os elevados custos com impostos, estimulando práticas ilícitas no mercado; a fiscalização ineficiente e inoperante da atividade no Brasil; a legislação turística, que está defasada e ultrapassada em vários itens; o amadorismo da maior parte dos atores envolvidos no processo; as verbas públicas, ainda insignificantes, para investimentos no setor e a dificuldade de disponibilização nas linhas de crédito e financiamento para os empreendedores. TM: Qual a situação de Minas Gerais neste contexto? CL: Minas Gerais é um estado plural, podendo ser considerado síntese do Brasil. Temos um potencial turístico fantástico, mas ainda temos poucos produtos consolidados para alavancagem da atividade de forma plena. A verdade é que (NÓS) precisamos aprender a turistificar o nosso estado - a palavra turistificar significa transformar atrações turísticas (potencial) em atrativos turísticos (produto). Só assim daremos o pontapé inicial de uma nova fase do turismo em Minas Gerais.

TM: Como dar o pontapé inicial para o processo de turistificação de Minas Gerais? CL: Para este processo é necessária a criação de estratégias para a transformação das atrações em atrativos. Nesse sentido, é necessário pensar em questões como marca, valor agregado, infraestrutura, serviços, diferenciais. Além disso, cabe ressaltar que o ineditismo e a notoriedade estão diretamente ligadas ao produto turístico e que, esses fatores somados, influenciam diretamente o desejo dos consumidores em conhecer um atrativo. A meu ver, o que acontece em Minas Gerais é que a maioria dos players envolvidos com o turismo acham que a cidade “ser bonitinha” ou possuir vários pontos de visitação, por si só, já são capazes de “trazer” o turismo. É uma visão retrógrada e ultrapassada sob a ótica do turismo moderno e contemporâneo.

TM: Qual a visão do turismo moderno e contemporâneo? CL: O turismo contemporâneo pode ser classificado como uma atividade dinâmica, envolvente, ativa e pulsante. O turismo internacional está ancorado na teoria desenvolvida pelo professor Rolf Jensen, da Harvard University, baseada no Dream Society, ou seja, o turismo é vivencial, turismo é experiência. A pergunta que precisamos fazer é a seguinte: qual experiência/vivência os seus visitantes/hóspedes estão levando? É preciso entender que com o passar dos anos o turismo está ganhando uma nova roupagem e quem compreender melhor esta nova faceta da atividade certamente ocupará uma posição de destaque no “novo mundo do turismo”.

A verdade é que (NÓS) precisamos aprender a turistificar o nosso estado a palavra turistificar significa transformar atrações turísticas (potencial) em atrativos turísticos (produto)


TURISMODEMINAS.COM.BR

4

MINAS

Bem-estar e descanso no Circuito das Águas por Luana Bastos

Dia 22 de março é comemorado o Dia Mundial da Água. O Circuito das Águas em Minas Gerais, composto pelas cidades de Baependi, Cambuquira, Campanha, Carmo de Minas, Caxambu, Conceição do Rio Verde, Itajubá, Lambari, Maria da Fé, São Lourenço, Soledade de Minas e Três Corações, reconhecido internacionalmente pela fama de suas estâncias hidrominerais. Água é o que não falta nessas cidades, que possuem fontes, lagos, rios e cachoeiras. De suas fontes brotam águas minerais, gasosas, sulfurosas, alcalinas, ferruginosas, fluoretada, radioativa, carbogasosa, bicarbonatada, entre outras, que são indicadas para problemas digestivos, respiratórios, alergias, etc. As cidades do circuito situam-se na Serra da Mantiqueira, a cerca de 400 km de Belo Horizonte. Com clima agradável e bucólico, o turista desfruta de momentos de descanso, relaxamento, saúde e bem-estar. As águas raras, com funções terapêuticas e relaxantes, são o principal chamariz dos turistas que são em sua maioria paulistas e fluminenses.

O visitante pode se esbaldar com banhos de imersão, massagens, duchas, saunas e tratamentos estéticos. Além dos tradicionais atrativos turísticos como os parques das águas, os balneários, o teleférico, a maria fumaça, as charretes e os pedalinhos, a região oferta outras opções de passeios como tour nas fazendas de café, sobrevoo de balão ou parapente e corrida de kart. A gastronomia mineira agrada todos os paladares que por lá passam. A viagem é adocicada pelos famosos Doces São Lourenço, compotas de doces de leite com morango, chocolate, figo entre outros, fazem a alegria dos visitantes. A região que teve seu auge nas décadas de 30 e 40 quando a prosperidade e o luxo reinaram nas cidades e o jogo era liberado no país, vem sendo revitalizada desde 2000. Em 2007 o Parque das Águas em São Lourenço foi recuperado, em 2010 os balneários de Caxambu e de Cambuquira foram reabertos e o próximo passo é a entrega do Cassino do Lago em Lambari, que está sendo transformado em Museu das Águas.

Principais cidades e atrativos

Lambari São Lourenço

Cassino do Lago Trilhas no Nova Baden

Maria fumaça Balonismo Rota do café especial

Caxambu Parque das Águas Balneário Teleférico

Cambuquira Spa das Águas Pico do Piripau


TURISMODEMINAS.COM.BR

Parque das Águas - São Lourenço

Balneário - Caxambu

5

Fonte Dom Pedro - Caxambu

Pico do Piripau - Cambuquira

Você sabia? A princesa Isabel, com seu marido, o conde d’Eu, foi para Caxambu em 1868 em busca de tratamento para sua infertilidade. Deu certo. As águas ferruginosas a teriam curado de uma anemia, e, coincidentemente ou não, ela engravidou em seguida. Hospedagens Caxambu – Hotel Glória hotelgloriacaxambu.com.br Maria Fumaça - São Lourenço

Santuário Nossa Senhora da Conceição - Baependi

UM DESTINO, TODOS OS SABORES. Tão encantadora quanto as paisagens de Minas é a sua gastronomia: são sabores que conquistam até os mais exigentes paladares. Aproveite para visitar o 6º Salão Mineiro do Turismo, 2º Salão da Gastronomia Mineira e 8º Salão do Turismo da ABAV-MG e descubra todas as surpresas que esse Estado tem em cada um dos seus pratos. 14 DE MARÇO - DAS 10H ÀS 20H 15 DE MARÇO - DAS 10H ÀS 17H ENTRADA GRATUITA - MINASCENTRO

Foto: Acervo Setes-MG

WWW.SALAOMINEIRODOTURISMO.COM.BR

Se você tem instalado no seu celular um aplicativo de leitura de QR Code, aponte a câmera para o código impresso nesta página e confira informações do evento.

Realização:

São Lourenço – Hotel Brasil hotelbrasil.com.br


TURISMODEMINAS.COM.BR

6

C

onhecida como Terra dos Cânions, Cambará do Sul é um paraíso para viajantes adeptos do ecoturismo e do turismo de aventura. A pacata cidadezinha do Rio Grande do Sul é a pura paz e coloca o visitante em perfeita harmonia com a natureza. Há 200 km de Porto Alegre, Cambará do Sul é destino ideal para quem quer experimentar a rotina da vida no campo, no peculiar estilo gaúcho de ser. Com apenas 50 anos de emancipação a cidade possui sete mil habitantes. Cambará do Sul é a única cidade brasileira que

Cânion Itaimbezinho

CÂNIONS

Título 02

possui dois parques nacionais: o Aparados da Serra e o Serra Geral, sendo portas de entrada para os deslumbrantes cânions Itaimbezinho e Fortaleza. De acordo com a secretaria municipal de turismo, só em 2012 a cidade atraiu mais de 80 mil turistas brasileiros e estrangeiros para a prática do turismo sustentável. Com fauna e flora quase intocadas, a cidade dos campos de cima da serra tem um dos invernos mais rigorosos do país, podendo até nevar. Mas nem só de cânions vive Cambará, a cidade é conhecida também como Capital do Mel, e os turistas podem visitar apiários e experimentar

Marden Couto

TÍTULO

O Cânion Itaimbezinho fica no Parque Aparados da Serra, a 18 km da cidade, e possui boa infraestrutura para receber visitantes. O cânion mais famoso do Brasil tem seus paredões verticais cobertos por araucárias em seus 6 km de comprimento. Sua profundidade chega a 720m e sua largura é de 600m. Para contemplar o turista pode escolher uma das trilhas: a do Vértice dura 45 minutos ida e volta e a do Cotovelo, 2 horas ida e volta. Mas a grande atração é a trilha Rio do Boi, feita no interior do cânion, às margens do rio, acompanhada de um guia credenciado. A origem do nome do cânion vem do tupi-guarani e significa pedra cortada.

Cambará do Sul nasceu em 17 de abril de 1864, a partir da doação de 20 hectares de terra à igreja, feita por Dona Úrsula Maria da Conceição, em pagamento a uma promessa feita ao padroeiro São José. Maior temperatura: 32.1ºC em janeiro de 1978 Menor temperatura: -8.8ºC em junho de 1979

Maior nevada: em julho de 1990 Maior Chuva: 186,5 litros/m² em março de 2004 A palavra Cambará é de origem tupi-guarani e significa “folha de casca rugosa”. É o nome de uma árvore típica da região. Na praça central de Cambará do Sul é possível conhecer a árvore. Suas folhas verde-claro são conhecidas pelo poder medicinal.


TURISMODEMINAS.COM.BR

além do tradicional, o raro mel branco. TÍTULO

Cambará do Sul oferece ainda diversas

T ítulo 02 como: cachoeiras, opções de passeios

trilhas, 4 x 4, bike, bote, helicóptero, rapel, cavalgada e travessia de cânion com acampamento na mata. A deliciosa gastronomia campeira também está presente nessa viagem. A cidade possui diversos cafés e restaurantes que se tornam ponto de encontro dos turistas à noite. Opções de hospedagem é o que não falta, desde os acampamentos até os

hotéis de charme O Parque Nacional Aparados da Serra – Cânions do Brasil é um dos cinco parques que foram selecionados para compor a rota dos Parques da Copa, iniciativa dos ministérios do meio ambiente e do turismo, a fim de prolongar a estadia dos visitantes que virão ao Brasil para os jogos. A região que faz divisa com Santa Catarina possui ao todo 68 cânions em 250 km de bordas, mas só alguns são abertos a visitação.

7

Guia Aparados da Serra guiaaparadosdaserra.com.br Rota Aparados rotaaparados.com.br Téfo Turismo canions.tur.br

Cânion Fortaleza

Pousada Corucacas corucacas.com

Marden Couto

Localizado no Parque da Serra Geral, que possui 17 mil hectares e pouca infraestrutura turística, está o imponente Cânion Fortaleza, o maior da região e que pode ser explorado com 3 horas de caminhada. Distante 23 km do centro de Cambará do Sul, o Cânion Fortaleza impressiona com seus 900 m de profundidade, 7,5 km de extensão e 1500 m de largura. O melhor lugar para se apreciar a vista é do mirante, um dos pontos mais altos da borda da garganta. No Parque estão também a Pedra do Segredo e a Cachoeira do Tigre Preto.

Pousada Pôr do Sol pousadapordosol.tur.br

Cabana Café Cantina Menegolla Galpão Costaneira O Casarão Cantina e Galeteria Sendero Bistrô

cambaradosul.rs.gov.br * A jornalista viajou com o apoio da Secretaria de Turismo de Cambará do Sul

O Quintais de Cambará é um projeto que proporciona ao visitante a vivência de lidas campeiras, como: pesca, cavalgadas, mini rodeios, tiro de laço, tosa de ovelhas, cachoeiras, trilhas ecológicas, fruticultura, e artesanato. Fazem parte da associação as seguintes empresas: Cascata dos Venâncios, Pampa Rural Pesca e Lazer, Rancho Cabotiá, Pousada Corucacas, Querência Macanuda, Cambará Eco Hotel e artesanato Kantu Kente. Marden Couto

Quintais de Cambará

O Passo do S é um dos passeios realizados com 4x4

Área: 1.212,534 km² População: 6 545 hab. Censo IBGE/2010


TURISMODEMINAS.COM.BR

8

MUndO

Cidade do Panamá

mescla tradicao e modernidade Por Marden Couto*

B

anhada pelo Mar do Caribe e pelo Oceano Pacífico, a Cidade do Panamá é a capital do país e guarda uma das jóias da arquitetura moderna, o Canal do Panamá. Fundada em 1519, a Cidade do Panamá tem 900 mil habitantes e clima tropical. Mesclando tradição e modernidade, a Cidade do Panamá é uma pulsante metrópole de vida noturna intensa e variada com destaque para as boates, os cassinos e a gastronomia baseada nos frutos do mar. A cidade é também um paraíso para as compras, com diversos shoppings a preços imbatíveis. Os nativos, originários de diversas tribos, produzem o artesanato típico, em sua maioria adereços de palha e as “Molas Gunas”, blusas bordadas com desenhos geométricos nos tons vermelho e amarelo. Conhecido como Casco Antiguo, o centro histórico da cidade é Patrimônio Cultural da Humanidade pela Unesco e reúne igrejas, palácios e praças. Já o bairro de Punta Paitilla abriga modernos arranhas céus e é o coração financeiro do país. O Caseway de Amador, um dos principais pontos turísticos da cidade, é um calçadão ao ar livre que une a cidade as ilhas Naos, Perico e Flamenco. No local, turistas e nativos praticam atividades como caminhada, corrida, ciclismo e patinação. Lá fica o Centro de Exibiciones Marinas, um museu da biodiversidade onde crianças se encantam com as espécies da fauna e da flora local. A região concentra também diversos bares, restaurantes, hotéis e lojas, tem até um duty free, onde turistas adquirem mercadorias sem impostos. Fotos Visit Panamá

Mais de 1 milhão de navios já passaram pelo Canal desde sua inauguração

Arco Chato

Plaza de la Catedral

Iglesia de Nuestra Señora de la Merced

Casco Antiguo

Museo de


TURISMODEMINAS.COM.BR

9

100 anos do Canal do Panamá A grande atração da cidade é sem dúvida o Canal do Panamá, que fica a 15 minutos do centro e é uma das obras de engenharia mais importantes do século XX. A via aquática que atravessa a América Central e interliga os oceanos pacífico e atlântico foi construída em 1914 pelos Estados Unidos e serve de atalho para as embarcações, sendo uma importante rota do comércio mundial. Com 80 km de extensão, o canal do Panamá possui três jogos de eclusas com duas vias cada uma, que servem como elevadores de águas, subindo as embarcações ao nível do Lago Gatún, 26m do nível do mar, e depois descendo-as. Nas Eclusas de Miraflores, o centro de visitantes exibe o documentário do local e objetos e ferramentas utilizadas pelos mais de 40 mil operários de 30 países que participaram da construção. Para coroar a viagem o visitante pode navegar pelo Canal do Panamá a bordo de barcos turísticos que deslizam 13 km, e passam sob a Puente de las Américas, Eclusas de Miraflores, Eclusas de Pedro Miguel, Puente Centenário e Corte Culebra. Completando 100 anos em agosto de 2014, o Canal do Panamá está passando por uma expansão que dobrará sua capacidade de operação.

el Canal Interoceânico de Panamá

Cinta Costera

Casco Antiguo

Puente de Las Américas

Casco Antiguo

Você Sabia?

Serviços

Apesar do nome, o chapéu do Panamá, como é mundialmente conhecido, é fabricado no Equador. A fama se deu na época da construção do canal quando o governo americano encomendou milhares de peças para que os operários pudessem se proteger do escaldante sol caribenho.

A Copa Airlines voa direto de Belo Horizonte para a Cidade do Panamá. Acesse: copaair.com ou consulte uma agência de viagens Mais informações visitpanama.com *O jornalista viajou com o apoio da Copa Airlines


TURISMODEMINAS.COM.BR

10

negóciOs

Aprendendo mundo afora... S

eja para aperfeiçoar ou aprender um novo idioma, cursar o ensino médio, fazer faculdade, especialização, estágio, ou trabalhar, o intercâmbio, era considerado estilo de viagem para aventureiros, hoje é programa para todas as idades. Segundo dados da Associação Brasileira de Organizadores de Viagens Educacionais e Culturais (Belta), em 2003 34 mil estudantes carimbaram o passaporte e em 2013 mais de 200 mil pessoas decidiram passar uma temporada em outras terras, um crescimento aproximado de 500%. Atualmente existem cerca de 60 empresas de intercâmbio no Brasil, que empregam aproximadamente duas mil pessoas. Em 2013 o mercado de intercâmbio movimentou quase U$ 1,2 trilhão. E para esse ano é esperado um crescimento de 15%. Mais de 70% das pessoas que fazem intercâmbio tem entre 18 e 30 anos e na sua grande maioria são das classes A e B. As viagens duram de duas semanas a dois anos, e custam a partir de R$ 2.000,00. De acordo com a pesquisa “Mercado de Educação Internacional e Intercâmbio do Brasil”, encomendada pela Belta em 2013, o Canadá ficou em primeiro lugar como o destino mais procurado pelos estudantes brasileiros, seguido pelos Estados Unidos e Reino Unido. Carlos Robles, presidente da Belta, diz que o Canadá se apresenta como um país seguro, organizado, desenvolvido culturalmente e de uma relação custo/beneficio bastante favorável para aqueles que investem em educação internacional. Aliado a isso temos a facilidade de obtenção de vistos de estudantes legítimos. O país também entende que o setor de educação internacional do mercado brasileiro é de extrema importância e investe na imagem para atrair mais estudantes brasileiros. A pesquisa mostra ainda que tem crescido a busca por intercâmbio nos países latino americanos, em especial Argentina e Chile, devido a proximidade e a força do real perante a moeda desses destinos. A África do Sul tem sido um país que também têm atraído muitos estudantes, especialmente aqueles que desejam aperfeiçoar o inglês e realizar trabalho voluntário. A China, devido a sua importância no cenário internacional, também tem tido boa procura por pessoas que desejam aprender o mandarim.

Em 2013, o mercado de intercambio movimentou quase R$ 3 bilhoes Uma tendência de mercado é o intercâmbio em família, no qual todos os membros da prole se mudam por determinado tempo e enquanto os filhos estudam, os pais se aperfeiçoam em algum idioma ou curso como gastronomia e artes. Outras modalidades em destaque são: os intercâmbios para crianças a partir de oito anos, uma espécie de colônia de férias em outro país; para maiores de 50 anos, que querem aprimorar o currículo ou fazer cursos em áreas de interesse pessoal; e o intercâmbio na casa do professor, no qual o aluno se hospeda e estuda na casa do professor com imersão total na cultura local. Segundo as empresas entrevistadas, os principais desafios do setor são a variação cambial, o programa do governo ciência sem fronteiras, e a redução das vendas por causa dos eventos mundiais no Brasil - Copa do Mundo e Olimpíadas.

Toronto, a maior cidade do Canadá, é um dos destinos mais procurados

Destinos mais procurados

Modalidades de intercâmbio

Canadá

Idiomas High School

EUA

Reino Unido

• U$ 1,18 trilhão foi a movimentação do mercado no Brasil ano passado

Espanha

Graduação Pós-graduação

• 15% é a expectativa de crescimento no número de intercambistas para 2014

Trabalho

Tendências Argentina

Números • 202.127 brasileiros fizeram intercâmbio em 2013

África do Sul

África do Sul China

Austrália Nova Zelândia


TURISMODEMINAS.COM.BR

Agencias em MG Origem e fundação: Curitiba/1998

Origem e fundação: Belo Horizonte/2007 Países mais procurados: Canadá, EUA e Inglaterra Cursos a partir de: R$ 5.000,00

ão: Origem e fundaç 7 00 /2 te on riz Ho lo Be ados: Países mais procur erra, lat Ing A, EU Canadá, a áli str Au a, Irland : Cursos a partir de R$ 2.637,00

Origem e fundação: São Paulo/1971 Países mais procurados: EUA, Inglaterra e Canadá Em MG: há mais de 20 anos Cursos a partir de: R$ 6.000,00

ão: Origem e fundaç 6 99 /1 te on Belo Horiz ados: Países mais procur dá, na Ca Inglaterra, EUA, va No a, áli Irlanda, Austr Sul. Zelândia e África do : Cursos a partir de US$ 1699,00

Origem e fundação: Brisbane - Austrália/2005 Países mais procurados: Austrália Em MG: desde 2009 Cursos a partir de: U$ 200,00

Em MG: desde 1998 Países mais procurados: Canadá, EUA, Inglaterra, Irlanda, Austrália, Nova Zelândia Cursos a partir de: R$ 1.975,00

Origem e fundação: São Paulo/1988 Em MG: desde 1998 Países mais procurados: EUA, Canadá, Inglaterra e Austrália Cursos a partir de: R$ 2.000,00

Origem e fundação: Lund - Suécia/1965 Em MG: desde 1999 Países mais procurados: Estados Unidos, Inglaterra e Canadá Cursos a partir de: USD 1850,00

Origem e fundação: São Paulo/1964 Países mais procurados: Canadá, Estados Unidos e Inglaterra Cursos a partir de: R$1.000,00

Confira mais informações sobre as agências:

turismodeminas.com.br

11


TURISMODEMINAS.COM.BR

12

CRôNICA

Arthur Vianna Escritor e jornalista arthurviannanet@gmail.com

O carnaval da Copa Não há como negar: o carnaval de 2014 na capital foi um sucesso. E promete ser ainda melhor em 2015. Os belo-horizontinos apostaram no samba no pé e ganhamos todos. Faltou mais estrutura? Sim, mas a prefeitura aprendeu que pode fazer melhor. No quesito turista, o nosso carnaval ainda está longe de marcar ponto. Em Salvador, por exemplo, cerca de 500 mil visitantes deixaram mais de um bilhão de reais na cidade com uma ocupação média de 91% na rede hoteleira. Aqui, os aeroportos registraram um aumento de 10,3% em relação a 2013 e uma ocupação de 40%. É um começo. Os blocos de rua e a volta do desfile pra Afonso Pena foram os pontos altos do nosso carnaval. Destaque especial para o Baianas Ozadas, com mais de 30 mil foliões. Agora, os jornais publicam que é preciso criar uma lei específica para o carnaval. Criar não, melhorar, atualizar. São muitas as leis existentes. Só pra ter uma ideia, a primeira lei do carnaval é de 1914. Outras surgiram e a última, que também oficializa o evento, foi em 2000. Feitas as contas do carnaval de BH, vamos vestir a camisa 10 da seleção para a Copa que tá chegando. Como sabemos, não é a primeira vez que Belo Horizonte recebe uma Copa do Mundo. Em 1950, a prefeitura construiu o “Gigante do Horto”, o nosso Independência, para as disputas. Aqui, assistimos Iugoslávia x Suíça, que inaugurou o estádio. E a última partida foi Uruguai x Bolívia. Os uruguaios, que ganharam a Copa de 50 no Maracanã contra o Brasil, deram um banho na Bolívia: 8x0. Muito já se escreveu sobre a Copa de 2014. Contra e a favor. Sabemos que muito dinheiro foi para o ralo. O que, para uma nação com tanta pobreza e deficiências, é inaceitável. O custo, nos 12 estádios, deve chegar a R$ 11 bilhões. Um acréscimo de 230% em relação à primeira estimativa, que era de R$ 2,3 bilhões. E olha que bilhões foram gastos em cidades sem a menor tradição de futebol. Como cidadão brasileiro, estou particularmente interessado no destino de outros R$ 15 bilhões que saíram dos cofres públicos. Este é o valor gasto em infraestruturas no país, como aeroportos e mobilidade urbana, que deverá ser o verdadeiro legado da Copa aos brasileiros. Em Belo Horizonte, reservo a crítica – positiva ou negativa – para quando do resultado final das obras. Mas, como pedestre, posso afirmar que a Bhtrans não está cuidando, como deveria, de quem anda à pé. Em travessias perigosas – como na esquina da Carandaí com Pernambuco, região hospitalar e escolar – a Bhtrans retirou um dos sinais de pedestre! Ou ainda vai colocar? O que esperamos – afinal o dinheiro é público e portanto nosso – é que o prometido legado venha atender aos que mais precisam e não apenas aos grandes empreiteiros que faturam bilhões com as obras. Afinal, a população paga impostos para ter um transporte de qualidade. E seria ainda mais justo se o município adotasse o sistema de “tarifa zero”, como acontece em 68 cidades de 19 países. O importante, seja antes, durante ou depois da Copa, é favorecer quem anda a pé. Nas ruas, calçadas e travessias a prioridade é sempre do pedestre. Assim determina o Código de Trânsito Brasileiro.

PANORAMA

A operadora Soul Traveler completa 10 anos em março e lança nova identidade visual. Fundada no Rio de Janeiro e especializada em pacotes personalizados, a empresa tem unidades em Belo Horizonte, São Paulo, Porto Alegre e São José do Rio Preto. soultraveler.com.br

Estão abertas as reservas para o Sesc Internacional, programa de viagens do Turismo Social do Sesc. A excursão tem como destino Portugal, com saída dia 23 de abril e retorno 5 de maio. Ao todo, serão 13 dias de viagem, incluindo passeios em Lisboa, Sintra, Fátima e Porto. Os pacotes saem a partir de R$7.816,00 por pessoa em até 12x sem juros. Mais informações: (31) 3270-8100

O 9º Encontro da Hotelaria Mineira acontecerá dias 9 e 10 de maio, no Espaço Cultural da Urca, em Poços de Caldas. A novidade dessa edição será a Bolsa de Negócios da Hotelaria de Minas, na qual operadores e agentes de viagens convidados pelo evento poderão conhecer a cidade e fazer parcerias com os empresários da região. Além disso, terá a mostra de produtos e serviços para os meios de hospedagem, programação técnica com cursos, palestras e oficinas e o Festival Gastronômico Hotel Gourmet.

O Grande Hotel Termas de Araxá realiza a 1º Páscoa Iluminada, entre os dias 17 e 30 de abril, em Araxá. O evento temático também integra a comemoração especial dos 70 anos de fundação do hotel. Programação e mais informações: pascoailuminada.com.br

A 23ª Brazil National Tourism Mart (BNTM) 2014 será entre os dias 27 e 30 de março, na Arena Pernambuco, em Recife. A feira que promove integradamente nove estados do nordeste brasileiro deve atrair representantes turísticos de mais de 15 países. O evento de negócios tem como meta atrair investidores nacionais e internacionais e apresentar as potencialidades da região. De acordo com a organização, a feira deve atrair cerca de dois mil profissionais, entre agentes, operadores de viagens e trade turístico. Mais informações: bntmnordeste.com

O Festival de Fotografia de Tiradentes – Foto em Pauta chega à sua quarta edição em 2014. Entre os dias 26 e 30 de março a cidade será palco de diversas exposições, workshops, palestras, debates, leituras de portfólio, projeções de fotografias e atividades educativas voltadas para a comunidade local. Confira a programação e mais informações: fotoempauta.com.br


TURISMODEMINAS.COM.BR

13

PANORAMA

A Páscoa em Gramado (Chocofest) este ano acontece de 3 a 21 de abril. Um dos principais eventos temáticos do Brasil, a Chocofest tem atrações nas avenidas e vias da cidade, tendo como palco principal a Rua Coberta. Programação: chocofest.com.br

AWP Turismo é a nova agência de viagens do mercado mineiro. Instalada no Conexão Aeroporto, em Belo Horizonte a empresa atende aos passageiros que transitam entre o aeroporto e o centro da cidade, além do público da região. awpturismo.com.br

O 4º Weekend CVC Minas está confirmado nos dias 17 e 18 de maio, no Tauá Caeté. A edição deste ano traz novidades no formato, com rodada de negócios pela manhã e workshop à tarde. Serão cinco caravanas com agentes de viagens do interior do Estado.

O vice-presidente da CDL/BH, Anderson Rocha, foi reeleito vice-presidente do Conselho Estadual de Turismo (CET). O anúncio foi feito na primeira reunião ordinária do CET no dia 19 de fevereiro, na Cidade Administrativa

O 7º Encontro Comercial Braztoa (ECB) Rio de Janeiro será realizado dia 18 de março, de 12h às 18h30, na Firjan. Este ano, a feira apresentará mais de 60 expositores. Inscrições: braztoa.com.br

O 20º Workshop & Trade Show CVC 2014 com o tema “Construindo juntos o futuro” será nos dias 19 e 20 de março, no Expo Center Norte, em São Paulo. Informações: cvc.com.br/workshop

PAIXÃO PELO PERFECCIONISMO, ORGANIZAÇÃO E PRECISÃO.

No ano da Copa,

All Inclusive

é LaTorre Resort

QUALIDADES QUE PARTILHAMOS COM A SELEÇÃO DA SUÍÇA, QUE NOS ESCOLHEU COMO SUA ACOMODAÇÃO OFICIAL PARA ESTA COPA. 256 apartamentos com vista para o mar ou piscinas. 6 piscinas para adultos e crianças. Opções gastronômicas para todos os gostos. Fábrica de Pizza e Bar Lounge. Praia privativa com consumo liberado na barraca. Animações e festas na praia. Kid’s Club e recreação para as crianças. Área Spa: academia, sauna e hidromassagem. La Torre Adventure: arvorismo e escalada. Sala de Internet - Sala Facebook - Wi-Fi Grátis.

OFFICIAL ACCOMMODATION - FIFA WORLD CUP www.resortlatorre.com.br Contato: 73 2105.1700 Mutá - Porto Seguro - Bahia - Brasil

SWISS NATIONAL FOOTBALL TEAM


TURISMODEMINAS.COM.BR

14

GAlERIA WorkSchultz Fotos Marden Couto

Fotos Marden Couto

Riviera Nayarit

Mayra Fraga, do Conselho de Promoção Turística do México e Marcos Myakava, representante da Riviera Nayarit no Brasil, durante capacitação em BH

Carollina Abud e Joice Knopp, do Palladium Hotel Group com Mayara Fraga, do Conselho de Promoção Turística do México

Sandro Dieterich, da Vento Sul Turismo, de Gramado; Cleo Ickowicz, do escritório do Ministério do Turismo de Israel no Brasil; Vanessa Garmes, da Empetur de Pernambuco; e Aroldo Schultz, da Schultz, em treinamento realizado na capital mineira

Mais Noronha Fotos Marden Couto

Fotos Marden Couto

VIsit Orlando

Celso Oliveira, gerente comercial da Schultz em Minas Gerais com Aroldo Schultz, diretor geral da Schultz

Neto Fernandes, Cláudia Lobo e Jason Schulke, representantes no Brasil do Visit Orlando, durante capacitação do destino americano, em BH

André Vieira, da Snow; Julio Fróes, da Nascimento Turismo; Cláudia Lobo; Márcio Santos, da Nascimento Turismo e André Biagioni, da Viagens Master

Vanessa Garmes, gerente de marketing da Empresa Pernambucana de Turismo com Luciana Carvalho, coordenadora de ecoturismo de Fernando de Noronha

Universal Orlando Fotos Marden Couto

Fotos: Divulgação WT

WT Tours

Empresários do trade turístico de Fernando de Noronha, durante o lançamento da campanha Mais Noronha, em Belo Horizonte

Paulo Medina, Glauber Rocha, Rafael Vieira e Nicéia Cazara da Snow Operadora

MMT Gapnet

Braztoa

ACMinas

Geraldo Silva e Letícia Alvarenga, da Flytour Viagens de Belo Horizonte com Ronaldo Faria, gerente de treinamento e capacitação da Flytour, durante lançamento do Circuito Europa 2014

João Cruz, Paula Araújo, Hugo Lagares, da MMT Gapnet; Nelson Rozenbaum, da Genesis Tours de Israel e Júlio Rocha, da MMT, durante evento em BH

Eduardo Nascimento, Ilya Hirsch, Marco Ferraz, José Zuquim e José Eduardo Barbosa, no evento de comemoração dos 25 anos da Braztoa

Tatiana Paro e Rafaela Fagundes, do Conselho Empresarial de Turismo da ACMinas; recebem o novo secretário de estado de turismo e esportes, Tiago Lacerda, para apresentação das ações da secretaria

Marden Couto

Flytour Viagens

Mili Santos

Pedro Davoli Neto e Renato Gonçalves, representantes do Universal Orlando Resort no Brasil, apresentado as novidades do complexo ao mercado mineiro

Divulgação Braztoa

Wagner Souza, Vinicius Chagas, Marcelo Ditlef, Rodrigo Okama

Marden Couto

João Rodrigo Coimbra e André Coimbra, diretores da WT Tours, durante convenção anual da operadora, em Ribeirão Preto


Edição 80  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you