Page 1

CIDADES PM apreende 34 veículos sem documentos e com placas frias em feira de Arapiraca 12 EXEMPLAR DO ASSINANTE

TERÇA-FEIRA

MACEIÓ - ALAGOAS - 13 DE DEZEMBRO DE 2011 - Nº 1316 - R$ 1,50 MILTON RODRIGUES

SILVANO H<XULIRUDPSUHVRVKRUDVGHSRLVDSyVSHUVHJXLomR

Saúde receberá R$ 28 milhões de Dilma para combater o crack Alagoas receberá R$ 28,8 milhões até 2014 do governo Dilma para participar do Programa Nacional de Combate ao Crack, segundo divulgação feita no site do Ministério da Saúde. Serão abertos 42 novos leitos de enfermarias especializadas em álcool e outras drogas; seis novas unidades de acolhimento para adultos e três para a recepção infanto-juvenil, mas apenas um consultório de rua e um Centro de Atenção Psicossocial para dependentes de ácool e drogas. O secretário de Promoção

tribunahoje.com

Assalto, fuga e tiroteio entre PMs e assaltantes acabam com dois presos Após assaltarem uma loja de artigos esportivos no bairro de Jaraguá, um grupo de quatro homens foi perseguido por uma guarnição da Polícia Militar e,

após troca de tiros, abandoram o veículo - um Gol, que haviam roubado momentos antes - e empreenderam fuga a pé na favela do bairro. O trânsito foi interdita-

do na área e vários comerciantes fecharam as portas de seus estabelecimentos. O Bope foi acionado e, horas depois, conseguiu prender dois acusados, identificados

como Silvano dos Santos, 30, e Yuri Patrice, 28, que tentou se passar por Diogo “Fofão” Emanuel Rozendo. Os outros dois conseguiram fugir. 12 ADAILSON CALHEIROS

da Paz, Jardel Aderico, disse tratar-se apenas de processos engavetados que o ministério aborda como demanda, e fez ressalvas à iniciativa da presidenta. Segundo ele, para realizar-se acolhimentos eficientes no Estado seriam necessários R$ 10 milhões por ano, apenas para manter mil vagas de internamento. Para a presidenta do Fórum Permanente de Combate às Drogas, Noélia Costa, o plano é uma repetição e “não se sabe se será cumprido”. Segundo ela, já teria sido anunciado outras três vezes. 9 MENINOGHWUrVDQRVGHLGDGHPRVWUDFRPRIRLREULJDGRSRUSROLFLDLVD¿FDUFRQWUDDSDUHGHHFRPDVPmRVVREUHDFDEHoD

AILTON VILLANOVA Asdrúbal Ponte Neto, o Dubinha, vive se vangloriando de ser um sujeito muito inteligente, embora aos 35 aos de idade ainda não tenha conseguido concluir o curso fundamental, apesar de vir tentando desde os 10 anos... Pág. 11

SANDRO LIMA

JOAQUIM GOMES

Eleito, Batista quer devassa na prefeitura

DESPREPARO

‘DUDU TROMBA’

Comunidade Delegado tem acusa truculência quatro suspeitos da Radiopatrulha em assassinato Moradores da Vila São Francisco, no Tabuleiro do Martins, acusam policiais da Radiopatrulha de agirem com truculência na comunidade, disparando para o alto, jogando spray de pimenta e subtraindo objeto de suas casas. Pág. 10

O prefeito eleito de Joaquim Gomes, Antonio Batista (PSDB), disse que vai acionar o Ministério Público e a Polícia Federal para investigar desvio de recursos federais e do município por sua antecessora, Cristina Brandão, que perdeu o mandato por decisão da Justiça Eleitoral. E o vice-prefeito de Porto Real do Colégio, José Belarmino de Oliveira, foi ontem proclamado prefeito. 3

O delegado Waldor Coimbra Lou disse que tem quatro suspeitos pelo assassinato de José Eduardo Lima Santos, o “Dudu Tromba”, todas elas formuladas pelo Disque Denúncia, mas familiares da vítima não colaboram. Pág. 9

BOA NOTÍCIA!

TEMPO

Ufal investe em hospital veterinário Bom a parcialmente nublado com possiblidades de chuvas em áreas isoladas

Mínima

20º

Máxima

30º

Marés

05:09 11:11 17:23 23:43

1.9 0.3 1.9 0.2

FINANÇAS DÓLAR COMERCIAL R$ 1,84 R$ 1,84 DOLAR PARALELO R$ 1,83 R$ 1,96 OURO: R$ 98,80 POUPANÇA: 0,5567%

Começam em 60 dias as obras do Hospital de Clínicas Veterinárias e laboratórios na unidade de Viçosa, integrada ao Campus Arapiraca, da Ufal, anunciou ontem o reitor Eurico Lôbo. Serão investidos R$ 4,1 milhões. A construção atende à reivindicação de estudantes e ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado com o Ministério Público Federal. 11

MESSI (C) e seus companheiros treinaram ontem com bola

NEY VIDA NOVA

Feras do Cesmac comemoram em trote aprovação no vestibular Centenas de feras comemoraram ontem a aprovaomRQRYHVWLEXODUGR&HVPDF5DGLDQWHVGHDOHgria, eles participaram da festa do trote. O concurso foi no domingo, com mais de 7 mil candidatos. Veja o listão dos aprovados. Págs.17 a 21

CALOTE

Alagoano é eleito Eletrobras diz o melhor goleiro que vai cortar luz de futsal do país de prefeituras O alagoano Neylton Lopes Garcia Nascimento, o Ney, foi eleito o melhor goleiro de futsal do país em 2011. No Japão, o Barcelona treinou ontem e vai poupar titulares. O Santos enfrenta amanhã o Kashiwa Reysol. Pág. 15

A Eletrobras anunciou ontem que vai suspender o fornecimento de energia elétrica de prédios públicos de 21 prefeituras por inadimplência. Segundo a diretoria, as prefeituras devem, juntas, mais de R$ 27 milhões. Pág. 4


TribunaIndependente

2 POLĂ?TICA MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

PolĂ­tica

Deputada Rosinha da Adefal destaca IHPLQLOLGDGHGHPXOKHUHVGH¿FLHQWHV Rosinha da Adefal falou sobre o comentårio feito pelo colega Romårio de Souza, onde ela foi apontada como uma das deputadas PDLVEHODVGDFDVD³¿TXHLVXUSUHVD(VWRXOLVRQMHDGD)RLPXLWRERP UHFHEHUHVVHHORJLRSRUTXHVHLTXHIRLVLQFHURHWDPEpPSDUDPRVWUDUjVSHVVRDVTXHQyVPXOKHUHVFRPGH¿FLrQFLDWHPRVVLPDQRVVDEHOH]DIHPLQLOLGDGHHVHQVXDOLGDGHFRPRTXDOTXHURXWUDPXOKHU´ Outro exemplo, a deputada estadual Thaise Guedes

Câmara segue sem transparência

3UD]RSDUDLQVWDODomRGH3RUWDOGD7UDQVSDUrQFLDYHQFHXHPGHMXOKRGHVWHDQRSUREOHPDVWpFQLFRVDWUDSDOKDP LUIS VILAR REPĂ&#x201C;RTER

A

pesar de aprovado em 2010, ainda na gestĂŁo do ex-vereador e expresidente da Câmara Municipal de MaceiĂł, Dudu Holanda (PSD), que atualmente ocupa uma das cadeiras do parlamento estadual, o Portal da TransparĂŞncia JosĂŠ Alencar ainda nĂŁo se encontra em funcionamento na Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes. O portal ĂŠ fruto de um projeto de lei de autoria do atual presidente do Legislativo municipal, Galba Novaes (PRB). Ao assumir a presidĂŞncia, no inĂ­cio do ano, a implantação do Portal da TransparĂŞncia JosĂŠ de Alencar passou a ser um dos compromissos de Galba Novaes em relação Ă reforma administrativa pela qual passou o â&#x20AC;&#x153;parlamento-mirimâ&#x20AC;?. Frise-se que quase todos os compromissos assumidos por Novaes jĂĄ foram

implantados pela atual Mesa Diretora. Alguns destes são a criação da Ouvidoria da Casa de Mårio Guimarães, que Ê comandada pelo vereador Marcelo Gouveia (PRB), da Corregedoria, que se encontra sob tutela do vereador ThÊo Fortes (PTdoB), alÊm de outras medidas administrativas, como o pagamento dos salårios dos servidores dentro da conformidade de um calendårio anual, a implantação do Parlamento na Praça, redução de gastos, como ocorreu quanto ao consumo de combustíveis e reestruturação do quadro de comissionados, alÊm de outros pontos. Recentemente, a Câmara Municipal ainda aprovou a matÊria que versa sobre os vencimentos dos funcionårios do Legislativo municipal. Mas, apesar dos avanços da atual gestão, com a pos-

sibilidade â&#x20AC;&#x201C; inclusive â&#x20AC;&#x201C; de o presidente Galba Novaes disputar a Prefeitura de MaceiĂł, o Portal da TransparĂŞncia â&#x20AC;&#x201C; como pode ser visto no endereço eletrĂ´nico www. camarademaceio.al.gov.br â&#x20AC;&#x201C; ainda ĂŠ apenas uma promessa com prazo de validade vencido, jĂĄ que deveria estar no ar no dia 18 de julho. Ele destacou os problemas tĂŠcnicos para a implantação do Portal JosĂŠ Alencar, jĂĄ que hĂĄ as questĂľes envolvendo a parte das tecnologias, bem como as informaçþes que lĂĄ podem estar disponĂ­veis. Novaes colocou â&#x20AC;&#x201C; hĂĄ um mĂŞs â&#x20AC;&#x201C; que tudo dependia destes acertos tĂŠcnicos para que o portal fosse ao ar. O sĂ­tio da Câmara de MaceiĂł existe. Nele ĂŠ possĂ­vel ver os endereços de e-mails dos vereadores e apenas isto, jĂĄ que nem a sessĂŁo â&#x20AC;&#x201C; como era prometida â&#x20AC;&#x201C; estĂĄ sendo transmitida pelo site da Casa de MĂĄrio GuimarĂŁes.

ARQUIVO

Apesar dos avanços registrados pela Mesa Direitora, o Portal da Transparência continua pendente

SEGUNDO GALBA NOVAES

Mesmo sem portal, açþes da Câmara sĂŁo divulgadas por outros canais O presidente Galba Novaes ressaltou ainda que todas as açþes tomadas pela Câmara de MaceiĂł, apesar do portal ainda nĂŁo estar em funcionamento, sĂŁo feitas de forma transparente, com as publicaçþes devidas HP 'LiULR 2Ă&#x20AC;FLDO GR 0XQLcĂ­pio. Entretanto, ĂŠ inegĂĄvel que o acompanhamento se

torna mais fĂĄcil, para o cidadĂŁo comum, pelo portal. De fato, quem acompanha DV HGLo}HV GR 'LiULR 2Ă&#x20AC;FLDO pode constatar as nomeaçþes publicadas, bem como recentes contrataçþes feitas pela Câmara Municipal, como as que permitiram locação de estrutura para a realização do Parlamento na Praça.

Quem tambÊm tem feito um acompanhamento de contas públicas por meio eletrônico Ê o Tribunal de Contas do Estado de Alagoas, por meio do Sicap, que Ê atualizado conforme envio de documentaçþes por parte das prefeituras municipais e das casas legislativas das cidades alagoanas. A pró-

ACESSIBILIDADE

Rosinha da Adefal lança plano que tem orçamento de R$ 7,6 bi EDITORIA DE POL�TICA COM ASSESSORIA

A deputada federal Rosinha da Adefal (PTdoB) tem motivos para comemorar e iniciar bem a semana parlamentar. Ela ĂŠ praticamente â&#x20AC;&#x2DC;mĂŁeâ&#x20AC;&#x2122; de um plano que vai facilitar a vida de centenas GH PLOKDUHV GH GHĂ&#x20AC;FLHQWHV fĂ­sicos, e o nascimento, aliĂĄs a concretização deste sonho, estĂĄ bem prĂłximo de acontecer. Uma AudiĂŞncia pĂşblica na Câmara Federal apresenta nesta terça-feira, 13, a partir das 14h30, o Plano Nacional dos Direitos da Pessoa FRP 'HĂ&#x20AC;FLrQFLD ´9LYHU VHP limitesâ&#x20AC;?. Tal plano prevĂŞ gastar R$ 7,6 bilhĂľes, atĂŠ 2014, em açþes educação, saĂşde, inclusĂŁo social e acessibilidade. â&#x20AC;&#x153;Essa audiĂŞncia contribui com a acessibilidade porque esse tema ĂŠ um dos eixos de trabalho do plano. Uma das açþes ĂŠ a construção de 1,2 milhĂŁo de moradias adaptadas ao uso de pessoas com GHĂ&#x20AC;FLrQFLD FRP PRELOLGDGH reduzida e idosos pelo programa Minha Casa, Minha 9LGD Âľ UHVVDOWRX D SDUODmentar. 2 ODQoDPHQWR GR ´9LYHU sem limitesâ&#x20AC;? ĂŠ apenas um passo para mudar a realidade de aproximadamente 54 milhĂľes de brasileiros com DOJXP WLSR GH GHĂ&#x20AC;FLrQFLD Questionada sobre como o PaĂ­s encara o panorama des-

pria Câmara Municipal de MaceiĂł consta no sistema de monitoramento do Tribunal de Contas e em situação regular, segundo informa o site. Em virtude do volume de trabalho em dezembro na Câmara de MaceiĂł, ĂŠ possĂ­vel â&#x20AC;&#x201C; conforme informaçþes de bastidores â&#x20AC;&#x201C; que o Portal

TransparĂŞncia JosĂŠ Alencar sĂł seja retomado no prĂłximo ano, em 2012. Os vereadoUHV²QHVWHĂ&#x20AC;QDOGHDQR²WHrĂŁo que se debruçar, o que jĂĄ pode ser iniciado nesta semana, sobre algumas matĂŠrias que aguardam apreciação em plenĂĄrio. A mais importante â&#x20AC;&#x201C; em virtude dos prazos regimentais â&#x20AC;&#x201C; ĂŠ a Lei

OrçamentĂĄria Anual (LOA). Sem a aprovação da peça orçamentĂĄria â&#x20AC;&#x201C; que prevĂŞ um H[HUFtFLRĂ&#x20AC;QDQFHLURGH5 bilhĂŁo â&#x20AC;&#x201C; os vereadores nĂŁo poderĂŁo entrar em recesso. Na Ăşltima sessĂŁo, os vereadores ainda aguardavam o retorno da LOA, que foi devolvida ao Executivo para DMXVWHV /9

PESSOAS ESPECIAIS

Deputada acredita que mudança jå começou na sociedade de hoje

ADAILSON CALHEIROS

Mesmo listando os desaĂ&#x20AC;RVDGHSXWDGD5RVLQKDGD Adefal tambĂŠm colhe os ouros de seu trabalho, e jĂĄ começou a perceber uma mudança social no tratamento das pessoas especiais. â&#x20AC;&#x153;Na verdade ĂŠ notĂłrio que essa mudança jĂĄ começou, pois temos conquistado muitas vitĂłriasâ&#x20AC;?. Fruto disso ĂŠ a indicação - como jĂĄ adiantado pelo Tribuna Independente - da executiva nacional de seu partido o PTdoB para a disputa da Prefeitura de MaceiĂł, em 2012. Ele aponta seu empenho pela causa dos GHĂ&#x20AC;FLHQWHVHRVWUDEDOKRVQD Câmara Federal, como resultado dessa indicação. â&#x20AC;&#x153;O mais importante ĂŠ o trabalho! NĂŁo importa qual a posição que eu precise ocupar ou que nĂŁo ocupe nenhuma, mas o trabalho precisa continuar e eu me sinto privilegiada de ter sido escolhida pelo povo alagoano, principalmente em MaceiĂł, onde Rosinha da Adefal: â&#x20AC;&#x153;Uma das açþes ĂŠ construção de casasâ&#x20AC;? tive a maior votação para UHSUHVHQWiORVÂľDĂ&#x20AC;UPRX A parlamentar faz parte tes brasileiros, Rosinha escla- de acordo com Rosinha, â&#x20AC;&#x153;prerece. cisamos de uma mudança Frente Parlamentar do Conâ&#x20AC;&#x153;Hoje a nossa legislação cultural da sociedade como gresso Nacional em Defesa ĂŠ uma das mais avançadas um todo. NĂŁo sĂł o poder pĂş- dos Direitos da Pessoa com e referĂŞncia para o mundo, o blico, mas toda a sociedade 'HĂ&#x20AC;FLrQFLD HOHLWD SURFXUDque precisamos ĂŠ colocar cada precisa perceber a pessoa dora da Mulher, e membro uma das nossas leis em prĂĄti- FRPGHĂ&#x20AC;FLrQFLDFRPRFLGDGmR efetivo da ComissĂŁo de SeFDFREUDQGRXPDPDLRUĂ&#x20AC;VFD- HĂ&#x20AC;FLHQWH DVVLP DFUHGLWR TXH guridade Social e FamĂ­lia da lização e penalizando aqueles haverĂĄ cobrança por parte Câmara dos deputados. A deputada informa que que descumpriremâ&#x20AC;?. da sociedade e a realização O que deve ser mudado na por parte do poder pĂşblicoâ&#x20AC;?, quem quiser assistir a audiĂŞncia pode conferir por meio verdade ĂŠ a barreira cultural, disse.

SANDRO LIMA

Deputado Romårio (D) sempre auxiliando nas açþes da Câmara

GD 79 &kPDUD RX GR VLWH edemocracia.camara.gov.br que transmitirĂĄ ao vivo. AMIGO ROMĂ RIO Rosinha tambĂŠm foi perguntada sobre sua parceria com o deputado RomĂĄrio de Souza (PSB/RJ). â&#x20AC;&#x153;Tenho XPD JUDQGH DĂ&#x20AC;QLGDGH FRP o deputado RomĂĄrio por coordenarmos a Frente Parlamentar em Defesa dos

Direitos da Pessoa com 'HĂ&#x20AC;FLrQFLD &RVWXPR GL]HU que ele estĂĄ fazendo o dever de casa direitinho, jĂĄ que ĂŠ tambĂŠm o primeiro mandato dele. Ter esse apoio dele com certeza facilita a luta pelos GLUHLWRV GD SHVVRD FRP GHĂ&#x20AC;ciĂŞncia porque os brasileiros VH LGHQWLĂ&#x20AC;FDP FRP R ´EDL[Lnhoâ&#x20AC;?, seu carisma e personalidadeâ&#x20AC;?, completou.


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011 POLĂ?TICA

3

Batista herda rombo de R$ 29 milhĂľes em JG

O terceiro turno

O

julgamento de mais uma ação movida por Ronaldo Lessa contra a vitĂłria de Teotonio Vilela Filho na disputa para governador, em 2010, ganha conotação de decisĂŁo, bem mais que outros processos jĂĄ decididos em favor do atual ocupante do PalĂĄcio RepĂşblica dos Palmares, tambĂŠm de iniciativa do seu antecessor. Quem conhece os autos atesta que a preocupação ĂŠ maior, em ambas as partes, justamente pelo conteĂşdo das proYDVMiSURGX]LGDV2VSDUWLGiULRVGH/HVVDHVWmRFRQĂ&#x20AC;DQWHVTXH o Tribunal Superior Eleitoral produza uma decisĂŁo tĂŠcnica; jĂĄ simpatizantes de Vilela que externam mais sinceridade torcem por uma decisĂŁo polĂ­tica do colegiado. Esta Ăşltima postura pode atĂŠ parecer bem estranha, mas vale dizer aos incautos que num tribunal onde os membros sĂŁo indicados por decisĂŁo polĂ­tica, como acontece no Brasil, nĂŁo surpreendem as decisĂľes polĂ­ticas. E muito menos quando se discute matĂŠria eleitoral. Ou seja, qualquer que seja a decisĂŁo nĂŁo deverĂĄ ensejar surpresa. Fato incontestĂĄvel ĂŠ que os poucos membros do TSE vĂŁo decidir quem, por direito, vai governar Alagoas, apĂłs a eleição decidida pelo voto.

Distinção O Instituto Cidadão, dirigido pelo jornalista e advogado Pedro Oliveira, condecorou três personalidades com a Medalha do MÊrito Dom HÊlder Câmara. O destaque foi para JosÊ Denisson de Albuquerque Souza, delegado da Polícia Civil reconhecido por três requisitos: simplicidade, competência e integridade. Sem demÊrito algum, muito pelo contrårio, aos outros homenageados, JosÊ Thomaz Nonô e Marcos Vieira.

Boa idĂŠia Luciano Barbosa, de Arapiraca, foi um dos cinco prefeitos ganhadores do PrĂŞmio JosĂŠ AprĂ­gio Vilela de GestĂŁo PĂşblica ResponsĂĄvel e Empreendedora, do Instituto CidadĂŁo. E teve uma atitude elogiĂĄvel, ao convidar para o evento todos os seus antecessores. Alguns nĂŁo puderam ir, mas vĂĄrios deles compareceram.

Reconhecido O prefeito arapiraquense teve outro gesto louvåvel, na festa do Instituto Cidadão, ao destacar, em seu discurso, o nome da antecessora e hoje deputada federal CÊlia Rocha, atribuindo a ela o fato de ter sido eleito para dirigir o município. Foi o reconhecimento público da importância de CÊlia para sua carreira política.

Sondagem

Liberou geral

A 10 meses da eleição, o Ibrape/ Cadaminuto fez a primeira pesquisa com nove prÊ-candidatos a prefeito de Maceió. Ronaldo Lessa lidera (25%), Rui Palmeira tem 16% e Jefferson Moraes, 13%. Sem Lessa, Rui aparece com 28%, Rosinha da Adefal com 21% e Galba Novaes tem 17%. Indecisos, nulos e brancos dão 34%.

A festa de aniversårio de Maceió, com show de Elba Ramalho, provocou a formação de um camarote suprapartidårio, no Estacionamento de Jaraguå. Não apenas o grupo de Cícero Almeida se fazia presente no espaço da prefeitura, mas tambÊm personagens que vez por outra, publicamente, fazem críticas ao prefeito.

Orientação AtĂŠ a prĂłxima 6ÂŞ feira, dia 16, data de encerramento da biometria em MaceiĂł, todos os postos de recadastramento estarĂŁo funcionando, das 8 Ă s 17 horas: em Bebedouro, na Gruta de Lourdes, no Tabuleiro, em Cruz das Almas (Faculdade FITs), no Farol (Cesmac da Rua Ă&#x201A;ngelo Neto) e em JaraguĂĄ (Faculdade EstĂĄcio FAL).

Martírio Domingo à tarde faltou energia no Residencial Jardim Petrópolis, vizinho ao Aldebaran, por problemas numa taboca. Um leitor desta Conjuntura ligou 32 vezes para a Eletrobras e em todas elas só ouvia gravaçþes. Na 33ª vez, após 12 minutos, alguÊm atendeu. Mas a energia só voltou ontem, às 6 da manhã.

â&#x20AC;&#x153;

Se eles estivessem tranquilos, essa seria a melhor oportunidade para dar explicaçþes. Ou esse dinheiro da FRQVXOWRULDpUHVXOWDGRGHWUiĂ&#x20AC;FRGH LQĂ XrQFLDRXSLRUpODYDJHPGHGLnheiro de caixa dois de campanhaâ&#x20AC;? Ă LVARO DIAS Senador do PSDB/PR, sobre a tentativa do governo de impedir o depoimento do ministro Fernando Pimentel, no Senado

* Hoje, as agĂŞncias da CEF devem lotar, com o pagamento do 13Âş salĂĄrio dos servidores estaduais. Problema sĂŁo os terminais eletrĂ´nicos, muitos enguiçados. Domingo, na AgĂŞncia Gruta, um cartaz dizia: â&#x20AC;&#x153;Este WHUPLQDOQmRDFHLWDFDUWmRFRPFKLS´ * O procurador-geral, Marcelo Teixeira, estĂĄ convocando todos os procuradores que integram a Procuradoria Geral do Estado para reuniĂŁo de trabalho hoje, Ă s 10 horas, no auditĂłrio da PGE. Ă&#x2030; o primeiro encontro FRPWDOÂżQDOLGDGHGHVGHDSRVVHGLD * Acontece no dia de hoje o IX Encontro Alagoano da Micro e Pequena Empresa, no FĂłrum Desembargador Moura Castro, em SĂŁo Miguel dos Campos, segundo anuncia CĂ­cero Berto, presidente da Fampec. Detalhes: www.fampec-al.com, 9964-1299/8883-0361. * O cantor e compositor Naldinho Freire estĂĄ lançando hoje o DVD â&#x20AC;&#x153;RaĂ­zes: Traços Contemporâneosâ&#x20AC;?, Ă s 19 horas, no pĂĄtio externo do Teatro Deodoro. Entrada franca. AmanhĂŁ, o lançamento ĂŠ em Recife, no Espaço Cultural Bar Teatro Mamulengo. * AtĂŠ sĂĄbado o MaceiĂł Shopping apresentarĂĄ, todas as tardes, apresentaçþes de corais. Hoje serĂĄ a vez do coro do Sindicato dos Trabalhadores em Educação. No repertĂłrio, clĂĄssicos como Aleluia, de Hendel, Noite Feliz e Happy Day.

Vencedor do pleito suplementar em Joaquim Gomes aponta â&#x20AC;&#x2DC;socialâ&#x20AC;&#x2122; como alvo CORTESIA JG 40°GRAUS

NIGEL SANTANA REPĂ&#x201C;RTER

U

m ano para administrar uma cidade onde os Ă­ndices sociais e os maus tratos com os recursos pĂşblicos fazem parte de uma realidade nem um pouco invejĂĄvel. SĂŁo alguns dos deVDĂ&#x20AC;RV GH $QW{QLR %DWLVWD (PSDB), eleito com mais de 47% dos votos para ser o novo prefeito de Joaquim Gomes. Foi uma disputa acirrada tanto nas urnas quanto nos palanques da campanha eleitoral. Batista conseguiu vencer Benedito Pontes, candidato GR33TXHĂ&#x20AC;FRXHPVHJXQGR lugar com 3.932 votos. Toinho Batista recebeu o apoio de 651 eleitores a mais. O terceiro postulante Ă disputa foi Marcelino Alves (PSL), o Nego SarrapiĂŁo, que apesar de estar exercendo a função de prefeito, apĂłs eleição indireta da Câmara que tirou Pontes e o sagrou como chefe GR ([HFXWLYR Ă&#x20AC;FRX DSHQDV com 11% dos votos vĂĄlidos. Tanto Pontes, como Alves, assumiram a prefeitura pelo afastamento de Cristina BrandĂŁo, vencedora do pleito de 2008, por compra de votos. De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE), as eleiçþes ocorreram dentro da

Antonio Batista, novo prefeito de Joaquim Gomes, começa mandato citando rombo em prefeitura

normalidade, mesmo com as tensþes entre o desembargador-presidente do TRE, Orlando Manso, e o comandante da PM, coronel Luciano Silva. Nada grave aconteceu na cidade. Após a divulgação do resultado, na noite de domingo,

os correligionĂĄrios de Batista saĂ­ram em passeata pelas ruas de Joaquim Gomes festejando. Batista ressaltou que jĂĄ assumiu a prefeitura com um rombo de R$ 29 milhĂľes, oriundos da gestĂŁo de Cristina BrandĂŁo. â&#x20AC;&#x153;Temos que focar na ges-

WmR VRFLDO ([LVWH XP GpĂ&#x20AC;FLW de R$ 29 milhĂľes nas contas da prefeitura, inclusive, estamos com as certidĂľes negativas por conta de uma gestĂŁo da prefeita, que foi voltada para seus interesses, esquecendo a populaçãoâ&#x20AC;?, salientou o prefeito.

CONTRA IRREGULARIDADES

Batista vai acionar MinistĂŠrio PĂşblico e PF

A gestĂŁo de Cristina BrandĂŁo Ă frente da Prefeitura de Joaquim Gomes foi alvo de crĂ­ticas e denĂşncias por parte de Antonio Batista, eleito novo prefeito do municĂ­pio. Batista atribui os supostos crimes de corrupção Ă  prefeita cassada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE). â&#x20AC;&#x153;A cidade estĂĄ um desastre, um verdadeiro caos. No perĂ­odo em que Cristina BrandĂŁo foi prefeita houve muita apropriação indĂŠbita,

principalmente nos recursos do INSS, FGTS e saques absurdos foram feitos no programa do governo federal do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação [Fundeb]. A minha ideia ĂŠ acionar o MinistĂŠrio PĂşblico e atĂŠ a PolĂ­cia Federal para fazer uma investigação do que ocorreu quando Cristina comandou a prefeituraâ&#x20AC;?, declarou. Batista comentou que durante as campanhas eleitorais, o candidato Benedi-

to Pontes (PP), o Bida, nĂŁo passou de um fantoche de Cristina e HĂŠlio BrandĂŁo, ex-prefeito de Mata Grande. Para o novo prefeito, a intenção era vencer a eleição e apĂłs um perĂ­odo sair da prefeitura para que FrinĂŠia BrandĂŁo, sua vice-prefeita assumisse o cargo. â&#x20AC;&#x153;Dessa forma, essa famĂ­lia que desrespeitou a população de Joaquim Gomes iria querer dominar novamente a cidade, mas, o povo nĂŁo permitiu. A sociedade

p LQWHOLJHQWH R VXĂ&#x20AC;FLHQWH para enxergar as atrocidades cometidas pela famĂ­lia BrandĂŁo. Benedito Pontes foi usado apenas como pano de fundo nessa eleição. Existiam interesses de pessoas que nĂŁo sabem da realidade de Joaquim Gomes em se instalar aqui. Eles que voltem para Mata Grandeâ&#x20AC;?, coloca Batista. â&#x20AC;&#x153;Tudo o que pode ser encontrado de errado estĂĄ associado Ă administração de Cristina BrandĂŁoâ&#x20AC;?, disse. (N.S.)

ENTRE 1997-2000

Novo prefeito quer superar prĂłpria gestĂŁo Com relação Ă s metas administrativas, Antonio Batista usa como referĂŞncia o seu primeiro mandato como prefeito de Joaquim Gomes, entre 1997 e 2000. Apesar de ter se afastado da polĂ­tica, o novo prefeito disVHTXHVHXGHVDĂ&#x20AC;RpPDQWHU a educação funcionando. O prefeito elencou algumas prioridades em sua nova gestĂŁo nesse curto espaço de tempo para o pleito de 2012. â&#x20AC;&#x153;Em primeiro lugar temos que recuperar a

educação, que foi esquecida. Depois, teremos que ajustar o saneamento bĂĄsico e a infraestrutura do municĂ­pio. A outra questĂŁo a ser enfrentada ĂŠ a moradia, pois, ouvi muita reclamação de que as casas na cidade estĂŁo em condiçþes preocupantes, principalmente dos moradores de baixa rendaâ&#x20AC;?, atenta. Toinho Batista argumenWDTXHRGHVDĂ&#x20AC;RQHVVDDGPLnistração ĂŠ superar seus nĂşmeros quando fora prefeito. Ainda fazendo crĂ­ticas Ă an-

tiga gestĂŁo, Batista lamenta que a agricultura familiar foi abandonada e precisa ser reerguida Ă s pressas, jĂĄ que grande parte da população reside na Zona Rural de Joaquim Gomes. REELEIĂ&#x2021;Ă&#x192;O Questionado se em 2012 Antonio Batista sairia candidato Ă  reeleição, ele responde que o tempo, seu grupo polĂ­tico, e sua popularidade devem ser levados HP FRQVLGHUDomR SDUD GHĂ&#x20AC;nir se entrarĂĄ em mais uma

campanha. â&#x20AC;&#x153;Uma das minhas metas ĂŠ conseguir 60% de aprovação. Fui prefeito uma vez, mas nĂŁo deixei de acompanhar a polĂ­tica da cidade. Caso eu tenha uma popularidade alta, posso sair candidato Ă reeleição. No entanto, se meu grupo GHĂ&#x20AC;QLU TXH H[LVWH XPD SHVsoa com mais porcentagem que eu, apoiarei esta pessoa sem problemas. O momento p GH UHĂ HWLU VREUH DV TXHVtĂľes e trabalhar pelo socialâ&#x20AC;?. (N.S.)

DIZ MANSO

LEI SECA

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), desembargador Orlando Manso, esteve no FĂłrum de Joaquim Gomes, ao lado do juiz Gilvan Santana e do promotor SĂ­lvio Azevedo. â&#x20AC;&#x153;Esta nova eleição foi uma das mais tranquilas na histĂłria do Estado. Tudo transcorreu na mais completa ordem e tenho a certeza de que continuarĂĄ assim DWpRÂżQDOGHVWHSURFHVVR´ declarou Manso. O presidente do TRE foi acompanhado pelo desembargador eleitoral AntĂ´nio Bittencourt.

Enquanto alguns eleitores se encaminhavam Ă s sessĂľes para votar em um dos trĂŞs candidatos, outros eleitores foram detidos em Joaquim Gomes por descumprir a Lei Seca. Treze pessoas foram DXWXDGRVHPĂ&#x20AC;DJUDQWHSRU desrespeitar o artigo que proĂ­be o consumo e venda de bebidas alcoĂłlicas. Todos foram encaminhados Ă  PolĂ­cia Civil e apĂłs o tĂŠrmino da votação, Ă s 17h do domingo, eles foram liberados. A Justiça eleitoral proibiu a circulação de motos no municĂ­pio.

â&#x20AC;&#x2DC;'Tranquilidade marcou pleitoâ&#x20AC;&#x2122;

Eleitores foram presos em Joaquim Gomes


TribunaIndependente

4 POLĂ?TICA MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

%$572/20(8'5(6&+EDUWRORPHXBGUHVFK#KRWPDLOFRPEU

Recursos da habitação

S

e depender da Caixa EconĂ´mica Federal e da Câmara Brasileira da Construção Civil, o mercado imobiliĂĄrio brasileiro vai manter o seu ritmo de crescimento em 2012. As projeçþes sĂŁo as de que, somadas todas as linhas de crĂŠdito disponĂ­veis no mercado, cerca de R$ 160 bilhĂľes poderĂŁo ser utilizados para aquisição da casa prĂłpria, construção, ampliação e melhorias em imĂłveis. O valor ĂŠ 23% maior do que foi aplicado neste ano de TXHYDLFKHJDUD5ELOK}HVDWpRĂ&#x20AC;QDOGRDQR'HDFRUGRFRPD&()RYDORUGHYHUiĂ&#x20AC;QDQFLDUFHUFDGHPLOKmRGHXQLGDGHVQRSUy[LPRDQR$PDLRULDGRVĂ&#x20AC;QDQFLDPHQWRVGHYHUiVHU destinada Ă classe mĂŠdia (famĂ­lias com renda acima de R$ 5 mil) com recursos de R$ 100 bilhĂľes, cuja origem deverĂĄ ser oriunda das cadernetas de poupança. Outros R$ 60 bilhĂľes sĂŁo do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) e outras fontes como o Fundo de Arrendamento Residencial e o Fundo de Desenvolvimento Social, com recursos orçamentĂĄrios da UniĂŁo. Este dinheiro YDLĂ&#x20AC;QDQFLDULPyYHLVSDUDWUDEDOKDGRUHVTXHJDQKDPDWp5 mil. Deste total, 72% vĂŁo para a nova classe C. SĂł a Caixa estima emprestar no ano que vem quase R$ 100 bilhĂľes, incluindo os R$ ELOK}HVGDSRXSDQoDGHVWLQDGRVjFODVVHPpGLDSDUDĂ&#x20AC;QDQFLDU um milhĂŁo de moradias, 15% a mais que em 2011.

Ufal no interior 2QRYRUHLWRUGD8QLYHUVLGDGH)HGHUDOGH $ODJRDVSURIHVVRUEurico LoboDÂżUPRX RQWHPTXHRSURMHWRGHLQWHULRUL]DomR VHUiXPDGDVSULRULGDGHVGDVXDDGPLQLVWUDomR(OHGLVVHTXHRVUHVXOWDGRVWrP VLGRVDWLVIDWyULRVDWpDJRUDHPHVPR FRPGLYHUVDVXQLGDGHVQHFHVVLWDQGRGH DOJXPDVREUDVHVWUXWXUDLVWXGRRTXH IRLIHLWRDWpRPRPHQWRUHĂ&#x20AC;HWHRr[LWRGDLPSODQWDomR&LWRXTXHGRV FXUVRVPLQLVWUDGRVQRLQWHULRUUHFHEHUDPFRQFHLWR%RPH0XLWR%RP GHQWURGDVWpFQLFDVGHDYDOLDomRGRVWpFQLFRVGR0(&1DVSURYDVGR (QDGHDOJXQVFXUVRVREWLYHUDPQRWDPi[LPDHHPRXWUDVDYDOLDo}HV QRYHFXUVRVDOFDQoDUDPFRQFHLWR HQWUHH 

Ufal no interior 2 (XULFR/RERH[SOLFRXDLQGDTXHRVSUREOHPDVHPDOJXQVFDPSLHVWmR VHQGRHQIUHQWDGRVFRPRpRFDVRGH9LoRVD(OHH[SOLFRXTXHDHPSUHVDYHQFHGRUDGDOLFLWDomRGHVLVWLXGDREUDHTXHRXWURSURFHVVRHVWiHP DQGDPHQWRSDUDDFRQVWUXomRGR+RVSLWDO9HWHULQiULRHGRVODERUDWyULRV TXHMiGLVS}HPGH5PLOK}HVSDUDDVREUDV(P'HOPLUR*RXYHLD RSUpGLRYDLVHUDPSOLDGRDVVLPFRPRHP3DOPHLUDGRVĂ&#x2039;QGLRV-iHP 3HQHGRD3UHIHLWXUDFHGHXXPWHUUHQRPDLRUHRSURFHVVRGHOLFLWDomR FRPHoDUiHPEUHYH(P6DQWDQDGR,SDQHPDDVLWXDomRpVHPHOKDQWH jGH9LoRVD(HP$UDSLUDFDRSUHVtGLRTXHÂżFDDRODGRGD8IDOVHUi GHVDWLYDGRHDVLQVWDODo}HVVHUmRGRDGDVj8QLYHUVLGDGH$LQGDVHUmR FRQVWUXtGDVDSDUWLUGHDUHVLGrQFLDHRUHVWDXUDQWHXQLYHUVLWiULRVH RSUpGLRGDFRRUGHQDomRFRPUHFXUVRVGH5PLOK}HV

DossiĂŞ Cayman

Natal e Ano-Novo

8PDLQYHVWLJDomRGD3ROtFLD )HGHUDO)%,H,QWHUSROFRQÂżUPRX TXHRVHQDGRU)HUQDQGR&ROORU 37% SDJRX86PLOK}HVHP SHOR'RVVLr&D\PDQXP FRQMXQWRGHSDSpLVIRUMDGRVSDUD LPSOLFDUDVSULQFLSDLVOLGHUDQoDV GR36'%FRPVXSRVWDVPRYLPHQWDo}HVÂżQDQFHLUDVQRH[WHULRU 2IDWRIRLGLYXOJDGRRQWHPSHOD )ROKDGH6mR3DXOR2'RVVLr IRLHODERUDGRFRPGRFXPHQWRV JURVVHLUDPHQWHIDOVLÂżFDGRVHHP SDUWHGLYXOJDGRVQDFDPSDQKD SUHVLGHQFLDOGH&ROORUWHULD FRPSUDGRDSDSHODGDSRULQWHUPpGLRGRVHXLUPmR/HRSROGRH GHXPDPLJRHP0LDPLHUHFHEHX RVGRFXPHQWRVHPPmRVHP0DFHLy2FDVRQmRGHXHPQDGDD QmRVHUQRSUHMXt]RQDVÂżQDQoDV GRDWXDOVHQDGRUDODJRDQR

)LVFDLVGR3URFRQUHDOL]DUDPXP OHYDQWDPHQWRQRVSULQFLSDLVVXSHUPHUFDGRVGH0DFHLyDUHVSHLWR GRVSUHoRVFREUDGRVSDUDDVIHVWLYLGDGHVQDWDOLQDVHGH$QR1RYR 0DLVGHLWHQVIRUDPSHVTXLVDGRVDOpPGHGHWDOKHVVREUHRV FRPSRQHQWHVGDFKDPDGD&HLD GH1DWDO$SHVTXLVDPRVWURXPDLV XPDYH]TXHRVSUHoRVYDULDP HPIXQomRGDPDUFDHGRSUySULR HVWDEHOHFLPHQWRFRPHUFLDO3DUD DTXHOHVTXHQmRDEUHPPmRGH YLQKRVSDQHWRQHSHUXTXHLMRV GRFHVHPFDOGDHFKRFRODWHVD FHLDQDWDOLQDSRGHYDULDUGH5 D5GHSHQGHQGR GRLQWHUHVVHGRFOLHQWH2XWURV DUWLJRVQDWDOLQRVHHOHWURGRPpVWLFRVWDPEpPIRUDPSHVTXLVDGRV $SHVTXLVDFRPSOHWDHVWDQRVLWH ZZZSURFRQJRYDOEU

CampeĂľes de rendas &LQFRHTXLSHVGRPLQDUDPDVELOKHWHULDVGR&DPSHRQDWR%UDVLOHLURGH &RULQWKLDQV6mR3DXOR%DKLD)ODPHQJRH9DVFRIDWXUDUDP5 PLOK}HV  GRWRWDOGH5PLOK}HVREWLGRVFRPDVUHQGDV GHWRGRR%UDVLOHLUmR2UHVWDQWH 5PLOK}HV IRLUHSDUWLGRHQWUHRV RXWURVWLPHVSDUWLFLSDQWHV6yR&RULQWKLDQVIDWXURX5PLOK}HV PDLVGRTXHREWLYHUDPMXQWRV6DQWRV)LJXHLUHQVH&UX]HLUR&HDUi $PpULFD0*$WOpWLFR0*H$YDtTXHQmRFKHJRXD5PLOK}HV2 6mR3DXORIDWXURX5PLOK}HV2%DKLDDUUHFDGRX5PLOK}HV 2)ODPHQJR5PLOK}HV5PLODPDLVTXHR9DVFRPDVRVGRLV WLPHVIRUDPPXLWRSUHMXGLFDGRVSHORIHFKDPHQWRGR0DUDFDQm

Gato milionĂĄrio 7RPPDVRXPJDWRSUHWRGHTXDWURDQRVTXHSUHFLVDGHPXLWRSRXFR SDUDYLYHUDFDERXKHUGDQGRXPDIRUWXQDGHGH]PLOK}HVGHHXURV 5 PLOK}HV 6XDGRQDXPDYL~YDGHDQRVIDOHFLGDUHFHQWHPHQWH LQFOXLX7RPPDVRQRWHVWDPHQWRTXHIRLHODERUDGRXPDQRDQWHVGD VXDPRUWH(ODTXHULDTXHXPDLQVWLWXLomRGHFDULGDGHDGPLQLVWUDVVHRV EHQVGRJDWRPDVQmRHQFRQWURXQHQKXPDHPTXHPFRQÂżDVVH7RGDD DGPLQLVWUDomRSDVVRXSDUDDHQIHUPHLUD6WHIkQLDTXHFXLGRXGHODHGR JDWRQRV~OWLPRVWHPSRV Â&#x2021;-iFRPDDOPDHRWDOHQWRHPSDSDGRVFRPRVULWPRVHDFXOWXUDSRSXODUGH$ODJRDVRFDQWRUFRPSRVLWRUHSHVTXLVDGRU1DOGLQKRODQoDKRMH R'9'Âł5Dt]HV7UDoRV&RQWHPSRUkQHRV´(VWH'9'pRFRPSOHPHQWR GRWUDEDOKRODQoDGRHPHPWRGRR1RUGHVWH Â&#x2021;7RGRRWUDEDOKRpRUHVXOWDGRGHXPDSHVTXLVDGHGH]DQRVDFHUFD da mĂşsica e dos ritmos do Nordeste, obtidos por meio da tradição oral, coletados por Naldinho em nove estados da regiĂŁo. Â&#x2021;(OHSHUFRUUHXORFDLVGLVWDQWHVYLVLWRXFRPXQLGDGHVWUDGLFLRQDLVFDVDV GHFXOWRVDIULFDQRVDOGHLDVLQGtJHQDVPHVWUHVSRSXODUHVHGHPDLV HVSDoRVGHSUHVHUYDomRGDPHPyULDPXVLFDOQRUGHVWLQD Â&#x2021;1HVWDEXVFDDOXFLQDQWHUHFRPS{VPDQLIHVWDo}HVGLYHUVDVFRPRRV cocos, cirandas, maracatus, barravento, torĂŠ, o maneiro-pau e muito mais. Â&#x2021;$JRUDRWUDEDOKRVDLHP'9'FRPDSDUWLFLSDomRGRVP~VLFRV-XOLR &DPSRVH:LOVRQ0LUDQGD2ODQoDPHQWRVHUiQRSiWLRGR7HDWUR'HRGRURDSDUWLUGDVKGHKRMHFRPHQWUDGDJUDWXLWD0HOKRULPSRVVtYHO

Porto Real do ColĂŠgio tambĂŠm tem novo gestor 5LWD%RPÂżPpFDVVDGDSHOR75(HYLFH-RVp%HODUPLQRDVVXPHSUHIHLWXUD com a decisĂŁo da prefeita de trocar de partido polĂ­tico hĂĄ cerca de quatro meses. orto Real do ColĂŠgio Para Belarmino, ela teria tem um novo prefeito. FRPHWLGR LQĂ&#x20AC;GHOLGDGH SDUWLJosĂŠ Belarmino de dĂĄria ao abandonar a sigla Oliveira (PRB), entĂŁo vice- que a elegeu. A tese foi aceiprefeito do municĂ­pio, as- ta pelo procurador regional sumiu o executivo local no Eleitoral Rodrigo TenĂłrio Ă&#x20AC;P GD WDUGH GH RQWHP   e teve parecer favorĂĄvel do 5LWD%RPĂ&#x20AC;PSUHIHLWDHOHLWD desembargador eleitoral em 2008, foi cassada no do- Raimundo Campos, relator mingo (11) pelo Tribunal do processo. Regional Eleitoral (TRE) AtĂŠ entĂŁo ligada ao PTB, SRU LQĂ&#x20AC;GHOLGDGH SDUWLGiULD %RPĂ&#x20AC;P VHJXLX D RQGD QDBelarmino assume a pre- FLRQDO GH Ă&#x20AC;OLDo}HV DR 36' feitura do municĂ­pio restan- e mudou de partido. O prodo pouco mais de um ano blema ĂŠ que a ex-prefeita de mandato. Foi o prĂłprio trocou de sigla antes mesvice-prefeito que denunciou mo que o Tribunal Superior %RPĂ&#x20AC;P j -XVWLoD (OHLWRUDO (OHLWRUDO 76(  FRQĂ&#x20AC;UPDVVH Ele se declarou prejudicado a criação na nova legenda. A VICTOR AVNER REPĂ&#x201C;RTER

P

troca havia sido patrocinada pelo deputado federal JoĂŁo Lyra, presidente do PSD em Alagoas. Ele tambĂŠm deixou sua antiga legenda, o PTB, SDUD VH Ă&#x20AC;OLDU j QRYD VLJOD mas nĂŁo recebeu qualquer punição. CONFUSĂ&#x192;O A cerimĂ´nia de posse de Belarmino sĂł teve inĂ­cio por volta das 17h. O atraso foi causado pelo presidente da Câmara, vereador HĂŠlio do Ritiro (PR). Ele teria deixado a Casa Legislativa para nĂŁo dar posse ao novo prefeito. O problema sĂł foi solucionado apĂłs o advogado de Belarmino, Rubens Pereira, ter preparado um requerimento junto ao TRE pedindo

que a posse fosse realizada por qualquer vereador do municĂ­pio. Ao reaparecer na Câmara, HĂŠlio deu prosseguimento Ă cerimĂ´nia sem maiores empecilhos. DESVIO DE RECURSOS Em setembro de 2010, a PolĂ­cia Federal constatou o desvio de recursos nos cofres de Porto Real do ColĂŠgio com fraudes em licitaçþes. Ă&#x20AC; ĂŠpoca, o delegado Amaro Vieira, superintendente da instituição, declarou que o inquĂŠrito seguia sob segredo de justiça, mas o valor do desvio era no montante de R$ 40 milhĂľes. A polĂ­cia cumpriu mandados de busca e apreensĂŁo dentro da prĂłpria prefeitura. DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

SANTANA

Deputado garante R$ 2 mi para obras Santana do Ipanema terĂĄ mais R$ 2 milhĂľes para gastar em obras de infraestrutura na cidade. Os recursos foram garantidos na semana passada pelo deputado federal MaurĂ­cio Quintella (PR). A verba deverĂĄ ser utilizada na construção de calçamentos para o municĂ­pio. â&#x20AC;&#x153;SĂŁo recursos provenientes das minhas emendas individuaisâ&#x20AC;?, explica o parODPHQWDU 3RU FDXVD GR Ă&#x20AC;P de ano, o dinheiro entra na conta de restos a pagar do governo federal e deverĂĄ ser investido apenas em 2012. De acordo com o deputado, nĂŁo ĂŠ a primeira vez que o municĂ­pio sertanejo estĂĄ listado para receber recursos provenientes de suas emendas parlamentares. â&#x20AC;&#x153;Todos os anos coloco verbas lĂĄ. Ă&#x2030; minha baseâ&#x20AC;?, pontua. Para receber a verba, a Prefeitura de Santana do Ipanema terĂĄ que apresentar um projeto ao MinistĂŠrio da Integração Nacional. Se aprovados, os recursos serĂŁo liberados por meio de convĂŞnio com a Caixa EconĂ´mica Federal. SĂł a partir daĂ­ poderĂĄ ser aberta uma licitação para contratar empresa que realize os serviços de infraestrutura. AlĂŠm de Santana do Ipanema, outras cidades ainda devem receber recursos das emendas de Quintella. Entre elas, estĂĄ MaceiĂł. O deputado empenhou verbas para a construção do viaduto na avenida Durval de GĂłes Monteiro. â&#x20AC;&#x153;A prefeitura precisa apresentar o projeto para a construção do viaduto no Posto da PolĂ­cia RodoviĂĄria Federal. Tem empenho para vĂĄrias cidades, inclusive Pilar e Campo Alegreâ&#x20AC;?, ressalta. (V.A.)

Empresa alega falta de pagamento das entes pĂşblicos municipais; â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; hora de quitarâ&#x20AC;?, diz tĂŠcnico

SEM PAGAR

Eletrobras corta energia de 21 prefeituras inadimplentes Os trabalhos em 21 prefeituras de Alagoas deverão ser realizados às escuras a partir desta terça-feira (13). Todas estão com dÊbitos junto à Eletrobras Distribuição Alagoas por contínua falta de pagamento das contas de luz. As dívidas com a antiga Ceal ultrapassam a cifra de R$ 27 milhþes. Secretarias, superintendências, escolas e vårios outros prÊdios de administraçþes municipais terão seu fornecimento de energia cortados pela distribuidora. A medida estå sendo tomada após meses de negociaçþes com os órgãos públicos. De acordo com a Eletro-

bras, os gestores dos municĂ­pios atingidos pelo corte de luz foram convocados pela negociar as dĂ­vidas, mas nĂŁo houve acordo. Algumas prefeituras nem mesmo teriam enviados representantes. Apesar da constatação de dĂŠbito, a fornecedora de energia nĂŁo vai divulgar a relação de prefeituras atingidas pela suspensĂŁo do serviço. AtravĂŠs de sua assessoria de comunicação, a empresa informou que â&#x20AC;&#x153;nĂŁo pode submeter clientes a qualquer tipo de constrangimentoâ&#x20AC;?, o que tambĂŠm ĂŠ vĂĄlido para os entes pĂşblicos. CAMPANHA Desde outubro, a Ele-

COLĂ&#x2030;GIO

MISSĂ&#x192;O

2QRYRSUHIHLWRGH3RUWR5HDO GR&ROpJLR-RVp%HODUPLQR FRQYHUVRXRQWHPFRPRVYHUHDGRUHVGDFLGDGHHMiDQXQFLRX TXHTXHUJRYHUQDUFRPRDSRLR GD&kPDUDGH9HUHDGRUHV 3RUpPDSUHIHLWDDIDVWDGDRita %RQÂżPDYLVRXSRUPHLRGH DVVHVVRUHVTXHYDLHQWUDUFRP UHFXUVRQR7ULEXQDO6XSHULRU (OHLWRUDO 76( HP%UDVtOLD UHFODPDQGRVHXPDQGDWR2 DIDVWDPHQWRGDSUHIHLWDDFRQWHFHXSRUXQDQLPLGDGHQRSOHQR GR7ULEXQDO5HJLRQDO(OHLWRUDO VHLVYRWRVDIDYRU

-RVp%HODUPLQR 35% pR WHUFHLURSUHIHLWRTXHDVVXPHXP ([HFXWLYRPXQLFLSDOHP$ODJRDVUHVWDQGRSRXFRPDLVGHXP DQRGHPDQGDWR(OHVHMXQWD DRJUXSRFRPSRVWRSRU7RLQKR %DWLVWD 36'% HOHLWRSDUDD SUHIHLWXUDGH-RDTXLP*RPHV QRGRPLQJR  HGeorge Clemente 36% TXHWRPRXSRVVH HP6mR0LJXHOGRV&DPSRVQR FRPHoRGHRXWXEUR&RPPDQGDWRVFXUWtVVLPRVRVWUrVWHUmR TXHGHVHQYROYHUXPDJHVWmR EDVWDQWHHÂżFLHQWHVHTXLVHUHP GLVSXWDUDUHHOHLomRHP

Afastamento de Rita foi unânime: 6x0

Prefeitos têm que mostrar serviço

trobras realiza uma campanha para regularização de dĂŠbito. Os usuĂĄrios da companhia que pagarem suas contas atĂŠ o dia 23 de dezembro terĂŁo descontos do pagamento de juros, multas e correção monetĂĄria. O pagamento ainda pode ser divididos em atĂŠ dez anos. Segundo Miguel Orselete, gerente do Departamento de Atendimento ao Consumidor, ĂŠ uma boa oportunidade para o inadimplente quitar sua dĂ­vida. â&#x20AC;&#x153;Assim a empresa conseguirĂĄ ampliar os investimentos para melhorar o fornecimento de energia elĂŠtrica em Alagoasâ&#x20AC;?, argumenta. (V.A.)


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011 POLĂ?TICA

5

Anape se levanta contra PEC de Jota Entidade que representa os procuradores de Estado se manifestou contra alteração na indicação de procurador geral DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

EDITORIA DE POLĂ?TICA COM ASSESSORIA

COLUNA SEMANAL DA PRESIDENTA DILMA ROUSSEFF Gilvan Jones dos Santos, 33 anos, professor em SĂŁo Paulo (SP) â&#x20AC;&#x201C; Sou paraplĂŠgico e me orgulhei em ver o desempenho do Brasil no Parapan. Acho que o seu governo precisa olhar muito para esse segmento. Presidenta Dilma â&#x20AC;&#x201C; O seu orgulho, Gilvan, ĂŠ o mesmo de todos nĂłs, brasileiros, com o desempenho excepcional dos nossos para-atletas. O mĂŠrito ĂŠ todo deles, que nos deram exemplos vivos de determinação, perseverança e superação. Por meio do Bolsa Atleta, nĂłs demos uma ajuda, que foi muito bem aproveitada. Das 197 medalhas conquistadas, 156 vieram no peito de EHQHÂżFLiULRVGRSURJUDPD%ROVD$WOHWDRXURVSUDWDVH EURQ]HV(QWUHHVVHVEROVLVWDVHVWiRQDGDGRU'DQLHO'LDV que ganhou 11 ouros e ĂŠ o maior vencedor da histĂłria dos Jogos Parapanamericanos. O programa garante uma remuneração mensal para que eles se dediquem exclusivamente aos treinos e competiçþes. Quase 14 mil esportistas, incluindo os SDUDDWOHWDVMiUHFHEHUDPDEROVD0DVQyVQmRQRVOLPLWDPRV DSHQDVDHVWLPXODUDSUiWLFDHVSRUWLYDGDVSHVVRDVFRPGHÂżciĂŞncia. Recentemente, lançamos o Viver sem Limite, que prevĂŞ um conjunto amplo de açþes estratĂŠgicas em educação, saĂşde, cidadania e acessibilidade. O programa visa a autonomia da SHVVRDFRPGHÂżFLrQFLDFRPDVXDLQWHJUDomRSOHQDjYLGDGD VRFLHGDGH9DPRVLQYHVWLUDWp5ELOK}HVQR9LYHUVHP Limite, pois sabemos que, com oportunidades, todas as pessoas FRPGHÂżFLrQFLDFRQVHJXHPVXSHUDUEDUUHLUDVHUHDOL]DUVHXV sonhos. Ana Paula C. Jansen, 19 anos, estudante em Porto Alegre (RS) â&#x20AC;&#x201C; Gostaria de saber se cresceram ou diminuĂ­ram as denĂşncias de violĂŞncia contra a mulher e como o Brasil poderia diminuir os casos de brasileiras vĂ­timas de abusos no exterior. Presidenta Dilma â&#x20AC;&#x201C; O nĂşmero de denĂşncias vem crescendo e isso ĂŠ positivo, porque mostra que as mulheres estĂŁo mais conscientes e cada vez mais enfrentando o problema de frente. A Secretaria de PolĂ­ticas para as Mulheres mantĂŠm, gratuitamente, R/LJXH2REMHWLYRpRULHQWDULQIRUPDUVREUHFRPRIXQFLRQD a legislação de proteção, como a Lei Maria da Penha, e sobre RQGHHFRPREXVFDUDWHQGLPHQWR'HVGHR/LJXHMi atendeu mais de dois milhĂľes de mulheres. SĂł este ano, atĂŠ RXWXEURDFHQWUDOUHFHEHXPLOOLJDo}HV$SDUWLUGHGHQRvembro, Ana Paula, nĂłs estendemos esse serviço gratuito, que tem salvado muitas vidas, tambĂŠm para as brasileiras que vivem QD(VSDQKD,WiOLDH3RUWXJDO'D(VSDQKDDVPXOKHUHVGHYHP OLJDUSDUDGD,WiOLDSDUDHGH3RUWXJDOSDUD1DOLJDomRDVEUDVLOHLUDVGHYHPRSWDUSRU RXHLQIRUPDUjDWHQGHQWHHPSRUWXJXrVRQ~PHUR 8PDGDVSULQFLSDLVSROtWLFDVGHSURWHomRpD5HGHGH(QIUHQWDPHQWRj9LROrQFLD&RQWUDDV0XOKHUHVTXHDWXDGHIRUPD articulada com estados, municĂ­pios, instituiçþes pĂşblicas e a coPXQLGDGH2EMHWLYRGDUDWHQomRVRFLDOSVLFROyJLFDRULHQWDomR MXUtGLFDHVHQGRQHFHVViULRDFROKLPHQWRQDV&DVDV$EULJR Adalberto Luz, 48 anos, biĂłlogo em FlorianĂłpolis (SC) â&#x20AC;&#x201C; Quais as propostas que o Brasil quer discutir na Rio +20? Presidenta DilmaÂą$GDOEHUWRRJRYHUQRMiWHPXPFRQMXQWRGH SURSRVWDVSDUDGLVFXVVmRQD&RQIHUrQFLDGDV1Do}HV8QLGDV VREUH'HVHQYROYLPHQWR6XVWHQWiYHOD5LR2GRFXPHQWR HODERUDGRSHOD&RPLVVmR1DFLRQDOGD5LRpIUXWRGH FRQVXOWDVjVRFLHGDGHDyUJmRVGRVWUrVQtYHLVGHJRYHUQRDR &RQJUHVVRHDR3RGHU-XGLFLiULR(QWUHDVSURSRVWDVGHVWDFR a criação de um Programa de Proteção Socioambiental Global, XPDHVSpFLHGH%ROVD)DPtOLDPXQGLDODGHÂżQLomRGH2EMHWLYRV GH'HVHQYROYLPHQWR6XVWHQWiYHOÂąDH[HPSORGRV2EMHWLYRVGH 'HVHQYROYLPHQWRGR0LOrQLRÂąSDUDVHUHPFXPSULGRVHQWUH HQRYRVLQGLFDGRUHVSDUDPHGLUR'HVHQYROYLPHQWRFRP DLQFRUSRUDomRGHHOHPHQWRVGHVXVWHQWDELOLGDGHDRFiOFXORGR 3,%HR3DFWR*OREDOSDUD3URGXomRH&RQVXPR6XVWHQWiYHLV TXHLQFOXLFRPSUDVS~EOLFDVVXVWHQWiYHLV(PUHODomRDRVQRYRV GHVDÂżRVGRGHVHQYROYLPHQWRVXVWHQWiYHOSURSRPRVSULRULGDGH a temas da agenda social, como a erradicação da pobreza H[WUHPDFRPEDWHjVGHVLJXDOGDGHVDFHVVRjVD~GHHGXFDomR SURPRomRGDLJXDOGDGHGHJrQHURHUDFLDOHQWUHYiULRVRXWURV SRQWRV2GRFXPHQWRQDtQWHJUDSRGHVHUDFHVVDGRQDSiJLQD KWWSZZZPPDJRYEUHVWUXWXUDVBDUTXLYRVULRBSURSRVWDEUBSGI2VIXQGDPHQWRVGDQRVVDSURSRVWDVmRDSURPRomR de uma economia verde, no contexto do desenvolvimento susWHQWiYHOHGDHUUDGLFDomRGDSREUH]DHRDSHUIHLoRDPHQWRGD JRYHUQDQoDJOREDOGRGHVHQYROYLPHQWRVXVWHQWiYHO

A

Associaçäo Nacional dos Procuradores de Estado (Anape) manifestou-se, ontem, dia 12, sobre a proposta de emenda constitucional apresentada pelo deputado estadual Jota Cavalcante (PDT), que altera o processo de escolha do cargo de procurador-geral do Estado. Hoje, para ocupar o cargo, o governador do Estado tem que indicar um procurador que faça parte dos quadros da Procuradoria Geral do Estado, seja ela da ativa ou jĂĄ aposentado. A sugestĂŁo do parlamenWDU p Gi Ă&#x20AC;P D HVVD REULJDtoriedade, dando poderes ao governador em escolher qualquer advogado para ser procurador geral do Estado. O presidente da Anape, procurador Juliano Dossena, por meio de nota distribuĂ­da na imprensa, declarou seu repĂşdio Ă iniciativa de Jota Cavalcante. Segundo a nota, â&#x20AC;&#x153;foi elaborada de modo leviano, demonstrando total desconhecimento acerca da nobre carreira dos procuradores de Estado e, deliberadamente, resultando em cristalino ataque Ă  honra e Ă  dignidade de toda a classeâ&#x20AC;?. 2 SRVLFLRQDPHQWR Ă&#x20AC;QFDGR pela categoria apresentado pela nota assinada por Juliano Dossena cita ainda que a emenda do deputado Jota Cavalcante ĂŠ â&#x20AC;&#x153;uma abusiva ofensaâ&#x20AC;?. Dossena manifesta o â&#x20AC;&#x153;pesar e preocupaçäo com essas desditosas [infelizes] inovaçÜes irresponsĂĄveisâ&#x20AC;?, se referindo mais uma vez Ă  emenda constitucional apresentada pelo parlamentar alagoano. $ $QDSH Ă&#x20AC;QDOL]D D QRWD â&#x20AC;&#x153;exigindo respeito Ă  instituiçäo dos Procuradores de (VWDGRHUDWLĂ&#x20AC;FDVXDSRVLolR contrĂĄria a qualquer movimento que vise macular o bom nome do procurador de Estado [cargo] e busque desestabilizar a classe, alĂŠm de colocar a sociedade contra a carreiraâ&#x20AC;?. A entidade defende entĂŁo o fortalecimento da classe que, por obrigação proĂ&#x20AC;VVLRQDO ´FRPEDWH SULPDULDmente a corrupçãoâ&#x20AC;?. VISTAS Um pedido de vistas do deputado Ronaldo Medeiros (PT) tirou a emenda da relação das matĂŠrias em pauta da Assembleia Legislativa, na semana passada. A Proposta de Emenda Constitucional pode retornar ao debate na Casa de Tavares Bastos esta semana, onde vĂŁo ocorrer as derradeiras sessĂľes ordinĂĄrias do ano legislativo de 2011. AtĂŠ o fechamento desta edição, o deputado Jota Cavalcante foi procurado por nossa reportagem para falar sobre o assunto, entretanto seus celulares estavam desligados e em outras tentativas chamavam sem alguĂŠm atender as ligaçþes.

Juliano Dossena, presidente da Anape, avalia como â&#x20AC;&#x2DC;infeliz inovação irresponsĂĄvelâ&#x20AC;&#x2122; de deputado

MINHA CASA, MINHA VIDA

Para regularizar imóveis, construtoras serão avalistas Uma nova reunião sobre a regularização das unidades do programa Minha Casa, Minha Vida foi realizada nesta segunda-feira (12), na Corregedoria-Geral da Justiça (CGJ). O encontro serviu para encontrar uma solução para o pagamento das taxas dos registros de imóveis, que deve ser feito ao Cartório de Registro de Imóveis. Resultado, construtoras serão as avalistas. Em Alagoas, de acordo com números fornecidos pela Caixa Econômica Federal, são 5 mil residências com imposto em aberto. O corregedor-geral da Justiça, desembargador James Magalhães, mediou o acordo entre a Associação das Empresas do Mercado Imobiliårio

(Ademi) e a Caixa EconĂ´mica )HGHUDO UHVSRQViYHO SHOR Ă&#x20AC;nanciamento das unidades e os cartĂłrios. O impasse começou apĂłs a Lei 12424/11, que altera a Lei n° 11.977, que garantia a isenção total do pagamento. â&#x20AC;&#x153;A Caixa encaminhou Ă Corregedoria o total de contratos de unidades que ainda estĂŁo pendentes de registro. Das 14 mil unidades vendidas recentemente, 5 mil nĂŁo foram regularizadas junto aos cartĂłrios. O interessante ĂŠ que a Ademi, a Caixa e os cartĂłrios entrem em acordo SDUD EHQHĂ&#x20AC;FLDU DTXHOHV TXH anseiam por moradiaâ&#x20AC;?, disse o desembargador James MagalhĂŁes. O advogado da Ademi, Geminiano Jurema, explicou

que a entidade realizou reuniĂľes e, em parceria com os cartĂłrios, resolveu garantir o pagamento das taxas. â&#x20AC;&#x153;As construtoras serĂŁo avalistas e vĂŁo assegurar o pagamento, pois os cartĂłrios abriram PmRGHGDWD[DÂľDĂ&#x20AC;UPRX ele, Geminiano Jurema, destacando que vai entregar ao corregedor-geral de Justiça um documento formalizando o acordo entre as partes. Ainda estiveram presentes na reuniĂŁo, os advogados Adelmo Cabral e JoĂŁo Gustavo; o presidente da Ademi, Guilherme Melro; a gerente de construção civil da Caixa EconĂ´mica Federal, Aparecida Machado; o presidente do Sinduscon-AL, JosĂŠ Nogueira; alĂŠm de representantes de cartĂłrios.

COMUNIDADE DEDA DA PAZ

Maragogi vai ganhar 100 moradias do Estado e Caixa Foi assinada no Ăşltimo sĂĄbado, 10, a ordem de serviço para a construção de 100 casas no municĂ­pio de Maragogi, no Litoral Norte do Estado. A ação habitacional ĂŠ destinada a famĂ­lias que viviam em condiçþes precĂĄrias na comunidade Deda da Paz. Para o secretĂĄrio de Estado da Infraestrura, Marco Fireman, açþes como essa VLJQLĂ&#x20AC;FDP PXLWR PDLV TXH a construção de casas. â&#x20AC;&#x153;NĂŁo promovemos apenas construção de casas, promovemos dignidade e ação social. A comunidade Deda da Paz precisa do apoio do governo e, por isso, estamos proporcionando,

com muito trabalho e empenho, o direito Ă moradia dignaâ&#x20AC;?, declarou Fireman. Segundo o prefeito Marcos Madeira (PSD), â&#x20AC;&#x153;muitos nĂŁo acreditavam que isso ia acontecer e, alĂŠm de conseguirmos as 100 casas, ainda vamos priorizar o trabalho da prĂłpria comunidade, gerando emprego e renda. Cada casa vai sair em torno de R$ 20 mil, ou seja, uma casa decente para morar com conforto. NĂŁo foi fĂĄcil conseguir realizar esse sonho; foram muitas reuniĂľes e cobranças, mas nĂŁo existe nenhuma vitĂłria sem muita luta, por isso vocĂŞs sĂŁo vitoriosos e eu estou muito feliz por ter contribuĂ­do

com tudo isso. Quem ainda nĂŁo foi contemplado ĂŠ sĂł aguardar, pois tenho certeza que a presidente Dilma ainda vai contemplar mais famĂ­lias na segunda etapaâ&#x20AC;?, completou. JĂĄ o superintendente regional da Caixa EconĂ´mica Federal em Alagoas, Herbert Buenos Aires, destacou a importância da parceria Ă&#x20AC;UPDGD FRP R JRYHUQR GR Estado. ´&DGD SDUFHULD Ă&#x20AC;UPDGD com o governo estadual ĂŠ importante para que, juntos, possamos trabalhar em prol da melhoria da qualidade de vida do nosso povoâ&#x20AC;?, disse o superintendente Herbert Buenos Aires.


6

OPINIAO

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

OpiniĂŁo

MunicĂ­pios e o Provab

T

odos os municĂ­pios jĂĄ podem aderir ao Programa de ValoUL]DomR GRV 3URĂ&#x20AC;VVLRQDLV QD Atenção BĂĄsica (Provab), que prevĂŞ HVWtPXORVDSURĂ&#x20AC;VVLRQDLVGHVD~GHUHcĂŠm-formados que optarem por atuar HP Do}HV EiVLFDV GH VD~GH $ PHGLGD LQFHQWLYD D FRQWUDWDomR H Ă&#x20AC;[DomR GHSURĂ&#x20AC;VVLRQDLVGR6LVWHPDĂ&#x201D;QLFRGH 6D~GH 686 HPORFDLVPDLVLVRODGRV RX FDUHQWHV 2 HGLWDO GH FRQYRFDomR IRL SXEOLFDGR QR 'LiULR 2Ă&#x20AC;FLDO GD 8QLmR QD ~OWLPD TXLQWDIHLUD   H ĂŠ direcionado Ă s secretarias municiSDLVHHVWDGXDLVGH6D~GHHWDPEpP Ă s instituiçþes de ensino superior, que vĂŁo supervisionar e orientar os SURĂ&#x20AC;VVLRQDLV GXUDQWH D SDUWLFLSDomR QR 3URYDE 2 SHGLGR GHYH VHU IHLWR DWpGHMDQHLUR O Provab ĂŠ uma iniciativa conjunWDHQWUHRVPLQLVWpULRVGD6D~GHHGD Educação direcionado Ă  contratação de mĂŠdicos, enfermeiros e cirurgiĂľes-dentistas para Unidades BĂĄsicas GH6D~GH 8%6V GHPXQLFtSLRVFRP

populaçþes em situação de pobreza, isolados dos grandes centros ou com GLĂ&#x20AC;FXOGDGHV GH FRQWUDWDomR GHVVHV SURĂ&#x20AC;VVLRQDLVSDUDR686 (VVD DomR YDL HVWLPXODU RV SURĂ&#x20AC;Vsionais recĂŠm-formados a atuarem nos locais onde a população brasileiUDPDLVSUHFLVD$OpPGLVVRVDEHVH que a atenção bĂĄsica pode resolver PDLVGHGRVSUREOHPDVGHVD~GH das pessoas, reduzindo idas a hosSLWDLV H HYLWDQGR LQWHUQDo}HV 1HVta primeira edição do Provab serĂĄ Ă&#x20AC;UPDGR FRQWUDWR GH XP DQR FRP RV SURĂ&#x20AC;VVLRQDLV FRQYRFDGRV $R Ă&#x20AC;QDO desse perĂ­odo, os mĂŠdicos com boa avaliação de desempenho terĂŁo uma SRQWXDomRDGLFLRQDOGHQDQRWD GRVH[DPHVGHUHVLGrQFLDPpGLFDTXH SRUYHQWXUDHVWLYHUHPFXUVDQGR'XUDQWHDDWXDomRQDVXQLGDGHVGHVD~GH RV SURĂ&#x20AC;VVLRQDLV VHUmR WXWRULDGRV pelas instituiçþes de ensino superior participantes, que darĂŁo suporte por PHLR GR SURJUDPD 7HOHVVD~GH FRRUGHQDGRSHOR0LQLVWpULRGD6D~GH

ANTONIO TOZZI Foi repĂłrter do Jornal da Tarde e do Estado de SĂŁo Paulo. Vive nos Estados Unidos desde 1996, onde foi editor da CBS TelenotĂ­cias Brasil, do canal de esportes PSN, da revista Latin Trade e do jornal AcheiUSA.

Intercâmbio sob investigação Um dos programas mais bem-sucedidos dos Estados Unidos estĂĄ sendo revisado minuciosamente sob ordem da secretĂĄria de Estado do SDtV+LOODU\&OLQWRQ7UDWD-se do programa de intercâmbio cultural para jovens estrangeiros que desejam moram nos EUA durante as fĂŠrias de verĂŁo e podem aproveitar o perĂ­odo para aprimorar o inglĂŞs e mesmo fazer algum tipo de trabalho para ajudar na manutenção GHOHVQRSDtV Jovens universitĂĄrios de todo o mundo, inclusive do Brasil, aproveitam a oportunidade para conhecer melhor como funciona a sociedade americana e retornam encantados com o que podem desfrutar durante este FXUWRSHUtRGReFRPXPYHUmos brasileiros trabalhando nos parques da Disney, em Orlando, nesta ĂŠpoca e ajudando os conterrâneos que QmRIDODPLQJOrV Entretanto, o programa, FULDGRHPHVWiHQIUHQtando um momento de desYLUWXDPHQWR Uma reportagem feita pela agĂŞncia de notĂ­cias The Associated Press revelou as GLVWRUo}HV LGHQWLĂ&#x20AC;FDGDV QR programa J-1, que motivou uma ação mais efetiva de Hillary Clinton e do subcomitĂŞ de imigração do ComitĂŞ JudiciĂĄrio da Câmara de 'HSXWDGRV $ UHSRUWDJHP apontou que algumas empresas usaram os jovens para obter mĂŁo-de-obra barata e delinquentes tĂŞm atĂŠ mesmo trazido mulheres SDUDRPHUFDGRGRVH[R 1D PDLV UHFHQWH FULVH GR

visto J-1 que permite trabalhar nos Estados Unidos durante as fĂŠrias do meio do ano, um ato processual federal divulgado na semaQD SDVVDGD DFXVD D PiĂ&#x20AC;D de utilizar o programa de intercâmbio cultural para trazer mulheres do Leste da Europa com o objetivo de se tornarem strippers nos cluEHVQRWXUQRVGH1RYD<RUN Isto tornou-se mais difĂ­FLO GH VH Ă&#x20AC;VFDOL]DU SRUTXH Ă medida que o programa cresceu, atraindo mais de MRYHQVDQXDOPHQWH converteu-se mais em uma questĂŁo de dinheiro do que GHDSUR[LPDomRFXOWXUDO O Departamento de Estado realizou vĂĄrias mudanças desde que uma investigação da agĂŞncia AP no ano passado descobriu vĂĄrios abusos, inclusive condiçþes de moradia e trabalho que alguns participantes compararam Ă  escravidĂŁo obrigada por FRQWUDWR(PXPGRVSLRUHV casos, uma mulher disse ter sido espancada, violentada e obrigada a trabalhar como stripper em Detroit depois de lhe ter sido prometido um trabalho como garçonete na 9LUJtQLD Mais comuns do que o DEXVR GR FRPpUFLR VH[XDO no entanto, sĂŁo as moradias degradantes, as escassas horas de trabalho e o pagaPHQWRPLVHUiYHO Em agosto do ano passado, dezenas de trabalhadores protestaram contra as condiçþes de trabalho em uma fĂĄbrica de doces que empacota chocolates Hershey em Hershey, Pensilvânia, TXHL[DQGRVH GR WUDEDOKR

físico duro e das deduçþes salariais para pagamento de aluguel que frequentemenWH RV GHL[DYD FRP SRXFR GLQKHLUR Os funcionårios do Departamento de Estado admitiram estar empenhados em trabalhar para fortalecer o Programa de Viagens para Trabalho no Verão com o objetivo de salvaguardar a VD~GHHREHPHVWDUGRVSDUWLFLSDQWHV Ou seja, o governo americano não pensa em desativar o programa, mas quer mais controle para evitar a repetição destes tipos de abusos aos quais estão sendo submetidos os estudantes HVWUDQJHLURV Ou seja, preocupação Ê o que não falta para Hillary, que envelheceu bastante depois de ter assumido o cargo de secretåria de EsWDGR $OpP GRV SUREOHPDV no front interno, ela tem de administrar as crises internacionais, como a acusação de Vladimir Putin de que ela teria enviado pessoas para se imiscuir nos assunWRV LQWHUQRV GD 5~VVLD DV quais estariam promovendo manifestaçþes contra ele e VHXSDUWLGRHP0RVFRX2X ainda, ter de negociar com o governo de Ahmadinejad para a libertação de Robert /HYLQVRQ XP H[DJHQWH GR )%,SUHVRQR,UmEHPFRPR com o fechamento da emEDL[DGDYLUWXDOGRV(8$QR SDtVGRVDLDWROiV Acho que, a esta altura, ela gostaria de ter sido a escolhida do Partido Democrata e estar na Casa Branca no OXJDUGH%DUDFN2EDPD

MARCELO RONALDSON COSTA Coronel PMAL da R/R. Membro da A.A.I.

JORGE LUIZ SOARES MELO MĂŠdico

Um anjo de bondade 1R GLD  GH GH]HPEUR GH  o casarĂŁo da Rua Aristeu de Andrade amanheceu sem o brilho dos outros dias; havia partido para a eternidade dos cĂŠus uma das pessoas mais humanistas, bondosas e lindas que conheci, a minha querida sogra CecĂ­lia Melo Valença, mais conhecida pelos amigos como 1HQD ([LVWHP SHVVRDV HP QRVVDV YLdas que sĂŁo inesquecĂ­veis e nos GHL[DPIHOL]HVSHORVLPSOHVIDWRGH terem cruzado nosso caminho percorrendo ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, entre um passo HRXWURGDYLGD (DVVLPHUDGRQD1HQDFRPVXD alegria contagiante, fazia das comemoraçþes uma festa com granGHV HPRo}HV $PDYD D YLGD SRLV falava que a vida era uma dĂĄdiva de Deus, como falam os religiosos, achava que a vida era uma dĂĄdiYD GD QDWXUH]D FRPR DĂ&#x20AC;UPDP RV FLHQWLVWDVHĂ&#x20AC;OyVRIRV$FKDYDTXHD vida era uma dĂĄdiva da criatividaGHFRPRDUUHPDWDPRVDUWLVWDV 6HPSUH DFKRX TXH D YLGD HUD R PDLRU EHP R PHOKRU YDORU 6HPpre lutou pela vida com coragem, com heroismo, com vontade de serYLUDRSUy[LPRSRLVHQWHQGLDTXHD YLGD Vy VHULD YLGD VH I{VVH YLYLGD HHQYROYLGDQDYLGDGHRXWUDYLGD Gostava de cultivar o seu jar-

GLP RQGH SODQWRX XPD Ă RU FKDPDGD&HFLOLD7RGRVTXHDOLFKHJDvam, ela falava com alegria: â&#x20AC;&#x153;aqui PRUDXPD&HFLOLDÂľ*RVWDYDGHOHU JRVWDYDGHP~VLFDJRVWDYDGHGDQçar, gostava de saborear quitutes, gostava de festas, gostava de viver HPWRGDVDVHVWDo}HV Uma esposa dedicada ao seu DPDGR =LUHOL (OD HUD IUiJLO FRPR uma porcelana, perfumada como XPDĂ RUtPSDUFRPRPXOKHUSHUIHLWD DWp QDV LPSHUIHLo}HV &RPR mĂŁe era possuidora de saberes e intuiçþes, detentora dos mais desmedidos carinhos com a dupla LĂŠo H/iXVXDVTXHULGDVĂ&#x20AC;OKDVDVGHIHQGLDFRPRXPDOHRD &RPR DYy FDGXFDYD FRP VHXV netinhos LĂŠlinho e Zizinho, mostrando aos mesmos os mistĂŠrios e RV DPRUHV $R VHX DPDGR %UXQR o criou com o carinho e o amor de XPD YHUGDGHLUD PmH &RPR LUPm de PĂŠu, KĂŠka e Rosa, era uma amiga verdadeira de todas a horas com VHXVSDOSLWHVHFRQVHOKRV &RPR WLD HUD XP H[HPSOR GH dedicação e de carinho para com todos, mais em se tratando de coração sempre tinha no sobrinho *LYDJR D VROXomR &RPR VRJUD PH chamava com carinho de Jorginho, era uma incentivadora constante para que as conquistas aparecesVHP

6LP VDXGDGHV GH WL PLQKD TXHULGLVVLPD VRJUD 1HQD D Ă RU Cecilia mais linda dos nossos coraçþes, que partiu precocemente e que possuia um turbilhĂŁo de crisWDOLQRV DWULEXWRV )RVWHV HP YLGD XP H[HPSOR GH DQMR GH FDQGXUD HQWUHQyV O sofrimento ĂŠ muito grande com a sua ausĂŞncia, entretanto, temos procurado, na sabedoria do nosso Pai Celeste, entender sua partida como tĂŠrmino de sua misVmR QHVWH PXQGR -i GL]LD &DVtro Alves em um dos seus versos: â&#x20AC;&#x153;Morrer! Morrer! Quando esta vida ĂŠ um cisne de alvacentas plumasâ&#x20AC;?! 6LP TXHULGD 'QD 1HQD HVWD vida ĂŠ bela e muito mais era para ti, que viveste Ă estrada do sacerGyFLRGHID]HUREHP$QRVVDHVSHrança ĂŠ saber que a senhora estĂĄ esperando a ressurreição, por isso nĂŁo podemos perder a fĂŠ, nem a esSHUDQoDSRLVWRGRVQyVWHPRVRGLUHLWRGHVRIUHUSRUTXHPDPDPRV Continuaremos a nossa camiQKDGDWmRFKHLDGHOXWDVHGHVDĂ&#x20AC;RV por vezes, a saudade que sentimos VHUiPDLRUGRTXHQyVQmRHVFRQderemos o choro, pois ele nos puULĂ&#x20AC;FDUiHDVHQKRUDFRPRDQMRGH bondade ao lado de Deus aĂ­ no cĂŠu QRVFRQVRODUi Descanse em paz, que jamais lhe HVTXHFHUHPRV(Reproduzido)

FILIADO AO

Jorgraf UM PRODUTO:

Rua da Praia, 134 - sala 303 - centro - Maceió Alagoas Endereço Comercial: Av. Menino Marcelo - 10.440 - Serraria Maceió - Alagoas - CEP: 57.083.410 CNPJ: 08.951.056/0001 - 33

Cooperativa dos Jornalistas H*UiÂżFRVGRHVWDGRGHDODJRDV

O Vaticano Considerado o menor PaĂ­s do mundo, englobando uma ĂĄrea de 44 hectares e encravado na cidade de Roma, o Vaticano ĂŠ a sede da Igreja &DWyOLFD$SRVWyOLFD5RPDQD onde o Papa ĂŠ o Chefe de Estado e sua principal personaJHP Possuindo uma pequena população estĂĄvel, tem um FRQVLGHUiYHOQ~PHURGHSHVsoas que ali trabalham, tais como agentes de vigilância e de segurança, encarregados das funçþes policiais e do controle de trânsito na &LGDGH As atividades diĂĄrias começam Ă s sete horas da manhĂŁ, quando acontece a troca da guarda, com seus integrantes vestindo o formoso uniforme nas cores vermelha e amarela, desenhado pelo grande pintor Michelangelo; ao mesmo tempo em que o Papa celebra na BasĂ­lica de 6mR3HGURDPLVVDGRVFRQvidados, reunindo autoridaGHVHFOHVLiVWLFDVHOHLJRV Ă&#x20AC;s oito horas, todos de-

PRESIDENTE Antonio Pereira Filho DIRETOR ADMINISTRATIVO FINANCEIRO: JosĂŠ Paulo Gabriel dos Santos Editor geral: Ricardo Castro

vem se encontrar em seus respectivos postos de traEDOKR 1R GHFRUUHU GR  GLD  hĂĄ programas transmitidos pela rĂĄdio Vaticana em mais de trinta idiomas; enquanto o jornal â&#x20AC;&#x153;L Osservatore Romano â&#x20AC;&#x153; traz as princiSDLV QRWtFLDV GR PRPHQWR 29DWLFDQRIRLIXQGDGRDSyV os tratados celebrados por 3LR;,QRDQRGHOHKRMH possui leis constitucionais SUySULDVPRHGDKLQRQDFLRnal, selos e representaçþes diplomĂĄticas em quase todo RPXQGR 23DSDH[HUFHRVWUrV3RGHUHV([HFXWLYR/HJLVODWLYR H-XGLFLiULR2([HFXWLYRH o Legislativo tĂŞm suas administraçþes depositadas numa comissĂŁo de Cardeais; por outro lado, a justiça ĂŠ praticada por trĂŞs triEXQDLV HFOHVLiVWLFRV  ([LVWH ainda um juiz, um tribunal de apelaçþes e outro de pequenas causas, para delitos FRPXQV 1R &ROpJLR GH &DUGHDLV sĂŁo tratados os problemas

administrativos e suas disFXVV}HVVmRUHDOL]DGDVQR6tQRGRGRV%LVSRV A cidadania vaticana ĂŠ temporĂĄria e nĂŁo ĂŠ adquirida SHORQDVFLPHQWR 2SDWULP{QLRDUWtVWLFRUHOLJLRVRH[LVWHQWHQR9DWLFDQRDELEOLRWHFDDSRVWyOLFD D SRQWLĂ&#x20AC;FD  DFDGHPLD GH FLĂŞncias, o hospital de Madre Teresa, a praça dos primeiros mĂĄrtires, o museu de arte sacra , torna a cidade 6DQWD  HP XP GRV OXJDUHV PDLV DWUDHQWHV GD WHUUD  $ &DSHOD 6LVWLQD WHQGR VXD F~SXODRUQDGDFRPDIUHVFRV de Michelangelo , contendo cenas do antigo testamento, WDLVFRPRD([SXOVmRGR3DUDtVRHR'LO~YLRpGHXPD EHOH]DUDUD As arrecadaçþes das coletas, as doaçþes de peregrinos DQ{QLPRVHGDV'LRFHVHVHVpalhadas pelos Continentes , formam a maioria do suSRUWH Ă&#x20AC;QDQFHLUR DWUDYpV GR qual, o Vaticano implementa suas açþes humanitĂĄrias HPWRGRRPXQGR

Nosso noticiĂĄrio nacional ĂŠ fornecido pelas agĂŞncias: AgĂŞncia Folha e AGĂŞncia Nordeste PABX: 82.3311.1338 COMERCIAL: 82.3311.1330 - 3311. 1331 REDAĂ&#x2021;Ă&#x192;O: 82.3311.1328 - 3311.1329 CENTRAL DE ASSINANTE: 82.3311.1308 - 3311.1309 comercial.tribunaindependente@gmail.com redação.tribunaindependente@gmail.com

ricardocastro@tribuna-al.com.br

DIRETORA COMERCIAL: Marilene Canuto

OS ARTIGOS ASSINADOS SĂ&#x192;O DE RESPONSABILIDADE DOS SEUS AUTORES. NĂ&#x192;O REPRESENTANDO, NECESSARIAMENTE, A OPĂ?NIĂ&#x192;O DESTE JORNAL.


TribunaIndependente

Brasil

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

BRASIL

7

Homem morre em sala de cinema ao ver performance de Cicciolina em pornô Um homem de 49 anos morreu dentro de um cinema pornô no bairro NazarÊ, em BelÊm, no Parå, na tarde de domingo.o caso foi registrado após outros espectadores do cinema chamarem um policial militar que estava próximo para prestar socorro.Testemunhas falaram que ele passou mal enTXDQWRDVVLVWLDDXP¿OPHFRPDDWUL]LWDOLDQD&LFFLROLQDHFKDPDUDPR30 que tentou reanima-lo, prestou os primeiros socorros e acionou o serviço de emergência. Mas o homem morreu na sala de cinema.

Tumor em Lula tem redução de 75% MÊdicos consideram expressivo o avanço, em tão pouco tempo, na recuperação da saúde do ex-presidente

O

tumor detectado na laringe do ex-presidente Luiz InĂĄcio Lula da Silva apresentou uma redução surpreendente de 75 por cento apĂłs duas sessĂľes de quimioterapia, disseram nesta segunda-feira os mĂŠdicos responsĂĄveis pelo tratamento. â&#x20AC;&#x153;A redução era esperada, o que a gente nĂŁo podia saber era qual seria a dimensĂŁo, foi uma redução extraordinĂĄria, de uma certa maneira surpreendeu a equipe mĂŠdicaâ&#x20AC;?, DĂ&#x20AC;UPRXR'U$UWXU.DW]HP entrevista coletiva no hospital SĂ­rio-LibanĂŞs, em SĂŁo Paulo, onde o ex-presidente realizou exames ontem. â&#x20AC;&#x153;AtĂŠ pela melhora da voz muito rĂĄpida estĂĄvamos muito otimistas e as ima-

RICARDO STUCKERT/

JHQV YLHUDP D FRQĂ&#x20AC;UPDU essa impressĂŁo... NĂłs evidentemente esperĂĄvamos encontrar uma redução, nem sempre ela ĂŠ tĂŁo expressiva, Ă s vezes 30 por cento, 40 por cento, isso jĂĄ seria uma boa reduçãoâ&#x20AC;?, acrescentou. 2V PpGLFRV DĂ&#x20AC;UPDUDP que se nĂŁo houvesse uma redução expressiva do tumor, eles poderiam mudar os planos e partir para uma cirurgia. â&#x20AC;&#x153;Felizmente isso nĂŁo serĂĄ QHFHVViULRÂľ GHFODURX .DW] Lula, que teve o câncer deWHFWDGR QR Ă&#x20AC;QDO GH RXWXEUR passou por duas sessĂľes de quimioterapia e inicia a terceira sessĂŁo nesta semana. Em fevereiro, o ex-presidente serĂĄ submetido a uma radioterapia, e entĂŁo o trataPHQWRGHYHUiVHUĂ&#x20AC;QDOL]DGR O ex-presidente Luiz InĂĄcio Lula da Silva recebe a notĂ­cia de que seu tumor na laringe regrediu 75%

INSISTĂ&#x160;NCIA

tados do Tapajós e Carajås. Ao mesmo tempo, os políticos da região jå começam a articular açþes que possam garantir mais recursos e investimentos do governo do estado na årea. O deputado

Twiteira ĂŠ denunciada por preconceito

A Ordem dos Advogados do Brasil em Pernambuco ofereceu ontem ao MinistĂŠrio PĂşblico do Rio Grande do Sul uma notĂ­cia-crime contra a twitteira Sophia Fernandes. Na semana passada, ela havia sido denunciada mais de 8 mil vezes pelos internautas por ofensas a nordestinos no serviço. Entre quinta e sexta-feira, a conta de Sophia disparou tweets chamando a população nordestina de â&#x20AC;&#x153;sujaâ&#x20AC;? e â&#x20AC;&#x153;pobreâ&#x20AC;?. Em um dos posts, diz que â&#x20AC;&#x153;nordestino nĂŁo nasce.. ĂŠ cagadoâ&#x20AC;?. AlĂŠm disso, ataca os programas Bolsa FamĂ­lia e Fome Zero. â&#x20AC;&#x153;Cesta bĂĄsica do Fome zero tinha que ser Bosta de Cachorro.. /LUD0DLD '(03$ SUHVL- capital de BelĂŠm para outra TapajĂłs tem a maior ĂĄrea desperdiçar comida com esse dente da Frente PrĂł-Tapa- cidade paraense, localiza- GH Ă RUHVWD SUHVHUYDGD QmR povo â&#x20AC;&#x2DC;lixoâ&#x20AC;&#x2122; ĂŠ foda.â&#x20AC;?Segundo MyV DĂ&#x20AC;UPRX TXH GHSXWDGRV da em ĂĄrea mais central do faz sentido manter a sede o presidente da OAB-PE, ligados aos grupos emanci- estado, e outra para trans- do Instituto de Florestas em Henrique Mariano, os posts pacionistas pretendem apre- ferir ĂłrgĂŁos para as regiĂľes BelĂŠm. Ele tem que estar GD WZLWWHLUD FRQĂ&#x20AC;JXUDP sentar duas propostas no RHVWH 7DSDMyV  H VXGHVWH mais perto de onde estĂŁo as crime de racismo, com priestado: a transferĂŞncia da GR HVWDGR &DUDMiV   6H R Ă RUHVWDV GLVVH /LUD 0DLD sĂŁo de dois a cinco anos.

'HUURWDGRVDJRUDTXHUHPPXGDQoDGDFDSLWDOGR3DUi A cidade de SantarÊm, no Oeste do Parå, amanheceu ontem de luto, com faixas preta nas lojas e carros, em protesto contra o resultado do plebiscito, que derrotou a proposta de criação dos es-

NORDESTINO


8

MUNDO

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

Mundo

Amigos recebem cartĂŁo de Natal de empresĂĄrio morto em agosto Cerca de 400 pessoas da cidade de Pittsburgh, nos Estados Unidos, WLYHUDPXPDVXUSUHVDQHVWHÂżQDOGHDQRDRUHFHEHUHPXPFDUWmRGH1DWDO de um executivo de propaganda da cidade que morreu em agosto, aos 88 anos. De acordo com o jornal â&#x20AC;&#x153;Pittsburgh Tribune-Reviewâ&#x20AC;?, a frente do cartĂŁo trazia uma foto de Bob McCully falando ao telefone em seu escritĂłrio. â&#x20AC;&#x153;AlĂ´, por favor nĂŁo ligue. Eu acabei de mudar para um bairro tranquilo...â&#x20AC;?, diz a mensagem.

Mais de 5 mil pessoas foram mortas na SĂ­ria

NĂşmeros foram revisados pelo ONU e mil mortes sĂŁo registradas por mĂŞs

A

ONU voltou a revisar o número de mortos no levante popular da Síria. Segundo a alta-comissåria da ONU para os direitos humanos, Navi Pillay, mais de 5 mil pessoas foram mortas no país desde meados de março. Em entrevista ontem, Pillay disse que conversou com o Conselho de Segurança sobre o aumento dramåtico de mortes nos confrontos. Em pouco menos de um mês, a cifra aumentou em mil mortes. Pillay disse que voltou a

pedir que o Conselho de Segurança denuncie o governo de Damasco no Tribunal Penal Internacional (TPI) por possĂ­veis crimes de guerra. Segundo a comissĂĄria, pelo menos 300 crianças foram mortas e milhares de pessoas estĂŁo presas. Da Ăşltima vez que falou ao Conselho, em agosto, o nĂşmero de mortos era de 2 mil. A embaixadora dos Estados Unidos na ONU, Susan Rice, disse que o relatĂłrio sublinha a â&#x20AC;&#x153;urgĂŞnciaâ&#x20AC;? da situação na SĂ­ria.

â&#x20AC;&#x153;Com as condenaçþes da Assembleia Geral da ONU e do Conselho dos Direitos Humanos, ao lado das medidas tomadas pela Liga Ă rabe e o governo da Turquia, organizaçþes internacionais estĂŁo começando a se alinhar contra a sangrenta repressĂŁo na SĂ­ria com passos concretos para uma soluçãoâ&#x20AC;?, disse Rice. Ela completou completou: â&#x20AC;&#x153;jĂĄ estĂĄ na hora do Conselho de Segurança fazer o mesmoâ&#x20AC;?. França, Reino Unido e Portugal jĂĄ defenderam aber-

tamente sançþes contra Damasco, mas no mĂŞs passado a RĂşssia e a China vetação uma resolução do Conselho condenando o regime do presidente Bashar al-Assad. â&#x20AC;&#x153;O Ăşnico jeito de resolver a situação na SĂ­ria ĂŠ por um processo polĂ­tico liderado inWHUQDPHQWH H LVVR VLJQLĂ&#x20AC;FD diĂĄlogoâ&#x20AC;?, disse o embaixador russo, Vitaly Churkin.Ativistas sĂ­rios voltaram a alertar ontem para o que pode ser o prenĂşncio de um novo massacre em Homs. Protestos na SĂ­ria jĂĄ causaram a morte de mais de 5 mil pessoas

EM RETIRADA

Otan encerrarĂĄ sua missĂŁo no Iraque A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) vai encerrar os sete anos de missĂŁo de treinamento de WURSDV QR ,UDTXH QR Ă&#x20AC;QDO GH dezembro, informou a aliança ontem, numa decisĂŁo que vai coincidir com a retirada dos soldados dos Estados Unidos do paĂ­s. Mais cedo o presidente dos EUA, Barack Obama, que jĂĄ tinha anunciado a reti-

rada das tropas atĂŠ as festas GH Ă&#x20AC;QDO GH DQR HP RXWXEUR prometeu que Washington vai continuar sendo um parFHLUR Ă&#x20AC;HO GR JRYHUQR LUDTXLDno. â&#x20AC;&#x153;Na medida em que terminamos esta guerra e o Iraque enfrenta seu futuro, os iraquianos devem saber que QmR Ă&#x20AC;FDUmR VR]LQKRV 9RFrV tĂŞm nos Estados Unidos da

AmĂŠrica um parceiro forte e duradouroâ&#x20AC;?, disse Obama em entrevista coletiva na Casa Branca, ao lado do primeiro-ministro iraquiano, Nuri al-Maliki. O secretĂĄrio-geral da Otan, Anders Fogh Rasmussen, disse que a decisĂŁo de encerrar a missĂŁo, iniciada em 2004, foi tomada em uma reuniĂŁo de embaixadores

da aliança em Bruxelas, na BĂŠlgica. Uma autoridade da 2WDQ DĂ&#x20AC;UPRX TXH DV QHJRciaçþes com o Iraque caĂ­ram num impasse sobre a mesma questĂŁo de jurisdição. â&#x20AC;&#x153;Um acordo sobre a extensĂŁo deste programa bem-sucedido nĂŁo foi possĂ­vel, apeVDU GDV Ă&#x20AC;UPHV QHJRFLDo}HV conduzidas ao longo de vĂĄrias semanasâ&#x20AC;?, disse Rasmussen.

RĂ&#x161;SSIA

VIAGEM SANTA

O bilionårio Mikhail Prokhorov anunciou ontem sua intenção de concorrer a presidente da Rússia na eleição de março, semanas depois de romper com o Kremlin na disputa pela liderança de um pequeno partido de defesa da iniciativa privada. O primeiro-ministro Vladimir Putin Ê o franco favorito na eleição presidencial de 4 de março, apesar dos crescentes sinais de descontentamento popular com a sua hegemonia - reà HWLGD QRV SURWHVWRV SRSXlares contra supostas fraudes no pleito parlamentar deste mês. Prokhorov, de 46 anos, atua no setor metalúrgico e Ê dono do time norte-americano de basquete New Jersey Nets. Analistas dizem que ele não tem chance de vitória na eleição, e que sua presença na disputa serå útil para Putin, que assim poderå responder aos críticos que o acusam de impedir o surgimento de um partido ou líder que represente a classe mÊdia.

2SDSD%HQWRDĂ&#x20AC;UPRX ontem que visitarĂĄ Cuba e MĂŠxico no começo de 2012, a SULPHLUD YLDJHP GR SRQWtĂ&#x20AC;ce para ambas as naçþes. O anĂşncio formal foi feito na homilia de uma missa no Vaticano por ocasiĂŁo do bicentenĂĄrio da independĂŞncia de alguns paĂ­ses latino-americanos. Ele disse esperar que a viagem seja â&#x20AC;&#x153;uma ĂŠpoca preciosa para evangelizar com uma fĂŠ sĂłlida, uma vĂ­vida esperança e uma reluzente caridadeâ&#x20AC;?. VIAGEM A viagem deve acontecer antes da PĂĄscoa, que no ano que vem cai em 8 de abril, segundo o papa. Fontes do Vaticano disseram que ela durarĂĄ cerca de uma semaQDQRĂ&#x20AC;PGHPDUoR JoĂŁo Paulo 2Âş, que morreu em 2005, esteve cinco vezes no MĂŠxico e uma em Cuba, em 1998. As relaçþes entre a Igreja CatĂłlica e o regime comunista cubano melhoraram depois disso, e no ano passado a Igreja inaugurou seu primeiro seminĂĄrio na ilha em mais de meio sĂŠculo.

BilionĂĄrio vai Papa irĂĄ ao disputar a MĂŠxico e Ă PresidĂŞncia ilha de Fidel


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

Cidades

CIDADES

9

Secretaria de Saúde do município se compromete com plano contra drogas A Secretaria de Municipal de Saúde participou, por meio da Coordenação do Programa de Saúde Mental de Maceió, do lançamento do plano de açþes integradas do governo federal para enfrentar o crack e outras drogas. Segundo a coordenadora do programa em Maceió, Izolda Dias, o Plano terå açþes estruturadas em três itens: cuidado, autoridade e prevenção. Entre as diretrizes estabelecidas estão: a ampliação da oferta de serviços, inclusive garantindo serviços diferentes para necessidades distintas; rede SUS preparada para o atendimento; reinserção social; apoio integral aos usuårios e suas famílias, entre outros.

Alagoas vai receber R$ 28 milhĂľes de plano contra o crack

SANDRO LIMA

Verba foi estipulada pelo MinistĂŠrio da SaĂşde para LQYHVWLPHQWRHPOHLWRVPDVSDUDVHFUHWiULRpLQVXÂżFLHQWH DANIEL MAIA REPĂ&#x201C;RTER

O

site do MinistĂŠrio da SaĂşde divulgou a tabela de investimentos que serĂŁo feitos nos estados pelo Programa Nacional de Combate ao Crack. A ação intitulada â&#x20AC;&#x2DC;Crack, ĂŠ possĂ­vel vencerâ&#x20AC;&#x2122; aponta a aplicação de R$ 2 bilhĂľes no Brasil inteiro. Alagoas aparece na lista com a previsĂŁo de receber R$ 28.836 milhĂľes atĂŠ 2014. De acordo com informaçþes divulgadas na pĂĄgina virtual, Alagoas terĂĄ 42 novos leitos de enfermarias especializadas em ĂĄlcool e outras drogas. Seis novas unidades de acolhimento para adultos e trĂŞs para a

recepção infanto-juvenil estĂŁo na relação. A tabela mostra que o Estado terĂĄ apenas um consultĂłrio de rua e um Centro de Atenção Psicossocial para o Ă lcool e Drogas (CAPSad). Mesmo com o destino do investimento jĂĄ perceptĂ­vel, o secretĂĄrio estadual de Promoção da Paz, Jardel Aderico, fez suas ressalvas. O titular da pasta negou ter conhecimento da previsĂŁo de verba do MinistĂŠrio para Alagoas. Segundo ele, a relação apresentada ĂŠ apenas uma estimativa considerando projetos estaduais que jĂĄ foram apresentados, antes da oficialização do Plano Nacional de Combate ao Crack. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; um propositivo do

MinistĂŠrio. Trata-se de processos engavetados que eles estĂŁo abordando como demanda. Na realidade, precisamos muito mais do que esse valorâ&#x20AC;?, ressaltou o secretĂĄrio ao ser informado sobre o valor da verba destinado ao acolhimento de dependentes quĂ­micos no Estado. Jardel alega que, para se realizar acolhimentos eficientes no Estado, ĂŠ necessĂĄria a aplicação de R$ 10 milhĂľes por ano, apenas para manter mil vagas de internamento. De acordo com ele, tudo o que se refere ao combate e prevenção ao crack serĂĄ definido em conjunto com as outras secretarias. ADAILSON CALHEIROS

DESCONECTADO

SEM ELUCIDAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

Delegado tem quatro suspeitos do homicĂ­dio de â&#x20AC;&#x2DC;Dudu Trombaâ&#x20AC;&#x2122;

FĂłrum diz que plano tem que ser repensado â&#x20AC;&#x153;Repetiçãoâ&#x20AC;?. Ă&#x2030; com essa palavra que NoĂŠlia Costa, presidente do FĂłrum Permanente de Combate as Drogas de Alagoas, se refere ao Plano de Nacional de Combate ao Crack. Segundo a presidente, o que foi anunciado hĂĄ uma semana pela presidente Dilma Rouseff, jĂĄ foi pautado por trĂŞs vezes, poucas medidas foram adotadas e o crack se proliferou. â&#x20AC;&#x153;O plano estĂĄ quebrado. Ă&#x2030; a terceira vez que ele ĂŠ anunciado e nĂŁo sabemos se dessa vez vai ser cumprido. Ele tem poucas novidadesâ&#x20AC;?, critica NoĂŠlia. Ela afirma que o plano surgido da Ăşltima ConferĂŞncia Nacional de SaĂşde deixa a desejar no sentido de fazer a famĂ­lia se aproximar do paciente, tambĂŠm por nĂŁo complementar as iniciativas missionĂĄrias que vĂŞm sendo realizadas interligadas ao poder pĂşblico. â&#x20AC;&#x153;Ă&#x2030; um investimento muito alto que pode se perder se nĂŁo for usado da maneira correta. Se o plano nĂŁo for aplicado com outras organizaçþes, o Brasil nĂŁo terĂĄ estrutura para gerĂ­-loâ&#x20AC;?, alertou. â&#x20AC;&#x153;Temos os NarcĂłticos AnĂ´nimos e o Amor Exigente, que fazem um trabalho muito bom e nĂŁo vĂŁo ser levados em consideraçãoâ&#x20AC;?, destaca. Outro fator considerado temeroso por NoĂŠlia Costa ĂŠ a abertura de leitos especĂ­ficos para tratamento de abstinĂŞncia nos hospitais. â&#x20AC;&#x153;Como vai colocar um paciente dependente quĂ­mico num hospital onde pode nĂŁo existir dependentes quĂ­micos. O crack ĂŠ devastador, merece uma atenção diferenciadaâ&#x20AC;?, contesta. (D.M.)

Segundo plano nacional,$ODJRDVWHUiPDLVQRYRVOHLWRVHQRYHQRYDVXQLGDGHVGHDFROKLPHQWR

ANDREZZA TAVARES REPĂ&#x201C;RTER

PresidenteGH)yUXPOHPEUDTXHSODQRMiIRLDQXQFLDGRWUrVYH]HV

DenĂşncias anĂ´nimas relacionadas Ă morte de JosĂŠ Eduardo Lima Santos, o â&#x20AC;&#x153;Dudu Trombaâ&#x20AC;?, ocorrida em setembro deste ano, feitas pelo Disque-DenĂşncia da polĂ­cia, chegaram ao delegado Waldor Coimbra Lou, do 9Âş Distrito Policial, e apontam pelo menos quatro suspeitos no crime. No entanto o delegado ainda nĂŁo tem a autoria do crime definida. Segundo Coimbra, ele tambĂŠm recebeu informaçþes de familiares do jovem assassinado, mas elas nĂŁo colaboram muito com as investigaçþes. â&#x20AC;&#x153;Todos os suspeitos tĂŞm antecedentes criminais, mas nenhum deles tem ligação com o trĂĄfico de drogas. As pessoas falam em â&#x20AC;&#x2DC;offâ&#x20AC;&#x2122;, mas

nĂŁo querem colocar no papelâ&#x20AC;?, revela Coimbra Lou. Ele ressalta que muitas informaçþes tambĂŠm sĂŁo desencontradas. Nas denĂşncias estĂŁo nomes de pessoas que tambĂŠm foram citados entre os mais de 150 comentĂĄrios postados no portal Tribuna Hoje em matĂŠria sobre o crime de homicĂ­dio. Alguns apontam nomes de possĂ­veis envolvidos no assassinato do rapaz, dentre eles pessoas da prĂłpria famĂ­lia da vĂ­tima e amigos que estariam â&#x20AC;&#x153;interessadosâ&#x20AC;? na morte de Dudu. O delegado conta que jĂĄ recebeu trotes e que algumas ligaçþes sĂŁo para despistar as investigaçþes policiais. â&#x20AC;&#x153;Isso atrapalha muito o nosso trabalhoâ&#x20AC;?, acrescenta. Segundo Coimbra, vĂĄrias pessoas jĂĄ foram ouvidas, mas elas tĂŞm medo de mor-

rer. â&#x20AC;&#x153;Elas dizem que nĂŁo tĂŞm como provar e eu nĂŁo vou forjar prova para elucidar o crimeâ&#x20AC;?, desabafa. Para ele, o envolvimento de Eduardo com vĂĄrios ilĂ­citos tambĂŠm dificulta o trabalho da polĂ­cia. O delegado pede que quem tiver informaçþes que possam ajudar, deve comparecer no 9° DP, que fica no bairro do Jacintinho. â&#x20AC;&#x153;O inquĂŠrito nĂŁo estĂĄ parado, estou trabalhando nele e vou encaminhar para a Justiçaâ&#x20AC;?, esclarece. COMENTĂ RIOS O delegado comentou as denĂşncias feitas pela internet, mas explicou que as pessoas tĂŞm coragem de falar no site, mas nĂŁo aparecem na delegacia para apontar suspeitos ou para dar informaçþes que possam ajudar a elucidar o crime. BRENO AIRAN

19 GROTAS

Delegacia cobre quatro ĂĄreas com apenas 13 policiais Cobrindo quatro ĂĄreas de MaceiĂł, incluindo 19 grotas, o 9° Distrito Policial da Capital, no Jacintinho, ĂŠ mais uma delegacia que acumula muitos inquĂŠritos. O efetivo ĂŠ menor que 50% do mĂ­nimo necessĂĄrio, segundo afirma o delegado Waldor Coimbra Lou. Com um efetivo de apenas 13 homens, incluindo o delegado, o chefe de serviço e o escrivĂŁo, o 9° DP cobre as ĂĄreas do Barro Duro, Feitosa, Jacintinho e Vale do Reginaldo. â&#x20AC;&#x153;O efetivo ĂŠ pouco, nĂŁo sĂł na minha delegacia, mas na maioria delas. Se na capital ĂŠ assim, no interior a situação ĂŠ ainda pior, onde delegados tomam con-

ta de quatro delegaciasâ&#x20AC;?, revela. â&#x20AC;&#x153;Seriam necessĂĄrios pelo menos 30 homens no 9° distrito. TrĂŞs ou quatro homicĂ­dios sĂŁo registrados em todos os finais de semana sĂł no Jacintinho, que ĂŠ um mundoâ&#x20AC;?, declara o delegado. â&#x20AC;&#x153;Se nĂŁo houver um concurso pĂşblico para suprir a carĂŞncia, a situação vai continuar a mesmaâ&#x20AC;?, desabafa o delegado. Waldor fala que a Direção Geral da PolĂ­cia Civil nĂŁo tem culpa da situação. â&#x20AC;&#x153;Eles nĂŁo tĂŞm de onde tirar os policiais. NĂŁo tem efetivoâ&#x20AC;?, explica. â&#x20AC;&#x153;Todos os dias, no DiĂĄrio Oficial, tem policial pedindo aposentadoriaâ&#x20AC;?, completa. (A.T.)

Jovem foi assassinadoHPVHWHPEURPDVGHOHJDGRDLQGDQmRWHPDXWRULDGHÂżQLGDSDUDRFULPH


10

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

Moradores dizem que PMs agem com violência

DIVULGAÇÃO

Presidente da Comissão dos Direitos Humanos diz que denúncias de truculência chegam à OAB todo dia ADAILSON CALHEIROS

ALANA BERTO REPÓRTER

A

pós protesto ocorrido na noite do último domingo, em que moradores acusavam policiais da Radiopatrulha de abordarem a comunidade de forma truculenta, o presidente da Comissão de Direitos Humanos da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) em Alagoas, Gilberto Irineu, afirmou que denúncias como estas chegam à OAB todos os dias. A mobilização ocorreu próximo ao posto da Polícia Rodoviária Federal (PRF), em que moradores do Beco da Igreja, localizada na Vila São Francisco, no bairro do Tabuleiro do Martins. Irineu informou que só on-

Eliane da Silva mostra marca e diz ter sofrido agressão de policiais

tem a OAB recebeu três ocorrências relacionadas a abuso de autoridade policial. Para ele, alguns policiais militares estão agindo fora da legalidade. Ele afirma que a polícia está muito violenta e que muitos policiais não sabem exercitar o poder que têm. Irineu acrescenta que a polícia precisa ser forte, mas agir de acordo com a lei. Mas acrescenta que a Corregedoria da PM está fazendo um trabalho muito bom. “Isso não é praticado por todos os policiais, não podemos generalizar. Mas casos como estes só ocorrem na periferia”. O protesto começou porque de acordo com os moradores, um policial espancou a dona-de-casa Eliane da Silva, de 37

anos. A moradora disse que estava na porta de sua residência bebendo quando chegaram policiais à procura de drogas. A dona-de-casa afirmou que eles não encontraram nada e bateram nela. Após o ato de violência Eliane disse ter desmaiado. “Eles me algemaram, me colocaram no chão e me bateram eu cheguei a colocar sangue pela boca”, desabafou. Durante o protesto, a guarnição da polícia, que foi conter os revoltosos, aconselhou os moradores a denunciar o fato para a Corregedoria da Polícia Militar. Contudo, moradores alegam ter medo e afirmaram que os policiais batem nos moradores, inclusive nas crianças.

POLICIAIS

Truculência seria até com as crianças

A dona-de-casa Maria Célia da Silva conta que os policiais chegam ao local atirando para cima, roubando objetos das residências e já abordaram seu neto de apenas três anos de idade, além de jogar spray de pimenta no rosto da criança. A avó pediu para a criança mostrar a equipe de reportagem da Tribuna Independente como os policiais pediram para ele fazer. A criança imediatamente encostou-se à parede e levou as mãos à cabeça. “Caso a gente denuncie esta situação, os policiais vão vir aqui

e fazer o que querem e nós só vamos arriscar nossa vida. Porque aqui nós somos tratados que nem cachorro”, frisou Maria Célia. Além de falar das ameaças, os moradores apontam um policial a quem eles apelidaram de ‘Bigodinho’. “Esse policial é o terror da favela”, afirmou a moradora Elisangela de Silva, de 34 anos. O comandante da Radiopatrulha, Tenente-coronel Jairison Correia, disse desconhecer o fato, mas também aconselha os moradores a fazerem uma denúncia formal na Corregedoria da Polícia Militar. “A ouvidoria da PM é

referência, se eles denunciarem o fato será apurado e se for comprovado os militares serão punidos”, destacou. O comandante explicou que a Polícia Militar tem um padrão de abordagem que é adotado por todas as guarnições e que se algum militar comete excesso, isso precisa ser investigado, “Eu discordo que qualquer policial que age de forma truculenta; nós instruimos o policial a agir de forma correta”, concluiu. O comandante de Policiamento da Capital (CPC), tenente-coronel Gilmar Batinga, esclareceu

que a PM não é conivente com qualquer tipo de arbitrariedade policial. Ele também recomendou que os moradores que se sentirem prejudicados procurassem a Corregedoria da PM. Ao ser questionado sobre as denúncias de que os policiais abordariam até crianças, o comandante enfatiza: “Não é comum abordar crianças, isso depende da situação, pois existem locais que crianças com menos de 12 anos utilizam arma de fogo e têm envolvimento com o tráfico. Mas abordar uma criança de apenas três anos é muito estranho”.

Médico Marcelo Pereira diz que população sofre sem atendimento

SANTA MARIA

Médico quer mobilização para reabrir hospital ROBERTO BAÍA REPÓRTER

O médico Marcelo Pereira disse que o fechamento do Hospital Santa Maria provocou um caos na rede hospitalar de Arapiraca. Segundo Marcelo, pacientes de Arapiraca, de outras cidades do Agreste e até do Sertão continuam procurando atendimento naquela unidade hospitalar que foi fechada por decisão da Justiça do Trabalho em decorrência do grande volume de processos trabalhistas. “O Santa Maria dispõe de leitos, centro cirúrgico com quatro salas, onze leitos de UTI. Ou seja: possui todas as condições necessárias para funcionar de forma adequada e atender a população, seguindo, assim, toda orientação da Vigi-

lância Sanitária Municipal”, afirmou o médico, que considera um verdadeiro absurdo o fechamento do hospital. “Quem saiu perdendo com a interdição do Santa Maria foi a população, que em alguns casos precisa recorrer a hospitais de outros centros para garantir atendimento médico-hospitalar”, observa Marcelo. Marcelo Pereira, que já exerceu o cargo de diretor-médico do Hospital Psiquiátrico Teodora Albuquerque, pretende encampar uma mobilização com participação da sociedade civil organizada e da Prefeitura de Arapiraca para garantir a reabertura do Hospital Santa Maria. “É preciso uma solução a curto prazo visando a reabertura do hospital”, afirmou o médico arapiraquense.


TribunaIndependente

AĂ?LTON VILLANOVA ailton.villanova@gmail.com

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

CIDADES

11

Viçosa vai ganhar hospital veterinårio de R$ 4 milhþes Reitor da Ufal anunciou tambÊm investimento de R$ 3,4 milhþes para Arapiraca CORTESIA

EDITORIA DE CIDADES COM ASSESSORIA

O O presente

D

esligado ao extremo, o distinto OberunĂĄlvio Caronte tem se esforçado bastante para ser um esposo de primeira. Apesar disso, de vez em quando pisa na bola. Dona CarĂłtida, a dignĂ­ssima esposa, jĂĄ nem liga mais para as mancadas do cara, atĂŠ porque tambĂŠm dĂĄ as suas. Sutileza nĂŁo ĂŠ o fraco do OberunĂĄlvio. Sem querer ofender as pessoas das quais gosta e considera, hĂĄ ocasiĂľes que ele as decepciona com suas tiradas fora de propĂłsito. OberunĂĄlvio ĂŠ uma figura. Se nĂŁo existisse, Deus teria de inventĂĄ-lo. HĂĄ coisa de mĂŞs e meio, mais ou menos, dona CarĂłtida fez aniversĂĄrio. OberunĂĄlvio entrou em casa todo lampeiro, riso largo na cara, abraçando uma caixa enorme: - Amor, aqui estĂĄ o seu presente! E madame, emocionadĂ­ssima: - Oooohhh, meu filho... e precisava? - Claro que precisava! Eu quero que vocĂŞ bote ele na hora de cantar o â&#x20AC;&#x153;ParabĂŠnsâ&#x20AC;?! - Ai,que felicidade! Brigadinha, amor. Mas, qual ĂŠ a cor? Ă&#x2030; verde? Ă&#x2030; azul? - Hummm... hummm... - Ă&#x2030; branco? Ă&#x2030; preto? - Hummm... -Amarelo? Ah, jĂĄ sei! Ă&#x2030; cor-de-rosa!â&#x20AC;? E OberunĂĄlvio, cheio de mistĂŠrio: - A cor eu nĂŁo lhe digo, certo? - Ah, Nalvinho... Assim nĂŁo vale. Diz a cor, diz! - Deixa de ser agoniada, mulher. VĂ´te! - VocĂŞ sabe que eu sou curiosa, nĂŁo sabe? - Sei... - Pois, entĂŁo... - Deixe chegar a hora. - Eu quero agora! Olha que eu abro a caixa! Vai, Nalvinho, diz a cor! OberunĂĄlvio perdeu a paciĂŞncia. Respirou fundo e com toda a sua sutiliza de hipopĂłtamo, lascou lĂĄ: - Ă&#x201D; mulher, quer saber de uma coisa? Ă&#x2030; da cor do teu rabo, pronto! E ela, desapontada e chorosa: - Ah, meu amor... Roxo eu nĂŁo gosto!

Dubinha, o sabichão Asdrúbal Ponte Neto, o Dubinha, vive se vangloriando de ser um sujeito muito inteligente, embora aos 35 aos de idade ainda não tenha conseguido concluir o Curso Fundamental, apesar de vir tentando desde os 10 anos. Cansada de querer coisa melhor para o amado rebento, dona Quininha, a mãe, chamou-o às falas: 2OKDPHX¿OKRYRFr precisa trabalhar. Não espere emprego de doutor! - Tå bom, mãe.Vou procurar emprego. Foi. Procurou uma empresa de segurança privada e perguntou ao gerente: - Por acaso estão precisan-

do de funcionĂĄrios? Estavam. De modo que ele foi imediatamente encaminhado ao setor de recursos humanos para submeter-se ao teste psicotĂŠcnico. O encarregado explicou: - Eu vou lhe fazer vĂĄrias perguntas. Cada resposta certa TXHYRFrGHUYDLVRPDQGRSRQWRVSDUDRUHVXOWDGRÂżQDO4XDOpR seu nome? E o Dubinha, feliz e contente: - Asdrubal de Pontes Neto. RĂĄ, rĂĄĂĄĂĄ... - Por que essa alegria toda, AsdrĂşbal? - Ă&#x2030; porque eu JĂĄ acertei a primeira!

Doença horoscĂłpica CidadĂŁo bem modesto e bastante trabalhador, seu SebastiĂŁo do RosĂĄrio deixou sua fazendinha em Ibateguara aos cuidados de dona JanuĂĄria, sua esposa, e veio a MaceiĂł consultar-se com o doutor Artur Gomes Neto, na Santa Casa de MisericĂłrdia. Ă&#x2030; que ele andava sentindo fortes dores no peito, nas costas e na barriga. 0DOSRGLDFDPLQKDUFRLWDGR'HPRGRTXHVHXÂżOKRFDoXODR GetĂşlio, veio com ele. Estirado na cama, o agricultor era examinado pelo mĂŠdico, que sĂł fazia perguntar: â&#x20AC;&#x153;DĂłiaqui?â&#x20AC;? Ele respondia: â&#x20AC;&#x153;DĂłi, sim sinhĂ´â&#x20AC;?. 'HSRLVGDtRYHOKRÂżFRXLQWHUQDGRHQTXDQWRDJXDUGDYDR resultado dos exames de laboratĂłrio. O mĂŠdico explicou qual era DVXDGRHQoDHPDQGRXRGHYROWDUDRODURQGHÂżFDULDUHFHEHQGR medicação atĂŠ nova consulta. 4XDQGRVDtDGRKRVSLWDOVHX6HEDVWLmRSHUJXQWRXDRÂżOKR - Ă&#x201D; JitĂşlho, quĂĄr quiĂŠ a duença qui o dotĂ´ dixe qui eu tenho? Parece quiĂŠ negóço de signo, nĂŠ? Acho quiĂŠ capricĂłno... NĂŁo! Ă&#x2030; sagitĂĄro... E o garoto: - Decora, pai! Ele falou câncer!

As últimas palavras do japa Sujeito de bom coração e espírito altamente solidårio, o Cloribaldo foi visitar na UTI do Pronto-Socorro o YL]LQKRMDSRQrVYLWLPDGH grave acidente automobilístico. Chegou lå, encontrou o japa todo entubado, era tubo daqui, tudo dacolå, fios pra todo lado. Ficou ali, parado, na beira da cama, reparando pro nipônico, de olhinhos fechados, sereno, repousando com todos aqueles tubos. Arregalou os olhos e gritou: - Sakaro aota nakami anyoba, sushimasuhuta!!! Dito isto, suspirou e mor-

reu. As Ăşltimas palavras do MDSRQrVILFDUDPJUDYDGDV na cabeça do Coribaldo. Na Missa de SĂŠtimo Dia ele procurou a mĂŁe do finado para apresentar-lhe os SrVDPHV - Olha, dona Fumiko, o Sujiro, antes de morrer, me disse estas palavras: â&#x20AC;&#x153;Sakaro aota nakami anyoba, sushi mashuta!!!â&#x20AC;? O que isso quer dizer? Dona Sumiko olhou espantada para o Cloribaldo e traduziu: - â&#x20AC;&#x153;Tire o pĂŠ da mangueirinha GHR[LJrQLRILOKRGDSXWD´

reitor da Universidade Federal de Alagoas, Eurico LĂ´bo, anunciou, na Ăşltima sexta-feira (9), a construção do Hospital de ClĂ­nicas VeterinĂĄrias e de laboratĂłrios na unidade de Viçosa, integrada ao Campus Arapiraca. SerĂŁo investidos R$ 4,1 milhĂľes e a previsĂŁo ĂŠ que as obras comecem em 60 dias. Em Arapiraca serĂŁo mais 3,4 milhĂľes de reais para laboratĂłrios, residĂŞncia estudantil e restaurante universitĂĄrio. Segundo Eurico LĂ´bo, a estruturação dos campi do interior ĂŠ uma das prioridades da atual gestĂŁo. â&#x20AC;&#x153;Nosso compromisso, meu e da vice-reitora Rachel Rocha, ĂŠ promover melhorias nas unidades da Ufal no interior e consolidar ainda mais nosso processo de expansĂŁoâ&#x20AC;?, disse o reitor. A construção do hospital e dos laboratĂłrios para o curso de Medicina VeterinĂĄria atende Ă reivindicação de estudantes e professores e ao Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) assinado pela Ufal com o MinistĂŠrio PĂşblico Federal.

FUNCIONĂ RIOS

Santa Casa vai antecipar o pagamento do 13Âş

A Santa Casa de MaceiĂł vai antecipar para o prĂłximo dia 16 a liberação da segunda parcela do 13Âş salĂĄrio e para o dia 29 o pagamento do mĂŞs de dezembro dos funcionĂĄrios da rede. Por lei, o 13Âş deve ser pago atĂŠ o dia 20 de dezembro e o salĂĄrio atĂŠ o dia 5 do mĂŞs posterior. O anĂşncio foi feito pelo provedor Humberto Gomes de Melo, durante a confraternização do hospital, no GinĂĄsio do Sesi. â&#x20AC;&#x153;Poucas instituiçþes, atualmente, tĂŞm condiçþes financeiras para ir Ă rede bancĂĄria e antecipar tais pagamentos para seus colaboradores. Ă&#x2030; um esforço que fazemos como forma de agradecimento pelo empenho de todos no crescimento da nossa Santa Casa de MaceiĂłâ&#x20AC;?, disse o provedor. Em seu discurso, o executivo lembrou as dificuldades enfrentadas pela Santa Casa de MaceiĂł em 2011, com destaque para a interrupção das atividades no Hospital Nossa Senhora da Guia. Mas ele enfatizou, entretanto, que para cada problema uma solução foi negociada, o que ĂŠ motivo de comemoração. A FESTA Dois momentos marcaram a festa de confraternização da Santa Casa. O primeiro foi o momento de oração com o padre CĂ­cero Lenisvaldo. O segundo momento foi a performance do Coretfal, coro do Instituto Federal de Alagoas (Ifal).

Obras do hospital jå haviam sido iniciadas, mas empresa contratada não deu andamento à construção

O TAC prevĂŞ a contratação de uma nova empresa para concluir a obra jĂĄ iniciada, mas que foi abandonada antes do tĂŠrmino pela primeira contratada. â&#x20AC;&#x153;Tivemos problemas nas licitaçþes anteriores, mas, finalmente, conseguimos concluir essa etapa do processoâ&#x20AC;?, completou Eurico

LĂ´bo. Em Arapiraca, tambĂŠm serĂŁo construĂ­dos o laboratĂłrio de Ecologia e o bloco de coordenaçþes. As obras estĂŁo orçadas em R$ 1,1 milhĂŁo e, segundo o reitor, os recursos sĂŁo do orçamento de 2011. ASSISTĂ&#x160;NCIA ESTUDANTIL O reitor tambĂŠm anunciou

investimentos voltados à assistência estudantil. Cerca de R$ 2,3 milhþes, previstos no orçamento de 2012, serão destinados à construção da residência estudantil e do restaurante universitårio, ambos em Arapiraca. O processo licitatório tambÊm estå sendo finalizado.

UNIFICADO

Conselho de Segurança apresenta projeto de novo sistema de dados SANDRO LIMA

ANA PAULA OMENA REPĂ&#x201C;RTER

O Conselho de Segurança de Alagoas (Conseg) apresentou ontem o Sistema Unificado de OcorrĂŞncias da Defesa Social do Estado (Sisgou), ainda em teste, que tem como objetivo reunir todos os dados das PolĂ­cias Civil e Militar, alĂŠm do Instituto MĂŠdico Legal (IML) e Instituto de CriminalĂ­stica (IC). O projeto se destina a facilitar o controle e a produtividade dos trabalhos da Defesa Social. De acordo com o major Jairo, do Corpo de Bombeiros, que fez a apresentação do Sisgou para os membros do Conseg, associaçþes e imprensa, a proposta do sistema ĂŠ reunir o maior nĂşmero de dados por meio de um relatĂłrio unificado. O Sisgou estĂĄ em fase de testes no Centro Integrado de OcorrĂŞncias da Defesa Social (Ciods), mas jĂĄ apresenta algumas vantagens. â&#x20AC;&#x153;O sistema nada mais ĂŠ do que um resumo das ocorrĂŞncias por mesas de operaçþes. NĂŁo sĂŁo dados sigilosos, mas sim transparentes, para serem acessados em tempo real e em qualquer lugarâ&#x20AC;?, disse. â&#x20AC;&#x153;Pelo Sisgou dĂĄ para saber de tudo o que estĂĄ acontecendo na cidade quando se diz respeito Ă Defesa

Conselheiros explicaram que dados de polĂ­cias e institutos serĂŁo compilados

Social por meio de mapas de ocorrĂŞnciasâ&#x20AC;?, explicou. As funcionalidades do Sisgou vĂŁo desde o atendimento, boletim Ăşnico, gestĂŁo operacional â&#x20AC;&#x201C; com relatĂłrios que mostram onde estĂŁo ocorrendo mais acidentes e locação de viaturas, conexĂŁo com outras bases de dados, estatĂ­sticas e gerenciamento de dados. O major Jairo frisou que alguns ĂłrgĂŁos como PolĂ­cia Civil, IML e IC ainda nĂŁo estĂŁo incorporados no Sistema, mas em breve serĂŁo. Para o secretĂĄrio de Defesa Social, DĂĄrio CĂŠsar, o

sistema ĂŠ um grande avanço para o Estado, jĂĄ que possibilita um dado Ăşnico facilitando uma melhor apuração e investigação para o combate Ă criminalidade. â&#x20AC;&#x153;Resistimos Ă  mudança, mas sem ela nĂŁo hĂĄ progressosâ&#x20AC;?, ressaltou, fazendo referĂŞncia aos Estados brasileiros que conseguiram implantar o sistema apesar de haver resistĂŞncia dos ĂłrgĂŁos envolvidos. â&#x20AC;&#x153;NĂŁo basta apenas cobrar, tem que descobrir o porquĂŞ de algo ser melhor, discutir e comparar experiĂŞnciasâ&#x20AC;?, acrescentou. O Sisgou jĂĄ funciona, por exemplo, em Minas Gerais.

MACEIĂ&#x201C;

INTERIOR

O período de matrícula da rede municipal de ensino para o ano letivo de 2012 foi aberto ontem e se estende atÊ o dia 27 de janeiro, obedecendo ao cronograma estabelecido no calendårio publicado pela Secretaria Municipal de Educação (Semed). A renovação de matrícula, para os alunos que continuam na rede municipal, acontece entre os dias 12 a 16 de dezembro. A matrícula dos alunos novos serå no período de 9 a 13 de janeiro de 2012, e o período de 13 a 27 de janeiro de 2012 estå reservado para matrícula dos demais alunos.

Policiais militares SUHQGHUDPWUrVSHVVRDVQR¿PGHVHPDQD acusadas de homicídio e tentativa de homicídio nos município de Arapiraca e CoitÊ do 1yLD'XDVRFRUUrQFLDV foram registradas em Arapiraca. Na primeira, Saulo Almeida da Silva, 29 anos, foi preso após assassinar seu cunhado. Na segunda, Jaques Oliveira Santos, 30, agrediu um homem com um pedaço de madeira. No município de CoitÊ do Nóia os policiais prenderam Alessandro dos Santos, 19 anos, que portava uma faca e tentou matar um vizinho com golpes de enxada.

Começa período de matrícula da rede municipal Três são presos por homicídio e agressão


12

CIDADES

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

Carta fora do baralho

J

ĂĄ diz o refrĂŁo de uma mĂşsica chinfrim: â&#x20AC;&#x153;tĂ´ nem aĂ­, tĂ´ nem aĂ­â&#x20AC;?... Essa mĂĄxima da mĂşsica torpe cai como uma luva no seio da polĂ­tica arapiraquense. â&#x20AC;&#x153;Arrepareâ&#x20AC;? carĂ­ssimo eleitor, como se desdenha a polĂ­tica na Terra do Fumo: quem estava morto ressuscita em nome de uma â&#x20AC;&#x153;causaâ&#x20AC;? e quem estĂĄ vivĂ­ssimo acaba levando um verdadeiro â&#x20AC;&#x153;canto de carroceriaâ&#x20AC;?. Pode uma coisa dessas?!

Derrotado

Apenas negĂłcio

Vejamos: O ex-deputado Dudu Albuquerque levou uma pisa nas eleiçþes que disputou com Luciano %DUERVD/RJRGHSRLV'XGXVH HOHJHXGHSXWDGRHVWDGXDOHOHJHX a esposa vereadora de MaceiĂł, GHL[RXHPVHJXLGDD&DVDGH 7DYDUHV%DVWRVHKRMHHVWiVHQGR visitado, na calada da noite, por SROtWLFRVTXHDJRUDTXHUHPRVHX â&#x20AC;&#x153;apoioâ&#x20AC;?. Pode? Sinceramente, nĂŁo dĂĄ para entender.

Sinceramente, não då para entender mesmo essa política da terra de Manoel AndrÊ. AtÊ por FRQWDGHDOJXPDVQXDQFHVHQYROvendo a carreira de determinados SROtWLFRV-iGL]LDXPSURIHWD DEHVWDOKDGRTXHSROtWLFDpXP QHJyFLRRQGHHPGHWHUPLQDGDV VLWXDo}HVVyVHGiEHPTXHWHP RGRPGH³QHJRFLDU´6HUi" eDTXHODYHOKDKLVWyULDSULPHLUR HXGHSRLVWXEUXFXWX 4XDQWDFDQDOKLFHKHLQ"

Operação prende parte de quadrilha na favela do JaraguĂĄ RP, 1Âş BPM e Bope participaram da ação que resultou na prisĂŁo de dois acusados MILTON RODRIGUES REPĂ&#x201C;RTER

E

quipes do Batalhão de Radiopatrulha e de outros dois batalhþes da Polícia Militar prenderam ontem, após perseguição, dois acusados de trocarem tiros com a polícia e de assaltarem uma loja de material esportivo. A prisão prisão aconteceu durante uma operação dentro da favela do Jaraguå, mesmo bairro onde houve o roubo. A quadrilha, formada por pelo menos quatro homens, utilizou um Gol preto, de placa IAE-1467, de Arapiraca, para

a fuga. Dois dos acusados conseguiram fugir. Segundo os policiais da Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas (Rocam), os bandidos abandonaram o Gol em frente à Vila de Pescadores do Jaraguå, por volta das 10 horas, após uma råpida troca de tiros que terminou com um dos pneus do veículo furado e o vidro da porta traseira do Gol danificada. A partir desse ponto, os bandidos iniciaram uma fuga a pÊ, que terminou horas mais tarde com a prisão dos dois suspeitos. Os outros dois continuam sendo procurados. Durante a operação, que

envolveu o auxĂ­lio de policias do 1Âş BatalhĂŁo de PolĂ­cia Militar e do BatalhĂŁo de Operaçþes Especiais (Bope), os militares conseguiram prender Silvano dos Santos, 30, e Diogo â&#x20AC;&#x153;FofĂŁoâ&#x20AC;? Emanuel Rozendo, 28, que tentaram se esconder dentro da comunidade. O trânsito na principal via do bairro ficou lento durante toda a movimentação da polĂ­cia. Os dois suspeitos foram conduzidos para a Central de PolĂ­cia, no Prado, onde prestaram depoimento. Os militares adiantaram que Diogo â&#x20AC;&#x153;FofĂŁoâ&#x20AC;? jĂĄ tem passagem pela polĂ­cia por vĂĄrios homicĂ­dios e porte ilegal de arma de fogo.

O Gol utilizado no assalto pertence a uma mulher, que informou ter sido vítima tambÊm dos bandidos minutos antes. O veículo foi levado para a delegacia. Dentro dele, os policiais encontraram vårias camisas de time de futebol, uma pistola calibre 765 e uma outra 9 milímetros, alÊm de farta munição. O tenente-coronel Gilmar Batinga, comandante de Policiamento da Capital, participou da operação e garantiu que os policiais vão continuar as buscas. Um dos foragidos, segundo o coronel, teria sido baleado durante o confronto. SANDRO LIMA

Covardia 6HROKDUPRVRSDVVDGRGHFHUWRVSROtWLFRVHPHUJHQWHVWDOYH]VHHQFRQWUHDOJXPVHQWLGRHPGHWHUPLQDGDVFRYDUGLDV $ÂżQDOSROtWLFDHPQRVVDTXHULGD$ODJRDVpDVVLPPDQGDTXHPSRGHH REHGHFHTXHPWHPMXt]R 6HPPXLWDVGHORQJDVpSUHIHUtYHOGHFHUWDIRUPDHOHPHQWRVVHFWiULRV DHOHPHQWRVFRPFDUiWHUGXYLGRVRTXHVHLQÂżOWUDPQDSROtWLFDSDUWLGiULD para, pura e unicamente, se locupletarem.

Esporte

Atividades

'X]HQWRVMRYHQVLQVFULWRVQD (VFRODGH)XWHERO³$UDSLUDFD *LJDQWH´UHFHEHUDPQRViEDdo, 10, os kits (calção, camisa, meião e colete) para os 200 MRYHQVLQVFULWRV$HQWUHJD aconteceu no Ginåsio João Paulo II. As atividades serão LQLFLDGDVQHVWDWHUoDIHLUD GHGH]HPEUR A solenidade contou com a presença dos alunos inscriWRVDFRPSDQKDGRVGRVSDLV do secretårio municipal de (VSRUWH/D]HUH-XYHQWXGH -RVHQLOGR6RX]DTXHQD oportunidade, representou RSUHIHLWR/XFLDQR%DUERVD do presidente da Facomar, %UiV$QW{QLRGH)DULDVGR desportista e coordenador da (VFRODGH)XWHERO³$UDSLUDFD*LJDQWH´$GHLOGR6LOYD Damasceno, da equipe de WUDEDOKRGD(VFRODGH)XWHERO HGRVMRJDGRUHV'LGLUDH$QGUp Nunes.

As atividades serĂŁo iniciadas na WHUoDIHLUDGLDQR/DJRGD3HUXFDEDFRPDXODVSUiWLFDVHWHyULFDV Os alunos inscritos que nĂŁo comSDUHFHUDPSDUDUHFHEHUVHXVNLWVQR ~OWLPRViEDGRGHYHPFRPSDUHFHU ainda esta semana no GinĂĄsio MuQLFLSDOQR3DUTXH&HFL&XQKDGDV KjVKSDUDUHFHEHUHPVHXVNLWV

Inspiração Âł2HVSRUWHWHPJUDQGHLPSRUWkQFLD na vida das pessoas. As crianças VHLQVSLUDPHPJUDQGHVMRJDGRUHV Didira e AndrĂŠ Nunes sĂŁo exemSORVGLVVR'LGLUDYHLRGHIDPtOLD KXPLOGHSDVVRXSHOR$6$HKRMH estĂĄ no AtlĂŠtico Mineiro, e o AndrĂŠ 1XQHVFRPHoRXQDEDVHHKRMHHVWi SURÂżVVLRQDOL]DGR(OHVVmRUHIHUrQFLD SDUDRVJDURWRVTXHVRQKDPHPVHU MRJDGRUHV$LQWHQomRGD(VFRODGH )XWHEROpGHQmRVyUHYHODUFUDTXHV PDVGHIRUPDUFLGDGmRVFRQVFLHQWHV responsĂĄveis e estudiososâ&#x20AC;?, disse -RVHQLOGR6RX]D

Enalteceu 2VHFUHWiULRHQDOWHFHXRWUDEDOKRGRSUHIHLWR/XFLDQR%DUERVDTXHDVVXPLXRFRPSURPLVVRGHEHQH¿FLDURVJDURWRVLQVFULWRVQRSURMHWR GDQGRWRGDHVWUXWXUDQHFHVViULDSDUDTXHRVWUDEDOKRVVHMDPGHVHQYROYLGRVGDPHOKRUPDQHLUDSRVVtYHO ³2SUHIHLWR/XFLDQR%DUERVDWHPIHLWRPXLWRSHORHVSRUWHFRPRXPWRGR WHPDMXGDGRR$6$TXHpRUJXOKRGH$UDSLUDFDHGH$ODJRDVHOHYD RQRPHGRQRVVR(VWDGRSHOR%UDVLODIRUD7HPLQFHQWLYDGRRHVSRUWH DPDGRUUHDOL]DQGRYiULRVFDPSHRQDWRV´IDORX-RVHQLOGR6RX]D

Sonho

Ficha limpa

Âł$JUDGHoRD'HXVDRSUHIHLWR /XFLDQR%DUERVDHDRVHFUHWiULR-RVHQLOGR6RX]DSRU colocar esse projeto em prĂĄtica, UHDOL]DQGRRVRQKRGHVVHV PHQLQRV4XHUHPRVID]HUFRP o que esses meninos se tornem JUDQGHVKRPHQVTXHGHVSHUtem interesse pelo esporte e principalmente pela escola, jĂĄ que para participar do projeto pREULJDWyULRTXHHOHVHVWHMDP estudandoâ&#x20AC;?, disse o coordenador Adeildo Damasceno.

1R~OWLPRGLDIRLDSURYDGRSRU XQDQLPLGDGHR3URMHWRGH/HL)LFKD /LPSDSDUDFDUJRVFRPLVVLRQDdos no Município de Arapiraca. O 3URMHWRWHPFRPRIXQGDPHQWRVRV mesmos princípios da Lei Federal que visa preservar a moralidade e a Êtica. A proposta de autoria do YHUHDGRU'DQLHO5RFKD 37% p FKDPDGDGH³)LFKD/LPSD0XQLFLSDO´GHYLGRjDVVHPHOKDQoDVFRP DIDPRVD/HLGD)LFKD/LPSDTXH SURtEHFDQGLGDWRVFRPSHQGrQFLDV na Justiça de se candidatarem.

2REMHWLYRGRSURMHWRpQmRSHUPLWLUTXHD3UHIHLWXUDHD&kPDUDGH 9HUHDGRUHVWHQKDPHPVHXTXDGURGHFDUJRVFRPLVVLRQDGRVSHVVRDV TXHWHQKDPVLGRMXOJDGDVHFRQVLGHUDGDVFXOSDGDVHPFULPHVFRPR FRQWUDRSDWULP{QLRS~EOLFRFRQWUDRPHLRDPELHQWHODYDJHPRXRFXOWDomRGHEHQVUDFLVPRFRQWUDDYLGDHDGLJQLGDGHVH[XDO ... O Ficha Limpa Municipal complementa o artigo 79 da Lei Orgânica Municipal, referente à provisão de cargos comissionados na administração pública direta, indireta, fundos, fundaçþes, autarquias, empresas públicas e no Poder Legislativo do Município de Arapiraca, estabelecendo de maneira clara o rol de crimes pelos quais o cidadão serå LPSHGLGRGHDVVXPLUFDUJRVGHFRQ¿DQoD 'DQLHO5RFKDIULVRX³$FUHGLWRTXHLQLFLDWLYDVFRPRHVVDEHQH¿FLDP QmRVyR3RGHU3~EOLFR0XQLFLSDOFRPRWDPEpPDSRSXODomRDUDSLUDTXHQVHTXHWHUiDFHUWH]DGHTXHRTXDGURGHIXQFLRQiULRVGHQRVVR PXQLFtSLRVHUiFRPSRVWRGHSHVVRDVLQWHJUDVHGHERDFRQGXWD´

Presos teriam assaltado loja no bairro do JaraguĂĄ e ainda trocado tiros com a polĂ­cia; um deles responde por vĂĄrios homicĂ­dios e porte de arma

CINCO FERIDOS

ROUBADOS E CLONADOS

Adulto e criança morrem em PolĂ­cia apreende 34 veĂ­culos acidente entre carro e caminhĂŁo em feira de automĂłvel DAVI SALSA REPĂ&#x201C;RTER

Arapiraca (Sucursal) - Uma colisão frontal, registrada por volta das cinco horas da manhã de ontem, em um trecho da Rodovia AL-115, deixou um saldo de duas pessoas mortas e cinco feridas, incluindo crianças, idosos e mulheres. Segundo informaçþes da polícia, o caminhão F4000, de cor vermelha e placa ATH-8418, de Alagoas, que transportava feirantes, colidiu frontalmente com o automóvel Gol, de cor branca, e de placa MVE7731, tambÊm de Alagoas. Os feridos foram encaminhados para a Unidade de Emergência do Agreste, em Arapiraca. O motorista do Gol, Tiago Franklin Bispo

dos Santos, 22, morreu na hora, enquanto o menor Oton de Lima, de apenas oito anos, ainda chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. A criança morreu após receber atendimento mÊdico na Unidade de Emergência do Agreste. Segundo informaçþes de familiares, no veículo Gol havia sete pessoas de uma mesma família. Elas retornavam de uma festa quando ocorreu a fatalidade. Os corpos foram removidos atÊ o Instituto MÊdico Legal (IML) de Arapiraca. Entre os feridos estå a mãe do garoto Oton de Lima. Ela sofreu vårias fraturas e encontra-se internada na UE do Agreste com outras quatro pessoas que estavam no automóvel.

25 HOMENAGEADOS

Arapiraca (Sucursal) Uma operação do 3º Batalhão Militar de Arapiraca, realizada ontem, retirou de circulação 34 veículos, sendo 33 motocicletas e uma caminhonete modelo Hilux. O trabalho foi feito na Feira de Automóveis, nas imediaçþes da antiga Ceasa, no bairro de Santa Edwiges. De acordo com o subcomandante do 3º BPM, capitão Anaximandro, a operação contou com o apoio de motos da Rocam e atÊ de um guincho para recolher os veículos que apresentaram problemas de documentação ou placas frias. Os responsåveis por três motocicletas fugiram do local. As motos e o carro estão sob suspeita de clonagem e falta de licen-

FEIRA GRANDE

3UrPLRGH5DGLDOLVPRDFRQWHFHDPDQKm Mulher carbonizada ĂŠ $FRQWHFHDPDQKmDSDUWLU GDVKDHQWUHJDGRÂ&#x17E; PrĂŞmio Radialista Odete PaFKHFRQR7HDWURGR6HVL3DMXoDUDSURÂżVVLRQDLVVHUmR KRPHQDJHDGRVSRUWHUHPVH destacado no exercĂ­cio da atividade durante o ano de 2011. AlĂŠm dos vencedores GHFDGDFDWHJRULDHQWUHHODV as de comentarista esportivo, locutor do interior e repĂłrter GHUXDUHFHEHPKRPHQDJHQVHVSHFLDLVRVSURÂżVsionais: Floracy Cavalcante, Geraldo Lopes e ClĂĄudio Alencar.

LGHQWLĂ&#x20AC;FDGDSRUSHULWRV Os papiloscopistas do Instituto de ,GHQWLÂżFDomRFRQVHJXLUDPLGHQWLÂżcar ontem, atravĂŠs das impressĂľes GLJLWDLVXPFRUSRFDUERQL]DGR no acidente ocorrido em Feira Grande. A vĂ­tima era Rosineide Bispo dos Santos, 49 anos, natural do municĂ­pio onde aconteceu DWUDJpGLDTXHFRPRYHXR(VWDGR Foi usada a tĂŠcnica de retirada da luva epidĂŠrmica, a pele que envolve os dedos. Os papiloscopistas DJRUDWUDEDOKDPSDUDLGHQWLÂżFDUR VHJXQGRFRUSRGHXPDGXOWR2 terceiro, de uma criança, sĂł serĂĄ possĂ­vel com exame de DNA.

ciamento, entre outras irregularidades. Os 34 veĂ­culos foram levados para o pĂĄtio do 3Âş BatalhĂŁo. Nenhuma prisĂŁo foi confirmada atĂŠ o fechamento desta edição. Ainda de acordo com o subcomandante, as operaçþes irĂŁo continuar para combater o comĂŠrcio ilegal de veĂ­culos na cidade e regiĂŁo. Segundo o capitĂŁo Anaximandro, que participou da ação, esse tipo de operação ĂŠ importante para coibir a prĂĄtica da receptação de veĂ­culos roubados e a negociação de veĂ­culos clonados ou fora de licenciamento. â&#x20AC;&#x153;Situaçþes como essas incentivam a prĂĄtica de assaltos e furtos de veĂ­culos na RegiĂŁo do Agresteâ&#x20AC;?, frisou. (D.S. com assessoria)


TribunaIndependente

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

Economia

ECONOMIA

13

Secretário Luiz Otavio Gomes é homenageado no prêmio José Aprígio Vilela O secretário do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico, Luiz Otavio Gomes, foi homenageado pelo Instituto Brasileiro de Municipalismo, Cidadania e Gestão – Instituto Cidadão, com o diploma de “Cidadão Benemérito”, pelo serviço prestado à Instituição e apoio às gestões públicas responsáveis e empreendedoras. A solenidade do Prêmio José Aprígio Vilela de Gestão Pública Responsável e Empreendedora foi realizada na última sexta-feira (9), no Centro de Convenções. O secretário destacou a premiação como uma forma de estimular o desenvolvimento dos municípios, uma vez que reconhece, de forma criteriosa, os prefeitos de cidades que apresentaram aspectos positivos em seu exercício.

Arapiraca terá hotel da rede Accor Investimento no Ibis será de R$ 7 milhões, informa presidente da rede de hotelaria Ricardo Barreto ao governador

O

governador Teotonio Vilela Filho recebeu do empresário Ricardo Barreto, proprietário do grupo Coagro e do consultor financeiro Carlos Risco, da RN Consultoria, o anúncio de um novo empreendimento hoteleiro no município de Arapiraca. Ricardo Barreto, proprietário do empreendimento e presidente do grupo empresarial disse que trará para o interior do Estado o primeiro hotel de bandeira pertencente à Rede de Hotelaria Internacional Accor. Trata-se do Hotel Ibis Arapiraca, com investimentos previstos em torno de R$ 7 milhões. O hotel ficará a cargo da Agreste-Empreendimentos Turísticos Ltda., pertencente ao Grupo Coagro, será de categoria econômica, classificado como três estrelas e vai contar com 84 apartamentos. “O início das obras está previsto para o primeiro trimes-

tre de 2012 e viemos anunciar ao governador que mais esse investimento do Grupo Coagro demonstra a nossa confiança e que estamos trabalhando junto com ele para o desenvolvimento de Alagoas”, afirmou Barreto. Segundo informações fornecidas pelo consultor financeiro do Grupo, a obra vai gerar inicialmente 100 empregos diretos e, após o início das operações, previsto para junho de 2013, mais 35 empregos diretos e 150 empregos indiretos. O governador agradeceu mais este investimento do Grupo Coagro no Estado e parabenizou pela escolha do município de Arapiraca. “Alagoas precisa muito de investidores com essa visão de futuro e Arapiraca é sem dúvida, um município que além de já ser de fundamental importância para o Estado, ainda vai crescer muito”, afirmou.

Durante o encontro, o governador foi convidado para a inauguração do Coagro Macro também em Arapiraca, quando será lançado o Hotel e onde também será homenageado como personalidade do Turismo em Alagoas e pela retomada do desenvolvimento do Estado. Além do governador, também receberão a homenagem, os secretários estaduais Danielle Novis, do Turismo, pelo desenvolvimento do turismo e Luíz Otávio Gomes, do Desenvolvimento Econômico, pela captação de investidores, entre outras personalidades alagoanas. Também estiveram presentes à reunião, os secretários e subsecretário de Articulação Política, Rogério Teófilo e Fábio Rodrigues. Nesta terça-feira (13), na sede da Secretaria do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande),

acontece a última reunião do Fórum Permanente da Cadeia Produtiva da Química e do Plástico de 2011. O encontro será realizado a partir das 15h, e será coordenado pelo secretário Luiz Otavio Gomes. A reunião contará com a presença de representantes do Sebrae Alagoas, Braskem, Federação das Indústrias do Estado de Alagoas (Fiea), Sindicato da Indústria do Plástico de Alagoas (Sinplast), entre outros parceiros. Durante o encontro, os principais avanços obtidos pela Cadeia ao longo de 2011 serão relatados. Em suas áreas de atuação, os participantes do Fórum vão expor as participações em feiras e eventos, empreendimentos prospectados durante o ano e as ações do Núcleo de Tecnologia do Plástico (NTPlás), detalhando os principais cursos.

PRODUTOS

Derivados da mandioca ganham marca A Associação Comunitária Batinga, de Palmeira dos Índios, e a Associação de Desenvolvimento Comunitário Povoado Santa Rosa, em Craíbas, agora possuem uma marca oficial para os produtos derivados da mandioca. Duas oficinas foram realizadas na semana passada, uma em cada município, para reunir produtores ligados ao Arranjo Produtivo Local (APL) Mandioca do

Agreste a fim de construir de forma conjunta a proposta das novas marcas. Nove produtores de Palmeiras dos Índios e 14 do município de Craíbas tiveram a missão de apresentar à designer e consultora do Sebrae/AL, Renata Rocha, o funcionamento da produção local, as principais características, o histórico das associações e as informações sobre a diversidade dos produtos.

Ao final da discussão, a designer criou duas marcas, que foram submetidas à votação para selecionar a oficial. Segundo o gestor do APL Mandioca, Nelson Vieira, a criação da marca dos produtos derivados da raiz vai abrir espaço para novas oportunidades de mercado. MERCADO “Um produto que contém uma marca é muito mais aceitável no mercado. Co-

mercializar em supermercados, por exemplo, só é possível dessa forma. Além disso, a iniciativa padroniza a mercadoria da região, criando uma identidade”, explicou. O APL Mandioca do Agreste faz parte do Programa de Arranjos Produtivos Locais (PAPL), coordenado pela Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande) em parceria com o Sebrae/AL.

Segunda maior cidade alagoana terá Hotel Ibis Arapiraca, de 3 estrelas


14

ECONOMIA

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

HWMRUQDOLVWD#JPDLOFRP

Mar Vermelho

E

Cesta bĂĄsica cai 1,58% em novembro na capital

â&#x20AC;&#x153;

5HGXomRIRLLPSXOVLRQDGDSRUGHĂ&#x20AC;DomRRXHVWDJQDomRGHDOJXQVSURGXWRV

m meio Ă s festividades da AMA, ontem, numa casa de eventos em MaceiĂł, a prefeita de Mar Vermelho, QuitĂŠria Berto, contabilizava como positivo seus trĂŞs anos de administração pĂşblica. â&#x20AC;&#x153;Hoje o nosso municĂ­pio convive com a dignidade e o respeito maior diante das coisas pĂşblicas. Apesar dos sĂŠrios problemas que encontramos como uma herança maldita na prefeitura, podemos dizer que melhoramos consideravelmente a mĂĄquina administrativa; sobretudo desenvolvendo um trabalho coberto de seriedade e transparĂŞncia para todosâ&#x20AC;?, disse.

D

Festa da AMA

ChĂŁ Preta

$$VVRFLDomRGRV0XQLFtSLRV$ODJRDQRV $0$ UHXQLXRQWHPTXDVHWRGRVRVSUHIHLWRVGR(VWDGRDÂżPGH SURPRYHUVHXWUDGLFLRQDODOPRoRGH ÂżQDOGHDQR2HYHQWRSDUDRSUHVLGHQWHGDHQWLGDGH$EUDKmR0RXUD FRUUHVSRQGHXGHQWURGDH[SHFWDWLYDVREUHWXGRSHODXQLmRH[LVWHQWH KRMHHQWUHWRGRVRVJHVWRUHVPXQLFLSDLV6RUWHLRGHYDOLRVRVEULQGHV LQFOXVLYHFLQFRPRWRVVRPDRYLYR HPXLWRHQWUHWHQLPHQWRPDUFDUDPD PDLVGLIHUHQWHVHJXQGDIHLUDGRDQR SDUDWRGRVDVVRFLDGRVGD$0$

+RMHQDFLGDGHÂżQGDDSURJUDPDomRGDVIHVWLYLGDGHVGH6DQWD /X]LDXPDGDVVDQWDVYHQHUDGDV SHORSRYRFDWyOLFRORFDOGHSRLVGD IHVWDGDSDGURHLUD1RVVD6HQKRUDGD&RQFHLomRRFRUULGDQRGLD GHVWHPrV4XHPHVWiSDUWLFLSDQGRGRVIHVWHMRVpDGXSOD-RVp $UL9DVFRQFHORVH&pOLR5HErOR DPERVEDOXDUWHVQDGHIHVDGR SDWULP{QLRKLVWyULFRFXOWXUDOGD UHJLmR2QWHPjQRLWHHVWLYHUDP QRQRYHQiULRHKRMHQDPLVVD EDWL]DGRVHSURFLVVmR

Maragogi 3UHIHLWR0DUFRV0DGHLUDDFUHGLWDTXHRPXQLFtSLRQHVWH¿QDOGHDQR SRGHUiEDWHUUHFRUGHGHWXULVWDQDUHJLmR³0DUDJRJLGHWpPDVPHOKRUHV RSo}HVHPWHUPRVGHSUDLDVHP$ODJRDVHFDGDYH]PDLVDEDGDODomR GRERFDDERFDWHPVLGRVDWLVIDWyULDSDUDDSUHVHQoDGHYLVLWDQWHVD FDGDDQRHPQRVVDFLGDGH(JUDoDVD'HXVHOHTXHQRVGHXHVVD HQRUPHEHOH]DQDWXUDOTXHPJDQKDpRQRVVRSRYRVREUHWXGRIDWXUDQGRQRVHXPHLRFRPHUFLDO´GLVVH

Cajueiro

Santa Luzia do Norte

2QWHPRSUHIHLWR3DOPHU\1HWRTXH WDPEpPpYLFHSUHVLGHQWHGD$0$ UHYHORXVHXLQWHUHVVHGHFRQWLQXDU FRQYHQFHQGRRMRUQDOLVWD=p&DUORV GR37H[YHUHDGRUFDMXHLUHQVHH DGYHUViULRQDHOHLomRPDMRULWiULD SDVVDGDGHIRUPDUXPDFKDSDDR ODGRGH-RUJH&DYDOFDQWHD¿PGH GLVSXWDURSOHLWRTXHVHDSUR[LPDQD FRQGLomRGHYLFH³1RVVDVFRQYHUVDVHVWmREHPDGLDQWDGDVLQFOXVLYH MiUHFHELGXDVOLJDo}HVWHOHI{QLFDV GR=pQHVWDVHJXQGDIHLUD´UHYHORX3DOPHU\SURMHWDHOHJHU-RUJH &DYDOFDQWHVHXDWXDOVHFUHWiULRGH (GXFDomRFRPRVXFHVVRU Q~PHURXP

'XUDQWHRGLDGHKRMHFDWyOLFRVGHYRWRVGH6DQWD/X]LDGH 6LUDFXVDSDUWLFLSDPGDKLVWyULFD HWUDGLFLRQDOIHVWDGDVDQWD$ KLVWyULDUHJLVWUDPDLVGH DQRVGHVWHHYHQWRUHOLJLRVRWLGR FRPRXPGRVPDLVDQWLJRVGR %UDVLO$SDUWLUGDVGDPDGUXJDGDKDYHUiD³&DPLQKDGDGD/X]´ XPH[yWLFRULWXDOGRV¿pLVTXH HVWHDQRVHUiFRPDQGDGRSHOR ELVSRGH0DFHLy'RP$QW{QLR 0XQL](QRSHUtRGRGDWDUGH RFRUUHUiDEDGDODGDSURFLVVmR SHODVSULQFLSDLVUXDVGDFLGDGH WHQGRjIUHQWHRSiURFRORFDO $OH[GD6LOYD

Santana do Mundaú $SDUWLUGHDPDQKmRVSUR¿VVLRQDLVGD6D~GHSURPHWHPVXVSHQGHUVXDV DWLYLGDGHV(OHVSURWHVWDPFRQWUDRQmRSDJDPHQWRGDLQVDOXEULGDGH HWDPEpPTXHVWLRQDPR3ODQRGH&DUJRVH&DUUHLUD'HDFRUGRFRPD RGRQWyORJD5RVD0DULD:DQGHUOH\KiTXDWURDQRVRVVHUYLGRUHVWHQWDP FKHJDUDXPFRQVHQVRMXQWRDRSUHIHLWRPDVVHPr[LWRDOJXP³eXP GLUHLWRTXHWHPRVJDUDQWLGRSHOD&RQVWLWXLomRHHOHVFRQWLQXDPQRVHQURODQGRMiVmRTXDWURDQRV´UHVVDOWD

Senador TeotĂ´nio Vilela 7DPEpPDSDUWLUGHDPDQKmVHUYLGRUHVGD6D~GH GHQWLVWDVHHQIHUPHLURV GH7HRW{QLRSURPHWHPSDUDOLVDUVXDVDWLYLGDGHV2PDQLIHVWRYDLVH HVWHQGHUDWpVH[WDIHLUD$VFDWHJRULDVH[LJHPPDLRUUHVSHLWRDRVVHXV YHQFLPHQWRVHH[LJHPPHOKRUHVVDOiULRVHPWHPSRUHFRUGH

São Miguel dos Campos &RPRLQWXLWRGHGHVHQYROYHULGHLDVLQIRUPDUHTXDOL¿FDUHPSUHViULRVGH PLFURHSHTXHQDVHPSUHVDVR,;(QFRQWUR$ODJRDQRGD0LFURH3HTXHQD(PSUHVDDFRQWHFHQRDXGLWyULRGR)yUXPGH6mR0LJXHOGRV&DPSRV QHVWDWHUoDIHLUDSHODPDQKm2HYHQWRDFRQWHFHSHODSULPHLUDYH]IRUD GH0DFHLyH$UDSLUDFD(PVXD�HGLomRRHQFRQWURGHEDWHRWHPD ³03(4XHPJHUDPLOKDUHVGHHPSUHJRVSUHFLVDGHYH]HYR]´

SĂŁo Miguel

Penedo

$SURJUDPDomRFRQVLVWHHP FLQFRSDOHVWUDV*RYHUQR )HGHUDOLQFHQWLYDOHJDOL]DomR Âą6DLDGDLQIRUPDOLGDGH6HMD um empreendedor individuDOGHVXFHVVR03(TXHP JHUDPLOKDUHVGHHPSUHJRV SUHFLVDGHYH]HYR]*HVWmR HVWUDWpJLFDFRPRGLIHUHQFLDO FRPSHWLWLYRQDPLFURHSHTXHQDHPSUHVD1RYDVOLQKDV GHÂżQDQFLDPHQWRSDUDPLFUR HSHTXHQDVHPSUHVDVHSRU ~OWLPR6HUIHOL]Âą$HVFROKD TXHPID]pYRFr

2SURJUDPD³$ODJRDV0DLV3HL[H´ YLQFXODGRj6HFUHWDULDGH(VWDGRGD 3HVFDH$TXLFXOWXUD 6HSDT YHPGHVHQYROYHQGRFDGDORFDODTXDOHOHHVWi LQVHULGR8PH[HPSORpDFRPXQLGDGH 3DOPHLUD$OWDQRPXQLFtSLRGH3HQHGR6XDHVWUXWXUDVHUYHGHPRGHOR DRVSURGXWRUHVGHRXWURVPyGXORVGR 3URJUDPD6HJXQGRDSUHVLGHQWHGD$VVRFLDomRGH3LVFLFXOWRUHVGH3DOPHLUD $OWD-DLOPD9DVFRQFHORVFDGDSURGXWRU REWpPXPDUHQGDPHQVDOHPDSUR[LPDGDPHQWH5³&RRSHUDomRXQLmR HFRPSURPHWLPHQWRpDUHFHLWDSDUDR VXFHVVRGRPyGXOR´GLVVH

UniĂŁo dos Palmares $VREUDVGHUHIRUPDHPYiULDVHVFRODVGD]RQDUXUDOGH8QLmRGRV3DOPDUHV MiHVWmRDYDQoDGDVHHPULWPRDFHOHUDGR(VVDIRLDFRQVWDWDomRIHLWDSHOR SUHIHLWR$UHVNL)UHLWDVGXUDQWHYLVLWDQRViEDGRDYiULDVORFDOLGDGHVGD ]RQDUXUDO$SyVDVVLQDUDRUGHPGHVHUYLoRVSDUDDUHIRUPDGHHVFRODV QD]RQDUXUDORSUHIHLWRWHPÂżVFDOL]DGRHDFRPSDQKDGRGHSHUWRRDQGDPHQWRGDVREUDV2REMHWLYRVHJXQGRRSUHIHLWRGH8QLmRpJDUDQWLUDJLOLGDGHHVHJXUDQoDQDH[HFXomRGDVREUDVSRLVRPXQLFtSLRHVWiLQYHVWLQGR PDLVGH5PLOKmRQDUHIRUPDGHVWDVXQLGDGHVGHHQVLQRFRPUHFXUVRV SUySULRV$VHVFRODVMiHPIDVHGHFRQFOXVmRVmR6DWXUQLQRGH%DUURV VtWLR ;LPHQHV 3DGUH5REHUWR2JOH ID]HQGD9LGD0DQVD 0DULD&tFHUD0RXUD DVVHQWDPHQWR&KLFR0HQGHV H&DUORV3UHVWHV VtWLR7DW $VREUDVLQFOXHP SLQWXUDDXPHQWRGDVVDODVGHDXODVSRUWDVHMDQHODVQRYDVUHSRVLomRGH WHOKDGRPDGHLUDPDWHULDOKLGUiXOLFRHHOpWULFRFDL[DVGÂśiJXDFRORFDomRGH FHUkPLFDQRSLVRHQWUHRXWURVLWHQV$VVHVRULDLQIRUPDQGR

$FHVVH tribunahoje.com

ivulgado pela Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), o �ndice de Preço do Consumidor (IPC) revelou uma queda de 1,58% na cesta båsica em Maceió no mês de novembro, levando em consideração a variação apresentada em outubro. O IPC Ê calculado pela Superintendência de Produção da Informação e do Conhecimento da Seplande, responsåvel por acompanhar a variação de preços de uma cesta de bens e serviços consumidos pela população, compreendendo a faixa de renda de um a oito salårios mínimos. O custo total dos doze produtos da cesta båsica alimentar no mês de novembro foi de R$ 204,72, valor que representa uma diminuição de R$ 12,08 em relação a outubro. A cesta båsica em Maceió comprometeu, no mês de novembro, 37,56% do salårio mínimo, apresentando um decrÊscimo de 0,61 pontos percentuais em relação à última pesquisa. Essa redução foi impulsionada, especialmente, SHOD GHà DomR RX HVWDJQDomR de alguns produtos como o tomate (0,65%), farinha de mandioca (0,00%) e óleo de soja (0,33), quando comparados ao mês anterior. Mesmo assim, alguns produtos como a carne (1,20%), a banana

No caso da carne, o aumento ĂŠ generalizado, por conta do aumento do poder de compra do brasileiro, gerando uma maior procura do produto. Com uma oferta menor, a tendĂŞncia ĂŠ de aumento do preço do FRQVXPLGRUĂ&#x20AC;QDOÂľ GILVAN SINĂ&#x2030;SIO GERENTE DO IPC

(1,17%) e o cafĂŠ (1,50%) sofreram variaçþes, mas que nĂŁo comprometeram o valor acumulado dos produtos no mĂŞs de novembro. â&#x20AC;&#x153;No caso da carne, o aumento ĂŠ generalizado, por conta do aumento do poder de compra do brasileiro, gerando uma maior procura do produto. Com uma oferta menor, a tendĂŞncia ĂŠ de aumento do preço do consuPLGRUĂ&#x20AC;QDOÂľH[SOLFDRJHUHQte do IPC, Gilvan SinĂŠsio. SinĂŠsio explica que produtos como o cafĂŠ, a banana e o tomate sĂŁo sazonais e nesta ĂŠpoca do ano o aumento de preço ocorre por conta da menor oferta do mercado e o processo de exportação.


TribunaIndependente

Sai que é sua, O

Ney

MACEIÓ - TERÇA-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

ESPORTES 15

Goleiro alagoano é eleito o melhor do Brasil e espera maior reconhecimento do futebol de salão

alagoano Ney, goleiro da equipe do Florianópolis Futsal foi eleito o melhor de sua posição pelas Liga Futsal 2011. O feito pode não ser considerado de grande importância, uma vez que o futsal ainda não amadureceu de vez no Brasil, em que pese o avanço conquistado nos últimos anos. No entanto, o futebol de quadra de Santa Catarina é um dos mais fortes do Brasil, técnica e financeiramente. Suas competições são emocionantes, arrastam grandes públicos e são televisionadas pela Sportv.

Ney, conhecido como ‘Muralha” ganhou a premiação em uma disputa acirrada com o goleiro Rennan, do Carlos Barbosa, outra potência do futebol de salão brasileiro, e com Djony, do Santos, de São Paulo. Com 54% dos votos, Ney teve seu trabalho reconhecido após as grandes atuações na temporada de 2011, quando o time da capital catarinense chegou à semifinal da Liga. “A sensação de ser eleito o melhor goleiro da temporada é indescritível. Ainda mais com tantos goleiros bons na disputa. A liga é considerada o melhor campeonato do mundo e competir contra caras como Rennan, Djony, Rogério Lavoisier, Tiago, entre tantos outros é sempre uma missão dura. Apesar dos 35 anos de idade, consegui ter uma grande temporada. Queria agradecer a todos que trabalharam comigo neste ano”, frisou Ney. Ney chegou a Florianópolis no ano de 2009, na temporada em que a equipe chegou pela primeira vez entre os quatro melhores da Liga Nacional. Ao longo destes três anos em Floripa, o goleiro tornou-se vice-campeão catarinense e campeão dos Jogos Abertos. Atualmente, aos 35 anos, o goleiro do Florianópolis demonstra que está vivendo uma das melhores fases de sua carreira e já almeja passos grandiosos para os próximos anos. “Com a minha idade sempre vem desconfiança, mas isso foi algo que nunca me preocupou. Aliás, só me dava mais motivação e confiança para treinar mais e melhor. Quero começar 2012 focado e voltar preparado para mais uma temporada. Foi um ano muito bom, tanto individualmente como coletivamente”, declarou o arqueiro. Na atual temporada, Ney encarou uma maratona de jogos e mesmo assim demonstrou grande preparo físico. O total foram quase 80 jogos e três competições: Liga Futsal, Jogos Abertos e Campeonato Catarinense. Questionado sobre a temporada atual e sobre os planos para o futuro, Ney foi enfático: “O ano de 2011 foi muito bom. Nós somos vistos hoje como uma potência no futebol de salão. Em três anos chegamos duas vezes entre os quatro melhores. Espero que para o próximo ano as coisas melhorem ainda mais e o investimento cresça”, ressaltou. O goleiro aproveitou ainda para agradecer a todos que o apoiaram e ficou bastante emocionado ao ver o carinho do público nas ruas. ”É muito legal esse reconhecimento. Pessoas que você nem imagina que acompanharam o futsal me parabenizam na rua. Floripa está de parabéns pelo apoio. Só tenho a agradecer”, encerrou o goleiro. Neylton Lopes Garcia Nascimento nasceu em Maceió. Além de eleito o melhor goleiro da Liga em 2011, foi duas vezes semifinalista da Liga de Futsal; vice-campeão estadual em 2009; campeão dos Jogos Abertos em 2009 e tricampeão pernambucano pelo Votorantin.

A sensação de ser eleito o melhor goleiro da temporada é indescritível. Ainda mais com tantos goleiros bons na disputa” NEY

Goleiro do Florianópolis Futsal

É muito legal esse reconhecimento. Pessoas que você nem imagina que acompanharam o futsal me parabenizam na rua” NEY

Ao reconhecer a fama adquirida


16 ESPORTES

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

Esportes

Penedense apresenta elenco para a disputa do Campeonato Alagoano O elenco do Penedense foi apresentado ontem à imprensa e à torcida, numa cerimônia que aconteceu na sede do Sindspen. A direção do clube ribeirinho começou a mostrar com quem vai contar na próxima temporada. AlÊm da Comissão TÊcnica, que terå o comando do experiente Erandy Montenegro, uma grande parte do grupo dos jogadores tambÊm se fez presente na sede do órgão. Segundo um dirigente do time ribeirinho, cerca de sete jogadores deverão chegar ao clube do Cajueiro Grande ao longo dessa semana.

Muricy â&#x20AC;&#x153;esconde timeâ&#x20AC;? durante os treinos do Santos

AP

Japoneses acompanham time brasileiro que estreia amanhĂŁ contra time da casa, o Kashiwa Reysol

A

apenas a um dia da estreia do Santos no Mundial de Clubes, o tĂŠcnico Muricy Ramalho segue sem comandar um treino coletivo com a equipe em territĂłrio japonĂŞs. Ontem, o time alvinegro fez sua penĂşltima atividade antes do jogo contra o Kashiwa Reysol, amanhĂŁ, jĂĄ pela semifinal do torneio, e o treinador alvinegro - sob o olhar de dezenas de curiosos japoneses - voltou a â&#x20AC;&#x153;esconderâ&#x20AC;? o time, fazendo apenas treinos especĂ­ficos.

A movimentação no gramado começou com a tradicional roda de bobo entre os atletas, seguida por uma corrida leve em torno do gramado. Cobradores de bolas paradas, como Neymar, Elano, Ganso e Alan Kardec, ficaram batendo faltas contra os goleiros Rafael, Aranha e Vladimir. Os demais fizeram treino de arrancadas em curtas distâncias, e, posteriormente, Muricy treinou lançamentos longos de um lado do campo para o outro. Nada,

porĂŠm, de colocar titulares contra reservas. Apesar de nĂŁo botar em campo o time titular completo nos treinamentos, Muricy jĂĄ deu fortes indĂ­cios de quem serĂŁo os 11 jogadores que iniciarĂŁo o confronto com o Kashiwa Reysol, Ă s 8h30 desta quarta-feira, em Toyota. O Santos deve vir a campo com Rafael; Danilo, Edu Dracena, Bruno Rodrigo e Durval; Arouca, Henrique, Elano e Ganso; Neymar e Borges. ASSESSORIA

Jogadores do Santos durante treino de recreação realizado ontem e assistido por muitos japoneses

ESNOBE

NOVO COMANDO

Barcelona vai ASA apresenta Leocir poupar atletas Dallâ&#x20AC;&#x2122;Astra como tĂŠcnico contra Al Sadd O novo tĂŠcnico do alvi- Juventude, Brasil de Farrou-

Amistoso ocorreu no estådio do Comercial, em Viçosa, mas time azulino não teve bom rendimento

SEGUNDO TESTE

CSA farå amistoso contra o Porto de Caruaru dia 29 no Rei PelÊ O presidente Jorge VI acabou confirmando que o jogo de apresentação do elenco do CSA serå no dia 29 de dezembro, quinta, às 20h30, no Estådio Rei PelÊ, contra o Clube AtlÊtico do Porto, de Caruaru. O objetivo do jogo amistoso Ê apresentar o elenco marujo à sua torcida, alÊm de conseguir um reforço de caixa para ajudar nas despesas. A novidade da partida Ê que os times poderão fazer quantas substituiçþes achem

OLIMPIADAS

Basquete alagoano conquista o bronze A equipe do ColĂŠgio Intensivo, de MaceiĂł (AL) venceu na tarde de ontem o time do ColĂŠgio Geo 6XOGD3DUDtEDSRUDQD decisĂŁo pelo terceiro lugar da 3ULPHLUD'LYLVmRGDV2OLPStDGDV Escolares 2011, em Curitiba (PR), SDUDDOXQRVDWOHWDVGHD anos, no GinĂĄsio do ColĂŠgio Santa Maria, na capital paranaense. O cestinha da partida foi o ala Arthur Vasconcelos, que marcou SRQWRV2VDODJRDQRVMRJDUDP mal e perderam ontem nas semiÂżQDLVSDUDR&ROpJLR,&(GR0DWR *URVVRSRUD

necessårias e o CSA contarå com alguns convidados para abrilhantar a festa, que jogarão por alguns momentos. Jå estå confirmada a participação do jogador do Fluminense Souza, que teve toda a sua formação no Azulão do Mutange, e do goleiro Flåvio, como atleta do clube. AMISTOSO O CSA realizou såbado seu primeiro jogo-treino, dando sequência à sua prÊ-temporada para o Campeonato Alagoano

de 2012. O CSA enfrentou o time do Comercial de Viçosa e venceu pelo placar de 2x1, com gols dos atacantes Lindoval e Wilson. CSA jogou com: Hudson (Santos); Diogo (Jamyson e Wilson), Leandro, Rafael AraĂşjo (Alves) e CearĂĄ (Milas); Marcelo (Madson), Anderson Paulista (Washington e Wagner), Lima (Sani) e Maico GaĂşcho (Lindoval); Paulinho MarĂ­lia (Alison) e Ă&#x2030;dson Di (Roni).

O Barcelona pode poupar algumas de suas estrelas na estreia do Mundial de Clubes, na quinta-feira, contra o Al Sadd, do Qatar. O tĂŠcnico Pep Guardiola deixou claro que nĂŁo tem muitas informaçþes do campeĂŁo asiĂĄtico e que irĂĄ analisar o adversĂĄrio antes de definir a escalação para a partida semifinal. â&#x20AC;&#x153;Ainda nĂŁo decidi se darei descanso a alguns. Ainda nĂŁo terminamos de analisar o Al Sadd; vai depender de como eles jogam. Temos que ver como o rival joga e decidiremos. Tenho que ver as condiçþes dos jogadores; decidirei nos prĂłximos diasâ&#x20AC;?, disse o treinador, na entrevista coletiva de ontem. O time catalĂŁo vem de uma maratona de jogos e desembarcou no JapĂŁo no Ăşltimo domingo, horas depois de vencer o clĂĄssico contra o Real Madrid, por 3 a 1, pelo Campeonato Espanhol. ApĂłs um leve treino em solo oriental, os jogadores ganharam folga e alguns passearam por TĂłquio e Yokohama, cidade onde a equipe estĂĄ hospedada. AlĂŠm de Guardiola, o zagueiro e capitĂŁo Puyol tambĂŠm admitiu que desconhece o adversĂĄrio do Qatar.

negro de Arapiraca ĂŠ Leocir Pedro Dallâ&#x20AC;&#x2122;Astra, natural de GetĂşlio Vargas, no Rio Grande do Sul. A confirmação de Leocir ocorreu no sĂĄbado, na Sala de Imprensa do EstĂĄdio Coaracy da Mata Fonseca, pelo presidente da agremiação, JosĂŠ dos Santos Oliveira, o ZĂŠ da Danco. Leocir Dallâ&#x20AC;&#x2122;Astra tem 48 anos e, como atleta de futebol, atuava como ala-esquerdo. Como treinador, desde 2004, dirigiu o Esportivo Bento Gonçalves no GauchĂŁo 2011. Como atleta de futebol passou pelo Passo Fundo, Internacional, 14 de Julho, Colorado, Londrina, ParanĂĄ,

DIVULGAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

TĂŠcnico Leocir Pedro Dallâ&#x20AC;&#x2122;Astra ĂŠ apresentado pela diretoria

CONTRATAĂ&#x2021;Ă&#x192;O

EX-FIGUEIRENSE

2&RULQWKLDQVFRQÂżUPRXRQWHP SRUPHLRGHVHXVLWHRÂżFLDO a contratação do atacante Gilsinho. Ele estava no Jubilo Iwata, do JapĂŁo, e ĂŠ o quarto reforço do clube para 2012 â&#x20AC;&#x201C; o goleiro CĂĄssio, o zagueiro Felipe e o meia Vitor JĂşnior jĂĄ haviam sido anunciados. No comunicado, o Corinthians FRQÂżUPRXRFRQWUDWRGHXPDQR com o atacante, com a possibilidade de renovação por outra temporada. A contratação foi feita sem custos para o clube, que vai arcar somente com os salĂĄrios do jogador.

O lateral-esquerdo Juninho HVWiPXLWRSUy[LPRGHVHUR¿cializado como primeiro reforço do Palmeiras para a próxima temporada. Ontem, ele fez exames no clube do Palestra Itålia e, agora, espera apenas formalizar a rescisão de seu contrato com o Figueirense SDUD¿[DUYtQFXORFRPR9HUdão. O jogador, que disputou o Brasileirão deste ano pelo Figueirense, jå tinha acordado para compor o time de Luiz Felipe Scolari desde a última terça-feira.

&RULQWKLDQVFRQĂ&#x20AC;UPDWHURUHIRUoRGH*LOVLQKR

pilha. No exterior jogou pelo Cobras, do MĂŠxico; El Paso Patriots, dos Estados Unidos; AtlĂŠtico Celaya, San Luis e Zacatecas, no MĂŠxico, e Azucareros, na Guatemala. Encerrou a carreira em 2000 no clube que o revelou, o Passo Fundo, do Rio Grande do Sul. Foi campeĂŁo como jogador pelo Internacional pelo Campeonato GaĂşcho de 1984; pelo Juventude no Campeonato do Interior em 1993 e pelo AtlĂŠtico Celaya, no MĂŠxico, de 1994-1995. Ă&#x2030; treinador de futebol desde 2004 e, de lĂĄ atĂŠ hoje jĂĄ comandou o Passo Fundo e o Brasil de Pelotas.

Lateral Juninho pode acertar com Palmeiras


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011 DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

Neil Young vai tocar no SWU 2012

Depois de entristecer os fĂŁs escalando Neil Young apenas para o FĂłrum Global de Sustentabilidade, o SWU deve trazer o cantor canadense para um show na edição de 2012 do festival. A informação ĂŠ da revista â&#x20AC;&#x153;Vejaâ&#x20AC;?, TXHWUD]QDVXD~OWLPDHGLomRXPDQRWDTXHGiFRPRFRQÂżUPDGDDYLQGDGR mĂşsico para o evento. Depois de uma edição marcada pela chuva em 2011, o SWU deve ser realizado entre setembro e outubro de 2012, para fugir do mau tempo. A cidade de PaulĂ­nia, no interior paulista, serĂĄ a casa do festival mais uma vez. AlĂŠm de Neil Young, duas outras atraçþes estĂŁo sendo sondadas pela organização, Black Sabbath e Weezer.

1

Lady Gaga pode interpretar Amy Winehouse no cinema

Lady Gaga pode realizar o sonho de interpretar a cantora Amy Winehouse, morta em julho deste ano, em uma cineELRJUD¿D'HDFRUGRFRPDSXEOLFDomRRSDLGDLQJOHVD 0LWFK:LQHKRXVHDSRLDDLGpLD³)RPRVFRQYLGDGRV para a festa de aniversårio de Tony Bennett e sentamos HPXPDPHVDFRPDPmHHRSDLGH/DG\*DJD(OHVVmR SHVVRDVQRUPDLVHDGRUiYHLV´D¿UPRXRWD[LVWDHFDQWRU DRMRUQDO³2XYLGL]HUTXH/DG\*DJDHVWiDQVLRVDSDUD LQWHUSUHWDU$P\HPXP¿OPH

RETRATOS

DE SI

MESMO Projeto â&#x20AC;&#x153;Autorretrato â&#x20AC;&#x201C; o Nordeste que ĂŠ a nossa FDUD´FKHJDDRÂżQDOGH sua segunda etapa revelando o talento e o olhar de crianças do interior alagoano

U

(',725,$'(' $

ma turma de crianças com mĂĄquinas IRWRJUiĂ&#x20AC;FDVHP punho invadindo os recantos de uma cidade alagoana para lançar um novo olhar em cenas que fazem parte de seus cotidianos. A cena nĂŁo ĂŠ de nenhum roteiro de cinema ou da imaginação de nenhum escritor. Ela aconteceu durante quase todo o ano de 2011 em algumas cidades alagoanas e foi a segunda etapa do projeto â&#x20AC;&#x153;Autorretrato â&#x20AC;&#x201C; o Nordeste que ĂŠ a nossa caraâ&#x20AC;?, do jornalista Waldson Costa. A ideia ĂŠ simples e bem-vinda. 2SURMHWRFRQVLVWHHPRĂ&#x20AC;FLQDV GHIRWRJUDĂ&#x20AC;DVSDUDFULDQoDV de comunidades no interior de Alagoas. Depois de algumas aulas, as crianças recebem PiTXLQDVIRWRJUiĂ&#x20AC;FDVSDUDUHJistrarem (com orientação) seus cotidianos, suas visĂľes do lugar onde moram. Ou seja, elas foto-

grafam suas identidades. Os resultados viram parte de uma exposição onde vĂŁo ser escolhidas as IRWRVPDLVVLJQLĂ&#x20AC;FDtivas e mais tarde serĂŁo transformadas em cartĂľes - postais. Patrocinado pelo BNDES e Governo Federal pelo Programa Banco do Nordeste do Brasil (BNB) de Cultura, o â&#x20AC;&#x153;Autorretrato, chega DRĂ&#x20AC;QDOGHVXDVHJXQGDHGLomR com sucesso, projeção de futuro e na bagagem experiĂŞncia e novos cartĂľes postais (20 mil em 18 modelos diferentes) e marca pĂĄginas (trĂŞs mil em dois modelos diferentes) elaborados com imagens de Alagoas que foram captadas atravĂŠs do olhar de jovens alagoanos. â&#x20AC;&#x153;Mais uma vez o percurso foi longo, porĂŠm, bem prazeroso e instigante, com aproximadamente 2.500 km de estrada percorrida, muitos clics, a participação direta de

â&#x20AC;&#x153;

$XWRUUHWUDWRFKHJDDRĂ&#x20AC;QDOGHVXDVHJXQGDHGLomRFRPVXFHVVRSURMHomRGH IXWXURHQDEDJDJHPH[SHULrQFLDHQRYRV FDUW}HVSRVWDLV PLOHPPRGHORV GLIHUHQWHV HPDUFDSiJLQDV WUrVPLO HPGRLVPRGHORVGLIHUHQWHV HODERUDGRVFRPLPDJHQVGH$ODJRDVTXH IRUDPFDSWDGDVDWUDYpVGRROKDUGH MRYHQVDODJRDQRVÂľ :$/'621&267$ JORNALISTA

78 adolescentes e jovens, e a presença das pessoas das comunidades, que puderam apreciar coisas do lugar

onde vivem de uma perspectiva diferente â&#x20AC;&#x201C; emoldurada QDVPRVWUDVIRWRJUiĂ&#x20AC;FDVÂľ comemora Waldson costa

coordenador do projeto. ETAPAS Na primeira etapa, a reDOL]DomRGHRĂ&#x20AC;FLQDVGHIRWRJUDĂ&#x20AC;DGLJLWDOHPRVWUD IRWRJUiĂ&#x20AC;FDORFDOQDVFLGDGHV histĂłricas de Marechal Deodoro e Piranhas; na comunidade quilombola MuquĂŠm, TXHĂ&#x20AC;FDHP8QLmRGRV3DOmares; na aldeia indĂ­gena da etnia Tingui-BotĂł, em Feira Grande; e no povoado litorâneo e ribeirinho Tatuamunha, em Porto de Pedras. No segundo momento, a junção das melhores imagens captadas â&#x20AC;&#x201C; 6 de cada localidade formando o conjunto GHIRWRJUDĂ&#x20AC;DVGH$ODJRDV â&#x20AC;&#x201C; numa grande exposição interativa, onde o pĂşblico visitante participou votando nas imagens preferidas para se tornarem cartĂŁo-postal. Etapa, que mais uma vez acontece durante a Bienal Internacional do Livro de Alagoas, onde foram recolhidos aproximadamente 2.500 votos com endereço. Retratos selecionados e postais confeccionados, agora ĂŠ hora de circular. Todos os visitantes que estiveram na grande exposição e ajudaram a selecionar os postais receberĂŁo um deles em casa via Correios. Os autores das imagens e as comunidades que participaram dos projetos tambĂŠm recebem seus montantes de â&#x20AC;&#x153;retratos de Alagoasâ&#x20AC;?. A previsĂŁo ĂŠ que a exemplo de 2009-2010, nesta segunda edição os postais circulem por cidades de Alagoas, de outros estados brasileiros, e atĂŠ mesmo em alguns paĂ­ses como Portugal e EUA. E quando 2012 chegar, como despedida desta segunda edição, uma outra grande exposição GHIRWRJUDĂ&#x20AC;DGR$XWRUUHWUDWR Nordeste acontecerĂĄ, de janeiro a março, no Museu da Praia, em Maragogi. Nesta, a grande novidade serĂĄ a exposição de todas DVIRWRJUDĂ&#x20AC;DVTXHSDUWLFLSDUDP das mostras locais. As 30 que IRUDPĂ&#x20AC;QDOLVWDVVHUmRH[SRVWDV em retratos impressos e as dePDLVHPPRQyFXORVIRWRJUiĂ&#x20AC;FRV que poderĂŁo ser manuseados pelos visitantes. Para quem quiser saber mais sobre o projeto Autorretrato Nordeste basta conferir o blog www. retratonordeste.blogspot.com.


2

TribunaIndependente

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

Cåssia Eller Para celebrar o talento de Cåssia Eller (morta hå dez anos), no próximo dia 22 serå realizado um tributo com a participação da banda original da artista (Lanlan, Fernando Nunes, João Viana e Walter Villaça) e alagoanos como Fernanda Guimarães, Junior Almeida e Luiz Assis. A noite da boa música estå marcada para começar às 22h no Jaraguå Tênis Clube (Av. Comendador Leão, 322). Ingressos: R$ 20, mas a organização ainda não divulgou a data e local das vendas. Mais informaçþes: 8705-2901.

EntĂŁo ĂŠ Natal

Engenho MassayĂł Na prĂłxima sexta-feira o Engenho MassayĂł, a partir das 22h, apresenta a banda Samba da Ladeira. Banda formada em 2009, pioneira do samba rock alagoano, busca compor sua identidade por meio do samba tradicional, samba rock e bossa nova incorporando elementos de ritmos como funk, blues, rock, jazz e drum´nâ&#x20AC;&#x2122; bass numa linguagem moderna e atual. Com um repertĂłrio amplo, apresentando desde clĂĄssicos do samba como Adoniran Barbosa, DemĂ´nios da Garoa, Ă bossa Nova de Dorival Caymmi, VinĂ­cius de Moraes e Tom Jobim, alĂŠm do samba rock com Jorge Ben Jor, Tim Maia e Seu Jorge. Couvert: R$ 5. Mais informaçþes: 3235-1160.

Aniversårio do Anexo Esta semana Ê de festa nas comemoraçþes dos 6 anos do Anexo Music Bar, na Serraria. Amanhã se apresenta a banda $ifrão com um repertório variadíssimo, de MPB ao Reggae. Na quinta (15) a presença do pop rock da banda JAM 80, com grandes sucessos nacionais e internacionais dos anos 80. Na sexta-feira (16), DIHVWDGHDQLYHUViULR¿FDSRUFRQWDGDVEDQGDV de pop-rock, L-100 e 082. No såbado (17), encerra as comemoraçþes o grupo MIB, com XPGHV¿OHPXVLFDOGHVXFHVVRVQDFLRQDLVH internacionais. O som rola a partir das 22 horas.

CD e DVD

Recital de graça

Exposição

Primeiro veio o CD, cinco anos depois vem o DVD. Assim Ê o projeto Raízes: Traços Contemporâneos, do cantor e compositor Naldinho Freire, que serå lançado, em Maceió, hoje, num show no påtio externo do Teatro Deodoro, com entrada franca, a partir das 19h, com participação do DJ Arthur Finizola, que tambÊm participarå do show de lançamento amanhã em Recife, no Espaço Cultural Bar Teatro Mamulengo.

Os alunos de música do Sesc fazem uma sÊrie de apresentaçþes neste mês de dezembro. Hoje eles apresentam um recital de piano. Jå no dia 14 Ê a vez dos alunos de violão mostrar o que aprenderam. Sempre às 16h, no Teatro Jofre Soares (Sesc-Centro). Tem mais. No dia 16 acontece a Noite Artística. A partir das 19h30 os alunos de todos os instrumentos fazem uma apresentação coletiva. Tudo aberto ao público.

Estå em cartaz na Galeria Sesc-Centro, obras criadas pelos arte-educandos. Esse Ê um projeto idealizado pelo Sesc Alagoas por intermÊdio da Coordenação de Cultural (Carc) e quem assina a curadoria da exposição Ê Alice Barros e Jamilla Pasan. Iniciado em 2003, o Projeto Ateliê Sesc Aberto à Comunidade, foi desenvolvido com foco nos adolescente e jovens em situação de vulnerabilidade, com o objetivo de proporcionar a eles novos horizontes por meio da arte. A exposição ¿FDUiDEHUWDSDUDYLVLWDomRS~EOLFDDWpGHMDneiro de 2012. No mês de dezembro as visitaçþes ocorrem segunda, quarta e sexta-feira, de 12h às 18h e no mês de janeiro de terça a sexta-feira, de 12h às 18h, na galeria Sesc-Centro. A entrada Ê gratuita.

O jĂĄ tradicional Concerto de Natal da Universidade Federal de Alagoas (Ufal) estĂĄ marcado para esta quintafeira, Ă s 20h, na Catedral Metropolitana de MaceiĂł (Centro). No repertĂłrio, alĂŠm dos tradicionais cantos natalinos, o concerto A Primavera, de Vivaldi, com solo de violino de Fagner Magrinelli, e duas obras inĂŠditas: uma de Nilton de Souza, Alagoana n. 2 â&#x20AC;&#x201C; Fantasia sobre um tema do pastoril alagoano, e outra de Eduardo Xavier, coco, alĂŠm de quatro jornadas de pastoril com a participação do Pastoril Menino Jesus, de MaceiĂł. Os solistas sĂŁo Bruno Sandes, Elvira Rabelo, Claudiana Melo, Eduardo Xavier e Ă&#x2030;rick Robert. A participação do Coro e Orquestra da Universidade Federal de Alagoas sob a batuta de Nilton de Souza. Regente do Coro Gustavo Campos Lima.

Saulo Laranjeira O espetåculo Assunta Brasil, do humorista Saulo Laranjeira, Ê o último desta ano do projeto Quarta Cultural, que estå sendo realizado no Teatro do Centro Cultural Sesi, na Pajuçara. A apresentação estå marcada para amanhã, às 20h30. R$ 30 e R$ 15 (estudantes e idosos). Mais informaçþes: 3235-4280 e 3235-5191.

Manu Ducoulombier

A Academia de Dança Manu Ducoulombier realizarĂĄ, na sextafeira, sĂĄbado e domingo, no Teatro Deodoro, o espetĂĄculo â&#x20AC;&#x153;Encantos Nordestinos. As bailarinas farĂŁo uma viagem cultural pela regiĂŁo, homenageando as tradiçþes nordestinas HPFRUHRJUDÂżDV'DVSDVVLVWDV de frevo ao pastoril, do coco de roda ao forrĂł pĂŠ-de-serra, passando pelo cangaço, os feirantes e os caipiras, entre outros itens da cultura regional, representados nos passos do balĂŠ e sapateado. Com cenĂĄrio de Alberto do Carmo e participação do ator Virada do ano Naeliton Santos, o espetĂĄculo trarĂĄ Começaram a ser vendidos os ingressos pra o RĂŠvellion do Sesc, que vai acontecer na Praia de Guaxuma. Preços: commĂşsicas de Luiz Gonzaga, Sivuca erciĂĄrios â&#x20AC;&#x201C; R$ 50; casais comerciĂĄrios â&#x20AC;&#x201C; R$ 80; crianças (de 5 a 12 anos) - R$ 25; conveniado â&#x20AC;&#x201C; R$ 60; casais conveniados e dos alagoanos Eliezer Setton e â&#x20AC;&#x201C; R$ 100; crianças (de 5 a 12 anos) â&#x20AC;&#x201C; R$ 30; usuĂĄrios â&#x20AC;&#x201C; R$ 90; casais usuĂĄrios â&#x20AC;&#x201C; R$ 160; crianças (de 5 a 12 anos) â&#x20AC;&#x201C; R$ Chau do Pife. Os ingressos custam 45; Pontos de venda dos ingressos: Sesc-Poço (Rua Pedro Paulino, 40, Poço), Sesc-Centro (Rua BarĂŁo de Alagoas, 229, R$ 20 e estĂŁo Ă venda na Academia Centro), Sesc-Guaxuma (Rua Coronel MĂĄrio Saraiva, s/n, Guaxuma) e Sesc Arapiraca (Rua Manoel Cazuza, s/n, Santa Ação Livre. Mais informaçþes (82) Edwiges â&#x20AC;&#x201C; Arapiraca, AL). Mais informaçþes: 0800 284 2440 e no site www.sescalagoas.com.br. 8808.1000 / 8842-1067. FALE CONOSCO - A Agenda ĂŠ um serviço gratuito de orientação ao leitor. Os interessados em divulgar eventos, shows e exposiçþes podem enviar material atravĂŠs do endereço: tiagenda@hotmail.com

RESUMO DE NOVELAS GLOBO 18h A VIDA DA GENTE

JĂşlia se sente desconfortĂĄvel em sair

sozinha com Ana. Ana leva JĂşlia a um parque de GLYHUV}HV5RGULJRÂżFDLPSDFWDGRFRPDQRWtFLD de que Ana e LĂşcio estĂŁo se aproximando. InĂĄ mostra a Laudelino que AurĂŠlia e Wilson PRGLÂżFDUDPRYLVXDO5HQDWRHQFRQWUDFRPVHX DQWLJRVyFLRHÂżFDFRQVWUDQJLGRDRVHUWUDWDGR FRPKRVWLOLGDGH5RGULJRÂżFDDUUDVDGRDRYHU Ana entrar no carro de LĂşcio.

GLOBO 19h AQUELE BEIJO SebastiĂŁo conta para a mĂŁe que pediu RaĂ­ssa em casamento e Brites sugere que ele crie um golpe. Brigitte aconselha Camila a esquecer Ricardo. ValĂŠrio conta para Orlandinho que viu Agenor pulando a janela da casa de Belezinha. Olavo descobre que Violante roubou a van HDYLVDD0DULHWD%ULWHVĂ&#x20AC;DJUD-RVHOLWRFRP AmĂĄlia. Maruschka impĂľe condiçþes a Alberto para assinar o divĂłrcio. Grace Kelly insinua que pode se tornar dona da Comprare. A ComissĂŁo de InquĂŠrito descobre que Regina ĂŠ a titular das contas da Comprare.

GLOBO 21h FINA ESTAMPA

RenĂŞ tenta conversar com Tereza Cristina, mas ela o manda embora do restaurante. Tereza Cristina nĂŁo conta para PatrĂ­cia o que aconteceu. Griselda, Isolina, Celeste e Vilma conhecem Albertinho, o primo de Guaracy. Rafael se entrega para a polĂ­cia. Juan Guilherme ÂżFDSDVPRDRVDEHUGRVFULPHVTXH5DIDHO cometeu. Griselda descobre que RenĂŞ foi expulso de casa e do â&#x20AC;&#x153;Le Velmontâ&#x20AC;?. Tereza Cristina pede para Ferdinand atear fogo na mansĂŁo de Griselda.

RECORDE 21h VIDAS EM JOGO

Ernesto ameaça Severino dizendo que se Daniel H-DTXHOLQHQmRÂżFDUHPFRPDPmHHOHIDUi questĂŁo de assumir a paternidade da menina. Os dois brigam, mas sĂŁo afastados por Valdisnei e Adalberto. Ao descobrir que Cleber estĂĄ prestes a revelar a verdade sobre o brinco, o garçom se demite da confeitaria. Adalberto pede que Augusta o ajude a reconquistar Zizi. Em troca, ele propĂľe uma aliança para neutralizar Regina. Regina recebe um cravo de Augusta. A Ă&#x20AC;RUFKHJDDFRPSDQKDGDGHXPELOKHWHDPHDoDdor. '


TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011 DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

2% 2 ' ,98 /*

$d ­2

Daniele Suzuki recebeu RDSRLRGHPXLWDJHQWHQRVHQWLGRGHDUUHFDGDUFHVWDVEiVLFDVHWRUQDUPDLVIHOL]R1DWDOGHGLYHUVDVIDPtOLDV GD&LGDGHGH'HXVQR5LR'RMRUQDOLVPRDRDUWtVWLFRGD5HGH*ORER DOpPGHRXWURVWRGRVDEUDoDUDPDFDXVD,QLFLDOPHQWHVHULDP FHVWDVPDVRQ~PHURVDOWRXSDUD$HQWUHJDDFRQWHFHUiGLD DSDUWLUGDVGDPDQKmHPXPDHVFRODGDUHJLmR

Falta educação nos programas infantis

*/

FLĂ VIO RICCOFRODERUDomR-RVp&DUDORV1HU\ZZZWZHWWHUFRPĂ&#x20AC;DYLRULFFR

Recado ao Muricy

TV TUDO

$QWHVGHYLDMDUDR-DSmR-RUJH.DMXUXJUDYRXXPDPHQVDJHPGHGRQD ,YRQHWHYL~YDGR7HOr6DQWDQDDR 0XULF\5DPDOKRVHXGLVFtSXORHP WHPSRVGH6mR3DXOR2WUHLQDGRU VDQWLVWDQmRFRQVHJXLXHVFRQGHUD HPRomR1RDUKRMHSHOR(VSRUWH ,QWHUDWLYR2Q]HGDQRLWH

Situação ruim

A

'HWRGDDHTXLSHGR7RP &DYDOFDQWHQD5HFRUG DSHQDVWUrVSHVVRDVVHUmR UHDORFDGDVHPRXWUDV SURGXo}HV 7RGDVDVGHPDLVHVWmR VHQGRGLVSHQVDGDV2FOLPD pGHPXLWDWULVWH]D

programação infantil da TV aberta hĂĄ muito tempo nĂŁo aparece entre as prioriGDGHVGDVQRVVDVHPLVVRUDV-iYHPGH DOJXQVDQRVHVWHTXDGURGHWRWDOGHVSUH]R(R TXHMipUXLPĂ&#x20AC;FDUiPXLWRSLRUFRPDH[LELomR do â&#x20AC;&#x153;TV Globinhoâ&#x20AC;? apenas aos sĂĄbados, como se DQXQFLRXUHFHQWHPHQWH Projeto novo (POLQKDVJHUDLVRTXHVHYHULĂ&#x20AC;FDpRPDLV 'HQWURGD5HFRUGMiVH absoluto descaso e falta de cuidado com o que WUDEDOKDFRPDSHUVSHFWLYD DLQGDUHVWD3RUH[HPSORQR´%RP'LD &LDÂľ GHXPQRYRSURJUDPDSDUD DVQRLWHVGHVHJXQGDIHLUD GR6%7pFRPXPRXYLURVVHXVDSUHVHQWDGRUHV 3ULVFLODH<XGLGL]HQGRFRLVDVFRPR´pEmRÂľ´{FHÂľ DSDUWLUGHPDUoRRXDEULO GRDQRTXHYHP6HLVWR ´SyyyUWDÂľHSRUDtDIRUD UHDOPHQWHYLHUDDFRQWHFHU Se nĂŁo for para contribuir com a educação DLGHLDpDEVRUYHUDPDLRULD GDVFULDQoDV²HPXLWRSURYDYHOPHQWHQmRpHVWH GHVVHSHVVRDO REMHWLYRWDPEpPQmRVHGHYHHVWUDJDURTXHDV HVFRODVWHQWDPHQVLQDU)DOWDGHGLUHomR$OJXpP Com a palavra.. 1 GHYHVHUUHVSRQVDELOL]DGRSRULVVR $PtOFDUH'DOOHYRPDMRULWiULR GD5HGH79GL]TXHMiWHP Tempos atrĂĄs, na Globo antiga, com â&#x20AC;&#x153;Os TrapalhĂľesâ&#x20AC;? no auge, entre outras besteiras, Renato XPWHUUHQRFRPFHUFDGH PLOPĂ°jVXDGLVSRVLomR AragĂŁo achava engraçado dizer â&#x20AC;&#x153;vareiaâ&#x20AC;? em vez PXLWRSUy[LPRjVHGHGD GH´YDULDÂľ0XLWRVSURIHVVRUHVIRUDPjORXFXUD HPLVVRUDHP2VDVFR SDUDFRQVWUXomRGDFLGDGH SDUDSURYDURFRQWUiULR

Momento ruim $5HFRUGGHYHWHUOiRVVHXVPRWLYRVSDUDSURPRYHUDVGHPLVV}HV TXHFRQWLQXDPRFRUUHQGRQRFRPSOH[RGHWHOHGUDPDWXUJLD5HFQRY QR5LR1D~OWLPDVH[WDIHLUDKRXYH RXWURFRUWHFRPDGLVSHQVDGHPDLV RLWRSHVVRDV2SHVVRDOSRUpP TXHVWLRQDRIDWRGHWXGRLVVRHVWDU DFRQWHFHQGRjVYpVSHUDVGR1DWDO

Bate-rebate

FHQRJUi¿FDGDPLQLVVpULH ³1RURQKD´([SHFWDWLYDGHLQtFLRGHSURGXomRQRSULPHLUR WULPHVWUHGRDQRTXHYHP

Com a palavra... 2 6REUHDSRVVLELOLGDGHGH GLPLQXLURHVSDoRGHLJUHMDV HLQIRFRPHUFLDLVHPVXDSURJUDPDomR$PtOFDUHDÂżUPD TXHDGHFLVmRFDEHVRPHQWH DRGHSDUWDPHQWRFRPHUFLDO 1HVWHWLSRGHDVVXQWRHOH GL]TXHQmRVHPHWH

Outro lado 6REUHQRWDSXEOLFDGDRQWHP ³D5HGH79LQIRUPDTXH VmRLQYHUtGLFDVHLPSURFHGHQWHVDVLQIRUPDo}HV VREUHDWUDVRVGHSDJDPHQWR SXEOLFDGDVHPVXDFROXQD QHVWDVHJXQGDIHLUDGH GH]HPEURQDQRWtFLDLQWLWXODGD¾6DOiULRVDWUDVDGRVGD 5HGH79DWLQJHP/XFLDQD *LPHQH]œ$GLUHomRGDHPLVVRUDQHJDTXDOTXHUDWUDVR GHSDJDPHQWRGDDSUHVHQWDGRUD/XFLDQD*LPHQH]H VHXVFRODERUDGRUHV´ (QWmRWiERP

3

Toma lå, då cå 1 Toma lå, då cå 2 /tGHUGRJUXSR³'LDQWH GR7URQR´$QD3DXOD 9DODGmRGHFLGLXVH PDQLIHVWDUHPUHODomRj UHSRUWDJHPGR³'RPLQJR(VSHWDFXODU´H[LELGD HPPHDGRVGHQRYHPEURQD5HFRUGHTXH DWDFDRXWUDVGHQRPLQDo}HVSHQWHFRVWDLV 6HJXQGRHOD³D,JUHMD 8QLYHUVDOQmRpXPDLJUHMD(VWiVHGLVWDQFLDQGRFDGDYH]PDLVGD HVVrQFLDHYDQJpOLFD´

$QD3DXODFRPRVHVDEHWDPEpPIRLXP GRVSULQFLSDLVDOYRVGH(GLU0DFHGROtGHUGD ,JUHMD8QLYHUVDO1DRFDVLmRHOHGLVVHTXH GRVFDQWRUHVJRVSHOVmRHQGHPRQLDGRV SHUWXUEDGRV

Vamos brincar de índio $SDVVDJHPGD5HFRUGSRU'LDPDQWLQDHVFROKLGDFRPRORFDomRSDUD³5HL'DYL´¿FRXQD KLVWyULD6HMiQmREDVWDVVHRFDVRGRURPDQFH SURLELGRTXHSURYRFRXGHPLVVmRGHGXDVSHVVRDVIDODPWDPEpPTXHHTXLSDPHQWRVFRPR FDL[DVGHVRPHDWpEDUUDFDVXWLOL]DGDVQDV JUDYDo}HVGDPLQLVVpULHID]LDPSDUWHGRFHQiULR GDVIHVWLQKDVQRKRWHOTXHKRVSHGRXDHTXLSH )RLWXGRJUDYDGRHPXPODSWRSGDHPLVVRUD

Ă&#x201A;5HFRUGFRQÂżUPDH[LELomRGRHVSHFLDOÂł8PD1RLWHFRP%H\RQFp´GLD jVK Ă&#x201A;$5HGH79MiPDQGRXSURYLGHQFLDUDFRQVWUXomRGHXPFHQiULR ItVLFRSDUDRÂł7HPD4XHQWH´'HYH ÂżFDUSURQWRHPIHYHUHLUR Ă&#x201A;(PERUDWHQKDLQDXJXUDGRUHFHQWHPHQWHXPDÂłQHZVURRP´HP%UDVtOLD SURGX]LURSURJUDPDOiDLQGDQmRp YLiYHO Ă&#x201A;5LFDUGR:DGGLQJWRQH-RVp/XL] 9LOODPDULPHVWLYHUDPHP8EHUOkQGLDQRViEDGRDFRPSDQKDQGRDV JUDYDo}HVGHÂł$YHQLGD%UDVLO´ Ă&#x201A;:DGGLQJWRQHORJLRXDRUJDQL]DomR GDHTXLSHHQRPHVPRGLDYROWRX DR5LR Ă&#x201A;&OHEHU0DFKDGRWDPEpPQmRÂżFRX PXLWRWHPSRHP0LQDV&KHJRXQD VH[WDJUDYRXViEDGRDQDUUDomR GRIXWHEROGDQRYHODHEDWHXHP UHWLUDGD ¡ JĂĄ Murilo BenĂ­cio, que vive um craque de futebol, fez a alegria do pessoal em Minas. Tirou dezenas de fotos. Ă&#x201A;0{QLFD:DOGYRJHOGHIROJDQR Âł6DLD-XVWD´OHYRXDIDPtOLDSDUD SDVVHDUQR-DSmR9ROWDGLD

&¡HVWĂ&#x20AC;QL $UWLVWDVGD*ORERQRDUHPQRYHODV FRPSRXFDIUHQWHGHJUDYDo}HV LQIRUPDOPHQWHHVWmRVHQGRRULHQWDGRVDVHSURJUDPDUGDPHOKRUPDQHLUDSRVVtYHOGXUDQWHRSHUtRGRGH IHVWDV7XGRSDUDQmRFRPSURPHWHU RVWUDEDOKRVFRPDWUDVRVGHYRRVH RXWURVFRQWUDWHPSRVGRJrQHUR 0XLWRVMiRSWDUDPSRUQmRGHL[DUR 5LR)LFDPRVDVVLP0DVDPDQKm WHPPDLV7FKDX

HORĂ&#x201C;SCOPO PALAVRAS CRUZADAS DIRETAS

www.coquetel.com.br

O triângulo de lados iguais

Lista em que o Brasil era o primeiro, na Copa de 2010 Construção para transportar ågua a locais distantes

Š Revistas COQUETEL 2012

FuncionĂĄrio diplomĂĄtico

Central sindical ligada ao PT

As Três comNaçþes bustíveis Unidas de auto(sigla) móveis Civilização que construiu Cuzco

O mais famoso transatlântico Gíria para "bicicleta" (ingl.) Perverso

à gua (?), atração do santuårio de Lourdes Lamento comum durante a febre Muito emocionantes (fem.)

Espaço Jogo para a composto memória de 108 (Inform.) cartas

Que causa a morte Fixar no calendĂĄrio

Deixar de (?): sair da indecisĂŁo

Desempenha um papel (Teat.)

Imposto Predial, na sigla IPTU

(?) Fu, banda Capital italiana

Orelha, em inglês Livreto que ensina os procedimentos de operação de um aparelho

Estado da cadeia na rebeliĂŁo de presos

Cobalto (sĂ­mbolo) Arma indĂ­gena

Billy (?), cantor Gordo, em inglĂŞs Tubo que retira lĂ­quido do corpo

País (?): Brasil, em relação à Colômbia

Indicação Residendisputada te; domina con- ciliado venção partidåria Programas como o WinZip

Informação útil e pouco divulgada

Barco tĂ­pico do porto de MĂ´naco

Diogo Nogueira, sambista carioca

Conduz (a orquestra) (?)-Codi, ĂłrgĂŁo de repressĂŁo durante os Anos de Chumbo SĂłdio (sĂ­mbolo)

3/ear â&#x20AC;&#x201D; fat. 4/bike â&#x20AC;&#x201D; slot. 7/titanic. 9/limĂ­trofe. 11/aplicativos.

41

Solução R E A Q U N U E K I B M I LA G N T G E M D R A C A O S F L I M I F A C A N D U I R A D A P L I

A C E D U T I T D R O S U L I D O M A T T E A R T R O A M I D A I I C A C A T

A T O L A N I C U N O A C O E T A L G A A I C A S P A T O P AU L I F E A D N T U R A R E GE D N A O I V O S

BANCO

Meiocampo da Seleção de 58

Ă RIES - (21/3 a 19/4) â&#x20AC;&#x201C; Na ĂĄrea SURÂżVVLRQDOFRORTXHVXDVLGHLDVHP SUiWLFDHSRGHUiFRQTXLVWDURVXFHVVRTXHWDQWRGHVHMD$SUR[LPHVH GRVIDPLOLDUHVHGHSHVVRDVGHVXD HVWLPDPDVQmRWHQWHLPSRUVHXV SHQVDPHQWRVDHOHV1RDPRUR FOLPDpGHFXPSOLFLGDGHHFRPSDQKHLULVPR 'LFD&XLGDGRFRPJDVWRV GHVQHFHVViULRVQHVWHSHUtRGR TOURO â&#x20AC;&#x201C; (20/4 a 20/5) â&#x20AC;&#x201C; SerĂĄ SUHFLVRPDQWHURIRFRHPVXDVDWLYLGDGHVGHURWLQDSDUDGHVHQYROYrODV GDPHOKRUIRUPD(PFDVDVHXV SDUHQWHVSRGHPUHFODPDUGDIDOWD GHDWHQomRÂąSDVVHPDLVWHPSR FRPHOHVHGHPRQVWUHVHXVVHQWLPHQWRV7XGRD]XOQRURPDQFH6XD VHQVXDOLGDGHHVWiHPDOWD 'LFD&XUWDRVPRPHQWRVGHLQWLPLGDGHFRPRSDU GĂ&#x160;MEOSÂą D Âą(VWDUi FRPPDLVJDUUDSDUDOXWDUSRUVHXV REMHWLYRVQRWUDEDOKR1DVÂżQDQoDV YDLVHQWLUYRQWDGHGHJDVWDUXPGLQKHLURTXHWLQKDJXDUGDGRFRQWUROH VHXVLPSXOVRV1RDPRUVXDVHQVLELOLGDGHDJXoDGDYDLGDURWHPSHUR TXHIDOWDYDDRURPDQFH 'LFD'rPDLVFDULQKRHPRVWUHTXH VHLPSRUWDFRPRSHVVRDOGHFDVD CĂ&#x201A;NCER â&#x20AC;&#x201C; (22/6 a 22/7) â&#x20AC;&#x201C; No traEDOKRUHĂ&#x20AC;LWDVREUHVXDVDWLYLGDGHV HGHOHJXHWDUHIDVDRVFROHJDVSDUD QmRVHVHQWLUVREUHFDUUHJDGR D  &XLGDGRFRPEULJXLQKDVjWRDFRP VXDDOPDJrPHDIDoDDVXDSDUWH SDUDTXHXPFOLPDGHKDUPRQLDVH UHVWDEHOHoD 'LFD3DVVHPDLVWHPSRHQWUH DPLJRVHIDPLOLDUHVRIHUHoDRDSRLR TXHHOHVSUHFLVDP LEĂ&#x192;O Âą D ÂąeWHPSRGH DPSOLDUVHXVFRQKHFLPHQWRVSURÂżVVLRQDLV3RGHHQFRQWUDUVROXo}HV VLPSOHVSDUDSUREOHPDVUHFRUUHQWHV $VVLPSRGHUHFHEHURPHUHFLGR UHFRQKHFLPHQWR1mRGHVFXLGHGDV UHVSRQVDELOLGDGHVDVVXPLGDVFRP VHXVIDPLOLDUHVRXSRGHUiUHFHEHU FREUDQoDV 'LFD$FHLWHDSHVVRDDPDGDGR MHLWRTXHHODp VIRGEM Âą D Âą0DQWHQKDDGLVFULomRTXHOKHpSHFXOLDU QRDPELHQWHGHWUDEDOKRDVVLP FRQVHJXLUiVHDIDVWDUGHSHVVRDV RSRUWXQLVWDVHIDOVRVDPLJRV2XoD

FRPPDLVDWHQomRRTXHVHXV SDUHQWHVWrPDGL]HUPDVHYLWHVH LQWURPHWHUHPDVVXQWRVTXHQmRVmR GDVXDFRQWD 'LFD1DSDL[mRRFOLPDpGHSXUD VHGXomRDSURYHLWH LIBRA Âą D Âą2SHUtRGR pIDYRUiYHOSDUDID]HUFRQWDWRV HFRQKHFHUSHVVRDVLQĂ&#x20AC;XHQWHV &RQYHUVHEDVWDQWHHWHQWHDSUHQGHU FRPDVH[SHULrQFLDVGRVGHPDLV %RPPRPHQWRSDUDID]HUPXGDQoDV HPVHXODUÂąXVHHDEXVHGDVXD FULDWLYLGDGH,QWLPLGDGHTXHQWH 'LFD'HPRQVWUHVHXVVHQWLPHQWRV jVXDDOPDJrPHDHFRPSDUWLOKH VRQKRV ESCORPIĂ&#x192;O â&#x20AC;&#x201C; (23/10 a 21/11) â&#x20AC;&#x201C; Se GHVHMDWHUEHQHItFLRVMipWHPSRGH GLYXOJDURVHXWUDEDOKR2UJDQL]H VXDVÂżQDQoDVDQWHVGHID]HUXP JDVWRRXSRGHUiVHDUUHSHQGHU &RPXPDVHPDQDDJLWDGDWHQGHD GHL[DUDIDPtOLDHPVHJXQGRSODQR 5HVHUYHXPWHPSRSDUDHVWDUFRP RSHVVRDO 'LFD$VLQFHULGDGHVHUiIXQGDPHQWDOSDUDRUHODFLRQDPHQWR SAGITĂ RIO â&#x20AC;&#x201C; (22/11 a 21/12) â&#x20AC;&#x201C; Ă?WLPRPRPHQWRSDUDRVHWRUSURÂżVVLRQDOSRLVWXGRLQGLFDTXHSRGHUi DXPHQWDUVHXVOXFURV1mRGHL[H TXHREDL[RDVWUDOWRPHFRQWDGH YRFr8PFOLPDGHVLQWRQLDHFRQÂżDQoDHVWDUiSUHVHQWHQRUHODFLRQDPHQWRDIHWLYR 'LFD&RPSDUWLOKHVRQKRV CAPRICĂ&#x201C;RNIO â&#x20AC;&#x201C; (22/12 a 19/1) â&#x20AC;&#x201C; 1mRWHQKDUHFHLRGHPRVWUDUVHXV WDOHQWRVDSHVVRDVLQĂ&#x20AC;XHQWHVÂąD DMXGDGHOHVSRGHDODYDQFDUVHXVXFHVVR&RQVHJXLUiGHPRQVWUDUVHXV VHQWLPHQWRVFRPPDLVIDFLOLGDGH HPVHXODUWUD]HQGRPDLVKDUPRQLD SDUDRVUHODFLRQDPHQWRV 'LFD'rFDULQKRDTXHPDPD AQUĂ RIO Âą D Âą$WLWXGHV PDLVHQYROYHQWHVHFDULQKRVDV SRGHPGHVSHUWDURLQWHUHVVHGHVXD FDUDPHWDGH 'LFDeWHPSRGHUHĂ&#x20AC;HWLUVREUHVHX FRPSRUWDPHQWRHPWRGRVRVVHWRUHV HDYDOLDUVHKiPXQGDQoDVDID]HU 3(,;(6Âą D Ă?WLPD IDVHSDUDRVDVVXQWRVSURÂżVVLRQDLVWXGRLQGLFDTXHGHYHUiVHU UHFRQKHFLGR D SRUVHXVHVIRUoRV 'LFD1mRGrDWHQomRDIRIRFDV HQYROYHQGRVXDYLGDDPRURVD

SOBRE HOLLYWOOD

Filme â&#x20AC;&#x153;O Artistaâ&#x20AC;? recebe prĂŞmios da crĂ­tica

â&#x20AC;&#x153;O

$UWLVWDÂľXPĂ&#x20AC;OPH em preto e branco sobre Hollywood, o drama â&#x20AC;&#x153;Os Descendentesâ&#x20AC;?, o ator Brad Pitt e os diretores Martin Scorsese e Terrence Malick foram premiados no domingo pelos crĂ­ticos e grupos da LQG~VWULDFLQHPDWRJUiĂ&#x20AC;FD dos Estados Unidos, que homenagearam os melhores Ă&#x20AC;OPHVGRDQR A Sociedade dos CrĂ­ticos de Cinema de Boston, a Associação dos CrĂ­ticos de Cinema de Los Angeles e o CrĂ­ticos On-line de Cinema de Nova York anunciaram suas escolhas para RVPHOKRUHVĂ&#x20AC;OPHVHGHVHPSHQKRV de 2011, iniciando uma semana importante em Hollywood, em que serĂŁo anunciadas as indicaçþes para os Globos de Ouro e o Screen Actors *XLOGV O Instituto Americano de Cinema, um grupo de artes cinemaWRJUiĂ&#x20AC;FDVGH/RV$QJHOHVWDPEpP divulgou no domingo sua lista dos dez PHOKRUHVĂ&#x20AC;OPHVGRDQR Em Boston, os crĂ­ticos elegeram como melhor do ano â&#x20AC;&#x153;O Artistaâ&#x20AC;?, que

retrata a transição de Hollywood desde as antigas produçþes sem ĂĄudio SDUDRVĂ&#x20AC;OPHVVRQRURV)RLRPDLV UHFHQWHSUrPLRUHFHELGRSHORĂ&#x20AC;OPH muito comentado nos festivais de  ´2$UWLVWDÂľQmRĂ&#x20AC;FRXHQWUHRVGH] primeiros do Instituto Americano de Cinema (IAC), mas somente porque QmRIRLSURGX]LGRQRV(VWDGRV8QLGRV No entanto, o grupo citou â&#x20AC;&#x153;O Artistaâ&#x20AC;? HDVpULH´+DUU\3RWWHUÂľDRFRQFHGHU RV3UrPLRV(VSHFLDLVGRLQVWLWXWR1D lista do IAC estavam â&#x20AC;&#x153;Os Descendentesâ&#x20AC;?, de Alexander Payne, â&#x20AC;&#x153;Hugoâ&#x20AC;?, de Martin Scorsese, e â&#x20AC;&#x153;Cavalo de Guerraâ&#x20AC;?, de Steven Spielberg e a FRPpGLDIHPLQLQD´0LVVmR0DGULQKD GH&DVDPHQWRÂľ Os crĂ­ticos de Boston nomearam Brad Pitt como o melhor ator por sua interpretação de um jogador de beisebol em â&#x20AC;&#x153;O homem que mudou o jogoâ&#x20AC;? e Michelle Williams como melhor atriz por seu papel em â&#x20AC;&#x153;My Week ZLWK0DULO\QÂľ Brad Pitt jĂĄ havia ganhado o prĂŞmio dos CrĂ­ticos de Cinema de Nova York, enquanto Williams recebeu no domingo um de seus primeiros prĂŞPLRV


4

DIVERSĂ&#x192;O&ARTE

TribunaIndependente

MACEIĂ&#x201C; - TERĂ&#x2021;A-FEIRA, 13 DE DEZEMBRO DE 2011

IHOLSHFDPHOR#JPDLOFRPIHOLSHFDPHOR#VDODGDRQOLQHFRPEUFDPHORIHOLSHFDPHOREORJVSRWFRP

Domingo, indo pro Parque Municipal, QDYLRHĂ&#x20AC;DJUHL vĂĄrios turistas, pelo biotipo, estrangeiros da 3ÂŞ idade, circulando por JaraguĂĄ, LQFOXVLYHSHODGLÂżFXOdade das calçadas esburacadas, lixo na rua... e este aqui ÂżFRXWmRLQFUtYHO com a presença da ĂŠgua e seu potrinho que se escondeu no coqueiro pra registrar a cena, que deve correr o mundo. Vou adorar ver MaceiĂł realmente bem cuidada

EntĂŁo ĂŠ Natal Âł$Â?HGLomRGD&DPSDQKDĂ&#x2C6;UYRUHGRV6RQKRV GHVHQYROYLGDSHOR0DFHLy6KRSSLQJEHQHÂżFLRX PDLVGHLGRVRVHFULDQoDVGHRQ]HLQVWLWXLo}HVGDFDSLWDODODJRDQD(SDUDTXHQLQJXpP ÂżTXHQR1DWDOVHPRSUHVHQWHWmRHVSHUDGRD HQWUHJDGDVGRDo}HVIHLWDVSHORVFOLHQWHVFRPHoD DPDQKm$SULPHLUDHQWUHJDGHSUHVHQWHVVHUiQD /HJLmRGD%RD9RQWDGHTXHDWHQGHFULDQoDV HSDUWLFLSDGDFDPSDQKDSHODSULPHLUDYH]1D TXLQWDIHLUDDVHQWUHJDVDFRQWHFHPQD&UHFKH(VFROD=LOGD*DPDQD3RQWD*URVVDH/DU6HPHQWH GR$PDQKmQR3UDGR$HQWUHJDGRVSUHVHQWHV GRDGRVSHORVFOLHQWHVGR0DFHLy6KRSSLQJSDUD D&DPSDQKDĂ&#x2C6;UYRUHGRV6RQKRVSURVVHJXHDWpR GLDSUy[LPR´-RUQDOLVWD5HQDWD3DLVGD0tGLD 1RYDDVVHVVRUDQGRHFRQYLGDQGRSUDVDSUHVHQWDo}HVGHYiULRVFRUDLVTXHGLDULDPHQWHWHP UHIRUoDGRRFOLPDGH1DWDOQRWUDGLFLRQDOVKRSSLQJ $SURJUDPDomRQRZZZPDFHLRVKRSSLQJFRPEU

Fc13B

Mudanças

Na Ăşltima 5ÂŞ, Nado & Francy Freire reservaram o mezanino do Bodega do SertĂŁoSUDFRQIUDWHUQL]DomRGDAssociação dos Colunistas Sociais de Alagoas,FRPDQGDGDSRU-DFLUD/HmR1D cena, alĂŠm de troca de presentes tipo â&#x20AC;&#x2DC;amigo secretoâ&#x20AC;&#x2122;, vĂĄrios sorteios HDHODERUDomRGRÂ&#x17E;(QFRQWUR(VWDGXDOGD$ODFRVHP$UDSLUDFD

³$SDUWLUGRGLDGHGH]HPEUR0DFHLyJDQKDXPQRYRHPSUHHQGLPHQWRJDVWURQ{PLFRR5HVWDXUDQWH0DLNDLTXHFKHJDSDUDIRUWDOHFHUDLQGDPDLVR JUXSRGHHVWDEHOHFLPHQWRVGDUHGH0DLNDLTXHUHVSRQGHSHODVMiFRQVDJUDGDVFDVDV0DLNDL6KRZ%DUH0DLNDL&KRSDULD6RERFRPDQGRGRVHPSUHViULRV*XLOKHUPHH-XQLRU%UDQGmRR5HVWDXUDQWH0DLNDLWHUiVHXPHQXDVVLQDGRSHOD&KHI$QD6LOYD2FDUURFKHIHVHUiIUXWRVGRPDUQDGDPDLV DSURSULDGRSDUDXPDFR]LQKDJRXUPHWTXHWHUiXPDGDVYLVWDVPDLVSULYLOHJLDGDVGH0DFHLyjEHLUDPDUGDSUDLDGH3RQWD9HUGHXPDGDVPDLVEHODVGR PXQGR23HL[H)UHVFRDVVDGRQDEUDVDpXPDGDVJUDQGHVDSRVWDVGD&KHITXHHVWiEDVWDQWHLQVSLUDGDSDUDUHLQYHQWDUQRYLGDGHVHLQFOXLUQRFDUGiSLR GR5HVWDXUDQWH0DLNDL2XWUDJUDQGHH[SHFWDWLYDHVWiSDUDRV¿QVGHVHPDQDTXDQGRDFDVDLUiRIHUHFHUDMiIDPRVDSDHOODSUHSDUDGDSRU$QD6LOYD DOpPGDVGHOLFLRVDVVREUHPHVDVHXPDPHVDGLIHUHQFLDGDGHSHWLVFRV2FOLHQWHGR5HVWDXUDQWH0DLNDLSRGHUiVHUVHUYLGRj/DFDUWHRXDSHVR2*UXSR 0DLNDLTXHHVWiHPSURFHVVRGHH[SDQVmRSDUDRXWURV(VWDGRVXQL¿FRXWRGDVDVVXDVFDVDVFRPDPDUFD0DLNDLYDULDQGRDSHQDVRVVHJPHQWRV3DUD LVVRSDVVRXSHODWUDQVLomRGHSURPRYHUR5DSD1XL&KRSDULDD5HVWDXUDQWH0DLNDLHDVVLPDWHQGHUXPS~EOLFRYROWDGRSDUDJDVWURQRPLDTXHWHPFRPR FDUDFWHUtVWLFDVHUH[LJHQWHTXHUHUHVWDUVHPSUHDRODGRGHERDVFRPSDQKLDVWHUjVXDGLVSRVLomRXPFDUGiSLRYHUViWLOSUiWLFRGLYHUVL¿FDGRHDVVLQDGR SRUXPDFKHIFRQKHFLGDQRFHQiULRJDVWURQ{PLFRORFDOSRGHQGRGHVIUXWDUWXGRLVVRHPXPORFDOGHDOWRSDGUmRFRPXPDPELHQWHDVVLQDGRSHORDUTXLWHWR 6DG\3HUHLUDUHFULDGRFRPWRGRFXLGDGRSDUDPHOKRUUHFHEHUVHXVFOLHQWHV´5HOLVHDVVLQDGRSRU0DtUD0DOWDH5DIDHOOD5RPDUL]GD6DODK&RPXQLFDomR ,QWHOLJHQWH6HMiHUDERPYDL¿FDUDLQGDPHOKRU

Conceituando 'HVLJQHUDODJRDQD6RUD\D)DULDVKi TXDVHGpFDGDVQRFRPDQGRGD'qSLHU ORMDFRPRPDLRUDFHUYRGHSHoDVH DUWLJRVSUDPRQWDJHPGHELMXWHULDVGD FLGDGHLQDXJXUDjVKGHKRMHQDORMD GD*DOHULD3RQWD9HUGH&HQWHU QR GD0iULRGH*XVPmR VHXQRYRHVSDoR FRPDFHVVyULRVHDUWLJRVSUDFDVDÂ?D SUySULD6RUD\DÂł6mRSHoDVFRQFHLWRFRP YDORUDJUHJDGR´QRVRUD\DIDULDVFRP EU-RUQDOLVWD/LV1XQHVDVVHVVRUDQGRH EDGDODQGRDFHQD

Carioca da gema, apĂłs 19 anos morando aqui, querida Elen Nogueira ganhou festa-surpresa de despedida na casa de Beto Nobre. TĂĄ voltando pro Rio prometendo voltar sempre. Tomara

Friendly &RPDOWRLQYHVWLPHQWRSUHWHQGHQGRDWUDLUS~EOLFRSUD OiGHVHOHWROX]HVTXHPXGDPGHFRUQREDOFmRGR EDUVXSHUDTXiULRQDHQWUDGDHGHWDOKHVTXHIDUmRD GLIHUHQoD&OXE3DVVSRUWVHUiRÂżFLDOPHQWHDSUHVHQWDGR FRPFRTXHWHOSDUDDLPSUHQVDHFRQYLGDGRVQDSUy[LPDÂ?$JUDQGHDWUDomRGDLQDXJXUDomRVHUiR'- 0DUN\ORLUHUHVLGHQWHGDEDGDODGDERDWH0HWUySROHGH 5HFLIHÂ?DVVHVVRUDGH&RPXQLFDomRGDFDVD(ODLQH 5DIDHOODD5DIDIiÂł$SHVDUGHDERDWHVHURÂżFLDOPHQWH )ULHQGO\YROWDGDSDUDRS~EOLFR/*%7ROXJDUSUHWHQGH DWLQJLUWRGDVDVWULERVFRPXPDSURJUDPDomRGLIHUHQFLDGDHXPDSURSRVWDGHÂľH[FOXVLYLGDGHÂśSDUDJDUDQWLU GLYHUVmRHDQLPDomRDRVVHXVFOLHQWHV´1RGD6iH $OEXTXHUTXHHP-DUDJXiHQWUHWHQLPHQWRHGLYHUVmRHP XPHVSDoR~QLFRHH[FOXVLYR

7ÂŞ edição do 5ÂŞ &KHJDDRÂżPGHWHPSRUDGDQHVWDSUy[LPDÂ?RÂł4XLQWDQR$UHQD´FRPDÂ?DSUHVHQWDomRGR HVSHWiFXORÂł$&RUGD&KXYD´GD,QYLVtYHO&RPSDQKLDGH7HDWURDSyVPHVHVPRQWDJHQVH HVSHWiFXORVVHVV}HV2SURMHWRUHDOL]DGRSHOD'LUHWRULDGH7HDWURVGR(VWDGRGH$ODJRDVYHP DFRQWHFHQGRQR7HDWURGH$UHQD6pUJLR&DUGRVRWHQGRVHOHFLRQDGRHVSHWiFXORVGHSURGXomR DODJRDQDTXHYHPVHDSUHVHQWDQGRSRUGXDVÂ?IHLUDVFRQVHFXWLYDVVHPSUHDSDUWLUGDVGDQRLWH DSUHoRVSRSXODUHVPRVWUDQGRHUHYHODQGRQRYRVWDOHQWRVQDDUWHWHDWUDOVHMDFRPRGLUHWRUHV DWRUHVÂżJXULQLVWDVFHQyJUDIRVLOXPLQDGRUHVVRQRSODVWDVFRQWUDUHJUDVHSURGXWRUHV1HVWD PRQWDJHPGUDPDWXUJLDHHQFHQDomRGH'DQLHOD%HQ\QRHOHQFR&tFHUR5RVDH8GVRQ3LQKHLURLOXPLQDomR$UQDOGR)HUMXVRQRSODVWLD*XLOKHUPH5DPRVDVVLVWHQWHGH'LUHomRHFRQWUDUHJUD0DXUtFLR (EEHUVGR0RQWHFHQRJUDÂżDHÂżJXULQRV0DUOXFH&RVWD Na tarde do Ăşltimo sĂĄbado, NapoleĂŁo & MĂ´nica Casado lançaram revista TV corporativa e site Fios GH&DEHORÂŹQRLWHUHFHEHUDXPDVSHVVRDVHQWUHFRODERUDGRUHVHIRUQHFHGRUHVQD0DQVmR Farias, pra cena Natal Branco. Se em 2011 essa dupla bombou, aguardem 2012. Vem muito +

Festa das Ă guas

(9(5$/'2'$17$6

&RPLVVmRGH-RUQDOLVWDVSHODLJXDOGDGHUDFLDO&RMLUD$/ (GLWDGRSRUHelciane AngĂŠlica ZZZFRMLUDDOEORJVSRWFRPFRMLUDDO#JPDLOFRP#FRMLUDDO 7ZLWWHU

ConferĂŞncia da Juventude

D

e 9 a 12 de dezembro, no PavilhĂŁo de Exposiçþes do Parque da Cidade de BrasĂ­lia (DF), ocorreu a 2ÂŞ ConferĂŞncia Nacional da Juventude, com a presença de 3.200 jovens, entre delegados e observadores oriundos de vĂĄrias partes do Brasil. A solenidade de abertura contou com a presença de vĂĄrios ministros, parlamentares, lideranças de entidades que lutam em prol de crianças e adolescentes, movimentos sociais, alĂŠm de representantes de 16 paĂ­ses da AmĂŠrica Latina e do continente africano. O presidente do Conselho Nacional de Juventude, Gabriel Medina, destacou na abertura da Conjuve que esse era o espaço da democracia participativa e o espaço para a juventude se fazer ouvir. â&#x20AC;&#x153;Se na primeira ConferĂŞncia o tema era â&#x20AC;&#x2DC;Levante sua bandeiraâ&#x20AC;&#x2122;, o objetivo agora ĂŠ conquistar direitos e desenvolver o Brasilâ&#x20AC;?, reforçou. Ao todo, foram discutidos cinco eixos: â&#x20AC;&#x153;Direito ao desenvolvimento integralâ&#x20AC;?, â&#x20AC;&#x153;Direito ao territĂłrioâ&#x20AC;?, â&#x20AC;&#x153;Direito Ă experimentação e qualidade de vidaâ&#x20AC;?, â&#x20AC;&#x153;Direito Ă  diversidade e Ă  vida seguraâ&#x20AC;? e â&#x20AC;&#x153;Direito Ă  participação e fortalecimento institucionalâ&#x20AC;?. Em relação Ă s questĂľes etnicorracias, destacou-se a presença da ministra Luiza Bairros, da Secretaria de PolĂ­ticas de Promoção da Igualdade Racial (Seppir), que foi uma das convidadas especiais e apresentou informaçþes importantes sobre a PolĂ­tica Nacional de Enfrentamento da Mortalidade da Juventude Negra. TambĂŠm teve entre os grupos de trabalho a temĂĄtica â&#x20AC;&#x153;Relaçþes Raciaisâ&#x20AC;?, que contou com 41 participantes, que debateram sobre a realidade da juventude negra em todos os aspectos, principalmente, quanto Ă s estratĂŠgias de combate ao extermĂ­nio da juventude negra, o respeito da implementação da Lei 10.639/03, e a questĂŁo do direito Ă  saĂşde, escola e lazer. Outro ponto importante foi a cobertura do evento, que teve a colaboração da AgĂŞncia Jovem de NotĂ­cias e a utilização das redes sociais, a exemplo do Twitter da @viracao, @radio_juventude e @agenciaDGLWDO&RQĂ&#x20AC;UDDVGHOLEHUDo}HVQRVLWHZZZMXYHQWXGHJRY br/conjuve. Esperamos que se transformem em polĂ­ticas S~EOLFDVHĂ&#x20AC;FLHQWHVSDUDDMXYHQWXGH$[p &RPLQIRUPDo}HVGRVLWHRĂ&#x20AC;FLDOHUHSDVVHGRVGHOHJDG#VGRV$JHQWHVGH Pastoral Negros do Brasil-APNs).

2GLDGHGH]HPEURDOpPGRIHULDGRUHOLJLRVRGR'LDGH1RVVD6HQKRUD,PDFXODGDGD&RQFHLomRWDPEpPpFHOHEUDGRHP$ODJRDVR'LDGH,HPDQMi1D3UDLDGH3DMXoDUDFRPSDUHFHXXPJUDQGHS~EOLFRSDUDDVVLVWLUjVDSUHVHQWDo}HV GHYiULRVJUXSRVDIURV $Ur,RUXEi0DUDFDWX5DL]GD7UDGLomR*XHVE$IR[p2MX2PLQ2PRUHZi&ROHWLYR$IUR&DHWp  HGDVDPELVWD/HFL%UDQGmR )RWR (PVHJXLGDWRGRVRVSUHVHQWHVVDtUDPHPFRUWHMRSHODDYHQLGDSULQFLSDOGDRUOD SDUDSURWHVWDUFRQWUDDLQWROHUkQFLDUHOLJLRVDHFRQWUDDGHOLPLWDomRGDSUHIHLWXUDHPHVWDEHOHFHURKRUiULRHORFDOSDUD DH[HFXomRGHFXOWRVDIURV&RQÂżUDEHODVLPDJHQVGRHYHQWRQRVLWHZZZHYHUDOGRGDQWDVFRPEU(QDTXDUWDIHLUD  jVKQRDXGLWyULRGD6HFUHWDULDGD0XOKHUGD&LGDGDQLDH'LUHLWRV+XPDQRV SUpGLRGRDQWLJR+RWHO%HLUL] QD5XDGR6RO HVWiDJHQGDGDXPDUHXQLmRGHDYDOLDomRGDVDo}HVH[HFXWDGDVFRPDSUHVHQoDGHJHVWRUHVUHOLJLRVRVHLQWHJUDQWHVGHJUXSRVDIURFXOWXUDLV

Exemplo 1

Esquenta

$EDLDQDLuislinda Dias de Valois SantosDSULPHLUDMXt]DQHJUDEUDVLOHLUDDJRUDpDSULPHLUDGHVHPEDUJDGRUDQHJUD2&RQVHOKR1DFLRQDO GH-XVWLoD &1- GHFLGLXSRUXQDQLPLGDGHHPVHVVmRRUGLQiULDQD~OWLPD WHUoDIHLUD  SHODQRPHDomRGDGHVHPEDUJDGRUDGR7ULEXQDOGH-XVWLoD GD%DKLD³eRUHFRQKHFLPHQWRGDOXWDGHXPDPXOKHUQHJUDUDVWDIiULTXH FRQVHJXLXVDLUYLWRULRVDGHVVHSURFHVVR´D¿UPRX(ODRFXSDYDRFDUJRGH GHVHPEDUJDGRUDVXEVWLWXWDQR7ULEXQDOGH-XVWLoDGHVGHDJRVWRGH &RPDSUR[LPLGDGHGDDSRVHQWDGRULDFRPSXOVyULDDQRPHDomRSRGHULD QmRRFRUUHUPDVRPRYLPHQWRQHJUREDLDQRVHPRELOL]RXHPVROLGDULHGDGH HFRPHPRURXDGHFLVmRGR&1-$SRVVHHVWiSUHYLVWDSDUDDFRQWHFHU DPDQKm  

7HYHLQtFLRQRGRPLQJR  jVK QRKRUiULRORFDODVHJXQGDWHPSRUDGDGR(VTXHQWDH[LELGRSHOD79 *ORERHFRPDQGDGRSHODLUUHYHUHQWH DSUHVHQWDGRUD5HJLQD&DVp$DWUDomR VHJXLUiDWpRGLDÂ&#x17E;GHDEULOGH HWURX[HDOJXPDVQRYLGDGHVFRPRR Âł&DORXUmR´TXDGURGHFDORXURVFRP SHVVRDVFRPXQVÂł%LEOLRWHFD´DUWLVWDV LQGLFDPOLYURVGDVXDSUHIHUrQFLD HÂł0XVDGROLWRUDO´SDUDPRVWUDUR FDULVPDHDEHOH]DGHPXOKHUHVGH YiULDVSDUWHVGRSDtV2SURJUDPDGH DXGLWyULRID]XPDYHUGDGHLUDPLVWXUD HQWUHGLIHUHQWHVHVWLORVPXVLFDLVXQH RVFRVWXPHVGHSHVVRDVVXEXUEDQDV FDLSLUDVHHOLWL]DGDVHDLQGDHVWLPXOD GHIRUPDGLVFUHWDDUHĂ&#x20AC;H[mRVREUH DVSHFWRVSROrPLFRVGDVRFLHGDGH$V FUtWLFDVVmRFRQVWDQWHVPDVRSURJUDPDMiFRQTXLVWRXRJRVWRSRSXODU

*,/9$15(,6,%$+,$

Samba Exemplo 2 0XOKHUJXHUUHLUDGHRULJHPKXPLOGHDRVQRYHDQRVRXYLXGHXPSURIHVVRU ³VHYRFrQmRWHPGLQKHLURSDUDFRPSUDURPDWHULDOHVFRODUSDUHGHHVWXGDU HYiFR]LQKDUIHLMRDGDQDFDVDGHEUDQFR´(ODGHFLGLXLQYHVWLUQRVHVWXGRV SDUDVHWRUQDUMXt]DHFRORFDUSHVVRDVSUHFRQFHLWXRVDVLJXDLVjTXHOH SURIHVVRUQDFDGHLD/XLVOLQGDIRLDSULPHLUDMXt]DQHJUDDSURIHULUXPDVHQWHQoDFRQWUDRUDFLVPRQRSDtV(ODDWXDQR7ULEXQDOGH-XVWLoDGH6DOYDGRU GHVGHHWUDEDOKRXQDUHDWLYDomRGHGLYHUVRV-XL]DGRV(VSHFLDLVQR (VWDGRGD%DKLD7DPEpPpDDXWRUDGROLYUR³21HJURQR6pFXOR;;,´ SHOD(GLWRUD-XUXiHPSDUFHULDFRPD(VFROD6XSHULRUGH0DJLVWUDWXUDGH $ODJRDV (VPDO ODQoDGRHP

1RGLDGHGH]HPEURQD&KRSSHULD 2UiNXORQREDLUURGR-DUDJXiHP 0DFHLyDFRQWHFHUiD~OWLPDHGLomRHP GRNosso SamabaFRPDQGDGR SRU,JERQDQ5RFKD:LOPD$UD~MR 0DUFXV9LQtFLXVHXPWLPHGHJUDQGHV P~VLFRVÂąTXHDJLWDUmRRS~EOLFRFRP FOiVVLFRVGHVVHHVWLORJHQXLQDPHQWH EUDVLOHLUR2SURMHWRDWXDOPHQWHp TXLQ]HQDOWHYHLQtFLRHPDEULOFRP RQRPH&OXEHGR6DPEDHDWUDLXP S~EOLFRKHWHURJrQHRHDQLPDGR$V PHVDVLQWHUQDVFXVWDP5HRV LQJUHVVRVLQGLYLGXDLV5&RQWDWRV 

CURTAS ... No Ăşltimo domingo (11/12), SDUDHQFHUUDUR$QR,QWHUQDFLRQDOGRV3RYRV$IURGHVFHQGHQWHVRFRUUHXDIHVWDÂł,Or$L\r Convidaâ&#x20AC;?, no Parque da Cidade, HP6DOYDGRU %$ 2HYHQWRIRL SURPRYLGRSHOD)XQGDomR&XOtural Palmares, em parceria com RJUXSRDIUR,Or$L\rTXHFRQWRX com a presença de Margareth 0HQH]HV$GmR1HJURH0DJDU\ Lord. TambĂŠm participaram RXWURVEORFRVDIURVFRPR2V 1HJ}HV&RUWHMR$IUR0X]HQ]D 0DOr'HEDOrH2NDPEL 1HVWDTXLQWDIHLUD   WHUiUHXQLmRRUGLQiULDGR)yUXP 3HUPDQHQWHGH(GXFDomRH 'LYHUVLGDGH(WQLFRUUDFLDOGH$ODJRDVjVKQDVHGHGR1HDE8IDO (VSDoR&XOWXUDO 3DXWDV DYDOLDomRGDVDo}HVGH VRFLDOL]DomRGRVHPLQiULRQD 6HFDGL0(&GLVFXVVmRVREUH PHWDVSDUDHFRQIUDWHUQL]DomRHQWUHRVPHPEURV ... Foram prorrogadas atĂŠ 16 de dezembro as inscriçþes para o Â&#x192;3UrPLR1DFLRQDOGH([SUHVV}HV&XOWXUDLV$IUREUDVLOHLUDV 8PDUHDOL]DomRGR&HQWURGH $SRLRDR'HVHQYROYLPHQWR 2VYDOGRGRV6DQWRV1HYHV (Cadon), em parceria com a )XQGDomR&XOWXUDO3DOPDUHV )&3 R3UrPLRWHPFRPR objetivo atender Ă s expressĂľes DUWtVWLFDVGHHVWpWLFDQHJUDGRV segmentos de teatro, dança e artes visuais. Consulte o edital no site www.premioafro.org. $WpRGLDGHGH]HPEURWHP D([SRVLomRIRWRJUiÂżFDÂł/LYUHV 2OKDUHV´QRSUpGLRGR&XUVRGH 'LUHLWRGR&HQWUR8QLYHUVLWiULR &HVPDFÂą5XDĂ&#x2039;ULV$ODJRHQVH QREDLUURGR)DUROHP0DFHLy $DWLYLGDGHpSURPRYLGDSHOD $VVRFLDomRGRV0RUDGRUHVH $PLJRVGH-DUDJXiHR3RQWR GH&XOWXUD(QVHDGDGDV&DQRDV &KHJDPRVjHGLomRQÂ&#x17E; GD&ROXQD$[p(QFDPLQKHVXDV sugestĂľes para o email cojira. al@gmail.com e acesse o nosso blog: www.cojira-al.blogspot. com.

Edição número 1316 13 de dezembro de 2011  

Edição Digital Jornal Tribuna Independente TribunaHoje.com