Page 2

TRIBUNAINDEPENDENTE

2 POLÍTICA MACEIÓ - SEXTA-FEIRA, 17 DE MARÇO DE 2017

Política

Sessão pública debate abertura de novas autoescolas em Alagoas Os Centros de Formação de Condutores – as autoescolas – de Alagoas serão o centro de debate em uma sessão pública marcada para hoje, às 9h, no plenário da Assembleia Legislativa. A audiência foi uma solicitação feita pelo Sindicato dos Centros de Formação de Condutores ao deputado Ronaldo Medeiros (PMDB), na intenção de debater sobre um projeto de lei que visa regulamentar a abertura de novas autoescolas no estado, além das necessidades da categoria para a melhoria na qualidade dos serviços.

Secretário deve se explicar à Câmara

Vereadores querem detalhes sobre as cobranças de RG e CPF para a realização de eventos na capital alagoana ASSESSORIA

ESPLANADA

CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

A

LEANDRO MAZZINI - contato@colunaesplanada.com.br

Reforma Frankenstein

O

texto da reforma da Previdência chegará um à Câmara e pode sair um Frankenstein, tamanha a quantidade de emendas de variadas classes trabalhistas, as quais pressionam os deputados que defendem suas causas. Só para dois exemplos, os policiais não querem perder a aposentadoria especial 5 anos mais cedo que o restante dos brasileiros. E o deputado Lincoln Portela (PR-MG) apresentou emenda para excluir procuradores e magistrados da reforma. Alega que a proposta deveria ser amplamente debatida, e diz que assinou outras emendas para diferentes categorias contra a reforma.

Tratorou Portela argumenta que o Governo deveria fazer incansáveis debates sobre receita, desvinculação das receitas da seguridade etc antes de votar como um trator a proposta.

Nada pessoal A Associação Nacional dos Procuradores dos Estados e do DF atua contra o projeto. Mas espera Temer na abertura de seu 43º Congresso Nacional em setembro em SP.

Detalhe O presidente Michel Temer é procurador aposentado de São Paulo e paga em dia a anuidade com a Anape.

Renan eduardiou Ex-presidente do Senado e líder do partido, Renan Calheiros (AL) virou um problema para o presidente Michel Temer. Ou, nas palavras dos palacianos, ‘Eduardiou’ – numa alusão à fúria do então deputado que se voltou contra o Governo como se este tivesse culpa por suas agruras. Pois Renan tem se sentido abandonado pelos aliados.

Bombeiro desvalido O tiroteio de Renan contra o presidente Temer passou a incomodar o Governo. O presidente do Senado, Eunício Oliveira (CE), tenta atuar como bombeiro e interlocutor, em vão. Renan está tenso com sua situação na Lava Jato e agora com a revelação de que o filho homônimo, governador de Alagoas, entrou na roda.

Te cuida, PSL A primeira potencial baixa do PSL – que levantou novas bandeiras e desagradou a parte dos filiados – pode ser o deputado federal Alfredo Kaefer (PR). Ele estuda sair após o partido passar a defender a pena de morte, aborto, eutanásia e legalização da maconha.

Nova defesa Sérgio Cabral e a esposa Adriana Anselmo, presos em Bangu, contrataram o escritório Fragoso Advogados, do Rio de Janeiro, especialista na área criminal.

Energia extra Deve ter uma base alien submersa no lago de Itaipu. Isso explica a binacional patrocinar o XVIII Congresso Brasileiro de Ufologia que começa hoje com o tema “Infiltrados”.

Malhete na mão Após análise do vultuoso processo, até sexta que vem o ministro do STF Edson Fachin deve bater o malhete sobre a quebra de sigilo também recomendada pelo PGR Rodrigo Janot. A tendência é de que o relator da Lava Jato acolha o pedido do chefe do MP

Calma, excelência O vice-presidente do Senado, Cássio Cunha (PSDB-PB), é de poucas palavras sobre a possível anistia ao caixa 2 de campanhas: “Não tenho informação e não existe fechamento de questão (do PSDB) sobre algo que não existe”.

Mariana em livro Em meio à polêmica de novo vazamento da Vale, Epaminondas Bittencourt lança o livro “A Tragédia de Mariana” Chiado Editora, no qual passeia pela história da mineração no Estado até os dias atuais, com foco no ‘narcisismo’ da extração em detrimento da responsabilidade social. E deu no que deu.

Nem brincando Campanha com imagens na intranet do Senado deixou o senador Magno Malta (PR-ES) revoltado, e vai cobrar satisfações. É que diz que meninos podem brincar de boneca.

Ponto Final “Nós temos que avaliar os danos e procurar evitar que o Brasil seja ainda mais jogado no ridículo, na vergonha, em razão dos financiamentos do BNDES no exterior” Do senador Lasier Martins (PSD-RS), ao defender a rápida votação de projeto de sua autoria que acaba com o sigilo em financiamentos do BNDES. Com Equipe DF, SP e Nordeste www.colunaesplanada.com.br contato@colunaesplanada.com.br Twitter @leandromazzini

Silvânia Barbosa disse que a secretaria cobrou a apresentação de documentos para realizar um evento

VERGEL DO LAGO

MPE quer aproximação entre comunidade e Polícia Militar Provocar mudanças de vida na comunidade do Vergel do Lago e instalar ações que fomentem a cultura de paz na região. Esses foram os principais motivos da reunião realizada nea quarta-feira (15) pelos participantes do projeto Ministério Público Comunitário com a Polícia Militar de Alagoas (PM/AL) e a Superinetdência da criança e do Adolescente da Secretaria de Estado de Prevenção à Violência. A ideia é implantar no bairro o “Programa de Ações Integradas de Proximidade”, criado recentemente pelo Governo do Estado. Durante o encontro, mediadores de conflito, que já trabalham na comunidade através do MP Comunitário, expuseram as principais dificuldades e carência dos moradores e descreveram de que maneira essa nova ferramenta pode ser trabalhada na região. “Foi um momento de aproximação, um primeiro passo para construção de um caminho que trilharemos juntos. Toda ajuda é bem vida quando chega com o objetivo de mudar a realidade da comunidade para

ASSESSORIA

Comunidade discutiu melhorias junto ao Estado e MP Estadual

melhor. Foi uma mostra do que pode ser feito. Nós ouvimos os realizadores do projeto, e eles ouviram as pessoas que são do bairro e vivem a realidade da comunidade. Teremos outros encontros,

já sabendo o que precisa ser feito e que estratégias devem ser construídas. Começamos um caminhar”, disse o promotor de Justiça, Cláudio Malta, coordenador do MP Comunitário.

vereadora Silvânia Barbosa (PRB) quer a presença do novo secretário de Segurança Comunitária e Convívio Social de Maceió (Semscs), coronel Ivon Berto, se explicando na Câmara de Maceió. Um requerimento foi proposto pela vereadora para que o Legislativo aprove a convocação de Ivon para esclarecer algumas medidas que a Pasta vem tomando para a realização de eventos na capital. Além de Ivon Berto, quem pode ir à Câmara Municipal conceder maiores explicações é o diretor de Convívio Social da secretaria, Ariel Fernandes. A assessoria de comunicação da Câmara divulgou que a vereadora informou que está encontrando dificuldades para conseguir a autorização da secretaria em realizar um evento evangélico, pois estaria sendo exigido dela cópias do RG, CPF e comprovante de residência. Silvânia teria dito ainda que essa não era a primeira vez que encontrava problemas para realizar um evento com a liberação da secretaria. A convocação do secretário coronel Ivon Berto seria justamente para que ele explicasse os motivos de tanta burocracia e o porquê da exigência da identificação, sendo que o pedido estaria sendo de uma vereadora. O presidente da Câmara, Kelmann Vieira (PSDB) se posicionou sobre o assunto em sessão e disse que os vereadores não eram diferentes de nenhum morador de Maceió, mas que os vereadores têm a prerrogativa de fazer os requerimentos e indicação que a Casa achar necessários. Kelmann cobrou também que o secretário Ivon Berto apresente a lei que determina a exigência da documentação, mas, que isso não deveria ocorrer pelo fato de a Lei Orgânica Municipal conferir a prerrogativa de os vereadores realizarem os pedidos que quiserem, sem passar por nenhuma burocracia. Em nota, a Semscs explicou que a exigência de cópias de documentos é um procedimento padrão para que os eventos sejam autorizados em qualquer região de Maceió.

MAIS AÇÕES

Audiência debate inclusão social de crianças Uma audiência pública debateu ontem na Câmara de Maceió, o novo ciclo da Plataforma dos Centros Urbanos (PCU), iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef) que vem sendo desenvolvida na capital alagoana desde 2013, quando a prefeitura e o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDA) assinaram um termo de compromisso.

O intuito das partes é implementar uma série de ações em territórios prioritários no sentido de reduzir as desigualdades intra-urbanas que afetam a vida das crianças e adolescentes. Os gestores envolvidos na Plataforma lançaram um apelo visando a ampliação da participação na rede com o objetivo de cumprir o que estabelece a plataforma. “Precisamos andar de mãos dadas”, afirmou Julia-

na Vergetti, coordenadora da PUC/Unicef em Maceió. A fala da coordenadora foi reforçada com o apelo lançado pela vereadora Tereza Nelma. “Esse é um compromisso que a gente precisa assumir neste pacto em defesa da criança e do adolescente”. O coordenador do Unicef no Semiárido do Brasil, Robert Gass, fez uma explanação de como será possível trabalhar para possibilitar

que políticas que ainda não chegam às crianças e adolescentes sejam efetivadas. “Engajamento é fundamental”, ele disse. Gass pontuou problemas como graves que a Plataforma busca reverter, como é o caso da gravidez na adolescência, “que tira dessas meninas possibilidades como o direito de seguir na escola”. “É preciso enfrentar esses problemas de frente”, finalizou.

Edição número 2859 - 17 de março de 2017  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you