Issuu on Google+

» CLASSIFICADOS DA TN CIRCULAM HOJE COM 4.591 ANUNCIOS E 28 PÁGINAS FUNDADOR:ALUÍZIO ALVES - 1921 - 2006

Ano 59 • Número 242 • Domingo,10 de janeiro de 2010 EXEMPLAR DO ASSINANTE

O fim da

inocência

PRESÍDIO

TN FAMÍLIA

DETENTAS VOAM NAS ONDAS DO RÁDIO

CUSTO DOS FILHOS NO ORÇAMENTO

Por trás dos muros dos presídios, o rádio é o bem mais valioso. Diverte, informa e “leva para longe”homens e mulheres que cumprem pena. [ NATAL 9 E 10 ]

Depois de viver doces heroínas, a atriz Grazi Massafera ganha ar sofisticado e cruel em “Tempos modernos”, a nova novela das 19h, que estreia amanhã, na Globo. [ REVISTA DA TV 6 E 7 ]

Filhos precisam de lazer,roupas, escola e saúde.Quem tem família faz as contas e sabe que esses itens levam,facilmente,40% do orçamento. [ PÁGINAS 1 E 3 ]

MARCELO CARNAVAL

[ EDUCAÇÃO ] Vestibular para a UFRN contriz pesquisa nacional sobre sonho da classe C

COLUNAS

ELIANA LIMA Por que o cajueiro de Pirangi só cresce para os lados da pista e das casas?

Universidade atrai menos de 10% dos alunos da rede pública

[ NATAL 12 ]

EXEMPLAR DO ASSINANTE

JORNAL DE WM Boleto de uma associação pirata está circulando no mercado. [ PÁGINA 2 ]

AGNELO ALVES O ano novo traz prazos para que as confusões de 2009 sejam resolvidas.

Neste ano, em que o 1º lugar para o curso de Medicina da UFRN é de um aluno que nunca estudou em escola privada, apenas 12% dos aprovados vêm da rede pública. O percentual não resulta, apenas, do ensino desigual, mas também da pouca participação desses alunos no vestibular. Segundo a Comperve, o concurso atrai menos de 10% dos matriculados na rede pública. “Na escola pública, você vê alunos que não acreditam que possam fazer faculdade”, constata Nelson Euclides dos Santos, da UnP. Essa “descrença” contradiz, no RN, pesquisa nacional que mostra o ensino superior como um dos novos “sonhos de consumo” da classe C brasileira. [ NATAL 1 E 2 ]

[ PÁGINA 6 ]

CLÁUDIO HUMBERTO Servidores do Judiciário temem aumento da carga horária pelo CNJ

RODRIGO SENA

[ PÁGINA 11]

» 5 FILHOS E 1 SALÁRIO MÍNIMO

ENTREVISTAS RODRIGO SENA

»VIDA APERTADA

Mesmo com o novo valor do salário mínimo - R$ 510,00, já em vigor - e o Bolsa Família (R$ 132,00), ainda vai “sobrar mês e faltar dinheiro” nas contas de Ana Lúcia da Silva Souza, do marido e dos cinco filhos.

MOACYR FRANCO CANTOR E COMPOSITOR Aos 73 anos e 48 discos de ouro,o cantor,compositor, humorista e ator adverte: a história pode ser ingrata com o sucesso. [ NATAL 11 ] ELISA ELSIE

TN VESTIBULAR: TESTE SEUS CONHECIMENTOS DE

[ ECONOMIA 7 E 8 ]

WALTER GASI PRESIDENTE DA CAERN Na contramão das teses que defendem a privatização,ele avalia que é possível recuperar a companhia. [ NATAL 6 ]

88

TOTAL DE PÁGINAS DESTA EDIÇÃO: páginas

SAÚDE

NOVO GOVERNO

Médicos elegem critérios para a Escolha de Sofia

Iberê já define os Campanha nomes para a tenta aumentar equipe de abril os estoques

América é oásis de progresso em meio à ‘recessão’

Chances de recuperação e nível de gravidade da doença determinam as escolhas dos médicos nos hospitais públicos sobre quem terá prioridade no atendimento. [ NATAL 7 E 8 ]

O vice Iberê Ferreira de Sousa, que assume o governo do Estado em abril, já começa a formar um novo secretariado. Estão convidados e confirmados três nomes. [ PÁGINA 3 ]

Dos nove clubes do Estadual, apenas o América manteve a base de 2009. Os outros clubes se apertaram para formar o elenco. ABC usa “prata da casa”. [ ESPORTES 2 ]

REDAÇÃO: PAUTA

pauta@tribunadonorte.com.br

FALE CONOSCO: PABX: 4006-6100 Redação: 4006-6113

Assinaturas: 4006-6111 Venda avulsa: 4006-6103 Comercial: 4006-6173

Classificados: 4006-6161 Circulação: 4006-6103 Reclamações:4006-6111

DOAÇÃO DE SANGUE

O Hemocentro quer ampliar os estoques de sangue para os primeiros meses do ano. Com esse objetivo, vai lançar a campanha “Verão Vida”. [ PÁGINA 4 ] HOME PAGE:

ESTADUAL 2010

www.tribunadonorte.com.br

PREÇO DESTA EDIÇÃO:

R$ 2,50


2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

opinião

Domingo | 10 de janeiro de 2010

JOSÉ SARNEY [ escritor ]

Jornal de WM AIRTON BULHÕES (INTERINO) - airton.bulhoes@terra.com.br

Associação Comercial alerta

O

lhaí o trambique na praça: a Associação Comercial e Empresarial do Rio Grande do Norte está advertindo às empresas que tenham atenção ao receber qualquer boleto emitido por associações desconhecidas. Isso porque estão sendo recebidos em algumas cidades boletos bancários de uma suposta Associação Comercial Empresarial do Brasil, com sede em São Paulo, emitidos em nome de pessoas jurídicas e até mesmo físicas. Esta prática tem como objetivo confundir as pessoas, induzindo-as a acreditar que se trata de taxa obrigatória. Os valores dos boletos variam entre R$ 150 e R$ 300 e o Ministério Público de São Paulo já está cuidando de dez inquéritos envolvendo esse tipo de situação, caracterizada como fraude. A Confederação das Associações Comerciais do Brasil (CACB) também está se mobilizando já que as muitas Associações Comerciais estão sendo prejudicadas. Isso porque o boleto têm como cedente um nome parecido com os das entidades que realmente representam a classe empresarial, fato que acaba confundindo quem recebe. Para não ser vítima deste tipo de problema, a orientação é desconsiderar o boleto, não efetuando em hipótese alguma o pagamento do mesmo.

REZA Vamos fazer uma ladainha para que se resolvam problemas simples na nossa cidade que ninguém vê: 1 – Dos buracos no asfalto da pista do viaduto do Baldo, no sentido Ribeira-Prudente de Morais e na rua Régulo Tinoco. 2 – Dos buracos que a Caern abre para fazer consertos na rede de abastecimento e não tapa e joga culpa na prefeitura. 3 – Da falta de ônibus nos feriados. Tem nego que espera mais de uma hora na parada, um flagrante desrespeito aos usuários. 4 – Do calor insuportável no aeroporto Augusto Severo que anuncia há dois anos o conserto do ar condicionado que não chega nunquinha. Orai por nós.

Perdição ou salvação

O

Fim de 2009 foi marcado pela tragédia dos deslizamentos e pela lembrança inusitada das agulhas introduzidas no corpo de crianças, numa prática religiosa que remonta aos festins de magia negra que o Diabo fazia no princípio do mundo. A Bíblia está cheia desses episódios. O mais célebre deles é o da vara de porcos endemoniados que foram jogados no precipício, com sua carne impura para judeus e árabes. Esse é um fanatismo primitivo ligado à concepção satânica de que esse “espírito imundo" teria poderes tão violentos que podia mesmo tentar o próprio Jesus, oferecendo-lhe a Terra inteira, conquanto que a ele fosse entregue a alma dos homens. Mas, o que está atualmente me impressionando é o fanatismo massificado coletivo, que faz com que, pouco a pouco, cresçam na humanidade a intolerância e a crueldade. O sonho de uma convivência pacífica entre as diversas religiões não caminhou: está restrita a guetos intelectuais de pensadores e "scholars" sem a esperan-

ça de que possam ser ouvidos. Por outro lado, a Al O sonho de uma Qaeda conseguiu convivência internacionalizarpacífica se e recruta, cada entre as vez mais, jovens diversas religiões para sua causa. A não caminhou: guerra de Bush reestá restrita sultou no recrudesa guetos cimento do terrointelectuais rismo e da própria de pensadores Al Qaeda, que rese "scholars" surge agora no dosem a esperança mínio do Iêmen e se de que espalha por Argépossam lia, Nigéria, Mauriser ouvidos” tânia, Mali, Chade, Saara Ocidental, Tunísia, Somália. Isso sem falar nos focos do Afeganistão, do Paquistão e do Iraque e na infindável motivação que permeia o movimento palestino. Dissemina-se assim o terror, e a ideologia do fanatismo religioso passa a

substituir a ideologia do fanatismo político. Essas meditações me ocorrem quando vejo a declaração desse nigeriano Omar Farouk, que quis explodir o avião da Northwest Airlines que voava para Detroit na noite de 25 de dezembro.Preso, ele disse, frustrado, às autoridades que estava desolado porque não pôde "expulsar todos os infiéis" e realizar o seu desejo de "matar os empregados em embaixadas e outros organismos internacionais. Ódio a todos".Isso que se faz sob a invocação de Deus é de um primitivismo que une animais e Homo sapiens. Assim, o fanatismo pode ser o elemento desintegrador da humanidade e das sociedades, com a ideia de que Deus condenou uns à salvação e outros à perdição. O caminho escolhido é o poder teocrático, e obrigar pela força a acreditar em sua versão de Deus. Podemos todos estar condenados, sem saber, à perdição, incapazes de exercer uma opção que não é de Deus, e sim dos homens. E o Diabo não terá mais em que enterrar agulhas.

Amâncio

Cartas Escola Pública Vinte e sete por cento dos alunos aprovados em Medicina vieram de escola pública e só entraram porque foram beneficiados com um bônus extra de 10% no argumento final. Sem esse benefício para alunos de escola pública, dos 24 aprovados para as 90 vagas, apenas quatro teriam entrado; e o 1º lugar teria sido na verdade o 69º.

Carnaval começa em janeiro A Fundação Capitania das Artes está anunciando a programação do carnaval em janeiro que já começa hoje, com a realização de um festival de cachaça na Redinha no Nana Banana, a partir das 11h, e a feijoada das Kengas, começan-

do às 10h, no Palácio da Cultura, tendo como atração um grupo de samba e DJs. Continua no próximo sábado, a partir das 18h, com ensaio das Escolas de Samba no Palácio da Cultura, tendo atração especial a Malandros do Samba.

elissandramoura@yahoo.com

Danos contra riacho Demorou 20 anos para acontecer uma intervenção. Um absurdo. Água é um bem precioso e escasso, principalmente em nosso árido Estado e assistir ao descaso com os recursos hídricos é algo inaceitável. As águas subterrâneas com nitrato, as superficiais servindo de local para dejetos e um curso d’água desses sendo desviado para atender a necessidade de apenas uma pessoa.

FERTILIZANTES O governo iniciou os estudos para formular uma nova lei para a produção de fertilizantes e a entrada da Petrobras com mais peso no setor com o objetivo de quebrar o domínio de três grandes monopólios internacionais. O Brasil importa 90% do potássio que consome para fabricação de fertilizantes, mas uma grande mina da Petrobras no Amazonas pode ajudar a resolver o problema de vez. Para o governo, o objetivo do novo marco regulatório é estimular a produção de fertilizantes no Brasil, de modo a obter a autossuficiência nos próximos 10 anos.

jjunior2003br@yahoo.com.br

Natalense viaja mais Segundo a presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagem (Abav/RN ), Ana Carolina Costa, a procura por pacotes pelos natalenses cresceu 20% em relação ao mesmo período do ano passado, alavancada especialmente pelas viagens ao exterior. Um dos motivos para este aumento é a retomada da confiança do turista, atualmente menos preocupado com a incidência da gripe H1N1. “Muitas pessoas deixaram de viajar nas fé-

rias de julho por conta do surto de gripe e agora querem aproveitar”, destaca Ana Carolina. Pelo levantamento das agências, os destinos preferidos pelos turistas paranaenses são os Estados Unidos (com destaque para as cidades de Miami, Orlando e Nova Iorque), França, Espanha, Argentina e Chile. Dentro do Brasil, os resorts das praias do Nordeste, principalmente de Pernambuco. Bahia e Ceará são as que mais atraem os viajantes.

SHOWS AGITAM O LITORAL Neste mês de janeiro, artistas de renomes nacionais vão garantir alegria e animação dentro da programação do “Verão de Todos”, nas praias do litoral Norte e Sul. O primeiro show, de uma série de seis, acontece hoje, na praia de Touros trazendo o cantor baiano Ricardo Chaves. A programação traz, ainda, shows com Monobloco (Pirangi), Cavaleiros do Forró (Tibau), Daniela Mercury (Praia do Forte) e Netinho (Redinha). Daniela Mercury se apresenta no dia 24 na praia do Forte. Já o cantor Netinho se apresenta no dia 29 na praia da Redinha.

DNIT e o fechamento de retorno O Dnit não pode esperar que ocorra uma tragédia anunciada com aquele retorno em plena BR-101, em frente ao Sam’s Club. Aquilo ali é uma armadilha mortal, o fluxo de trânsito nos dois sentidos na BR-101 é enorme, aquele sinal além de atravancar o trânsito, atrapalha os motoristas. Quem vai com

destino a Neopólis pela BR-101 teria que pegar o retorno pelo túnel, sem problemas, uns metros a mais é melhor que um acidente grave. É preciso trazer os engenheiros da Nasa para resolver uma coisa tão simples? Quem circula por ali, sabe o perigo que representa aquele retorno sem futuro.

RETORNO Depois de mais de 20 anos atuando como médico em Ivaiporã (Paraná) retorna a Natal, o pediatra Baltazar Marinho. Nem bem sentou praça em Pirangi já começou a trabalhar.

Empresa Jornalística Tribuna do Norte Av.Tavares de Lira,101,Ribeira - Natal/RN CEP:59010200 Fone: (PABX) 4006-6100 Fax: (0xx84) 4006-6124 Endereço eletrônico: www.tribunadonorte.com.br

Diretor Presidente: Henrique Eduardo Alves Superintendente: Jose Roberto Cavalcanti Diretor Adm.e Operações: Ricardo Luiz de V.Alves Diretor Financeiro: Agnelo Alves Filho Diretor de Redação:Carlos Peixoto cpeditor@tribunadonorte.com.br Gerente Comercial: Eliane Rocha Gerente de Marketing: Andréia Barandas Gerente de Circulação: Thales Vilar

Polícia

CARLOS EDUARDO [ advogado e ex-prefeito de Natal ]

O combustível do futuro

E

m 2010, o consumo do biodiesel no país deve chegar a 2,4 bilhões de litros. Isto porque, em boa hora, o presidente Lula assinou decreto aumentando para 5% o percentual do biodiesel a ser acrescentado no óleo diesel, um decreto que antecipa em três anos a meta do Programa Nacional de Produção e Uso do Biodiesel. É também mais um importante passo para que o nosso país se torne uma referência em desenvolvimento sustentável. Afinal, na recente conferência sobre o clima em Copenhague, a delegação brasileira apresentou o plano de reduzir as emissões de gás carbônico entre 36,1% e 38,9%, responsáveis pelo efeito estufa, colocando-se à frente de várias nações, já que o resto do mundo apresentou propostas tímidas para não dizer ineficazes. Essa notícia tem grande importância para a nossa economia, pois temos todas as condições de sermos grandes produtores de biocombustíveis, assunto que não tem sido muito ventilado entre nós. E é aquela velha história. Não podemos perder mais essa oportunidade de buscar um desenvolvimento sustentável e rentável. É preciso enxergar o futuro que se abre e estarmos aptos a aproveitar mais essa oportunidade. No Brasil, hoje existem 65 usinas de biodiesel em funcionamento. Para este ano, estão previstas 8 novas usinas. Além da soja, já existe tecnologia para produzir esse componente a partir da mamona, do girassol, da palma, do pinhão manso e de um tipo de gramínea chamada crambe. Aqui no Estado, temos solo e clima favoráveis para a produção do girassol, da palma e da mamona. Mas o que falta? Um olhar atento do governo para garantir assistência técnica e preço aos produtores da agricultura familiar. Isso iria gerar

Classificados: Redação Fax: Venda Avulsa Assinatura Natal Reclamações Natal ASSINATURA Mensal (à vista) Semestral (à vista) Anual (à vista)

4006-6161 4006-6113 4006-6124 4006-6100 4006-6111 4006-6111 R$ 43,00 R$ 258,00 R$ 516,00

PREÇO DO EXEMPLAR Rio Grande do Norte 3ª a Sábado Domingo Outro Estado 3ª a Sábado Domingo

um ciclo de desenvolvimento para os pequenos produtores, assegurando Não podemos mercado para esses properder mais dutos e a conseqüente geessa oportunidade ração de novas riquezas de buscar um no interior do Estado, o desenvolvimento que vai atrair por gravisustentável e dade o comércio e os rentável.É prestadores de serviço e preciso alimentar uma cadeia de enxergar desenvolvimento. o futuro que Principalmente porque se abre e sobre a soja, alguns espeestarmos cialistas advertem que a aptos a chamada mistura B5, isto aproveitar é os 5% do biodiesel, pode mais essa incentivar um consumo exoportunidade” cessivo do óleo de soja. Como se sabe, ela é básica na alimentação humana e de animais e uma demanda muito forte pelo produto pode significar um aumento no preço dos alimentos. Mas o governo federal garante que o país está preparado para fornecer soja o suficiente para atender o mercado. Para o governo, a safra 2009/2010 deverá ser recorde. De toda forma, temos como trunfos o girassol, a mamona e a palma, que não põem em risco qualquer possibilidade de desabastecimento do mercado, seja humano ou animal. Já é sabido que os produtores do biodiesel pretendem aumentar em 1% ao ano a participação do componente no diesel. A meta deles é que até 2015 a adição do produto ao diesel vendido no país suba para 10%. Nas regiões metropolitanas, o objetivo é ampliar para 20% o biodiesel usado na composição do combustível.

www.carloseduardoalves.com.br

Se eu soubesse que os agentes da 3ª DP eram tão eficientes, teria registrado o boletim de ocorrência dos dois arrombamentos no meu prédio, situado na av. Rio, na delegacia deles. Registrei na 1ª DP e até agora nem notícias. mmcosta_1@hotmail.com

Exonerações Trezentos e cinquenta cargos comissionados. Que absurdo, que vergonha, coitado do povo de Macau, desse jeito o prefeito quebra é a cidade. Fico imaginando o número de apadrinhados políticos, amigos e parentes. Onde está o Ministério Público? naldo.x@hotmail.com

Prisões O problema (da falta de agentes penitenciários) sempre ouve e não só na polícia, mas em todos os órgãos da administração pública. A falta de concurso para os devidos cargos sempre tem trazido esses problemas, fazendo com que tais órgãos fiquem mal administrados. Além disso, há muita insatisfação por parte dos servidores, os quais chegam a faltar ao trabalho, atrasos, entre outras coisas. Acredito que os concursados, todos eles têm boa vontade de trabalhar, mas a falta de ética, disciplina e seriedade por parte dos administradores é que fazem a coisa desandar, ficar sem controle. assisrn@hotmail.com

FILIADO AO

R$ 1,50 R$ 2,50

FILIADO AO INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO

R$ 2,00 R$ 3,20

REPRESENTANTE NACIONAL – Pereira de Souza & Cia Ltda: Rio de Janeiro :(O21)2544-3070 – São Paulo:(011) 3259-6111

FILIADO À ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS

REDE CABUGI DE COMUNICAÇÃO TRIBUNA DO NORTE 4006-6100 Rádio Globo/Cabugi (AM) Natal 4006-6180 104 (FM) Parnamirim 3272-3737 Rádio Difusora de Mossoró (AM) 3316-3181/2181/3317-6167 Rádio Cabugi do Seridó (AM) J.do Seridó 3472-2759 Rádio Baixa Verde (AM)J.Câmara 3262-2498 Pereira de Souza(SP) 11/3259-6111 Pereira de Souza(RJ) 21/2544-3070


política

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Notas & Comentários colunanotas@digizap.com.br

Últimos acertos deputado Robinson Faria (PMN) recebe neste domingo, na casa de praia dele no condomínio Porto Brasil, um dos mais requintados do litoral potiguar, os senadores José Agripino (DEM), Garibaldi Filho (PMDB) e Rosalba Ciarlini (DEM). A conversa será, inevitavelmente sobre as eleições deste ano. E, provavelmente, vão definir os últimos detalhes para fechar a chapa com Rosalba Ciarlini candidata ao governo, e Robinson Faria a vice.

O

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

3

[ SUCESSÃO ] Vice-governador prepara substituições no primeiro escalão e deve fazer modificações em áreas que considera prioritárias, como a Segurança Pública, Recursos Hídricos e Saúde

Iberê Ferreira começa a formar secretariado DIVULGAÇÃO

CARGOS Veja os cargos que integram o 1º escalão da Administração Direta Gabinete Civil

QUALITATIVA O diretório nacional de um partido expressivo contratou uma pesquisa qualitativa que está sendo aplicada em vários Estados, entre os quais o Rio Grande do Norte.

Assessoria de Comunicação Social

Copa de 2014

Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos (SEARH)

A governadora Wilma de Faria e a prefeita Micarla de Souza participam na quarta-feira (13), em Brasília, da reunião convocada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva. A reunião será para assinatura de termos de responsabilidade e dos convênios

Secretaria de Estado da Tributação (SET)

necessários à realização da Copa das Confederações, em 2013, e da Copa do Mundo de 2014. A solenidade será no Palácio Itamaraty, às 17h, e além do presidente Lula terá a presença do ministro dos Esportes, Orlando Silva.

Secretaria de Estado da Educação e da Cultura (SEEC) Secretaria de Estado do Planejamento e das Finanças (SEPLAN)

Iberê Ferreira de Souza evita assumir, publicamente, definições de nomes para o 1º escalão

Adutora em votação Os deputados estaduais voltam a se reunir nesta segundafeira. Mais uma vez estará em discussão a autorização do empréstimo para a adutora de Mossoró. Pela manhã, a Comissão de Fiscalização e Finanças vai discutir o projeto que permite o uso dos

recursos do financiamento, inicialmente previstos para a instalação da adutora, nas melhorias do sistema de abastecimento da cidade. Ainda na segundafeira, provavelmente no final da tarde, o projeto será apreciado em plenário.

APROVAÇÃO O projeto passou, na sexta-feira, pela Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia. Na Comissão de Finanças, a tendência é também uma aprovação sem transtornos. Em plenário, deve haver mais discussões e alguns deputados vão lembrar que seriam necessários mais explicações do governo.

ALEX REGIS

Denúncia contra Rosalba

A candidatura de Rosalba Ciarlini ao governo,que até então vinha em“céu de brigadeiro”,enfrenta o primeiro percalço logo no início do ano.Trata-se da notícia sobre a denúncia apresentada pelo Ministério Público Federal,que acusou Rosalba de ter cometido improbidade administrativa,durante o período em que foi prefeita da cidade de Mossoró.A acusação é desgastante,porque até então a candidatura dela parecia que não entraria na vala comum dos políticos que enfrentam denúncias.E a opinião pública está cada vez mais intolerante com o desgaste da imagem dos políticos.O Ministério Público apontou que Rosalba Ciarlini,quando prefeita,superfaturou a compra de ambulância num convênio no valor de R$ 800 mil. Ela nega que houve superfaturamento.

Eleições 2010 A senadora Marina Silva (PVAC) vai aproveitar o início do ano para acertar a equipe e as linhas de ação de sua candidatura. O primeiro movimento será sua apresentação no programa do Partido, que irá ao ar em rede nacional de TV e rádio no dia 10 de fevereiro. Pela primeira vez, ela

falará diretamente para os eleitores na condição de candidata e sabe que precisa se tornar mais conhecida. O PV celebrará sua entrada no partido e apresentará sua trajetória política e de vida, buscando até semelhanças com a história do presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

UNIVERSIDADE O vice-governador Iberê Fereira de Souza e o deputado Henrique Eduardo Alves prestigiaram a colação de grau da Universidade Federal do Semiárido - Ufersa, em Mossoró. Henrique Eduardo foi paraninfo da turma de concluintes. DILMA EM CAMPANHA Com cabelos curtos e mais sorridente, a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, fará de tudo para desarrumar o ninho tucano. Na tentativa de demonstrar que não é apenas “técnica”, com carreira construída no Rio Grande do Sul, a candidata do PT à sucessão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai lembrar que é mineira, nascida em Belo Horizonte, e cumprirá “agenda afetiva” no segundo maior colégio eleitoral do País.

RODRIGO SENA

á menos de quatro meses de assumir o comando do Executivo Estadual, previsto para abril deste ano, o vice-governador Iberê Ferreira de Sousa (PSB) começa a desenhar sua equipe de auxiliares. Alguns nomes estão praticamente confirmados, mas persiste ainda a dúvida sobre os ocupantes dos comandos dos 20 principais órgãos do chamado primeiro escalão – ao todo são 21, mas a vice-governadoria ficará, de abril a dezembro, desativada. Iberê teria definido substituições em três órgão: a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed); de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) e da Saúde Pública (Sesap). Esta última carece de um nome formalizado, mas já estaria sendo analisada como da cota do deputado federal Henrique Eduardo Alves (PMDB). Considerada pelo próprio vicegovernador prioridade absoluta, a Secretaria de Segurança deverá ter o comando do desembargador Cristóvam Praxedes, tendo este já confirmado o convite recebido (ver retranca). A Secretaria de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, pasta onde o próprio Iberê ocupa hoje a titularidade, deverá ser ocupada pelo engenheiro Lázaro Mangabeira. Alguns nomes do atual secretariado da governadora Wilma de Faria (PSB) serão mantidos e entre eles poderá estar o titular de Planejamento, Nelson Tavares. Em caso de substituição na Seplan, o atual diretor-geral da Emater, Luiz Cláu-

H

dio Macêdo, o ‘Chopp’, é forte cotado, no entanto, pessoa de considerável influência junto à Iberê, este também é cogitado para o Gabinete Civil. O secretário de Turismo, Fernando Fernandes, principal articulador do Governo do Estado junto aos trabalhos de Natal como sede da Copa do Mundo de 2014, também deverá ser poupado. Não há notícias, também, sobre possível modificação na Sejuc, sob o comando de Leonardo Arruda. As mudanças entre os auxiliares de primeiro escalão serão motivadas também pelo período de desincompatibilidade exigido pela legislação eleitoral para quem deseja ser candidato ao pleito de 2010. O secretário chefe do Gabinete Civil, Vagner Araújo, disputará uma vaga para deputado federal. Já o presidente da Empresa Potiguar de Turismo, Cláudio Porpino, tentará ingressar na Assembléia Legislativa. Em pleno descompasso com os governistas, sobretudo com a ala de Iberê Ferreira, o deputado licenciado Raimundo Fernandes, atual secretário de Articulação com os Municípios, deve deixar o cargo. Como deseja “pressa” na execução dos projetos, os novos secretários estaduais deverão ser empossados ainda na gestão de Wilma de Faria. Procurado pela TRIBUNA DO NORTE, o vicegovernador Iberê Ferreira evitou falar em convites para secretários. “Só poderia fazer qualquer convite quando estiver no cargo. A governadora é Wilma de Faria, ela que nomeia os auxiliares”, disse o vice-governador.

Secretaria de Estado da Saúde Pública (SESAP) Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (SESED) Secretaria de Estado da Justiça e da Cidadania (SEJUC) Secretaria de Estado da Infraestrutura (SIN) Secretaria de Estado do Turismo (SETUR) Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (SEMARH)

Agripino Neto deve deixar a Secretaria de Segurança e Defesa Social DIVULGAÇÃO

Secretaria de Estado da Agricultura, da Pecuária e da Pesca (SAPE) Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e da Assistência Social (SETHAS) Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico (SEDEC) Secretaria de Estado de Assuntos Fundiários e de Apoio à Reforma Agrária Secretaria Extraordinária para Articulação com os Municípios Secretaria Extraordinária para Assuntos Institucionais Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (SEEL)

Desembargador Cristóvam Praxedes vai se aposentar do TJ e deve assumir a Segurança

Secretaria Extraordinária de Energia e Assuntos Internacionais

Desembargador é cotado para Vice-governador articula a Secretaria de Segurança acomodações políticas Considerada prioridade número um pelo vice-governador Iberê Ferreira de Souza, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social deverá ser ocupada pelo desembargador Cristóvam Praxedes. O magistrado do Tribunal de Justiça confirmou na última sexta-feira à TRIBUNA DO NORTE que recebeu o convite do futuro governador para ocupar a pasta atualmente sob o comando do delegado Agripino Neto. “Recebi o convite, mas estou estudando. Até o início de fevereiro decidirei”, disse o desembargador, ao ser procurado pela reportagem. Embora ponderado, fontes próximas ao Governo asseguram que Praxedes já deu o sinal verde para assumir a Segurança e Defesa Social. Cristóvam Praxedes se aposentará do cargo de desembargador no final do mês de janeiro e já em fevereiro poderá ser empossado como auxiliar de primeiro escalão do Executivo estadual. Juiz de Direito por mais de vinte anos, o desembargador ficou conhecido, sobretudo

quando atuava no município de Currais Novos, e em diversas Comarcas da região do Seridó, por impor o respeito e agir com rigidez. Há dez anos, Praxedes foi nomeado desembargador no TJ pelo critério de antiguidade. Na magistratura, atua desde 1970, quando foi juiz em São Miguel. Quando corregedor do Tribunal de Justiça, nos anos de 2007 e 2008, ficou conhecido por instituir o ponto de presença dos juízes de todas as Comarcas do Rio Grande do Norte, o que motivou o descontentamento dos magistrados. Reza a lenda que o desembargador chegava a telefonar para os fóruns no intuito de verificar a presença dos juízes nos locais de trabalho. A saída do delegado Agripino Neto, por outro lado, não tem causado estranhamento, já que há alguns meses vem se somando um desgaste junto à governadora Wilma de Faria. Setores do Governo não entendem como se dispõe instrumentos para sanar o problema e as estrategias de combate não estão surtindo efeito.

O secretariado de Iberê Ferreira trará também acomodações políticas. A Secretaria Estadual de Saúde, hoje ocupada por George Antunes, será uma indicação do deputado federal Henrique Eduardo Alves, presidente estadual do PMDB. O primeiro nome para o cargo foi o professor Jaime Mariz, ex-secretário estadual de Planejamento. Mariz, no entanto, não aceitou, e o vice-governador buscará outra indicação do líder peemedebista. A pasta da saúde pública é indicada como uma das prioridades para a gestão que começa a partir de abril deste ano. Por outro lado, Iberê Ferreirra de Souza também estaria com pressa para exonerar os indicados do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Robinson Faria (PMN), que ainda permanecem em setores do Governo do Estado. Além de Raimundo Fernandes, que já anunciou sua saída, também é da cota do PMN o diretor-geral da Caern, Walter Gasi. Em esferas menores,

Só poderia fazer qualquer convite (oficial) quando estiver no cargo. A governadora é Wilma de Faria. Ela que nomeia os auxiliares” IBERÊ FERREIRA vice-governador

as especulações apontam também para modificações em órgãos espalhados da região Agreste. Acredita-se que o líder da AL detenha todos os cargos pertencentes à administração Wilma de Faria nas cidades da região. Alguns nomes já apontados como cotados pela imprensa como sendo possíveis auxiliares do Governo de Iberê Ferreira podem não ser confirmados. É o caso de Sérgio Paganini, que foi secretário de Planejamento quando Aldo Tinôco Filho estava na Prefeitura de Natal.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

política

Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ SAÚDE PÚBLICA ] Com a campanha “Verão Vida”, o Hemocentro Dalton Barbosa Cunha tenta sensibilizar a população para a

importância da doação e evitar que nos primeiros meses do ano o banco de sangue fique com estoques inferiores à necessidade

Hemocentro quer aumentar estoques om a realização da campanha “Verão Vida” entre os dias 11 e 30 de janeiro o Hemocentro do Rio Grande do Norte “Dalton Barbosa Cunha” (Hemonorte) espera sensibilizar a população quanto a necessidade da doação de sangue, sobretudo para a reposição do seu banco, inclusive de derivados, que normalmente sofre uma evasão de doadores em torno de 40% no veraneio. A campanha inclui o corpo a corpo nas praias de Natal em parceria com voluntários do Grupo de Apoio à Criança com Câncer (GACC), que também vão explicar às pessoas sobre a importância da doação de medula óssea. Nas praias, essa campanha começa e será realizada entre os dias 16 e 23 em Ponta Negra. Diretora do Hemonorte, a médica Joana D’Arc Ramos disse que o lançamento da campanha ocorrerá às 8 horas desta segunda-feira, dia 11, na sede daquela unidade de saúde, na rua avenida Alexandrino de Alencar, 1.800, no Tirol. Segundo ela, o Hemonorte fará a divulgação da campanha por intermédio dos veículos de comunicação, mas “entrará em contato direto” por carta ou telefone com os doadores ali cadastrados, que são cerca de 3.200. Esse número cai para 2.800 quando se retira do grupo as que, por algum motivo estão inaptos à doação de sangue, mas no veraneio, quando as pessoas estão de férias, o número de doadores desce para 1.800. A assistente social Célia Araújo estava de plantão no Hemonorte, anteontem, e

EMANUEL AMARAL

C

DOAÇÕES Condições básicas para doar sangue SENTIR-SE BEM, COM SAÚDE Apresentação de documento oficial com foto Idade entre 18 e 65 anos Peso mínimo de 50 quilos RECOMENDAÇÕES NO DIA DA DOAÇÃO Não doar sangue em jejum Repouso mínimo de 6 horas na noite anterior à doação Não ingerir bebida alcoólica 12 horas antes da doação Não fumar pelo menos duas horas antes da doação Evitar alimentos gordurosos QUEM NÃO PODE DOAR

Doadores procuram o Hemocentro,mas a direção da instituição teme que a coleta atual não seja suficiente nos primeiros meses deste ano

explicou que campanhas desse tipo são feitas com regularidade em períodos “que se tem mais necessidade”, como o São João e Carnatal. Ela acrescentou que a campanha atual ainda servirá para “suprir os estoques para o Carnaval”. Além disso, Célia Araújo explicou que, hoje, a necessidade mais urgente é por sangue para dois pacientes, que estão na fila para serem cirurgiados e são doadores universais por terem sangue do tipo “O negativo”, mas que só podem receber doação do mesmo

[ VIOLÊNCIA ] Um homem mata a mulher e,

grupo sanguíneo. Célia Araújo afirmou ainda que o número de pessoas que procuram o Hemornorte pela necessidade de parente ou alguém conhecido “ainda supera o número de voluntários”. Caso de Jeane Teixeira da Silva, que ontem de manhã procurou o Hemonorte porque o filho de 12 anos fará uma cirurgia de adenóide no Hospital Varela Santiago. “É a primeira vez que venho aqui”. Já Micarla Campos Rocha disse que já havia feito doação voluntária por três vezes. Ontem, ela fa-

zia a quarta doação para atender uma pessoa conhecida. Anteriormente, ela explicou “que tinha medo” de fazer doação de sangue por falta de conhecimento, mas decidiu doar e perdeu o medo quando viu que não tinha nada demais. A coleta de sangue, em torno de 400 a 450 mililitros conforme o peso e altura do doador, dura em média de cinco a dez minutos. O sangue doado é separado em diferentes componentes (hemácias, plaquetas, plasma e outros), que podem beneficiar mais de um pa-

[ MEDICINA ]

[ DESASTRES ] Melhor prevenção contra problemas provocados pela chuva é planejamento, afirma pesquisador do Instituto Geológico

em seguida, comete suicídio na zona Oeste

Hebe é Manicure é assassinada operada no Albert em Dix-Sept Rosado Einstein Delegacia de Plantão da Zo- e morreu na hora.

A

na Sul registrou um homicídio seguido de suicídio na madrugada de ontem (9), no bairro de Dix-Sept Rosado, zona Oeste da capital. Um homem matou a mulher e, em seguida, se matou. O crime aconteceu na casa do casal, na rua Raimundo Figueira, próximo à Escola Estadual Soldado Luiz Gonzaga. Por volta das 5h da manhã, Rafael Monteiro Cavalcante, 29 anos disparou contra o rosto da sua mulher, a manicure Eledileide Fonseca da Silva, de mesma idade. Em seguida, Rafael disparou contra o próprio rosto. De acordo com o coronel Francisco Araújo, comandante do policiamento da capital, Eledileide morreu na hora, enquanto Rafael ainda chegou a ser socorrido e levado para o Hospital Clóvis Sarinho, mas não resistiu. O crime aconteceu no quarto da casa onde o casal morava. No local, a polícia encontrou um revólver calibre 38, da marca Rossi, com a numeração raspada e duas munições deflagradas. Ainda não se sabe o que motivou Rafael a praticar o crime, mas a polícia suspeita que o crime tenha sido passional. Outro assassinato, ocorrido após uma briga de bar, aconteceu na madrugada de ontem próximo à estrada de Ceará-Mirim, região metropolitana de Natal. O catador de lixo José Wilson Silva do Nascimento, 24 anos, foi morto com uma facada no abdômen

A briga começou por volta das 18h da sexta, no bar que fica localizado no assentamento Nova Esperança. De acordo com informações da polícia, um homem identificado apenas como “Negrão” deu uma cutilada de faca peixeira em José Wilson e fugiu em seguida.O acusado entrou no matagal que ficava próximo ao bar e desapareceu. Ainda na noite da sexta-feira (08), o jovem Renato Silva do Nascimento, de 21 anos, foi preso após roubar uma padaria no conjunto Soledade II, zona Norte. Ele teria realizado o assalto junto com outro jovem conhecido apenas como “Novinho”, que está foragido. O registro da ocorrência foi feito na Delegacia de Plantão da zona Norte. Segundo informações da polícia, Renato e o companheiro renderam o caixa do estabelecimento e o filho do proprietário. Segundo as vítimas, ele levou o dinheiro disponível no caixa, cerca de R$130. O estabelecimento fica na rua Atol das Rocas, mas Renato foi preso em flagrante por policiais da Rocam, acionados por uma das vítimas, enquanto passavam no local momentos depois do ocorrido. Os assaltantes rumaram para lados opostos, o que teria facilitado a fuga de Novinho. A polícia disse ter o endereço do fugitivo. Com Renato, foi encontrado um revólver calibre 38, da marca Taurus.

ão Paulo, 09 (AE) - A apresentadora Hebe Camargo, de 80 anos, passou por cirurgia na manhã deste sábado no Hospital Albert Einstein, no Morumbi, após ser internada ontem à noite com fortes dores no abdômen. O procedimento cirúrgico teve início às 7 da manhã, comandado pelo cirurgião geral e do aparelho digestivo, Antônio Luiz de Vasconcellos Macedo. O hospital não divulgou o motivo da internação da apresentadora nem por quanto tempo ela ficará internada. O hospital deve divulgar boletim médico neste fim de semana. Recentemente, a apresentadora teve o contrato renovado com o SBT por mais um ano.

cientes com apenas uma unidade coletada. Em alguns casos, como o plasma, a demanda não é muito grande, aliado ao fato de que sua validade é de um ano e em outros casos, de cinco anos, quando é destinado à indústria farmacêutica. Além da unidade central e outros locais de doação, o Hemonorte disponibiliza uma unidade móvel de coleta que fica de segunda à sexta-feira, na avenida Deodoro, e tem um posto fixo na avenida Paulistana, no Panatis, que funciona das 8 às 17 horas.

Quem teve hepatite após dez anos de idade Mulheres grávidas ou em fase de amamentação Pessoas expostas a doenças transmissíveis pelo sangue (aids, hepatite, sífilis, doença de Chagas) Usuário de drogas Quem teve contato sexual com múltiplos parceiros nos últimos 12 meses Fonte - Hemocentro do Rio Grande do Norte “Dalton Barbosa Cunha”

WILTON JÚNIOR

S

LOURIVAL RIBEIRO

Para evitar desastres,governos precisam analisar as cartas geotécnicas e as especificações do tipo de solo

Especialista aponta que faltam medidas preventivas rasília (Agência Brasil) - Para prevenir os problemas provocados pelas chuvas que só em São Paulo já mataram 43 pessoas de dezembro até este sábado - o remédio continua a ser o planejamento. Em entrevista esta semana Agência Brasil, o geólogo, pesquisador e diretor adjunto do Instituto Geológico (IG), vinculado Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, Paulo César Fernandes da Silva, ressaltou que uma ação contínua de planejamento e de ordenamento territorial, apesar das falhas históricas, poderia prevenir algumas das tragédias ocorridas neste verão brasileiro. Os municípios tem que tomar conta do uso de seu solo e da ordenação do seu território, disse Silva. Esse planejamento, segundo ele, passaria pelas cartas geotécnicas e pelo mapeamento das regiões, com a especificação do tipo de solo e de ocupação.

B Recentemente, Hebe Camargo renovou contrato com o SBT

Missa do Anjo “TONINHO” O advogado Antônio Carlos de Souza Oliveira,esposa e filhas convidam parentes e amigos para participarem da missa do Anjinho ANTÔNIO CARLOS SEGUNDO (TONINHO), que será celebrada no dia 12/01/2010 (terça-feira), às 20 horas,na Igreja Santo Afonso,em Mirassol. Agradecem a todos que comparecerem a este ato litúrgico de fé,amor e esperança em Cristo.

Silva reconhece que a culpa pela falta de planejamento não pode ser creditada apenas aos governos atuais. “Não é que faltou planejamento em São Luiz do Paraitinga [cidade paulista que sofreu com o problema das chuvas e viu muito de seu patrimônio histórico ser perdido por causa das enchentes. A ausência de planejamento é cultural. O que estamos vendo é que, onde há o evento, a circunstância instalada, a falta de planejamento fica mais evidente”, afirmou. Desde o primeiro dia deste ano, quando as chuvas provocaram estragos e mortes em várias cidades de São Paulo, principalmente nas localizadas no Vale do Paraíba, o Instituto Geológico enviou técnicos para avaliar os deslizamentos de terra e alertar sobre a necessidade de remoção de famílias que vivem em áreas de risco Desde outubro do ano passado, técnicos do instituto vêm levantando dados sobre a bacia do Rio Pa-

raíba do Sul, rio que dá nome ao Vale do Paraíba, para tentar mapear áreas de risco na região.“Fizemos um levantamento em jornais de 1970 até o ano passado. E temos cadastrado 1,5 mil ocorrências, mais ou menos, de enchentes e inundações ao longo de toda essa bacia hidrográfica que envolve o Vale do Paraíba”, revelou o pesquisador. Nesta análise preliminar, segundo ele, foi possível perceber que em 1983 esta região também sofreu com as chuvas, como efeito do El Niño. Ao que tudo indica, os fenômenos atmosféricos estão recrudescendo, ou seja, estão ficando mais severos, afirmou. De acordo com Silva, ainda não é possível dizer com certeza o que pode estar motivando a natureza, mas uma série de fatores deve ser considerado como o aumento da emissão de gás carbônico e de outros gases decorrentes da industrialização e o abatimento de vegetações.


política

Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ REAÇÃO ] Parlamentares garantem que não

foram avisados do ato que liberou as passagens

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5

[ SUCESSÃO ] Presidente da República encerra as férias, volta a despachar no Centro Cultural Banco do Brasil e deve fazer uma série de viagens no último ano de governo LÚCIO TÁVORA/A TARDE/AE

Senadores afirmam que não sabiam da nova farra rasília (AE) - Na pressa de agradar os senadores num ano eleitoral, a Mesa Diretora do Senado incluiu entre os seis parlamentares que aprovaram o ato autorizando o uso este ano da verba de transportes aéreo do ano passado o senador Gerson Camata (PMDB-ES), que nem mesmo estava em Brasília. Camata disse que, naquele dia e hora, estava de licença médica em São Paulo, submetendo-se a uma série de exames. Em reposta ao pedido de Camata para que fosse investigado o que houve, a diretoria-geral do Senado limitou-se ontem a republicar o ato, com uma inovação: no lugar de seu nome, colocou o do senador Aldemir Santana (DEM-DF). Camata afirma que a medida não valida o ato e nem tampouco resolve o “dano moral” que teve ao ser incluído na lista dos responsáveis por mais uma das mordomias do Senado. “O ato é falso e inconstitucional, como me informou a advocacia do próprio Senado Você não pode carregar recursos de um ano para usar no outro”, alega. “Fui alvo de protestos de tudo quanto é lado e eu nem estava lá”. A decisão da Mesa revoga uma das anunciadas medidas moralizadoras adotadas pela Casa no ano passado, no auge do escândalo dos atos secretos. Ficou acertado, quando da tentativa de conter a farra das passagens aéreas, que a sobra do dinheiro retomaria aos cofres da Casa. Para o presidente da Comissão de Constituição e Justiça do Senado, Demóstenes Torres (DEM-GO), a republicação do ato com o nome de outro senador, não acaba com a sua nulidade. “‘É muita baderna”, reconhece. “O certo é que

B

o ato é nulo de pleno direito e para valer, a Mesa teria de reiniciar todo o processo” Já o primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM-PI) trata a troca dos nomes como sendo “uma questão subjetiva”. Segundo ele, foi um requerimento de Camata sobre o que fazer com os créditos restantes que motivou o ato. Camata informa que, ao mesmo tempo em que assinou o requerimento, buscou orientação com a Advocacia-geral do Senado. “Como era inconstitucional, eu não assinaria a medida em nenhuma hi-

Presidente Lula passeia na praia de Inema, localizada na Base Naval de Aratu, durante as férias que terminam este fim de semana

GERSON CAMATA Senador

Lula e Dilma retomam viagens

pótese”, afirma. Os patrocinadores do ato são o presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP), e os senadores Serys Slhessarenko (PT-MT), Mão Santa (PSC-PI) e Patrícia Saboya (PDT-CE). Não foi a primeira vez que s Mesa Diretora revogou uma “medida moralizadora”, como o próprio Sarney gosta de chamar as decisões para acabar com abusos na administração da Casa. Em setembro, a Mesa recuou na medida que proibia a transferência para os Estados de servidores comissionados das lideranças dos partidos. Na época, Sarney disse no plenário que a autorização atendia a “todos os líderes”.

rasília (AE) - De volta das férias, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva e sua candidata à sucessão, a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, voltam a despachar na próxima semana no Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB) e devem iniciar a série de viagens do último ano de governo pelos grotões do Piauí e do Maranhão. Na manhã de segunda-feira (11), Lula e os ministros mais influentes do governo participam da primeira reunião de coordenação política. Paulo Bernardo (Planejamento), Franklin Martins (Comunicação Social) e Luiz Dulci (Secretaria Geral), que estão de recesso, também voltam ao traba-

Fui alvo de protestos de tudo quanto é lado e eu nem estava lá”

B

lho. O encontro não terá as presenças de Guido Mantega (Fazenda), que continuará de férias até o dia 15 deste mês, e Henrique Meirelles (Banco Central), que está na Basileia, na Suíça, onde participa da reunião do Bank for International Settlements (BIS) e do Financial Stability Board, seguindo depois para Cancun, no México, com previsão de retornar ao Brasil apenas no dia 14. Lula sancionará, ainda na segunda-feira, lei que cria a política nacional e o programa nacional de assistência técnica e extensão rural para agricultura familiar e reforma agrária. Na tarde de terça-feira (12), o presidente sancionará, no CCBB, a lei que cria a Universidade de In-

tegração Latino Americana, Unila. Ele também participará de uma solenidade no Teatro Nacional de repasse de cerca de R$ 1 bilhão do programa “Minha Casa, Minha Vida” para municípios com menos de 50 mil há cvbitantes. A agenda do presidente prevê para quarta-feira (13), no Itamaraty, encontro de Lula com governadores e prefeitos dos 12 Estados e cidades que sediarão a Copa do Mundo de 2014. Durante o evento, será assinado um termo de cooperação para obras de infraestrutura. O governo quer acelerar os projetos de melhoria em transporte urbano e de acesso aos estádios do torneio. Decidido a fazer uma série de

viagens na reta final do governo, Lula planeja para quinta-feira (14) uma viagem para as cidades de São Julião e Patos do Piauí, onde estão sendo feitas obras do Programa de Aceleração do Crescimento. Também poderá fazer um sobrevoo no canteiro de obras da ferrovia Transnordestina. No dia seguinte, Lula participará do lançamento da pedra fundamental de uma refinaria da Petrobras em Bacabeira, Maranhão O evento será uma reafirmação da parceria do presidente com a oligarquia Sarney, que controla o Estado. A governadora Roseana Sarney, filha do presidente do Senado, José Sarney, é presença confirmada no evento.


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

política

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Agnelo Alves O REPÓRTER NOTAS... ...SATON RECOMEÇO A temporada de almoços,com extensão até o jantar,recomeçou nas praias,tendo Pirangi como capital.A postos,os colegas da crônica social.Novidade não sairá. Mas,assunto não faltará.

... O QUE SE DIZ...

CORRIDA AGORA É CONTRA O TEMPO COM DATAS MARCADAS SEM QUE NINGUÉM APOSTE EM NINGUÉM RODRIGO SENA

APROVAÇÃO A aprovação do Governo do Estado por 51% dos eleitores ouvidos pela PERFIL,na Grande Natal,está fazendo os governistas baterem nos peitos com satisfação e deixando o pessoal da oposição preocupado.

DESAPROVAÇÃO A desaprovação da administração da prefeita Micarla de Souza,por 46,75% ,contra a aprovação de 30,37% – na mesma pesquisa da PERFIL – motivou reunião de cobrança da prefeita com seu secretariado.Reclamou,chorou, esperneou.E culpou o secretariado. Ninguém reagiu.Também não assumiu.Na saída,unanimidade:a culpa é dela e da família dela (Sic).

CONSULT A CONSULT não deve permitir a maneira como foi publicada uma pesquisa com a sua assinatura visivelmente tendenciosa,fajuta. Foi o quê aconteceu quando o cliente publicou apenas os dados por região do interesse de determinado candidato,não publicando regiões como a capital norte-riograndense,abrangendo a grande Natal em seu todo. Compromete a CONSULT,que deve ter entregue a pesquisa completa.

QUEM APOSTA EM QUEM? Pelas últimas pesquisas publicadas na íntegra – a da PERFIL e, parcialmente,a da CONSULT – não há ninguém em férias.Nem candidatos a governador e também não candidatos a senador. Cada um que segure o pálio das procissões e festeje o padroeiro em cada cidade.A luta é grande e ainda nem começou.

FARRA DAS PASSAGENS O Senado voltou às manchetes de forma deletéria,com nova “farra das passagens” e o pagamento de “horas extras”no período de recesso.Lamentável.

CONVIVÊNCIA A Câmara Municipal de Natal está aprovando,sem ver e sem saber,o que a prefeita manda,como mais uma vez ficou constatado com o Orçamento.Deplorável.

ois mil e dez herdou todas as confusões e problemas de 2009, mas estabelece datas rígidas para decisões, entre as quais: a desincompatibilização da governadora Wilma de Faria e os ocupantes de cargos comissionados que desejarem ser candidatos. A desincompatibilização será 1º de abril e a eleição será em outubro. A rigor, portanto, a governadora Wilma Maria de Faria tem apenas 80 dias de governo, a partir de hoje. Neste prazo, terá que deixar resolvido um montão de problemas e confusões em torno de sua “Base” de apoio, tais como a consolidação da candidatura de quem já lançou pelo seu partido, Iberê Ferreira de Souza, e a escolha do seu companheiro de chapa para o Senado, além de seus suplentes. Se a governadora Wilma não resolver todos os problemas e confusões enquanto estiver no comando, estará transferindo para quem vai substituí-la no governo, o candidato à reeleição, Iberê, a liderança para resolver e decidir problemas que ela não resolveu. Será mais fácil ou mais difícil? Sem previsão. Com toda certeza, entretanto, será por sua conta e risco, como governadora e candidata.

D

NINGUÉM SABE QUEM ESTÁ COM QUEM Dois mil e dez recebeu, em seu colo, o mesmo cenário político de 2009. Ninguém sabe

quem está com quem. Quem é Governo e quem é oposição? A que partido Primeira data, a está filiado e se obe- desincompatibilização decerá a orientação da governadora, em abril. A data de partidária. Os partidos perde- outubro é inexorável ram a militância. Não para a eleição – o existe mais um elei- jogo continua com as tor peemedebista, cartas na mesma petista, democrata, disposição de 2009 – ex-liberal e assim por sem “oposição e diante. Na faixa dos governo”a eleição candidatos majoritá- será entre um lado e rios – Governador e outro.” Senador – os eleitores vão escolher em quem votarão, não importando o partido, havendo em conta, apenas, o conhecimento e a preferência. Nas chapas proporcionais, o eleitor admite votar mediante conveniências outras, que não valem a pena serem reportadas.

TODOS OS CANDIDATOS A CANDIDATOS A rigor, 2009 passou para 2010 todos os candidatos a candidatos, desde muito tempo conversando, almoçando, jantando, arrotando. Ninguém desiste oficialmente, apenas passa de um lado para o outro. Uma aliança que já nasceu morta, mas de-

morou a ser enterrada, foi aquela que nem nos lembramos do nome, reunindo conhecidos líderes políticos, dentre os quais, dois candidatos a candidatos. Foi sepultada, finalmente. A ESQUERDA A esquerda perdeu seus ditos populares de valia em eleições passadas como, entre outros: “neo-liberal”, “imperialismo americano”, “o povo unido jamais será vencido”. ESTRUTURA E BASE Os grandes partidos, atualmente, não são registrados na Justiça Eleitoral. Daí, permanecendo os partidos antigos para que haja acesso e registro dos candidatos. Os grandes partidos da atualidade, cantados em versos e prosa, são “Estrutura” e “Base”. Não se fala mais em Governo e Oposição. PRIMEIROS ARRUFOS Mas 2010 começou acendendo os primeiros rastilhos nos desaforos e acima dos primeiros arrufos, mesmo que todos tenham dançado, bebido, cantando, comido, soltaram foguetões nos réveillons, em meio ao foguetório, acendendo uma vela aqui, outra acolá, em promessas fervorosas. Concluindo, tudo no esquema de “tanto faz como tanto fez”.

PIOR É MELHOR A gente tem que se contentar e corrigir nas urnas,partindo do princípio de que “o pior parlamento é melhor do que nenhum parlamento”. MARCELO BARROSO

estória da história FOI EM PAU DOS FERROS, SURGIU O CIGANO NA CAMPANHA DE 60 campanha de 1960 foi planejada para ser prepositiva pelo candidato Aluízio Alves. Durante todo o ano anterior, Aluízio programou e realizou encontros regionais para a abordagem de problemas de cada região e do Rio Grande do Norte, no seu todo. Foi num desses encontros, o do Seridó, que Aluízio encarregou Manoel de Medeiros Brito para fazer uma sondagem, concluindo com o convite ao monsenhor Walfredo Gurgel para ser seu companheiro de chapa como candidato a vicegovernador. Ninguém melhor poderia desempenhar a missão. Confiança mútua de Aluízio e do monsenhor Walfredo. Manoel de Brito sabia como ninguém desempenhar a missão. Era preciso habilidade? Ele usaria toda a habilidade de que fosse capaz. Precisava ser merecedor de confiança mútua de Aluízio e do Monsenhor? Ninguém melhor do que Brito. Não acompanhei a missão, nem, tão pouco, o momento em que foi transmitida a Brito. Fiquei no Rio de Janeiro, no vai e vem para Brasília, na fase final de sua construção, da nova capital do Brasil.

A

A senadora e ex-prefeita Rosalba Ciarlini está preocupada com a repercussão negativa da demora de Assembleia em aprovar o projeto da adutora de Mossoró

Muito tempo depois, soube dos detalhes. Mas do resultado, soube rapidamente, através de um telegrama cifrado de Aluízio para mim. Os exatos termos, não me lembro. Mas, algo assim como: “Algodão bem cotado, exigindo reserva absoluta”. Brito voltara direto para Currais Novos, onde o encontro regional estava sendo realizado, transmitindo a conversa que tivera com o monsenhor Walfredo e a sua concordância em ser o candidato a vice-governador, compondo a chapa com Aluízio Alves. Mas, foi no desenrolar da campanha que surgiu, espontaneamente, a legenda que tomou conta do Rio Grande do Norte: “A ESPERANÇA E A FÉ, Aluízio Alves e monsenhor Walfredo Gurgel”. Quem terá criado? O povo. Surgiu num dos comícios, uma espécie de “estandarte”. Imediatamente, Aluízio aproveitou para propagar, através de seus discursos. A campanha tomou um rumo inesperado e não planejado, com a forte participação popular. Portanto, chegando em Pau dos Ferros, um pequeno grupo de correligionários foram esperar Aluízio fora da cidade. Estavam todos indignados, desejosos que

Aluízio respondesse no mesmo diapasão os insultos que os adversários, na véspera, jogaram contra ele. O comício seria grande. Tinha muita gente, também, dos municípios vizinhos que viera ouvir Aluízio. – Eles chamaram você de “cigano”, Aluízio. Responda que cigano são eles. Aluízio ouviu tudo. Agradeceu a solidariedade, mas não adiantou, sequer, uma palavra do discurso que iria pronunciar, respondendo aos insultos dos adversários. Aluízio disse, iniciando seu discurso: – Povo de Pau dos Ferros. O CIGANO chegou... A multidão vibrou. No palanque, os que foram esperar Aluízio fora da cidade se entreolharam e começaram a aplaudir, também gritando: “É o Cigano, é o Cigano”... Serenados os aplausos, Aluízio retomou a palavra e disse: “E como bom Cigano, proponho ao povo de Pau dos Ferros: vamos trocar esse governo velho e estropiado por um governo novo e realizador”. Quando Aluízio prosseguiu viagem, no dia seguinte, em cada cidade que chegava as “meninas da Ala-moça” estavam vestidas de ciganas.

...Que proprietários e garçons de conhecidos restaurantes da cidade estão numa torcida grande para que os impasses para a escolha dos candidatos ao Governo do Estado permaneçam por mais tempo... ...Que,enquanto a escolha não for feita,acontecerão novos almoços e novos jantares,proporcionando mais faturamento e mais gordas gratificações... ...Que os garçons já conhecem o gosto dos convivas pelas marcas de vinhos,de uísques e pelos peixes e carnes servidas... ...Que,entretanto,os camarões levam uma vantagem enorme sobre os peixes e carnes,mesmos somados os dois... ...Que a lagosta perde longe, mesmo que o pagamento seja globalizado para o “pagador invisível”, advindo de solícitos e competentes assessores, exigentes quanto às notas fiscais... ...Que,quando da escolha oficial de cada candidato,os proprietários de restaurantes estão esperando um faturamento recorde... ...Que,entretanto,a torcida é maior para o retardamento da escolha, estimando que aconteçam mais almoços e jantares e, naturalmente,mais arrotos... ...Que,em tempo,esclarecemos que os arrotos não são faturados...

... CARO LEITOR... Um início de ano algo preguiçoso, sugestivo de nada para fazer,me deixa contemplativo como agora, diante do mar,onde estou desde alguns instantes.Olhando para traz, puxando pela memória,nunca fui de intimidade com o mar.Nas poucas tentativas que fiz,sempre me deixei dominar mais pelo receio, sei lá,do que pela vontade que não deixei morrer,de invadi-lo,penetrálo,banhando-me em suas águas. As vezes que tive de me jogar contra as ondas,em embates inesquecíveis,mas muito raramente lembrados,não foram as ondas do mar.As vezes que aparentemente caí,ganhei forças para me levantar e continuar lutando. E se não venci,por vezes até,apenas,sobrevivendo,senti felicidade no simples apalpar para me saber vivo.Foi nos tempos de chumbo,um tempo que se foi sem deixar saudades...Momentos de muita dor,muita luta.Sobrevivi feliz,repito. Venci? Não diria assim,de maneira tão peremptória,supondo o fim de uma luta que continua grande.Mas mudou de patamar,sem os arreganhos e as violências contra os meus direitos de cidadania.Antes com os direitos iguais de brasileiro, livre para ir e vir e até de pensar que, idiotamente,me disseram que eu não tinha o direito.Imagina amigo que forças tive que desenvolver, dentro de mim,para resistir e atravessar a onda e não apenas uma chuva,como me incentivou para a luta o nosso amado e inesquecível Dom Nivaldo Monte, ao me visitar na cadeia. Estou diante,neste instante,do mar de Pirangi,hoje meu confidente, com quem converso silenciosamente,para que os transeuntes não pensem que estou falando sozinho.Uma conversa, portanto,surda,mas real,o mar e eu.Amistosa,cheia de confissões de minha parte,como querendo uma resposta ao vivo.Colho apenas a sugestão de olhar mais além,lá na linha do horizonte,onde o mistério acontece com o mar e o céu se encontrando,como que de mãos dadas.Muita paz.Muita ternura. Uma magia talvez imaginária com todos os encantos. Meu melhor abraço para você, familiares e amigos.NECO.


Domingo | 10 de janeiro de 2010

geral

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

[ TRIBUNAIS ] Entendimento foi firmado pela Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça em julgamento pelo rito da Lei dos Recursos Repetitivos, aprovado em 2008

7

[ FOLIA ] Ambev vai liberar recursos para festa

popular, que mobilizou 2,5 milhões em 2009

Carnaval de rua terá patrocínio de cervejaria

STJ reforma decisão sobre previdência complementar R rasília (STJ) - As contribuições à previdência complementar recolhidas sob o amparo da Lei 7.713/88 (janeiro de 1989 a dezembro de 1995), com a incidência do Imposto de Renda no momento do recolhimento, geram benefícios e resgates isentos de tributação. Caso contrário, violaria a regra proibitiva da “bitributação”. Por outro lado, incide o IR sobre os benefícios e resgates oriundos de contribuições amparadas na Lei 9.250/96 (a partir de 1° de janeiro de 1996). O entendimento foi firmado pela Primeira Seção do Superior Tribunal de Justiça (STJ) em julgamento pelo rito da Lei dos Recursos Repetitivos (11.672/08). Para processos semelhantes, será aplicado o mesmo entendimento. O caso envolvia contribuintes da Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil (Previ) e a Fazenda Nacional. Os contribuintes recorreram ao STJ com a intenção de ver reformada a sentença decretada pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF1). Segundo a defesa dos contribuintes, a complementação da aposentadoria configuraria reserva de poupança formada ao longo dos anos de trabalho e já teria sido tributada quando constituía parte de seus salários. Dessa forma, a decisão do TRF1, que considerou as complementações de aposentadoria como sendo acréscimo patrimonial, sobre as quais, portanto, deveriam incidir o imposto, violaria a previsão legal da não “bitributação”. A recusa por parte do TRF1 de não levar adiante a pretensão de reformar a sentença judicial se ba-

DIVULGAÇÃO

B

Ministro Luiz Fux reconhece direito dos contribuintes à isenção e lembra jurisprudência do STJ

seava na Súmula 343 do Supremo Tribunal Federal (STF). Conforme a Súmula, não caberia impugnação de sentença judicial por motivo de a decisão dos tribunais se basear em interpretação controvertida de lei. O ministro relator Luiz Fux afirmou que quando do pronunciamento do acórdão do TRF1, em 2003, a jurisprudência do STJ já acolhia o entendimento de que as contribuições recolhidas sob a vigência da Lei 7.713/88 estariam isentas da incidência do imposto de renda. Para o ministro Luiz Fux, está evidente o direito dos contribuintes à isenção pretendida, uma vez que o acórdão proferido pelo tribunal reconheceu ter havido incidência do imposto na fonte .

STJ nega pedido de Paulo Maluf para suspender multa Brasília (STJ) - O presidente em exercício do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Hamilton Carvalhido, negou seguimento ao pedido de cautelar feito pelo exgovernador Paulo Maluf com a finalidade de suspender a cobrança de multa de R$ 50 mil, referente ao processo de execução de sentença, na qual ele e dois exsecretários estaduais foram condenados a devolver ao erário valor equivalente a 250 mil dólares. A cautelar pedia a suspensão de decisão da Sexta Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) que havia negado re-

curso de Maluf para que fosse suspenso o processo a partir de 5 de dezembro de 2005, data da morte de um dos co-réus, Silvio Fernandes Lopes, ex-secretário de Obras e Meio Ambiente, com conseqüente declaração de nulidade de todos os atos processuais posteriores à data. Para o TRF2, houve litigância de má-fé, “com a interposição de recurso manifestamente infundado e protelatório”, pois o réu já havia sido advertido da possibilidade de imposição de multa “caso tentasse novamente tumultuar o processo”.

io (AE) - Uma cervejaria será a patrocinadora oficial do carnaval de rua este ano, anunciou a prefeitura do Rio de Janeiro. Como “contrapartida”, a Ambev investirá R$ 5 milhões para espalhar 4 mil banheiros químicos, 500 controladores de trânsito, 80 UTIs móveis e a marca da Antarctica pela cidade, em galhardetes, guias de blocos e na decoração da Avenida Rio Branco. Ao justificar a escolha, o secretário de Turismo do Rio, Antonio Pedro Figueira de Mello, teorizou sobre o ato de urinar durante os blocos de carnaval: “Não era possível que as cervejarias ficassem fora de uma coisa dessa, até porque o grande produto que precisa do banheiro químico é o produto de beber cerveja. O xixi é produto um pouco da quantidade de cerveja que as pessoas tomam.” “Fiquei muito feliz de saber que uma cervejaria teve essa preocupação de entrar (na licitação). É uma questão de responsabilidade social o que vocês estão fazendo apoiando esse projeto.” A empresa Dream Factory foi a única a apresentar uma proposta à prefei-

tura, com o patrocínio da cervejaria. Pertence ao Grupo Artplan, do empresário Roberto Medina, responsável por outros eventos, como a Roda Rio 2016 e a árvore de Natal da Lagoa. O público no carnaval de rua do Rio foi de 2,5 milhões em 2009, com maior concentração no centro (1,1 milhão). Segundo o secretário, representantes de 461 blocos procuraram a prefeitura e se inscreveram para desfilar neste ano - isso foi exigido por meio de decreto do prefeito Eduardo Paes (PMDB). Não foi o caso do cineasta Roberto Souza Leão, um dos fundadores do Exalta Rei, que fez sucesso no ano passado. Na ocasião, o grupo se apresentou pela primeira vez, na Urca, zona sul, na frente da casa do cantor Roberto Carlos. “A gente não pediu autorização. Não pretendemos sair este ano. Somos meio contra essa postura de querer uniformizar o carnaval”, disse. “A gente entende que o carnaval precisa de cuidados, mas a maneira como a prefeitura encaminhou isso foi meio equivocada”, finalizou Figueira.


8 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

geral

Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ MODA ] Evento que integra circuito brasileiro da moda vai até quarta-feira. No total, vinte e sete grifes vão apresentar as coleções outono-inverno na edição de 2010

[ VERÃO ] Rede instalada na avenida Márcio

Marinho facilita comunicação no litoral

Veranista de Pirangi têm acesso grátis à internet

Fashion Rio mistura moda e cinema e esbanja gíria V io (AE) - O Fashion Rio começou mais carioca do que nunca, e misturando moda e cinema. Antes do início dos desfiles, na sexta-feira, foi lançada a logomarca do filme “Rio, Eu Te Amo”, da série “Cities of Love”, que já se voltou a Paris e, mais recentemente, a Nova York. O idealizador da identidade visual do longa que será rodado em 2010 aqui é Oskar Metsavaht, estilista da Osklen, grife identificada com o jeito de ser do carioca que desfila na São Paulo Fashion Week. Gaúcho radicado no Rio há 25 anos, Metsavaht é apaixonado pela cidade e uniu imagens icônicas como o Cristo Redentor, o Pão de Açúcar e o Morro Dois Irmãos no pôster do filme. “Nasci em Caxias do Sul, mas sou carioca, porque isso é um estado de espírito”, disse o estilista, contente por participar da abertura do Fashion Rio, ainda que apresente sua marca só em terras paulistanas. “Para mim, não existe diferença entre a SPFW e o Fashion Rio. Moda não é do lugar, é da pessoa.” A criação é do escritório de estilo que Metsavaht abriu há dois anos, o om.art. Uma camiseta com a ilustração do cartaz também foi lançada, e já estava sendo usada pelo diretor criativo do Fashion Rio, Paulo Borges. “A gente está falando muito de convergência nesta edição, e estamos aqui agora falando de moda, cultura, arte, cinema e a cidade”, destacou Borges. “É importante que o even-

FLÁVIO MORAES/AE

R

O ator Rodrigo Santoro comanda desfile na abertura da semana de moda no Rio de Janeiro

É importante que o evento se relacione com a cidade, e a cidade com o evento” PAULO BORGES diretor do Fashion Rio

to se relacione com a cidade, e a cidade com o evento.” Não por acaso, o cais do porto, na região central da capital fluminense, foi escolhido o quar-

tel-general do Fashion Rio quando Borges assumiu, ano passado, acumulando a SPFW - é uma região considerada prioritária pela prefeitura, que está sendo revitalizada aos poucos. A área ocupada por desfiles, exposições, estandes pontos de alimentação e entretenimento está maior nesta edição outono-inverno. Num armazém, foi montado um espaço dedicado a “Rio, Eu Te Amo”. Depoimentos de quem acompanha o burburinho dos desfiles serão captados, e depois mostrados aos diretores do filme, para que

se inspirem. Serão dez filmetes, costurados ao fim por outro diretor. Dois brasileiros já foram anunciados: José Padilha e Fernando Meirelles. Uma van com um cinegrafista e um produtor vai circular ainda por outros pontos da cidade para ouvir cariocas a respeito de sua relação com o Rio. No primeiro dia, desfilaram Ausländer - com a participação do ator Rodrigo Santoro -, Melk ZDa, Giulia Borges e Victor Dzenk. O Fashion Rio vai até quarta-feira. No total, 27 grifes vão apresentar suas coleções outono-inverno nesta edição do evento.

eranistas e moradores da praia de Pirangi podem curtir a praia e ao mesmo tempo estarem conectados com o mundo, através da Internet. A proposta inovadora da coordenação de tecnologia da informação da Prefeitura de Parnamirim conclui nesta sexta-feira (8) a montagem dos últimos equipamentos na orla, com tecnologia “wi-fi”. Com essa tecnologia, o usuário poderá acessar a internet por meio de notebook, palmtop, celulares ou qualquer equipamento compatível com o padrão “wi-fi”. O coordenador do CTI, Dario Candido de Medeiros, disse que foi realizado um levantamento sobre os locais de maior movimentação na praia com o objetivo de permitir o acesso por boa parte dos usuários. A área de cobertura compreende toda a avenida Márcio Marinho, desde o cajueiro até as proximidades do circo da folia, numa distância de até 150 metros de cada antena. O primeiro ponto de acesso foi instalado na praça São Sebastião, em frente a igreja católica no último dia 30 de dezembro e a partir desta sexta-feira (8) todas os outros pontos, ao longo da avenida, estarão disponíveis para os veranistas. A prefeitura pretende deixar disponível o sistema de acesso público até o dia 28 de fevereiro, durante o período da alta estação. São cinco os pontos de acesso ao longo da avenida Márcio Marinho - Cajueiro, praça São Sebastião, Hotel, Paçoca de Pilão e o Comeu Morreu. O prefeito Maurício Marques disse que o acesso gratuito à internet faz parte de um plano de ação integrada que reúne as secre-

tarias de trânsito, meio ambiente, saúde, limpeza urbana e serviços urbanos. “Reforçamos o atendimento no hospital de Pirangi neste período de alta estação e também a coleta de lixo nas praias, que passou a ser feita diariamente, com dois caminhões. O prefeito fez um apelo aos veranistas para que evitem colocar o lixo nas calçadas depois da passagem do caminhão coletor nas ruas. “Estamos fazendo um grande esforço para manter as praias de Pirangi, Cotovelo e Pium limpas”, disse o prefeito. Sobre o trânsito, Maurício informou que os agentes da prefeitura estão atuando em parceria com equipes do Detran para atenuar os engarrafamentos. Em Pirangi há alguns pontos de estrangulamento. O primeiro é o estreitamento da Rota do Sol no entorno do cajueiro, que não pára de crescer. Os demais são provocados pelos próprios veranistas, a maioria formada por pessoas jovens, que ficam no meio da avenida Márcio Marinho, impedindo o fluxo normal dos veículos. O prefeito também informou que equipes da Secretaria do Meio Ambiente e Urbanismo estão atuando em conjunto com a Polícia Militar para coibir o som alto nas casas de veranistas e em automóveis que estacionam na orla marítima. O som alto sempre foi um problema na praia no período de alta estação turística. Mas este ano o problema se agravou. De acordo com estimativa da Secretaria Municipal de Planejamento, Pirangi tem hoje 15 mil habitantes, número que aumenta nos finais de semana.


Domingo | 10 de janeiro de 2010

geral

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

Plano de carreira dos professores da rede municipal de ensino, que entrou em vigor no dia 1º deste mês, representa aumento de 34% no salário dos educadores do município. Vencimento básico passa a ser de R$ 1 mil

[ MUNICÍPIOS ]

Macaíba implanta plano de cargos prefeita de Macaíba, Marília Dias, sancionou lei complementar aprovada pela Câmara Municipal que implementa o plano de cargos e salários para os profissionais da Educação do Município. O vencimento básico inicial da carreira do Magistério fixado para o nível 1, classe A, passa de R$ 740,76 para R$ 1 mil, um aumento de aproximadamente 34%. A lei entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2010. Com o aumento, a Prefeitura Municipal de Macaíba cumpre a regulamentação federal (Leis Federais nº 9.394/96, 11.494/07, 11.738/08 e Resolução CNE/CEB nº 02/09) para o pagamento do piso da categoria. A remuneração do professor corresponde ao vencimento relativo a sua posição no nível e na classe de carreira, acrescido das vantagens pessoais a que fizer jus. O valor do vencimento básico do nível 2 da carreira será de R$ 1.200. O valor dos vencimentos referen-

A

tes às classes de carreira do Magistério Público Municipal será obtido pelo coeficiente 1,05 sobre o valor do vencimento da classe anterior do nível correspondente. Para estimular o crescimento dos profissionais da rede de ensino municipal, a lei complementar prevê ainda vantagens para aqueles educadores com titulação de mestrado e doutorado no valor correspondente a 20% e 40%, respectivamente. A implantação do plano de cargos e salários dos professores da rede municipal de Educação é mais uma prova do comprometimento da gestão da prefeita Marília Dias com a educação dos macaibenses, o que ocasionará uma melhoria salarial significante para os educadores, conforme tabela abaixo. Além disso, a medida é também um reconhecimento do trabalho desempenhado pelos profissionais da área na rede municipal. DIVULGAÇÃO

Marília: vantagens para educadores com mestrado e doutorado

9


quadrantes

10 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de janeiro de 2010

JOSÉ ARNO GALVÃO [ Advogado ]

“Bença, pai! bença, mãe!” as suas “Novas Cartas”, Paulo Bezerra relembra o costume antigo de pedir a benção. Pedia-se a benção aos pais, aos avós, aos tios e seus cônjuges, considerados tios por afinidade, aos padrinhos de batismo, de crisma e de apresentação; a tarefa destes últimos era levar a criança no braço para ser consagrada e batizada. Mas, não só a estes. Em alguns casos, até aos irmãos mais velhos pedia-se a benção. Ou aos parentes mais afastados, em razão de sua idade.Lá em casa, o costume era arraigado. Mesmo casados, pais de família, todos nós pedíamos a benção a nossos pais, tios e padrinhos. O Professor Antônio Soares, padrinho de Sany e de Sérgio, abençoava-os onde estivesse. E “Padim Dadeia” - Manoel Gadelha de Freitas, primo de meu pai, filho do “meu Tio Aristarco”, como foi por ele tratado toda a vida e cuja escrivaninha, daquelas com cobertura corrediça, cheia de nichos e gavetas pequenas, hoje me serve de mesa de trabalho - era um caso a parte: padrinho de Hilton, foi por todos nós adotado e, chegando em lá em casa, onde se hospedava quando vinha a Natal, ia abençoando a quantos encontrava. Não lembro de Odile, minha madrinha de apresentar; vez

N

por outra ouvi referência a ela. Meus padrinhos foram Vovô e Vovó. E Moca - Mozart Galvão de Barros -, que sempre teve um cuidado especial comigo. Era ele que me levava para Pernambuquinho, lá no Tibáu do Sul. Ou à Festa da Mocidade, na praça Pio X, onde hoje está erguida a nova Catedral. E não esquecia de me abençoar.O pedido era sempre o mesmo: “A benção!” Ou um apressado “bença”. O que variava era a resposta, indo de um simples “Deus te abençoe”, passando por “Deus te guarde”e até um “Deus te dê juízo”. Vovó sempre respondia com “Deus te favoreça.De minha parte, até o fim da vida de meus pais, pedi-lhes a benção, sempre. Quando solteiro, ao vê-los pela primeira vez a cada dia ou ao recolher-me para dormir. Também pedia quando saía de casa e quando viajava, na saída e na chegada. Advogado já, dividindo com pai o escritório, ao chegar, a primeira coisa que fazia era ir à sua sala pedir a benção, respondida com um invariável “Deus te abençoe”. Só depois disso, falaríamos em trabalho. Nunca me incomodou o fato de estarem lá os assíduos frequentadores do escritório, como José Emerenciano, João Maria Furtado, Manoel Augusto, Clóvis Gentile. Só não abria a porta se estivesse ele com algum

CARMEN VASCONCELOS [ Poetisa ]

Advogado já, dividindo com pai o escritório,ao chegar, a primeira coisa que fazia era ir à sua sala pedir a benção, respondida com um invariável“Deus te abençoe”.Só depois disso,falaríamos em trabalho.Nunca me incomodou o fato de estarem lá os assíduos frequentadores do escritório,como José Emerenciano,João Maria Furtado, Manoel Augusto, Clóvis Gentile.“

Humor Fino [ Amâncio ]

Refúgios empre quando tudo parece perdido ou quando a vida pesa, é bom ter refúgios. O refúgio pode ser uma pessoa, um lugar ou um pensamento. Pode ser fora, ou dentro, ou à beira de nós mesmos. O refúgio pode ser antigo, recente ou até imemorial. Em uma entrevista, uma vez, Guimarães Rosa referiuse ao “país da infância”. Esse país da infância é um refúgio poderoso. Sempre dá para se reportar a ele e evocar as inocências perdidas. Inocências também são refúgios. Pessoas também são refúgios. Nossa família, nossos amigos. Estar perto de quem se ama, de quem nos ama, alentar-se com isso, ser salvo dos naufrágios por palavras e atos. Só os náufragos são sinceros e qualquer tipo de naufrágio faz a gente repensar a vida. Também a gente pode acomodar-se em si mesmo, no que aprendemos a acreditar. Podemos recorrer aos princípios e pensamentos que nos construíram, que nos fizeram quem somos. Não falo de comodismo, mas de acomodação, de um tempo para estar abrigado. Quando estamos frágeis, é preciso dedicar tempo aos refúgios. Permanecer neles até o fortalecimento. Ficar neles como quem hiberna, quando lá fora só há hostilidade e intempérie. É como estar de férias das tristezas. Pedir licença à angústia, descansar da tensão com que a vida às vezes nos exausta. É bom quando temos refúgio dentro de nós, a solidão é refúgio também, mas às vezes esse refúgio não dá conta da gente. Então, recorremos às outras pessoas, aos que nos querem bem, claro. A sensação de ter a quem recorrer já conforta, é quase o próprio refúgio. Alguns recorrem à reDe vez em ligião, outros à arte. Alquando iremos guns recorrem à razão. ter a sensação Alguns recorrem à obede sucumbir às diência, ao ascetismo, às adversidades. ilusões. Pode-se recorrer E algumas vezes a uma paisagem bucólica iremos sentir o ou a um lugar isolado. Às desespero nos ondas do mar. rondando, como É preciso cultivar os reuma fera faminta. fúgios, porque, de vez em Algumas vezes quando, e quando menos a noite nos esperarmos, a vida nos acordará roçando parecerá muito pesada, a com a sua nossa vida nos parecerá escuridão os muito estranha a nós mesnossos mos. De vez em quando a pensamentos. vida nos dará socos no esAlgumas vezes tomago. De vez em quanpercorreremos as do acordaremos com um “horas góticas” gosto amargo na boca. da noite com a De vez em quando ireimpressão de não mos ter a sensação de sutermos aonde ir, cumbir às adversidades. E de não termos algumas vezes iremos pouso ou porto sentir o desespero nos seguro. rondando, como uma fera faminta. Algumas vezes a noite nos acordará roçando com a sua escuridão os nossos pensamentos. Algumas vezes percorreremos as “horas góticas”* da noite com a impressão de não termos aonde ir, de não termos pouso ou porto seguro. Por isso, é bom saber dos refúgios. É bom, “é preciso crer nas chaves”**, nas aberturas, nas frestas por onde entra a luz. É refúgio também acreditar que, por mais que as tristezas nos inundem, a vocação da nossa carne é se infestar de alegrias.

Nelson Patriota [ Escritor ]

O memorialismo veraz de Edson Nery

S

*Expressão de Oscar Wilde. **Verso de Prisca Agustoni.

cliente: aí, a benção ficava para depois. Oswaldo Lamartine, testemunha desse costume familiar, dizendo-se invejoso de tal prática e faltar-lhe alguém a quem pedir a benção, passou a pedi-la a Pai, toda vez que, estando em Natal, o encontrava a cada dia e quando dele se despedia. E, nas cartas a ele dirigidas não faltava o pedido para ser abençoado. Com a morte de meu Pai, Oswaldo me adotou e passou a abençoar-me, quer eu pedisse, quer não, como a lembrar minha falta.Por estar consciente da importância de tal prática, não somente pelo evidente motivo religioso, que tem fundamento na Bíblia, como lembra Paulo Bezerra, também pelo estreitamento dos laços entre pais e filhos e netos, inculquei nos meus o costume. Embora, como sempre acontece, depois de certa idade tende-se a considerar certas práticas como sinais de conservadorismo, antiquadas ou, mesmo, coisa de criança. Isso me leva a não esperar o pedido de meus filhos e de meus netos para abençoá-los. Quando os beijo ou quando me beijam, sempre acrescento um “Deus te abençoe”, confortador.E, de verdade, é exatamente isso que espero, que Deus os abençoe e os acompanhe pelos caminhos da vida.

erdade existencial e verdade literária se associam no livro “Vão-se os dias e eu fico – memórias e evocações”, de Edson Nery da Fonseca, lançado em fins de 2009 pela editora Ateliê Editorial. O propósito desse exercício memorialístico do escritor pernambucano foi dar resposta a algumas questões pontuais, do tipo “por que isso, por que não aquilo”, e teve inspiração numa sugestão do espanhol Julián Marías no sentido de que uma vida pode ser mais bem compreendida se observado não o que se fez dela, mas o que se deixou de fazer. Trata-se, poderse-ia dizer, de uma espécie de “contabilidade existencial”, que costuma ocupar um lugar de importância na vida de um escritor longevo, como é caso do octogenário Edson Nery. À medida que flui a leitura do livro, o leitor vai se dando conta do quanto o autor deixou para trás a fim de poder seguir a linha-mestra de sua biografia, ou seja, mantendo-se fiel aos valores que construiu para si. Avulta, a esse respeito, a nostalgia da vida monástica que Edson nunca experimentou plenamente por circunstâncias inesperadas e incontornáveis. Vê-se também o quanto lhe custou ter sacrificado essa “vocação perdida” à qual findou por absorver entre as suas “faltas”. Em compensação, são múltiplas as realizações no campo da biblioteconomia, da crítica literária e da boa convivência, com destaque para o trabalho junto a pessoas como Álvaro Lins, Gilberto Freyre e Otto Maria Carpeaux, mestres de eleição de Edson Nery, e que, pelo papel que desempenharam na cultura brasileira, já bastariam para conferir a um relato biográfico um interesse inquestionável. A esses mestres somaram-se outros nomes não menos emblemáticos, como Darcy Ribeiro, Manuel Bandeira, Anísio Teixeira, Odilon Ribeiro Coutinho, Nelson Pereira dos Santos, os norte-rio-grandenses Nilo Pereira e Câmara Cascudo e outros mais. A trajetória de Edson Nery rumo às suas grandes realizações no campo da biblioteconomia também é retinta de episódios curiosos, intrigas palacianas, êxitos e uns poucos insucessos, que ninguém é perfeito! Mesmo ante os resultados indesejados, o autor se mantém veraz, como o faz ainda quando aborda a delicada questão da sua homossexualidade, como a dizer que “Não acredito no âmbito de seu testamento intelec- em opção tual nenhuma verdade poderia faltar, homossexual porque só muito menos ser escamoteada. Nesse que é um dos capítulos mais masoquistas podem optar por longos do livro, Edson se permite fauma vida social zer algumas conjeturas acerca da ques- difícil como a dos tão sexual, tema candente de nossos que amam pessoas dias, cujas múltiplas vertentes têm ge- do mesmo rado intermináveis discussões entre sexo [...]”. conservadores, liberais, indiferentes (poucos) e apaixonados (inumeráveis). Aos que defendem ser o homossexualismo uma cândida questão de opção, Edson Nery contrapõe um argumento difícil de rebater: “Não acredito em opção homossexual porque só masoquistas podem optar por uma vida social difícil como a dos que amam pessoas do mesmo sexo, obrigados a esconder como vergonhoso ‘l’amour que n’ose pas dire son nom’”, isto é, “o amor que não ousa dizer seu nome”, e que Edson atribui a Shakespeare e não a Wilde, como às vezes ocorre. Casamento entre pessoas do mesmo sexo e paradas Gay são outras objeções veementes do escritor pernambucano. A segunda parte do livro, literalmente “Evocações”, é uma espécie de suplemento às memórias, uma vez que traz impressões de Odilon Ribeiro Coutinho e de Álvaro Lins, duas amizades de toda a vida de Edson, além de um comovido retrato da sua mãe e de uma afilhada cercada de mistério, a partir do estratagema fabuloso que origina sua narrativa. O requinte da prosa de Edson Nery não fica apenas na sua erudição. Sua privilegiada memória, que lhe permite recitar de cor poemas e mais poemas dos mais diversos poetas, inclusive de sua ex-aluna Zila Mamede, exerce um papel fundamental nessas memórias: enseja que, sempre que possível, o autor recorra a versos de Drummond, Bandeira, Schmidt, Ascenso Ferreira, Cassiano Nunes, entre muitos outros, para exprimir uma determinada ideia, esclarecer determinado pensamento. A igual uso literário se prestam frases de Gilberty Freyre, outra de suas paixões intelectuais. Com isso, verdade de vida e verdade da arte dão-se as mãos na ciranda dançada sobre a “Pont Mirabeau” (não “Point Mirabeau”), de Guillaume Apollinaire que, a certa altura, canta: “les jours s’en vont, je demeure” (“Vão-se os dias e eu fico”).

V

CLÁUDIO EMERENCIANO [ Professor da UFRN ]

Além das sombras da noite s sombras da noite são devassadas pela luz das estrelas e pelos sonhos dos homens. Os sentimentos, a razão, a sensibilidade, a ternura e o lirismo, que habitam em cada homem, mulher, criança, ancião, jovem, adulto, podem não ser iguais, homogêneos, mas tipificam a natureza e a vocação da humanidade. Em todos os tempos. O fulgor das estrelas irradia uma magia. Infunde a sensação de que é possível ao homem transpor as barreiras do impossível e do impenetrável. A estupidez, essencialmente, tenta embargar, limitar, conter e agrilhoar o ilimitado atributo do homem para amar, criar, inovar, questionar, desbravar e ampliar. A estupidez é fonte original de todos os medos e de todas as vergonhas que degradam a condição humana. A iluminação estelar é apenas súbita, efêmera, instantânea visão de caminhos, que nascem dentro de cada homem, pela força da fé e pela expansão de sentimentos, que realizam a convergência de uns com os outros. É, dizia o Padre Teilhard de Chardin, a unidade dentro da diversidade, a construção sem fim da harmonia e da paz. A noite induz à reflexão. Suas sombras se esvaem ante o ímpeto do pensamento. Não é difícil, nem impossível, qualquer pessoa, independentemente do seu nível cultural e do seu status sócio-econômico, concluir que não existe o "bom tirano". Eis a hipocrisia das hipocrisias. A mentira das mentiras. Nada justifica o arbítrio, a desumanidade, a injustiça, a corrupção e o despojamento da ética e da moral. A noite é fiel companheira da razão. É a circunstância em que os homens criam e amam. Sua voz universal: o silêncio. Infelizmente, um dos traços da crise existencial exibe o medo do silêncio. É o medo da voz da própria consciência. Que não cede nem se abate. Adverte, insiste e condena. A noite se reveste de uma infinidade de sentidos. Desde a ausência da claridade do dia à visão romântica da germinação de sonhos, sentimentos e esperanças. A jornada do repouso, da reflexão e dos vôos do espírito. As circunstâncias que se eternizaram na vida da humanidade, revelando a identidade do homem com Deus. Como o jovem Davi, contemplando as estrelas e entoando salmos e cânticos em homenagem a Deus. Exaltando a Criação. Sinfonia que rompia a paz do silencio para proclamar ao mundo a paz de espírito. Ninguém, em época qualquer, pode dissociar-se do conteúdo de sua fé. Ou me-

A

lhor, dos fundamentos de sua percepção do mundo e da vida. A fé espiritual é a opção pela qual o homem enxerga e dimensiona seu lugar no universo. Realiza interminável ascensão e expande suas potencialidades. Os sentimentos,a Há noites nas quais razão,a civilizações, povos e nasensibilidade,a ções são submetidos ao ternura e o lirismo, espanto, à perplexidade que habitam em cada ou ao arrebatamento. homem,mulher, Outras de explosão em criança,ancião, felicidade, alegria, afeijovem,adulto, ção e hosanas. Manifespodem não ser ta-se ali um silencio diiguais,homogêneos, ferente, indescritível, fasmas tipificam a cinante e eterno. Porque natureza e a vocação os homens, nessas cirda humanidade.Em cunstâncias, cantam no todos os tempos.O interior de suas almas. fulgor das estrelas Comunicam-se pelo oirradia uma magia. lhar que congrega, deInfunde a sensação nunciando as feições da de que é possível ao bondade, do amor, da sohomem transpor as lidariedade e da humilbarreiras do dade. Houve uma noite impossível e do inimitável, em que o temimpenetrável.A po parou: a noite do nasestupidez, cimento de Jesus Cristo. essencialmente, Noite universal, em que tenta embargar, os céus, como assim chalimitar,conter e mava São Paulo (que agrilhoar o ilimitado descortinou o sétimo atributo do homem céu), desceram à Terra e para amar,criar, aos homens. Anos deinovar,questionar, pois, os céus de novo baidesbravar e ampliar. xaram, em outra noite, A estupidez é fonte para confortar o Filho de original de todos os Deus. Foi a noite de Getmedos e de todas as sêmani, em que Jesus, vergonhas que contemplando Jerusadegradam a lém, que dormia, chorou condição humana. e suou sangue. Não por Si. Mas por toda a humanidade. Momento absoluto de entrega, solidão, silêncio e disponibilidade: “Pai..., não se faça a minha vontade, e sim a tua". Resgatava-se a dimensão da vida humana. Foi feita a redenção pelo amor.


geral

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 11

[ ELEIÇÕES 2010 ] PT insiste na cabeça de chapa e oferece vaga de vice e um eventual apoio

à candidatura deHélio Costa ao Senado, mas o PMDB não abre mão de candidatura própria

Cláudio Humberto E-mail: ch@claudiohumberto.com.br - www.claudiohumberto.com.br

Jornada de trabalho s servidores do Judiciário estão em polvorosa com a possibilidade de ter que trabalhar oito horas diárias, como quer o Conselho Nacional de Justiça (CNJ), ao invés das sete a que estão acostumados. E a reação já começou. O governo e o Tribunal de Justiça de Minas Gerais entraram com ação no Supremo Tribunal Federal (STF) pedindo a suspensão e a inconstitucionalidade da resolução que fixou a nova jornada.

O

O projeto mostra um certo preconceito com a agricultura comercial’

Ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, sobre o Programa de Direitos Humanos

LIMITE DOS CEDIDOS A resolução também limitou a 20% o total de servidores requisitados ou cedidos de órgãos que não pertencem ao Poder Judiciário.

PRINCÍPIOS CONSTITUCIONAIS O governo e o TJ mineiros sustentam que o ato contraria princípios da autonomia dos poderes e atribuições fixadas pela Constituição Federal.

AMPLIAÇÃO,NÃO

OS ANÉIS E AS MEIAS

O Sindicato dos Trabalhadores do Poder Judiciário (Sindjus) defende a redução da jornada, não a ampliação. Uma hora a mais, nem pensar.

Além das supostas propinas, Brasília também sofre outro tipo de assalto: os roubos residenciais cresceram 40% na capital do país.

Governo do DF não sabe o que quer Chegou tarde o pedido do Governo do DF ao Supremo no dia 28 passado, para tentar impedir a instalação de 23 novos conselhos tutelares, responsável por fiscalizar a aplicação do Estatuto da Criança e do

Adolescente (ECA). Lei publicada no dia 24 de dezembro determinou a criação dos conselhos. O curioso é que foi o próprio GDF quem mandou projeto de lei à Câmara Legislativa no dia 3 de dezembro.

PROMOTORES VIGILANTES A lei só saiu por pressão popular e dos promotores de Defesa da Infância e Juventude, que defendem os conselheiros.

ESPAÇO ADEQUADO O promotor Oto de Quadros lembra que os conselhos devem ser instalados em espaços adequados, como prevê a legislação.

ESPAÇO OCUPADO O governo do DF garante que criará os conselhos e empossar os conselheiros tutelares, eleitos no final do ano passado. DÉJÀ VU... O Brasil teve uma ...NA BURAQUEIRA Os desastrada experiência com aviões franceses, em 1968. A Aeronáutica da ditadura comprou sete jatos de treinamento Fouga Super Magister para uma “moderna” Esquadrilha da Fumaça.

Fouga exigiam pistas asfaltadas para operar, os dois reatores consumiam combustível demais, e a autonomia de voo era de hora e meia. Foram desativados em 1972.

‘O CARA’ESTÁ EM JOGO... O PT e Lula, quem diria, estão em todas, até num vídeogame: no jogo GTA San Andreas (Playstation 2), lançado nos Estados Unidos, o “cara” aparece em campanha à presidência da República.

...NUM MURO AMERICANO No muro, a enorme propaganda mostra o nome do candidato, a estrela do PT e o número 13 do partido, quando o personagem principal, um bandidão, viaja de carro por San Francisco, um dos pontos da aventura.

Vale o escrito A Viação Planalto, do polêmico Wagner Canhedo, mandou dizer a um leitor de Brasília que sua reclamação pela “fe-

chada” do ônibus 13 0770 “foi anotada”. E no papel está, há dez dias. Os ônibus parecem sucata.

ESPECULAÇÃO IMOBILIÁRIA O anúncio assusta: um terreno perto da Procuradoria-Geral da República, em Brasília, está à venda por R$50 milhões. A UnB estuda o fenômeno na capital, que empurra a classe média para a periferia.

EXCESSO DE TRABALHO O presidente da Comissão de Fiscalização e Controle do Senado Federal, Renato Casagrande (PSB-SE), prometeu analisar os gastos na Casa, hoje em R$87,6 milhões, só em horas-extras.

PENSANDO BEM... ...o deputado Leonardo Prudente, que volta amanhã a presidir a Câmara do DF, pode alegar que tudo contra ele é “meia verdade”.

PODER SEM PUDOR

Repente no palanque Para o encerramento da campanha a prefeito de João Pessoa (PB), em 1996, o ex-ministro Cícero Lucena contou com o melhor dos animadores: o então senador Ronaldo Cunha Lima. Repentista dos bons, ele levou a multidão ao delírio, referindo-se à posição de Lucena nos bairros da cidade: - Cícero ganha em todo canto/ Só não vê quem estiver cego/ Vai vencer em Tambaú/ Vence no Mandacaru/ No Cangote do Urubu/ Até na caixa prego!

Impasse ameaça aliança política em Minas Gerais elo Horizonte (AE) - No jogo do xadrez político que irá se desenrolar até a realização das convenções partidárias do meio do ano em Minas Gerais, permanece o impasse na formação de uma aliança entre o PT e PMDB em torno de um nome para disputar o governo estadual. Ambos os partidos não abrem mão da candidatura própria. O PMDB tem pelo menos um trunfo para ocupar a cabeça de chapa que irá disputar as eleições ao governo mineiro. O diretório do partido no Estado possui 69 votos, ou seja, o segundo maior número de delegados na Convenção Nacional. As avaliações são de que a falta de um consenso poderá colocar em risco o apoio dos peemedebistas à esperada candidatura presidencial da ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff. Este poderá ser um dos argumentos a serem utilizados pela cúpula nacional petista para que a candidatura própria do PT no Estado seja sacrificada em favor do ministro das Comunicações, Hélio Costa. “O PMDB de Minas tem uma força muito grande na decisão nacional e sem resolver a questão de Minas não se resolve a questão nacional”, diz o presidente do diretório Estadual do partido, deputado federal Antônio Andrade. O PT insiste na cabeça de chapa e oferece aos peemedebistas a vaga de vice e um eventual apoio à candidatura do ministro das Comunicações ao Senado. Os nomes que irão disputar internamente a indicação são os do ministro do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Patrus Ananias, e do ex-prefeito de Belo Horizonte, Fernando Pimentel. Já o PMDB conta com a pré-candidatura do próprio Hélio Costa, que lidera as pesquisas de intenção de voto divulgadas até o momento. “Não há dúvida que o melhor candidato é Hélio Costa”, aponta Andrade. O fator novo nesse quadro é a possibilidade de que Costa venha assumir a candidatura a vice numa chapa presidencial liderada pela ministra Dilma Rousseff. “Isto ainda não foi oficiali-

JOSÉ CRUZ

B

Hélio Costa é pré-candidato ao governo mineiro pelo PMDB, pode disputar eleição para o Senado ROOSEVELT PINHEIRO

Candidatura de Dilma Rousseff pode mudar os planos do PT

zado para o partido, por enquanto é uma hipótese”, diz o presidente do PMDB estadual. O presidente do diretório estadual petista, Reginaldo Lopes, rejeita a tese e afirma que o partido “não aceita chantagem”. Segundo ele, o tom das conversas que vêm sendo travadas com o diretório do PMDB é de que a defesa da candidatura própria não deverá impedir que as duas legendas mantenham o diálogo. “Não aceitamos nenhum tipo de imposição. O ponto para conversar é a defesa in-

transigente da importância de renovar o projeto nacional, que é a candidatura da ministra Dilma Rousseff”, resumiu Lopes. De acordo com ele, embora Costa lidere as primeiras pesquisas de intenção de voto, a candidatura petista ajudaria muito mais o palanque da ministra Dilma no Estado, o segundo maior colégio eleitoral do País. Para ele, entre as alternativas que poderão ser seguidas pelos dois partidos está uma aliança no primeiro turno, ou então manter dois palanques e fechar o acor-

do para o segundo turno. A expectativa do deputado é de que quadro esteja definido antes do 4º. Congresso Estadual do PT, em abril. Na disputa pelo Senado, o quadro também se complicou. Entre as candidaturas que irão disputar as duas cadeiras pelo Estado, uma delas é considerada praticamente imbatível. Depois de anunciar, no final do ano passado, que iria se retirar da disputa interna pela candidatura do PSDB ao Palácio do Planalto, o governador Aécio Neves admitiu esta semana que é “pré-candidato ao Senado por Minas” e que não cogita ser vice na chapa encabeçada pelo colega tucano, José Serra. Na outra ponta, outra candidatura também considerada muito forte é a do vice-presidente da República, José Alencar. Ele poderá se candidatar ao Senado, caso esteja curado do câncer contra o qual vem sendo tratado desde 1992. A confirmação das duas candidaturas seria um balde de água fria na estratégia petista no Estado porque eliminaria a possibilidade de que Hélio Costa pudesse disputar a segunda vaga para o Senado na chapa conjunta e abrisse espaço para a candidatura própria do PT.

[ ARRECADAÇÃO ]

Fundo de Participação tem queda de 19% stimativa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) indica quais os porcentuais de perdas dos Estados no Fundo de Participação dos Municípios (FPM). O primeiro repasse do FPM deste ano foi creditado nas contas municipais na sextafeira. A previsão de R$ 1.344.915.191 registra redução de 19%, em relação ao mesmo período de 2009. De acordo com o levantamento, os índices de perda variam entre 17% a 46%, como é o caso de Roraima. O segundo Estado com a maior perda foi Amapá, seguido do Acre e de Sergipe, com índices de 25%, 23% e 21%, respectivamente. Além das desonerações do Imposto Sobre Produtos Industrializados (IPI) e da mudança no cronograma das restituições do Imposto de Renda (IR), a alteração de coeficiente também foi um fator que contribuiu para a queda acentuada do FPM. A perda de população é um dos fatores para alteração de coeficiente do FMP. Este primeiro repasse foi feito a partir dos dados revisados. No Rio Grande do Norte, segundo publicou a Tribuna do Norte na sexta-feira, 16 municípios tiveram saldo zero na primeira cota de 2010.

E


12

geral

Natal | Rio Grande do Norte| Domingo | 10 de janeiro de 2010

Comunicado do Departamento de Defesa, divulgado no site da instituição, confirma contrato para a venda de mísseis Patriota, apesar dos alertas do governo chinês sobre um possível esfriamento das relações com os Estados Unidos

[ ARMAMENTO ]

Acordo com Taiwan preocupa China DIVULGAÇÃO

ashington (AE) - O Departamento de Defesa dos Estados Unidos aprovou na semana passada a venda de mísseis mais modernos para Taiwan. A transação deve ocorrer apesar das restrições da China, que considera a ilha parte de seu território, e poderia inclusive recorrer à guerra para controlá-lo. A informação sobre a venda foi confirmada por um funcionário dos EUA sediado em Taipé, na quinta-feira. A venda dos mísseis Patriot é parte de um pacote, aprovado pelo Congresso norte-americano há mais de um ano, segundo um porta-voz do Instituto Americano em Taiwan, a “embaixada de facto” dos EUA no país, já que não há laços formais entre os dois lados. “O Departamento de Defesa dos EUA concedeu à Lockheed Martin Corp. o contrato para fornecer sistema de defesa de mísseis Patriot a Taiwan, como parte de um grande acordo de armas aprovado pelo Congresso em 2008”, afirmou o porta-voz. Um comunicado do Departamento de Defesa, divulgado no site da instituição, nota que o contrato envolve “atualizações de ferramentas de mísseis básicas”. Pequim já havia criticado o pacto. “Nós nos opomos firmemente à venda de armas dos EUA para Taiwan”, afirmou um portavoz do Ministério das Relações Ex-

W

teriores da China na terça-feira. Segundo ele, autoridades chinesas tiveram “consultas sérias” com Washington sobre o tema. “Nós pedimos aos EUA que reconheçam a gravidade de vender armas a Taiwan...cancelem quaisquer planos de vender armas e parem de vender armas para Taiwan, para não prejudicar as relações entre China e EUA”, notou o funcionário.

Nós pedimos aos EUA que reconheçam a gravidade de vender armas a Taiwan para não prejudicar as relações entre China e EUA.” COMUNICADO OFICIAL DO GOVERNO CHINÊS

O Pentágono informou em outubro de 2008 o Congresso sobre o acordo de US$ 6,5 bilhões em vendas de armas para Taiwan, gerando críticas dos chineses. O pacote inclui 330 mísseis Patriot de uma tecnologia mais avançada, conhecido pela sigla PAC-3, no valor de US$ 3,1 bilhões. O contrato para a venda do pacote de armas foi fechado ainda no governo do então presidente

George W. Bush. O anúncio de agora deve gerar críticas da China, mas a equipe do presidente Barack Obama precisaria ainda aprovar novos envio de armas à ilha. Outro tema que pode estremecer as relações bilaterais é o possível encontro no mês que vem entre Obama e o líder espiritual tibetano no exílio, o dalai-lama. Pequim acusa o dalai de ser um líder separatista e condena os encontros de líderes internacionais com o religioso. Em outubro, porém, Obama enfrentou duras críticas em seu próprio país por deixar de se encontrar com o dalai-lama. Uma analista do Centro de Estudos Estratégicos e Internacionais, Bonnie Glaser, avalia que Obama mostrou-se cauteloso em relação ao cronograma de sua política, mas não necessariamente sobre essa política em si. “Houve realmente um desejo de tentar obter alguma confiança e a construção de uma relação antes de começarmos a tomar decisões que podem irritar os chineses”, notou ela. Bonnie previu que Pequim “gritará” contra a decisão do Pentágono de vender armas a Taiwan, mesmo que isso faça parte de um pacote já aprovado anteriormente. Ela disse que, na opinião dos chineses, uma resposta branda ao negócio seria interpretada em Washington como um sinal de tolerância de Pequim com essas vendas de armas para a ilha.

Taiwan vai pagar 3 bilhões de dólares por pacote que inclui 330 mísseis e tecnologia mais avançada

Posição de Obama recebe críticas Alguns líderes ocidentais acusaram a China por atrapalhar os esforços por um acordo mais vigoroso para controlar as mudanças climáticas, na conferência realizada no mês passado em Copenhague. Segundo Pequim, porém, o primeiro-ministro Wen Jiabao teve um papel “crucial” nas conversas. Também professor da Universidade Georgetown, Victor Cha duvida, porém, que esteja ocorrendo uma mudança de paradigma na relação entre China e EUA. “Nós

sempre temos que nos lembrar de que a China é grande, brilha, cresce, mas a renda per capita americana é de US$ 40 mil, e na China ela é de US$ 3 mil.” Um funcionário aposentado do Departamento de Estado, John J. Tkacik Jr., disse que a administração Obama está abandonando os taiwaneses, tibetanos e uigures, uma minoria muçulmana envolvida em conflitos étnicos na China no ano passado. Tkacik Jr. notou que os EUA es-

tavam legalmente obrigados a garantir a defesa da ilha, de acordo com uma lei chamada Taiwan Relations Act, aprovada pelo Congresso em 1979, quando Washington reconheceu Pequim como único governo chinês. “A hesitação dos Estados Unidos, mesmo para executar suas próprias leis sobre como lidar com Taiwan por causa do temor da China, é um marco psicológico na ascensão chinesa para um status de superpotência”, apontou o ex-funcionário.

[ TERROR ] Grande Júri indiciou Abdulmutallab,

que pode cumprir prisão perpétua nos EUA

Nigeriano se declara inocente em tribunal etroit (AE) - O nigeriano acusado de tentar explodir um avião norte-americano lotado com destino a Detroit no dia de Natal declarou-se inocente perante uma corte de justiça dos Estados Unidos. Umar Farouk Abdulmutallab falou pouco durante a audiência no tribunal federal, que durou menos de cinco minutos. O homem de 23 anos, que vestia numa camiseta branca, tênis e calças verdes, disse “sim”, em inglês, quando perguntado se compreendia as acusações contra ele. Autoridades disseram que Abdulmutallab viajava de Amsterdã para Detroit quando tentou destruir a aeronave da Northwest Airlines, que levava quase 300 pessoas, ao injetar produtos químicos num pacote de explosivos escondidos em sua roupa de baixo. O fracassado ataque provocou barulho de pequenas explosões e chamas que os passageiros e tripulantes correram para apagar. O Grande Júri indiciou Abdulmutallab por seis crimes nesta semana. O mais grave - e que pode levá-lo a cumprir prisão perpétua - é a tentativa de usar uma arma de destruição em massa. Durante a audiência, Abdulmutallab manteve-se em pé no estrado junto do advogado assistente Jonathan Tukel e da advogada de defesa Miriam Siefer. Ele respondeu algumas perguntas do juiz Mark A. Randon. “Quando o juiz perguntou se ele havia tomado algum medicamento ou álcool nas últimas 24 horas, ele respondeu alguns analgésicos”, disse o advogado. Siefer disse então que ele estava habilitado para compreender os procedimentos. Abdulmutallab, que é mantido na prisão federal de Milan, no Michigan, está sendo tratado num hospital das queimaduras sofridas após o ataque. Os advogados de defesa optaram pela não leitura do indiciamen-

D

to e o juiz apresentou uma declaração de inocência em seu nome. Em tribunais federais é rotina o réu permitir que o juiz entre com uma declaração em seu home em vez de dizer alguma coisa. Dois homens foram detidos sexta-feira em Nova York após uma investigação sobre planos de um ataque a bomba contra a cidade. Essas investigações já haviam levado a acusações contra um motorista de um aeroporto do Colorado. As prisões de Adis Medunjanin e Zarein Ahmedzay fazem parte de uma “investigação em curso” realizada pela ForçaTarefa Conjunta contra o Terrorismo, informou o agente especial

Quando o juiz perguntou se ele havia tomado algum medicamento ou álcool nas últimas 24 horas, ele respondeu alguns analgésicos” MIRIAN SIEFER advogada

Richard Kolko, que não forneceu maiores detalhes. Segundo Kolko e Robert Nardoza, porta-voz do escritório da promotoria do Brooklyn, não há informações imediatas sobre detalhes das acusações contra os homens. Nardoza disse que eles deveriam comparecer ao tribunal na sexta-feira. O advogado de Medunjanin, Robert C. Gottlieb, disse que o FBI confiscou o passaporte de seu cliente. Segundo ele, o mandado de busca indicava que o passaporte era procurado como parte de uma investigação sobre uma conspiração para o uso de armas de destruição em massa.


economia POUPANÇA HOJE 0,5000% CDB 8,60% BOVESPA - 0,72%

SALÁRIO MÍNIMO

R$ 510,00 TAXA SELIC

8,75%

TELEFONES ÚTEIS Receita Federal: 3220-2200 Procon Estadual: 3232-6770 Procon Municipal: 3232-9050 DRT RN: 3220-2000

PÁGINA 3 DÓLAR TURISMO Compra: R$ 1,683 Venda: R$ 1,830 EURO Compra: R$ 2,492 Venda: R$ 2,495

Editor interino: Vinícius Albuquerque e-mail:vinicius@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 de janeiro de 2010

Receitas do Fundo de Amparo ao Trabalhador somaram R$ 35,02 bilhões no ano passado, incluindo investimentos na forma de crédito para o BNDES. Crise internacional e aumento do desemprego foram os fatores que puxaram a retração [ QUEDA ]

FAT tem primeiro déficit da história rasília (AE) - A crise internacional e o aumento do desemprego levaram o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT) a registrar em 2009 o primeiro déficit de sua história. No ano passado, as receitas do FAT somaram R$ 35,02 bilhões, enquanto as despesas - incluindo investimentos na forma de crédito para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) - somaram R$ 36,83 bilhões, impulsionadas pelo volume recorde de pagamentos de seguro-desemprego e também do abono salarial. Em 2009, por conta do aumento no salário mínimo e da elevação do desemprego no primeiro semestre provocado pela crise, os desembolsos para o seguro-desemprego somaram R$ 19,57 bilhões. Segundo o ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, também foi recorde histórico o número de 7,75 milhões de trabalhadores beneficiados. Em 2008, o seguro-desemprego teve desembolsos totais de R$ 14,72 bilhões, beneficiando 7,1 milhões de trabalhadores. Lupi acredita que, superada a crise, em 2010 o volume de trabalhadores que receberá o segurodesemprego será menor do que em 2009, por causa da estimativa de geração de 2 milhões de empregos formais. Mas, em volume financeiro, ressaltou, os desembolsos devem continuar crescendo, em função do reajuste do salário mínimo e da antecipação de seu pagamento para janeiro. As despesas com abono salarial somaram, no ano passado, R$ 7,21 bilhões, também um valor recorde, e com crescimento em relação aos R$ 5,97 bilhões verificados no ano anterior. O abono, no valor de um salário mínimo, é pago uma vez por ano aos traba-

B

lhadores com renda de até dois salários mínimos. Já os repasses para o BNDES, que servem para a instituição federal conceder parte de seus empréstimos às empresas, tiveram ligeira elevação, passando de R$ 9,5 bilhões para 9,6 bilhões. Vale lembrar, no entanto, que no caso do BNDES não se trata de uma despesa normal, mas sim de um investimento que gera receitas financeiras para o FAT. Do total arrecadado pelo FAT em 2009, as receitas do PIS/Pasep somaram R$ 24,37 bilhões, com alta de 4,7% sobre 2008, e as receitas financeiras geradas pelo BNDES totalizaram R$ 10,65 bilhões, subindo 6,5%. As destinações de recursos (BNDES, segurodesemprego, abono, entre outras), que somaram R$ 36,83 bilhões, por sua vez, cresceram quase 20% na comparação com 2008 Apesar do primeiro déficit da história do FAT, Lupi disse não haver motivo para preocupações com a solvência do Fundo, porque 2009 foi um ano atípico. Segundo ele, o impacto da crise internacional elevou as demissões e, consequentemente, os pagamentos de seguro-desemprego, gerando o saldo negativo nas contas do FAT. Ele aposta que em 2010 esse déficit deve ser revertido porque, embora os pagamentos de seguro-desemprego devam crescer em volume financeiro, as receitas do FAT devem ter uma expansão significativa por causa da forte geração de empregos formais, prevista pelo ministro em mais de 2 milhões de vagas - o que, se confirmado, será novo recorde do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). Mas ele ressaltou que essa avaliação sobre o desempenho do FAT em 2010 é pessoal e não dos técnicos da pasta. RODRIGO SENA

Apesar do déficit, Ministério do Trabalho diz que não há riscos

ENERGIA

LISTA SUJA

UNIÃO NÃO TEM PRESSA LIMINAR OBRIGA MTE PARA CONCESSÕES TIRAR NOME DA COSAN Brasília (AE) - O ministro de Minas e Energia, Edison Lobão, disse na sexta-feira passada à Agência Estado que “não há tanta pressa” na solução da questão das concessões do setor elétrico que começam a vencer em 2015. “As próximas concessões vão vencer no terceiro governo a partir deste (em 2015). Não é nem para o sucessor do presidente Lula. É para o sucessor do sucessor do Lula. Então não há tanta pressa”, disse o ministro.

São Paulo (AE) - A Cosan entrou com um mandado de segurança para anular a inclusão de seu nome do Cadastro de Empregadores que tenham mantido trabalhadores em condições análogas à de trabalho escravo. O mandado foi acatado pelo juiz do Trabalho Substituto do TRT de Brasília, Raul Gualberto de Amorim. Com a decisão do juiz, o Ministério do Trabalho precisa retirar a Cosan da “lista suja” até amanhã sob pena de multa diária de R$ 50 mil.

MAECELO BARROSO

DÓLAR COMERCIAL Compra: R$ 1,728 Venda: R$ 1,730 DÓLAR PARALELO Compra: R$ 1,80 Venda: R$ 1,91

FÁBRICA

Marcelo Chamma comenta projetos da Votorantim Cimentos para o RN.


2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 10 de janeiro de 2010

ANTOIR MENDES SANTOS [ Economista ]

Negócios &Finanças RENATA MOURA renatamoura@tribunadonorte.com.br - interina

Centro de Pesquisa General Eletric do Brasil pretende definir ainda no primeiro trimestre de 2010 a sede de seu centro de pesquisa tecnológica. A unidade deverá estar pronta até o final do ano. Com o novo centro de pesquisa, deverão ser criados entre 150 e 300 novos empregos. A definição da localidade levará em consideração a proximidade com universidades e o mercado de consumo em potencial. A empresa, que não adiantou ainda os valores a serem investidos no centro, tem sinalizado interesse em participar dos leilões de áreas de energia eólica, solar e nuclear. Em parceria com a Dobrevê Energia S.A. (Desa) – uma das vencedoras do primeiro leilão eólico, realizado em dezembro – a companhia estaria interessada em montar uma fábrica de fornecimento de aerogeradores no Rio Grande do Norte, campeão geral do leilão. O investimento poderia chegar a R$ 45 milhões. As conversas com o governo do estado já estariam avançadas, mas não há prazo para uma possível concretização do negócio.

A

INVESTIMENTOS De acordo com levantamento da Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop), o setor de shopping centers pretende investir mais de R$ 2 bilhões em 2010 na construção e revitalização de centros de compras, no país.

“Lista suja” O Tribunal Regional do Trabalho da 10ª Região concedeu liminar determinando que a Cosan seja retirada do cadastro de empresas flagradas empregando mão de obra em condições análogas à de escravidão. A decisão foi assinada pelo juiz federal do Trabalho substituto Raul Gualberto Fernandes Kasper de Amo-

1

A governadora Wilma de Faria participa terçafeira,em Brasília,da cerimônia para o anúncio da seleção das propostas do programa Minha Casa,Minha Vida e de operação de financiamento para o programa de habitação PróMoradia,por meio do PAC.

2

rim. O juiz deferiu parcialmente o pedido de liminar, suspendendo a decisão que determinou a inclusão da Cosan na lista. Ele estipulou o prazo de três dias - a decisão saiu sexta-feira - para que a empresa seja retirada da chamada “lista suja”, sob pena de multa diária de R$ 50 mil. As informações são do Valor.

As festas de final de ano, incluindo carnatal,natal e réveillon,impulsionaram um aumento de 30% nas vendas do Nordestão em dezembro de 2009. Segundo Manoel Etelvino, superintendente da rede,entre outras estratégias,a empresa reforçou o estoque para garantir preços atrativos.

3

O calor aqueceu a venda de produtos de verão no Bompreço.Só em janeiro,a rede já registra aumento de 35% nas vendas,ante o ano passado,de artigos de praia,piscinas e guardasóis.A redução de preço de alguns produtos, devido à negociação com a indústria, contribuiu para o desempenho.

ESTÍMULO A Chilli Beans, loja especializada em óculos e relógios, realiza um encontro com 60 funcionários de Natal e Mossoró, hoje, às 9h, no Paradise, em Ponta Negra. O objetivo é apresentar o novo programa de incentivo para os funcionários que ultrapassarem a meta da franquia. A cada três meses serão sorteados notebooks e anualmente um carro. Com o incentivo, a Chilli Beans pretende ultrapassar o crescimento de 32% que registrou em 2009.

Modernização

Mais Internet

O Alphaville Natal está concluindo a implantação do sistema Condomínio 21, da Group Software —líder nacional em softwares para gestão imobiliária e administração de condomínios—, que irá gerenciar todos os departamentos da associação: financeiro, contábil, fiscal, recursos humanos e compras de suprimentos. O objetivo é simplificar as rotinas e, assim, modernizar e profissionalizar a administração da associação. Já a partir deste mês, por exemplo, os boletos dos cerca de 940 condôminos serão impressos a partir do sistema, também usado em outras associações, como Alphaville Cuiabá e Alphaville Graciosa (Curitiba).

A TIM, em parceria com a Vex, está lançando um novo serviço de acesso a Internet: o TIM WiFi. O serviço está disponível para clientes de planos pós-pagos de voz ou dados da companhia, que poderão utilizar os pontos de acesso da Vex, pagando o uso na próxima fatura da linha telefônica. Hoje, a operadora já oferece Internet Móvel por meio de serviços como o TIM Web Pós e o TIM Web Pré e o pacote de dados para uso no celular. A Vex cobre hoje mais de 38 mil pontos em 52 países, incluindo todos os estados do Brasil, além de aeroportos, hotéis, restaurantes, cafés, entre outros. Mais informações estão disponíveis no site: www.tim.com.br/wifi.

LIDERANÇA O Top Companies for Leaders, o mais completo e diferenciado estudo de liderança no mundo, realizado a cada dois anos pela consultoria de RH Hewitt Associates, destacou a Natura como a única empresa brasileira a figurar entre as melhores companhias formadoras de líderes no mundo. A Natura é maior fabricante brasileira de cosméticos. Atualmente, a empresa conta com programas avançados para desenvolver seus talentos, como o Programa de Formação de Líderes.

Estratégia A Faculdade Câmara Cascudo, do Grupo Estácio, está apostando na oferta de material gratuito para captar novos alunos este ano. O incentivo vale para os matriculados a partir do 1° semestre de 2010 e é consequência da reforma curricular que a empresa está conduzindo, na qual os currículos de alguns cursos serão unificados, oferecendo a mesma grade de disciplinas em todo o país. Dessa forma, um aluno que fizer um curso em Natal, por exemplo, estará cursando exatamente a mesma grade de um aluno de Belo Horizonte.

Ano novo, velhos problemas

T

odo final de ano é embalado pelas mesmas sensações e esperanças. Todo ano que finda é marcado por festas e confraternizações na expectativa de dar boas vindas ao ano que se inicia, com as energias renovadas. Todavia, tão logo o ano começa, ressurgem as mesmas dificuldades de sempre. Para quem precisa educar seus dependentes, os problemas são os custos com a compra de material, fardamento, transporte, mensalidade escolar, enfim despesas que oneram o orçamento familiar, sobretudo, para os milhões de brasileiros que recebem de 01 a 03 salários mínimos e que dependem dessa renda para sobreviver. É uma luta inglória contra as famosas “planilhas de preços” que, não raro, bate às portas dos Procon’s. E as despesas de início de ano não param por aí: é nessa época que chegam as cobranças do IPTU, IPVA e outras taxas que, comulativamente, reduzem a capacidade de gasto da maioria das famílias que constituem a base da pirâmide de renda brasileira. Para quem vive do salário mínimo, que até dezembro era de R$ 465, o problema que anualmente se repete é a tentativa de convencer o governo a estabelecer um valor para o mínimo que agrade (se é que isso é possível) a maioria das categorias de trabalhadores. Este ano, a grande novidade nesse processo

foi a antecipação da vigência do salário mínimo para o mês de janeiro, que neste mês passa a valer R$ 510, ou seja, R$ 45 a mais no bolso de quem depende dele. Emblemático, o valor do mínimo impacta a vida de diversas categorias profissionais. No RN, segundo dados do Dieese – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos cerca de 1.082,6 mil pessoas terão seus rendimentos referenciados ao novo valor do salário mínimo. Desse total, a grande maioria é constituída pelos aposentados, 403,6 mil pessoas, vindo em seguida os trabalhadores com carteira assinada, cerca de 348 mil, os que trabalham por conta própria (prestadores de serviços), que somam 240 mil, os empregados domésticos que são 83 mil e os que trabalham como pequenos empregadores (ambulantes), que reúnem 8 mil pessoas. Para quem tem contas a acertar com o leão do imposto de renda (contribuintes não isentos), pelo menos 24 milhões de pessoas que receberam acima de R$ 1.434 mensais, repete-se a correria de sempre, na busca de tentar escapar da mordida do leão. Para os assalariados (que não têm como se defender da sanha arrecadadora da Receita Federal), resta a alternativa de arrecadar recibos de pagamentos com ins-

trução (limitados a tetos preestabelecidos) e despesas médicas, e sonhar com a época em que havia a dedução de outras despesas e a correção do imposto retido na fonte. Para esses contribuintes fica, a cada ano, a expectativa de que o governo, finalmente, se predisponha a corrigir a defasagem acumulada na tabela do imposto de renda. Ledo engano. Enquanto isso não acontece, o governo vai corrigindo a tabela em 4,5%, e estamos conversado !. E para quem esperava pelos 1,4 milhão de empregos prometidos pelo senhor Luiz Inácio em novembro/2009, o ministro do Trabalho acaba de anunciar que foram criados pelo governo 1,1 milhão de empregos, ou seja, 300 mil postos de trabalho a menos, o que significa que o ano se inicia com o velho problema da falta de empregos para todos. E isso tudo sem falar nos velhos problemas climáticos causados pelas superpotências mundiais que, a cada ano, renovam a sua predisposição em ao não querer resolvê-los, e nas catástrofes ambientais que, exacerbadas pela mão do homem, sinalizam que continuamos sem um planejamento adequado para a ocupação do solo urbano. Para os mais desavisados, lembramos que fato novo este ano só mesmo a obrigatoriedade de grafia dos cheques com o ano de 2010. Não é muito, mas......já é um começo !

KARLA MOTTA [ Arquiteta ]

O fim do mundo

S

ó agora me dei conta de que uma década do século XXI já foi vivida. Repentinamente, sem muitos avisos, embora com sobressaltos, o tempo passou. Um dia desses Rita Lee cantava “Miss Brasil 2.000”, e eu escutava em uma fita cassete no moderno aparelho de som 3 em 1 da minha mãe. Como parecíamos longe do ano 2.000, e quão perto dele nos encontrávamos. Quando a virada da década, acumulada com a do século e a do milênio, chegou, o medo místico era o do fim do mundo e o medo material era do BUG. Já informatizados, temíamos que todos os arquivos dos computadores desaparecessem. Era nos que mais se falava naqueles dias. Passados 10 anos do terceiro milênio, sobrevivemos ao fim do mundo – pelo menos como imaginado - e o BUG não chegou. O mundo demonstra que vai se acabando devagarzinho. Não foi uma morte súbita, mas noto a instalação de uma agonia lenta, que fere, machuca, dói. Quantos desastres naturais tem ocorrido e quantas pessoas tem morrido em sua decorrência... A natureza se manifesta com rebeldia, os homens discutem sobre como acalmá-la, sem chegarem a um

consenso em Copenhague, mas refletindo, ponderando. Há os que digam que o aquecimento e o resfriamento da Terra são cíclicos e independem da ação humana, e que o homem pretender “controlar” este é um descontrole, em si. Outros crêem no oposto, que o que ocorre é conseqüência das ações poluidoras do homem e que é preciso parar imediatamente. Desde que não sejam os seus países a reverem o formato e o ritmo produtivo, para atenuar o alastramento da poluição. A tecnologia surpreende a cada dia. Desde 1999, na década, no século, no milênio passado, muita coisa mudou. Poucos tinham computador em casa. Notebook era luxo. Celular era status. As transformações são tão presentes que dispensam comentários. Com um notebook na mão, a praça de alimentação do shopping center ou o café da livraria se tornam escritórios. O mundo da Internet é base para a instalação de realidades diversas, de possibilidades de interação em tempo real. E-mail´s recebidos e enviados no I-phone, encontros agendados no orkut, passos e opiniões divulgados em tempo real no twitter. Há promessas bem fundamentadas de que, em poucos anos, a palma da mão poderá ser utili-

zada como “tela imaginária” de um telefone ou c omputador. Aliás, estes equipamentos, que, dentre outros recursos, carregam em si agendas, GPS, DVD e CD players, se distinguem cada vez menos um do outro. Refletindo sobre estas tecnologias, observo seus impactos nas vidas de todos nós. Na minha área de atuação profissional, que são estratégia, inovação e logística, há fatos interessantes. Sistemas permitem que todos os produtos que colocarmos em um carrinho de supermercado sejam registrados de uma só vez, ao cruzarem um portal de radiofreqüência. Onde ficarão o caixa e o embalador? O vendedor “tirador de pedido” perde a vez para os sistemas de ressuprimento automático, onde os produtos são repostos pelos fornecedores automaticamente, tão logo se atinjam níveis de estoques previamente definidos. Esse mecanismo se repete até os fornecedores das matérias primas, em um fluxo contínuo onde a ação humana, por vezes, até atrapalha. Imagino que se em qualquer dia destes um fenômeno da natureza, como tempestade, tufão, tsunami ou deslizamento de terra, além de matar pessoas, fizer a Internet “pifar”, aí sim, será o fim do mundo!

NATAN SZTAMFATER [ Diretor da PortCasa ]

E-commerce: Explore sem limites

Q

uando ouço falar em e-commerce, um vasto universo de informações me vem à mente. Não somente o significado da palavra ou o conceito que milhões de internautas se apoiam para justificar pura e simplesmente como: vendas pela internet. Parece simples, mas o fato é que para colocar em prática um conceito que pode dar certo, aliás, muito mais do que já vem dando, é preciso mais que conhecimento em vendas, marketing, tecnologia ou comunicação. O toque mais importante nesse processo é a criatividade, que permite se diferenciar desse mercado tão competitivo. O comércio eletrônico brasileiro chegou ao final do primeiro semestre aprovado por 86,11% das pessoas que usaram a internet para fazer compras (fonte: e-bit e Movimento Internet Segura). Isso é mais do que prova de sua ascensão. Os fatores que explicam são inúmeros: aumento da Classe C na web, novas lojas virtuais, variedades, parcelamento, barateamento da banda larga, inclusão social, dentre outros. O mundo online é completamente diferente do universo off line. Desde sua estrutura, que já começa por passar da física à virtual até o planejamento das “agressivas” estratégias de vendas para conquistar os milhares de novos clientes no Brasil e até no mundo. Sim, falo do mundo porque a internet não tem limites, desde que a logística não seja um fator limitante no seu negócio. Prepare-se, na internet o que você alcança hoje pode virar o dobro amanhã. A venda de passagens aéreas ou ingressos para shows são ótimos exemplos de produtos que definitivamente não dependem da entrega via courrier. O comércio virtual é responsável por um faturamento de cerca de R$ 2,3 bilhões, acumulados apenas nos três primeiros meses de 2009, segundo dados da e-bit. Seu crescimento foi “assustador” e, ao mesmo tempo, fascinante para os adeptos da internet. Leia-se 25 milhões de internautas brasileiros e, ainda, residenciais. Fora a fatia do bolo que acessa a web em ambiente corporativo. A cada data sazonal, o e-commerce é ainda mais movimentado. Dia das mães, dos pais, dos namorados e até dos avós e do amigo. Para tudo temos um motivo a favor da evolução das compras virtuais. Mas, para entrar ou manter sua loja no ambiente digital, em meio a tanta concorrência com gigantes, médios e pequenos varejistas, o perfil exigido é merecedor não apenas de ótimas colocações profissio-

nais, mas da capacidade permanente de visão arrojada e empreendedora. Um dos princípios fundamentais para ser líder em seu e-commerce e vir a conquistar a liderança perante seu mercado de atuação é a velocidade e ambição, saudável, claro. A internet muda a cada segundo e o perfil do e-consumidor também. Ganha quem tiver a melhor oferta? O melhor atendimento? A melhor performance nos mecanismos de busca? O melhor prazo de entrega? As mais criativas campanhas digitais? Tudo isso junto e mais um pouco. Como em tudo na vida, uma coisa puxa a outra. Além de uma bela estrutura e o investimento necessário para que ela vá além das necessidades do mercado, o líder e seus seguidores precisam criar, sustentar e fidelizar relacionamentos, estar aberto a parcerias para ampliação de seu portfólio e, mais que isso, extremamente atualizado e afiado com as imensuráveis possibilidades que o marketing digital oferece. Defino aqui que mente jovem e moderna é a chave do sucesso do comércio eletrônico. A equipe também muda, não basta trazer apenas uma especialização em seu currículo, o ponto aqui é buscar profissionais multidisciplinares que, muito além de seus conhecimentos técnicos, devem trazer criatividade, vontade e, principalmente, serem fieis a web. Como especialista em marketing digital, tenho identificado erros graves cometidos por empresas que querem entrar nesse universo. Não é porque a loja física cresce continuamente que o portal, quando recebe as mesmas estratégias do ambiente off line, vai evoluir. Em alguns casos, quase que na maioria, é necessária mais atenção no mundo online. O e-consumidor já se acostumou com chamadas e produtos muito relevantes ao seu interesse naquele exato segundo. Como a loja virtual não possui um vendedor real, a comunicação deve ser tão boa e, com isso, substituir o contato humano. Um dos grandes desafios do e-commerce é fazer com que o cliente se sinta tão bem atendido como na loja física. Por isso a grande atenção no marketing online. Muitas vezes, o cliente virtual não é o mesmo que vai até sua loja física, o que significa que as campanhas de comunicação devem seguir linguagens diferenciadas e o marketing online já traz funcionalidades tecnológicas e ainda, que podem ser gratuitas em alguns casos, que mostram a “receita” perfeita do bolo. Resultados de vendas em tempo real, cliques em cada campanha de email marketing, links

patrocinados, buscas orgânicas e web banners são tarefas bem possíveis de se aplicarem. Não há desculpa, a lição de casa está aí para ser feita e a tecnologia para trabalhar a favor da marca, de maneira mais assertiva e direta. Só assim é possível medir e acompanhar o comportamento de seus clientes. A história de que o investimento na loja virtual pode ser menor que na loja física pode sair “cara”. De que adianta contratar a plataforma com menor custo, subir os produtos com seus respectivos preços no site e fazer uma campanha? Na minha opinião, muito difícil ter sucesso. Se sua ação de marketing seguir uma estratégia direcionada e com objetivos de médio e longo prazo e o seu produto agradar, como suprir aos – agora mensuráveis – cliques e vendas? O risco de não atender a todos são grandes e começam na tecnologia implantada, que precisa suportar o volume de dados que são gerados no trâmite da compra. E não são poucos. A logística também é classificada como um dos pilares de um e-commerce. A rapidez na entrega, agilidade na separação de produtos e uma delicada separação dos mesmos são quesitos que podem fazer toda a diferença. Uma dica, que pode ser vista em diversas empresas do ramo, é a divisão do estoque da loja física com a da virtual. Isso ajuda bastante na organização e confiabilidade do estoque. Lembre-se de fazer parcerias com boas transportadoras. Um bom relacionamento pode salvar a empresa num momento de necessidade. Contar com parceiros para entrega que demonstrem não apenas segurança, mas alta garantia na entrega, só trará seu cliente de volta, além das indicações que pode fazer. Na web, a viralização das marcas é mais recorrente que no universo físico e isso já está provado pelo alto volume de informações que circula nas redes sociais. Em suma, lojas virtuais não se diferem tanto das lojas físicas de varejo. O mundo virtual não é diferente do mundo real. Da mesma forma que atender bem, aplicar um bom marketing, estipular metas, incentivar equipes e fidelizar o cliente, o universo digital também preza por todas essas características. O que difere esses dois mundos são as formas de se utilizar as ferramentas e, sobretudo, a importância de saber discernir que para cada qual, há uma solução e, na web, sem limites para alcançar até...o inesperado. Não economize nos pilares do e-commerce: Logística, Atendimento, Sistemas e Marketing Digital. No e-commerce profissional, não existe meio termo.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 10 de janeiro de 2010 ALEX REGIS

[ HABITAÇÃO ] Segundo o ministro, há 3 mil

propostas totalizando 619 mil moradias

Marcio Fortes rebate críticas ao Minha Casa, Minha Vida B Já foram contratadas pela Caixa as construções de 247,9 mil unidades, mas números estão aquém do previsto pelo governo

rasília (AE) - A Caixa Econômica Federal recebeu 3 mil propostas para construção de 619 mil unidades habitacionais subsidiadas pelo programa “Minha Casa, Minha Vida”, de acordo com informações do ministro das Cidades, Marcio Fortes. Dos projetos apresentados até agora, já foram contratadas as construções de 247,9 mil unidades. Os dados da Caixa correspondem às operações fechadas até o dia 24 de dezembro passado. Os números da Caixa, porém, estão aquém do previsto pelo governo à época do lançamento do programa. O ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, disse, na época do lançamento do programa, que a meta era encerrar 2009 com 400 mil unidades contratadas - 40% da meta de 1 milhão de moradias estará contratada até o final de dezembro. O ministro Marcio Fortes contesta a crítica da oposição de que o programa “Minha casa, Minha Vida” não deslanchou. Ele sustenta que 60% da meta de construção de um milhão de novas moradias já foram alcançados. Nesse cálculo, o ministro contabilizou tanto os projetos em análise como os já contratados. Segundo Márcio Fortes, o presidente Lula já fala até em levar mais recursos para ampliar o programa no segundo semestre do ano. Para explicar a demora na execução de programas de infraestrutura, como o Programa de Ace-

leração do Crescimento (PAC), e de habitação, como o “Minha Casa, Minha Vida”, Márcio Fortes dá o exemplo de uma viagem de avião: enquanto o passageiro espera sua vez de embarcar, dezenas de pessoas trabalham nos bastidores para preparar a viagem. Segundo o ministro, o mesmo acontece com as obras. “Quando o programa foi lançado, as empresas não estavam prontas. Tinha terreno dando sopa por aí? E licença ambiental, não demora para sair? Para baixar imposto é a mesma coisa, demora. Outra coisa: tem empresa dando sopa querendo ir para o interior? Essas empresas estão preparadas para construir casas populares? A maioria delas são especializadas em construir imóveis para classe média e alta”, afirma o ministro. “O presidente anuncia tantos bilhões para um programa e no dia seguinte querem que a chave já esteja na porta”, critica. Na avaliação do ministro, “falta pouco” para o governo bater a meta de 1 milhão de unidades apresentadas na Caixa. “Agora em diante, com a enxurrada de projetos, quanto mais entra, mais sai Até o meio do ano já teremos um milhão de unidades apresentadas na Caixa. No segundo semestre, você vai ter uma parte significativa contratada e outras em obras. O presidente falou se bater um milhão, ele vai correr atrás para trazer mais recursos para o programa”, afirmou.

[ PREÇOS ]

[ CARTEL ]

Petrobras faz ‘caixa’ com gasolina mais cara

SDE adia abertura de documentos da Citrovita

io (AE) - A comercialização de gasolina e diesel no Brasil por um preço mais alto do que no mercado internacional rendeu à Petrobras um caixa extra de R$ 12 bilhões durante todo o ano de 2009, aponta cálculo feito pelo Centro Brasileiro de Infraestrutura (CBIE). Em janeiro de 2009, a estatal acumulava um déficit de R$ 10 bilhões por ter comercializado a gasolina e o diesel no mercado doméstico por preço inferior ao do mercado internacional desde 2005, segundo a mesma instituição. A Petrobras não comenta o assunto. De acordo com o diretor do CBIE, Adriano Pires, ao manter o preço dos seus principais produtos acima da média internacional, a estatal compensou o déficit e ainda gerou caixa de R$ 2 bilhões. “A Petrobras está fazendo um colchão para compensar o que deixou de ganhar no passado”, comentou, lembrando que os ganhos também foram influenciados pela valorização do real sobre o dólar durante o ano.

rasília (AE) - Apesar de toda a expectativa da Associação Brasileira de Citricultores (Associtrus), a Secretaria de Direito Econômico (SDE) do Ministério da Justiça decidiu adiar a abertura dos documentos da Citrovita - empresa produtora de suco de laranja do Grupo Votorantim - apreendidos na “Operação Fanta”, realizada pela Polícia Federal em 2006, devido à ausência de representantes da Citrovita na reunião. A decisão foi tomada em encontro realizado na sexta-feira no Ministério da Justiça. O advogado da Associtrus, Luiz Regis Galvão Filho, lamentou o adiamento. Mas, segundo ele, ficou a promessa da SDE de marcar uma nova reunião para abertura dos documentos o mais rápido possível. A expectativa é de que seja na próxima sextafeira. “As empresas estão usando todos os artifícios para postergar processo”, destacou o advogado. Galvão Filho afirmou que a SDE optou pela cautela, pois os novos advogados habilitados pela Citrovita no processo não foram intimados à comparecer. A ideia é intimar os novos advogados para que não haja questionamentos futuros da Citrovita. O presidente da Associtrus, Flávio Viegas, disse ainda que, enquanto não há decisão sobre a formação de cartel, os produtores independentes estão perdendo mercado e sofrendo devido ao cartel formado pelas grandes empresas. “O cartel continua ocorrendo e inviabilizando os citricultores independentes”, frisou Viegas.

R

DIFERENÇA Segundo cálculos do CBIE, mesmo com o aumento do preço do barril de petróleo nas últimas semanas, a diferença persiste. A gasolina segue 21% mais cara no Brasil do que no exterior e o diesel, 11%. “Mantendo-se o atual patamar cambial, o barril de petróleo teria que chegar aos US$ 90 para que a diferença zerasse”, comentou.

B


economia

Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ DOIS LADOS ] Analistas avaliam as linhas

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | DIDA SAMPAIO / AE

ELISA ELSIE

que cada candidato poderia imprimir

Economia do país com Dilma ou Serra é alvo de projeções S

ão Paulo (AE) - A disputa eleitoral para a sucessão do presidente Lula ainda não está definida, mas a probabilidade cada vez maior do enfrentamento nas urnas entre a ministra-chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, e o governador de São Paulo, José Serra, já leva analistas a cogitar quais seriam as linhas mestras para a economia brasileira sob o comando da petista ou do tucano. Nas avaliações dos especialistas ouvidos pela Agência Estado, um governo federal de José Serra poderia tornar a política fiscal mais apertada a partir de 2011, a fim de dar mais espaço à redução dos juros. Uma administração de Dilma Rousseff, por seu lado, poderia ser menos radical no corte de gastos públicos, o que levaria o Copom a manter uma política monetária mais restritiva em relação à que poderia ocorrer na gestão Serra. “Em qualquer uma das duas gestões é muito provável que o ministério da Fazenda deva preponderar na condução da política econômica, reservando ao BC o papel quase exclusivo de controlar a inflação”, comentou o diretor para a América Latina do Eurasia Group, Christopher Garman. Na avaliação de Garman, José Serra não teria dificuldades para convencer seu eleitorado que um pouco mais de limites nos gastos públicos é bom para o País, pois isso além de melhorar a qualidade das despesas oficiais daria mais espaço para o Copom reduzir a Selic. O governador de São Paulo é conhecido pelas fortes críticas ao Banco Central por manter os juros em níveis que ele já qualificou de “siderais”. Serra chegou a ironizar uma declaração do presidente do BC, Henrique Meirelles, sobre a instituição que, em política monetária, atuaria tanto na gestão dos agregados monetários como na administração da taxa de juros. Em evento no Palácio dos Bandeirantes, o tucano disse que as duas políticas “são duas faces da mesma moeda” e que só existe uma política monetária, o que é um fundamento elementar dominado por quem passou pelo “ciclo básico” da economia. Para Garman, uma Presidência nas mãos de Dilma Rousseff en-

frentaria maiores problemas junto às suas bases vinculadas ao PT para elevar o superávit primário. A contrapartida, segundo ele, seria permitir que o Banco Central mantivesse uma gestão mais firme da política monetária. “A questão é saber quanto seria autônoma a atuação do BC num governo Dilma ou Serra”, comentou. “Contudo, não acredito que ambos adotariam procedimentos que atrapalhassem a atuação técnica do Copom”, disse. Na avaliação de Garman, para saber quais devem ser os passos de Dilma na economia é oportuno refletir sobre as palavras do presidente do BNDES, Luciano Coutinho, que, segundo ele, tem grandes chances de ser seu ministro da Fazenda. Uma fonte do Palácio do Planalto ressaltou à AE que o programa econômico de Dilma deve ter como um dos principais formuladores o secretário de Política Econômica, Nelson Barbosa, que é admirado pela ministra da Casa Civil, pois tem capacidade de transformar ideias em propostas factíveis. Luciano Coutinho, por outro lado, atuaria como um dos supervisores do programa, a quem caberia ajudar na redação final de tais propostas. “As ideias de Coutinho, especialmente relacionadas à ampliação da poupança doméstica para um patamar próximo a 25% do Produto Interno Bruto, a fim de elevar os investimentos no País e aumentar o PIB potencial para algo pouco superior a 5%, se identificam totalmente com o que defende a ministra”, destacou essa fonte. “Coutinho é uma espécie de indicador antecedente do que pensa Dilma”, concorda Garman. A reportagem da Agência Estado procurou a executiva nacional do PSDB e recebeu a resposta da assessoria de imprensa de que o partido ainda não definiu o seu candidato à Presidência da República e, portanto, não há ainda nenhum programa econômico definido. A AE também tentou ouvir o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, e o secretário de Política Econômica, Nelson Barbosa. Ambos estão de férias, sendo que Coutinho retorna ao banco na próxima semana e Barbosa no dia 18, quando também volta de ferio o ministro da Fazenda, Guido Mantega.

Área fiscal será utilizada para ampliar relaxamento No mercado financeiro, há uma avaliação harmoniosa aos comentários do presidente do BC, Henrique Meirelles, segundo os quais a política econômica no Brasil está institucionalmente madura e se provou eficaz, o que não deve permitir espaços para que o próximo presidente altere sua base, formada pelo sistema de metas de inflação, regime de câmbio flutuante e rigor fiscal, com geração de superávits primários. Para a economista-chefe do ING, Zeina Latif, tanto Serra quanto Dilma no Palácio do Planalto devem utilizar a área fiscal de forma anticíclica para ampliar as chances de relaxamento monetário, o que seria importante para diminuir o patamar de apreciação cambial, que está cerca de 20% sobrevalorizado ante uma cesta de 15 moedas em termos reais em comparação a junho de 1994. Tal dado consta da apresentação do relatório de inflação de dezembro, realizada no dia 22 passado pelo diretor de política econômica do

BC, Mário Mesquita. Segundo Zeina, Serra e Dilma atuariam no câmbio de forma endógena, via aperto fiscal, o que permitiria a queda do juro real, que está em 5,63%, pelo critério exante. Este cálculo é obtido levando em consideração a cotação do swap para 360 dias, que atingiu na quinta-feira, 10,33%, dividida pelos 4,44% relativos ao IPCA 12 meses à frente apurado pela pesquisa Focus, do BC. “O que deve diferenciar a gestão das despesas públicas entre Dilma ou Serra seria a intensidade”. Ela acredita que a atuação fiscalista de Serra seria mais vigorosa do que a da virtual candidata do governo. Por outro lado, a economista pondera que a administração da atual ministra da Casa Civil poderia reduzir as despesas públicas, pois o secretário Nelson Barbosa afirmou recentemente que os salários do funcionalismo atingiram um patamar razoável no governo Lula, o que abre um cenário de menores despesas.

Com Dilma, o Copom pode manter uma política mais restrita

5

Mas José Serra optaria por uma ação fiscal mais apertada


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ AGRICULTURA ] Com estoque doméstico apertado, provável queda no rendimento no RS e problemas de safra na Ásia, produto deve ficar mais caro que no ano passado

Abrindo a porteira laf@digizap.com.br

Mercado em baixa ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, afirmou que o mercado de etanol, que tem enfrentado problemas de abastecimento em alguns estados, deve levar de 90 a 120 dias para ser normalizado. Até lá, na maioria dos estados brasileiros, entre eles o RN, a gasolina deve continuar sendo vantajosa para quem tem veículos flex. Stephanes disse que o problema foi causado pelo excesso de chuvas no período de colheita, que obrigou os produtores a deixar mais de 60 milhões de toneladas de cana sem cortar. Para reverter a situação de pouca oferta, que eleva o preço do etanol, o ministro informou que 60 usinas estão moendo cana, mesmo em período de entressafra, e que 160 anteciparão para março a moagem, normalmente iniciada em abril. O governo federal estuda reduzir temporariamente a mistura do etanol na gasolina, como forma de conter novas altas de preço. Para a colheita, a perspectiva é de safra recorde.

O

INVERNO Perspectivas de mais chuvas em fevereiro, no semi-árido nordestino, traz animação para alguns segmentos e apreensão para outros. Se chover no litoral-agreste a partir de março, estarão prejudicados os segmentos salineiro, de criação de camarão e de hortifruticultura em áreas de várzeas. O inverno de 2009 acabou em agosto e nem deu tempo de recuperar os estragos.

Leite (I) A Danone deverá priorizar os pequenos fornecedores locais para a compra do leite que abastecerá a fábrica de Maracanaú (CE). A empresa está em processo de análise das áreas que serão escolhidas para o fornecimento do leite, mas, em reportagem do Valor Econômico, deixa claro que o nível de exigência não é

baixo. Para ser fornecedor, o produtor deverá estar em alguma das regiões mapeadas, possuir tanque de resfriamento ou ser parte de um tanque comunitário, ter todo o rebanho vacinado contra aftosa e ser aprovado na auditoria da empresa, além de ter um comprometimento com o desenvolvimento da qualidade.

LEITE (II) Desativada há 11 anos, a fábrica deverá produzir cerca de 50 mil toneladas de iogurtes por ano, especialmente nas linhas Activia, Danoninho líquido e Corpus, e voltar a funcionar em julho. A expectativa é que consuma 100 mil litros de leite por dia. Apesar de já possuir o espaço no Ceará, a Danone avaliou outros estados como sedes para o empreendimento. Entre eles esteve o Rio Grande do Norte.

1

Apesar da produção de açúcar e álcool do Nordeste estar no pico da safra, os preços deverão subir por conta do cenário externo e da produção do Centro Sul do Brasil. O Rio Grande do Norte, a Paraíba, Pernambuco e Alagoas registram excedentes de açúcar e álcool, em suas safras de agosto a fevereiro.

2

O BNDES suspendeu, em caráter preventivo, todas as operações com a sucroalcooleira Cosan, por conta da sua inclusão no cadastro de empresas flagradas explorando mãode-obra em condição análoga à de escravidão, publicado pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

3

O cenário da avicultura brasileira em 2010 vai depender do comportamento do mercado externo, para onde são direcionados 30% da produção e onde o Brasil permanece como líder em vendas. Em 2009, o país exportou cerca de 3,6 milhões de toneladas de frango, o mesmo volume de 2008.

Safra será maior O quarto levantamento da safra de grãos 2009/2010, elaborado pela Conab e divulgado na última quinta-feira, mostra que o Brasil terá a segunda maior produção da história, com volume de 141,35 milhões de tone-

ladas. O resultado é 4,6% superior ou 6,21 milhões de toneladas a mais que as 135,13 milhões de toneladas da temporada anterior. A maior colheita registrada, até agora, é de 144,1 milhões de toneladas, em 2007/2008.

ESPECIAL O Programa de Fortalecimento e Crescimento da Embrapa – PAC Embrapa executou a totalidade dos recursos destinados, em 2009, para a construção dos três novos centros de pesquisa da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária - Embrapa e para modernização das dezessete Organizações Estaduais de Pesquisa Agropecuária – Oepas. Foram investidos R$17,540 milhões na implantação das Unidades da Embrapa no Mato Grosso, Tocantins e Maranhão e R$120.466.908,63 na revitalização e ampliação da infraestrutura.

EXPOSIÇÃO De 9 a 13 de março próximo, acontece em São Paulo, no Centro de Exposições Imigrantes, a Feinco, maior feira indoor especializada em Ovinos e Caprinos da América Latina. Nesta sétima edição, o evento já tem presença confirmada de criadores de várias regiões do país e a participação de visitantes estrangeiros. Para 2010 foi reservado um espaço de 50 mil metros quadrados, contra 30 mil de 2009, para expor mais de 4 mil animais de 20 raças diferentes. RENTABILIDADE

As indústrias de café querem mudar em 2010 uma realidade que perdura há tempos e pode ser melhor identificada desde a implantação do Real: a baixa rentabilidade da atividade. Enquanto a inflação da “era real" acumula valorização de 205,69%, sendo que o item alimentação teve uma alta acumulada de 200,52%, os preços do café tiveram um ganho total de 82,1%, de acordo com dados do IBGE. Para tentar melhorar a rentabilidade, as empresas pretender estimular o consumo de produtos mais caros, oferecendo em troca cafés de melhor qualidade.

Mercado prevê preços mais altos para o arroz em 2010 MARCELO BARROSO

alvador (AE) - Analistas acreditam que em 2010 os preços médios do arroz serão superiores aos de 2009 no mercado interno. Estoque doméstico apertado, provável quebra de rendimento no Rio Grande do Sul e problemas de safra na Ásia justificam a tendência. Quando a safra 2009/10 chegar ao mercado, no final de fevereiro, haverá um estoque remanescente de apenas 983 mil toneladas, segundo estimativa da Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), suficiente para um mês de consumo, e que estará concentrado em poder do governo. Ao final da safra atual, a Conab espera um estoque de não mais de 664 mil toneladas. Em 2009, a cotação média da saca de 50 quilos ficou em R$ 28,05, conforme o índice Cepea/ Esalq/BM&FBovespa no Rio Grande do Sul, principal balizador do preço. O valor contrasta com os R$ 31,04 de média em 2008, ano em que o mercado internacional puxou as cotações para um pico de US$ 1,1 mil por tonelada. Também diferente do que ocorreu em 2009, em 2008 o governo precisou vender estoques em plena safra para segurar a alta de preços. A entrada da safra gaúcha, que normalmente já está disponível em meados de fevereiro, deve ser prolongada até o final do mês, porque o plantio foi realizado com atraso no Rio Grande do Sul. Quando o volume disponível aumentar, naturalmente as cotações terão recuo, mas o começo da safra deve ocorrer com cotações mais altas, estima o diretor do departamento de arroz da corretora Novel, Júlio Tonidandel. Em dezembro, as cotações subiram no Brasil e no mercado internacional. Embora começassem a surgir preocupações com a eventual repetição do cenário de 2008 em 2010, os analistas descartam, por enquanto, uma elevação no mesmo patamar. Entre 11 de novembro e 9 de dezembro, o arroz da Tailândia subiu 25%, para US$ 640/tonelada (FOB). A reação foi estimulada por uma política de compra das Filipinas, na tentati-

S

Com as tendências de aumento dos preços do grão, consumidor poderá sentir no bolso a diferença

va de fechar contratos de importação em pouco tempo com Vietnã e Tailândia, explica o pesquisador do Cirad (centro de pesquisas francês) Patricio Méndez del Villar. A atitude chegou a pressionar a inflação no Vietnã, comenta o pesquisador, em entrevista por e-mail, exigindo que o governo acalmasse o mercado com o anúncio de que tem estoques suficientes. Isso provocou reflexos também nos preços nas Américas e no oeste da África, embora estas regiões não tenham problemas de oferta, assinala Del Villar. Alguns fatores não coincidem com os de 2008 para elevar os preços ao mesmo patamar. Naquele ano, os maiores exportadores asiáticos limitaram as vendas externas, lembra Del Villar. Em 2010, somente a Índia deve impor restrições à exportação de arroz. Os demais (Tailândia, Vietnã, Paquistão e China) devem aumentar embarques. O comércio mundial de arroz é pequeno - aproximadamente 30 milhões de toneladas -, relativamente ao volume produzido, e altamente concentrado, o que aumenta o poder individual de seus participantes.

Câmbio poderá trazer mais problemas a produtores O Brasil consolidou uma posição recente como exportador, aproveitando a proximidade com a África para estabelecer um fluxo regular com o continente, um dos principais importadores. O câmbio será novamente um fator problemático aos exportadores se a cotação do dólar cair ainda mais. Com uma cotação interna de R$ 30/saca e dólar em R$ 1,70 a R$ 1,75, a exportação é viável, calcula o diretor da Unidade de Negócio Arroz da Cooplantio (Cooperativa dos Produtores de Plantio Direto), Camilo Oliveira, que antes do Natal fechou o embarque de 500 toneladas para a Espanha. De março a outubro, o Brasil exportou 720 mil toneladas, 20% a mais que no mesmo período de 2008. Outra condição que difere 2010 de 2008 é o momento econômico, compara Oliveira. O mundo estará se recuperando de uma crise, em vez de mergulhar nela apenas no último trimestre do ano, como foi em 2008. Del Villar também não acredita em preços se-

melhantes aos de 2008, a não ser que outros países adotem políticas de importação como a das Filipinas. Os problemas repetidos de clima na Ásia em 2009 devem causar perdas principalmente para a Índia e Filipinas. Mesmo assim, pode ser que a Índia não precise importar arroz. No Brasil, o indicador mais recente da safra nacional, divulgado ontem pela Conab, prevê colheita de 12,030 milhões de toneladas, 4,5% abaixo do produzido em 2008/09. O consumo está estimado em 12,850 milhões de toneladas. Com importações de 1 milhão de t e o estoque inicial de 983 mil t, o suprimento total deve ser de 14 milhões de t no ciclo 2009/10. O órgão espera exportações de 500 mil t na próxima safra. “Deve haver um aperto na oferta este ano”, aponta a coordenadora técnica do indicador de arroz no Cepea, Sílvia Miranda. Com isso, a conjuntura sinaliza um preço mais sustentado ao produtor, complementa a pesquisadora.

[ AGRONEGÓCIO ] Ministro da Agricultura está otimista com as vendas

[ COMÉRCIO ]

do setor agrícola para o exterior em 2010 e projeta crescimento

Uruguai abre mercado para frango vindo do Brasil

Exportação deve crescer 5% ANTÔNIO CRUZ / ABR

rasília (AE) - O ministro da Agricultura, Reinhold Stephanes, estimou na sexta-feira passada que as exportações do agronegócio terão um crescimento de 5% neste ano. Segundo ele, embora as exportações, de uma maneira geral, tenham recuado em 2009, o agronegócio se manteve praticamente estável, com queda de 0,4% no volume embarcado. “A crise não afetou as exportações agrícolas. A agricultura continua firme e, como a perspectiva é de retomada, nós acreditamos na possibilidade de aumento de 5% este ano”, disse. O incremento das vendas deve ocorrer nos setores de algodão, açúcar, etanol e carnes. Na avaliação do ministro, o setor de grãos, especialmente a soja, deve manter o mesmo ritmo de crescimento de 2009. A oleaginosa liderou o ranking das exportações do setor, com 26% do total. Para o ministro, os citros também devem manter o ritmo de crescimento. Ele lembrou que o Brasil já detém 80% do mercado mundial de suco de laranja. Com as notícias de possível quebra de produção nos Estados Unidos, prevê preços firmes para o pro-

B

ão Paulo (AE) - O Uruguai abriu o mercado para as exportações de carne de frango do Brasil. Segundo informação divulgada na semana passada pela Associação Brasileira dos Produtores e Exportadores de Frangos (Abef), um protocolo de entendimento sanitário foi assinado pelo secretário de Defesa Agropecuária do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento do Brasil, Inácio Kroetz, e o diretorgeral dos Serviços de Pecuária do Ministério da Pecuária, Agricultura e Pesca do Uruguai, Francisco Muzio. A assessoria de imprensa do Ministério confirmou a assinatura. O presidente da Abef, Francisco Turra, comemorou a medida, embora considere o mercado uruguaio pouco atraente do ponto de vista da demanda. O país consome pouco mais de 90 mil toneladas de frango por ano. “Embora não se trate de uma quantidade expressiva, o fato de o Uruguai não reconhecer nosso status sanitário prejudicava a imagem do Brasil junto a outros países”.

S

Stephanes diz que crise não afetou exportações do setor

duto, com bons resultados para as exportações. ÁSIA Reinhold Stephanes destacou ainda que a Ásia passou a ser o maior importador de produtos agrícolas do Brasil, com destaque para a China. O bloco responde hoje por 30,4% do total. A participação da União Europeia caiu de 33,1% em 2008 para 29,3% em 2009. Segundo Stephanes, neste ano a ideia é dar continuidade aos

trabalhos para assegurar estes mercados, com atenção maior para o Japão, com vendas de café, e a África do Sul, com vendas de carnes. O ministro ressaltou, no entanto, que o Brasil não tem preferência por mercados, já que exporta hoje para 180 países. Ele disse que o agronegócio brasileiro é competitivo e o governo tem feito um trabalho para reduzir os problemas, principalmente os ligados a questões sanitárias.


Domingo | 10 de janeiro de 2010

economia

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

7

O salário mínimo brasileiro passou a vigorar em 1940 e, 70 anos depois, o Dieese avalia que seu valor ainda está bem abaixo do necessário para atender às necessidades de uma família formada por dois adultos e duas crianças

[ DINHEIRO ]

A mágica de viver com o mínimo ompletando 70 anos desde que foi instituído no Brasil, o salário mínimo passou a valer R$ 510 este mês, ficando ainda bem abaixo dos R$ 2.139 considerados ideais pelo Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese). Durante essas sete décadas, questionamentos acerca da necessidade de um maior valor real para esse piso salarial e ponderações sobre o impacto de tal aumento para toda a economia do país têm sempre ocupado lugar de destaque no cenário econômico e meios de comunicação nacionais, em especial a cada vez que o Governo Federal realiza um novo reajuste. Alheias a essas discussões, muitas famílias brasileiras sobrevivem tendo o salário mínimo como principal ou, até mesmo, única fonte de renda. Com o novo aumento, os assalariados receberão R$ 45 a mais por mês, valor que pode ser considerado pequeno, se analisado isoladamente, mas nos 13 salários recebidos ao longo do ano soma R$ 585, o que corresponde a mais do que um 14º salário para 2010. O economista Janduir Nóbrega diz que mesmo pouco, o valor pode fazer diferença no poder de compra do trabalhador que souber planejar bem seus gastos. “Com esse valor que será pago a mais é possível comprar uma cesta básica para alimentar duas pessoas por 15 dias”, aponta Nóbrega. Opinião diferente é demonstrada pela babá Rosilda França, cuja única renda fixa é um salário mínimo. Para ela, o reajuste não trará mudanças, pois os preços de diversos produtos costumam acompanhar o aumento do salário mínimo. “Toda vez que o salário so-

C

be, tudo fica mais caro. Acho que esses R$ 45 não vão mudar nada, para falar a verdade”, ressalta. Rosilda, que divide a casa com seus dois filhos e seu pai, conta que destina a maior parte da renda para a alimentação da família e afirma que “com jeitinho” é possível comprar o que é necessário. “Mesmo o dinheiro sendo curto, hoje podemos comprar televisão, aparelho de som e geladeira, por exemplo. A gente parcela e pode ter as coisas em casa”, explica. Pensando em deixar de morar com o pai, Rosilda está construindo uma casa, mas lamenta isso só ser possível por ela conseguir um empréstimo informal com sua patroa. “Pedi R$ 2.000 emprestados e ela vai descontando R$ 100 por mês do meu salário. Quando terminar este, pretendo pedir mais R$ 1.000, porque de outro jeito não vou conseguir continuar obra”, conta a babá. Vizinha de Rosilda, a empregada doméstica Alda Fernandes diz que a parte mais importante do orçamento da sua família é o salário mínimo recebido pelo marido, que trabalha como pedreiro. Para complementar, ela trabalha em uma casa de família, mas não chega a receber um salário. “Juntando os dois, ainda tenho que fazer uma ginástica grande. Para dar conta, a gente sempre paga a conta de luz e água do mês passado e deixa a mais recente para depois”, revela a doméstica. Mesmo demonstrando dificuldade em manter as despesas em dia, Alda planeja quitar todas as dívidas até o final deste ano. De acordo com ela, a estratégia é simples e consiste em cortar supérfluos. “Tenho mania de toalha e não posso ver uma promoção. Es-

SALÁRIO MÍNIMO

VALOR

Veja a evolução do salário mínimo em vigor no Brasil de 1995 ao início deste ano, além do valor ideal da remuneração,de acordo com o Dieese. (Em Reais)

2.077,15

Salário mínimo ideal

1.924,59

Salário mínimo real

1.385,91

723,82

70,00 Jan/95

781,35 774,40

100,00

864,88

880,93 942,76

112,00 120,00 130,00

2.139,00

1.036,35

136,00 151,00

1.445,39 1.452,28 1.496,56

1.565,61

1.116,66

180,00

200,00 240,00

260,00

300,00

350,00 380,00 415,00

510,00

Jan/96 Jan/97 Jan/98 Jan/99 Jan/00 Jan/01 Jan/02 Jan/03 Jan/04 Jan/05 Jan/06 Jan/07 Jan/08 Jan/09 Jan/10

Fonte:Dieese

No Rio Grande do Norte,estima-se que: ➔ Mais de 1 milhão de pessoas têm rendimento referenciado no salário mínimo. ➔ O incremento de renda na economia será de R$ 622 milhões. ➔ Na arrecadação tributária sobre o consumo,o incremento será de R$ 181 milhões. ➔ Valendo R$ 510,o salário mínimo terá um poder de compra equivalente a 2,74 cestas básicas.

tou com umas 10 novas, mas não compro mais este ano”, garante. Um salário mínimo é a única renda do auxiliar de cozinha Heleno Oliveira, que sustenta a casa, a esposa e o filho pequeno. Ele diz que costuma se endividar “até a goela”, mas encontra uma maneira de ter o necessário e mostra satisfeito a sua casa, com eletrodomésticos novos. “A gente só consegue ter alguma coisa porque pesquisa, pechincha e divide”, enfatiza a esposa de Heleno, a dona de casa Francisca Pegado. Leia mais na página 8

RODRIGO SENA

Alda Fernandes garante que não comprará supérfluos em 2010

O Dieese calcula o salário mínimo ideal considerando o preceito constitucional de que o valor deve ser capaz de atender às necessidades básicas de uma família formada por dois adultos e duas crianças,como moradia, alimentação,educação,saúde,lazer, vestuário,higiene e transporte.De acordo com o supervisor técnico do Diesse,Melquisedec Moreira,na avaliação mais recente do órgão,o salário mínimo necessário seria de R$ 2.139.“Com base nesse valor, estimamos que ele é 4,19 vezes o novo salário.Em 2002,a relação era de 6,2,depois de ter chegado a 10,34 em 1995.Podemos ver que a distância entre os valores real e necessário tem diminuído,por ter havido um ganho de 53,43% entre 2002 e 2010”,analisa. Para Moreira,apesar de ainda baixo é importante destacar que o atual valor,de R$ 510,é o maior desde 1986.“Foi a época do Plano Cruzado,do congelamento dos preços e do abono salarial decretado pelo então presidente, José Sarney”, lembra


economia Natal | Rio Grande do Norte |Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ CONT. DA PÁG. 7 ] Economista ensina que o

segredo é manter uma rotina de planejamento

Para manter a família, dona de casa diz que dá um ‘jeitinho’ C omo renda fixa, a família conta com o salário mínimo do marido de Ana Lúcia da Silva Souza, que trabalha como montador. Ela se mantém em casa para cuidar dos cinco filhos do casal, com idades entre 1 e 10 anos, e vende produtos de beleza para incrementar os rendimentos da família. Além disso, Lúcia recebe R$ 138 por mês através do Bolsa Família e diz que prioriza o uso do benefício com as crianças, mas algumas vezes precisa utilizar uma parte para as despesas da casa. “É difícil viver só com um salário, mas a gente vai tentando e sempre dá um jeitinho”, avalia. Lúcia afirma ser obrigada a praticamente fazer mágica com o

dinheiro que o marido recebe, utilizando a maior parte do salário, obrigatoriamente, para comprar os alimentos consumidos pela família durante o mês. “Só depois é que pensamos nas contas. Roupas e sapatos são sempre comprados para pagar em várias vezes”, exemplifica. Ela revela ter uma preocupação a mais durante o mês de janeiro. Com a proximidade do ano letivo, este é o mês em que começam os gastos com o material escolar das duas filhas mais velhas. As outras três crianças ainda não vão à escola. “Sempre começo a comprar o material muito antes, bem aos pouquinhos. Mas este ano ainda não consegui comprar nada”, lamenta Lúcia. RODRIGO SENA

Lúcia Souza prioriza o que recebe do governo com as crianças

BATE-PAPO Janduir Nóbrega » Economista RODRIGO SENA

8

de arroz, por exemplo. Qual o segredo para utilizar melhor o salário? Acredito que a maioria das pessoas não têm disciplina, no que diz respeito ao dinheiro. O que falta mesmo é planejamento.

O reajuste do salário mínimo realizado no início deste mês foi realmente pequeno? Olhando nominalmente para o valor, podemos considerar que a diferença é pequena. Mas se esses R$ 45 reais a mais por mês foram bem utilizados, podem se reverter em uma importante mudança no orçamento. O que pode ser feito,efetivamente,com R$ 45 a mais por mês? Com esse valor é possível comprar uma cesta básica para alimentar duas pessoas em uma quinzena. Essa cesta não é a menor comercializada nos mercados da cidade, mas uma composta por quatro quilos de feijão e quatro

Como as pessoas podem planejar melhor o que fazer com o dinheiro que têm? Na verdade, planejar é algo simples. Basta ver o montante que a pessoa recebe e o quanto ela vai utilizar com as suas contas. Se sobrar alguma coisa no final do mês, ela deve deixar em uma reserva técnica. Uma medida que pode ajudar é anotar a quantia que ela tem e ir subtraindo a cada gasto realizado, o que é chamado de fluxo de caixa, no mercado financeiro. Fazendo esse exercício, certamente a pessoa passa a economizar, pois em pouco tempo ela percebe os gastos desnecessários e vê que algumas compras poderiam ficar para depois, que não comprometeriam o orçamento mensal.


natal

CAERN

Walter Gasi fala sobre o momento que companhia passa e nega privatização PÁGINA 6

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

Nublado com possibilidade de pancadas de chuvas Máx.: 31ºC Mín.: 26ºC

Preamar 00h49 -1.8 - 13h11 -1.8 Baixa-mar 06h51 - 0.7 - 19h28 - 0.6

Quintas: hoje 332 bancas/174 feirantes Cidade da Esperança 386 bancas/406 feirantes

BALNEABILIDADE Impróprias Mãe Luíza Pium Pirangi do Norte Redinha

FASES DA LUA Q.Minguante: Hoje Lua Nova: 15/01 Nascer do sol: 5h15 Pôr do sol: 17h41

Editora: Luciana Campos e-mail: lucianacampos@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 de janeiro de 2010

[ VESTIBULAR ] Segundo dados da Comperve/UFRN, o Rio Grande do Norte possui cerca de 140 mil alunos no ensino médio,

mas só 10 mil se inscrevem, por ano, no vestibular da instituição. Boa parte deles prefere entrar no mercado de trabalho

Exame não atrai alunos carentes WAGNER LOPES repórter

empresa paulista de marketing “A Ponte” realiza frequentes pesquisas sobre os desejos de consumo e realização que rondam a “classe média” brasileira – aquelas pessoas que vivem em famílias com renda total entre R$ 1.115 e R$ 4.807 por mês –, faixa na qual se encontra 53% da população. Um dado tem chamado a atenção dos pesquisadores. Além da casa própria e do emprego, um dos sonhos cada vez mais presentes na mente desses brasileiros é o diploma de curso superior. No entanto, entre as classes média e baixa do Rio Grande do Norte, muitos ainda precisam despertar para esse sonho. “A vontade de entrar em uma universidade já faz parte da vida dos jovens das classes mais favorecidas. Agora, na classe média e baixa, muitos ainda não despertaram para isso”, lamenta a presidente da Comissão Permanente do Vestibular da UFRN, Betânia Ramalho. Apesar de o número de alunos de escola pública que entram na Universidade Federal ser cada vez maior, ela aponta um número preocupante: nas três séries do Ensino Médio, o Rio Grande do Norte possui cerca de 140 mil alunos, mas somente pouco mais de 10 mil se inscrevem, por ano, no vestibular da instituição. “É preciso despertar esse jovens, porque muitos só pensam na necessidade imediata, que é conseguir uma vaga no mercado de trabalho. Alguns nem terminam o Ensino Médio porque arranjam um emprego e só depois é que percebem a necessidade de uma graduação e tentam voltar a estudar”, descreve Betânia Ramalho. Ela reconhece que um diploma de curso superior não é suficiente para garantir sucesso profissional, porém lembra que a ausência do diploma dificulta em muito que qualquer profissional “avance” em seu campo de trabalho. A presidente da Comperve lem-

A

bra que, no Rio Grande do Norte, menos de 9% dos jovens entre os 18 e 24 anos estão matriculados em alguma instituição de Ensino Superior e um percentual ainda menor (cerca de 6%) frequenta os cursos. Para tentar mudar esse cenário, uma das iniciativas adotadas pelo Governo Federal tem sido a ampliação de vagas nas universidades públicas. Na UFRN, a oferta pulou de 3.926, em 2007, para 6.307 este ano. “Mas não é só abrir vagas”, alerta a professora. Ela defende que sejam adotadas medidas de incentivo ao ingresso dos jovens das classes menos favorecidas (“afinal se trata de uma universidade pública”) e ainda projetos de estímulo à permanência dos estudantes nos cursos. No tocante à primeira necessidade, a UFRN vem ampliando o número de isenções da taxa do vestibular (foram oferecidas cerca de 7.500 no último concurso) e ainda oferece o chamado Argumento de Inclusão. A ferramenta assegura 10% a mais na nota final dos estudantes que cursaram os três últimos anos do Ensino Fundamental e todo o Ensino Médio em escolas públicas. O percentual padronizado só foi adotado neste vestibular, uma vez que até a edição anterior vigoravam “pesos” diferentes para o Argumento de Inclusão, que variava conforme a entrada de alunos da rede pública no ano anterior, e em nenhum caso atingia algo tão significativo quanto os 10%. Graças ao novo critério de bonificação, a quantidade de alunos da rede pública que ingressarão este ano na UFRN, especificamente graças ao Argumento, pulou dos 208 da penúltima edição do vestibular para 764 nessas últimas provas, ou seja, cerca de 12% do total de novos alunos. “A mudança cumpriu os objetivos esperados”, resume Betânia Ramalho, lembrando que em Medicina, o mais concorrido, 25 dos 100 aprovados conquistaram a vaga a partir desse bônus na nota final. ALEX REGIS

O diploma do ensino superior acaba relegado a segundo plano


natal

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

s pesquisas da empresa “A Ponte” indicam que, junto com o desejo da classe média por um diploma universitário, cresce o mercado do financiamento educativo. Na Universidade Potiguar (UnP), cerca de 5 mil alunos (cerca de 20% do total de estudantes) se beneficiam de programas públicos de financiamento que garantem a isenção total ou parcial das mensalidades. O programa federal Universidade para Todos (Prouni) e o municipal de Incentivo à Educação Universitária (Proeduc) contemplam milhares de alunos na instituição, 2.700 e 2 mil, respectivamente. Ainda assim, quando o gerente de Financiamento da UNP, Nelson Euclides dos Santos Neto, vai às escolas de Ensino Médio proferir palestras sobre as opções de acesso ao Ensino Superior, muitos estudantes simplesmente desconhecem a porta de entrada oferecida pelos programas governamentais. “Principalmente na escola pública você vê alunos que não acreditam que possam fazer uma universidade, basicamente porque o acesso a uma universidade pública ainda é considerado muito difícil para quem não pode pagar um cursinho”, revela. Ele lembra que além dos programas de bolsas, outra forma de reduzir os gastos em uma instituição particular e concretizar o sonho do diploma superior é o Financiamento Estudantil, Fies, que somente na UNP ajuda 3.500 alunos a pagarem suas mensalidades, muitos dos quais já participam do Prouni, ou do Proeduc. E esses alunos acabam se mostrando extremamente capazes, no decorrer dos cursos. “Os próprios programas exigem um bom rendimento acadêmico, de pelo menos 75%, e acaba que hoje os alunos com melhor rendimento acadêmico em nossa universidade são exatamente alunos do Prouni”, aponta. Muitos deles trabalham, no horário vago, para poder se manter e um número significativo vem retornando aos bancos universitários, depois de fracassos que os haviam feito desistir da ideia de conseguirem um diploma superior. Os programas governamentais, afirma o gerente, estão acompanhando de perto interesse crescente. “O número de bolsas do Prouni cresce proporcionalmente ao de alunos”, exemplifica. O Prouni foi criado em 2004, pelo Governo Federal, e tem como finalidade a concessão de bolsas integrais e parciais (50%) a estudantes em instituições privadas de Ensino Superior. Para participar, o aluno precisa ter cursado todo Ensino Médio em escola pública, ou com bolsa integral em colégio particular, e obter uma boa nota no Enem. Deficientes físicos e professores da rede pública também têm acesso ao programa. Já o Proeduc foi criado em 2008, pela prefeitura do Natal, através da Lei 257. O objetivo é viabilizar o acesso de alunos da rede pública a instituições privadas de Ensino Superior, pagando 50% do valor da mensalidade. Os beneficiados têm de ter cursado o Ensino Médio integralmente em escolas estaduais ou municipais, viverem em famílias com renda de até quatro salários mínimos e n��o possuírem diploma de graduação. As instituições privadas oferecem as bolsas em troca da isenção de impostos federais e municipais. O Fies, por sua vez, possibilita ao aluno pagar somente parte das mensalidades e quitar o restante após a conclusão do curso, com seis meses de carência e juros abaixo do cobrado no mercado.

A

Domingo | 10 de janeiro de 2010

A CLASSE C CHEGA À UNIVERSIDADE PROGRAMAS DE FINANCIAMENTO EDUCATIVO AJUDAM MILHARES DE ESTUDANTES DE BAIXA RENDA A INGRESSAREM NAS INSTITUIÇÕES PRIVADAS DE ENSINO SUPERIOR Definição: no Brasil,a Fundação Getúlio Vargas considera que a classe média (Classe C) brasileira é composta de pessoas com renda familiar entre R$ 1.115 e R$ 4.807. Divisão de classes no Brasil Ano Elite (classes A e B – renda familiar acima de R$ 4.807) Classe Média (classe C - renda familiar entre R$ 1.115 e R$ 4.807) Remediados (classe D – renda familiar entre R$ 804 e R$ 1.115) Pobres (classe E – renda familiar até R$ 804)

2002

2008

13%

15,3%

44%

53,8%

12,5%

13,2%

30,5%

17,7%

Ingresso de alunos da rede pública na UFRN (por edição do vestibular) Participação dos alunos da rede pública no Vestibular da UFRN Ano

2003

2004

2005

2006

2007

2008

2009

Rede Pública (inscritos)

9.228

10.274

11.265

11.714

11.753

10.846

12.491

Rede Privada (inscritos)

12.206

13.359

11.756

12.274

11.337

10.761

10.975

Rede Pública (aprovados)

1.156

1.304

1.253

1.232

1.537

1.345

2.013

Rede Privada (aprovados)

2.206

2.068

2.188

2.250

2.139

2.390

3.255

% da rede pública (aprovados)

31,2%

35,1%

33,5%

32,3%

39,1%

33,6%

35,7%

Bolsas do Prouni Ano 2005 – RN

2005 – Brasil

2009 – RN

2009 – Brasil

Integrais

503

71.905

1.432

153.126

Parciais

1.028

40.370

1.735

94.517

Totais

1.531

112.275

3.167

247.643

Alunos aprovados através do Argumento de Inclusão

764

31 2006

Fontes:FGV,A Ponte,MEC e UFRN

127

151

2007

2008

208

2009

2010

EMANUEL AMARAL

Jovem enfrenta dificuldades, mas não desiste de diploma A assistente administrativa Patrícia Souza Silva, de 30 anos, já havia tentado ingressar na UFRN três vezes. Ela fez dois vestibulares para Ciências Contábeis e um para Física. Não deu certo. Também já havia tentado uma vaga na rede privada, através do Prouni, mas obteve uma nota insuficiente no Enem. Contudo, não desistiu. Em 2009 foi incentivada a conhecer o Proeduc e graças ao programa hoje paga apenas metade dos R$ 289 da mensalidade do curso de Gestão Financeira. “Se não fosse esse desconto, ficaria difícil”, aponta a estudante. Moradora do bairro de Dix-sept Rosado, ela vem de uma família cujo pai é pedreiro e a mãe Auxiliar de Serviços Gerais, atualmente desempregada. “Meu pai só terminou a quarta série, minha mãe o primeiro grau, mas sempre sonharam em me ver formada. É o que todo pai quer e o que eu sonhava também”, admite. Ex-aluna de escola pública, ela sabe que muitos dos antigos colegas de classe desistiram de chegar ao Ensino Superior, mas lem-

bra que hoje o mercado é cada vez mais exigente e não pretende parar de estudar. “Quero sempre avançar e, quem sabe, fazer uma pós-graduação”, cogita. O grande sonho é mesmo crescer no mercado de trabalho, conquistando cargos e remunerações cada vez melhores. Esse sonho só ganhou asas graças ao incentivo de um colega de trabalho, o também assistente administrativo Jair Marinho, de 46 anos. Apesar de ter concluído o Ensino Médio há muito tempo e ter feito o último vestibular há sete anos, de um total de quatro sem sucesso (dois para Direito e dois para Geografia), ele resolveu aproveitar a oportunidade do Proeduc e ingressar no curso de Gestão Ambiental. “A possibilidade de entrar em um curso universitário ainda não é a ideal, mas é melhor do que antigamente e todos têm de aproveitar”, resume Marinho. Para Patrícia Souza, o incentivo valeu a pena e já vai se refletindo dentro de sua própria casa. “Um de meus irmãos já está falando em fazer um curso”, comemora a agora universitária.

Meu pai só terminou a quarta série, minha mãe o primeiro grau, mas sempre sonharam em me ver formada. É o que todo pai quer e o que eu sonhava também” PATRÍCIA SOUZA estudante universitária

Patrícia Souza conseguiu ingressar em um curso universitário EMANUEL AMARAL

Nelson Euclides diz que estudantes desconhecem financiamentos

Diploma técnico não é mais suficiente A pesquisa realizada pela empresa “A Ponte” destaca que “em sua maioria, a nova classe média é formada por pessoas entre 20 e 29 anos de idade, com carteira assinada e melhor acesso a crédito. Enquanto seus pais sonhavam entrar no Sesc/Senac, elas agora sonham entrar na universidade, pois estão vendo que quem estuda mais progride mais. Seus pais já lhe disseram isso, a

televisão já mostrou isso, então é óbvio que, a cada crescimento do PIB, cada incremento de renda, os investimentos em educação aumentem.” De acordo com o levantamento, nos últimos 10 anos o número de jovens nos bancos das instituições de Ensino Superior passou de 1 milhão para mais de 4 milhões. “E a previsão é que esse total cresça mais 10% nos pró-

ximos 3 anos”, aponta o estudo. Ao todo, já são mais de 100 milhões de brasileiros na classe média e muitos vão tentar um lugar nas faculdades e universidades do País. A explicação é simples: “Quando um país resolve os seus problemas de alimentação e de segurança, o cidadão que mora nele passa a querer outras coisas e a ter outros valores”, descreve a pes-

quisa. Além do diploma, também são apontados como desejos dessa “nova classe média” os seguintes itens: soluções para os problemas de segurança nas grandes cidades; regras e leis mais estáveis; igualdade social real; um país mais justo; o fim do “voto de cabresto”; direito à sua própria interpretação da realidade; cada vez mais uma sociedade baseada no mérito de cada um.

Os programas de financiamento exigem um bom rendimento acadêmico e na nossa universidade os melhores são exatamente os alunos do Prouni” NELSON EUCLIDES gerente de financiamento UnP


Domingo | 10 de janeiro de 2010

natal

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

ARTIGO [ Marcelo Alves Dias de Souza/procurador da República ]

A ficção científico-jurídica as últimas semanas, foram lançadas nos cinemas de nossa terrinha pelo menos duas grandes produções que podem ser classificadas como ficção científica, “2012” e “Avatar”, que vêm, a exemplo do que se dá em outras paragens, atraindo um grande público. É verdade que, por aqui, não está fácil ir ao cinema. As filas em qualquer de nossas pouquíssimas salas, entre outros aborrecimentos, são quase impeditivas. Bom, pelo menos eu consegui, após uma sequência de tentativas e erros, assistir “2012”. O filme, referindo-se à Civilização Maia e ao seu calendário (mas com claras alusões a outras “mitologias”, como aos episódios bíblicos da Arca de Noé e do Apocalipse), enreda uma série de eventos cataclísmicos provocados por certo alinhamento do Sol com a Terra, que, no ano 2012, levaria à quase destruição de nosso planeta. Mesmo estando longe de ser uma obra-prima, vale a pena ser visto. Senão pela fotografia e efeitos especiais (excelentes), ao menos pela beleza bem-nascida de Amanda Peet. Já “Avatar”... Bom, quem sabe falarei sobre ele outro dia, após outra série de tentativas e erros a que serei levado pela minha paixão (que compartinho com muitos) por ficção científica, seja em forma de literatura ou de cinema. Paixão diletante, claro, como uma forma, geralmente instrutiva, de fugir da realidade. Sempre fui fã das aventuras e da “littérature d’anticipation” de Jules Verne e da “science fiction” de H. G. Wells. Mais recentemente, tenho apreciado muito Arthur C. Clark. Mas quem não seria, uma vez tendo lido ou assistido algo como “Viagem ao centro da Terra”, “20 mil léguas submarinas”, “A maquina

N

do tempo”, “A guerra dos mundos” ou “2001: Uma odisséia no espaço”? É verdade que há quem, muitas vezes por puro preconceito, não aprecie o cinema de ficção científica, às vezes sob o argumento de sua superficialidade ou – como escuto frequentemente – afirmando que “o filme mente demais”. É aqui que eu gostaria de meter a minha colher. Além do fato, hoje constatado, da posterior realização de muitas das “ficções” previstas por aqueles grandes “visionários”, o gênero ficção científica nada tem de superficial. Na verdade, a ficção científica é o mais filosófico dos gêneros literário-cinematográficos, com bem põe Daniel Shaw, em seu interessante “Film and Philosofy: taking movies seriously” (Wallflower Press, London), cujo título aparenta ser uma derivação do clássico de Ronald Dworkin, “Taking Rights Seriously”. De fato, cuidadosamente observando, a ficção científica trata de questões eminentemente filosóficas, como as diferenças entre o ser humano e as máquinas, a própria identificação do indivíduo em si, as implicações do presente no futuro da humanidade, o conceito de tempo, os perigos da sacralização da tecnologia e de certos mecanismos de controle social, a possibilidade e os impactos de um contato com seres alienígenas, entre muitos outros. Se é verdade essa íntima ligação da ficção científica com a filosofia, não menos verdadeira é a sua relação com o direito, sobretudo com aqueles aspectos mais conceptuais. Ligeiramente, basta lembrar, na tela grande, de “I, Robot”, filme baseado na obra de Assac Asimov (com Will Smith e Bridget Moynahan representando

Um pouco mais atento, estou buscando sempre apreender ou rememorar alguma verdade,por mais simples que seja. Coincidentemente,por esses dias,fui relembrado de uma,muito útil em minha profissão de “acusador”,que já nos havia sido mostrada pela face mais triste da Revolução Francesa:não confundir Justiça com Terror; não confundir Salomão com Robbespierre.”

os mocinhos), com suas famosas “Três Leis da Robótica”. Exemplo claro de lógica deôntica ou jurídica, essas “leis” visavam tornar possível a existência de uma inteligência artificial que não se revoltasse contra o domínio do ser humano. Outro exemplo seria Minority Report (dirigido por Steven Spielberg e estrelado por Tom Cruise e Kathryn Morris, entre outros), onde o futuro é enxergado de antemão e o “culpado” de um futuro crime pode punido antecipadamente à (e assim evitada) sua ocorrência. Assim também se dá com as muitas séries e filmes de ficção científica produzidos para a televisão. Para tanto comprovar, é digno de registro um livro cujo título, para muitos, pode soar estranho ou mesmo engraçado: “Star Trek Visions of Law & Justice” (publicado pela Adios Press, Dallas, USA). Para mim, inicialmente, também assim parecia e adquiri a obra muito mais por curiosidade e por ser fã da série que dá ensejo ao seu título. Mas, ao folhear o li-

vro, logo vislumbrei uma coisa que me havia passado despercebida: o como a série trata, de forma bastante séria, de sérios aspectos do direito (que me desculpem os trocadilhos, mas não resisti). Em muitos dos seus episódios se discute, com grande implicação para o enredo, temas como: o conceito de soberania, federação e constituição; o direito internacional (e interstellar, como o livro chama), seus tratados e o direito interno; a jurisdição extraterritorial, a extradição e o asilo; o direito de guerra; o combate ao terrorismo; a pena de morte e as outras formas de punição; o direito e a questão do gênero; assim como conceitos mais abstratos como os de Justiça e Moral e as idéias de direito e de equidade. Hoje, mesmo continuando a ser um diletante sonhador, tenho tentado ler e assistir ficção científica com um outro olhar. Um pouco mais atento, estou buscando sempre apreender ou rememorar alguma verdade, por mais simples que seja. Coincidentemente, por esses dias, fui relembrado de uma, muito útil em minha profissão de “acusador”, que já nos havia sido mostrada pela face mais triste da Revolução Francesa: não confundir Justiça com Terror; não confundir Salomão com Robbespierre. Foi ao fim de um episódio, em que uma punição é buscada a qualquer preço, que o capitão da Enterprise, Jean-Luc Picard, disse aos seus companheiros de jornada: é fácil identificar o bandido que enrola o bigode; difícil é identificar aquele que, sob uma falsa aparência de Justiça, em verdade faz Terror. Não quero ser um desses e tenho procurado, por estes dias, repetir essa verdade aos meus companheiros de jornada por aqui.

[ FALSIFICAÇÃO ] Um comerciante teve seus documentos falsificados e utilizados para comprar um veículo. Além do Detran, o banco e a concessionária também serão responsabilizados ALEX REGIS

O órgão de trânsito foi condenado a pagar uma indenização por ter emplacado um veículo comprado com documentos falsos

Justiça condena Detran Departamento Estadual de Trânsito do RN (Detran/RN), a Via Costeira Veículos e o Banco Finasa foram condenados ao pagamento de indenização a um comerciante, morador da cidade de Upanema/RN, que teve seus documentos falsificados na compra de um veículo. A sentença é da 3ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal que foi confirmada pela 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça do RN. De acordo com os autos do processo, o comerciante, de iniciais J.K.M.G foi vítima de falsificação de documentos, pois um veículo, modelo Gol, ano 2001, foi adquirido em seu nome na loja Via Costeira Veículos Ltda, tendo sido financiado pela Finasa Promotora de Vendas Ltda e emplacado pelo Detran/RN. Segundo o comerciante,

O

essas instituições foram imprudentes e negligentes, pois não conferiram os documentos originais. A vítima da falsificação diz que só tomou conhecimento da fraude após receber, em sua residência, uma notificação referente a uma multa que foi aplicada, no Ceará, com o vencimento para 23 de outubro de 2006. Dessa forma, ele buscou a justiça pois entendeu que teve sua honra lesionada, pois é comerciante e temeu ter seu nome e a seriedade da sociedade comercial prejudicada. O juiz de 1º grau declarou nulo o contrato de financiamento do veículo, e condenou as três partes ao valor de R$ 6 mil por danos morais: R$ 3 mil pela Via Costeira Veículos; R$ 2 mil pelo Banco Finasa; e R$ 1 mil pelo Detran/RN. Ele ainda determinou que os órgãos de proteção de crédito não

escrevessem o comerciante em seus cadastros referente à cobrança de infração de trânsito, e que o Detran/RN não cobrasse da vítima o valor da multa e não contabilizasse em sua Carteira de Habilitação os pontos da infração. O Banco Finasa cumpriu a sua parte da sentença. Entretanto o Detran/RN e a Via Costeira Veículos recorreram da sentença: o Departamento de Trânsito, em sua defesa, alegou a inexistência de nexo de causalidade entre o dano alegado e a sua conduta; já a loja de veículos disse que verificou rigorosamente os documentos entregues e não detectou qualquer vício. Entretanto, o Desembargador considerou o Detran/RN responsável pelos danos causados ao comerciante, pois, ao efetuar a transferência do veículo do proprietá-

rio anterior para o nome da vítima, causou danos a este, inclusive, com a aplicação de multa. Para o relator, o órgão estadual deve estar atento aos documentos que lhe são apresentados. Já, em relação à loja de veículos, o relator julgou que a empresa também deve ser responsabilizada pelo dano, pois as provas nos autos mostram que a venda do veículo e seu respectivo contrato não foram firmados pelo comerciante, sendo, neste aspecto, vítima de uma fraude. Dessa forma, baseado no art. 14 do Código de Defesa do Consumidor e em outras decisões do próprio TJRN, o des. Cristóvam considerou que a instituição pública e a loja têm o dever de indenizar o comerciante pelo prejuízo causado referente à má prestação do serviço, mantendo, assim, a condenação dada em 1º grau.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 10 de janeiro de 2010 EMANUEL AMARAL

[ RESIDÊNCIA MÉDICA ] Os ministérios da

Saúde e Educação distribuíram as novas vagas

RN fica de fora de programa de expansão de vagas O Em todo o país foram abertas quase 800 vagas para recém-formados. No Nordeste apenas o RN, PI e SE não foram contemplados

Rio Grande do Norte ficou de fora do programa de expansão de vagas em residências médicas dos Ministérios da Saúde e da Educação. O Programa Nacional de Apoio à Formação de Médicos Especialistas – Pró-Residência Médica anunciou o preenchimento de 788 novas vagas para todo o país, a partir de projetos aprovados em edital aberto em outubro de 2009. No Nordeste, apenas o RN, Sergipe e Piauí ficaram de fora da expansão. As regiões Norte, Nordeste e Centro-Oeste serão as principais beneficiadas pelo programa de expansão de residências médicas. Do total, 480 vagas (61%) foram destinadas a essas três regiões, definidas como prioritárias por terem historicamente menos ofertas para esse tipo de especialização. Do total, serão 56 novas vagas em Anestesiologia, 23 em Psiquiatria, 18 em Medicina Intensiva e 25 na área de atuação de Neonatologia. Dentre as especialidades com projetos aprovados, há ainda a Medicina de Família e Comunidade, Geriatria, Medicina de Urgência, Clínica Médica, entre outras. Os Ministérios da saúde e da Educação informaram que além de permitir a formação de profissionais mais qualificados em áreas estratégicas, a ação permitirá uma melhor distribuição de especia-

listas pelo país. A região Norte contava até então com 10 vagas de Psiquiatria. Com os projetos aprovados, passará a ter mais 7 — quase o dobro do número de vagas anterior. O estado de Roraima, um dos que apresentava a situação mais crítica na região Norte, terá 9 novas vagas distribuídas entre as especialidades de Clínica Médica (2), Cirurgia Geral (3), Ortopedia e Traumatologia (3) e Urgências (1). A especialidade de Anestesiologia no Nordeste, que contava com 90 vagas, terá mais 23. Da mesma forma, a Neonatologia, também no Nordeste — região que sofre com os mais altos índices de mortalidade infantil —, dispunha de 47 vagas e terá outras 12. Paraíba e Maranhão, considerados os estados mais críticos da região, serão beneficiados com o programa de expansão. No Maranhão, serão mais 9 vagas na Pediatria e Neonatologia. Na Paraíba, 13 novas vagas em Clínica Médica , Anestesiologia, Medicina Intensiva, Traumatologia e Ortopedia e Medicina de Família e Comunidade. No Centro-Oeste, o estado em pior situação era Mato Grosso, que disporá de 13 novas vagas distribuídas entre Cirurgia Oncológica, Cirurgia Torácica, Dermatologia e Medicina de Família e Comunidade.

Expansão foi planejada com base em diagnóstico nacional O credenciamento de novas vagas de Residência Médica vinha sendo tradicionalmente orientado, sobretudo, pelas vocações acadêmicas das instituições, deixando de considerar as necessidades do sistema de saúde. É a primeira vez, como resultado de um trabalho articulado iniciado há dois anos, que se implementa um Programa estabelecido em parceria pelos setores de educação e saúde, a partir de uma extensa análise e diagnóstico nacional, que resulta no planejamento da expansão com base nas necessidades identificadas. “Nos estudos desenvolvidos, verificou-se que as vagas de Residência Médica, até então, encontravam-se mais concentradas e com maior desequilíbrio de distribuição até do que os empregos médicos no mercado de trabalho”, afirma Francisco Campos, secretário de Gestão do Trabalho e da Educação em Saúde do Ministério da Saúde.

Segundo Campos, a Residência Médica é um fator que contribui mais para a fixação profissional do que o curso de graduação em medicina. “A política de expansão da residência médica, combinada com os critérios mais rigorosos em vigor para autorização e reconhecimento dos cursos de medicina, certamente resultarão em importante melhoria da qualidade da formação médica no Brasil”, destaca ainda Maria Paula Dallari Bucci, secretária de Educação Superior do Ministério da Educação. A expansão do programa de Residência Médica foi realizada em parceria com os gestores estaduais e municipais, para a definição das necessidades locais relacionadas às políticas do Sistema Único de Saúde (SUS). Os projetos foram apresentados em parceria entre os Hospitais ou Instituições de Ensino, e as Secretarias Municipais ou Estaduais de Saúde. No total, 72 instituições apresentaram projetos.

[ PROJETOS MODELOS ] O concurso é promovido

pelo Instituto C&A e governo do Estado

Colégios estaduais vencem concurso inco escolas estaduais – Clara Camarão, Stella Gonçalves, Isabel Gondim, Maria Cristina, e Hegésipo Reis – venceram o concurso Escola de Leitores, promovido pelo Instituto C&A em parceria com o governo do Estado. A escola Hegésipo Reis, no bairro de Nova Descoberta, venceu com o projeto Bairro Leitor; a Stella Gonçalves (Alecrim), com Abrindo as Portas do Saber Literário; a Clara Camarão (Felipe Camarão), com Os Sentidos da Leitura; a Isabel Gondim (Rocas), com Sabores da Leitura, e a Maria Cristina (Parnamirim), com Restaurante Literário.

C

Os ganhadores do prêmio receberão recursos financeiros para a implantação de seus projetos de leitura, formação técnica e oportunidades de intercâmbio para troca de experiências. Representantes das escolas vencedoras também irão conhecer o projeto da Colômbia, considerado país modelo em políticas públicas de promoção da leitura. O concurso Escola de Leitores é uma iniciativa do Instituto C&A, realizada em parceria com o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Educação, Instituto de Desenvolvimento da Educação e instituições sem fins lucrativos da área da promoção da leitura.


Domingo | 10 de janeiro de 2010

natal

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 10 de janeiro de 2010

ENTREVISTA/WALTER GASI/DIRETOR-PRESIDENTE DA CAERN

“Não há intenção de privatizar” FOTOS:JOANA LIMA

Quando o senhor assumiu a presidência da Caern,a receita da Companhia era de R$ 21 milhões mensais, sendo que 87% deste valor eram destinados ao pagamento de dívidas.Qual é a receita da Caern hoje? O faturamento da Caern é cerca de R$26 milhões e a arrecadação hoje está em torno de R$23,8 milhões/mês. Nós conseguimos equilibrar despesa com arrecadação e fizemos isso com a implantação de programas, como o Fator de Potência, que é uma potência disponibilizada pela companhia de energia elétrica e quando o consumo é abaixo de 0,92 é pago uma multa. Nós colocamos 140 capacitores para corrigir essa distorção e conseguimos economizar R$90 mil/mês no consumo de energia. Além disso, teve a recuperação tarifaria com um reajuste de 14.11%, renegociamos os valores de todos os contratos, entre outras ações. E de quanto é a dívida da Caern? Houve uma política forte da empresa em atacar para aumentar o faturamento e reduzir as despesas. Nossa principal dívida era com a Cosern, cerca de R$130 milhões, que hoje é de R$120 milhões porque estamos pagando as parcelas. Fora isso, nós não estávamos conseguindo pagar o consumo mensal, cerca de R$4 milhões/mês, o que hoje é pago em dias. E em oito meses, equilibramos as dívidas da empresa. Tem se falado em privatização da Caern para a quitação de uma dívida com o Banco Nacional de Desenvolvimento (BNDES). O que tem de verdade nisso?

O Governo do Estado possui 99,8% das ações da Caern e até onde me foi colocado, a governadora não tem o menor interesse em vender uma ação da empresa. Essa questão do BNDES é uma operação que eu desconheço totalmente. É uma inverdade e a mim não chegou nada disso. Para mim, saneamento básico é saúde pública e saúde pública não se privatiza. Isso não existe! Mas, essa dívida com o BNDES existe? WG: A lei de responsabilidade fiscal é clara, tudo aquilo que se devia para o Governo Federal (INSS, PIS, Cofis, entre outros) teve que ser pago e a Caern entrou numa série de parcelamentos para pagar. Tudo que não havia sido recolhido nos anos anteriores teve que ser parcelado. Hoje, a empresa pagando todos os parcelamentos que tem, ainda sobra R$2,5 milhões para poder investir. Então não tem motivo para fazer uma ação de venda da empresa para o BNDES. E quais são os investimentos da Caern para 2010? Para 2010, temos recursos da ordem de R$350 milhões para serem investidos no emissário submarino, na adutora de Santa Cruz-Mossoró, na reformulação de todo o sistema da cidade de Mossoró e algumas obras pontuais em Natal e no interior do Estado. Mas as obras mais significativas serão o emissário submarino de Ponta Negra e a adutora de Mossoró. Quanto à Estação de Tratamento do Baldo,quando entrará em funcionamento? Nós estamos tentando terminá-la para começar a pré-operação em março deste ano. Como a Caern e nenhuma companhia de saneamento do Nordeste tem uma estação de tratamento de esgoto a nível terciário e com essa tecnologia que está sendo implantada, nós estamos assinando um contrato/convênio com a Caesb (Companhia de Saneamento Básico de Brasília). A Companhia vai treinar os nossos operadores e depois monitorar o funcionamento da ETE, que vai beneficiar 21 bairros de Natal, o que

u sou um técnico e me deram uma missão técnica de recuperar a empresa, que eu estou cumprindo”. A afirmação é do diretor-presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), Walter Gasi que, em entrevista à TRIBUNA DO NORTE, falou sobre as dívidas, a arrecadação e os investimentos da empresa no ano de 2010.

“E

Ele falou também que a governadora não tem nenhuma intenção em privatizar a Companhia, que possui uma ‘sobra’ de R$2,5 milhões para investimentos, o que não justificaria a venda da empresa. Confira a entrevista.

Até onde me foi colocado, a governadora Wilma de Faria não tem o menor interesse em vender uma ação da Companhia. (...) O saneamento básico é saúde pública e saúde pública não se privatiza. Isso não existe!”

Primeiro, nós temos que fazer o Plano de Saneamento para definir as obras prioritárias para a cidade, e quem faz é o município. A Caern dá os subsídios”

A obra da ETE do Baldo deve ser concluída no mês de março

corresponde a uma população de 225 mil habitantes na primeira etapa. Podendo chegar a 375 mil habitantes em mais uma etapa, que pode ser ampliada de acordo com o crescimento demográfico da cidade. Quanto a empresa tem,do próprio orçamento, para investimentos em 2010? Hoje a Caern fatura R$26 milhões, mas gasta R$8 milhões com folha de pagamento, R$6,2 milhões na dívida com Cosern, além de gastos com produtos químicos, entre outro. Está sobrando para investimento, que é manutenção e operação, algo em torno de R$2,5 milhões. Dinheiro esse que ano passado nós não tivemos.

Hoje, a Caern fatura R$ 26 milhões, mas gasta R$ 8 milhões com folha de pagamento e R$ 6,2 milhões para pagamento da dívida com a Cosern. Além disso, ainda há gastos com produtos químicos”

Estamos fazendo um recadastramento comercial que, só em Natal, resultou em um aumento de 8% no faturamento. Também estamos implantando novos hidrômetros”

Esse valor é suficiente? Na realidade, a gente não pode fazer milagre. Toda empresa tem que ser autossuficiente e nós estamos tentando aumentar esse valor para que sobre mais recursos, porque vamos investir forte na área de operação e manutenção. E a população vai sentir em 2010, que a empresa vai se reaparelhar. Nós estamos saindo de 30% de atendimento em Natal para 62%, isso vai exigir contratação de novos profissionais, treinamento desse pessoal todo, novos equipamentos. Agora em 2010, é o ano de reestruturação para poder atender esse acréscimo que iremos ter no esgotamento sanitário. Quanto a empresa espera receber do Governo Federal para

obras em 2010? Todos os recursos para obras são oriundos do Governo do Estado. Até mesmo os financiamentos, porque na hora que se faz um financiamento, o Estado tem que pagar. O único dinheiro que vem a fundo perdido é o do Orçamento Geral da União, que dos R$916 milhões investidos de 2003 para cá, equivale a R$143,6 milhões. Sem contar as contrapartidas e os recursos próprios, que também são do Estado. Porque a Caern com um faturamento médio de R$26 milhões/ano e arrecadando R$23,8 milhões não teria condições de ter esses recursos para dar de contrapartida. A Caern já tem algum posicionamento definido sobre a questão de contratação de uma empresa privada para ser responsável pela execução das obras na zona Norte de Natal? Nós fizemos uma solicitação, só para a zona Norte, de R$250 milhões ao Governo Federal. E esperamos que seja aprovado porque assim está resolvida a situação da região. Primeiro, nós temos que fazer o Plano de Saneamento para definir as obras da cidade, e quem faz é o município, a Caern dá subsídios técnicos. Qualquer discussão sem esse Plano de Saneamento é mera especulação. Nós queremos atender a população, seja da zona Norte ou de todo o Estado, no menor prazo possível. Estamos tentando esses recursos, se não conseguirmos, aí é que vamos ver essa questão, mas só depois de feito o Plano.

Eu sou um técnico e me deram a missão técnica de recuperar a empresa - que eu estou cumprindo. Não entro na seara política”

E o Plano de Saneamento, já saiu do papel? O município já começou a fazer o Plano de Saneamento. Nós encomendamos um diagnóstico do setor de águas e esgotos do RN para Fundação Getúlio Vargas, que nos dará uma ideia das necessidades do Estado. Nós vamos disponibilizar esse relatório ao município, que ganhará tempo na elaboração do Plano. Não existe o menor interesse da Caern de partir para o embate com qualquer prefeitura, principalmente a de Natal. Isso seria assinar o relatório de óbito da empresa. Nós não podemos perder a concessão de Natal e quero deixar claro que temos um ótimo relacionamento com a prefeitura. E o envolvimento é técnico, não tem nada político. E quando a Fundação Getúlio Vargas vai apresentar os resultados? A FGV ficou de entregar o relatório no último dia 28 de dezembro, mas não entregou. A previsão é para janeiro. E assim que recebermos esse diagnóstico, repassaremos para a Arsban, o Consab e a prefeitura de Natal.

A Caern tem alguma previsão de aumento da tarifa de água e esgoto para 2010? Quanto é pago atualmente? Não. A Arsban aprovou 19.5% de reajuste no ano passado, mas o Consab só autorizou 14.11% e ficamos de discutir essa diferença. O máximo que pode acontecer este ano é repassarmos a inflação, mas isto não está em pauta. Até porque a recuperação tarifária só pode ser feita no período de quatro anos e isso já foi feito. O que queremos é repactuar o contrato de concessão e depois discutir aquilo que o Arsban aprovou e o Consab nos deu. Hoje a tarifa média é de R$21,58 por 10m³. Quando o senhor assumiu a presidência da Caern,cerca de 25% das 560 mil ligações da Companhia haviam sido cortadas ou suprimidas. Eram 125 mil ligações inativas,a maioria nos bairros periféricos de Natal,que geravam um prejuízo mensal de R$ 1,2 milhão para a Companhia, representando uma perda anual de R$ 14,4 milhões. E como está a situação hoje? Desse montante, nós recuperamos cerca de 12% em 2009 e continuaremos esse ano. Estamos fazendo um recadastramento comercial, que só em Natal deu um resultado de 8% no faturamento. O recadastramento também permite que em inspeções futuras tenhamos mais possibilidades de encontrar fraude. Além disso, estamos implantando 65 mil novos hidrômetros. Nós estamos varrendo a cidade de Natal a procura dessas ligações. Como está o problema da contaminação por nitrato na água ofertada pela Caern? Estamos fazendo os testes na adutora do Jiqui. Foram testados oito quilômetros e faltam seis. Como não podemos tirar mais água da lagoa do Jiqui, nós estamos perfurando sete novos poços para jogar a água no poço de reunião d’água da estação de tratamento, que terá condições de tirar mais 500 mil litros/h. Esses poços devem dar aproximadamente mais 700 mil litros de vazão, o que dá em média 1,2 milhão de litros/h de água tratada sem nitrado. Com isso, nós vamos deixar o nível de nitrato bem abaixo dos 10mg/l para atender a legislação. Eu acredito que até março esse problema estará resolvido. Esse problema é em toda Natal ou em áreas específicas? A medida que não tem rede de esgoto, a população faz a fossa, que joga o efluente e contamina o lençol freático. No San Vale, por exemplo, nós temos um aumento significativo, existe um poço com 12mg/l, mas quando misturam todas as águas dá menos de 0,5mg/l. Nós estamos tentando remanejar recursos para fazer o quanto antes o esgotamento sanitário do bairro. A Caern não estaria em melhor situação se as indicações para a diretoria não tivessem influência política? Eu sou um técnico e me deram uma missão técnica de recuperar a empresa, que eu estou cumprindo. Eu não entro nessa seara política. A troca de diretores depende muito do que a governadora e o vice-governador querem. Eles têm essa opção de poder tirar quem quiser. Quem fica ou quem sai não cabe a mim decidir. Cabe a governadora avaliar se o meu trabalho está sendo bem feito. Mas eu acho, como sanitarista, que qualquer empresa do setor, deveria ter uma pessoa que conhecesse de saneamento para que ficasse mais fácil o trabalho de recuperação. E isso vem acontecendo em vários Estados. E eu acho que a governadora fez isso. Fizemos uma reformulação na empresa e não teve nenhuma indicação política. Eu nomeei quem eu quis, sem nenhum interferência.


natal

Domingo | 10 de janeiro de 2010 ➾ www.tribunadonorte.com.br ➾ tnonline@tribunadonorte.com.br ➾ twitter.com/tribunadonorte

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

tn online

7

Começou na quinta-feira (7) a Consumer Electronic Show (CES), em Las Vegas,nos Estados Unidos.Nela,mais de 100 mil profissionais do mundo inteiro conhecem as novas tecnologias que chegarão às lojas em 2010.

Fred Carvalho - fred@tribunadonorte.com.br

DASH PERSONAL A Sony apresentou na CES 2010,em Las Vegas,o Dash Personal Internet Viewer,um aparelho com tela de 7 polegadas que acessa a internet.O aparelho usa aplicativos criados para o Chumby,gadget lançado em fevereiro de 2008,funciona como portaretrato e rádio-relógio.O Dash vai custar US$ 199 (equivalente a R$ 346) e começa a ser vendido a partir de abril nos Estados Unidos.O dispositivo,com tela sensível ao toque,tem acesso a cerca de mil aplicativos, que mostram notícias,agenda,previsão do tempo,redes sociais,assim como vídeos do YouTube e rádios online.O Dash também vem com um aplicativo que traz informações sobre trânsito e rotas fornecido pela Navteq.

Febre mundial

SEGURO Um grupo da indústria de telefonia móvel afirmou que conversas por celular estão protegidas contra grampos, mesmo depois que um especialista alemão em segurança divulgou um código para decodificar ligações feitas por telefones móveis no mundo inteiro. Houve receio na semana passada de que ligações de celular poderiam ser facilmente interceptadas após o especialista em codificação Karsten Nohl ter divulgado os resultados de sua pesquisa durante o maior evento de hackers da Europa,em Berlim.

FÁCIL Uma das maiores reclamações dos usuários do iPhone é a dificuldade para escrever mensagens longas no teclado virtual do aparelho. Para resolver este problema, a ION lançou na CES 2010 um teclado voltado para o celular da Apple. O iType apresenta todas as teclas de um teclado convencional, funciona com uma bateria interna e possui um espaço para encaixar o iPhone. Preço e data de lançamento não foram divulgados.

Os leitores de livros eletrônicos, chamados de e-readers, tomam conta dos corredores da edição 2010 da CES, maior feira de eletrônicos de consumo do mundo. Alguns modelos extra compactos, outros com tela colorida, navegação simples ou com Wi-Fi, o crescente número de dispositivos desse tipo dá o recado: a hegemonia do Kindle, e-reader da loja online americana Amazon está com os dias contado. Segundo a empresa, o eletrônico foi o presente mais comprado de toda a história da empresa durante as festas natalinas.

Bronca na virada A virada do ano não foi muito tranquila para alguns equipamentos digitais. Erros em máquinas de pagamento, cartões de crédito e até celulares causaram problemas variados, desde pequenas inconveniências a problemas financeiros. Celulares com Windows Mobile estão identificando mensagens de 2010 como 2016, mas cartões de crédito na Alemanha estão sendo recusados devido a um erro no chip do cartão. Enquanto isso, máquinas de processamento na Austrália rejeitam cartões porque acham que estamos em 2016 e que a data de validade dos cartões já passou.

PLAYSTATION NETWORK Durante a conferência da Sony na CES 2010,na quarta-feira (6),o chefe da Sony Computer Entertainment,Kaz Hirai,anunciou que todo o conteúdo existente na PlayStation Network (PSN) será unificado e estará presente em todos os produtos da empresa.A rede que permite que os donos do PlayStation 3 joguem partidas on-line,e que também é uma loja virtual de games e de filmes,estará presente nos televisores,tocadores de Blu-ray e nos PCs da companhia.

Portátil A fabricante Vizio lançou um televisor portátil chamado de Razor LED que reproduz imagens de alta definição. Ele é compatível com o sinal de TV digital existente nos Estados Unidos, tem entrada HDMI para conectar tocadores de Blu-ray e videogames e tem conexão Bluetooth para que o usuário possa usar fones compatíveis com a tecnologia. Os modelos custam entre US$ 150 e US$ 230 e chegam até o final de 2010 às lojas norte-americanas.

A falta de estrutura para receber a grande demanda de pacientes nas unidades públicas impele aos médicos uma responsabilidade para a qual eles não foram preparados na universidade: escolher quem deve receber atendimento primeiro

[ SAÚDE ]

Médicos fazem “escolha de Sofia” FOTOS:ELISA ELSIE

PRISCILLA CASTRO repórter

uma noite de plantão como outra qualquer, o médico recebe três pacientes em estado grave, mas a Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do hospital dispõe de lugar para apenas um deles. Como proceder? Qual deles escolher? Para os profissionais da rede pública de saúde, situações desse tipo não são raras e é mais comum do que se imagina que eles precisem fazer a chamada “Escolha de Sofia”: determinar quem é atendido primeiro (com mais chances de sobreviver) e quem vai para a fila de espera. É nesse ponto, que as deficiências do serviço público deixam de ser o quesito mais importante para a vida, que passa a depender dos critérios de escolha do profissional. Ao contrário do que muitos pensam, o tipo de família, os hábitos e o meio em que vive o paciente em nada influenciam nessa decisão. Pelo menos não teoricamente. O médico intensivista Sebastião Paulino conta que isso sempre existiu em todos os hospitais de grande porte do país, já que o número de pacientes sempre supera o número de leitos na rede pública. Para ele, grande parte do problema é causada pela deficiência na rede de atendimento básico, já que os quadros evoluem para a gravidade e os pacientes acabam precisando da UTI. Ele explicou que para escolher qual paciente irá para o leito vago, faz uma avaliação técnica da patologia para verificar qual paciente deve ser priorizado. “Eu utilizo basicamente dois critérios. O primeiro é a viabilidade, eu vou ver qual patologia que uma vez tratada será passível de recupera-

N

Por mais dura que seja a escolha, diariamente profissionais precisam exercitar - de forma técnica e fria - a difícil “escolha de sofia”

ção. Depois eu vejo a gravidade do caso, se ambos estiverem com a mesmo patologia, eu escolho o mais grave, aquele que pode esperar mesmo. Tem que ser uma escolha fria, infelizmente não pode haver emoção nenhuma na hora”, explicou o médico. Sebastião Paulino garantiu que não se arrepende de nenhuma escolha mal feita, porque sempre procura ser aberto com os familiares dos pacientes. “Uma vez uma família chegou com um doente terminal e eu tentei explicar que nada podia ser feito, mas mesmo assim a família pediu uma orientação de uma UTI particular. Eu decidi ser sincero, falei que, além do parente, eles iriam perder o patrimônio porque aquilo era uma realidade”.

O cirurgião geral Eduardo Ronald explica que a logística do maior hospital de urgência do Rio Grande do Norte, o Hospital Walfredo Gurgel (HWG), é insuficiente para atender a demanda, então é necessário colocar aqueles com maior chance de sobrevivência na frente. “No caso da cirurgia, fazemos uma triagem como é feito no pronto-socorro. Se tiver pessoas suficientes para atender todos, vou primeiro para o mais grave, senão, deixo o mais grave de lado, vou para aquele que tem mais chance de sobrevivência, senão morrem os dois”, explicou. Quanto a possíveis escolhas erradas, Eduardo Ronald diz que consegue dormir todos os dias tranqüilos. “O grande prazer de quem escolhe a medicina é ir para casa com

a consciência de dever cumprido, de que o melhor que podia e até o impossível para tentar salvar alguém. Nós não podemos esconder a verdade, tentamos ser sempre claros com os pacientes e a família”. Para o ex intensivista e diretor técnico do Hospital Santa Catarina, Damião Nobre, o que mudou é a idéia que se faz hoje da necessidade de uma UTI. “Esses leitos servem para a recuperação, não é local para colocar alguém em estado terminal, que sabe que vai morrer. Quando o paciente não tem mais nenhuma possibilidade de recuperação, não precisa de UTI, nós temos a obrigação de oferecer conforto e boas condições, mas não necessariamente uma UTI”, explicou.

É uma situação angustiante, mas prevalece a idade porque o idoso tem menos chance de sobreviver” NESTOR RODRIGUES médico intensivista

Idade é usada como critério de escolha Uma polêmica acerca dos critérios utilizados pelos médicos é a idade do paciente. Todos os profissionais citados até agora nessa reportagem garantiram que NÃO utilizam esse fator como critério de escolha em nenhum momento da avaliação médica. No entanto, há aqueles que afirmam que esse é um dos objetos de escolha sim. O neurocirurgião Luciano Araújo, por exemplo, explicou que a idade pode influenciar na escolha. Apesar de ter deixado claro que não é o principal, ele explicou que é um dos critérios. “Na UTI, a prioridade é assistência respiratória. O segundo critério é a capacidade de sobrevivência do paciente e a idade é o terceiro, em função da patologia. Se eu tenho dois pacientes igualmente graves, a criança tem maior capacidade de sobrevivência. É confuso por causa das leis que protegem o idoso e a criança, mas tudo parte da avaliação do médico”, esclareceu. Questionado sobre a reação dos familiares do paciente preterido, o médico disse que alguns não entendem, mas que faz o possível para minimizar as reações negativas. O intensivista Nestor Rodrigues também alegou utilizar a idade como critério de escolha de pacientes. “É uma situação angustiante, mas depois do potencial de recuperação, prevalece a idade porque o idoso tem menos chance de sobreviver. O critério principal é a patologia, mas é assim na vida real, é como acontece na prática, não adianta negar, mas se é correto ou não, é difícil precisar”, disse Nestor.


natal 8

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ CONT. PÁG 7/SAÚDE ] A escolha do profissional por quem vai receber o

atendimento nem sempre é compreendido pelos parentes do doente

Familiares de doentes preteridos se revoltam questão da idade gerou, inclusive, polêmica essa semana no Hospital Walfredo Gurgel (HWG), depois que a professora Zuilma Rocha procurou a imprensa para denunciar que o pai Francisco Paulino, de 84 anos, estava havia 15 dias esperando uma vaga na UTI após passar por uma cirurgia, mas estava perdendo a vaga para pacientes mais jovens. Zuilma alega que os pacientes que foram colocados na frente de seu pai estavam em estado menos grave e o único critério analisado pelos médicos teria sido a idade. Francisco Paulino sofreu um AVC (Acidente Vascular Cerebral) no dia 20 de dezembro e desde essa data estava internado no HWG, onde passou por uma cirurgia e foi encaminhado para o Centro de Reabilitação Operacional (CRO), que apesar de ser destinado para pacientes em pós-operatórios, está longe de ter a assistências que os pacientes da uma UTI necessitam. “Assim que meu pai chegou ao Hospital, o médico viu que o quadro dele era muito grave e indicou a UTI. No CRO, não tem médico 24 horas, é totalmente diferente”, disse Zuilma Segundo ela, outros pacientes passaram na frente por serem mais novos e ela própria averiguou que nos 15 dias de espera, sete dos pacientes eram mais jovens. “Isso é praxe com os socorristas, mas não deveria ser nos leitos de uma UTI. O que me revoltou mais foi a falta de humanidade no CRO, informações desen-

ELISA ELSIE

A

Intensivista do HWG, Carmem Melo comenta critérios de escolha

contradas, falta de estrutura, todos lutando para sobreviver”. Às 21 horas do dia 04 de janeiro, Francisco Paulino foi encaminhado para a UTI Bernadete. A médica intensivista do HWG, Carmem Melo, explicou que os critérios não podem variar de médico para médico e que existem “guidelines” seguidos e padronizados pela Sociedade Brasileira de Medicina. Para ela, a idade pode influenciar, mas em um ponto muito mais distante do que o que a população pode imaginar e os pacientes passados a frente de Francisco Paulino não foram priorizados por serem mais jovens. “Eu não fico aqui 24 horas e não fui responsável por nenhum desses casos, mas acredito que os crité-

rios usados tenham sido outros, e não a idade”. No Hospital Santa Catarina, a situação se repete. A funcionária pública M.A.A. aguardava a sogra ser assistida por dois técnicos de enfermagem em uma sala de reanimação, enquanto, na verdade, ela deveria estar em uma sala de UTI. O Hospital improvisou a ventilação mecânica, a alimentação por sonda, mas, mesmo assim, o local não é uma Unidade de Tratamento Intensivo. “Eu fico muito angustiada em ver ela nessa situação, agora há pouco chamaram um médico às pressas da UTI para vir atendê-la, mas é assim em todos os hospitais, o que eu posso fazer?”, perguntou conformada.

Médicos reclamam do Walfredo Gurgel Além da falta de leitos, os médicos alegam que os hospitais não oferecem o restante das condições mínimas necessárias para evitar a necessidade da “escolha de Sofia”. Pelo menos no maior hospital de urgência e emergência do Rio Grande do Norte, o Hospital Walfredo Gurgel, as dificuldades não são segredos para ninguém. A falta de material, médicos, leitos, equipamentos são notícia-comum na imprensa e nos depoimentos de quem precisa dos serviços desse lugar. A escala dos plantonistas só tem médicos até o dia 18 de janeiro. Pelo menos foi o que garantiu o clínico-geral João Rabelo ao mostrar a escala do mês à reportagem preenchida até esta data. “A escala do hospital só tem quarto clínicos para atender toda a demanda e tem dias que fica só um. Antes, que tinha menos gente procurando, era assim, e agora, que aumentou a procura, continua do mesmo jeito. Para piorar, a direção do hospital quer diminuir para dois médicos apenas”. Outro problema apontado pelo médico são os equipamentos. João Rabelo reclama que não pôde adiantar o diagnóstico para um paciente porque o tomógrafo do hospital está quebrado. “Essa questão da escola de Sofia ainda é piorada porque, além da falta de leitos, o hospital não oferece as condições mínimas para que nós possamos aliviar o sofrimento dos pacientes e dos parentes”.


natal

3X4

Moacyr Franco se queixa da falta de reconhecimento. PÁGINA 11

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

Nublado com possibilidade de pancadas de chuvas Max.: 31º CO Min.: 26ºCO

Preamar 00h49 -1.8- 13h11 -1.8 Baixa-mar 06h51 -0.7- 19h28 -0.6

Quintas: hoje 332 bancas/174 feirantes Cidade da Esperança 386 bancas/406 feirantes

BALNEABILIDADE Impróprias Mãe Luíza Pium Pirangi do Norte Redinha

FASES DA LUA Q.Minguante: Hoje Lua Nova: 15/01 Nascer do sol: 5h15 Pôr do sol: 17h41

Editora: Luciana Campos e-mail: lucianacampos@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 de janeiro de 2010

Entre as atividades permitidas dentro da penitenciária, ouvir rádio é a preferida entre as detentas. Pelas ondas sonoras elas se informam, se divertem, aliviam a monotonia, sonham e esquecem da realidade dura da prisão

[ SISTEMA PRISIONAL ]

Rádio é fiel companheiro de detentas ROBERTA TRINDADE Repórter

e, quem canta os males espanta, no sistema prisional em Natal, os apenados utilizam o rádio como meio de esquecer o passado, aliviar a monotonia, lembrar dos momentos em liberdade, recordar de um amor e sonhar com o futuro distante das grades de ferro. Ver o “sol nascer quadrado” também traz experiências e mudanças de vida. Pelo menos é o que garante os presidiários. No Complexo Penal João Chaves, na zona Norte, na ala feminina, estão detidas 83 mulheres, 90% delas, pelo crime de tráfico de drogas. Quem entra nesse mundo tem dinheiro fácil e rápido, porém, uma vez preso, caso seja condenado pode pegar até 15 anos de prisão. Os cadeados das grades de cada uma das 14 celas são abertos, diariamente, às 7 horas e voltam a ser trancados às 16 horas. Durante o tempo de “liberdade”, as apenadas circulam pelo pátio, fazem artesanato, como tapetes e bolsas, lavam roupa, batem-papo, falam de amores, tristezas e para preencher o tempo que insiste em demorar a passar, ouvem rádio. Quase todas as presas são apaixonadas por forró. Noticiários não são preferência. Apenas uma das presidiárias gosta de ouvir o programa: A Voz do Brasil. “A gente está presa mas tem que estar informada”, diz Marcela Pereira, 21 anos, detida por tráfico há um ano “e pouquinho”, como ela mesmo diz. “Também não perco às 18 horas, a Ave Maria”. Ler não é comum. A biblioteca da unidade prisional está desativada. Elas afirmam que não existe o hábito da leitura. “Dá sono”, justifica Marcela. Sendo assim, por meio, das ondas do rádio que ultrapassam as grades da unidade prisional elas vêem passar as semanas, meses e anos. Todos os dias, bem cedo, é Isis Mary de Oliveira, 24, presa há um ano e dois meses sob a acusação de associação ao tráfico que solta a voz. A moça baixinha e sorridente embala as colegas que entram no clima e cantam também. O hit do momento no presídio é “Esperando Aviões”, música cantada pela banda de forró Desejo de Menina. Na letra, o retrato vivo de muitas apenadas: “Sou um presidiário cumprindo sentença. Sou um velho diário perdido na areia. Esperando que você me leia. Sou pista vazia esperando aviões” Sheila Soares da Silva, 20, detida há um ano e seis meses por tráfico de drogas também é fã da banda. A presa sabe de cor a letra da

S

música e canta um dos trechos. “Meus olhos te viram triste, olhando para o infinito”. Além de Desejo de Menina, Sheila cita outro grupo musical. A banda potiguar Grafith também é uma das mais ouvidas, entre as presidiárias. “Gostamos do estilo deles. Deveriam vir cantar pra gente”, revela o sonho que espera um dia ser realizado. Cada uma das presas, em algum momento da vida vão encontrar a liberdade, porém, a reincidência no Brasil ainda é preocupante. Segundo dados do Sistema de Informação Penitenciário (Infopen), em 2008, de cada dez presos colocados em liberdade, sete voltaram às grades por novos delitos. Conforme determina a lei brasileira, as apenadas estão pagando pelos erros cometidos no passado. O regime é fechado e sem muitas regalias. Para driblar a ausência quase insuportável da família, dos amigos, do mundo, o rádio tem sido, segundo as detentas, o companheiro indispensável. “É o dia inteiro ligado”, afirma Marinalva Marinho, 36 anos. Ela foi presa na Vila de Ponta Negra. Há um ano e nove meses está trancafiada pelo crime de tráfico. Condenada há sete anos e dez meses passa o tempo fazendo artesanato dentro da cela emoldurada com papel de parede de cor rosa e ouvindo o rádio que possui toca CD. “Sou apaixonada pelo cantor Louro Santos. Sabe aquela música, Pense em mim? Eu viajo quando ouço. Através da música, Marinalva viaja no pensamento que segue até a Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) onde está preso o “amor da vida” da artesã. É com a letra da música que Marinalva recorda do homem amado: “Como num filme, no final tudo vai dar certo. Quem foi que disse que pra estar junto precisa estar perto?” Ouvir uma musiquinha aqui, outra ali. O rádio tem o poder de relaxar. Com uma diversidade infinita, os ouvintes podem escolher os diferentes programas musicais. “Eu gosto de rádio pop. Ouço Coldplay (banda inglesa fundada em 1988)”, conta Gleycy Kely Bezerra Barbosa, 21 anos detida por assaltos. Condenada a 15 anos e sete meses de prisão, após ter recorrido da sentença, a justiça concedeu redução de pena para oito anos e nove meses, dos quais, cumpriu dois anos e 11 meses. Glaycy é a conhecida Kely Pit Bull. Menina jovem e bonita que, na época da prisão foi acusada de cometer quatro assaltos a casas lotéricas e de ser a líder de uma quadrilha composta por quatro rapazes. MARCELO BARROSO

Mulheres do presídio feminino João Chaves e seus radinhos


10

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Assim como acontece com as mulheres, entre os homens os rádios também são fiéis companheiros na prisão. A música os ajuda a enfrentar a dura rotina e “o tempo parece passar mais rápido” [ CONT. PÁG 9/SISTEMA PRISIONAL ]

Homens também têm seus rádios MARCELO BARROSO

o Presidio Provisório Raimundo Nonato, na zona Norte, estão presos 410 detentos divididos em 30 celas. São homens acusados de delitos variados. Estupros, homicídios, sequestros, assaltos, furtos e tráfico de drogas. Muitos são perigosos, outros nem tanto, porém, a maioria deles tem um radinho dentro da cela. Diferente das mulheres, os homens não demonstram romantismo. Ou pela própria natureza ou porque a sociedade impõe o machismo, entretanto, dois fatores tornam homens e mulheres presidiários iguais. Ambos não gostam de ler livros e ouvir noticiários. Um deles é João Maria Marcelino dos Santos, 33 preso há dez meses acusado de ter sequestrado um comerciante no bairro das Rocas. O rapaz de fala mansa explica que passa 24 horas com o rádio ligado. “Acordo e durmo ouvindo rádio. Se não tivesse a companhia da música, das informações, nem consigo imaginar como seria minha vida neste lugar” Apreciador dos programas evangélicos. João Maria admira os cantos de louvor. “A musica ajuda a aliviar a alma”. Já Kleilton Lopes da Silva, 21, natural de Petrolina (PE) está preso há seis meses. Acusado de ter furtado um veículo, Kleilton é portador do vírus HIV e divide uma cela com mais quatro colegas com a mesma doença. “Meu pai me expulsou de casa quando soube que estava doente. Fiquei perambulando até chegar em Natal”. Ele é o “Pernambucano”, apelido dado pelos amigos do xadrez. O rapaz moreno, alto, careca e tranquilo conta que dia 24 de junho do ano passado saiu pela rua com destino ignorado. A intenção, segundo ele, era se matar. “Peguei um carro na rua. Não para roubar queria acabar com minha vida. Estava em depressão. Furtei o veículo e bati de frente com um caminhão. Ainda tenho marcas pelo corpo por causa do acidente”, lamenta. Na data em que cometeu o furto completou seis anos que o jovem adquiriu o vírus HIV. Com os olhos cheios de lágrima, ele revela: “Minha vida está mudando aqui. Hoje tenho um amor. “Pernambucano”, desabafa: “Meu tempo é dividido entre as conversas com os colegas de cela e o rádio. Consigo me transportar para outro mundo quando ouço uma música”. O preso é fã da banda Psirico – grupo baiano fundado em 1980.“Quando ligo o rádio e ouço músicas penso no futuro. Quero trabalhar muito ao sair daqui. Fazer faculdade”, diz.

N

MEMÓRIA JUIZ ANALISA PROCESSOS O MAGISTRADO HENRIQUE BALTAZAR REVELOU À TRIBUNA DO NORTE A SITUAÇÃO DE CADA PRESA. Marluce Custódio - provocou um incêndio na ala feminina em 3 de janeiro do ano passado.O juiz solicitou ao presídio,o atestado de comportamento.Caso Marluce tenha,durante o ano de 2009,bom comportamento pode ganhar a liberdade em 15 dias. Gleycy Kely - o processo da apenada se encontra com o Ministério Público.Após analise o documento será remetido à justiça.Kely poderá ser beneficiada com a progressão do regime fechado para o semiaberto em, no máximo 15 dias. Aline - só poderá ser beneficiada após completar parte da pena que lhe foi imposta,o que acontece em maio deste ano.

Entre os detentos, o hábito de ouvir música é tão comum quanto para as mulheres - a diferença é que eles são menos românticos

INTEGRA As presas da ala feminina do Complexo Penal João Chaves aproveitaram a reportagem da TN e mandam um recado para o juiz

“Boa tarde.Para o juiz da 12ª Vara Criminal Henrique Baltazar É por meio da reportagem que apelamos para que compareça aqui no feminino para olhar os processos das detentas que estão passando do direito. Eu por ex:já estou presa a quase três anos,há tempos que estou no meu direito.Tenho bom comportamento e já me arrependi de tudo de errado que fiz,verdadeiramente,falando. Aqui são os nomes de algumas presas que imploram por sua presença aqui e que estão no direito também. Marluce Custódio Gleycy Kely Bezerra Barbosa Aline Thayse dos Santos Maria Auxiliadora Correia Silvaneide Evandro da Silva Débora Cristina Lima de Figueiredo Cláudia Sidney da Silva Esmeire Oliveira da Silva”

Ana Carolina embala caso de amor de detenta As presas afirmam que atrás da cela fria também existe amor verdadeiro. O rádio, segundo elas, é vida, é desejo e acalenta quem sofre pela distância do companheiro. Para as mais apaixonadas, a cantora Ana Carolina embala romances intensos. Com o intuito de evitar preconceito, uma das presas será identificada como “Paula”. A jovem tem um relacionamento há dois anos com outra mulher. Toda vez que ouve a canção: “Quem de nós”, da cantora Ana Carolina lembra do grande amor. Ela reclama das normas impostas para as apenadas: “Existe muito preconceito. Nas quartas-feiras é dia de visita intima, mas só é permitido a entrada de homens. Mulher para namorar outra mulher não pode”. Paula conta que vê a namorada uma vez por semana, no domingo – dia que não é permitido encontros íntimos. “Já que não posso estar com ela eu lembro da minha companheira ouvindo a música da Ana Carolina. A presa canta o refrão: “E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais. E te perder de vista assim é ruim demais e é por isso que eu atravesso o teu futuro e faço das lembranças um lugar seguro”

MEMÓRIA AS BANDAS OU CANTORES PREFERIDOS DOS APENADOS 1- Desejo de Menina 2- Grafith 3- Ana Carolina 4- Louro Santos 5- Racionais M C 6- Aviões do Forró 7– Coldplay 8– Mariah Carey 9- Psirico 10- Grupos evangélicos AS MÚSICAS MAIS OUVIDAS 1- Esperando Aviões 2- Bicicletinha 3- Quem de nós 4- Pense em Mim 5- Diário de um detento

Mas não é só “Paula” que enfrenta o problema e que se apega nas ondas do rádio para lembrar dos bons momentos ao lado da paixão. Outra presidiaria que será identificada como “Fernanda” diz: “O mundo está tão moderno. Qual o problema namorar uma pessoa do mesmo sexo?”, questiona.

Maria Auxiliadora - possui várias condenações.O juiz Henrique Baltazar vai unificar as penas para verificar o período que Maria já cumpriu e quanto ainda resta a ser cumprido. Silvaneide - foi solicitado o atestado de comportamento ao presídio.No dia 17 de dezembro de 2009,ela cumpriu parte da pena.Poderá ganhar a progressão de regime em 15 dias. Débora – solicitado pela justiça atestado de comportamento. Também poderá ser beneficiada com a progressão em,no máximo,15 dias. Claúdia – o processo se encontra em Parnamirim.Em 17 de março deste ano a presa terá cumprido parte da pena que lhe resta.Após a data poderá ser beneficiada com progressão de regime Esmeire – O atestado de comportamento será encaminhado esta semana para o Ministério Público.Em 15 dias,a presa poderá poderá seguir para o regime semiaberto. HENRIQUE BALTAZAR assumiu o cargo de juiz da Vara de Execuções Penais há 30 dias.O magistrado enfatiza que na Vara há cerca de seis mil processos que devem ser analisados. “Acredito que há outros presos, na mesma situação que as apenadas.Reconheço que existe uma sobrecarga de trabalho”.

viver TERÇA A SÁBADO NA TRIBUNA DO NORTE


natal

Domingo | 10 de janeiro de 2010

3porquatro

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 11

POR ANNA RUTH DANTAS

MOACYR DE OLIVEIRA FRANCO

ARTISTA MULTIFACETADO,MOACYR FRANCO É CANTOR,ATOR,HUMORISTA E ESCRITOR.MAS,APESAR DA CARREIRA BRILHANTE,MILHARES DE FÃS E DE,ATÉ HOJE, LOTAR SHOWS POR TODO O PAÍS,ELE SE DIZ ESQUECIDO PELA HISTÓRIA

“Fui esquecido pela história” FOTOS:RODRIGO SENA

influenciadas. Há três anos Rita Lee gravou um rock meu que foi para novela da Globo das 20h. Isso me rendeu uma página inteira no Estadão (Jornal O Estado de São Paulo), foi uma análise maledicente da minha carreira, mas eu estou presente. Isso me levou a dar palestras em faculdades.

Quarenta e dois discos de ouro, depois de tudo vivido,como você define a sua carreira? No começo eu não entendia porque que dava certo minha carreira de cantor, eu não me identificava, cuidava muito mais de televisão, dessa parte de apresentador, de humorista. Era o modelo que tinha. Antigamente tinha os showman, a gente aprendia a tocar instrumento, sapatear. Hoje eu não entendo é porque não estou na história. Não tenho história nenhuma. Sou uma pessoa completamente off. Minha carreira, apesar de Graças a Deus onde quer que eu vá eu super loto, tenho feito shows de 10 mil pessoas, 20 mil pessoas sentadas, fui esquecido. Meu show parece um teatro. Cada ano lanço uma música que dá certo, as vezes não comigo. Por exemplo, essa música sertaneja romântica tenho, pelo menos, dez grandes sucessos com João Mineiro e Marciano, com Chitãozinho, e depois sou campeão de carnaval. Mas eu não sou inserido em nada.

E o Moacyr Franco ator? Acho que eu cresci bastante de uns 20 anos para cá. A vida foi me obrigando a aprender. Li pouco, mas escrevi muito. Fui obrigado a virar um pouco mais ator. Fiz um seriado como o “Ó coitado”, fiz “Meu Cunhado”, com o Golias. Recentemente entrei em uma novela e as pessoas diziam que não sabiam que eu era ator. Elas não reparam que para fazer o Jeca Rei que eu faço na Praça é Nossa (do SBT) é preciso ser muito mais ator do que o personagem que eu fiz na novela. O Jeca Rei é um personagem que eu sou muito fiel a região de Goiás, que pertence o personagem.

Você diz que está “fora da história”.A que você credita isso? Essa pergunta é minha. Eu queria saber. Queria escrever: “onde estou?”. Quem está na história,por exemplo? Todo mundo. A MPB está na história. Tem gente que gravou um disco, fez um sucesso e está na história. Isso é uma injustiça com você? Eu acho. Seria preconceito com a música romântica? Eu não consigo entender dessa forma. Vou lhe contar dois episódios. Uma vez Amaury Júnior tinha uma sala ao lado da minha na Rede Bandeirantes e fez um programa sobre os anos 60. Fez um grande show, levou todo mundo da Jovem Guarda, tudo que aconteceu de arte em 1960. Foi uma festa espetacular e rendeu dois meses de programa para ele. E eu não estava incluído. Aí fui na sala de Amaury Júnior e disse: “não vim lamentar não estar na sua festa, mas queria que você tentasse me explicar como é que você me tirou dos anos 60 porque eu ganhei seis Roquete Pinto, que era o prêmio máximo da televisão, ganhei 14 Prêmio Chico Viola, que equivalia ao Disco de Ouro. Fui campeão do carnaval do ano de 1960. Fui ao papa naquele ano”. Eu não consegui entender e nem ele soube explicar. Sempre foi assim. Os irmãos Caruso também fizeram isso. Perguntei como eles me tiraram, fizeram um grande painel de todos os cantores brasileiros em 1971, e eu não estou. Nem assim consegui entrar na história. Eu não estou na história, mas eu estou aqui, vivendo, fazendo a história. Isso para mim é muito bom. Tinha que ter alguma coisa boa. Existe música brega? Toda música que emociona é brega. E tem pessoas bregas. Algumas não conseguem alcançar esse estatus. É preciso ter vivência, é preciso se dar, é preciso saber curtir a vida, se não você não conseguirá ser brega. Está ficando raro, está ficando duro porque as pessoas estão ficando muito MPB. Ou seja,o conceito que você traz de brega “foge”ao estereótipo? Veja, o conceito que eu tenho é o que é o brega. Todas as coisas que

U

m cantor esquecido pela história. Moacyr Franco fala das conquistas, das músicas que

fez sucesso, do trabalho desenvolvido, mas confessa: sente-se um “artista esquecido”, não pelos fãs, pelo público, mas por quem escreve a história. Na conversa, procura não demonstrar mágoa, mas é difícil esconder o fato, exatamente pela trajetória artística que ele construiu e continua percorrendo. “Hoje eu não entendo é porque não estou na história. Não tenho história nenhuma. Sou uma pessoa completamente off. Minha carreira, apesar de tudo, graças a Deus onde quer que eu vá, eu superloto; tenho feito shows de 10 mil pessoas, 20 mil pessoas sentadas, fui esquecido”, comenta Moacyr Franco, que esteve em Natal fazendo show no restaurante A Carreta. Cantor, ator, humorista, escritor. Moacyr Franco atua em várias frentes, mas confessa que é no palco da música onde está a realização. “A música, a referência, está dentro do coração da pessoa. Para você fazer um humor original, autêntico, de atualidade, você tem que escrever muito bem. A música facilita um pouco isso. Quando você sobe no palco escuta a si mesma”, observa. Longe de colocar o brega no conceito de estereótipo, o cantor observa que poucas pessoas conseguem ser brega, mas “o brega de sentimento, que emociona, que mexe com o coração”. O convidado de hoje do 3 por 4 é um artista que fala com muita franqueza, demonstra sim-

Detalhes Em que você acredita? Acredito no sorriso dos meus filhos. Como se constroi uma música? Profissionalmente,tem várias maneiras.Mas as melhores coisas que eu tenho não lembro como e quando foi que fiz. Quando você se olha no espelho,quem vê? Vejo meu pai.Me emociona muito porque ele fez muita força para ser o que os outros eram e ele estava completamente equivocado.Os outros jamais vão ser o que ele era e que,infelizmente,muito cedo deixou de ser.Meu pai foi um grande homem,tinha noção de justiça,de lealdade.Fidelidade é boba,mas lealdade não dá para dispensar.

patia, mas não esconde a tristeza por ter sido esquecido da própria história que ele mesmo ajudou a construir. É um cantor que enaltece o brega, destaca sentimentos e lamenta que a Música Popular Brasileira seja contada apenas a partir da Bossa Nova. Com vocês, Moacyr Franco:

Toda música que emociona é brega. Está ficando raro porque as pessoas estão ficando muito MPB”

emocionam, todos os filmes, todos os livros que emocionaram a multidão, que fizeram as pessoas se amarem, todos os poetas que mexeram com o coração do povo, que fizeram alianças, entre pais e filhos, tudo isso é brega, então descobri que brega é um privilégio. Você falou que tem muita “gente MPB”. O que você quis dizer com isso? Quis dizer que contam a história da música brasileira sempre a partir da bossa nova. Falavam de Brasília e contavam a história da inauguração, falaram de tudo na ocasião, e usaram como referência a bossa nova, Tom Jobim, João Gilberto, e esqueceram que na época

tinha Nelson Gonçalves que vendeu 100 milhões de discos. Esqueceram do artista inesquecível que só a Ivete Sangalo teve tanto prestígio de lá para cá até agora, que foi a Celi Campelo. Esqueceram do Carlos Gonzaga, que foi o rei do pop nessa época. Esqueceram do Anísio Silva, que apaixonou os brasileiros na época. Enfim, esqueceram o romance, esqueceram o Brasil de verdade e adotaram como referência os 2% sofisticado de Ipanema porque não significa nem o Rio de Janeiro, é só Ipanema. E olhe que eu estava no movimento da Bossa Nova. Aprendi violão com o Roberto Menescal. Você continua fazendo shows,levando milhares de pessoas aos shows.A que você credita essa fidelidade, já que não faz tantas participações em programas de televisão? Se eles me dessem atenção você saberia. É que eu em cada episódio da história do Brasil eu estive presente de alguma forma. Primeiro foi como surgir, como campeão de carnaval, que me levou a fazer um show que viajou o mundo inteiro. Me levou a ser protagonista da única co-

Mas,você também escreve.O que você leva para o papel? São várias frentes. Estou fazendo uma história para cinema, que é uma coisa meio vanguardeira, meio ousada. E a outra coisa é com o humor retratar o meu tempo. Tive sorte de estar presente em tudo. Fui político, fui deputado federal, Deus que me perdoe, conheci quase todos os presidentes da República, conheci pessoalmente dois papas. Vivi guerra, vivi racionamento e acompanhei a degradação do planeta. Estou escrevendo muito.

Acho que eu cresci bastante de uns 20 anos para cá. A vida foi me obrigando a aprender. Li pouco, mas escrevi muito.

reografia que o Bob Force fez no Brasil, fui protagonista do “Como vencer no Brasil sem fazer força”, eu, Procópio Ferreira e Marília Pêra fomos protagonistas. Durou um ano o show. Era show freqüentado pelo presidente da República na época. Teve um impacto cultural muito grande. Depois apareceu meu filho Guto Franco, que foi uma espécie de Xuxa, não houve um estádio no Brasil que ele não superlotasse. No Maracanã colocou 120 mil pessoas. Cada época as coisas foram acontecendo na minha vida até que surgiu a música sertaneja, que não é nada disso, é uma música romântica e sentimental. Eu permaneci em evidência e isso me faz ir aos meus shows pessoas de 40 anos foram

O que lhe agrada mais:o palco do humor ou o palco da música? Gosto muito mais de fazer show como cantor. A música, a referência, está dentro do coração da pessoa. Para você fazer um humor original, autêntico, de atualidade, você tem que escrever muito bem. A música facilita um pouco isso. Quando você sobe no palco escutar a si mesmo. Ela quer, na verdade, ela não foi para escutar depoimento meu, ela foi dizer a mim que se emocionava comigo em um tempo bonito da vida dela. Mas se você quer saber minha opinião sobre o humor nesse momento, acho que estamos vivendo um momento muito bom. Há um programa na MTV chamado “Quinta Categoria” que eu acho esplêndido. CQC e Pânico são ótimas saídas. Claro que eles tropeçam muito, eles erram porque cometem o erro de todo ser engraçado. Não tem jeito de humor permanecer assim, tem que ter ponto de referência. Mas acho que estamos vivendo um ótimo momento. Acho que o Tom Cavalcante é um comediante espetacular, se ele pudesse ser dirigido teria uma carreira muito mais longa. Acho a música atual muito boa. Essa música que se faz pela Internet é muito boa.

Perfil MOACYR DE OLIVEIRA FRANCO, 73 anos,é cantor,ator, compositor e humorista.Hoje está nos palcos com os shows da música e na televisão com participação no programa A Praça é Nossa.O início da carreira foi nos anos 60,quando emplacou o sucesso “Me Dá um Dinheiro Aí”.

Você escreveu um material para Chico Anísio? Fiz um seriado para ele, mas ele não teve saúde para realizar. O seriado se chamava “Asilo Político”. Contava a história de um asilo que abriga todos os corruptos do Brasil. O humorista Chico Anísio está sendo injustiçado? Não conheço nada mais injusto na história da humanidade. Chico é o maior ator da dramaturgia do mundo. Não há nenhum ator igual ao Chico Anísio. Ele é um ator espetacular, como nada mais vai ter.


12 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Eliana Lima

A agonia das locadoras de DVDs é lenta e inexorável.” Do jornalista Tácito Costa, no site Substantivo Plural, e reproduzido no blog Abelhinha

elianalima@tribunadonorte.com.br

» SÍNDROME...

JOÃO NETO

JOÃO NETO

Enquanto corria a sessão de convocação na Assembleia Legislativa, quinta-feira, a Abelhinha foi indagando aos parlamentares sobre disputa nas eleições de outubro, votos para o governo e Senado. O verbo esquivar logo entrou em cena.

O problema dos decibéis continua infernizando no litoral sul, apesar de toda boa vontade da polícia. Claro que os protagonistas dos carros-trios-elétricos não sabem nem o significado do bom senso. Deixa para o comentário do publicitário Alexandre Macedo, amanhã, às 18h, na 96 FM: ‘Maracatu, por favor, no verão não’. Brincando, Alexandre diz: “maracatu e dinheiro são duas coisas que não deveriam se encontrar. Deveriam se odiar”.

» ...DO VOTO Mesmo assim, coletou algumas exclamações em acabamento. O deputadoAntônio Jácome disse que é candidato à reeleição e: - “Meu voto para o Senado é da professora Wilma. Já para o governo, ainda tô acreditando na candidatura do deputado Robinson Faria”. Luiz Almir também arriscará a reeleição e: - “O meu primeiro voto acompanha o da prefeita Micarla, no senador Agripino, mas tanto eu como Gilson (Moura) temos uma preferência pela candidatura de Wilma”. Gilson Moura também vai de reeleição e: - “O meu primeiro voto para o Senado é de Wilma; o segundo é do partido”. Sobre o governo, GM e LA, obedientes que só eles, disseram que estão à disposição da decisão do partido. O intrépido José Dias também vai pedir votos para se reeleger, e, apesar de começar brincando, afirmando que não tinha candidato definido, exceto para deputado estadual - ele mesmo -, afirmou que o primeiro voto para o Senado vai para o sobrinho-afim Garibaldi Filho e que o segundo ainda não foi definido. Já em relação ao governo, reafirmou a sua preferência pela candidatura de Robinson, de preferência com a senadora Rosalba Ciarlini junta. Líder do Governo, Larissa Rosado tentará continuar representando o povo de Mossoró na AL. Afirmou que sua candidata ao Senado é “a professora Wilma” e que como “membro do PSB defende a pré-candidatura de Iberê Ferreira”.

» MISTÉRIO O e-mail que a coluna recebeu ser da Vistocar RN não funciona mais. Devolve todos enviados solicitando o nome do proprietário da empresa, já que não veio assinatura de pessoa física. Também intrigou que o tal galpão nada tem a ver com o Programa de Inspeção e Manutenção de Veículos, mas se deteve ao detalhe que será para a análise de gases poluentes. Imaginem vocês, caros leitores, se aparece um programa de inspeção de pneus, outro de inspeção da pintura, outro da bateria, outro dos decibéis do som automotivo... Hum-rum...

»VASSOURA

» AMOR...

Com a bênção de 2010, Renata Tonelli e Edgar Salustino se entregam à paixão

» ...AMOR

Em clima de 2010, os namoradinhos-apaixonadinhos Renata Barbalho e Elísio Galvão Araújo

ABRELHINHAFLASH

JOÃO NETO

» SOM NA CAIXA Para quem gosta de música ao vivo em praça de alimentação, durante este janeiro tem o ‘Projeto Música na Praça do Natal Shopping’, com ModyDick Duo e Cristina Holanda.

» FOLIA

» VIVAS

Celebrando o ano novo:Thaísa Barros e o irmão Thiago Barros com o amor Emannuelle Alencar Barros

» INCRÍVEL Mais um veraneio, mais uma vez o maior cajueiro do mundo, o cajueiro de Pirangi, é apontado como o vilão do engarramento no litoral sul. A propósito...já fizeram algum estudo de impacto no trânsito nessa época do ano, em que inúmeros carros – a cada ano aumenta mais – se destinam àquele litoral??? O curioso é que o litoral norte não tem cajueiro e os engarrafamentos são o tormento para veranistas, moradores e visitantes...

» SININHOS

» SURPREENDENTE

Casadónsapaixonadóns: Sibele e Paulo Roberto Alves

O maior causador dos congestionamentos, reclamam, é a poda proibida dos galhos que tomam conta das duas pistas (ida e vinda). Mas, impressionante, impressionante mesmo, é que os galhos crescem apenas para três lados (em direção às pistas e à rua de casas (à direita de quem está em frente ao Marina Badauê), mas nunca, nunquinha, para o outro lado, onde fica o centrinho comercial.

JOÃO NETO

» DENDÊ Da Abelhinha, nesses dias em que a chuva cai no Estado: - Ué, está chovendo ou estão cuspindo na gente...

» A PROPÓSITO...Quem é o auxiliar toque de caixa??? » LUXO

Minervino Wanderley avisa que os saudosos ‘assaltos’ de carnaval serão resgatados. Outrora, nos carnavais de Natal, tempos dos chamados ‘blocos de elite’, as alegorias transportavam foliões e orquestra, puxadas por tratores, desfilando pelas ruas, e uma das características eram os famosos ‘assaltos’, quando os amantes da folia abriam suas casas para receber os blocos, que lá ficavam por algumas horas. Pensando em trazer de volta esses momentos de alegria, um grupo formado por empresários, profissionais liberais, jornalistas, administradores de empresas resolveu retomar um dos mais tradicionais blocos da época: ‘Os Apaches’, que sairá sábado, domingo e terça de carnaval, com previsão de dois ‘assaltos’ por dia, em Natal.

COLMEIA

» Nova coleção da Natura: Aquarela,que valoriza o artesanato com o Capim Dourado, planta comum na região do Jalapão (Tocantins),numa linha com cores do verão e embalagem especial dourada,em batom (dourado e rosa fúcsia),gloss dourado brilhante,blush no tom marrom e o quarteto de sombras.

»No Carnaval de Pirangi,a

Um dos quadros que apareceram na exposição de Gabriel – personagem de Malvino Salvador - na novela ‘Caras e Bocas’, é do artista plástico natalense Roberto Medeiros. O quadro, denominado ‘O Circo’, é arte ‘Naïf’ (sinônimo de arte ingênua, original e/ou instintiva, produzida por autodidatas que não têm formação culta no campo das artes). Roberto Medeiros trabalha no Núcleo de Artes Visuais da Funcarte.

prefeitura,através da Secretaria de Turismo,promoverá show com a banda baiana Pimenta Nativa,que puxará trio junto com a banda potiguar Cavaleiros do Forró.

»Para o verão,a Galvão Mesquita

A partir de quarta-feira 13, o horário de almoço no restaurante Light & Diet Leve Sabor ganha acompanhamento musical. Soltando o som do mais agradável: o pianista Fábio Augusto (o mesmo do Midway).

Iluminação sugere,e oferece,a utilização de luminárias rústicas, desenvolvidas por designers potiguares,e também peças anticorrosivas,confeccionadas em resina.

» ...E SABORES

»A partir de hoje,o Shopping

Além do chef Domingos Costa, o Paçoca de Pilão, em Pirangi, também conta neste veraneio com a chef-premiada Danielle Escóssia, conhecida por preparar deliciosa Paella (com peixe, camarão, ostra, polvo, lula, mexilhões e lagosta).

Cidade Jardim abre aos domingos, das 14 às 20 horas.

» SABORES...

» POINT O Hotel Garbos, em Mossoró é o oficial da 2ª edição do Rally Rota Sol, que acontece entre os dias 14 e 16, com largada em Natal e chegada em Fortaleza.

»A Chilli Beans,óculos e relógios,

» ACONCHEGUINHO

Nos braços da paixón, os namoradóns: Júlia Arruda e Renato Quaresma

realiza hoje encontro com 60 funcionários de Natal e Mossoró, no Paradise,Ponta Negra. COLABORAÇÃO DE ANNA CLÁUDIA COSTA


Domingo |

natal

10 de janeiro de 2010

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

13

George Azevedo georgeazevedo@digizap.com.br

FOTOS:CLÁUDIO ROBERTO

A homenageada da noite, Ivonete de Paula, num papo com Marilene Paiva

Os colunistas Wandilson Ramalho e Tica Soares. Viva Caraúbas!!!

Réveillon classe A

Marcelo Fernandes e Raquel Gurgel. De Caraúbas para o réveillon do Thermas

O gerente do Hotel Thermas,Washington Sousa, e sua bela Thais

Gabriel Barcellos e Patrícia Barbosa, só alegria!!!

Num homenagem aos grandes bailes da colunista Ivonete de Paula, o Hotel Thermas realizou uma grande festa de réveillon e reuniu muitos mossoroenses e turistas na área das piscinas para muita animação ao som da Orquestra 100% Mulher e do grupo Os Tremendões. Confira o nosso resumo em fotos de Cláudio Roberto.

José Morais e Irlanda Carlos, sempre no maior pique

Réveillon das estrelas Hemetério Fernandes e Ticiana Lopes. Firme e forte!!!

Patrícia Ramos e Carol Scarpa dançaram até os primeiros raios de 2010

Marco Antônio e Kátia Sheila com a filha Marina

Júnior Benjamim e Edilene Fernandes, numa folga do Fantastic Buffet

O grande auê na virada de ano, em Tibau, foi no Clube Álibi com show de Toca do Vale, Thábata Mendes e banda Inala, que rolou até às 8h da matina, sem falar na belíssima queima de fogos. As fotos são do Trafegando.com FOTOS:TRAFEGANDO.COM

Rafaele Alencar e Jayana Porcino. Quanta beleza!!!

Léo Almeida e sua musa Mariana Aquino

Morgana Castro e Marília Linhares. Mulher bonita não falta!!!

Talles Dias e Ana Patrícia Nogueira. Bons amigos!!!

A dupla Tácio Garcia e Karume Nascimento ainda contabiliza o sucesso da primeira festa do verão 2010 da Arena Show, em Tibau, que superlotou o local, na noite de 02 de janeiro, com show de Aviões do Forró, Balancear, Arroba e Pepê Jr. Claro que o Trafegando.com fez todo o registro. Olha só.

Dada a largada

FOTOS:TRAFEGANDO.COM

Jordana Fernandes e a priminha Germanna Gabriella. Ôooo família abençoada!!!

Helmut Poti e a bela Germana Mendes

Cristiano Tio e Lidiane Abreu. Direto pro Fashion Rio

Casalzinho novo na Arena Show. Mário Freitas e Viviane Abreu

Germano Patriota andou de namorico com a loira linda Laila Esther Torres

Brennda Valença. Até no final da festa fica linda!!!


natal 14

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 10 de janeiro de 2010

[ VIDA A BORDO ]

Férias de verão DIVULGAÇÃO

NELSON MATTOS FILHO velejador

omeçamos o ano dando umas merecidas férias ao Avoante, afinal ele e nós estávamos precisando ficar um pouco sozinhos. Mas isso não quer dizer que estivéssemos precisando repensar nossa vida a bordo, foi apenas para refrescar a memória antes de sair navegando novamente. Entramos o ano na alagoana Maceió, a convite do casal de amigos Daniel e Ângela, velejadores e donos de um aconchegante e delicioso restaurante, o Del Poppolo, que eu recomendo a todos como a melhor cozinha da cidade. Encontramos uma cidade muito bonita, com muitos turistas, mas não tão bem arrumada e limpa como outrora. Tentamos fazer uma caminhada pela orla da Ponta Verde, uma das mais famosas ao lado da cativante Pajussara, no primeiro dia do ano, porém desistimos assim que demos os primeiros passos. A quantidade de lixo espalhada na areia foi o ponto final da caminhada. Uma pena! Maceió precisa resolver urgentemente o problema do Salgadinho, um rio que corta a cidade servindo de esgoto e onde a população deposita boa parte do lixo de

C

suas casas. Toda essa massa malcheirosa passeia pela cidade e desemboca na água verde esmeralda do mar que banha Maceió. O destino tradicional desse esgoto é a baiazinha que fica por trás do porto e em frente à Federação Alagoana de Vela e Motor, mas com as forças das correntes marinhas e dos ventos ela também chega às outras praias do centro. A bela Maceió e seu povo mereciam um pouco mais de atenção. Mas, esse mal não atinge apenas a capital alagoana, até na nossa querida Natal, governada pelo Partido Verde, encontramos grandes línguas negras despejando esgotos e mau cheiro nas praias do centro, e ainda vamos ter um grande emissário para jogar o lixo e esgoto longe das vistas da população. Ou não de faz mais Partido Verde como antigamente ou o nosso pirata! Com o regime de ventos e correntes do litoral potiguar, não sou técnico para provar, esse emissário vai ter efeito bumerangue. Tomará! Assim o verde das bandeiras que tremulam em Natal assume a cor que merece. Voltemos a Maceió para dar mais um crédito de confiança aos governantes da terra dos menestréis, assim como damos a outros desse grande Brasil carnavalesco

e cheio de boas intenções. Pense numa turminha complicada e cheia de conversa! Não sou chegado a superstições, mas, para garantir, fomos tomar um gostoso banho de mar na bela praia de Guaxuma, é deixar por lá as mazelas do ano velho e

renovar as esperanças para o novo ano. Guaxuma nos surpreendeu, apesar de ser muito próxima de Maceió, a praia é bem freqüentada, boas casas e com excelentes barzinhos a beira mar. Na maré seca então ela é ainda mais bonita.

Assim como em quase toda orla alagoana, Guaxuma também tem seus recifes naturais que são um convite a mergulhos. Apesar de ser uma praia bastante funda e na maré cheia apresentar muita correnteza, o banho de mar é gostoso. Valeu ter conhecido Guaxuma!

Depois de três dias em Maceió pegamos a estrada para o tranquilo povoado de Terra Caída/SE, divisa de Sergipe com a Bahia e que já entramos várias vezes com o Avoante. Pretendíamos ir beirando o mar, mas as estradas que dão acesso as praias estavam bastante movimentadas devido os feriados de fim de ano. Pegamos a BR e aproamos o carro no rumo de Aracajú e seus deliciosos caranguejos. A BR 101 não estava menos movimentada do que a litorânea e assim que vimos o primeiro acidente, tratamos logo de tomar, novamente, o rumo das estradas do litoral que, apesar de movimentadas, oferecia mais segurança, com motoristas menos estressados e apressados. Faz tempo que não viajamos de carro e garanto que não estava sentido nenhuma saudade. Dirigir esta ficando cada vez mais complicado e nada do que vemos ou escutamos, prova que no futuro a coisa tenda a melhorar. Muitas leis, muitas regras, muitas proibições e nada com efeitos práticos. O que vemos é uma declarada venda de facilidades. Uma coisa bem nossa! Deixa prá lá! Vamos saborear os caranguejos sergipanos que são deliciosos.


esportes

HOJE NA TV

RÁDIO GLOBO NATAL

15h – Copa SP: Ferroviário x Corinthians, Sportv 21h - Torneio de Seleções: Brasil x Uruguai, Sportv 2

06h - Esporte em debate 15h10 - Amistoso:Fluminense x Serra/ES 21h - Resumo Final

CURIOSIDADES O ABC tenta façanha inédita na história do clube:passar para 2ª fase da Copa São Paulo de Junior.A equipe joga contra o Comercial.

DICAS Amanhã ocorre a festa que vai marcar a posse da nova diretoria do ABC com show de Zé Lezin.Início às 19h.

CALENDÁRIO 2010

César Cielo quer aproveitar a temporada para confirmar o nome na galeria dos melhores PÁGINA 4 NÚMERO 80 Quantidade de jogadores que foram contratados pelo ABC na temporada de 2009.

Editor: Itamar Ciríaco e-mail: esporte@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 DE JANEIRO DE 2010 SÉRGIO LAMERA

[ COPA 2010 ] Com retrospecto favorável, a Seleção treinada por Dunga

e Jorginho mostra-se competitivo e com grande poder ofensivo

Dunga inicia o ano em que colocará em xeque sua qualidade s números são expressivos e traduzem o excelente trabalho de Dunga e da comissão técnica. Desde agosto de 2006, quando Dunga assumiu em um empate em 1 a 1 com a Noruega, em Oslo, o Brasil disputou 52 jogos. Foram 36 vitórias, 11 empates e cinco derrrotas. O time mostrou-se competitivo e com grande poder ofensivo - marcou 107 gols e sofreu 37, com um saldo positivo de 70 gols. O passado é bom, mas o desafio está em 2010, ano da Copa da África que se inicia agora. A Seleção Brasileira foi campeã da Copa América de 2007 da Venezuela e campeã invicta da Copa das Confederações 2009 da África do Sul. Jogador que pode ser apontado com um dos símbolos da Seleção, na sua trajetória de 15 anos com a camisa amarela e de três Copas do Mundo no currículo, Dunga não se intimidou ao aceitar o convite do presidente Ricardo Teixeira para faze o trabalho de renovação que se fazia necessário

O

NÚMERO

36

foi o número de vitórias que o novo técnico brasileiro conquistou desde que assumiu o comando da seleção

depois da Copa de 2006. Mesmo sabendo que seria alvo de muitas críticas devido à sua inexperiência como técnico. “Na primeira conversa com o presidente, ficou claro que eu teria total apoio para realizar o meu trabalho, como aconteceu nos momentos mais difíceis, em que as pessoas falavam as coisas mais absurdas, especulavam a minha saída, e o presidente me dava apoio e suporte”. O primeiro passo ao assumir foi cercar-se de uma comissão técnica de reconhecida competência em todo o mundo. O tetracampeão Jorginho foi chamado para ser o assistente, e Dunga iniciou o trabalho convicto de que o desafio

maior era devolver a credibilidade da Seleção junto ao torcedor. Para tanto, deixou evidente desde a primeira convocação que, para jogar na Seleção Brasileira, só o talento não bastaria. O jogador teria de mostrar comprometimento com os objetivos traçados - que começaram pela conquista da Copa da América em 2007, da Copa das Confederações 2009 e a classificação para o Mundial da África do Sul. “Os jogadores não só entenderam perfeitamente como se engajaram a ponto de eles mesmos não aceitarem alguém que não esteja comprometido com o grupo”. Os jogadores têm prazer de defender a Seleção, além do compromisso profissional. Mesmo consagrados nos clubes europeus, em que a maioria atua, adotaram uma atitude quer deixou feliz o técnico. “Enquanto muita gente critica alguns amistosos que a Seleção realiza, os jogadores pedem a marcação de mais partidas”, disse sinalizando o comprometimento.

Dunga acredita que o grupo está empenhado e que não vai vender barato a luta pelo hexacampeonato

Maradona já estuda adversários O técnico da seleção argentina, Diego Armando Maradona, já começou a sondar seus futuros adversários na Copa do Mundo. O técnico, que viajará para a África do Sul nos próximo dias, planeja conhecer a Universidade de Pretória, na capital executiva do país, e acompanhar um jogo da Nigéria na Copa Africana de Nações, caso a competição de fato ocorra após os incidentes envol-

vendo a seleção togolesa na última sexta-feira. A Nigéria, que figura no Grupo B da Copa, junto a Argentina, Coreia do Sul e Grécia, tem seus jogos marcados para os próximos dia 12, contra o Egito, 16, contra o Benin, e 19, contra Moçambique. Os africanos são, coincidentemente, os primeiros adversários da Alvi-celeste no Mundial: a estreia deles está marcada para o dia 12

de junho, em Johanesburgo. Maradona pretendia ficar mais tempo no continente africano, mas a Argentina enfrenta a Costa Rica em amistoso no próximo dia 27, na cidade de San Juan. De acordo com a federação argentina, os hermanos devem marcar mais uma partida antes da Copa: seria no dia 10 de fevereiro, em Mar del Plata. O adversário, porém, ainda é desconhecido.


esportes

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Considerada uma competição deficitária para os clubes, o certame potiguar obriga os dirigentes serem modestos na montagem do elenco na abertura da temporada. A ordem é conseguir bons valores a preços baixos

[ CAMPEONATO ESTADUAL ]

Prejuízos limitam os investimentos FELIPE GURGEL Repórter de Esportes

odo início de ano é o mesmo problema para os times do Rio Grande do Norte. Os dirigentes quebram a cabeça para contratar jogadores de qualidade e com salários baixos, já que, na opinião de todos os clubes envolvidos no campeonato estadual, a competição é deficitária e não traz retorno financeiros as instituições para que elas possam bancar salários mais elevados aos atletas. Resta garimpar bons valores nas cidades nordestinas e no interior de São Paulo para tentar montar um time barato e competitivo. Com exceção do América, que conseguiu manter uma base da série B do Brasileiro de 2009, todos os outros nove clubes do estado tiverem que remontar o elenco. Somando as contratações de ABC e América, o número de novos atletas já soma 23, sem contar as renovações e os jogadores das categorias de base de ambos os clubes. E, os jovens valores do estado é uma aposta neste início de temporada. Principalmente no alvinegro, já que o clube não quer repetir os erros cometidos na segunda divisão do brasileiro, em 2009, quando contratou muitos jogadores de fora e com idade avançada e terminou pagando o preço mais alto por isso, que foi o rebaixamento para a série C este ano. “O clube vem um momento difícil, em relação a situação financeira. Este ano o ABC vai ser um time de trabalhadores, sem salários fora da realidade do estado. Se aparecer algum jogador acima da média, iremos analisar para saber se realmente vale a pena investir um pouco mais em determinados jogadores. Queremos atletas que venham com o pensamento de ganhar tudo que for disputar e não apenas ficar passeando em Natal”, afirmou Rubens Guilherme, presidente eleito do ABC. O clube de Ponta Negra, até o momento, já contratou 12 atletas,

T

de todas as posições. O setor que recebeu mais reforços foi o meiocampo, com quatro jogadores. A maioria dos atletas são desconhecidos dos torcedores, e fizeram carreira em times do interior do Brasil. O destaque fica por conta do goleiro Yamada, que jogou 10 anos pelo Corinthians/SP. Boa parte do elenco alvinegro, para o primeiro semestre, já que o time vai participar apenas do estadual, deverá ser formado pelos atletas das categorias de base. Os atacantes João Paulo e Gabriel, os laterais Delano e Paulinho, o volante Sorato e o meiocampo Wlademir, são as apostas para a conquista de mais um título potiguar. “Sempre tive cobrança quando jogava nas categorias de base do clube, mas, no profissional a situação é diferente. O torcedor não quer perder nunca e espera sempre o melhor do jogador. Vou trabalhar forte para conseguir um lugar no time titular e ajudar o ABC a lutar por mais um título estadual”, revela o habilidoso Wlademir. Pelos lados do América, a direção investiu forte na renovação contratual de alguns jogadores considerados peças chaves do time na série B do Brasileiro do ano passado. Ficaram o goleiro Rodolpho, o lateral-direito Thoni, os zagueiros Edson Rocha e Adalberto e o volante Júlio Terceiro. Três destaques do Alecrim, que conseguiu acesso para a a série C, chegaram. O lateral-direito Eduardo Igor, o meio-campo Hércules e o atacante Maurício Pantera. Esses vieram para disputar posição com os demais. “Quando fui contratado, conversei com a direção do clube e pedi para que eles mantivessem uma base do time que terminou o ano. E, eles conseguiram. Isso facilita o trabalho e vai fazer um América mais forte para lutar por esse título estadual, que o clube não conquista desde 2003”, revelou Paulo Moroni, treinador alvirrubro. Ao todo, 11 jogadores já foram

RODRIGO SENA

Carlos Moura,auxiliar técnico de Paulo Moroni no América,acredita que a subida de um jovem para o elenco profissional é a melhor opção

contratados. Alguns, velhos conhecidos dos torcedores americanos, como o zagueiro Robson, o meio-campo Aloísio e o atacante Ronny. Mas, a contratação de maior impacto nesse início de temporada, foi a do atacante Adriano Magrão, que já jogou por Fluminense/RJ, Sport e Náutico, ambos de Recife. Alguns atletas das categorias de base do América deverão ser integrados ao elenco profissional, como o meio-campo David e o atacante Tiquinho. “Esses meninos são bons jogadores e precisam de apoio e oportunidade. Só em trazê-los para o grupo principal já é muito importante. É preciso que eles tenham sequência”, disse Carlos Moura, auxiliar técnico de Moroni.

Atenções se voltam para as revelações Sem dinheiro para investir em grandes contratações no início de temporada, os dois maiores clubes do Rio Grande do Norte, ABC e América, invariavelmente, no campeonato estadual aproveitam jovens valores das categorias de bases para completar seus elencos. No alvinegro potiguar, nada menos que 11 jogadores do elenco principal foram formados nas bases do clube, incluindo o atacante Ivan, velho conhecido da torcida, e João Paulo e Gabriel, e integram os profissionais desde o estadual de 2009. Delano, Paulinho, Rodrigo, Wlademir, Wellinton, Sorato, Edson e Rene são os outros jovens valores, que, pela primei-

ra vez, vão ter uma oportunidade real no time principal. Pelos lados americanos, o aproveitamento de alguns jogadores das bases também é visto com bons olhos. Para esse início de preparação, o treinador Paulo Moroni vem testando vários jogadores, como o atacante Soares, o volante Richardson e o meio-campo David. Este último, o que deve ter mais chances na equipe principal, por se tratar de um jogador de muita habilidade, e, considerado pelo maior ídolo americano, Souza, como seu sucessor natural. “O David tem muita habilidade e é canhoto como eu. Se continuar mostrando vontade nos treinos e jogos, pode ser sim, meu

sucessor no meio-campo do América”, afirmou Souza. No ABC, devido as dívidas, os garotos das categorias de base se tornaram solução. As maiores expectativas ficam por conta do volante Sorato e o meio-campo Wlademir. “Esses meninos precisam provar dentro de campo que são merecedores de uma vaga no time titular. Eles vão ter a chance que tanto sonharam. O resto é com eles. Qualidade para isso, eles tem”, disse Didi Duarte, treinador alvinegro. “O importante é trabalhar forte, com dedicação e manter o foco, sempre. Estamos tendo essa oportunidade e temos que agarrar”, disse o atacante João Paulo.

ABC E AMÉRICA MOSTRAM CARAS NOVAS Os dois rivais anunciaram novos contratados na luta para conquistar o Campeonato Estadual de 2010,com o Alvirrubro investindo alto para retomar a hegemonia Contratados para a temporada 2010 - ABC

Contratados para a temporada 2010 - América

GOLEIRO Yamada Nome:Fernando Yamada Naturalidade: Ribeirão Pires (SP) Nascimento:17/02/1979 Altura:1,86m Peso:90 kg Último clubes: São Bento/SP (2009)

GOLEIRO Dida Nome:José Virgínio da Silva Bonfim Naturalidade:Recife (PE) Nascimento:03/02/1984 Altura:1,93m Peso:93 kg Último clubes: Juventude/RS (2007-2009)

ZAGUEIRO Cleiton Mineiro Nome:Cleiton Aparecido da Silva Dias Naturalidade:Unaí (MG) Nascimento:23/11/1975 Altura:1,87m Peso:84 kg Último clubes: Nacional/AM (2009)

ZAGUEIRO Tiago Garça Nome:Tiago Henrique da Silva Naturalidade:Fernandópolis (SP) Nascimento:23/05/1985 Altura:1,94m Peso:90 kg Último clubes: Fernandópolis/SP (2009)

VOLANTE David Nome:David Kellen de França Naturalidade: Macaparana (PE) Nascimento:14/07/1986 Altura:1,78m Peso:78 kg Último clubes: Profissionais do Picos/PI

VOLANTE Pedrinho Nome:Pedro Rogério Lopes Naturalidade:Birigui (SP) Nascimento:29/06/1983 Altura:1,80m Peso:72 kg Último clubes: CRAC/GO (2009)

MEIO-CAMPO Leandrinho Nome:Leandro Wesley Alves Naturalidade:Goiânia (GO) Nascimento:23/09/1983 Altura:1,75m Peso:76 kg Último clubes: Cristalina Atlético Clube/GO (2009)

ATACANTE Carlinhos Carlos Roberto da Silva Santos Nascimento:16/02/1981 (28 anos) Naturalidade:Rio de Janeiro (RJ) Último clubes: Shahin Bushehr/Irã (2009)

LATERAL Breno Nome:Breno Felipe Dantas de Medeiros Naturalidade:Currais Novos (RN) Nascimento:05/04/1984 Altura:1,77m Peso:73 kg Último clubes: América/RN (2009)

ZAQUEIRO Alexandre Nome:Alexandre Henrique Rodrigues de Araújo Naturalidade:Natal (RN) Nascimento:11/12/1987 Altura:1,78m Peso:73 kg Último clubes: Alecrim/RN (2009)

MEIO-CAMPO Nino Nome:Josivaldo Soares de Farias Naturalidade:João Pessoa (PB) Nascimento:23/12/1986 Altura:1,80m Peso:80 kg Último clubes: Vitória de Santo Antão/PE.

ATACANTES Paulinho Soares Paulo Ricardo Soares dos Santos Nascimento:05/02/1988 (21 anos) Naturalidade:Cuiabá (MT) Último clubes: Operário/MT (2009).

ZAQUEIRO Robson Nome:Robson Freitas da Silva Data de nascimento: 12.01.1977 Local:Mauá-SP Altura:1,82m Peso:78kg Último clubes: Bragantino-SP

MEIA Cleiton Mineiro Nome completo:Aloísio Pereira Magnago Data de nascimento: 22.05.1985 Naturalidade:Cachoeiro do Itapemirim-ES Último clubes: São Caetano-SP

Nome:Hérick Samora da Silva Data de nascimento: 10.10.1986 Naturalidade:Timbuí/ES Altura:1.85 Último clubes: Crac/GO (2009)

ATACANTE Ronny Nome:Ronny Carlos da Silva Naturalidade: Sertãozinho/SP Data de nascimento: 25/02/83 Idade:26 anos Altura:1,83m Peso:74kg Último clubes:Xian Chanba-China

ATACANTE Adriano Magrão Nome:Adriano Bezerra Melo Data de nascimento: 07.03.1981 Naturalidade:Aparecida de Goiânia-GO Altura:1,84m Peso:82kg Último clubes:Náutico-PE

Eduardo Igor

Hércules

Diogo Alemão

Adriano Peixe Nome completo:Adriano da Silva Nascimento:02/05/1980 (29 anos) Naturalidade:Maringá/PR Altura:1.74m Último clubes: Standard Sumgayit (2009 – Azerbaijão)

Hérick

Aldo Nome:Aldo Rodrigues de Sousa Data de nascimento: 11.02.1988 Naturalidade:Brasília/DF Altura:1.74 Último clubes: Marítimo/POR (2009)

Maurício Pantera

Diogo


esportes

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3 DIVULGAÇÃO

[ ESTADUAL ] Clube faz planejamento ousado

para se firmar como grande do futebol no RN

ASSU festeja aniversário e reviravolta após o título O ASSU comemora oito anos de existência no próximo domingo. Esse aniversário é considerado o mais feliz da história do clube, uma vez que o Camaleão do Vale está celebrando o fato de ser o atual campeão do Estado, além disso, a agremiação passa por um processo de estruturação. Por isso, é esperada uma festa histórica para comemorar a data. Ontem foram realizados shows de pagode e feijoada, na Toca do Camaleão (antigo Acquavale), e uma partida amistosa contra o Atlético de Cajazeiras-PB, no estádio Edgarzão. O presidente do Camaleão definiu o oitavo aniversário como o mais empolgante da história do clube. Isso porque o Alviverde viveu muitos sofridos nesses oito anos de existência e as injustas derrotas no tapetão, nos anos de 2006 e 2008, quando o time não chegou as finais por causa de julgamentos provocados por clubes da capital, fizeram com que a torcida passasse a não acreditar que a conquista de um título seria possível. Em 2009, tudo mudou. O Camaleão do Vale chegou ao topo do futebol potiguar, conquistando o troféu do Estadual e finalmente a torcida soltou o grito de campeão. Só que na vida do ASSU nada é tão fácil assim. Várias dívidas surgiram após a conquista do título e o clube teve que abdicar do direito de disputar a Série D do Campeonato

Brasileiro, para sanar o problema. Saindo das cinzas em poucos meses, o ASSU já mostra que quer realmente se firmar como um dos maiores clubes do Rio Grande do Norte. O dentista e empresário Delzieli Medeiros assumiu a presidência do Camaleão e colocou em prática diversos projetos que tinha em mente. O clube agora tem centro de treinamento, sede social, loja para produtos licenciados, assessoria de imprensa, website, projeto sócio-torcedor, departamento de futebol amador, parceria com grupos empresariais e com o departamento de economia da UERN, para viabilizar outros projetos, e, principalmente, uma organização típica do profissionalismo. “Não adianta apenas ter bons jogadores. Um clube que quer se viabilizar tem que se planejar fora de campo também. Só assim teremos uma independência financeira, tão desejada em qualquer setor da economia”, disse Delzieli, afirmando que o ASSU não corre mais riscos de abdicar da participação de competições nacionais. Porém, mesmo com o foco na estruturação, o presidente não deixou de investir pesado no futebol profissional e contratou todos os jogadores que foram titulares no Campeonato Estadual do ano passado, além alguns reservas que se destacaram, e mais um time inteiro de novatos para disputar posição.

Clube foi criado às pressas

“Camaleão” idolatra dois atletas

O ASSU pode dizer que foi um clube fundado nas pressas. Em dezembro de 2001, o Atlético Potengi desistiu da disputa do Campeonato Estadual e a competição ficou com uma vaga em aberto. Daí, a Liga Assuense de Desportos conseguiu o direito de inscrever um representante da cidade no lugar que era ocupado pelo Atlético/RN. O município, porém, não contava com um time profissional. Por isso, a LDA teve que fundar um clube. Depois de muitos debates sobre a escolha da nomenclatura da equipe, o novo representante do futebol da cidade foi batizado com o nome Associação Sportiva Sociedade Unida. O clube foi fundado no dia 10 de janeiro de 2002 e já no dia 17 de fevereiro do mês seguinte estreava no Campeonato Estadual de futebol. Apesar desse início sem muito planejamento, os jogadores que defenderam as cores do Camaleão honraram a camisa do clube e, por isso, a equipe sempre esteve entre as oito melhores colocadas do Campeonato Estadual. Ao longo dos anos, o time foi crescendo e sonhando com o título potiguar. Em 2005, o Alviverde foi o terceiro colocado na competição. Em 2006, o ASSU foi eliminado nos tribunais do RN , devido a um recurso aplicado pelo ABC, e só conseguiu o direito de disputar as finais depois de recorrer ao STJD, mas quando conseguiu retornar à disputa, a maioria dos jogadores já haviam se desligado e o Camaleão não teve forças para eliminar o Potiguar de Mossoró. Em 2007, o Camaleão do Vale deu o troco no ABC dentro de campo, goleando o time por 5 a 0, no estádio do rival. Em 2008, o ASSU foi eliminado mais uma vez no tapetão, dessa vez, foi o América. A derrota deixou o ASSU com mais vigor para conquistar a reviravolta e o time não deu chances aos seus rivais em 2009.

A história do Camaleão pode ser perfeitamente contada pelos seus dois maiores ídolos. Quando o ASSU foi fundado em 2002, o goleiro Erasmo e o atacante Marcelo (que depois passou a ser chamado de Marcelo Assuense) eram apenas duas promessas do futebol amador do Vale do Açu. Mas a criação de um clube profissional em Assú fez com que eles finalmente realizassem o sonho de se tornarem jogadores de futebol. A fundação do ASSU também possibilitou as realizações dos sonhos de outros garotos da região, mas ninguém se identificou tanto com a camisa alviverde como esses dois atletas. Ao longo dos anos, Marcelo e Erasmo receberam diversas propostas para deixar o Camaleão, mas foram fiéis ao clube e só vestiram outras camisas em períodos que o time não estava participando de competições. “Já tive convites para jogar em muitas equipes, mas eu sei a confiança que todos os diretores do ASSU depositaram em mim e isso não tem preço. Por isso, jamais aceitei defender outra equipe, quando o ASSU estava jogando”, disse Marcelo, confessando que não teria condições psicológicas de enfrentar o Camaleão. Erasmo tem histórias interessantes para contar. O goleiro baixinho, que só tem 1,70m, sofreu restrições de vários treinadores que passaram pelo clube e muitas vezes começou o Campeonato Estadual na reserva, porém, sempre terminou as competições como titular. “A confiança que a torcida deposita em mim é o meu maior incentivo, foi por isso que sempre fiquei no ASSU e nunca vou me arrepender de ter continuado por tanto tempo. Sei que os pedidos dos torcedores influenciaram para eu ganhar a posição em alguns momentos e é por isso que tenho o clube e essa torcida no meu coração”, declarou o goleiro.

A equipe do ASSU mostrou sua força em seguidos campeonatos estaduais,no entanto,a conquista do título veio apenas no ano passado


esportes

4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Ano será repleto de competições nacionais e internacionais, com grandes oportunidades para os atletas e clubes conquistarem importantes vitórias. O clube mais ansioso é o Corinthians, que faz seus 100 anos

[ CALENDÁRIO ESPORTIVO ]

Datas festivas marcam ano de 2010 e conquistas virão, é cedo para falar. Mas uma coisa é certa: não faltarão motivos esportivos para celebrações em 2010. O mais badalado é o aniversário de 100 anos do Corinthians, que espera soprar velinhas no dia 1º de setembro com a taça de campeão da Libertadores como presente. A final da competição continental será em julho, logo após a Copa do Mundo. Desde que assumiu o Corinthians, o presidente Andrés Sanchez não esconde sua obsessão por levar o time à conquista. Ganhar a América significa deixar de ser alvo de chacota dos rivais, já que o clube é o único dos grandes paulistas a não ter vencido a competição. Foram sete tentativas frustradas, com eliminações para Palmeiras e River Plate (duas vezes cada), Boca Juniors, Grêmio e Inter. Agora, dos algozes do passado, apenas o Inter está na disputa da Libertadores de 2010, que promete intensa briga entre os brasileiros, completados por São Paulo, Flamengo e Cruzeiro, todos já campeões do torneio. “Ganhar a Libertadores agora não é obsessão. O importante é sempre estar na disputa da competição”, disse, dias atrás, Andrés Sanchez, tentando evitar o clima

S

NÚMEROS

100

anos de criação completa o Corinthians,que contratou um elenco de estrelas

40

anos da conquista do tricampeonato serão comemorados em plena Copa 2010

de euforia corintiano. Ele está ciente da cobrança da torcida e, por isso, apostou em contratações de jogadores experientes, como Roberto Carlos, Danilo, Tcheco e Iarley. Como já adiantou que não mandará mais jogos no Morumbi, a festa do Corinthians pode vir em dose dupla. Isso porque o Pacaembu, casa corintiana, também está prestes a comemorar aniversário histórico. No dia 27 de abril, o charmoso estádio no coração de São Paulo festeja 70 anos de fundação. Festa aqui, festa lá. Antes de passar por reformas para a Copa do Mundo de 2014, o Maracanã

hospedará o Flamengo em sua luta pelo bicampeonato da Libertadores. No meio da disputa, o maior estádio brasileiro, inaugurado em 16 de junho de 1950, fará 60 anos de existência. O estádio do Rio foi inaugurado, curiosamente, para um Mundial, em 1950, e espera, com bons jogos do Flamengo, ter um dia 16 de julho diferente daquela temporada na qual viu o Uruguai vencer o Brasil por 2 a 1 na decisão e levar a taça, episódio eternizado como Maracanazo. Copa do Mundo, por sinal, é o maior motivo de festejos em 2010. Não apenas por causa da competição da África do Sul. Mas por suas datas históricas. Quem não se lembra do dia 21 de junho de 1970, no Estádio Azteca? Há 40 anos, o Brasil de Pelé, Jairzinho, Tostão, Rivellino, Gerson e Zagallo arrasou a Itália na decisão. Goleada por 4 a 1, posse definitiva da Taça Jules Rimet e hegemonia no futebol. A primeira edição do Mundial, realizada em 1930, no Uruguai, que foi vencida pelos donos da casa na final contra a Argentina, é outra que faz aniversário em 2010: completa 80 anos. E não se pode esquecer dos 50 anos do título mundial de Éder Jofre. No dia 18 de novembro de 1960, ele precisou de seis.

lopesrn@hotmail.com

Análise de agora é teórica ão tem como analisar por outro ângulo que não seja o teórico o potencial dos times que estão sendo montados por ABC e América para o Estadual. O América conseguiu manter uma base importante da temporada passada o que é um ponto altamente positivo e trouxe jogadores que já são conhecidos e sobre os quais até é possível fazer algum tipo de projeção. No ABC, tudo – ou a maior parte – é novidade e são jogadores que não estavam atuando no Brasileiro e alguns inclusive estavam fora do país. Mas do ponto de vista teórico, o América está melhor estruturado do que o ABC, e o técnico Paulo Moroni recebeu um grupo experiente e que na maioria tem uma qualidade técnica de razoável para boa. O que falta ainda ao time rubro – e digo justamente porque conheço a maioria dos atletas – é uma maior capacidade de velocidade na saída de jogo. A partir da pegada no meio-campo, Moroni tem bons marcadores mas que não são exatamente jogadores rápidos, o que pode dificultar o trabalho já no Estadual. Robson, Hércules, Júlio Terceiro, Elielton, Luis Maranhão e Adriano – tenho dúvidas sobre o poder de resolução dos dois ultimos – são bons pegadores, mas lentos na passagem. No meio, tem Aloísio e Deivid, que é um jogador que completou 18 anos, mas que tem demonstrado já há algum tempo uma qualidade técnica acentuada, jogador de movimentação. Aliás Deivid e Elielton, foram os que mais se destacaram no jogo-treino em Elói de Souza, com o volante marcando bem e saindo bem para o jogo, o que é uma das bases para que qualquer time tenha um bom desempenho: marcar forte e sair em velocidade.

N

O time é novo,pelo menos o time que deve começar o Estadual tem uma base de jogadores que vieram de fora. Quem tem acompanhado o trabalho do técnico Didi Duarte vem destacando,o volante Nino,o meia David – ambos vieram do Piauí - e o atacante Carlinhos,que estava no Irã. como jogadores que podem fazer a diferença na equipe alvinegra. Daqueles que fazem parte da chamada prata de casa,o goleiro Wellington,o volante Sorato e o atacante João Paulo devem ser aproveitados como titulares na equipe para o Estadual.São jogadores que já mostraram qualidade.

Centenário está... Oficialmente no Estadual e estreia em Currais Novos contra o Potyguar.Como não oficializou – pelo menos até o fechamento da coluna – a desistência o time do Oeste integrante da competição. Mesmo que não tenha time e nem treinador até o momento.

Ano pode entrar para a história do país

O brasileiro César Ciello é a grande esperança da natação do país

Fórmula 1 promete ser das mais emocionantes

Marcos Lopes

No ABC

MARK J.TERRILLA/AE

Fim de jogo, fim de papo JUNIOR SANTOS

É preciso responsabilidade Eu não posso e nem vou,afirmar de forma categórica que fulano ou beltrano é bom ou mau jogador apenas por ouvir dizer ou com base em um único jogo-treino ou amistoso.Quero ver o time do América,o do ABC e a partir daí sim fazer uma análise mais detalhada sobre quem está melhor,com mais força e qualidade para a temporada.Por enquanto estamos apenas na teoria.

E os técnicos?

“O intuito principal é que a imprensa seja respeitada aqui no ABC. Eu vou cuidar para que a imprensa seja tratada com dignidade aqui no ABC”. Rubens Guilherme Dantas, presidente do ABC mostrando publicamente que o clube respira novos ares.

Dos treinadores que estão trabalhando e que vão para o Estadual,Paulo Jeferson do Baraúnas,Bira Lopes no Corintians e Lourival Silva no Santa Cruz são os novatos.Hugo Sales conquistou dois títulos ano passado,Neto Matias fez um trabalho de ponta no Potyguar,Erandyr Montenegro já é conhecido pela seriedade e competência.Wassil Mendes ainda precisa se firmar como técnico em um time profissional,já que nas bases vem fazendo bons trabalhos.E,Paulo Moroni e Didi Duarte são os profissionais que carregam o maior peso.

Para quem gosta de velocidade, a temporada da Fórmula 1 não poderia ser melhor. Nos circuitos mundiais, cada curva será disputada por um quarteto de campeões de primeira linha: o alemão Michael Schumacher, dono de sete títulos que abandonou a aposentadoria para pilotar a Mercedes (antiga Brawn GP, atual campeã) e promete dificultar a vida do espanhol Fernando Alonso, novo companheiro do brasileiro Felipe Massa na Ferrari, e dos ingleses Jenson Button e Lewis Hamilton, a nova dupla da McLaren. A emoção da velocidade começa no dia 14 de março, com a disputa do GP do Bahrein. Será uma

temporada especial na Fórmula 1, principalmente para o Brasil, que terá quatro pilotos na disputa: Felipe Massa (Ferrari), Rubens Barrichello (Williams), Bruno Senna (Campos) e Lucas di Grassi (Virgin). Para quem pensa que após a Copa teremos um segundo semestre tranquilo, se engana. Mais uma vez a bola estará em evidência. Desta vez, a utilizada pelas mãos, com os campeonatos mundiais de Basquete e Vôlei. No basquete, a bola sobe para os homens na Turquia, no dia 28 de agosto. Ausente nas três últimas edições da Olimpíada, o Brasil de Anderson Varejão e Leandrinho estará no Grupo B dos temidos norte-americanos.

Com 2010 já a todo vapor inicia também o ano do Tigre pelo horóscopo chinês. O que significa? Sinal de que os fatos acontecerão com maior intensidade. E haja adrenalina. Na temporada, o amante do esporte vai se deliciar com tantos eventos grandiosos. A promessa é de disputas acirradas nos campos, quadras, piscinas e pistas. Com a presença de todos os campeões mundiais Brasil, Uruguai, Argentina, Itália, Alemanha, Inglaterra e França -, a Copa da África do Sul promete ser a mais festiva (dança e barulho não vão faltar nos campos da terra de Nelson Mandela) e a mais acirrada de todas. Além das seleções citadas acima, a cobiçada taça também pode ir para a Holanda ou Espanha, seleções que há muito tempo vem jogando o fino da bola e estão entre as favoritas. As bolsas de apostas já fervem. A contagem regressiva está a todo vapor. Todos têm na ponta da língua o esperado 11 de junho, quando o planeta vai parar para ver o seu maior espetáculo. Será um mês de belos lances, dribles, gols, de uma mistura de raças e cores mostrando que dá para os povos conviverem juntos apesar das diferenças sociais. Será a chance de um povo sofrido ver de perto ídolos como Kaká, Cristiano Ronaldo, Messi, Fernando Torres, Lampard... No meio de vuvuzelas e danças engraçadas, muitos esperam que a sorte - aliada à competência - de Dunga resulte num final com muito samba. Sob o comando do treinador, o Brasil passou com sobras pelas Eliminatórias Sul-Americanas, ganhou de Argentina e Uruguai em solo inimigo, goleou a campeã mundial Itália e ergueu os troféus da Copa América e da Copa das Confederações. Agora é a hora da Copa do Mundo. Resta saber se a seleção brasileira desfilará em campos africanos com a presença de uma dupla que esteve em 2006 na Alemanha: Ronaldo e Ronaldinho Gaúcho.


esportes

Domingo | 10 de janeiro de 2010

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

[ CAMPEONATO DO NORDESTE ] Há exatos 50 anos a Seleção do RN

sagrava-se bicampeã do Nordeste ao empatar em 2x2 com o Ceará

Apito Final EVERALDO LOPES - elopes@tribunadonorte.com.br

Aonde vamos parar? inha eu no ônibus da linha 39, devorando meu saquinho de pipoca Bokus (vá lá o comercial gratuito) no rumo do centenário bairro da Ribeira, a meu lado dois rapazes conversavam sobre concursos públicos, quando um deles disse estar estudando para tentar uma vaga de carteiro, frisando bem que o salário é um pouco acima de R$ 2 mil reais. Pela sua expectativa e do modo como falava, se for aprovado terá feito a sua emancipação financeira. Como vivo o dia a dia do futebol, até pela atividade que exerço aqui na TN, juntei o otimismo do jovem a meu lado, com o assunto contratações no futebol. E aí comecei a comparar o salário tão ambicionado por aquele jovem e a pedida que fazem os jogadores de hoje – via seus empresários. No Nordeste, o salário de R$ 5 mil de um jogador é para clube de interior, mesmo sendo superior a qualquer professor da rede estadual no Nordeste.

V

Aonde (2)

Aonde (3)

Faz alguns meses, comentei aqui neste mesmo espaço os salários de alguns jogadores apenas bonzinhos, como Obina, Léo Moura, Kleber Pereira, Fernandão, Tcheco, e tantos outros desse mesmo nível. Os salários oscilam entre R$ 120 a 250 mil. Obina, antes de se transferir para o Palmeiras, ganhava R$ 80 mil no Flamengo, Léo Moura R$ 120 mil, Vagner Love R$ 250 mil, Diego Souza R$ 180 mil.

Essa média é de jogadores comuns, nenhum de Seleção Brasileira, porque aí o papo é outro. O amigo leitor dê um “chute” e calcule quanto fatura um Marcos no Palmeiras, Rogério Ceni no São Paulo, Fred no Fluminense ou o camisa 9 Washington, no São Paulo. Não incluí os altíssimos salários que recebem Adriano, Ronaldo Nazário, Lúcio no Palmeiras (da seleção).

Aonde (4) Tempos atrás, uma dessas revistas de negócios citava a média salários dos altos executivos de grandes empresas brasileiras. Nenhum chega perto do que faturam jogadores que atuam no exterior, e até alguns que jogam

no Brasil, como os citados linhas atrás. Mesmo ganhando bons subsídios e com muitas mordomias, os senadores da República não “amarram a chuteira” do imperador Adriano, com seus quase R$ 500 mi mensais.

E os nossos? Embora os dois principais clubes de futebol do RN guardem um certo sigilo quando o assunto é salário dos jogadores, alguns repórteres farejadores conseguem descobrir os que faturaram mais na

última série “B”. Para começar, nenhum ganhava menos de R$ 5 mil, enquanto muitos se aproximavam entre R$ 10 a R$ 15 mil, um pouco menos do que embolsam os integrantes do Ministério Público.

Hino no CD

Hino (2)

Em 1973, quando o América fez sua estreia no Campeonato Brasileiro (não havia ainda as séries atuais) a turma do Trio Marayá (três natalenses) gravou um compacto duplo com o hino do América (título: Eu sou América), letra de Behring Leiros e Hilton Acioli, música de Marconi Campos, gravada nos Estúdios Eldorado. O outro integrante do trio, Marconi, faleceu há pouco tempo quando o grupo já estava desfeito.

A composição agradou tanto, que se transformou a partir dali no hino oficial do clube rubro. No outro lado, está “Carnaval do Tri”, música de Leonardo Bruno com letra de Ney Leandro de Castro. Agora, Behring Leiros acaba de presentear o clube e o vice Odúlio Botelho com o hino “Eu sou América”, mas em CD, substituindo o velho compacto de 1973, gravado quando era presidente do clube, Henrique Gaspar.

RÁDIO Com a ascensão do time do ASSU, o rádio esportivo do Vale também ganha maior projeção. O futebol terá duas emissoras em campo: a rádio Princesa do Vale e a FM Verde Vale. O nome de maior evidência continua sendo ainda o experiente Lucílio Filho.

CAIU DO “CÉU” Sem dúvida, das mais curiosas a maneira como o Baraúnas ganhou mais um goleiro. O professor Alex, um acreano que se transferiu para a Ufersa (Universidade Federal Rural do semi-árido) foi convidado para treinar no tricolor mossoroense, e agradou, juntando-se aos demais do elenco. Ele era goleiro no Acre, mas havia parado por conta do novo emprego, fora de sua cidade.

Desconfiada

Desconfiada (2)

Somente quando começar o Estadual é que a torcida do Alecrim FC pode sair da expectativa atual. É que, pouco a imprensa dá qualquer notícia do Verdão, e no primeiro amistoso pra valer o resultado foi uma goleada de 4x1 frente ao time “B” do Santa Cruz do Recife.

A pouco mais de 10 dias da largada do Estadual, quando fará sua estreia enfrentando o forte time do Santa Cruz/RN, a equipe treinada por Wassil Mendes ainda não mostrou nem a metade do que fez na série “D”, quando culminou com a inesperada ascensão à série “C”.

POSSE NA TERÇA Como já noticiado aqui mesmo na coluna, a posse dos novos dirigentes do América FC sofreu adiamento por mais um dia, passando para a terça-feira, com a posse de José Maria Barreto e seu vice, Clovis Emídio. O motivo foi a ampliação do número de conselheiros, necessitando de mais um dia para regularização dos novos nomes.

FUTSAL Até o momento a Federação Norte-rio-grandense de Futsal não confirmou o recebimento do dinheiro a ser pago pelo Município referente ao jogo entre Brasil e Resto do Mundo no ginásio Nélio Dias.

Há 50 anos um título inédito para o Estado FOTOS:DIVULGAÇÃO

m 1934, depois de sucessivas goleadas diante de cearenses e pernambucanos em campeonatos anteriores, o futebol do Rio Grande do Norte reabilitou-se em alto estilo sagrando-se campeão de futebol do Nordeste. Surpreendendo aos tradicionais adversários da região, o então sofrido futebol potiguar soube dar o troco trazendo de Salvador esse título, só não indo mais adiante porque, na capital baiana a seleção tricolor potiguar foi garfada por um árbitro paulista frente à forte seleção da Boa Terra. O placar de 5x3 para a Bahia diz bem da dificuldade dos tricolores da Boa Terra em nos eliminar. Quase 30 anos depois, eis o futebol potiguar novamente surpreendendo, dessa vez aos cearenses, acostumados a pegar moleza nos anos anteriores, quando chegaram a arrasar a seleção do RN por 10 x 0 e 11 x 01. O Brasileiro de Seleções começou em 1959 e foi concluído no começo de janeiro/1960, com os jogos Ceará 0x1 RN no “Presidente Vargas” e RN 2 x 2 Ceará, no “Juvenal Lamartine, jogo disputado dia 10 de janeiro daquele ano. Há, portanto, rigorosamente 50 anos da data de hoje. Daquela equipe inesquecível de 1960, infelizmente muitos já não estão entre nós. O goleiro Ribamar, os três meiocampistas Cileno, Pádua e Jorginho, o ala esquerdo Mauro, o centro avante Saquinho e seu companheiro de ataque Aladim, também são falecidos. Alguns reservas de destaque, como Cocó, Papagaio, Messias, Adalberto, Petita, entre outros, também já não estão mais nesta vida terrena. Aliás, Cocó foi o autor do único gol marcado no Presidente Vargas, proporcionando ao RN jogar pelo empate em Natal, justo o que aconteceu na tarde memorável de 10 de janeiro. O histórico empate de 2x2 do dia 10 teve no apito o alagoano Cláudio Regis, curiosamente escolhido pelas duas federações, pelo prestígio que Regis desfrutava em toda a região. Naquele dia, o “JL recebia um público calculado em 11 mil pessoas, nas suas acanhadas acomodações. A imprensa cearense veio em peso para a cobertura do jogão decisivo, aqui estando João Ramos da Rádio Clube do Ceará, Paulino Rocha, José

E

“FANTASMAS”– A seleção do RN ficou conhecida como os“Fantasmas do Nordeste”,já que não perdeu para ninguém.A foto é de 1934. Ponciano,1º à esquerda,em pé,é o único ainda vivo,com 94 anos

BI – Com o detalhe curioso de que o goleiro (Ribamar) era mais baixo do que o zagueiro Calado (o mais alto, a seu lado) a seleção do RN que fez bonito ganhando o bi do Nordeste em 1960

EM 87,O ÚLTIMO Em 1962 a CBF deu por encerrado o ciclo dos Campeonatos Brasileiros de Seleções Estaduais,e por coincidência o Ceará deu o troco aos potiguares depois da eliminação de 1960 No primeiro jogo,na capital alencarina,aconteceu a goleada dos cearenses por 6x1,e na partida de volta,em Natal também vitória do time cearense,dessa vez por 2x0.Depois,houve um longo intervalo,quando a CBF fez ainda uma tentativa visando a ressuscitar a disputa em 1987,novamente com potiguares e alencarinos se cruzando. No presidente Vargas,empate de 1x1,gols de Frank (Ce) e Henrique.Na partida de volta,o time potiguar caiu por 1x0,gol de Frank,novamente.Dessa vez,a CBF deu por encerrada a disputa,nunca mais pensando em Brasileiro de Seleções.No último ano,o treinador potiguar foi Caiçara.

Monteiro, Zacarias Lima e Silvio Leite, da Rádio Dragão do Mar, Ivan Lima, Maurício Carvalho e Afrânio Peixoto da Rádio Irapuru. O primeiro tempo teve vitória do Ceará por 1x0, gol de Walter Vieira, calando logo cedo a torcida potiguar. O mesmo Walter fez 2x0, aos 14’ do 2º tempo, deixando o “JL” silente, sem acreditar no que via. Mas não demorou muito e Aladim diminuiu para 1x2, e Jorginho empatou aos 35’, fazendo a festa dos potiguares, até o árbitro encerrar a partida. Segundo a TRIBUNA DO NORTE na edição da terça-feira hou-

[ CORINTHIANS ]

Mano veta Ronaldo e confirma Marcelinho tu (GP) - Não correr riscos desnecessários é a ordem deste início de temporada no Corinthians. Por essa razão, o técnico Mano Menezes avisou que a presença do atacante Ronaldo Fenômeno no primeiro compromisso alvinegro no ano do centenário está praticamente descartada. “O Ronaldo dificilmente vai ser utilizado no jogo de quarta (no Pacaembu, contra o Huracán, da Argentina). Ele precisa de um condicionamento melhor, então vamos escolher aqueles que estiverem um pouquinho melhor para não prejudicar”, argumentou. Ao mesmo tempo em que praticamente vetou o camisa 9, Mano Menezes confirmou que o ‘Senhor Centenário’, Marcelinho Carioca, iniciará o confronto como titular - pela última vez em sua carreira como profissional. “Ele sai jogando na quarta, até porque o jogo tem como objetivo a sua despedida do futebol profissional. É uma festa para ele, então vamos fazer com que inicie a partida. Pelo condicionamento que tem, acho que pode começar o jogo, até para o planejamento da festividade ficar bonito”, destaca. O treinador refutou definitivamente, no entanto, mostrando sintonia com o próprio atleta, a utilização da experiência do Pé de Anjo em um ano importante quanto o do centenário. “Com todo o respeito a essa grande figura, nunca trabalhamos com essa possibilidade no departamento de futebol. Vamos fazer um jogo festivo com o objetivo de dar ao Marcelinho sua despedida do futebol profissional”, reforçou. Mano evitou citar qual o time base será utilizado diante dos argentinos ou se promoverá a estreia de reforços como Roberto Carlos, Iarley, Danilo ou Tcheco. Mas confirmou mais um titular garantido ao lado de Marcelinho Carioca: “Os únicos garantidos são o Marcelinho Carioca e o Defederico”, concluiu, sorridente, lembrando que o hermano é a razão principal da realização do duelo, já que o amistoso faz parte do acordo quando da contratação do atleta. Apesar de não gostar de falar sobre as características de jogadores que ainda não foram confirmados oficialmente como reforços de sua equipe, o técnico Mano Menezes teceu palavras elogiosas a Leandro Castán. O zagueiro, que defendeu o Barueri no último Campeonato Brasileiro, já é dado como novo reforço do Corinthians, onde assinará contrato por três temporadas e terá parte de seus direitos ligados ao Timão e outra parte a dois investidores.

I

EVERALDO LOPES Repórter e Pesquisador

ve carnaval em Natal. O grande herói do título não foi apenas Jorginho, mas o treinador Pedrinho Teixeira, hoje passando dos 80 anos, mas lúcido para contar a história. A seleção campeã do nordeste jogou com Ribamar, Biró, Calado, Pádua e Mauro, Cileno e Jorginho, Chicó, Aladim, Saquinho e Ivo, jogando ainda na campanha, Papagaio, Petita, Canindé, Ferreira e Cocó. O Ceará contou com Jairo, William, Alexandre, Jurandir e Guilherme, Charuto, Aluízio 3º e Aldo, Moésio, Walter Vieira e Bececê.

5


esportes 6 | Natal Rio Grande do Norte |Domingo| 10 de janeiro de 2010 BASQUETE

POLÊMICA

INTERNACIONAL/RS

ATLETISMO

[ CAMPEONATO ESPANHOL ] Brasileiro estava

ARGENTINO PODE ASSUMIR O BRASIL

CASO HENRY PODE SER REDISCUTIDO

CLUBE NÃO LIBERA MAIS NENHUM ATLETA

FUNDISTA DO BRASIL É BANIDO DO ESPORTE

contundido e entra em campo contra o Mallorca

O técnico argentino Rubén Magnano, que foi campeão olímpico com a Argentina nos Jogos de Atenas/2004, admitiu ter sido procurado pela Confederação Brasileira de Basquete (CBB) para assumir o comando da seleção masculina do Brasil. “Houve um primeiro contato e quero saber quais são os planos”, disse o treinador, em entrevista ao jornal argentino Clarín. A CBB espera definir o comando até o dia 15.

O polêmico lance envolvendo o francês Thierry Henry continua gerando polêmica. No dia 18, a comissão disciplinar da Fifa discutirá novamente a jogada na qual o francês se utilizou de sua mão esquerda para dominar a bola e tocar para Gallas o gol que levou Les Bleus à Copa do Mundo. Joseph Blatter, presidente da entidade já havia esclarecido nos últimos dias do ano passado que a investigação seria feita pela comissão.l

De agora em diante, o Internacional vai agir no mercado do futebol em duas vias: só vai negociar algum atleta se garantir a chegada de outro. Quem garante é o técnico uruguaio Jorge Fossati, que, em conversa com a diretoria colorada, tenta garantir novas contratações para a temporada. “Se não vier ninguém, não vai embora ninguém. É isso que a diretoria passou”, disse o treinador.

O fundista Daniel Lopes Ferreira, um dos 15 atletas com resultado positivo para doping em 2009, foi banido do esporte brasileiro. A decisão, divulgada nesta sexta-feira, foi tomada em julgamento da Comissão Disciplinar Nacional realizado em 21 de dezembro. O atleta, de 41 anos, é reincidente e já havia cumprido suspensão entre 2003 e 2005. Ele voltou a ser flagrado em 8 de agosto - seu exame acusou o uso de metanfetamina.

Torcida festeja retorno de Kaká ao time do Real Madrid K aká recuperado de uma pubalgia estará no time titular do Real Madrid para a partida de hoje contra o Mallorca. Durante a semana, cerca de 2.500 pessoas aplaudiram com força quando viram Kaká dentro das quatro linhas treinando. O brasileiro viajou ao Brasil no recesso do futebol europeu sentindo dores e não atuou, ainda que se considerasse apto, no último fim de semana em Osasuna, onde um empate por 0 a 0 manteve o Barcelona na liderança do Campeonato Espanhol. Na semana passada, o meia já havia participado de três treinamentos completos ao lado do plantel e não será problema visando à próxima rodada do campeonato, na qual os merengues jogarão em casa. Se houvesse alguma dúvida quanto ao seu retorno como titular, elas se desfizeram a partir da lesão de Van der Vaart, que não trabalha devido a uma inflamação no tendão de Aquiles.

Com poucas chances de enfrentar o Mallorca, o também meia está animado para seguir entre os 11 principais atletas dos blancos nos demais compromissos. Praticamente dispensado pelo técnico Manuel Pellegrini, ele forçou a permanência e, após realizar dois gols em 11 partidas em 2009/10, acredita ter agradado como substituto de Kaká a ponto de poder ser escalado até junto ao colega. “Eu também posso jogar com Kaká”, garantiu em entrevista à rádio Marca. “Não é um problema, é uma decisão do técnico. Sou muito habilidoso e tenho qualidade para jogar no Real Madrid”, emendou, lembrando-se ainda da conversa que teve com Pellegrini na prétemporada. “Ele me disse que eu não teria muito espaço, mas eu afirmei: “Não quero sair. Quero lutar e vamos ver”. Até aqui, a tática deu certo, e o atleta vem sendo convocado para a seleção holandesa às vésperas da Copa do Mundo. PALLASCHIAR/AE

Kaká recebeu o apoio de cerca de 2.500 torcedores no treino

[ CAMPEONATO CEARENSE ] O Fortaleza jogou

ontem e o Ceará entra em campo hoje

Sem Castelão, grandes começam fora de casa orizonte (CE) - O Campeonato Cearense deste ano começará sem o Estádio Castelão, casa de Ceará e Fortaleza e cujo gramado passa por reformas. Os rivais, únicos a ganhar o título estadual na década - os alvinegros têm duas conquistas, enquanto os tricolores ficaram com sete , jogarão fora da capital, em Horizonte. Depois das férias, os dois entram em 2010 com ressacas diferentes. O Vovô vem da comemoração pelo acesso à primeira divisão nacional, ao passo que o Tricolor de Aço lamenta a queda à Série C. O Fortaleza dispensou muitos atletas e estará praticamente renovado. Renan Vieira assumiu a presidência do clube, com a saída de

H

Lúcio Bomfim, e contratou Luiz Müller para treinar a equipe. O time do Pici estreou ontem contra o Limoeiro, no Estádio Domingão. Já o Ceará, garantido na elite do Campeonato Brasileiro e com boa parte do elenco do ano passado mantida pela diretoria tem no comando técnico a principal novidade. Paulo César Gusmão, que treinou a equipe na temporada passada, não renovou contrato e foi substituído por René Simões. Na quinta-feira, o treinador dirigiu a vitória da equipe em jogo-treino contra o Tiradentes, na sede do clube. Foi a preparação final para a estreia, contra o Horizonte, no Domingão, às 17 horas de hoje. “O jogo será bem disputado”, resumiu.


GRAZI MASSAFERA ABANDONA AS MOCINHAS E ESTREIA COMO VILÃ EM ‘TEMPOS MODERNOS’, NOVA TRAMA DAS 19H PÁGINAS DE 6 E 7

[ PÁGINA 10 ]

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 10 de janeiro de 2010

revista da tv

A REVISTA DA TV É UM SUPLEMENTO DA TRIBUNA DO NORTE. NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE.

O FIM DA INOCÊNCIA

O GNT estreia, a partir de amanhã, uma série de programas com conteúdos exclusivos na web, seguindo a tendência dos canais de TV de usar a internet como aliada.

Às vésperas do início do “Big Brother Brasil 10”, na terça, listamos fatos e figuras marcantes do reality, como Diego Alemão. [ PÁGINA 3 ]

Conhecida veterana do humor, Berta Loran volta às novelas, depois de 26 anos, no papel de Loló, em “Cama de gato”. [ PÁGINA 5 ]


Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo| 10 de janeiro de 2010

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

Rita se oferece para pegar um suco para Domingas. Tânia avisa a Letícia que pode aproximá-la de Serjão. Domingas acredita que Rita esteja lhe provocando com seu excesso de gentileza. Bruno se aproxima de Samira e eles conversam sobre a cultura mulçumana. Bernardo faz uma acordo com Cristiana e a convence a aceitar que ele pague o fisioterapeuta. Bernardo fica eufórico e dá um beijo em Cristiana.

Maria Cláudia vê Letícia ensaiando com Tânia sua suposta doença para conquistar Serjão e decide contar para a turma. Fernandinho conta para Rita que terminou seu namoro com Domingas. Samira se ofende com o comentário que Juju faz sobre ela e Bruno. Sônia, uma empresária, convida Domingas para ser assessora de imprensa de seu cliente. Fernandinho reclama por ter se separado de Domingas.

Domingas aceita voltar com Fernandinho e avisa que desistirá de sua proposta de trabalho. Serjão pede para Letícia passar sua pauta a limpo em troca da massagem que ele lhe fez. Bruno conversa com Samira e fica desanimado ao saber que ela não ficará com ninguém antes de se casar. Maria Cláudia reclama de seu pretendente com a agência.

Samira reza no Escondidinho, mas esquece de trancar a porta. Domingas se encontra com Sônia e seu cliente e teme que Fernandinho a veja com eles. Nanda comenta com Victor que Bernardo está pagando a fisioterapia de Cristiana. Samira se assusta ao ver Bruno e ela lhe explica sobre a sua crença. Maria Cláudia vai embora do restaurante.

Rose contrata Cleusa e a empregada avisa Verônica. Adalgisa tenta chantagear Davi para ficar morando com eles novamente. Verônica instrui Heloísa a incluir na lista de Rose a empresa Flor Vital, de que Gustavo não gosta. Roberto se encontra com Olavo, o dono da Flor Vital, e explica que ele deve alterar a fórmula do L’Eau Rose. Taís estranha não existir nenhuma foto de Ernestina grávida e deixa Bené intrigado ao perguntar se ele é adotado.

Domênico se encontra com Gustavo, diz para ele não se deixar seduzir novamente pelo dinheiro e pelo poder e o alerta com relação a Verônica. Ele não aceita. Kátia diz a Rose para tomar cuidado com Verônica e Cleusa ouve escondida. Sofia proíbe Pedro de se relacionar com Débora e ele fica confuso com a atitude da mãe. Tião troca o nome de Heloísa pelo de Rose e ela fica furiosa. Um oficial de Justiça entrega uma intimação para Gustavo.

Nuno encontra as roupas de seu avô usadas por Roberto em seu disfarce. No fórum, Verônica abraça Gustavo e Rose fica incomodada. Ele é absolvido e Rose fica eufórica. Taís sonda Bené para tentar descobrir algo sobre seu passado. Dr. Montanari diz para Tarcísio que ele não corre mais risco de ficar surdo. Nuno diz que o novo lote do L’Eau Rose foi reprovado e Gustavo fica nervoso.

Verônica dá um cheque a Severo e ameaça Juvenal se ele tentar prejudicá-la. Péricles e Taís convencem Ernestina a contar a verdade a Bené. Adalgisa é ameaçada por um cobrador. Rose e Davi descobrem quem causou o prejuízo à Aromas. Rose vai tirar satisfações com Heloísa e desconfia ao ver uma lista diferente de fornecedores. Gustavo humilha Davi, que entrega a vicepresidência.

Gustavo se surpreende com a atitude do irmão e Rose desconfia de Verônica. Irmã Andreia percebe que Sofia está omitindo o verdadeiro motivo de desejar tanto a separação de Pedro e Débora. Rose vai à casa de Davi e ele comenta que Gustavo está voltando a ser o era antes. Verônica diz ao empresário que conseguiu o fornecedor de que eles precisavam e tenta seduzi-lo. Gustavo fica balançado.

Leal se apavora com a situação da filha enquanto Albano finge que providencia ajuda para Nelinha. Zeca e Nelinha despencam e ficam pendurados. Leal desperta e descobre que a filha já está em casa. Bodanski fica arrasado com a confusão no lançamento do Titã II e Goretti procura animá-lo. Abrahãozinho descobre um rastreador no paletó de Leal. Túlio rouba um beijo de Jannis. Leal diz a Zeca que ele será o guarda-costas de Nelinha.

Zeca e Nelinha reagem à decisão de Leal, mas acabam aceitando. Abraãozinho morre e Albano manda Deodora vasculhar a loja do alfaiate. Leal é ameaçado por Ramon, que tenta fazê-lo desistir de construir o Titã II. Leal impede que Frank monitore o elevador e some. Maria Eugênia tenta pegar a barata-robô-espiã de Deodora e atravessa uma janela de vidro. Jannis diz para Túlio que eles não podem mais se ver.

Ramón reage à presença de Leal. Nelinha decide soltar Zeca e tenta se entender com ele. Nelinha propõe um acordo para Zeca. Leal descobre que Albano mandou preparar um dossiê sobre Hélia e o questiona sobre a invasão da Galeria. Leal pede para Regeane adiar seu casamento com Albano e ela conta para o noivo. Nelinha se aproxima de Zeca e os dois acabam se beijando.

Hélia nega que Leal seja pai de Zeca e garante que pode provar. Zeca se arrepende de ter beijado Nelinha e ela fica arrasada. Albano ouve a conversa de Regeane com Portinho e planeja roubar o império de Leal o quanto antes. Hélia revela que Zeca foi adotado e pede para Leal manter isso em segredo. Nelinha vai procurar Zeca. Leal sofre um atentado e Hélia se desespera.

Albano tenta incriminar os lojistas da Galeria pelo atentado. Nelinha descobre que a namorada de Zeca está na Austrália e que tem planos de se casar com ele quando voltar. Leal volta para casa e o médico avisa que seu estado é crítico. Iolanda se apresenta como a nova babá das Marias.A delegada Tita Bicalho aparece para investigar o atentado contra Leal e Albano se assusta.

Jorge chama o advogado da empresa para saber o que precisa fazer para entrar com uma representação legal contra Miguel. Sabóia diz a Paixão que Jorge pretende processar o irmão. Gustavo liga para a esposa da emissora de TV e entra no estúdio de gravação de Malu. Malu pede Gustavo em casamento e ele fica pasmo. Benê fica desconfiado ao entrar em casa e ver Helena e Alice. Betina e Carlos vão a um motel.

E EMISSORA NÃO DIVULGOU O CAPÍTULO.

E EMISSORA NÃO DIVULGOU O CAPÍTULO.

E EMISSORA NÃO DIVULGOU O CAPÍTULO.

Ícaro diz a Magdalena onde fica a Pequena Orquestra. Cíntia pergunta a Rodrigo se os dois vão se casar brigados com Ricardo. Ele diz se sentir mal com a situação, mas enfatiza que está decepcionado e que não haverá volta. Adriano fica irritado ao saber que Rodrigo pediu Cíntia em casamento. Samantha fica nervosa ao ouvir a filha falando que é fácil enrolar os pais. Dinho e Verônica desviam dois milhões de dólares da Mais Brasil. Bela diz a Vera que vai embora do Rio.

Vera fica perplexa e apela pedindo que ela seja os olhos e ouvidos do filho na agência. Bela reluta mas acaba cedendo. Bárbara conta para Guto que desconfia que Adriano seja o culpado pela sabotagem do bar do Clemente. Samantha conta para Armando que Luddy mente o tempo todo além de manipular Juliana. Policiais começam a investigar a morte de Mariana. Diogo conta para Guto que irá fazer o impossível para tirar Verônica da presidência da empresa.

Vera se recusa a assinar o divórcio de Ricardo como forma de vingança. Natália discute com Max, que critica Camila por ter se relacionado com Matheus enquanto namorava Juliana. Verônica mente em seu depoimento dizendo que estava sozinha no restaurante onde Dinorá encontraria Mariana. Rodrigo assume à Vera que ainda pensa em Bela. Na agência, Bela descobre que Verônica tem um caixa dois e a enfrenta.

Bela ameaça contar tudo a Ricardo. Verônica passa a tratá-la bem e tenta suborná-la. Luddy deixa um bilhete dizendo que vai cuidar de sua vida. Luzia tira seu disfarce de Bela e Nelson fica inconformado. Rodrigo se confunde e chama Cíntia de Bela ao beijá-la. Bela conta para Vera que descobriu o caixa dois de Verônica. Vera diz que Ricardo não irá acreditar em nada que vá contra Verônica e as duas firmam um pacto.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Sílvio confessa a Sérgio que não teve coragem de matar Tony e revela que mentiu para Bruno. Sérgio tranca Rudi e Laila num quarto da clínica. Rudi fala para Laila que está precisando usar drogas. Bruno fica desconfiado ao perceber que ainda não há notícias da morte do Tony. BRudi oferece a Omertà a Bruno em troca de drogas. Bruno dá ordens para Lucas e um segurança trancarem Sílvio no cofre.

Sílvio tenta convencer Laila a sair com ele da clínica. Homens que estavam com Sílvio e Laila atacam seguranças de Bruno com coronhadas. Laila liga para Khalid e afirma que Sílvio está contra Bruno. Lucas manda Khalid se entregar, do contrário Laila morre. Um médico examina Khalid. Dog fotografa Luísa e deixa claro para ela que só está trabalhando em sua festa para ter dinheiro para se sustentar por mais tempo fora.

O médico diz a Bruno que Khalid pode ficar com alguma sequela grave. Gigi ameaça Bruno. Baruel fala para Gigi que gostaria de dar voz a ela na Grafos para defender Tony. Paulo deixa claro para Lígia que Tony não estava atuando no Brasil como agente oficial. Caló vai ao hospital e pede para o médico entregar a carta que escreveu para Tony. Gigi confessa a Téo que Caló está pensando em se matar e pede ajuda.

Lígia e Paulo tentam fazer com que Scott, o americano da DEA, entenda que Tony tem informações valiosas. Nícia pede ajuda a Domi para encontrar as armas que Caló esconde pela casa. Bruno fala para Khalid e Sérgio que quer que eles trabalhem juntos. Rudi sofre com a falta de drogas, arrebenta as próprias mãos e ameaça se matar. Rudi diz a Laila que eles têm que sair da clínica.

SEGUNDA

SÁBADO

Inter TV/Cabugi – Canal 11

MALHAÇÃO ID Cristiana fica feliz por Bernardo ter conseguido seu tratamento de fisioterapia. Domingas não se conforma por ter incentivado Rita a ficar com Fernandinho. Antônio acredita que Bernardo só conseguiu a fisioterapia para Cristiana por se sentir culpado pelo acidente da filha. Fernandinho diz a Bruno que vai contar a verdade para Domingas. Fernandinho conta para Domingas que a traiu com Rita.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Inter TV/Cabugi – Canal 11

CAMA DE GATO Rose e Gustavo ficam comovidos com o comportamento de Verônica ao deixar a mansão. Sofia dispensa Cleusa e Adalgisa fica indignada. Heloísa sugere a Cleusa que trabalhe na mansão como espiã de Verônica. Taís manda Sólon embora da pensão com Gilvânia e seus filhos. Bené ampara Taís que está triste por ter se deixado enganar por Sólon. Domênico pede para Kátia checar se Gustavo realmente se transformou ou se continua o mesmo.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

TEMPOS MODERNOS Leal acorda e se queixa do pesadelo que lhe atormenta: no sonho, sua filha Nelinha passa por apuros. Bodanski e Albano recebem empresários estrangeiros interessados na construção do Titã II. Abrãozinho diz para Ramón que está se aposentando. Zeca diz para Hélia que trabalhará para Leal. Regeane diz ao pai que está noiva de Albano. Nelinha sofre um acidente e Zeca se arrisca para salvá-la.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

VIVER A VIDA Jorge tira satisfações com Miguel por causa de Luciana e o médico fica irritado com as acusações do irmão. Betina fica nervosa ao marcar um encontro com Carlos. Helena se arruma para ir à produtora e Marcos impõe que ela se afaste de seus amigos do mundo da moda. Eles discutem. Helena avisa que vai visitar Sandrinha e Alice insiste que Bruno as acompanhe. Paixão fica surpresa ao escutar os comentários de Jorge sobre Miguel.

E EMISSORA NÃO DIVULGOU O CAPÍTULO.

Potengi – Canal 3

BELA, A FEIA Rodrigo diz que vai se casar com Cíntia e explica que não suporta ver a dor dela e de Olga por causa da perda do bebê. Bela fica triste, mas diz entender as razões de Rodrigo, deixando-p acabado por sua passividade. Bárbara e Guto assistem chocados ao jornal falando sobre a morte de Mariana. Verônica provoca e Ricardo demite injustamente Berenice. Na agência, Verônica a humilha e grita com Bela, que não reage. Rodrigo aparece na casa de Ariosto e pede Cíntia em casamento.

PODER PARALELO TV Tropical – Canal 8

2

Bruno manda Neide entrar na UTI e matar Tony. Gigi diz a Caló que a polícia a está pressionando em relação ao assassinato do Jorge. Khalid conta a Paulo e Pavão que, como Tony foi dado como morto, Bruno foi nomeado o novo capo. Tony, que tem uma parada cardíaca. Neide coloca o crachá de uma enfermeira na roupa. Sílvio entra na UTI, mas fica zonzo e não consegue matar Tony.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO


VEZES MAIS

‘BBB 10’estreia com premio maior e elenco polêmico essa vez, foram 370 mil inscritos. Mas foram 15 os escolhidos para a décima edição do “Big Brother Brasil”, que estreia nesta terça-feira mostrando que tem fôlego de sobra. Do prêmio turbinado (o primeiro lugar fatura R$ 1,5 milhão) à seleção dos brothers, a casa — que deve ganhar dois novos moradores na terça — , promete emoções fortes. Quer saber mais? Acompanhe o Big Blog (www.oglobo.com.br/cultura/bigblog).

D

BATE PAPO » Boninho Este é o décimo “Big Brother Brasil”.Qual o balanço que você faz do programa,que é sucesso desde a primeira edição? E qual o balanço que você faz dos participantes que já passaram pela atração?

Você está querendo uma dissertação? (risos) O “BBB” é o que é graças a uma grande equipe que me ajuda a desenvolver, a dar forma ao produto. Já passaram pelo programa mais de cem pessoas, que nos divertiram, irritaram, nos fizeram chorar e até se apaixonar. Quais as mudanças mais evidentes na estrutura da casa para este ano? Quais as mudanças que você já tinha em mente quando o “BBB 9”acabou?

A casa está transformada. Depois de nove anos, o que parecia ser difícil, ficou fácil. A casa 1 tem um quarto, mais a estrutura do líder. Teremos uma segunda casa, mais simples, onde era a do líder, e um quarto surpresa que pode se transformar. Enfim, muitas mudanças. Qual a importância do Twitter no processo seletivo desta edição? (Tessália, uma das participantes, é bastante conhecida na rede social,da qual o diretor também faz bastante uso).

Usamos tudo, mas o mais importante ainda foi e sempre será o site da produção como caminho para a inscrição.

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 3

TESSÁLIA: conhecida como Twittess na internet,Tessália é publicitária e tem 22 anos.A moça,de Curitiba, já posou para ensaios sensuais,tem uma filha e foi modelo.Na rede, causou polêmica ao usar artifícios tecnológicos para ganhar seguidores no Twitter

UILLIAM: professor de dança, bailarino e ator, Uilliam tem 23 anos e mora em São Paulo. Lá, já atuou em alguns musicais e também trabalha como barman e já foi dançarino em cruzeiros. No Orkut, ele diz que está solteiro e conta que é cristão

ELIANE: dançarina, Eliane tem 28 anos e é de São Paulo.Também professora de ginástica, Eliane — conhecida artisticamente como Lia Khey — foi eleita “Garota Fitness”em um concurso de beleza em 2008.Ela também já participou de programas de TV

CLÁUDIA: além de fazer promoção de eventos,a empresária de 28 anos, que mora em Ribeirão Preto,em São Paulo,é dona de uma agência especializada em recepção e serviços.Exestudante de Letras, Cláudia não fez planos para o prêmio

ALEX: advogado,Alex mora em São Paulo e tem 36 anos.Apontado como brincalhão e fã de rock, Alex disse,nos vídeos de apresentação do “BBB 10”,que já percebeu que tem muitas pessoas que são “duas caras”no grupo,mas que não consegue ser assim

Os 10 mais da História do “BBB”

ANGÉLICA: a jornalista mineira tem 24 anos e mora em Uberlândia. Apontada como a lésbica bonita e assumida que Boninho tanto queria no programa,Angélica já fez fotos sensuais e apresentava um programa esportivo num canal de TV mineiro

DICESAR: o maquiador de São Paulo tem 44 anos e é conhecido na noite com outro nome: Dimmy Kieer.É na pele da drag queen que Dicesar se apresenta em seus shows,onde mostra sucessos como “Mais glitter”, que se tornou um hit na internet há alguns anos

OS 10 MELHORES ROMANCES 1.Alemão e Siri e Fani,“BBB 7” 2. Grazi e Alan,“BBB 5” 3. Sabrina e Dhomini,“BBB 3” 4. Max e Francine,“BBB 9” 5. Thyrso e Manuela,“BBB 2” 6. Flávia Viana e Fernando Justin,“BBB 7” 7. Emanuel e Priscila,“BBB 9” 8. Mariana Felício e Daniel Saullo,“BBB 6” 9. Vanessa e Serginho,“BB B 1” 10. Jeferson e Tarciana,“BBB 2”

FERNANDA: cirurgiãdentista em São José dos Campos, em São Paulo, Fernanda tem 28 anos e faz a linha festeira. Em seu perfil no Orkut, sobram fotos em eventos, ao lado das amigas. Mas, também na internet, ela diz que é mulher de um homem só

SÉRGIO: o estudante paulista de 20 anos também é bastante conhecido na internet. Com o codinome Sr. Orgastic,Sérgio aparece em fotos e vídeos na rede,em poses variadas e até reveladoras. Homossexual assumido,ele já fez testes até para a MTV

ANAMARA: a morena, de 25 anos,é de Petrolina, em Pernambuco,mas mora em Juazeiro,na Bahia.Lá,ela trabalha como policial militar. Anamara também já fez fotos em poses sensuais e,antes de ser escolhida para o“BBB”,pôs silicone nos seios

MICHEL: publicitário,30 anos,Michel é comprometido há mais dois.Tem uma banda e toca violão,baixo, guitarra,piano,cítara. Sócio de uma agência de publicidade,ele é fã de bandas como Beatles e Coldplay e tem ascendência judaica

ELENITA: Doutora em Linguística,moradora de Brasília,Elenita tem 30 anos.A moça,que também atua como DJ, chegou a ser apontada como a lésbica desta edição.O fato é que ela comanda a maior comunidade contra homofobia no Orkut

ELIÉSER: o engenheiro agrônomo tem 25 anos e vive em Maringá,no Paraná.Ele já havia tentado,sem sucesso, uma vaga no “BBB 9”. Em seu vídeo de inscrição, Eliéser diz que pretende comprar uma casa para a família com o prêmio do “BBB”

ANA MARCELA: a estudante de 25 anos mora em Recife,em Pernambuco.Seu pai já foi prefeito de Palmares, cidade que fica no mesmo estado.Antes de ser selecionada para o “Big Brother Brasil”, no qual se inscreveu pela primeira vez, cursava faculdade de Direito

CARLOS: mais conhecido como Kadu,o personal trainer carioca tem 24 anos e faz, segundo os amigos,a linha pegador. Participante frequente de concursos de corpos malhados,Kadu também já fez bicos como modelo e trabalha em várias academias do Rio

FOTOS:DIVULGAÇÃO / TV GLOBO

10

revista da tv

Domingo| 10 de janeiro de 2010

OS 10 MELHORES BARRACOS 1.Alberto e Alemão,“BBB 7” 2.Tina e Fernando,“BBB 2” 3. Marcela e Solange,“BBB 4” 4. Ayrton e Alemão,“BBB 7” 5. Francine e Maíra,“BBB 9” 6.Dr.Marcelo e Thati Bione,“BBB 8” 7.Cristiana e Bruno,“BBB 1” 8.Fernando e Dr.Marcelo,“BBB 8” 9. Naiá e Ana Carolina contra André,“BBB 9” 10. Dr.Marcelo e Gyselle,“BBB 8”

OS 10 MELHORES BORDÕES 1.“A vida é minha,o pobrema é meu”, Solange,“BBB 4” 2. “O Brasil tá vendo,as máscaras vão cair”, Alemão,“BBB 7” 3. “Como assim,Bial?”, Leka,“BBB 1” 4. “Ninguém merece”, Juliana,“BBB 4” 5. “Você tem dois minutos”, Dr.Marcelo,“BBB 8” 6. “Não quero fazer fofoca”, Naiá,“BBB 9” 7.“Ô benhê”, Francine,“BBB 9” 8. “Para,garoto”, Flávia Vianna,“BBB 7” 9. “Uhu,Nova Iguaçu”, Fani,“BBB 7” 10. “Faz parrrte”, Kleber Bambam,“BBB 1” OS 10 MELHORES VILÕES 1.Rogério,“BBB 5” 2. Dr.Marcelo,“BBB 8” 3. Alberto Caubói,“BBB 7” 4. Adriano,“BBB 1” 5. Aline,“BBB 5” 6.Fabrício,“BBB 2” 7. Newton,“BBB 9” 8.Jean Massumi,“BBB 3” 9. Dandan,“BBB 6” 10. André,“BBB 9”

OS 10 MELHORES MALUCOS 1.Tina,“BBB 2” 2. Dr.Marcelo,“BBB 8” 3. Cida,“BBB 2” 4. Naiá,“BBB 9” 5. Rafael Valente,“BBB 6” 6. Dilsinho Mad Max,“BBB 3” 7. André Gabeh,“BBB 1” 8. Thati Bione,“BBB 8” 9. Gustavo,“BBB 6” 10. André,“BBB 9”

AS 10 MELHORES PROVAS 1.Alemão e Alberto na jaula,no “BBB 7” 2. A de conhecimentos gerais vencida por Jean,no “BBB 5” 3. A prova do trono,em que Airton perdeu a liderança para Fani depois de reclamações do público,no “BBB 7” 4. A prova de resistência decidida na sorte e depois anulada, o que rendeu a Thalita a liderança no “BBB 8” 5. A prova de resistência que fez os brothers dançarem mesmo com chuva forte,no “BBB 6” 6. A prova em que todos tiveram que pular patinhos,no“BBB 8” 7. A prova do anjo em que Íris ficou 18 horas pendurada numa corda,no “BBB 7” 8. A da gaiola,que reuniu Cida,Thiago,Juliana e Solange,no“BBB 4” 9. A prova das sandálias vencida por Ralf,que perdeu a liderança para Priscila por trapacear,no “BBB 9” 10. A prova das pilhas,no “BBB 9”, vencida por Josy OS 10 MUSOS E MUSAS 1.Daniel Saullo,“BBB 6” 2. Fernando Fernandes,“BBB 2” 3. Alemão,“BBB 7” 4. Emanuel,“BBB 9” 5. Alexandre Scaquette,“BBB 8” 6.Priscila,“BBB 9” 7. Sabrina Sato,“BBB 3” 8. Fani,“BBB 7” 9. Thaís,“BBB 2” 10. Natália Nara,“BBB 5”

OS10MELHORESSAMAMBAIAS 1.Gyselle,“BBB 8” 2. Bruno Jácome,“BBB 7” 3. Alexandre,“BBB 9” 4. Rita,“BBB 2” 5. Géris,“BBB 4” 6. Giuliano,“BBB 5” 7. Alexandre Scaquette,“BBB 8” 8. Inês,“BBB 6” 9. Rafael,“BBB 8” 10. Mirla,“BBB 9”

AS 10 MELHORES FESTAS 1.A que Daniel Saullo “traiu”Mariana com Roberta,no “BBB 7” 2. A festa infantil do “BBB 7” 3. A festa em que Leka ficou louquíssima,no “BBB 1” 4. A “Festa Fetiche”, no “BBB 8” 5. A festa do balde,que provocou brigas no “BBB 7” 6.A que Manuela afundou na espuma com Fabrício,no “BBB 2” 7. A primeira festa do Lado B,no “BBB 9” 8. A“Festa Tequila”,em que Fani deu show de tombos,no“BBB 7” 9. A festa em Analy tocou com Fatboy Slim,no “BBB 8” 10. A que acabou na piscina,com os Simple Plan,no “BBB 7”


4

revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

»A MELHOR REUNIÃO DE TODOS OS TEMPOS... Finalmente toda a turma completa. No último episódio de “Curb your enthusiasm”, que vai ao ar amanhã, às 20h30m, na HBO, Jerry Seinfeld, Jason Alexander, Julia Louis-Dreyfus e Michael Richards aparecem juntos novamente.

SERIAIS

Domingo| 10 de janeiro de 2010

» ... E O MELHOR EMAGRECIMENTO

Oba! O canal Space anuncia para fevereiro a estreia da ótima série policial “Dark Blue”, com Dylan McDermott

E,por falar em Jason Alexander,o ator resolveu entrar em um famoso programa de emagrecimento disposto a perder de 15 a 20 kg.O estalo aconteceu após ele se ver novamente na telinha na reunião da turma de “Seinfeld”.

Enquanto isso,nada de estrearem por aqui “Nurse Jackie”e “United States of Tara”, duas ótimas séries da safra recente

TÉLIO NAVEGA - TOM LEÃO - VALQUÍRIA DAHER FOTOS DE DIVULGAÇÃO

» MAIS LEI E ORDEM

Estreia nesta terça, às 22h, no Universal Channel, a nova temporada da série policial “Law & order”, uma das mais longevas no ar. O grande trunfo desta safra de episódios é a volta de Benjamin Bratt como o detetive Rey Curtis.

» PROMOTORA SELVAGEM

E tem mais novidade da franquia: a musa Sharon Stone chega ao elenco de “Law & order: Special Victims Unit”. Ela fará quatro episódios da 11temporada, no papel de uma ex-policial que se tornou promotora pública.

A loura Claire Bennet faz novas e intensas amizades neste quarto ano de “Heroes”

» CACHIMBO DA PAZ

Agora os heróis decolam? P

O ótimo Robert Knepper aparece com estranhos poderes e uma trupe circense

oucas séries ainda no ar tiveram tantos altos e baixos quanto “Heroes”, que estreia quarta temporada nesta terça, às 21h, no Universal Channel. Depois de uma elogiada estreia, em 2006, com sucesso de crítica e público, o seriado criado por Tim Kring — com fortes influências dos quadrinhos — amargou um segundo ano curto, com apenas 11 episódios, devido à famigerada greve dos roteiristas. Em seguida, mais perdidos do que barata tonta, os produtores e roteiristas resolveram dividir a terceira temporada em duas: “Vilões” e “Fugitivos”. E, mesmo com a entrada de novos atores como Zeljko Ivanek (“Damages”) e com a morte do personagem Nathan Petrelli, “Heroes” nunca mais foi a mesma. O ator Greg Grunberg, o Matt Parkman, chegou até a espalhar, via Twitter, que o fim da série era certo.

Verdade ou boato, “Volume 5: Redenção” (também conhecida por quarta temporada) parece que vai ser a prova de fogo do seriado dos heróis sem uniforme. E, pelo menos em seu início, parece que os produtores acertaram os ponteiros do programa. Mesmo com a confusa troca de identidade de Sylar (agora o vilão se transformou, aparentemente em definitivo, em Nathan!), há um novo grupo de superpoderosos na trama, representado por uma trupe circense liderada pelo ótimo Robert Knepper (o T-Bag de “Prison break”). Isso sem falar na mudança de ares — de novo — de Claire Bennet (Hayden Panettiere), agora uma universitária cheia de segredos que vai despertar a paixão de uma nova personagem interpretada por Melanie Zima (de “Californication”).

O subúrbio americano volta a exalar maresia amanhã, às 23h30m, no GNT. Na nova temporada de “Weeds”, a quinta, haverá novidades na gravidez Nancy Botwin (MaryLouise Parker). A leva de episódios terá a participação de duas atrizes: Jennifer Jason Leigh, que será a irmã desaparecida de Nancy, e a cantora Alanis Morissette, que interpretará a Dra. Audra Kitson.


Domingo| 10 de janeiro de 2010

revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

5

FÁBIO ROSSI

JOANA DALE

a apresentação do elenco de “Cama de gato”, em setembro do ano passado, o diretor Ricardo Waddington pediu aplausos para apenas uma das atrizes do time da novela: Berta Loran. A demostração de respeito — e carinho — emocionou a atriz de 83 anos. Berta estava longe dos folhetins desde “Amor com amor se paga” (1984), de Ivani Ribeiro. — Sempre fui do lado do humor. Trabalhei 17 anos nos programas do Jô Soares, depois mais sete anos na “Escolinha do Professor Raimundo” . Fora os outros programas, como “Bairro feliz”. A TV Globo me aposentou com 36 anos de trabalho. Em 2005, fiquei no “Zorra total” ganhando cachê extra. É muito bom ser aposentada — declara Berta. Desde o ano passado, a atriz está batendo ponto no Projac três vezes por semana para gravar as cenas de sua Loló. Animada líder do núcleo da terceira idade, a personagem tem um affair com Waldemar (Luiz Gustavo) e vai fazer sucesso com o blog que criará. — Loló e Waldemar se abraçam, falam coisas bonitas. É lindo para mostrar que os idosos não estão mortos. Ela também tem uma filha que nunca a visita, é um belo recado para netos e filhos que enfiam os pais e avós em asilos — alfineta Berta. — Mas no geral a Loló é toda para cima como eu sou. Sou viúva duas vezes, sou viúva alegre. Berta nasceu na Varsóvia, onde foi batizada Basza Ajs, e chegou ao Brasil aos 9 anos. A família judia fugiu antes de a guerra começar. — Quando o Hitler começou a gritar, meu pai veio, trouxe minha mãe, eu e meus cinco irmãos em viagens de navio. Nos instalamos num sobrado da Praça Tiradentes — lembra. Por incentivo do pai, José Ajs, um ator e alfaiate, Basza ingressou no teatro aos 14 anos. Nessa época, aliás, já assinava Berta. — Quando meu pai foi tirar a minha certidão para eu entrar no colégio, pois eu vim no passaporte da minha mãe, e falou “Basza”, o delegado disse para ele não fazer isso comigo. Meu pai falava muito mal português e o delegado sugeriu Berta. O Loran veio depois, quando comecei a fazer teatro no Carlos Gomes — conta. Quando se casou pela primeira vez, a atriz mudou-se com o marido para Buenos Aires. — Ele tinha 51 anos e eu, 20. Eu o aguentei por 11 anos e me desquitei — recorda. — Depois, aos 37 anos, me casei com um rapaz de 37 também. Mas ele me trocava por qualquer uma. Na terceira mulher que telefonou dizendo que estava com o meu marido, não aguentei. Elas diziam para mim que ele falava que eu estava doente. E eu respondia: “Vocês não me veem na televisão?”

N

VETERANA DA GRAÇA TV GLOBO/JOÃO MIGUEL JÚNIOR

Conhecida pelos papéis cômicos,a atriz Berta Loran vive a divertida Loló em ‘Cama de gato’, sua volta às novelas depois de 26 anos Berta acabou não tendo filhos. — Fiz dois abortos do velho. Éramos pobres de marré deci, morávamos em pensão vagabunda, não dava para ter filhos. Quando quis ter, o útero já não estava bom. Nem as histórias mais delicadas tiram a alegria da atriz que viveu — e sobreviveu — do humor. Um de seus maiores orgulhos é o “Divirta-se com Berta Loran”, espetáculo em que sapateava, cantava, dançava e contava piadas. Foram três anos em cartaz. — Com o dinheiro que ganhei, comprei esse apartamento, de três quartos e duas salas, à vista por 7 milhões de cruzeiros — diz

Turma: Suely Franco, Pedro Paulo Rangel, Berta Loran e Luiz Gustavo

Berta, orgulhosa, sentada em uma das salas. Outra grande satisfação é o dom de se maquiar sozinha antes de entrar em cena. — Minha maquiagem é toda dos EUA. Quando comecei a ter dinheiro, comecei a me tratar. Eu mereço, dá um cheiro no meu

perfume! Comprei dois vidros na volta da minha última viagem. Pois adoro viajar, estive sete vezes nos EUA, falo inglês como português e me sinto em casa. Levo uma irmã ou prima comigo... Sou a única da família que venceu, o resto sobreviveu mal.


6

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo| 10 de janeiro de 2010 MARCELO CARNAVAL

ZEAN BRAVO

m picolé de uva em uma das mãos e um sanduíche de queijo na outra são os maiores indícios de que a mulher sorridente que se aproxima ainda tem algo daquela Grazi Massafera comilona que ficou conhecida em 2005 na quinta edição do “Big Brother Brasil”. Mas as tatuagens falsas, combinadas com botas de salto altíssimo até a altura do joelho e uma roupa preta justa e decotada — figurino da vilã Deodora Madureira, de “Tempos modernos”, que estreia amanhã, às 19h, na Globo — sinalizam uma mudança e tanto na trajetória profissional da ex-miss nascida em Jacarezinho (PR), conhecida até agora por interpretar tipos doces, bem próximos dela mesma, nos folhetins. Desta vez, Grazi surgirá no vídeo como uma mulher má, capaz de cometer atrocidades. Amante e braço direito de Albano (Guilherme Weber), ela dará socos e pontapés. Sempre em cima do salto. — Estou na quarrrta novela, mas cada uma é como se fosse a primeira — afirma Grazi, num intervalo das gravações da novela, mostrando que ainda conserva seu charmoso sotaque interiorano. — Não mudo o meu jeito de falar. Na vida real estou sempre com os meus “erres”. Os exercícios que faço são para minhas personagens — avisa. Deodora é de longe o papel que mais exigiu da atriz. A trama de Bosco Brasil, que assina pela primeira vez uma novela como autor principal, traz Grazi como a chefe de segurança do edifício Titã, um dos principais cenários de “Tempos modernos”, ambientada em São Paulo. Para interpretar a vilã dura na queda, que forma uma dupla explosiva e um tanto atrapalhada com o personagem de Guilherme, Grazi suou. Além das aulas de fonoaudiologia e interpretação, ela se preparou num intensivo de artes marciais. — Eu nunca construí um personagem e agora estou experimentando. A Lívia (protagonista de “Negócio da China”) tinha uma pouco mais de composição, mas nada como a Deodora. Com ela tenho que estar relaxada, mas sempre com um pouco de tensão. Preciso permanecer nesse estado para que a personagem não me escape — explica. — Alguns atores mais experientes já sabem como será o personagem nas primeiras leituras do texto. Comigo ainda não tem isso. Por essa razão Grazi está sempre correndo atrás. Tanto que é constantemente apontada nos bastidores como uma atriz dedicada e estudiosa. — Agora não dá para ir muito na intuição. Deodora parece saída das histórias em quadrinhos. Não tem julgamento, nem crítica. Ela conversa com umas baratinhas eletrônicas que são suas espiãs — conta. — Olha esse cinto dela. Parece o da Shera! — diz, apontando para o acessório preto com uma fivela prateada típico das heroínas.

U

Grazi diz que procura sair da zona de conforto na sua profissão

guntar coisas sobre isso. E as prioridades da moça — namorada de Cauã Reymond e uma das personalidades brasileiras mais requisitadas pela publicidade — agora são outras: Hoje eu só quero amadurecer como atriz. Aos poucos, ela vem conseguindo. No ano passado, enfrentou mais uma prova de fogo ao protagonizar “Negócio da China”, trama de Miguel Falabella que amargou baixa audiência e enfrentou uma crise nos bastidores com a saída do mocinho vivido por Fábio Assunção. A novela não foi bem, mas pelo menos para Grazi o saldo daquele trabalho foi positivo. Depois de deixar claro que a atriz não estava entre suas opções para o papel, o autor voltou atrás, admitiu que foi surpreendido e se disse encantado com ela. — “Negócio da China” foi um choque em vários sentidos. Mas procuro lembrar da novela como um colégio em que o professor não passava a mão na minha cabeça. Tivemos alguns problemas, mas quando aceito um trabalho é para trabalhar. E não para reclamar. Não sou de pular fora do barco, mesmo que ele esteja afundando. Assim como os outros autores que já trabalharam com Grazi, Bosco Brasil também discorre com entusiasmo sobre o empenho da atriz. E adianta que ela terá bons momentos em sua trama. — Deodora vai dar indícios de que tem algo mais do que aparenta. Sempre vai existir a dúvida de até que ponto ela será fiel ao Albano. Quero trabalhar muito isso. Vou injetar muita loucura nela — adianta o novelista. Louca, perigosa e sexy. Mas com um pé também fincado na comédia pastelão. — Existe um fetiche bem aguçado na relação da Deodora com o Albano. Mas nada dá muito certo para eles. Albano é tipo de vilão que pisa no cocô do cachorro e queima a sobrancelha — diverte-se a atriz, empolgada com a nova personagem. — O humor dela é sarcástico — emenda Grazi. Canceriana com ascendente em Leão, Grazielli Massafera acredita que essa conjunção astrológica fez dela uma mulher chorona — as lágrimas sempre aparecem quando a atriz vê algo mais emocionante na TV ou lê uma notícia ruim. — Eu também choro de alegria e costumo rir de muita coisa — completa a dona de uma gata e quatro cachorros. Apesar de estar visivelmente mais sofisticada hoje, ela faz questão de manter certas raízes. No Natal, pediu a mãe para trazer frango caipira de Jacarezinho e diz que pequenas coisas têm um valor enorme em sua vida. Mas também fica com água na boca ao falar que sua especialidade na cozinha: macarrão com shiitake. — Adoro quando sou chamada de caipira. Vim do interior e isso é um elogio. Tem muita gente que já torceu o nariz para mim, mas não tenho rancor com isso, não.

SEXY E MALVADA Depois de viver doces heroínas,Grazi Massafera ganha ar sofisticado e cruel em “Tempos modernos”,novela das 19h que estreia amanhã Até aqui, a atriz coleciona apenas elogios por sua atuação em novelas — a estreia foi em 2006 com a romântica Telminha, de “Páginas da vida”. Mas ela jura não ter medo do tropeço. — O pior que pode me acontecer é errar. Mas, ao mesmo tempo, vou sair da minha área de conforto. Eu poderia ficar a vida inteira só fazendo meninas do interior, todas diferentes. Tenho parente à beça para servir de inspiração — brinca a moça vinda do inte-

rior. — Quero me desafiar, me botar na fogueira. — Eu achava que a Telminha iria morrer na novela e que nunca mais eu iria fazer isso (atuar). Não tinha a menor noção de onde eu estava — confessa, entre risos. O susto passou quando ela viveu a casadoira Florinda, de “Desejo proibido”, e saiuse bem no papel cômico da trama exibida às 18h. — Antes não passava pela minha cabeça nem ter um carro. Imagina ser atriz! A minha ambição era ter dinheiro para pagar as contas no fim do mês — recorda a paranaense de 27 anos, que jura não ter problema em lembrar sua passagem pelo “BBB 5”. — Vai saber onde eu estaria agora se não tivesse sido o programa. Não me arrependo de ter participado, mas foi uma fase que ultrapassei. Só que todo ano quando começa uma nova edição é inevitável: querem me per-


revista da tv

Domingo| 10 de janeiro de 2010

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

7

Uma máquina no comando Um dos principais nomes de “Tempos modernos”é um computador.A máquina será responsável pelo bom funcionamento de Titã,edifício comandado por Leal (Antônio Fagundes).Frank,como é chamado, vai registrar todos os passos dos moradores,entre eles as três filhas de Leal:Regeane (Vivianne Pasmanter),Goretti (Regiane Alves) e Nelinha (Fernanda Vasconcellos). As três são o xodó e as herdeiras do protagonista,que pensa em se aposentar,mas precisa decidir quem comandará seu império.Mas essa é só uma das dores de cabeça do magnata,que também precisa se preocupar com o mau-caráter Albano (Guilherme Weber) e com a vizinha Hélia (Eliane Giardini),com quem vive às turras.

TV GLOBO/ISAC LUZ

LEAL CORDEIRO (Antônio Fagundes): Trabalhor e cabeça dura, Leal começou do nada e virou dono de um império.Ama suas três filhas,

mas não sabe quem será sua herdeira.Seu confidente é Frank,o computador do Titã CORNÉLIA CORDEIRA (Fernanda Vasconcellos): Nelinha é a caçula de Leal. Astrônoma,é simples e conquista a todos com seu jeito. REGEANE CORDEIRO (Vivianne Pasmanter): Perua até a raiz dos cabelos,foi casada com Portinho, por quem ainda é apaixonada.Está comprometida com o ardiloso Albano. VINÍCIUS PORTO (Felipe Camargo): Conhecido como Portinho,ele é separado de Regeane.É um astrônomo atrapalhado,desastrado e muito azarado.Ainda é apaixonado pela exmulher. GORETTI CORDEIRO (Regiane

Alves): Prefere ser chamada de Go Cordeiro.Cafona,morre de vergonha da origem humilde do pai.Tem quatro filhas com Bodanski e tenta até hoje um filho homem. DR.BODANSKI (Otávio Müller): Autor e palestrante de auto-ajuda. Pilantra por vocação e aliado de Albano em suas armações. TERTULIANA (Débora Duarte): Experiente e generosa,vive há anos na casa de Leal.Criou as filhas do patrão após a morte da mulher de Leal. JOSÉ CARLOS PIMENTA (Thiago Rodrigues): Zeca é formado em Engenharia e foi do corpo de fuzileiros navais.Vai morar com a mãe no Titã e consegue emprego como guarda-costas de Nelinha. ALBANO (Guilherme Weber): Chefe da segurança do Titã, aproveita o cargo para bisbilhotar a vida dos moradores.

Vilão clássico,é amante de Deodora e sonha em tomar o lugar de Leal. DEODORA MADUREIRA (Grazi Massafera): Braço direito r amante de Albano,comanda o exército de seguranças do Titã.Domina artes marciais e protagoniza cenas hilárias de amor com Albano. NARA NOLASCO (Priscila Fantin): Amiga de infância de Zeca e sua namoradinha da adolescência.Ela tem certeza de que Zeca é seu amor verdadeiro e os dois formam par de dança e sonham vencer uma disputa juntos. RAMÓN PIÑON (Leonardo Medeiros): Dono da loja “Ao tiozinho do rock”que fica dentro de uma galeria,onde preside a associação de lojistas.Roqueiro velho de guerra,é,no fundo,um conservador.Criou sozinho a filha depois que sua mulher,Ditta,o abandonou. DITTA (Alessandra Maestrini):

‘Não guardo história’ Dramaturgo bem-sucedido no teatro e colaborador bissexto de novelas como “Torre de babel”e “Coração de estudante”,Bosco Brasil avisa que o ritmo de “Tempos modernos”— primeira trama com sua assinatura como autor principal,que estreia amanhã, às 19h — será bastante acelerado.O novelista escreveu cenas rápidas e curtas para contar a história do homem que construiu um imponente prédio equipado com inúmeras câmeras de segurança.Sua intenção maior,diz,é discutir a delicada relação entre o seres humanos e máquinas.— Acredito em não guardar história.Se a trama é boa,tem que contar — afirma Bosco,que fará homenagens ao romance policial de espionagem,sem esquecer o aspecto melodramático dos folhetins.— O universo dos quadrinhos também será uma referência assumida. O autor,que conversou com a Revista da TV por telefone,explica ainda que a trama de um dos principais personagens de “Tempos modernos”, o computador Frank,terá tom de fábula.— Gosto de trabalhar no limite do realismo.Trago isso do teatro — conta Bosco,sem temer a nova empreitada.— A parte mais tranquila de assinar novela é escrever.No momento em que você passa a responder pela trama

vira quase um executivo,um engenheiro de produção. A minha conversa agora é direto com os chefões.Hoje tenho umas 500 pessoas na minha dependência. Durante a entrevista,Bosco acha graça do fato de fazer parte da nova geração de autores “com quase 50 anos” (ele tem 49).E lembra que por muito tempo a renovação do quadro de novelistas foi deixada de lado. — Os veteranos começaram numa época em que a TV podia ousar,não existia medição de ibope.Não é minha intenção inovar nada.O que estou propondo é ser o mais sincero possível.Mas você vai encontrar um cara meio amalucado ali.Os personagens são como eu,são largados e se arrebentam.Todos falam com o coração — revela o autor,que acredita muito na história que vai contar. — Não tenho plano B. Bosco não tem pudor em afirmar que algumas de suas experiências de vida serão abordadas na trama. A relação de idas e vindas de Leal (Antônio Fagundes) e Hélia (Eliane Giardini) terá um quê de autobiográfico. — Há anos que o meu casamento é assim. Eu me separo e volto. É típico da minha parte — ressalta. — Leal e Hélia são turrões e certamente vão ficar juntos.Também estou cheio de coisas mal resolvidas na minha vida.

Cantora de ópera internacional. Ditta largou o marido e os filhos em São Paulo para seguir a carreira.De volta ao Brasil tentará se reaproximar da família e ficará em dúvida se segue o trabalho ou cria os filhos.

FAUSTAÇO LUMBRIGA (Otávio Augusto): O viúvo é o melhor amigo de leal.Grande cozinheiro, esconde a idade e gosta de paquerar mulheres mais velhas.É grato a Leal pelo amigo ter ajudado na educação de sua filha,Duba.

IOLANDA PARANHOS (Malu Galli): Aparece na vida de Goretti para ajuda-la a criar as filhas. Ficou viúva cedo e lutou para criar o filho.

HÉLIA PIMENTA (Eliane Giardini): Ex-bailarina,guarda um segredo. Mora no Titã e é a única proprietária de um imóvel no prédio de Leal.Tem um filho,Zeca, e se recusa a contar quem é o pai.Tem uma relação conflituosa com Leal.

JOÃO PARANHOS (Darlan Cunha): Filho de Iolanda e bom menino. Por conta de ter crescido sem pai,vive conflitos típicos da adolescência, vai dar dor de cabeça para a mãe. ZUPPO (Pascoal da Conceição): Vive se fazendo de bobo, mas está ligado em tudo. Fica de olho em Albano, pois não confia no vilão. É especialista em construção nas alturas.

DUBA LUMBRIGA (Alexandra Martins): Super vaidosa e nada estudiosa,sempre dá dor de cabeça para o pai.É afilhada de Leal,mas queria ser sua filha.Morre de inveja da boa vida de Goretti e Regeane. PASQUALE (Genezio de Barros): Sergipano que cisma em falar com sotaque italiano.Venceu na vida trabalhando muito e é dono da pizzaria Pasquale & Pasquale Pizza. Não tem família e ama Túlio,seu funcionário,como filho.

Holografias, câmeras variadas e até baratas espiãs Com a tecnologia como um dos temas centrais de“Tempos modernos”,o autor Bosco Brasil e o diretor José Luiz Villamarim puderam dar asas à imaginação e criar as mais curiosas engenhocas para a novela.A começar por Frank,o computador que adora dar pitaco na vida dos moradores do Titã. — O Frank tem uma memória,uma espécie de museu do personagem do Fagundes — adianta Villamarim. — É como se o Leal tivesse contado a sua história para ele e agora vamos recontá-la para o público através do Frank. Para isso,Villamarim vai usar holografias e imagens animadas que se soprepõem:Como a novela tem essa coisa do quadrinho,vamos brincar muito com o universo virtual.Outra novidade é o uso de diferentes câmeras. Quem assistir à novela vai perceber rapidinho quando os fatos são vistos pela ótica de Frank:as imagens serão distorcidas por uma lente grande angular.Também será fácil perceber quando as cenas são captadas pelas baratinhas espiãs criadas pelos personagens de Guilherme Weber e Grazi Massafera.Para flagrar segredos do Titã,os vilões criaram as minicâmeras.As imagens serão captadas em mini-HD,em carrinho eletrônicos,e também vão ao ar. (FLORENÇA MAZZA)


8

revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

»MAIS DESENHOS

O Natal já passou,mas as fadas Cosmo e Wanda continuam realizando os desejos do pequeno garoto Timmy.O Nick exibe novos episódios de “Os padrinhos mágicos”, às 17h,a partir de amanhã.

»SÓ HITS

Domingo| 10 de janeiro de 2010

O programa “All time top”, do VH1,apresenta uma lista com os dez melhores clipes de Bon Jovi,amanhã,às 22h.Na lista não vãofaltar os hits “Living on a prayer”e “I’ll be there for you”.

A S E M A N A N A T V PA G A DIVULGAÇÃO

»PEQUENA MISS SUNSHINE

A série “Meu filho é uma estrela”, estreia de sábado do GNT, busca encontrar o próximo astro mirim de Hollywood.Para isso, crianças e pais passam para uma série de testes.No ar às 20h.

OLÍVIA MENDONÇA DIVULGAÇÃO

»UMA ESPIADINHA

É hora de se preparar para o “BBB10”. Quem quiser relembrar tudo o que já rolou,deve ligar no Multishow,que preparou uma maratona sobre o reality.Diego Alemão conversa amanhã,às 21h,com Max,o ganhador da última edição,sobre todos os milionários que o “Big Brother Brasil” já fez.E na quinta,às 23h30m,o canal exibe entrevista com os brothers e sisters ainda confinados no hotel, para saber a expectativa deles antes de entrar no jogo de fato.

»SONS CELESTES

Enya celebrou 20 anos de carreira ano passado com o lançamento de um álbum com os maiores sucessos de sua carreira.As comemorações continuam hoje,no Eurochannel,às 21h,com a exibição de um especial sobre a cantora irlandesa.

»NA SOMBRA DE MICHAEL

Depois da morte de Michael ser explorada à exaustão,é a vez da intimidade dos irmãos Jackson ser mostrada pelo A&E,na série “Os Jack5on”, que estreia terça-feira,às 20h.Nela,Jackie,Jermaine,Tito e Marlon expõem seu cotidiano.

DIVULGAÇÃO/ GNT

»YO,MAN!

O VH1 exibe quarta-feira, às 23h,o evento “Hip hop honors”, que celebra o estilo musical mais popular do momento.O show,que aconteceu em outubro passado, conta com apresentações de Eminem,Ashanti,Ja Rule,Kid Rock, Ludacris e Mary J.Blige.

»DESENHOS MÁGICOS

“A tela mágica de Zeke”é a estreia de hoje,às 16h,do Cartoon Network. Zeke tem um poder especial:tudo que desenha se transforma em realidade.

»VAMPIROMANIA

E

A nona temporada do “American idol” estreia sábado, às 21h, no Sony, já com a nova jurada Ellen DeGeneres no lugar de Paula Abdul. A comediante ocupará a bancada ao lado de Randy Jackson, Kara DioGuardi e Simon Cowell (que também já ameaçou deixar a atração após a atual temporada). À frente de seu popular talk show, Ellen é comediante de mão cheia e tem, dizem, tudo para substituir Oprah Winfrey no coração dos americanos. Além do quarteto, o reality conta ainda com a apresentação de Ryan Seacrest. No palco algumas participações já estão confirmadas, como Katy Perry, Mary J. Blige e Kelly Clarkson, vencedora da primeira edição do programa, em 2002.

Depois do sucesso do filme “Crepúsculo”, baseado no primeiro livro da saga de Stephenie Meyer,o E! mostra os bastidores da continuação,“Lua nova”, hoje ,às 17h30m.Fãs não podem perder.

»PAPO ENGAJADO

O cantor,compositor e ex-ministro da Cultura Gilberto Gil fala com Lázaro Ramos no programa “Espelho”, no Canal Brasil,amanhã, às 21h30m.Gil conversa sobre música,política,e preconceito racial.

»FOI ASSIM

Para os saudosos da clássica série “As panteras”, vale a pena conferir “As panteras:Como tudo começou”, que o GNT exibe hoje,às 19h05m. Inspirado nos bastidores reais do seriado,o especial traz atrizes no papel das protagonistas Jaclyn Smith,Kate Jackson e Farrah Fawcett.


revista da tv

Domingo| 10 de janeiro de 2010

Programação de tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Programação de filmes

9

Rodrigo Fonseca

FOTOS:DIVULGAÇÃO

HOJE ELA É O CARA Com Amanda Bynes, Channing Tatum, Laura Ramsey. Ele é a coroa. Aqui, Amanda Byrnes é Viola, uma fã de futebol que se disfarça de menino para bater bola com os marmanjos. Sua estratégia dá certo até ela se apaixonar por um colega de pelada. A premissa aqui lembra um clássico da década de 1980: “Quase igual aos outros”, com a morenaça Joyce Hyser. Comédia. TROPICAL, 10h30m. GODZILLA 2000 Com Takehiro Murata, Hiroshi Abe, Naomi Nishida. Esquadrão Relâmpago Changeman. Nesta produção, que rendeu milhões nas bilheterias nipônicas, Godzilla vira herói: só ele pode salvar Tóquio de um óvni capaz de se transformar em uma criatura gigante e faminta. Ficção científica. POTENGI, 14h.

Sessão Livre: Godzila na Band InterTV Cabugi/Globo -11 05:45-Santa Missa 06:45-Sagrado 06:55-Globo Comunidade 07:30-Pequenas Empresas 08:00-Globo Rural 08:55-Auto Esporte 09:30-Esporte Espetacular 12:30-Desenho Especial 12:50-Ger@l.com 13:30-A Turma do Didi 14:05-Os Caras de Pau 14:50-Temperatura Máxima:A programar 16:56-Globo Notícia 16:59-Domingão do Faustão 20:45-Fantástico 23:05-Domingo Maior:A programar 00:40-Sessão de Gala:Could Mountain

TV Universitária/Cultura -5 06:00-Via Legal 06:30-Brasil Eleitor 07:00-Palavras de Vida 08:00-A Santa Missa 09:00-Viola Minha Viola 10:00-A Turma do Pererê 10:30-Poko 11:00-Castelo Rá Tim Bum 11:30-Janela Janelinha 12:00-ABZ do Ziraldo 12:45-Curta Criança 13:00-Os Heróis da Praia 13:30-Papo de Mãe 14:30-Cultura Ponto a Ponto 15:00-Stadium 16:00-Copa São Paulo de Futebol Jr.— Ferroviária x Corinthians 18:00-De Lá Pra Cá 18:30-Som Na Rural 19:30-Expedições 20:00-Conexão Roberto D’ávila 21:00-Esportvisão 22:30-Arte com Sério Britto 23:15-Curta Brasil 00:15-DOC TV — A Revolta 00:45-Programa de Cinema:A Hora da Estrela

TV Mult tv/Rede TV! - 17 06:00-Ultrafarma 08:00-Igreja Universal do Reino de Deus 08:30-Avanti Midia 09:30-Pé na Estrada 10:00-Interligado 11:00-Avanti Midia 12:00-Médico de Alma e Corpos 13:00-Tempo de Avivamento 13:30-Avanti Midia 13:55-Auto Mais 14:40-Caçadores de Aventura 15:10-Easy Rider — Transição 15:40-Olhar digital 15:55-Copa São Paulo de Futebol JR.— Ferroviária x Corinthians

18:15-Ritmo Brasil 18:45-Bola na Rede 20:45-Momento Pânico na TV 21:00-Pânico na TV 23:15-Dr.Hollywood 00:15-É Notícia 01:15-A Hora e a Vez da Pequena Empresa 01:30-Super Papo 04:20-Igreja da Graça Nosso Lar 04:30-Super Papo

TV Potengi/Bandeirantes - 3 07:00-Mundo Real 07:30-Vida e Missão 08:00-A Programar 09:00-A Glamourosa 09:30-Multirio 10:00-A Programar 10:30-Infomercial 11:00-Brasil Caminhoneiro 11:30-Fórmula Indy Especial 12:15-Band Esporte Club 13:00-Zero Bala 14:00-Sessão Livre:Godzila 16:00-Band Kids 18:00-Verão Animado:Jimmy Nêutron/Max Steel/Malcolm/Manual de Sobrevivência Escolar do Ned/Família Dinossauros 20:00-Festival Star Wars — Filme:“Star Wars VI - O Retorno de Jedi” 22:30-Vídeo News 23:25-De Olho na Copa 23:30-Canal Livre 00:30-Deles & Delas 01:30-Liliana Rodrigues 02:00-Show Mix 02:30-Espaço Vida Vitoriosa

TV Ponta Negra/SBT -13 06:00-Chaves — Série 07:00-Pesca Alternativa 08:00-Vrum 08:30-Ganhe Mais Dinheiro Com Jequiti 09:00-Domingo Animado 11:00-Domingo Legal 15:00-Eliana 19:00-Roda Roda Jequiti 19:45-Programa Silvio Santos 00:00-Pegadinhas Picantes 00:15-Californication Série 01:00-Arquivo Morto (Cold Case) — Série 03:00-Estética (Nip/Tuck) — Série 04:00-Jornal do SBT

TV Tropical/Record -8 08:00-Pica-Pau 10:45-Domingo Aventura 12:30-Tudo é Possível — Com Ana Hickmann 17:00-Domingo Espetacular 19:00-Programa do Gugu 22:30-A Fazenda 00:00-A Mulher Biônica — Série 01:00-Programação Iurd

O PRÍNCIPE Ugo Giorgetti, cineasta de obra preciosa, deixa as vísceras da amizade expostas neste ensaio sobre a falência de utopias e afetos geracionais. Galã entre os anos 1970 e 1980, Eduar-

do Tornaghi regressa às telas grisalho, maduro e letal na pele de um intelectual que, há décadas afastado do Brasil, deseja rever amores (Bruna Lombardi) e amigos. CANAL BRASIL, 16h. STAR WARS: EPISÓDIO VI — O RETORNO DE JEDI Com Mark Hamil, Harrison Ford, Carrie Fisher, Ian McDiarmid. O Evangelho segundo Lucas. Jovem leitor desta página, Pedro Velho, de 11 anos, clama por mais espaço para “Star Wars” na TV. Taí, Pedrão, padawan de fé: a Band exibe o fecho da hexalogia mais famosa do cinema esta noite, com dublagem recauchutada e som remixado. Após a derrota dos rebeldes pró-Nova República nas mãos do Imperador em “O Império contra-ataca” (1980), Luke Skywalker (Mark Hamil) finaliza seu treinamento e parte para o combate contra Darth Vader. Ficção científica. POTENGI, 20h. COLD MOUNTAIN Com Nicole Kidman, Jude Law, Natalie Portman, Renée Zellweger. O cume do vulcão. Nesta adaptação do romance homônimo de Charles Frazier, o galã londrino vive Inman, um soldado da Guerra Civil dos EUA que

DOZE É DEMAIS Com Steve Martin, Bonnie Hunt, Piper Perabo, Tom Welling, Hilary Duff. Um dos humoristas mais talentosos de sua geração, Steve Martin (na voz de Hélio Ribeiro) encarna um treinador de futebol americano obrigado a tomar conta de seus 12 filhos depois que sua mulher (Bonnie Hunt, dublada por Lina Rossana) viaja para divulgar o lançamento de seu livro Comédia. INTER TV/CABUGI,15h45m.

TERÇA-FEIRA O PEQUENO STUART LITTLE Com Michael J. Fox (voz), Geena Davis, Hugh Laurie. Rato retórico. André Breton (1896-1966), autor do manifesto surrealista, aplaudiria de pé (ainda que por ironia) esta tentativa hollywoodiana de fundir o onírico com o real numa fábula pós-moderna. Com roteiro de M. Night Shyamalan, o diretor dos obrigatórios “Corpo fechado” e “A vila”, o longa é uma adaptação do livro de E.B. (Elwyn Brooks) White (1899-1985). Na trama, o senhor Frederick Little (Hugh Laurie, o Dr. House) tenta adotar um irmãozinho para alegrar o dia-a-dia de seu filho pequeno. Fantasia. INTER TV/CABUGI,16h.

QUARTA-FEIRA SIMÃO, O FANTASMA TRAPALHÃO Com Renato Aragão, Fernanda Rodrigues, Luciano Szafir, Ivete Sangalo. Saudades de Mussum. Aqui, Aragão faz seu chapliniano Didi virar o motorista de

A HORA DA ESTRELA Raras interpretações femininas na História do cinema brasileiro tiveram vigor à altura da atuação de Marcélia Cartaxo como Macabéa nesta adaptação para a novela homônima de Clarice Lispector (1925-1977). Em 1986, a produção, que marcou a estreia de Suzana Amaral na direção de longas, rendeu o prêmio de melhor atriz a Marcélia no Festival de Berlim. Na tela, Macabéa sofre rejeições existenciais pela feiúra e pela pobreza. TV BRASIL, 1h10m. VESTIDA PARA MATAR Com Nancy Allen, Michael Caine, Angie Dickinson. Traje de viúva. Com Angie Dickinson e Michael Caine no elenco, “Dressed to kill” rendeu cinco vezes mais nas bilheterias à força dos eletrizantes esforços de uma garota de programa (Nancy Allen) para fugir de um travesti assassino que teve um de seus crimes testemunhados pela moça. Suspense. TELECINE CULT, 1h45m. 24 milhões, que faturou US$ 70 milhões. Viúvo aos 60 anos, o garanhão Italiano volta ao ringue, enfrentando um jovem peso-pesado. Drama. UNIVERSAL CHANNEL, 21h.

AMANHÃ

OS INCRÍVEISVozes de Craig T. Nelson, Holly Hunter, Samuel L. Jackson, Jason Lee. Patrulha do Destino. Com uma trama mais frenética do que a média dos roteiros da Disney, a produção acompanha os esforços de um herói aposentado, o Sr. Incrível (no vozeirão de Márcio Seixas) para voltar à ativa no combate ao crime. Animação. IN TER TV/CABUGI, 22h.

percorre um périplo violento até regressar à região de Cold Montain, onde deixou seu grande amor, Ada (Nicole Kidman). Épico. INTER TV/CABUGI, 0h40m.

SEXTA-FEIRA

Os Incréveis uma família que passa férias em um castelo assombrado por um espectro chamado Simão (Roberto Guilherme, o Sargento Pincel). Caberá a Didi cortar toda a quizila que infesta o local. Comédia. INTER TV/CABUGI,15h30m. PROFISSÃO CARTUNISTA: WILL EISNER Um contrato com o Deus das HQs. Morto há quatro anos, num chuvoso 3 de janeiro, William Erwin Eisner (1917-2005) revolucionou as histórias em quadrinhos ao empregar o uso de recursos de linguagem como o close e o super closeup para aproximar as narrativas gráficas das cinematográficas. Neste filmetributo, Marisa Furtado, uma das maiores pesquisadoras de HQs do país, e Paulo Serran dissecam a obra e o estilo de Eisner, criador do gaiato mascarado Spirit. Documentário. TV BRASIL, 22h.

QUINTA-FEIRA ROCKY BALBOA Com Sylvester Stallone, Burt Young, Tony Burton. Soa o gongo. Enxágue bem os olhos com lirismo para remover os preconceitos. De pupilas livres, é difícil não se comover com as tiradas sobre a decadência do heroísmo escritas por Sylvester Stallone neste drama orçado em US$

SPLASH — UMA SEREIA EM MINHA VIDA Com Tom Hanks, Daryl Hannah, John Candy. Demorou para cair na rede. Recém-saído do ótimo “Corretores do amor”, Ronald William Howard recebeu US$ 8 milhões da Touchstone Pictures/ Disney para rodar “Splash”, tendo a jovem Daryl Hannah como protagonista. De dezembro de 1983 a fevereiro de 1984, Howard filmou nas Bahamas e nas praias da Califórnia a história de Allen Bauer (Tom Hanks), um empresário que se apaixona por uma beldade loira (Daryl, dublada por Monica Rossi) sem saber que ela é uma sereia. Resultado: ao chegar nas telas, o filme rendeu US$ 62 milhões e arrancou quilos de suspiros. Comédia romântica. PONTA NEGRA, 14h45m.

SÁBADO OLHO DE BOI Com Genézio de Barros, Gustavo Machado, Angelina Muniz, Cacá Amaral. ...é patuá. Quase 25 anos depois de sua consagração como estreante com “Sargento Getúlio”, o cearense Hermano Penna, que jamais repetiu o mesmo impacto de seu primeiro longa, disputou o Kikito de melhor filme no Festival de Gramado com esta releitura para “Édipo rei”. Na trama, Modesto (Genézio de Barros) e seu protegido Cirineu (Gustavo Machado, premiado na mostra gaúcha), dois peões de fazenda, embrenham-se sertão adentro em busca de uma vingança. Aos poucos, o público se dá conta de que um círculo de traições e perversidades une os personagens. Repare na participação da (ainda) beldade brejeira Angelina Muniz, como o pivô da discórdia dos protagonistas. Drama. CANAL BRASIL, 23h.


10 Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo| 10 de janeiro de 2010

Da telinha para o

COLUNA DO

Clube do Assinante

MONITOR

Promoções e descontos renovados a cada domingo

DIVULGAÇÃO GNT

OLÍVIA MENDONÇA

DIVULGAÇÃO

Promoções válidas de domingo (10/01/10) a sábado (16/01/10), limitadas às quantidades em estoque, somente para assinantes da TRIBUNA.

Estância Floricultura A Estância Floricultura realiza excelente serviço na venda de arranjos de flores naturais, tropicais, além de oferecer decoração para casamentos e eventos em geral. Lá, você dispõe de atendimento personalizado, comodidade e praticidade. Esta semana, a Estância Floricultura oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante TN, nos arranjos tropicais e somente para compras realizadas na loja. Não inclui entrega em domicílio.. Av. Campos Sales, 465, Petrópolis Tel.: 3201.1705

50% à vista (dinheiro) nos arranjos tropicais e somente para compras realizaDIVULGAÇÃO

das na loja. O desconto não inclui entrega em domicílio.

Manipularte A Maniupularte é uma farmácia de manipulação que a cada dia vem ganhando credibilidade no mercado pela competência com que oferece seus serviços. Lá, você encontra fórmulas em geral como homeopatia, halopatia, fitoterápicos, cosméticos, etc. Esta semana, a Manipularte oferecerá um desconto, exclusivo ao assinante da TN, em todas as fórmulas e produtos manipulados. O desconto não inclui entrega em domicílio. Rua Apodi, 559, Tirol Tel.: 3222.1900/1901

50% à vista (dinheiro) em todas as fórmulas e produtos manipulados. O desconto não inclui entrega em domicílio.

■ As promoções publicadas na Coluna do Clube do Assinante são exclusivas para assinantes da TRIBUNA DO NORTE, PESSOAS FÍSICAS. ■ Desconto não acumulativo. ■ Para ter direito à promoção,o assinante deverá apresentar a carteira do Clube e a Identidade no ato da compra. ■ Contatosparacredenciamento:Depto.deMarketing.Tel.4006-6100,R.6262. ■ e- mail.mkttn@terra.com.br; clubetribuna@digizap.com.br

GNT estreia, a partir de amanhã, uma série de programas com conteúdos exclusivos na web, seguindo a tendência dos canais de TV de usar a internet como aliada em busca da audiência. É o caso de “Sinal fechado”, programete comandado por Patrícia Koslinski que vai ao ar a partir do fim do mês (ainda sem data), semanalmente, no www.gnt.com.br. A atração é uma espécie de desdobramento de “Tamanho único”, atração que jornalista apresenta ao lado de Chris Nicklas e Chiara Gadaleta. Agora, Patrícia vai abordar pedestres no sinal e falar sobre o estilo que a pessoa escolheu para usar naquele determinado dia. — No “Tamanho único”, eu falo sobre moda com pessoas famosas. Sentia falta do contato com o público e estava querendo fazer algo nesse formato no meu blog, o “Provadoras S.A”. Mas o Jorge Espirito Santo (diretor artístico do canal) falou que estava pensando em investir em programas para o site e teve a ideia do “Sinal fechado”. A atração tem a minha cara, pois sou o tipo de pessoa que pensa em cada detalhe do meu figurino do dia a dia — conta Patrícia. No embalo, Preta Gil, que estreia em março no GNT o “Vai & vem”, também fará seu “esquenta” no mundo virtual. A cantora vai armar seu barraco nesta edição do Fashion Rio (que vai até quarta-feira), e promete entreter o público com perguntas e brincadeiras picantes sobre moda e sexo dirigidas a anônimos. — Para ir entrando no clima do meu programa, vamos exibir no site, durante todo o Fashion Rio, o “Barraca da Preta Gil”, onde quem quiser chegar terá de participar da minha gincana sexual — revela. Como não poderia deixar de ser, a culinária, que tem lugar cativo na programação do canal, terá também seu representante virtual. Amanhã, estreia o “Viagem

O

A GNT estreia amanhã novos programas seguindo a tendência dos canais que usam a internet como aliada

Preta Gil e Patricia Koslinski (acima) estreiam no site do GNT

gastronômica”, onde a chef Karen Couto revelará aos internautas curiosidades da culinária da França e Espanha. Em Paris, por exemplo, ela visitou a “Mariage frères” e entrevistou o responsável pela operação daquela que é considerada a melhor e mais chique loja de chás do mundo. Por

último, mas não menos importante, a “saia” Betty Lago também ganhará um programa para chamar de seu. No “Pirei”, que tem estreia prevista para fevereiro, a atriz e apresentadora faz uma seleção do que há de mais bacana, segundo seus critérios, em produtos, tendências, lugares, moda etc.


revista da tv

Domingo| 10 de janeiro de 2010

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 11

e mais...

Aventuras sem

»HUMOR No lugar do “CQC”, que está de férias, a Bandeirantes vai apresentar “É tudo improviso”, com jovens comediantes paulistas, todos eles estrelas no teatro.

FRONTEIRAS Gabriel Moojen estreia no comando de um reformulado ‘Zona de impacto’, agora gravado totalmente em locações externas

»PARCERIA DIVULGAÇÃO/FABRÍCIO MOTA

abriel Moojen promete não ficar parado. Novo apresentador do “Zona de impacto”, que reestreia no sábado, dia 16, às 13h, no SporTV, o gaúcho fará o tipo participativo. Gravado agora integralmente fora do estúdio, o programa foi reformulado para ganhar uma dinâmica diferente. — A ideia é ter um cardápio variado, que contemple os esportes do ar, da terra e do mar. Pego onda há 20 anos e esse é meu way of life. Mas irei participar de todas as outras modalidades que entrarem na nossa pauta — garante Moojen, que vai dividir o comando da atração com Mariana Cartier e Roberta Garcia, as outras duas titulares do “Zona de impacto”. Ex-apresentador do “Mochilão MTV”, Moojen já gravou uma série de reportagens fora do Brasil para a nova empreitada no SporTV. — Fiz rapel no deserto da Judeia, mergulhei com golfinhos no Mar Vermelho, velejei com ex-combatentes de guerra no Mar Mediterrâneo e visitei cavernas subterrâneas em Jerusalém — enumera o gaúcho, que conversou com a Revista da TV depois de um dia de gravações na Quinta da Boa Vista, no Rio, onde encontrou um grupo praticante de mountain board. Mais do que mostrar diversas modalidades esportivas, o maior desejo de Moojen é abordar aspectos históricos dos lugares visitados. — Em alguns casos a história será até mais forte que o esporte. A matéria gravada nas cavernas dos soldados de Davi, em Israel, é um exemplo. Gravamos na Quinta da Boa Vista e também vamos mencionar que o lugar foi residência de inverno de D. Pedro I — destaca. Pai da pequena Valentina, hoje com 2 anos, Gabriel está 100% dedicado ao novo trabalho. Mas não descarta voltar com o quadro “O mundo de Valentina”, sobre

G

Louise Cardoso já está confirmada no elenco da próxima novela de Gilberto Braga e Ricardo Linhares.

»VAI VOLTAR Selma Egrei fez “A favorita” e foi convidada a repetir a dose na TV: ela gravará uma participação especial em “Tempos modernos”, novo folhetim das 19h.

»ÁGUAS

Gabriel com praticantes de ‘mountain board’na Quinta da Boa Vista DIVULGAÇÃO

DIVULGAÇÃO

As chuvas que assolaram o Rio e adjacências atrasaram as gravações de “Ribeirão do Tempo”, nova novela de Marcílio Moraes na Record. A estreia estava prevista para janeiro, mas agora será em fevereiro.

»MUSICAL Sucesso em Londres, o musical “Little voice” vai estrear aqui com direção de Cininha de Paula. No elenco, Alessandra Maestrini e Ricardo Pereira.

»NINFETA No ar em “Viver a vida”, Cecília Dassi vem sendo convidada para posar para vários editoriais de moda.

»PAPEL MAIOR

Em IsraelL, no Mar Morto e na França ( ao lado) : viagens

cuidados com o meio ambiente nas próximas gerações, que começou a ser exibido no “Fantástico” quando sua filha ainda estava sendo gerada, e também chegou a ganhar programetes exibidos pelo GNT. — É impressionante como falam desse quadro até hoje — aponta Moojen, que está separado da mãe da menina, a modelo Fran-

cielle Zanon. — Mas eu e Valentina nos vemos todos os dias. Atualmente com 37 anos, Moojen começou sua carreira em Porto Alegre. Lá, apresentou o “Patrola”, uma revista de variedades, antes de trocar a atração pela MTV. Nos últimos quatro anos, o gaúcho atuou também como roteirista da TV Globo, primeiro no “Cal-

deirão do Huck” e posteriormente no “Domingão do Faustão”. — O trabalho como roteirista é legal, mas muito solitário. Passei quatro anos só pensando em como seriam as coisas na rua. Parecia que a vida estava me chamando. Hoje, tenho uma visão muito mais detalhada das coisas quando estou numa gravação externa — explica.

Giovanna Ewbank, que fez pequenos papéis em “Malhação” e em “A favorita”, ganhou uma personagem de destaque em “Entre dois amores”, próxima novela das 18h.

»MONÓLOGO Sucesso como a Margot de “Dalva e Herivelto”, Leona Cavalli estreará o monólogo “Máscaras de penas penadas”.


Revista da tv á faz parte da tradição (e da estratégia) de algumas emissoras criar novos formatos ou migrar parte da programação já conhecida para a praia durante os meses de janeiro e fevereiro. Canais como Globo, Record, MTV e GNT fincam suas barracas nas areias para gravar seus especiais de verão e produzir edições temáticas sobre a estação. Este ano, Angélica e os convidados do “Estrelas” puderam sentir o cheiro de maresia durante as gravações de uma série de programas que já estão sendo exibidos aos sábados. — Adoro esses especiais. Toda a equipe fica concentrada em um mesmo objetivo e essa energia passa para público em casa — acredita Angélica, que gravou todas as edições de verão do “Estrelas” antes do trágico episódio das chuvas na virada do ano em Angra dos Reis. Os atores Paulo Vilhena e Kayky Brito e o cantor Gabriel, o Pensador, também foram em direção ao mar. O trio faz parte do quadro “Nas ondas de Noronha” — composto por gincanas gravadas no arquipélago com a presença de surfistas profissionais —, que será exibido dentro do “Esporte espetacular”, no dia 24, como parte da série de eventos “Verão espetacular”. No ar desde ontem na Record, o semanal “Game show de verão” (exibido aos sábados, às 9h30m), traz Kelly Key e Celso Cavallini liderando a competição de famosos numa arena montada na Praia de São Francisco, em Niterói.

J

MTV/ANDRÉ MINEIRO

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 10 de janeiro de 2010

Temporada quente TV GLOBO/JOÃO MIGUEL JÚNIOR

Angélica gravou seu “Estrelas”em Angra dos Reis

Bia e Branca foram para Florianópolis para apresentam o “Dicas de verão”, da MTV DIVULGAÇÃO

12

Cynthia Howlett num especial do “Alternativa saúde”, do GNT, sobre a prática do parkour

Emissoras abertas e a cabo investem em programas temáticos de verão ou em novas atrações gravadas em praias brasileiras O elenco da MTV migrou quase todo para a praia de Jurerê, em Florianópolis. Lá, VJs comandam atrações como “MTV na praia”, com Penélope Nova (o programa vai ao ar de segunda a sexta-feira,

às 18h, a partir de amanhã) e “Viva! MTV”, comandado por Marina Person, sobre boa forma e cuidados de beleza durante a estação do calor (estreia amanhã e passa toda segunda, às 22h30m). — Teremos uma faixa toda inédita com vários programas novos, como o “Lobão ao mar” (exibido toda sexta-feira, a partir do dia 15, às 22h30m), e o “Delírios de verão”, com Bento Ribeiro e Fábio Rabin (estreia nesta terça-feira, às 22h30m). Este último fala sobre o comportamento masculino e promete — aposta Raquel Affonso, gerente de pro-

dução e programação da MTV. Já Marcelo Adnet ganhou mais tempo na programação com seu “15 minutos em dobro”, gravado nas praias cariocas — a novidade aqui será uma roda de música no final de cada edição. O programa será exibido toda quinta, às 22h30m, a partir do dia 14. As gêmeas Bia e Branca Feres também reforçam o time do canal e já estão no ar com suas “Dicas de verão”, em programetes de um minuto exibidos durante a programação. Apesar de não ter gravado na praia, o GNT também entra no cli-

ma da estação e dedica edições especiais sobre a atual temporada. Patricya Travassos e Cynthia Howlett apresentam edições temáticas do “Alternativa saúde” (toda quartafeira, às 21h30m). O verão domina ainda a pauta do “Tamanho único” (sextas-feiras, às 22h30m). — Gravamos edições sobre roupas de trabalho no verão, supercurtos, acessórios para a estação e peças feitas à mão. São temas que faz mais sentido explorar nesta época — diz a estilista Chiara Gadaleta, uma das apresentadoras da atração.


Tribuna do Norte - 10/01/2010