Issuu on Google+

Ano I

Fotos Jader Paes

Belém,24 a 30 de abril de 2010

Edição 32 Preço R$ 1,00

20 municípios ainda podem trocar de prefeitos no Pará

O cenário eleitoral no Pará pode mudar a qualquer momento. Em dois municípios o Tribunal Regional Eleitoral já confirmou novas eleições para acontecer até junho deste ano, e outros 27 municípios estão na corda bamba, aguardando decisões que podem fazer com que os vice-prefeitos assumam as cadeiras. Leia na página 11

Fotos Alessandra Serrão

Fotos Alessandra Serrão

CELEBRIDADES Priscila ainda mais sensual na internet A ex-BBB Priscila Pires fez poses sensuais para um vídeo caseiro que foi parar na internet para alegria dos fãs.

20

ATUALIDADES Vacina contra a gripe para os idosos Começa no dia 24 a vacina contra gripe comum para os idosos.

6

CIDADES 11 municípios em emergência no Pará Marabá, Tucuruí e outros 9 municípios em situação crítica pelas chuvas.

9

Emaús transforma lixo em cidadania Jogadores do Pará de olho na Copa Junto com outros órgãos a República de Emaús ensina jovens a consertar computadores que iriam para o lixo, uma lição de meio ambiente e cidadania. Página 5

Os jogadores paraenses também tem suas preferências para a Copa do Mundo e opinam sem medo sobre convocações e outros temas. Página 21

Fale com a gente: (91) 3276-2308 tribunadopara@gmail.com tribunadopara.comercial@gmail.com adm. tribunadopara@gmail.com

CULTURA O ritmo do forró contagiou Belém Casas especializadas em forró surgem aos montes na capital paraense.

17


2

Opinião

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Editorial A chuva não dá uma trégua em vários Estados brasileiros. Depois de Santa Catarina no início do ano, foi a vez de São Paulo e, agora, a força da chuva atingiu Rio de Janeiro e Salvador. As mortes somam mais de 400 nesse período. E o desespero é incontável para milhares de famílias que perderam não apenas familiares, mas a dignidade ao ficar, de uma hora para a outra, sem casa, sem teto, sem comida, sem perspectiva. O auxílio-moradia que os governos decidiram pagar às

vítimas das enchentes, deslizamentos e tempestades, é de apenas R$ 400. Em Niterói, os abrigos começaram com mais de 200 voluntários e hoje estão somente com 50. Até a atriz Sônia Braga se solidarizou com quem hoje não tem nem mesmo sentido de viver, depois de perder todos os membros da família. O fato é que os governos não têm plano de contingência para grandes tragédias. O Brasil não está se quer preparado para atender vítimas de chuvas. A Defesa Civil do Pará, por exemplo, ainda nem

conseguiu pagar as cestas básicas, medicamentos e colchões que foram adquiridos para quem ficou desabrigado com as enchentes dos rios no inverno do ano passado. As águas de rios como o Tocantins voltaram a subir. Em vários municípios do Pará já há desabrigados que contam com quase nenhum apoio do poder público. Nem é de se estranhar, porque seja cheia ou estiagem, a Amazônia continua uma região esquecida por todos.

CARTAS Mudanças para pior A governadora Ana Júlia Carepa (PT) vai tentar a reeleição em outubro, nas urnas, para um governo sem projeto e sem obras, eleito com um discurso que pregava mudanças. No poder, as mudanças de fato vieram, mas para pior. Não há em Belém, na capital paraense, por exemplo, uma única obra que Ana Júlia possa chamar de sua. A não ser que Ana Júlia considere – e inaugurou com pompa e circunstância, com direito a placa, pouco mais de quatro meses após tomar posse no cargo – o Hangar, Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, como obra de seu governo. O arquiteto Paulo Chaves Fernandes, secretário de Cultura dos governos tucanos Almir Gabriel e Simão Jatene, projetou e construiu o Hangar e, nele, o governo Jatene investiu R$ 100 milhões. O governo Ana Júlia gastou no Hangar R$ 5 milhões e olhe lá. A verdade, verdadeira, é que em mais de mil dias de governo, Ana Júlia e sua turma não mostraram a que vieram. Como diria um certo jornalista, no alto de sua sabedoria sexagenária: “Não sei por que vocês ficam cobrando tanta coisa da Ana Júlia. Ela dizia na televisão durante a campanha que queria ser a primeira mulher a governar o Pará. E nada mais do que isso. Nem prometeu trabalhar”, sentencia. De fato. Lucas Gabriel C Nogueira Profissão: Blogueiro Contato 32414257/88744659 Pará sem Turismo Estive no Pará uns dias atrás e cada vez que eu visito esse Estado percebo o quanto ele é lindo. Todas aquelas belezas naturais, como rios, florestas e, o mais importante, a simpatia do povo paraense me cativa ainda mais. Uma pena que esse lado tão lindo e rico do Estado não se sustente sozinho, porque não vi nenhuma iniciativa governamental que explore o turismo para o Pará. Pois, se essas riquezas naturais falam por si, imagine se recebesse algum recurso ou iniciativa do Governo? Fiquei sabendo que o órgão do Turismo está sucateado e sem condições de desenvolver políticas de divulgação Cleber Tavares Curitiba – PR SOS para o Açaí Minha nossa, é um absurdo o encarecimento que estão fazendo com o preço do açaí, como eu li no jornal. Eu me lembro, uns anos atrás, como o açaí era baratinho. Com apenas um real era possível você comprar um litro de açaí e fazer com que toda a família se deliciasse com o produto. Mas agora as coisas mudaram, porque tem lugar que o preço do açaí médio está custando treze a quinze reais. Assim fica difícil para os paraenses comprarem e manterem a tradição de tomarem o açaí na hora do almoço. Esse negócio de exportar o açaí e encarecer o produto é como se tirassem ele de nós. Joana Silva Rua do Uma Telégrafo. Buracos na Independência A avenida Independência está totalmente esburacada e oferecendo riscos aos motoristas que precisam usar aquela via. Não consigo acreditar que uma avenida tão importante para a Região Metropolitana de Belém não receba o mínimo de manutenção pelo governo do Estado. Aliás, vamos ser justos que não existe nada pior do que a pavimentação de entra ano e sai ano, só faz amentar. Thiago da Luz Travessa dos Trabalhadores Ananindeua-PA

Hospital Barros Barreto inaugura novos espaços O Hospital Universitário João de Barros Barreto (HUJBB) inaugurou duas novas alas do setor de Pneumologia, novas salas de isolamento da Pediatria e as obras de climatização do refeitório. Só na Pneumologia, são 47 novos leitos, incluindo quatro em áreas de isolamento para doenças mais graves, sendo que dois deles possuem equipamentos para isolamento de pacientes com Gripe Aviária. O Setor Leste do quarto andar ganhou uma nova ala masculina da Pneumologia, que recebeu o nome de “Doutor Antônio Lobão”, pneumologista e primeiro diretor do HUJBB, e outra feminina, que se chama “Enfermeira Maria das Neves Vales”, profissional já aposentada da universidade e

tida como uma das pioneiras e mais importantes enfermeiras do hospital. Além das enfermarias e da sala de isolamento, a Pneumologia também ganhou uma nova sala de utilidades (DML) e salas de apoio. O Setor Oeste do andar também será reformado em breve. “Temos a capacidade de manter 328 pacientes internados e 50% dessas vagas são, geralmente, preenchidas por pacientes de Belém, 40% por pacientes do interior do Estado e 10% de pessoas oriundas de outros Estados da Amazônia. A reintegração desses leitos ao Sistema Único de Saúde (SUS) é extremamente significativa para o Pará e para a região, especialmente nas áreas em que somos

referência regional e nacional, como é o caso da Pneumologia”, disse Eduardo Leitão, diretor do hospital Barros Barreto. Além dos investimentos da própria UFPA, o diretor também lembrou a importância da capita lização de investimentos de outros órgãos. Recentemente, a universidade conquistou 17,5 milhões de reais do Poder Legislativo Federal e também está negociando apoio financeiro do Banco Mundial. “A história da UFPA é indissociável da história do Barros Barreto. Os investimentos no hospital são essenciais e estratégicos para o desenvolvimento humano no Pará”, disse o reitor Carlos Maneschy durante a inaguração das alas, no último dia 19.

EXPEDIENTE Tribuna do Pará é uma publicação semanal Editado por SGP Comunicações e Serviços Ltda. CNPJ: 10955840/0001 - 61 Diretor Executivo: Márcio Barros Diretor Geral: Gustavo Bento Diretor Administrativo: Leandro Rocha Edição: Cléo Soares e Micheline Ferreira Endereço: Trav. Lomas Valentina, nº 1502 - Marco CEP: 66.087-440 Fale com a gente: (91) 3276.2308 tribunadopara.comercial@gmail.com

E-mail: tribunadopara@gmail.com Blog: www.tribuna-do-para.blogspot.com Reportagens: Graziella Mendonça e Alexandre Cunha Colaboradores: Victor Hugo Salgado Fotos: Jader Paes Diagramação: Arthur Costa Projeto Gráfico: José Menezes Junior Mande suas sugestões de pautas para nossa Redação!


Cidades

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

TRIBUNA LIVRE Desperdício O Tribunal Regional Eleitoral do Pará gastou R$ 200 mil com as eleições de Mojuí dos Campos, que foi adiada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e programada apenas para 2012, e a de Santarém, que custou R$ 500 mil. Em 2010, o TRE gastou R$ 700 mil e não fez vingar nenhum dos pleitos. Dinheiro público que foi pelo ralo.   Dívida A Polícia Militar está devendo em apenas um posto de combustível R$ 1,2 milhão. A dívida virou uma verdadeira bola de neve e o novo comandante geral, coronel Leitão, já não sabe a quem apelar para quitar o débito.

Maior reservatório de água potável está no Pará Geólogos da UFPA descobrem que o aquífero Alter do Chão, no Oeste do Pará, é a reserva com o maior volume de água potável do mundo. Um grupo de pesquisadores da Universidade Federal do Pará (UFPA) apresentou um estudo que aponta o Aquífero Alter do Chão como o de maior volume de água potável do mundo. A reserva subterrânea está localizada sob os estados do Amazonas, Pará e Amapá e tem volume de 86 mil km³ de água doce, o que seria suficiente para abastecer a população mundial em cerca de 100 vezes, segundo a pesquisa. Um novo levantamento de campo deve ser feito na região para avaliar a possibilidade de o aquífero ser ainda maior do que o calculado inicial-

mente pelos geólogos. Em termos comparativos, a reserva Alter do Chão tem quase o dobro do volume de água potável que o Aquífero Guarani com 45 mil km³ de volume -, até então considerado o maior do país e que passa pela Argentina, Paraguai e Uruguai. “Os estudos que temos são preliminares, mas há indicativos suficientes para dizer que se trata do maior aquífero do mundo, já que está sob a maior bacia hidrográfica do mundo, que é a do Amazonas/ Solimões. O que nos resta agora é convencer toda a cadeia científica do que estamos falando”,

disse Milton Matta, geólogo da UFPA. O Aquífero Alter do Chão deve ter o nome mudado por ser homônimo de um dos principais pontos turísticos do Pará, o que costuma provocar enganos sobre a localização da reserva de água. “Estamos propondo que passe a se chamar Aquífero Grande Amazônia e assim teria uma visibilidade comercial mais interessante”, disse Matta, que coordenou a pesquisa e agora busca investimento para concluir a segunda etapa do estudo no Banco Mundial e outros patrocinadores científicos.

Investigação A PM, aliás, está sendo alvo de uma grandiosa investigação pela Promotoria Militar sobre desvio de combustível. O valor do desvio ultrapassa R$ 3 milhões, de comandos passados, que datam de 2006. Tratamento E mais PM. O tratamento médico em São Paulo, pago pela Polícia Militar ao ex-comandante, coronel Dário, na luta contra um câncer, já está em R$ 300 mil. O Serviço Social da PM nunca custeou um valor tão alto como esse apenas para um oficial. Conversa O dia 19 de abril foi marcado por um encontro há muito esperado. Finalmente Jader Barbalho, o cacique peemedebista, sentou frente a frente com a governadora Ana Júlia para tratar de eleição 2010. A frase mais repetida pela assessoria que está com a governadora desde 2007 foi a seguinte: que falta faz o Charles Alcântara, ex-chefe da Casa Civil, que foi expulso do Palácio dos Despachos pelos chamados irmãos Metralha, Marcílio e Maurílio Monteiro. Os dois eram radicalmente contra os afagos dados por Charles ao PMDB. Caos O município de Breves decretou situação de emergência pelo colapso no sistema de abastecimento de água. Mais de cinco mil pessoas não estão sendo atendidas e o déficit se deve à precariedade dos serviços prestados pela nossa gloriosa, salve salve, Cosanpa. Atraso Um exemplo do atraso tecnológico do Pará é o lançamento em Rio e São Paulo da televisão em três dimensões e do Ipad, enquanto que para o Estado não há nem mesmo previsão de que esses equipamentos sejam comercializados nos próximos meses, nas lojas especializadas.

PINGA FOGO Apesar de todos os esforços dos emissários da governadora do Estado, tudo caminha no sentido de que haverá dois palanques em favor de Dilma Rousseff no Pará. Nada como a terceira via. A juíza Graça Alfaia, da Vara de Crimes contra a Criança e Adolescente, vai apresentar projeto ao presidente do Tribunal de Justiça do Estado, desembargador Romulo Nunes, para criação de uma vara específica para crimes contra a dignidade sexual de menores.

Localização O reservatório tem capacidade para abastecer 100 vezes a população mundial.

O deputado federal Wladimir Costa (PMDB) é agora empresário do ramo de motéis. Está investindo em um imóvel do gênero no bairro da Terra Firme.

O volume de água do aquífero é de 86 mil km³.

As chuvas fortes vão continuar castigando municípios paraenses. As enxurradas estão previstas para os próximos 10 dias em Belém, Parauapebas, Itaituba, Eldorado dos Carajás, Tucuruí, Marabá, Medicilândia, Novo Progresso e Peixe-Boi.

A água potável descoberta está no subsolo de Estados como Pará, Amazonas e Amapá.

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará está com diárias atrasadas desde o revellion de 2008 para mais de 60 praças. Há diárias que não foram quitadas do Fórum Social Mundial, mais Operações Enchente e Verão 2009.


4

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Cidades

Pai Muzuê - Aquele que tudo sabe e que tudo vê PERFIL - Pai Muzuê, na verdade, é a identidade umbandista de Leovegildo Aragão da Silva, um senhor distinto de 69 anos, que nasceu em Pinheiro, se mudou para Santa Inês aos 12 anos, comeu muita poeira na estrada até chegar a Caxias, mas teve de partir com malas e cuias para Codó, aos 24 anos. Desde então, ali se estabeleceu com um bem sucedido Paide-Santo, tendo um dos maiores e mais bem frequentados terreiros de macumba do Brasil. Tem cursos de pós-gradu­ ação, especialização e até mestrado em Defesa contra as Artes das Trevas, mas sabe como ninguém bater um tambor e mandingar para os mais chegados. Na sua enorme lista de celebridades constam maranhenses igualmente famosos, como José Sarney, Alcione, Gonçalves Dias, Antonio Lemos, Zeca Baleiro e quase todos os emergentes que aparecem na telinha da Globo. Seu forte é matar políticos. Tancredo Neves e Ulysses Guimarães são exemplos disso. Quando não mata, no mínimo faz perder o mandato. E aí, a lista é enorme. Começou com Collor de Mello. Intelectualizado, Pai Muzuê agora escreve com exclusividade, toda semana, para o jornal Tribuna do Pará. E avisa: quem for podre, que se quebre!

Curtas do Pai Gente maldosa Ninguém precisa atirar pedra na equipe da governadora Ana Júlia pra deixar todo mundo atordoado. É a natureza deles. Depois de tanto investimento na moça da cobra, aquela que falei aqui na semana passada, que adora dar festa na floresta, a governadora deu ouvidos às más línguas e voltou atrás. Demitiu a assessora especial que havia se juntado aos outros 1.999 assessores contratados. Pensa que a moça ficou chorando? Nadinha, ela no máximo vai tirar a roupa de novo! Tô cuidando Apesar de tentar buscar o apoio dos nomes experientes do PT nesse momento de reta final de negociações para fechar alianças, a governadora não consegue largar de vez as influências causadoras da discórdia, como o Puty e os irmãos Monteiro. Fontes de pertinho tentam justificar, dizendo que Ana Júlia precisa cuidar dessas pessoas. Os Monteiro porque um é pais de seus filhos, e outro é seu ex-melhor cunhado. Só o Puty é que essas fontes não sabem muito bem o motivo de tanto cuidado.

PIADA É AQUI CONSELHO DE VETERINÁRIO O veterinário atende o telefone no meio da madrugada e ouve uma voz aflita do outro lado da linha: Doutor, é a minha cachorrinha! - começa a senhora com a respiração ofegante. - Um vira-lata entrou no meu quintal e subiu em cima dela. Como eu faço para separá-los? - A senhora faz o seguinte - explicou o veterinário sem disfarçar o mau humor - coloque-os perto do aparelho telefônico, vai até o orelhão mais próximo e disca para a sua casa. Quando ouvirem o telefone tocar, eles irão se separar! - O senhor acha que isso realmente funciona? - Perguntou a mulher incrédula. - Bem, pelo menos comigo funcionou! O AFOGADO O cara morreu afogado e foi reclamar com o anjo. “Égua, alagou tudo, foi uma tempestade repentina, não escapou nem o cachorro”, disse ele. Um ancião barbudo do lado disse: “Não esquenta não, foi só uma goteira”. Contrariado, ele continuou. “Foi toda a minha família, gato, cachorro, papagaio, até minha sogra. Não tem nem com quem brigar”. E o barbudo: “Pára de choramingar, isso não é nada, já teve coisa pior, isso passa, descansa, vai”. O cara, “P da vida”, perguntou: “Quem é esse coroa aí?” O anjo respondeu: Não liga não, esse é o Noé...” Enviada por: Raimundo Ferreira TRÊS DESEJOS Três homens, cansados de tanto andar no deserto por três dias, acharam uma lâmpada e esfregaram. O gênio saiu e foi logo dizendo: Como tem três, cada tem direito a um pedido,pensem bem no que vão pedir”. “Quero três apartamentos na Vieira Souto, cobertura em Botafogo e três milhões na conta” disse o carioca. E lá foi ele. “Quero um casarão na Avenida Paulista, cinco limusines, cobertura na marginal Pinheiros e dez milhões na minha conta”,disse o paulista, desaparecendo em seguida. E, na vez do terceiro, ele disse: “Estou com saudade dos meus amigos, meu desejo é que o senhor traga eles de volta pra cá”. Enviada por: Raimundo Ferreira Conte sua piada aqui! Você tem uma piada boa para contar? Mande para o jornal Tribuna do Pará. Ela será publicada neste espaço, com o crédito de quem nos enviou. O endereço de e-mail é tribunadopara@gmail.com

Cruzadinha

Mundo virado Embora eu não seja preconceituoso, mas já to achando demais esse tanto de gente virando a casaca, ou como dizem por ai, “saindo do armário” depois de um certo tempo de vida camuflada. É político, é médico, é empresário...O que será que está havendo? Será muita decepção com as mulheres? Reafirmo a esses dissidentes que as mulheres são seres maravilhosos, e a espécie masculina só precisa parar de tentar entendê-las. Para isso nem precisa entrar no armário.

Tudo por uma aliança Como previ aqui junto com os guias, aconteceu o tão sonhado encontro entre a go­ vernadora do Pará e o cacique. Encontro sonhdo pelo PT, é bom dizer, porque para o cacique ainda poderia se passar mais alguns das de jogo duro pré-eleitoral, afinal, quem está em maus lençóis é a turma do governo. Tanto que a governadora resolveu ouvir conselhos dos mais velhos nesse ramo das negociações políticas e mudou de companhia para o encontro. Resolveu se agarrar ao companheiro Paulo Rocha com unhas e dentes. Parece que, para a missão árdua de conversar sobre os rumos das próximas eleições, a governadora deixou um pouco de lado sua mala, digo, seu carma, digo, o Puty, que até hoje anda aumentando a já natural discórdia entre os próprios membros do PT. Pois bem, tem outro detalhe que chama a atenção. A governadora é que foi visitar o cacique. Deslocou-se até a sua sa casa. Quer gesto maior de humildade? Deixar a formalidade palaciana e bater à porta de Jader Barballho para pedir apoio. Foi isso que Ana Júlia fez. Pediu pela manutenção de uma aliança com o PMBD que, para a eleição passada, o PT só cumpriu em parte e nos primeeirros dias de governo. E, mesmo onde a aliança ocorreu, o convívio da dupla de partidos foi desastroso. Basta lembrar as confusões na Sespa. Ou as maracutaias investigadas até hoje no Detran, ou ainda a Sepof e a Paratur esvaziadas de qualquer recurso. Onde não foi presente de grego do PT ao PMDB, a convivência teve momentos tão ruins que nem um bom terabalho desfaz. Mas eleição é sempre eleição, e dor de barriga, já se dizia em Codó, é doença que nunca da só uma vez. Nem é preciso agora dizer os próximos passos dessa negociação. Ou é?


Cidades

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Emaús recicla computadores e capacita jovens

Antes da prática os jovens passam por cursos de qualificação. Os computadores recondicionados vão para instituições assistenciais

em que trabalha o lado social e o meio ambiente. “O curso possibilita que jovens de áreas de risco social se profissionalizem para o mercado de trabalho, e, ao mesmo tempo, com a atividade evitamos o descarte destes computadores

no solo, o que prejudica o meio ambiente de várias formas, como a poluição dos lençóis freáticos”, explica Rodrigues. Natalina Santos, 20 anos, é uma das alunas do curso, e comemora a oportunidade de aprender mais

sobre computadores. “É muito bom poder me qualificar não só como profissional, mas como cidadã, pois o projeto também nos mostra a importância de ter responsabilidade social e ambiental”, afirma a aluna.

A coordenação de Emaús tem dados de jovens que conseguiram vaga em grandes empresas e outros que abriram o próprio negócio

A coordenadora ressalta que o recondicionamento de materiais é benéfico para o meio ambiente. “Tem muitos objetos que ainda vão parar nos canais, nas ruas, como

carcaças de geladeiras, móveis, e isso tudo pode ser recondicionado”, garante Graça. Segundo ela, a solidariedade também é um grande mote no

Emaús. “Costumo dizer que o consumismo acumula muito lixo. Já quando este material é reaproveitado, ele pode ser usado por uma família que precise”, finaliza.

Foto: Alessandra Serrão

Movimento trabalha a cidadania entre os jovens Graça Trapassos, coordenadora executiva do Movimento República de Emaús, lembra que já foram realizados outros projetos nesse sentido. “Já tivemos cursos de movelaria, eletro-eletrônica, eletricidade. Qualificamos muitos jovens para o mercado de trabalhando, aliado à preocupação com o meio ambiente”, observa. De acordo com Graça, os frutos colhidos tem sido gratificantes. “Já soubemos de ex-alunos que se uniram e montaram um negócio, ou foram contratados por grandes empresas. Isso é muito bom”, ressalta. Segundo Graça, qualificar os jovens é um grande desafio. “Um de nossos grandes objetivos é tirar as crianças e jovens do trabalho de rua, que atrapalha sua vida escolar e o acesso aos direitos básicos. Para isso, oferecemos cursos de qualificação”, avalia. Nos cursos, os jovens também recebem orientações sobre cidadania. “O objetivo é que eles fiquem cientes de seus direitos e entendam a realidade em que se encontram”, ressalta Graça.

Conheça o Movimento Fotos: Alessandra Serrão

Imagine um computador antigo, já sem uso e cheio de pro-blemas. Seu destino é o descarte, certo? Errado. Prova disso é o Projeto de Recondicionamento de Computadores, realizado por meio de parceria entre o Movimento República de Emaús, a Secretaria de Estado de Desenvolvimento, Ciência e Tecnologia (Sedect) e o Ministério do Planejamento. Atualmente, 60 alunos aprendem as técnicas para renovar os equipamentos. As atividades ocorrem na unidade do Emaús do bairro do Benguí, onde está localizado o Centro de Recondicionamento de Computadores. Antes de colocar a “mão na massa”, os alunos participam de uma preparação, com noções de matemática, eletricidade e outras disciplinas. De acordo com Adalberto Rodrigues, coordenador do curso, eles trabalham para transformar aparelhos já desgastados em novos, que serão doados para infocentros, bibliotecas de escolas, entidades sociais. Ao final do curso, todos os alunos recebem certificado. Para o coordenador, o curso possui um duplo viés, na medida

5

O Movimento República de Emaús surgiu em Belém em 1970 com um grupo de jovens e o padre Bruno Sechi. Reunia meninos que vendiam frutas e sacolas no mercado do Ver-O-Peso, não estudavam, eram perseguidos, tratados como marginais. Hoje, o Movimento de Emaús desenvolve seu trabalho por meio de frentes de trabalho. São elas: Cedeca-Emaús, República do Pequeno Vendedor, Cidade de Emaús, Campanha de Emaús e Programa Sócio-Solidário (Prossol). É uma associação civil, sem fins lucrativos e de utilidade pública. Todo o trabalho do Emaús é feito com doações e trabalhadores voluntários. A metodologia de ação do Movimento de Emaús é executada por meio de várias estratégias: há o atendimento direto, centralizado em suas três sedes nos bairros do Bengui, Jurunas e Umarizal. Há ações descentralizadas em empresas, outras ONG´s, em escolas e em outros municípios do Pará. E, por fim, há a atuação política e de mobilização, que abrange estratégias e ações municipais, estaduais, nacionais e internacionais.

Você sabia? Segundo dados do Greenpeace, por ano, são produzidos até 50 milhões de toneladas de lixo eletrônico no mundo inteiro. O problema deste tipo de lixo não é ocupar espaço: o grande perigo é que a maior parte dos aparelhos eletrônicos usa em sua fabricação metais tóxicos, como mercúrio, chumbo e cádmio. Quando um computador é descartado no solo, essas substâncias reagem com as águas da chuva e contaminam os afluentes e o próprio solo.


6

Cidades

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Caléndário de vacina para idosos é mantido no Pará O calendário de vacinação para os idosos terá o início mantido para o próximo dia 24 de abril contra a gripe sazonal, diferente das mudanças feitas pelo Ministério da Saúde (MS) para as regiões Sudeste, Nordeste e Centro-Oeste, onde a campanha para os idosos só vai começar no dia 8 de maio. A mudança nessas regiões ocorreu por conta de um atraso na entrega das doses por parte do Instituto Butantan, que produz as vacinas. Somente nas regiões Norte e Sul o calendário ficou inalterado. No caso da nova gripe provocada pelo H1N1, os idosos só tomarão a vacina se tiverem alguma doença crônica. Este grupo pode tomar a dose contra o H1N1 mas, nas três regiões onde houve mudanças, terá que voltar ao posto de saúde a partir do dia 8 para tomar a vacina contra a gripe sazonal. O idoso com doença crônica tem a opção também de deixar para tomar as duas doses a partir do dia 8. Segundo o Ministério, no balanço realizado até o último

A vacinação dos idosos acima de 60 anos vai começar no dia 24 de abril contra a gripe sazonal, e os portadores de doenças crônicas também receberão a vacina contra gripe A

dia 19 deste mês, 28,3 milhões de pessoas já haviam se vacinado contra a nova gripe. As metas para trabalhadores de saúde fora 100% atingidas, as-

sim como para as crianças entre seis meses e dois anos, que já estava com 86% de cobertura, sendo que a meta era de 85%. No entanto, somente 41%

do público-alvo do “Dia D” de vacinação – jovens entre 20 e 29 anos – tomaram a vacina. A cobertura em grávidas em todo o País estava em 54%; em doen-

tes crônicos, 56,2%. Segundo o secretário de Vigilância em Saúde, Gerson Penna, este último número deve aumentar com a vacinação de idosos.

Vacinação da Gripe A no Pará ocorreu na hora errada, diz especialista A imunização da população do Pará contra o vírus H1N1 não levou em consideração nenhum estudo relacionado a sazonalidade e ao fluxo de chuvas no Estado, segundo afirma o presidente da Sociedade Brasileira de Imunização (SBIm), o médico Renato Kfouri. Na sua avaliação, o Ministério da Saúde não detalhou estudos para executar uma campanha sem fal-

has, e isso acabou prejudicando o Pará, que deveria ter recebido as doses pelo menos três meses antes do inverno, muito antes da campanha nacional contra a gripe A acontecer. Ele ressalta que o mesmo período deveria ter sido observado para toda a região Norte do Brasil, mas em especial o Pará, que por ser mais populoso, acaba lide-

rando as estatísticas de casos e de mortes pela gripe pandêmica. Ele diz ainda que, mesmo não sendo possível, por conta da demora na aquisição das vacinas, realizar uma campanha na região Norte com muita antecedência, mas ainda assim era necessário que alguma antecipação fosse feita na região, de pelo menos um mês em relação às demais regiões, já que

o tempo necessário para a imunização após a vacina é, em média, de 21 dias. Renato Kfouri, que além de presi­dente da SBIm, também é neonatologista e um dos maiores nomes da América Latina quando o assunto é imunização, afirma que a sazonalidade, isto é, a questão do inverno, precisaria ser seguida à risca pelo MS. “Mas infe-

lizmente isso não ocorreu, e toda a população está sendo vacinada de uma só vez. Contudo, nas áreas onde o clima propicia o aumento de casos de gripe A, por exemplo, as pessoas deveriam ter sido vacinadas pelo menos no mês de janeiro, pois, como já disse, é preciso respeitar o tempo para garantir a imunização do organismo pela vacina”, reitera o médico.

Esamaz abre inscrições para mais de 900 vagas UFPA mantém as inscrições A Escola Superior da Amazônia (Esamaz) está com inscrições abertas para o vestibular do segundo semestre da instituição. Mais de 900 vagas estão sendo ofertadas em 13 cursos. As inscrições vão até o dia 19 de maio, e a prova acontece no domingo, 23 de maio, das 08 às 12 horas. Para este vestibular, as vagas são para os cursos de Administração, Biomedicina, Enfermagem, Farmácia, Fisioterapia, Licenciatura em Educação Física, Nutrição, Odontologia, Serviço Social, Terapia Ocupacional, Tecnólogo em Gestão Ambiental, Tecnólogo em Rede de Computadores e Psicologia. As vagas de cada curso podem ser conferidas no site da instituição (wwww.esamaz.com.br). Uma das novidades deste vestibular será a oportunidade que os pré-universitários terão para conhecer as unidades de ensino que a

Direção da Esamaz recebe candidatos

Pedro, onde funcionam as clínicas integradas, que abrangem serviços de saúde destinados à comunidade paraense”, explica Reinaldo. O diretor ressalta que a Esamaz estará de portas abertas para receber os candidatos para a visita. “Basta o candidato entrar em contato com uma de nossas unidades de ensino e agendar uma visita que pode ser acompanhada pelos responsáveis ou por um grupo de vários candidatos”, explica o diretor.

Esamaz mantém em Belém. Segundo o diretor de planejamento educacional, Reinaldo Williams Gonçalves, a iniciativa ajuda o pré-universitário a conhecer a estrutura que a instituição oferece. “Os candidatos interessados em prestar o vestibular podem conhecer as dependências das nossas quatro unidades de ensino, com destaque para o nosso campus na travessa São

Serviço As inscrições para o processo seletivo do segundo semestre da Esamaz acontecem de 19 de abril a 19 de maio, pelo site (www.esamaz. com.br) e nas unidades de ensino da Esamaz, ou pelo telefone (91) 3222-1317. A prova será realizada no dia 23 de maio, no horário de 08 h às 12 horas. A taxa de inscrição custa R$ 60 reais.

abertas para sobra de vagas Continuam abertas as inscrições para as quase mil vagas que sobraram no último vestibular da Universidade Federal do Pará (UFPA). As inscrições só podem ser feitas pela Internet, no site do Centro de Processos Seletivos (CEPS/UFPA). Ao todo, 972 vagas não preenchidas serão reofertadas para a disputa que deve ocorrer no dia 23 de maio. As inscrições para o certame prosseguem até às 23h do dia 3 de maio. As vagas de graduação disponíveis estão nos campi de Belém (95), Abaetetuba (99), Altamira (142), Bragança (66), Breves (100), Cametá (10), Castanhal (76), Marabá (344) e Soure (40). As provas serão aplicadas em todos os campi onde há vagas, com exceção de Cametá. Os candidatos às vagas

deste Campus deverão realizar a prova em Abaetetuba.   A prova do PSE constará de 40 questões de múltipla escolha, sendo cinco de cada disciplina (Língua Portuguesa, Literatura, Geografia, História, Biologia, Química, Física e Matemática), além de uma redação. Os candidatos aos cursos de Ciências da Arte (Artes Visuais, Dança, Música e Teatro), ofertados apenas no Campus da capital, deverão prestar exame de habilidades no dia 16 de maio.   Para quem solicitou isenção da taxa para o novo vestibular, o resultado das análises com os resultados de quem recebeu deferimento das isenções será divulgado a partir do dia 29 de abril.


Cidades

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

7

Castanha-do-pará é arma contra o envelhecimento Além de produto paraense tipo exportação, a castanha-dopará também é amiga da beleza feminina. A alta concentração de selênio do fruto reduz a quanti­ dade de radicais livres do organismo, responsável pelo envelhecimento precoce da pele, e de quebra ainda reduz a incidência de câncer, colesterol, doenças do coração e doenças neurodegenerativas. Pesquisas recentes in­ dicam que comer uma castanha por dia pode ser um poderoso suplemento alimentar, graças à alta concentração de selênio, o mineral antioxidante que pro­ tege o organismo dos efeitos dos radicais livres. O estudo foi feito pela Universidade de Otago, na Nova Zelândia, e comprova que a ingestão diária de duas castan­ has-do-pará pode elevar em 65% a quantidade de selênio na cor­ rente sanguínea. Outro levantamento recente sobre a castanha-do-pará feito pelo Laboratório de Minerais da Universidade de São Paulo (USP), e recomenda o consumo de 55 microgramas de selênio por dia, a mesma recomendação inter­ nacionail - RDA (Recommended Dietary Allowances), que é de 55 a 70 microgramas diárias. Cada unidade de castanha-dopará possui aproximadamente 59 microgramas de selênio, o que sugere que o consumo de uma castanha por dia atenderia a exigências diárias desse impor­ tante mineral. Outras informações do estudo

A alta taxa de selênio contida na castanha-do-pará combate os radicais livres,, responsáveis pelo envelhecimento precoce da pele

apontam que o fruto é capaz de prevenir e reduzir a incidência de câncer, colesterol, doenças do co­ ração e neurodegenerativas, como Parkinson e Alzheimer, além de fortalecer o sistema imunológico. Embora não tenha a preferên­ cia na dieta alimentar dos brasileiros, o consumo da castanha-

Derivados da castanha-do-pará romperam as fronteiras do Brasil Apesar da baixa popularidade no cardápio do paraense, os alimentos orgânicos à base da castanha-do-pará, como azeite extravirgem e creme de casta­ nha, já ultrapassaram as frontei­ ras e estão expostos em gôndo­ las de supermercados de países como França e Itália. Os produ­ tos também podem ser adquiri­ dos pela internet em lojas on line de venda de alimentos pela rede e nas principais lojas de produtos orgânicos espalhadas pelo Brasil. Um dos destaques da linha de orgânicos de castanha-do-pará é o azeite extravirgem, que não sofre nenhum tratamento tér­ mico e tem índice baixíssimo de acidez: 0,4%. Já o creme de castanha tem a vantagem do colesterol zero, e é considera­ do a “geléia-real” da castanha, por ser ainda rica em ômega 6, ômega 9 e antioxidantes. Outros processos também são aplicados para reduzir o alto índice calórico da castanha. O produto granulado, por exem­ plo, é produzido após a extra­

Azeite extavirgem é a principal novidade

ção parcial dos óleos, quando a castanha-do-pará é prensada a frio, ficando parcialmente de­ sengordurada e com menor teor de lipídeos.

do-pará ganha força apenas nas festas de fim de ano, mas seu con­ sumo diário deve ser estimulado, devido à riqueza nutricional que oferece, segundo explica a nutri­ cionista paraense Olga Parente. Ela diz que, embora seja calórica, a alta concentração de selênio do fruto faz com que apenas uma

castanha por dia seja o suficiente para preservar a saúde. “Claro que não se deve abusar e comer em excesso, mas a castanha é um componente orgânico im­ portante entre os chamados ali­ mentos funcionais, que agem na proteção do organismo”, explica a nutricionista.

Ela reconhece que a populari­ dade da castanha-do-pará não é tão alta no cardápio, nem mesmo do paraense. Tirando a forma in natura da castanha, poucas são as indústrias que trabalham no be­neficiamento do fruto no Pará. Uma das empresas que apos­ tou no produto, a Ouro Verde Amazônia, tem sua base no mu­ nicípio de Alta Flosta, no estado do Mato Grosso, e ano passado foi adquirida pelo Grupo Orsa, que tem a base operacional em Monte Dourado, no Pará, e fechou uma parceria com as comunidades ex­ trativistas de castanha para que o comércio do fruto seja mais justo com as comunidades que vivem do extrativismo. A partir de pesquisas sobre produtos derivados, da castanha desenvolvidas em parceria com a Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz da USP (Esalq/USP), a Ouro Verde Amazônia investiu em um linha de produtos orgâni­ cos à base de castanha-do-pará, como azeite extravirgem, creme de castanha, geleia-real, granu­ lado de castanha e, como não poderia deixar de ser, a castanha inteira, sem casca e sem misturas. Os produtos são certificados pela Ecocert Brasil, e são todos orgânicos e livres de agrotóxicos, o que, segundo a nutricionista Olga Parente, garante um ele­ vado teor de proteínas, devido ao seu perfil de aminoácidos e o alto índice de ácidos graxos de origem vegetal (ômega 6 e 9). “É uma alimento mais natural”, diz.

11 municípios castigados pelas chuvas As chuvas fortes que já atin­ gem o Sul e Sudeste do Brasil passaram a ficar mais intensas na região Norte, e o Pará já está em situação crítica, com 11 mu­ nicípios atingidos pelas águas, sendo que três deles já decre­ taram situação de emergência. Até o último dia 21, 5.020 pes­ soas já estavam desalojadas e 2.595 desabrigadas, de acordo com a Defesa Civil do estado.  O major Marcos Victor Norat, coordenador da Defesa Civil do Pará, o órgão ainda está avali­ ando a situação dos três mu­ nicípios que declararam situa­ ção de emergência e caso seja necessário, será solicitado o apoio do governo do estado e até do governo federal, se for o caso. “Os municípios ainda es­ tão com capacidade de respos­ ta e por isso não foram pedidas doações ou ajudas financeiras”, afirmou Norat. Há cerca de 20 dias o Pará vem sofrendo com a intensificação das chuvas. As cidades com os maiores volumes de chuva foram Marabá, Parauapebas, Tucuruí, Soure e Salinópolis, mas a pre­ visão é de que a chuva continue

Em Marabá, na parte baixa da cidade, dezenas de famílias já estão desalojadas

nesses locais nos próximos dias. “As pessoas que vivem em áreas alagadas foram para a casa de amigos e parentes ou abrigos da prefeitura. As escolas, o co­ mércio e o fornecimento de en­ ergia continuam funcionando normalmente nos municípios. O problema está em algumas es­ tradas do sul e sudeste do Pará, que foram interrompidas por falta de condições de tráfego”, explica o major Norat. No Pará o aumento de chuvas é normal entre fevereiro e abril,

no entanto, a média do volume no período vai ultrapassar as médias históricas, segundo in­ formações do Instituto Nacio­ nal de Meteorologia (Inmet) em Belém. Para o coordenador do Inmet estadual, José Raimundo Abreu, a explicação pode estar no fato de que “no mês de mar­ ço choveu abaixo do esperado em consequência do El Niño e por isso as nuvens não tiveram uma conversão normal, o que foi compensado no aumento de chuvas em abril”, informou.


8

Segurança

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Quase dois mil presos superlotam delegacias do Pará

São 1.838 detentos provisórios nas delegacias de todo o Estado, dos quais cerca de 500 apenas nas unidades da capital, o que aumenta muito o risco de rebeliões porque não há vagas suficientes no sistema penal.

As delegacias de polícia do Pará estão superlotadas. Presos que esperam por transferên­ cia para os presídios e ocupam as celas das seccionais por um longo tempo, agravando ainda mais essa situação. Só em dele­ gacias, fora dos presídios, o Pará tem hoje 1.838 presos, dos quais 488 estão em delegacias da Polícia Civil da Grande Belém e outros 1.350 presos em dez superintendências regionais e dele­gacias do interior. Só na grande Belém, os 488 detentos

ocupam 10 seccionais, 14 dele­ gacias e três divisões especiali­ zadas em Belém, Ananindeua, Marituba, Benevides e Santa Bár­ bara, uma média de 18 presos por cada uma dessas unidades. Com a superlotação, o risco de rebeliões aumenta. O problema da superlotação em delegacias do Pará já foi apontado em pesquisa interna­ cional realizada pela organização não governamental Altus Global Aliance, da Inglaterra, em parce­ ria com o Centro de Estudos de

Segurança e Cidadania (Cesec) da Universidade Cândido Men­ des, que apontou 21 seccionais e delegacias da Grande Belém como as mais inadequadas para atendimento ao cidadão dentre nove capitais brasileiras. O principal motivo da super­ lotação das delegacias se deve à falta de vagas nos presídios do Estado. Por conta disso, os presos ocupam as celas das delegacias e seccionais, que só deveriam ser ocupados temporariamente, mas ficam de forma quase per­

manente. Segundo a delegada Tânia Nascimento, a tendência é que esse número aumente cada vez mais nas unidades da Polícia Civil, já que a cada dia a polícia realiza mais prisões e o Sistema Penal não oferece novas vagas nos presídios na mesma propor­ ção. Segundo a delegada, que co­ manda a Delegacia da Terra Firme, em Belém, o que acontece hoje é a manutenção do preso nas delegacias até a conclusão do processo investigativo, mas

o problema é que os locais não possuem espaço nem condições adequadas. “O ideal é que o preso fosse transferido de imediato até a conclusão do processo, quan­ do o suspeito deveria ser julgado e passasse a cumprir a sua pena, mas aí ocorre um outro agra­ vante – os presídios existentes no Estado também apresentam superlotação, e fazem com que as celas das delegacias fiquem lotadas, com presos provisórios aguardando nas delegacias para serem transferidos”, explicou.

Vagas disponíveis no sistema penal ainda não atendem demanda Fotos Jader Paes

A Superintendência do Sistema Penitenciário do Esta­ do do Pará (Susipe) informou que o órgão oferece semanal­ mente uma média de 48 va­ gas para a Polícia Civil, com o objetivo de receber presos das delegacias e seccionais, contabilizando 192 vagas mensais. A grande questão é que o sistema penal não consegue criar novas vagas com a mes­ ma velocidade em que a Polí­ cia prende infratores, o que se torna um agravante para a precariedade carcerária no Pará. Segundo a assessoria da Susipe, para que os detentos sejam transferidos às Centrais de Triagens (CT), alguns requi­ sitos precisam ser cumpridos, como a prisão em flagrante, homologada pelo juiz com mandado de prisão e docu­ mentação do preso.

A delegada Tânia Nascimento revela que demora nos processos faz com que presos fiquem um tempo maior nas delegacias

Além disso, os critérios para a retirada desses detentos das seccionais ou delegacias são de inteira responsabilidade do Diretor de Polícia Metro­ politana da Policia Civil em Belém, que também deve priorizar aqueles locais mais críticos, onde ocorrem fugas com maior frequência. Outro fator que contribui para a situação precária nas cadeias é a demora no an­ damento dos processos dos presos na Justiça. “Um pro­ cesso às vezes chega a durar seis meses ou mais, então, en­ quanto demorar o preso não pode ser deslocado para um presídio. Ele deve permanecer na dele­gacia até o resultado do seu processo investigativo. Isso, sem dúvida, faz com que contribua para as lotações nas delegacias de policia”, revelou a delegada, Tânia Nascimento.


Segurança

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

9

Ministro conhece e elogia obras do PAC em Belém Fotos Antonio Silva/ COMUS

Alexandre Padilha conheceu a orla da cidade que vai colocar Belém de frente para o rio Guamá. O prefeito Duciomar Costa também mostrou conjunto habitacional que vai dar moradia digna a milhares de famílias.

O ministro das Relações Institucionais, Alexandre Padilha, co nheceu de perto os investimentos Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) e destacou que a capital se prepara para grandes uma nova realidade, a partir da nova infraestrutura que vem recebendo, em parceria com o governo federal. “O prefeito Duciomar

está de parabéns pelo conjunto de obras que vêm tocando. Todas são fundamentais para o crescimento da cidade”, elogiou. A convite do prefeito Duciomar Costa, o ministro participou da assinatura do contrato de financiamento de obras de drenagem, urbanização de vias, águas e esgotamento sanitário da Sub-bacia

I, na Bacia da Estrada Nova, área que integra o projeto do Portal da Amazônia. As obras na Sub-Bacia 1, na Bacia da Estrada Nova, são financiadas pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), através de empréstimo contraído pela Prefeitura de Belém. A SubBacia I corresponde ao Canal da Bernardo Sayão, que vai do Ar-

senal de Marinha até a Rua Conceição. O prazo para conclusão dessa primeira etapa das obras, estimada em US$ 140 milhões, é de três anos. De acordo com o ministro, “o governo federal está muito empenhado em apoiar cada vez mais as obras de infraestrutura na capital paraense”. “A nossa in-

BID libera recursos de nova etapa da macrodrenagem Durante solenidade no Palácio Antonio Lemos, o prefeito Duciomar Costa agradeceu a visita do ministro e falou sobre os projetos desenvolvidos. Durante a assinatura do contrato de execução estiveram presentes o coordenador do projeto de Macrodrenagem da Bacia da Estrada Nova (Promaben), Natanael Cunha, o diretor geral da construtora Andrade Gutierrez, Clóvis Peixoto, e o representante da empreiteira, Edson Marinho. Para Clóvis Peixoto, agregar a marca da construtora a um projeto dessa grandiosidade é de fundamental importância, principalmente, pelo apelo social. “Contribuir em conjunto com a Prefei tura de Belém para trazer melhoria de saúde e saneamento à po pulação é uma grande satisfação para nossa empresa”, disse. Após a assinatura do contrato, a comitiva do ministro Alexandre Padilha seguiu com o prefeito Duciomar Costa para conhecer a nova orla da cidade e as obras das unidades habitacionais do Projeto de Urbanização de Favelas, realizada pelas secretarias municipais de Urbanismo (Seurb) e de Habitação (Sehab). A

O ministro assinou como testemunha de financiamento do BID no valor de R$ 140 milhões para obras da madrodrenagem da Sub-Bacia I

nova orla está com mais de dois quilômetros de aterro hidráulico consolidado. Já os três conjuntos habitacionais no Jurunas vão atender 1.560 famílias, que serão remanejadas por conta das obras do Portal da Amazônia e Macrodrenagem da Bacia da Estrada Nova da Sub-Bacia II. A previsão é de que até 2011 todas as famílias estejam morando nas novas unidades habitacionais.

O prefeito levou o ministro Ale xandre Padilha para a Vila da Barca. Ele conheceu a segunda fase do projeto habitacional. Padilha gostou do que viu, principalmente por perceber que a prefeitura se preocupou em elaborar um projeto que priorizou a qualidade de vida da população de baixa renda. “São condomínios de frente para o rio, muito bem estruturados, com elementos de socialização”,

comentou. Ele disse, ainda, que é confortador ver que os recursos do PAC estão ajudando a mudar para melhor a vida das pessoas. O ministro destacou, ainda, que Belém foi a cidade brasileira onde mais foram investidos recursos do PAC I nos setores de habitação e saneamento, e que é objetivo do governo federal acabar com subconstruções como as palafitas em todas as capitais do país.

tenção é melhorar cada vez mais a qualidade de vida da população belenense”, ratificou. Segundo Padilha, em 2007, quando o programa do governo federal estava sendo lançado, a Prefeitura de Belém foi uma das primeiras a apresentar projetos e se habilitar ao maior conjunto de obras já visto em toda a história do país.

Agenda política também fez parte da visita O ministro Alexandre Padilha também é emissário do presidente Luis Inácio Lula da Silva para definição de palanques para a exministra Dilma Rousseff, candidata ao Planalto, e costura de alianças entre PT, PMDB, PTB e PR. Além de conhecer as obras da Prefeitura de Belém, ele também participou de almoço político com o PMDB e outras reuniões com segmentos políticos que desejam acertar arestas com a governadora Ana Júlia Carepa. Para o prefeito Duciomar Costa, ainda é muito cedo para saber se o PR vai ser aliado do PT e oferecer o nome de Anivaldo Vale como opção para vice-go vernador do Estado. “Essas definições serão conhecidas somente no mês de junho”, despistou.


10

Política

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Lula otimista para criação de 2 milhões de novos empregos

Para o presidente da República, recorde de empregos apontado pela pesquisa significa mais cidadania e independência econômica

Ao comentar os dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged) divulgados na semana passada, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou hoje que está otimista com a possibilidade de o país criar 2 milhões de emprego este ano.

“Geramos 266 mil novos empregos em março. É a maior quantidade de empregos gerada no mês de março desde que foi criado o Caged”, disse, no programa semanal Café com o Presidente. Para Lula, a criação recorde de empregos significa mais cidadania, mais independência

econômica e menos déficit para a Previdência Social. Na medida em que o povo consome, segundo ele, o comércio vende mais, a indústria é obrigada a produzir mais e ambos são obrigados a contratar mais trabalhadores.”É tudo isso que eu quero que aconteça no Brasil”, ressaltou.

Novo governador de Brasília já fez parte da equipe de Roberto Arruda Mudou o governador, mas o grupo é o mesmo. O novo governador do Distrito Federal, Rogério Rosso (PMDB), é advogado e ocupa cargos na administração pública do DF há cerca de 10 anos. No último governo de Joaquim Roriz, foi secretário de Desenvolvimento Econômico e administrador de Ceilândia e, na gestão Arruda, presidiu a Companhia do Desenvolvimento do Planalto Central (Codeplan). Ele prometeu união entre partidos e transparência durante os oito meses que terá de mandato. Rosso foi eleito com o voto de 13 dos 25 deputados distritais. “Não é hora de apostar no fracasso, é hora de união. Pela primeira vez um grupo de partidos e homens públicos se uniu em torno de um único objetivo, dar legitimidade ao governo local. Um esforço no resgate da credibilidade do Legislativo e

Executivo diante do Judiciário. A união vai debelar o que se chamou de metástase institucional”, disse. Rosso defendeu alianças com todos os que se dispuserem a dar legitimidade ao governo. Tramita no Supremo Tribunal Federal um pedido de intervenção no Distrito Federal. Se o pedido for acolhido pela corte, o Legislativo e Executivo locais perderão autonomia e caberá ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva indicar um interventor para administrar a capital. Rosso afirmou ainda que sua administração não estará comprometida com disputas eleitorais. Em outubro há eleições para a Presidência, Senado, Câmara e governos estaduais. “Vamos adotar práticas administrativas que protejam governo dos erros do passado. Não vamos nos comprometer com qualquer cargo eletivo nas próximas eleições.

Dilma Rousseff inaugura blog para relação com internautas

Serra inicia campanha em Minas O ex-governador mineiro Aécio Neves (PSDB) recebeu nesta semana o pré-candidato à presidência José Serra em viagem de Serra consi derada a abertura oficial da pré-campanha dos tucanos, que é parte da estratégia para tentar dar vitória dupla ao partido, com Antonio Anastasia no governo local e Serra no Planalto. Convencido de que o PT e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva “fecharam o cerco” para derrotá-lo, Aécio trabalha nos bastidores com uma meta: alcançar dois milhões de votos de frente sobre a adversária petista Dilma Rousseff em Minas Gerais. Em uma disputa polarizada, que pode ser liquidada no primeiro turno de votação, a vantagem em Minas pode conferir a Aécio o título de portador da vitória nacional. Como a meta é ambiciosa, ele já deu o primeiro recado aos aliados: não vai admitir traição. Isto ficou claro no pito que passou em dois prefeitos de sua base de apoio que

A candidata do PT à sucessão de Lula está também com Twitter, Orkut e Facebook

Candidato tucano conta com apoio de Aécio Neves para ganhar naquele Estado

prestigiaram a visita de campanha da candidata Dilma a Ouro Preto, no dia 6 de abril. “O governador quis dar uma sinalização que servisse de exemplo aos mineiros antes de a pré-campanha começar. Não vamos ter tolerância com dissidências”, diz o secretário-

geral do PSDB, deputado Rodrigo de Castro, que vai coordenar a campanha presidencial em Minas Gerais e no Espírito Santo. Segundo ele haverá “integração total” entre as campa nhas de Serra e Antonio Anastasia.

Em uma conversa virtual com blogueiros em Brasília, a précandidata do PT à Presidência da República lançou um site na internet, que incluiu até propostas de governo com base em temas aprovados no congresso do PT que a escolheu como pré-candidata. O evento foi transmitido pelo próprio site. Outros pré-candidatos já tem seus próprios sites ou blogs e participam de redes sociais como a rede de microblog Twitter. O site de Dilma tem uma área para notícias, que deve ser atualizada diariamente, onde há espaço para comentários, que serão moderados por uma equipe. Há também uma biografia da précandidata com fotos da infância de Dilma, um espaço para vídeos e outro para fotos. Há também um link para uma página de propostas, onde constam algumas das resoluções aprovadas no congresso do PT que a lançou como pré-candidata. A candidata afirmou ainda que pretende todas as semanas promover pelo menos

uma conversa online no seu site com os eleitores. Além do site, foi lançado também um perfil da candidata nas redes sociais Orkut e Facebook. A ministra já está desde a semana passada na rede de microblogs Twitter, onde tem mais de 30 mil seguidores. A pré-candidata do PT não está sozinha na internet. Outros précandidatos também têm estruturas virtuais. O tucano José Serra tem um blog e é o que tem maior número de seguidores no Twitter, mais de 205 mil. Serra está na rede de microblogs há cerca de um ano. A senadora Marina Silva (PVAC) é outra que tem seu espaço na web. Seu blog publica informações atualizadas da pré-candidatura. O pré-candidato Ciro Gomes também publica artigos em seu site na web. Já o précandidato do PSOL, Plínio de Arruda Sampaio (SP), tem até a sua agenda diária divulgada em seu site. Marina, Ciro e Plínio também estão no twitter.


Política

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

11

Novas eleições mudam cenário político no Pará

O procurador eleitoral, Ubiratan Cazzetta, está com todos os processos e não consegue dar conta do trabalho. O presidente do TRE no Estado, desembargador João Maroja, confirmou eleições em Bujaru e Tracuateua.

As forças partidárias vão mudar em pelo menos 27 municípios do Pará, quando as mudanças de prefeitos forem efetivadas ora pelo Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA) ora pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). No Estado, o TRE já confirmou que haverá eleições em duas cidades. Os novos pleitos estão confirmados para Bujaru e Tracuateua e deverão ocorrer até junho

deste ano. Mesmo sem dinheiro, o TRE do Pará pretende realizar as eleições em Tracuateua e Bujaru. O presidente do tribunal, desembargador João Maroja, disse que vai solicitar recursos junto ao TSE para arcar com os custos das renovações de pleitos. Os municípios de Medicilândia, Brasil Novo, Ponta de Pedras e São Félix do Xingu também cor-

rem o risco de que ocorra nova eleição, em função de processo de cassação que tramita no TRE do Pará contra os prefeitos dessas cidades. É que a legislação eleitoral prevê novas eleições onde prefeito e vice cassados tenham tido acima de 50% dos votos válidos. Onde os percentuais ficaram abaixo da metade de eleitores, a lei prevê a assunção do segundo colocado.

Todos os processos que envolvem a cassação de prefeitos estão nas mãos do Ministério Público Eleitoral. E a preocupação do presidente do TRE é conferir agilidade a todas essas matérias até dezembro de 2010. Se o tribunal não der conta de julgar esses processos, vai permitir que a realização das eleições nessas cidades seja de forma indireta, ou seja, pelas Câmaras Municipais.

Com o prazo já correndo, João Maroja disse que as eleições em Tracuateua e Bujaru devem acontecer até junho. Tudo porque o TRE tem de 20 a 40 dias para programar o processo de escolha. Mas o prazo possível com o qual o tribunal trabalha é de 45 dias, o mesmo demandado com a organização das eleições no novíssimo município de Mojuí dos Campos, no Oeste do Estado.

Mudanças de prefeitos vão atingir 20 municípios no Estado São 20 os municípios que podem trocar de prefeito, com a ascensão do segundo colocado, no Estado. Os ameaçados e pendurados na corda bamba são Vigia, São Miguel do Guamá, Bragança, Chaves, Aveiro, Santa Izabel do

Pará, Tucuruí, São Francisco do Pará, Mãe do Rio, São Domingos do Capim, Rondon do Pará, Senador José Porfírio, Barcarena, Irituia, Uruará, Porto de Moz, Dom Eliseu, Terra Santa, Faro e Novo Repartimento.

O presidente do TRE no Pará, desembargador João Maroja, atribui à legislação e à postura muito mais rigorosas o grande volume de processos de cassação contra prefeitos municipais. “Acredito também que muitos

Aneel realiza o leilão de Belo Monte Durou cerca de dez minutos o leilão da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, realizado pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica), na tarde de terça-feira, 20. Dois consórcios participaram da disputa. O vencedor ainda não foi anunciado. Cada consórcio fez um aporte de R$ 190 milhões (1% do investimento total estimado em R$ 19 bilhões). O vencedor da disputa foi quem ofertou o menor lance, em reais, por Megawatt-hora (R$/MWh) de energia. O preço-teto foi definido pelo Ministério de Minas e Energia em R$ 83 por MWh. Minutos antes do início do leilão, uma terceira liminar

da Justiça Federal da Altamira determinou, novamente, a suspensão do certame. O juiz Antonio Carlos Almeida Campelo, o mesmo que havia determinado por duas vezes, a pedido do Ministério Público Federal (MPF), a suspensão do processo licitatório, atendeu pedido formulado em ação civil pública ajuizada pela Amigos da Terra – Amazônia Brasileira e pela Associação de Defesa Etnoambiental – Kanindé. O juiz entendeu que o artigo 225 da Constituição Federal exige estudo prévio de impacto ambiental para instalação de obra potencialmente causadora de significativa degradação

do meio ambiente, como é o caso de Belo Monte. Da decisão ainda cabe recurso ao TRF1 (Tribunal Regional Federal da 1ª Região), em Brasília. Obra - A Usina Hidrelétrica de Belo Monte será instalada no Rio Xingu, sudoeste paraense, com capacidade instalada de 11.233,1 MW, com geração de 4.571 MW médios de garantia física, que corresponde à quantidade máxima de energia e de potência que poderá ser utilizada para comprovação de atendimento de carga ou comercialização de contratos. Por isso, deve ser a terceira maior hidrelétrica do mundo.

políticos ainda não tomaram consciência do altíssimo grau de responsabilidade que eles têm. Muitos ainda não se conscientizaram de que não podem adotar as condutas vedadas”, complementou.

O desembargador presidente realçou que a lei eleitoral está cada vez mais afunilando para aqueles que ainda tentam tirar proveito do eleitor. “A legislação teve grandes avanços e, quem tenta burlar, cai na peneira, justificou.

LOBATO, MIRANDA & SILVA

Advocacia e Consultoria Jurídica Advocacia Cível, Empresarial e Trabalhista. Licitações e Contratos Administrativos

Tv. Almirante Wandenkolk nº 1.243, sala 304, Umarizal - Belém - Pa, CEP: 6605-030 Fones: (91) 3087-8849 / 3081-5244 / 3081-4064 e-mail: lobatomirandaesliva@gmail.com


12

Economia

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Salário mínimo para 2011 pode chegar a R$ 535,00 A projeto para a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2011, já encaminhado ao Congresso Nacional pelo Ministério do Planejamento, prevê uma correção de 4,89% para o salário mínimo no ano que vem. Isso significa aumento dos atuais R$ 510 para R$ 534,93, para pagamento em fevereiro de 2011. Nada impede que, como já ocorrido em anos anteriores, este valor seja elevado nas negociações com os aposentados, ou pelo próprio presidente da República. Para os benefícios acima de um salário mínimo, a correção proposta pelo Executivo também é de 4,89% no próximo ano. O projeto da LDO do governo também prevê um crescimento maior da economia brasileira em 2011. Em 2010, o Executivo estima um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) da ordem de 5,2%. Já em 2011, a projeção é de uma expansão de 5,5% para a economia brasileira. No documento, o governo estima ainda que o crescimento do PIB ficará, também em 5,5% em 2012 e 2013. A proposta de LDO do governo também traz uma previsão

A proposta de correção é de quase 5%, e, se aprovada, passa a valer em fevereiro de 2011

de receitas de R$ 936,4 bilhões e despesa de R$ 854,7 bilhões, com a manutenção de meta de superávit primário (economia feita para pagar juros da dívida pública e manter sua trajetória de queda) de 3,3% do PIB para todo o setor público (governo, estados, municípios e empresas estatais), o equivalente a R$ 125 bilhões.

A proposta também contempla a possibilidade de abatimento do valor do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) da meta de superávit primário. Além disso, informou o Ministério do Planejamento, esse valor também poderá ser acrescido dos respectivos restos a pagar existentes ao final de 2010.

Computadores no Brasil devem duplicar até 2014 A base ativa de computadores corporativos e domésticos em uso no Brasil deverá atingir a marca de 140 milhões de unidades até 2014, o que representará praticamente o dobro da marca atual, de 72 milhões. Caso a projeção se concretize, o País contará com dois computadores para três pessoas, ante a relação atual de cerca de dois computadores para cinco habitantes. Os dados fazem parte da Pesquisa Anual de Uso da Informática, divulgada pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). O coordenador da pesquisa, Fernando Meirelles, diz que o mercado vai vender nos próximos quatro anos praticamente o mesmo volume dos últimos 30 anos. Segundo o especialista, o crescimento será puxado pela expansão da base máquinas voltadas ao uso doméstico, em razão do aumento da renda, sobretudo na classe C, mas também pelo avanço da informatização entre as pequenas e médias empresas. Meirelles justificou ainda o forte potencial de crescimento da venda de computadores no Brasil nos próximos anos pela baixa abrangência entre a população, que está na média de 37%, ante 100% dos Estados Unidos. A

Até 2014, o número de computadores domésticos deve chegar a 140 milhões de unidades

previsão da FGV é de que o País atinja a marca de 100 milhões de máquinas em 2012, quando, na média, metade da população brasileira terá um computador. “O Brasil foi um dos poucos países a não registrar queda nas vendas no ano passado”, destacou.

Investimentos

A pesquisa apontou ainda uma elevação da participação de gastos e investimentos em informática por parte de médias e grandes empresas nacionais privadas em relação ao faturamento líquido. De acordo com o levantamento, essa fatia foi de 6,4% no ano passado, ante 6% de

2008. A expectativa de Meirelles é de que este patamar evolua para mais de 7% nos próximos anos. “Os investimentos serão concentrados na reposição e atualização dos atuais sistemas”, disse. Segundo a pesquisa, os gastos e os investimentos em tecnologia estão crescendo à média de 5% desde o ano de 2005. As maiores taxas de crescimento são originárias das empresas que apresentam um menor grau de informatização e do setor de serviços - que registra gastos e investimentos correspondentes a aproximadamente 9% da receita líquida.

Seu bolso

Imposto de renda está na reta final, mas erros já podem ser corrigidos Erros na declaração do Imposto de Renda 2010 podem e devem ser resolvidos o quanto antes com a Receita Federal, quantas vezes for necessário. Para isso basta fazer uma declaração retificadora para corrigir, suprimir ou adicionar dados. Até o fim do prazo de entrega das declarações, em 30 de abril, é possível mudar até o modelo de dedução escolhido inicialmente: o desconto simplificado de 20% ou o que considera as deduções legais (antigo modelo completo). Se você entregou a declaração e verificou que o outro modelo de dedução era mais vantajoso, ou apareceu uma dedução que supera o desconto de 20%, tem até dia 30 de abril para mudar por meio da declaração retificadora. Depois dessa data, a declaração retificadora deve ser enviada à Receita mantendo o mesmo modelo de dedução da última declaração transmitida. Outras alterações e correções, no entanto, podem ser feitas mesmo após o dia 30 de abril e até para alterar informações de anos anteriores. O contribuinte tem o prazo de cinco anos para retificar a declaração, segundo a Receita Federal.

Todo o tempo para corrigir

A declaração retificadora pode ser usada para alterar qualquer tipo de informação: desde dados cadastrais, como endereço do contribuinte, até valores de rendimentos. Por exem-plo, se o contribuinte classifica um rendimento como tributável e depois descobre que era não tributável, pode fazer mudanças.

Informações obrigatórias

Alguns detalhes são importantes: é obrigatório informar o número do recibo da declaração à que a retificação se refere. Em casos em que a correção é de uma declaração antiga, ela deve ser feita no programa da Receita referente ao ano em que a declaração foi entregue. O site da Receita (www.receita.fazenda. pa.gov.br) tem um link com informações específicas sobre a declaração retificadora.

Fila da restituição

Além disso, o contribuinte deve saber que, ao fazer a retificação, dá alguns passos rumo ao fim da fila para receber a restituição. Quando o contribuinte entrega a retificadora, cancela a antiga. A data de entrega que a Receita passa a considerar é a nova. No entanto, quanto mais demorar a corrigir os dados, mais o contribuinte vai esperar pela restituição.

Entrega em disquete

Para quem deseja retificar uma declaração, é bom ficar atento: não é possível fazer essa correção em formulários de papel. O contribuinte pode fazer e transmitir a retificadora pela internet, no programa Imposto de Renda Pessoa Física, em qualquer data. Em disquete, há duas possibilidades: até o dia 30 de abril, o disquete pode ser entregue em qualquer agência do Banco do Brasil ou da Caixa Econômica Federal. Depois do dia 30, a declaração retificadora em disquete só poderá ser entregue em uma unidade da própria Receita Federal.

Redução do IPI para a construção civil é prorrogada pelo governo O ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou que o desconto no Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) dos materiais de construção será mantido até o final deste ano. O benefício terminaria em junho próximo, mas, segundo Mantega, será prorrogado até 31 de dezembro. “É o único setor que está recebendo este incentivo”, disse o ministro. Os descontos no IPI para outros setores, como os de automóveis e móveis, já terminaram ou estão sendo retirados. Mantega justificou a continuidade do desconto dizendo que “a compra de material é espaçada no tempo”. “É

um setor que contribui muito para os investimentos: 40%, 50% dos investimentos vem desse setor”, disse o ministro sobre a construção civil. O desconto no IPI para os materiais de construção foi anunciado pela primeira vez em 1º de abril de 2009 e, antes desta quinta, já havia sido prorrogado duas vezes. Na última prorrogação, anunciada em novembro de 2009, o prazo era até 30 de junho deste ano. Mais de 30 produtos usados na construção civil tiveram a alíquota zerada ou reduzida, reduzindo o preço final dos materiais para o consumidor final.


Economia

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

13

Biojoias da Amazônia viram presentes exclusivos O Dia das Mães está chegando e as pessoas já começam a se preocupar com a compra dos presentes. Entre as boas opções estão os presentes personalizados, e nesse campo os chamados “ecologicamente corretos” resultam sempre em boas impressões. Entre as muitas opções estão as chamadas biojoias, peças produzidas a partir de sementes, folhas e frutos, capins, madeiras, couro e outras partes de animais, como chifres e ossos, empregando ou não metais ou pedras preciosas. A iniciativa de fabricar biojoias é uma idéia que vem gerando emprego e renda na Amazônia, tudo isso aliado à preservação da floresta. Exemplares dessas biojoias feitas sem agressão ao meio ambiente são produzidos no Vale do Jari, região entre os estados do Pará e do Amapá, pela Associação de Mulheres Artesãs (Amarte), em parceria com a Fundação Orsa, empresa social do Grupo Orsa, que resulta em colares, brincos, anéis e pulseiras feitos com sementes e fibras típicas da região amazônica. Na linha decorativa, o destaque são objetos e utilitários feitos com madeira extraída do manejo de florestas tropicais da Orsa Florestal, outra empresa do Grupo Orsa certificada pelo Forest Stewardship Council (FSC), o principal órgão certificador do

Consciência ecológica

Sementes de açaí, cascas de árvores e outros materiais típicos da Amazônia são a matéria prima para peças ecológicas e exclusivas

mundo. Essa parte do trabalho é desenvolvida por um grupo de jovens marceneiros da Cooperativa de Artefatos Naturais do Rio das Castanhas (Coopnharin). O uso de sementes e outros materiais naturais em adornos se epalhou e ganhou mercados.

Mas, mais do que uma alternativa economicamente viável e ecologicamente correta, é uma forma de identificação da cultura brasileira. Colorida, alegre, de múltiplas formas, heterogênea. São projetos de desenvolvimento de povos tradicionais

Portal do Trabalhador abre novos cursos O Portal do Trabalhador está com inscrições abertas para 20 cursos de qualificação profissional. Os cursos resultam de um convênio entre o Ministério do Trabalho e Emprego (TEM) e Prefeitura Municipal de Belém (PMB), através da Secretaria Municipal de Economia (Secon). As inscrições vão até o dia 30 de abril. O objetivo da qualificação será facilitar o acesso do trabalhador e do jovem ao mercado de trabalho. Todos os cursos foram selecionados a partir de uma pesquisa sobre as possibilidades do trabalhador ser inserido no mercado de trabalho através de uma análise das tendências e necessidades das empresas para uma contratação formal, ou mesmo com um investimento para o trabalhador

se tornar empreendedor e gerir o próprio negócio. Segundo explica Reginaldo Abreu, coordenador do Portal do Trabalhador, os inscritos serão selecionados de acordo com o perfil pré-definido para cada curso. “Mediante o cadastro do aluno, será realizada uma análise do perfil, onde será verificada a possibilidade de ingresso nos diversos cursos de profissionalização que estamos ofertando, explica o coordenador. Qualquer pessoa com 18 anos ou mais pode se inscrever para obter uma qualificação. Os interessados devem procurar a instituição de posse dos seguintes documentos: RG, CPF, título de eleitor, comprovante de residência, comprovante de escolaridade e carteira de trabalho.

Em 2009, o Portal do Trabalhador certificou cerca de 600 jovens e adultos através de 18 cursos de qualificação. A expectativa para este ano é que esse número duplique, já que novos cursos foram incluídos no cronograma de qualificação do órgão. Segundo a coordenação do Portal, a qualificação social e profissional tem o objetivo de atingir todos os trabalhadores do município de Belém. Serviço: O Centro de Emprego, Trabalho e Renda funciona na Travessa Piedade, nº 708, esquina com a Avenida Governador José Malcher. Horário de atendimento: 8h às 18h. Telefone: (91) 33443415. Website: www.sigaeweb. mte.gov.br

Conheça abaixo os cursos ofertados Auxiliar de escritório (geral) Camareira de hotel Ceramista/Cerâmico Costureiro (reparo de roupas) Eletricista de veículos automotores Cozinha Industrial Eletricista Predial Estética e beleza Garçom Gesseiro

Massagista Mecânico de manutenção de veículos automotores Mecânico de manutenção e instalação/refrigeração Montadores de equipamentos de computadores Operador de caixa Operador de estúdio (gravação e áudio) Padeiro Pedreiro de acabamento Piscicultor Técnico em serviços gerais

apoiados pelo Grupo Orsa, por intermédio da Fundação Orsa. A Coopenharin produz atualmente pisos para jardins e fruteiras com resíduos de madeira certificada, além disso, trabalha com outros objetos de madeira, conforme a demanda do mercado.

A preocupação ambiental é o principal ponto das pessoas que consomem ou fabricam esse tipo de produto, que não agridem ao meio ambiente. Grandes empresas adotam políticas ecologicamente corretas no seu dia-a-dia, seja na hora de reaproveitar papel usado, comprar móveis de escritório de origem certificada ou parar de usar copos plásticos, fazendo com que seus empregados adotem o uso de canecas. O Grupo Orsa, na Região Norte, reaproveita a água consumida no processo de fabricação da celulose, e, após o uso, a água é tratada e devolvida ao Rio Jari em condições normais. A empresária Márcia Silva é adepta do uso de biojoias e costuma presentear a família com as peças. “Além de serem bonitas e coloridas, as biojoias estão na moda e a diversidade é grande. Dificilmente eu encontro muitas pessoas com a mesma peça que eu comprei. Essa é uma das vantagens de comprar presentes com artesãs, elas não produzem peças repetidas em grandes escalas”, diz. Com design inovador, a biojoia é um resgate cultural e registra a história de cada região brasileira. No Pará, por exemplo, é grande o número de peças trabalhadas com caroço de açaí. A biojoia é um presente alternativo, com identidade e valor agregado.

Telefonia é o setor que mais lota o Procon do Pará de reclamações No fim do ano passado, o então ministro da Justiça, Tarso Genro, teve dificuldades ao tentar resolver um problema com uma empresa de telefonia e, após quatro horas de ligação, continuar sem solução. Desde então, o ministro determinou que houvesse mudanças no atendimento das empresas de telefonia fixa e móvel para com o principal prejudicado: o consumidor. Na prática, a determinação parece não ter surtido efeito. A situação continua a mesma e o péssimo atendimento tem feito os consumidores persistirem nas imensas filas das empresas.  Responsável pela Divisão de Conciliação do Procon estadual, José Maria Gonçalves afirma que o órgão distribui cerca de 100 senhas por dia e que quase todas atendem requisição de reclamações contra empresas de telefonia. “De 8 às 14 horas fazemos o atendimento e no setor de triagem orientamos alguns consum-

idorres a procurarem outros órgãos, quando o caso não diz respeito ao nosso trabalho, como os problemas de ordem trabalhista”, esclarece. Desde de 2008, o Procon do Pará atendeu 666 reclamações contra empresas de telefonia fixa, 920 contra as de telefonia celular e registrou 55 reclamações pelo Sistema de Atendimento ao Consumidor (SAC), que é gratuito e deve existir em todas as empresas. A maior parte das reclamações é por demora no atendimento e erros das empresas, como as famosas cobranças indevidas, mas o conciliador diz que os números ainda não refletem a realidade. “Isso acontece porque a populações tem um certo descrédito neste tipo de serviço e acha que não adianta reclamar, acaba não indo atrás de seus direitos até recebêlos, como manda o Código de Defesa do Consumidor”, afirma José Maria.


14

Economia

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Concurso do INCRA tem vagas para Belém, Marabá e Santarém O Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária abriu inscrições para 550 vagas em cargos de nível médio técnico e superior. No estado do Pará, há vagas para Belém, Marabá e Santarém. São 250 vagas de analista em reforma e desenvolvimento agrário, 150 vagas de analista administrativo, 80 vagas de engenheiro agrônomo, todos de nível superior, e 70 vagas de técnico em reforma e desenvolvimento agrário, de nível médio técnico. Os salários vão de R$ 2.254,64 a R$ 4.598,80. Para o cargo de analista administrativo há exigência de nível superior em qualquer área de formação e nas habilitações de análise de sistemas e contabilidade. O salário é de R$ 3.713,74. Já para o cargo de analista em reforma e desenvolvimento agrário as habilitações são de antropologia, engenharia civil, engenharia de agrimensura ou cartográfica e engenharia florestal. O salário é de R$ 3.713,74. Os aprovados para técnico em reforma e desenvolvimento agrário terão salário de R$ 2.254,64. O cargo exige ensino médio concluído com formação técnica em construção civil, edificações, estradas,

Instituto de Metrologia do Pará abre concurso para 50 vagas

O IMEP vai preencher 50 vagas e classificar candidatos para seu cadastro de reserva

Os salários no órgão variam de R$ 2,2 a R$ 4,5 mil para os níveis técnico e de analista

estradas e pontes, meio ambiente, entre outros. Já para o cargo de engenheiro agrônomo, é exigido curso de graduação de nível superior em engenharia agronômica e o salário é de R$ 4.598,80. As inscrições devem ser feitas pelo site www.institutocetro.com. br, no período das 9h de 16 de abril até as 23h59 de 6 de maio. As taxas vão de R$ 30 a R$ 60. As provas serão realizadas na data provável de 13 de junho nas

cidades de Aracaju/SE, Belém/PA, Belo Horizonte/MG, Boa Vista/RR, Brasília/DF, Campo Grande/MS, Cuiabá/MT, Curitiba/PR, Florianópolis/SC, Fortaleza/CE, Goiânia/GO, João Pessoa/PB, Macapá/AP, Maceió/AL, Manaus/AM, Marabá/PA, Natal/RN, Palmas/TO, Petrolina/ PE, Porto Alegre/RS, Porto Velho/ RO, Recife/PE, Rio Branco/AC, Rio de Janeiro/RJ, Salvador/BA, Santarém/PA, São Luís/MA, São Paulo/ SP, Teresina/PI e Vitória /ES.

O Instituto de Metrologia do Pará (IMEP), através do Instituto Movens inscreve para concurso público que visa preencher 50 vagas e formação de cadastro reserva em cargos de nível superior, de nível médio e de nível fundamental. A carga horária será de 30h semanais e a remuneração varia entre R$ 510,00 a R$ 1.519,09. As inscrições deverão ser realizadas no período de 26 de abril de 2010 a 9 de maio de 2010, exclusivamente via internet, através do endereço eletrônico wwww.movens. org.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 40,00 para cargos de nível Fundamental, R$ 50,00 para cargos de nível Médio e R$ 70,00 para cargos de nível Superior. As provas serão aplicadas no dia 13 de junho de 2010, no período da manhã para os cargos de níveis fundamental e superior, e no período da tarde para os cargos de nível médio. As provas para to-

dos os cargos terão duração de 3 horas. O edital de divulgação dos locais de realização das provas será publicado no Diário Oficial do Estado do Pará e divulgado na internet, no endereço eletrônico da empresa organizadora do concurso, na data provável de 2 de junho de 2010. No ato de entrega dos títulos, o candidato deverá preencher e assinar o formulário a ser fornecido pelo Instituto Movens, no qual indicará a quantidade de títulos apresentados. Juntamente com esse formulário, deverá ser apresentada uma cópia, autenticada em cartório, de cada título declarado. Os documentos apresentados não serão devolvidos. O concurso público terá validade de dois anos, a contar da publicação da homologação do concurso no Diário Oficial do Estado do Pará, podendo ser prorrogado uma única vez, por igual período.

[Concursos] Abertos Defensoria Pública A Defensoria Pública da União divulgou edital para realização de concurso público, a ser executado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (CESPE/UnB). As vagas são para nível superior e médio, e estão distribuídas entre as 36 Unidades da Defensoria Pública da União. As ins­ crições podem ser feitas até o dia 25 de abril, no site http://www.cespe.unb.br/concursos/dpu_adminis­ trativo2010. As provas objetivas serão realizadas na data provável de 30 de maio, e ocorrerão nas 26 capitais estaduais e no Distrito Federal. O candidato deverá fazer a opção pela localidade (capital ou município) que deseja concorrer no momento da inscrição. Petrobras A Petrobras Biocombustível S.A., através da Fundação Cesgranrio, realizará o Processo Seletivo Público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva. Serão oferecidas 81 vagas de nível Médio e Superior, com carga horária de 40h semanais e remuneração variada entre R$ 1.985,04 a R$ 5.685,07. As inscrições deverão ser realizadas no período de 26 de abril de 2010 a 9 de maio de 2010, exclusivamente, via internet, através do endereço eletrônico www.cesgranrio.org.br. O valor da taxa de inscrição e de R$ 30,00 para os cargos de Nível Médio e R$ 45,00 para os cargos de Nível Superior. As provas objetivas serão realizadas em Belém e outras 9 cidades brasileiras. As provas serão realizadas no dia 6 de junho de 2010. Breu Branco Continuam até o dia 27 de abril das inscrições

para o concurso do Instituto de Previdência do Município de Castanhal-PA. Serão disponibilizadas 65 vagas para os cargos de Agente Administrativo, Moto­rista e Servente com carga horária de 30h semanais e a remuneração para os cargos pode chegar a R$ 1.037,98. Inscrições exclusivamente via Internet, através do endereço eletrônico www.coned.com.br. O valor da taxa de inscrição é de R$ 50,00 para os cargos de Motorista e Servente e R$ 60,00 para os cargos de Assessoria Educacional. As provas objetivas devem ser realizadas em Castanhal no dia 30 de maio. Prefeitura de Pacajá Seguem até o dia 12 de maio as inscrições para concurso da Prefeitura Municipal de Pacajá, que visa o preenchimento de vários cargos, entre eles: Técnico Pedagógico; Psicólogo; Nutricionista; Enfermeiro; Pedagogia - Habilitação 1ª a 4ª séries; Ensino Médio - Magistério 1ª a 4ª séries; Licenciatura Plena em Letras - Língua Portuguesa; Licenciatura Plena em Letras - Inglês; Licenciatura Plena em História; Licenciatura Plena em Matemática; Licenciatura Plena em Geografia; Licenciatura Plena em Ciências Biológicas; Licenciatura Plena em Educação Física; Licenciatura Plena em Filosofia; Licenciatura Plena em Sociologia; Licenciatura Plena em Ciência da Computação e Licenciatura Plena em Artes. A inscrição poderá ser efetuada no site www.grupoeducar.ner. O valor da taxa de Inscrição para os cargos de Nível Médio será de R$ 50,00 e para os cargos de Nível Superior será de R$ 60,00. Em andamento Banpará O Banco do Estado do Pará S.A. (Banpará) realiza

no dia 25 de abril as provas de seu concurso público, que visa o provimento de vagas e formação de cadastro de reserva. O exame começa às 8h, nas cidades de Belém, Castanhal, Marabá e Santarém. Para médico do trabalho as provas serão realizadas exclusivamente na cidade de Belém. O salário para técnico bancário é de R$ 1.128,18 e de R$ 1.995,83 para médico. As vagas são para agências e postos de serviço de todo o estado. A maior parte é para Belém e região metropolitana. SERPRO Serão realizadas na data provável de 13 de maio as provas objetivas do concurso público para o Serviço Federal de Processamento de Dados (SERPRO), que visa preencher 38 vagas para o cargo de Analista e à formação de cadastro de reserva para os cargos de Analista e de Técnico. O concurso compreenderá exame de habilidades e conhecimentos, mediante aplicação de Provas Objetivas de caráter eliminatório e classificatório. As provas objetivas serão realizadas nas cidades de Belém-PA e mais 17 capitais. Terão a duração de 3h30, sendo para as especializações do cargo de Analista no turno da manhã e para os cargos de Técnico no turno da tarde. Os locais e os horários de realização das Provas serão publicados no Diário Oficial da União e divulgados na Internet, no endereço eletrônico, na data provável de 13 de maio de 2010. IEC Serão realizadas no dia 16 de maio as provas objetivas do concurso público para o Instituto Evandro Chagas (IEC) e Centro Nacional de Primatas (Cenp), ligados ao Ministério da Saúde. As oportunidades são para nível médio e superior em Belém e Ananindeua, e os salários variam de R$ 2.504,68 a R$ 13.620,02.


Internacional

Grave intoxicação alimentar leva noivos e convidados ao hospital

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

15

Americano vai atravessar canal da Mancha em balões a gás

Americano fará travessia a dois mil metros de altura em junho deste ano

O casamento, que aconteceu na Turquia, levou 300 convidados durante uma semana para pronto socorro depois da recepção

Um casal de ingleses optou por fazer a cerimônia de seu casamen­ to e a lua de mel num badalado hotel do vilarejo de Sarigerme, na Turquia. O que eles não espera­ vam é que a festa terminasse no hospital. Kevin Sturman, 33, e Abbie Ot­ ter, 30, foram parar no pronto so­ corro com intoxicação alimentar

assim que disseram o “sim” para o padre. Os mais de 300 convi­ dados também passaram mal e foram hospitalizados. O padrinho do casamento ficou internado por uma semana. Sturman e sua mulher gastaram quatro mil libras, cerca de R$ 10,5 mil, na cerimônia e uma semana de hospedagem, que não foi

aproveitada como deveria. Depois do sufoco, o casal e seus convidados resolveram processar o hotel em seis milhões de libras. “Foi um pesadelo. Começamos a passar mal ainda na cerimônia, mas tivemos que sorrir mesmo com dor porque era nosso casa­ mento”, contou Sturman ao jornal “Mail on line”.

Jonathan Trappe já está fa­ zendo os últimos testes para atravessar o Canal da Mancha em junho deste ano preso somente a balões de hélio. No último final de semana, o americano sobrevoou sua casa no estado da Carolina do Norte, nos Estados Unidos. O americano estima que o trajeto entre Inglaterra e Fran­ ça leve 14 horas. Ele estará a mais de dois mil metros de al­ tura e vai sobrevoar uma dis­

tância de aproximadamente 35 km. Para isso, Jonathan Trappe usará 57 balões de festa preenchidos com gás hélio, e fará o pouso estourando alguns balões com um cani­ vete. “O voo do final de semana foi para testar todo o sistema e tenho certeza de que tudo dará certo em junho”, afirmou Trappe ao tabloide inglês “The Sun”.

Inglesa de 152 kg é paga para comer guloseimas Carro parte no meio e casal sobrevive a acidente

O veículo ficou destruído, mas os jovens que estavam viajando saíram ilesos do desastre, apesar do forte impacto da colisão

Um casal de jovens franceses so­ breviveu a um acidente que partiu seu carro ao meio no vilarejo de Gollion, no sudeste da Suíça. Segundo a polícia local, os fran­ ceses de 20 anos estavam de

férias e passeavam pelas estradas suíças quando se depararam com um caminhão e não conseguiram brecar. O veículo colidiu de frente com o caminhão, deixando para trás por­

tas e o teto. A polícia e os bombeiros reti­ raram o casal das ferragens. Eles foram levados para o hospital. O motorista do caminhão também foi internado em estado de choque.

Quando Sassy Thomas, de 30 anos, coloca uma enorme barra de chocolate na boca, ela não se sente culpada pe­ las calorias que está ganhan­ do. A londrina de 152 kg é paga para comer junk food o dia todo em frente das câmeras com um único objetivo: sa­ ciar os desejos dos homens que gostam de mulheres mais gordinhas.   Sassy recebe 2 mil libras por mês, cerca de R$ 5 mil, para ser fotografada e filmada ingerindo baldes de frango frito, pizza, massas e outros alimentos nada saudáveis, além de acariciar sua barriga em frente das câmeras. “Esse é o emprego perfeito. Tenho que comer minha co­ mida preferida o dia todo e ainda sou paga para isso”, disse ela ao tabloide “The Sun”. Sassy Thomas tem formas arredondadas desde os 8 anos de idade e já se sen­ tiu depressiva por isso. “Se

Para Sassy, o emprego é “perfeito”

soubesse que há muitos ho­ mens que amam as gordi nhas, eu não teria me sentido depressiva na adolescência”, confessou a inglesa.


16

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Internacional

Na Tailândia, luta de boxe entre macacos

O parque safári em Bancoc virou atração turística depois de promover desafios e lutas envolvendo orangotangos

Um parque safári em Bancoc, na Tailândia, virou atração turística por promover lutas de boxe entre orangotangos. Os organizadores alegam que os orangotangos foram treinados para fingir que estão sendo nocauteados. No entanto a prática é criticada por grupos de defesas dos animais. “É triste que as pessoas achem isso divertido”, disse Debbie Leahy, diretora do grupo Pessoas pelo Tratamento Ético dos Animais (Peta, em inglês). Essa não é a primeira que o parque promove tais atrações. Em 2004, o governo tailandês fechou o “Safari World” e apreendeu 48 orangotangos que tinham sido contrabandeados ilegalmente da Indonésia.

Cachorro acaba demitido depois de assalto ao bar Um cachorro foi aposentado de seu posto de cão de guarda depois de dormir durante o único assalto ao pub onde trabalhou por 12 anos. Os marginais levaram mi lhares de libras em álcool e dinheiro vivo enquanto Taz, o cão, dormia num canto do bar. Na manhã seguinte ao assalto, Mark Keel, proprietário do pub em Devon, encontrou seu estabelecimento revirado e Taz roncando num canto do salão. Segundo o comerciante, Taz está ficando cego e surdo. Por conta disso, Keel optou por aposentar o animal.

O cão, Taz, trabalhava há 12 anos como guarda do pub e foi aposentado do cargo depois que dormir no emprego

Americano quebra recorde e coloca 1.501 piercings Um americano do Wyoming, no norte dos Estados Unidos, bateu o recorde mundial ao colocar 1.501 piercings nas costas e nas pernas. Ed Burns quebrou o recorde anterior de 304 perfurações e vai entrar para o Livro Guinness dos Recordes Mundiais.   A colocação dos piercings aconteceu diante de uma centena de curiosos, no estúdio de tatuagens “Pain for Sale” (dor à venda, em Português) da pequena cidade curiosamente chamada Gillette (Wyoming).   Segundo testemunhas, Burns não reclamou uma única vez durante as quatro horas e 27 minutos que durou seu suplício voluntário.  “É um fenômeno. Achei que ia gemer ou algo assim. Mas se tivéssemos deixado, ele acabaria dormindo”, declarou Robert Benson, que colocou as 1.501 agulhas.

Ed Burns vai entrar para o Guiness de Recordes Mundiais depois de perfurar e exibir no corpo com as mais de mil agulhas

Americano é preso por deixar filhos trancados no carro O americano Michael Galloway, 36 anos, foi preso em Dallas, no estado do Texas (EUA), depois que deixou seus dois filhos, um de três anos e outro de nove meses, sozinhos no carro por 90 minutos enquanto ele frequentava um clube de strip. De acordo com a emissora de TV “Fox”, um caminhoneiro viu as crianças na última semana dentro do veículo em frente ao “Men’s Pandora’s Club” e avisou a polícia. O carro estava com as janelas fechadas e as portas travadas. Quando a polícia chegou, Galloway alegou que estava dentro do  clube de strip por apenas 20 minutos. No entanto, as testemunhas disseram para a polícia que ele estava bebendo há, pelo menos, uma hora. Ele foi levado para a cadeia com uma fiança fixada em US$ 10 mil.

Empresa paga R$ 1,6 mil por semana para bons dorminhocos Parece um emprego dos sonhos. E é quase isso. Uma empresa de sacos para dormir está procurando por pessoas que gostem de uma boa soneca e não se importem em dormir nesse tipo de acessório. O candidato não precisa ter experiência, mas deve ter bastante sono para experimentar uma diversidade de sacos para dormir e ainda oferecer um feedback para a empresa Halfords. O salário é tentador: são 600 libras por cinco noites bem dormidas, cerca de R$ 1,6 mil semanais.

Ladrões se disfarçam de ovelhas e enganam policiais argentinos Os ladrões Maximiliano Pereyra, de 25 anos, e Ariel Diaz, 28, passaram uma semana disfarçados como ovelhas na Argentina. A dupla fugiu de um presídio e, para não ser reconhecida, se fantasiou do animal e se juntou a outras ovelhas de uma fazenda.  Segundo a imprensa argentina, os ladrões enganaram cerca de 300 policiais que estavam a sua procura na região. Moradores de La Almeda reco nheceram a dupla uma semana depois da fuga. Eles foram vistos correndo pelos campos  segurando a fantasia. Pereyra e Diaz foram presos em meio a muitas ovelhas de uma fazenda em Saladillo. A polícia local preferiu não comentar o caso.


Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Belém é a cidade do brega e do carimbo. Mas o bom é que sem­ pre há espaço para novos gêneros musicais, e outro ritmo há muito tempo anda fazendo a cabeça dos baladeiros de plantão: o forró, rit­ mo que veio do Nordeste para con­ tagiar e lotar as casas noturnas da capital paraense. Com a expansão de público, muitos artistas locais e empresários do entretenimento estão apostando cada vez mais neste gênero musical. A banda “Forró bom de Farra”, por exemplo, é uma destas novas formações que aposta no sucesso do ritmo. A banda está na estrada há um ano e três meses, e já está no 5º CD. De acordo com Juninho, vocalista da banda, Belém está abrindo os horizontes para novos sons. “Somos uma cidade breguei­ ra, mas hoje o forró está muito em alta”, comemora. No repertório da banda, suces­ sos conhecidos de bandas nacio­ nais e composições próprias. “O forró está ganhando espaço. É um ritmo gostoso, pra dançar junto, que tem o lado sensual, mas tam­ bém é romântico”, comenta. Outro grupo de expressão é o “Cabra no Forró”, que começou há três anos e não parou mais de fa­ zer shows. Atualmente, cumprem uma agenda de 20 apresentações ao mês. O vocalista da banda, Riva Santana, conta que comandava um grupo de axé, mas resolveu investir no forró. “Fazemos o forró universi­ tário, moderno, que caiu na boca do povo”, explica. Para o artista, a grande inspiração é a banda nacio­ nal “Aviões do Forró”.

Casas de show investem no segmento

Para reunir todos os “forrozeiros’, as casas de show especializadas aumentam a cada dia. Uma delas é a Mansão do Forró, inaugurada em julho do ano passado. Como o

Variedades

O ritmo do forró conquistou Belém A capital paraense tem casas cativas só para o forró. próprio nome já diz, o forte da casa é o “arrasta-pé”. “Temos um público bom que só tende a crescer, as pes­ soas daqui de Belém se identificam muito com esse ritmo mais dan­ çante”, explica Sandro Monteiro, gerente da “Mansão.” Outra casa famosa por atrair os

“forrozeiros” é o “Forró nu Sítio”. De acordo com um dos proprietários, Zé Futuca, a ideia surgiu da paixão pelo ritmo. “Eu sou de Natal e prati­ camente cresci ouvindo forró. En­ tão, em uma conversa de amigos, pensamos em montar uma casa”, explica. De lá pra cá, o público

Uma animação a mais nos for­ rós de Belém é a presença das comitivas, ou seja, grupos de amigos, geralmente jovens, que se reúnem para ir às festas. Cada comitiva tem nome próprio, logo­ marca, uniforme (geralmente uma camiseta personalizada), e até comunidades na Internet. Leonam Lima é vice – presi­ dente da comitiva “Professores do Forró”, que reúne educadores adeptos do ritmo. Ele conta que o grupo surgiu em 2007, e hoje tem 47 membros. Todos os finais de semana eles vão juntos aos shows de forró. Entretanto, a proposta do grupo vai além das festas. Os professores desenvolvem tam­ bém um trabalho social. “Nós fazemos arrecadações de roupas, alimentos, doações a entidades necessitadas. Em breve, vamos fazer uma campanha de doação de livros. Nós, como professores,

percussão. É como o brega: temos a versão tradicional e o tecnobre­ ga. São coisas diferentes, mas ambas devem ter o seu valor reconhecido. Hoje em dia, inclusive, tem bandas de forró que misturam os dois”, co­ menta Zé.

Confira alguns endereços do forró em Belém Foto: Alessandra Serrão

Comitivas de animação tem até logomarca

aumentou, e o “Forró Nu Sítio” já se tornou referência, costumando lotar aos finais de semana. De acordo com o empresário, as bandas que estão surgindo bus­ cam fazer um forró mais moderno, eletrizante. “Hoje já se trabalha com levadas de guitarra, bateria,

Mansão do Forró Avenida Rodolfo Chermont, 2155 (Antigo Palco Mix) Contato: 8173-1414 A comitiva “Professores do Forró” tem caráter solidário e arrecada alimentos para doações

temos a missão de ajudar o outro”, ressalta Loenam. O empresário Zé Futuca co­ menta que as comitivas agitam as festas. “As pessoas são alegres, vão vestidas a caráter, usando chapéus, botas, com as comitivas as festas ficam mais coloridas”,

comenta. Ele ressalta que estes grupos tendem a se multiplicar. “Quando comecei no movimen­ to no forró, existiam apenas cin­ co comitivas – hoje já são mais de 80. Quer dizer, isso só vem provar que o forró tem espaço e vai continuar crescendo.

Casa de Reboco Avenida Doutor Freitas, 33, próximo à Avenida João Paulo II – Marco Contato: 8199-0290 Cangalha Show BR-316 KM - 01 Mais Informações: 91842937 Forró Nu Sítio BR-316, Km 5/ Alameda Vita Maués, 327


18

Variedades

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Bandas do rock paraense tocam pela causa da solidariedade

Circuito “Expressa Pará” traz programação de teatro e dança

Fotos Davi Higino

No dia 24 de abril, grandes nomes do rock paraense se encontram no evento Rock Solidário, que está em sua quinta edição. Este ano, a festa promete bater o recorde de público. Anjos de Salém, Álibe de Orfeu, Corsário, Soledad e Retaliatory estão entre as atrações confirmadas. As bandas que integram todas as edições do Rock Solidário abrem mão de seus cachês. A festa que mistura rock e solidariedade vai acontecer a partir das 18h, no Memorial dos Povos. A entrada é apenas 2 kg de alimento não-perecível e o evento pretende arrecadar de 3 a 5 mil kg de alimentos e ainda trabalhar com a juventude questões de cidadania. O Rock Solidário é um evento integrante do grande movimento chamado “Dia Global do Voluntariado Jovem”, onde milhões de voluntários em todo o mundo lembram a data, que tem como meta celebrar a cidadania e a solidariedade. Desde 2003, a ONG Natal Voluntários atua como Agência Nacional de Coordenação do Dia Global do Voluntariado Jovem no Brasil, tendo sido selecionada pelos Organizadores Mundiais Youth Service America (YSA) e Global Youth Action Network (GYAN). Em Belém, o evento é realizado

São José Liberto será um dos palcos da arte popular entre os dias 22 e 27 de abril

A banda Corsário é uma das organizadoras voluntárias da 5ª edição do Rock Solidário

desde 2006 pela Missão Salvar Vidas, uma entidade sem fins lucrativos, de caráter assistencial, cuja sede está no município de Tucuruí, mas tem sua filial em Belém e atua desde 1987 no estado do Pará. O projeto tem o apoio cultural da Prefeitura Municipal de Belém. O objetivo primeiro do projeto é a arrecadação de gêneros alimentícios não-perecíveis em

grande quantidade. Estes gêneros serão destinados para ajudar comunidades carentes do bairro Val-de-Cãns e do Carmelândia, na Cabanagem, em Belém. Também há a intenção de fazer uma maior conscientização dos jovens que freqüentam estes ambientes de shows, levando-os a um maior comprometimento com a realidade social.

As várias facetas da mulher em cartaz no Cuíra Todas as alegrias, dramas, impasses e loucuras do sexo feminino reveladas com muito bom humor. Assim é o espetáculo “Útero – Fragmentos românticos da vida feminina”, que está em temporada no teatro “Espaço Cuíra” e segue em cartaz todos os sábados e domingos de abril/2010. Na primeira montagem, em 2007, o espetáculo foi um sucesso com o público, e promete levar novamente um grande público ao Cuíra. O texto e direção geral são do dramaturgo paraense Saulo Sisnando. Com novos atores, novos textos e a promessa de ser ainda mais divertido do que a primeira montagem, “Útero” mostra o cotidiano da vida das mulheres, sempre preocupadas com os quilinhos a mais, divididas entre o trabalho e a família, com corações partidos, sempre muito bem maquiadas e com as madeixas lisas a base de escovas marroquinas. “Útero – Fragmentos românticos da vida feminina” está recheado de mulheres (à beira de ataques de nervos) e seus inseparáveis amigos gays. No palco, os atores Flávio Ramos, Luíza Braga e Gisele Guedes, se dividem em dezenas de pa-

Dança popular, teatro, exposições, mostras de documentários e palestras. Todas estas modalidades da arte serão contempladas no circuito “Expressa Pará”, que será realizado de 22 a 27 de abril, nos espaços culturais do Pólo São José Liberto e teatro Maria Sylvia Nunes. O projeto é realizado através do grupo de teatro e dança do SESC (Serviço Social do Comércio) Pará. O objetivo do evento é abrir espaço para as metodologias de ensino, pesquisas, espetáculos de grupos e companhias locais. Durante o circuito, as programações serão gratuitas e terão oficinas, palestras, vídeos, exposições e espetáculos com profissionais renomados.

Entre os destaques da programação, estão: uma oficina de bonecos do grupo In Bust, circuito de danças globais com grupo do SESC e companhias convidadas, oficinas de danças populares, workshop sobre corpo e movimento e uma palestra sobre capoeira. Serviço: Projeto “Expressa Pará” Período: de 22 a 27 de abril de 2010. Locais: SESC Doca (espaços culturais da unidade); São José Liberto: Praça Amazonas s/n, Jurunas; Teatro Maria Sylvia Nunes (Estação da Docas); Casarão dos bonecos (Av. 16 de Novembro, 815). Informações: (91) 4005-9512

Fotoativa abre oficina preparatória para nova jornada de fotografia

“Útero” está em cartaz em curta temporada, todos os sábados e domingos de abril

péis e dão vida a mulheres, gays, pais ciumentos, filhas rebeldes, românticas alucinadas, peruas tresloucadas, namorados pilantras, etc. Todas as cenas embaladas pelas músicas de Felipe Cordeiro, compostas especialmente para o espetáculo, interpretadas pelo cantor Arthur Nogueira.

Serviço: Espetáculo “Útero - Fragmentos Urbanos da Vida Feminina” Espaço Cuíra Esq. da Travessa Riachuelo com 1º de Março Sábados às 21h e domingos às 20h (mês de abril) Informações: (91)81773344

A Associação Fotoativa inicia nesta semana as oficinas preparatórias para a jornada Pinholeday Belém 2010 – Sentidos da Imagem. O destaque vai para o tema ‘Fotografia Contemporânea: Formas de inserção, relações de poder e mercado’, com Marco Antonio Portela, do Rio de Janeiro, que acontecerá nos dias 24, às 15h30 e dias 27 e 28, às 19h, na sede da entidade. A oficina oferta 15 vagas. Baseado em seu estudo de Mestrado em Ciência da Arte da UFF/Niterói, o autor propõem discutir formas de inserção no circuito das artes contemporâneas. As artes se adequam a essas novas relações de poder, nas quais o mercado tornase mais forte. Essas discussões, antecipadas por uma leitura de portfólio no primeiro dos três dias de encontro, pretendem iniciar um

debate sobre fotografia contemporânea e o papel do artista frente ao mercado, sem a pretensão de fechar questões, propondo um princípio de diálogo e reflexão sobre o assunto. Marco Antonio Portela é artista visual, fotógrafo, laboratorista p&b, professor da Escola Ateliê da Imagem, curador independente, sócio fundador da Galeria virtual www.galeriatres.com.br e coordenador da Galeria Meninos de Luz em projeto social na comunidade do Pavão/Pavãozinho, Copacabana, Rio de Janeiro. Serviço: ‘Fotografia Contemporânea: Formas de inserção, relações de poder e mercado’, com Marco Antonio Portela (RJ). Dia 24, às 15h30, e dias 27 e 28 de abril, às 19h. 15 vagas. Mais informações: 3225-2754


Variedades

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Tribuna Cultural

19

Destaques Mostra documental da Amazônia Até o dia 28 de abril, o Museu Casa das Onze Janelas abriga uma mostra de cinema documental, como parte da programação da IV Semana dos Povos Indígenas. As exibições acontecem na Sala Gratuliano Bibas, e têm início às 10h30, com sessões contínuas até as 16h.  No dia 24 de abril (sábado) será exibido Pachamama, que narra a viagem de um cineasta – o próprio diretor – através da floresta brasileira em direção ao Peru e a Bolívia. Já no dia 25 (domingo), ganha exibição o filme “Balsa Boieira. No dia 27, (terça) a programa ação retoma com “Seu Didico: Paraense Velho Macho”, que registra a destruição da floresta amazônica. Fechando a mostra, no dia 28, será exibido “Espírito da TV”, que demonstra as emoções e reflexões dos índios Waiãpi ao verem, pela primeira vez, a sua própria imagem e a de ou­tros grupos indígenas num aparelho de TV. A entrada é franca. Oficina de Fotografia Estão abertas até o dia 30 de abril as inscrições para a oficina “Fotografia de Patrimônio”, de Zeca Linhares. A atividade faz parte do Projeto IND!CIAL, do SESC (Serviço Social do Comércio) Pará. A oficina será realizada nos dias 08 e 09 de maio, no Centro Cultura SESC Boulevard e anexo (Av. Boulevard Castilho França, nº 522/523). A programação é gratuita. Informações: (91) 4005-9578 Bares, Botecos&Bandas Baiacool No Baiacool Jazz Club, aos sábados, tem Cleiton Solo Single, 21h às 22h e das 22h30 às 23h30. E Letícia Secco, acompanhada pelo violonista Bob Freitas, das 00h às 1h e das 1h30 às 2h30. Endereço: Rua dos Mundurucus, próximo à Dr. Moraes – Couvert R$ 5. Informações: 91 - 3289-6632. Beatles Forever A banda Beatles Forever se apresenta às quartasfeiras, no Boteco da computer, às 20h. Já aos sábados, às 22h45, eles são atração no palco deslizante da cervejaria Amazon Beer, na Estação das Docas. Pagode na Zeus Todo sábado, a partir de 00h, tem pagode na Zeus com Vaguinho DB. A Zeus fica na Travessa Piedade, 587. Mais informações: 3223-3487 Jukbox Show da banda Jukbox. Sexta, das 21h às 23h, no Boteco das Onze (Praça Frei Caetano Brandão, Cidade Velha). Aos sábados de Abril, de 22h às 00h, a banda toca no Templários (Rua 28 de Setembro, 1155). Informações: 8190-3110. Capital Sextas e sábados, 22h, set de música com DJ Paulinho Fidalgo e convidados. Informação: (91) 3249-0056. Public Beer A quinta-feira é de música sertaneja no Public Beer. A animação fica por conta da dupla sertaneja Kaio & Marcelo. O Public fica na Tv. Wandenkolk, nº 419 (entre Bernal do Couto e Diogo Móia). Boteco das Onze O Boteco das Onze, instalado na histórica Casa das Onze Janelas, é opção para o final de semana. Às sextas, a partir das 21h, as bandas Jukbox e Vitrola S.A dão o tom da música. Já no sábado, a animação fica por conta de Karina Ayam e Mocotó Elétrico. Dom João Na Travessa Quintino Bocaiúva, 1696, no complexo do Armazém Santo Antônio. Funciona de segunda a sábado (fecha as quartas). Domingo abre para o almoço. No cardápio, comida lusoamazônica, com as experimentações do Chefe Carlos Gomes. Informações e reservas: 8834-8020 Happy Hour & Dj’s

O filme “Espírito da TV” apresenta as emoções dos índios Waiãpi ao se verem na TV. Dia 28, com entrada franca nas “Onze Janelas”

Acústico Bar Show do grupo Skema e convidados. Todo sábado, às 16h, no Acústico Bar (Coronel Luiz Bentes, s/n, com a Senador Lemos, Telégrafo). Entrada gratuita. Informação: (91) 3254-7114 e 8142-2140. Na Tapioquinha A tapiocaria “Na tapioquinha” oferece diversas opções de tapiocas, lanches e almoço. O quiosque fica dentro da Praça do Horto Municipal ( Rua Mundurucus com Benjamim Constant ), e funciona de terça à domingo. Mais informaçães: 8116-1140 Grande Família Sede da Grande Família (Curuçá próximo a Djalma Dutra). Aos domingos, às 19h, Théo Pérola Negra & Grupo da Casa e convidados. Ingresso: R$ 2. Caldo de feijão grátis e sorteio de prêmios. Informação: (91) 8898-5302. Amazon Beer Happy Hour de segunda à quarta, no horário de 18h30 às 21h00. No cardápio, bife de frios e quentes, refrigerantes e cervejas. Informações: 3204-1500 Teatro, Espetáculos & Cinema Cidade do Circo Uma opção para o público infantil é o espetáculo ‘A Cidade do Circo’, representado pelo grupo Cuíra. A peça conta a história da palhaça Chorona das Lágrimas em Pranto, que entra em desacordo com seus companheiros palhaços. Eles decidiram deixar a carreira e buscar outros empregos, mais estáveis. Chorona se recusa e parte em busca da Cidade do Circo, um local onde todos são palhaços e a vida é engraçada. Último domingo de espetáculo (domingo), às 11h. Informações: (91) 3246-4830 A Casa da Atriz A atriz Yeyé Porto comemora 25 anos de teatro com o espetáculo “A troca e a tarefa”, que será encenado nada mais, nada menos, que em sua própria casa. As apresentações de “A troca e a

tarefa”, que tem direção de Adriano Barroso, serão de sexta a domingo, às 20h, e a temporada não tem previsão para terminar, já que um dos objetivos do projeto é manter os espetáculos em cartaz durante muitos meses. Local: Rua Oliveira Belo, 95 Informações: (91) 8127-6366 Exposições e Mostras Haicai Pode ser visitada até o dia 25 de abril a exposição Haicai: Poesia e Imagem, de Bia Shiguefuzi. O formato de poesia Haicai é muito difundido no Japão. A exposição já esteve em São Paulo e chega pela primeira vez ao Pará. Visitações no Museu Casa das Onze Janelas – Rua Frei Caetano Brandão, s/n. Horário: 10h às 16h ou 10h às 13h (feriados) IND!CIAL O Serviço Social do Comércio (SESC) Pará realiza no período de 04 de abril a 30 de maio a exposição IND!CIAL – Fotografia Paraense Contemporânea, com a instalação de obras de fotógrafos e artistas visuais paraenses contemporâneos, em grandes formatos e projeções multimídia. A IND!CIAL acontece no prédio anexo ao Centro Cultural SESC Boulevard. A programação conta ainda com saraus visuais, oficinas ministradas por grandes nomes da fotografia como Zeca Linhares e Alberto Bitar e a participação incidental de outros segmentos artísticos como música, teatro, dança e literatura em performances especiais. Mais informações: (91) 4005-9578 CCBEU Mais de 90 obras do acervo do colecionador Paulo Henrique Domingues Lobo serão reunidas na exposição “Matriz modernista”, na galeria do CCBEU. A mostra reúne obras de artistas de renome, como Di Cavalcanti, Tarsila do Amaral, Antônio Bandeira, Oswaldo Goeldi, Cícero Dias, Alfredo Volpi e Aldo Bonadei. A seção dedicada aos paraenses traz obras dos artistas plásticos Acácio Sobral, Benedicto Mello, Dina Oliveira, Emanuel Franco, Emmanuel Nassar, La Rocque Soares, Luiz Braga, PP Conduru, Ronaldo Moraes Rêgo e Ruy Meira. Visitações até o dia 7 de maio, das 9h às 19h30. Informações: (91) 3242-9455.


20

Variedades

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

CELEBRIDADES

Vídeo sensual de Priscila vaza na net Um vídeo polêmico da ex-BBB Priscila Pires vazou na Internet na semana passada. Na gravação, a morena aparece fazendo gestos sensuais em frente a sua webcam. De acordo com a assessoria da modelo, “Priscila foi vítima de um vídeo criminoso, já que estava em sua casa, usando seu computador pessoal e não autorizou em nenhum momento a captação e a divulgação de quaisquer imagens”, informou a nota. O comunicado não confirma a veracidade das imagens. Mas se contradiz ao afirmar que “as mesms foram captadas de forma ilícita”, como informou a nota. O caso foi registrado na Delegacia de Repressão aos Crimes na Internet para investigações. A ex-BBB pretende localizar e processar o autor da divulgação.

Heidi Klum: “Adoro ficar nua” Heidi Klum é capa da atual edição britânica da revista “Tatler”. Em entrevista à publicação, ela contou que fica nua sem problemas - até na frente dos pais. “Acho que é porque eu cresci em uma família muito tranquila, e meus pais sempre estavam nus. Aliás, eles ainda estão. Quer dizer, não somos hippies que vivem pelados por aí, mas se acontece de um deles estar trocando de roupa em seu quarto e entrar alguém, eles não vão falar ‘Ó, céus, não, feche a porta’”, revelou a modelo. Heidi, mulher do cantor Seal, é uma das angels da grife Victoria’s Secret, e revelou também a razão para ela e o marido renovarem os votos sempre. “Ele é um homem muito tradicional. E amamos tanto o nosso casamento que resolvemos renová-lo todos os anos”, declarou a modelo.

Nívea Stelmann com ex de Arósio A atriz Nívea Stelmann está de namorado novo. Mas o nome dele não é novidade. Não entendeu? Trata-se do jogador de pólo João Paulo Ganon, ex-namorado de Ana Paula Arósio. “Estou namorando o João Paulo, sim. Mas não quero entrar em detalhes”, declarou a atriz ao jornal “Extra”. O atleta se relacionou com Arósio entre 2006 e 2008. Mas ainda parece ser discreto quanto à fama. “Ele não é do meio e estamos esperando a relação se firmar para assumirmos o namoro em público”, explicou Stelmann.

Cássio Reis fala sobre Winits O ator Cássio Reis falou pela primeira vez sobre sua separação de Danielle Winits. Ele tomou a decisão após serem divulgadas fotos de sua ex-esposa aos beijos com Jonatas Faro. “Sua principal preocupação é o filho Noah, de 2 anos, quem ele não quer que seja contaminado e exposto em nenhuma hipótese com a separação”, esclareceu uma nota da assessoria de imprensa do ator. Noah é fruto da relação do casal, e, segundo o comunicado, pai e filho vêm mantendo a rotina “o mais normal possível, no Rio de Janeiro”, informou a nota. Cássio ainda afirmou que não se importa com o affair de Winits. Ele diz que sempre irá respeitá-la como mãe de seu filho.


Esporte

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

Fotos Alessandra Serrão

A Copa do Mundo está chegando e os famosos palpites a respeito sobre quem vai ser a seleção campeã do mundo, o melhor jogador do torneio, o artilheiro da competição, a revelação da Copa e quais os jogadores que serão convocados pelo técnico Dunga para fazer parte da equipe que irá defender o Brasil na Copa já começam a ser especulados por torcedores e até mesmo por jogadores, mas nesse caso de Remo e Paysandu, os maiores times do Pará. Um destes exemplos é o atacante Moisés, 21 anos, jogador do Paysandu e considerado uma das revelações do Parazão. Ele acha que as seleções do Brasil, Argentina, Itália e Portugal são as grandes favoritas para a conquista da taça de campeão do mundo. Ao falar sobre quem vai ser o melhor jogador do torneio, o jovem jogador afirma que o argentino Messi, o português Cristiano Ronaldo e o brasileiro Kaká são os grandes favoritos a melhor jogador da Copa. “Acho que Brasil, Argentina, Itália e Portugal são os times mais fortes dessa Copa, até porque eles contam com bons jogadores. Sobre quem vai ser o melhor jogador da Copa do Mundo, Messi é o favorito, mas não podemos esquecer que o Cristiano Ronaldo e o Kaká são fortes candidatos”, opina Moisés. Em relação ao grupo de jogadores que vão à Copa defender a Seleção Brasileira, a promessa bicolor espera que o técnico Dunga convoque uma outra promessa do futebol brasileiro. Trata-se do atacante Neymar, jogador do Santos (SP), do qual Moisés se declara grande fã e chega até a ter seu futebol comparado com o do jogador santista. “Neymar é a grande revelação do futebol brasileiro, ele tem feito um grande trabalho no time do Santos. Tudo o que ele vem fazendo deveria ser reconhecido pelo técnico Dunga através de uma convocação para ir à Copa. E tenho certeza que se ele for convocado ele vai arrebentar e ainda vai

Jogadores do Pará fazem suas apostas para a copa Tiago Potiguar, Moisés e Landu dão conselhos ao técnico Dunga sobre convocações ser a grande revelação do torneio”, declara Moisés. Outro jogador que também opina em relação à Copa do Mundo é Tiago Potiguar, que também é jogador do Paysandu. Para o atleta, o Brasil é o grande favorito para o torneio, mas que tem que enfrentar outros fortes concorrentes, como Argentina, Portugal e Alemanha. “O Brasil é o grande favorito desse torneio, não tenho nenhuma dúvida disso. Mas as seleções da Argentina, Portugal e Alemanha são muito fortes e podem dar trabalho para o Brasil, e nossa seleção tem que se cuidar se for enfrentar uma dessas seleções, porque eles também são favoritos para a Copa”, fala Tiago.

Entre os jogadores favoritos a craques da Copa, Potiguar opina a favor do argentino Messi, do português Cristiano Ronaldo e do inglês Rooney. O jogador torce também para que o técnico Dunga convoque Ronaldinho Gaúcho para a Seleção Brasileira, jogador do qual ele se diz muito fã. “Indicados a craques da Copa tem muitos, mas destaco o Messi que foi eleito o melhor do mundo de 2009, o Cristiano Ronaldo que tem feito seus gols no time do Real Madri e o Rooney que tem sido o melhor jogador do Manchester United. Torço também para que o Dunga leve o Ronaldinho Gaúcho para Copa, ele tem jogado muito bem pelo Milan e tem ex-

periência de sobra para ajudar a seleção, além do que sou muito fã do futebol dele”, revela Potiguar. No time do Remo, o atacante Landu acredita que o Brasil é o maior favorito, mas que a seleção precisa se cuidar para evitar outros concorrentes considerados fortes, além de possíveis surpresas que podem aparecer no caminho do Brasil. “O Brasil é sempre o favorito ao título, mas é preciso saber cuidar desse favoritismo, pois na Copa existem outras equipes fortes. E ainda existem as seleções que são as grandes surpresas das Copas, e vai que uma dessas seleções enfrente o Brasil. Na verdade, vai ser uma grande Copa, mas o Brasil é o

maior candidato a conquistar o torneio”, diz Landu. O atacante remista também opina em relação aos craques da Copa, e assim como os jogadores Moisés e Tiago Potiguar, do Paysandu, o argentino Lionel Messi, o português Cristiano Ronaldo estarão entre os melhores do Mundial. “Outra coisa que essa Copa vai ter é um show de grandes jogadores, mas não tenho duvidas que o Messi e o Cristiano Ronaldo vão brigar pelo titulo de melhor jogador do torneio. Eles estão jogando muito bem nos seus times, e isso faz com que eles sejam os favoritos a conquistarem esse reconhecimento na Copa”, finaliza Landu.

Bares temáticos já se preparam para transmitir a Copa do Mundo Em época de Copa do Mundo a euforia toma conta das pessoas, onde mesmo àquelas pessoas que não gostam de futebol acabam sendo seduzidas pela empolgação dessa época. Na onda dessa empolgação, algumas iniciativas estão sendo feitas de olho na exibição dos jogos do Brasil na Copa. Telões e espaços decorados com as temáticas da Copa, a maioria pintado com as cores do Brasil, estão sendo adaptados para abrigar os torcedores da Seleção Brasileira. Essa iniciativa se alia com a euforia nas decorações de lojas e até das ruas, além dos anúncios publi-

citários, onde todo mundo tenta aparecer fazendo referencia à Copa do Mundo. Uma dessas iniciativas para a transmissão dos jogos do Brasil na Copa partiu da Secretaria de Esporte, Juventude e Lazer (Sejel), que em parceria com a Ambev vai instalar telões em áreas que abrigam muitas pessoas, como a Aldeia Amazônica, a avenida Visconde de Souza Franco, Ver-o-Peso e a Praça da República. Além desses lugares, no mês de julho, esses telões serão levados aos balneários próximos de Belém, como Icoaraci, Mosqueiro e Outeiro.

Nesse mesmo ritmo, alguns bares de Belém prometem se adequar ao clima de Copa e esperam conquistar um bom numero de frequentadores. Um desses exemplos, é o “Bar da Copa”, que terá capacidade para cinco mil pessoas e que tem estréia prevista para o dia 15 de maio. Para o mundial, o bar promete uma decoração com as cores do Brasil, bolões de apostas dos jogos entre os clientes, além de 40 televisores de 42 polegadas, todos de LCD e mais oito telões. Outra novidade no espaço serão as atrações musicais nacionais e locais, antes e depois dos

jogos. “Estamos programando uma grande decoração para o ‘Bar da Copa”, com uma temática bem focada na Copa do Mundo, principalmente em torcida pelo Brasil, além de bolões de aposta, televisores de LCD de 40 polegadas e oito telões, tudo visando atrair a euforia dos clientes”, disse Guilherme Rocha. Outro bar que entrou nesse clima de copa foi o Capital. O espaço já está passando pela etapa da decoração, montada com fotos de jogadores, bandeiras e outros itens temáticos da seleção, além de um telão para a exibição dos jogos. “Estamos decorando o bar para a

Copa do Mundo com fotos dos jogadores e bandeiras. Além disso, o telão em que os jogos serão transmitidos já está montado, o que vai facilitar a visualização no dia das partidas. Aliás, vamos abrir em todos os jogos, tanto do Brasil quanto de outros times. Estamos pensando também em fazer um cardápio diferenciado para servir durante a Copa, inclusive pratos da culinária sul-africana. Estamos nos preparando ao máximo com todo o pique. Será um dos melhores points para assistir à Copa”, revela Izabel Moreira, gerente do bar Capital.


22

Esporte

Belém, 17 a 23 de abril de 2010

Pará é campeão no torneio brasileiro de judô da região II Com 21 medalhas de ouro, o Pará foi o grande vencedor do Campeonato Brasileiro da Região II, realizado nos dias 16 a 18 de abril, na cidade de São Luis (MA). A competição reuniu 458 judocas do Pará, Maranhão, Amapá, Ceará e Piauí. O Pará participou com 100 atletas sendo: quatro da academia Agostinho Maciel, nove da APJ- Paragominas, um da Baeta Dojô, dois da Campos Judô, quatro da Clifisio – Marabá, oito da Escola Dom Quixote, 18 da Esmac, 18 da IFPA, seis da Escola Mascote, um da Maynard, três do Pará Clube, um do Pólo Seduc, oito da Sejel/ Rancho, um da Sensei Coelho e 18 do Veleiro. Dentre os medalhistas de ouro destacamos as atletas Kassia Natividade, da Associação Veleiro e Bruna Vilhena, da APJ-Paragominas, ambas conquistaram duas medalhas de ouro. No masculino destacamos os atletas Luis Augusto Nogueira Filho e Lucas Lisboa Pinho ambos da ESMAC, conquistaram medalhas de ouro e prata, e ouro e bronze respectivamente, e Silvio Shaymon, da Associação Veleiro, também

Os judocas paraenses conquistaram o maior número de medalhas e acabaram vencendo a disputa com as equipes de Estados como Maranhão, Amapá, Piauí e Ceará

conquistou duas medalha sendo ouro e bronze. O Pará foi campeão geral com 21 medalhas de ouro seguido

do Maranhão com 19 e o Piauí com 16. O Pará também foi campeão em organização, união, comportamento, dedica-

CBF diz que Taça das Bolinhas é do São Paulo A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) divulgou que o São Paulo é o primeiro clube pentacampeão brasileiro e que, por isso, levará a chamada “Taça das Bolinhas” para o Morumbi. Após um estudo que levou cerca de 20 dias, o departamento jurídico da entidade entregou o parecer ao presidente Ricardo Teixeira, que o encaminhou à Federação Paulista de Futebol.  A dúvida sobre a entrega do troféu existia por causa da polêmica  sobre a  competição de 1987,  em que  o  Sport foi considerado campeão pela CBF na época. O Flamengo, campeão da Copa União, organizada pelas agremiações fundadoras do Clube dos 13, reivindicava o título da temporada. “É irrevogável e está decidido. Pela primeira vez foi feito um estudo bastante abrangente e chegou-se  à conclusão de que quem merece receber a taça é o São Paulo, porque foi o primeiro a chegar ao pentacampeonato. O Flamengo chegou ao quinto título brasileiro agora em 2009. Diante deste estudo que foi feito pelo departamento jurídico  já comunicamos à Federação Paulista que vamos fazer uma recuperação da taça porque ela não deve estar muito bem cuidada porque está guardada há muitos anos.

Entenda o caso

O troféu é pelo campeonato de 1987

Vamos recuperá-la e entregá-la novinha como deve ser”, disse o presidente da CBF, Ricardo Teixeira.  No parecer do caso, o departamento jurídico da CBF é claro ao afirmar que a conclusão a ser tirada, inevitavelmente, é que o Clube de Regatas do Flamengo não foi campeão em 1987, ao contrário do que insistem em afirmar seus adeptos e seguidores. “Para a CBF, o Flamengo tem cinco títulos, os legais, os que foram homologados como campeão”, completou Ricardo Teixeira.

A taça seria dada em definitivo ao clube que conquistasse o Campeonato Brasileiro três vezes consecutivas - ou cinco alternadas. Em 1987, o Flamengo foi campeão do módulo verde da Copa União, equivalente à Série A, e o Sport venceu o módulo amarelo, equivalente à Série B. O regulamento previa o cruzamento entre os dois primeiros colocados de cada torneio, mas Flamengo e Inter, o vice-campeão do módulo verde, se recusaram a disputar o quadrangular com Sport e Guarani, campeão e vice do módulo amarelo. A CBF declarou o time do Recife campeão, decisão que foi confirmada em maio de 1994 em uma sentença do Tribunal Regional Federal. Com a confirmação, segundo a entidade, o Sport é o campeão brasileiro de 1987, e o Flamengo, campeão por cinco vezes, nas edições de 1980, 1982, 1983, 1992 e 2009. “Foi feito um estudo profundo com toda a documentação sobre o assunto para definir finalmente quem seria o legítimo dono da Copa Brasil, a chamada Taça das Bolinhas. E esse estudo concluiu que seria o São Paulo já que foi o primeiro clube a conquistar de forma alternadas cinco vezes o Campeonato Brasileiro. O quinto título do Flamengo foi conquistado em 2009”, disse Carlos Eugenio Lopes, diretor jurídico da CBF.

ção, uma prova do crescimento do Judô Paraense. De um 4º lugar em 2008, um vice-campeonato em 2009, agora o Estado

conquistou o título máximo, em 2010, inédito desde que foi implantado este modelo de competição por região.

Rivaldo posta em blog que Messi é um exemplo aos 22 anos de idade

O brasileiro avalia que o argentino joga com alegria e prazer, mas também disciplina

Depois de Maradona, Pelé, Stoichkov, Romário e Cruyff, mais um grande craque do futebol mundial se derrete em elogios ao argentino Lionel Messi. Em um post no seu blog oficial, o pentacampeão Rivaldo, ex-jogador do Barcelona e que atualmente defende o BunyodkorUZB, exaltou o craque do clube catalão. “É um exemplo para todos, principalmente porque tem apenas 22 anos. Ele joga com alegria, pra zer, dedicação e disciplina. Espero que ele continue assim, humilde. Minha opinião é que ele não vai ser eleito o melhor jogador do mundo duas vezes, mas, no mínimo, cinco ou seis vezes”, salientou Rivaldo, que ganhou o prêmio da Fifa em 1999. Além de elogiar o argentino, o exjogador de Palmeiras, Corinthians e Cruzeiro também deu conselhos ao jogador. “Não se preocupe com

as comparações que fazem com ou tros jogadores. Você está fazendo muito bem sua própria história. Não se preocupe com as críticas que chegam da Argentina, onde dizem que você não joga como no Barça. As pessoas têm que entender que você está no dia a dia do clube e que na seleção trabalha poucas vezes. Independentemente de sua atuação na África do Sul, acho que você é o melhor jogador do mundo na temporada”, ressaltou o jogador. Rivaldo também afirmou que o Barça conquistará o bicampeonato da Liga dos Campeões. “Guardiola é o meu treinador preferido. Ele pede a sua equipe o mesmo que colocava em prática quando jogava: futebol simples, espetáculo e quem corre é a bola. Com certeza vai ser campeão da Champions League e do Campeonato Espanhol”, apostou o jogador.


Especial Copa

Belém, 24 a 30 de abril de 2010

23

As maiores zebras da história das Copas do Mundo Com a tabela da Copa do Mundo de 2010 definida, todos já começaram a especular quem será a grande zebra que vai passear pela África do Sul. Com isso, uma grande

equipe, como Brasil, Alemanha ou Itália, pode até chegar a uma Copa do Mundo carregando consigo uma enorme expectativa de título, mas é possível tropeçar em um

país até então inexpressivo no futebol mundial, como já aconteceu em mundiais passados. Na Copa do Mundo de 2010, países como Argélia, Austrália, Eslováquia são alguns

dos que aparecem com chances de repetir feitos que algumas seleções protagonizaram em Copas passadas. Embora pouco provável de se imaginar um fato assim, não é raro

que ‘nanicos’, futebolisticamente falando, surpreendam ‘gigantes’. Confira abaixo algumas ‘zebras’ da história dos Mundiais, de acordo com o Jornal Tribuna do Pará:

FRANÇA 0 x 1 SE­ NEGAL – Copa 2002 – Japão e Coreia

ARGENTINA 0 x 1 CA­ MARÕES – Copa 1990 - Itália

A França chegou à Copa de 2002 como uma das grandes favoritas ao título, após ter vencido em 1998. Na abertura da competição, sem o craque Zinedine Zidane, os então campeões enfrentaram o estreante Senegal, que teve a honra de abrir a competição disputada no Japão e na Coreia do Sul. Os Bleus, porém, foram surpreendidos pelo time africano, que pressionou e venceu a partida por 1 a 0, gol de Papa Bouba Diop. Os franceses caíram na primeira fase sem uma vitória sequer, enquanto o time senegalês foi eliminado somente nas quartas de final.

O triunfo de Senegal sobre a França, em 1998, não foi o primeiro em que um africano derrotava um então detentor da Copa do Mundo: a Argentina, que defendia a taça de 1986, também foi surpreendida na estreia da competição de 1990. A equipe de Diego Armando Maradona, Claudio Caniggia e Oscar Ruggeri, sofreu um gol de François Omam-Biyik aos 22min do segundo tempo, não conseguiu reagir e foi batida por Camarões logo no primeiro jogo do Mundial, na Itália. O time sul-americano, porém, conseguiu se recuperar e avançou até a decisão.

ALEMANHA ORIENTAL 1 x 0 ALEMANHA OCI­ DENTAL – Copa 1974 Alemanha

COREIA DO NORTE 1 x 0 ITÁLIA – Copa 1966 Inglaterra

Anfitriã do Mundial de 1974 e potência, a Alemanha Ocidental se encontrou com a vizinha e pouco tradicional Alemanha Oriental na última rodada da primeira fase daquele ano e acabou derrotada por 1 a 0. O triunfo deixou o país socialista na liderança do grupo, mas o placar não foi tão ruim para a nação capitalista. Na 2ª fase, a equipe de Franz Beckenbauer caiu na chave de Iugoslávia, Polônia e Suécia, classificou-se à final e foi campeã; os vizinhos foram para o grupo que continha Brasil, Argentina e Holanda antes de serem eliminados.

EUA 1 x 0 INGLATERRA – Copa 1950 - Brasil País que criou o futebol, a Inglaterra defrontou a ex-colônia, Estados Unidos, na primeira fase da Copa do Mundo de 1950, no estádio Independência, em Belo Horizonte. Favoritíssimos diante de uma nação em que a modalidade era pouco difundida, os ingleses perderam por 1 a 0 e protagonizaram uma das maiores zebras futebolísticas. A imprensa do país norte-americano classificou o resultado como “milagre”, enquanto na Grã-Bretanha chegou-se a pensar que o placar havia sido invertido e impresso incorretamente pelos jornais.

Estreante em Mundiais, a Coreia do Norte conseguiu vencer a então bicampeã Itália na rodada decisiva do grupo 4 da Copa do Mundo de 1966 e eliminar a Azzurra daquela competição. O histórico gol de Doo Ik Pak, aos 42min do primeiro tempo, permitiu que os asiáticos terminassem com três pontos ganhos na vice-liderança da chave, enquanto os italianos amargaram o terceiro posto. Na segunda fase, a Coreia caiu nas quartas de final ao perder por Portugal, de Eusébio, por 5 a 3.

Croácia 3 x 0 Ale­ manha – Copa 1998 – França Eliminar a Alemanha em um mata-mata de Copa do Mundo não é uma coisa simples. Mas, dar uma surra por 3 a 0 e deixar os alemães sem rumo é ainda mais complicado. Mas a então estreante Croácia, que contava com os astros Zvonimir Boban, jogador do Milan (ITA) e Davor Suker, jogador do Real Madri (ESP) e que veio a ser o artilheiro da Copa daquele ano, com uma geração brilhante, conseguiu a façanha, passou para as semifinais e terminou a Copa em terceiro lugar.



Tribuna 32