Issuu on Google+

TRIBUNAINDEPENDENTE

CidadesemFoco ROBERTO BAIA robertobaiabarros@hotmail.com

Pagou salários

O

lha aí uma boa notícia: O presidente da Agremiação Sportiva Arapiraquense (ASA), radialista Nelson Filho, anunciou nesta terça-feira (10) o pagamento dos salários dos jogadores, comissão técnica e funcionários da temporada 2017. O pagamento é referente aos dias trabalhados pelos profissionais no mês de dezembro.O pagamento dos salários é importante para que os atletas, comissão técnica e funcionários do clube trabalhem despreocupados e cumpram com suas tarefas diárias. O torcedor também é peça importante para esse processo, aderindo ao programa de sócio do clube, o torcedor terá vantagens, assistirá aos jogos da equipe em qualquer local do estádio e ainda ajudará o time a manter os compromissos em dia.

Jogo treino No próximo domingo (15), o ASA realiza seu último jogo treino da prétemporada. A partida será realizada às 15h, no estádio Municipal Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca. A estreia no Campeonato Alagoano será dia 22 contra o CEO, no estádio municipal de Arapiraca.

Maragogi O município de Maragogi busca alternativas de emprego e renda para a juventude da cidade e por isso buscou informações junto a Secretaria do Trabalho do Governo do Estado, na expectativa de produzir parcerias que assegurem o mercado de trabalho para a clientela em foco. Por isso, o prefeito vai criar na cidade uma Secretaria de Trabalho Emprego e Renda.

Ajuda do governo Ao governo do Estado o prefeito pediu apoio para a estruturação da pasta, bem como para a implementação de futuros programas de qualificação de mão de obra. O governo estadual determinou a agilização do termo de cooperação, consciente de que parceria com a Prefeitura de Maragogi é fundamental para dar as respostas que os dois lados estão buscando, na direção do desenvolvimento da economia alagoana.

Metas da saúde Com informações da ASCOM/AMA: Ao apresentar as metas da Saúde para os prefeitos que assumiram este mês o mandato, a secretária Rozangela Wyszomirska reconheceu a necessidade de uma discussão mais ampliada sobre a revisão de recursos. Prefeitos e secretários garantem que, sem a ajuda do Estado, não têm como avançar mais na atenção básica. Hoje, os municípios respondem por até 80% dos investimentos no primeiro atendimento.

Nova reunião A partir do dia 24 de janeiro, na décima Regional, até 07 de fevereiro, em Maceió, a secretária pretende se reunir com prefeitos e secretários das 10 regionais para avaliar o que está sendo feito e como os casos pontuais poderão ser resolvidos.

Novo parâmetro Um guia, com um conjunto de informações básicas distribuídos pela Sesau vai funcionar como parâmetro para que os municípios possam ter as características específicas do SUS na cidade. Entre os indicadores está o registro de nascimentos e óbitos, as doenças e agravos registrados nos municípios, os indicadores de vacinação, a Hemorrede, as equipes de atenção primária, de média e alta complexidade, da atenção materno-infantil, da vigilância sanitária e as ações da vigilância na saúde do trabalhador. Também constam informações sobre as unidades hospitalares geridas pela Sesau, dados como estão estruturadas as redes de atenção à saúde como a rede de Urgência e Emergência, a rede de Atenção Psicossocial e a rede de Cuidado à Pessoa com Deficiência.

Direitos humanos Com informações da Assessoria de Comunicação do MP/AL - Com a finalidade de articular uma campanha integrada pela defesa dos Direitos Humanos e de promoção à Cidadania, o procurador-geral de Justiça, Alfredo Gaspar de Mendonça Neto, e os promotores de Justiça Marluce Falcão, José Antônio Malta Marques e Luiz Medeiros estiveram reunidos, na manhã de terça-feira (10), com representantes de instituições estaduais e federais na sede do Ministério Público do Estado de Alagoas (MPE/AL).

Estavam presentes Participaram da reunião a secretária de Estado da Prevenção à Violência, Esvalda Bittencourt; a secretária de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos, Cláudia Simões; a secretária adjunta de Segurança Pública, Luci Mônica Rabelo; a delegada dos Crimes Contra a Criança e o Adolescente, Adriana Gusmão Moreira; o superintendente da Polícia Rodoviária Federal Regional Alagoas, Remi Gomes de Alcântara e, o coordenador da Operação Policial Integrada Litorânea (Oplit), Alfredo Presser.

Convidou instituições O procurador-geral de Justiça iniciou o encontro convidando todas as instituições a fazerem parte da iniciativa, em um esforço conjunto para o resguardo da garantia dos direitos fundamentais dos cidadãos e, em especial, para o combate à exploração sexual de crianças e adolescentes e ao turismo sexual. À frente da campanha, a promotora de Justiça Marluce Falcão apresentou o projeto aos presentes e reforçou a necessidade de ações conjuntas entre as instituições das esferas da Justiça e do Poder Executivo em Alagoas.

... A Federação Nacional dos Jornalistas (Fenaj) vai lançar, esta semana, o Relatório da Violência contra Jornalistas e Liberdade de Imprensa 2016. O levantamento da Fenaj, feito em parceria com os Sindicatos de Jornalistas, aponta um crescimento de 17,52% no número de casos de agressões, em relação ao ano anterior. .... O relatório da Fenaj mostra os perrengues que a categoria enfrente por exercer a profissão. A estimativa nacional também citará números de profissionais alagoanos que foram vítimas de calúnias, difamações e ameaças, em sua maioria por parte de políticos que não queriam ser atingidos. .... Além disso, os dados relativos ao balanço de 2016 registram dois casos de assassinatos de jornalistas no exercício da profissão e cinco assassinatos de outros comunicadores, que são citados para registro, mas não são somados aos números totais de casos de violência contra jornalistas.

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 11 DE JANEIRO DE 2017

ECONOMIA 13

Quartos de hotéis de AL entre os 10 melhores do Brasil Site Trivago premiou diversos estabelecimentos do País por categoria

O

site de avaliações Trivago premiou os meios de hospedagem nacionais de acordo com as avaliações feitas pelos visitantes que se hospedaram em hotéis e pousadas cadastrados em portais de todo o mundo. Entre os premiados, estão quatro alagoanos: o Best Western Premier e o Meridiano, em Maceió; o Camurim Grande, em Maragogi; e a Pousada do Toque, em São Miguel dos Milagres. Uma dos aspectos levados em consideração pelos turistas ao viajar é a qualidade do meio de hospedagem. Diante disso, o site criou a premiação Trivago Awards, que reuniu e analisou mais de 175 milhões de avaliações de hotéis disponíveis em websites do mundo inteiro, para chegar à lista dos 10 melhores hotéis em diferentes categorias. Os empreendimentos alagoanos foram indicados na categoria Melhor Quarto, que considerou as avaliações dos hóspedes baseadas nas instalações, na vista, na decoração e na higiene dos quartos. Para conferir a lista completa, basta acessar: http:// room5.trivago.com.br/. MARAGOGI Ao entender a importância de um órgão que promova programas de qualificação, estimule o desenvolvimento socioeconômico e dialogue

DIVULGAÇÃO

Empreendimentos alagoanos foram indicados na categoria Melhor Quarto por avaliações de hóspedes

com empregados e empregadores, a nova gestão do município de Maragogi pretende criar a Secretaria Municipal do Trabalho. Para isso, um grupo de gestores daquele município visitou o secretário de Estado do Trabalho e Emprego, Sérgio Figueiredo, para solicitar apoio técnico na construção do novo órgão e a implementação de futuros programas já executados na Secretaria de Estado do Trabalho e Em-

prego (Sete). “Estamos aqui para trocar ideias e construir essa ponte com os técnicos do Estado, a fim de que possamos criar um órgão que facilite o desenvolvimento de políticas públicas de trabalho, emprego e qualificação profissional”, disse a primeira-dama e futura secretária municipal do Trabalho, Márcia Regina Fidélis. Para Figueiredo, a Secretaria do Trabalho está

disposta a avançar nessa parceria por entender, entre outros fatores, a importância de ter um órgão municipal alinhado com o mesmo objetivo e metas. “Já determinei a equipe para agilizar o termo de cooperação. Com a futura secretaria e o fortalecimento do Sine, certamente Maragogi vai gerar oportunidades para todos, incrementando assim a vocação turística da região”, declarou Figueiredo.

RURAL LEGAL

Programa legaliza títulos de terras Em mais uma reunião de entendimento, representantes do Tribunal de Justiça, Governo de Alagoas e Associação de Notários e Registradores de Alagoas (Anoreg) participaram de um encontro para o alinhamento do Programa Rural Legal, que será assinado na segunda-feira (16), pelo governador Renan Filho; presidente do TJ/AL, Otávio Leão Praxedes, e com o presidente da Anoreg, Rainey Marinho. Pelo convênio, será possível a regularização do registro de títulos de terras de 466 pequenos produtores rurais de Alagoas. Inicialmente, serão entregues os títulos regularizados dos municípios de Paulo Jacinto, Flexeiras, Pindoba, Murici e Joaquim Gomes.

O secretário de Estado da Agricultura, Álvaro Vasconcelos, reconhece que a parceria do Governo de Alagoas, por meio da Seagri e do Iteral, com o Tribunal de Justiça de Alagoas e a Anoreg, além da representatividade, vai dar mais transparência no processo de distribuição de títulos com o registro legalizado de terras. A previsão é que em março deste ano seja feita a entrega desta primeira leva de títulos de terras já registrados. Serão beneficiados pequenos produtores dos municípios de Murici, Joaquim Gomes e Flexeiras. Para o desembargador Tutmés Airan, a ideia do governo estadual de dar lega-

lidade às pequenas propriedades rurais, com os títulos de registros, é de um alcance social significativo porque são famílias que não tem condições financeiras de registrar suas terras. “Em posse dos títulos regularizados das terras, os pequenos produtores rurais terão oportunidade de obter linhas de créditos e acesso aos programas federais”, assegura o secretário Álvaro Vasconcelos. ITERAL Lideranças do Movimento dos Trabalhadores e Trabalhadoras Livremente Associados (Via do Trabalho) estiveram, na segunda-feira (9), na sede do Instituto de Terras e Reforma Agrária de Alagoas (Iteral), para dialogar sobre

as terras da Usina Guaxuma, cujo processo encontra-se em tramitação. O diretor-presidente Jaime Silva ressaltou que a área precisa ser imediatamente desocupada. “Na primeira semana útil de fevereiro, as lideranças deverão apresentar a lista com os dados dos proprietários e o Iteral verificará se essas pessoas se enquadram nas regras do crédito fundiário. Nessas terras, também tem a situação de algumas famílias que possuem questões trabalhistas e a massa falida da usina precisa se posicionar e resolver. E enquanto a área não for desocupada, o processo ficará parado, porque tem pessoas alheias que estão interferindo e querem se beneficiar”, explicou.


Edição número 2814 - 11 de janeiro de 2017