Issuu on Google+

trovão quadrinhos apresenta:

GABRIEL O COMEÇO

K

4

Roteiro e Arte

OLÍMPIO LEME


gabriel

k

O começo (4)

Roteiro e Arte

olímpio

no capítulo anterior, gabriel venceu a luta contra a múmia utilizando o pássaro flamejante que saiu de sua mão. amon-rá vendo a energia que foi liberada do menino, se impressionou e estabeleceu contato, acalmando gabriel. o que eles não sabiam é que tudo estava sendo monitorado pelo doutor verneck, que ficou muito insatisfeito com o resultado da luta e já se prepara para uma nova ofensiva. com os ânimos mais calmos, amon-rá entende que é hora de explicar tudo ao jovem gabriel, a seu pai e a seu amigo cabeça. mas antes ele precisa mostrar algo a todos!


há muitas eras atrás, nossa raça saiu de muito longe para explorar outros planetas. com o objetivo de criar uma nova colônia, encontramos a terra: um lugar excelente para a existência de vida, e isto incluia a nossa. descobrimos que havia vida inteligente, e que viviam em sociedade. a eles demos o nome de khemianos, que em nossa língua significa: povo que vive da terra negra, pois era a cor da terra que cultivavam.

estávamos anciosos para encontrá-los no intúito de fazermos amizade. e assim nos aproximamos...


... e assim fizemos. em nosso mundo há muito tempo abolimos as lutas e as guerras, por serem coisas que nunca nos levaram a nada e sempre atrapalharam nossa evolução como povo. entendíamos que somente a união de todos levava ao progresso de nossa sociedade. ficamos muito felizes quando descobrimos que nossos novos amigos, apesar das diferenças, eram muito parecidos conosco. eram pacíficos, e por isso resolvemos partilhar nossos conhecimentos.


nós os ajudamos a reorientar o caminho de seu rio, para favorecer suas plantações.

ptah era nosso líder, e nos deu a ordem de adaptar nossa

... ensinando-os a produzir e a viver

tecnologia

melhor. com isso também aprendemos

às

necessidades

sobre seu modo de vida e seu planeta.

dos nativos...

sem que notássemos, havia um entre nós que trabalhava em segredo para buscar poder para si. mergulhados em nossa inocência, não desconfiamos da maldade de seth. ele visava criar desordem para conseguir o que queria.

longe de nosso mundo, seu desejo era dominar este e se tornar um deus-rei. e para isso seth precisava influenciar os nativos.


seth e

procurou

colocou

em

barramuds,

seu

coração

o

líder

dúvidas

a

nativo respeito

de nossa aliança. disse que após realizar tudo o que dizia, ptah os transformaria em escravos.

não sabemos tudo o que foi dito, mas foi o suficiente para que o chefe da tribo passasse a odiar ptah e quisesse tirar satisfações a respeito.

conversando com outros, o chefe acabou passando a todos o medo e a raiva que sentia de nós.

o que aconteceu depois foi que barramuds, o chefe da tribo, encarou ptah junto com o povo. acuado, ptah não sabia o que fazer. o medo e a mentira já haviam feito estrago. de longe, observando, estava seth, rindo sozinho e se vangloriando de seu feito.


sentindo-se

ameaçado,

barramuds

avançou

sobre ptah, para lutar com ele. o que o chefe não sabia, era que apesar de pacíficos...

ao menor sinal de perigo, robôs de guerra eram ativados para nos proteger. em nome da sobrevivência de ptah, muitas pessoas morreram naquele dia.

foi o bastante para revoltar toda a população. com raiva, tudo que foi construído pelos nativos...

... foi destruído no mesmo dia. a cidade ardeu em chamas: estátuas, prédios, casas. quase nada sobrou para contar a história.

ptah ficou desolado. tudo que ele havia feito tinha sido destruído. nem sekmet, sua esposa, conseguiu convencê-lo a não assumir a culpa pelo que aconteceu.


o que eles não sabiam era que a revolta dos nativos era apenas o começo. algo muito maior aconteceria. então, da sacada do templo eles descobriram o que seth havia tramado.

na verdade a revolta não passava de uma distração. o que deu tempo para ele construir um exército para dominar o planeta e seus irmãos.

do alto de um morro estava seth, avançando com seu exército de bio-máquinas. atordoado, pois há muitos séculos um conflito não ocorria com seu povo, ptah só pôde observar aquela cena horrível.


muito bem, caros leitores. aqui começamos a entender a origem de amonrá, e como ele veio parar na terra. seth não desistirá de dominar o mundo e nosso herói terá que surgir para impedílo! não percam as próximas edições, pois muita emoção ainda está por vir!

continua...


WWW.TROVAOQUADRINHOS.BLOGSPOT.COM


Gabriel K - o começo 04