Page 1

Ano I

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Edição 19 Preço R$ 1,00

Fardamento escolar 10% mais caro

A despesa com o uniforme escolar é mais uma das contas que pesam no orçamento dos pais na volta às aulas. Este ano, os uniformes tiveram reajuste de quase 10%, e a receita para economizar é pesquisar muito entre as malharias da Região Metropolitana de Belém. Página 13 População exige obras em Ananindeua

Oposição trava orçamento de Belém

POLÍTICA

Sandra Batista bate de frente com Helder A petista, que é vice-prefeita de Helder, em Anenindeua, não concorda com os cortes feitos pelo prefeito na educação.

9

variedades

Belém de ontem, hoje e sempre no Mabe A exposição celebra os 394 anos da cidade e apresenta obras que retratam a Belém antiga, enquanto fotos mostram a modernidade.

17

Internacional

Ajuda chega de toda parte aos Haitianos

No conjunto Guajará I, em Ananindeua, a população cobra a realização de obras com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), e que aparecem na propaganda da Prefeitura como concluídas. No local, apenas lama e abandono. Página 7

Vereadores da bancada de oposição à administração municipal passaram quase todo o mês de janeiro travando a votação do orçamento de Belém para 2010. O atraso prejudica obras estruturantes para Belém, prejudicando a população da capital. Página 10

Ajuda e doações do mundo inteiro chegam com força ao país, mas os médicos voluntários temem as epidemias.

15

Caso da menor presa com 20 homens em Abaetetuba termina de ouvir testemunhas e entra em fase final. Página 8


2

Opinião

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Editorial Não há alternativas para construir um mundo melhor sem solidariedade. A tragédia no Haiti é uma prova disso. Não é possível virar as costas para a situação de clamidade pública que assolou o país diante dos olhos do mundo. O mais triste é pensar agora que toda a dinheirama derramada para salvar bancos americanos no início da crise econômica mundial seria suficiente para reconstruir não apenas um, mas dois países como o Haiti. Mas sabemos que ainda existe outra dinheirama como aquela, e precisa apenas de interesse para que ela alcance as pessoas que agora não tem casa, nem comida, nem água.

Algumas dessas pessoas já começaram a ser combatidas pelos próprios militares, porque passaram à condição de saqueadoras, tamanho o desespero em busca do básico para a sobrevivência - alimento e água. De grão em grão, a solidariedade está chegando ao Haiti. E é necessária, embora, ao longo da mesma semana, houve quem dissesse que fome e sede muita gente passa em outros cantos do mundo e poucas moblizações são feitas para mudar isso. Ora, de fato essa também é uma situação real, fruto da má vontade de muitos sistemas de governos, no entanto, a própria democracia é um caminho de mudanças

para essas realidades, que são diferentes de um lugar onde tudo desmoronou para todos ao mesmo tempo. Em Belém, o trabalho da Cruz Vermelha está voltado para doações. O posto de coleta é na avenida Gentil Bittencourt, 1840 (entre 9 de Janeiro e Alcindo Cacela). Servem roupas e alimentos não perecíveis. A Fumbel também está arrecadando alimentos, donativos e roupas, na campanha “Haiti Agora”, com a parceria da Pastoral da Criança. Podem ser feitas no palco da Fumbel durante as noites culturais e nas sedes da Pastoral no Pará. São iniciativas que compartilham da ideia de que a solidariedade muda o mundo.

CARTAS Desrespeito no pronto-socorro da Cidade Nova VI Um fato no mínimo desrespeitoso aconteceu no final da noite do último domingo, 17, na Unidade de Urgência e Emergência da Cidade Nova VI, em Ananindeua. Enquanto pacientes esperavam na fila para serem atendidos, a enfermeira chefe de plantão, I. Carvalho, acessava o orkut em um dos computadores da recepção. Indignada com a atitude da enfermeira, a mãe de uma paciente, a dona de casa, Nilze Freitas, cobrou agilidade no atendimento, uma vez que apenas um atendente estava tirando as fichas e prestando atenção aos que procuraram o Pronto-Socorro. O bate-boca durou cerca de cinco minutos e mesmo depois que mãe e paciente entraram para consulta a enfermeira ficou soltando ofensas para com a dona de casa, além disto fazia pouco caso para os que ainda estavam na fila aguardando atendimento, incluindo uma criança de apenas dois anos de idade, que estava com infecção intestinal. Pela manhã, o filho de dona Nilze entrou em contato por telefone com a Secretária de Saúde de Ananindeua, dra. Débora Crespo, para informar o ocorrido e cobrar providências quanto a ação da servidora. A secretária ficou surpresa ao saber que os computadores da recepção tem acesso à internet, uma vez, que segundo ela, apenas os computadores usados pela diretoria de qualquer Unidade de Saúde do Município podem ter acesso à rede mundial de computadores, devido o serviço de intranet, e falou que iria advertir a enfermeirachefe. A família estuda a possibilidade de levar o caso adiante e cobrar providências imediatas quanto à postura que a enfermeira-chefe teve - primeiro por estar fora de sua função em horário de serviço e destratar cidadãos em um órgão público. Denilson D’Almeida http://blogdodeni.blogspot.com http://twitter.com/curtasdenilson Nota da redação: Caro Denilson, checamos essa informação e pedimos explicações à Secretaria Municipal de Saúde de Ananindeua, onde apuramos que a enfermeira citada em sua carta foi advertida e o caso será apurado em procedimento de sindicância. A Secretaria informou também que o acesso à internet nas unidades será bloqueado nas áreas de atendimento ao público. Redação Tribuna do Pará Lixo cerca Abelardo Santos Lixo por toda parte é a realidade no hospital regional Dr. Abelardo Santos, em Icoaraci. As instalações do hospital estão tomadas pelo lixo, desde o hospitalar até lixo doméstico. Por incrível que pareça, pelo menos há 15 dias não é feita coleta destes resíduos. Funcionários e pacientes sofrem com o odor insuportável que adentra os corredores do hospital. Segundo normas do Ministério da Saúde, a coleta de resíduos hospitalares tem que ser feira diariamente, e lixo hospitalar não pode permanecer no mesmo local que lixo doméstico, fatos que ocorrem no hospital. Além do lixo, funcionários reclamam ainda do mato que cerca e a cada dia invade o hospital. A população já sofre nas unidades de saúde com as faltas de médicos, de macas e agora quando são atendidas, são em meio a montanhas de lixo. Lucas Gabriel Corrêa Nogueira Rua dos Pariquis, passagem Paulo VI

Jovens brasileiros ainda precisam de educação Menos da metade dos brasileiros de 15 a 17 anos cursa o Ensino Médio, e apenas 13% dos jovens de 18 a 24 anos frequentavam o ensino superior em 2007, segundo a pesquisa “Juventude e Políticas Sociais no Brasil”, divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea). O estudo aponta avanços no acesso de jovens à educação. Em 2007, 82% dos jovens de 15 a 17 anos frequentavam a escola. O problema está no atraso: só 48% estavam no ensino médio. Um dos maiores problemas é a desigualdade de oportunidades. A cor, o nível de renda e a moradia in-

terferem no acesso à educação. Em 2007, 57% dos meninos e meninas de 15 a 17 anos residentes em áreas metropolitanas cursavam o ensino médio, contra pouco menos de 31% no meio rural. O jovem ainda se divide entre os estudos e o mercado de trabalho e os que conseguem ir à escola precisam lidar ainda com a baixa qualidade do ensino, baseado em uma estrutura antiquada e nada atraente. No ensino superior, entre 1996 e 2007, a taxa de frequência líquida cresceu 123%. Mas só 13% na faixa etária dos 18 aos 24 anos - muito abaixo da meta de 30% estipulada

para 2011 no Plano Nacional de Educação. A taxa de frequência dos que têm renda mensal per capita de cinco salários mínimos ou mais (55%) é dez vezes maior do que entre a população que ganha até meio salário mínimo (5%). O estudo do Ipea destaca que o Brasil ainda tem 1,5 milhão de analfabetos, entre 15 e 29 anos, por causa da baixa efetividade do ensino fundamental. De acordo com dados da Pnad 2007 (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios) do IBGE, 44,8% dos analfabetos com 15 anos ou mais já haviam frequentado a escola.

EXPEDIENTE Tribuna do Pará é uma publicação semanal. Editado por SGP Comunicações e Serviços Ltda. CNPJ: 10955840/0001 - 61 Diretor: Márcio Barros Endereço: Trav. Lomas Valentina, nº 1502 - Marco CEP: 66.087-440 Plantão da Redação: (91) 3276.2308 Mande também suas sugestões de pauta. E-mail: tribunadopara@gmail.com Orkut: Tribuna do Pará (Comunidade)

Reportagens: Graziella Mendonça e Alexandre Cunha Colaboradores: Victor Hugo Salgado. Fotos: Jader Paes. Diagramação: Arthur Costa Projeto Gráfico: José Menezes Junior Comercial: Rodrigo Ferreira tribunadopara.comercial@gmail.com (91) 3276-2308 / (91) 8269-0872


Cidades

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

TRIBUNA LIVRE Sozinha A governadora Ana Júlia Carepa não contou conversa. No último sábado, 16, foi até a praça da Bíblia, no conjunto Cidade Nova 2, em Ananindeua, e mesmo sem a presença do prefeito peemedebista Helder Barbalho, inaugurou internet de graça na praça. O cerimonial da governadora informou ao público que o prefeito estava viajando. Pressa A pressa de inaugurar internet para o povo que mal tem o que comer foi tanta, que a governadora Ana Júlia não quis esperar o prefeito Helder voltar das férias internacionais com a família. Inaugurou fazendo festa e tudo. Saúde Contrariando os números do próprio Ministério da Saúde, a governadora Ana Júlia disse em seu blog que o problema da saúde em Belém só tem a ver com Belém. Os atendimentos feitos a outros municípios na capital, segundo ela, são pagos pelos 142 municípios através de “pactos de atendimento em saúde com Belém”, se referindo à chamada Programação Pactuada Integrada (PPI). Doença O que a governadora não disse é que a velha PPI, que sofreu uma revisão mínima em 2007 com valores de 2005, não reembolsa Belém por todos os procedimentos atendidos, ou seja, os município pactuam “X” e mandam para Belém “X2”, sem que as ambulâncias extras e são muitas, sejam recusadas na capital.

Pórtico Metrópole conclui sua estrutura metálica

A interdição à noite das pistas da BR-316 facilita a colocação das estruturas que vão acomodar a passarela na próxima etapa da obra, que vai dar uma nova cara para a entrada de Belém.

Nos dias 25, 26 e 27 de janeiro será concluída, no sentido Belém-Ananindeua, a etapa de colocação da estrutura metálica da obra do Pórtico Metrópole, em execução pela Secretaria Municipal de Urbanismo (Seurb) no Entroncamento. Para concluir essa etapa a Seurb vai interditar parte das pistas da rodovia BR-316, na altura do Km 1, como fez para implantar a estrutura no sentido Ananindeua-Belém. O projeto urbanístico da Seurb tem objetivo de dar uma nova cara para a entrada de Belém, e é definido pela Seurb como a maior e mais moderna passarela da Amazônia, que, além de um complexo de escadas convencionais, elevadores e escadas rolantes, também vai ter um mirante e funcionará como cartão postal da capital paraense. A função principal do pórtico, no entanto, será de pas-

sarela, que vai permitir a retirada do sinal de travessia de pedestres existente em frente ao shopping Castanheira. A retirada do sinal deve melhorar o fluxo de veículos na saída do túnel e garantir mais segurança cerca de 4 mil pessoas que passam por hora no local. A construção tem um conjunto de quatro elementos: dois blocos de acesso (um ao lado da loja Esplanada e outro ao lado do shopping), a passarela propriamente dita e sua torre de sustentação. No bloco da Esplanada, haverá escadas rolantes (subida e descida), uma plataforma de percurso vertical (PPV) destinada a portadores de necessidades especiais e uma escada convencional. O bloco do Castanheira contará com as escadas rolantes e escadas convencionais, sendo que a plataforma de percurso vertical será substituída por dois

elevadores convencionais. Os blocos têm estrutura de concreto armado, paredes em alvenaria de tijolos cerâmicos, cobertura de telhas termoacústicas e serão integralmente revestidos, interna e externamente, em material cerâmico de alta resistência. A passarela será um conjunto metálico com as laterais abertas para assegurar a ventilação e a iluminação natural em seu interior. A cobertura terá forma abobodada, sustentada por estruturas tubulares paralelas. A tecnologia utilizada será a mesma existente na Alça Viária. O quarto elemento, a torre de sustentação, será em concreto com altura de 40 metros e ficará localizada no bloco Castanheira. A obra atende às legislações federais que disciplinam construções que cruzam rodovias a uma altura mínima de 5,50 metros de altura.

Déficit O maior exemplo disso está perto de Belém, em três municípios da Região Metropolitana, sendo Ananindeua o líder em extrapolar os valores pactuados. Em 2009, só de Ananindeua, os dados fechados até novembro pelo MS apontam que o município pactuou R$ 5 milhões e enviou pacientes em procedimentos que custaram R$ 10 milhões a Belém. Fuga O déficit, de R$ 5 milhões com Ananindeua? Ora, segundo a governadora, Belém tem que assumir, já que é “maior de idade”. Na hora da decisão mais lógica, a de renegociar a PPI na Comissão Intergestores Bipartite, cada município um faz seu lobby e foge para continuar a não pagar a conta. Haiti A Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel) está arrecadando alimentos, donativos e roupas para os 3 milhões de vítimas vivas do terremoto no Haiti. A Campanha “Haiti Agora“ conta ainda com a parceria da Pastoral da Criança em Belém. As doações podem ser feitas no palco da Fundação Cultural de Belém durante as noites culturais e nas sedes da Pastoral em todo o Estado.

PINGA FOGO Ambulantes que foram retirados da calçada da BR-316 do lado de Ananindeua se queixam que a prefeitura de Helder Barbalho se quer negociou a saída dos 80 trabalhadores da área. Nem mesmo prometeu realocá-los em outro local. Estão a ver navios e foram parar no lado de Belém para poder pegar carona nos camelódromos que serão entregues em 2010. A Secretaria Municipal de Esporte Juventude e Lazer (Sejel), em parceria com as Organizações Romulo Maiorana e Vale, promove no próximo dia 31 de janeiro a partir das 7 horas, a 12ª segunda Corrida de Belém. O evento deve reunir dois mil atletas pelas ruas da cidade e marca o encerramento da programação de 394 anos da capital paraense. É risível, mas a Cosanpa divulgou que vai instalar cerca de 16 mil novos hidrômetros para medir a água na Região Metropolitana de Belém, para ter controle preciso do consumo e evitar que o consumidor desperdice água. Mas esse mesmo consumidor anda se perguntando como pode haver controle daquilo que não existe nas torneiras?


4

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Cidades

Pai Muzuê - Aquele que tudo sabe, e que tudo vê Procura-se Pai de Santo

PIADA É AQUI Primeiro filho Dois amigos se encontram: - Puxa, quanto tempo? Como vão as coisas? - Eu estou ótimo e você? - Eu vou ser pai pela primeira vez! - Que legal! Parabéns! E a sua mulher está feliz? - Por enquanto está! Mas, na hora que ela souber, vai ficar uma fera! Cobrança difícil Toninho candidatou-se a um emprego numa corretora, mas não tinha experiência. Mas estava tão ansioso por obter o lugar que aceitou fazer uma cobrança difícil, com a promessa de ser admitido caso recebesse o valor da dívida. Duas horas depois, Toninho regressou com a totalidade da quantia. - Espantoso! - exclamou o diretor da corretora. - Como é que conseguiu? - Foi fácil - respondeu Toninho. - Disse ao devedor que, se ele não pagasse, ia espalhar pra todo mundo que ele deve que ele havia pago a nossa conta! Foi batata! A gafe da loira Uma loira se encontra com uma velha amiga morena: - Menina, como você tá diferente! Cortou o cabelo... Tá moderna! - Pois é... - concordou a amiga. - Tá mais magra...bonita! - Pois é... - Então, me conta, o que você anda fazendo da vida? - Tô fazendo quimioterapia... - É mesmo? - se interessou a loira - Em qual faculdade?

Caça Palavras

PERFIL - Pai Muzuê, na verdade, é a identidade umbandista de Leovegildo Aragão da Silva, um senhor distinto de 69 anos, que nasceu em Pinheiro, se mudou para Santa Inês aos 12 anos, comeu muita poeira na estrada até chegar a Caxias, mas teve de partir com malas e cuias para Codó, aos 24 anos. Desde então, ali se estabeleceu com um bem sucedido Pai-de-Santo, tendo um dos maiores e mais bem frequentados terreiros de macumba do Brasil. Tem cursos de pósgraduação, especialização e até mestrado em Defesa contra as Artes das Trevas, mas sabe como ninguém bater um tambor e mandingar para os mais chegados. Na sua enorme lista de celebridades constam maranhenses igualmente famosos, como José Sarney, Alcione, Gonçalves Dias, Antonio Lemos, Zeca Baleiro e quase todos os emergentes que aparecem na telinha da Globo. Seu forte é matar políticos. Tancredo Neves e Ulysses Guimarães são exemplos disso. Quando não mata, no mínimo faz perder o mandato. E aí, a lista é enorme. Começou com Collor de Mello. Intelectualizado, Pai Muzuê agora escreve com exclusividade, toda semana, para o jornal Tribuna do Pará. E avisa: quem for podre, que se quebre!

Estou abrindo sete vagas para pai de santo, para atuar nas filiais dos terreiros. A eleição vai chegar e já tem muitagentequerendomundiarpolíticosecandidatos. Há muitas demandas na Casa de Muzuê tanto no terreiro do Maranhão quanto no de Santo Antonio do Tauá. Em São João de Pirabas, o quadro tá completo. Todo mundo quer fazer despacho onde tem mar, porque as águas profundas conseguem chegar mais rápido na Encantaria e isso faz com que mandinga pegue mais rápido. Vou fazer uns testes com os candidatos. Pagamos bem, porque tem político que paga até adiantado. E o mais importante. Tem que ter morte ou feito alguém perder mandato no currículo. Aqui a coisa é séria. Tem um monte de gente do ninho tucano pedindo atrapalho para o governo de Ana Júlia. E eu respondi na hora que não precisa nem de macumba para atrapalhar o governo dela. Tem muita gente do lado da governadora fazendo isso sem tambor, sem ebó. Apenas, disque, trabalhando. Não peguei esse trabalho. Não quero atrapalhar esse governo mais do que já está, porque mais atrapalho é só o povo que vai entrar pelo cano. Nas minhas vidências, a governadora tem que se preocupar com os feitiços do PMDB. Por lá a macumba é braba. É lambada de cobra cipó. O PMDB já está acabando com o estoque de agarradinho e pega-não-me-larga da barraca da Loura, lá do Ver-o-peso. Quer ficar colado na governadora para sugar tudo o que puder na futura aliança de 2010. É ordem do presidente Lula que o cacique Jáder Barbalho não saia de perto de Ana Júlia. Se sair, os processos federais que tramitam na Justiça do Tocantins vão ser sacolejados por lá. O recado foi dado e Jader não quer virar matinta pereira, vagando só pela madrugada. Quer saber de segurar um monte de gente de Ananindeua, porque a folha por lá tá mais do que inchada. O Sarney me indicou pra ele. Disse que faço preço camarada, e rapidamente fui procurado por intermediários do cacique, mas com eles eu não acerto nada. Pai Muzuê tem nome e sobrenome. E gosta de olhar no olho do cliente. Pra mode ver se eu mordo a cobra ou, num caso desses, se é a cobra é que vai querer me morder. Tenho dito.


Cidades

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

5

Projetos prometem mudanças no trânsito da RMB Fotos Jader Paes

Belém, Ananindeua, Marituba e outros municípios da Região Metropolitana aguardam por um trânsito mais desafogado, sem congestionamentos diários e com muito mais segurança para motoristas e pedestres

Que o trânsito da Região Metropolitana da Belém (RMB) está saturado, é uma opinião geral dos moradores. Engarrafamentos, transtornos e lentidão já se tornaram cenas frequentes no dia-a-dia da região metropolitana, principalmente nos chamados horários de pico, como o almoço e o final da

tarde. O problema é maior em alguns corredores que são utilizados pela maioria da população, como por exemplo, a Avenida Almirante Barroso, que liga a cidade à BR-316, saída do município. Por outro lado, no centro de Belém, a presença de colégios, bancos, serviços e a cir-

culação de várias linhas de transportes coletivos também deixam o tráfego complicado. O motorista Guilherme Costa conta que o trânsito caótico torna sua profissão ainda mais desgastante. “Canso de ficar preso em engarrafamentos, todos os dias passo por algum estresse”,

lamenta. De opinião parecida é o vendedor Élcio Pinheiro, morador da Sacramenta. “O tráfego piora a cada dia, na Pedro Álvares Cabral preciso esperar quinze minutos para atravessar a rua. As vias são muito tumultuadas”, observa. Para amenizar este problema e garantir outras opções de fluxo de

veículos na Região Metropolitana de Belém, os governos estadual e municipal realizam projetos de infraestrutura viária que prometem dar mais alternativa à população. Um deles é o “Ação Metrópole”, projeto executado pela Secretaria de Estado de Projetos Estratégicos (Sepe), do Governo do Estado.

Obras preparam para um sistema interligado de transporte O Ação Metrópole envolve obras de infraestrutura urbana e tem como objetivo final garantir à RMB um modelo de transporte totalmente interligado. Quando o projeto for concluído (a estimativa provável é 2013), a cidade contará com grandes corredores exclusivos do sistema integrado de transportes – Almirante Barroso e BR-316 – além de um outro corredor na Rodovia Augusto Montenegro, que deverá ser feito posteriormente. Também serão implantados terminais de integração (pontos onde o usuário de ônibus poderá fazer o transbordo), e estações intermediárias ao longo da cidade. Mas para que o sonho de uma rede de transportes mais eficaz na RMB se torne realidade, são necessárias obras físicas – que já começaram a ser executadas. De acordo com Massa Goto, assessora técnica da Sepa, estão em

andamento três obras desta primeira fase. “É o chamado ‘Corredor Norte’, que integra a primeira etapa do projeto. Os recursos já estão garantidos, e as três obras devem ser concluídas até Maio deste ano”, afirma. Na Júlio César, está sendo construído um elevado com quatro pétalas que vai possibilitar a eliminação do semáforo de quatro tempos, o que dará mais fluidez ao trânsito. Próximo à área do elevado, será construído o “Parque do Bairro”, que deve ser entregue junto com o Corredor Norte. Será um espaço de lazer que reunirá várias opções de entretenimento, como quadra poliesportiva, anfiteatro, espaços de ginástica e lanchonetes. Já a Avenida Independência, que hoje termina na Rodovia Augusto Montenegro, será aberta até a Júlio César, totalizando 4,8Km de extensão.

Além da pavimentação, também serão construídas ciclovias e calçadas. Na Rodovia Arthur Bernardes, as obras envolvem construção de uma ciclovia, acostamento para veículos, calçadas nos dois lados da pista e recuperação completa da ponte sobre o rio Paracuri. Os 13,8 quilômetros de extensão serão drenados e asfaltados, recuperando a pavimentação desde a Avenida Pedro Álvares Cabral até a Travessa Soledade, em Icoaraci. As três obras custarão R$131 milhões. Atualmente, o Governo negocia com a Caixa o financiamento de R$189 milhões para as demais obras da primeira etapa. Massa Goto enumera quais serão elas. “Estão previstas a duplicação da Avenida Perimetral; o prolongamento da João Paulo II, que sairá na BR-316, e a construção de um túnel interligando a Almirante Barroso com a Dr. Freitas”,

enumera. Já as obras da segunda etapa que incluem os corredores e terminais de integração podem ser financiadas pela JICA – Agência Japonesa de Cooperação Internacional. Recentemente, o Governo Federal concedeu autorização para que as negociações entre Pará e Japão comecem, de fato.

Prefeitura prepara binário da Pedro Álvares Cabral

Também visando reduzir os entraves do trânsito em Belém, a Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) executa obras do binário na Avenida Pedro Álvares, entre Júlio César e Arthur Bernardes. Estão sendo feitos serviços de infraestrutura no local, como regularização, calçamento, iluminação. A implantação de sentidos únicos e opostos na Avenida

Senador Lemos e Pedro Álvares Cabral ocorreu ainda no ano de 2008. Agora, o binário será interligado ao elevado. A Senador Lemos, que tem sentido Soares Carneiro – Dr. Freitas - continuará na subida do elevado. Também será possível usar o elevado para retornar até a Pedro Álvares Cabral, que tem sentido oposto. “Esta obra já estava programada há bastante tempo justamente para fazer parte do elevado”, explica a secretária municipal de saneamento, Pilar Nogueira. Segundo ela, o resultado será positivo. “Quando implantamos sentido único nas duas vias, houve, em um primeiro momento, uma rejeição da população, o que é normal devido ao impacto que uma obra como esta causa. Mas hoje já vemos que há uma aceitação do binário. Nosso objetivo é sempre melhorar o trânsito na cidade”, ressalta Pilar.


6

Cidades

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

UFPA oferece cursos livres de língua estrangeira A Universidade Federal do Pará (UFPA) oferta cursos livres de Inglês, Francês e Espanhol. Os alunos novos, que já conhecem os idiomas, podem fazer prova de nivelamento e ter acesso a etapas mais avançadas do curso. Para isso, precisam se inscrever até o dia 29 de janeiro de 2010, na secretaria dos Cursos Livres de Línguas Estrangeiras (CLLE), no Instituto de Letras e Comunicação (ILC). O valor da inscrição é de R$ 10,00 e requer apresentação da carteira de identidade. A prova é no dia 2 de fevereiro e o resultado sai dia 8, com inscrição a partir do mesmo dia, no site de cursos da Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (cursos.fadesp.org.br). As aulas começam dia 22 de fevereiro. Os alunos novos, que querem iniciar o curso do primeiro nível, têm inscrição a partir do dia 1° de fevereiro, também no site da Fadesp, até esgotarem as vagas. Os documentos necessários são uma foto 3x4, identidade, CPF e comprovante de

escolaridade. O valor da inscrição é de R$ 120,00 e mais quatro parcelas de R$ 60,00. A inscrição para alunos antigos começa dia 8 de fevereiro, com o mesmo valor. Os estudantes devem usar o mesmo registro do nível anterior. Língua estrangeira instrumental Além dos três cursos livres, os alunos podem optar pelo curso de Inglês ou Francês instrumental online e Inglês instrumental presencial. As inscrições começam dia 10 de fevereiro de 2010, no site da Fadesp. O valor para os cursos online é de R$ 150,00 (inscrição) mais quatro parcelas de R$ 90,00. Para o curso presencial de Inglês, o custo é de R$ 165,00 na inscrição e mais R$ 165,00 ao final do primeiro mês de aulas. Serviço: Mais informações no site cursos. fadesp.org.br, pelos fones (91) 4005-7455 e (91) 3201-7524 ou pelos e-mails clle@ufpa.br e cursoslivres@ufpa.br.

Inscrições para alunos novos começam no dia 1º de fevereiro. A partir do dia 29 deste mês, inscrições para provas de nivelamento.

Segunda fase da UFPA inclui os indígenas Projeto Universidade Aberta oferece vagas para cursinhos No dia 24 de janeiro 32.626 candidatos são esperados para a segunda fase do Processo Seletivo Seriado 2010 (PSS) da UFPA. Paralelamente à realização da prova, 194 candidatos indígenas participam de uma prova diferente, com apenas uma redação. É o primeiro ano em que a Instituição fará a seleção de candidatos indígenas. Do total de inscritos, 54 pessoas de oito etnias farão a prova no Bloco A do Campus Básico da Universidade, loca-lizado na capital; 44 candidatos de seis etnias prestarão o exame em Altamira; 34 estudantes indígenas pertencentes a sete etnias diferentes deverão se dirigir ao Campus II da Universidade, em Marabá, no próximo domingo, e 62 pessoas de 16 etnias distintas farão a prova no Campus da UFPA, em Santarém. Este ano, os indígenas disputam 112 vagas criadas, especificamente, para eles nos cursos em que houve inscrições. Ou seja, além dos 6.082 calouros que a UFPA receberá em 2010 pelo PSS,

a Universidade terá, ainda, um número a mais de novos alunos que serão aprovados por meio de um Processo Seletivo Diferenciado, criado para se ajustar às especificidades dos povos indígenas, composto por uma redação e uma entrevista. Para a prova da modalidade recular, os 35.355 concorrentes reúnem os 32.124 aprovados na 1ª fase do PSS 2010, os 2.227 estudantes que se inscreveram para fazer a terceira prova em 2010 e outros 502 que farão somente a 2ª e a 3ª fases do PSS este ano. Nos dois últimos casos, os candidatos já haviam sido aprovados em fases do Processo Seletivo realizadas em anos anteriores. Para os candidatos que concorrem pelo sistema de cotas, os cursos mais procurados são: Nutrição, com 18,53 candidatos por vaga, Psicologia, que possui 18,27 candidatos para cada vaga, Fisioterapia, com uma média de 17,20 candidatos por vaga, Bacharelado em Ciências Biológi-

cas, com 16,27 candidatos disputando cada vaga e, quase empatados em quinto lugar, estão Licenciatura em Ciências Biológicas (14,93 candidatos/vaga), Educação Física (14,87 candidatos/ vaga) e Medicina (14,76 candidatos/vaga). Antes da realização da 1ª fase do PSS 2010, Educação Física era o curso mais concorrido para os cotistas, com 27, 43 candidatos por vaga. Medicina continua sendo o curso mais procurado por aqueles que não concorrem pelo sistema de cotas. Antes da primeira fase do PSS 2010, 32,99 candidatos disputavam cada vaga disponibilizada nesta graduação. Agora, são 26,69 pessoas tentando conquistar uma das 150 vagas ofertadas pela Instituição, na área de Medicina. O segundo curso de graduação mais procurado por esses candidatos é Comunicação Social, com habilitação em Publicidade (20 candidatos/vaga) e o terceiro, Fisioterapia (19,40 candidatos/vaga).

Estão abertas até o dia 29 de janeiro as inscrições para o Projeto Universidade Aberta (PUA) 2010, que oferece cursinho gratuito para alunos de escolas públicas. O projeto é desenvolvido na Universidade Federal do Pará (Ufpa), pelo PET – Programa de Educação Tutorial do curso de Física. Ao todo, 70 alunos serão contemplados para participar das aulas. A prova de seleção será realizada no dia 5 de fevereiro, e as aulas começam no dia 8 de março. Além de dar mais oportunidade para estudantes da rede pública, o PUA possibilita que estudantes de graduação da universidade adquiram experiência em sala de aula, dando, ao mesmo tempo, a sua contribuição para a comunidade. Os “alunos-professores” são escolhidos todos os anos, por meio de uma entrevista. Os interessados

podem procurar o PET de Física, no Campus Básico. O PUA funciona desde 2003, quando o PET de Física, coordenado pelo professor Sérgio Vizeu, começou a oferecer aulas de Matemática e Física, ministradas pelos próprios alunos do Programa. Com a adição de Língua Espanhola, que, desde o ano passado, faz parte da grade, hoje, todas as disciplinas são contempladas. Além disso, Roberto Joele conta que os planos são de expandir o cursinho para promover, também, aulas de Informática. Serviço: Inscrições para o Projeto Universidade Aberta Período: de 06 a 29/01 Prova: 05/02 Início das aulas: 08/03 Vagas: 70 Mais Informações: 3201-7888

Colégio Ipiranga completa 30 anos de inclusão pela educação Todo cidadão tem direito à educação. Esse conceito está fundamentado na Declaração Universal de Direitos Humanos e precisa ser cumprido à risca por governos, prefeituras e instituições de ensino. Além disso, a educação não pode mais se restringir às pequenas parcelas da população, ou à maioria dita “normal” e sim a todas as crianças, adolescentes, jovens, adultos e até idosos, quer

sejam pessoas com deficiência ou não, seja física ou de aprendizado. Em Belém, o Colégio Ipiranga, desde a sua fundação, há 30 anos, se preocupa em atender com excelência e com um projeto pedagógico diferenciado, todos os alunos que ingressam em sua rede de ensino, seja ele portador de alguma deficiência (física ou de aprendizado) ou não. A professora Suely Menezes,

diretora e uma das criadoras da escola, ressalta que essa preocupação com a inclusão nasceu antes mesmo da regulamentação da Lei Federal Nº 7.853/89, que só ocorreu em 20 de dezembro de 1999 (Decreto Federal 3298/99). Ela explica ainda que a proposta de inclusão no Colégio Ipiranga não é apenas do portador de necessidades especiais, onde a escola tem ocupadas todas as

vagas que a lei determina. “É preciso que haja também a inclusão de crianças com dificuldades de aprendizado ou problemas como dislexia e até hiperatividade, além da própria inclusão social, o que fazemos por meio de diversas estratégias dentro da escola”, garante Suely. Ela ressalta que, para fomentar e manter esse processo, o Colégio Ipiranga possui em sua folha de pessoal 13 profis-

sionais formados em técnicas de tradução e interpretação da Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS), além de outras áreas multidisciplinares de atendimento integral ao estudante. “Nós não só falamos em inclusão, mas praticamos de forma integrada dentro de todo o nosso sistema de ensino, tanto na parte do corpo funcional quanto na estrutura física, com as adaptações necessárias“, garante.


Cidades

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

7

Moradores do Guajará exigem obras em Ananindeua Fotos Jader Paes

Após denuncias de moradores do município de Ananindeua, de bairros como Icuí-Guajará, Paar, Curuçambá, Águas Lindas e Distrito Industrial, este por duas vezes, contra a má administração da prefeitura do município, é a vez dos moradores do conjunto Guajará I, que também denunciam a administração municipal, neste caso por obras inacabadas, como a do serviço de esgoto, que acabou gerando buracos nas ruas, sem que a prefeitura fizesse a recuperação das mesmas. Eles denunciam ainda que, com a obra de macrodrenagem na ocupação Boa Esperança, com recursos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) no valor de R$ 1.784.452,00, havia a promessa de remanejamento dos moradores para um conjunto residencial para compensar a perda das casas, o que não ocorreu. Além disso, diferente do que garante o sistema de informações da Prefeitura de Ananindeua, as obras não foram concluídas. Os moradores apontam as condições das ruas, que estão cada vez piores. Os casos mais gritantes são nas ruas WE 59, 60 e 61, onde buracos, esgoto a céu aberto e um extenso matagal tomam conta do cenário. Todos esses problemas foram gerados pela própria prefeitura, que iniciou a obra de esgotamento sanitário dessas ruas, mas não concluiu as obras nem recuperou as valas abertas, o que resulta em mais problemas a chegada das chuvas, que deixam as ruas alaga-

Moradores mostram local onde deveriam existir obras, e informativo da Prefeitura de Ananindeua dizendo que elas estão concluídas

das e intrafegáveis, um cenário de total abandono. Seu Antonio Carlos é integrante do centro comunitário do bairro e morador do Guajará há 25 anos. Ele diz que a promessa de remanejamento das famílias é antiga. “Desde que o profeito Helder Barbalho entrou no poder, prometeu remanejar as pessoas que moram nessa invasão para um conjunto habitacional, porque essa é uma obra do PAC, mas até agora nada, e ele ainda diz que essas obras estão concluídas. Só sei que foi uma obra avaliada em R$ 1.784.452,00, que até temos

um documento que prova esse valor, mas que nada foi feito até agora, então pra onde foi todo esse dinheiro?”, questiona o líder comunitário. Ele diz que a queixa dos moradores não é apenas para criticar a administração, mas é baseada nas condições das ruas e nas dificuldades que eles enfrentam no inverno. “As verdadeiras condições daqui são alagamentos, muito matagal e, apesar de ficar bem próximo de uma rua toda pavimentada, as pessoas tem que andar por cima de pontes que são verdadeiras palafitas. É uma situa-

ção que acho que nunca vai melhorar”, opina seu Antonio Carlos, já desacreditado das promessas. Paulo Monteiro é outro morador do conjuunto, na WE 59, que também expressa seu descontentamento com a administração. “As condições da rua são essas mesmo. Nós, moradores, é que temos que nos organizar para comprarmos aterro para conter um pouco esse alagamento, mas quando chove não tem aterro que segure ou dê jeito nessa situação. Nós até demos um nome de um filme para nossa rua, ‘Os

buracos do Helder’, pois nossa rua está totalmente abandonada pelo nosso prefeito, mas por sorte, não por nós moradores”, declara Paulo Monteiro. Os moradores estão ainda mais revoltados porque garantem pagar em dia o Imposto Predial e Territorial Urbana (IPTU). “Rapaz, eles fizeram um buraco em frente da minha casa alegando que era pra fazer um serviço no sistema de esgoto, mas não finalizaram o serviço do esgoto e nem taparam o buraco. Resultado, toda vez que chove o alagamento é certo de acontecer. Mas o que mais me indigna é que pago meu IPTU pra receber boas condições da prefeitura, mas pra esse buraco que eles fizeram em frente de casa, foi eu que tive de tampar esse buracão comprando uma carrada de aterro, que por sinal, até já tenho aterro guardado porque nesse período de chuvas, pode ter certeza que aqui a situação vai ficar pior”, declarou seu Fernando Martins. Da mesma situação reclama dona Irene Pinheiro. “Nós, vizinhos, que temos que fazer alguma coisa, como fazer coletas para comprar aterro, o que é um absurdo, pois isso é de responsabilidade da prefeitura. Mas eu já estava com medo, com essas fortes chuvas, que minha casa ficasse submersa, já que qualquer ‘chuvinha’ causa um alagamento danado. Então, já que a prefeitura não faz nada mesmo, nós que temos que dar o nosso jeito”, ressalta dona Irene, que mora no conjunto há 30 anos.

Moradores da ocupação Boa Esperança ainda esperam por dias melhores Fotos Jader Paes

Localizada nas fronteiras da rua WE 59, encontra-se a ocupação Boa Esperança, que, apesar do nome bonito, apresenta péssimas condições de moradia para as pessoas no local, que também reclamam do descaso por parte da Prefeitura de Ananindeua. Em verdadeiras palafitas, as pessoas moram em casas sem nenhuma condição de vida e culpam a Prefeitura de Ananindeua por não cumprir a promessa de remanejamento do local, que deveria ter sido feito com recursos do PAC. Seu Abílio Neves, de 71 anos, conhece bem os problemas e se sente abandonado. “O prefeito Helder Barbalho nos abandonou. Ele prometeu nos remanejar daqui, disse que estava construindo um conjunto residencial pra nos levar pra lá, mas nada acontecer até agora. Vivemos numa situação precária, morando por cima dessas pontes e estamos esquecidos, pois já vai fazer cinco anos dessa promessa e nada, e ninguém

Na ocupação Boa Esperança os moradores ficaram apenas com a promessa de receber as obras, mas a relidade é de mato e lama

da Prefeitura nos informa sobre nada”, diz seu Abílio. Dona Maria Trindade, mora-

dora da Boa Esperança, também diz que promessas foram feitas durante as campanhas eleito-

rais. “O prefeito Helder só veio aqui no período de campanha e prometeu que ia melhorar a

nossa situação, mas, quando ele ganhou, sumiu e não cumpriu nada do que falou. Aqui, quando chove, a água sobe e inunda nossas casinhas, mas não é só água que entra não. Entra aranha caranguejeira, muçum e até cobras venenosas, um grande perigo, principalmente para nossos filhos pequenos”, revela dona Maria Trindade. A moradora Patrícia Monteiro conta que até abaixo-assinado já foi feito pelos moradores para para tentar sensibilizar a Prefeitura de Ananindeua, mas agora ela diz que os moradores estão descrentes. “Acho que é um problema sem solução, principalmente se dependermos da Prefeitura de Ananindeua. Por exemplo, nós até já fizemos um abaixo-assinado e levamos até a prefeitura, mas a administração enviou um engenheiro, que até traçou uns projetos e tudo, mas no final das contas, infelizmente, nada foi feito”, denuncia Patrícia, que há oito anos mora na ocupação Boa Esperança.


8

Segurança

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Caso da menor de Abaetetuba entra na fase final O juiz titular da 3ª Vara Criminal da Comarca de Abaetetuba, Deomar Barroso, encerrou as oitivas das testemunhas de defesa e acusação arroladas no processo que apura o caso da menor L. S. P. Ainda no ano de 2007, ela ficou presa em uma cela masculina na delegacia do município de Abaetetuba. O caso repercutiu negativamente no Estado, chegando a atingir os noticiários nacionais. O magistrado agendou para o dia 8 de fevereiro, no Fórum da cidade, os depoimentos dos doze acusados no processo. Os procedimentos adotados a partir desta fase processual já observam os novos ritos processuais das recentes alterações do Código de Processo Penal. Após as audiências dos acusados (cinco delegados, três investigadores, dois agentes prisionais e dois detentos), virão as alegações finais e, finalmente, a sentença, que poderá ser prolatada ainda neste trimestre. Já foram ouvidas no processo, 75 testemunhas de defesa e 15 testemunhas de acusação.

O caso

L.S.P. foi presa no dia 21 de outubro de 2007 por suspeita de roubo. No momento da prisão, ela estava sem documentos e foi identificada como maior de idade. Mas, na verdade, a jovem contava com apenas 15 anos. A menina ficou detida com os homens. Durante a prisão, que durou até 14 de novembro, ela sofreu violência sexual. A menina

Oito acusados que estão envolvidos no processo da menor de 15 anos estruprada por 20 presos na delegacia de Abatetetuba serão ouvidos a partir de 8 de fevereiro

foi torturada com cigarro acesso e estuprada pelos presos Em 2008, durante CPI do Sistema Carcerário, na Câmara dos Deputados, servidores da Justiça do Pará contribuíram com os parlamentares no es-

clarecimento do caso da adolescente. Além do caso da menina presa, a comissão encontrou crianças recém-nascidas ao lado das mães nos presídios, em locais sem condições mínimas de

Polícia Civil amplia Operação Decouville em Paz A Polícia Civil do Estado realiza a operação “Decouville Em Paz” no município de Marituba, na Grande Belém. O objetivo da operação, que começou no dia 11 de janeiro, é ocupar as ruas de Marituba, durante 15 dias, para prevenção e repressão de crimes na área. A operação já desarticulou um ponto de desmanche de carros roubados, efetuou a prisão de um bandido responsável por roubos em bairros de Belém, além da apreensão de 13 máquinas caçaníqueis. A ação policial passa a contar também com a equipe de policiais civis da Delegacia de Crimes Fluviais. Com apoio de três embarcações, os agentes iniciaram rondas e abordagens na área do rio Maguary, para prevenção e repressão aos crimes na região ribeirinha do município. A determinação é do delegadogeral da Polícia Civil, Raimundo Benassuly, que atendeu à comunidade. De acordo com o delegado Neyvaldo Silva, diretor de Polícia Especializada, um dos coordenadores da operação, os policiais

Policiais também estão fazendo o combate ao crime pelas águas do rio Maguary

permanecerão na área fluvial até o próximo dia 26. Conforme o delegado Paulo Tamer, diretor de Polícia Metropolitana, que também coordena a operação, na primeira semana de ações policiais em Marituba, houve uma redução de 30% dos índices de ocorrências policiais no

Decouville e imediações. A partir do dia 26, data prevista para encerramento da operação, será feita uma avaliação em que será verificada a possibilidade de a ação policial continuar na área. No primeiro dia da ação, um foragido de Justiça foi preso em Marituba.

higiene. A CPI recebeu outras denúncias de mulheres presas em celas com homens, no Pará. A CPI convidou a governadora do Pará, Ana Júlia Carepa (PT), e o delegado-geral do Estado, Raimundo Benassuly, a depor.

Na sessão, Benassuly disse que a garota teria algum tipo de debilidade mental e caiu no dia seguinte. Em 2009, o governo reconduziu o delegado ao cargo de chefe de Polícia Civil do Estado.

Foragido do Rio de Janeiro preso pela Polícia Civil do Pará Foi preso no último dia 18, em Belém, o carioca Artur C. M., foragido da Justiça do Estado do Rio de Janeiro. Ele responde processo na capital do Rio pela autoria de um homicídio. O crime aconteceu há treze anos. A prisão dele foi realizada por policiais civis da Delegacia de Buscas e Capturas, a Polinter, unidade vinculada à Divisão de Investigações e Operações Especiais (Dioe). A ordem de prisão preventiva foi decretada pela 4ª Vara Penal da Capital do Rio de Janeiro. Com base nas informações, a polícia passou a investigar o paradeiro do foragido em Belém. Durante os levantamentos,

os policiais descobriram o endereço de Artur. Atualmente, ele estava morando em uma casa na Passagem Santa Rita, onde havia constituído família. Ele foi conduzido à Dioe, onde permanecerá preso à disposição da Justiça do Estado do Rio de Janeiro. O acusado alegou que não sabia da morte da vítima. Ela conta que o crime aconteceu durante uma briga. Na época do crime, ele desfez sua família no Rio e fugiu para o Pará, passando a residir em Belém. O cumprimento da ordem de prisão foi comunicado à Justiça e agora Artur será recambiado à capital carioca.


Política

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2009

9

Sandra Batista em rota de colisão com Helder A retirada do vale-alimentação, pelo prefeito Helder Barbalho, dos trabalhadores da educação em Ananindeua, pode terminar em greve por parte da categoria bem no período da volta às aulas, no início de fevereiro, quando o Sindicato dos Trabalhadores da Educação Pública no Pará (Sintepp) pretende realizar uma assembléia-geral para discutir os cortes e ainda a nova proposta de reajustes salarial para 2010. O corte no vale-alimentação ,que é de R$ 140,00, será feito nos vencimentos de janeiro a abril. Contra os cortes, a vice-prefeita de Ananindeua, Sandra Batista, tenta intermediar uma negociação entre o Sindicato e a própria gestão do município, mas até agora não houve sinalização do prefeito Helder Barbalho ou da secretária municipal de educação, Eliete Braga, em retroceder da decisão. Embora diga que é apenas uma

A petista Sandra Batista, vice-prefeita de Ananindeua, não concorda com os cortes feitos pelo prefeito Helder Barbalho na educação

diferença de ponto de vista por sua história de luta sindical, Sandra Batista reconhece que sua formação

política é bem diferente do prefeito Helder, e por isso mesmo, não pode se omitir em relação à luta

dos trabalhadores da educação. “Tenho uma história de luta sindical junto à várias categorias, inclu-

sive a dos trabalhadores da educação, porque não são apenas os professores que sofreram o corte. São porteiros, serventes, técnicos, auxiliares, trabalhadores para os quais o valor do vale-alimentação é muito importante no orçamento familiar”, justifica a vice-prefeita. Mesmo assim, Sandra Batista evita falar em rota de colisão com Helder Barbalho, e diz que, por enquanto, o que é possível de ser feito por ela é ouvir o Sintepp e a secretária de educação, Eliete Braga, para tentar intermediar uma negociação que possa melhorar a situação dos professores e demais trabalhadores da educação. Além ouvir os dois lados, Sandra disse que vai sugerir a criação de uma comissão integrada pela gestão municipal e por membros do Sintepp, para manter um diálogo permanente com os trabalhadores da educação.

Sintepp acusa Prefeitura de Ananindeua de mentir sobre cortes O corte por quatro meses no vale-alimentação dos trabalhadores da educação de Ananindeua foi comunicado ao Sintepp no último dia 6 pelo prefeito Helder Barbalho, junto com a secretária municipal de educação, Eliete Braga, sob o argumento de um corte sofrido este ano pelo Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), corte que seria de 11,5%, mas o Sintepp contesta a informação e garante que esse corte ocorreu ano pas-

sado e não tem reflexos para 2010. “A Prefeitura tentou passar a informação de que esse corte era referente a 2010, e repassou essa informações mentirosa aos diretores das escolas, mas tratase de uma inverdade”, afirma Jair Pena, diretor de comunicação da sucursal do Sintepp em Ananindeua. Segundo Jair, o corte ocorreu no ano passado e afetou todos os municípios brasileiros, mas sem representar cortes diretos nos vencimentos da categoria. Em Ananindeua, o corte feito no ano

passado representou R$ 5,5 milhões. Jair garante que para este ano de 2010 a situação é exatamente o oposta, com reajuste de 21,06% no valor dos repasses do Fundeb. Em números, significa que Ananindeua receberá R$ 51,4 milhões, quase R$ 10 milhões a mais que em 2009, quando a Prefeitura de Ananindeua recebeu R$ 41,6 milhões em recursos do Fundeb. O Sintepp garante que é em cima desse reajuste que pretende, além de derrubar o corte no valealimentação, pedir o reajuste sa-

condições das escolas de Ananindeua hoje são um contraste na administração. De um lado, estão as 55 escolas de prédios próprios, que tem condições razoáveis em relação à infraestrutura física. De outro, estão os 37 anexos, colocados em casas ou prédios que não foram preparados para ser escolas. “Esses anexos estão em condições insalubres, são casas úmidas, com baixa iluminação, mas que foram transformados em salas de aulas sem Contrastes nas escolas condições de receber os alunos”, Jair Pena afirma ainda que as garante o diretor do Sintepp. larial da categoria. “Esse reajuste nos repasses do fundo, por si só, já tornam injustificáveis os cortes feitos no vale-alimentação. O argumento de Prefeitura é mentiroso, e a suspensão do valealimentação por quatro meses não tem nada a ver com cortes, e infelizmente não há qualquer explicação da Prefeitura sobre para onde será destinado o valor do benefício cortado dos trabalhadores”, ressalta Jair Pena.

Governo do estado continua renovando contratos temporários O governo do Estado continua renovando a permanência dos temporários no serviço público. A Procuradoria Geral do Estado (PGE) e o Ministério Público do Trabalho (MPT) prorrogaram, em silêncio, sem alarde, o distrato dos trabalhadores temporários que permanecem de forma irregular no serviço público estadual. O acordo espera homologação da Justiça. Essas prorrogações significam o insucesso no cumprimento do acordo, homologado com a justiça em 2005, e que, segundo o procurador-geral do Estado, Ibrahim Rocha, seria cumprido no atual governo. Os servidores da área de educação indígena permanecerão para o cumprimento de um acordo em separado entre PGE, MPT e Universidade do Estado do Pará (Uepa). Com o novo acordo aditivo deverá ser cumprido um cronograma dos distratos (ver box). Para garantir o pleno funcionamento das instituições públicas

Diferente do que garantiu o procurador-geral Ibrahim Rocha, acordo não foi cumprido

estaduais, o governo Ana Júlia Carepa informa que já ofertou o maior número de vagas em concursos públicos do Estado. Segun-

do dados da PGE, 30 mil concursados em todo o Pará. Somente na Secretaria de Educação (Seduc) 18 mil novos servidores foram em-

possados. Na área de segurança, o número de servidores concursados é de aproximadamente 4 mil. No início da gestão da governadora, o número de funcionários com contratação irregular ultrapassava 23 mil. Hoje seriam apenas 1.512 servidores temporários, mas a oposição contesta e diz que existem muito mais. O Estado informa que os temporários estão distribuídos pelas seguintes instituições: 08 em licença médica ou maternidade nas Secretarias de Esporte e Lazer (Seel) e de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), e no Gabinete da Governadoria; 46 na Sedes; 151 na Sespa; 1.307 na Seduc, sendo 123 em licença; 4 nas escolas da Região das Ilhas; 64 no ensino religioso; 422 na educação especial; 361 lecionando em disciplina em que não há concursados; 186 na educação geral, e 147 no sistema modular. Estão excluídos dessa listagem os professores da educação indígena.

Acompanhe o calendário de distratos de servidores - Até 1º de março de 2010, quando acaba o ano letivo de 2009 do Estado, serão distratados os temporários da educação religiosa, das disciplinas onde não há concursados, educação geral e ensino modular, totalizando 804. No mesmo prazo, o governo do Pará enviará projeto de lei à Assembleia Legislativa, fixando as condições para o exercício dos cargos específicos de magistério em educação especial; - Até o dia 30 de junho de 2010 serão distratados todos os temporários das Secretarias de Estado de Saúde Pública (Sespa) e de Assistência e Desenvolvimento Social (Sedes), e os professores da Região das Ilhas. A partir dessa data, só poderão ser mantidos os temporários em licença médica e atuantes na educação especial e indígena; - Até 15 de dezembro de 2010 serão distratados todos os temporários da educação especial e servidores irregulares em licença, podendo permanecer apenas os professores temporários da educação indígena, segundo acordo em separado.


10

Política

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Belém ainda espera a boa vontade dos vereadores

O clima na Câmara tem sido de “bate-boca’’ e “empurra-empurra”, com vereadores de oposição ao governo municipal insistindo em discutir mais de 2 mil emendas apresentadas à proposta do orçamento de Belém para 2010

Uma cidade com obras e serviços paralisados. É assim que Belém pode ficar se os vereadores de oposição continuarem com a manobra de emperrar a votação da Lei Orçamentária de 2010. O dia-a-dia na Câmara Municipal de Belém tem sido de bate-boca entre os parlamentares, que insistem em tentar discutir mais de duas mil emendas apresentadas. A vereadora Tereza Coimbra, do PDT, disse que “enquanto não votarmos o orçamento, está tudo parado. A Prefeitura fecha o orçamento e enquanto não é votado, nada acontece. As obras estão paradas. A população só perde. Pensa você em um período de chuvas, o prefeito não poder utilizar de recursos para avançar obras e resolver os problemas dos canais. Então Belém esta perdendo sim, com este impasse na votação do orçamento de Belém”. Já o petebista Raimundo Castro destacou que “Belém perde uma série de investimentos, a oportunidade de ampliar asfaltamento de ruas, tratamento de saneamento, saúde e de educação”. “Estamos trabalhando hoje com o orçamento do ano passado que é de R$ 50 milhões a menos. Então você imagina uma prefeitura pobre, que tem poucos recursos, e ainda trabalhando com R$ 50 milhões a menos do seu orçamento. Então é lógico que vai dar uma série de problemas, não para o prefeito ou para os vereadores, mas para o cidadão que está esperando asfalto na sua rua, que está esperando um tratamento de saúde, melhorias na sua qualidade de vida. Então devemos tentar sensibilizar os vereadores da oposição para votar imediatamente este orçamento que é  um anseio de toda a população”, pontuou.  Pio Neto, da bancada do PTB, disse que a cidade fica limitada “porque o prefeito não pode tra-

balhar dentro do planejamento que foi elaborado no ano anterior”. “O orçamento talvez seja a peça mais importante do ponto de vista da realização de projetos idealizados pelo poder executivo. Então esta casa fiscalizadora, que acompanha o desenvolvimento desses projetos, acaba de alguma maneira engessando o trabalho do prefeito municipal. Por falar em perda, vamos falar de perda em todas as áreas, porque o orçamento está preparado exatamente para investimentos seja na área da educação, da saúde, do esporte da própria área do servidor, que apresenta uma reivindicação que já esta sendo discutida na via judicial. Ficamos muito preocupados porque já vai terminar o mês de janeiro e este orçamento não é aprovado. Lamentamos todo o radicalismo de parte a parte. Quem sofre é a população

que fica sem receber os investimentos planejados e programados. Esperamos desenterrar este orçamento para que estes investimentos comecem a acontecer”, esclareceu. Antonio Vinagre (PTB), também da bancada governista, salientou que “existem muitos projetos e contratos com empresas que estão sendo encerrados por conta da demora da aprovação do orçamento”. “Então estamos aguardando que vereadores da oposição sejam menos intransigentes e que saia daqui um acordo para que se possa aprovar este orçamento o mais breve possível”, salientou. Nadir Neves ponderou informando que o orçamento deveria ter sido votado no dia 21 de dezembro e devido a enxurrada de emendas que houve, 2.377 emendas, está atrasado. “A oposição acha de fazer a sua ob-

strução na votação do orçamento devido a um impasse que tem dos servidores públicos municipais que querem o reajuste. Com isso eles acham que devem suspender a votação. A gente está trabalhando no recesso, já deveria ter um acordo. Em todo parlamento brasileiro existe um acordo e aqui não pode ser diferente. Só que aqui o radicalismo é muito grande e forte, e isso tem atrapalhado a votação do orçamento”, disse. Segundo ele, os vereadores podem ser responsabilizados por perdas que o município tiver. Ele realçou também que mesmo com o orçamento em apreciação, “o prefeito está trabalhando com orçamento inferior, o que não é justo”. “Quem está sendo prejudicado é a população do município de Belém, não é o prefeito ou os vereadores. Então a gente apela até ao bom senso dos vereadores

A luta da oposição para obstruir ou retardar a votação emperra a execução de obras e serviços da Prefeitura para o cidadão de Belém

de oposição para votarmos em imediato este orçamento para o ano de 2010”, disparou. O vereador Nehemias Valentim (PSDB) relatou que as obras estruturantes da Prefeitura de Belém podem ser prejudicadas com o orçamento parado. “O vereador deve ter a consciência que ele pode colocar emendas, mas não podemos ter duas mil emendas modificando o orçamento que o prefeito envia para esta Casa. Tudo tem limite. Eu acho que alguns vereadores aqui extrapolaram seus limites de fazer emendas. Infelizmente é uma realidade que o povo de Belém precisa ver. Nós não podemos alterar este orçamento porque vai mexer com projetos importantes”, observou.  Luiz Pereira (PR) fez questão de destacar que o prefeito tem que administrar a cidade com apenas um doze avos do orçamento de 2009 e os recursos para limpeza pública, saúde vão fazer falta para a população mais necessitada. “Logicamente a democracia permite que as pessoas possam estar retardando, não em busca muita das vezes do interesse popular, mas sim em busca da situação partidária e política de cada um, dos que estão aí tentando retardar a votação deste orçamento. A população não pode pagar pelo ego de cada vereador da Câmara”, sentenciou.  Para Gervásio Morgado (PR), “o maior problema é que três ou quatro vereadores fazem uma anarquia total e não deixam votar democraticamente”. “A Câmara perde, a cidade perde, o prefeito perde. Perdemos todos nós. O prefeito tem que cumprir metas e trabalhar, mas não com o orçamento do ano passado”, sublinhou, com o aval e apoio do vereador Orlando Reis (PV), que disse que a Prefeitura não vai ter recursos suficientes para atender a demanda da sociedade.


Política

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

11

CGU aponta fraudes na Fundação José Sarney A auditoria da Controladoria Geral da União (CGU) nas contas da Fundação José Sarney apontou para uma cadeia de fraudes na execução de um projeto de R$ 1,3 milhão patrocinado pela Petrobrás. A investigação do órgão do governo federal acusa a entidade - criada pelo presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), para preservar a sua memória - de uso de notas frias e calçadas (divergência de valores), empresas fantasmas e de fachada, contratações irregulares, ausência de comprovação de serviços, entre outras irregularidades, para um projeto cultural que nunca saiu do papel. Os recursos seriam destinados à preservação do acervo e à modernização dos espaços físicos da entidade, em São Luís. Mas a CGU apurou, por exemplo, que R$ 129 mil da Petrobrás foram desviados para custear despesas da fundação, como energia, impostos e refeições. “Gastos que não estavam previstos no plano de trabalho”, informa o relatório da auditoria. A CGU é dirigida pelo governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, aliado de Sarney. Esse é o primeiro resultado da investigação de um órgão público no patrocínio da Petrobrás e confirma reportagem publicada pelo jornal Estado de São Paulo em 9 de julho do ano passado, sobre o desvio dos recursos. Naquele mesmo mês, a CGU abriu a auditoria nas contas da entidade. O relatório foi enviado na semana passada ao Ministério da Cultura, intermediário do patrocínio.

Contratos irregulares, notas fiscais frias e recibos fraudulentos são algumas das irregularidades na Fundação Sarney, segundo auditoria da Controladoria Geral da União

Os auditores estiveram na capital maranhense e constataram que a Fundação José Sarney apresentou, em sua prestação de contas, notas fiscais de empresas com endereços falsos. É

o caso do Centro de Excelência Humana Shalom, que recebeu mais de R$ 70 mil para, em tese, prestar serviços de consultoria. O Estado já havia mostrado em julho, e a CGU confirmou

Candidato não é chefe da oposição, diz Serra O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), só oficializará a candidatura presidencial em março, mas já adianta que o foco da campanha tucana não será o atual governo. “Candidato a presidente não é chefe da oposição”, afirmou, delegando ao PSDB a tarefa de criticar o governo Lula e se guardando para o que considera o confronto real, mais adiante, com a candidata Dilma Rousseff, ministrachefe da Casa Civil, candidata à sucessão do presidente Lula. A mensagem alcança o Planalto porque o governador avalia que o presidente Lula antecipou o calendário eleitoral com o nome de Dilma também para atraí-lo antes do tempo. Nesse contexto, sem explicitar, Serra compartilha a tese do governador de Minas, Aécio Neves, que cunhou a expressão “pós-Lula”, como referência tática para a campanha do partido. “Vou apontar as coisas para o futuro”, afirmou. Lula declarou reiteradas vezes

Serra só vai oficializar campanha em março e adianta que não terá foco no atual governo

que a campanha de 2010 será uma comparação entre seu governo e o de Fernando Henrique Cardoso. O governador paulista não vai por aí. “Não vou ficar tomando conta do governo Lula”, disse ele, depois de participar, no Itamaraty, de evento em que foram anunciados investimentos federais nos Estados que se-

diarão jogos da Copa de 2014. As bancadas tucanas na Câmara e no Senado terão de se organizar para fazer uma oposição mais articulada e eficaz. Caberá aos deputados e senadores do PSDB, e não ao candidato presidencial do partido, acompanhar com lupa cada ato do governo Lula e liderar a oposição.

depois, em seu relatório, que a empresa não existe. “Não foi localizada nem no endereço indicado em suas notas fiscais nem no endereço declarado à Receita Federal”, relata

a auditoria, que procurou os donos da empresa. “O sócio se mostrou evasivo quando solicitado a especificar os trabalhos por ele desenvolvidos”, afirma a CGU.

Comparar “incomoda” os tucanos, diz Dilma Em resposta ao provável candidato do PSDB à Presidência, governador José Serra, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff (PT), defendeu, no último dia 17, a comparação entre as gestões Luiz Inácio Lula da Silva e Fernando Henrique Cardoso, dando o tom do que deverá ser seu discurso de candidata. “Quem não quer discutir o momento Lula é porque se incomoda com as comparações”, afirmou. Ao lado de Lula em mais uma inauguração, Dilma disse que só comparando o povo vai entender. “Quando você está numa disputa, não quer saber só a fala, nem o povo brasileiro se conforma só com o que você prometeu. Então,

comparar o governo Lula com qualquer outro período é a forma de podermos chegar ao povo. Olho no olho, com respeito, e dizer: está aqui o que fizemos”, afirmou a ministra, depois de participar ao lado de Lula do lançamento da pedra fundamental de uma refinaria da Petrobras em Bacabeira, a 60 quilômetros de São Luís, no Maranhão. Ela não poupou críticas ao governo tucano. “Nunca o Brasil, quando eles (os tucanos) governaram, cresceu e distribuiu renda. Então não há motivo para eu fingir que não sei disso. Por que vamos vetar essa discussão? A quem interessa esse veto?”, indagou a ministra.


12

Economia

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Reajuste do açaí fechou em 15%, o triplo da inflação O açaí, produto tradicional da mesa do paraense, fechou o ano de 2009 com alta de preço no litro. O reajuste chegou a mais de 15%, na Região Metropolitana de Belém, segundo a pesquisa realizada pelo Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). O levantamento foi realizado em 25 pontos de venda do produto, incluindo feiras livres, pontos de venda e supermercados. A trajetória do preço do produto, ao longo do ano, mostra situações bem diferenciadas, dependendo do tipo e do local de comercialização. O litro do tipo médio, por exemplo, que é o mais consumido, foi comercializado em novembro do ano passado a R$ 6,34, em média; e R$ 6,64 no mês seguinte. Em janeiro esse valor ficou em R$ 6,40. O reajuste acumulado do ano, com relação ao tipo médio, foi de 15,68% , já a inflação acumulada no mesmo período foi de apenas 4,31%. A pesquisa constatou também que os preços são muito diferenciados nos vários locais de vendas. O litro do tipo médio, por exemplo, foi encontrado pelo com os seguintes preços no mês

Os paraenses conviveram com oscilações no preço do produto no ano passado, que acabou fechando com a alta do açaí em percentuais muito acima da inflação registrada

de dezembro/2009: Nas feiras livres o menor preço encontrado foi de R$ 5,00 e o maior R$ 6,00. Já nos supermercados o menor preço encontrado foi de R$ 7,42 e o maior R$ 8,00.

Outro tipo bastante consumido é o grosso, que também apresentou reajuste de preço. No mês de dezembro/2009, o litro deste tipo de Açaí era vendido a R$ 8,73, em janeiro/2010 foi comercializado

em média a R$ 9,73; no mês de novembro/2009 o litro já custava em média a R$ 9,36 e no mês de dezembro/2009 foi comercializado em média a R$ 9,78. Com isso o litro apresentou

um reajuste de preço no mês de dezembro/2009 em relação a novembro/2009, de 4,49%. Em 2009 (janeiro a dezembro), o litro desse tipo teve um reajuste acumulado de preço de 12,03%.


Economia

Belém, 23 a 29 de Janeiro de 2010

13

Fardamento escolar tem alta de quase 10% em 2010 Além das mensalidades e materiais escolares, há outras despesas da volta às aulas que também afligem os bolsos dos pais. Uma delas é o fardamento escolar, que também sofreu reajuste em relação ao ano passado, segundo pesquisa do Departamento de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Gastos com um uniforme completo, incluindo tênis e farda de educação física, podem chegar a um salário mínimo por criança, o equivalente a R$ 510,00, que o novo mínimo a partir de 25 de janeiro. Os principais itens pesquisados pelo Dieese/PA tiveram reajustes de 4% a quase 10%. Os preços dependem do tipo de fardamento, do colégio a que se destina o fardamento e do local de compra. Um dos itens mais importantes é a blusa diária, que nos últimos três anos, além de ser comercializadas normalmente nas malharias, passaram a ser vendidas também nos principais colégios do Pará, mas que teve alta de 12% em relação ao ano passado. “Os preços variam muito de acordo com o local compra, dependendo também do colégio a que se destina o fardamento, por isso o conselho é pesquisar”,

Nas malharias, a busca é grande pelo fardamento, que também pesa no bolso dos pais

diz o economista Roberto Sena, supervisor técnico do Dieese. Nas malharias, as blusas podem ser encontradas com preços variando entre R$ 24,00 a R$ 33,54 e; nos colégios, com preços entre R$ 19,00 a R$ 30,00. Já as blusas de

educação física também sofreram reajuste em torno de 10% em relação ao ano passado, podendo ser encontradas em malharias e em alguns colégios com preços que variam R$ 19,00 a R$ 30,00. A bata do convênio também está mais

cara variando entre R$ 20,00 a R$ 40,00. As bermudas para educação física também estão mais caras e estão sendo comercializadascom preços variando entre R$ 18,00 a R$ 34,00; nos colégios e nas malharias entre R$ 27,00 a R$ 29,95. Mas outros itens do fardamento contribuem para que os gastos de pais de alunos aumentem a cada ano. São sapatos, meias escolares, roupas para educação física e o tênis. Algumas escolas exigem que a calça comprida ou a saia feminina seja padronizada, o que encarece mais ainda o produto. Se a padronização for jeans, este valor pode facilmente chegar acima de R$ 100,00, também dependendo da marca e do local de compra. Somente um jeans de marca pode chegar a mais de R$ 200,00; já os tênis de marca também estão muito caros e podem ser encontrados com preços superiores a R$ 250,00. Sena diz que muitas escolas ainda aproveitam até o fardamento para fazer venda casada. “Infelizmente, por mais que tenha avançado, o ensino público ainda não consegue responder aos anseios de milhares de alunos, deixando

poucas alternativas aos pais, se não a de se ajustar ao verdadeiro comércio em que se transformou a escola particular, onde algumas com total desrespeito a lei continuam a praticar a venda casada ou as infindáveis listas de materiais sem que ninguém tome nenhuma providência”, avalia o economista. Por isso, mais uma vez a recomendação do Dieese é de pesquisar antes de comprar, até porque grande parte das malharias somente agora começa a colocar seus estoques em ordem. Outro fato relevante também é o aumento do número de colégios que nos últimos sete anos passaram também a comercializar produtos escolares, indo desde o fardamento escolar até a venda de agendas, entre outros. A pesquisa do Dieese sobre fardamento escolar para 2010 foi efetuada no período de 11 a 14/01/10, envolvendo três malharias de Belém, que comercializam uniformes de 10 estabelecimentos de ensino tradicionais da Grande Belém, além de cinco dos principais colégios da Capital que, desde 1998 também estão comercializando vários itens do fardamento escolar.


14

Economia

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Lei eleitoral restringe nomeações entre julho e janeiro Os concursos públicos continuam a todo vapor em 2010. Entre os editais de concursos federais recém-lançados estão os da Petrobras, Fundação Nacional do Índio, e Fundação Nacional de Saúde, sem contar os estaduais e municipais. Portanto, não está proibida a realização de concurso público em ano eleitoral. A restrição em relação ao ano de eleições é apenas para nomeação, contratação ou admissão do servidor público nos três meses que antecedem a eleição até a posse dos eleitos. O assunto é regido pela lei 9.504/97, artigo 73. No caso, de 3 de julho (a eleição será em 3 de outubro) até 1º de janeiro. Nesse período é proibido ainda demitir o servidor. A restrição, de acordo com o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), é para a esfera em que ocorre a eleição. No caso deste ano, será nos âmbitos estadual e federal, já que as eleições serão para deputado estadual e federal, senador, governador e presidente. Segundo Francisco Dirceu Barros, promotor de Justiça eleitoral e de Justiça criminal, o objetivo do artigo 73 da chamada Lei das Eleições é proporcionar a igualdade de oportunidades entre candidatos nos pleitos eleitorais, evitar apadrinhamentos eleitorais, impedindo que a

público. Em caso de reincidência, as multas são duplicadas. O ato pode ainda caracterizar improbidade administrativa e o administrador público pode até perder o cargo, de acordo com o promotor.

Concursos continuam a todo vapor, mas candidatos devem ficar atentos aos prazos de restrições às nomeações no ano eleitoral

nomeação seja trocada por votos, e impedir perseguições por politicagem, ou seja, que a opção do eleitor não seja obstáculo ao seu ingresso no serviço público.

O especialista afirma ainda que caso a lei não seja cumprida, o concurso não será anulado, pois não existe impedimento para a realização dos exames em ano de eleição. Mas podem

haver sanções para o servidor e para a administração, como nulidade da nomeação do servidor e multa que varia de 5 mil a 100 mil UFIRs (unidade fiscal de referência) para o administrador

Exceções para nomeações A lei, entretanto, abre exceções às nomeações. No período que vai dos três meses que antecedem a eleição até a posse dos eleitos, pode haver nomeação para cargos do Judiciário, do Ministério Público Estadual e Federal, de todos os tribunais, conselhos de contas e órgãos da Presidência da República, como a Advocacia Geral da União; e a nomeação ou contratação necessária à instalação ou ao funcionamento inadiável de serviços públicos essenciais, vinculados à sobrevivência, saúde e segurança da população. Mas para isso é necessária autorização prévia e expressa do chefe do Executivo. Outra exceção se dá no caso de a homologação do resultado final do concurso (quando é divulgada a relação de candidatos aprovados por ordem de classificação) for feita até três meses antes das eleições, as nomeações podem ocorrer em qualquer período do ano, nos concursos de todas as esferas – municipal, estadual e federal.

[Concursos] Abertos Embrapa tem novas datas de inscrição A Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa)  mudou o prazo de inscrição para o concurso para 676 vagas para os cargos de pesquisador, analista e assistente (nível fundamental incompleto ao superior). Agora, as inscrições deverão ser feitas de 1 a 18 de fevereiro. As oportunidades são para todo país, com exceção dos Estados de Alagoas, Espírito Santo e Rio Grande do Norte. Os salários variam de R$ 1.088,97, para operário rural e vaqueiro, a R$ 7.419,96, para pesquisador classe A, com nível superior e doutorado. As inscrições podem ser feitas no site do Instituto Cetro (www.institutocetro. org.br). Funasa A Fundação Nacional de Saúde (Funasa) realiza certame para preencher 802 vagas temporárias para níveis médio, técnico e superior - 5% das vagas serão reservadas a deficientes. As oportunidades são para todo o país, nas áreas de Gestão de Atenção à Saúde Indígena e Apoio Administrativo. Os salários variam de R$ 2.067,30 a R$ 2.643,28. Há ainda oportunidades para técnicos em contabilidade. As inscrições vão até 4 de fevereiro de 2010, somente pelo site www.domcintra.org.br. A data prevista para a realização das provas objetivas é 14 de março. Petrobras A Petrobras - Petróleo Brasileiro S.A. (www.petrobras. com.br), lançou edital do processo seletivo público para provimento de vagas e formação de cadastro. A inscrição deverá ser efetuada somente via Internet, no período das 0h00 do dia 12 até às 23h59 do dia 29 de janeiro de 2010, observando o horário de Brasília. As provas estão previstas para serem realizadas em Março em diversas cidades brasileiras, inclusive Belém. Maiores informações e inscrições na página da Fundação (www.

cesgranrio.org.br) MTE Começam no dia 18 e vão até 1º de fevereiro as inscrições para o concurso público do Ministério do Trabalho e Emprego, que visa preencher 234 vagas no cargo de auditor fiscal do trabalho. No Pará, as vagas são para os municípios de Santarém (4 vagas) e Marabá (12 vagas). O salário inicial é de R$ 13.067 com jornada semanal de 40 horas. Para participar do concurso é preciso ter curso superior concluído, em qualquer área de graduação. A inscrição poderá ser feita somente na internet, no site www.esaf.fazenda.gov.br, no valor de R$130. Iasep A Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) inscreve até o dia 5 de fevereiro para concurso público que visa o preenchimento de 676 vagas. Há cargos de pesquisador, analista e assistente (nível fundamental incompleto ao superior). As oportunidades são para todo país, com exceção dos Estados de Alagoas, Espírito Santo e Rio Grande do Norte. Os salários variam de R$ 1.088,97, para operário rural e vaqueiro, a R$ 7.419,96, para pesquisador classe A, com nível superior e doutorado. As inscrições podem ser feitas no site do Instituto Cetro (www.institutocetro.org.br) As provas objetivas devem ser realizadas em 21 de março de 2010, e serão aplicadas em 32 cidades do país, incluindo Belém. Ophir Loyola Estão abertas as inscrições para concurso público que visa preencher 339 vagas e formação de cadastro de reserva do hospital Ophir Loyola. Há vagas para nível médio e fundamental. As inscrições online podem ser efetuadas no site www.idecan.org.br até o dia 7 de fevereiro. Já as inscrições presenciais vão até o dia 29 de janeiro, na Central de Atendimento ao candidato do Idecan, que fica na Travessa São Pedro nº 406, bairro do Centro.

UFOPA Estão abertas as inscrições para os Concursos Públicos de Provas e Títulos para o provimento de cargo de Professor da Carreira do Magistério Superior para o quadro permanente da recém-criada Universidade Federal do Oeste do Pará (UFOPA). As inscrições ainda estão abertas para as vagas de professor auxiliar (até 10 de fevereiro); e são realizadas exclusivamente via Internet, no endereço eletrônico www.ceps.ufpa.br, onde o interessado também pode consultar maiores informações sobre o certame. Em andamento SESPA Serão realizadas no dia 31 de janeiro de 2010 as provas objetivas do concurso público da Secretaria Estadual de Saúde (SESPA), que visa preencher o Cadastro de Reserva do quadro de servidores da secretaria, para os níveis fundamental, médio e superior. As provas objetivas terão duração de 8h30 às 12h30. As provas serão realizadas nas cidades de Belém, Castanhal, Marabá, Santarém, Altamira, Conceição do Araguaia, Breves e Tucuruí. Todas as informações podem ser obtidas no site www.fadesp.org.br Iasep Serão realizadas no dia 7 de fevereiro as provas referentes ao concurso público do Iasep (Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores do Estado do Pará). O certame oferece 140 vagas para cargos de nível médio e superior. O concurso é promovido pela Fundação de Amparo e Desenvolvimento da Pesquisa (FADESP) e oferece oportunidades à diversas funções, entre elas: administração, contábeis, medicina, odontologia, serviço social, assistente de informática e técnico em informática. A jornada de trabalho semanal será de 30 horas, com remuneração de R$ 752,41 a R$ 1.114,95, de acordo com o cargo escolhido.


Internacional

Ajuda continua chegando no Haiti, mas médicos temem o pior

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

15

Fã de Simpsons britânico quer quebrar o recorde mundial

Glyn Stott pretende ficar uma semana em frente à TV para ver 451 programas

Ajuda chega de todo o mundo, mas médicos voluntários temem epidemias de sarampo, meningite e outras doenças contagiosas

O ritmo de chegada de ajuda alimentar e médica ao Haiti ganha força, dando esperanças a sobreviventes do terremoto que devastou o país, mas os médicos temem que as doenças sejam o próximo desafio para aqueles que ficaram feridos e desabrigados no terremoto de 12 de janeiro,considerado a maior tragédia natural dos últimos 200 anos e que destruiu Porto Príncipe, a capital do Haiti. Itens médicos chegam para o estabelecimento de hospitais móveis, que afirmam estar sobrecarregados pelo grande número de vítimas e alertam para ameaças imediatas, como tétano, gangrena e epidemias de sarampo, meningite e outras infecções. Não há ainda estimativas sobre o número de feridos pelo terremoto de magnitude 7, que destruiu grande parte do país. Autoridades haitianas afir-

mam que o número de mortos deve estar em entre 100 e 200 mil pessoas. Um dos sinais de início de volta à normalidade no Haiti foi o surgimento de vendedores ambulantes nas ruas, comercializando frutas e vegetais. Ainda assim, na segunda-feira, 18 de janeiro, centenas de pessoas saqueavam lojas que foram danificadas pelo terremoto em Porto Príncipe. O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Ban Ki-moon, recomendou ao Conselho de Segurança da entidade o envio de mais 1.500 policiais e 2.000 tropas para se juntar aos 9 mil membros da missão de paz da ONU no Haiti para dar assistência de segurança à missão. Mais de 11.000 militares dos Estados Unidos estão dentro do Haiti, em navios no litoral ou a caminho do país caribenho. En-

tre eles estão 2.200 fuzileiros navais com equipamentos para remoção de escombros, suprimentos médicos e helicópteros. O presidente haitiano, René Préval, disse que as tropas norteamericanas ajudarão a manter a ordem nas ruas do Haiti, onde a polícia local e as forças da ONU não têm conseguido garantir totalmente a segurança. Na noite de segunda-feira, 18, tiros foram ouvidos na capital. O secretário de Defesa dos EUA, Robert Gates, disse que as forças norte-americanas não desempenharão papel de polícia, mas que se defenderiam e “têm o direito de defender haitianos inocentes e membros da comunidade internacional se virem algo acontecer”, afirmou. Uma outra autoridade militar dos EUA disse que os casos de violência eram isolados e que não impediam a missão humanitária.

Corpos em decomposição não são um risco sanitário A crença de que cadáveres de vítimas de desastres naturais podem espalhar doenças é exagerada, segundo uma pesquisa recente, realizada pelo sanitarista Oliver Morgan, da Escola de Higiene e Medicina Tropical da Universidade de Londres. Ele mostra que cadáveres encontrados após desastres naturais, embora causem aflição, não são uma ameaça à saúde pública. “No momento de sua morte, essas pessoas deveriam estar, em sua maioria, sadias”, explicou o profes-

sor de saúde pública e ajuda humanitária Egbert Sondorp, da mesma escola. “O que é preciso é um cuidado ao manusear estes corpos, tomar precauções. Mas eles não representam um risco”, garante. Nicholas Young, diretor-executivo da Cruz Vermelha Britânica e membro do Disasters Emergency Committee, concorda: “Há um mito de que os corpos têm que ser enterrados rapidamente, o que frequentemente leva a eles serem colocados em valas comuns sem nenhum tipo de identificação. Isso

torna impossível o luto pelos familiares. E impossível saber quantas pessoas morreram. É uma pena, porque o risco é absolutamente mínimo, a menos que já existam doenças na população”, afirma. No ano passado, o braço panamericano da Organização Mundial de Saúde (OMS) desenvolveu um manual destinado a pessoas que atuam nos serviços de resgate de corpos após catástrofes naturais e para atender sobreviventes. Normas do documento deverão ser usadas no Haiti.

Um britânico de 34 anos fã de “Simpsons” pretende comemorar os 20 anos da série de TV assistindo a 451 episódios na sequência e, de quebra, entrar para o livro dos recordes. Segundo reportagem do tablóide inglês “Telegraph”, Glyn Stott pretende ficar quase uma semana acordado para conseguir cumprir a marca. “Os juízes precisam ter certeza de que meus olhos estarão fixos na TV”, contou ao jornal. O atual recorde de assistir a televisão é de quatro dias seguidos, ainda de acordo

com a publicação. Stott terá curtos intervalos a cada três episódios, permitidos nas regras do Guinness. “Quando estiver comendo, não posso olhar para o prato. Mas tenho permissão para usar uma bicicleta ergométrica enquanto vejo os episódios”, relatou o fã, que tem muitas fitas de vídeo dos Simpsons. A “Fox”, que produz a série, vai mandar para Stott todos os episódios em DVD. “Quase uma semana sem dormir vendo televisão. Homer ficaria orgulhoso dele”, disse um porta-voz da companhia.

“Vovô-ladrão” é suspeito de assaltar cinco bancos

Idoso é procurado pelo FBI, que até ofereceu recompensa por informações

Um idoso que ganhou o apelido de “vovô-ladrão” é suspeito de ter assaltado nos últimos meses cinco bancos na região de San Diego, no estado da Califórnia (EUA), segundo o FBI, a polícia federal americana. O assaltante foi descrito como um homem alto, de cerca de 70 anos, que tem cabelos grisalhos e usa óculos. De acordo com o FBI, ele cometeu o último roubo na última se-

gunda-feira, 18, em uma agência do Bank of America, em La Jolla. O porta-voz do FBI, Darrell Foxworth, disse que os investigadores acreditam que o “vovô-ladrão” também é responsável por roubar quatro outros bancos na região de San Diego desde o dia 28 de agosto. A polícia está oferecendo uma recompensa de US$ 16 mil por informações que levem à prisão do suspeito.


16

Internacional

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

“Chupacabra” está sendo acusado da morte de galinhas no Estado do Texas Dois fazendeiros de Horizon City, no estado do Texas (EUA), afirmaram que um suposto “chupacabra” seria o responsável pela morte de 30 galinhas na propriedade deles, segundo reportagem do jornal “El Paso Times”. Na entrevista, Cesar Garcia disse que encontrou 20 galinhas mortas e o sangue das aves tinha sido chupado. Seu cunhado Juan Miranda, por sua vez, achou dez galinhas mortas da mesma maneira na manhã de domingo. “As galinhas estavam mortas, mas não havia sangue em torno do galinheiro”, disse Garcia, que fotografou as pegadas deixadas pela “criatura desconhecida”. Ao analisar as feridas em cada uma das galinhas, Garcia e Miranda disseram que a única explicação é a de que as aves tenham sido atacadas pelo “chupacabra”, criatura mítica que, com frequência, é relacionada com mortes de animais no Texas. Para Tony Zavaleta, professor de antropologia da Universidade do Texas, a história do “chupacabra” é apenas uma lenda. “O chupacabra é apenas uma criatura mítica”, destacou ele.

Em 20 galinhas encontradas mortas há indícios de que o sangue foi chupado e ao lado das aves foram vistas pegadas estranhas

Filho gasta R$ 330 mil dos pais em carros e viagens de luxo

Ladrão rouba banco, mas foi preso enquanto fazia a barba

O casal de ingleses Noel e Margaret Foreman acharam que teriam um aposentadoria tranquila depois de vender uma casa por 120 mil libras, cerca de R$ 330 mil. Mas, de acordo com reportagem do jornal “Daily Mail” um dos filho do casal, Neil, de 52 anos, gastou a tranquilidade dos pais em carros, aulas de golfe, vinhos e viagens de luxo. Em novembro de 2007, Noel e Margaret pediram para o filho in-

O norte-americano Macarthur Paulin, de 46 anos, foi preso em Hartford, no estado do Connecticut (EUA), após ser flagrado fazendo a barba em uma barbearia, pouco tempo depois de assaltar um banco da cidade, segundo reportagem da emissora de TV “WTNH”. De acordo com a polícia, Paulin roubou a agência bancária por volta das 17h30 de uma quartafeira. Ele entregou um bilhete para o caixa informando que estava ar-

vestir para eles o dinheiro. No ano passado, o casal pediu o dinheiro de volta e descobriu que não havia mais nada. O caso foi parar na justiça. Em uma carta escrita aos pais, lida em tribunal, o ex-policial Neil admitiu que gastou o dinheiro em um “estilo de vida além da minha renda”. Um juiz já determinou que o filho devolva parte do dinheiro aos pais. Sem condições de pagar, ele pretende recorrer da sentença.

mado. Após pegar o dinheiro, ele fugiu a pé. No entanto, testemunhas conseguiram fazer uma descrição do suspeito, que, a partir do retratofalado, foi procurando e acabou preso enquanto fazia a barba em uma barbearia que fica em uma rua próxima ao banco. Com o assaltante, os policiais encontraram cerca de US$ 5 mil. A Justiça estipulou uma fiança de US$ 500 mil para Paulin.

Mulher fica oito dias presa no Casal troca alianças no mesmo elevador de sua casa na Espanha supermercado onde se conheceu Uma mulher de 35 anos permaneceu oito dias presa dentro do elevador interno de sua casa de três andares em Sitges, na Província de Barcelona, na Espanha, até ser resgatada pela polícia. De acordo com a polícia, a mu-lher apresentava bom estado de saúde, mas estava um pouco de-sorientada, e foi levada até o hospital de Viladecans, em Barcelona.

Os agentes foram até a casa da mulher depois de uma denúncia de parentes. Eles informaram que há vários dias não tinham notícias dela. Quando entraram na residência, os policiais ouviram os gritos de socorro da vítima vindos do elevador. O equipamento parou de funcionar por causa de uma pane elétrica.

Um casal que se conheceu em um supermercado da Flórida, nos EUA, em um dia de chuva, em maio do ano passado, se casou no mesmo local, em uma cerimônia que deixou muitos clientes do supermercado surpresos, segundo o jornal “Sun-Sentinel”. Fina Nikolos, de 67 anos, fazia suas compras no supermercado “Whole Foods” de Coral Springs, a cerca de 60 km de Miami, quando

viu que Jack Frankel, de 75 anos, estava parado esperando a chuva parar. Ela se aproximou e ofereceu uma carona em sua sombrinha. O homem agradeceu pela gentileza e a convidou para almoçar. Fina e Jack acabaram engatando um romance que se estendeu durante sete meses. Para celebrar a união, eles decidiram se casar no supermercado, já que foi lá que tudo começou.

Tigre feroz mata o próprio dono em ataque no Canadá Um canadense que abrigava felinos exóticos em sua propriedade foi atacado até a morte por um de seus animais, um tigre de 295 quilos de peso, segundo informações da polícia local. Norman Buwalda, um colecionador de animais selvagens de 66 anos, foi encontrado morto no último dia 10 na jaula do tigre em sua propriedade a oeste de Ontário. Segundo o delegado do, a vítima tinha vários animais exóticos. “O proprietário de alguns animais exóticos saiu para dar comida ao tigre, que estava em uma jaula ou um grande curral, e o animal o atacou e o matou”, disse Troy Carlson, delegado da polícia provincial de Ontário. O funcionário disse que a família de Buwalda e autoridades da localidade de Southwold ainda irão decidir o que fazer com o tigre. O animal foi encontrado dentro da jaula onde vive. Foi descrito como um macho de porte médio, mas Carlson não identificou de qual espécie. “Não há testemunhas, por isso não sabemos o que provocou o ataque, mas pouco tempo depois um familiar o encontrou (Buwalda) e chamou a polícia”, disse. Carlson disse que há seis anos um tigre siberiano havia atacado uma criança de 10 anos na propriedade de Buwalda.

Flagrado vestido com lingerie acaba condenado nos EUA O norte-americano Randall Joseph Giesbers, de 48 anos, foi condenado na semana passada a três anos de condicional após ser flagrado na garagem de uma casa vestindo a roupa íntima da proprietária. O incidente aconteceu em agosto. Na época, uma mulher de 31 anos ligou para o serviço de emergência da polícia de Salem (EUA) e relatou que ela e seu namorado encontraram na garagem o homem vestindo sua lingerie. Ele teria furtado a peça na própria garagem. Após investigação na casa do Giesbers, que mora próximo ao local do crime, os policiais encontraram vários sacos de lixo, que estavam cheios de roupa íntima feminina, sapatos, acessórios e outros objetos.


Variedades

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

A Belém de ontem, hoje e sempre

A Belém antiga retratada nas obras de vários artistas é comparada a atual, através das fotografias de Rodolfo Braga na exposição que une o patimônio da cidade em dois tempos. Imagine contemplar, ao mesmo tempo, a clássica Belém de mais de um século atrás e a intensa metrópole de hoje. O que parece impossível tornou-se realidade na exposição “Belém, Ontem, Hoje e Sempre”, que reúne 12 obras de pintores variados e 12 fotografias de Rodolfo Braga. A exposição celebra os 394 anos de Belém e estará aberta ao público a partir de fevereiro no Museu de Arte de Belém (Mabe), que fica no Palácio Antônio Lemos, sede da Prefeitura Municipal de Belém. As imagens das obras também farão parte de uma exposição itinerante, que será levada a outros lugares da capital. No dia 22 de janeiro, a exposição será instalada no Boulevard Shopping, centro de Belém, mas vale lembrar que neste caso não serão as obras originais que estarão expostas, e sim as plotagens (impressões em tamanho grande). De acordo com Moema Alves, historiadora e coordenadora da Ação Educativa do Mabe, a exposição

propõe repensar a cidade. “Foram selecionados alguns dos pontos mais retratados por artistas locais ou que passaram por aqui, justamente para induzir uma reflexão sobre este nosso patrimônio. Ao mesmo tempo, apresentamos fotografias atuais, realizadas pelo fotógrafo Rodolfo Braga, desses mesmos pontos e respeitando os mesmos ângulos, de forma a enfatizar o dinamismo da urbanização, de uma Belém ao mesmo tempo antiga e moderna”, explica. A mostra, realizada pela Prefeitura Municipal de Belém, foi inaugurada no último dia 12 de janeiro, no Hangar - Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, e atraiu mais de 400 pessoas. Mas, para quem não teve chance de conferir a exposição no dia do aniversário da cidade, ainda virão outras oportunidades para admirar as belas paisagens retratadas nas obras e fotografias, a partir de fevereiro, quando a exposição com as obras originais (que fazem parte do acervo do Mabe) estará instalada

no próprio Museu e com visitação aberta ao público. Já a exposição itinerante vai levar a arte para mais perto dos mi-lhares de alunos da rede de ensino da cidade, percorrendo diversas escolas, o que deve acontecer no mês de Março. “Ao se levar essa exposição para as escolas, pensamos em trabalhar a educação patrimonial diretamente. Partindo do princípio que, somente quando conhecemos é que passamos a respeitar, cuidar e valorizar o que temos, pretendemos sensibilizar os alunos (através da exposição e de sugestões de atividades dadas aos professores), para conhecer e cuidar da cidade. Se apropriar de sua história, de seus espaços, afinal, patrimônio público é patrimônio de todos, portanto deve ser desfrutado e zelado também pelos cidadãos”, destaca Moema.

Obras revelam mudanças e permanências

Belém, fonte de inspiração dos pintores brasileiros e estrangeiros

que assinam as telas da obra, passou por mudanças determinantes desde sua fundação. Entretanto, as fotografias de Rodolfo Braga revelam grandes patrimônios materiais e culturais que permaneceram vivos ao longo dos anos e que ainda hoje orgulham os paraenses. Um exemplo marcante é o Teatro da Paz. Na tela a óleo de Antonio Parreiras, de 1905, está representada a Praça da República, logradouro que se tornou um dos mais belos cartões postais da cidade. E, em primeiro plano, destacado pela imponência e austeridade clássica, o Teatro, que é um grande ícone do patrimônio belenense. Trazendo para os dias de hoje, na fotografia contemporânea, a casa de espetáculos conservou a suntuosidade e beleza arquitetônica da época em que foi erguido. Vale ressaltar que na fotografia atual, uma grande quantidade de prédios, postes e arquiteturas tipicamente urbanas se misturam à magia arquitetônica da Belle Epoque.

Outra obra da exposição retrata a antiga Avenida Independência, hoje conhecida como Avenida Magalhães Barata. Na tela, o calçamento da rua em primeiro plano mostra os trilhos do bondinho e evidencia a organização das mangueiras, rigorosamente enfileiradas. Na fotografia de Rodolfo Braga, a Avenida Magalhães Barata conserva as árvores que dão título à cidade de Belém, no entanto, com aspectos urbanos mais evidentes – como veículos, por exemplo. O aspecto cultural também é determinante na exposição. Tanto que há uma obra e uma fotografia que retratam uma das iguarias mais famosas do estado e que traduz muito da cultura local: o tacacá. Na tela de 1937, uma típica tacacazeira serve o cliente em uma banca improvisada. E, na fotografia, uma tacacazeira contemporânea revela que o hábito de tomar tacacá nas ruas de Belém não se extinguiu ao longo do tempo.


18

Variedades

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Globo de Ouro prepara o cenário para Oscar 2010 Com a aproximação do maior festival de cinema da atualidade – o Oscar, começam, as especulações sobre os indicados ao prêmio. Dentro deste contexto, várias produções vem se destacando. Mas um filme em especial é tido como a aposta de sucesso na premiação. Trata-se do longa de ficção científica “Avatar”, do consagrado diretor James Cameron. “Avatar” já alcançou a marca de segunda maior bilheteria do cinema mundial, ficando atrás apenas de Titanic – também de Cameron. No filme, o espectador é levado um mundo espetacular, além da imaginação. Na distante lua Pandora, um herói relutante embarca em uma jornada de redenção e descoberta, liderando uma batalha heróica para salvar a civilização. O filme foi idealizado por Cameron há 14 anos, quando ainda não existiam meios para concretizar suas ideias. O orçamento é um dos mais caros da história foram gastos quase U$ 500 milhões. No último dia 17, “Avatar” foi congratulado com o prêmio de melhor filme na 67ª edição do Globo de Ouro, evento que elege os melhores do ano no cinema e na televisão. Em se tratando de Oscar, é quase certo que “Avatar” seja um dos dez indicados a melhor filme, e Cameron, que já foi indicado pelo Sindicato de Diretores da América, deve ser indicado na categoria de direção. Além disso, o filme já tem a certeza de muitas indicações em categorias técnicas. Enquanto isso, “Guerra ao Terror”, depois de ter sido incluído em várias premiações de críticos, tropeçou em um obstáculo ao

O celebrado “Avatar”, do diretor James Cameron, recebeu o Globo de Ouro como melhor filme, e pode seguir o mesmo caminho no Oscar, como fez Titanic, do mesmo diretor

ficar de fora do Globo de Ouro. E “Amor sem escalas”, que tinha recebido o maior número de indicações ao Globo de Ouro - seis no total - acabou levando para casa apenas um troféu: o de melhor roteiro, para Jason Reitman e Sheldon Turner.

Apostas

As perspectivas parecem boas para vários outros premiados no Globo de Ouro: Mo’Nique (de

“Precious”) e Christoph Waltz (de “Bastardos inglórios”), premiados como melhor atriz e ator coadjuvantes, e o vencedor do prêmio de melhor filme em língua estrangeira, “A fita branca”. E as vitórias de “Up - Altas aventuras”, da Disney/Pixar, como melhor filme de animação e melhor trilha musical, reforçam sua inevitável indicação ao Oscar de melhor animação, alimentando tam-

bém as especulações de que seja indicado para melhor filme. Entre os atores, Jeff Bridges, por “Crazy Heart”, e Sandra Bullock, por “The Blind Side”, foram reforçados. A atriz deve conseguir sua primeira indicação ao Oscar, depois de ser ignorada durante anos pela Academia. A categoria comédia do Globo de Ouro não costuma contribuir muito para o reconhecimento

MELHOR FILME “Amor sem escalas” “Avatar” “Bastardos inglórios” “Distrito 9” “Educação” “Guerra ao terror” “Invictus” “Preciosa” “Star trek” “Up”

Outro possivel indicado é Clint Eastwood (“Invictus”).

Outro possíveis indicados: “Nine”, “A single man”, “Um homem sério”, “The messenger”.

MELHOR ATRIZ Sandra Bullock (“The blind side”) Helen Mirren (“The last station”) Carey Mulligan (“Educação”) Gabourey Sidibe (“Preciosa”) Meryl Streep (“Julie e Julia”)

pelo Oscar. De acordo com os críticos, “Se beber, não case” ainda parece uma aposta improvável, e Robert Downey Jr. dificilmente entrará para os indicados a melhor ator por “Sherlock Holmes”. De acordo com as indicações já divulgados pelos sindicatos e por outras associações de críticos. Abaixo estão os prognósticos dos possíveis concorrentes ao Oscar nas categorias principais.

MELHOR ATOR Jeff Bridges (“Coração louco”) George Clooney (“Amor sem escalas”) Colin Firth (“A single man”) Morgan Freeman (“Invictus”) Jeremy Renner (“Guerra ao terror”) Outros possíveis indicados: Daniel Day-Lewis (“Nine”), Michael Stuhlbarg (“Um homem sério”), Tobey Maguire (“Brothers”), Ben Foster (“The messenger”)

MELHOR DIRETOR James Cameron (“Avatar”) Quentin Tarantino (“Bastardos inglórios”) Jason Reitman (“Amor sem escalas”) Lee Daniels (“Preciosa”) Kathryn Bigelow (“Guerra ao terror”)

Outras possíveis indicadas: Melanie Laurent (“Bastardos inglórios”), Emily Blunt (“The young Victoria”), Penélope Cruz (“Abraços partidos

Bono e Jay-Z gravam canção em benefício às vítimas no Haiti O vocalista do U2, Bono, e o rapper Jay-Z, gravaram uma nova canção em benefício às vítimas do recente terremoto que atingiu o Haiti, segundo informações do site do semanário musical britânico “New Musical Express”. O gui-

tarrista The Edge, do U2, revelou detalhes da colaboração durante uma entrevista ao programa “The Dave Fanning show”, da rádio irlandesa 2FM. “Bono recebeu uma ligação do produtor Swizz Beatz. Ele e Jay-Z queriam fazer algo

pensando no Haiti. Bono surgiu então com uma frase ao telefone. Na última noite em que estivemos aqui, escrevemos a letra, gravamos e finalizamos a música. Então, enviamos de volta para eles. Provavelmente esta será a

próxima coisa que você vai ouvir da gente”, explicou o guitarrista. De acordo com o site da MTV americana, a canção, que ainda não tem título nem data de lançamento, será comercializada através do iTunes em breve. Bono

também vai participar do programa de TV “Esperança para o Haiti” (“Hope for Haiti”), organizado pelo ator George Clooney. A atração vai ao ar na TV americana com transmissão também para a Alemanha.


Variedades

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Tribuna Cultural Destaques Nós dois Um casal de classe média com problemas conjugais, amores e desavenças. Este tema, que refletem situações reais na sociedade atual, é trazido pela Companhia de Teatro Luzes no espetáculo “Nós dois”. No elenco da comédia, Fernando Rassy (que também assina o texto e a direção) e Alethéa Maciel. Apresentações nos dias 30 e 31, no Theatro da Paz. Ingressos: R$ 20 (inteira) / R$ 10 (meia). Informações: 9107-2661. Pink Floyd e The Doors Cover As bandas covers “Pink Floyd Project” e “The Doors Mojo” darão voz à grandes sucessos das bandas setentistas no dia 23 de janeiro, às 17h, em evento no Memorial dos Povos. Nos intervalos, DJ Durango, Marcelo Papel, completando a festa com os melhores do grunge dos anos 90 e um pouco do indie rock, dos anos 2000. Ingressos antecipados na W249, que fica na Av. Generalíssimo Deodoro, nº 1586; Ná Figueiredo, que fica na Gentil Bittencourt, nº 449 e Rock n’ Roll Circus Hamburgueria, na Praça do Arsenal. Semana do Quadrinho Em comemoração ao Dia Nacional do Quadrinho, o Centro Cultural Tancredo Neves (CENTUR) promove várias programações culturais para os adeptos do HQ. De 25 a 29, haverá exibição de filmes e oficinas temáticas com grupo Cartase Quadrinhos. As atividades ocorrerão pela parte da tarde no próprio CENTUR, que fica na Gentil Bittencourt, 650. Maiores informações: 3202-4332 Bares, Botecos&Bandas MPB Os cantores Ana Clara Matos e Felipe Cordeiro se apresentam juntos neste mês de janeiro, em temporada no Taberna São Jorge (Bar da Walda). As apresentações são às quintas – feiras, às 21h30. No repertório, uma mistura de MPB e samba-rock para animar os amantes da boa música. Boteco das Onze O Boteco das Onze, instalado na histórica Casa das Onze Janelas, é opção para o final de semana. Às sextas, a partir das 21h, as bandas Jukbox e Vitrola S.A dão o tom da música. Já no sábado, a animação fica por conta de Karina Ayam e Mocotó Elétrico. Templários Todas as quartas-feiras, a partir das 21h, acontece a festa mais pop da cidade, com as bandas Sistema Local, Eu e Mais Três e Farofa Black. O Templários fica na Rua 28 de Setembro, próximo Doca. Mulheres não pagam até as 23h. Informações: 3276-6760 / 82482505. Café com Arte Todas as quintas-feiras, a partir das 21h, Casarão Live com as bandas Juca Culatra e Power trio, Jungle Band e The Baudelaires. Além dos DJs Damaso, Proefx e Charmoso. Ingresso: R$ 10. O Café com Arte fica na travessa Rui Barbosa, 1437. Jukbox Show da banda Jukbox. Quarta, a partir das 21h, na Estação das Docas, e sexta, das 21h às 23h, no Boteco das Onze (Praça Frei Caetano Brandão, Cidade Velha). Informação: (91) 8190-3110. Acordalice “Show mais exageradamente oitentista do que nunca”, da banda Acordalice. Sexta no Gibear (28 de Setembro entre Quintino e Rui Barbosa). Sábado no bar e restaurante Templários, também na 28 de Setembro. Informações: (91) 3223-3615, 8842-5586 e no site www.acordalice.com.br Tio Nelson A banda paraense Tio Nelson está com agenda de apresentações pela cidade. No dia 24 de janeiro, show às 16h no Mormaço. Já no dia 29, a banda estará às 23h no Public Beer e, em seguida, se apresenta no Relicário.

Os atores Fernando Rassy e Alethéa Maciel no espetáculo “Nós dois”, que tem apresentações nos dias 30 e 31 no Theatro da Paz

Vitrola Programação de setembro do bar Vitrola (rua dos 48, 42, altos). Quarta, “Noite do você se lembra?” com Zona Rural e os sucessos da Jovem Guarda, hit´s dos anos 60, 70 e 80. Sexta, Elvis cover. Sábado, Samba de Raiz. Informação: (91) 3222-0164 e 4141-6362.

Grande Família Sede da Grande Família (Curuçá próximo a Djalma Dutra). Aos domingos, às 19h, Théo Pérola Negra & Grupo da Casa e convidados. Ingresso: R$ 2. Caldo de feijão grátis e sorteio de prêmios. Informação: (91) 8898-5302.

Parrilla No Parrilla (Serzedelo Corrêa, 1075, com a Caripunas), as quartas e sábados tem Kaio & Marcelo e William Cézar & Cristiano. Na sexta, muito forró e animação. Informação: (91) 3223-8482.

Teatro, Espetáculos & Cinema

Quintal Bar Quintal (Almirante Wandenkolk, 330, entre Senador Lemos e Jerônimo Pimentel). Toda quarta, às 22h, show de Maria Lídia (MPB, MPP e músicas autorais). Informação: 8129-8409 Capital Toda quinta set de música com DJ Paulinho Fidalgo e convidados. Informação: (91) 3249-0056. Dom João Na Travessa Quintino Bocaiúva, 1696, no complexo do Armazém Santo Antônio. Funciona de segunda a sábado (fecha as quartas). Domingo abre para o almoço. No cardápio, comida luso-amazônica, com as experimentações do Chefe Carlos Gomes. Informações e reservas: 8834-8020 Happy Hour & Dj’s Acústico Bar Show do grupo Skema e convidados. Todo sábado, às 16h, no Acústico Bar (Coronel Luiz Bentes, s/n, com a Senador Lemos, Telégrafo). Entrada gratuita. Informação: (91) 3254-7114 e 8142-2140. Aquarela Estação Aquarela (Manoel Evaristo com a Curuçá). Toda sexta, às 17h, música mecânica com DJ Mr. Tony e samba de raiz com Marquinho Melodia. Sábado, Aquarela Show Band Informação: (91) 9197-2889. Reggae Todo sábado, a partir das 16h, no Urubu Black Reggae (São Pedro, próximo à praça da Bandeira), set dos DJs Ras Margalho, Crys Stone e Vanderson. Informação: (91) 8144-5936. Negro Espaço Cultural Coisas de Negro (Lopo de Castro, 1081, entre quinta e sexra ruas). Todo sábado, às 20h, DJs Curipedra, Nilson Nonato e Serginho Moraes. Aos domingos, às 18h, roda de carimbó. Ingresso: R$ 3. Mulheres pagam R$ 2 no domingo. Informação: (91) 3247-8702 e 8866-6351.

Solo de Marajó O espetáculo “Solo de Marajó”, de Cláudio Barros, volta ao Cine Líbero Luxardo, no Centur. O monólogo é livremente inspirado na obra do romancista Dalcídio Jurandir, “Marajó”. Sessões no dia 26 e 27 de janeiro e 2,3,9 e 10 de fevereiro, às 20 horas. O espetáculo é o primeiro de uma trilogia de monólogos que Cláudio Barros decidiu fazer a partir da obra de autores paraenses. Abraço O espetáculo “Abraço” retorna aos palcos do Teatro Cuíra. O texto é escrito por Edyr Augusto Proença, e retrata a solidão de um homem na cidade grande, que vai perdendo amigos, família, fechando-se em si próprio, cercado por livros, discos, filmes antigos, até ficar sem vontade de viver. Mas ele recebe uma visita muito especial, alguém que irá preencher totalmente seus anseios por companhia. Apresentações nos dias 29, 30 e 31 de janeiro, no Teatro Cláudio Barradas, da Escola de Teatro e Dança da Universidade Federal do Pará, na Jerônimo Pimentel, sempre às 21h. Exposições e Mostras MABE O Museu de Arte de Belém (Mabe) abriga a exposição “Pierre Verger - Uma ponte sobre o Atlântico”. O acervo fotográfico de Verger é composto por imagens sobre as conexões e a formação das novas sociedades resultantes das relações entre a África e a América, com destaque para as conexões que uniram o Brasil a algumas regiões da África. A exposição fica aberta ao público até 31 de janeiro de 2010, nos seguintes horários: segunda à sexta, de 9h às 17h; sábados e domingos, de 9h as 13h. O MABE está localizado no Palácio Antônio Lemos (Praça D. Pedro II, Cidade Velha). Recorte Até o dia 31 de janeiro de 2010, das 16h às 22h, de quarta a domingo, fica aberta a exposição “Recortes”, do artista plástico Ruma, na Dona Dica (loja 2 – Rua Padre Champagnat), no Complexo Feliz Lusitânia. Traços da cidade Até o dia 30 de janeiro, na Galeria Augusto Fidanza, no Museu de Arte Sacra, ficará aberta a exposição“Traços da Cidade”. Entrada franca.

19


20

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Variedades

CELEBRIDADES Beyoncé e Jay-Z entre os mais ricos do mundo

Angelina Jolie e Brad Pitt podem formar o casal mais comentado e estiloso de Hollywood, mas perderam o posto de “os mais ricos do mundo”. Segundo a revista “Forbes”, o casal estrelado com a conta bancária mais gorda é formado por Beyoncé e Jay-Z. Atuais reis do hip hop mundial, o casal forma, sem dúvidas, o casal mais rentável do momento. Juntos, Jay-Z e Beyonce ganharam somente entre junho de 2008 e junho de 2009 uma fortuna estimada em US$ 122 milhões. Quem atesta é a revista “Forbes”, que divulgou uma lista com os pares mais ricos de Hollywood.

Confira a lista completa: Astro 1. Beyonce Knowles e Jay-Z

Faturamento (em US$) 122 milhões

2. Harrison Ford e Calista Flockhart

69 milhões

3. Brad Pitt e Angelina Jolie

55 milhões

4. Will Smith e Jada Pinkett Smith 2. & Hammerstein 5. Rodgers David e Victoria Beckham

48 milhões 81,86 46 milhões

2. & Hammerstein 6. Rodgers Ellen DeGeneres e Portia de Rossi

81,86 36 milhões

7. Tom Hanks e Rita Wilson 2. Jim Rodgers & Hammerstein 8. Carrey e Jenny McCarthy 9. Tom Cruise e Katie Holmes

35.5 milhões

Astrid se casa no candomblé Astrid Fontenelle, apresentadora do programa “Happy Hour”, do canal pago GNT, se casou no dia 17 de janeiro com o produtor musical Fausto Franco. O local escolhido pelo casal foi o Hotel Zank Butique, em Salvador – terra natal de Fausto –, o mesmo hotel que no mês de fevereiro vai hospedar Beyoncé na cidade para realização do seu show. A cerimônia foi feita em um ritual candomblé com cerca de 270 convidados – todos vestidos de branco. Entre os célebres convidados estava o jornalista José Simão. Astrid, produzida em um vestido de noiva do estilista Samuel Cirnansck – o mesmo que desenhou o vestido para a cerimônia de união de Juliana Paes em 2008, carregou seu filho adotivo, Gabriel, o tempo todo em seu colo.

81,86 34 milhões 33.5 milhões

10. Chris Martin e Gwyneth Paltrow

33 milhões

11. Sarah Jessica Parker e Matthew Broderick

29 milhões

12. Tim McGraw e Faith Hill

28 milhões

13. Eva Longoria Parker e Tony Parker

22 milhões

14. Katherine Heigl e Josh Kelley

20 milhões

15. Nicole Kidman e Keith Urban

17 milhões

Jennifer Aninston preocupada com o ex, Brad Pitt A atriz Jennifer Aniston anda dando pitaco no casamento de seu ex, Brad Pitt, com Angelina Jolie, segundo o tablóide “National Enquirer”, que afirmou que Jennifer acha que a união de Pitt com Angelina Jolie é uma farsa. Uma fonte assegurou para o jornal que a atriz já percebeu que o ex-marido está infeliz com Jolie: “Na verdade, quem conhece o ator sabe que ele está infeliz e Jen já percebeu isso. Ela detesta perceber que Angie tem total domínio sobre ele por conta de uma falsa publicidade” garantiu a tal fonte, que assegurou ainda que Pitt não estava confortável em participar com Angelina de um encontro da UNICEF que ocorreu em dezembro de 2009. Na época, o casal tirou várias fotos juntos. “Brad estava com o corpo duro e desajeitado”, afirmou a tal fonte. “Jen está cansada de ficar em silêncio sobre isso. Ela odeia ver Brad infeliz”, concluiu. Jen e Pitt se separaram em 2005. A relação durou cinco anos.

Adriane grávida e de aliança Com uma blusinha toda brilhante e dourada, Adriane Galisteu circulou pelo São Paulo Fashion Week na tarde do dia 17 de janeiro. A apresentadora usava uma blusa larga, o que deixava sua barriga de 10 semanas de gravidez um pouco “camuflada”. Mas Adriane parecia muito feliz. A loira não tirou os sorrisão do rosto e até posou de ladinho, para ver se dava volume à barriguinha. Ao lado do namorado, Alexandre Iódice, Galisteu exibiu o anel de compromisso que ganhou do empresário.


Esporte

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Fotos Elcimar Neves e Rodolfo Oliveira / Ag. Pará

Parazão começa com vitória dos grandes Os chamados times grandes começaram a rodada com fôlego que rendeu até goleada do Remo contra time do Ananindeua

O Campeonato Paraense 2010 começou a todo vapor, com os considerados times grandes, Remo e Paysandu, vencendo em suas estréias. Entre os “pequenos”, o time do Cametá, comandado pelo ex-azulino Artur Oliveira, estreou com vitória dentro de casa contra o time do Águia, de Marabá. No jogo do Papão, na Curuzu lotada, os torcedores empurraram o time para a vitória nos instantes finais, já que o time perdia pelo placar de 1 a 0 até os 45 minutos do segundo tempo. Apesar de ter jogado mal, a torcida foi à loucura e no final do jogo o jogador Sandro, maior reforço do Paysandu para temporada e autor do gol de empate, saiu do campo aos choros, emocionado com o carinho recebido pela torcida, que entoavam marchinhas de carnaval para o bicola. Para o técnico da equipe, Luiz Carlos Barbieri, a vitória foi ótima, mas admite que o time tem muito o que melhorar, por isso, as falhas ocorridas durante o jogo já eram esperadas e mesmo que a equipe tivesse sido perfeita, ele se diz que é um eterno insatisfeito. “Comigo nunca está bom, quando chegar na excelência vai ter algo a mais pra aperfeiçoar. Minha preocupação agora é fazer a recuperação dos jogadores, fazer um trabalho regenerativo. Vamos aproveitar essa semana pra condicionar mais o pessoal”, disse o treinador. Mesmo reconhecendo que o time precisa de ajustes, o treinador ressalta que não vai mexer bruscamente na equipe, e que,

se isso acontecer devem ser feitas com calma. “Vamos analisar da melhor forma, não adianta mudar radicalmente as coisas, se cada vez que um jogador for mal a gente ter que substituí-lo, não vai haver continuidade no trabalho”, conclui Barbieri.

Remo goleou na estreia

No confronto entre Remo e Ananindeua, os azulinos não tomaram conhecimento dos adversários e aplicaram uma sonora goleada de 6 a 0, apesar da Tartaruga ter começado o jogo em ritmo alucinante, com uma

tática ofensiva, com seus dois laterais avançados. O time acabou pagando caro pela tática, pois deixou brechas dentro de campo, que foram bem aproveitadas pelo leão. A vitória com esse placar elástico e da forma como foi conseguida, encheu o time de moral. Apesar da vitória, os jogadores mantêm os pés no chão e pregam humildade. “Foi uma boa vitória, mas temos que ser humildes e colocar os pés nos chão. Precisamos trabalhar ainda mais, focar mais. Essa vitória foi só o primeiro passo para conseguirmos o titulo”, falou

o jogador Fabrício Carvalho. Um dos jogadores mais festejados pela torcida remista, Gian fez ótima partida e prometeu que nos próximos jogos vai dar melhor de si e reconhece o temor que vai causar nas equipes rivais. “É só o começo, vou trabalhar para melhorar mais. Sei que os adversários vão preparar marcação especial sobre mim”, declarou o armador. Na visão do treinador Sinomar Naves, o time fez boa estréia, diferente das temporadas anteriores, o que pode ser um bom indício para a conquista do título.

Remo e Paysandu começaram bem a temporada e preparam seus reforços para o primeiro confronto, no dia 7 de fevereiro

“Nos dois últimos anos, a equipe não estreou bem. Dessa vez foi diferente, sentimos que o grupo tinha que dar a resposta positiva. Na preleção, tentamos controlar a ansiedade. A vitória foi espetacular, mas não existe euforia”, enfatizou o treinador.

Cametá driblou a Águia e levou a melhor

Envolvido em uma confusão na primeira fase do Parazão 2010, que gerou descontentamento de outras equipes que não conseguiram se classificar para a fase decisiva do campeonato, o time do Cametá deixou para lá esse problema extra-campo e não tomou conhecimento do Águia, de Marabá, e venceu a partida pelo placar de 2 a 1, mesmo com o time marabaense não dando moleza para os cametaenses. Apesar da pressão do time visitante, que até chegou a equilibrar o jogo quando conseguiu chegar a igualdade no placar, o time da terra do mapará, mostrou que é um time de raça dentro de campo, não se entregou e, assim como aconteceu na partida entre Paysandu e Independente, na Curuzu, definiu o placar nos instantes finais do segundo tempo, garantindo a vitória e os três pontos na estréia do campeonato. Depois de ter conseguido terminar a primeira fase do Parazão em primeiro lugar, a equipe do Cametá, treinado pelo técnico Artur Oliveira, ex-Remo, promete dar muita dor de cabeça para os adversários nesse campeonato.


22

Esporte

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

Zico é demitido por carta do clube grego Olympiacos

Astros defendem Ronaldo de volta à seleção brasileira

A demissão de Zico foi confirmada pelo site oficial do clube, alegando maus resultados do técnico no campeonato grego de 2009

Em anúncio no seu site oficial, o clube Olympiacos, da Grécia, confirmou que o brasileiro Zico não é mais técnico do clube. Segundo a imprensa local, os maus resultados no Campeonato Grego minaram o trabalho do eterno ídolo rubronegro que, há pouco menos de quatro meses, foi contratado para o lugar de Temuri Ketsbaia. Zico recebeu a carta de demissão em sua casa por intermédio de um oficial de justiça. Ao receber a carta Zico preferiu analisa-la junto com seu advogado antes de se manifestar sobre o assunto. No último jogo, a equipe de Atenas empatou em 0 a 0 com o modesto Kavala e ficou a sete pontos do arqui-rival Panathinaikos, líder do campeonato Grego. Com o resultado a diretoria do clube ficou descontente e decidiu

demitir o brasileiro. “Anunciamos o término do contrato com o técnico Artur Antunes Coimbra (Ziko) e de seus assistentes Eduardo Antunes Coimbra e Morasi Vaskonselos Sant ‘Anna”, diz o texto do site oficial do Olympiacos, errando o nome e apelido de Zico, que foi grafado com “K” e também o do preparador físico Moraci Sant´Anna, escrito com “S”. Essa é a segunda demissão do galinho em menos de cinco meses. Zico chegou ao Olympiacos no dia 17 de setembro, uma semana depois de te sido demitido do CSKA Moscou. Contratado em janeiro de 2009 pelo time russo junto ao Bunyodkor, do Uzbequistão, Zico conquistou dois títulos no clube: Copa da Rússia e Supercopa Russa, o que não suficiente para manter o brasileiro no comando da equipe.

Na Grécia, Zico comandou o Olympiacos em 21 jogos, com uma marca de 12 vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Apesar do mau desempenho no campeonato local e na Copa da Grécia, o time foi eliminado na primeira fase, o Galinho conseguiu classificar o time às oitavas de final da Liga dos Campeões, terminando a fase de grupos na segunda colocação da chave H, que tinha Arsenal, Standard Liége (BEL) e AZ Alkmaar (HOL). Além de Olympiacos (GRE), CSKA (RUS) e Bunyodkor (UZB), Zico já comandou a seleção japonesa, Kashima Antlers e Fenerbahçe, da Turquia. Na semana passada, ele teve seu nome especulado no Arsenal numa lista de possíveis substitutos para Arsène Wenger que, em 2011, deve se aposentar.

Kaká diz que evita baladas e defende a sua fé Em entrevista descontraída a um programa de rádio espanhol, Kaká falou bastante sobre sua fé. Membro da igreja “Renascer”, o craque do Real Madrid defendeu o dízimo e afirmou que não gosta muito de discotecas e baladas. “O dízimo é um mandamento bíblico. Não é uma parte do meu contrato, é uma parte de tudo que tenho, do meu tempo. Todos os dias eu rezo e leio a Bíblia. Sou muito radical com meus valores e não os troco por nada. Sou jovem, gosto de ir a restaurantes, cinemas, enfim, coisas normais. Só não gosto de discotecas. No final da temporada, se ganharmos algo, vamos comemorar. Durante o ano, não”, ressaltou o camisa 8 merengue, durante o papo com

José Ramón de la Morena, apresentador do programa “El Larguero”. Avesso ao ritmo baladeiro da maioria dos jogadores de futebol, Kaká também falou sobre sua relação com Cristiano Ronaldo, jogador considerado exatamente o seu oposto. “É um grande jogador e uma pessoa muito graciosa. Somos amigos e falamos sobre tudo. Ele é um fenômeno”, ressaltou o brasileiro, que também foi perguntado se já foi a alguma festa do Ronaldo mais famoso, que jogou no Real entre 2002 e 2006 e que, atualmente, é ídolo no Corinthians. “Ronaldo me encanta como jogador, mas, sobre as festas, ainda não tive essa grande oportunidade. Eu saí

um dia com ele. Jantamos e fui embora para casa”, completou o craque. Perguntado sobre se trocaria o título do Campeonato Espanhol (o Real está em segundo lugar) pelo da Liga dos Campeões, Kaká foi enfático. “Prefiro ganhar a Liga dos Campeões. É o torneio mais importante”, ressaltou o jogador. Sobre as diferenças do futebol italiano e espanhol, Kaká também declarou se sentir mais à vontade jogando na Espanha do que na Itália, onde vestiu a camisa do Milan. “Gosto mais de jogar aqui do que na Itália porque aqui o futebol é mais aberto, mais rico tecnicamente. O italiano, ao contrário, é mais tático”, explicou Kaká.

Ronaldinho tem preferência entre estrelas do futebol para ir à África do Sul

Dunga tem um mês para pensar se dará a Ronaldinho Gaúcho a chance que o mundo do futebol pede ao craque do Milan. Suas últimas atuações com a camisa do clube italiano têm encantado os europeus, e alimentam a principal dúvida deste início de ano de Copa do Mundo: ele estará na África do Sul? O dono desta resposta, por enquanto, prefere o silêncio. Nem Dunga, nem Jorginho, seu auxiliar, darão declarações sobre o jogador antes da convocação para o amistoso contra a Irlanda, no dia 3 de março, em Londres. Essa é a melhor fase de Ronaldinho Gaúcho desde o primeiro semestre de 2006, quando conquistou o título da Liga dos Campeões da Europa pelo Barcelona. Ele está fazendo gols, é o artilheiro do Milan na temporada com 11 gols e criando jogadas para os seus companheiros. E se isso fosse pouco, ainda voltou a exibir os dribles e toques que o ajudaram a ser eleito o melhor do mundo em 2004 e 2005. Enquanto Dunga prepara sua lista definitiva para o Mundial, personalidades do mundo do futebol defen­ dem a volta de Gaúcho à seleção. “Já faz uns seis

meses que o Ronaldinho vem crescendo. Está mais ágil, tem mais velocidade e tentando o drible. Pela sua vontade, não há dúvida de que já está merecendo uma convocação”, disse o eterno craque Tostão. Raí é outro que quer ver o craque com a camisa da seleção na Copa. “Ninguém nunca duvidou de sua condição técnica, mas ele está bem de cabeça e na parte física e isso é fundamental para a Copa do Mundo”, avaliou o ex-jogador que ajudou o Brasil a conquistar o tetra em 1994. Outro craque que aposta no renascimento de Ronaldinho é Rivelino. “A qualidade técnica ele sempre teve e agora parece que está bem motivado em voltar à seleção. Isso é o mais importante em ano de Copa”, disse. Já o argentino Diego Maradona disse ontem que espera vê-lo na Copa. “Não entendo por que há tantas críticas em relação a ele. Eu assisto aos jogos do Milan e só vejo Ronaldinho. É um dos maiores que vi jogar e espero poder vê-lo no Mundial. Mas mesmo que não vá continuará sendo um dos melhores de todos os tempos”, elogiou o técnico da seleção argentina.


Esportes

Bruno Senna pode ir para equipe STR ainda em 2010

Belém, 23 a 29 de janeiro de 2010

23

Nelsinho Piquet desiste da F-1 e anuncia que correrá na Nascar

Piloto protagonizou um dos maiores escândalos da história da Fórmula 1

Após alguns meses de incerteza, Nelsinho Piquet anunciou seu destino na temporada 2010 do automobilismo. O brasileiro desistiu de tentar uma vaga na Fórmula 1 e vai continuar sua carreira no automobilismo americano, mais precisamente na Nascar. Ele, contudo, não disse por qual equipe e em qual divisão da Stock Car dos Estados Unidos correrá. Em comunicado divulgado em seu site oficial, o brasileiro não dá muitos detalhes sobre a decisão, mas lamenta a saída da Europa, onde fez a maior parte de sua carreira. Ele também falou sobre a frustrada tentativa de

retornar à Fórmula 1 após a revelação do escândalo do GP de Cingapura de 2008, quando jogou seu carro no muro a mando de Flavio Briatore e Pat Symonds para beneficiar Fernando Alonso, seu companheiro na Renault, que venceu a prova. Nelsinho testou algumas vezes uma picape da Nascar Truck Series, a terceira divisão da Stock Car americana. A equipe Red Horse cedeu uma Toyota Tundra ao brasileiro, que impressionou nas atividades em circuitos ovais. Desde então se fala em uma mudança do piloto para os Estados Unidos, concretizada no dia 13 deste mês.

Confira a íntegra do comunicado de Nelsinho Piquet

Transferência pode acontecer pelas dificuldades financeiras da equipe Campos, que contratou o piloto para ingressar na F-1

Bruno Senna pode correr pela STR em 2010 se a novata Campos não puder alinhar na temporada 2010. Segundo a imprensa europeia, a equipe está com dificuldades para conseguir os fundos necessários para a estreia na Fórmula 1, inclusive com altos débitos com a Dallara, empresa que fabrica o chassi do novo time. A STR confirmou apenas Sebastien Buemi para a próxima temporada, embora o espan-

hol Jaime Alguersuari estivesse quase certo no segundo cockpit do time. Senna poderia pegar esta vaga já na abertura da temporada. De acordo com os jornais espanhóis, a equipe italiana, coirmã da RBR, poderia comprar o contrato do brasileiro. No entanto, a imprensa espanhola sugere que a Campos estaria perto de um acordo com o milionário sul-africano Tony Teixeira, ex-dono da A1GP. De

acordo com o diário espanhol “As”, um acordo estaria perto de ser anunciado, que acrescentaria € 4 milhões ao orçamento da equipe em 2010. A Campos também estaria negociando com o russo Vitaly Petrov e o venezuelano Pastor Maldonado, que trariam patrocinadores fortes para a equipe. Andy Soucek, campeão da Fórmula 2 em 2009, também conversa com o time espanhol.

Para Fernando Alonso, Nascar só no videogame Recentemente vários pilotos que já estiveram na Fórmula 1 estão tentando construir suas carreiras em outras categorias. Kimi Raikkonen, campeão de 2007, será um dos pilotos da Citroën no Mundial de Rali nesta temporada. Já Juan Pablo Montoya, Scott Speed e Nelsinho Piquet trocaram a categoria pelo automobilismo americano, a Nascar.

Apesar disso, o bicampeão Fernando Alonso, novo piloto da Ferrari, não pensa nisso. “Para mim, a Fórmula 1 é o topo. Não consigo me ver em outro lugar que não aqui. Sempre quis correr na categoria desde que eu era criança. Só gosto da Nascar no meu videogame”, disse Alonso, em entrevista à Imprensa inglesa.

Só que outros pilotos não pensam assim. Jarno Trulli, contratado pela Lotus para a temporada 2010, também já fez um teste com um Toyota Camry da Nascar. Mika Hakkinen e Ralf Schumacher tentaram a sorte no Campeonato Alemão de Turismo (DTM) e David Coulthard, aposentado da Fórmula 1, também considera a tentativa.

“Olá, pessoal, Eu gostaria de falar um pouco sobre a temporada 2010. Não é sempre que tenho a chance de me dirigir antes a vocês, por isso fico muito feliz que dessa vez eu posso contar aqui em primeira mão as novidades. Passei os últimos meses avaliando cuidadosamente as minhas opções para este ano. Eu tinha que escolher uma direção e essa foi uma decisão difícil a ser tomada. Ser bem sucedido na Fórmula 1 sempre foi o meu objetivo, mas aprendi que felicidade é tão importante quanto ambição. Meus primeiros 18 meses na F-1 não saíram exatamente como planejado, então decidi focar em algo diferente e escolhi competir na América do Norte. A NASCAR é extremamente competitiva e jamais alguém “de fora” conseguiu chegar e vencer na categoria. Será um desafio incrível e algo totalmente novo para mim. Sempre estive aberto a desafios e me dedicarei ao máximo nesta nova fase. Encontrei um ótimo grupo de pessoas, cheio de disposição para me ajudar e estou feliz e grato por eles estarem comigo nesta sequência da minha carreira. Sinto que será uma ótima experiência de vida, em um ambiente muito positivo. Tenho certeza de que este ano será fantástico e estou muito empolgado com as perspectivas para o meu futuro nas pistas. Informarei a voces mais detalhes sobre a temporada em si em breve. Claro que sentirei falta da Europa e de todos os amigos que tenho por lá, mas sempre terei as lembranças das vitórias e de momentos especiais dos quais me orgulho muito. Quero aproveitar a oportunidade para agradecer a cada pessoa que me apoiou de alguma forma em minha carreira na Europa, especialmente a minha equipe na GP2 e ao pessoal da Renault - sinto falta de vocês! Seguramente, eu ainda competirei na Europa no futuro, mesmo porque um dos meus maiores sonhos sempre foi vencer as 24 Horas de Le Mans um dia. Gostaria de desejar a todos um ótimo ano. Vamos acelerar juntos em 2010!” Nelsinho Piquet


Tribuna 19  

Jornal Tribuna do Pará

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you