Page 1

CIDADES Jovem é assassinado com viga de ferro atravessada na cabeça e mais cinco tiros 11 EXEMPLAR DO ASSINANTE

SÁBADO

MACEIÓ - ALAGOAS - 7 DE JANEIRO DE 2012 - Nº 1338 - R$ 1,50 SECOM

tribunahoje.com

Esquartejador foge de Centro de recuperação Menor é apontado como o principal executor do bárbaro assassinato de uma diarista no Conjunto Carminha e teria usado uma “tereza” com outro interno para escalar o muro “sem ser visto” e ganhar as ruas Pág. 9

ALGUMAS escolas estaduais já têm obras em andamento

CASO GIOVANNA

EDUCAÇÃO

Para promotor, Vilela autoriza Mirella vai a a recuperação júri popular de 163 escolas Mirella Granconato vai a júri popular acusada de ser mandante do assassinato da estudante Giovanna Tenório, no ano passado. É o que acredita o promotor Flávio Gomes da Costa, que espera que a decisão seja tomada já na audiência de instrução que será realizada segunda-feira. Serão ouvidas as testemunhas de defesa e de acusação, como amigos e familiares dos envolvidos. 9

TRIBUNA LIVRE

Com 50 anos de serviços prestados ao Estado, completados no último dia 30, o Arquivo Público de Alagoas proporciona uma verdadeira viagem no tempo. Seus livros, fotos, jornais, revistas e documentos revisam décadas de história do nosso Estado, preservando os... Pág. 4

SECOM / TÉRCIO CAPPELLO

A ordem de serviço para as obras de rcuperação de 163 escolas da rede estadual de ensino foi assinada ontem pelo governador Teotonio Vilela, com a recomendação de celeridade nas obras e com prioridade para as que estão em pior situação. No ano passado, alguns estabelecimento sofreram desabamentos e a licitação da construtora motivou bate boca dentro do governo. 5

BOA NOTÍCIA!

71 reeducandos passam no Enem e vão à faculdade Dos 101 reeducandos alagoanos inscritos no Enem, 61 foram aprovados e vão poder cursar universidade pelo Sisu. Um deles obteve 900 pontos em redação. Pág. 10

AILTON VILLANOVA VANDALISMO De tanto ouvir falar que em Itu – famoso município paulista - tudo é exageradamente grande, o pontagrossense &ULVDQWR%RQ¿PVHQWLXD necessidade de ir até o lugar para conferir essa história. De modo que, belo dia, com a grana folgada do 13° salário no bolso... Pág. 11

DEPUTADOS AMEAÇADOS TERÃO SEGURANÇA

Os deputados estaduais Dudu Hollanda (PSD) e Maurício Tavares (PTB) vão receber proteção pessoal da Polícia Militar. A decisão, em caráter liminar, foi

tomada ontem pelo Conselho Estadual de Segurança. Os dois parlamentares estariam ameaçados de morte pelo deputado Cícero Ferro (PMN), segundo infor-

mações da Polícia Federal. Ambos foram recebidos ontem no Palácio dos Martírios pelo governador Teotonio Vilela, que lhes garantiu empenho da Polícia

SANDRO LIMA

Após mais um episódio de vandalismo contra ônibus, no final do jogo do CRB na quinta-feira, a Polícia Militar decidiu endurecer as regras para as torcidas organizadas para o clássico com o CSA, dia 14. Oficiais da PM advertiram ontem que se houver novas depredações ou confrontos entre torcedores, os próximos jogos poderão ser com o EsFUNCIONÁRIOS do IML transportam o corpo do modelo no caixão para a exumação no IML tádio Rei Pelé vazio. 12 MILTON RODRIGUES

Enfarte mata Ricardo, ídolo dos anos 70 TEMPO

Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

20º

Máxima

31º

Marés

02:23 08:34 14:39 20:56

1.9 0.5 1.9 0.3

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,85 R$ 1,85 DOLAR PARALELO R$ 1,87 R$ 1,99 OURO: R$ 95,00 POUPANÇA: 0,5838%

EXUMAÇÃO

IML retira as balas do corpo de Eric Ferraz

Jogos no Rei Pelé poderão não ter torcida

LUTO NO CSA

Civil em esclarecer o caso. Mas Vilela deixou claro que o Estado não pode prestar informações detalhadas no momento, em face do sigilo das investigações. 3

O ponta-esquerda Ricardo, ídolo da torcida do CSA na década de 70, morreu ontem, aos 69 anos, vítima de um enfarte, quando estava em uma loja de conveniência, em Ponta Verde. Revelado cedo nas categorias de base e logo promovido ao time titular, Ricardo era um atacante ágil, veloz e bastante hábil, que proporcionou diversos momentos de glória aos azulinos. 16 AGLOMERAÇÃO GHFRQVXPLGRUHVQRODGRGHIRUDGDORMDDFDERXGL¿FXOWDQGRRWUkQVLWR

O corpo do modelo Eric Ferraz foi exumado ontem no IML e as balas foram extraídas para o trabalho de perícia, que indicará de qual arma partiram. Os principais suspeitos são Judarley Oliveira, que está foragido, e seu irmão, o policial civil Jaysley, que está detido. A assessoria do IML informou à imprensa que o periciamento das balas deverá ser concluído em até dez dias. 11

LONGAS FILAS

Liquidação de loja atrapalha o trânsito Uma liquidação de parar o trânsito aconteceu ontem nas lojas Magazine Luiza. Com descontos de até 70%, milhares de consumidores formaram longas filas pela manhã. Os setores de eletrodomésticos e eletrônicos foram os mais procurados pelo público que madrugou à porta das lojas em Maceió. O corre-corre do público com as compras dificultou o trânsito de veículos no Centro. 14


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA MACEIĂ“ - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

PolĂ­tica

Câmara Municipal de Maceió aprova valor de seu salårio mínimo: R$ 630 A Câmara Municipal de Maceió aprovou, ainda ontem, o Plano de Educação e um projeto de lei de autoria da vereadora Tereza Nelma (PSDB) para prevenção do câncer de mama, alÊm da matÊria que estipula o salårio mínimo da Câmara Municipal para o valor de R$ 630. A Lei Orçamentåria Anual (LOA) para o exercício de 2012 contou inicialmente com 49 emendas apresentadas, mas apenas 35 foram aprovadas.

Orçamento Ê aprovado na íntegra

Câmara Municipal de Maceió terå R$ 50 milhþes de duodÊcimo do Executivo; Heloísa quer mais dinheiro para social ADAILSON CALHEIROS

nos devolveremosâ€?. Durante as discussĂľes sobre o orçamento, a vereadora a manhĂŁ de ontem, do PSOL salientou a impordia 6, a Câmara tância de investimentos nas Municipal de Ma- ĂĄreas que precisam de atenceiĂł aprovou a Lei Orça- ção e adequação por conta mentĂĄria Anual (LOA) que dos riscos sociais. De acordo SUHYr R H[HUFtFLR Ă€QDQFHLUR com ela, o remanejamendo Executivo para o ano to nas leis orçamentĂĄrias de 2012. A peça orçamen- precisam dar foco Ă s ĂĄreas tĂĄria – que teve como rela- fragilizadas. SĂ­lvio Camelo tor especial o vereador ThĂŠo (PV) – lĂ­der do governo – fez Fortes (PTdoB) – foi apro- a defesa do orçamento na vada, como jĂĄ era previsto, forma como ele se encontra e sem maiores discussĂľes. ressaltou as pavimentaçþes O Executivo manteve de ruas que devem ocorrer o percentual de remaneja- ainda no primeiro semestre mento de 25% e os vereado- deste ano. res terĂŁo – neste ano – um De acordo com o secreduodĂŠcimo de R$ 50 milhĂľes/ tĂĄrio de Planejamento Muano. Nos bastidores, a in- nicipal, MĂĄrzio Delmoni, o formação ĂŠ de acordo prĂŠvio orçamento da Prefeitura de para aprovação destas duas MaceiĂł tem como prioridapropostas. O Legislativo teve de as ĂĄreas sociais em 2012. um aumento considerĂĄvel no PorĂŠm, ele explica ainda que repasse anual, mesmo devol- a peça aprovada pela Prefeivendo R$ tura de MaceiĂł contempla 5 milhĂľes de sobras do algumas necessidades que duodĂŠcimo de 2011, que foi o municĂ­pio terĂĄ neste ano de R$ 46 milhĂľes. como a realização dos conDe acordo com o presi- cursos pĂşblicos jĂĄ aprovados dente da Câmara Municipal pela Câmara Municipal de de MaceiĂł, o parlamento- MaceiĂł, que preveem vaga -mirim tem o que ĂŠ de direito para agentes de trânsito, coem função do limite constitu- veiro e outros cargos. cional de 4,5%, que ĂŠ o que Delmoni citou ainda a ĂŠ repassado para a Casa de previsĂŁo dos processos liciTavares Bastos com base tatĂłrios jĂĄ em andamento no valor total do orçamento como a do transporte pĂşblico deste ano, que ĂŠ de R$ 1,7 municipal e da contratação bilhĂľes. de empresas para a coleta HeloĂ­sa Helena (PSOL) de lixo no municĂ­pio. Com a ainda tentou a redução do aprovação da Lei OrçamenduodĂŠcimo. Ela teve emen- tĂĄria Anual em plenĂĄrio, agoda rejeitada pelo plenĂĄrio. ra os projetos seguem para HeloĂ­sa propĂ´s destinar R$ 8 ser sancionados pelo prefeito milhĂľes deste valor para po- de MaceiĂł, CĂ­cero Almeida lĂ­ticas sociais. (PP), o que deve ocorrer jĂĄ na Galba Novaes argumenta prĂłxima semana. TXH²VHDRĂ€QDOGRDQRRFRUO orçamento deveria ter rer as sobras, como ocorreu sido aprovado no dia 15 de em 2011 – elas serĂŁo devol- dezembro, mas como houve vidas para que o Executivo atrasos no Legislativo para possa empregar de outra for- apreciação de vetos do Exema. “No ano passado devol- cutivo, a Câmara Municipal vemos R$ 5 milhĂľes. Se nes- foi obrigada a entrar em seste ano, sobrar R$ 10 milhĂľes sĂŁo permanente. LUIS VILAR REPĂ“RTER

HeloĂ­sa Helena quis contar votos em sessĂŁo

N

Galba Novaes, presidente da Câmara, argumenta que valor do duodÊcimo Ê constitucional

REJEITADAS

Vereadores sepultam emendas que previam cortes nos gastos Durante a sessão de votação do orçamento, Novaes ainda colocou em votação – como havia prometido, em entrevista à Tribuna Independente – os três projetos de lei que versavam sobre a redução de gastos na Câmara. De acordo com Novaes, o corte de custos na Casa de Mårio Guimarães se fazia necessårio como política de mÊdio prazo, jå que em 2013, o parlamento se prepara para receber 31 vereadores, no lugar dos 21 que se encontram lå hoje.

Novaes destaca que a Câmara passa por problemas orçamentårios em função da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). Ao defender seus projetos, explicou a necessidade do reenquadramento de custos. Os projetos de cortes de gastos chegaram a ser defendidos por Heloísa Helena (PSOL) e por Paulo Corintho (PDT), em plenårio. Mas, foram derrubados na votação. Com isto, o custo mensal dos vereadores deve subir VLJQLÀFDWLYDPHQWHHP Os salårios passarão de R$

9 mil para R$ 14 mil, sendo que serão 31 parlamentares. Só de pagamento a vereadores, a Câmara Municipal vai desembolsar mais de 430 mil. Isto sem contar com verbas de indenizatórias, assessorias, combustível e aluguel de veículo. Os projetos do presidente Galba Novaes previam a redução de verba indenizatória de R$ 9 mil para R$ 6 mil; redução do número de assessores por gabinete de 17 para dez, alÊm da revogação de salårio. Todos três foram rejeitados. (L.V.)

A PARTIR DE AMANHĂƒ

Leandro Mazzini ĂŠ o novo colunista da Tribuna A Coluna Esplanada estreou dia 1Âş de dezembro em jornais de algumas capitais. Assinada pelo jornalista Leandro Mazzini, a coluna pretende levar ao leitor, de terça a domingo, os bastidores dos trĂŞs Poderes de BrasĂ­lia. O que acontece no Congresso, as leis que mudarĂŁo a sua vida, a atuação da bancada de seu estado, com notĂ­cias de relevante impacto para o Brasil e para sua regiĂŁo. O dia a dia do Congresso Nacional. O nome Esplanada surgiu principalmente porque remete a BrasĂ­lia, sede dos ministĂŠrios, tambĂŠm alvo de monitoramento da equipe. “Meu compromisso ĂŠ fazer uma coluna noticiosa, com a implicância tolerĂĄvel, mas essencial, com o devido respeito a todos os polĂ­ticos e agentes pĂşblicos, porĂŠm tambĂŠm com o dever de repĂłrter: denunciar os malfeitos quando necessĂĄrio. E interagir, sempre, com o leitor. Faço a coluna para vocĂŞs. Por isso, o Twitter e o e-mail serĂŁo canais essenciais para esse diĂĄlogoâ€?. A Coluna Esplanada jĂĄ ĂŠ publicada em jornais dos es-

APURAĂ‡ĂƒO

DIVULGAĂ‡ĂƒO

tados do Rio, Espírito Santo, Sergipe, Maranhão, Parå, Paranå, Rio Grande do Sul. No site da coluna, dois grandes parceiros ilustram a pågina: Aliedo publica charges às sextas, com histórias pitorescas apuradas pelo repórter com personagens da política nacional. Aos såbados, Ê a vez de Evandro Teixeira divulgar suas fotos históricas. PERFIL Leandro Mazzini Ê jornalista e escritor, pós-graduando em Ciência Política pela UnB. Passou por vårias redaçþes: Jornal do Brasil, Agência Rio, Correio do Brasil, Gazeta Mercantil e Coluna CH. No Rio, FREULXDSROtWLFDà XPLQHQVH de 1998 a 2007, quando se mudou para Brasília, onde assinou o Informe JB de 2007 a 2011. É apresentador dos programas de debates políticos Tribuna Independente (terças) e Frente a Frente (segunda, quarta e sexta) na Rede Vida de Tv, em rede. O e-mail da coluna Ê contato@colunaesplanada. com.br e twitter Ê @leanJornalista conhecido nacionalmente começa com sua coluna amanhã nas påginas da Tribuna dromazzini.

Antes da apreciação das matĂŠrias de contenção de gastos, o vereador Berg Holanda (PR) solicitou que a votação fosse secreta. A proposta foi rejeitada em plenĂĄrio por dez votos a favor e nove contra. Durante a contagem dos votos, a vereadora HeloĂ­sa Helena tentou contar os votos. Ela foi repreendida pelo vereador Silvio Camelo, que presidia a Mesa Diretora, na ocasiĂŁo. As matĂŠrias, se tivessem sido aprovadas, sĂł entrariam em vigor na prĂłxima legislatura. ApĂłs a rejeição dos dois projetos, Galba Novaes fez um apelo para que o terceiro projeto de lei, de nĂşmero 198, que trata da redução dos cargos comissioQDGRV IRVVH DSURYDGR $Ă€nal, na prĂłxima legislatura serĂŁo 31 vereadores e nĂŁo haverĂĄ espaço fĂ­sico para que cada um tenha 17 assessores. “Se cada um tiver dez assessores, as necessidades dos vereadores serĂŁo bem atendidas. Precisamos valoUL]DU D TXDOLĂ€FDomR H QmR R quantitativoâ€?, frisou o presidente. Apesar do pedido do autor dos projetos, a redução de 17 para dez cargos comissionados em cada gabinete foi rejeitada por dez votos a favor e nove contra. IMPOSITIVO Os vereadores tambĂŠm aprovaram duas emendas Ă  Lei Orgânica do MunicĂ­pio. A primeira, de autoria do vereador Galba Novaes, institui o Orçamento impositivo, a partir do exercĂ­cio de 2013. &RP LVVR R ([HFXWLYR Ă€FD obrigado a cumprir o Orçamento que for aprovado pelo parlamento mirim. “A Câmara de MaceiĂł ĂŠ a primeira do paĂ­s a implantar o Orçamento impositivo. Aquilo que for aprovado por esta Casa terĂĄ que ser executado. O Orçamento impositivo tramita na Câmara desde 2008. NĂŁo poderĂ­amos aprovĂĄ-lo para entrar em vigor no Ăşltimo ano de administração do prefeito CĂ­cero Almeida. Por isso, a nova lei entra em vigor a partir de 2013â€?, ressaltou. A segunda emenda Ă  Lei Orgânica aprovada, de autoria do vereador Ricardo Barbosa, traz de volta para a Câmara a prerrogativa de decisĂŁo sobre os reajustes das passagens de Ă´nibus. SALĂ RIO TambĂŠm foi aprovada a equiparação salarial de todos os servidores da Câmara. Quem recebe um salĂĄrio mĂ­nimo passarĂĄ a ter seus proventos no valor de R$ 630. “Os funcionĂĄrios desta Casa terĂŁo um salĂĄrio mĂ­nimo maior que o concedido pela presidente Dilma Rousseff. Por isso, quem ganhava R$ 540 terĂĄ um reajuste de quase 20%. Estamos equiparando os salĂĄrios com o do governo federal, com um incremento a maisâ€?, salientou Galba Novaes.


TribunaIndependente

Cotidiano LININHO NOVAIS - contato@lininho.com

É do partido

N

ada de acordo politico, nem muito menos de desistência, segundo o deputado estadual Jeferson Morais (DEM), seu nome jå Ê dado como certo na sucessão de Cicero Almeida. Morais foi o deputado estadual mais votado nas eleiçþes de 2010, e sua candidatura a prefeito de Maceió faz parte de um projeto encabeçado pelo atual vice-governador JosÊ Thomaz Nonô.

Sem temer A posição de 5RJHULR7HyÂżOR referente Ă  possĂ­vel candidatura da deputada Celia Rocha Ă  prefeitura de Arapiraca foi no mĂ­nimo sem muita preocupação. 3DUD7HyÂżORPXLWDVDJXDVYmR rolar e o contexto ĂŠ outro: “Se DFKDPTXHYmRPHLQWLPLGDURX ID]HUGHVLVWLUHVWmRHQJDGRV´

Em Alagoas 5HFHSFLRQDGRSHORGHSXWDGR5HQDQ)LOKRTXHPYLVLWDQRVVRHVWDGR pRWDPEpPGHSXWDGRIHGHUDO-~OLR'HOJDGRžVHFUHWiULRGD&kPDUD Federal, veio conhecer e desfrutar das belezas do nosso litoral.

Abertos... ... os envelopes com as propostas da empresas para o concurso publico do município de União dos Palmares. Vamos aguardar a publicação R¿FLDO

Voltou $LJUHMDPyYHOGRGHSXWDGR&DULPEmRHVWiGHYROWDDID]HUDSHUHJULnação pelo Estado de Alagoas, após algum tempo parada. Segundo o parlamentar era para fazer revisão; agora Ê muito louvor e oração. A LJUHMDHVWiHTXLSDGDFRPWXGRVyIDOWDPHVPRXPSDGUHSDUDFHOHEUDU 'L]HPTXHVHSUHFLVDU&DULPEmRWDPEpP³FHOHEUD´

Por que serĂĄ? 'HQWURGR36'%TXHPPDLVGHIHQGHDFDQGLGDWXUDGH5XL3DOPHLUDD SUHIHLWRGH0DFHLypRVHFUHWiULRGH(VWDGRGD6D~GH$OH[DQGUH7ROHGR Qual o interesse mesmo?

E agora? $SyVPXLWDVHVSHFXODo}HVVREUHTXHPVHULDRFDQGLGDWRGH/XFLDQR %DUERVDjVXDVXFHVVmRVHQGRFRJLWDGRVDWpDOJXQVGHVHXVVHFUHWiULRVFRPR<DOOH)HUQDQGHV5LFDUGR7HyÂżORH$XUpOLD)HUQDQGHVDJRUDR desejo de um deles ĂŠ ter seu nome aprovado para ser o vice na chapa.

3URÂżVVLRQDO 0HUHFHGHVWDTXHRWUDEDOKRGHVHQYROYLGRSHORDGYRJDGR:HOWRQ5REHUWRLQGHSHQGHQWHGHTXHPVHMDVHXFOLHQWHYHUGDGHVHMDGLWDTXHHOH pXPQRPHGHUHVSRQVDELOLGDGHHPGHIHVDGHVXDSURÂżVVmR

Briga de famĂ­lia 1

Briga de famĂ­lia 2

Na cidade de Girau do Ponciano o FOLPDQDIDPtOLD%DUURVHVWiSHVDGR A disputa polĂ­tica entre Gilberto e Bastos, ambos irmĂŁos do deputado HVWDGXDO*LOYDQ%DUURVHVWiGDQGR RTXHIDODU2VGRLVTXHUHPJRYernar o municĂ­pio, porĂŠm tambĂŠm TXHUHPRDSRLRGRLUPmRGHSXWDGR

2VDGHVLYRVMiFLUFXODPSRU*Lrau do Ponciano, onde Gilberto %DUURVVHLQWLWXODÂł*HQWH%RD´ e Bastos Barros utiliza-se â&#x20AC;&#x153;Sou GR%HP´$WpDtHVWDYDWUDQTXLOR mas as discussĂľes em praça S~EOLFDMiQmRDJUDGDPDR eleitor.

-XVWLÂżFDWLYD Sobre o adiamento da audiĂŞncia no MinistĂŠrio PĂşblico, o deputado HVWDGXDO-+&LQIRUPRXTXHSUHFLVDULDGHPDLVWHPSRSDUDGHSRUGHYLGR DRYROXPHGHLQIRUPDo}HVTXHUHFHEHXGDPHVDGLUHWRUDVHQGRTXH muitas delas, segundo ele, estĂŁo incompletas.

Fez falta 0XLWRVVHQWLUDPDIDOWDGDVDO¿QHWDVGRMRUQDOLVWD5LFDUGR0RWDQHVWH ³HVFkQGDOR´TXHHQYROYHXRGHSXWDGR&LFHUR)HUUR$RVHXHVWLOR0RWD não perdoaria o momento; todavia ele encontra-se de fÊrias curtindo o frio de alguma serra.

TambÊm silenciou $LQGDUHQGHDKLVWyULDHPTXHGRLVGHSXWDGRVVHULDPYtWLPDVGHXP SODQRGHH[HFXomRHXPDSHUJXQWD³3RURQGHDQGDUi*LOEHUWR,UHQHX SUHVLGHQWHGD&RPLVVmRGRV'LUHLWRV+XPDQRVQD2$%TXHQmRVH PDQLIHVWRX"´

De olho... QDFRQFRUUrQFLDGRPHUFDGRGHWUDEDOKRDVMRYHQVTXHWHUPLQDUDP seus cursos de graduação estão antecipando a colação de grau, deixando o glamour de lado e pensando no bolso.

Conselho aberto Para garantir direitos e assegurar o acesso a serviços, Alagoas tornou S~EOLFDDFULDomRGR&RQVHOKR(VWDGXDOGH3HVVRDVFRP'H¿FLrQFLD Por meio da Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos, instituiçþes e entidades não-governamentais poderão se inscrever para concorrer às seis vagas abertas para a sociedade civil. O prazo de inscrição Ê de 15 dias, contados a partir de 29 de dezembro, GDWDGDSXEOLFDomRGRHGLWDOQR'LiULR2¿FLDO

Â&#x2021;$FRQWHFHKRMHQDFDVDGHVKRZV9R[5RRPQREDLUURGH-DUDJXiR primeiro baile de carnaval em homenagem ao radialista EdĂŠcio Lopes. Â&#x2021;+RMHDFRQWHFHQDFLGDGHGH3RoRGDV7ULQFKHLUDVDWUDGLFLRQDO)HVWD GRV6DQWRV5HLVWHQGRFRPRDWUDo}HVDVEDQGDV)RUUyGR0XtGR)RUUy Sapeka e a dupla Raphael e Gabriel. Â&#x2021;3DUDTXHPSUHWHQGHHVWXGDUQD8QLYHUVLGDGH)HGHUDOGH$ODJRDVRX HPRXWUDLQVWLWXLomRTXHDGHULXDR([DPH1DFLRQDOGH&XUVRV (QHP DV LQVFULo}HVFRPHoDPViEDGRHYmRDWpGHMDQHLUR

Â&#x2021;2MRUQDOLVWD)OiYLR*RPHVGH%DUURVHVWiGHOLFHQoDGXUDQWHRPrV de janeiro.

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012 POLĂ?TICA

3

PM farå segurança de deputados ameaçados Conselho vai garantir segurança de Dudu Hollanda e Maurício Tavares ARQUIVO

NIGEL SANTANA REPĂ&#x201C;RTER

O

s deputados estaduais Dudu Hollanda (PSD) e MaurĂ­cio Tavares (PTB) vĂŁo receber proteção pessoal, concedida em carĂĄter liminar pelo presidente do Conselho Estadual de Segurança, Paulo BrĂŞda. A medida tem como base as supostas ameaças de morte sofridas pelos parlamentares a mando, tambĂŠm supostamente, do deputado CĂ­cero Ferro (PMN). A decisĂŁo provisĂłria deve ser encaminhada para o comandante-geral da PolĂ­cia Militar, coronel Luciano Silva, que por sua vez deverĂĄ designar quais os policiais passarĂŁo a escoltar Tavares e Hollanda. De acordo com BrĂŞda, o momento que os deputados estĂŁo vivendo fez com que, em carĂĄter liminar, a presidĂŞncia do Conselho tomasse essa decisĂŁo. â&#x20AC;&#x153;O caso repercutiu muito e estĂĄ claro o risco momentâneo que os deputados Dudu Hollanda e MaurĂ­cio Tavares estĂŁo correndo. A decisĂŁo ĂŠ provisĂłria e deve ser mantida atĂŠ uma prĂłxima reuniĂŁo do Conselho de Segurança do Estado deliberar se eles continuarĂŁo ou nĂŁo

Presidente do Conselho de Segurança, advogado Paulo Brêda diz que decisão tem caråter liminar

com os policiais militares Ă  disposição. Independente de onde estĂŁo partindo as ameaças, a integridade fĂ­sica dos parlamentares deve ser preservadaâ&#x20AC;?, explicou. Ainda na quinta-feira (5), o deputado Dudu Hollanda UHDĂ&#x20AC;UPRX TXH FREUDULD GR

Estado a sua proteção, no entanto, a sua segurança nĂŁo seria feita por policiais militares desconhecidos. â&#x20AC;&#x153;NĂŁo adianta vir colocar polĂ­cia que eu nĂŁo conheço por que eu nĂŁo vou aceitar. $Ă&#x20AC;UPHL LVVR DR VHFUHWiULR DĂĄrio Cesar [Defesa Social].

Os policiais que andam comigo sĂŁo meus amigos de infância ou de minha conĂ&#x20AC;DQoDÂľJDUDQWLX Segundo BrĂŞda, a escolha de militares deve ser acertada com o comando da PM, no entanto, a prĂĄtica nĂŁo ĂŠ bem vista por ele.

TRAMA

Vilela garante que caso estĂĄ sendo apurado O governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) recebeu os deputados estaduais MaurĂ­cio Tavares (PTB) e Dudu Hollanda (PSD) para uma breve reuniĂŁo. O assunto a ser deliberado, claro, a suposta execução que os parlamentares sofreriam na madrugada de 2012. O encontro aconteceu a portas fechadas, que alĂŠm de Tavares e Hollanda, contou com as presenças dos deputados Marcelo Victor (PTB), que estĂĄ acompanhado o caso de perto e Edval Gaia Filho (PSDB), lĂ­der do governo na Assembleia Legislativa. Como jĂĄ haviam se pronunciado Ă  imprensa, os deputados cobraram do governador os esclarecimentos das supostas ameaças comandadas pelo deputado CĂ­cero Ferro (PMN), suplente da coligação que elegeu Dudu Hollanda e MaurĂ­cio Tavares. A outra reivindicação seria mostrar que os deputados estĂŁo a mercĂŞ de segurança e o Estado ĂŠ quem WHULDFRQGLo}HVVXĂ&#x20AC;FLHQWHGH lhes garantir um aparato de policiais militares. Em resposta, o governador Teotonio Vilela Filho garantiu que todo o caso estĂĄ sendo acompanhado de

ADAILSON CALHEIROS

Teotonio Vilela Filho avisa que investigação estå sendo feita em sigilo e sem alarde

perto pela Polícia Civil, no entanto, quem espera que as informaçþes sejam divulgadas diariamente, isso não deve ocorrer por conta da apuração estar acontecendo em sigilo. Vilela garantiu que estaria entrando em contato

com o Conselho Estadual de Segurança, jå que o Estado não tem condiçþes de deliberar imediatamente o remanejamento de policiais para fazer a segurança dos deputados. O deputado Cícero Ferro, acusado de ser o mandante

CONFIANĂ&#x2021;A

SIGILO

Ainda no contexto de proteção policial, o deputado Dudu HolODQGDMXVWLÂżFRXTXHVXDGHIHVD QmRVHULDIHLWDSRUTXDOTXHU SROLFLDO+ROODQGDFRQÂżUPRXTXH o capitĂŁo Rocha Lima seria a pessoa correta. â&#x20AC;&#x153;Vou converVDUFRPRJRYHUQDGRUSRUTXH preciso de reforço na minha segurança. Os homens da minha segurança vĂŁo trabalhar comigo, inclusive o capitĂŁo Rocha Lima, TXHHXSURYHLTXHHUDLQRFHQWH HSURYHLTXHHOHQmRHUDDTXLOR TXHHVWDYDPIDODQGRGHOH´ declarou o deputado.

O delegado da PolĂ­cia Federal, Daniel Granjeiro, deu declaraçþes Ă  imprensa na PDQKmGHRQWHPHDÂżUPRXTXH cabe Ă  PolĂ­cia Civil investigar as ameaças aos deputados. *UDQMHLURGLVVHDLQGDTXHXPD ligação anĂ´nima foi o bastante SDUDTXHD3)WRPDVVHFRQKHFLmento do caso e o repassasse para a polĂ­cia estadual. Em contato novamente com a superintendĂŞncia da PF em Alagoas, a resposta ĂŠ a mesma: â&#x20AC;&#x153;NinguĂŠm FRPHQWDRFDVRSRUTXHQDRKi RQDGDRTXHFRPHQWDU´

Hollanda quer Rocha Lima como segurança

Delegado diz que nĂŁo hĂĄ o que falar

da trama que executaria Dudu Hollanda e Mauricio Tavares, mantÊm a sua postura diante de todo o cenårio formado. Ferro quer que as polícias Civil e Federal comprovem que ele estå envolvido com as supostas ameaças. (N.S)


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO,DE JANEIRO DE 

BARTOLOMEU DRESCH bartolomeu_dresch@hotmail.com.br

Drogas no mundo

A

credita-se que cerca de 200 milhĂľes de pessoas em todo o mundo usam drogas ilĂ­citas, com predominância nos paĂ­ses desenvolvidos. A avaliação ĂŠ resultado de uma pesquisa elaborada por centros de ĂĄlcool e drogas de universidades austraOLDQDVSRUpPHODQmRpFRQVLGHUDGDGHĂ&#x20AC;QLWLYDMiTXHpLPSRVVtYHOHVSHFLĂ&#x20AC;FDUTXDQWDVSHVVRDVWrPSUREOHPDVFRPGURJDV sĂŁo usuĂĄrios informais, ou mesmo dependentes. Outro relatĂłrio elaborado pelas Naçþes Unidas sobre Drogas e Crimes mostra que o consumo de Cannabis (maconha) ĂŠ maior na Oceania (AustrĂĄlia e Nova Zelândia) onde 15% das pessoas entre 15 e 64 anos sĂŁo usuĂĄrias. O uso dos opiĂłides (heroĂ­na) ĂŠ maior no Oriente MĂŠdio (1,4% da população). No caso das anfetaminas novamente aparece a Oceania com 2,8% de usuĂĄrios. A cocaĂ­na ĂŠ a mais consumida na AmĂŠrica do Norte, com 1,9% da população. Existem quatro tipos de efeitos adversos Ă  saĂşde por uso de drogas ilĂ­citas: efeitos tĂłxicos agudos, incluindo a overdose; efeitos agudos de intoxicação, tais como lesĂľes acidentais e violĂŞncia; desenvolvimento de dependĂŞncia e efeitos adversos de uso sustentado, tais como doenças fĂ­sicas. Todas as pesquisas concluem que nĂŁo hĂĄ como FRQVHJXLUSURSRVWDVHĂ&#x20AC;FD]HVQRFRPEDWHjVGURJDVVHPQ~PHURV PDLVHVSHFtĂ&#x20AC;FRVTXHSRVVDPGLUHFLRQDUDo}HVFRQFUHWDVHPWRGRR mundo.

Arquivo PĂşblico &RPDQRVGHVHUYLoRVSUHVWDGRVDR (VWDGRFRPSOHWDGRVQR~OWLPRGLDR Arquivo PĂşblico de Alagoas proporciona uma verdadeira viagem no tempo. Seus livros, fotos, jornais, revistas e documentos revisam dĂŠcadas de histĂłria do nosso Estado, preservando os fatos e sua importância no contexto documental. â&#x20AC;&#x153;Conhecer o Arquivo PĂşblico e seu acervo ĂŠ um direito e um dever de todo cidadĂŁo alagoanoâ&#x20AC;?, diz o secretĂĄrio-chefe Ă lvaro Machado, do Gabinete Civil, a quem o Arquivo estĂĄ diretamente ligado. O Arquivo PĂşblico de Alagoas estĂĄ localizado na Rua SĂĄ e Albuquerque, HP-DUDJXipDEHUWRjYLVLWDomRS~EOLFDGHKjVKGHVHJXQGDD sexta-feira.

Velhice mais cedo Ao contrário do que sempre se acreditou, as capacidades cognitivas GRKRPHPFRPHoDPPHVPRDGHFOLQDUDSDUWLUGRVDQRVGHLGDGH HQmRDRV$FRQFOXVmRpGR,QVWLWXWR1DFLRQDOGH6D~GHH3HVquisa Médica da França. Uma série de testes de memória, vocabulário, UDFLRFtQLRHH[SUHVVmRUXUDOIRUDPUHDOL]DGRVHPKRPHQVH PXOKHUHVGHDDQRVEDVHDGRVHPGH]DQRVGHDFRPSDQKDPHQWR médico e exames individuais. Em dez anos o rendimento do raciocínio FDLXSDUDKRPHQVHQWUHHDQRVHSDUDRVGHD anos. No caso das mulheres a queda é a mesma (3,6%) para o primeiro JUXSRHWiULRHPHQRU  SDUDDVGHDDQRV

Custo por aluno 1

Custo por aluno 2

20LQLVWpULRGD(GXFDomRÂż[RX HP5RFXVWRPtQLPR anual por aluno da rede pĂşblica GHHQVLQRHP2YDORUp referente aos estudantes do HQVLQRIXQGDPHQWDO Â&#x17E;DRÂ&#x17E; ano), e serve para efetuar o cĂĄlculo das redes municipal e estadual da aplicação para o custo das matrĂ­culas de cada etapa da educação bĂĄsica, creche, prĂŠ-escola, ensino funGDPHQWDOHPpGLR2YDORUÂż[DGR SHOR0(&pPDLRUGR TXHRGH 5 H pÂż[DGRFRPEDVHQDHVWLPDWLYD de arrecadação dos impostos e contribuiçþes que compĂľem o Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação BĂĄsica, Fundeb.

Os estados que receberão complementação da União para atingir o nível estabelecido neste ano são Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco e Piauí. De acordo com estimativas do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) o maior investimento por aluno será em Roraima (R$  VHJXLGRSRU6mR3DXOR 5 5LR*UDQGHGR6XO 5 $PDSi  H (VStULWR6DQWR 5 (VWH valor será aplicado para estudantes das séries iniciais do ensino fundamental nas escolas urbanas. Os patamares de investimento variam de acordo com cada etapa. O valor a ser aplicado por aluno é maior na creche e nas escolas que oferecem ensino em tempo integral.

Apertem os cintos $VYHQGDVGHPRWRVQR%UDVLOHPEDWHUDPWRGRVRVUHFRUGHVVHJXQGRRVIDEULFDQWHVGRVHWRU)RUDPHPSODFDGDVXQLGDGHV FRQWUDHPDWpHQWmRRPHOKRUSHUtRGRGHYHQGDV1D FRPSDUDomRFRPKRXYHXPFUHVFLPHQWRGH$+RQGDpD OtGHUGRPHUFDGRFRPGDVYHQGDVFRPTXDWURPRGHORVGH PDLRUDFHLWDomRHQWUHRVFOLHQWHV&* XQLGDGHVHPSODFDGDV &*  %L]  H%URV   A Yamaha manteve a segunda posição nas vendas com uma fatia de GRPHUFDGR2WHUFHLUROXJDUpGLVSXWDGRSHOD'DIUD  HD 6X]XNL  'HSRLVDSDUHFHD.DVLQVNLHD6KLQHUD\

Braile e Libras $SDUWLUGHVWDVHJXQGDIHLUD  HVWDUmRDEHUWDVDVLQVFULo}HVSDUDRV interessados em cursar Braile e Libras. O Centro de Atendimento Ă  Pessoa com Surdez abre vagas para os cursos de Libras do nĂ­vel bĂĄsico HEiVLFRHRGH&DSDFLWDomRHP(GXFDomRH6XUGH]$VLQVFULo}HV SDUDRVFXUVRVEiVLFRVHYmRDWpRGLD-iDVLQVFULo}HVSDUDR GH&DSDFLWDomRHP(GXFDomRH6XUGH]FRPHoDPGLDHWHUPLQDP GLD2&HQWURGH$SRLR3HGDJyJLFRSDUD$WHQGLPHQWRjV3HVVRDV FRP'HÂżFLrQFLD9LVXDODEUHYDJDVSDUDR&XUVRGH/HLWXUDH(VFULWDHP Braile, que ĂŠ aberto Ă  comunidade e tambĂŠm para o Curso de Formação Continuada destinado a professores que atuam neste segmento. InforPDo}HVVREUHRVFXUVRVSRGHPVHUREWLGDVQRVWHOHIRQHVH  Â&#x2021;'LYHUVRVSURGXWRVGRDUWHVDQDWRDODJRDQRSRGHPVHUHQFRQWUDGRVHP hotĂŠis de MaceiĂł durante o perĂ­odo da alta estação, sempre no horĂĄrio compreendido entre cinco da tarde e oito da noite. Â&#x2021;$DomRID]SDUWHGRSURJUDPD&DIpFRP$UWHTXHHVWiQDVXDWHUFHLUD HGLomR$UHDOL]DomRpGR*RYHUQRGR(VWDGRHGR3URJUDPDGR$UWHVDQDWR%UDVLOHLURSDUDSURPRYHUHGLYXOJDURDUWHVDQDWRGH$ODJRDV Â&#x2021;3RGHPVHUHQFRQWUDGDVSHoDVDUWHVDQDLVGH0DFHLy&RUXULSH%RFD da Mata e Marechal Deodoro. Elas estĂŁo expostas nos hotĂŠis Ritz /DJRDGD$QWD%ULVD7RZHU0DFHLy0DU+RWHOH3RQWD9HUGH Â&#x2021;2%UDVLOIRLRSDtVTXHPDLVFUHVFHXHPQ~PHURGHXVXiULRVGR)DFHERRNHP2SDtVVDOWRXGHPLOK}HVGHDGHSWRVHP'H]HPEUR GHSDUDPDLVGHPLOK}HVQRPHVPRPrVGH Â&#x2021;6RPHQWHSHUGHSDUDRV(8$ PLOK}HV ,QGRQpVLD PLOK}HV  H,QGLD PLOK}HV HHVWDjIUHQWHGR0p[LFR PLOK}HV 7XUTXLD PLOK}HV 5HLQR8QLGR PLOK}HV H)LOLSLQDV PLOK}HV 1RWRWDO H[LVWHPPLOK}HVGHXVXiULRVQRPXQGR

Advogados de ZĂŠ Maria entram com novo recurso Defesa lança agravo regimental contra decisĂŁo no começo da prĂłxima semana o direito de locomoçãoâ&#x20AC;?, explica o advogado. Segundo Monteiro, ainda que ZĂŠ Madefesa de JosĂŠ Ma- ria aceitasse a tornozeleira ria TenĂłrio (PMN) eletrĂ´nica, a defesa poderia vai tentar, mais uma entrar com um novo habeas vez, tirar o ex-deputado da corpus para suspender o uso prisĂŁo. Os advogados Rod- do aparelho. rigo Monteiro e Diego Duca REQUISITOS impetram no começo da prĂłxPara a defesa, a manuima semana um agravo para tenção da prisĂŁo de ZĂŠ Malevar o pedido de habeas cor- ULDpLQMXVWLĂ&#x20AC;FiYHO$OpPGDV pus para a Câmara Criminal investigaçþes jĂĄ terem sido do Tribunal de Justiça do concluĂ­das, o ex-deputado Estado de Alagoas (TJ/AL). estadul preenche os requisiNo começo da semana, tos para estar solto, de acoro desembargador Edivaldo do com o novo texto do CĂłdiBandeira Rios negou liber- go de Processo Penal. dade a ZĂŠ Maria por meio de â&#x20AC;&#x153;JosĂŠ Maria ĂŠ advogado uma decisĂŁo monocrĂĄtica. O hĂĄ mais de 30 anos, possui magistrado considerou que UHVLGrQFLDĂ&#x20AC;[DQmRWHPDQnĂŁo havia ilegalidade na pri- tecedentes criminaisâ&#x20AC;?, recorsĂŁo do ex-deputado. Ă&#x2030; justa- da Monteiro. AlĂŠm disso, um mente esse argumento que parecer do MinistĂŠrio PĂşgera a discordância dos ad- blico do Estado de Alagoas vogados. â&#x20AC;&#x153;NĂłs respeitamos a (MP/AL) corrobora os argudecisĂŁo do desembargador, mentos da defesa. â&#x20AC;&#x153;Ele nĂŁo mas nĂŁo concordamosâ&#x20AC;?, de- vai se furtar de responder clara Monteiro. judicialmenteâ&#x20AC;?, completa o O problema ĂŠ que Ban- advogado. GHLUD5LRVMXVWLĂ&#x20AC;FRXVXDGHPRISĂ&#x192;O FLVmRDĂ&#x20AC;UPDQGRTXHDSULVmR JosĂŠ Maria TenĂłrio foi de ZĂŠ Maria jĂĄ havia sido preso em junho do ano passuspensa quando a Justiça sado e, desde entĂŁo, estĂĄ na de primeira instância pro- Casa de CustĂłdia. O ex-depĂ´s a troca da detenção pelo putado estadual ĂŠ acusado uso de tornozeleira eletrĂ´ni- de integrar uma quadrilha ca. â&#x20AC;&#x153;A defesa entende que o de assaltos a bancos e exploconstrangimento ilegal ain- sĂľes de caixas eletrĂ´nicos. da existe. O monitoramente Ao ser abordado, ZĂŠ Maria eletrĂ´nico tambĂŠm restringe nĂŁo reagiu Ă  detenção.

SANDRO LIMA

VICTOR AVNER REPĂ&#x201C;RTER

A

Defesa de Tenório deve entrar com novo HC segunda ou terça

SĂ&#x192;O JOSĂ&#x2030; DA LAJE

Câmara e prefeitura brigam por duodÊcimo

Em São JosÊ da Laje, as divergências entre a Câmara Municipal e a prefeitura foram parar na Justiça. Dessa vez, a confusão Ê motivada por um desconto no repasse do duodÊcimo de dezembro. O prefeito Mårcio Lyra, o Dudui (PP), teria deixado de pagar quase dois terços do valor total devido aos vereadores. Para ter acesso aos recursos, Carlos Henrique Valença (DEM), presidente do Legislativo municipal, entrou com uma ação na 2ª

Vara da Comarca de União dos Palmares. O vereador pediu o imediato repasse de R$ 56.981,56, por meio de um mandado de segurança. A Justiça, no entanto, recusou liminarmente o pleito do vereador. O problema Ê que a Câmara teria uma dívida junto à Previdência Social. De acordo com a legislação, a prefeitura pode fazer descontos no repasse do duodÊcimo quando existe esse tipo de inadimplência. Para o procurador da Câmara, Thiago Gomes, o

que estĂĄ havendo ĂŠ, na reaOLGDGH XP FRQĂ LWR SROtWLFR 2 DGYRJDGR FRQĂ&#x20AC;UPD TXH R Legislativo deixou de fazer suas contribuiçþes previdenciĂĄrias, porĂŠm ressalva: â&#x20AC;&#x153;A dĂ­vida existe, mas ĂŠ do ano de 2010, quando outro vereador era presidenteâ&#x20AC;?. O chefe do Legislativo na ĂŠpoca era CĂ­cero Rosalino (PTB), aliado do prefeito. A relação de parceria entre os polĂ­ticos seria, para Gomes, o real motivo da retenção de parte do duodĂŠcimo. â&#x20AC;&#x153;Isso ĂŠ uma questĂŁo meramen-

te polĂ­tica. Foi algo feito Ă s vĂŠsperas do recesso judiciĂĄrio. NĂŁo houve comunicação nenhuma da prefeituraâ&#x20AC;?. Dos quase R$ 90 mil que recebe mensalmente, em dezembro a Câmara sĂł pode contar com R$ 31 mil. A bruta queda no orçamento estĂĄ prejudicando a Casa. â&#x20AC;&#x153;SĂł deu para pagar funcionĂĄrios. Vereadores e fornecedores nĂŁo receberamâ&#x20AC;?, disse o advogado. O impasse deve ser resolvido pela Justiça nas prĂłximas semanas. (V.A.)

ELEIĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES

PPS jĂĄ trabalha candidaturas em Alagoas

O Partido Popular Socialista (PPS) estĂĄ com sua estratĂŠgia preparada para as eleiçþes municipais em outubro. A sigla jĂĄ tem prĂŠ-candidato para 20 capitais em todo o paĂ­s e quer tambĂŠm crescer nas principais cidades do interior. Em Alagoas, MaceiĂł tem prĂŠ-candiGDWR GHĂ&#x20AC;QLGR PDV IDOWD HVcolher o nome para o pleito de Arapiraca. A ex-secretĂĄria estadual Nadja BaĂ­a foi escolhida ainda em novembro do ano passado para representar

o partido nas eleiçþes pela prefeitura da capital alagoana. â&#x20AC;&#x153;Nadja jĂĄ ĂŠ uma certeza. SerĂĄ a nossa candidataâ&#x20AC;?, DĂ&#x20AC;UPD 5HJLV &DYDOFDQWH presidente do diretĂłrio regional do PPS. O nome da ex-secretĂĄria foi decidido em assembleia da legenda. â&#x20AC;&#x153;Esse ĂŠ o ano da mulher. Precisamos fazer uma cidade melhor, sair da mesmice. A Nadja ĂŠ uma candidata nova, que vai promover a humanização da cidadeâ&#x20AC;?, ressalta RĂŠgis. No entanto, a certeza

que existe para MaceiĂł nĂŁo se repete na cidade mais importante do interior do Estado. Em Arapiraca, o PPS ainda nĂŁo tem sequer uma ideia de quem serĂĄ o candidato da legenda. â&#x20AC;&#x153;Teremos candidato prĂłprio, sim. Ainda nĂŁo temos um nome porque a pessoa que seria o candidato saiu do partido. Mas jĂĄ estamos trabalhando para resolver issoâ&#x20AC;?, pontua o presidente da sigla. CHAPA PRĂ&#x201C;PRIA De acordo com Regis, R SDUWLGR WHUi Ă&#x20AC;OLDGRV GLV-

DISPUTA

FICO!

O PPS jå tem prÊ-candidatos FRQ¿UPDGRVHPSHORPHQRV capitais no país. A ideia Ê fortalecer a legenda para o pleito HOHLWRUDOGH³2GLUHWyULR nacional aprovou resolução determinando que devemos ter candidato próprio a prefeito nas cidades com maior densidade eleitoral. O PPS estå bem preparado e vai com força para GLVSXWD´D¿UPDRoberto Freire, presidente nacional da legenda. Um dos destaques Ê o ator global Stepan Nercessian, prÊcandidato no Rio de Janeiro.

Para RĂŠgis Cavalcante, apesar de fazer parte do Governo do Estado, nĂŁo hĂĄ problema em disputar a Prefeitura de MaceiĂł contra o PSDB. â&#x20AC;&#x153;O governo nĂŁo tem candidato. Quem tem candidato ĂŠ o partido do governardor. Acho que todos os partidos que fazem parte do governo devem ter candidatos. No segundo turno, a gente volta a se unirâ&#x20AC;?, avalia. Desta vez, RĂŠgis nĂŁo quer disputar nenhum mandato eletivo e permanece como secretĂĄrio de Estado. â&#x20AC;&#x153;NĂŁo sou candidato hĂĄ nadaâ&#x20AC;?, declara.

De olho em 2014, PPS quer capitais

Desta vez, RĂŠgis nĂŁo serĂĄ candidato

putando prefeitura em atĂŠ 25 municĂ­pios alagoanos. â&#x20AC;&#x153;AlĂŠm da capital e Arapiraca, os principais sĂŁo Coruripe, Penedo, Taquarana e Lagoa da Canoa. SĂŁo muitos que nĂŁo dĂĄ para lembrar todos agoraâ&#x20AC;?, avisa. &RPGLUHWyULRVRĂ&#x20AC;FLDOL]Ddos em quase todo o Estado, o PPS trabalha para fechar listas de candidatos a vereador no interior. â&#x20AC;&#x153;JĂĄ temos chapa prĂłpria nos 80 municĂ­pios em que temos diretĂłrioâ&#x20AC;?, declara o presidente regional da sigla. (V.A.)


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012 POLĂ?TICA

163 escolas estaduais serĂŁo reformadas em AL

5

SECOM-AL

Governador Teotonio Vilela comemora avanços e anuncia mais obras para 2012

O

governador Teotonio Vilela Filho (PSDB) assinou, na sextafeira (6), no auditĂłrio do PalĂĄcio RepĂşblica dos Palmares, as ordens de serviço para a reforma de 163 escolas da rede pĂşblica estadual â&#x20AC;&#x201C; que terĂŁo mais de R$ 52 milhĂľes em recursos. 1R Ă&#x20AC;QDO GH  7HRWRQLR jĂĄ havia decretado urgĂŞncia na educação, exigindo a recuperação de todas as escolas em situação de risco. No evento, o governador DVVHJXURX TXH PDLV GH  escolas estaduais serĂŁo reIRUPDGDVDWpRĂ&#x20AC;QDOGRDQR â&#x20AC;&#x153;Vamos iniciar os trabalhos pelas que necessitam de atenção imediata, jĂĄ que isso oferece risco Ă  vida de estudantes e professores. Mas todas as escolas terĂŁo obrasâ&#x20AC;?, reforçou. O chefe do Executivo ala-

JRDQR GHWHUPLQRX HĂ&#x20AC;FLrQFLD e celeridade nas obras, ressaltando a importância de recuperar todas as unidades com cautela e qualidade. â&#x20AC;&#x153;A escola ĂŠ o sĂ­mbolo da nossa preocupação com as geraçþes futurasâ&#x20AC;?, frisou ele. JĂĄ o secretĂĄrio de Estado da Educação e do Esporte, Adriano Soares, explicou que os levantamentos sobre a situação das escolas foram feitos juntamente com os coordenadores regionais. Soares defendeu a transparĂŞncia nesse processo e o acompanhamento das obras pela comunidade estudantil, bem como pelos ĂłrgĂŁos de controle. â&#x20AC;&#x153;Todo trabalho serĂĄ feito com base na economicidade, QDHĂ&#x20AC;FLrQFLDHQDTXDOLGDGHÂľ garantiu o secretĂĄrio. Entre as unidades que serĂŁo reformadas na capital, 22 sĂŁo do Centro Educacio-

nal de Pesquisa Aplicada (Cepa), com investimento no valor de R$ 6,8 milhĂľes. AlĂŠm de MaceiĂł, serĂŁo contemplados os municĂ­pios de Santana do Ipanema, Batalha, Arapiraca, Campo Alegre, Mata Grande, Delmiro Gouveia, Porto Real do ColĂŠgio, UniĂŁo dos Palmares, PĂŁo de Açúcar, Olho dâ&#x20AC;&#x2122;Ă gua das Flores, Viçosa, Pilar e Ibateguara. PPA Teotonio Vilela Filho sancionou ontem o Plano PluULDQXDO 33$   aprovado pela Assembleia Legislativa. O documento, TXH GHĂ&#x20AC;QH DV SULRULGDGHV e metas da Administração PĂşblica Estadual para os prĂłximos quatro anos, foi elaborado pelos tĂŠcnicos do Estado, sob a coordenação do secretĂĄrio do Planejamento e do Desenvolvimen-

to EconĂ´mico, Luiz Otavio Gomes. 2 PDLRU GHVDĂ&#x20AC;R GR QRYR PPA ĂŠ transformar a atual situação de Alagoas, diagnosticada pela equipe tĂŠcnica, que trabalhou com base em planilhas, pesquisas e nĂşmeros, esforço que tambĂŠm contou com ampla participação da sociedade. A estratĂŠgia para venFHU WDO GHVDĂ&#x20AC;R VH EDVHLD QD consolidação de seis Ă reas de Resultados, considerados nĂşcleos focais de concentração de esforços e recursos para transformar Ă­ndices indesejĂĄveis e, consequentemente, a realidade do Estado. SĂŁo prioridades: melhoria da qualidade de vida da população; desenvolvimento do capital humano; erradicação da pobreza extrema, redução da pobreza, entre VilelaRXWUDVHVFRODVGHYHPVHUUHIRUPDGDVDWpRÂżPGRDQR outras. CORREIO BRAZILIENSE

JUSTIĂ&#x2021;A

Presidência anula portarias de designaçþes O presidente do Tribunal GH -XVWLoD GH $ODJRDV 7- AL), desembargador Sebastião Costa Filho, publicou no Diårio de Justiça Eletrônico da sexta-feira (6), a designação do magistrado Alberto de Almeida, titular do Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca de Palmeira dos �ndios para assumir a 5ª Vara Criminal da Comarca de Arapiraca, sem prejuízo de suas funçþes e revogaçþes de portarias. A presidência revogou ainda as designaçþes da juíza substituta Luciana JosuÊ Raposo para responder pela 1ª Vara Cível da Comarca da Capital. A designação das juízas Fabíola Melo Feijão para assumir a 2ª Vara Cível da Comarca da Capital e Carolina Sampaio Valþes da Rocha Andrade para oferecer prestação jurisdicional à 4ª Vara Criminal da Comarca da Capital, igualmente foram revogadas. TambÊm foram revogadas as designaçþes dos magistrados substitutos Francisco de Oliveira Portugal para responder pela 15ª Vara Criminal da Comarca da Capital, JosÊ Eduardo Nobre Carlos e Diogo de Mendonça Furtado para responderem, cumulativamente, pela 14ª Vara Cível da Comarca de Maceió, de 3ª entrância. As portarias que designavam Lucas Lopes Dória Ferreira e Bruno Acioli Araújo para auxiliarem, respectivamente, o 5º e 12º Juizado Especial Cível e Criminal da Comarca da Capital tambÊm foram anuladas.

PALMEIRA DOS Ă?NDIOS

RegiĂŁo Metropolitana ĂŠ sancionada por governador tar sancionada pelo governador, haverĂĄ uma sĂŠrie de benefĂ­cios com a criação da O governo do Estado RegiĂŁo Metropolitana. Enpublicou ontem, no DiĂĄrio tre eles estĂĄ o fato de o go2Ă&#x20AC;FLDO D /HL  &RPSOHPHQ- verno federal considerar as tar que dispĂľe sobre a cria- regiĂľes metropolitanas prioção da RegiĂŁo Metropolita- ritĂĄrias para investimentos. na de Palmeira dos Ă?ndios â&#x20AC;&#x153;SĂŁo as primeiras a entrar â&#x20AC;&#x201C; RMPI. O Projeto de Lei na lista do planejamento e da RMPI foi de autoria do destinação de recursosâ&#x20AC;?, disdeputado estdual Ronaldo se o parlamentar. Medeiros (PT) e a Lei ComOutro aspecto apontado plementar sancionada pelo pelo petista ĂŠ que os municĂ­Governo cria tambĂŠm o Con- pios considerados pequenos selho de Desenvolvimento e nĂŁo podiam fazer parte dos Integração e dĂĄ outras pro- programas de habitação povidĂŞncias. pular do governo, como por â&#x20AC;&#x153;Sinto-me satisfeito com exemplo, o Programa Minha a criação da Lei Comple- Casa, Minha Vida, por nĂŁo mentar que tem o projeto de contarem com uma populaminha autoria e ĂŠ de suma omR VXSHULRU D  PLO KDELimportância para todos os tantes. â&#x20AC;&#x153;Com a Lei Comple0LNLYROWRXDFRQÂżUPDUDDMXGDGRJRYHUQRIHGHUDODRJRYHUQRDODJRDQRSHUtFLDVHUiUHIRUoDGD PXQLFtSLRVTXHVHUmREHQHĂ&#x20AC;- mentar de nossa autoria, a ciados: Palmeira dos Ă?ndios, situação serĂĄ contornada, Igaci, Estrela de Alagoas, porque a regiĂŁo serĂĄ transCacimbinhas, Minador do formada em uma metrĂłpoPERĂ?CIA NegrĂŁo, BelĂŠm, Paulo Ja- le com 162.892 habitantes, cinto, Major Isidoro e Mar segundo dados do Censo de Vermelho, que podem ago- GR,%*(Âľ ra desfrutar de serviços e VANTAGENS infraestrutura comunsâ&#x20AC;?, A criação da RegiĂŁo Medestaca o deputado. tropolitana de Palmeira dos Medeiros observa que Ă?ndios vai permitir que a A secretĂĄria nacional de para atuar em Alagoas. Es- CriminalĂ­stica, Rosana Cou- tendo Palmeira dos Ă?ndios a população da regiĂŁo tenha Segurança PĂşblica (Senasp) ses peritos especializados tinho, fez uma apresentação maior participação em rela- avanços em todas as ĂĄreas, do MinistĂŠrio da Justiça, em exames de balĂ­stica se sobre os avanços e as expec- ção Ă  população entre todos tais como segurança, edu5HJLQD0LNLFRQĂ&#x20AC;UPRXRQ- unirĂŁo aos peritos criminais WDWLYDV SDUD  ´*DQKD- os municĂ­pios citados, com cação, saĂşde, entre outros tem, que este serĂĄ o ano de alagoanos para acelerar pe- mos dez maletas de perĂ­cia 43,24% e tendo o maior cen- itens, podendo, inclusive, investimentos nas perĂ­cias rĂ­cias realizadas em armas. forense, um micro compara- WUR XUEDQR VH MXVWLĂ&#x20AC;FD TXH reivindicar a ampliação dos do Brasil. Alagoas serĂĄ um A Senasp pretende di- dor balĂ­stico e estamos lici- seja o centro da RegiĂŁo Me- serviços com a instalação de dos principais estados a re- minuir a atual demanda tando a construção do novo tropolitana. um hospital de referĂŞncia A principal vantagem da para atender Ă s demandas ceber convĂŞnios e estĂ­mulos existente no laboratĂłrio de laboratĂłrio de toxicologia. A para equipar laboratĂłrios de Alagoas, agilizando o anda- perĂ­cia criminal ĂŠ essencial criação dessa RegiĂŁo Metro- de todos os municĂ­pios intemedicina legal e criminal. mento dos inquĂŠritos crimi- no combate Ă  violĂŞncia e nĂŁo politana ĂŠ que problemas co- grantes da regiĂŁo. Ao conhecer a estrutura nais. Outra novidade anun- se pode pensar em seguran- muns aos municĂ­pios podem Com a lei, jĂĄ em vigor, dos institutos de Crimina- ciada foi o envio de um novo ça pĂşblica sem sua partici- ser resolvidos com soluçþes a localidade poderĂĄ melholĂ­stica e MĂŠdico Legal, Re- microcomparador balĂ­stico pação ativa. Ficamos felizes conjuntas, como transporte, rar a oferta de polĂ­ticas de gina Miki, adiantou que vai para Alagoas, que permitirĂĄ em receber a secretĂĄria e destinação do lixo orgânico educação, serem criadas solicitar uma força-tarefa a ampliação do atendimento sua comitiva, que prometeu e de reciclagem, programas novas unidades de ensino formada por peritos que fo- na realização de exames no QRVEHQHĂ&#x20AC;FLDUFRPDTXLVLomR habitacionais e outros. para atender aos alunos da Segundo o projeto do de- regiĂŁo, o que evitarĂĄ o desloram treinados e compĂľem laboratĂłrio alagoano. de equipamentos e assinatuputado e a Lei Complemen- camento desses alunos. a equipe da Força Nacional A diretora do Instituto de ra de convĂŞniosâ&#x20AC;?, explicou. OLĂ?VIA DE CĂ SSIA REPĂ&#x201C;RTER

Força-tarefa de peritos serå solicitada para ajudar alagoanos

DENĂ&#x161;NCIA

PREPARE-SE

Defensoria PĂşblica disponibiliza email

Concurso da Prefeitura de MaceiĂł sai dia 10

METROPOLITANA

O defensor pĂşblico Hugo %H]HUUDGLVSRQLELOL]RX um meio de comunicação para que a população faça denĂşncias anĂ´nimas sobre irregularidades no municĂ­pio. Trata-se do email defensorpublico@r7.com , voltado exclusivamente ao cidadĂŁo. â&#x20AC;&#x153;Este meio de contato tem como objetivo esclarecer dĂşvidas sobre assuntos jurĂ­dicos da população de PĂŁo de Açúcar, assim como receber denĂşncias da população sobre atitudes ou omissĂŁo de autoridades pĂşblicas ou pessoas fĂ­sicas no geralâ&#x20AC;?.

As inscriçþes para o concurso público da Prefeitura de Maceió serão abertas no dia 10 de janeiro e deverão se estender atÊ o dia 10 de fevereiro. Ontem, a prefeitura da capital divulgou o edital do concurso, que vai ofertar 289 vagas para nível fundamental, mÊdio e superior. De acordo com o edital, serão oferecidas cinco vagas para analista previdenciårio, 200 para DJHQWHGH¿VFDOL]DomRGH trânsito (na SMTT), 20 vagas SDUD¿VFDOGHREUDVSDUD tÊcnico previdenciårio e 30 vagas para coveiro.

Outro dado relevante - e vantagem para os municĂ­pios inseriGRVDUHVSHLWRGDIRUPDOL]DomR da RegiĂŁo Metropolitana de Palmeira dos Ă?ndios ĂŠ que a geração de emprego e renda serĂĄ reforçada na regiĂŁo do Agreste e parte do SertĂŁo. â&#x20AC;&#x153;Haja vista que com a uniĂŁo dos municĂ­pios, naturalmente haverĂĄ o fomento do desenvolvimento regional e nĂŁo do desenvolvimento de cada municĂ­pio isoladamenteâ&#x20AC;?, complementa o deputado Ronaldo Medeiros.

Propostitor da Lei prevĂŞ mais emprego


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

OpiniĂŁo

Renovação da frota

A

Câmara analisa do Projeto de Lei 2513/11, do deputado Ronaldo Nogueira (PTB-RS), que institui o Programa Nacional de Renovação da Frota de VeĂ­culos Automotores (PNRF). O objetivo ĂŠ retirar de circulação veĂ­culos com tempo de uso superior a 15 anos, criando incentivo para a substituição. Pelo texto, o Poder PĂşblico oferecerĂĄ linha de crĂŠdito para compra do veĂ­culo novo. O projeto prevĂŞ que os veĂ­culos usados serĂŁo aceitos como parte do SDJDPHQWR GR Ă&#x20AC;QDQFLDPHQWR H HQcaminhados ao ĂłrgĂŁo estadual de trânsito, para serem leiloados como sucata. Programas como esse jĂĄ foram imSODQWDGRVGHPDQHLUDHĂ&#x20AC;FD]HPPXLWRV SDtVHV´2 %UDVLO SUHFLVD ID]HU sua parte, criando mecanismos para Ă&#x20AC;QDQFLDUHRSHUDFLRQDOL]DUDUHQRYDomRGHVXDIURWDÂľGL]RDXWRUGDSURposta. 3HOD  SURSRVWD R Ă&#x20AC;QDQFLDPHQWR serĂĄ oferecido a todos os proprietĂĄ-

rios de veículos com mais de 15 anos de uso, mas ao completar 10 anos, eles poderão ser submetidos a inspeção para avaliar se jå estão aptos a participar do programa. O projeto serå analisado, de forma conclusiva, pelas comissþes de Viação e Transportes; de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. A medida vai resultar em melhorias no trânsito, na segurança de motoristas e pedestres, e no controle da emissão de gases poluentes e ruídos. De acordo com o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a frota brasileira de veículos automotores de quatro ou mais rodas, em 2011, chegou a 47 milhþes de unidades. O tempo mÊdio de uso da frota era de 12,2 anos em 2009. Melhor seria ainda se o projeto incluisse a ampliação das vias para que pudesse suporta a frota renovada que serå estimula pela liberação de crÊdito do governo.

PE MANOEL HENRIQUE DE MELO SANTANA PĂĄroco da Igreja de SĂŁo Pedro ApĂłstolo - Ponta Verde Doutorando Univesidade de Grenoble III

14Âş Encontro Nacional de PresbĂ­teros NĂŁo estarei no 14Âş Encontro Nacional de Padres, motivo de estudos de doutorado na França. Participei dos 13 outros Encontros Nacionais de PresbĂ­teros e presidi aos dois primeiros. Foram difĂ­ceis e polĂŞmicos, mas muito verdadeiros. Aqueles momentos eram histĂłricos. A Igreja vivia um clima de liberdade, a partir do ConcĂ­lio Vaticano II, com o despertar dos sentimentos mais autĂŞnticos. Os padres descobriam-se gente e sujeitos de sua vida e de sua Igreja. Acresce a esse clima aclesiolĂłgico, o clima polĂ­tico do Regime Militar brasileiro, que exigia um testemunho profĂŠtico, beirando a entrega martirial. Eram encontros verdadeiros, sinceros, com depoimentos pessoais estarrecedores. Eram homens no limite existencial de suas vidas. Muito aprendi dos companheiros padres, com seus testemunhos de fĂŠ, seus exemplos de Pastores junto a um povo explorado e oprimido. Muitos SDGUHVHPSUHVWDUDPVXDYR]DR SRYRVHPYH]HVHPYR]2XYLH conheci de perto Bispos cujo tesWHPXQKRGHĂ&#x20AC;GHOLGDGHDR(YDQgelho enchia-nos de esperança. Era uma Igreja bonita, feita de muita comunhĂŁo eclesial. O testemunho evangĂŠlico falava mais

alto que os ditames canĂ´nicos. A autoridade episcopal era mais testemunhal que autoritĂĄria. Muitos padres sofrem de um complexo de castração, homens PLQRUL]DGRV GLDQWH GH VHX %LVSR GL]LD 'RP )UDJRVR 1mR H[LVWH %LVSR IHOL] VHP SUHVELWprio. Dom JosĂŠ Cardoso recebeu da Santa SĂŠ uma carta recomendando-o a ser fraterno com seus padres. Eles, os padres, nĂŁo podem ser tratados de maneira legalista. O prĂłprio Papa JoĂŁo Paulo II recomendava para os padres associaçþes, onde pudessem eles viver de forma solidĂĄria aspectos de suas vidas sociais, carentes de necessidades bĂĄsicas. Vejo um pouco por toda a parte um clima de indiferença. Vive-se o trivial, sem muita emoção e compromisso. HĂĄ uma tendĂŞncia muito liturgiasta, feita de preciosismos ritualistas, sem conexĂŁo com a vida. Tudo cheira a um farisaĂ­smo muito HQVDLDGRHMXVWLĂ&#x20AC;FDGR Cessaram aquelas expressĂľes de autĂŞntica vida evangĂŠlica, FRP SHUĂ&#x20AC;O SURIpWLFR 0XGDUDP-se os valores, com predominância materialista e consumista. As aparĂŞncias superam a simplicidade de vida. Cada um vive a sua vida, sem comunhĂŁo ministerial ou pastoral, cuidando-se como pode. O

Bispo estĂĄ longe, atĂŠ que algo aconteça e lhe exija uma intervenção canĂ´nica para algum padre. O Bispo estĂĄ preocupado em ter alguĂŠm na ParĂłquia, sem, porĂŠm, prestar atenção ao SHUĂ&#x20AC;O SVLFROyJLFR H SDVWRUDO GR padre e da parĂłquia. Aqueles ideais inspirados pelo Vaticano II desapareceram. NĂŁo hĂĄ mais a promoção dos leigos dentro de uma Igreja de ComunhĂŁo e participação. Os leigos voltam a ser leigos e os padres mais clĂŠrigos. HĂĄ uma crise de â&#x20AC;&#x153;cabeçaâ&#x20AC;? na Igreja. Faltam-nos referĂŞncias, que por si sĂł eram fonte de apelos maiores do Evangelho de Jesus. Por isso, vejo muitos companheiros desanimados, desmotivados, Ă  espera de um momento de largar tudo e viver em consciĂŞncia suas vidas. SĂŁo vidas desencontradas, desencantadas, mentirosas, sofridas e dignas de solidariedade. A Igreja ĂŠ bonita! Ela ĂŠ o MistĂŠrio de Deus em nĂłs, na HistĂłria, encarnada. Ela ĂŠ mais bonita na misericĂłrdia que na &RQGHQDomR 6RX PXLWDV YH]HV testemunha da misericĂłrdia da comunidade e de sua capacidade de perdoar-nos. O povo sabe perdoar-nos, mais que nĂłs mesmos entre nĂłs. A Igreja ĂŠ bonita! Jesus Cristo ĂŠ DUD]mRPDLRUGHQRVVDVYLGDV

WELINTON DOS SANTOS Economista e palestrante

Por que o Brasil ĂŠ a sexta economia?

MARCO ANTONIO ARAUJO Jornalista

Ai, se eu pego uma mĂşsica boa... Meu gosto musical ĂŠ uma larga rodovia onde transiWDP GH 0R]DUW D =HFD 3Dgodinho, com algumas ultrapassagens do brega mais autĂŞntico. Mas sempre causa engavetamento nos meus ouvidos a axĂŠ music, o funk escatolĂłgico e essa manifestação pandĂŞmica internacional chamada sertanejo universitĂĄrio. NĂŁo ĂŠ preconceito. Deve ser apenas uma singela alergia sonora a ritmos que remetem a primitivas danças de acasalamento e coUHRJUDĂ&#x20AC;DV PLQLPDOLVWDV GH fornicacĂŁo. Provavelmente, tenho algum pudor pessoal em praticar sexo selvagem em pĂşblico. $HVVDGLĂ&#x20AC;FXOGDGHHPGDQçar na boquinha da garrafa

e ouvir letras com duplo sentido vulgar, agora se soma o enjoo que me causam rimas paupĂŠrrimas que tratam o amor como um sentimento dislĂŠxico reservado a pessoas com analfabetismo funcional. Ă&#x2030; necessĂĄrio alto Ă­mpeto de humildade intelectual para aceitar que hĂĄ gosto para tudo. Porque, de fato, cada um tem o direito de entupir ou aniquilar seu cĂŠrebro com a substância venenosa que lhe aprouver. Em um esforço antropolĂłgico, andei conversando com jovens supostamente sĂłbrios e que mesmo assim consomem essas drogas musicais. NĂŁo estou aqui para julgar ninguĂŠm. Sou fumante e solidĂĄrio a qualquer vĂ­tima de dependĂŞncia quĂ­mica.

O que percebi nessa investigação patológica Ê que muitos desses consumidores de crack, funk carioca, Luan Santana e Michel Teló não procuram clínicas de desintoxicação por absoluta ausência delas. (RJRYHUQRQmRID]QDGD A única opção seria ouvir música de velho. Não surge um compositor que preste hå pelo menos 50 anos. A MPB (e o rock, bebê) morreu, tosse ou anda em cadeira de rodas. RigorosaPHQWHHVVDSREUH]DWRGDpR que temos para hoje. Deixa a turma se pegar, então. Assim eles se matam, Ê um risco. Mas se atÊ a Europa estå em crise, não hå PXLWRRTXHID]HU Lå, o Teló toca mais que Adele e Coldplay. Ai, ai. FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

Com mercado interno aquecido, aumento do poder real de compra dos brasileiros, programas de melhoria de renda e apoio Ă s famĂ­lias com alta vulnerabilidade econĂ´mica, tirando da misĂŠria milhĂľes de brasileiros e o aporte de mais de 31 milhĂľes brasileiros na Ăşltima dĂŠcada que passaram para a classe mĂŠdia, o paĂ­s festeja os 19 novos milionĂĄrios por dia desde 2007 com projeçþes para continuar atĂŠ 2014. De acordo com reportagem publicada pela Forbes, atualmente o paĂ­s tem 137 mil milionĂĄrios e 30 bilionĂĄrios. O fenĂ´meno econĂ´mico braVLOHLURWUD]VXUSUHVDVjHFRQRmia internacional. Em 2003, o banco Goldman Sachs previu que o Brasil ultrapassaria a ItĂĄlia em 2025, e deixaria França e Reino Unido para trĂĄs somente em 2035. A realidade mudou com a crise econĂ´mica internacional que começou em 2008. O Brasil passou a ItĂĄlia em 2010, o Reino Unido em 2011 e a França provavelmente entre 2013 e 2014, a Alemanha atĂŠ 2020. O PIB do Brasil nesta dĂŠcaGD Ă&#x20AC;FDUi j IUHQWH GR 3,% GH todos os paĂ­ses da Europa, no ranking de comparação paĂ­s a paĂ­s. Com o crescimento econĂ´mico, segundo dados do MinistĂŠrio das Relaçþes Exteriores em junho de 2011, havia 1.466 milhĂľes de estrangeiros com VLWXDomRUHJXODUL]DGDUHVLGLQdo no Brasil. O paĂ­s tornou-se uma das principais rotas de investimentos estrangeiros diretos acumulando US$ 65 bilhĂľes em 2010, segundo in-

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

formaçþes do Banco Central. A redução de 2% para 0% do Imposto sobre Operaçþes Financeiras (IOF) incidente sobre o capital externo no investimento em fundos de venture capital irĂĄ estimular a atração de investimentos de longo pra]RSDUDR%UDVLO As variĂĄveis deste sucesso VmR VLVWHPD Ă&#x20AC;QDQFHLUR IRUWH e regulado; expansĂŁo do mercado imobiliĂĄrio; melhoria da economia criativa; aumento de preços das commodities no mercado internacional; aumento real do poder aquisitivo, com polĂ­ticas de incentivos ao consumo e expansĂŁo de renda; YDORUL]DomR GD PRHGD QDFLRnal; equipe tĂŠcnica econĂ´mica competente; incentivos ao empreendedorismo; baixo nĂ­vel de endividamento das empresas privadas; melhoria tĂŠcnica do sistema agrĂ­cola e fabril do agronegĂłcio; expansĂŁo da poupança, a exemplo do volume de consĂłrcios; equilĂ­brio polĂ­tico; aumento do acesso Ă  educação universitĂĄria e tĂŠcnica QD~OWLPDGpFDGDGLYHUVLĂ&#x20AC;FDção e incentivos a projetos de desenvolvimento tecnolĂłgico, dentre eles a nanotecnologia e outros; investimentos em infra-estrutura - PAC; aumento da percepção da indĂşstria automobilĂ­stica internacional para o potencial econĂ´mico GR %UDVLO DWUDLQGR GH]HQDV de bilhĂľes em investimentos diretos; ampliação de descobertas de reservas de petrĂłleo, com PrĂŠ-Sal e recuperação da indĂşstria naval brasileira para atender a esta demanda crescente, bem como novos investimentos para o setor pe-

trolĂ­fero brasileiro, somados ao empreendedorismo de muitos empresĂĄrios brasileiros e estrangeiros no paĂ­s, estĂŁo levando o Brasil a tornar-se uma potĂŞncia econĂ´mica. +i GHVDĂ&#x20AC;RV D VHUHP FRQquistados como melhoria da renda per capita; aperfeiçoar gestĂŁo de saĂşde (um exemplo: o paĂ­s conta com 0,9 enfermeiras para cada grupo de 1.000 pessoas, na Islândia sĂŁo 15 para cada grupo de 1.000 pessoas, faltam mĂŠdicos em muitas cidades); ampliação da infra-estrutura bĂĄsica; atraso de investimentos da gestĂŁo de transporte no paĂ­s; diminuição do custo Brasil; melhorar a educação; aumentar invesWLPHQWRV QD SHVTXLVD FLHQWtĂ&#x20AC;ca; melhorar apoio a projetos FXOWXUDLVTXDOLĂ&#x20AC;FDUDPmRGH-obra pĂşblica em boa parte dos municĂ­pios brasileiros, dentre outros. O Brasil merece respeito, porĂŠm algumas açþes podem auxiliar a alavancar ainda mais a economia brasileira, dentre eles novos investimentos na economia criativa; na economia eco-sustentĂĄvel; alĂŠm de aperfeiçoamento nas relaçþes institucionais com organismos internacionais; intercâmbios educacionais e FLHQWtĂ&#x20AC;FRV DSULPRUDPHQWR nas relaçþes com as câmaras internacionais de comĂŠrcio; visĂŁo crĂ­tica de gestĂŁo de cidades; melhoria no sistema educacional em todos os nĂ­veis e incentivos ao empreendedorismo social responsĂĄvel farĂĄ do paĂ­s uma referĂŞncia no desenvolvimento socioeconĂ´mico desta dĂŠcada.

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ&#x2021;Ă&#x192;O: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂ&#x192;O DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂ&#x192;O REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂ&#x192;O DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

Brasil

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

BRASIL

7

Plano para assassinar polĂ­ticos tambĂŠm ĂŠ assunto comentado na Bahia NĂŁo foi sĂł em Alagoas que plano de assassinatos de polĂ­ticos virou assunto nesta semana. O secretĂĄrio Segurança PĂşblica da Bahia, MaurĂ­cio Telles Barbosa, recebeu uma ligação da senadora LĂ­dice da Mata (PSB), na manhĂŁ de ontem, informando que recebeu um email com uma ameaça de morte. A mensagem ĂŠ de um homem que teria descoberto um esquema para matar a parlamentar e o governador Jaques Wagner (PT). O email, entitulado â&#x20AC;&#x153;denĂşnciaâ&#x20AC;?, diz que um ex-policial militar â&#x20AC;&#x153;estĂĄ sendo pagoâ&#x20AC;? para matar LĂ­dice e Wagner.

Pesquisa aponta 49 mortes em assaltos a bancos

GUSTAVO GOULART

Dados de 2011 são das Confederaçþes dos Vigilantes e dos Trabalhadores do Ramo Financeiro

L

evantamento nacional mostra que 49 pessoas foram assassinadas em 2011 em decorrência de assaltos em agências bancårias. O número Ê 113,04% maior que o registrado no ano anterior (23 mortes). Os dados são da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf) e da Confederação Nacional dos Vigilantes (CNTV), elaborados a partir de notícias publicadas na imprensa. São Paulo, com 16 assassinatos, Rio de Janeiro com nove, Goiås (quatro), Paranå (quatro) e Rio Grande do Sul (quatro) foram os Estados com o maior número de casos. Das 49 mortes, 32 ocorreram em consequência do golpe chamado de saidinha de banco. Predominantemente, as vítimas foram clientes (30),

vigilantes (oito) e policiais (seis). â&#x20AC;&#x153;Os bandidos percebem a fragilidade da segurança nas agĂŞncias porque hoje nĂŁo existe privacidade para as pessoas fazerem suas operaçþes bancĂĄriasâ&#x20AC;?, disse o coordenador do Coletivo Nacional de Segurança BancĂĄria, Ademir Wiederkehr. â&#x20AC;&#x153;Os bancos nĂŁo tĂŞm divisĂłrias nos caixas eletrĂ´nicos, nĂŁo tĂŞm biombos na boca do caixa, e a bandidagem pode observar quem estĂĄ saindo com dinheiro. O golpe da saidinha começa dentro do bancoâ&#x20AC;?, completou. FALTA DE INVESTIMENTOS Segundo as entidades que Ă&#x20AC;]HUDP R OHYDQWDPHQWR DV PRUWHV UHĂ HWHP D FDUrQFLD de investimentos das instiWXLo}HV Ă&#x20AC;QDQFHLUDV SDUD SUHvenir assaltos e sequestros. A pesquisa destaca que dados

do Departamento Intersindical de EstatĂ­stica e Estudos SocioeconĂ´micos (Dieese) mostram que os cinco maiores bancos do paĂ­s apresentaram lucros de R$ 37,9 bilhĂľes de janeiro a setembro de 2011. â&#x20AC;&#x153;JĂĄ as despesas com segurança e vigilância somaram R$ 1,9 bilhĂŁo, apenas 5,2% na comparação com os lucrosâ&#x20AC;?, aponta o levantamento. Em 2010, os cinco maiores bancos investiram mais que em 2011 em segurança: 5,45% dos lucros. â&#x20AC;&#x153;Pedimos a colocação da porta de segurança, a porta giratĂłria em todas as agĂŞncias e postos de serviço, a colocação de biombos na frente dos caixas e divisĂłrias nos caixas eletrĂ´nicos. Onde isso foi feito, como em JoĂŁo Pessoa, o golpe da saidinha diminuiu 90%â&#x20AC;?, declarou Wie-

Saidinha de banco ĂŠ o tipo de crime que mais resultou em mortes de clientes durante o ano passado

POR CORRUPĂ&#x2021;Ă&#x192;O

ExpulsĂŁo de servidores federais bate recorde O governo federal expulsou 564 servidores no ano passado por irregularidades, a maioria relacionada Ă  corrupção, segundo informou ontem a Controladoria-Geral da UniĂŁo. O nĂşmero ĂŠ considerado recorde e equivale a 1,54 expulsĂľes por dia. Os nĂşmeros começaram a ser contabilizados pelo governo em 2003. Naquele ano foram expulsos 242 servidores. Na comparação com 2010, houve um aumento de 8,25%, no nĂşmero de puniçþes. Os ministĂŠrios com maior nĂşmero de expulsĂľes proporcionalmente ao nĂşmero de funcionĂĄrios sĂŁo: PrevidĂŞncia Social, Meio Ambiente e Justiça.  $ LQWHQVLĂ&#x20AC;FDomR GDV

expulsĂľes decorre da determinação do governo de combater a corrupção e a impunidade. Assim, a admiQLVWUDomRGHL[DGHĂ&#x20AC;FDUDSHnas Ă  espera da punição pela via judicial, que ĂŠ demorada, e passa, ela prĂłpria, a administração, a aplicar as puniçþes de sua alçada â&#x20AC;&#x201C; explica o SecretĂĄrio-Executivo da CGU, Luiz Navarro. Desde 2003, 3.533 servidores federais sofreram puniçþes expulsivas, sendo 3.013 demissĂľes; 304 destituiçþes de cargos comissionados; e 216 cassaçþes de aposentadorias. O uso do cargo para obtenção de vantagens foi o motivo da maior parte das expulsĂľes (1.887 casos), representando 31,7% do total.

ENEM

Justiça concede direito de revisão de nota

Uma decisĂŁo da Justiça Federal no Rio de Janeiro deu a mais trĂŞs estudantes o direito de pedir revisĂŁo da nota obtida na redação do Exame Nacional do Ensino MĂŠdio (Enem) de 2011. Pelo edital da prova, os candidatos nĂŁo podem recorrer da nota obtida na redação, mas, no inĂ­cio da semana, um estudante de SĂŁo Paulo conseguiu que sua nota na redação, que tinha sido anulada, passasse de zero para 880 pontos. Para a juĂ­za MĂĄrcia Maria de Barros, o edital do Enem fere os princĂ­pios do contraditĂłrio e da ampla defesa, por nĂŁo prever o pedido de revisĂŁo da nota. â&#x20AC;&#x153;O fundado receio de dano irreparĂĄvel ou de difĂ­cil reparação ĂŠ evidente no caso em anĂĄlise, ante a iminĂŞncia de GREVE DE POLICIAIS inscrição dos candidatos no Sisuâ&#x20AC;?, diz a juĂ­za, em sua decisĂŁo, referindo-se ao inĂ­cio do perĂ­odo para inscrição no 6LVWHPD GH 6HOHomR 8QLĂ&#x20AC;FDda, Ă  meia-noite de ontem. O sistema oferece vagas em Parte dos funcionĂĄrios do irmĂŁo, que foi assassinado. instituiçþes pĂşblicas de endo Instituto MĂŠdico Legal - Nossa famĂ­lia ĂŠ de Cho- sino superior por meio da (IML), ligados ao Sindica- rozinho e estĂĄ toda aqui, nota do Enem. to da PolĂ­cia Civil (Sinpoci), ansiosa para poder fazer o A juĂ­za deu prazo de 48 aderiu Ă  paralisação da PolĂ­- enterro - conta ele, apĂłs ser horas para o Instituto Nacia Civil na manhĂŁ de ontem, mandado embora por fun- cional de Estudos e Pesquiem Fortaleza. Na entrada do cionĂĄrios do IML. Mas, para sas Educacionais (Inep), ĂłrgĂŁo, a reportagem da TV o diretor, a espera de Silva autarquia do MinistĂŠrio da 9HUGHV 0DUHV Ă DJURX SHVVR- QmRSRGHVHUMXVWLĂ&#x20AC;FDGDFRP Educação (MEC) responsĂĄas sendo enviadas de volta a greve. vel pelo Enem, para que a para casa sem atendimento. - AtĂŠ ontem [quinta-feira] revisĂŁo da nota seja feita. O diretor da unidade, Ma- estava tudo normal, todos Em caso de descumprimento [LPLDQR &KDYHV FRQĂ&#x20AC;UPRX trabalhando. Ele nĂŁo estĂĄ da decisĂŁo, a multa prevista que hĂĄ uma paralisação, mas esperando hĂĄ dois dias por ĂŠ de R$ 1 mil. O advogado apenas de funcionĂĄrios au- causa disso, deve ser algum responsĂĄvel pelo processo xiliares. MĂŠdicos e peritos, problema de documentação - dos trĂŞs alunos, Diogo de segundo ele, continuam tra- explica. Almeida, informou que probalhando. - As pessoas podem con- tocolarĂĄ ainda nesta sexta O pedreiro JosĂŠ Pereira tinuar vindo e procurando o mais quatro pedidos de reda Silva diz que hĂĄ dois dias atendimento normalmente - visĂŁo de nota na Justiça Feespera por liberação do corpo garante o diretor. deral.

Paralisação prejudica enterros em Fortaleza


8

MUNDO

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, '(-$1(,52 DE 2012

Mundo

Restaurante americano proĂ­be acesso de polĂ­ticos por criarem muita confusĂŁo â&#x20AC;&#x153;Proibida a entrega de polĂ­ticos. Sem exceçþesâ&#x20AC;?. Um restaurante de New Hampshire, cenĂĄrio das prĂłximas primĂĄrias do Partido Republicano, decidiu proibir a entrada dos candidatos apĂłs vĂĄrias queixas de clientes. Na porta desse pequeno e muito popular estabelecimento da cidade costeira de Portsmouth (nordeste dos Estados Unidos), uma funcionĂĄria colou o cartaz de proibição escrito em letras nas cores da bandeira americana. â&#x20AC;?Quando HOHVYrPDTXLDUPDPXPDJUDQGHFRQIXVmR´MXVWLÂżFD-HVVLFD/DEULH

IrĂŁ anuncia exercĂ­cios na rota do petrĂłleo

AFP

Militares deslocam frota naval com armamentos para o Estreito de Ormuz

O Irã anunciou ontem planos para novos exercícios militares na rota de petróleo mais importante do mundo, em seu mais novo gesto belicoso contra o Ocidente, enquanto novas sançþes dos EUA e da UE ameaçam as exportaçþes de petróleo da República Islâmica. O almirante Ali Fadavi, comandante naval da Guar-

da RevolucionĂĄria, disse que os exercĂ­cios do prĂłximo mĂŞs seriam centralizados diretamente no Estreito de Ormuz, a saĂ­da do Golfo PĂŠrsico para a maior parte do petrĂłleo do Oriente MĂŠdio. O IrĂŁ realizou 10 dias de exercĂ­cios militares que terminaram na segunda-feira nos mares vizinhos. â&#x20AC;&#x153;Hoje a RepĂşblica Islâmi-

SĂ?RIA

Opositores acusam governo de ter ordenado atentado

Opositores sĂ­rios desPHQWHP D YHUVmR RĂ&#x20AC;FLDO GR governo de que um atentado suicida teria matado 25 pessoas e ferido dezenas num bairro central de Damasco. O ministro do Interior, Ibrahim al-Shaar, atribuiu o ataque Ă  al-Qaeda e disse que o alvo do ataque suicida era um Ă´nibus da polĂ­cia. A oposição, no entanto, alega que o ataque foi ordenado pelo prĂłprio governo com o objetivo de tirar a atenção das manifestaçþes antigoverno que costumam acontecer depois das rezas islâmicas de sexta-feira. Shaar prometeu responder

com â&#x20AC;&#x153;pulso de açoâ&#x20AC;? ao incidente. - NĂłs vamos atacar com pulso de aço qualquer um que tente brincar com a segurança do nossa paĂ­s ou de nossos cidadĂŁos - disse o ministro do Interior. SUPOSTO REPĂ&#x201C;RTER Em vĂ­deos na internet, um suposto repĂłrter aparece colocando objetos na cena da explosĂŁo, antes da gravação, transmitida pela TV sĂ­ria. HĂĄ duas semanas, um ataque similar tambĂŠm gerou suspeitas de que o governo do presidente Bashar al-Assad estivesse usando o incidente como manobra polĂ­tica.

ca do IrĂŁ tem completo domĂ­nio sobre a regiĂŁo e controla todo o movimento nelaâ&#x20AC;?, disse Fadavi em declaraçþes divulgadas pela agĂŞncia de notĂ­cias Fars. SANĂ&#x2021;Ă&#x2022;ES Nas Ăşltimas semanas, autoridades iranianas ameaçaram bloquear o estreito se novas sançþes prejudicassem as exportaçþes de petrĂł-

leo de Teerã, e nesta semana disseram que agiriam se os Estados Unidos enviassem um porta-aviþes para a årea. Os EUA, que mantêm uma frota naval grande na região, muito mais poderosa do que as forças marítimas iranianas, dizem que vão garantir que as åguas internacionais do estreito permaneçam abertas.

ExercĂ­cios iranianos serĂŁo feitos, desta vez na rota do petrĂłleo

NOVA ZELĂ&#x201A;NDIA

NIGĂ&#x2030;RIA

Um balĂŁo pegou fogo e caiu na Nova Zelândia na manhĂŁ de sĂĄbado (horĂĄrio local), matando todas as 11 pessoas a bordo, no pior acidente aĂŠreo do paĂ­s em mais de trĂŞs dĂŠcadas. $ SROtFLD DĂ&#x20AC;UPRX TXH R balĂŁo parecia ter pegado fogo antes de cair em terras agrĂ­colas perto de Carterton, 80 quilĂ´metros a nordeste de Wellington, na ilha norte da Nova Zelândia. â&#x20AC;&#x153;Infelizmente, o piloto e os 10 passageiros a bordo QmR VREUHYLYHUDPÂľ DĂ&#x20AC;UPRX o comandante superintendente do distrito de Wellington, Mike Rusbatch. O acidente aconteceu em meio a condiçþes climĂĄticas calmas, claras e temperatura amena, numa regiĂŁo bem conhecida por realizar voos de balĂŁo.

Um grupo armado abriu fogo ontem em uma reuniĂŁo de cristĂŁos no Nordeste da NigĂŠria e matou pelo menos 20 pessoas. O massacre, reivindicado por radicais muçulmanos, elevou temores de que um FRQĂ LWRVHFWiULRGHPDLRUHV proporçþes ecloda no paĂ­s. O ataque aconteceu no Estado de Adamawa, perto da fronteira com Bordno, reduto da facção radical muçulmana Boko Haram, que foi responsĂĄvel por açþes quase diĂĄrias contra cristĂŁos nos Ăşltimos meses. Testemunhas contam que, enquanto disparavam com os fuzis Kalashnikov e JROSHDYDP RV Ă&#x20AC;pLV FRP IDcĂľes, os homens gritavam â&#x20AC;&#x153;Deus ĂŠ grandeâ&#x20AC;?. OITO FORAM MORTOS NinguĂŠm foi preso no ataque, que deixou outras 15 pessoas feridas. Numa ação similar na noite de quinta-feira, tambĂŠm em Adamawa, oito cristĂŁos foram mortos numa igreja. Numa tradução aproximada, Boko Haram signiĂ&#x20AC;FD ´D HGXFDomR RFLGHQWDO ĂŠ sacrilĂŠgioâ&#x20AC;?. Dentro de sua campanha para impor uma interpretação estrita da sharia (lei islâmica) na NigĂŠria, sĂł no ano passado o grupo foi responsĂĄvel pela morte de mais de 500 pessoas.

Queda de Cristãos são balão provoca mortos por mortes de 11 muçulmanos


TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

Cidades

CIDADES

9

Polícia Civil prende homem acusado de manter plantação de maconha

Foi autuado ontem na Central de Policia da Capital, David Carlos da Silva, 20, acusado de plantar maconha. A plantação foi localizada no quintal da casa de David, no Conjunto Carminha, Benedito Bentes, em Maceió. Segundo os policiais que participaram da operação, uma denúncia anônima teria apontado o cultivo do entorpecente. Em depoimento, o acusado disse que é usuário de drogas e que sabia que é crime plantar maconha. Cinco pés da droga foram encontrados na casa dele. Diante da situação, um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi lavrado pelo delegado plantonista, Aydes Ponciano.

Esquartejador de diarista foge da UIM “Gabinha” estava internado pelo crime hediondo contra Maria de Lourdes Farias, mas escapou no dia 1º de janeiro BRENO AIRAN REPÓRTER

M

ais um jovem fugiu da Unidade de Internação de Menores (UIM) por suposta facilitação dos agentes e funcionários. Foi a primeira fuga do ano. Só no ano passado, somando-se aos números da Unidade de Internação de Jovens e Adultos (UIJA), foram 16 fugas, com mais de 40 reeducandos ainda foragidos. Desta vez, quem escapou das grades da instituição foi o jovem G.S.S., o “Gabinha”, acusado de ter esquartejado a dona-de-casa e diarista Maria de Lourdes Farias de Melo, de 27 anos, que foi acusada de ter denunciado a quadrilha de traficantes do Conjunto Carminha à polícia. Apelidada “Gangue do Facão”, o grupo tinha como um dos principais integrantes o menor de 17 anos, o “Gabinha”, agora maior de idade. O jovem teria fugido na madrugada de Réveillon, depois de zero hora do dia 1º, segundo o superintendente da UIM, Glauber Melo. “Nós afastamos todos os funcionários que lá estavam, naquele dia 1º. Afinal, nós estamos abrindo sindicância partindo do princípio da ‘facilitação’. Não havia nem sequer um cadeado quebrado ou porta arrombada”, lamenta ele, ressaltando que os agentes podem ser punidos admi-

nistrativamente. “Gabinha”, com a ajuda de um amigo, identificado apenas pelas iniciais G.S.N., 18, fez uma “tereza” – espécie de corda feita com vários lençóis amarrados uns nos outros. Ele saiu da cela com o colega e foi até o muro, amarrou a ‘corda’ em certo ponto e pulou com auxílio do artefato. Buscas foram feitas pelos policiais – inclusive na casa da namorada dele –, mas o rapaz não foi encontrado. Ele responde por homicídio qualificado. À época, em julho do ano passado, quando pego, “Gabinha” foi internado provisoriamente por 45 dias e depois julgado e encaminhado à UIM, no dia 16 de agosto de 2011. Como o delito teve caráter hediondo, ele não poderia pagar a pena através de medidas socioeducativas, em liberdade. Além de Williams Vicente dos Santos Ferreira, o “Língua”, 22 – que atirou contra Maria de Lourdes –, também foram presos os maiores de idade Cremilda Nicolau, “Kel” e Jamerson Jonas dos Santos, o “Paulista”; outros dois menores, que também compunham a ‘Gangue do Facão’, foram apreendidos. Já José Cícero Dionísio dos Santos, líder da gangue, e seu comparsa ‘Deco’, fugiram do Presídio Baldomero Cavalcante em setembro do ano passado.

FLÁVIA AMARAL/ARQUIVO

Em julho do ano passado, quando foi preso, G.G.S. ainda era menor de idade, e por isso não foi encaminhado ao Presídio Baldomero Cavalcanti

APÓS AUDIÊNCIA

Promotor acredita que Mirella vai a júri Ao contrário do MPE, defesa acredita que acusada sai do Fórum em liberdade SANDRO LIMA

ALANA BERTO REPÓRTER

Flávio GomesD¿UPDTXH acusação contra Mirella GranFRQDWRpIRUWHRVX¿FLHQWH para levá-la a júri popular no caso Giovanna

O promotor Flávio Gomes da Costa afirmou acreditar que Mirella Granconato pode ir a júri popular pela acusação de ser mandante do assassinato da estudante Giovanna Tenório, no ano passado. A decisão pode ser tomada na audiência de instrução que será realizada na segunda-feira (9), no Fórum da Capital. A audiência foi convocada pelo Ministério Público, e será realizada na 8ª Vara Criminal a partir das oito horas da manhã. Serão ouvidos pelo juiz João Dirceu as testemunhas de defesa e de acusação, como os amigos e familiares dos envolvidos. O promotor

diz que a sentença pode sair ainda no final deste mês ou no começo de fevereiro. “As partes irão fazer suas alegações e em seguida Mirella será interrogada, mas eu acredito que ela irá a júri popular, pois a acusação contra Mirella é forte o suficiente para isso”, disse o promotor Flávio Gomes da Costa. Raimundo Palmeira, o advogado de defesa de Mirella Granconato, frisou que os depoimentos vão trazer novos esclarecimentos ao fato. “Irão depor amigas de Giovanna e muitos fatos que não foram investigados pela polícia ficarão mais claros”, acredita. Para a defesa, a partir desses depoimentos a inocência de Mirella

ficará mais evidente e assim que terminar a audiência, Mirella pode ficar em liberdade. “Eu acredito muito na imparcialidade do juiz. Claro que a Mirella é um bode expiatório, mas eu não sei para proteger quem ou o quê”, colocou Palmeira. O magistrado João Dirceu colocou que espera que os fatos sejam elucidados. “Nós esperamos esclarecer os fatos na audiência para poder então tomar a decisão correta”. Ele ainda disse que Toni Bandeira e o caminhoneiro Luiz Alberto Bernardino da Silva, ambos suspeitos no crime, ainda estão sendo investigados e pode ser que o Ministério Público peça uma audiência com eles.


10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

Presos têm 71% de aprovação no Enem Pontuação dos reeducandos foi considerada boa em relação à média de Alagoas; um deles fez 900 pontos na redação

U

m total de 71% dos 101 reeducandos do sistema penitenciário de Alagoas inscritos em 2011 para a prova do Enem conseguiram a aprovação. Os 61 candidatos estão habilitados a concorrer a vagas em universidades e institutos federais de educação por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu). O excelente resultado na prova do Enem é fruto do esforço individual de cada reeducando, e da dedicação e incentivo dos profissionais que trabalham na Gerência de Educação da Superintendência Geral de Administração Penitenciária (Sgap). Para o superintendente geral de Administração Penitenciária, tenente-coronel Carlos Luna, a notícia é muito boa, principalmente vinda de um Estado que registra uma das maiores taxas de

analfabetismo do Brasil. “Uma das principais causas é a falta de acesso à educação. Nos presídios alagoanos, nos deparamos com as consequências desta triste realidade”. “Os técnicos foram em cada unidade, em cada módulo, divulgando o calendário de provas do Enem, dando publicidade ao edital e verificando os que tinham a documentação exigida para a inscrição”, destacou a gerente do Núcleo de Educação, Andréa Rodrigues de Melo. No Núcleo Ressocializador da Capital (NRC) agentes penitenciários com formação superior em várias áreas organizaram um cursinho, preparando os reeducandos para as diversas disciplinas. A nota das provas dos primeiros 15 reeducandos aprovados foi considerada muito

boa em comparação com a média geral de Alagoas. Um dos inscritos obteve 900 pontos na prova de redação. Um resultado considerado excelente, já que a pontuação mais alta é de 1.000 pontos. “Para conseguir de fato uma vaga na universidade, agora vai depender do curso escolhido e da média de acesso para este curso”, explicou a gerente de Educação. Na SGAP o trabalho de educação e formação profissional conta com importantes parceiros, como por exemplo o Serviço Social da Indústria (Sesi), que atua na educação carcerária. “A educação de jovens e adultos nos presídios é de fundamental importância na qualificação e fator imprescindível para o processo de ressocialização dos reeducandos e consequente mudança de vida’, conclui Carlos Luna. DIVULGAÇÃO

ADAILSON CALHEIROS

Agentes penitenciários com curso superior montaram cursinho para ajudar na preparação dos presos

MATA DO ROLO

Mototaxista é morto e arrastado por 30 metros até local de desova PETRÔNIO VIANA ALANA BERTO REPÓRTERES

Corpo da vítima foi deixado em local menos visível e população disse à polícia não ter visto nada

O mototaxista Arielson Pedro Torres da Silva, de 19 anos, foi assassinado por volta das 14 horas de ontem com três tiros na cabeça na Vila Betel, na Mata do Rolo, em Rio Largo. De acordo com a Polícia Militar, três homens teriam participado do crime. Depois de atirar no rapaz, os assassinos arrastaram o corpo por cerca de 30 metros, deixando a vítima em um local menos visí-

vel. Os moradores da área disseram à polícia não ter visto nada. A suspeita é a de que Arielson tivesse envolvimento com o tráfico de drogas, prestando serviços com sua motocicleta. A versão, porém, não foi confirmada por amigos ou familiares da vítima. O caso será investigado pelo delegado Antônio Nelson, do 12º Distrito Policial, em Rio Largo. TABULEIRO Um pouco mais cedo, outro homicídio foi registrado na parte alta de Maceió. Dessa vez, a vítima foi o funcionário da Santa

Casa de Misericórdia identificado como Valdeson Henrique de Lima, de 22 anos. O crime aconteceu no Campo do Cruzeiro, bairro Tabuleiro do Martins. De acordo com informações passadas por testemunhas à Polícia Militar, três homens em um Ford Ecosport estariam seguindo o jovem, que caminhava pela rua. Ao se aproximarem de um depósito de material de construção, os homens abriram fogo contra Valdeson, que morreu no local. O crime deverá ser investigado pelo 5º Distrito Policial.


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVADLOWRQYLOODQRYD#JPDLOFRP

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

CIDADES

11

Corpo de modelo ĂŠ exumado em cemitĂŠrio de Marechal %DODVTXHÂżFDUDPQRFRUSRYmRDSRQWDUVHDUPDHUDGH-XGDUOH\GH-D\VOH\RXGHWHUFHLURV ANA PAULA OMENA MILTON RODRIGUES REPĂ&#x201C;RTERES

O Apuros de um bĂŞbado em Itu

D

e tanto ouvir falar que em Itu â&#x20AC;&#x201C; famoso municĂ­pio paulista - tudo ĂŠ exageradamente grande, o pontagrossense Crisanto Bonfim sentiu a necessidade de ir atĂŠ o lugar para conferir essa histĂłria. De modo que, belo dia, com a grana folgada do 13° salĂĄrio no bolso, ele pegou um Ă´nibus no Terminal RodoviĂĄrio do Feitosa e se mandou pra lĂĄ. A viagem foi cansativa. Assim que Crisanto se viu em terras ituanas, procurou um hotel e lhe indicaram aquele que tinha um barzinho logo na entrada. Sem mais delongas, ele aboletou-se numa cadeira do bar referido e, antes de rumar para o quarto, requisitou um chope, pra relaxar. Olha sĂł o tamanho da caneca! - Putaquipariu! â&#x20AC;&#x201C; assombrou-se o alagoano do bairro de Ponta Grossa. â&#x20AC;&#x201C; Que maravilha! DĂĄ atĂŠ pro cara nadar aqui dentro! E chamou na bebida sem dĂł e nem piedade. - Desce outro chope, garçom! E lĂĄ se foi o rapaz com outro caneco pro distinto freguĂŞs consumir, num piscar de olhos. - Que loucura, meu! Quando eu contar isso para a turma em Ponta Grossa, vĂŁo custar a acreditar! â&#x20AC;&#x201C; disse pro garçom. Depois de uma rodada e uns dez arrotos, Crisanto chamou o garçom mais uma vez: - Repita a dose, meu jovem! Olha, aproveite e me traga tambĂŠm um sanduĂ­che, tĂĄ falado? E logo chegou o sanduĂ­che, meio metro de diâmetro, instalado numa bandeja do tamanho de uma bacia de banho. E outro chope imenso. NĂŁo demorou muito, Crisanto jĂĄ estava embriagado. Mais uma vez, abriu o bocĂŁo: - Garzzzommm, onde fica o banheiro? Educadamente o rapaz ensinou: - O senhor vai em frente e vira Ă  direita... Crisanto levantou-se meio trĂ´pego e seguiu trocando as pernas na direção indicada. Mas, bĂŞbado do jeito que estava, virou Ă  esquerda. AĂ­, deu de cara com uma piscina quase olĂ­mpica: - NĂŁo ĂŠ possĂ­vel!!! Tudo isso ĂŠ uma privada, meu Deus?! Crisanto chegou mais pra perto da borda da piscina, puxou a chavasca pra fora e mandou ver aquela mijada, na maior felicidade. Terminou, deu a tradicional balançada e iniciou o movimento de meia-volta. Ao iniciar o giro, atrapalhou-se com as canelas, perdeu o equilĂ­brio e caiu dentro da piscina, aos berros: - Pelamordedeus, nĂŁo puxem a cordinha da descarga! O porteiro do hotel, um negĂŁo que vestia farda marrom, manjou na situação do hĂłspede recĂŠm-chegado e nĂŁo contou conversa: mergulhou na piscina para ajuda-lo a sair de lĂĄ. Naquilo que avistou aquele troço marrom nadando em sua direção, Crisanto apavorou-se: - Valei-me meu Padrinho Ciço! Que tamanho de cagalhĂŁo! AlguĂŠm me acuuuda! Naquele dia mesmo, Crisanto iniciou viagem de volta a MaceiĂł.

O amante injustiçado %HPTXHR-XUDEDQLOGRHVWDYD TXLHWLQKRQRFDQWLQKRGHOHQXP EDU]LQKRSDMXoDULQRWRPDQGR VXDFHUYHMLQKDFRPWLUDJRVWRGH DJXOKDIULWD7LQKDTXHD&OHRQLFH OLJDUSURFHOXODUGHOH"3RLVHOD OLJRX -XULQKDPHXWHVmRR'LR PHGHVDFDERXGHYLDMDU 9LDMRXIRL" )RL9HPSUDFiYHP(XWH IDoRXPDSL]]D (HOHYDLYROWDUTXDQGR" $FKRTXHDPDQKmGHWDUGH 9RFrYHP"(VWRXPRRRUWDGH VDXGDGHDPRU9RFrYHP" 9RX 9rVHQmRGHPRUDYLX" 'DOLDPHLDKRUD-XUDEDQLOGR HQFRQWUDYDVHFRQIRUWDYHOPHQWH LQVWDODGRQDDOFRYDGR'LRPHGHV GHVIUXWDQGRGDJRVWRVXUDGD PXOKHUGRLQGLJLWDGR'HSRLVGH VXFHVVLYDVHUHLWHUDGDVWUHSDGDV RVDG~OWHURVHVWDYDPWmRFDQ VDGRVTXHORJRFDtUDPQRVRQR 'HUHSHQWH&OHRQLFHDFRUGRX DVVXVWDGD $LPHX&ULVWRpR'Ly2 'LyYROWRX3RUTXHHVVH¿GDSHV WHDFKRXGHFKHJDUORJRDJRUD" ,PHGLDWDPHQWH&OHRQLFH WUDWRXGHDFRUGDURDPDQWHTXH URQFDYDPDLVTXHEDUUmRFKDIXU GDQGRQROL[R /HYDQWD-XULQKD/HYDQWD UiSLGR 4Xr"$FDVDWiFDLQGR" $LQGDQmRPDVSRGHFDLU 2'LyYROWRXHHVWiJXDUGDQGR RFDUURQDJDUDJHP'HSUHVVD SHJXHDVVXDVURXSDV$LPHX 'HXV1mRYDLGDUWHPSR(OH HVWiVXELQGR (RQGHEXE{QLFDHXPH HVFRQGR" 1RJXDUGDURXSD

0DO-XUDEDQLOGRDFDERXGH IHFKDUDSRUWDGRJXDUGDURXSD RPDULGRFRUQHDGRHQWURXQR TXDUWR$PXOKHU¿QJLXDFRUGDU VH +XPPPPSI-iFKHJRX PHXEHP"(MipDPDQKmp" (R'LRPHGHV $SRUUDGDUHXQLmRFRPR FKHImRQR5HFLIHIRLDGLDGDSDUD DSUy[LPDVHJXQGDIHLUD$¿OKD GDSXWDGDVRJUDGHOHDFKRX GHPRUUHUVySDUDDWUDSDOKDUR QRVVRVHUYLoR 1HVVHPRPHQWRRXYLXVH RWLOLQWDUGHXPWHOHIRQH(UDR FHOXODUGR-XUDEDQLOGRGHQWURGR JXDUGDURXSD2LPEHFLOHVTXH FHUDGHGHVOLJiOR 4XHWHOHIRQHpHVVHTXH WiWRFDQGR"¹LQGDJRXRPDULGR DOJRFLVPDGR 'HYHVHURGRYL]LQKR¹ WHQWRXGLVIDUoDUDPXOKHUPDO GL]HQGRLQWLPDPHQWHRDPDQWH SHODPDQFDGD eQmReDTXLGHQWURGR TXDUWR¹LQVLVWLX'LRPHGHV¹2 VRPSDUHFHYLUGRJXDUGDURXSD /iGHQWURWRGRDWUDSDOKDGR -XUDEDQLOGRDFKRXGHDWHQGHU $O{" (XQmRGLVVH"¹H[DOWRXVH RPDULGR¹eGHQWURGRDUPiULR PHVPR 1mRWHQGRRXWUDDOWHUQDWLYD ¹HUDHODRXRDPDQWH&OHRQL FHVDIRXVHWHDWUDOPHQWH eXPODGUmReXPODGUmR 'Ly&KDPHDSROtFLD 'LDVHJXLQWHDFDUDGR-X UDEDQLOGRDSDUHFLDHPWRGRVRV MRUQDLVLQFOXVLYHRVGDWHOHYLVmR 5HVXPLDDPDWpULDUHVSHFWLYD ³&DSWXUDGRHP0DFHLyXPGRV PDLVDXGDFLRVRVHSHULJRVRV JDWXQRVGRV~OWLPRVWHPSRV´

corpo do modelo Eric Ferraz, de 24 anos, assassinado no RÊveillon em Viçosa e enterrado no CemitÊrio Nossa Senhora do Carmo, em Marechal Deodoro, foi exumado na manhã de ontem. A solicitação feita pelo delegado do caso, Belmiro Cavalcante, e autorizada pelo juiz Luciano Andrade de Souza, objetiva retirar as três balas que teriam ficado alojadas no corpo do jovem, e que podem ajudar no esclarecimento do crime. A exumação foi acompanhada pelo delegado, para comprovar que o corpo era o de Eric; pelo pai da vítima, Edglenes dos Santos, e por um tio da vítima. Em um

primeiro momento o delegado chamou o pai e o tio para uma conversa particular longe da imprensa, ainda fora do cemitĂŠrio. O corpo foi retirado da cova e encaminhado ao Hospital Geral do Estado (HGE), isso porque o Instituto MĂŠdico Legal (IML) de MaceiĂł nĂŁo possui o equipamento de raio-X para verificar onde de fato as balas ficaram alojadas. Com a retirada das balas, o delegado deve saber de qual arma teria partido os disparos: da arma do principal acusado, Judarley Oliveira, ou da arma do irmĂŁo dele, Jaysley Oliveira. NEGLIGĂ&#x160;NCIA Segundo a assessoria da PerĂ­cia Oficial de Alagoas, o mĂŠdico legista responsĂĄvel pelo laudo, cuja identidade nĂŁo foi revelada para a im-

prensa, pode ser punido por negligência durante a necropsia do corpo de Eric Ferraz. De acordo com informaçþes obtidas pela reportagem, um policial teria sido assassinado com seis tiros, no mesmo dia do crime contra Eric, 1º de janeiro, e amigos e parentes do policial fizeram questão de acompanhar o procedimento no IML para que não ficasse nenhuma bala alojada e para evitar que o corpo fosse exumado posteriormente. O número de homicídios naquele dia passava de 15. Um procedimento administrativo estå sendo aberto para investigar a negligência no caso do modelo. Para o delegado Belmiro Cavalcante, o exame de comprovação balística Ê importante, mas não atrapalhar o inquÊrito que

EXUMAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

pode ser concluĂ­do atĂŠ o dia 20 deste mĂŞs. â&#x20AC;&#x153;Pessoas importantes da cidade, e que estavam a cerca de um metro e meio da cena do crime, jĂĄ prestaram depoimento e confirmaram que foi o Judarley Oliveira que atirouâ&#x20AC;?, conta o delegado, confirmando a participação do jovem. â&#x20AC;&#x153;O que falta saber agora ĂŠ se a arma pertencia ao Jaysley Oliveira â&#x20AC;&#x201C; policial civil que se encontra preso â&#x20AC;&#x201C; ou se era de outra pessoaâ&#x20AC;?, conclui. Ainda segundo Belmiro, o crime jĂĄ estĂĄ elucidado. Ele confirmou ainda que houve luta corporal entre o assassino e a vĂ­tima, comprovadas pelo fato de Eric estar com os lĂĄbios estourados. Por fim, o delegado pede o auxĂ­lio da sociedade para ajudar na localização de Judarley Oliveira. SANDRO LIMA

Diretor do IML impede acesso da imprensa Durante exumação do corpo do modelo Eric Ferraz, o diretor do Instituto MĂŠdico Legal (IML), Gerson Odilon, impediu o acesso da imprensa ao local, contrariando o que desejava a famĂ­lia do jovem assassinado em Viçosa. Odilon chegou a dizer que iria chamar o BatalhĂŁo de Operaçþes Especiais (Bope) da PolĂ­cia Militar para retirar, Ă  força, os profissionais de dentro do cemitĂŠrio. No cemitĂŠrio, o diretor do IML se dirigiu aos profissionais de imprensa para dizer que nĂŁo faria o procedimento com a presença dos repĂłrteres. Ao ouvir a conversa, Edglenes dos Santos, pai do jovem morto, começou a argumentar o contrĂĄrio, pedindo que a imprensa continuasse no local. â&#x20AC;&#x153;Este senhor nĂŁo sabe o que ĂŠ perder um filho. SerĂĄ que ele tem filho?â&#x20AC;?, indagou o pai do modelo. â&#x20AC;&#x153;Eu jĂĄ estou sofrendo demais com a morte do meu filho e ver ele ser sepultado duas vezes... Eles estĂŁo com medo de quĂŞ? NĂłs somos uma famĂ­lia Ă­ntegra e nĂŁo temos â&#x20AC;&#x2DC;rabo presoâ&#x20AC;&#x2122; com ninguĂŠmâ&#x20AC;?, desabafou. Gerson Odilon nĂŁo aceitou a argumentação da famĂ­lia e logo arquitetou uma estratĂŠgia para driblar os profissionais da imprensa atraindo-os para fora do cemitĂŠrio. O diretor saiu sozinho do cemitĂŠrio fazendo com que os profissionais o acompanhassem para saber porque razĂŁo estava censurando a imprensa. Logo depois, quando viu que todos tinham saĂ­do do cemitĂŠrio, ele aproveitou para voltar Ă  cova e mandou que policias militares fechassem os portĂľes. â&#x20AC;&#x153;O corpo pertence ao Estado e nĂŁo mais a famĂ­liaâ&#x20AC;?, finalizou Odilon. (A.P.O.)

Pai do modelo criticouGLUHWRUGR,0/Âľ-iHVWRXVRIUHQGRGHPDLVSRUYHUPHXÂżOKRVHUHQWHUUDGRGXDVYH]HVÂś

POLĂ?CIA TERIA FACILITADO

Caseiro da famĂ­lia de acusado denuncia agressĂľes Ă  OAB NIGEL SANTANA ANA PAULA OMENA REPĂ&#x201C;RTERES

O presidente da ComissĂŁo de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Alagoas, (OAB), Gilberto Irineu, recebeu ontem o caseiro JoĂŁo Alfredo Santos Dias, que trabalha na casa da famĂ­lia de Judarley Oliveira, acusado de ter matado o modelo Eric Ferraz, na virada do ano. O caseiro procurou a ComissĂŁo para denunciar as agressĂľes sofridas enquanto esteve preso em Viçosa. Gilberto Irineu pontuou o que foi falado por JoĂŁo Alfredo. â&#x20AC;&#x153;Ele estĂĄ todo machucado em decorrĂŞncia dos socos, chutes e outras agressĂľes a que foi submetido enquanto esteve preso. O caseiro foi colocado junto

a cerca de 18 presos numa cela, e foi espancado. A polĂ­cia deveria ter tido o cuidade de guardar a vida dele, jĂĄ que o crime foi de grande repercussĂŁo. Fica claro que o Estado deu condiçþes para que ele fosse agredidoâ&#x20AC;?, afirma. A ComissĂŁo pedirĂĄ ao Conselho de Segurança do Estado que acompanhe o caso. AlĂŠm disso, irĂĄ pedir Ă  Corregedoria da PolĂ­cia Civil que investigue o motivo de os policiais civis terem colocado o caseiro em uma cela com mais de dez presos, tendo em vista que JoĂŁo Alfredo estava sendo citado na apuração do crime, porque ele teria escondido a arma que vitimou o modelo. Gilberto Irineu vai encaminhar ofĂ­cios para a Secretaria de Defesa Social e para a promotora Karla Padilha

para atuar acompanhando as apuraçþes da Corregedoria. JoĂŁo Dias teria dito a Irineu que gritou muito chamando pelos policiais, porĂŠm sĂł foi atendido apĂłs apanhar bastante. O caseiro foi liberado apĂłs pagar fiança e encontra-se isolado em MaceiĂł. Ele teme morrer apĂłs o incidente. O delegado titular de Viçosa, Belmiro Cavalcante, negou as acusaçþes e disse que a polĂ­cia fez o procedimento correto, o de encaminhĂĄ-lo para o IML de MaceiĂł para fazer exame de corpo de delito: â&#x20AC;&#x153;Para depois nĂŁo dizerem que foi a polĂ­cia que agrediuâ&#x20AC;?. Cavalcante tambĂŠm afirmou que os presos conheciam o caseiro e o trataram como colega quando ele foi preso.

BRUTALIDADE

Jovem ĂŠ assassinado com viga de ferro na cabeça PETRĂ&#x201D;NIO VIANA ALANA BERTO REPĂ&#x201C;RTER

O jovem identificado como Valdir de Freitas Silva, de 22 anos, foi morto na tarde de ontem, no Conjunto Joaquim LeĂŁo, no Vergel do Lago, de forma brutal. Os assassinos atiraram cinco vezes nas costas do rapaz. Com a vĂ­tima no chĂŁo, os criminosos ainda dispararam contra sua ca-

beça e cravaram um vergalhão de ferro, usado em construçþes, no rosto de Valdir, que morreu no local, conhecido como Beco da Morte. Testemunhas não quiseram passar à Polícia Militar nenhuma informação sobre o crime. No entanto, peritos do Instituto de Criminalística encontraram nos bolsos da vítima três bombinhas de maconha, o que indicaria que o homicídio estå

relacionado ao trĂĄfico de drogas na regiĂŁo. Familiares de Valdir informaram Ă  reportagem da Tribuna Independente que a vĂ­tima, que estava morando no Conjunto Joaquim LeĂŁo, havia retornado hĂĄ 20 dias do Estado do Mato Grosso, onde estava hĂĄ alguns meses. Os parentes negaram que Valdir tivesse envolvimento com crimes. O caso serĂĄ investigado pelo 3Âş Distrito Policial.


12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

Juiz elogia debates

R

epresentando o Poder Judiciårio de Alagoas, o juiz Giovanni Alfredo Jatubå, elogiou o alto nível dos debates ocorridos, na manhã e tarde de ontem, sexta-feira (6), no auditório da Escola de Governo CÊlia Rocha, durante a realização da oficina Arapiraca Segura. O magistrado foi convidado e participou ativamente das atividades da elaboração do Plano Decenal de Desenvolvimento de Arapiraca. Giovanni Jatubå parabenizou a iniciativa, segundo ele, inovadora no País, afirmando que as oficinas oportunizam às pessoas socializar a troca de informaçþes.

Satisfeito

Geraldo Magella

â&#x20AC;&#x153;Fiquei muito satisfeito com a qualidade das propostas apresentadas, bem como a condução e mediação dos trabalhos na divisĂŁo de responsabilidades e organização de sugestĂľes para a melhoria da segurança pĂşblica no municĂ­pioâ&#x20AC;?, destacou o juiz.

$R¿FLQDWDPEpPFRQWRXFRPDSUHVHQoD do procurador de Justiça, Geraldo Magella Pirauå; defensor público AndrÊ Chalub; representante do ExÊrcito brasileiro, sargento Eucares di Pietro; representantes do 3º Batalhão Militar, tenente Jonathan, e do Corpo de Bombeiros, capitão Alielson, alÊm do secretårio do Gabinete de Gestão Integrada Municipal (GGIM), procurador do município, JosÊ Soares; do Programa Nacional de Segurança e Cidadania (Pronasci), Paulo SÊrgio Ribeiro.

PM endurece regras para as torcidas organizadas SuspensĂŁo da ida dos torcedores aos estĂĄdios nĂŁo ĂŠ descartada por comando EDITORIA DE CIDADES

O

Comando do Policiamento da Capital (CPC) da Polícia Militar se reúne terça-feira da semana que vem com o MinistÊrio Público Estadual, para definir as regras, ainda mais rigorosas, que os membros de torcidadas organizadas do CSA e do CRB terão que cumprir no clåssico do dia 14. Entre uma sÊrie de proibiçþes, a PM quer sugerir ao MPE que qualquer registro de vandalismo ou confronto no såbado de jogo seja punido com a suspensão da ida das torci-

das aos estĂĄdios de Alagoas. A medida jĂĄ foi anunciada outras vezes, mas dessa vez vem fortalecida pelo ato de vandalismo contra Ă´nibus registrado na noite de quinta-feira nos bairros do Trapiche e Centro, apĂłs um jogo-treino no EstĂĄdio Rei PelĂŠ. â&#x20AC;&#x153;Era uma coisa simples. NĂŁo era esperado nada disso. Mas agora vamos sugerir regras ao MP. Caso haja qualquer tipo de problema nesse clĂĄssico, que ĂŠ o tipo de jogo em que hĂĄ maior probabilidade de confusĂŁo, vamos pedir a proibição das torcidas nos estĂĄdios em Alagoas. NĂŁo ĂŠ

sĂł em MaceiĂł. Vamos querer que o MP haja no Estado todoâ&#x20AC;?, avisa o subcomandante do CPC, tenente-coronel Claudivan Albuquerque. Entre as regras que serĂŁo expostas na reuniĂŁo de terça, estĂŁo a proibição do mastro de bambu dentro do Rei PelĂŠ, sendo liberado apenas o â&#x20AC;&#x153;bandeirĂŁoâ&#x20AC;?, a proibição de qualquer tipo de fogos, a definição de ĂĄrea delimitada para cada torcida organizada, que serĂŁo separadas por cordĂŁo formado por militares, e a saĂ­da das torcidas em momentos distintos, para evitar confronto. â&#x20AC;&#x153;A previsĂŁo ĂŠ a de que

35% do estĂĄdio seja liberado para a torcida do CSA e 65%, para a torcida do CRB. Como a do CSA ĂŠ menor, possivelmente serĂĄ ela que vai sair primeiro, acompanhada de viaturas da PM. A do CRB aguarda no estĂĄdio e sai em seguida. O torcedor comum que quiser ficar na ĂĄrea delimitada para a torcida organizada, sĂł vai sair com elaâ&#x20AC;?, reforça o subcomandante. O nĂşmero de viaturas da PM no local ainda nĂŁo foi definido, mas deve ser reforçado. A Cavalaria tambĂŠm vai fazer a segurança no entorno do Rei PelĂŠ. ADAILSON CALHEIROS

Presenças Ainda estiveram presentes, o representante do Conselho Tutelar. JosÊ Barbosa, o Barbosinha; presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), seccional Arapiraca, Maurício Fernandes dos Santos, integrante do Fórum de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentåvel (FDLIS), JosÊ Lopes da Silva, bem como de integrantes do Conselho Municipal de Segurança e da sociedade civil organizada. Iniciativa pioneira no país, o Plano Decenal de Arapiraca estå mobilizando representantes dos 220 mil moradores e integrantes dos poderes públicos de Arapiraca.

Atividades

Plano Decenal

As atividades tiveram inĂ­cio no dia 1Âş de dezembro de 2011, com a realização das primeiras reuniĂľes de trabalho. 1HVWDVH[WD  IRLDYH]GDRÂżFLQD â&#x20AC;&#x153;Arapiraca Seguraâ&#x20AC;?, com o debate e apresentação de propostas para a ĂĄrea da segurança pĂşblica. O gestor do Plano Decenal de Desenvolvimento, Paulo SĂŠrgio Barboza de Melo, adianta TXHDVRÂżFLQDVFRQWDPFRPRDSRLRGR prefeito Luciano Barbosa (PMDB) e de toda equipe de governo e sociedade.

O Plano Decenal consiste na criação de 14 Câmaras Setoriais, com foco em projetos para açþes de educação, saúde, agricultura, geração de emprego e renda, cultura, lazer, infraestrutura urbana, bem como outras åreas sociais, para que seja planejado o desenvolvimento do município pelos próximos dez anos.

Encerramento As reuniĂľes de trabalho na ĂĄrea urbana prosseguem na prĂłxima segXQGD  FRPD2ÂżFLQDGH&RQVROLGDomRHVHUmRHQFHUUDGDVQRGLD GHMDQHLURFRPD2ÂżFLQDGH&RPXQLFDomRQR/HYLQRV+DOO 'HSRLVVHUmRUHDOL]DGDVPDLVGH]RÂżFLQDVHPFRPXQLGDGHVSRORQD zona rural de Arapiraca. Cada reuniĂŁo temĂĄtica contarĂĄ com a particiSDomRGHSHVVRDVWRWDOL]DQGRDRÂżQDOGRVWUDEDOKRVXPFRQWLQgente de aproximadamente 1.500 cidadĂŁos e cidadĂŁs arapiraquenses.

Sociedade

Praia do FrancĂŞs

A elaboração do Plano ainda inclui reunião com representantes do Fórum de Desenvolvimento Local, Integrado e Sustentåvel (FDLIS)- entidade com mais de 60 representantes de segmentos sociais do município, incluindo lideranças comunitårias, sindicalistas, empresårios, lojistas, integrantes de movimentos culturais e da juventude, entre outros

Numa ação realizada ontem (6) na Praia do Francês, por meio de uma determinação municipal, a equipe da Secretaria Municipal de Meio Ambiente, com o apoio da Guarda Civil, fez vårias abordagens com o objetivo de coibir a comercialização GHPDWHULDOSRUQRJUi¿FRFDUULQKRVFRP som alto e a circulação de animais na årea de praia, bem próximo aos banhistas. $DomRFRQWRXFRPGRLV¿VFDLVDPELHQWDLV da secretaria de Meio Ambiente e quatro agentes da guarda, que inicialmente, ¿]HUDPXPWUDEDOKRLQIRUPDWLYRFRP ambulantes que atuam comercializando na faixa de praia.

3RUQRJUD¿D A equipe esteve durante toda manhã realizando esse trabalho de conscientização e de respeito ao espaço dos banhistas, que estavam tendo o seu direito violado. Segundo informaçþes da Secretaria de Comunicação daquele município, os ambulantes comercializavam material SRUQRJUi¿FRDEHUWDPHQWHVHPUHVWULomRQHPRPHQRUFXLGDGRFRPD presença de crianças no local.

(PUHODomRjSUHVHQoDGHDQLPDLVQDiUHDGHSUDLDÂżFRXGHOLPLWDGR XPORFDOHVSHFtÂżFRSDUDRSDVVHLRRQGHVHMDVHJXURSDUDDVSHVVRDV 2ÂżVFDODPELHQWDO$GHLOWRQ-XQLRULQIRUPRXTXHÂłRVDPEXODQWHVVy poderĂŁo comercializar seus produtos na via prĂłxima aos bares, e deverĂŁo respeitar a determinação municipalâ&#x20AC;?. ... A Secretaria de Administração de Arapiraca, por meio do Departamento de Recursos Humanos, realiza no perĂ­odo de 4 a 13 de janeiro, no Centro de Apoio Ă s Escolas em Tempo Integral o â&#x20AC;&#x153;Programa de DeVHQYROYLPHQWR3URÂżVVLRQDO´SDUDSURÂżVVLRQDLVGDiUHDGHYLJLOkQFLD ... O projeto contĂŠm trĂŞs mĂłdulos na ĂĄrea comportamental. O mĂłdulo iniciado na quarta-feira (4) ĂŠ voltado a tĂŠcnicas de abordagem do pĂşblico externo, postura diante da função exercida visando, principalPHQWHRULHQWDUVREUHDpWLFDGDFRQGXWDSURÂżVVLRQDO2VWHPDVFRPR HYLWDUFRQĂ&#x20AC;LWRVVROXWLYLGDGHGHTXHVW}HVGLiULDVHFDSDFLGDGHGHLQLFLDtiva dentro das competĂŞncias da função, tambĂŠm fazem parte do curso ministrado pela pedagoga em RH CĂŠlia Leite.

Torcidas terĂŁo que se comportar no clĂĄssico do dia 14, no EstĂĄdio Rei PelĂŠ, ou podem ser punidas por decisĂŁo do MinistĂŠrio PĂşblica Estadual

DEPREDAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

ApĂłs jogo-treino torcedores atacam Ă´nibus em MaceiĂł BEATRIZ NUNES

BRENO AIRAN BEATRIZ NUNES REPĂ&#x201C;RTERES

Depois de um jogo-treino do CRB com o time de Coqueiro Seco como preparação para o inĂ­cio da temporada 2012, começando os trabalhos com o Campeonato Alagoano, no EstĂĄdio Rei PelĂŠ, no Trapiche da Barra, vĂĄrios torcedores alvirrubros pegaram um Ă´nibus que fazia a linha Santos Dummont/Trapiche, da empresa Cidade de MaceiĂł, e começaram uma sĂŠrie de atos de vandalismo. Os torcedores voltavam para casa, na noite de quinta-feira, e assustaram as pessoas que estavam dentro do coletivo, cerca de 41. Uma mulher, que nada tinha a ver com a torcida organizada Comando Vermelho, desceu num ponto perto do Quartel Geral da PolĂ­cia Militar de Alagoas, no Centro da capital alagoana, com medo. Ela optou por â&#x20AC;&#x2DC;abandonar o barcoâ&#x20AC;&#x2122; quando viu que os torcedores haviam quebrado o alçapĂŁo do coletivo e estavam â&#x20AC;&#x153;surfandoâ&#x20AC;? em

Acusados estavam â&#x20AC;&#x153;surfandoâ&#x20AC;? no coletivo da empresa Cidade de MaceiĂł

cima dele, cantando hinos e fazendo baderna. Uma guarnição do 1º Batalhão de Polícia Militar (BPM) foi acionada e foi atÊ o local. O ônibus foi parado e todos os rapazes envolvidos, revistados. Nenhuma arma foi encontrada, tampouco droga.

O grupo â&#x20AC;&#x201C; em sua maioria, menores de idade â&#x20AC;&#x201C; foi encaminhado para a Central de PolĂ­cia Civil, no bairro do Prado. Segundo o capitĂŁo Paulo Costa, no comando da ocorrĂŞncia, alguns deles foram autuados por dano ao patrimĂ´nio pĂşblico, pelo delegado plantonista Robervaldo Davino.

Ainda segundo o comandante, outros três coletivos da mesma empresa sofreram atos de vandalismo ou assalto na noite de quinta, na Praça do Pirulito, no bairro do Centro. Foram levados R$ 101 do cobrador em um dos incidentes, alÊm de objetos dos passageiros.

PASSĂ?VEL DE MULTA

TRT proĂ­be greve de transportadores em MaceiĂł MILTON RODRIGUES REPĂ&#x201C;RTER

Uma liminar concedida pela desembargadora Vanda Maria Ferreira Lustosa, presidente do Tribunal Regional do Trabalho, impediu a paralisação anunciada ontem de manhã pelos rodoviårios das empresas de transporte público de Maceió. A magistrada entendeu que o transporte Ê serviço essencial e indispensåvel à população e, se a greve for realizada, o Sinttro deverå manter um efetivo mínimo

de 80% dos trabalhadores em atividade, sob pena de aplicação de multa de R$ 80 mil por dia de paralisação. A presidente designou, ainda, audiência de conciliação para a próxima segunda-

-feira (9), às 10h, no Tribunal Pleno, com a presença do superintendente da SMTT, JosÊ Pinto de Luna, pois uma das alegaçþes do sindicato patronal Ê de que o movimento paredista busca me-

lhorias que dizem respeito Ă  responsabilidade da SMTT e da Prefeitura de MaceiĂł. De acordo Ronaldo Leopoldino, secretĂĄrio-geral do Sindicato dos Transportes RodoviĂĄrios do Estado (Sinttro-AL), diz que a categoria ficou em um impasse. â&#x20AC;&#x153;Vamos nos reunir na segunda-feira em busca de uma soluçãoâ&#x20AC;?, diz. O sindicato cobra a construção de terminais rodoviĂĄrios em MaceiĂł, alĂŠm da criação de um corredor de transportes na Avenida Fernandes Lima.


TribunaIndependente

0$&(,Ă?6Ă&#x2C6;%$'2'(-$1(,52'(

Economia

ECONOMIA

13

Contribuição previdenciĂĄria para Empreendedor Individual ĂŠ R$ 31,10 Com o aumento do salĂĄrio mĂ­nimo, a contribuição para a PrevidĂŞncia Social GR(PSUHHQGHGRU,QGLYLGXDO (, ÂżFDUiHP5$FRQWULEXLomRSDJDSHOR (,FRUUHVSRQGHDGRVDOiULRPtQLPRTXHGHVGHRGLDÂ&#x17E;HVWiÂż[DGRHP5 2HPSUHHQGHGRULQGLYLGXDOpRWUDEDOKDGRUTXHDWXDSRUFRQWDSUySULD QRFRPpUFLRQDLQG~VWULDHQDSUHVWDomRGHVHUYLoRV2OLPLWHEUXWRGHIDWXUDPHQWRGRSURÂżVVLRQDOpGH5PLODRDQR3DUDRHPSUHHQGHGRUOLJDGRj LQG~VWULDHFRPpUFLRDOpPGDFRQWULEXLomRpQHFHVViULRSDJDUPDLV5GH ,PSRVWRVREUH&LUFXODomRGH0HUFDGRULDH6HUYLoRV ,&06 2SUHVWDGRUGH VHUYLoRSDJDPDLV5GH,PSRVWRVREUH6HUYLoRV ,66 2FXVWRPi[LPRGH IRUPDOL]DomRSDUDTXHPUHDOL]DDWLYLGDGHPLVWDpGH5SRUPrV

Alagoas ĂŠ destino opcional Ă  Copa 2014 0DFHLy0DUDJRJLHPDLVVHWHFLGDGHVDODJRDQDVVmRORFDLVOLVWDGRVSRUPLQLVWpULRSDUDWXULVWDVQDFLRQDLVHHVWUDQJHLURV

A

lagoas não vai ser uma das sedes da Copa de 2014, mas, em contrapartida, receberå um grande à X[RGHWXULVWDVFRPDUHDOLzação do Mundial de Futebol no País. Tudo porque o MinistÊrio do Turismo (MTur) incluiu Maceió, Maragogi e mais sete cidades alagoanas entre os destinos turísticos SUy[LPRV jV  FLGDGHVVHGH do evento esportivo. A idÊia do ministÊrio Ê incentivar os visitantes a conhecerem os atrativos localizados no entorno das sedes, DXPHQWDQGRRà X[RWXUtVWLFR a distribuição de renda e a geração de emprego. São 88 produtos e 184 destinos brasileiros em municípios distantes atÊ três horas (via terrestre) ou atÊ duas horas (via aÊrea) dos palcos do Mundial. De acordo com estudos do MTur, cada estrangeiro realizarå em mÊdia três viagens pelo Brasil durante o mês da Copa do Mundo. Nesse período, deverão circular pelo Brasil um total de 600 mil estrangeiros e três milhþes de brasileiros, totalizando 7,8

$'$,/621&$/+(,526

milhĂľes de viagens domĂŠsticas. AlĂŠm de MaceiĂł e Maragogi, as outras cidades alagoanas escolhidas pelo MinistĂŠrio do Turismo sĂŁo Japaratinga, Porto de Pedras, SĂŁo Miguel dos Milagres, Barra de Santo AntĂ´nio e Paripueira, no Litoral Norte, e Marechal Deodoro e Barra de SĂŁo Miguel, no Litoral Sul. PISCINA DA PAJUĂ&#x2021;ARA A colocação de 20 boias de sinalização para fundeio das embarcaçþes que fazem o pasVHLR jV SLVFLQDV QDWXUDLV GD Pajuçara estĂĄ marcada para o dia 23 de janeiro. A decisĂŁo foi tomada durante a reuniĂŁo ordinĂĄria realizada na quinta-feira (5). Os representantes do Instituto do Meio Ambiente (IMA) alertaram para possĂ­veis crimes ambientais que podem ocorrer caso a ação nĂŁo aconteça com urgĂŞncia. No dia 10 de janeiro haYHUi XPD UHXQLmR H[WUDRUGLnĂĄria do Conselho Gestor da Piscina Natural da Pajuçara para garantir o cumprimento dos compromissos assumidos pelas entidades que formam o grupo. Objetivo ĂŠ incentivar visitantes a conhecerem atrativos de localidades no entorno das sedes

MULTISSETORIAL

Polo de Palmeira serĂĄ um dos mais estruturados O projeto arquitetĂ´nico do Polo Multissetorial de Palmeira dos Ă?ndios foi entregue, no Ăşltimo dia 6, ao governo de Alagoas, pela prefeitura do municĂ­pio. Com 150 mil m², a obra jĂĄ ĂŠ considerada a mais completa entre os complexos industriais do estado por possuir ampla ĂĄrea externa acoplada ao polo e maior facilidade de acesso para o pĂşblico. O polo, uma ação do governo de Alagoas, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico (Seplande), com a prefeitura de Palmeira dos Ă?ndios, ĂŠ composto por 22 lotes, sendo um voltado para ĂĄrea externa urbanizada (que contarĂĄ com espaço para realização de eventos) e outro destinado Ă  cadeia produtiva moveleira ou metal-mecânica.  $ ORFDOL]DomR JHRJUiĂ&#x20AC;FD do empreendimento ĂŠ privilegiada, jĂĄ que estĂĄ situado na entrada do municĂ­pio, prĂłximo a estados vizinhos.

',98/*$d­2

â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; importante salientar que toda essa estrutura apresentada pelo municĂ­pio serĂĄ entregue pelo Estado Ă  população de Palmeira dos Ă?ndios e regiĂŁo, numa ação que faz parte da polĂ­tica de Desenvolvimento de Alagoas, que prioriza a atração de novos empreendimentos, com criação de empregos e JHUDomR GH UHQGDÂľ DĂ&#x20AC;UPRX Norlan Dowell, superintendente de IndĂşstria, ComĂŠrcio e Serviços da Seplande. Segundo o secretĂĄrio municipal de IndĂşstria, ComĂŠrcio e Turismo, AntĂ´nio Oliveira, o complexo industrial contarĂĄ com um NĂşcleo de Inovação e Tecnologia do Instituto Federal de Alagoas (Ifal) na ĂĄrea administrativa. ´$LGHLDpĂ&#x20AC;UPDUXPFRQvĂŞnio com o Ifal para o desenvolvimento de pesquisas GHQWUR GR SROR FRP TXDOLĂ&#x20AC;cação de mĂŁo de obra para possĂ­vel assimilação pelas indĂşstrias instaladasâ&#x20AC;?, exGoverno e prefeituraUHDOL]DPHQFRQWURSDUDGHÂżQLUSULPHLUDHWDSDGHFRQVWUXomRGRSRORGH3DOPHLUD plicou o secretĂĄrio.

PEQUENOS NEGĂ&#x201C;CIOS

Declaração estĂĄ disponĂ­vel em portal Numa circunstância mais extrema, o microempresĂĄrio perderĂĄ todos os benefĂ­cios aplicados Ă  categoria de Empreendedor Individual, como cobertura previdenciĂĄria, contratação de um funcionĂĄrio com menor custo, ausĂŞncia de burocracia administraWLYD H Ă&#x20AC;QDQFHLUD IiFLO DFHVVR a serviços bancĂĄrios e crĂŠdito, facilidade para comerciali-

zar com o governo, compras e vendas em conjunto, redução da carga tributĂĄria, apoio tĂŠcnico do Sebrae na organização do negĂłcio, alĂŠm da segurança jurĂ­dica do empreendimento. â&#x20AC;&#x153;A declaração estĂĄ disponĂ­vel para impressĂŁo no Portal do Empreendedor, mas a vantagem de realizĂĄ-la no Sebrae ĂŠ que, alĂŠm desse do-

cumento, no caso de inadimplĂŞncias, o empresĂĄrio pode quitar seus dĂŠbitos, tirar dĂşvidas e receber orientaçþes gratuitasâ&#x20AC;?, destacou o gerente da Unidade de Atendimento Individual, Marcos Alencar. Mais informaçþes podem ser obtidas atravĂŠs do endereço eletrĂ´nico www.portaldoempreendedor.gov.br ou pelo telefone (82) 4009-1623.

MICROEMPRESAS

Compras governamentais ampliam 30% O Programa de Compras Governamentais busca ampliar em 30% a participação das Micro e Pequenas Empresas (MPEs) e Empresas de Pequeno Porte (EPPs) nas aquisiçþes pĂşblicas. â&#x20AC;&#x153;O governador Teotonio Vilela reconhece a importância do pequeno negĂłcio na economia alagoana e tem concentrado esforços para o seu desenvolvimento. Por isso, o Programa Alagoas Tem Pressa, que compreende o planejamento estratĂŠgico do Estado, conta com o projeto estruturante de fortalecimento das MPEs e promoção do empreendedorismo, que contempla cerca de dez açþesâ&#x20AC;?, destaca o secretĂĄrio do Planejamento e do Desenvolvimento EconĂ´mico, Luiz Otavio Gomes. Iniciado em 2011, o Programa de Compras Governamentais, que se insere no projeto do Alagoas Tem Pressa, jĂĄ começa a mostrar seus primeiros resultados. A Seplande, como um dos ĂłrgĂŁos pilotos contemplados, comprou cerca de 50% de seu volume total a micro e pequenas empresas no ano de 2011. As secretarias de Educação e Esporte (SEE), GestĂŁo PĂşblica (Segesp), a AgĂŞncia de Modernização da GestĂŁo de Processos (Amgesp) e a Procuradoria Geral do Estado (PGE) sĂŁo as outras entidades priorizadas nesta primeira etapa.

SIMPLES

Apoio ao empreendedor indivual O Sebrae Alagoas jĂĄ disponibiliza uma estrutura de atendimento para emitir a Declaração Anual SimpliĂ&#x20AC;FDGD '$6  GRV PDLV GH 25,5 mil Empreendedores Individuais formalizados no Estado. A partir deste mĂŞs de janeiro, na unidade sede, em MaceiĂł, e nas unidades nos municĂ­pios de Arapiraca e Penedo, consultores do Sebrae oferecem gratuitamente orientaçþes e auxiliam os empresĂĄrios no preenchimento da declaração obrigatĂłria aos empreendedores. Em MaceiĂł, cinco consultores estarĂŁo Ă  disposição, das 8h Ă s 18h, na Unidade de Atendimento Individual Sede FĂĄcil, localizada na Rua Dr. Marinho de GusmĂŁo, 46, no Centro. De acordo com o gerente da unidade, Marcos Alencar, â&#x20AC;&#x153;todos aqueles que registraram um rendimento de atĂŠ R$ 36 mil, em 2011, estĂŁo obrigados a declarĂĄ-lo, sob pena de multa ou mesmo de perda de direitosâ&#x20AC;?. Se o empreendedor tiver se formalizado no decorrer do ano, essa receita bruta serĂĄ proporcional aos meses apĂłs a formalização. Caso o empresĂĄrio perca o prazo e nĂŁo envie a declaração, ele pagarĂĄ uma multa e nĂŁo poderĂĄ imprimir os documentos de arrecadação mensal do ano de 2012.


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

etjornalista@gmail.com

KLĂ&#x2030;VERSON LEVY â&#x20AC;&#x201C; INTERINO (kleversonlevy@gmail.com)

De Inhapi para o Brasil, locutor de vaquejada ĂŠ o melhor!

J

osivaldo Rodrigues Vieira, natural da cidade de Inhapi, no SertĂŁo de Alagoas, foi eleito o melhor locutor de vaquejada do Brasil em 2011. O prĂŞmio ĂŠ organizado pelo portal Vaquejada (www.portalvaquejada.com.br) e conta com DRSLQLmRGHYiULRVSURĂ&#x20AC;VVLRnais da categoria. Os votos foram dados pelos participantes que envolvem comissĂĄrios, juĂ­zes, vaqueiros e internautas. Josivaldo Locutor jĂĄ tinha concorrido ao prĂŞmio em anos anteriores. Em Ă&#x20AC;FRXHPÂ&#x17E;OXJDUHHPFKHJRXjWHUFHLUDFRORFDomR Como foi eleito a melhor voz das vaquejadas no ano passado, o locutor agora almeja novos trabalhos pelo Brasil.

Quebrangulo $HOHLomRGHRXWXEURGHYHÂżFDUSRODUL]DGDQDFLGDGHGH4XHEUDQJXOR De um lado, o grupo do prefeito Marcelo Lima (PMDB) escolheu para entrar na disputa o nome de Artur de Barros Lima (DEM), atual vice-prefeito. Na oposição, o ex-prefeito Manoel TenĂłrio (PSDB) vai para o embate com chances de vitĂłria. HĂĄ quem diga tambĂŠm - via bastidores â&#x20AC;&#x201C; que o ex-prefeito ZĂŠ Maia vai colocar o nome nas ruas e deixar que os eleitores decidam qual ĂŠ a melhor opção para administrar o municĂ­pio a partir de janeiro de 2013.

Porto Calvo

Pindoba

A coluna recebeu a informação de que o prefeito de Porto Calvo, Carlos Eurico LeĂŁo e Lima (PMDB), o Kaika, jĂĄ nĂŁo vive um Ăłtimo momento em sua vida polĂ­tica. Com grande rejeição e baixa popularidade no Ăşltimo ano GRVHXVHJXQGRPDQGDWRIRQWHVGL]HPTXH o gestor deixou de lado a vida polĂ­tica. Kaika cansou da vida pĂşblica e agora se dedica exclusivamente para ver crescer seu gado e DPSOLDUVXDVID]HQGDV3RURXWURODGRRQRPH do presidente da Câmara de Vereadores de Porto Calvo, Juvenal Veiga (PSD), vem crescendo principalmente depois de comemorar â&#x20AC;&#x153;O Dia do EvangĂŠlicoâ&#x20AC;? com mais de cinco mil pessoas pelas ruas de Porto Calvo.

O agropecuarista e ex-prefeito de Pindoba, Maxwell Tenório 36% FRQWLQXD¿UPH na disputa pela Prefeitura de Pindoba. AtÊ o momento, sem obter nenhuma rejeição por parte da população, Tenório tem um grande poderio político na cidade e Ê candidato ~QLFRSDUDDFKH¿DGR Executivo. No último pleito eleitoral, em 2008, diferente de outros gestores, Maxwell conseguiu eleger um sucessor para ocupar sua vaga. Francisco de Oliveira (PSB), atual prefeito, foi eleito com 69% dos votos vålidos. Dos nove vereadores que compþem a Câmara Municipal apenas um Ê oposição. Cinco GHOHVID]HPSDUWHGR PSB, partido comandado pelo ex-prefeito. O bloco da situação Ê formado ainda pelos partidos PMDB, PSDB, PR e o DEM.

Olho dâ&#x20AC;&#x2122;Ă gua do Casado O delegado Manoel Wanderley, da Regional de Delmiro Gouveia, tem o resultado do Instituto de CriminalĂ­stica (IC) comprovando que a morte do vice-prefeito de Olho Dâ&#x20AC;&#x2122;Ă gua GR&DVDGR$GHUYDO$QGUp6RX]DGH$OHQFDU (PSDB), foi suicĂ­dio. PorĂŠm, para concluir o FDVRGHÂżQLWLYDPHQWH:DQGHUOH\DJXDUGDR UHVXOWDGRGHXPH[DPHUHVLGXRJUiÂżFR SDUD provar pigmentação de pĂłlvora na mĂŁo da vĂ­tima) que estĂĄ sendo feito no Instituto Nina 5RGULJXHVHP6DOYDGRU$GHUYDO]LQKRFRPR era conhecido na cidade, foi encontrado morto dentro de seu veĂ­culo, em novembro do ano SDVVDGRQDHQWUDGDGHXPDID]HQGDGD famĂ­lia, prĂłximo ao municĂ­pio de Olho dâ&#x20AC;&#x2122;Ă gua do Casado.

Anadia $GLVSXWDGHRXWXEURHP$QDGLDYDLVH¿UPDQGR7UrVSULQFLSDLVJUXSRV políticos devem brigar pela prefeitura. São eles: o atual prefeito JosÊ Augusto (PPS) pela reeleição; na oposição, o ex-prefeito Edmundo Dâmaso (PSDB) e o irmão do prefeito de Roteiro Fåbio Jatobå (PSDB), Gabriel Jatobå (PMDB). Hå quem diga que ainda estå no påreo Ana Lúcia FidÊlis (PSC) e Edgar Pedrosa (PSDC). No entanto, fontes seguras FRQ¿UPDPTXHRVWUrVSULQFLSDLVFDQGLGDWRVMiEXVFDPDSRLRGH$QD Lúcia e Edgar para fechar uma única chapa para o próximo ano.

Palmeira - Bastião do CafÊ O secretårio de Defesa Social, coronel Dårio CÊsar, em visita ao município de Palmeira dos �ndios, revelou que as investigaçþes do caso do empresårio e agropecuarista Sebastião do CafÊ, assassinado na semana passada, devem ser desvendadas nos próximos dias. O secretårio disse que o trabalho estå avançado e que a Polícia Cívil (PC) apresentarå as provas que elucidarå o crime. A comissão que investiga o homicídio Ê formada pelos delegados Kelman Vieira e Ana /Xt]D1RJXHLUDHSUHVLGLGDSHORGHOHJDGR0DXUtFLR+HQULTXH'XDUWH A polícia conseguiu chegar à identidade dos culpados, por intermÊdio de depoimentos de familiares da vítima e testemunhas. Os agentes da Divisão Especial de Investigação e Capturas (Deic) foram designados para investigar o caso.

Palmeira - 2012 As andanças do prefeito James Ribeiro (PSDB) pelas ruas da cidade de 3DOPHLUDGRVĂ&#x2039;QGLRVWrPVLGRFRQVWDQWHV2EUDVHFDOoDPHQWRVHPYiULRVEDLUURVHVWmRVHQGRUHDOL]DGDVHRXWUDVFRQWLQXDPSDUDGDV0DVR interesse do prefeito e equipe ĂŠ na eleição de outubro deste ano. JĂĄ em ULWPRGHFDPSDQKD5LEHLURID]TXHVWmRGHYLVLWDUFDGDREUDTXHHVWi VHQGRIHLWDQRPXQLFtSLR3RSXODUHVGHROKRQDVEHQIHLWRULDVTXHID]HP em ano de campanha eleitoral, notaram que James inicia a reeleição para a Prefeitura de Palmeira dos Ă?ndios.

Liquidação de loja congestiona trânsito no Centro de Maceió

â&#x20AC;&#x153;

Milhares de consumidores ĂĄvidos por descontos de atĂŠ 70% correram Ă s compras Os notebooks sĂŁo para os PHXV Ă&#x20AC;OKRV TXH Ki WHPSRV pedem um presente desom descontos de atĂŠ sesâ&#x20AC;?, conta Ă  reportagem do 70% em cerca de trĂŞs portal Tribuna Hoje. ApĂłs milhĂľes de produtos, a â&#x20AC;&#x153;feiraâ&#x20AC;?, Marcelo garantiu as lojas Magazine Luiza que o movimento dentro da atraĂ­ram milhares de con- loja foi tranquilo e bem orsumidores na manhĂŁ de on- ganizado, apesar do tumulto tem. Os setores de eletrodo- na hora da entrada. mĂŠsticos e eletrĂ´nicos foram â&#x20AC;&#x153;A confusĂŁo maior estĂĄ os mais procurados pelo pĂş- aqui na saĂ­da porque as pesEOLFRTXHPDGUXJRXQDĂ&#x20AC;OD VRDV Ă&#x20AC;FDP FRP PHGR GH VHO corre-corre do pĂşblico rem roubadasâ&#x20AC;?, revela. FRPDVFRPSUDVGLĂ&#x20AC;FXOWRXR Apesar da animação das trânsito de veĂ­culos no Cen- compras de algumas pestro. soas, outros consumidores Para Marcelo da Silva, se sentiram prejudicados. um dos vĂĄrios consumidores â&#x20AC;&#x153;Comprei um fogĂŁo e quanque passaram cerca de 2h na do cheguei em casa descobri Ă&#x20AC;ODDVFRPSUDVGHYHPID]HU que ele estava amassado, a alegria de todo a famĂ­lia. isso ĂŠ um absurdoâ&#x20AC;?, conta â&#x20AC;&#x153;Comprei quatro televisĂľes, LuĂ­s Soares da Silva, que dois notebooks e um fogĂŁo... tentava falar com algum

MILTON RODRIGUES REPĂ&#x201C;RTER

C

gerente na saĂ­da da loja. â&#x20AC;&#x153;Eles nĂŁo querem me atender agoraâ&#x20AC;?, contou revoltado enquanto tentava chamar a atenção de algum lojista. 2WUkQVLWRĂ&#x20AC;FRXFRPSOLFDdo em uma das ruas do Centro. VĂĄrios carros paravam em frente Ă  loja para poder aglomerar as compras, enquanto outras pessoas corriam com vĂĄrias sacolas nas mĂŁos. A Liquidação FantĂĄstica 2012 do Magazine Luiza foi realizada pela primeira vez em 16 estados. A previsĂŁo ĂŠ que milhĂľes de consumidores comparecessem as 728 lojas da rede em todo o PaĂ­s. A maior parte das ofertas foi de produtos negociados diretamente com os fabricantes.

Comprei qutro televisĂľes, dois notebooks e um fogĂŁo... Os notebooks sĂŁo para os PHXVĂ&#x20AC;OKRVTXH hĂĄ tempos pedem um presente dessesâ&#x20AC;? MARCELO DA SILVA CONSUMIDOR MILTON RODRIGUES

Correria e carros estacionados Ă  frente da loja para levar sobretudo eletrodomĂŠsticos provocou engarrafamento nas ruas do Centro na capital

BENEFĂ?CIOS PREVIDENCIĂ RIOS

Acima do mĂ­nimo sem ganhos reais

Ă?ndice de reajuste serĂĄ de 6,08%, com base nos valores do INPC do perĂ­odo O Ă­ndice de reajuste para os benefĂ­cios da PrevidĂŞncia Social acima do salĂĄrio mĂ­QLPR VHUi GH  FRQĂ&#x20AC;Umando a intenção do governo de nĂŁo dar um aumento UHDO DFLPDGDLQĂ DomR  A portaria dos ministĂŠrios da Fazenda e PrevidĂŞncia com os Ă­ndices de reajustes destes benefĂ­cios e a nova tabela de contribuição deve ser publicada no â&#x20AC;&#x153;DiĂĄULR2Ă&#x20AC;FLDOGD8QLmRÂľQDSUyxima semana. O reajuste dos benefĂ­cios ĂŠ baseado no resultado do INPC (Ă?ndice Nacional de Preços ao Consumidor)

do ano, que foi de 6,08%. O nĂşmero foi divulgado nesta sexta-feira pelo IBGE (InstiWXWR%UDVLOHLURGH*HRJUDĂ&#x20AC;D e EstatĂ­stica). O teto da PrevidĂŞncia para 2012 serĂĄ de R$ 3.916,20. JĂĄ o menor valor pago pelo INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) ĂŠ o salĂĄrio mĂ­nimo, que ĂŠ de R$ 622 em 2012. Considerando o valor de R$ 545, vigente em 2011, o mĂ­nimo apresentou variação nominal de 14,13%, o que representa aumento real de 9,2% entre março de 2011 e janeiro de 2012.

Pelo menos 300 mil aposentados que em 2011 recebiam ligeiramente acima do mĂ­nimo, agora passarĂŁo a receber o piso previdenciĂĄrio. Eles terĂŁo o reajuste superior a 6,08% e terĂŁo ganho real garantido atĂŠ 2015. IMPACTO ALTO Cerca de 19,2 milhĂľes de pessoas recebem um salĂĄrio mĂ­nimo, cujo aumento representarĂĄ um impacto de R$ 14,8 bilhĂľes para o INSS neste ano. O reajuste para quem ganha acima do piso previdenciĂĄrio representarĂĄ, por sua vez, um impacto de R$ 7,6 bilhĂľes.

TambÊm foram estabelecidas as novas alíquotas de contribuição do INSS. As alíquotas são de 8% para aqueles que ganham atÊ R$ 1.174,86; de 9% para quem ganha entre R$ 1.174,87 e R$ 1.958,10 e de 11% para os que ganham entre R$ 1.958,11 e R$ 3.916,20. Essas alíquotas --relativas aos salårios pagos em janeiro-- deverão ser recolhidas apenas em fevereiro. Os recolhimentos a serem efetuados em janeiro --relativos aos salårios de dezembro-- ainda seguem a tabela anterior.

AUMENTO

Limoeiro de Anadia

Eletrobras â&#x20AC;&#x201C; Nota

3DVVDJHQVDpUHDVĂ&#x20AC;FDP 53% mais caras em 2011

A Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Limoeiro de Anadia informa que a falta de energia virou rotina na FLGDGH'L]DLQGDTXHGHDFRUGRFRP relatos da população, as interrupçþes no fornecimento de energia ocorrem quase que diariamente e jå causaram LQ~PHURVSUHMXt]RVPDWHULDLVHPUHVLGrQFLDVHHVWDEHOHFLPHQWRVFRPHUciais. O problema tambÊm vem tra]HQGRSUHMXt]RVDRFRPpUFLRORFDO2 proprietårio da única casa lotÊrica da cidade reclama que muitos clientes estão deixando de pagar suas contas em Limoeiro por conta da falta de energia. Ainda assim, as constantes TXHGDVGHHQHUJLDQmRWrPDIHWDGR somente a cidade, como tambÊm, os GLYHUVRVSRYRDGRVHVtWLRVGD]RQD rural. Os órgãos públicos estão sem atividades por conta do fornecimento de energia.

Em resposta à falta de energia em Limoeiro de Anadia, a Eletrobras Distribuição Alagoas enviou uma nota informando que as interrupçþes no fornecimento de energia na cidade são decorrentes de desligamentos programados para a construção de um novo alimentador 13,8kV, que vai abastecer o município e seus SRYRDGRV$QRWDGL]DLQGD que foram instalados reguladores de tensão ao longo do circuito de mÊdia tensão. Com um investimento estimado em 5PLODREUDYDLEHQH¿FLDU a população de Limoeiro com a melhoria do nível de tensão e a diminuição do número GHRFRUUrQFLDVQRVLVWHPD elÊtrico.

O aumento de custo das empresas aĂŠreas e a forte demanda por voos contribuĂ­ram para elevar o preço das passagens em 52,91% em 2011, a maior aceleração entre os itens que compĂľem o IPCA (Ă?ndice de Preços ao Consumidor Amplo), que nesse perĂ­odo foi de 6,50%. A explicação ĂŠ da coordenadora de Ă­ndices de preços do IBGE (Instituto Brasileiro GH *HRJUDĂ&#x20AC;D H (VWDWtVWLFD  Eulina Nunes dos Santos. Entre as elevaçþes nos custos das companhias aĂŠreas em 2011, a especialista

do IBGE destaca o encarecimento entre 35% e 40% do querosene de aviação no ano passado. â&#x20AC;&#x153;As empresas argumentaram que por muito tempo nĂŁo repassaram os aumentos de custos aos conVXPLGRUHVHĂ&#x20AC;]HUDPLVVRHP 2011â&#x20AC;?, diz a especialista. Em 2010 as passagens aĂŠreas subiram 3,17%. Eulina ressalta que a demanda tambĂŠm exerceu forWHLQĂ XrQFLDQRUHDMXVWHGDV passagens aĂŠreas. Eventos sazonais, como Rock in Rio e Cirque du Soleil, motivaram famĂ­lias a viajar de aviĂŁo.


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

ESPORTES 15

à rbitro acusa dirigente da CBF de corrupção Excluído da Fifa, Gutemberg de Paula acusa o presidente da Comissão Nacional de Arbitragem da CBF, SÊrgio Corrêa

O

ĂĄrbitro carioca Gutemberg de Paula Fonseca deu uma polĂŞmica entrevista ontem. O principal alvo do juiz, que soube na quinta-feira ter deixado o quadro de ĂĄrbitros da Fifa, foi o presidente da ComissĂŁo Nacional de Arbitragem (Conaf), SĂŠrgio CorrĂŞa. Ă&#x20AC; RĂĄdio Jovem Pan, Gutemberg insinuou que SĂŠrgio CorrĂŞa pediu favorecimento ao Corinthians. Ele ainda chamou o dirigente de â&#x20AC;&#x153;mariquinha, mentiroso e corruptoâ&#x20AC;?. Segundo Gutemberg de Paula, SĂŠrgio CorrĂŞa vinha exigindo nos Ăşltimos anos que os ĂĄrbitros ligassem para ele assim que eram escalados para seus respectivos jogos. Assim sendo, todos recebiam alguma recomendação sobre o jogo que iriam comandar. â&#x20AC;&#x153;Ele inventou a situação de que quando o ĂĄrbitro recebe a escala, deve ligar para ele e receber recomendaçþes.

Eu tenho provas para que essa sujeirada seja lavada. Eu, por exemplo, fui escalado para um jogo entre Corinthians e GoiĂĄs, em que o Corinthians ganhou por 5 a 1. E antes do jogo, ele disse assim: â&#x20AC;&#x153;Vai lĂĄ, boa sorte. Vai apitar o jogo do TimĂŁo, heinâ&#x20AC;? O que eu posso entender disso? Que se o Corinthians nĂŁo ganha eu podia para o resto da vida nĂŁo ser escalado. Ser punido e ficar fora. Tem muito mais coisa, tudo fundamentado e documentado com provas. A nossa relação começou a se acirrar porque parei de ligarâ&#x20AC;?, disse Gutemberg Ă  Jovem Pan sobre a partida que apitou no Campeonato Brasileiro de 2010. Garantindo ter provas contra SĂŠrgio CorrĂŞa, Gutemberg sugeriu que a perda do escudo da Fifa foi uma represĂĄlia, uma vez que nĂŁo vinha cumprindo as â&#x20AC;&#x153;ordensâ&#x20AC;? do presidente. â&#x20AC;&#x153;Acho que voltamos aos tempos das Capitanias Here-

ditĂĄrias, mas na arbitragem brasileira. Ele ĂŠ mentiroso, mariquinha e corrupto. Corrupção nĂŁo ĂŠ sĂł a ação de seduzir por dinheiro. Mas ela ĂŠ a ação de seduzir por presentes. Escalam um ĂĄrbitro quando atendem aos anseios dele. Ele nĂŁo convence que tenha sido por outro motivo que nĂŁo seja o polĂ­tico, de interesse pessoal dele. Passei em todos os testesâ&#x20AC;?, desabafou o ĂĄrbitro carioca. APITO PENDURADO Mais tarde, em nova entrevista, desta vez Ă  RĂĄdio Tupi, Gutemberg, que tem 38 anos de idade e poderia ser ĂĄrbitro atĂŠ os 45, anunciou que encerrou sua carreira no apito. â&#x20AC;&#x153;Parei com a arbitragem. Cansei dessa sujeirada, nĂŁo vou ficar atuando para ser perseguido. Parei por causa dele (SĂŠrgio CorrĂŞa), da perseguição dele. Imagina os novos ĂĄrbitros, o que eles vĂŁo passarâ&#x20AC;?, concluiu Gutemberg.

O ĂĄrbitro durante a partida entre Botafogo e Flamengo, vĂĄlida pela 27ÂŞ rodada do Brasileiro de 2010

TRANSFERĂ&#x160;NCIA

Flamengo pede ajuda a Love para convencer os empresĂĄrios russos

Vagner Love tenta convencer os russos a fazerem negĂłcio de sua transferĂŞncia para o Flamengo

Um telefonema, um pedido de ajuda. TĂŁo logo soube que o CSKA Moscou havia recusado a proposta feita por Vagner Love, o Flamengo procurou o atacante e seus representantes para tentar encontrar uma solução. O Artilheiro do Amor fez contato com o tradutor do clube russo e ratificou o desejo de jogar pelo Rubro-Negro. Love tenta convencer o presidente Yevgeny Giner a aceitar a oferta do Fla e mudar apenas o parcelamento. O CSKA considerou a proposta â&#x20AC;&#x153;inadequadaâ&#x20AC;?. O Flamengo propĂ´s pagar R$ 14,5 milhĂľes parcelados em cinco longos anos. No entanto, o porta-voz Serguei Asenkov disse que o clube russo pede

 PLOK}HV 5  PLlhþes) para negociar o jogador. Vagner ficou contrariado com a decisão do CSKA. Segundo o empresårio do atacante, Evandro Ferreira, havia a promessa de que o negócio seria facilitado. - O presidente nos tinha dito uma coisa, mas não cumpriu. Ficamos chateados. Prometeram que iam facilitar, mas botaram um preço muito difícil. Não tínhamos conhecimento do formato da proposta do Flamengo. O clube abriu uma negociação para ver o que o CSKA falaria. O encontro entre o vice de finanças Michel Levy e o Artilheiro do Amor, previsto para esta sexta-feira, não

vai ocorrer. O Flamengo jå avisou que não tem condiçþes de aumentar a proposta e aposta tudo no poder de convencimento de Love. Evandro Ferreira diz que as partes vão buscar uma alternativa. - Não Ê fåcil, mas vamos atrås de alguÊm que ajude. Vamos conversar com o Flamengo, tentar algum parceiro, algum investidor para tentar resolver a situação. De fÊrias no Rio, o atacante tem de chegar a Moscou na próxima terça-feira. O empresårio dele, no entanto, diz que a permanência pode ser prolongada. - Ele não vai se apresentar enquanto não resolver isso. Estamos na expectativa de que a situação mude.

QUASE LĂ

Carlos Alberto faz exames, mas Palmeiras ainda nĂŁo o anuncia O meia Carlos Alberto fez exames mĂŠdicos ontem, na Academia de Futebol do Palmeiras, e estĂĄ mais prĂłximo de ser anunciado como reforço do clube. Em reuniĂŁo com o vice-presidente Roberto Frizzo e o gerente de futebol CĂŠsar Sampaio, o jogador de 27 anos, vai definir os Ăşltimos detalhes antes de assinar contrato de um ano com a equipe paulista. O Vasco vai ceder Carlos Alberto por emprĂŠstimo e tambĂŠm apara algumas arestas para sacramentar a liberação â&#x20AC;&#x201C; como definir a porcentagem do salĂĄrio que cada clube vai pagar durante o perĂ­odo. O

contrato deve ser de produtividade: se o jogador nĂŁo render bem ou tiver problemas disciplinares, poderĂĄ ser dispensado sem o pagamento de multa rescisĂłria. A diretoria mantĂŠm a cautela sobre o acerto. Depois de dizer que o anĂşncio poderia ser feito ainda nesta sexta-feira, Frizzo afirmou que ainda hĂĄ questĂľes a serem resolvidas. Em rĂĄpido contato com a reportagem, o dirigente foi lacĂ´nico. â&#x20AC;&#x153;Quando tiver algo concreto eu vou Ă  sala de imprensa e anuncioâ&#x20AC;?, disse. O responsĂĄvel por indicar

Carlos Alberto do Verdão foi o pastor Gilson Mastrorosa, desligado recentemente da Igreja Bola de Neve, que sugeriu o nome durante uma conversa com o diretor das categorias de base do Verdão, Jair Jussio A partir daí, a diretoria alviverde entrou em contato com o empresårio Carlos Leite e na mesma noite o jogador teve uma reunião com Frizzo na Academia de Futebol. O tÊcnico Luiz Felipe Scolari foi o último a saber da contratação, que não constava na lista de 12 nomes preparada pelo comandante antes das fÊrias de fim de ano.

FICA OU VAI?

IFFHS

Perder o atacante Borges ĂŠ algo que nĂŁo passa pela cabeça dos dirigentes do Santos. Apesar de o jogador ter sido sondado por clubes estrangeiros, como o Fenerbahçe, GD7XUTXLDDGLUHWRULDDÂżUPDTXH o artilheiro do Ăşltimo Campeonato Brasileiro nĂŁo sairĂĄ da Vila Belmiro. Ele estĂĄ com 31 anos. â&#x20AC;&#x201C; NĂŁo reFHEHPRVQHQKXPDSURSRVWDRÂżFLDO por ele, e mesmo que pinte algo, o Borges ĂŠ titular absoluto da equipe e estĂĄ nos nossos planos para toda a temporada. E eu sei que ĂŠ o desejo GRMRJDGRUÂżFDUQR6DQWRVÂąGL]R vice-presidente OdĂ­lio Rodrigues.

Pep Guardiola foi eleito o melhor treinador de clubes de 2001. Em enquete promovida pela Federação Internacional de HistĂłria e EstatĂ­stica do Futebol (IFFHS), o tĂŠcnico do Barcelona levou 201 pontos, 89 a mais que JosĂŠ Mourinho. Ă&#x161;nico brasileiro da lista, Muricy Ramalho, do Santos, ÂżFRXHPVH[WRFRPSRQWRV(VSHFLDOLVWDVGHSDtVHVÂż]HUDPVXDV escolhas. Em relação a 2010, quando ÂżFRXHPVHJXQGR*XDUGLRODÂłGHX o trocoâ&#x20AC;? em Mourinho, vencedor da eleição passada. Vencedor tambĂŠm em 2009, o comandante da equipe catalĂŁ recebe pela segunda vez a honraria de melhor do mundo (na categoria tĂŠcnico de clube).

Peixe quer manter Borges no grupo

Vasco OLEHUDMRJDGRUTXHVySUHFLVDFKHJDUDXPDGHÂżQLomRVDODULDOSDUDVHUFRQWUDWDGR

Guardiola eleito melhor tĂŠcnico de clube

SEM CLUBE

Rivaldo volta à presidência do Mogi Sem clube desde que deixou o São Paulo em dezembro, o meia-atacante Rivaldo voltou à função de cartola. Ele assumiu novamente a presidência do Mogi Mirim, que se prepara para disputar o Campeonato Paulista. Rivaldo havia se licenciado do cargo no início de fevereiro de 2011 pouco depois de ser contratado pelo São Paulo a pedido do goleiro RogÊrio Ceni. Com isso, o vice-presidente da equipe do interior, Wilson Bonetti, assumiu o cargo interinamente.


16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIÓ - SÁBADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

Esportes

Morre o ponteiro Ricardo, ex-CSA, que protagonizou duelo com Ademir Carcará Morreu ontem o ex-ponteiro-esquerdo do CSA, Ricardo, ídolo da torcida azulina na década de 1970. Dono de uma agilidade poucas vezes vista no futebol alagoano, Ricardo tinha como caraterística a velocidade e os dribles desconcertantes sobre os zagueiros adversários, principalmente aquele da posição de lateral-direito. Por isso, a cada clássico entre CSA x CRB, naquela época, o que mais os torcedores esperavam era o duelo entre o ponteiro azulino e o lateral Ademir Carcará, do CRB, atleta de estilo rústico, principalmente no corpo a corpo. Ricardo teve um mal súbito em uma loja de conveniência de um posto de combustível na P-onta Verde.

CSA faz amistoso contra River Plate Empolgado por ter vencido o Porto-PE, azulinos testam mais uma vez o time para enfrentar o CRB no próximo sábado

T

odo cheio de empolgação por ter goleado o Porto de Caruaru por 3 x 0 no primeiro amistoso na pré-temporada para a disputa do Campeonato Alagoano, o time do CSA volta a campo na tarde deste sábado para enfrentar, de forma amistosa, o time do River Plate, atual campeão sergipano. O jogo será no Estádio Rei Pelé, mas o técnico Celso Teixeira processará algumas alterações na equipe em relação àquela que vencedu o Porto e que teve como atrações os jogadores Souza, Cleiton Xavier e Adriano Gabiru, que atuaram de modo festivo. A formação para hoje é conse-

quência dos últimos treinos e da chegada dos últimos reforços, como o lateral Camilo e o meia Leis. Assim, o time do CSA para o jogo desta tarde poderá ser com: Flávio; Maico Gaúcho, Leandro, Duda, Aderaldo e Bruno; Lima, Leís e Washington; Paulinho Marília e Edson Di. O jogo está marcado para as 16h (local). Além deste amistoso, o Azulão fará mais um outro e último, antes de estrear no Alagoano, que será na segunda-feira à noite, em Caruaru-PE, contra o Central. A exemplo da partida anterior, o CSA promoverá

DIVULGAÇÃO

mais um sorteio de motocicleta, sendo desta vez uma Shineray 50cc + 3 camisas oficiais. Quem adquirir o ingresso terá direito à concorrer. Os locais de venda são: Tchuk Jhones (Shoppings Farol, Pátio e Maceió/Centro), Point Radical (Centro e Shopping Pátio), Base Azul, Super Bits, Restaurante Pimenta de Cheiro, Restaurante Chique e no Mutange, ao preço de R$ 20 arquibancadas e R$ 40 cadeiras. O CSA estréia no Campeonato Alagoano no próximo sábado contra o CRB, no Estádio Rei Pelé, jogo que está gerando polêmica entre os dirigentes das duas equipes.

COMO VISITANTE

Jorge VI assina documento sobre espaço da torcida no clássico O presidente do CSA, Jorge VI, assinou dentro do prazo dado pelo mandatário do CRB, Marcos Barbosa, que era até as 14h de ontem o documento elaborado pela diretoria alvirrubra referente à divisão do Estádio Rei Pelé para os clássicos que estão marcados pelo Campeonato Alagoano 2012. Ficou decidido que, nos clássicos, o clube mandante terá 65% da capacidade do estádio destinada para a sua torcida. Enquanto a tor-

cida do time visitante ficará com 35%. Na minuta, Jorge VI colocou uma observação condicionando a aprovação do Ministério Público em relação à quantidade de ingressos pela área. O presidente do CRB esclareceu que o MP só poderia intervir nesse caso de divisão do estádio caso a quantidade de ingressos que está sendo disponibilizada à torcida adversária seja inferior ao que determina o Estatuto

do Torcedor, o que não está acontecendo. “O Estatuto do Torcedor determina que o clube mandante disponibilize 10% da capacidade do estádio para a torcida do clube visitante. Nesse caso, estamos aumentando de 10% para 35% a quantidade de ingressos destinada ao adversário. Por esse motivo, não existe a necessidade de autorização nem aprovação do Ministério Público nessa decisão”, disse o presidente Marcos Barbosa. DIVULGAÇÃO

Lateral Camilo e o volante Leis podem fazer estréia no CSA no amistoso de hoje contra o River Plate

COPA SÃO PAULO

Sub-18 do CRB faz segundo jogo hoje contra o Desportivo Brasil

Time do CRB que disputa a Copa São Paulo de Futebol Júnior e que hoje joga contra o Desportivo Brasil

Após a estreia com derrota na 43º Taça São Paulo de Futebol Júnior, o elenco do sub-18 do Clube de Regatas Brasil (CRB) fez um trabalho tático de posicionamento visando a segunda partida do Grupo R da Copinha, que vai acontecer hoje, contra o time do Desportivo Brasil (SP), no Estádio Ernesto Rocco, às 16h00. O Galo precisa da vitória para seguir com chances de classificação para a segunda fase do torneio e vai ter um desfalque para a partida contra o time paulista, o lateral esquerdo Waldeir, que se contundiu na primeira rodada e não vai para o jogo. O técnico do sub-18 do CRB, José Ivanildo, de-

finiu o time que vai entrar em campo contra o Desportivo Brasil (SP). O Galo vai entrar em campo com a seguinte formação: João Paulo; Alisson; Álvaro, Paulo e Alefe; Guefinho, Everton Ageu, Flavinho e Thiago, Adilan e Diogo. Para o banco de reservas foram relacionados os seguintes jogadores: Gabriel, Negueba, Marcos Yuri; Kleber e Luiz Gustavo. “Anteontem nós fizemos um trabalho de movimentação e de finalização para tentar corrigir alguns erros que o time apresentou na partida de estreia. Ontem nós fizemos um trabalho de posicionamento, uma vez que o time do Desportivo Brasil que tem como ponto

forte as bolas aéreas. Nós assistimos ao jogo do nosso adversário contra o Criciúma e constatamos isso. Então, sabendo disso, nós vamos procurar trabalhar a bola com muita velocidade e ter mais precisão nas finalizações para tentar surpreendê-los”, revelou o técnico Ivanildo para o site oficial do CRB. Ronald Braga afirmou como está sendo o processo de recuperação dos atletas do sub-18 do Galo. “Como o espaço de um jogo para o outro é curto estamos utilizado a Crioterapia como forma de acelerar a recuperação dos atletas. Nós fomos elogiados pelo técnico do Desportivo Brasil na nossa partida de estreia.


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012 DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

1

Hugh Jackman viverĂĄ o ilusionista Houdini na Broadway

Kanye West fala sobre projeto relacionado ao Brasil

O ator Hugh Jackman, que tem batido recordes na Broadway com seu espetĂĄculo-solo, encarnarĂĄ o ilusionista Harry Houdini num musical, disseram produtores na quarta-feira. Jackman, 43, começou a carreira nos SDOFRVDQWHVGHDVVXPLUSDSpLVHPÂżOPHVKROO\ZRRGLDQRVFRPRRVGDVpULH â&#x20AC;&#x153;X-Menâ&#x20AC;?. â&#x20AC;&#x153;Houdiniâ&#x20AC;?, escrito pelo premiado roteirista Aaron Sorkin, dirigido SRU-DFN2Âś%ULHQHFRPWULOKDFRPSRVWDSRU6WHSKHQ6FKZDUW]GHYHHVWUHDUQRFLUFXLWRWHDWUDOQRYDLRUTXLQRQDWHPSRUDGDGH

$SyVRVXFHVVRGH³:DWFKWKHWKURQH´VHXSURMHWRFRPRUDSSHU -D\=.DQ\H:HVWTXHUDOoDUYRRVDLQGDPDLRUHV'XUDQWHD PDGUXJDGDRFRQWURYHUVRP~VLFRXVRXVHXSHU¿OQR7ZLWWHUSDUD H[SOLFDUVHXVSODQRVSDUDRIXWXUR)RUDPWUrVKRUDVHPDLVGH WZHHWVSDUDDSUHVHQWDUD'RQGDQRYRHPSUHHQGLPHQWRTXHOHYD RQRPHGHVXDIDOHFLGDPmHYLVDQGRPHVFODUGHVLJQHGXFDomR HDVPDLVYDULDGDViUHDVGRFRQKHFLPHQWR

JOĂ&#x192;O DIONISIO SOARES

DESTINO DO VERĂ&#x192;O

&RPDFRPELQDomRGHERDP~VLFDH[FHOHQWHFRPLGDHDVWUDODOHJUH20LON%HDFK 3XEQD3UDLDGH*DUoD7RUWDSURPHWHVHURGHVWLQRPRGHUQRGRYHUmRDODJRDQR JOĂ&#x192;O DIONISIO SOARES

A

(',725'(' $

combinação de praia, boa comida, gente bonita, cerveja sempre gelada e drinques deliciosos que fazem vocĂŞ rir Ă  toa e esquecer a vida tem uma sĂł direção: a Praia de Garça Torta. Ă&#x2030; lĂĄ que acabou de ser inaugurado o Milk Beach Pub. E anotem esse nome, por que jĂĄ ĂŠ o lugar do verĂŁo em MaceiĂł. Comandado pela dupla de sĂłcias formadas pela Alagoana Daphne Esperon e a gaĂşcha LetĂ­cia Salomoni o lugar tem boa energia, decoração divertida e preços justos. O bar ĂŠ todo divertido, instalado em um grande terreno Ă  beira-mar em Garça Torta. Cheio de pufs, redes coloridas, pĂ´sters e louges o local ĂŠ

convidativo e chama para um bom papo daqueles GHĂ&#x20AC;QDOGHXPDWDUGHGH verĂŁo. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; isso que desejamos ao montar o Milk, um lugar onde as pessoas venham e sintam-se no jardim de casa. Pensamos em cada detalhe e hoje ele estĂĄ a cara do verĂŁo; quando chegar o inverno planejamos mudança; se HOHĂ&#x20AC;FDUDFDUDGRLQYHUno e mesma essĂŞncia do jardim de casaâ&#x20AC;?, Brinca 'DSKQHTXHĂ&#x20AC;FDUHVSRQsĂĄvel pela administração e entendimento e deixa a cozinha sobre o comando da sĂłcia LetĂ­cia. E jĂĄ que se fala de cozinha comece pelos drinques. Daphne - que morou em Londres aprendeu a fazer coisas deliciosas. Comece pelos mojitos, tradicionalmente cubana e que ĂŠ a mistura de Rum, gelo açúcar,

limĂŁo, hortelĂŁ, ĂĄgua com gĂĄs e um xarope de açúcar desenvolvido no Milk. A bebida ĂŠ leve, saborosa e refrescante e cai bem nas tardes quentes que tem feito na cidade. O problema ĂŠ que se exagerar... se preferir algo mais leve peça um drinque de espumante com pĂŞssego. HĂĄ tambĂŠm os sucos, todos da fruta e milk shake! Para acompanhar comece pelos platters, comidinhas boas para dividir com a companhia da tarde. Para os que preferem comida mais leve vĂĄ de mediterrânea, uns espetinhos de muzzarella de bĂşfala, salame italiano, tomatinhos cereja e cubos de provolone. 3UHIHULDVLVFDVGHĂ&#x20AC;Op acompanhado de molho feito Ă  base de queijo gorgonzola â&#x20AC;&#x201C; que por in-

crĂ­vel que possa parecer tem sabor leve. Se preferir frutos do mar, tem o tempurĂĄ de camarĂŁo. Massinha feita de cerveja, que envolve camarĂľes temperados levemente, Opte pelo Swite Chille, um molhinho de gelĂŠia com pimenta calabresa â&#x20AC;&#x201C; mesmo os que preferem molhos menos ardidos nĂŁo vĂŁo se arrepender. Ainda tem os pastĂŠis, de palmito com queijo, de Ă&#x20AC;OpGHVLULGHFKDUTXH Para esse prato ou os bolinhos de mesmos recheios aconselho o molho pesto, feito por LetĂ­cia. O molho ĂŠ refrescante e harmoniza bem com a fritura. Consegui descobrir umas castanhas moĂ­das no molho, que tem uma certa crocância. Mas ela prefere nĂŁo revelar o segredo. E diz â&#x20AC;&#x153;os molhos vou experimentando,

vou aprendendo fazer. A Praia da Garça ĂŠ inspiradora para issoâ&#x20AC;?, diz a gaĂşcha que apaixonou-se por Alagoas Ă  primeira vista e tem sempre um sorriso tĂ­mido para nos receber. Se tiver com um pouco mais de fome peça as batatas recheadas ou de frango: sĂŁo gostosas e bem encorpadas. E nĂŁo se espantem, elas fazem a batata Ă  moda inglesa e deixam a casca. HĂĄ uma outra ideia que vem fazendo sucesso entre quem prefere comida mais substanciosa; a dupla sempre tem uma prato do dia surpresa, que nĂŁo estĂĄ no cardĂĄpio mas vocĂŞ pode perguntar. E, pelo que conheci de lĂĄ, GLĂ&#x20AC;FLOPHQWHYRFrQmRLUi gostar. Ah... quando for por lĂĄ prepare-se para ir Ă&#x20AC;FDQGRĂ&#x20AC;FDQGR


2

TribunaIndependente

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE 0$&(,Ă?6Ă&#x2C6;%$'2'(-$1(,52'(

Troca-troca 'HDGHMDQHLURR6HVFUHDOL]DD;;,,)HLUDGH7URFDGH/LYURV$DomRDFRQWHFHUiQDXQLGDGH6HVF3RoRGDVKjVKHSDUDSDUWLFLSDUQmR VHUiQHFHVViULRXPFDGDVWURSUpYLR&DGDSDUWLFLSDQWHSDJDUiXPDWD[DGHGRLVUHDLVUHIHUHQWHjSHUPLVVmRSDUDH[SRVLomRGRVOLYURV9DOHUHVVDOWDU TXHQmRVHUiSHUPLWLGDDFRPHUFLDOL]DomRGHOLYURVGR0(&HGRSURIHVVRU$)HLUDGH7URFDGH/LYURVWDPEpPDFRQWHFHVLPXOWDQHDPHQWHQDXQLGDGH 6HVF$UDSLUDFDQRSHUtRGRGHDGHMDQHLURGDVKjVK0DLVLQIRUPDo}HVSHORVWHOHIRQHV 3RoR H $UDSLUDFD 

Amanhã O projeto Som no Quintal, no bar de mesmo nome, na Praia de Garça Torta, tem como atração de amanhã Osman (voz e violão) e a Banda do Dia, formada por Carlos Bala (bateria), Roger Bezerra (teclado) e Fabinho Oliveira (baixo e vocal). Participaçþes especiais de Andrea Moraes (voz), Jimmy Andreff (voz), Misso Ferreira (teclado), Geraldo Benson (guitarra), entre outos artistas. Todo mundo estå convidado. O Quintal 5HVWDXUDQWH0~VLFDH%DU¿FDQD3UDoD6mR3HGURQD Praia de Garça Torta (próximo ao Restaurante Lua Cheia). &RXYHUW5,QIRUPDo}HV

Vermelho e Preto 1RGLDGHMDQHLURGHRFRUUHUiDSUpYLDFDUQDYDOHVFD Vermelho e Preto. O evento estĂĄ marcado para acontecer no JaraguĂĄ TĂŞnis Clube e o tema serĂĄ â&#x20AC;&#x2DC;No Escurinho do Cinemaâ&#x20AC;&#x2122;. $DQLPDomRÂżFDUiSRUFRQWDGDVEDQGDV3DWXVFRGH5HFLIH e Orquestra de Frevo de Zuza e Thais de Olinda. As mesas HVWmRVHQGRYHQGLGDVSRUVDOmRFOLPDWL]DGR5H5 VyFLRV -iQD4XDGUDFREHUWD5H5 VyFLRV  O Buffet All Inclusive com uĂ­sque, cerveja, refrigerantes e tira-gosto. Durante a festa haverĂĄ concurso de fantasias com premiação. Pontos de Venda: Secretaria do JaraguĂĄ Tenis &OXEH0DLVLQIRUPDo}HV5HVHUYDVGHPHVD 9925.3922.

E lá vem o Tihany O fabuloso circo Tihany (foto), anuncia sua volta para Maceió para mais uma temporada de Verão. Todas as atrações (trapeziatas, mágicos, malabaristas e palhaços), voltam a ocupar o picadeiro, que será montado no Farol. Para isso os ingressos já estão sendo YHQGLGRV0DLVLQIRUPDo}HVHQR estande Sue Chamusca, no Shopping Maceió.

Rock da Plataforma 6 no Anexo A banda alagoana Plataforma 6 pDDWUDomRGHKRMHGR$QH[R0XVLF%DUQD6HUUDULDDSDUWLUGDVK&RPXPUHSHUWyULRUHFKHDGRGHVXFHVVRVQDFLRQDLVH internacionais, o grupo vai mostrar de tudo um pouco. Hits das bandas TitĂŁs, LegiĂŁo 8UEDQD3DUDODPDVGR6XFHVVR%DUmR9HUPHOKR5DSSDDOpPGRVJUDQGHV LQWHUQDFLRQDLV8%RQ-RYL&UHHGHQFH&OHDUZDWHU5HYLYDO'RRELH%URWKHUV3LQN )OR\GHRXWURV&RXYHUW5

Exposição Estão em cartaz, na Galeria Sesc-Centro, obras criadas pelos arte-educandos. (VVHpXPSURMHWRLGHDOL]DGRSHOR6HVF$ODJRDVSRUPHLRGD&RRUGHQDomRGH &XOWXUDO &DUF HTXHPDVVLQDDFXUDGRULDGDH[SRVLomRp$OLFH%DUURVH-DPLOOD 3DVDQ,QLFLDGRHPR3URMHWR$WHOLr6HVF$EHUWRj&RPXQLGDGHIRLGHVHQvolvido com foco nos adolescente e jovens em situação de vulnerabilidade, com o objetivo de proporcionar a eles novos horizontes por meio da arte. A exposição ¿FDUiDEHUWDSDUDYLVLWDomRS~EOLFDHYDLDWpGHMDQHLURGH$VYLVLWDo}HV RFRUUHPVHJXQGDTXDUWDHVH[WDIHLUDGHKjVKHQRPrVGHMDQHLURGH WHUoDDVH[WDIHLUDGHKjVKQDJDOHULD6HVF&HQWUR$HQWUDGDpJUDWXLWD

Reggae O reggae vai invadir o histórico bairro de Jaraguå. A partir das 22h, no dia 25 GHMDQHLURDFRQWHFHRVKRZ de gravação do primeiro DVD do DJ Rey Roots. A noite ainda conta com a sonoridade dos DJs Thuppa, Nene Roots, Mousa Pedra, Djavan Roots e muito mais. No espaço Reggae Night (Praça Dois Leþes, em Jaraguå). Mais informaçþes: 

FALE CONOSCO$$JHQGDpXPVHUYLoRJUDWXLWRGHRULHQWDomRDROHLWRU2VLQWHUHVVDGRVHPGLYXOJDUHYHQWRVVKRZVHH[SRVLo}HVSRGHPHQYLDUPDWHULDODWUDYpVGRHQGHUHoRWLDJHQGD#KRWPDLOFRP

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

Rodrigo não gosta de saber que Ana e Lúcio estão namorando. Lúcio aconselha Celina a contar para o homem com quem se relacionou TXHHOHVHUiSDL0DUFRVSHUGHXPFOLHQWHH¿FD frustrado. Rodrigo e Nanda falam para Lorena que precisam marcar outro encontro com Tiago. Júlia questiona Ana sobre seu nascimento. Ana conversa com Rodrigo. Rodrigo vai abraçå-la, TXDQGR/~FLRFKHJD/~FLR¿FDVXUSUHVR

GLOBO 19h AQUELE BEIJO

Lucena se incomoda com a presença de Claudia no Sonho Dâ&#x20AC;&#x2122;Aveiro. Deusa pensa em cobrar explicaçþes de Olga sobre as cartas de Diva que nunca foram entregues para Sarita e Marisol. /XFHQDHVFRQGHVXDXOWUDVVRQRJUDÂżDGH9LFHQWH0DUXVFKNDSHGHSDUD5XELQKRÂżQJLUTXH estĂĄ interessado em Grace Kelly. Rubinho exige que Claudia lhe diga onde estava. Raimunda ouve Toinha dizer que a verdadeira Damiana estĂĄ morta.

GLOBO 21h FINA ESTAMPA

Tereza Cristina expulsa Pereirinha de seu quarto. RenĂŞ Junior volta a si e Griselda reconhece Pereirinha depois de ouvir a descrição feita pelo adolescente. Vanessa se preocupa com a possibilidade de Esther voltar a trabalhar na â&#x20AC;&#x153;Fio Cariocaâ&#x20AC;?. Tereza Cristina denuncia o restaurante de RenĂŞ Ă  vigilância sanitĂĄria. Juan Guilherme explica para LetĂ­cia o motivo da volta de Chiara e eles decidem adiar o casamento. Fiscais da vigilância sanitĂĄria chegam ao restaurante de RenĂŞ.

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

Não hå exibição aos såbados


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - SĂ&#x20AC;BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012 GLOBO/DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ&#x20AC;DYLRULFFR

Record precisa dar Ă  OlimpĂ­ada o prestĂ­gio que ela merece

P

O ex-goleiro do Palmeiras, Marcos, que anunciou aposentadoria durante a semana, poderĂĄ integrar um outro time, o de comentaristas esportivos. Ele estĂĄ nos planos da direção da Bandeirantes e, se tudo der certo, iniciarĂĄ na nova função ainda neste primeiro semestre. Segundo um executivo do canal, o desejo de contar com Marcos nas VXDVÂżOHLUDVWHYHLQtFLRHPGH]HPEUR TXDQGRVHLQWHQVLÂżFDUDPDVQRWtFLDV sobre sua saĂ­da dos gramados. Uma reuniĂŁo deverĂĄ acontecer daqui a dois meses, depois que o Ă­dolo palmeirense voltar das fĂŠrias. HĂĄ vĂĄrios eventos Ă  sua espera na Band, alĂŠm de uma participação no programa â&#x20AC;&#x153;Jogo Abertoâ&#x20AC;?, de Renata Fan. Mas tudo vai depender da negociação e atĂŠ mesmo de seus prĂłximos passos dentro do clube.

articularmente para a Record este 2012 serĂĄ um ano muito importante, porque serĂĄ dela â&#x20AC;&#x201C; na TV aberta â&#x20AC;&#x201C; a exclusividade na transmissĂŁo dos Jogos OlĂ­mpicos na metade do ano. Do ponto de vista da audiĂŞncia, como sabemos, o sucesso do seu trabalho tambĂŠm irĂĄ depender quase que diretamente do prĂłprio desempenho dos atletas brasileiros que lĂĄ estarĂŁo competindo. Ă&#x2030; um tĂ­tulo, por exemplo, que o nosso futebol nunca alcançou. Este, indiscutivelmente, jĂĄ se apresenta como um dos seus maiores atrativos. Mas caberĂĄ a Record, atravĂŠs de todas as açþes necessĂĄrias para a cobertura de um evento deste porte, dar a ele o prestĂ­gio merecido e nĂŁo repetir as falhas cometidas no Lista negra Ăşltimo Pan-Americano. O sucesso deste trabalho estarĂĄ na dependA jornalista Rita Lisauskas, demitida da Rede TV! por reclamar salĂĄrios ĂŞncia de um conjunto de providĂŞncias, que atrasados, foi incluĂ­da na lista negra desde jĂĄ devem ser colocadas em prĂĄtica, e da emissora, da qual jĂĄ fazem parte isto inclui reforçar convenientemente a sua Wanessa Camargo, ZezĂŠ e Luciano, equipe de esportes, que tanto deixou a desejar Luana Piovani, Preta Gil, Carolina Dieckmann, Dado Dolabella, Latino, em Guadalajara.

Bate-rebate

Luiza Mell, RogĂŠrio Gallo... Eles nĂŁo podem ser convidados nem aparecer â&#x20AC;&#x201C; sequer acidentalmente - em programas da casa.

SĂł aqui Sobre a minissĂŠrie â&#x20AC;&#x153;Noronhaâ&#x20AC;?, escrita por AndrĂŠa Dallevo, jĂĄ existem planos para a construção de uma pequena FLGDGHFHQRJUiÂżFDQRVHVW~GLRVGD emissora, em Osasco. Mas ainda nĂŁo se tem certeza sobre a realização de externas em Fernando de Noronha.

Tudo certo

Vem por aĂ­

â&#x20AC;&#x153;Que Rei Sou Eu?â&#x20AC;?, do Cassiano Gabus Mendes, serĂĄ exibida no canal Viva, a partir de maio. Novela produzida em 1989, contou com as participaçþes de Edson Celulari, Tereza Rachel, Antonio Abujamra, Tato Gabus Mendes, Jorge DĂłria e NatĂĄlia do Vale, entre outros.

No SBT hĂĄ o desejo de uma nova temporada do programa â&#x20AC;&#x153;Um MilhĂŁo na Mesaâ&#x20AC;?, se possĂ­vel, a partir de março ou abril. As questĂľes comerciais indispensĂĄveis, desde novembro passado, começaram a ser tratadas.

Aposta importante Em â&#x20AC;&#x153;Avenida Brasilâ&#x20AC;? que vem aĂ­, o autor JoĂŁo Emanuel Carneiro, segundo VHLQIRUPDHVWiSRVWDQGRWRGDVDVVXDVÂżFKDVHP$GULDQD(VWHYHVFRPR vilĂŁ da novela. Uma personagem que em alguns momentos atĂŠ vai fazer muita gente se lembrar da Flora, vivida por PatrĂ­cia Pillar em â&#x20AC;&#x153;A Favoritaâ&#x20AC;?, do mesmo autor.

Gente jovem Desde os seus primeiros trabalhos, os responsåveis pela organização e montagem da Fox Sports no Brasil têm se preocupado em buscar apenas jovens valores no mercado para a formação da sua equipe. Dos nomes consagrados, apenas Eder Luiz chegou a ser convidado, mas a negociação não progrediu.

HORĂ&#x201C;SCOPO Ă RIES - (21/3 a 19/4) â&#x20AC;&#x201C; Melhorou! CenĂĄrio astral facilita contatos, diĂĄlogos mais honestos, e dinamiza empreendimentos com os mais prĂłximos tambĂŠm. Viajar pode ser uma delicia! VocĂŞ vai descobrir maneiras novas de tocar a vida adiante. NĂşmeros da Sorte: 1, 3, 18, 19, 22, 29 TOURO â&#x20AC;&#x201C; (20/4 a 20/5) â&#x20AC;&#x201C; Com um sexto sentido preciso para garantir a melhor negociação, vocĂŞ pode angariar apoios inesperados graças a abordagens arrojadas. Hoje vale mais ser experimentalista do que conservador. No amor, surpreenda e veja os resultados. NĂşmeros da Sorte: 8, 11, 36, 45, 47, 49 GĂ&#x160;MEOS â&#x20AC;&#x201C; (21/5 a 21/6) â&#x20AC;&#x201C; Astral Ăłtimo pra vocĂŞ cuidar da saĂşde, beleza e interesses pessoais; a Lua entra em seu signo e arma Ăłtimo aspecto com Urano. SĂŁo as conexĂľes sociais que trazem boas noticias! VĂŞnus em AquĂĄrio atrai vocĂŞ para viagens e descobertas. NĂşmeros da Sorte: 5, 15, 29, 33, 34, 40 CĂ&#x201A;NCER â&#x20AC;&#x201C; (22/6 a 22/7) â&#x20AC;&#x201C; Dia Ăłtimo pra descansar a cabeça, o corpo e as emoçþes. Limite a programação ao mĂ­nimo necessĂĄrio no trabalho. AplicarĂĄ melhor o tempo restante em arte, leitura, meditação, caminhadas. Marte acirra sua curiosidade sobre o ambiente. NĂşmeros da Sorte: 7, 22, 36, 45, 48, 49 LEĂ&#x192;O â&#x20AC;&#x201C; (23/7 a 22/8) â&#x20AC;&#x201C; Dia mĂĄgico para o amor, as amizades e os encontros que marcam. Tudo isso de presente pra vocĂŞ curtir este começo de ano como merece. De manhĂŁ evite expor sua vida intima em publico para nĂŁo atrair chateaçþes. Amor em alta de tarde. NĂşmeros da Sorte: 7, 25, 35, 46, 58, 59 VIRGEM â&#x20AC;&#x201C; (23/8 a 22/9) â&#x20AC;&#x201C; Boas novidades no campo privado, trazidas por alguĂŠm bem prĂłximo a vocĂŞ. HĂĄ que reciclar a mente sobre assuntos que tĂŞm a ver com contas a pagar. Solução inesperada e posiWLYD0DVYRFrWHPGHÂżFDUDEHUWRD contribuiçþes alheias. NĂşmeros da Sorte: 2, 14, 22, 29, 37, 47

Ainda as voltas com a Zambeze de â&#x20AC;&#x153;Fina Estampaâ&#x20AC;?, Totia Meireles jĂĄ tem acertado o seu retorno ao teatro neste começo de 2012. Convidada por Tadeu Aguiar, ela vai protagonizar o musical â&#x20AC;&#x153;Next to Normalâ&#x20AC;?, com estreia no Rio

MĂ´nica Iozzi teve em 2011 um ano bem interessante no â&#x20AC;&#x153;CQCâ&#x20AC;?. De amadurecimento. A participação no programa observou um crescimento importante com o decorrer do tempo. Graças ao seu trabalho, de acordo com a prĂłpria produção, ela virou uma participante imprescindĂ­vel.

Na mira

No â&#x20AC;&#x153;Le Velmondâ&#x20AC;?, de â&#x20AC;&#x153;Fina Estampaâ&#x20AC;?, o serviço ĂŠ muito cuidadoso. Na cozinha, todos os funcionĂĄrios sempre aparecem com toucas na cabeça, luvas e outros necessĂĄrios apetrechos para o bem da higiene. Menos o dono, Dalton Vigh. Ă&#x2030; o Ăşnico que nunca usa nada disso.

3

Fica lĂĄ

TV TUDO

Esterelizado

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

¡ A novela estĂĄ no ar hĂĄ algum tempo, mas ĂŠ sempre bom ver a vinheta de abertura de â&#x20AC;&#x153;A Vida da Genteâ&#x20AC;?, da Globo. Muito bem feita. ¡ Entre outras providĂŞncias para HVWHDQRRSURJUDPDGD;X[DÂżFDUi mais musical. ¡ AlĂŠm do reality show dos ex-casais, o SBT tem mais um, comprado fora e sobre o qual ainda se faz segredo, para produzir ainda neste primeiro semestre. ¡ Apesar dos desmentidos, existem boas chances da atriz e tambĂŠm autora Suzana Pires colaborar com Walther NegrĂŁo em sua prĂłxima novela. ¡ Bandeirantes tambĂŠm poderĂĄ abrir novos espaços em sua grade para a programação infantil. ¡ Ă&#x2030; um mercado que nem sempre recebeu da emissora o devido respeito e consideração. ¡ Fernanda Vasconcellos ganhou pontos importantes, especialmente dentro da Globo, com a sua atuação em â&#x20AC;&#x153;A Vida da Genteâ&#x20AC;?. ¡ â&#x20AC;&#x153;Gabrielaâ&#x20AC;?, da Globo, terĂĄ uma base de trabalhos em IlhĂŠus. Ă&#x201A;2ÂżOPHÂł$9R]GR3DXGD%DQGHLraâ&#x20AC;?, dirigido pelo casal Juliana AraĂşjo e AndrĂŠ Miranda, conquistou prĂŞmios importantes nos Ăşltimos tempos, como o Cine Fest no Rio e o BISFF de Nova York. ¡ Juliana, aliĂĄs, gravou um episĂłdio de â&#x20AC;&#x153;As Brasileriasâ&#x20AC;?, estreia da Globo em fevereiro, contracenando com Ivete Sangalo.

&¡HVWĂ&#x20AC;QL Na Record, o combinado ĂŠ o seguinte: por enquanto, nĂŁo realizar grandes mudanças na programação e levar, mais ou menos do jeito que HVWiDWpRÂżQDOGD2OLPStDGDGH Londres. A partir daĂ­, segundo estudos da sua direção, se planeja promover estreias pontuais para reforçar o conjunto da grade. Ficamos assim. Mas amanhĂŁ tem mais. Tchau!

ESTREIA LIBRA â&#x20AC;&#x201C; (23/9 a 22/10) â&#x20AC;&#x201C; JĂşpiter ĂŠ o planeta da prosperidade e da abundancia, que envia a vocĂŞ frutos Ăłtimos de investimentos feitos no passado. VĂĄ conferir e avaliar para ver se hĂĄ algo que possa fazer para melhorar seus ganhos. A magia do amor estĂĄ em ação hoje. NĂşmeros da Sorte: 11, 32, 38, 39, 44, 47 ESCORPIĂ&#x192;O â&#x20AC;&#x201C; (23/10 a 21/11) â&#x20AC;&#x201C; Dia de aplicar mais inteligĂŞncia no cumprimento de tarefas comuns, da rotina. Use a criatividade, porque somente ela irĂĄ trazer desdobramentos futuros positivos agora. Noticias ou informaçþes sobre dĂ­vidas a serem pagas - negociar serĂĄ efetivo. NĂşmeros da Sorte: 7, 15, 19, 23, 32, 41 SAGITĂ RIO â&#x20AC;&#x201C; (22/11 a 21/12) â&#x20AC;&#x201C; Um encontro casual descortina todo um mundo de possibilidades. NĂŁo ĂŠ para desprezar as coincidĂŞncias que a vida colocarĂĄ no seu caminho. Seja engenhoso, proponha algo que ULPHWHFQRORJLDFRPSURÂżVVLRQDOismo. O amor promete. NĂşmeros da Sorte: 2, 14, 21, 24, 28, 33 CAPRICĂ&#x201C;RNIO â&#x20AC;&#x201C; (22/12 a 19/1) â&#x20AC;&#x201C; Maquininhas novas, engenhocas que facilitam a vida e as tarefas cotidianas estĂŁo no rol dos assuntos em destaque para vocĂŞ hoje. Teste, H[SHULPHQWHGHVDÂżHDPHVPLFH NĂşmeros da Sorte: 1, 12, 26, 36, 44, 46 AQUĂ RIO â&#x20AC;&#x201C; (20/1 a 18/2) â&#x20AC;&#x201C; Sol em CapricĂłrnio representa aquele perĂ­odo do ano em que vocĂŞ brilha nos bastidores, em que a espiritualidade segura a onda, quando o isolamento pode ser o Ăşnico jeito de descansar a cabeça. Hoje, charadas e jogos mentais aliviam a carga. NĂşmeros da Sorte: 2, 13, 37, 45, 47, 49 PEIXES â&#x20AC;&#x201C; (19/2 a 20/3) -VĂŞnus em AquĂĄrio atĂŠ 15/1 inspiram doaçþes amorosas aos amigos, familiares e a todos que precisam e merecem sua simpatia, solidariedade e camaradagem. Movimentação na cena domestica pode deixa-lo ansioso ou nervoso com detalhes. NĂşmeros da Sorte: 4, 18, 19, 26, 37, 42

James Franco assina com a Amazon para lançar romance

A

pós críticas pouco entusiasmadas ao seu primeiro livro de contos, o ator James Franco assinou contrato com a Amazon Publishing para lançar um romance. O livro se chama

â&#x20AC;&#x153;Actors Anonymousâ&#x20AC;? (â&#x20AC;&#x153;atores anĂ´nimosâ&#x20AC;?), e deve sair em 2013. A Amazon nĂŁo informou os valores envolvidos,

nem o formato em que o romance serĂĄ lançado (digital, papel ou ambos). â&#x20AC;&#x153;Palo Altoâ&#x20AC;?, volume de contos lançado por Franco no ano passado, mereceu comentĂĄrios tĂŠpidos. Alguns crĂ­ticos disseram que o livro carece de inspiração e profundidade, ao passo que outros viram uma estreia promissora do ator de 33 anos, mas ainda sem alcançar a qualidade que ele exibe em trabalhos no cinema, como â&#x20AC;&#x153;Milkâ&#x20AC;? e â&#x20AC;&#x153;127 Horasâ&#x20AC;?. EclĂŠtico, Franco tambĂŠm jĂĄ dirigiu curtas-metragens e um documentĂĄrio, criou projetos multimĂ­dia e de dança, foi curador de exposiçþes de arte e fez cursos em vĂĄrias universidades dos EUA.


4

TribunaIndependente

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE MACEIĂ&#x201C; - SĂ BADO, 7 DE JANEIRO DE 2012

felipe1camelo@gmail.com felipecamelo@saladaonline.com.br camelofelipecamelo.blogspot.com

Capacitando

Enquanto 1 parte da famĂ­lia celebrava a virada de ano nos EUA, outra parte foi pro Celebration. Aqui, Beto & Revilane Britto roubando a cena

2Âş dados da seção alagoana da Associação Brasileira da IndĂşstria de HotĂŠis, atĂŠ o prĂłximo dia 21, a hotelaria de MaceiĂł estĂĄ com 100% de ocupação. A capital alagoana foi 1 dos destinos + procurados pro RĂŠveillon e fĂŠrias de janeiro. Hotelaria com casa lotada e navios continuam chegando ao Porto de JaraguĂĄ. Hoje atraca PH Reisen Artania, com capacidade para 1.200 passageiros e 700 tripuODQWHV$WpRÂżQDOGRPrVVHUmRFUX]HLURVDTXHFHQGRDHFRQRPLDÂł2VQÂ&#x17E;V sempre crescentes reforçam a expansĂŁo do mercado de trabalho pros Agentes GH9LDJHPSURÂżVVLRQDLVUHVSRQViYHLVSRUDWLYLGDGHVFRPRDYHQGDGHVHUYLoRV (excursĂľes, pacotes e roteiros personalizados, que incluem hotelaria e transporte), programação de destinos, contratação de empresas de transporte pra traslado, acomodação em hotĂŠis, aluguel de carro e programas de entretenimentoâ&#x20AC;?, conÂżUPD&ULVWLDQH&DODoDDVVHVVRUDGH&RPXQLFDomRGR6HQDFTXHLQIRUPDDLQGD TXHÂł$ÂżPGHFDSDFLWDUSURÂżVVLRQDLVSDUDDWXDUQDiUHDR6HQDF$ODJRDVDEUH inscriçþes pra 1 nova turma do curso de Agente de Viagensâ&#x20AC;?. As aulas tĂŞm inĂ­cio previsto pra 6 de fevereiro, sempre de 2ÂŞ a 6ÂŞ, das 8 da manhĂŁ ao ½ dia e vĂŁo atĂŠ 12 de abril, no Senac Poço, e as vagas sĂŁo limitadas. +, no www.al.senac.br.

Top VerĂŁo

³(VWDPRVQRYHUmR(DHVWDomRPDLVTXHQWHGRDQRH[LJHPXLWDDGUHQDOLQDSDUDSHUPDQHFHUHP IRUPDGXUDQWHWRGRVRVGLDVGHVROTXHQWH4XHWDODXODVGH%LNHQR¿QDOGHVHPDQD"3RLVHVVD pDJUDQGHDWUDomRQHVWHVViEDGRHGRPLQJRDTXLQD7RS&RQ¿UD´0DOKDQGRHDVVHVVRUDQGR Lis Nunes informando que a academia da Pajuçara funciona das 8 da manhã ao ½ dia e das 4 da tarde às 8 da noite de hoje e pontualmente às 9 e 10, superaula de Bike com professor Deyvid. E amanhã, funciona das 8 da manhã ao ½ dia, tendo aula de Bike com professora Flåvia. Pra quem quer manter o corpão nesta temporada de calor e pouca roupa, Topchance. Assessorando o RÊveillon Celebration, jornalista Luana Nunes não arredou o pÊ da entrada enquanto não estava tudo no controle. Depois se divertiu, e muito, claro. Fofa toda

Multicolunista Aninha TudoquehĂĄ Monteiro fechou + 1 ano de vida na Ăşltima 5ÂŞ, 5. Acelerada e acalorada como poucas, vai se controlar pra comemorar mesmo quando março chegar. O motivo nĂŁo sei, sĂł sei que ela ĂŠ â&#x20AC;&#x153;tudo que hĂĄâ&#x20AC;?. ParabĂŠns, fervida

Protegendo os Fios

Ação e Projetos

Sempre na dianteira e ligada na qualidade dos serviços que presta Ă s estreladas e estrelados clientes, e nos lançamentos do mercado, MĂ´nica Casado, preocupada com os danos que o verĂŁo pode causar, apresenta a nova linha SP Sun, da System Professional. Chega pra levar a proteção dos cabelos a 1 novo patamar de cuidados. Pela 1ÂŞ X, as mulheres podem aproveitar a mĂĄxima proteção durante o verĂŁo com VROXo}HVSHUVRQDOL]DGDVSUDVQHFHVVLGDGHVHVSHFtÂżFDVGRVFDEHORVÂ&#x17E;RHPDLO HQYLDGRSRU)HUQDQGD7RJQRQÂł$VEUDVLOHLUDVHVWmRFDGDYH]PDLVFRQVFLHQWHV sobre os danos que os raios UV podem causar, mas muitas mulheres evitam usar os produtos de proteção contra o sol nos cabelos, exceto nos perĂ­odos de intensa H[SRVLomRDRVROHPUD]mRGDLPSUHVVmRGHTXHSUHFLVDPVDFULÂżFDURVEHQHItFLRV da sua rotina de cuidados normais, como reparação, hidratação ou manutenção da cor. A linha SP Sun possui produtos que podem ser misturados e combinados pra oferecer uma solução sob medida para a proteção dos cabelos contra o sol. A linha conta com 3 produtos: SP Sun Concentrate, perfeito pra proteção diĂĄria contra o sol, SP Sun Shampoo e SP Sun Conditioner ideais pros perĂ­odos de maior exposição ao sol, pois possuem ingredientes de hidratação e cuidados pra ajudar a reparar os FDEHORV´QRWtFLDGH)HUQDQGD7RJQRQ$JRUDVyTXHLPDRVÂżRVTXHPTXLVHU

SecretĂĄrio Municipal de Trabalho, Abastecimento e Economia SolidĂĄria, ArnĂłbio Cavalcanti esteve na Ăşltima 5ÂŞ, 5, em BrasĂ­lia. Na programação, fez contato com o MinistĂŠrio do Trabalho pra organizar as prĂłximas açþes e projetos do MinistĂŠrio em parceria com a Semtabes na capital alagoana e com o Sine â&#x20AC;&#x201C; Prefeitura de MaceiĂł. O mesmo acontecerĂĄ no encontro com os representantes do MinistĂŠrio do Desenvolvimento Social, que estĂĄ implantando este ano aqui em Alagoas, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino TĂŠcnico e Emprego. Em MaceiĂł a Semtabes e a Secretaria Municipal de AssistĂŞncia Social sĂŁo as secretarias responsĂĄveis pela execução do programa e MiHVWmRQRVDMXVWHVÂżQDLV pra sua implantação.

Liqui-Dando

Consumidores em busca de ofertas garantiram movimento extra no primeiro dia da grande liquidação de 2012 no MaceiĂł Shopping. AtĂŠ amanhĂŁ, + de 200 pontos de venda participam da ação, que oferece produtos como vestuĂĄrio, calçados, brinquedos, eletroeletrĂ´nicos, mĂłveis e outros com descontos que variam de 10 a 50%, alĂŠm de facilidades nas compras feitas Ă  vista e com o cartĂŁo de crĂŠdito. E os descontos tambĂŠm atraem na praça de alimentação. De acordo com o gerente comercial do shopping, Carlos Rodas, os lojistas ainda comemoram as vendas de dezembro, quando foi registrado um aumento mĂŠdio de 10% em relação ao ano anterior. Durante o Ăşltimo mĂŞs de dezembro, + de 1 milhĂŁo e 200 mil pessoas passaram por lĂĄ. Hoje, lojas âncoras e praça de alimentação funcionam do ½ dia Ă s 9 da noite e as d+ lojas, abrem a partir das 3 da tarde. Quem informa com as sacolas cheias de compras ĂŠ Renata Pais, jornalista da MĂ­dia Nova Assessoria. Personal e professor de aulas de corda (quando se queima muuuuuitas calorias), DĂĄrio LĂşcio provocando reaçþes em cadeia quando passa pela Pajuçara. Cacife pra estar na capa da Menâ&#x20AC;&#x2122;s Health, o Fera tem

'HĂ&#x20AC;QLWLYDPHQWH0DFHLy

Turismo sim, mega nĂŁo

Abra a boca

$UHJLmRGH&DER3XOPRDLQGDpKRMHXPGRV³SDUDtVRVVHFUHWRV´GR0p[LFRPDV lentamente a årea estå sendo cada vez mais invadida por turistas. O local no Estado de Baja California Sur, com seus belos corais para mergulho no Oceano Pací¿FRSRGHWHUVXDSDLVDJHPFRPSOHWDPHQWHPRGL¿FDGDQDVSUy[LPDVGpFDGDVMi que hå planos para a instalação de um megacomplexo turístico capaz de receber mais de 20 mil pessoas. Os idealizadores da obra dizem que Ê possível fazer tudo isso preservando o ecossistema local, mas moradores temem que o projeto PXGDUiRSHU¿OGH&DER3XOPR$TXHVWmRpHTXLOLEUDUWXULVPRHRORFDO

Embora problemas como atrasos e overbook sejam frequentes, o consumidor que comprou sua passagem aÊrea tem direitos claros --e deve ir atrås deles. Desde 13 de junho, uma nova resolução da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) estå em vigor, mas depende do empenho do passageiro que se sentir lesado para valer na pråtica. Segundo a Anac, foram registradas atÊ 9 de julho 915 reclamaçþes. Advertidas, as empresas aÊreas podem, em processos administrativos, receber multas.

2

VLWHDGRURYLDJHPFRPSXEOLFRXHVWDVHPDQD XPDPDWpULDVREUH0DFHLy%HPFRPRpYHUmR DFLGDGHHVWiOLQGDHFKHLD5HVROYLSXEOLFDU DTXLXPWUHFKRGDPDWpULDSDUDDVSHVVRDVVDEHUHPR TXHVHIDODGHQRVVDFLGDGHPXQGRDIRUD´/RFDOL]DGD HQWUHR2FHDQR$WOkQWLFRHD/DJRD0XQGD~0DFHLy RVWHQWDOLQGDVSUDLDVGHDUHLDVFODUDVHĂ&#x20AC;QDVVHP IDODUGRPDUGHiJXDVPRUQDVHVXDVSLVFLQDVQDWXUDLVIRUPDGDVDRVDERUGDVPDUHV6REURXDHVWDUHJLmRGH$ODJRDVDQDWXUH]DTXH'HXVDGHX$OpPGDV SUDLDV0DFHLyDSUHVHQWDXPDDUTXLWHWXUDLQFUtYHO FRPFDUDFWHUtVWLFDVQHRFOiVVLFDVHPVHXVSUpGLRVPDLV DQWLJRVGHVWDTXHSDUDD&DWHGUDO0HWURSROLWDQDD $VVHPEOHLD/HJLVODWLYDD,JUHMDGH1RVVD6HQKRUD GR5RViULRV3UHWRVD,JUHMDGR6HQKRUGR%RP-HVXV GRV0DUWLUtRVR3DOiFLR)ORULDQR3HL[RWRHR7HDWUR 'HRGRUR$QRLWHGDFLGDGHWDPEpPpEHPDJLWDGD DWHQomRHVSHFLDOSDUDREDLUURGR-DUDJXiIDPRVR SHODYLGDERrPLDFKHLDGHEDUHVUHVWDXUDQWHVHFDVDV QRWXUQDV$JDVWURQRPLDGH0DFHLyULTXtVVLPDXQH WHPSHURVQRUGHVWLQRVHDVGHOtFLDVGRPDU$FDUQHGH VROPXLWRDSUHFLDGDQR1RUGHVWHpSUHVHQWHQDJUDQGH PDLRULDGRVUHVWDXUDQWHVORFDLVVHQGRXWLOL]DGDGHYiULDVIRUPDVFRPRSRUH[HPSORQDDEyERUDDRPROKR GHTXHLMRFRDOKR0DVQmRVHLQWLPLGHDVFRPELQDo}HV SHVDGDVVmRyWLPDVHDJUDGDPDPXLWRVWXULVWDV

Palato via cruzeiro O Palato inova mais uma vez e durante todo o mês de janeiro disponibilizarå o serviço de translado para o Porto de Maceió nos horårios de saídas dos navios. Os passageiros de cruzeiros podem aproveitar o complexo de compras Palato Ponta Verde e depois são levados para o Porto em Jaraguå, conforme programação anexa. A + LPSUHQVDLQIRUPDQGR

Maceió em alta Poesia para comer 1 2FKHI$QGUp*HQHURVRTXHFKH¿DDVSDQHODV caçarolas e chapas do Divina Gula, estå entre os 49 chefs do Brasil e Portugal convidados a estampar um dos livros mais aguardados pelos críticos e amantes de arte, poesia e culinåria: A Poesia Ê para Comer, iguarias para o corpo e para o espírito, com conceito original e coordenação geral de Ana Vidal, uma das jornalistas e autoras mais renomadas de Portugal. O livro tem 200 påginas e foi lançado com o objetivo de harmonizar obras dos mais expressivos poetas da língua portuguesa com receitas criadas especialmente para um time estrelar de chefs do Brasil e Portugal.

Poesia para comer 2 No livro hå poemas de Ferreira Gullar, Adelia Prado, Drummond, Leminsky, João Cabral, Manuel Bandeira, obras de arte de Beatriz Milhazes, Tomie Ohtake, Iberê, Volpi, Vick Muniz, associadas a receitas de grandes da gastronomia como Alex Atala, Carla Pernambuco, Charlô, Renata Saboya, Roberta Sudbrack, Salvatori Loi e AndrÊ Generoso. O livro Ê uma obra do governo carioca e foi lançado pela editora Babel.

Para avisar aos amigos de fora: uma promoção da rede GJP HotÊis & Resorts vai presentear dois fãs de sua pågina no Facebook com vouchers de duas diårias nos hotÊis da rede em Maceió (AL), o Village

Pratagy Resort (na foto) e o Hotel Sete Coqueiros. Para participar, basta â&#x20AC;&#x2DC;curtirâ&#x20AC;&#x2122; a pĂĄgina dos hotĂŠis na rede social (www.facebook.com/ gjphoteis), postar uma foto com amigos ou famĂ­lia em momentos de lazer e fĂŠrias,

compartilhar a imagem com seus contatos e convidĂĄ-los a curtir a postagem. Aquelas com maior nĂşmero de â&#x20AC;&#x2DC;curtirâ&#x20AC;&#x2122; ganham o prĂŞmio. A promoção dura atĂŠ 31 de janeiro e o resultado sai em 2 de fevereiro, Ă s 15h.


Edição número 1338 07 de janeiro de 2012  

Edição Digital Jornal Tribuna Independente TribunaHoje.com

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you