Page 14

14

ESPORTES

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 11 DE JANEIRO DE 2017

Esportes

TRIBUNAINDEPENDENTE

CRB já trabalha com elenco completo e reforço pode ser anunciado hoje O presidente Marcos Barbosa esteve em São Paulo, junto com membros do departamento de futebol, para tentar fechar a contratação de um meio-campo de criação para o CRB. O nome pode ser confirmado hoje. Em campo, o técnico Léo Condé já trabalha com o grupo completo. O atacante Mailson chegou e o meia João Paulo Penha está trabalhando com bola. Um esboço do time titular que vem treinando forma com Juliano, Marcos Martins, Gabriel, Flávio Boaventura e Diego, Adriano, Jocinei, Sérgio Mota e João Paulo Penha; Maxwell e Neto Baiano.

CSA faz segundo teste contra o Confiança Diretoria do Azulão do Mutange espera boa presença da torcida no amistoso hoje, às 20h, no Estádio Rei Pelé

A

torcida do CSA se reencontra hoje com seu time. Às 20h o Azulão encara o Confiança no Estádio Rei Pelé, no segundo amistoso entre as equipes. Sábado passado o time marujo venceu por 1x0. O técnico Oliveira Canindé deve contar com todo elenco. A preparação do CSA será fechada com um teste diante do CSE no dia 14 de janeiro. A escalação titular deve ter Mota; Celsinho, Leandro Souza, Douglas Marques e Rafinha; Panda, Everton Heleno, Geovani, Thiago Potiguar (Daniel Cruz) e Cleyton; Luís Soares. O grupo todo confia muito no trabalho de Canindé. “Ele respeita bastante os jogadores que tem e isso é importante para o jogador, a tranquilidade que o treinador passa, para que a gente fique bem focado dentro de campo para fazer o melhor,

para a gente trazer o objetivo. Espero que eu possa ajudar a minha equipe e ele também, que confiou no meu trabalho”, disse Potiguar. Segundo a assessoria de comunicação do clube, os bilhetes para os setores de arquibancada alta e cadeiras custam R$ 15 e R$ 30, respectivamente. Os planos do programa sócio torcedor, a princípio, não estariam valendo para esse amistoso. Mas após reclamação da torcida, o CSA voltou atrás e informou que os associados adimplentes terão acesso normal ao setor das respectivas categorias. O setor de arquibancada baixa não será aberto para o jogo desta quarta. “Será mais um momento importante para que possamos analisar nosso grupo. Todos precisam mostrar empenho”, justificou Canindé em coletiva. ASCOM CORINTHIANS

REPRODUÇÃO TV

Jogadores do CSA comemoram o gol de Jean no primeiro amistoso do time contra o Confiança no último final de semana em Aracaju

VETERANO

UOL

Grêmio confirma contratação do lateral Léo Moura

Corinthians não consegue ter lucro com a Arena Itaquera

PREJUÍZOS

Corinthians se arrepende de ter construído Arena Itaquera “Alerta ligado, sem dúvida”. Foi essa a conclusão de um estudo realizado pelo Itaú BBA sobre as contas do Corinthians nos nove primeiros meses de 2016. A despeito de ter amealhado R$ 74 milhões com negociações de atletas e outros R$ 100 milhões em luvas relacionadas ao contrato de direitos de mídia, o time alvinegro encerrou o período em uma situação menos alentadora do que o panorama do início do ano. E, em parte, a responsabilidade por isso é da Arena Corinthians, estádio construído na zona leste de São Paulo e que recebeu a abertura da Copa do Mundo. “A arena foi um erro. Claramente um erro”, avaliou Cesar Grafietti, executivo do Itaú BBA responsável pela condução do estudo. “Houve certa megalomania. Se o custo do estádio fosse aceitável, isso seria bom para o bolso do Corinthians. Com uma estimativa que passa de R$ 1 bilhão, aí fica inviável”, completou. Erguida pela construtora Odebrecht em Itaquera,

a Arena Corinthians tem capacidade para pouco mais de 48 mil espectadores. O equipamento estava orçado originalmente em R$ 820 milhões, mas a estimativa subiu para R$ 985 milhões em 2014 e atualmente está na faixa de R$ 1,64 bilhão. O modelo de negócio do Corinthians era baseado no primeiro montante. O clube usaria CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento, impostos municipais em forma de papel que podem ser comercializados) para custear R$ 420 milhões. Outros R$ 400 milhões oriundos de um financiamento do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) seriam bancados com receitas da própria arena (bilheteria, venda de produtos e contratos de patrocínio, por exemplo). O pior para a torcida do Corinthians é que a arena foi deficitária num ano em que o Corinthians vinha de título nacional, disputou a Copa Libertadores e tinha perspectiva de remontagem de elenco.

O Grêmio anunciou oficialmente a contratação de Léo Moura. Conforme o UOL Esporte já havia noticiado, o jogador assinou contrato até o final de 2017 e chega com aval de Renato Gaúcho e do coordenador técnico Valdir Espinosa. A apresentação do lateral direito ainda não tem data marcada. Aos 38 anos, Léo Moura chega livre após ficar sem contrato com o Santa Cruz. Ele atuou em 33 das 38 partidas do time pernambucano no Brasileirão do ano passado. E agradou ao Grêmio pela condição negocial, relação com a comissão técnica e experiência. Na chegada a Porto Alegre, Léo Moura citou a Copa Libertadores como uma das motivações para o acerto com o Grêmio. “É o título que falta para mim. Ganhei muito no Flamengo, mas me falta a Libertadores. É uma oportunidade que Deus coloca na minha vida com 38 anos, de conquistar a Libertadores, quem sabe será o título da minha vida”, disse. A contratação foi indicada por Renato Gaúcho e Valdir Espinosa. Após o sinal, o Grêmio negociou diretamente com o jogador. “Alô, torcida do Grêmio. Léo Moura na área. Primeiro quero agradecer a vocês o carinho, já recebi inúmeras mensagens e pode ter certeza que serei mais um guerreiro imortal e farei de tudo para conquistar títulos com apoio de vocês”, disse Léo Moura em vídeo divulgado pelo Grêmio pouco depois do anúncio oficial. Até aqui, o Grêmio concretizou três negociações no mercado. Michel, volante ex-Atlético-GO, Léo Moura, ex-Santa Cruz, e Gabriel Fernández. O atacante uruguaio desembarca nesta terça-feira em Porto Alegre assinar contrato e ser anunciado oficialmente. Aos 22 anos, ele chega após se destacar no Racing-URU.

Alemanha faturou a Copa do Mundo no Brasil 2014 e terá trabalho para buscar mais uma taça

OVERDOSE DE JOGOS

Fifa confirma Copa do Mundo com 48 seleções em 2026 Novo formato não altera número de datas e estádios A nova Copa do Mundo, a ser disputada por 48 seleções a partir de 2026, terá uma overdose de partidas nos primeiros dias de disputa. O novo formato do Mundial não vai alterar o número de estádios (12), nem sua duração (32 dias), e nem o número de jogos dos finalistas (7). Mas vai aumentar o número de jogos dos atuais 64 para 80. A Fifa confirmou a mudança de maneira oficial ontem. “O Conselho Fifa decidiu unanimemente por uma Copa do Mundo com 48 times a partir de 2026: 16 grupos de três times”. anunciou no Twitter. As 48 seleções serão divididas em 16 grupos de três times. Os dois melhores de cada chave avançam ao mata-mata. Os 32 então viram 16, que se enfrentam em oitavas de final e assim por diante. Os grandes clubes europeus são frontalmente contra o inchaço da Copa -

batalha que está perdida. Para acomodar tanto jogo em tão pouco tempo, a Fifa espremeu a fase de grupos e a primeira fase eliminatória: serão 48 jogos em 12 dias - ou seja, quatro por dia. No novo formato, serão quatro jogos por dia nos primeiros 15 dias de Copa (60 no total), e a primeira pausa será apenas no 21º dia de competição. No atual, são disputadas 25 partidas no mesmo período de 15 dias e então há a primeira pausa. Essas informações fazem parte de um documento enviado pela Fifa para as confederações continentais, no qual estão detalhadas as propostas de inchaço da Copa do Mundo. O GloboEsporte.com teve acesso ao relatório, de 64 páginas. A Fifa vê dois problemas “esportivos” no novo formato: o tempo de descanso entre os times na primeira fase fica desequilibrado, e a decisão da fase de grupos não

ocorre em jogos simultâneos (pelo número ímpar de componentes de cada chave). Para essa segunda questão, a Fifa levanta uma possibilidade: disputa de pênaltis ao final de cada partida como uma forma de evitar empates. Desta forma, todos os classificados seriam decididos por pontos conquistados e não por outros critérios -- como saldo de gols, por exemplo. Eventuais mudanças no regulamento, como esta disputa de pênaltis em todos os jogos, só serão discutidas mais para a frente. A sede (ou as sedes) da Copa de 2026 será decidida em 2020. A América do Sul deve ter seis vagas diretas na Copa, com mais uma na repescagem (atualmente são quatro mais uma). Essa divisão para cada continente ainda pode sofrer alterações, mas houve um acordo prévio entre as seis confederações do planeta.

Edição número 2814 - 11 de janeiro de 2017  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you