Page 8

TRIBUNAINDEPENDENTE

8 BRASIL/MUNDO MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 11 DE JANEIRO DE 2017

Brasil

Furtada em motel por dois homens, travesti publica foto de clientes

Mundo

A travesti Dayane Larraya Rios, que trabalha como garota de programa na Praia Grande, no litoral sul de São Paulo, usou as redes sociais para expor um cliente que, segundo ela, furtou seus pertences no último domingo, um um motel, após um programa. Dayane escreveu em um post que o cliente levou sua bolsa quando ela estava no banheiro. “Ele me pagou, mas quando eu fui ao banheiro, ele levou a minha bolsa com todos os meus pertences e me trancou no motel. Quem puder compartilhar o perfil dele eu agradeço, porque o infeliz pediu para adicioná-lo no Facebook e ainda me roubou. Que bonito”, desabafou. A estratégia deu certo. De acordo com Dayane, a família do cliente entrou em contato com ela e afirmou que vai devolver o valor furtado. Por isso, a travesti apagou todos os posts referentes ao caso nas redes sociais. E também decidiu não registrar boletim de ocorrência.

Surto da urina preta assusta moradores de Salvador

CORRUPÇÃO

Governo do Amazonas afasta diretor de presídio

Sobe para 52 número de pessoas infectadas até o dia 5 deste mês

S

ubiu para 52 o número de pessoas infectadas pela doença misteriosa que provoca dores musculares intensas e deixa a urina preta, em Salvador, na Bahia. A Secretária de Saúde do Estado confirmou ontem (10) o aumento dos casos quem vem sendo acompanhados desde do início de dezembro de 2016. Até então a misteriosa doença só se manifestou em pessoas no estado baiano, os pacientes foram diagnosticados em Salvador, Lauro de Freitas e Vera Cruz. De acordo com o portal de notícias online G1, os casos foram registrados entre o dias 14 de dezembro e 5 de janeiro deste ano e vem intrigando os médicos de todo o estado nsuportável. Os principais sintomas desta doença misteriosa são as dores musculares intensas relatadas pelos pacientes e a urina preta. Os novos casos da doença ainda sem identificação foram registrados

em Salvador. Os casos estão sendo acompanhados com atenção com a Diretoria de Vigilância Epidemiológica (Divep), os pacientes estão sendo tratados a princípio com medicamentos que são utilizados em aqueles que apresentam o quadro de “mialgia (dor) aguda a esclarecer. Vale ressaltar que um dos pacientes que ficou em estado mais grave, apresentou o quadro de insuficiência renal.Entre as muitas suspeitas do que vem provocando a doença da “urina preta”, é o consumo de um tipo específico de peixe. O infectologista Antônio Bandeira, que acompanhou 12 casos da doença da “urina preta” em um hospital particular de Salvador, acredita que a infecção pode estar relacionada ao consumo de um certo tipo de peixe.De acordo com o especialista a doença pode ser causada pela toxina ou por um vírus presente na carne de algumas espécies de peixes de água salgada.

Urina tem uma cor escura em nova doença que viraliza em Salvador

ONU

Novo secretário-geral quer prevenir guerras - O novo secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pediu ontem ao Conselho de Segurança que tome mais ações para prevenir conflitos em vez de apenas responder a eles, à medida que se comprometeu em fortalecer a capacidade de mediação do órgão mundial.“A ONU foi estabelecida para prevenir a guerra ao unir-nos em uma ordem internacional baseada em regras. Hoje, esta ordem está sob grave ameaça”, disse Guterres em sua primeira fala ao Conselho desde que assumiu o cargo em 1º de janeiro. Guterres, ex-primeiro-ministro de Portugal e ex-chefe de refugiados da ONU, disse que muitas oportunidades para evitar conflitos foram perdidas devido à falta de confiança entre Estados e por preocupações sobre soberania nacional.

O governador do Amazonas, José Melo, afastou do cargo, por tempo indeterminado, o diretor interino do Complexo Penitenciário Anísio Jobim (Compaj), José Carvalho da Silva. A sanção administrativa foi decidida depois que veio a público a informação de que, semanas antes da chacina que vitimou pelo menos 56 presos da unidade, dois detentos tinham denunciado à Justiça estadual que diretores do presídio recebiam dinheiro de organizações criminosas para permitir a entrada de armas, drogas e celulares na unidade. Segundo a Secretaria de Comunicação do Amazonas, Silva permanecerá afastado até que os fatos sejam esclarecidos. Se ao fim da apuração as denúncias forem confirmadas, ele poderá ser exonerado e processado. Segundo a Defensoria Pública do Amazonas, 19 dias antes da chacina em que 56 presos do Compaj foram assassinados por outros internos, os presidiarios Alcinei Gomes da Silveira e Gezildo Nunes da Silva entregaram à Defensoria duas cartas escritas à mão em que afirmavam estar receben-

do ameaças de morte e temer por suas vidas, já que, segundo eles, presos ligados a facções criminosas que subornavam os diretores tinham acesso a armas, drogas e celulares. Eles são corruptos e recebem dinheiro da facção criminosa, facilitando a entrada de drogas e celulares e [também] a última fuga no Compaj”, escreveu Alcinei, referindo-se a diretores da unidade prisional. Ainda de acordo com a defensoria, cópias das duas cartas foram anexadas ao processo de Gezildo, no dia 14 de dezembro, para conhecimento do juiz Luís Carlos Valois, titular da Vara de Execuções Penais. O defensor público Arthur Sant’anna Ferreira Macedo, apontou a gravidade das denúncias para pedir que Gezildo fosse transferido para o Centro de Detenção Provisória (CDP) como forma de o Estado protegê-lo e assegurar sua integridade física. Como o Poder Judiciário entrou em recesso seis dias depois, em 20 de dezembro, o pedido não foi analisado. Gezildo e Alcinei foram mortos entre o dia 1º e 2 de janeiro.

MIGRAÇÃO

Alemanha acorda regras mais duras

Os ministros do Interior e da Justiça da Alemanha, representando os dois blocos da coalizão de governo da chanceler Angela Merkel, acordaram ontem medidas mais duras para as pessoas que buscam asilo cujos documentos não estão em ordem ou que são consideradas uma ameaça à segurança. O ministro do Interior, Thomas de Maiziere, e o da Justiça, Heiko Maas, resolveram endurecer as regras de segurança depois do ataque ao mercado de Natal em Berlim, no qual um tunisiano que não havia conseguido asilo matou 12 pessoas. “Nós acordamos a introdução da residência mandatória. Em termos para leigos: exigências mais estritas de domicílio para os que buscam asilo que foram ambíguos em relação as suas identidades”, disse Maiziere, do partido conservador de Merkel, à imprensa. “Em segundo lugar, vai ser agora mais fácil deter pessoas para deportação”, acrescentou ele, depois do encontro com Maas, integrante do grupo social-democrata, parceiro na coalizão de governo.

Edição número 2814 - 11 de janeiro de 2017  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you