Page 3

TRIBUNAINDEPENDENTE

Conjuntura

FLAVIO GOMES DE BARROS - flaviogomesdebarros55@gmail.com

“Atentados” estranhos

P

ortal “Diário do Poder”: “Opositores do PT chamam a atenção para o fato de Lula ser alvo de alguma forma de suposto ‘atentado’ sempre que enfrenta maus bocados. No começo de agosto de 2015, quando o ex-presidente enfrentava graves denúncias em operações como a Lava Jato, uma bomba foi jogada de um carro em movimento contra o portão do Instituto Lula, durante a madrugada, quando não há ninguém no local. Não houve estragos, nem feridos. Apenas barulho. Esse suposto atentado nunca pôde ser confirmado pelas autoridades que o investigaram. Em outra ocasião, também em maio de 2017, o PT reclamou de rojões atirados contra um acampamento de apoio a Lula, na ocasião ainda sem sentença condenatória por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Rojões também teriam sido usados em outro ‘atentado’ à sede do PT. Como em todos os casos, jamais houve feridos e nem sequer danos materiais. Mas serviram como uma luva à suposta intenção de desviar o foco e vitimar não apenas Lula como o partido. Opositores do PT destacam que em todos os episódios envolvendo protestos contra Lua, na visita que ele faz a Estados do Sul, foram vistas armas apenas na cintura e nas mãos de seguranças do ex-presidente. A Polícia Civil promete investigar e chegar aos autores, tendo sido o atentado real ou simulado.”

Conversa mole Lula e seus defensores, inclusive em Alagoas, rotulam de “fascistas” aqueles que ousam se insurgir contra os malfeitos petistas. Falam até em “complô” para prender seu ídolo maior. Antes era só o juiz Moro. Agora incluem Polícia Federal, Ministério Público e até magistrados nomeados pelos governos do PT para tribunais.

Palpite Com experiência de 6 mandatos de deputado federal, José Thomaz Nonô, presidente do DEM/AL, arrisca sobre o julgamento de hoje no STF: Rosa Weber vai fazer 6x1 pró Lula. Nonô diz que a culpa é do Senado, que aprova ministros sem notável saber jurídico nem reputação ilibada, a exemplo de Toffoli e Levandowski.

MACEIÓ - QUARTA-FEIRA, 4 DE ABRIL DE 2018 POLÍTICA

Quatro deputados já deixaram os seus partidos Outras mudanças de legendas devem ocorrer nesta reta final em que está vigorando a janela partidária CARLOS VICTOR COSTA REPÓRTER

A

três dias de encerrar o prazo para os políticos com mandato trocarem de legenda, sem o risco de sofrer punições, no período conhecido por “janela partidária”, algumas filiações vêm sendo consolidadas e outras devem ocorrer até o último minuto da próxima sexta-feira (6). Na Assembleia Legislativa do Estado (ALE), a expectativa ainda é de que podem ocorrer mais mudanças. Até o momento, apenas quatro deputados trocaram de partidos. Inácio Loiola deixou o PSB e filiou-se ao PDT. Já Léo Loureiro saiu do PPL e embarcou no Progressistas. O parlamentar arapi-

raquense, Severino Pessoa trocou o PSC pelo PRB e Carimbão Júnior sai do PHS e vai para o Avante. Outro deputado que deve mudar de sigla até a sextafeira (6) é o líder do governo na Casa Legislativa, Ronaldo Medeiros, atualmente no MDB. O deputado deve se filiar ao PCdoB. A informação foi dada pela ex-presidente do partido em Alagoas, Cláudia Petuba. A reportagem da Tribuna Independente procurou o parlamentar para que ele comentar sobre o assunto, mas esquivou-se de confirmar sua ida às fileiras comunistas. A reportagem apurou que além destas mudanças, outros parlamentares estão prontos para assinar a filiação em outras legendas. São

Ponderação

os casos de Jairzinho Lira, que pode deixar o MDB, mesma situação de Thaise Guedes. A saída dos dois significa tranquilidade para ambos poderem disputar a eleição, já que há o risco do chapão governista ficar “pesado”. A situação do deputado Marquinhos Madeira é diferente. Ele permanece no MDB, mas não será candidato. Quem vai disputar uma das vagas na Assembleia Legislativa é seu pai, o ex-prefeito de Maragogi, Marcos Madeira. Ele saiu do partido do governador Renan Filho e filiou-se ao PRTB. Madeira disputou a eleição de prefeito em 2015 e acabou sendo derrotado pelo atual gestor, Fernando Sérgio Lira. ASCOM/ALE

Alfredo Gaspar de Mendonça Neto admitiu, fez insinuações nas redes sociais, mas ao que parece não irá concorrer ao Senado na eleição deste ano. Seu maior problema, e que deve estar influindo muito, não é ter de deixar o cargo de Procurador Geral de Justiça: teria também de pedir demissão dos quadros do Ministério Público.

Garantia O deputado federal Marx Beltrão, ainda ministro do Turismo, garante que os R$ 757 milhões que conseguiu de investimentos para Alagoas no exercício do cargo têm aplicação garantida. Os recursos estão disponíveis, sem risco de contingenciamento. O mesmo acontece com os recursos liberados para outros Estados.

Alívio Após 33 anos no Partido dos Trabalhadores, do qual foi fundador e pelo qual exerceu mandatos de vereador e deputado estadual, o engenheiro Judson Cabral se filiou ao PDT pra tentar voltar à Assembleia Legislativa. Judson passou a ser corpo estranho no PT desde que o partido jogou no lixo o discurso de ética e moralidade.

Modernidade Desde ontem e até 9 de maio eleitores transexuais e travestis poderão solicitar a inclusão de seu nome social e atualizar a identidade de gênero para votar em 7 de outubro. Interessados (as) devem procurar qualquer cartório eleitoral dentro desse prazo para que possam ser providenciadas as alterações no seu título.

Suspeição Jornalista Vicente Limongi Netto, no portal “Diário do Poder”, sobre a benevolência do Supremo Tribunal Federal em relação ao ex-presidente Lula: “Fica a forte impressão entre os brasileiros que os ministros da Suprema Corte têm pavor se determinado dia Lula abra o bico e dane-se a falar coisas dos ministros”.

O STF, que pôs lenha na fogueira, agora pede ‘serenidade’ à população” LEONARDO SAKAMOTO Jornalista, sobre a tensão do novo julgamento do ex-presidente Lula

* General Luiz Gonzaga Schroeder Lessa em entrevista ao “Estadão”: “Se acontecer tanta rasteira e mudança da lei, aí eu não tenho dúvida de que só resta o recurso à reação armada. Aí é dever das Forças Armadas restaurar a ordem.” * A Seja Digital vai fazer hoje o primeiro sorteio de prêmios, inclusive um de R$ 2 mil, para quem se habilitar a receber kits gratuitos de migração do sinal analógico de televisão para digital. Inscrição em sejadigital.com. br/concorra ou ligar no 147. * Para celebrar o Dia Mundial da Saúde, que acontece no dia 7 de abril, a Pró-reitoria de Gestão de Pessoas e do Trabalho da Ufal realiza, hoje e amanhã, atividades com o tema Saúde para todos. A partir das 8 horas, com a tenda de prevenção à saúde bucal. * Também por conta do Dia Mundial da Saúde a Biblioteca Pública Estadual Graciliano Ramos realiza hoje o ‘Simbora Relaxar’, para promover saúde física e mental. Serão oferecidas aulas de yoga e meditação, além de massoterapia. A partir das 9 horas. * A Universidade Federal de Alagoas está com inscrições abertas para o cargo de técnico-administrativo em Educação. Ao todo, existem 14 vagas para os níveis médio e superior, com salários que chegam a R$ 4.180,66, além de diversos benefícios. * O Arapiraca Garden Shopping abriu espaço para a cultura, visando estimular o hábito da leitura entre crianças, jovens e adultos, com mais uma edição da Feira de Livros, que está localizada na praça. A Feira de Livros Jodane segue até o dia 28 de maio. * O ASA pode garantir hoje a terceira colocação no Campeonato Alagoano, pois só precisa empatar contra o Coruripe (venceu o primeiro jogo por 2x1). A partir das 20 horas, no Estádio Municipal de Arapiraca. Se conseguir, estará na Copa Nordeste 2019.

Léo Loureiro, Inácio Loiola e Severino Pessoa estão filiados a outras legendas com vistas às eleições

3

ESPAÇOS

“Haverá chapa de oposição”, diz Loureiro À reportagem da Tribuna Independente, o deputado Léo Loureiro falou da sua ida para o Progressistas. O principal motivo para sua mudança, segundo o parlamentar, foi o fato da sua nova sigla abrir um espaço para o trabalho da pessoa com deficiência. “É a bandeira que eu carrego e nessa bandeira com o apoio de um partido de grande porte, a gente pode fazer um trabalho e consequentemente chegar a uma ajuda melhor a pessoa com deficiência”. Questionado se a falta de um candidato da oposição poderia atrapalhar seus planos, como também dos candidatos do Progressistas, Léo garantiu que haverá uma chapa oposicionista. “Eu acredito que a oposição vai ter um nome viável para o processo. É importante para própria democracia que tenha. O PP hoje tem um nível de candidatos fortes. A gente briga aí para ter quatro vagas só do PP na Assembleia. É claro que não é saudável e nem prazeroso ouvir o não do então prefeito Rui Palmeira [PSDB] na desistência de uma pré-candidatura, porém o processo está se consolidando e eu tenho certeza que vai ter uma boa chapa de oposição” relatou o parlamentar ao comentar sobre as eleições com a Tribuna. Lembrando que o PP em Alagoas é comandando pelo senador Benedito de Lira, bem como por seu filho, o deputado federal Arthur Lira. LEI A legislação eleitoral estabelece que os parlamentares só podem mudar de legenda nas seguintes situações: incorporação ou fusão do partido; criação de novo partido; desvio no programa partidário; e grave discriminação pessoal. Mudanças de partido sem essas justificativas podem levar à perda do mandato. Mas, desde 2015, está em vigor a possibilidade de janela partidária, que acontece nos 30 dias que antecedem o último dia de prazo para a filiação partidária, ou seja, a seis meses antes da eleição. (C.V.C.)

MINISTÉRIO

Deputado destaca passagem de Quintella EDITORIA DE POLÍTICA COM ASSESSORIA

Em pronunciamento durante a sessão ordinária de terça-feira, 3, o deputado Isnaldo Bulhões (MDB) destacou a atuação do deputado federal Maurício Quintella (PR) durante os 22 meses que esteve à frente do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil. Quintella deixou o governo de Michel Temer, no último dia 29, para poder disputar as eleições deste ano. De acordo com Isnaldo Bulhões, seria injusto não fazer um registro sobre o trabalho realizado pelo alagoano à frente do Ministério. “É bem visível seu empenho e trabalho, além de inúmeros benefícios levados ao Brasil, como a instalação do Programa Avançar, a retomada de inúmeras obras nos quatro cantos do nosso País, a atenção mais do que especial que o (ex) ministro teve durante os 22 meses à frente da pasta, que é uma das mais importantes da federação”, disse Isnaldo Bulhões, ressaltando a atenção dada por Quintella ao Nordeste brasileiro e em especial ao Estado de Ala-

goas. “Portanto, passar em branco nos anais desta Casa seria uma grande injustiça ao deputado Maurício Quintella durante esse período”, justificou o parlamentar, argumentando que foi durante a gestão de Quintella que uma das mais importantes obras do Nordeste, a duplicação da BR 101. “A duplicação desse eixo viário de mais de mil quilômetros, que nasce em Natal e termina em Feira de Santana, interligando 69 municípios, seis capitais estava praticamente paralisado e foi reativado a partir do momento que o deputado Maurício assumiu o ministério e colocou lá no Governo Federal como prioridade”, contou Isnaldo Bulhões. O parlamentar seguiu o pronunciamento enumerando a realização ou retomadas de obras que estavam paradas e que vieram a beneficiar o Estado de Alagoas. Ele cita como exemplo, a dragagem do Rio São Francisco, a reativação dos aeroportos de Penedo, Arapiraca e Maragogi, a requalificação do Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares. “Fazendo com que o aeroporto fosse requalificado, rece-

bendo novos voos além da implantação da política de interiorização da aviação”, completou Isnaldo Bulhões. Em aparte, os deputados Inácio Loiola (PDT), Bruno Toledo (PROS) e Dudu Hollanda (PSD) parabenizaram e ratificaram as palavras de Bulhões, ressaltando ainda a passagem do deputado Marx Beltrão (MDB) no Ministério do Turismo. Beltrão, assim como Quintella deve deixar o cargo para poder se candidatar nas próximas eleições. “Quero dizer que me sinto muito orgulhoso de ter um alagoano assumindo essa pasta e ter correspondido com as expectativas de todos nós e do Brasil”, disse Inácio Loiola. “A passagem dos ministros Maurício Quintella foi muito positiva para o Estado, fazendo com que Alagoas encabece o ranking nacional de melhor qualidade nas estradas”, observou Bruno Toledo, destacando as obras de dragagem do Porto de Maceió que está sendo realizada em parceria com o Ministério do Turismo, como uma das importantes. “Vale a pena registrar que nunca foi feito tanto

investimento em Alagoas quanto durante a gestão de Maurício Quintella, que teve uma passagem brilhante a frente do Ministério dos Transportes”, observou Dudu Hollanda. LANÇAMENTO O vice-presidente da Assembleia Legislativa, deputado Francisco Tenório (PMN) e o deputado Francisco Holanda (PP) representaram ontem, na solenidade de inauguração do Campus V da Universidade Estadual de Alagoas (Uneal), localizado em União dos Palmares. Na ocasião, o governador do Estado, Renan Filho, assinou o contrato para execução das obras do Hospital Regional da Mata, que também fica na cidade de União dos Palmares. O deputado Francisco Tenório falou da importância do Campus da Uneal na Zona da Mata, bem como um hospital que atenderá todo o Vale do Mundaú. “Fico feliz em ver obras ligadas às duas áreas mais importantes para o poder público. Tenho certeza que essa nova unidade será referência no tratamento da saúde da população do interior”.

Edição número 3116 - 4 de abril de 2018  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Edição número 3116 - 4 de abril de 2018  

tribunaindependenteediçãodigitaltribunahoje

Advertisement