Page 3

TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - flaviogomesdebarros55@gmail.com

A sucessão na estaca zero Jornalista Carlos Chagas: “Aécio Neves e Geraldo Alckmin estão na lista de Janot, a ser divulgada em breve. Há rumores de que José Serra também. Não há cláusula de inelegibilidade para nenhum dos três, pelo menos enquanto não forem considerados réus. Mas se forem, ficarão afastados da sucessão de 2018. Sobrará espaço para João Dória Júnior, apesar de suas sucessivas declarações de que cumprirá até o fim o mandato de prefeito de São Paulo. De repente, instaura-se a dúvida no ninho dos tucanos. Certeza também não há no PMDB, porque se a recuperação econômica naufragar, Henrique Meirelles ficará de fora. Como Michel Temer, pelos mesmos motivos e mais o juramento de que não disputará o segundo mandato. O leque de outras opções não anima ninguém. Marina Silva eclipsou-se, Ciro Gomes não é mais o mesmo, Jair Bolsonaro marcha de pé trocado, Ronaldo Caiado não rompe os limites de Goiás, Joaquim Barbosa sumiu e quaisquer outros nem lembrados são. A conclusão é de que apagaram o quadro negro, restando apenas o Lula, que esta semana confirmará sua candidatura pelo PT. Também cercado de obstáculos e armadilhas da operação Lava Jato. Em suma, a sucessão presidencial volta à estaca zero.”

Recado? O deputado federal Marx Beltrão (PMDB) diz, há tempos, que será candidato a senador, nem precise mudar de partido. Domingo, ele postou nas redes sociais: “Mudar dá medo, mas a gente deveria ter medo mesmo é de ficar sempre no mesmo lugar”. Na 2ª feira, estava em solenidade com o prefeito Rui Palmeira (PSDB).

Unanimidade O senador Fernando Collor de Mello (PTC/AL) foi aclamado, ontem, presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado, para o biênio 2017-18. É a segunda vez que o senador alagoano preside a comissão, que trata de projetos sobre relações internacionais, comércio exterior e Forças Armadas.

Cobrança Coluna “Labafero”, do site Cada Minuto: “Não é novidade para ninguém a insatisfação do deputado estadual Galba Novaes e de seu filho Galba Neto, vereador de Maceió, com os Renans, governador e senador”. A queixa seria pela promessa, não cumprida, de Galba Neto ser nomeado secretário estadual de Esportes.

Porém O mesmo Cada Minuto informa, contudo, que ao contestar críticas do deputado Rodrigo Cunha à Saúde do governo estadual, Galba Novaes defendeu a gestão de Renan Filho, lembrando a construção do Hospital da Mulher e as UPAs e dizendo: “ “Nunca se trabalhou tanto nessas áreas (saúde e educação) quanto neste governo”.

Honraria A Assembleia Legislativa homenageou personalidades femininas na audiência pública “200 anos de Alagoas : Mulheres, Lutas e Conquistas”: Rosinha da Adefal, deputada federal (PT do B); Solange Jurema, presidente PSDB Mulher; Vanda Menezes, primeira secretária estadual da Mulher; Ana Pereira, presidente do Cedim.

Braskem O Prêmio Braskem de Jornalismo Saúde e Segurança no Trabalho será lançado, hoje, às 8h30m, na Bodega do Sertão. O evento abre o ciclo 2017 das premiações da parceria Braskem/Sindicato dos Jornalistas. As matérias devem ter sido veiculadas entre 1º de abril de 2016 e 09 de abril de 2017. Inscrições até 9 de abril.

Bichinho... De Lula, ex-presidente da República, em depoimento ao juiz Ricardo Augusto Soares Leite, da 10ª Vara Federal, do DF: “O senhor não sabe como é acordar todos os dias com medo de a imprensa estar na porta da sua casa achando que você vai ser preso. Eu não sou contra a Lava Jato. Sou contra execrar as pessoas pela imprensa.”

Se procedente, realmente, o que está sinalizado no horizonte, evidentemente, se chegou ao extremo” MARCO AURÉLIO MELLO Ministro do STF, sobre propinas destinadas a políticos com aparência de doação legal

* Michel Temer indicou Francisval Dias Mendes, primo do ministro Gilmar Mendes, do STF, para a direção da Agência Nacional de Transportes Aquaviários. Gilmar preside o TSE, que julga o pedido de cassação da chapa Dilma/Temer. Legal, mas imoral. * Entidades sindicais organizam ato durante o dia de hoje, em todo o Brasil, no chamado Dia Nacional de Greves, Paralisações e Mobilizações, em protesto contra a PEC 287/2016, da reforma da Previdência. Em Maceió, 10 horas, na Praça dos Martírios. * Hoje é o último dia do prazo para servidores estaduais ativos, inativos e pensionistas atualizarem o cadastral das suas contas-salário. Quem não se recadastrar terá suspenso o pagamento do salário, provento ou pensão. Contato: www.agendamento.sefaz.al.gov.br. * O Sebrae em Alagoas encerra hoje uma capacitação especial sobre o artesanato como oportunidade de negócio. As alunas são 22 mulheres do Projeto Fábrica da Esperança, que ensina trabalhos artísticos a reeducandas do Presídio Feminino Santa Luzia. * Em comemoração ao Dia Internacional do Consumidor, a Comissão do Direito do Consumidor da OAB/AL atenderá à população, hoje, das 10 às 22 horas, no Shopping Maceió. Os membros da comissão atenderão, gratuitamente, em regime de plantão. * O Campeonato Alagoano tem uma partida marcada para hoje, entre CSA e Coruripe, às 20 horas, no Estádio Rei Pelé. O jogo será de portões fechados, em cumprimento à punição aplicada ao CSA pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva. * Já o Murici, um dos dois representantes de Alagoas na Copa do Brasil, tem tarefa difícil hoje: pega o Cruzeiro, 21h45m, no Mineirão, precisando reverter a desvantagem da derrota de 2x0 no jogo em Murici, para poder prosseguir na competição.

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 15 DE MARÇO DE 2017 POLÍTICA

3

Procuradoria reforça legalidade de aumento Estado tem avaliado entrar com recurso para barrar acréscimo salarial na ALE ASCOM/ALE

CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

O

aumento do salário dos deputados estaduais está para ser promulgado e o Estado ainda avalia qual a melhor forma de recurso. A informação é da Procuradoria Geral do Estado (PGE) que estuda a possibilidade de entrar com uma Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) contra o aumento dos subsídios que com a promulgação da lei, passam de R$ 20.042,34 para R$ 25.322,25, um aumento de mais 26%, que será retroativo a 1º de janeiro deste ano. A reportagem da Tribuna Independente esteve ontem (14) na Assembleia Legislativa (ALE) para repercutir o assunto. De acordo com o vice-presidente da Mesa Diretora da Casa, Francisco Tenório (PMN), se a Procuradoria Geral do Estado (PGE) entender que o aumento é inconstitucional que entre com a ADI, mas acredita-se que este caso é encerrado.. “A Casa que aprovou o aumento e teve também a aprovação da Comissão de Constituição e Justiça [CCJ] vai contestar a ação. Sei que

Deputados aprovaram aumento salarial e podem ganhar, ainda este ano, mais de R$ 25 mil por mês

é um direito deles, não concordo, mas não posso proibir. Se eles [PGE] entrarem com recurso, a ALE através da sua procuradoria vai contestar” explicou Tenório. Já a procuradoria da Assembleia Legislativa tratou com ironia ao saber que a

PGE estaria estudando entrar com a ADI. “Ótimo... parabéns”, disse Diógenes Tenório, que posteriormente explicou no entendimento da procuradoria o aumento é absolutamente legal e constitucional. “Se for ajuizada alguma

ação, nós faremos a defesa”. O aumento no subsídio dos deputados deve provocar um impacto anual de R$ 1,85 milhão aos cofres do Estado. O último reajuste ocorreu em maio de 2012, quando o valor foi reajustado em 108%.

AUDITORIA

Assembleia não recebeu pedido do MPE A afirmação do presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Luiz Dantas (PMDB), de que providências estão sendo tomadas ao saber dos resultados da auditoria na folha de pagamento da ALE, vem gerando repercussões. Dantas informou que se for colocar em prática tudo o que a Fundação Getúlio Vargas constatou na folha de pagamento, nenhum servidor da Casa estaria trabalhando.

A opinião levantou suspeitas do Ministério Público Estadual, que por meio do procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça, vai solicitar uma cópia da auditoria para ter conhecimento do teor do que foi avaliado pela empresa. A reportagem da Tribuna Independente repercutuiu o assunto com o procurador da Assembleia Legislativa, Diógenes Tenório. Tenório ressaltou que

ainda não chegou nehuma requisção ou comunicado com a demanda do Ministério Público Estadual. “Não tenho conhecimento da informação. Na procuradoria não chegou ainda nenhuma requisição do Ministério Público nesse sentido. Agora, se chegar a opinião da procuradoria é que deve ser entregue. Tudo que é requisição do MPE, a ideia da Assembleia Legislativa do Estado é sempre atender e a nossa orientação é nesse

sentido. Então não haverá dificuldades a respeito disso”, argumentou o procurador da ALE. O resultado da auditoria da FGV já de conhecimento da presidência do Poder Legislativo e de alguns membros da Mesa Diretora. O presidente Luiz Dantas preferiu não expressar o que consta nos resultados da auditoria e foi elogiado por alguns parlamentares. A fala de Dantas causou repulsa em alguns servidores.

VÍTIMAS DE VIOLÊNCIA

Licença para servidores é aprovada na Câmara EDITORIA DE POLÍTICA COM ASSESSORIA

A servidora pública municipal que for vítima de violência sexual, familiar e doméstica terá direito a afastamento remunerado de suas funções. Este é o objeto do Projeto de Lei aprovado ontem pelos vereadores na Câmara de Maceió. O PL de autoria da vereadora Silvânia Barbosa (PRB) agora segue para sanção do Poder Executivo. Além desse projeto, os

parlamentares municipais também deliberaram sobre indicações e requerimentos como pavimentação de rua, por exemplo, que visam à melhoria e solução de problemas na capital alagoana. Constando da Ordem do Dia, foi aprovada indicação, em discussão única, que solicita que seja retomada a obra de reforma da Unidade de Saúde do Novo Mundo. Outra indicação pede a construção, em comum acordo com Arquidiocese de Ma-

ceió, de um Memorial que retrate as comemorações dos 300 anos de Nossa Senhora Aparecida, novamente em discussão única. Para o bairro de Jatiuca, indicação trata sobre pavimentação da Rua Cônego Antônio Firmino de Vasconcelos. No Gama Lins, requerimento solicita pavimentação e saneamento das Ruas 1, 2, 3 e 4 do Santa Helena e suas transversais. Para o Fernão Velho, o Legislativo pede a retirada

COMISSÃO

APOIOS

O senador Fernando Collor (PTC) foi aclamado ontem o presidente da Comissão de Relações Exteriores e Defesa Nacional do Senado (CRE) para o biênio 2017-2018. Em sua última passagem, no ano de 2012, participou ativamente das discussões da Rio+20, além de aprovar mais de 106 acordos internacionais. Foram realizadas 153 reuniões. Do total, 81 destinaram-se a audiências públicas, com 274 convidados participantes, entre autoridades e especialistas.

Ainda é possível acreditar em um consenso na eleição para presidência da União dos Vereadores de Alagoas (Uveal), que acontece na próxima semana. Os vereadores que apontavam para candidaturas, a exemplo de Domício Júnior (PSL), de Jequiá da Praia, partiram para apoiar o nome do PSDB à entidade, Diomedes Rodrigues. Em Maceió, os vereadores do PSDB ainda debatem alguns pontos que eles consideram divergentes sobre a eleição da Uveal. O partido, por sua vez, quer unidade.

Collor volta a presidir Relações Exteriores

Diomedes ganha reforço para Uveal

de caixa d’água enferrujada e sem utilidade, além de construção de um corrimão na Rua da Escada. Também nesta quinta-feira foi aprovada, ainda em discussão única, audiência pública para debater o tema do Passe Livre. Sobre trânsito, os vereadores aprovaram requerimento para instalação de redutores de velocidade e faixas de segurança em frente a toda as unidades de Saúde e Educação de Maceió.

Edição número 2857 - 15 de março de 2017  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you