Issuu on Google+

» OS CLASSIFICADOS DA TN CIRCULAM HOJE COM 1.478 ANÚNCIOS E 8 PÁGINAS FUNDADOR:ALUÍZIO ALVES - 1921 - 2006

Ano 61 • Número 269 • Domingo,10 de fevereiro de 2013

JORNAL DE WM Florentino Vereda comenta o promissor projeto de ensinar inglês às prostitutas. [ PÁGINA 2 ]

CLÁUDIO HUMBERTO O PR comunica à presidenta Dilma que veta o senador Blairo Maggi no ministério. [ PÁGINA 4 ]

GAUDÊNCIO TORQUATO A democracia direta ganha espaço,em prejuízo do modelo representativo. [ PÁGINA 7 ]

[ AUDITORIA ] Comissão interna aponta falta de controle e participação direta do então secretário Domício Arruda em pagamentos pela gestão terceirizada do Hospital da Mulher

Sesap paga R$ 18 milhões à Marca sem fiscalizar contas Todos os repasses feitos pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) para a Associação Marca, durante os meses de vigência do contrato para a terceirização da gestão do Hospital da Mulher, em Mossoró, foram realizados sem obedecer os trâmites legais nem parecer dos órgãos de

controle e fiscalização da secretaria. A afirmativa consta da auditoria assinada por 11 técnicos da Sesap. No documento, consta que “os processos de pagamentos transitavam apenas do Gabinete do Titular da Pasta – na época o médico Domício Arruda - para a Coordenadoria

Financeira”, que efetuava a liberação das verbas. De março a outubro de 2012, o Governo repassou cerca de R$ 18 milhões à Associação Marca. Desse total, R$ 8,4 milhões “não foram comprovados”, segundo a auditoria interna da Sesap, a qual a Tribuna teve acesso. [ NATAL 1 A 3 ]

POLÍTICA

Henrique cobra fim do “isolamento” no Governo Rosalba O distanciamento entre o PMDB e o Governo Rosalba se acentua. A avaliação é do deputado Henrique Eduardo, presidente da Câmara, ao cobrar o fim do isolamento que o Governo assumiu. [ PÁGINAS 3 E 4 ]

ECONOMIA

Franquias no RN movimentaram R$ 87 milhões Elas começaram de forma tímida e, aos poucos, ganharam espaço. Hoje, as franquias somam 161 empresas e responderam por R$ 87 milhões movimentados na economia potiguar em 2012. [ ECONOMIA 1 E 3 ]

FUTEBOL

FNF nem clubes querem mudar Estadual 2014 Problema do América, que vai passar 25 dias sem atuar devido à eliminação na Copa do Nordeste, não fará FNF alterar a fórmula de disputa do Estadual do próximo ano, clubes são contra. [ ESPORTES 1 ]

ALEX RÉGIS

DIRETO DO SAMBA PARA A GLOBELEZA

» ROTEIRO O Rei Momo Charles e a Rainha Chimene vão ao Bloco Raparigas da Redinha e às Kengas, na Cidade Alta. Hoje, também tem folia em Ponta Negra e Pirangi. [ NATAL 5 E 6 ]

NA TV Globo, a transmissão do desfile das escolas de samba cariocas do Grupo Especial começa hoje, depois do Fantástico, e amanhã após o BBB 13. A jornalsita Ana Paulo Araújo, do RJTV, é quem vai comandar o “Estúdio Globeleza”, recebendo sambistas e artistas convidados.

LEI SECA

PRF registra alto índice de prisões por embriaguez A PRF está nas rodoviais federais com barreiras para coibir motoristas que dirigem embriagados. Este ano foram realizadas 92 prisões no RN, um índice considerado alto. [ NATAL 5 ]

[ REVISTA DA TV 1 A 12 ]

POR DENTRO DA CEASA

GUIA DO FOLIÃO SEM RESSACA

JOÃO MARIA ALVES

Tomar todas, comer de tudo, não se preocupar com o sol e virar as noites na folia tem preço. E ele é alto. [ TN FAMÍLIA 1 E 3 ]

BRUM

1

Excessos alcóolicos afetam o cérebro, os rins e o coração.

2

Comidas gordurosas potencializam o efeito das bebidas.

3

Sol, maquiagens e espumas podem afetar saúde da pele.

» CIDADE Instalada há 37 anos, a Ceasa de Natal ocupa uma área de 76 mil metros quadrados que já se tornou pequena para o movimento de mercadorias, veículos e pessoas que passam e trabalham no local. [ NATAL 7 E 8 ]

58

TOTAL DE PÁGINAS DESTA EDIÇÃO: páginas

REDAÇÃO: PAUTA

pauta@tribunadonorte.com.br

FALE CONOSCO: PABX: 4006-6100 Redação: 4006-6113

Assinaturas: 4006-6111 Venda avulsa: 4006-6103 Comercial: 4006-6173

Classificados: 4006-6161 Circulação: 4006-6103 Reclamações:4006-6111

HOME PAGE:

www.tribunadonorte.com.br

PREÇO DESTA EDIÇÃO:

R$ 2,50


2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

opinião

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

ESPAÇO LIVRE [ Agnelo Alves ]

Jornal de WM WODEN MADRUGA - woden@terra.com.br

Prostitutas aperfeiçoam a língua

A

seleção do Brasil acabava de perder da Inglaterra, finalzinho da tarde de quarta-feira, quando cai na bacia das almas do cronista imeio do Florentino Vereda, nosso festejado botânico dos cerrados do Jalapão, passando uns dias do inverno daquelas bandas na cidade de Palmas, capital do Tocantins. Desta vez o mestre dá uma pausa nas pesquisas em torno daquelas matas para abordar um tema que será um dos sucessos da Copa do Mundo do ano que vem: o refinamento das prostitutas brasileiras (eu acho que dos três sexos). Acompanhemos o raciocínio crítico do ilustre e consagrado missivista: “Caro Woden: Vejo na Tribuna que você já voltou das férias. Espero que tenha tido um merecido descanso. Eu preferi deixar as minhas para o meio do ano, quando a Europa estará em pleno verão e o Nordeste em plena seca. Fiquei por aqui, adiantando minhas pesquisas sobre a “Anonna Cacans”. Mas, vez por outra, saio com amigos pra jogar conversa fora. De preferência no Bar do Nascimento, onde se come um peito de frango à milanesa, com bananas fritas e “potato chipes”, que só perde para o de “Careca”. Conversa vem, conversa vai, o assunto termina na Copa de 2014, como não poderia deixar de ser. Alguém da roda lembra com entusiasmo que o governo de Minas Gerais está patrocinando cursos de inglês para as prostitutas mineiras. O objetivo é facilitar o entrosamento delas com os turistas estrangeiros que virão ver o pato e o ganso jogarem no campo e o pinto jogar no quarto. Talvez seja um novo modelo da tal inclusão social de que o governo fala tanto. Meter as meninas no meio do projeto, já que vivem metendo o projeto no meio delas. Deixar que as putas ganhem alguma grana extra, já que os filhos delas estão faturando alto. Essa Copa vai ser a maior zona. - Repitam comigo, garotas: “the dick is on the bed”. De quebra ainda aprenderão boas maneiras, como, por exemplo, não dizerem nunca “fulk you”, mas “fulk me”. Tem tudo para dar certo. Afinal, elas já usam a língua pátria na sua profissão. Será, então, um excelente “upgrade”. As mulheres de vida, digamos, fácil, para não serem confundidas com as garotas, digamos, de família, e evitarem a concorrência desleal, deverão usar uniformes que destaquem as formas anatômicas das suas “derriéres” e dos seios fartos onde dormem em berço esplêndido os visitantes de Pindorama, desde os tempos de Cabral. Não confundir com as têtas do governo, que é outra história. Acima da parte traseira do biquíni, uma adver-

tência: “exit only”. No bar, um dos jogadores de sinuca, mais empolgado, afirmou que este é, sem dúvida, “um puto projeto”. Fiquei pensando: taí uma ideia que poderia ser aplicada em Natal, em cujas camas bravos soldados ianques se deitaram durante a Segunda Guerra, deixando muitos galegos de olhos azuis e morenas de olhos vermelhos. No carnaval de 2015 nascerão muitos “estrangeiros” para dar um novo charme aos semáforos da Prudente e às calçadas da Roberto Freire. Quem sabe, um deles adquire cidadania e poderá, um dia sentar-se no salão oval da Casa Branca. E, quem sabe, o bebê de Rosemary, assim como o Bill Clinton, teria também a sua Mônica. Teríamos um “big monthly alloowance”, apelidado pela imprensa (ô povo ruim) de “mensalation”. Os parlamentares receberiam em dólares genuínos, notas verdes como verde foi, um dia, a esperança dos nossos bravos guerrilheiros. Vendedores de “picolé caseiro” e “carros da fruta” desfilariam na Park Avenue oferecendo saborosas delícias tropicais. Nas ruas imensos carrões 4x4 com estúpidos paredões de som mostrariam aos gringos quanto tempo eles perderam ouvindo Cole Porter, Gershwin, Sinatra, Ella Fitzgerald e outros músicos medíocres que não amarram as chuteiras de Michel Teló e “Lagartixa com Trombose”. Aí o Brasil, finalmente, seria a maior nação do mundo e, certamente, a mais barulhenta. Não podemos deixar passar esta oportunidade. Tudo vale a pena se a Copa não é pequena. O álcool já me sobe à cabeça e, na vitrola, Chico Buarque está cantando “Será que Cristina volta”. Daí dei-me conta de que nunca mais vi o arquiteto Ricardo “Careca” Lemos no autorama do Capim Dourado Shopping Center. Tenho andado por lá, tentando interessar o pessoal do “Ice Mellow” a fazer sorvete de araticum cagão. Você sabe por onde ele anda? Receba um grande abraço, Vereda.”

A bondade da quixabeira Volto aos pés de paus da caatinga, listados por Lampião para as anotações do repórter Benjamin Abrahão, e glosados pelo escritor Frederico Pernambucano de Mello no seu livro Benjamim Abrahão: Entre Anjos e Cangaceiros. Tem a quixabeira, por exemplo, que é a árvore que mais tem nas Queimadas e adjacências, cuja frutinha, de cor preta e leitosa, faz as festas das cabras, bodes e ovelhas. Frederico Pernambucano comenta: “Por fim, a quixabeira, de uso certo para acudir ferimentos de bala e de faca, traumatismo, contusões em geral, diabetes, e ainda como tônico, verdadeira farmácia de portas abertas na chã da caatinga, serventia louvada em “laudo médico” delicioso pelo repentista alagoano Joaquim Jaqueira, ainda no século XIX:

Empresa Jornalística Tribuna do Norte Av.Tavares de Lira,101 - Ribeira - Natal/RN CEP:59010200 Fone: (PABX) 4006-6100 Fax: (0xx84) 4006-6124 Endereço eletrônico: www.tribunadonorte.com.br

Quixabeira é um pau santo Engorda bode e ‘oveia’ E o cabra que leva peia, Se tomar chá do entrecasco Desse mato abençoado, Engorda e fica corado, Vira o homem do lugar... Sem ser preciso tomar Nenhum remédio de frasco!” Frederico Pernambucano cita ainda uma quadra do poeta alagoano que resume uma seca braba no sertão do Riacho do Navio, onde aparece outra planta milagrosa da caatinga, a macambira: “O povo da Fuloresta Por seca, não se arretira, Porque tem o refrigério Do preá e da macambira” É abençoada sapata da macambira que, misturada ao cardeiro e outros caqtácios das Queimadas me tem ajudado a salvar umas vaquinhas Sindi. Diretor Presidente: Henrique Eduardo Alves Superintendente: José Roberto Cavalcanti Diretor Adm.e Operações: Ricardo Luiz de V.Alves Diretor Financeiro: Agnelo Alves Filho Diretor de Redação:Carlos Peixoto cpeditor@tribunadonorte.com.br Gerente Comercial: Eliane Rocha Gerente de Marketing: Andréia Barandas Gerente de Circulação: Thales Vilar

Não sou saudosista, mas gosto de lembrar dos velhos carnavais – As chaves que entreguei a Sua Majestade, foram as mesmas com as quais “curti”a cadeia, preso pela ditadura”

Bem-vindo Rei Momo

N

ão sou propriamente o que chamam, pejorativamente, de “saudosista”. Mas nutro uma saudade danada do que vi e do que gostei. E o remédio que adoto para aguentar uma saudade é viver o presente com a mesma intensidade e projetar o futuro com a mesma confiança de que será sempre melhor. Ligando a 104 FM, me emocionei ouvindo um musical carnavalesco que me remeteu ao passado, até à corte de Sua Majestade, o Rei Momo, de nome Luiz Muraih. A música era “Aurora” - de autoria de Mário Lago - a quem se lamentava por não ser sincera com dizeres, que me lembro, assim: “Se você fosse sincera, oh, oh, oh, Aurora, veja só que bom que era, oh, oh, oh, Aurora”... Já entreguei as chaves da Cidade, como prefeito, ao Rei Momo, se não me falha a memória, de nome algo complicado, mas eu o repetia como algo engraçado. Na vida civil atendia pelo nome de Luizinho Doblichem – Assim mesmo que se escreve? – que ele complicava mais ainda quando se dirigia a seus súditos, entre os

quais eu, então prefeito. Depois, nos Anos de Chumbo, eu estava trancafiado. Lembro bem a porta trancada e as chaves me alertando que eu estava preso exatamente por ser prefeito... Valeu, como nunca, o que aprendi instintivamente, “criar um mundo para mim”, embora sem esquecer o passado. Um “saudosista”, eu? Não no sentido pejorativo, não. Mas com a saudade que vivi, embora já em pleno mundo novo que crio para mim. Pois é. Se Aurora não era sincera, criei as colombinas, as odaliscas, passei a reverenciar o Rei Momo, primeiro e único nas encarnações fiéis à Monarquia da Alegria, embora nunca tenha sido um folião exacerbado. Gostava mais das “irreverências” do “Pega no Vento”, bloco criado sob a liderança do inesquecível Érico Hackradt. “Dona Maria tinha uma galinha. E a galinha có, o

gato miau, o cachorro au au... E a galinha có”... Cadê o galo? O galo cantava e terminava fazendo o discurso ao dono da casa que “assaltávamos” na folia. A minha geração já se foi quase toda. Que Deus seja misericordioso em tê-la – a minha geração – no lugar merecido pelas criaturas dotadas de alegria de viver e partilhar. Mas me deixe por aqui, contemplando a beleza do arco-íris, sentindo o calor do velho sol de todos os dias e a amenidade da lua, recitando Olavo Bilac: “Ora direis, ouvir estrelas! Certo, perdeste o senso! E eu vos direi, no entanto, que, para ouvi-las, muitas vezes desperto e abro as janelas pálido de espanto”... Seja bem-vindo Majestade, Rei Momo, primeiro e único.

Brum - www.rabiscosdobrum.zip.net

Cartas Policiais Em usurpação de função a PM vive fazendo investigação pelo que chamam de serviço reservado e atuando à paisana com carros descaracterizados, quando deveriam atuar em serviço EXCLUSIVO para investigar os policiais militares em delitos e atividades ilícitas. Agora se acham os donos da ruas e o que dá é este erro primário de quem não foi e não é preparado para desempenhar atividade investigativa. Estes policiais deveriam é estar com viaturas caracterizadas e dando segurança à população de forma ostensiva e parar de brincar de ser policial civil/Judiciária.Tenho dito! luger@oi.com.br

América I O América precisa de compromisso, decisão e transparência. Três palavrinhas mágicas que evitariam o time entrar e podem fazêlo sair dessa crise.

MURILO MELO FILHO [ escritor da ANRL e da ABL ]

fguimaraes@ufrnet.br

América II

Natal: minha cidade querida om muita honra e com saudade, sou um natalense da gema, entre “xarias”, da Cidade Alta, do peixe nobre e “canguleiros”, da Cidade Baixa, comedores de cangulo. Nasci há 84 anos na Av. Tavares de Lira, onde está um depósito desta “Tribuna do Norte”. Morei depois na Rua das Virgens, hoje Câmara Cascudo, paralela à Dr. Barata e ao comércio de então, quando ouvi o pipocar dos tiros da Revolução Comunista de 1935, que, segundo Graciliano Ramos me diria depois, não foi uma revolução, mas sim uma doidice. Tinha apenas 14 anos de idade, quando comecei a trabalhar, sucessivamente, nos jornais “A Ordem”, de Otto Guerra, Ulysses de Góes e Nazareno de Aguiar; no “Diário de Natal”, de Djalma e Luiz Maranhão; e em “A República”, de Danilo, Antônio Pinto, Newton Navarro, Rivaldo Pinheiro, João Wilson, Aluízio Alves, Veríssimo de Melo e Valdemar Araújo. Estudei no Atheneu, com os Professores Câmara Cascudo, Gentil Ferreira, Clementino Câmara, Esmeraldo Siqueira, Celestino Pimentel, Monsenhor João da Mata, Cônsul Luís Vanderley, Padre Monte, Luís Torres, José Gurgel, Hostílio Dantas e Véscio Barreto. Aquela era a emoção própria de um jovem de 17 anos, que emigrava daqui de Natal, para, sozinho, enfrentar, no Sul do País, os perigosos desafios da vida. Hoje em dia, transcorridos tantos anos, volto o meu pensamento para as angústias e sofrimentos que enfrentei na assustadora megalópole do Rio de Janeiro. O môço tímido das peladas nos areais do bairro do Tirol, em Natal, via-se, de uma hora para outra, aterrorizado ante a Cidade Grande, tendo diante de si apenas uma opção e uma alternativa: vencer ou vencer. Relembro, então, as madrugadas na redação dos jornais, as aulas noturnas na Faculdade de Direito, geralmente dormindo sobre as carteiras, vencido pelo sono e pelo cansaço, o escasso dinheiro para a média com pão e manteiga e para a passagem do

C

Classificados: Redação Fax Venda Avulsa Assinatura Natal Reclamações Natal ASSINATURA Mensal (à vista) Semestral (à vista) Anual (à vista)

4006-6161 4006-6113 4006-6124 4006-6100 4006-6111 4006-6111 R$ 43,00 R$ 258,00 R$ 516,00

PREÇO DO EXEMPLAR Rio Grande do Norte 3ª a Sábado Domingo Outro Estado 3ª a Sábado Domingo

bonde; as penosas marchas dos domingos, na Infantaria do C.P.O.R. Relembro,então, Agora, vejo que tudo as madrugadas na aquilo valeu a pena: os esredação dos pinhos da juventude, como jornais,as aulas as flores de François Manoturnas na lherbe, desabrocham agoFaculdade de ra na Maturidade, quando Direito, já damos um balanço sobre geralmente o passado e vemos, felizes, dormindo sobre as que de nada temos para nos carteiras,vencido arrepender: pelo sono e pelo 1.Nem do casamento cansaço,o escasso que, há 60 anos, celebrei dinheiro para a com esta mesma mulher, média com pão e Norma, companheira admanteiga.” mirável até hoje. 2. Nem da religião, que abracei desce criança e que até hoje professo com tanto fervor. 3. Nem do jornalismo, de Carlos Lacerda, na “Tribuna da Imprensa” e de Adolpho Bloch, na “Manchete” e na “TV-Manchete”, que proporcionaram tantas compensações: de acesso a reis, rainhas, príncipes, chefes de Estado e de Governo – entre muitos outros: Kennedy, Nixon, Reagan, De Gaulle, Nasser, Fidel Castro, “Che” Guevara, Selassiê, Gromiko, Allende e Peron – homens todo-poderosos, que escreveram a história do mundo no Século XX, por mim entrevistados pessoalmente, ao longo de 30 anos, em 15 viagens à Europa, 13 aos Estados Unidos, 5 à África, 4 ao Japão e às guerras do Vietnã e do Camboja. 4. Nem das Academias Norte-Riograndense e Brasileira de Letras, para as quais me elegi, respectivamente, há 16 e há 11 anos, nas quais tanto tenho me esforçado para honrar, dignificar e respeitar o Rio Grande do Norte e o Brasil. 5. Nem da afeição e do carinho de muitos conterrâneos, nesta minha querida Cidade de Natal, confiada às mãos de um admirável Prefeito, da qual sinto hoje, e sentirei sempremuita falta e saudades imensas.

Ilmº Sr. Alex Padang, há três anos, nesta mesma coluna, eu, já alertava para as dificuldades financeiras dos clubes do RN, sobretudo, por causa das míseras rendas advindas de bilheterias dos estadios. E logo, veio a demolição do MACHADÃO, onde, pelo menos, amainava a pobreza de recursos. Isto levou os clubes da capital a atuarem no simpático e acolhedor NAZARENÃO, em Goianinha, distante 60 KMs de Natal. Pergunto: Quem, em sã consciência vai sair de Natal, pegar a BR-101 e viajar uma distância dessas para ver jogos de jogadores turistas, sem compromisso com o clube ou com o torcedor? Naquela época, já alertava com veemência, da necessidade premente, de se investir massiva e maçiçamente nas divisões de base, pois delas é que vem a perfeita identificação com o clube e com a torcida. Enquanto o América não repensar a necessidade urgente, seja de clubes grandes e pequenos, no valor das divisões de base, todos vão viver de pires na mão. Então, a solução é pragmática DIVISÕES DE BASE URGENTE! elizeu.caetano@yahoo.com.br

Pró-transporte Precisamos dessa obra pra ontem, na av. das Fronteiras ao lado dos Panatis, os pedestres têm que escolher entre a lama ou a mira dos motorista irresponsáveis que ficam brincando com seus carros levantando SOM e POEIRA, uma verdadeira terra de ninguém ! joanajanete@yahoo.com.br

FILIADO AO

R$ 1,50 R$ 2,50

FILIADO AO INSTITUTO VERIFICADOR DE CIRCULAÇÃO

R$ 2,00 R$ 3,20

REPRESENTANTE NACIONAL – Pereira de Souza & Cia Ltda: Rio de Janeiro :(O21)2544-3070 – São Paulo:(011) 3259-6111

FILIADO À ASSOCIAÇÃO NACIONAL DE JORNAIS

REDE CABUGI DE COMUNICAÇÃO TRIBUNA DO NORTE 4006-6100 Rádio Globo/Cabugi (AM) Natal 4006-6180 104 (FM) Parnamirim 3272-3737 Rádio Difusora de Mossoró (AM) 3316-3181/2181/3317-6167 Rádio Cabugi do Seridó (AM) J.do Seridó 3472-2759 Rádio Baixa Verde (AM)J.Câmara 3262-2498 Pereira de Souza(SP) 11/3259-6111 Pereira de Souza(RJ) 21/2544-3070


política

Domingo| 10 de fevereiro de 2013

Notas & Comentários colunanotas@tribunadonorte.com.br

Responsabilidade do Legislativo governadora Rosalba Ciarlini prefere não adotar um discurso que possa ser entendido com pressão para que os deputados aprovem o projeto que visa recompor os orçamentos do Judiciário e do Ministério Público, enviado à Assembleia Legislativa. Ela afirma que o Executivo fez sua parte ao negociar com os demais poderes e mandar uma proposta ao Legislativo. Agora, avalia a governadora, a responsabilidade por alguma demora na apreciação do projeto é dos deputados estaduais.

A

Escolha do secretário O vereador Franklin Capistrado (PSB) desistiu de ocupar a primeira secretaria da Câmara Municipal de Natal. Com isso, tão logo os vereadores retornam às atividades legislativas, na terçafeira (19), devem organizar no-

va eleição para a escolha do substituto. As articulações em curso indicam que a vaga não será ocupada por um vereador do PSB, uma vez que o partido teve a oportunidade de indicar um nome, que acabou por desistir.

Carnaval na Bahia A presidenta Dilma Rousseff passa os feriados de Carnaval na Bahia, descansando na Base Naval de Aratu, em companhia de familiares. Dilma chegou em Salvador no sábado, mas não participará de qualquer festejo carnavalesco na capital baiana, como chegou a ser especulado.

A confirmação da ida da presidenta Dilma para a Bahia e a informação de que ela “não participará de atividades festivas” estão publicadas no Blog do Planalto. No ano passado, Dilma também passou o Carnaval na base de Aratu descansando, assim como esteve lá nas festas de fim de ano.

DIVULGAÇÃO

Participação do Vaticano

O embaixador do Vaticano no Brasil,Dom Giovanni D’aniello,confirmou que vai participar da inauguração da Escola de Governo.A solenidade está programada para a próxima sexta-feira,dia 15.O novo espaço para formação de servidores vai homenagear o cardeal dom Eugênio Sales.A governadora Rosalba Ciarlini anunciou que fará um convênio da Escola de Governo com a UERN para a instituição universitária oferecer cursos no local.

MENSAGEM DO PREFEITO O retorno das atividades da Câmara será na terça-feira, quando o prefeito Carlos Eduardo fará a leitura da mensagem anual ao Legislativo. A expectativa é que ele apresente, 45 dias depois de assumir o mandato, um diagnóstico mais preciso da situação financeira e administrativa do município. E destaque soluções para os problemas encontrados.

Apelo internacional A Associação Nacional dos Magistrados da Justiça do Trabalho (Anamatra) denunciou o Brasil à Comissão Interamericana de Direitos Humanos, sediada em Washington, sob a acusação de desrespeitar os princípios constitucionais da independência harmônica entre os três poderes da República e da revisão anual dos subsídios de todos os servidores públicos. No documento de 95 páginas entregue quarta-feira (6)

à Comissão, ligada à Organização dos Estados Americanos (OEA), a Anamatra alega que a omissão do Executivo e do Legislativo na recomposição anual das perdas inflacionárias nos subsídios da magistratura representa uma agressão à independência do Judiciário. Além disso, a associação ressalta que foram esgotadas todas as possibilidades de reversão do problema no Supremo Tribunal Federal (STF).

SONDAGEM Uma pesquisa será aplicada em Macau neste período de Carnaval. O objetivo é levantar os hábitos, costumes, investimentos, origem e perfil do folião macauense. A pesquisa, aplicada pelo instituto Smart, servirá de base para uma avaliação do Carnaval no município.

Investigação do mandante A Comissão Nacional da Verdade vai investigar os nomes de todas as pessoas envolvidas no caso do deputado cassado Rubens Paiva, morto em 1971, no DOI-Codi do antigo 1.º Exército, no Rio. Em resposta ao filho do deputado, escritor Marcelo Rubens Paiva, que, em entrevista ao

jornal O Estado de S. Paulo, disse que não basta conhecer e punir apenas quem bateu e torturou, sendo necessário responsabilizar também quem deu as ordens. Assessores da comissão informaram nesta sexta-feira que toda a cadeia de comando será investigada.

Deputado,qual o principal desafio do senhor na presidência da Câmara dos Deputados? Eu acho que é a valorização do Parlamento e da atividade parlamentar, que vem perdendo, nos últimos anos, essa importância por conta do número excessivo de medidas provisórias, que sufoca a pauta do Congresso, reduz a atividade da Câmara a um apertar botão, deixando de ser a Casa do cenário dos debates sobre os problemas nacionais, sem ter uma pauta própria, na qual possamos fazer da agenda do Legislativo. Tem a questão do FPE, dos royalties, da segurança pública, o marco regulatório... É uma agenda tão intensa e essa Casa tem que se dedicar a ela. Volto a dizer, o Poder Legislativo não foi feito para empurrar com a barriga, para deixar para depois. O Poder Legislativo foi feito para fazer, discutir e votar. Essa é a prioridade. Temos que implementar isso na Casa para ela ganhar, cada vez mais, o respeito o carinho do povo brasileiro. Logo após ser eleito,alguns jornais interpretaram declarações do senhor como sendo afirmação de que não iria cumprir decisão do Supremo Tribunal Federal (sobre a cassação dos deputados condenados no processo do Mensalão).Essa interpretação foi correta? Não. É absurda. Seria a irresponsabilidade da irresponsabilidade imaginar um conflito entre dois Poderes basilares da democracia e da cidadania, que são o Legislativo e o Judiciário. Eu acho que esses Poderes não são concorrentes. Eles têm que chegar sim a um entendimento, a Constituição define as tarefas, direitos e deveres de cada poder. No discurso ainda como candidato o senhor tratou do orçamento impositivo para emendas individuais. Essa será uma das suas prioridades? É uma das questões que valoriza o parlamentar. Entende-se, em alguns momentos, emendas individuais são pequenos pleitos, pequenas carências. Mas são fundamentais nas comunidades, nos assentamentos, nas pequenas cidades, que só chegam a Brasília pelos seus parlamentares, que são os condutores. Aqui e acolá interpretam de maneira pejorativa essas emendas individuais que são essenciais para quem vive no município, convive com seus problemas e seus dilemas. Aqui essas emendas demoram na tramitação, porque vira um conta gotas ontem, anteontem e hoje dos governos. Isso constrange o Governo e humilha o parlamentar. O que nós queremos e faremos é uma comissão especial. Há três PECs (Propostas de Emenda Constitucional) que tratam do assunto e tornam impositivo o orçamento em relação às emendas individuais. Vamos acertar com o Governo. Nada de comprometer o orçamento, nada de irresponsabilidade. Mas de forma equilibrada vamos fazer um percentual importante para que essas emendas sejam respeitadas de forma impositiva no orçamento. O senhor, enquanto candidato,falou em garantir a independência da Câmara dos Deputados.Como alcançar isso? Eu lhe dou um exemplo: a questão dos vetos. E até assumo um “mea-culpa” por estarmos há mais de 12 anos sem votar um veto sequer. Tem mais de 3 mil vetos engavetados. Isso quer dizer que a última palavra do projeto legislativo está sendo o veto. Isso hoje e anteontem, nesses governos todos. Isso apequena o Poder Legislativo. Resolver isso é uma questão central. O Poder Executivo pode vetar, mas a última palavra tem que a ser a análise do Legislativo. Isso vai ter implicação na hora de apresentar alguma emenda do governo avaliar se deve vetar ou não. Isso fará uma interação maior na hora de aprovar e do Governo vetar ou não. Porque a palavra final vai ser do Poder Legislativo. E dará uma maior valorização e respeito. É importante para o povo brasileiro.

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

3

FOTOS:ALBERTO LEANDRO

ENTREVISTA/HENRIQUE EDUARDO ALVES/PRESIDENTE DA CÂMARA

“O Governo Rosalba está muito fechado e sem articulação” ALDEMAR FREIRE E ANNA RUTH DANTAS

O

distanciamento entre o PMDB e o Governo Rosalba Ciarlini fica mais evidente. As dificuldades do Executivo com o partido estão perceptíveis nas declarações do novo presidente da Câmara, deputado federal Henrique Eduardo Alves. Na primeira entrevista a um veículo de comunicação potiguar, após ser eleito para o comando da Câmara, o peemedebista reclama da falta de articulação do Governo e da ausência de interlocutores. Ele confirma o naufrágio do conselho político. “Não é cargo por cargo, é poder contribuir, ter uma participação mais efetiva, o Governo se abrir mais, ser mais transparente até sobre suas dificuldades e não com conversas isoladas que não tratam o conjunto dos graves problemas pelos quais atravessa o Rio Grande do Norte”, analisa. Para o deputado federal, o Governo Rosalba Ciarlini está pecando pelo isolamento e por tratar as questões não de forma macro e com transparência, mas de forma setorizada. No entanto, ele afirma que a governadora tem capacidade para se recuperar. O deputado federal também pondera que as críticas administrativas não têm qualquer relação com o pleito de 2014. Henrique Eduardo Alves afirma não ser o momento para tratar sobre possíveis candidaturas. Para ele, o momento é de união dos líderes, da bancada e de todo Estado. E o novo presidente da Câmara alerta: “Uma andorinha só não faz verão”. “Não adianta ter um político de grande importância, se ele não tem a união do Estado, a união da bancada”, observa. Para o deputado federal, a condutora do processo de união em prol dos grandes projetos do Estado deve ser a governadora Rosalba Ciarlini.

der Executivo, porque ali se transmitirá sempre, no que puder realizar, a vontade do povo brasileiro, agrade ou desagrade o Governo. Somos o pensamento do povo brasileiro, interpretada pelos seus representantes. Acho que essa é uma questão essencial para democracia e há de ser respeitado pelo Governo.

Somos o pensamento do povo brasileiro, interpretada pelos seus representantes. Acho que essa é uma questão essencial para democracia e há de ser respeitado pelo Governo” Algumas votações poderão desagradar o Poder Executivo. Isso pode fragilizar a relação do PMDB com o PT? Acho que a nossa história é democrática. O Governo é democrático. A formação democrática da presidente Dilma, a história dela... Ela haverá de entender que é o melhor para democracia e para o país os poderes independentes e harmônicos. O Executivo faz a sua parte e está fazendo muito bem. Está aí a avaliação sobre o Governo da presidente Dilma, o Judiciário cumprindo o seu dever, da interpretação das leis aprovadas pelo Legislativo, e tem o Legislativo sendo a casa do povo brasileiro, interpretando suas carências, seus sonhos, suas aspirações, seus direitos e seus deveres. As votações que acontecerem na Casa terão que ser respeitadas sim pelo Po-

Como o senhor pretende dar celeridade aos vetos e às medidas provisórias? A Medida Provisória tem o problema da quantidade, sufoca a pauta. Você não tem oportunidade de votar projetos de iniciativa dos parlamentares porque não há tempo. A Medida Provisória tranca a pauta, sem contar que inviabiliza outras votações que estão aí e muitas delas dizem respeito a questão da saúde, da segurança pública, da educação, mas que não podem ser votadas pela priorização das Medidas Provisória, do regimento. Mas isso vai mudar. Na hora em que você permite a apreciação dos vetos pelo Poder Legislativo, que é algo constitucional e que não fazia, o Legislativo se tornará mais ágil e mais eficiente. A Reforma Política será, finalmente,apreciada? Outra falha nossa. Há quantos anos se fala que é prioridade e não se consegue viabilizar essa prioridade? É difícil cada partido, até cada parlamentar individualmente, deixar de pensar na sua reeleição, no seu partido, na próxima eleição. Temos que fazer uma reforma, nem que seja para daqui a dez anos, para melhorar o sistema eleitoral que está aí, que todos reclamam, questionam, mas não se consegue chegar um consenso para que esse regime eleitoral seja aperfeiçoado. Esse debate terá que ser

travado sim, vamos colocar essa pauta para que seja votada. O que tiver maioria passa, o que não tiver não passa. Há questões como a coincidência das eleições. O Congresso a cada dois anos paralisa por causa das eleições. Não se pode ter convênio, não pode ter ações com municípios, com Estado, porque as ações se tornam eleitoreiras. Então queremos encontrar uma maneira que essa coincidência (de eleições) possa dar um tempo maior àqueles que se elegem sobretudo para o Poder Executivo. Esse é um dado que vamos caminhar e outras propostas que levaremos, se não ao consenso, mas com a maioria dos votos na Câmara dos Deputados. Apesar da vitória em primeiro turno,a sua maioria foi mais apertada do que o senhor esperava na eleição para a Presidência da Câmara dos Deputados? Acho que foi o fato de enfrentarmos três candidatos como enfrentamos, a mobilização natural dos seus partidos, dos seus parlamentares. Foi uma vitória importantíssima. Muitos apostavam no segundo turno, a imprensa apregoava que poderia dar segundo turno. Acho que conquistamos uma vitória importantíssima, decidida no primeiro turno. A eleição que aconteceu me honra muito, um parlamentar de 42 anos de história... Honra muito o meu Estado. E se Deus quiser vamos fazer essa Casa mostrar a sua importância, seu papel, interação com a sociedade, e vamos honrar essa votação que me elegeu.

LEIA MAIS a continuação da entrevista na página 4.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

política

Cláudio Humberto E-mail: ch@claudiohumberto.com.br - www.claudiohumberto.com.br

PR veta Blairo Maggi senador Alfredo Nascimento (AM), presidente do Partido da República (PR), vetou o senador Blairo Maggi (MT) para assumir ministério no governo Dilma. Em conversa com a presidenta, quinta, ele afirmou que ele pode até ser o escolhido, mas não representará o PR. O partido não perdoa Blairo após ele haver declarado que não admite ser comandado por Valdemar da Costa Neto, condenado no mensalão.

O

Entre nações amigas não existe constrangimentos”

Chanceler Antonio Patriota sobre o embaixador venezuelano em ato contra o STF

Saia justa

PR não perdoa

Para piorar, Blairo fez consulta à Justiça Eleitoral em busca de carta branca para deixar o PR sem o risco de perder o mandato no Senado.

Blairo quis saber do TSE se a condenação do mensaleiro Valdemar seria uma “justa causa” para ele deixar o PR e manter o mandato.

NÃO DÁ A MÍNIMA O senador Magno Malta (PR-ES) não esconde a rejeição a Blairo Maggi: “Ele nos trata igual a um saco de soja”. NEGOCIAÇÕES Em busca de apoio para 2014, Dilma combinou nova conversa com o PR após o carnaval. Ela quer concluir a minirreforma até março.

Chefe acusado de sonegação É muita falta de sorte do Brasil: fundador do Cirque du Soleil, o italiano Franco Dragone é investigado na Bélgica por suposta fraude fiscal da holding Franco Dragone Entertainment Group, que organizará a festa

de abertura da Copa em São Paulo e do encerramento no Maracanã, no Rio. Não paga impostos desde 2001, lavando dinheiro em paraísos fiscais. Dragone processa o jornal belga Le Vif pelas denúncias.

‘Confiante’

Refúgio do DEM

Dragone, organizador da festa da Eurocopa 2000, confirmou ser alvo de inquérito, mas se diz “confiante” no esclarecimento das denúncias.

O prefeito ACM Neto convidou os deputados do DEM a passar este domingão de carnaval no camarote da prefeitura, em Salvador.

DE PLANTÃO O presidente do PMDB, Valdir Raupp (RO), ficou em Brasília, no carnaval, para organizar a convenção nacional do partido, em março.

Mensagem a Garcia Dilma não visitou Marco Aurélio Garcia no Incor-DF, só telefonou. Ela nunca esqueceu o mico diplomático que amargou, quando Top-Top não a po-

sicionou claramente do que havia acontecido no Paraguai, com o inexistente “golpe” contra o ex-bispo tarado Fernando Lugo.

CANTOS DO EXÍLIO Aumentou a distância entre os gabinetes de Dilma e o do vice Michel Temer, segundo muy amigos dele. A chefona não tem perguntado nem pelo livro de poesias de Temer, aliás, muito elogiado.

Bom exemplo O deputado Ruy Carneiro (PSDB-PB) quer reunir os 53 deputados que abriram mão do 14º e do 15º salário para pressionar a votação do fim da moleza.

Dois deputados do DF estão entre os primeiros a dispensar a remuneração maldita: Luiz Pitiman (PMDB) e Antonio Reguffe (PDT).

Novos tempos

Ameaça direta

Presidente do PPS, Roberto Freire (SP) diz estar esperançoso sobre o novo presidente da Câmara, Henrique Alves (PMDBRN): “Na gestão do PT, viramos correio de transmissão dos interesses do governo”.

Deputados do Maranhão estão em pé de guerra com o secretariado de Roseana Sarney (PMDB). A bancada acusa cinco secretários de ajudar prefeitos em troca de apoio para a Câmara dos Deputados em 2014.

Cherchez l’homme É cercada de mistérios na Venezuela a carreira do embaixador Maximilien Sánchez, que tripudiou sobre a lei brasileira apoiando em

público os meliantes do mensalão. Militante trotskista, teria nascido em subúrbio de Paris e obtido nacionalidade em tempo recorde.

Perigo constante Servidores das duas torres do Congresso estão preocupados: não há escadas externas e nada pode ser feito, porque o prédio é tombado. Os bombeiros nem encostariam no prédio, por causa do espelho d’água.

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Como o senhor imagina que será o seu relacionamento com a imprensa? Tem que ser o melhor possível. A imprensa é parceira, desde muito tempo, quando faltou voz na garganta, tinta, quando foi silenciada pela ditadura. Foram os Henriques de hoje e de ontem e o parlamento que serviram de trincheira para a liberdade de imprensa. Ela (a imprensa) é essencial à democracia que queremos, à liberdade que respiramos. Ela é parceira sim, mesmo com suas críticas exacerbadas aqui e acolá, mas faz parte do processo de construção de democracia e conscientização do povo brasileiro, da informação correta que chega ao cidadão. Acho que a imprensa é fundamental em qualquer processo de democracia. É parceira sim do Poder Legislativo, ontem, hoje e sempre. Quais as implicações da eleição do senhor para a política do Rio Grande do Norte. Já vislumbra projeto para 2014? A importância não é eleitoral. É política, sim, mas sobretudo administrativa. Acho que o Rio Grande do Norte tem uma oportunidade talvez única, na sua história, de ter um parlamentar presidente da Câmara, outro parlamentar ministro da presidente Dilma, e outros deputados e senadores influentes na sua bancada. Essa é uma hora importante de nos unirmos. Não é hora de pensar em 2014. Precisamos deixar 2014 para 2014. Se não for assim, vamos começar a a divisão a partir de agora. O Ceará já cresceu tanto, a Bahia também, Pernambuco também. A hora é agora do Rio Grande do Norte. Temos muitos desafios a enfrentarmos, como a duplicação da BR 304, o novo porto para o Rio Grande do Norte, questão da ferrovia, da eólica que aí está exigindo ações maiores do Governo Federal e da Eletrobrás. Enfim, acho que esse é o momento do Rio Grande do Norte se unir, deixar 2014 para 2014. Assim nós poderemos fazer frente aos outros Estados na disputa natural por prioridades e fazer o nosso Estado ter o seu momento, a sua hora. Temos aí o aeroporto de São Gonçalo do Amarante, que vai abrir nosso Estado para o mundo, deixar o RN a seis ou sete horas da Europa, mais próximo dos Estados Unidos, trazer não só passageiros, mas cargas também. Temos a Copa do Mundo que vai mostrar nosso Estado. Também é a hora de fazer o Estado mostrar suas potencialidades e sobretudo a grande qualidade que ele tem que é a qualidade de trabalho do seu povo. O PMDB pode mudar seu arco de alianças no Estado? Eu acho que essa relação com o Governo (Rosalba) não está bem. O Governo está muito fechado, sem articulação competente na área política, o que, conseqüentemente, trava as demais discussões. Nós propusemos, há muito tempo, um conselho político, com as principais lideranças do Estado, políticos experientes, que já governaram o Rio Grande do Norte. O Conselho iria se reunir a cada trinta dias, avaliar os erros, projetar o futuro, planejar as ações nos campos administrativo e político. Mas essas coisas não aconteceram, lamentavelmente. Acho que o Governo está muito fechado, se isola muito. Não é bom para o Governo, para a parte administrativa. PMDB continua a espera de que isso possa acontecer. Estamos torcendo para fazer com que as coisa melhorem efetivamente. O PMDB está pronto para dar uma contribuição. Mas chega a hora em que a gente pergunta: querem? De que maneira? Até quando? Essas perguntas estão sem respostas. O PMDB poderá deixar então a base do Governo Rosalba Ciarlini? O partido está insatisfeito, há uma reclamação de toda base. Vários líderes já externaram isso, o ministro Garibaldi Filho, os deputados estaduais, prefeitos, lideranças. Isso (a reclamação) ocorre por essa falta de liderança (do Governo), de entendimento. Não é

FOTOS:ALBERTO LEANDRO

“Seria até uma irresponsabilidade tratar de eleição neste momento”

O PMDB está pronto para dar uma contribuição. Mas chega a hora em que a gente pergunta: querem? De que maneira? Até quando? Essas perguntas estão sem respostas”

cargo por cargo, é poder contribuir, ter uma participação mais efetiva, o Governo se abrir mais, ser mais transparente até das suas dificuldades e não com conversas isoladas, que não tratam o conjunto dos graves problemas pelos quais atravessa o Rio Grande do Norte. Temos uma governadora trabalhadora, uma pessoa da melhor índole, uma pessoa honesta. Mas há problemas essenciais e falta no Governo (de Rosalba Ciarlini) diálogo, abertura, para que ele (o Governo) possa dar uma contribuição maior. Essa palavra não depende de nós, depende da iniciativa do Governo, de saber até que ponto ele quer uma participação mais efetiva do PMDB. O PMDB poderá lançar candidato próprio ao Governo em 2014? Acho que falar em 2014 seria até uma irresponsabilidade. Eu soube até que um dia desses soltaram pesquisa. Pesquisa agora no

começo de 2014? É algo sem o menor sentido, não tem lógica. Nenhum nome daquele corresponde à menor lógica, nem daqui a três meses. Informaram o resultado (da pesquisa) e 80% ou 90% dos eleitores não sabem quem serão os seus candidatos. Lógico que não sabem. O eleitor não está preocupado de jeito nenhum com isso. Está preocupado com a educação, a saúde, o emprego, a renda. É hora dos políticos pararem de falar em eleição e tratarem de como ajudar o Rio Grande do Norte, numa situação difícil em que se encontra. As maiores dificuldades estão marcando o presente e nós temos tudo para, nessa hora, fazer um time atuante de força política no Estado e no Brasil para ajudar o nosso Estado. O PMDB se dispõe sempre a isso. E para o Senado? O partido lançará candidato? Digo a mesma resposta ante-

rior. Acho, sinceramente, irresponsabilidade tratar de questão eleitoral. Sempre nos divide (as questões eleitorais), você já trata a relação diferente, olha enviesado (quando começa a discussão sobre eleição). Não é hora disso. Vamos ver o exemplo do Ceará, da Bahia, de Pernambuco, que tiveram a capacidade de unirem, portanto. Não é possível que nosso Estado não faça isso agora, com a oportunidade que está tendo. Uma andorinha só não faz verão. Não adianta ter um político de grande importância, se ele não tem a união do Estado, da bancada. A governadora é líder natural desse processo. Não é hora de questionar sobre 2014, sobre quem vai estar cada um. Faço esse apelo à classe política do nosso Estado. É hora de pensar no nosso Estado, há muitas propostas paradas a espera de uma decisão que é política e é administrativa também. Qual a sua mensagem aos potiguares,nessa sua primeira entrevista a um veículo de comunicação do Rio Grande do Norte após sua eleição para presidente da Câmara? Quero agradecer ao meu Estado. Imaginem a emoção que estou vivendo por de ter sido eleito presidente da Câmara dos Deputados do Brasil. Um Estado pequeno, único representante do PMDB na bancada do Estado, tantas bancadas numerosas, tantos Estados grandes, de repente um parlamentar lá do Rio Grande do Norte, do PMDB que tem um deputado federal, consegue se fazer presidente de 513 deputados federias do Brasil. Esse é um momento ímpar na minha vida, meu pai (Aluízio Alves) deve estar me abençoando muito para chegar a esse momento e continuar de cabeça erguida. Mas não posso esquecer que isso só está ocorrendo porque o Rio Grande do Norte, de maneira generosa, tem me feito seu representante em 11 mandatos consecutivos. Toda essa história passa e registra o meu Estado. Quero retribuir. E eu convoco a todos para uma unidade de todos. Vamos esquecer diferenças partidárias, eleitorais. A eleição que passou e a que virá é daqui a quase dois anos. Vamos nos unir, nos dar as mãos e daqui a um ano ou um ano e meio, quando cada um poderá “vender seu peixe”. Mas o momento agora é de trabalhar, o Estado está precisando e exige de nós essa responsabilidade. Confio muito nesse novo momento do Rio Grande do Norte.


Domingo | 10 de fevereiro de 2013

política

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5

Integrantes do primeiro escalão afirmam que a governadora Rosalba Ciarlini só vai concluir as mudanças no secretariado quando os peemedebistas decidirem que posicionamento vão adotar na política local

[ BASE ALIADA ]

Governo espera definição do PMDB EMANUEL AMARAL

Governo Rosalba Ciarlini condiciona as mudanças a serem feitas no primeiro escalão à abertura de espaços ao PMDB, partido presidido no Estado pelo deputado federal Henrique Eduardo Alves. Auxiliares de primeiro escalão do Executivo relatam a preocupação de Rosalba Ciarlini e seus auxiliares com o descontentamento do PMDB e a disposição de articular a abertura de espaço para os peemedebistas. Atualmente, a legenda têm a indicação do comando da Secretaria de Trabalho e Ação Social, que tem como titular o professor Luís Eduardo Carneiro. O caminho encontrado pelos governistas para reatarem os laços da aliança com os peemedebistas foi ampliar os espaços no Executivo. A própria governadora e o secretário-chefe do Gabinete Civil, Carlos Augusto Rosado, já buscaram o ministro da Previdência, Garibaldi Filho, para discutirem a in-

O

Rosalba Ciarlini espera definição política para recompor equipe

[ LEGISLATIVO ] Deputados querem concentrar

investigação nas mãos do chefe do MP

Assembleia de SP quer impunidade, diz promotor ão Paulo (AE) - “É assim que nascem as PECs da impunidade”, declarou o promotor de Justiça Saad Mazloum sobre Proposta de Emenda à Constituição que tramita na Assembleia Legislativa de São Paulo para concentrar nas mãos do chefe do Ministério Público atribuição de investigar deputados estaduais por improbidade. A meta da proposta é enfraquecer os promotores sob alegação de que praticam abusos. Mazloum e o promotor Silvio Marques são autores da ação civil que irritou os parlamentares porque tira deles o auxíliomoradia - privilégio pago aos 94 deputados paulistas. “Qualquer projeto nesse sentido é absolutamente inconstitucional”, disse Marques. A iniciativa de um grupo de deputados provocou reação em série nas promotorias. O procuradorgeral de Justiça de São Paulo, Márcio Fernando Elias Rosa, se colocou “clara e inequivocamente” contrário à medida que os deputados querem aprovar. “A proposta de concentração de poder no procurador-geral não é só inconveniente para o Ministério Público, mas sobretudo e antes de tudo para a sociedade, para a defesa do próprio Estado e para a afirmação da cidadania”, afirmou Rosa. Para ele, “a atuação exitosa do Ministério Público só reafirma a adequação do modelo atual”. “A discussão é desnecessária, extemporânea e inconciliável com o momento do

S

País, de afirmação da democracia e da República”, disse. “Não suprimimos o respeito ao Legislativo, que tem o papel de discutir a conformação legal que se deve dar ao Estado e suas instituições, mas por maior que seja nosso respeito, em relação ao mérito é preciso que fique de maneira clara e inequívoca a nossa recusa a qualquer tentativa nesse sentido, mesmo porque os resultados positivos da nossa atuação não confirmam tal tentativa”, completou. CASUÍSTICA A Associação Paulista do Ministério Público repudiou veementemente “o manejo de medidas legislativas casuísticas, sem qualquer interesse para o povo paulista”. A entidade ressalta que “incumbe aos promotores de Justiça, membros do Ministério Público de primeira instância, promover o inquérito civil e a ação civil pública para a defesa do patrimônio público e social, bem como da probidade e legalidade administrativas, quando a responsabilidade for decorrente de ato praticado por deputado estadual”. A Associação declarou “confiança e apoio a todos os promotores que, no desempenho de suas prerrogativas e no estrito exercício de suas funções legais e constitucionais, adotam medidas de caráter administrativo ou judicial na proteção dos cofres públicos”.

dicação de novos peemedebistas ao primeiro escalão. Mas receberam como resposta que o assunto deve ser tratado com o deputado federal Henrique Eduardo Alves. Hoje a atenção do Governo se centra na chegada do deputado, que está em viagem aos Estados Unidos, para discutir os novos espaços a serem criados no Governo. Interlocutores de Rosalba Ciarlini garantem que ela está disposta a ceder qualquer secretaria para garantir o fortalecimento dos laços com o partido de Garibaldi Filho e Henrique Eduardo. Até mesmo indicações do Democratas, cotados para secretarias, estão condicionadas às negociações com o PMDB. A nomeação do ex-prefeito de Pau dos Ferros, Leonardo Rego, para o secretariado depende dos desdobramentos dos diálogos com os peemedebistas. Uma possibilidade para nomear Leonardo Rego seria a Secretaria de Agricultura. No entanto, a pasta também é cotada para ser en-

tregue aos peemedebistas. Outro espaço que é oferecido ao partido é a Secretaria Estadual de Recursos Hídricos. Quando definir o realinhamento da aliança com o PMDB, é que a governadora Rosalba trará a decisão sobre a acomodação do ex-prefeito de Pau dos Ferros no secretariado. A ideia inicial para atrair os peemedebistas seria exonerar Gilberto Jales da Secretaria de Recursos Hídricos e entregar a pasta para a indicação do ministro Garibaldi Filho e do deputado Henrique Eduardo Alves. Nesse caso, a governadora analisaria dois destinos para Jales: retirá-lo do Governo ou acomodálo na Secretaria de Agricultura, vaga desde a exoneração do deputado federal Betinho Rosado. Outra secretaria que poderá mudar de titular é a Saúde. As recentes notícias veiculadas na imprensa nacional, mostrando a crise na saúde pública do Rio Grande do Norte, tornaram ainda mais delicada a situação do médico Isaú

Gerino à frente da pasta. Desde o mês de novembro a governadora Rosalba Ciarlini vem fazendo uma reforma administrativa a conta gotas. O primeiro a ser nomeado foi o marido dela, o exdeputado Carlos Augusto Rosasdo, que foi para a secretaria do Gabinete Civil. Em seguida, foi indicado para controlador-geral do Estado José Anselmo Carvalho, que ocupava o Gabinete Civil. Com a ida de Betinho Rosado para a Câmara dos Deputados, a governadora Rosalba deixou vaga a Secretaria de Agricultura e teve que acomodar o suplente Rogério Marinho, presidente estadual do PSDB. A Secretaria de Desenvolvimento Econômico trocou de titular, saiu o baiano Benito Gama e entrou Rogério Marinho. Esta semana, outra mudança: o geógrafo Gustavo Szilagivy deixou a diretoria-geral do Idema. No lugar dele assumiu o agrônomo James Fernandes, cunhado do deputado estadual Ricardo Motta.

[ RUMO A 2014 ] Peemedebistas e petistas de São Paulo não querem retirar Michel Temer da vice-presidência em troca de entregar a ele a candidatura da base aliada ao governo de São Paulo

PMDB e PT descartam Temer para governador ão Paulo (AE) - As especulações sobre a possibilidade de a cúpula nacional do PT desalojar o vice-presidente Michel Temer da chapa presidencial em 2014 em favor do governador pernambucano Eduardo Campos (PSB) e entregar a candidatura ao governo de São Paulo ao peemedebista desagradam as direções estaduais do PMDB e do próprio PT. Embora líderes nacionais do partido da presidente Dilma Rousseff defendam que a aliança nacional em torno de sua reeleição prevaleça sobre os projetos estaduais, o PT paulista avisa que não abrirá mão de uma candidatura própria no Estado. Na mesma linha, o PMDB deixa claro que também terá um candidato próprio à sucessão de Geraldo Alckmin (PSDB) e que ele não será o vice-presidente. “Temer não tem disposição alguma em ser candidato a governador”, argumenta o presidente estadual do PMDB, deputado estadual Baleia Rossi, afilhado de Temer e um dos políticos mais próximos ao vice-presidente da República. Segundo Rossi, as especulações sobre a candidatura de Temer em São Paulo não têm “nenhum fundo de verdade”. “Reafirmamos total apoio à manutenção do Temer como vice da Dilma. (A candidatura de Temer em São Paulo) não é uma coisa que o PMDB pense”, disse Ros-

GILBERTO COSTA/ABR

S

Michel Temer prefere continuar na vice-presidência da República

si. Os peemedebistas acreditam que os “boatos” visam desestabilizar a atual aliança federal. Para o deputado, os possíveis candidatos a governador pelo PMDB são o atual presidente da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), Paulo Skaf, que já colocou publicamente sua pré-candidatura, e o deputado federal Gabriel Chalita, cotado também para assumir um ministério no governo Dilma. “Claro que Chalita é um nome importantíssimo

do partido para o governo, pois sua candidatura (a prefeito) na capital foi extremamente importante para o PMDB”, lembrou Rossi. Ao contrário da disposição do comando nacional do PT, o discurso de lideranças paulistas do partido ignora a candidatura de Temer Os ministros Guido Mantega (Fazenda), Aloizio Mercadante (Educação), Alexandre Padilha (Saúde) e José Eduardo Cardozo (Justiça), sendo este último com menor força, são os nomes já pos-

tos. “O Mantega hoje é o principal nome do PT”, disse uma liderança do partido. “Se a economia estiver bem, o Guido tem força”, completou. O prefeito de São Bernardo do Campo, Luiz Marinho, um dos nomes cogitados para a disputa em 2014, já comunicou ao partido que não deixará a prefeitura para se lançar ao governo estadual. Ele afirma que, se a decisão fosse hoje, apoiaria a candidatura de Mercadante. “Acho o Padilha um excepcional quadro, o Mantega tem perfil, mas minha tendência hoje seria sugerir o Mercadante”, defendeu. No entanto, o prefeito - que é um dos petistas mais próximos do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva - enfatiza que, embora a sigla ainda esteja trabalhando para construir um nome forte em São Paulo, a aliança nacional e a reeleição da presidente Dilma em 2014 é a prioridade. “A eleição da Dilma vai orientar o resto (disputa em São Paulo)”, reforçou. No entanto, segundo uma outra liderança do PT em São Paulo, o partido está mobilizado em favor de uma candidatura própria. “A (cúpula) nacional quer São Paulo para compor a tática, mas se for no voto dentro do partido não passa. Hoje o partido está mobilizado (em torno da candidatura própria)”, disse.

JOÃO GILBERTO COSTA

[ RELAÇÕES INTERNACIONAIS ] Ministro das Relações Exteriores afirma que Venezuela é “nação amiga” e, portanto, descarta divergências graves que comprometam o diálogo

Patriota nega conflito rasília (AE) - O ministro das Relações Exteriores, Antonio Patriota, confirmou que conversará com o chanceler venezuelano, Elías Jaua, sobre a participação do embaixador do país Maximilien Arveláiz em um ato em defesa do PT e com críticas à atuação do Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão. Apesar de ressalvar que esse assunto não estará no centro das conversas com Jaua, Antonio Patriota afirmou que “poderá ser levantado”, já que foi tratado em manifestações de parlamentares

B

Antonio Patriota evita declarações que provoquem conflito

O ministro das Relações Exteriores, no entanto, negou que haja um mal-estar com a Venezuela por conta dos atos de Arveláiz. “Entre nações amigas não há constrangimentos”, afirmou. Apesar da negativa, a participação do embaixador em um evento que terminou sendo em defesa do ex-deputado José Dirceu e onde foram feitas críticas duras ao STF, incomodou o Itamaraty. Foge ao padrão da diplomacia internacional embaixadores assumirem lados em assuntos internos de um país. Além disso, senadores terminaram por

cobrar de Patriota explicações pelos atos do embaixador venezuelano. Seria de praxe, na ações diplomáticas, chamar o embaixador ao Itamaraty para tratar do tema. A decisão, no entanto, foi de levar o assunto para ser tratado com Jaua, já que o encontro entre os dois chanceleres já estava marcado e foi avaliado que o assunto, delicado, seria melhor conversado no nível mais alto da diplomacia. No dia seguinte às manifestações dos senadores Álvaro Dias (PSDB-PR) e Pedro Taques (PDT-MT) sobre sua parti-

cipação no ato, Arveláiz divulgou uma nota em que diz ser parte das suas atribuições conhecer todos os acontecimentos políticos no país onde está trabalhando e que recebe e aceita todos os tipos de convites. Alegou, ainda, que o ato era sobre “realizações do governo federal no Brasil” na verdade, o ato em defesa do PT. O embaixador afirmou ainda que as críticas feitas pela oposição são uma “coerção da representação diplomática da Venezuela e de uma tentativa imprópria de usar um país irmão para disputas políticas internas”.


6

quadrantes

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

JOSÉ ARNO GALVÃO [ Advogado ]

Mudança empre preferi o mato à praia. Não que não tenha prazer em caminhar na areia da praia, molhando os pés nas águas da maré, seja na enchente, seja na vazante. Ou tomar banho nas águas do mar, pulando as ondas para não ser por elas derrubado. Foi por isso que desde a primeira viagem na companhia de meu primo “Carneiro”, filho de Napoleão e dona Constancia, empreendi tantas idas e vindas entre Tibau do Sul e a Pìpa, pela beira da praia, viagem que tem a suprema vantagem de não ser incomodado pelos carros, barrados pelos arrecifes que delimitam as diferentes praias. Mas, desde menino, sempre dei preferência a andar pelo mato. Não era por outro mo-

S

tivo que ficava na casa de meus avós, em Pernambuquinho, durante as férias, em vez de seguir com Lelo (Hélio filho, meu irmão) para a casa de seu Matias e Santa, sua mulher, lá na rua, em Tibáu, que ainda não tinha recebido o acréscimo ‘do Sul”, que foi acrescentado a sua denominação quando promovido a distrito. Essa casa, depois, foi adquirida por meu pai, quando seu Matias passou a residir na que fez construir em Pernambuquinho, quase no limite com as Cabeceiras, que, para minha sorte, possibilitou-me ir para lá, já que não mais podia ficar na casa de meus avós após o derrame sofrido por Vovó. Podia, também, ir para Tarumã, com os outros irmãos e irmãs, tomar baho nas águas do rio Catu e comer rapa-

dura feita no engenho do meu tio Yoyõ. Durante algum tempo, insisti em ter um pedaço de terra, mas tive que desistir pois essa minha preferência não era compartilhada pela minha cara-metade, nem pelas duas filhas. Apenas meu filho Joris acompanhava-me nas visitas semanais que fazia às propriedades. Foi por isso que, apesar do obsequio de Nivaldo, Prefeito de Tibáu, que exigiu da Cosern fizesse a linha de transmissão da energia elétrica para a Pipa acompanhando o traçado da estrada carroçável que as ligava, desisti do sonho de fazer uma casa no morro do Madeiro e vendi Anakena e o pedaço de terra que havia adquirido aos descendentes de João Lopes. Depois disso, ficou mais fácil desfazer-me de outras pro-

Durante algum tempo, insisti em ter um pedaço de terra, mas tive que desistir pois essa minha preferência não era compartilhada pela minha carametade, nem pelas duas filhas. Apenas meu filho Joris acompanhavame nas visitas semanais que fazia às propriedades.

priedades que cheguei a adquirir. Mas, a preferência continua. Quando frequentava meu sítio de Pium, costumava ir para lá às sexta-feiras, acordava cedo, fazia meu café e ia andar pelo meio do mato. A polícia quebrou minha alegria quando, no episódio da fuga de Alcançus, onde jamais deveria ter sido construído um presídio, fez de meu carro alvo para testar a pontaria. O pai de minha nora Candice qualificava minha casa de Capim Macio de sítio, por conta da quantidade de árvores frutíferas que lá estão plantadas, a começar pela goiabeira, indo até as pitangueiras, passando pelos pés de pinha, abacate, etc. Isso e a calma do lugar atraía uma quantidade de pássaros: rolinhas, lavadeiras, bentevis, anuns, até galo de campina, provavelmente fugido de alguma gaiola, topei-me por lá. Quanta diferença da casa para onde mudei, num condomínio fechado: além de um bando de caga-sibite não vi mais nenhum passarinho. E as plantas, além das que levei em jarras só tem gramado. E ainda fui obrigado a separar-me da minha biblioteca.

NELSON PADRIOTA [ Escritor ]

GUTEMBERG COSTA*

Carnaval há cinquenta anos em Natal (1963)

Clotilde faz acerto de contas com a fé

ossos festejos momescos começaram a 24 de fevereiro. O Rei Momo desse ano era o jovem Rei Momo ‘Paulo Maux’ e a Rainha a jovem ‘Maria Queiroz Lima’ - representando o Clube “ASSEN”. A Escola de Samba campeã foi a do mestre Melé - “Malandros do Samba”, do bairro das Rocas. O Prefeito que comandou e participou da festança foi o ‘Djalma Maranhão’ – o mais festeiro de todos os tempos. O desfile oficial realizou-se na Avenida Deodoro, centro. A presidência da ‘Associação dos Cronistas Carnavalescos estava no comando do jornalista ‘Adalberto Rodrigues’. Enquanto a ‘Federação Carnavalesca era presidida por ‘Oscar Siqueira’. Os Blocos mais anunciados pelo jornal ‘Tribuna do Norte’ foram: ‘Os Mirones’; ‘Hi-Fi’; ‘Papudinhos’; ‘Deliciosos na Folia’; ‘Bacurinhas’; ‘Cacarecos’; ‘Vampiros’; ‘Pirilampos’; ‘Sambalanço’; ‘Os Lord’s’; ‘Lunik’; ‘Pirulitos’; ‘Peraltas’; ‘Karfagestes’; ‘Os Plebeus’; ‘Apaches’; ‘Gentinha no Frevo’ ; ‘Camaleões’ - com 25 integrantes que tinha a liderança dos jovens – ‘Moacir de Brito’ e ‘Antônio Rodrigues’ - fotógrafo; ‘Xamêgo’ - que tinha a chefia do jovem Djalma Medeiros. As Escolas de Samba com destaque no Carnaval de 63, foram ‘Serralheiros na Folia’, ‘Ferro e Aço’, ‘Milionários no Ritmo’, ‘Imperadores do Samba’, ‘Asa Branca’, ‘Malandros do Samba’, ‘Ai Vem a Marinha’, ‘Acadêmicos do Ar’, ‘Animadores do Samba’ e ‘Inocentes do Samba’. E os Índios foram os ‘Guarani’, ‘Potiguares’, ‘Aimorés’ e ‘Igaporés’. O compositor vencedor do concurso - II Festival do Compositor Carnavalesco Potiguar, foi o já famoso cantor e compositor carnavalesco - “Dosinho”. Festanças e prévias: O Governador ‘Aluízio Alves’ comemorou os dois anos de seu governo com uma grandiosa festa carnavalesca na Lagoa de ‘Manoel Felipe’, trazendo várias atrações nacionais, como o ‘Trio Esperança’ e passistas de frevo pernambucano, no dia 31 de janeiro. Baile: No Teatrinho do Povo, (atual Sandoval Wanderley), do bairro do Alecrim, ocorreu o “Baile dos Artistas” - no dia 22 de janeiro. Apoio: O referido Governador ajudou as agremiações que se apresentaram na citada festa da Lagoa Manoel Felipe, com “20 mil cruzeiros a cada Bloco que desfilou e estava inscrito na Federação Carnavalesca. ’50’ mil para os 4 primeiros lugares e ’30’mil para os 4 segundos lugares - (Jornal Tribuna do Norte - 14 de fevereiro). Carnaval nas ruas: A então ‘Federação Carnavalesca’ realizou várias prévias carnavalescas na cidade, as famosas “Batalhas”. A mais concorrida foi a do “Grande Ponto”, da Cidade Alta. Surgimento: Em 23 de dezembro é inaugurado o ‘Jiqui Country Club’, de Natal. Perda nacional: Falece no Rio de Janeiro/RJ, o genial compositor de grandes sucessos carnavalescos, ‘Lamartine Babo’, nascido no ano de 1904. Seu “Lalá” deixou uma grande saudade no Brasil inteiro. Reunião de peso: Neste ano, na cidade de Santos/SP, acontece a ‘Convenção Nacional de Reis Momos’. O nosso representante a esse histórico evento foi o nosso Rei Momo ‘Paulo Maux’, que em peso tirou um honroso segundo lugar. Rei imbatível de 1960 a 1968 e de 1970 a 1978. Troça: Uma troça carnavalesca em 63, com muita irreverência era a “Turma da ATECUB”, composta dos foliões irreverentes: “Bob Motta, Prendice Bulhões, Efraim e Vavá Rongo”. Esta teria tido problemas se a então censura vigente tivesse observado o seu estandarte e lido o seu nome de trás pra frente... Uma das Escolas de Samba mais animadas deste ano foi a – ‘Ferro e Aço’, cujo presidente era o sambista ‘Joaquim Domingues’. A principal manchete do jornal ‘Tribuna do Norte’, de 28 de fevereiro, foi: “O Carnaval foi mais animado nos clubes, mas nas ruas foliões também brincaram”. E como se vê historicamente, há cinqüenta anos atrás com a popularidade dos políticos Djalma Maranhão e Aluizio Alves, o ano de 1963 marcou um grandioso carnaval natalense!

hega a hora em que um escritor é chamado a fazer um acerto com o passado. Isso pode dar origem tanto a uma escritura minuciosa e abrangente – lembremos Pedro Nava –, como a um relato pontual, como o faz Clotilde Tavares em seu novo livro “Formosa és: memórias do internato” (Jovens Escribas, 2013). O mote, porém, foi pinçado em Nava: “Escrever memórias é um ajuste de contas do eu com o eu, e é ilícito mentir a si mesmo”. Para Clotilde, mais importante do que o ajuste de contas de que fala o memorialista mineiro, é seu caráter veraz. Ela deixa muito claro que se pautou por um único princípio: o da fidelidade dos fatos preservados por suas lembranças, mesmo se estas porventura a traírem. Nesse caso, ela permaneceria fiel a seus enganos, mas nunca deliberadamente. À medida que a leitura evolui, o leitor dessas memórias tende a concordar com a autora, haja vista a verossimilhança dos vários episódios narrados. Não obstante isso, o livro de Clotilde é um relato datado, abrangendo tão somente os dois anos em que essa escritora paraibano-potiguar permaneceu, contra as suas expectativas, num internato para meninas localizado no interior de Pernambuco. Essa estada forçada se revela, contudo, um período rico, consideradas as consequências que produziu no processo de formação da futura escritora, pesquisadora e dramaturga. Clotilde conta que não teria mais do que oito anos de idade quando ingressou nas Especialmente dependências do Colégio Nos- notável é a sa Senhora do Bom Conselho, presença de uma no município de Bom Conse- freira, também lho, interior de Pernambuco, tia da autora, que deixando para trás uma vida impõe a esta tranquila que levava em Cam- humilhações pina Grande no seio de sua fa- redobradas, mília. Logo perceberia que no levando-a a rever colégio nada era o que pare- seus conceitos sobre família, ceria ser. Enganos, decepções e frus- solidariedade e trações a forçaram, apesar da respeito” tenra idade, a reagir contra a pedagogia posta em prática no tratamento com as meninas internas (como ela própria), levando-a a questionar não só a ordem natural das coisas, a partir do postulado que atribui a Deus o controle geral da criação, mas valores como igualdade, fé e dignidade. Sobre isso, diz a certa altura: “As freiras diziam que éramos todas iguais, mas não éramos: e todas nós, pensionistas e órfãs sabíamos disso”. Os conflitos vividos por Clotilde começam pela distinção que ela vai fazendo paulatinamente entre o que as freiras ensinavam e o que elas próprias praticavam. Especialmente notável é a presença de uma freira, também tia da autora, que impõe a esta humilhações redobradas, levando-a a rever seus conceitos sobre família, solidariedade e respeito. Finalmente chega aos questionamentos sobre pecado, recompensa e Deus. Sobre o pecado, sua conclusão é radical: cometia-os todos! Mas logo emenda: todos agiam da mesma forma, mas hipocritamente posavam de santas. Como a sua tia freira, a madre superiora, o padre que uma vez no mês oficiava a missa no internato etc. Nesse longo processo de questionar Deus e o mundo no internato católico, Clotilde cumpriu uma etapa importante para a sua maturidade intelectual, moral e psicológica, inclusive foi aí que descobriu sua vocação para o palco. Mesmo a injustiça que narra sobre o episódio em que findou perdendo o lugar de borboleta no pastoril promovido pelo internato não abalou a força da descoberta que ali fizera, como uma epifania inequívoca. O capítulo final do livro é uma página representativa da vida dos homens e das mulheres de hoje, que creram e deixaram de crer diante do absurdo não só do mundo, mas da própria fé. A menina de nove anos de idade que ousou pôr seu Deus à prova evoluiu não para o niilismo absoluto, mas para um ceticismo saudável no qual valores enfeixados no simples humanismo têm seu lugar.

N

(*) É escritor e pesquisador da história do carnaval de Natal

C

CLÁUDIO EMERENCIANO [ Professor da UFRN ]

“Amor a Roma” s sentimentos revelam o coração, a alma e a razão dos homens. Somente a consciência pode devassar e exibir a predominância do sentir ou do racionalizar ante o mundo e a vida. Desde os tempos de Homero, Virgílio e Horácio, consagrou-se o entendimento de que os poetas falam, escrevem e pensam exclusivamente com o coração. O espírito se expõe em cada percepção ou sensação que os leva a criar, conceber, divagar, projetar e sonhar. Exaltar a condição humana. Não sou poeta. Nunca o fui nem serei. Apesar de ter ascendentes poetas. O mais ilustre foi Gotardo Neto. Mas me sinto poeta e minha alma explode em exultação, êxtase e deslumbramento todas às vezes ao visitar Roma. Petrônio, o mestre da elegância, poeta, vítima da crueldade e insanidade de Nero, proclamava que amar Roma é desfrutar do sentimento de partilhar uma civilização. Mas, antes do “Anno Domini” (Ano do Senhor, ano do nascimento de Cristo), Cícero já dizia que “Roma é a rainha das cidades, ornamento do Universo, asilo comum das nações”. Ao longo dos tempos, outros, inumeráveis, também a decantaram, como Dante, Petrarca, Rabelais, Montaigne, Padre Vieira, Goethe, Madame Staël, Lord Byron, Chateaubriand, Napoleão, Stendhal. Mas, universalmente, ninguém a exaltou como Afonso Arinos em sua obra-prima “Amor a Roma”. Amigos como Ernani Rosado, Sanderson Negreiros e Valério Mesquita atribuem meus sentimentos por Roma a uma identidade espiritual, fruto da fé cristã. Na primavera, um céu incomparavelmente azul envolve a cidade. Nenhuma nuvem assombreia qualquer ponto daquela abóbada belíssima, fascinante e infinita. Uma claridade mística parece guiar milhares e milhares de visitantes. Peregrinos ou turistas de todas as partes do mundo. Os romanos exibem uma alegria contagiante. Acolhedores e prestimosos. As sete colinas, como na época dos cézares e da república anterior ao império, resplandecem até hoje magnificentes. Geram um cenário que o fluir dos tempos não alterou. Parecendo espetar o infinito. A História apenas testemunha grandeza, fragilidades e contradições da condição humana. Roma é insuperável no mundo como museu a céu aberto. Basílicas, igrejas, praças, monumentos históricos e arqueológicos, esculturas, escadarias e calçamentos (como os do Campidoglio, concebidos por Miguel Ângelo), infundem a convicção de que a cidade atesta a irrefreável e surpreendente capacidade do gênero humano para criar e se superar. Miguel Ângelo, Bernini e Rafael ali exercitaram sua genialidade. Em todos os cantos da cidade, da Piazza della Rotonda ao Campo dei Fiori (onde decapitaram São Paulo e queimaram Giordano Bruno), do Quirinale a Laterano, do Aventino ao Trastevere, do Gianicolo ao Vaticano. O mestre Cascudo, em “Civilização e Cultura”, adverte que os sinais da civilização romana persistirão na maneira de ser, agir e pensar dos povos latinos e neolatinos. Em “Dante Alighieri e a tradição popular no Brasil”, gestos, pa-

O

drões de comportamento, palavras, superstições, descritos na “Divina Comédia”, originaram-se em Roma e, ainda hoje, manifestam-se entre brasileiros. Eis por que Roma é também um estado de es“Amigos como Ernani pírito. Rosado,Sanderson Algo emocionante, Negreiros e Valério embora subjetivo, ocorMesquita atribuem reu-nos certa vez anos ameus sentimentos trás. Éramos seis: Garibalpor Roma a uma di Filho e Denise, José identidade espiritual, Wilde e Aldenira, Dadaça fruto da fé cristã.Na e eu. Já tínhamos visitaprimavera,um céu do algumas áreas da cidaincomparavelmente de quando chegamos à azul envolve a cidade. Praça São Pedro no VatiNenhuma nuvem cano. Um gigantesco preassombreia qualquer sépio estava montado no ponto daquela centro da “piazza”. Era o abóbada belíssima, mês de janeiro. Mas o dia fascinante e infinita. começara com a visita à Uma claridade capela Quo Vadis, onde S. mística parece guiar Pedro teve a visão de Jemilhares e milhares sus. Nero perseguia os de visitantes. cristãos no ano 67 d.C., Peregrinos ou responsabilizando-os peturistas de todas as lo incêndio de Roma, que, partes do mundo.Os ele próprio, insano e sanromanos exibem uma guinário, urdira e deteralegria contagiante. minara. Os cristãos supliAcolhedores e caram a Pedro para deixar prestimosos.As sete a cidade até cessarem as colinas,como na hostilidades. O Apóstolo época dos cézares e concordou, mas não foi da república anterior muito longe. Ao chegar à ao império, Porta Áppia encontrou resplandecem até outro viajante, que se hoje magnificentes. apressava por chegar a Geram um cenário Roma. S. Pedro reconheque o fluir dos ceu Sua figura, Seu rosto. tempos não alterou. Tinha-O ouvido pregar, Parecendo espetar o morrer, ressuscitar, subir infinito “ aos Céus: - Quo vadis, Domine? (Para onde vais, Senhor?). E o Outro responde: - Vou a Roma para ser crucificado pela 2ª vez. - A visão desapareceu, mas nas pedras da via se gravaram marcas de pés. Onde está a capela, ao lado das marcas, S. Pedro deixou seu cajado e retornou a Roma. Um lindo céu, sem nuvens, entre azul e violeta, encobria a cidade. Frio de 12 graus. Uma sensação de infinita paz invadiu nosso ser por todo o dia.. Depois de rezar na Basílica de São Pedro, visitamos a sepultura de João Paulo II. Emocionados, sentimos uma ternura contagiante, arrebatadora, indescritível. Pelos dias seguintes desfrutamos a paz que dominou plenamente cada um de nós. Mais um ato de amor em Roma.


geral

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

7

[ OBRA ] Com a contratação de nova empresa para fabricação das vigas, Dnit/RN prorroga prazo de conclusão das obras de reparo no túnel de Neópolis

Gaudêncio Torquato gaudenciotorquato@tribunadonorte.com.br

Democracias: uma sobe, outra desce democracia representativa desce, a democracia direta sobe. A observação pode servir para emoldurar a agitação social nos mais diferentes espaços do mundo: os protestos contra o sistema financeiro, em plena Wall Street, em Nova Iorque; contra o governo grego nas ruas de Atenas ou contra o presidente do Egito, na praça Tahrir, no centro do Cairo. Entre nós, explica o descrédito da sociedade na instituição política. A bateria crítica que se detonou, nos últimos meses, contra figurantes políticos, dentre os quais os envolvidos na Ação Penal 470, coroando com denúncias atingindo os novos presidentes do Senado e da Câmara, fere também a imagem do Congresso Nacional. Afinal, as pessoas acabam associando as partes ao todo. O fato é que o conceito da representação política está no fundo do poço. Nunca se viu massa tão densa de críticas, expandidas por mídia de grande audiência e com repercussão nas redes sociais eletrônicas. A par de situações envolvendo atores políticos, parcela da polêmica se volta para as prerrogativas dos três Poderes da República, eis que entram no foro de discussão questões como a perda de mandato parlamentar (quem tem a última palavra, Legislativo ou Judiciário?) e a restrição às famigeradas Medidas Provisórias (Executivo admite perder poder?).

A

Nunca se viu massa tão densa de críticas, expandidas por mídia de grande audiência e com repercussão nas redes sociais eletrônicas.”

A baixa avaliação da democracia representativa, aqui e alhures, tem fundamento histórico. A crise que a corrói se adensa desde a queda do muro de Berlim, no final de 1989. A derrubada daquela muralha, construída em 1961 no auge da Guerra Fria para separar a Alemanha Oriental da Alemanha Ocidental e dividir um povo irmão, arrebentou fronteiras ideológicas, amalgamou doutrinas, aproximou fronteiras, globalizou economias, mimetizou costumes. Hoje, em todos os quadrantes do planeta, o que se vê no tabuleiro do poder é um jogo político embaciado em função da pasteurização de partidos, declínio das oposições, enfraquecimento dos Parlamentos, desânimo de participantes e aderentes, espetacularização do Estado, ascensão das burocracias no seio de governos e relações frequentemente obscuras com os círculos de negócios. Nesse cenário, a política refunde-se e se redistribui pela cadeia de entidades que promovem a intermediação social, como associações, sindicatos, federações, grupos de defesa de categorias profissionais. Esses novos circuitos de representação acabam minando os polos tradicionais da política – partidos, Parlamento, ideologias – e criando bolsões corporativistas por todos os lados. Ao arrefecimento da política tradicional soma-se a decepção com a democracia, por não ter cumprido as promessas feitas, como lembra Bobbio em seu clássico O Futuro da Democracia: o acesso de todos à justiça, o combate ao poder invisível e a segurança coletiva, a educação para a cidadania, a igualdade de oportunidades. Explica-se, assim, o vácuo criado entre a esfera política e o universo social. O espaço vazio é preenchido por organizações não governamentais, que se multiplicam, ora para representar setores, categorias e gêneros, ora para mobilizar as massas e energizar as ruas. Frustrações sociais acumuladas, a perda de bens materiais, a ameaça de desemprego e o pânico que se forma no bojo da deterioração das economias mundiais deflagram os mecanismos de uma nova disposição: a agitação, o desenvolvimento do espírito de corpo, a busca de referências e bandeiras, o personalismo na política e as ações táticas, como ocupações de espaços, prédios, praças e ruas. Essa é a engrenagem que explica a tomada de Wall Street, as ruas de Atenas e os movimentos que culminaram

na Primavera Árabe. Voltemos ao Brasil. O nosso federalismo, inspirado no norteamericano, é farto de incongruências. Parte das competências do governo central foi distribuída aos Estados-membros. O pacto federativo é sinônimo de desigualdade. Municípios vivem em estado vegetativo. E Estados esmolam de pires na mão junto ao governo federal, engalfinhando-se na guerra fiscal. Repactuar a Federação: eis o primeiro desafio da representação política. Meta plausível? Difícil. O dono da flauta é a União, que apita todas as gaitas, particularmente as de caráter pecuniário. Além disso, a balança dos Poderes pende para o Executivo, em dessintonia com a modelagem do barão de Montesquieu, que criou a estrutura de pesos e contrapesos. Veja-se o Orçamento de 2013, a ser votado dia 19 próximo. Recursos destinados por emendas parlamentares aos municípios, como se sabe, só são liberados com o aval da presidente. Por que o Parlamento não substitui o Orçamento Autorizativo pelo Impositivo e, assim, dispensando a chancela presidencial? Porque o nosso presidencialismo tem caráter imperial. São razões que explicam o Poder Legislativo como refém do Poder Executivo. Não por acaso, a representação parlamentar é a que detém a pior imagem na esfera da política. Ora, a falta de autonomia para garantir o pleno exercício de suas funções está por trás da má avaliação. Criticam-se os atores políticos por desvios, atos de corrupção e atitudes imorais. De que adianta condenar figurantes se as práticas políticas não são mudadas? Os 513 deputados federais e 81 senadores desenvolvem uma ação sob o mesmo ordenamento, a saber: regras eleitorais obsoletas; sistema de voto ultrapassado; coligações proporcionais que geram injustiças; pedidos de liberação de verbas para as bases; facilidade para criação de partidos; a figura do senador suplente sem voto; doações de recursos privados para campanhas eleitorais; e excesso de Medidas Provisórias. Essa é a matéria prima sobre a qual deveria se debruçar a representação política. Sem reforma política, a radiografia congressual continuará borrada. E o Brasil, a cada nova legislatura, que sempre se abre às vésperas da folia de Momo, estará desfilando os motivos que o caracterizam como “o país do Eterno Retorno”. Sob as barbas do profeta Zaratustra.

GAUDÊNCIO TORQUATO jornalista, é professor titular da USP e consultor político e de comunicação.Twitter: @GaudTorquato

Conclusão das obras no túnel de Neópolis fica para abril MAGNUS NASCIMENTO

Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes no Rio Grande do Norte (Dnit/RN) prorrogou o prazo de conclusão das obras de reparo no túnel de Neópolis. De acordo com o superintendente do órgão, Ézio Gonçalves, foi necessário aditar o procedimento em mais 60 dias porque a empresa que detinha os moldes para confecção das vigas que serão repostas não existe mais e foi preciso contratar outra prestadora para preparar as mesmas. “A parte de estrutura tinha que ser substituída, mas nos mesmos moldes das anteriores. A empresa contratada não existe mais, então tem uma em São Gonçalo do Amarante que faz essa viga, mas pediu 60 dias para tanto”, afirmou Ézio. De acordo com ele, a viga que será reposta não é de ordem estrutural, o que garante a segurança do local. As obras no túnel de Neópolis começaram na segunda quinzena de janeiro. Na primeira semana foi feita a parte de limpeza, capinação e instalação do canteiro de obras. Os trabalhos de intervenção na estrutura serão feitos nos finais de semana pela empresa CSN LTDA, mas Ézio Gonçalves explicou que durante o carnaval o local será liberado para tráfego. A obra está orçada em R$98 mil.

O

De acordo com Dnit, durante o Carnaval túnel de Neópolis vai ficar liberado para tráfego

Ézio Gonçalves dos Reis havia informado que os reparos no túnel de Neópolis seriam feitos em quatro finais de semana, começando no dia 19 de janeiro com conclusão prevista para 09 de fevereiro. A nova previsão é abril. “Será sempre nos sábados e domingos, das 6h às 18h. Nesse período o trânsito ficará interrompido, pois o túnel será fechado. Já na BR-101, o trânsito não será interrompido em nenhum momento”, disse Ézio Gonçalves dos Reis.

Segundo ele, uma opção para quem utiliza o túnel de Neópolis será pegar o viaduto de Ponta Negra e avenida Ayrton Senna. O trabalho de recuperação estrutural consiste na remoção da viga danificada e colocação de uma nova e de outras locais avariados. Além da sinalização, limpeza da faixa de domínio, recapeamento do asfalto e pintura. Com relação a iluminação do local, o superintendente do Dnit disse que essa ação não é de res-

ponsabilidade do órgão. Sem manutenção, a estrutura do túnel de Neópolis há tempos dá sinais de desgaste. Uma das vigas sob pista de rolagem da BR 101 está se desmanchando, as ferragens estão totalmente descobertas e já enferrujam pela ação do tempo e das chuvas. O principal retorno para Natal e caminho que dá acesso aos bairros de Nova Parnamirim e Pirangi é também um ponto que sofre com a falta de iluminação e buracos ao longo da via.

[ EMERGÊNCIAS ] De acordo com o plantão administrativo do Walfredo Gurgel a escala médica está completa para atender a demanda durante do Carnaval

Hospitais se mantêm tranquilos N MAGNUS NASCIMENTO

o período do carnaval muitos foliões se excedem na folia e com isso cresce o número de acidentes e, consequentemente, a demanda nos hospitais também aumenta. Neste sábado de carnaval o movimento era tranquilo no Hospital Walfredo Gurgel, o maior do Estado. Poucos pacientes nos corredores e a espera de atendimento. De acordo com o plantão administrativo do Walfredo Gurgel a escala médico está completa para atender a demanda. Entre as maiores ocorrências estão traumas provocados por acidentes de moto e de carro, ferimentos causados por armas de fogo e faca. A assessoria de comunicação do hospital informou que não haverá problema com o abastecimento da unidade, apesar de não estar completo. Uma equipe do SAMU que estava no local disse à reportagem da TRIBUNA DO NORTE que a tendência é que os dias de carnaval sejam tranquilos em virtude das poucas opções de festa em Natal.

DICAS

EM CASOS DE ACIDENTES DE TRÂNSITO: 1.Ao deparar com acidente mantenha a calma 2.Sinalize o local (a uma distância de pelo menos 200 m),isso evita outros acidentes 3. Mantenha a vítima calma e informe-a que o socorro esta a caminho 4.Havendo outros voluntários trabalhe em equipe 5.Não execute primeiros socorros se você não for treinado,isso pode agravar a situação da vítima.

Poucos pacientes esperavam atendimento na manhã de sábado

NO LOCAL DO EVENTO: PARNAMIRIM No Hospital Regional Deoclécio Marques, em Parnamirim, a movimentação também estava tranquila, mas a tendência é que a situação mude nos próximos dias de folia. “A partir do sábado a tarde, quando o pessoal já caiu mesmo na folia, é que o movimento de pacientes aumenta, na verdade dobra. A maioria dos atendimentos são de ortopedia e cirurgia”, disse o res-

ponsável pelo plantão administrativo do hospital, Carlos Rafael. Ainda segundo ele, a escala de médico estará completa durante todo o período de carnaval. O hospital conta com dois clínicos geral, dois pediatras, três cirurgiões, um anestesista, um bucomaxilo e três ortopedistas. “Nosso abastecimento também está normal. Estava faltando algodão ortopédico, mas chegou na sexta-feira passada”, disse ele.

tn família

1. Ao observar tumulto de pessoas não se aproxime 2.Se estiver no meio de um tumulto afaste-se com cautela,sem correria 3. Se você vai levar criança para eventos, coloque nela uma identificação com o nome,o endereço e o nº do telefone 4. Ao encontrar uma criança perdida leve-a até um agente público de segurança (Policial Militar, Bombeiro Militar) 5.Se ingerir bebida alcoólica não dirija,se dirigir não beba

TODOS OS DOMINGOS NA TRIBUNA DO NORTE


8

geral

Natal | Rio Grande do Norte| Domingo | 10 de fevereiro de 2013

[ CRIMINALIDADE ]

Rapaz é morto a tiros na zona Norte primeira dia de carnaval foi considerado tranqüilo em Natal. Nas Delegacias de Plantão Zona Norte e Sul a única ocorrência registrada foi o homicídio de um rapaz de 19 anos no bairro Guarapes. Rodrigo Souza Silva estava em um campo de futebol na comunidade “inferninho”, quando dois homens armados foram ao local e atiraram na vítima. Os tiros atingiram a cabeça e a mão do rapaz, que veio a óbito ainda no local. A Polícia Civil está investigando o caso e já sabe que os criminosos procuraram o procuraram inicialmente na casa dos pais para somente depois encontrá-lo e executá-lo. Testemunhas disseram que Rodrigo portava uma pedra de cor amarela e caixa de fósforo. Na DPZS ainda se havia resquícios da suposta falta de comunicação, que quase acaba em tragédia nas Rocas, zona Leste de Natal. Policiais civis e militares, sem identificação em carros com película, trocaram tiros na rua da Dunas no final da tarde de sexta. Os carros ainda estavam na Delegacia aguardando perícia. De acordo com policiais militares da Rondas Ostensivas Cândido Mariano (Rocam), policiais civis do Departamento de Investigações sobre Narcóticos (Denarc) realizavam uma operação no bairro com um veículo tipo EcoSport preto de placas MZC-9588-Natal quando um Peugeot 207 da PM, placa NNO-4119-Natal, também preto, passou em frente. Suspeitando se tratar de bandidos, os civis começaram a atirar contra o Peugeot, momento em que seus ocupantes revidaram. No EcoSport foram registrados seis tiros, enquanto no Peugeot oito. Não houve feridos e seus ocupantes correram para lados distintos em ruas estreitas do bairro. O local estava cheio de populares que ficaram ao redor dos carros envolvidos, isolados por fitas colocadas por policiais para facilitar o trabalho de perícia do Intitututo Tècnico de Polícia Científica (ITEP).

O

[ CARNAVAL/VIAGENS ] Expectativa é de que 48 mil pessoas transitem pelos terminais

rodoviários – entre embarque e desembarque - nos cinco dias de folia

Destinos mais procurados são Caicó e Macau

[ COMÉRCIO ]

Carnaval do NE deve gerar 275 mil empregos CAROLINA SARRES Agência Brasil

MAGNUS NASCIMENTO

O

Família de Hitle Almeida,Daniele Souza,Katiene Marrero e Ronaldo Elias já começou a se divertir ainda na rodoviária

É

intenso o movimento de passageiros na rodoviária interestadual de Natal, neste feriado de carnaval. A expectativa é de que 48 mil pessoas transitem pelos terminais – entre embarque e desembarque - nos cinco dias de folia. Os famosos carnavais de Caicó, na região do Seridó, e Macau, na região salineira, detêm a preferência dos foliões; e a terra do frevo, Recife, em Pernambuco, foi o destino mais procurado para quem optou por deixar o Estado. De acordo com o administrador da rodoviária, Rodrigo Wanderley, a expectativa é de que este ano o movimento supere o do ano passado. “Em 2012 aproximadamente 25 mil pessoas embarcaram para vários destinos no período de carnaval. Este ano, a expectativa é de 28 a

30 mil”, enfatizou ele. Somente na sexta-feira (8) 18 ônibus extras saíram de Natal para Recife e a expectativa é que essa demanda aumente no sábado e domingo. Para cada horário previsto para Macau e Caicó, de quatro a cinco veículos estão sendo providenciados para atender a procura. “Apesar de tudo, não há tumulto porque a maioria das pessoas se organizou esse ano. Muita gente comprou as passagens com antecedência, o que facilitou a organização das empresas e da própria administração da rodoviária”, completou ele. Muitas famílias aproveitaram a folga de carnaval não só para curtir. Maria Emília e a mãe, a aposentada Cláudia Morais, optaram por descansar em Currais Novos,

A maioria se organizou esse ano. Muita gente comprou as passagens com antecedência” RODRIGO WANDERLEY Administrador da Rodoviária

Optamos por Touros porque temos parentes lá e é bem mais barato que Caicó e Macau” KATIENE ALMEIDA Turista

a cidade Natal de ambas. “Eu não gosto de folia e tenho muita coisa pra estudar, então vai ser bom porque vou rever amigos e familiares e ainda vou dar uma olhada nos livros”, destacou a estudante Maria Emília. Mas a família de Hitle Almeida, Daniele Souza, Katiene Marrero e Ronaldo Elias já começou a se divertir ainda na rodoviária, onde aguardam o ônibus para Touros, no Mato Grande. “Optamos por Touros porque temos parentes lá e é bem mais barato que Caicó e Macau”, disse Katiene. A família espera curtir o máximo que puder a folia na cidade. “Vamos aproveitar que optamos pela viagem de ônibus para tomar nossa cervejinha e fazer as brincadeiras próprias do carnaval, sem a preocupação de dirigir na volta pra casa”, finalizou Hitle.

carnaval é um período de oportunidades para viajar, descansar, se divertir e conhecer pessoas novas. O feriado, no entanto, é particularmente especial para quem quer trabalhar. Centenas de milhares de vagas de emprego temporário são abertas no período e muitos desses postos têm a perspectiva de se tornar permanentes. Só em Salvador e Olinda, dois dos principais destinos do feriado no Nordeste, estima-se que aproximadamente 275 mil empregos sejam criados, direta e indiretamente. Na capital baiana, são cerca de 210 mil vagas e na cidade pernambucana, 65 mil, segundo dados das prefeituras locais. As áreas que mais contratam são as de serviços e o comércio, devido à demanda que se intensifica com a presença de visitantes nas cidades onde o carnaval é atração. Olinda, por exemplo, espera receber cerca de 150 mil turistas, o que corresponde a mais de um terço da população da cidade – de 378 mil pessoas, segundo o Censo 2011 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Algo em torno de 95% dos leitos da rede hoteleira de Olinda são ocupados no período. Nos cinco dias de carnaval, mais de 2 milhões de pessoas devem visitar a cidade. “Grande parte dessa geração de empregos é informal. Quem vem a Olinda vê isso muito claramente nas ruas. Acredito que, se a quantidade de vagas informais abertas não for igual à das formais, está muito perto disso”, informou a coordenadora de projetos da cooperativa de trabalho especializada em serviços, Banco de Horas, Patrícia de Luna. Segundo ela, ainda há o que melhorar para receber os turistas. “No Nordeste, qualificação é a palavra de ordem. E isso tem acontecido. Existe um esforço do poder publico de organizar o que se tem, mas, claro, sempre tem o que melhorar. Em Olinda, por exemplo, o que acontece é carnaval de rua, então é uma organização desorganizada”, disse Patrícia. Em Salvador, a mobilização é ainda maior. Para organizar a festa, 12 secretarias municipais são articuladas, com a contratação de mão de obra para a execução de atividades específicas, como a montagem de trios elétricos, vistorias, acompanhamento de circuito, guias de informação, segurança, limpeza dos locais de festa, transporte, entre outros. Deverão ser gastos na capital baiana mais de R$ 17,5 bilhões, considerando somente o que foi investido pelos patrocinadoresa, por meio da Empresa Salvador de Turismo (Saltur). Os dias de festa ainda estimulam o turismo local. Muitos visitantes nas cidades aproveitam para conhecer os pontos turísticos dessas cidades, visitar restaurantes e fazer compras. Estima-se que o município receba cerca de R$ 1 bilhão. As oportunidades de trabalho nesses períodos festivos se apresentam em cadeia e estão em diversos setores da economia. Em Olinda, por exemplo, mais de 5 mil toneladas de lixo reciclável são coletadas ao longo do feriado somente na parte histórica da cidade, onde a movimentação é maior. Além do faturamento com a venda de produtos, há a renda gerada pela reciclagem dos resíduos. Em Salvador, espera-se ultrapassar a marca das 100 mil toneladas de lixo reciclável coletado, alcançada no carnaval de 2012, boa parte pelo CCRB) e através do projeto Ecofolia Solidária.


economia DÓLAR COMERCIAL Compra:R$ 1,9710 Venda:R$ 1,9720 DÓLAR PARALELO Compra:2,03 Venda: 2,13

POUPANÇA HOJE 0,5000% CDB 6,69% BOVESPA + 0,21%

SALÁRIO MÍNIMO

ENTREVISTA

O superintendente do BNB,João Nilton Castro Martins,explica restrições do banco à carcinicultura. PÁGINA 5

TELEFONES ÚTEIS

R$ 678,00

DÓLAR TURISMO Compra: R$ 1,9100 Venda:R$ 2,0800 EURO Compra:R$ 2,5400 Venda:R$ 2,7470

Receita: 3232-2200 Procon Estadual: 3232-6869 Procon Municipal: 3232-9050 DRT/RN: 3220-2000

TAXA SELIC

7,25%

Editora: Renata Moura E-mail: renatamoura@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 de fevereiro de 2013

Com investimento inicial mais baixo do que outros modelos de negócio, esse tipo de franquia encontra espaço para crescer no mercado do Rio Grande do Norte e já chama a atenção de entidades de apoio locais como o Sebrae/RN. [ NEGÓCIOS ]

Custo abre alas para microfranquias ADRIANO ABREU

Mychael Medeiros abriu uma microfranquia com o sócio, Carlos Gurgel, para cuidar de jardins e piscinas

Marcos Mendes: Rede do setor automotivo conta com 56 unidades franqueadas e três próprias ADRIANO ABREU

ANDRIELLE MENDES Repórter

las começaram de forma tímida e aos poucos ganharam espaço. Conquistaram a confiança e hoje somam 161 só no Rio Grande do Norte. O mercado de franquias movimentou R$ 87 milhões em 2012 só no RN. O valor representa 4,1% do movimentado por todas as franquias do Norte e Nordeste no último ano, segundo levantamento da Rizzo Franchise. E pode subir ainda mais. As franquias ‘baratas’ - que exigem investimento de até R$ 50 mil - vem conquistando o seu lugar ao sol. Várias já foram abertas no estado. Home Angels, Ensina Mais, Dr. Jardim. Pequenos negócios que vem ganhando fôlego e já chamam a atenção de entidades como o Sebrae. O Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no RN, segundo Eduardo Viana, gerente de Acesso a Mercado, fará do atendimento a possíveis franqueadores e franqueados uma de suas prioridades em 2013. A equipe de atendimento no RN será ampliada e um encontro de negócios para os se que interessam pelo assunto já tem data para ocorrer: maio deste ano. Eduardo Viana estima que o número de franqueadores cres-

DIVULGAÇÃO

E

Maiza Pessoa, analista do Sebrae: regras pré-estabelecidas e modelos já testados são vantagens

ça até 200% este ano, só no estado. Ele prefere não arriscar um percentual para as franquias baratas, mas afirma: ‘o crescimento será pujante’. Quem opta por abrir uma micro-franquia, afirma Maiza Pessoa, analista técnica de Acesso a Mercado do Sebrae, corre menos riscos, já que segue regras pré-estabelecidas e modelos já testados. Associado à segurança, afir-

ma a analista, está o ‘baixo’ investimento necessário para se tornar um micro-franqueado. Em alguns casos, é possível abrir uma franquia barata com um investimento de R$ 5,5 mil, como no caso da AcquaZero, que atua no segmento automotivo e desenvolveu uma técnica para lavar veículos a seco. A rede, que hoje conta com 56 unidades franqueadas e três unidades próprias, quer estrear

na Grande Natal ainda este ano. A AcquaZero, que já contou com micro-franquias em Caicó e Mossoró, vislumbra agora a região metropolitana. “A Grande Natal comporta no mínimo oito unidades”, calcula Marcos Mendes, franqueador e proprietário da rede. Ele participará do encontro de negócios, já de olho em novos franqueados. O interesse por Natal é justificável. A cidade está entre as

Risco de fracasso existe e deve ser considerado No Brasil, uma franquia é aberta a cada 15 minutos, segundo levantamento realizado pela Rizzo Franchise. Só em 2012 o país abriu 10.631 franquias de todos os portes. O que dá uma média de 886 inaugurações por mês e 30 inaugurações por dia. Quem olha os números, imagina que as chances de sucesso são altas, inclusive para as micro, ou ‘franquias baratas’. Marcus Rizzo, especialista em franquias e diretor da Rizzo Franchise, garante que não. A taxa de ‘mortalidade’ de franquias é alta (8%), por mais que alguns insistam em não vê-la. Ela só não é maior que a taxa de mortalidade de negócios de varejo (75%) e de pequenos negócios (71%), que

chega a ser quase nove vezes maior considerando os cinco primeiros anos de operação. “Tenho medo desta chancela, deste carimbo que as ‘franquias baratas’ recebem. Acaba parecendo que micro-franquia é um negócio certo e ‘baratinho’. Mas não é bem assim. Micro-franquia, assim como qualquer negócio, tem risco”, alerta. Rizzo é duro com aqueles que acham que microfranquias não quebram. “Microfranquias abrem muito e fecham muito também. Em geral, elas crescem mais rapidamente, mas também quebram rapidamente”. Para reduzir os riscos, ele orienta que os interessados em adquirir franquias baratas conheçam bem

“Microfranquias abrem muito e fecham muito também. Em geral, elas crescem mais rapidamente, mas também quebram rapidamente”. MARCUS RIZZO Especialista em franquias

o franqueador, investiguem o histórico da rede escolhida, e conversem com pelo menos quatro outros franqueados. Saber que tipo

30 melhores para se abrir uma franquia no país, independente do porte e do investimento necessário, segundo levantamento divulgado em maio de 2012 pela Rizzo Franchise e ainda não atualizado. A capital potiguar desbancou 74 cidades e ficou na frente de outras capitais nordestinas, como por exemplo, João Pessoa, São Luiz e Teresina. O Ceará não entrou para a lista. O setor de serviços, afirma Maiza Pessoa, analista técnica de Acesso a Mercado do Sebrae, é o que oferece mais oportunidades. Quem optou por prestar serviços, e não por vender produtos, sabe bem do que Maiza está falando. O matemático aposentado Carlos Antônio Gurgel, 58 anos, e o biólogo Mychael Machado Medeiros, 29 anos, abriram uma microfranquia da Dr. Jardim em dezembro, em Natal. Em menos de quatro meses, eles multiplicaram por quatro o número de funcionários. O negócio é especializado em cuidar de jardins e piscinas e já fidelizou 20 clientes. A meta, segundo Gurgel, é fechar 2013 com ‘no mínimo, 60 clientes’. “A Dr. Jardim planeja crescer 200% no país. Nós queremos crescer também”, afirma Gurgel. Apesar dos resultados positivos, Maiza Pessoa, do Sebrae, reconhece: “há riscos”.

NÚMEROS

R$ 5,5 Mil.É um investimento inicial possível nesse mercado,mas outros aportes podem ser necessários.

R$ 87

Milhões.Foi quanto as franquias movimentaram no ano passado, no Rio Grande do Norte.

200%

É quanto deve crescer o número de franqueados no RN este ano, segundo estimativa do Sebrae.

Tenho medo desta chancela que as ‘franquias baratas’ recebem. Acaba parecendo que microfranquia é um negócio certo e ‘baratinho’. Mas não é bem assim” MARCUS RIZZO Especialista em franquias DIVULGAÇÃO

de suporte será oferecido e se será obrigado a comprar os produtos fornecidos pela rede também conta. “Algumas micro-franquias são verdadeiras armadilhas. É preciso ficar atento”, afirma Rizzo. Edson Ramuth, diretor de micro-franquias da Associação Brasileira de Franquias (ABF), orienta ainda que os candidatos a franqueados verifiquem ainda se a rede escolhida tem registro na ABF e se conquistou algum prêmio de excelência da associação.

LEIA MAIS Números e dicas para os microfranqueados. Página 3.

Marcus Rizzo: empreendedor deve estar atendo a “armadilhas”


2

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

JOAO LYRA NETO [ Jornalista ]

Negócios &Finanças LUIZ ANTÔNIO FELIPE laf@tribunadonorte.com.br

Abertura do capital s empresas estão animadas com o ano de 2013. O Banco do Brasil convoca assembleia de acionistas para o dia 20 próximo, sobre IPO (abertura do capital), do BB Seguridade, braço da previdência, seguro e capitalização. Com isso, o banco pretende que a unidade alcance um mínimo de papéis no mercado (free float) de 25%. O mercado parece que está “chamando” as empresas que estão prontas para o lançamento de ações. A potiguar ALE Distribuidora é uma delas e está analisando a melhor oportunidade. Na sexta-feira, o Conselho da Gol se reuniu para discutir IPO da Smiles. A empresa informou que já selecionou os bancos a serem contratados para coordenar eventual oferta.

A

LIDERANÇA A expectativa do empresariado potiguar é de ter no deputado Henrique Eduardo, presidente da Câmara dos Deputados, uma força política decisiva para trazer investimentos para o Estado. Pernambuco e Ceará usaram e ainda usam suas forças no cenário nacional para captarem investimentos como siderúrgicas, refinarias, entre outros.

Contorno

Sustentação

O Dnit está executando a obra do contorno de Caicó e vai executar também a obra do contorno de Currais Novos. O tráfego de caminhão pesado que circula atualmente pelas cidades será desviado.

Os salineiros e refinadores de Mossoró e Areia Branca estão conseguindo sustentar o preço da tonelada de sal em torno dos R$ 50,00. A produção aumenta por conta das altas temperaturas.

DISTRIBUIÇÃO O empresário Dorian Bezerra, da Distribuidora Riograndense, a de maior faturamento no Estado prepara a instalação de um Centro de Distribuição. Ficará em São José de Mipibu.

Oportunidades de cursos O Senac RN irá disponibilizar 41.397 vagas em cursos técnicos e de capacitação profissional no ano de 2013. Desse total, 55% (22.885) serão destinadas gratuitamente à população de baixa renda, por meio de iniciativas como o Programa Senac de Gratuidade (PSG) e o Pronatec resultado de parceria com o governo federal. O Sesc também abriu inscrições para cursos gratuitos de março. O Programa de Compro-

metimento e Gratuidade (PCG) oferece 11 opções de cursos gratuitos em março para Natal, Mossoró e Caicó. As inscrições podem ser feitas até o dia 20 próximo nas Unidades Sesc de Natal, Mossoró e Caicó. A lista dos aprovados para as 210 vagas oferecidas será divulgada dia 27 de fevereiro. Corte e costura, culinária, pintura em tecido e artesanato com materiais reciclados são alguns dos cursos oferecidos.

HORÁRIO No próximo domingo, 17, acaba o Horário de Verão 2012/13, com uma economia de energia em torno dos 5%.

1

Aumenta a rivalidade entre Caixa e BB. Os dois bancos públicos direcionam seus esforços em 2013 para os mercados em que o rival atua. Após se firmar em financiamento de veículos, o Banco do Brasil agora tem como meta uma fatia maior do crédito imobiliário, dominado pela Caixa Econômica Federal, que vai entrar com tudo no setor de carros.

2

A cidade de João Pessoa encerrou 2012 com o maior investimento per capita das capitais nordestinas. Também foi a segunda em crescimento de recursos investidos em 2011,quando apenas quatro capitais nordestinas tiveram expansão nessa área.A capital paraibana investiu R$ 166,3 milhões em 2012. Natal vai perdendo o ritmo de crescimento.

3

O prazo de recolhimento do IPTU para os contribuintes da zona Oeste de Natal vence no próximo dia 14,quarta-feira de cinzas.É o segundo lote do exercício de 2013.Já os contribuintes que residem na Zona Norte terá seu lançamento e vencimento previsto para o dia 13 de março.O contribuinte em dia com o Imposto terá um desconto de 20% para o pagamento à vista e 5% para o pagamento parcelamento.

CARNAVAL Em alguns municípios as prefeituras não vão financiar o carnaval, mas a iniciativa privada tomou à frente, como em Areia Branca e Tibau. Daqui por diante, os prefeitos poderiam adotar essa prática, deixando a festa por conta dos empresários e ainda ganhar com a cobrança do ISS.

IMÓVEIS O 12º Salão Imobiliário do Rio Grande do Norte, que terá como tema ‘’Promoção, Preço e Prazo’’, será realizado de de 13 a 17 de março, no Centro de Convenções de Natal, das 14h às 22h. A expectativa da organização é receber cerca de 40 mil visitantes durante os cinco dias. O salão imobiliário contará com mais de 200 expositores.

QUALIFICAÇÃO A Fapern divulga os programas de Pós-Graduação contemplados com bolsas de mestrado e doutorado para alunos. A Universidade Federal Rural do Semi-Árido, a Universidade do Estado do Rio Grande do Norte e a Universidade Federal do RN receberão conjuntamente 40 cotas bolsas de mestrado e 30 de doutorado para implementar já no ano letivo de 2013, com início da vigência em março. PESCA Faltando 50 dias para a Semana Santa, os pescadores de praias tradicionais de pesca como Baía Formosa e Caiçara do Norte estão registrando um volume expressivo de peixe. O peixe está “correndo” no mar em grande quantidade, segundo depoimentos.

BNB se fecha para o camarão ão é de agora que o Banco do Nordeste vem ajudando as atividades agrícolas, pastoris e industriais do Rio G. do Norte e de outros estados. A pesca do camarão era uma delas. Lutam os que atuam nessa atividade conquistando, sempre, uma posição, de certa forma, segura na indústria. O Banco do Nordeste sempre foi uma peça importante para a região Nordeste desde a sua criação, pelo falecimento do presidente Juscelino Kubitschek. Nesse particular, pelos seus elevados recursos financeiros, que foram atribuídos pela Constituição, ou seja, 3% do Orçamento Federal, o Nordeste conseguiu se armar para trabalhar pelo seu desenvolvimento. Bem equipado tecnicamente e dirigido, na sua primeira fase, por um presidente altamente competente, o economista Rômulo de Almeida, o Nordeste começou a crescer. Ao seu lado estava o Banco do Brasil, com sua carteira de credito Agrícola resolvendo os problemas que contaminavam o meio rural. Esses recursos concedidos pelo Banco do Brasil se destinavam à compra de material ao trabalho do agricultor. A prática da carcinicultura, mesmo passando por dificuldades, sempre oferecia oportu-

N

nidades de trabalho para mantê-la em contínua atividade. Para se ter ideia do Afinal de contas, os que representa a cultivadores a ela li- economia do gados, sempre se camarão, 80 mil mantinham conquis- toneladas do tando espaços. Se- pescado foram gundo divulgação da produzidas no imprensa, a produ- Brasil em 2012 e ção de camarão é d- 26% no Rio Grande uas vezes maior do do Norte, que a da carne, e no- mostrando, assim, a ve vezes maior do necessidade de que a de frango. Isso apoio dos bancos se pode dizer, é um oficiais, em ponto importante em qualquer se tratando de uma circunstância” atividade bem lucrativa. O Nordeste, principalmente, nas áreas de exportação do camarão, precisa, necessariamente, de apoio político, para uma atividade que se mantém prospera em Natal e em outras cidades do Nordeste. No Rio G. do Norte, se falando em apoio político, quem, realmente, pode trabalhar para isso, é o senador José Agripino, que se tem mostrado altamen-

te interessado no crescimento econômico do seu Estado. A pesca do camarão precisa disso. De apoio dos políticos. Para se ter ideia do que representa a economia do camarão, 80 mil toneladas do pescado foram produzidas no Brasil em 2012 e 26% no Rio Grande do Norte, mostrando, assim, a necessidade de apoio dos bancos oficiais, em qualquer circunstância. A carcinicultura sofreu, há 2 anos, um grande desgaste com a destruição de suas principais áreas de cultivo, pela ação forte das águas, mostrando que o camarão tem grande importância do Rio Grande do Norte, sendo responsável por esse resultado produzido no país. Afinal, isso tudo que está acontecendo tem relação com problemas de difícil solução. Não é de agora que sofrem os carcinicultores pelas constantes dificuldades. O que sem dúvida deve deixar preocupados os que lutam com essa atividade, é a notícia publicada pela imprensa, do Banco do Nordeste fechando suas portas por dívidas acontecidas e não resgatadas. O Banco do Nordeste nasceu para tirar a região mais pobre do país da miséria social e econômica. A sua missão pelo que se tem conhecimento, é trabalhar pelo Nordeste.

TOMISLAV R.FEMENICK [ Escritor ]

O milagre da multiplicação s FIDCs, os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios, são um tipo de aplicação em que, se não a totalidade, a maior parte dos recursos devem ser destinada à aquisição de direitos de determinados “créditos e títulos representativos deste direito, originário de operações realizadas nos segmentos financeiro, comercial, industrial, imobiliário, de hipotecas, de arrendamento mercantil e de prestação de serviços, bem como em outros ativos financeiros e modalidades de investimento”. Portanto, os ativos de referência, que lhes dão base, devem ser créditos seguros que empresas têm a receber contra terceiros, tais como contratos de empréstimo ou financiamento, duplicatas, cheques e contratos de leasing, porém também outros direitos menos consistentes, tais como contratos de prestação de serviços, contratos de fabricação para entrega futura etc. Mediante o recebimento de uma parcela do valor total a receber, essas sociedades negociam esses recebíveis com os Fundos de Investimento em Direitos Creditórios. A mecânica que rege esses fundos é o principio da securitização, ou seja: mediante o recebimento de parte de um crédito que se possui junto a terceiros, se transfere para um investidor o risco do não recebimento desse ativo financeiro, transformando um credito em um débito (por exemplo, antes só “Clientes Títulos a Receber”, depois também “Valores a Pagar - Fundo...”). Todavia, a necessidade de se fazer alavancagens financeira e operacional sobrepujou a ideia formadora do princípio. Hoje, se não a totalidade pelo menos quase todas as operações realizadas pelos fundos de investimentos têm por fim antecipar recursos para as corporações que negociam seus direitos creditícios. Esses fundos têm algumas peculiaridades que lhes são específicas: a) são compostos por diversos de investidores – quanto maior

O

o número de investidores, mais diluída fica a possibilidade de A conclusão a que perda; b) se destinam se chega é que o a aplicação em direi- desenvolvimento tos creditórios de va- da tecnologia da rias empresas – informação quando maior o nú- terminou por criar mero de empresas fi- um sistema em que nanciadas, menos é o as informações são risco; c) as aplicações obscurecidas pela são divididas em co- multiplicidade das tas que se valorizam variáveis ou desvalorizam, envolvidas, isso é, conforme a variação os instrumentos do de suas respectivas mercado financeiro cotações; d) as cotas ficaram instáveis ao podem ser divididas assumirem em “sênior” e “subor- qualquer um dos dinada” – as cotas se- valores, em uma niores têm preferên- escala cujos valores cia no resgate do in- são desconhecidos. vestimento, fazendo O problema tornacom que as subordi- se sério” nadas funcionem como que uma garantia solidária; e) os fundos não têm personalidade jurídica; f) operam sob a liderança de uma instituição financeira, e g) podem ser “abertos” ou “fechados” – nos primeiros, os cotistas podem fazer mais aplicações ou solicitar resgates a qualquer momento, nos últimos o resgate de cotas ocorre na liquidação do fundo. A estruturação e operação dos FIDCs exigem a figura do administrado do fundo que pode ser um banco múltiplo, comercial ou de investimento, uma financeira, uma corretora ou distribuidora mobiliária. Não bastasse a complexidade que esse tipo de fundo representa, quer pela multiplicidade de investidores e financiados, quer pela diversidade de garantias creditícias envolvidas, divergência de datas de vencimentos

tanto de contratos como de cotas, essas cotas passaram a ser repassadas a outros fundos, oferecendo alavancagens financeira e operacional aos fundos iniciais. O mercado localizou ai um novo nicho de negócio, nicho esse que foi preenchido pelos FICFIDCs - Fundos de Investimento em Cotas de Fundos de Investimento de Direitos Creditórios; fundos de investimento em cotas de fundos de investimento. Com os FIDCs e FICFIDCs não têm personalidade jurídica e não são consideradas instituições financeiras (mas tão somente uma comunhão de recursos), a sua regulação e fiscalização são tarefas da CVM-Comissão de Valores Mobiliários e não pelo Banco Central. Como a atuação da CVM é voltada para o mercado de capitais e não para o mercado de crédito, a fiscalização desses fundos é considerada precária e ineficiente. A conclusão que se chega é que o desenvolvimento da tecnologia da informação terminou por criar um sistema em que as informações são obscurecidas pela multiplicidade das variáveis envolvidas, isso é, os instrumentos do mercado financeiro ficaram instáveis ao assumirem qualquer um dos valores, em uma escala cujos valores são desconhecidos. O problema torna-se sério por um aspecto por demais relevante: o descaso na verificação da solidez e o grande volume de recursos envolvidos nessas transações fragiliza o mercado de capitais e de credito, fato que pode ensejar a quebra em cadeia de várias instituições financeiras, provocando o chamado “risco sistêmico”. Essa quebra de bancos, seguradoras, fundos de investimentos e outras empresas financeiras, por sua vez pode provocar a bancarrota de corporações de outros setores; indústria, mineração, construção civil, serviços, agropecuária e até do setor público. A crise de 2007/2008 nos Estados Unidos foi apenas o prenuncio do que poderia acontecer, lá e aqui, em escala maior.

SEMIO TIMENI SEGUNDO [ Mestre em Administração,Consultor Empresarial e Coach ]

Falando no ouvido do cliente comunicação é uma necessidade inerente ao ser humano desde os primórdios. E no mundo atual não é diferente. E, após o advento das novas tecnologias, a comunicação está sendo muito facilitada, com a introdução de ferramentas que vieram a promover a interação na vida moderna. Um cenário que tem sido muito bem aproveitado pelos empreendedores antenados nesta nova maneira de pensar e de agir, principalmente antecipando demandas daquele que é o único motivo para uma empresa existir: o cliente. A “Desintermediação” – ou seja, acabar com os intermediários ou atravessadores – é a palavra de ordem deste novo tempo! O contato direto com o público-alvo, de maneira personalizada para as suas demandas, sem erros, com agilidade e eficiência, permite que haja uma interação entre você e seu cliente, sem ruídos de intercessores, possibilitando um relacionamento de melhor qualidade, com mais comprometimento da relação fornecedor – cliente, diminuindo distâncias físicas e, principalmente, impactando de forma positiva nos custos em comparação às formas tradicionais. Quer um exemplo? Já ouviu falar da indústria sem chaminés? É como é conhecida a indústria do turismo. Anteriormente, um hotel localizado numa cidade turística, principalmente se não pertencente a uma rede internacional, tinha que lidar com incontáveis formas de divulgação e comercialização: conta-

A

to com agências de viagens e operadoras de turismo, participação em feiras nos polos emissores, confecção de folders, brindes, etc. Além, é claro, de se manter em evidência para aqueles que já são seus clientes. Com o advento das ferramentas tecnológicas, criou-se um ambiente para que o relacionamento seja de uma maneira muito mais rápida e barata. Ter acesso à internet é acima de tudo ter poder sobre a informação! No caso do hotel, seu web site pode divulgar fotos dos seus quartos, vídeos da sua área de lazer ou mesmo divulgar as belezas naturais da região. Por outro lado, uma fanpage no Facebook cria “advogados” a falar bem do hotel, defendendo aquela empresa de forma espontânea e verdadeira. Em paralelo, buscadores como o Google e o Bing, ou mesmo canais de compras como o Hoteis.com, Decolar.com e similares, entregam a informação diretamente aos potenciais clientes, de uma maneira facilitada. Ferramentas de pesquisa como estas trouxeram um poder antes inimaginável para as mãos dos consumidores. Outra poderosa fonte de informações, os Blogs – e suas variações podcast (áudio) e vodcast (áudio e vídeo) – reúnem pessoas com o mesmo interesse e formadores de opinião. São mais de 100 milhões de blogs no mundo a influenciar este novo consumidor, ávido por informações ricas e contribuições inteligentes.

Mecanismos como o AdWord (do Google) ou redes sociais como o Facebook e seu Facebook Broad Category podem coletar dados relevantes, direcionando as propagandas inteiramente para quem quer aquela informação. Quanto você acha que se economiza anualmente com passagens aéreas, material gráfico, horas de empregados, convenções, trade show, brindes, etc., para este exemplo no turismo? E para todos os hotéis do Brasil? Do mundo? Alguns bilhões? Com certeza! Mas, atenção, não se trata de fazer um site e esperar os emails chegarem! Só sobreviverá neste mundo digital quem for relevante! Lembre-se: na natureza, não é o mais forte que sobrevive (como nos ensinam os dinossauros!), e sim quem melhor se adapta! É sair de um marketing tradicional – ênfase no contato passivo – para um marketing ativo e participativo! São investimentos relativamente baixos com alto poder de penetração junto a este cliente do nosso tempo. Antes, se gastava muito para se gritar em meio à multidão. Hoje, se investe pouco para se falar no ouvido do cliente. E você, como tem se comunicado com seu cliente? Tem feito o que para falar diretamente no ouvido dele? Nesses momentos sempre é bom relembrar das palavras do poeta e filósofo iluminista François-Marie Arouet, que entrou para a história com o pseudônimo de Voltaire: o ouvido é o caminho do coração. Pense nisso. Bom trabalho. Sucesso!


economia

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

Avanço foi registrado em 2012, em relação a 2011. Atualmente, as microfranquias representam 16% de todas as franquias abertas no país, de acordo com dados da associação que representa o setor, a ABF.

[ MICROFRANQUIAS ]

Mercado cresce acima de 20% ADRIANO ABREU

ALDAIR DANTAS

Virgínia Simonato Aguiar: microfranquia no setor de educação, um dos mais promissores no RN

O setor de alimentação é outro que cresce com velocidade, segundo estudo da Rizzo Franchise

egundo a Associação Brasileira de Franquias (ABF), o mercado de microfranquias cresceu cerca de 25% entre 2011 e 2012, no país. O Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de toda a riqueza produzida pelo país e um bom termômetro da economia brasileira, cresceu 1,2% no período. As franquias ‘baratas’, observa Liana Bittencourt, diretora geral do Grupo Bittencourt e especialista no setor, aproveitaram a

identificou os 100 melhores locais para se abrir uma franquia no país, os setores que mais cresceram em número de franquias em Natal foram os de educação e treinamento, livraria, infantil, automotivo, construção e mobiliário, alimentação, saúde e beleza, vestuário e acessórios, além de hotelaria e turismo. Mas para conseguir acompanhar este crescimento, é preciso capital. Os franqueados, explica

S

boa aceitação, e hoje já representam 16% de todas as franquias abertas no país - também de acordo com dados da ABF. Não há dados locais, mas Eduardo Viana, gerente de Acesso a Mercado do Sebrae, acredita que os números do RN não são tão diferentes. O segmento vem registrando crescimento no volume movimentado pelo menos nos últimos 15 anos. Dados da Rizzo Franchise revelam que o mercado de franquias

- considerando negócios de todos os portes - movimentou R$ 304 bilhões só no ano passado. O valor foi 6,2% maior que o movimentado em 2011, mas 128,5% superior ao registrado em 1994, quando inicia a série histórica da Rizzo. O número de unidades também aumentou. Passou de 91.080 para 190.568, considerando as unidades administradas por franqueados e por franqueadores também. Segundo estudo da Rizzo, que

Liana Bittencourt, precisam estar preparados para fazer novos aportes no negócio. “Não é só o investimento inicial”. Foi o que a enfermeira e empresária Virgínia Simonato Aguiar, 30 anos, descobriu. Ela adquiriu uma micro-franquia Ensina Mais, do grupo Prepara, que atua no setor de complemento escolar, e já investiu R$ 80 mil no negócio. O investimento inicial foi de R$ 15 mil, mas Virgínia precisou alugar e reformar prédio,

comprar equipamento, contratar pessoal. A unidade Ensina Mais-NatalTirol tem menos de duas semanas e é a primeira da rede na capital potiguar. Doze matrículas já foram realizadas, mas a expectativa é fechar 2013 com “pelo menos, 150”. Virgínia está otimista e já faz novos planos. “Vou ampliar a unidade à medida que aumentarmos o número de alunos. Há espaço para expandir”, afirma.

MICROFRANQUIAS E FRANQUIAS Os números do setor no estado e na região Norte-Nordeste - 2012 Franqueadores

172

Unidades próprias

845

Unidades franqueadas

3.421

Faturamento anual

R$ 2,10 bilhões

Empregos gerados

29.113

Rio Grande do Norte - 2012 Franqueadores

18

Unidades próprias

66

Unidades franqueadas

1.348

Número de franqueadores

Evolução do mercado de franquias no país Número de unidades,entre próprias e franqueadas

1º Educação e Treinamento 2º Livrarias 3º Infantil 4º Automotivo 5º Construção e Mobiliário

2.417

190.568

179.937

Taxa de mortalidade de negócios* Negócios de varejo

2.579

71% 8% *Até o final do quinto ano de negócio.

1996:

0,956 milhões

2011

1,933 milhões

2012

2,035 milhões

Receita anual da rede de franquias e próprias

1.035

75% Franquias

Empregos diretos gerados pela rede de franquias

91.080

Pequenos negócios

161

Faturamento anual R$ 87,06 milhões Empregos gerados

Setores que oferecem boas oportunidades em Natal

1996** 2011 **Início do levantamento da Rizzo Franchise.

2012

1996

2011

2012

1996

R$ 133 bilhões

2011

R$ 286 bilhões

2012

R$ 304 bilhões

EXEMPLOS DE FRANQUIAS BARATAS*** BAGNEWS Tipo de Negócio: Mídia Ecológica Regional

HOME ANGELS Tipo de Negócio: Cuidadores de pessoas

Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):a partir de R$ 25 mil

Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):R$ 17,5 mil a R$ 30 mil

Faturamento médio mensal: R$ 20 mil

Faturamento médio mensal: R$ 14.700

Tempo de retorno: de 8 meses a12 meses

Tempo de retorno: de 6 meses a 12 meses

Taxa de propaganda:Não cobra

Taxa de propaganda:R$ 350

Taxa de royalties:Não cobra

Taxa de royalties:R$ 700

Capital para instalação:R$ 13 mil Taxa de franquia:R$ 12 mil Capital de giro:Não exige Site:www.bagnews.com.br Dados atualizados no site da ABF em 11/01/2013 ***Parte delas ou já está no RN ou já demonstrou interesse em vir para o estado.A lista completa,segmentada por valor de investimento,pode ser consultada no site da ABF

Capital para instalação: R$ 1,5 mil a R$ 3 mil Taxa de franquia: R$ 15 mil a R$ 25 mil Capital de giro:R$ 1 mil a R$ 2 mil Site:www.homeangels.com.br Dados atualizados no site da ABF em 03/02/2012

ACQUAZERO CAR WASH Tipo de Negócio:Lavagem Ecológica/ à Seco / Estética Automotiva Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):R$ 6 mil a R$ 85 mil Faturamento médio mensal: R$ 15 mil Tempo de retorno: de 6 meses a 18 meses Taxa de propaganda:R$ 100 Taxa de royalties:Variável Capital para instalação: R$ 1 mil a R$ 40 mil Taxa de franquia: R$ 5 mil a R$ 15 mil Capital de giro:Variável Site:www.acquazero.com.br Dados atualizados no site da ABF em 14/09/2011

****PARA CIDADES COM MAIS DE 100 MIL HABITANTES

COMO ADQUIRIR UMA FRANQUIA:

LIGHT DEPIL DEPILAÇÃO LUZ PULSADA DELIVERY Tipo de Negócio: Serviços de Depilação a Luz Pulsada Delivery

Identifique os negócios nos segmentos que mais se identificam com o seu perfil;

Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):R$ 9.9 mil a R$ 43 mil

DOUTOR RESOLVE REPAROS E REFORMAS Tipo de Negócio: Reformas e reparos nas áreas de Elétrica,Hidrálica,Alvenaria, Jardinagem,entre outros. Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):R$ 37 mil a R$ 60 mil

Defina em que região e município pretende instalar o negócio;

Taxa de propaganda:R$ 100

Tempo de retorno:de 12 a 24 meses

Taxa de royalties:R$ 545

Taxa de propaganda:R$ 339

Selecione alguns dos negócios e inicie a busca de informações, conhecendo as empresas franqueadoras,a estrutura dessas empresas,quantos anos de mercado,a imagem e o conceito da marca e as franquias instaladas;

Taxa de royalties:R$ 678

GLOSSÁRIO

Faturamento médio mensal: R$ 10 mil Tempo de retorno:de 2 a 6 meses

Capital para instalação: R$ 9,9 mil a R$ 33 mil Taxa de franquia:Não cobra Capital de giro:Variável Site:www.lightdepil.com.br Dados atualizados no site da ABF em 05/02/2013

Faturamento médio mensal: R$ 50 mil

Capital para instalação: a partir de R$ 10 mil Taxa de franquia: R$ 15 mil a R$ 30 mil Capital de giro:R$ 12 mil a R$ 20 mil Site:www.doutorresolve.com.br Dados atualizados no site da ABF em 24/01/2013

Fonte:Rizzo Franchise/ABF/Portal do Franchising/Cartilha da Franquia-Mdic/Empresas

Franquia: Sistema pelo qual um franqueador cede ao franqueado o direito de uso da marca ou patente, associado ao direito de distribuição exclusiva ou semi-exclusiva de produtos ou serviços.Em alguns casos, ele cede também o direito de uso de tecnologia de implantação e

ENSINA MAIS Tipo de Negócio:Complemento Escolar

ONBYTE Tipo de Negócio:Cursos Profissionalizantes e de Informática

DR.JARDIM Tipo de Negócio:Manutenção de piscinas e jardins

Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):R$ 30 mil a R$ 65 mil

Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):R$ 30 mil a R$ 145 mil

Investimento (taxa de franquia + capital para instalação + capital de giro):R$ 15 mil****

Faturamento médio mensal: R$ 20 mil

Faturamento médio mensal: R$ 20 mil

Faturamento médio mensal: Não informado

Tempo retorno: de 17 meses a 24 meses Taxa de propaganda:R$ 33,90 Taxa de royalties:R$ 169,50 Capital para instalação: R$ 5 mil a R$ 35 mil Taxa de franquia:R$ 20 mil

Tempo de retorno:R$ 12 a 24 meses Taxa de propaganda:Não cobra Taxa de royalties:R$ 100 Capital para instalação: R$ 13 mil a R$ 50 mil Taxa de franquia: R$ 12 mil a R$ 35 mil

Capital de giro:R$ 5 mil a R$ 10 mil

Capital de giro:R$ 5 mil a R$ 60 mil

Site:www.ensinamais.com.br Dados atualizados no site da ABF em 09/01/2013

Site:www.onbyte.info Dados atualizados no site da ABF em 21/01/2013

Peça informações sobre investimentos necessários e detalhes do sistema de franquia de cada franqueadora selecionada;

Tente conhecer alguns franqueados e ex-franqueados e pergunte sobre o negócio;

Conheça quais as taxas a serem pagas e os serviços oferecidos; Conheça com profundidade os números do negócio.Peça ajuda e faça simulações de resultados investimentos,prazo de retorno, lucratividade média,capital de giro necessário,entre outros;

administração de negócio ou sistema operacional desenvolvidos pelo franqueador.O termo pode designar ainda empresas que participam de determinada rede,utilizando-se do sistema de franquias. Franqueado: Empresa ou empresário que adquire uma franquia.

Tempo de retorno:6 a 12 meses Taxa de propaganda:25% do salário mínimo nacional a partir do 4º mês Taxa de royalties:1 salário mínimo nacional a partir do 4º mês e 2 salários mínimos nacionais a partir do 13º mês Capital para instalação:R$ 3 mil Taxa de franquia:Não informado Capital de giro:R$ 2 mil Site:www.drjardim.com.br

Analise com o apoio de um advogado especializado no sistema de franquias a Circular de Oferta de Franquia,documento usado pelo franqueador para fornecer as informações comerciais,financeiras e jurídicas da sua franquia,e o contrato de franquia.

Franqueador: Empresa que autoriza os franqueados a fazerem uso restrito de uma marca cujos direitos são próprios. Royalties: Pagamento do franqueador por ceder e manter os direitos da franquia ao franqueado.

Fundo de propaganda: É um fundo cooperado,administrado pelo franqueador,criado para viabilizar as ações de marketing e publicidade da rede.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

economia

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

[ AGRICULTURA ] Levantamento da Conab indica que a produção deverá alcançar R$ 185 milhões de toneladas na safra 2013/2012, com um crescimento de 11,3% sobre a safra passada

Abrindo a porteira laf@digizap.com.br

Balanço da agroindústria agroindústria brasileira recuou 1,6% em 2012, segundo o IBGE, adiantando que a queda foi menor que a verificada em 2011, de 2,2%. Os setores vinculados somente à agricultura registraram queda de 2,4%, de maior peso no total da agroindústria, assim como os setores associados à pecuária (-5,4%), apresentaram desempenhos negativos no índice acumulado do ano. O grupo dos inseticidas, herbicidas e outros defensivos para uso agropecuário, no entanto, cresceu 25,5%, em 2012, enquanto o segmento de madeira avançou 3,5%. Segundo o IBGE, a queda na produção da agroindústria em 2012 deve-se, principalmente, à retração nos derivados da pecuária (4,3%), por conta de aves (-6%) e bovinos e suínos (-4,2%); e nos derivados da agricultura (-3%), pela menor produção dos derivados fumo (-13,4%), laranja (-12,9%), soja (-4,3%) e cana-de-açúcar (-2,4%).

A

ESTRAGOS Nem parece fevereiro no semi árido nordestino. As chuvas vão demorar mais um pouco, até março, prevêem os meteorologistas. Segundo o jornal cearense O Povo, a falta de chuvas afetou as empresas de beneficiamento de algodão, responsável por fornecer o insumo utilizado na fabricação de fios e de tecidos. Em 2012, a estiagem reduziu em 85% a produção de algodão no Ceará. Dados do último levantamento mostram que a colheita de algodão, em todo o Estado, restringiu-se a 374 toneladas.

Caravana

Mandioca

Logo após o carnaval, a Federação da Agricultura do Rio Grande do Norte (Faern) vai organizar uma caravana de jornalistas e convidados, passando pelas áreas mais atingidas pela seca. A “Expedição Retratos da Seca”, entre os dias 22 a 24, não terá políticos convidados, disse o presidente da Faern, José Álvares Vieira.

Nem a mandioca escapa da seca brava no semi árido do Nordeste. A tonelada da raiz subiu 187% em dezembro do ano passado, de acordo com levantamento da Conab. Em todo o Nordeste foram produzidas 6,6 milhões de toneladas, 16% a menos do que em 2011. O semiárido - onde a safra caiu pela metade - representa algo em torno de 30% da produção do Nordeste.

EXPANSÃO A safra brasileira de grãos cresce a uma velocidade estonteante. Agora a previsão para 2013 já é de uma safra de 185 milhões de toneladas, segundo disse o ministro da Agricultura e Pecuária, Mendes Ribeiro. A última estimativa, em janeiro, havia sido 180,4 milhões de toneladas com base em levantamentos da Conab.

1

2

O empresário Com a falta de Francisco leite no Veloso, da mercado, o Taupyo Brasil renova o Agropecuária, em acordo com Taipu, implantou Argentina para a uma área de palma importação de leite irrigada para garantir em pó. A Argentina o volumoso do seu poderá exportar 3,6 rebanho de bovinos e mil toneladas mensais bubalinos. Diante da de leite em pó para o falta de chuvas, o Brasil, mantendo a empresário cota anterior. O encontrou uma acordo valerá de alternativa para fevereiro de 2013 até baixar os custos. janeiro de 2014.

3

A Emparn está iniciando uma série de obras em suas estações experimentais. Vários galpões estão sendo construídos para utilização dos pesquisadores. Na sede no Jiqui, além de um galpão está sendo construído o pórtico de entrada. As obras somam mais de R$ 1,5 milhão.

Recorde no milho O Brasil deve bater recorde na exportação de 22 milhões de toneladas de milho em 2013, de acordo com projeção da FAO (Organização de Agricultura e Alimentação da ONU). A agência da ONU prevê também maior produção de cereais no mundo em 2013, estimando colheita de 2.302 milhões de toneladas, 20

milhões a mais do que na projeção de dezembro. As perspectivas positivas da produção brasileira de milho levaram a suíça Syngenta, uma das maiores empresas de sementes e agroquímicos do mundo, a planejar investimento de US$ 77 milhões na expansão de sua produção de sementes em Formosa (GO).

PREVISÃO O cientista, PhD em Meteorologia e professor da Universidade Federal de Alagoas, Luiz Carlos Molion, disse em palestra na Anorc, na última terça-feira, que a escassez de chuvas vai continuar por mais alguns anos no semi árido brasileiro. Alertou para o nordestino se adaptar à realidade, se possível, deixando de lado o plantio de algumas culturas e a criação de gado.

REBANO Os Estados Unidos têm, no momento, o menor rebanho bovino desde 1952. Segundo informações do Departamento de Agricultura dos EUA (USDA), o rebanho bovino do país encolheu mais. A estimativa do plantel bovino no início de janeiro foi de 89,3 milhões de cabeças, 1,6% menor em relação há um ano. A safra de bezerros esperada para este ano é de 34,28 milhões de cabeças, 2,9% menor do que a registrada no ano anterior. A produção total de carne bovina dos Estados Unidos em 2013 é projetada em 11,28 milhões de toneladas equivalente carcaça, uma diminuição de 3,7% frente a 2012.

CERTIFICAÇÃO Uma nova regra vai facilitar o procedimento para a certificação de imóveis rurais. O Incra informou que o procedimento para a certificação de imóveis rurais será feita de forma automatizada. O processo será online, com emissão automática da certificação. Essa mudança deverá facilitar e agilizar o processo, além de baratear os custos. O sistema do novo procedimento é o Sigef - Sistema de Gestão Fundiária. Caso enfrente dúvidas com o novo procedimento, entrar em contato pelo emailduvidas.sigef@incra.gov.br.

Produção brasileira de grãos deve bater recorde

DIVULGAÇÃO

rasília - A produção brasileira de grãos na safra 2012/13 deve ser de 185 milhões de toneladas. A previsão foi anunciada durante levantamento divulgado na quinta-feira, 7, pela Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), vinculada do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa). De acordo com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Mendes Ribeiro Filho, as medidas de apoio do Governo Federal ao setor produtivo contribuirão para o recorde previsto. “Aumentamos o crédito, reduzimos as taxas de juros e os resultados colhidos não são surpreendentes. Não se espera outra coisa de um setor acostumado a superar seus próprios limites”, afirmou o titular da pasta da Agricultura. Mendes Ribeiro lembrou ainda que o valor, se confirmado, será 11,3% superior ao da safra anterior, de 166,17 milhões de toneladas. O percentual representa a maior alta de uma temporada para a outra desde a elevação de 27,2% da safra 2001/02 (96,799 milhões de toneladas) para a de 2002/03 (123,168 milhões de toneladas). A soja será o principal produto em volume, com crescimento previsto de 25,7% e produção estimada em 83,42 milhões de toneladas. Outro destaque deve ser o milho 2ª safra, que também apresentou aumento de 4,6%, passando de 39,1 para 40,9 milhões de toneladas. Se confirmada, essa será a maior safra da cultura, superando a produção do milho 1ª safra – estimada em 35,1 milhões de toneladas.

B

ÁREA As culturas de soja e milho também apresentaram os maiores crescimentos em relação à área plantada. No caso da soja, o aumento foi de 10,4%, passando de 25 milhões para 27,6 milhões de hectares. Já o milho 2ª safra teve uma ampliação de área de 8,5%, passando de 7,6 para 8,3 milhões de hectares. Outras culturas também devem ter acréscimos em relação à área, como o amendoim 1ª safra,

Entre os produtos, a soja deve liderar em volume, com crescimento previsto de 25,7%, diz a Conab

FRETE X CUSTOS Brasília (AE) - A alta dos preços do óleo diesel anunciada no final de janeiro pelo governo federal e o aumento das despesas com transporte por causa da nova Lei do Caminhoneiro devem pressionar os custos dos principais insumos agropecuários em 2013.A afirmação é diretor técnico da Associação Brasileiro do Agronegócio (Abag) e presidente da Câmara Temática de Insumos Agropecuários,vinculada ao Ministério da Agricultura,Luiz Antonio Pinazza.Segundo o dirigente,os dados mostram que os desempenhos das indústrias de insumos acompanham o crescimento da produção agropecuária brasileira.O setor de fertilizantes no ano passado teve entregas recordes estimadas em 30 milhões de toneladas.O de defensivos teve faturamento de R$ 17 bilhões.Na avaliação de Pinazza,o principal entrave para o agronegócio brasileiro continua sendo a questão logística,pois “nos últimos cinco anos a produção de grãos aumentou em 50 milhões de toneladas,enquanto a infraestrutura para escoar a safra e transportar insumos até o campo continua a mesma”. Pinazza calcula que nos últimos meses os valores dos fretes agrícolas nas principais rotas aumentaram 30%,por conta do aumento da demanda,e a perspectiva é de novas altas por causa da alta do preço do diesel e da nova Lei dos Caminhoneiros.

aveia, canola, cevada e triticale. Como a área total prevista é de 52,98 milhões de hectares, a produtividade deve ser a maior já registrada na história, de 3,5 toneladas por hectare. Os estudos para o levantamento da safra foram realizados no período de 21 a 26

de janeiro. Mais de 60 técnicos da Conab estiveram em campo para atualizar as informações de área, produção e comportamento climático nos estados da região Centro-Sul, em Rondônia e Tocantins, e ainda no oeste da Bahia, sul do Piauí e Maranhão.

Armazenagem e logística carecem de investimentos Brasília (ABr) - Uma série de fatores contribuíram para que o Brasil possa bater, novamente, recorde na produção e na produtividade de grãos estimada pela Conab. O que, por um lado, é uma ótima notícia para o país, por outro deixou mais evidentes algumas dificuldades para escoar e armazenar grãos. “Falta de [locais] para armazenagem é [em certo aspecto] bom, porque é um indicador de que a produção está avançando. Até porque a produção cresce mais rápido do que armazenagem [para, a partir desse cenário, haver estímulos para novos investimentos]”, disse o secretário de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, Neri Geller. Com a tendência de novos recordes serem batidos, o governo federal pretende criar novas linhas de crédito para aumentar as condições de transporte e armazenamento da produção. “Estão sendo definidos pontos estratégicos para fazermos novos armazéns públicos nos estados de Santa Catarina, Bahia e outros estados do Nordeste. Pretendemos incentivar a iniciativa privada com financiamentos e taxas de juros”, antecipou o secretário de Política Agrícola. Ele explica que o Brasil tem enfrentado problemas na área de armazenagem em consequência da alta produtividade, que tem avançado muito fortemente, e lembra que isso envolve também problemas de logística, que é por onde os produtos são escoados. A soja e o milho tiveram problemas desse tipo nesta última safra. “Vamos participar de audiências com o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para discutir a questão. Os dirigentes do banco manifestaram interesse em nos ajudar nesse ponto”, disse Geller. “E temos o aval dos ministérios da Fazenda e do Planejamento para anunciarmos nos próximos dias os contratos de opções para reposição de estoques, com o objetivo de balizar o mercado e assegurar a política de renda do produtor”. Atualmente, os armazéns públicos estocam 2 milhões de toneladas de grãos. A maior fatia está nos armazéns privados, que estocam algo entre 5 e 7 milhões de toneladas, segundo Geller. A previsão é de que os recursos do BNDES não sejam limitados a equipamentos, mas também a obras civis da iniciativa privada. Uma das frentes que o governo pretende abrir à iniciativa privada é a concessão de rodovias por onde a produção é escoada.


economia

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

5

ENTREVISTA: JOÃO NILTON CASTRO MARTINS / SUPERINTENDENTE DO BNB NO RN

“A inadimplência ficou muito alta” O banco confirma que suspendeu o crédito para a carcinicultura desde o dia 21 de janeiro? O banco suspendeu temporariamente as operações.

Se os sinais não forem positivos? A gente trabalha para analisar o que é viável. Se mostrar que não é viável, que o risco é maior e a gente não conseguir resolver essa questão da inadimplência, infelizmente a inadimplência prende a gente. Porque como a gente justifica um setor com inadimplência tão alta?

Até quando, já que é temporariamente? O banco está fazendo um estudo. Fechando esse estudo sobre o setor a gente já retoma a regularidade.

Se não conseguir resolver essa questão a tendência é que o banco se torne mais rigoroso. Que seja mais difícil financiar? Acho que a gente tem que achar uma forma de resolver. Como a gente fica com a inadimplência assim? Se é um setor que responde comercialmente, por exemplo...

Um estudo sobre o que? Veja bem, a decisão de suspensão temporária foi motivada pela inadimplência do setor. Nos últimos três anos, o banco tem apoiado o setor com mais de R$ 710 milhões no Nordeste, beneficiando 513 produtores. Entretanto, a inadimplência do setor ficou muito alta. Ficou em torno de quanto? Ultrapassa 70%. Setenta por cento do montante da dívida não teve o pagamento regular. E da quantidade de produtores o volume também é elevado. Mais de 60% dos produtores atendidos não pagaram em dia as prestações. Isso chamou a atenção do banco para que a gente reanalisasse como continuar a apoiar o setor. Como é o FNE [Fundo Constitucional de Financiamento do Nordeste] a fonte [de recursos], é um dinheiro público. Um dinheiro dos contribuintes. Então a gente tem que administrar isso para ver por que se deu tamanha inadimplência e de forma quase que generalizada. Qual é a taxa geral de inadimplência do banco,para fazer um comparativo? A inadimplência média da carteira global do banco, do banco todo, representa 4,8%. Está abaixo do mercado financeiro. E a do setor agropecuário? Essa [4,8%] é a média. Talvez esteja até abaixo porque há muitas ações de repactuação, de negociação [para esse setor], mas fica na mesma média. Nenhum outro setor tem uma taxa tão alta quanto a da carcinicultura? Não, dessa forma não. Principalmente aqui no Rio Grande do Norte, não. Proporcionalmente,, a taxa de inadimplência do setor é a mesma em todos os estados. Mas, veja, não fechamos o setor de atendimento [para a carcinicultura]. Não fechamos totalmente o setor. Começamos a analisar com mais cuidado o setor. E não deixamos de atender o cliente. A gente começa a ver quais os diferenciais do projeto, o que apresenta de viabilidade econômica, o que ele traz de produtividade, por exemplo. Com essas informações ele vai ser encaminhado para as instâncias de aprovação do banco. [Se confirmada a viabilidade]. O que na visão do banco está provocando tanta inadimplência? Já chegaram a alguma explicação? Não tem resposta ainda. O Etene [Escritório Técnico de Estudos Econômicos do Nordeste, vinculado ao BNB] está atrás disso. Sabemos que a colocação dos produtos no mercado interno é boa, que houve recuperação do preço em relação a épocas passadas. Mas também sabemos que houve queda na produtividade. As condições de financiamento oferecidas ao setor são diferentes de outras atividades agropecuárias? Isso pode estar estimulando a inadimplência? Juros mais altos,por exemplo? Não. Temos a mesma forma de atender. Não há juros mais elevados para o setor. Para quem vale efetivamente a suspensão do crédito, considerando que alguns projetos têm chances de ser aprovados, segundo o senhor? Vale para o setor como um to-

Recebemos carta da ABCC endereçada ao presidente do banco protestando, cobrando explicações e considerando um contra-senso a decisão num momento em que o governo federal afirma que quer fomentar o setor.Receberam a carta? Encaminhamos a carta para o gabinete da presidência.

RENATA MOURA Editora de economia

O

Banco do Nordeste suspendeu desde o dia 21 de janeiro novas operações de financiamento aos criadores de camarão, diante de uma taxa de inadimplência que,

afirma a instituição, ultrapassa 70% no setor regional. A medida vem provocando protestos dos carcinicultores, mas, segundo o superintendente do banco no Rio Grande do Norte, João Nilton Castro Martins, foi necessária na tentativa de fazer as operações voltarem aos trilhos. “Essa taxa chamou a atenção para que o banco reanalisasse como continuar a apoiar o setor. Estamos falando de dinheiro público. Então a gente tem que administrar isso para ver por que se deu tamanha inadimplência e de forma quase que generalizada”, disse Martins, à TRIBUNA DO NORTE. Nesta entrevista, ele dá números e explica que “projetos viáveis” têm chances de ser aprovados. Acrescenta, entretanto, que as operações de crédito para o setor como um todo só devem ser retomadas com regularidade após concluído um estudo para identificar as razões do problema e possíveis soluções. O estudo está em curso, mas não há prazo para que seja concluído.

do. Para você parar para analisar o setor e saber por que tamanho inadimplência. Porque você há de convir que a gente, como banco federal que trabalha com dinheiro público, tem que cuidar da gerência desse dinheiro público. Quando chega a um patamar de inadimplência dessa forma, diferente de outros setores, a gente tem que tomar uma providência e buscar, inclusive junto com parceiros como ABCC, associações estaduais e outros órgãos técnicos, o entendimento disso.

Temos que cuidar da gerência do dinheiro público. Quando chega a um patamar de inadimplência dessa forma, temos que tomar uma providência ”.

Mas não é uma regra (a suspensão) que vale para todos os carcinicultores, não é isso?Se algum deles vier com um projeto considerado viável pelo banco vai receber financiamento? Vamos ver a viabilidade do projeto e ele vai ter financiamento [dependendo da viabilidade]. Então não existe suspensão. Existe análise mais criteriosa. Ou não? Existe suspensão no sentido de vamos ver esse projeto direito, o que traz de diferencial, o que traz de competitividade. Se ele corre esse risco de inadimplência? Esses critérios não eram analisados antes? São. Mas a gente começa a olhar com mais cuidado para ver por que está dando a inadimplência. Mas o projeto, se considerado viável, será contratado, tanto para investimento quanto para custeio. Os projetos vão demorar mais tempo em analise? Não. A gente está realmente atrás de compreensão da inadimplência.

Há projetos parados dentro do banco,à espera de resposta sobre o financiamento? No RN estamos tendo baixa demanda para investimento. Mas eu não tenho nada represado. Do tipo, chegou o seu projeto e eu devolvo porque não estou analisando. No RN não temos isso.

Buscaremos as organizações que possam ajudar a resolver. Porque não justifica continuar a financiar com uma inadimplência dessa magnitude”.

No ano passado circularam rumores de que estaria em curso um processo de esvaziamento do BNB, com algumas atribuições migrando para outros bancos.Tem fundo de verdade? A questão da carcinicultura e migração de projetos de energia eólica para o BNDES seriam sinais disso? Não. A gente não acredita nisso. E alguns setores ajudam a embasar esse posicionamento. O banco nos últimos anos vem sempre aumentando as suas aplicações. Estamos em plena expansão do números de agências. Abrimos 27 agências em 60 dias. E temos mais 81 agências para abrir este ano. Estamos agora desde setembro/outubro convocando novos funcionários. Tudo indica o contrário do que foi noticiado.

Mas na região existe isso? Existe uma suspensão temporária. Porque enquanto estou buscando o entendimento disso naturalmente algumas coisas no projeto vão ficar em aberto. Acaba tendo uma suspensão temporária. Para compreender melhor o que tem no setor.

Qual é a fatia da carcinicultura nos financiamentos do BNB? Da carteira rural no Rio Grande do Norte, representa 11%. Essa carteira rural não considera agricultura familiar, que é um programa a parte.

As respostas aos pedidos de financiamento só serão dadas após a análise setorial sobre a inadimplência? Dependendo do que o projeto oferece, pode ser que sim ou não.

Quanto emprestou nos últimos cinco ou três anos para a carcinicultura? No RN emprestamos R$ 801 milhões de 2008 a 2012 para o setor rural. Desse volume, R$ 120 milhões para o setor da carcinicultura.

Outros setores estão sofrendo restrições ou só a carcinicultura? No momento estamos trabalhando a carcinicultura. A suspensão só vale para esse setor.

Há plena possibilidade. Temos interesse e instrumentos para fazer isso. Temos feito aqui no RN. Já renegociamos aqui com mais de 28% dos produtores. O que nos chama a atenção também: por que tanta inadimplência e renegociação do setor. Por isso que merece um estudo.

Quanto tempo deve demorar esse estudo? Há alguma previsão? Gostaríamos que fosse bem rápido. Com certeza a gente vai procurar apoio de parceiros da ABCC, das outras associações estaduais, de instituições técnicas para que a gente possa principalmente diminuir inadimplência. Ver como a gente pode renegociar isso. A gente tem feito aqui no RN várias renegociações para viabilizar o setor e com isso poder incrementar mais recursos no setor. Há então possibilidade de renegociação dessas dividas?

Tem previsão de financiamento para o setor em 2013? De quanto pretendem emprestar se o crédito for retomado? Sim, se a gente tiver uma posição e a gente espera isso urgente sobre esse diagnóstico que está sendo feito, a gente tem plenas condições de atender o setor em 2013.

Essa decisão do banco vai contra a decisão do governo de incentivar o setor? Essa decisão vem pela responsabilidade de administração do crédito. Estamos trabalhando com dinheiro público e se apresenta uma inadimplência tão alta a gente tem que reavaliar o setor, a colocação desse dinheiro. Os criadores reclamam de não terem sido ouvidos.De o banco ter tomado a decisão sem ter chamado a associação, os criadores. Veja bem, o primeiro momento foi interno, no sentido de a gente ver o que está acontecendo com essa inadimplência. Naturalmente quando a gente parte para estudar o que está acontecendo a gente vai precisar deles. A gente vai buscar essa ajuda da associação brasileira, estadual, de órgaos técnicos, para ajudar no entendimento. Com certeza a gente buscará todas as organizações que possam ajudar a resolver a inadimplência. Porque como continuar a financiar. Não justifica continuar a financiar com uma inadimplência dessa magnitude. O banco já tem possíveis soluções em estudo para evitar que novos financiamentos não só da carcinicultura mas de outros setores alcancem um nível tão alto de inadimplência? Se você verificar que nossa inadimplência está abaixo de 5% é porque a gente toma as medidas cabíveis em cada setor, como a gente está fazendo [com a carcinicultura]. A gente está procurando entender. Mas não temos ainda uma medida clara de como deve ser feito para evitar. O que estamos solucionando em parte é chamando e visitando os devedores para renegociar a dívida, explicar a questão da inadimplência. Como tem sido feita essa renegociação? Tem alargado prazo? Baixado juros? Fica no caso a caso. Cada um é uma realidade. O que acha do protesto da ABCC? A associação chegou a dizer que considerava as restrições uma violência administrativa... Quem vai se pronunciar é o gabinete da presidência.

Quanto foi financiado no ano passado? Manteve a média que vinha de 2010, 2011, na faixa de R$ 30 milhões.

Há data prevista para tratar do assunto com o setor? Não. Tem o estudo do Etene pra ver como vai ter desdobramento disso.

Vocês preveem este ano manter essa média? Se a gente tiver sinais positivos desse estudo, a gente pode manter e até aumentar.

Confira a entrevista completa em http://blog.tribunadonorte.c om.br/mercado/


economia 6

Natal | Rio Grande do Norte |Domingo | 10 de fevereiro de 2013

[ TRABALHO ] Decisão recente do STF estendeu a empregados demitidos antes da lei de 2011, que regulamentou o benefício, o direito ao aviso prévio proporcional de até 90 dias, mas há restrições.

Mercado Publicitário ANNA RUTH DANTAS - annaruth@terra.com.br ALEX RÉGIS

Nova regra de aviso prévio não vale para todas as ações CARLOS HUMBERTO

Percepção do brasileiro sobre mercado piora

Recorde nacional inauguração da loja da Ótica Diniz na cidade de Ceará-Mirim alcançou recorde nacional de vendas. Toda campanha publicitária foi desenvolvida pela Executiva Propaganda e pela equipe de marketing da Ótica Diniz. O foco da campanha publicitária foi mostrar que a maior rede de óticas do país chegou a CearáMirim e na semana de lançamento todos os produtos foram colocados em promoção. A estratégia foi tão arrojada que até show de Sirano e Sirino teve na inauguração da Ótica Diniz na cidade.

A

Ministro Gilmar Mendes, do STF: Regra acaba com uma dúvida existente desde meados de 2011 ALBERTO LEANDRO

Novo produto O óleo de argan, conhecida popularmente como o “ouro marroquino” devido a sua aplicabilidade para diversos tratamentos, tornou-se matéria-prima para uma linha de produtos para cabelo e pele desenvolvido

pela empresa potiguar Formule Farmácia de Manipulação. A partir do óleo de argan, rico em ômegas 9 e 6, vitamina E e polifenóis, foram desenvolvidos diversos produtos como shampoo, máscara capilar e hidrantantes.

MULHER NO ARMAZÉM PARÁ

A Ratts Ratis desenvolveu mais um trabalho para o Armazém Pará. O Mundo Mulher foca na necessidade feminina e o seu perfil de economizar. O foco da campanha publicitária é mostrar descontos exclusivos que estão no “Mundo Mulher”.

Ondas do rádio A Rui Cadete Consultores traz mais um diferencial para vocês. A Ratts Web trabalhou e agora, ao acessar o site da empresa contábil, o internauta pode acompanhar a programação diária na Rádio Rui Cadete para informar o dia a dia e deixar o ambiente mais descontraído.

Internacional A Avon está realizando uma movimentação global da porção criativa de sua conta publicitária, que desde 2005 está nas mãos da Soho Square — rede pertencente ao WPP e que tem como principal escritório a sede de Nova York. Segundo fontes do propmark, o anunciante está transferindo a responsabilidade sobre a

elaboração de suas campanhas para a Badger & Winters, também localizada em NY. Com estilo menos tradicional e mais condizente com as cada vez mais destacadas hotshops, a agência se define como “especializada em criar ideais poderosas que estabeleçam como suporte de conexões emocionais com os consumidores”.

PROMOÇÃO A Copa do Nordeste caminha para as quartas de final, mas o concurso cultural “Craque Dayton” continua recebendo as inscrições de quem quer ver seu filho, sobrinho, neto em campo na Copa do Nordeste. Para concorrer basta acessar a Fan Page do Esporte Interativo (promocaodayton.esporteinterativo.com.br), no Facebook, e participar da promoção. Os pequenos torcedores entrarão em campo com seu time de coração e ganharão uma camisa autografada.

EVENTO A Good People Share promove, nos dias 25 e 26 de fevereiro, na Faap, em São Paulo, a 5ª edição do Fórum Internacional NBC — New Brand Communication, que reunirá especialistas nacionais e internacionais para discutir sobre as principais tendências e os formatos inovadores da indústria de comunicação de marketing do mundo. Maiores informações: contato@goodpeopleshare.com.br ou pelo telefone: (11) 3063-2457 TAISER NA KAISER

O apresentador Marcelos Tas é o novo garoto propaganda da cervejaria Kaiser. A campanha “Barril” estréia essa semana em rádio, jornal e televisão. As peças divulgam divulga o Kaiser Barril, que completa um ano de lançamento no mercado. O objetivo é quebrar os mitos sobre a cerveja de barril e por isso foi feita a opção por Tas, que sugere bom humor e inteligência à ação.

rasília (AE) - O Supremo Tribunal Federal (STF) definiu na semana passada que também têm direito ao aviso prévio proporcional de até 90 dias os empregados demitidos antes da lei de 2011 que regulamentou o benefício. No entanto, para garantir esse direito, as ações devem ter dado entrada até dois anos após o desligamento. Especialistas na área comentaram a decisão. O advogado especialista em Direito do Trabalho do escritório Peixoto e Cury Advogados, Carlos Eduardo Dantas Costa, esclarece que a decisão não vale para todos os casos que discutem o pagamento do aviso prévio antes de 2011. “Na prática, a aplicação da Lei do Aviso Prévio será estendida aos mandados de injunção ajuizados antes de 2011, ano de edição da nova lei e cujos julgamentos, embora iniciados, haviam sido suspensos. Ou seja, não é direito de todos os trabalhadores dispensados antes da edição da referida lei, como dá conta o voto do ministro Gilmar Mendes, do STF”, afirma. O mestre e doutorando em Direito do Trabalho e professor de pós-graduação da PUC-SP, Ricardo Pereira de Freitas Guimarães, lembra que o direito dos trabalhadores ao pagamento do aviso prévio proporcional ao tempo de serviço estava pendente de regulamentação desde a promulgação da Constituição Federal em 1988, “A proporcionalidade do pagamento deste benefício está prevista no artigo 7º, inciso XXI da

B

Decisão saiu em momento de pessimismo em relação ao emprego

Constituição Federal. Esta proporcionalidade no pagamento por tempo de trabalho ficou pendente de regulamentação no Legislativo até a edição da Lei do Aviso Prévio, em 2011. E por todo esse período o tema foi discutido Supremo por conta omissão legislativa”, explica o professor. Porém, segundo Freitas Guimarães, esta decisão engloba apenas os casos específicos que estão sendo discutidos no STF, como destacado pelo ministro Gilmar Mendes. A decisão do ministro acaba com uma dúvida existente desde junho de 2011, quando a Corte julgou ações que questionavam a demora do Legislativo em regulamentar o benefício estabelecido pela Constituição de 1988. Na ocasião, os mi-

nistros reconheceram a omissão do Congresso, mas não fixaram os parâmetros para definir até quantos dias de aviso prévio os trabalhadores poderiam ter direito. Meses depois, em outubro de 2011, foi aprovada a lei que estabelece o aviso prévio de até 90 dias. Como a lei não tinha efeito retroativo, quem acionou o STF por demissões ocorridas antes da norma ainda não tinha recebido o aviso prévio proporcional, apesar de terem provocado a discussão que pressionou o Legislativo a aprovar a lei. “Essas pessoas que entraram com o mandado (de injunção) e deflagraram o processo estavam no limbo. Então eu trouxe para decidir”, disse o relator, ministro Gilmar Mendes.

Rio (AE) - A percepção do consumidor brasileiro sobre o mercado de trabalho piorou no início deste ano, em relação ao final do ano passado. Segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), o Indicador Coincidente de Desemprego (ICD) subiu 2,7% entre dezembro de 2012 e janeiro deste ano. Quanto maior o ICD mais negativa é a percepção do consumidor em relação ao mercado de trabalho. A percepção do brasileiro vinha melhorando desde setembro, com sucessivas quedas do ICD, que acumularam uma redução de 5,1%. Apesar de o Indicador ter mostrado mais desemprego em janeiro, a economia brasileira vive hoje uma situação de pleno emprego, segundo o economista do Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getúlio Vargas (Ibre/ FGV) Fernando Barbosa Filho. No mês passado, o ICD, que corresponde à variação das taxas de desemprego entre dois meses, avançou 2,7%. Em dezembro, a taxa foi de -2,4%. A elevação do porcentual indica mais desemprego. A afirmação do economista também contraria a interpretação do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), que não reconhece o pleno emprego. Apesar do resultado, Barbosa disse que não foi observada nenhuma grande tendência de mudança no mercado de trabalho, que permanece em expansão. “O mercado continua aquecido. A pequena elevação (da taxa de desemprego) observada em janeiro (do ICD) é fruto só do início do ano”, salientou. O economista argumentou que os salários estão crescendo acima da produtividade, o que comprovaria um cenário de pleno emprego. “Isso vai gerar problema para as empresas. O mercado só pode responder jogando gasolina na inflação. A tendência é que a pressão nos preços de serviços devido ao mercado de trabalho apertado continue.

[ DIGITAIS ] Governo estuda aumentar oferta de crédito para que a população compre aparelhos de televisão com o sistema digital embutido. Objetivo é melhorar condições para a baixa renda.

Custo das TVs deve cair rasília (ABr) - O Ministério das Comunicações já começou a estudar formas para antecipar a conclusão da digitalização do sistema de televisão brasileiro, que irá permitir o uso da faixa de frequência, atualmente usada por emissoras analógicas, para a oferta da internet móvel de quarta geração (4G). Além de incentivos para as emissoras digitalizarem o sinal, poderá haver maior oferta de crédito para que a população compre aparelhos de televisão que já venham com o sistema digital embutido. “Estamos fazendo estudos, temos que levar para o Guido [Mantega, ministro da Fazenda], para a presidenta [Dilma

B

Rousseff], mas achamos que tem que ser. Queremos digitalizar de vez a televisão, acabar com a época do chuvisco e do Bombril na antena”, disse o ministro das Comunicações, Paulo Bernardo. Paulo Bernardo garante que o governo não vai permitir que o sinal analógico seja desligado se ainda houver um grande número de famílias sem televisores digitais, e avalia que é possível melhorar as condições para a compra desses aparelhos. “Uma TV digital custa hoje em torno de R$ 300, e acho que é possível fazer políticas para baixar um pouco isso. Além disso, a classe C não compra à vista, e mede muito a prestação. Com a dimi-

nuição dos juros, temos que batalhar para ter uma prestação baixinha”. No caso de famílias de baixa renda, principalmente quem está no cadastro do Bolsa Família, poderá haver subsídios para a compra do aparelho ou do conversor digital. Segundo o ministro, os recursos viriam da arrecadação do leilão da faixa de frequência de 700 mega-hertz (MHz), que será usada para a tecnologia 4G. Uma portaria publicada no último dia 7 no Diário Oficial da União autoriza a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) a iniciar os procedimentos para a destinação da faixa de 700 MHz para a tele-

fonia de quarta geração (4G). A licitação para destinar a faixa de frequência deverá acontecer em fevereiro ou março do ano que vem, segundo previsão do ministro. Antes disso, a Anatel vai fazer uma consulta pública para ouvir a sociedade sobre a questão. Pelo menos duas exigências serão impostas às empresas que vencerem o leilão para oferecer 4G na faixa de 700 MHz. A primeira é a cobertura de serviço de telefonia móvel (voz) nas principais rodovias do país, o que hoje não é obrigação das operadoras. “O celular na estrada é importante, às vezes tem um acidente, quebra um veículo”, aponta o ministro.


natal

FISCALIZAÇÃO NAS RODOVIAS

Em entrevista à TN,Rosemberg Alves fala sobre a estrutura da PRF no Rio Grande do Norte PÁGINA 4

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

Possibilidade de pancadas de chuvas Máx.: 31ºC Mín.: 26ºC

Preamar 04h45-2.4 - 16h56-2.6 Baixa-mar 04h45-0.1 - 22h49-0.0

Quintas: hoje 232 bancas/144 feirantes Lagoa Seca 206 bancas/122 feirantes

BALNEABILIDADE Impróprias Rio Pium - Balneário

FASES DA LUA Nova: hoje Crescente: 17/02 Nascer do sol: 5h25 Pôr do sol: 17h44

Editora: Margareth Grilo e-mail: margareth@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 de fevereiro de 2013

De março a outubro de 2012, o governo estadual repassou R$ 18 milhões à Associação Marca, sem a devida prestação de contas e sem a apresentação dos documentos originais das subcontratações feitas pela O.S [ HOSPITAL DA MULHER ]

A.Marca era paga sem fiscalização FOTOS:ALDAIR DANTAS

RICARDO ARAÚJO SARA VASCONCELOS repórteres

escumprindo trâmites burocráticos e alheia aos pareceres dos órgãos de fiscalização e controle interno, a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap RN) efetuou todos os repasses de recursos para a Associação Marca, responsável pela gestão do Hospital da Mulher, em Mossoró, entre os meses de março e outubro de 2012. Tal constatação foi feita pela Comissão Interna de Auditoria da Sesap, composta por 11 técnicos, e detalhada num relatório entregue ao Ministério Público Estadual, Controladoria Geral do Estado e ao atual titular da Sesap, Isaú Gerino. No documento, consta que “os processos de pagamentos transitavam apenas do Gabinete do Titular da Pasta – na época o médico Domício Arruda – para a COF – Coordenadoria Financeira”, que efetua a liberação das verbas. O então secretário Domício Arruda pediu exoneração do cargo em maio do ano passado. No mês seguinte, o Ministério Público Estadual deflagrou a Operação Assepsia, que culminou com a prisão dos representantes da A.Marca, no Rio Grande do Norte, Rose Bravo e Antônio Carlos (Maninho), além de servidores e ex-funcionários da Secretária de Saúde de Natal. De março a outubro do ano passado o Governo do Estado repassou cerca de R$ 18 milhões à Associação Marca para o custeio do Hospital de Mulher. Os recursos eram recebidos pela organização social sem a devida prestação de contas e, além disso, sem a apresentação dos documentos originais de subcontratação de empresas. Do total repassado, a utilização de aproximadamente R$ 8,4 milhões “não foram comprovados”, segundo cálculos dos auditores da Sesap. Os valores e a descrição das irregularidades fazem parte do relatório entregue ao MPE, Sesap e Controladoria Geral do Estado, na primeira quinzena de janeiro. A TRIBUNA DO NORTE teve acesso ao documento – que era tratado sob sigilo pelos órgãos governamentais - com exclusividade. Após a identificação de irregularidades no contrato com a Secre-

D

taria de Saúde de Natal, a Sesap nomeou a servidora Valcineide Alves da Cunha de Souza, através da Portaria nº 219/GS/Sesap, com a atribuição de “fiscalizar e atestar a efetividade da execução dos contratos” da organização social com a Secretaria Estadual de Saúde. Entretanto, foi confirmado que “continuaram as mesmas impropriedades/irregularidades e a Marca continuou a prestar contas com cópias e extratos bancários incompletos, e nesse período nunca apresentou os extratos da conta de aplicação financeira dos recursos recebidos, e de imediatos transferidos para a conta de aplicação financeira”. Os próprios auditores da

Estamos analisando o relatório e apurando os fatos. O relatório final será enviado ao MPE, TCE e PGE, que deverão tomar as providências cabíveis” ANSELMO CARVALHO Controlador-geral do Estado

Sesap reconheceram que, em suma, “o Estado não acompanhou de perto a execução do termo de parceria”. E, além disso, não souberam detalhar os motivos pelos quais repassaram R$ 5,7 milhões para pagamento de folha e a A.Marca gastou apenas R$ 2,5 milhões do repassado. A apropriação dos R$ 2,3 milhões da diferença, não foi justificada. Conforme descrito pelos auditores, a gestão da A.Marca se “demonstrou ineficaz e antieconômica”, com a celebração de contratos desfavoráveis ao Estado, que culminaram na sangria de recursos públicos cujo dispêndio não comprovado pela organização social chegou aos R$ 8,4 milhões. Além da má utilização dos recursos estaduais, a A.Marca infringiu a Lei de Licitações (nº 8.666/1993), contratando empresas sem procedimentos licitatórios válidos. Dentre as inúmeras recomendações feitas pelos auditores da Sesap ao Governo do Estado,

A gestão da Associação Marca se mostrou, segundo constatações do relatório da auditoria da Sesap, “ineficaz e antieconômica”

está o ressarcimento dos recursos supostamente desviados dos cofres públicos. Para o controlador-geral do Estado, Anselmo de Carvalho, o relatório apresentado colaborará para a elaboração de um documento ainda mais substancial tecnicamente, com provas documentais específicas. “Estamos analisando o relatório e apurando os fatos. O relatório final será apresentado ao MPE, TCE e PGE, que deverão tomar as providências cabíveis quanto ao ressarcimento do Estado e punição dos responsáveis pelos supostos desvios. Ninguém tinha nenhum conhecimento de qualquer mácula que recaísse sobre a Marca”, alega Anselmo de Carvalho.

LEIA MAIS Ao assumir gestão do Hospital da Mulher Inase mantém os contratos da A.Marca.Págs. 2 e 3

O CUSTO DO CONTRATO Os repasses milionários foram efetuados pelo governo Entre os meses de março a outubro de 2012,a Secretaria Estadual de Saúde efetuou repasses superiores a R$ 18,3 milhões à Associação Marca. Valores pagos pela Sesap para a A.Marca DATA 22/03/12 10/04/12 10/04/12 10/04/12 06/06/12 06/06/12 19/07/12 20/08/12 31/08/12 04/10/12 15/10/12 TOTAL

VALOR R$ 2.590.740,87 R$ 218.838,56 R$ 2.633.515,00 R$ 2.590.740,87 R$ 1.194.272,89 R$ 1.396.467,98 R$ 2.590.740,87 R$ 1.187.063,00 R$ 1.403.677,87 R$ 2.000.000,00 R$ 590.740,87 R$ 18.396.798,78

Fonte:Relatório Final de Auditoria – Hospital da Mulher – Sesap / RN

Anselmo Carvalho diz que relatório final será entregue até 20/02


natal

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Organização Social que sucedeu à Associação Marca, o Inase, não rescindiu nenhum dos oito contratos de prestação de serviços e produtos e ainda majorou o valor cobrado em R$ 124 mil mensalmente [ SUBCONTRATAÇÃO ]

Inase mantém contratos da A.Marca lém da análise da Gestão e Execução do Hospital da Mulher, os auditores da Sesap confrontaram informações concernentes à estrutura financeira e administrativa dos contratos formalizados entre a A.Marca e diversas empresas “quarteirizadas” que atuaram na implementação e operacionalização dos serviços de saúde na unidade hospitalar entre março e setembro de 2012. Curiosamente, conforme apontado pelo MPE na Ação Civil Pública impetrada contra o Estado na quinta-feira , 7, as mesmas empresas continuam a atuar no hospital, agora sob a administração do Instituto Nacional de Assistência à Saúde e Educação (Inase), que também se tornou alvo de investigação da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público. De acordo com o relatório da auditoria da Sesap, o qual a TRIBUNA DO NORTE teve acesso com exclusividade, a celebração dos contratos da A.Marca com as empresas por ela terceirizadas não seguiu os ritos preconizados pela Lei nº 8.666/1993 (Lei de Licitações). Os valores cobrados pelos serviços estavam acima dos praticados no mercado potiguar e, além disso, a execução administrativa e financeira de tais ajustes de prestação de serviços e produtos não eram fiscalizadas por um representante legal nomeado pelo Governo do Estado. Até a conclusão da investigação, em 10 de janeiro, os auditores não obtiveram acesso aos documentos originais que resultaram na contratação das empresas pela A.Marca. A auditoria, conforme consta no próprio parecer, foi feita através de fotocópias de baixa qualidade e, muitas delas, rasuradas. Num dos documentos examinados, entregue por representantes do Núcleo de Ginecologia, constam informações de uma reunião realizada entre os profissionais conveniados à instituição com diretores da A.Marca, em Mossoró. Juntos, eles discutiram os valores cobrado por plantão de ginecologia, cuja proposta do Núcleo foi de R$ 1.200,00 por 12h de trabalho. Entretanto, a A.Marca optou pela contratação da empresa Adventus Group, com sede em Fortaleza/CE. O valor, entretanto, era 2,2 vezes superior ao cobrado pelo Núcleo de Ginecologia. Pelo plantão de 24h, a Adventus Group recebia R$ 8.064,00 que, divididos entre os profissionais que compunham a escala – dois plantonistas e um médico diarista – cada um acabava ganhando R$ 2.688,00 brutos. Para os auditores, o valor é superior ao praticado pelo mercado e o processo de concorrência não foi publicizado. Além dos atendimentos ginecológicos, a Adventus Group foi contratada para realizar cirurgias eletivas no Hospital ao custo global de R$ 190 mil por três meses. O valor mensal, conforme documentação acostada às planilhas analisadas pelos auditores, seria de R$ 60 mil – com ou sem a realização de cirurgias. Foi constatada, porém, uma diferença de R$ 10 mil a maior, sem explicação dos gestores da Marca ou da Adventus. Tal divergência foi caracterizada pelo corpo técnico da Sesap como uma “irregularidade”. Pela mudança de laboratório ocorreu um acréscimo de R$ 7 mil no contrato. A majoração, porém, não foi justificada. Houve, ainda, a identificação de informações contraditórias. “No contrato do laboratório zona sul existe o valor de R$ 180.400,00 e escrito em parênteses o valor de duzentos e quarenta e seis mil reais”, apontaram os auditores destacando que o documento estava “ rasurado e inviável” para análise.

A

Auditores constataram que houve apropriação indevida

A “QUARTEIRIZAÇÃO”DOS SERVIÇOS Ao todo,a A.Marca mantinha oito subcontratos com empresas do RN e de estados vizinhos que somavam R$ 752 mil Apesar da Marca ter sido contratada pelo Governo do Estado para gerir e operacionalizar o Hospital da Mulher,em Mossoró, a organização social subcontratava outras empresas privadas para atuar na unidade hospitalar.Os contratos,conforme apontado pela auditoria,eram inviáveis economicamente porque os valores cobrados estavam acima do praticado no mercado local. EMPRESA Serviço de Assistência Médica e Laboratorial

SERVIÇO Cardiologia e Ecocardiografia

Serviço de Assistência Médica e Laboratorial

Intensivistas da UTI Adulto

R$ 90.000,00

R$ 492.000,00

Neo Clínica SS Ltda.

Intensivistas da UTI Neonatal e Pediatria

R$ 223.000,00

R$ 1.219.066,70

Adventus Group

Cirurgia Eletiva*

R$ 60.000,00

R$ 190.000,00

Adventus Group

Anestesiologia

R$ 125.000,00

R$ 683.333,33

Adventus Group

Ginecologia

R$ 250.000,00

R$ 1.366.666,67

Centro de Análise Norte Riograndense

Laboratório de Análises Clínicas

R$ 40.000,00

R$ 80.000,00

Laboratório Zona Sul ME

Laboratório de Análises Clínicas

R$ 33.000,00

R$ 180.400,00

VALOR MENSAL R$ 10.000,00

TOTAL DO CONTRATO R$ 54.666.60

*Os auditores identificaram R$ 10 mil de diferença a maior no contrato das cirurgias eletivas. Fonte:Relatório Final de Auditoria – Hospital da Mulher – Sesap / RN

FOLHA DE PAGAMENTO E REPASSES A diferença de valor apontada pela auditoria entre o efetivamente desembolsado e o repassado foi de R$ 2.387.006,00 conforme detalhado abaixo: Os valores pagos com os servidores do Hospital da Mulher,em Mossoró,eram bem menores que os valores repassados pelo Governo do Estado à Associação Marca. Acompanhe abaixo os custos da folha de pagamento do período de gestão da Marca. FOLHA LÍQUIDA

ENCARGOS

TOTAL EFETIVAMENTE DESEMBOLSADO

Março/2012

R$ 197.190,53

R$ 49.473,77

R$ 246.664,30

Abril/2012

R$ 326.315,69

R$ 56.784,80

R$ 383.100,49

Maio/2012

R$ 322.147,54

R$ 70.316,92

R$ 392.464,46

Junho/2012

R$ 321.295,44

R$ 69.128,23

R$ 390.423,67

Julho/2012

R$ 326.161,84

R$ 69.373,56

R$ 395.535,40

Agosto/2012

R$ 265.837,77

R$ 85.122,24

R$ 350.960,01

Setembro/2012

R$ 312.764,40

R$ 66.185,95

R$ 378.950,35

MÊS/ANO

TOTAL ATÉ SETEMBRO DE 2012

R$ 2.538.098,68

Entretanto,os repasses efetuados pela Marca para a Salute Sociale custear a folha de pagamento superaram os R$ 5 milhões entre os meses de março e outubro de 2012.

Diferença de valor apontada pela auditoria entre o efetivamente desembolsado e o repassado pela Sesap à A. Marca:

Transferência da Marca para custeio da folha pela Salute Sociale DATA 10/04/12 17/04/12 18/04/12 20/04/12 27/04/12 30/04/12 06/06/12 06/06/12 TOTAL

VALOR R$ 170.000,00 R$ 600.000,00 R$ 183.291,53 R$ 500.000,00 R$ 200.000,00 R$ 253.291,53 R$ 107.000,00 R$ 107.000,00

DATA 08/06/12 11/06/12 23/07/12 22/08/12 22/08/12 10/09/12 05/10/12

VALOR R$ 160.291,53 R$ 900.000,00 R$ 1.060.291,53 R$ 81.291,04 R$ 235.000,00 R$ 277.647,52 R$ 820.850,18 R$ 5.745.954,86

Total transferido à Salute Sociale até Outubro de 2012

R$ 5.745.954,86

Subtraído o valor do mês de Outubro de 2012

R$ 820.850,18

Valor transferido até Setembro de 2012

R$ 4.925.104,68

Custo da folha de pagamento R$ 2.538.098,68 até Setembro de 2012 Diferença no período de Março a Setembro de 2012

R$ 2.387.006,00

Fonte:Relatório Final de Auditoria – Hospital da Mulher – Sesap / RN

A análise dos contratos firmados entre a A.Marca e empresas prestadoras de produtos e serviços diversos culminou com a identificação de irregularidades e pagamentos indevidos com recursos públicos. De fevereiro a outubro de 2012, conforme levantamento exposto no relatório, a organização social se apropriou, através de transferências entre contas correntes próprias, de aproximadamente R$ 1,8 milhão. Os auditores apontaram que a apropriação ocorreu “sem a devida comprovação de que foi efetivamente empregado de forma correta no objeto de Termo de Parceria, já que quarteirizou todos os serviços do mais simples aos mais complexos”. Sem acesso aos documentos originais, os auditores da Sesap avaliaram cópias e confirmaram, no relatório, que os contratos não tinham objetos definidos que poderiam causar prejuízos ao erário público, rasuras em documentos que levantaram suspeitas de que eles haviam sido confeccionados para atender demandas específicas e divergentes do preconizado pelo Sistema Único de Saúde, além da falta de fiscais e publicidade das tomadas de preços. Além disso, a A.Marca realizou despesas anteriores à assinatura do contrato com o Governo do Estado da ordem de R$ 758 mil e ainda pagou despesas de particulares com dinheiro do povo potiguar. Dentre as despesas particulares fora do objeto de parceria, os auditores listaram o pagamento de contas de água no nome de Jailma Gomes de Sousa Carvalho, mulher do controlador-geral do Estado, Anselmo de Carvalho. A casa na qual a A.Marca montou seu escritório em Mossoró foi alugada pelo representante do Governo do Estado à organização social. “A despesa foi paga no período de vigência do contrato de locação. Quem aluga imóvel também paga pela água e luz”, defende-se Anselmo de Carvalho. Ele afirma, ainda, que jamais imaginou que a organização social estivesse envolvida em escândalos de supostos desvios de

NÚMEROS

1,8

milhão foi o montante transferido entre contas correntes da própria Associação Marca em 2012

Analisaremos o relatório final e deveremos sugerir a venda dos bens para que os recursos desviados voltem aos cofres estaduais” MIGUEL JOSINO Procurador-geral do Estado

recursos públicos. O dinheiro empregado na conta da água do imóvel, porém, é apenas uma gota no oceano de desmandos da gestão da A.Marca. Com a The Wall Construções e Serviços Ltda, a entidade firmou contrato de R$ 65 mil para serviços especializados de reforma, adequação e supervisão da obra no hospital. Ao final do serviço, porém, o valor pago foi de R$ 155.697,62. A diferença do orçamento para a execução foi de R$ 90.697,62. Já as obras, não passaram de pintura e pequenos reparos, afirmaram os auditores. “Tal serviço só causou prejuízo ao erário, pois tal reforma e adequação, se foi realizada, não foi de forma correta, pois o Hospital, como já foi dito não tem o Alvará Sanitário”. Fora identificada, ainda, a contratação da empresa Renato Wagner (CNPJ nº 12.243.888/0001-60) para reforma e manutenção predial por R$ 56.095,60. Além de outros R$ 90.076,43 com material de construção. A A.Marca incluía, na prestação de contas, notas fiscais de empresas contratadas pelas terceirizadas pela própria organização social. Ou seja, despesas alheias ao objeto de contrato com a Sesap foram pagas pelo Governo do Estado.

RODRIGO SENA

Empresa Olivas fatura quase R$ 500 mil

A A.Marca mantinha oito subcontratos de serviços no hospital ALDAIR DANTAS

Miguel Josino diz que governo deve pleitear ressarcimento

Somente à Olivas Planejamento, Assessoria e Serviços S/C Ltda., contratada pela Marca para a prestação de serviços de assessoria, consultoria, implantação, acompanhamento, controle e apoio à gestão do Hospital da Mulher, foram repassados R$ 420 mil entre abril e outubro de 2012. A Olivas pertencer ao casal Rose Bravo e Maninho, presos na Operação Assepsia. O custo do serviço saltou aos olhos dos auditores que, no próprio relatório, questionaram a necessidade e viabilidade de contratação da Olivas. “Esta comissão se permite o direito de indagar o seguinte questionamento, a saber: Que assessoria, consultoria, implantação, acompanhamento, controle é esse que durante toda a administração da MARCA/SALUTE/OLIVAS, permaneceram todas essas irregularidades apontadas?”. Outras empresas, a exemplo da A.Marca também com sede no Rio de Janeiro, tiveram despesas particulares pagas pela Sesap, como a Azevedo & Lopes Auditores – R$ 4 mil; a Azevedo Advogados, R$ 48 mil; além da Espíndola e Rodrigues, R$ 20 mil. No total, R$ 492 mil foram gastos sem comprovação de legalidade.

O FUTURO DO RELATÓRIO Conforme argumentado pelo controlador-geral e procuradorgeral do Estado,Anselmo de Carvalho e Miguel Josino, respectivamente,o documento final acerca das irregularidades identificadas no Hospital da Mulher e Associação Marca,será entregue ao Ministério Público,ao Tribunal de Contas e à própria Procuradoria Geral do Estado até o dia 20 de fevereiro.A partir da análise destes órgãos,o pedido de ressarcimento dos recursos supostamente desviados e a judicialização processual,deverão ser oficializados. “Se a gente soubesse qualquer tipo de informação negativa,suspeita de irregularidade ou conduta,a empresa (A.Marca) não teria sido contratada”,afirma Anselmo de Carvalho.Ele ressalta que todos os documentos relativos ao processo que culminou com a confecção do relatório pelos auditores da Sesap, estão sendo criteriosamente analisados.Indagado sobre os motivos pelos o Governo do Estado mantinha o relatório como documento sigiloso,Anselmo de Carvalho alega que“o processo está em fase de tramitação e que quando fosse concluído pela Control,seria publicizado”. Para Miguel Josino,procuradorgeral do Estado,o Executivo deverá pleitear o ressarcimento dos recursos supostamente desviados a

partir da venda dos bens dos sócios da A.Marca,previamente sequestrados pela Justiça. “Analisaremos o relatório final e deveremos sugerir a venda dos bens para que os recursos desviados voltem aos cofres estaduais”, assevera Miguel Josino. Na conclusão do relatório,os auditores da Sesap,defendem que deverá ocorrer uma apuração dentro da própria Secretaria para identificar os“possíveis desmandos acarretados por servidores em detrimento ao erário estadual,sob pena de condescendência criminosa,do titular da pasta”. Além disso,defendem que o modelo de gestão do Hospital da Mulher seja reavaliado para evitar possíveis novos desvios de recursos. A liberação dos pagamentos Sobre os repasses financeiros da Sesap,via Coordenadoria Financeira para a A.Marca efetuar o pagamento de empresas“quarteirizadas”,o secretário Isaú Gerino afirma que não poderia responder pelo contrato inicial e desconhecia que a partir do mês em que assumiu a gestão da pasta – em junho de 2012 -,que a legislação não fosse seguida. “Seguimos à risca os trâmites legais com assessoria jurídica,controle interno.Não é liberado sem respeitar todo processo obrigatório para pagamento”,adverte.


Domingo | 10 de fevereiro de 2013

natal

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3

[ INFRAESTRUTURA HOSPITALAR ] O prejuízo foi indicado no relatório da Auditoria, a partir de comprovantes de AIHs referentes a

25 diárias de UTI e nutrição parenteral que não foram cobrados ao MS. Isaú Gerino admite que não há como reaver o valor

Sesap perdeu R$ 11,6 milhões em AIHs U

m hospital de referência em gestação de alto risco, sem estrutura física adaptada e alvarás sanitários para funcionamento, subdimensionada e com contratos “antieconômicos e que causaram sérios e inestimáveis prejuízos ao erário público”. Esta é mais uma das conclusões do relatório final da auditoria acerca do contrato da Associação Marca com o Governo do Estado para gerir o Hospital da Mulher “Parteira Maria Correia”, em Mossoró. A TRIBUNA DO NORTE teve acesso exclusivo às informações repassadas ao Ministério Público do Estado, Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) e Controladoria Geral do Estado (CGE) que faz a reanálise. O documento foi produzido pela Comissão de Controle Interno (CCI) da Sesap, no período de 5 de novembro de 2012 a 10 de janeiro de 2013, mas o conteúdo era mantido em sigilo pelo governo. Este é o quarto relatório desde que o contrato com a Associação Marca passou a ser alvo de suspeitas. As irregularidades na Gestão e Execução do hospital, tratadas na primeira parte do relatório, vão desde desconformidades com legislação vigente, inexistência de licenças sanitárias nos diversos setores analisados (UTIs, Farmácia, Unidade Semi-Intensiva, Nutrição) a problemas no cadastro de procedimentos, não credenciamento de leitos e erros de faturamento que causaram prejuízos. Os leitos de UTI Neonatal e Adulto, que funcionam desde março com a inauguração do hospital só foram habilitados em outubro

– quando o contrato com AMarca já estava encerrado. O credenciamento junto ao Ministério da Saúde ainda não foi concluído. Em consequência, o Estado deixou de receber em recursos federais, segundo estimativa da sindicância, quase R$ 200 mil em apenas um mês de uso dos leitos – R$ 86 mil referente as diárias de UTI Neonatal e outros R$ 110 mil de UTI Adulto, “por falta do cadastramento no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES), do Ministério da Saúde, por parte da Sesap”. Comprovantes de AIH demonstram um prejuízo aos cofres estaduais de R$ 11.617 milhões, referente à 25 diárias de UTI e nutrição parenteral que não foram cobrados ao MS. E leva em consideração ainda o valor da diária de R$ 410 e a quantidade de leitos. O secretário de saúde Isaú Gerino admite que não há como reaver o recurso. E acrescenta que o não credenciamento de leitos não é exclusividade do Hospital da Mulher. “Há outros leitos que não estão credenciados, que acabamos não recebendo o repasse federal e arcando com os custos. Optamos em oferecer o serviço”, disse. A situação se repete no Santa Catarina, no HWG e na UTI de Pau dos Ferros. A falta de credenciamento, acrescenta o ex-presidente do Conselho Nacional de Saúde Francisco Júnior, pode não significar perda de qualidade no serviço. “É um procedimento legal e ‘político’, em tese atesta um serviço mais seguro, mas a maior perda é a questão financeira”, afirma.

Auditoria faz cerca de trinta recomendações à Secretaria Cerca de 30 recomendações foram feitas pela equipe técnica que coordenou a auditoria no contrato celebrado entre o governo do Estado e a Associação Marca. Entre elas, a desistência pela contratação de Organizações Sociais (OS) para gerir o Hospital e que o Estado assuma a administração. “Estas são decisões governamentais. Vamos esperar o fim da análise da Controladoria geral do Estado e o posicionamento do Ministério Pùblico, para podermos opinar”, disse Isaú Gerino. Nesse sentido, se complementam recomendações como A nomeação e lotação imediata no Hospital de aprovados em concurso público, realização de um novo certame são outras orientações que se complementam. Contudo, o secretário Isaú Gerino garante que não há como proceder em virtude da falta de profissional qualificado e impossibilidade de realização de novos certames. “Não há no quadro e nem

entre aprovados profissionais com qualificação desse tipo de alto risco para ser chamado. Tendo em vista que o Município de Mossoró tem gestão plena de recursos do SUS, a comissão cogita ainda a possibilidade da descentralizar o serviço que passaria àquele Município. A opção é considerada válida pelo secretário, em virtude da proximidade física, o que facilitaria o controle. Contudo, Gerino alegou, mais uma vez, se tratar de uma decisão governamental e verificar ainda as condições do Município. “Não é só chegar e dizer que o filho é teu. Temos o compromisso de manter o serviço em funcionamento, para atender a população daquela região”, disse. O posicionamento é defendido pela presidente do Conselho Estadual de Saúde, Francinete Melo. “Reconhecemos a necessidade da manutenção do serviço, mas como totalmente responsabilidade do Município”, enfatiza.

FATURAMENTO Erros de faturamento geraram prejuízos aos cofres estaduais. A produção hospitalar,ou seja,a quantidade de procedimentos realizados deixou de ser processado de março a abril de 2012,sob alegação de implantação de sistemas. Entre março e setembro,dos 1.354 atendimentos realizados, 179 autorização de internação Hospitalar (AIH) foram rejeitadas e 157 deixaram de ser processadas por falhas de faturamento motivos como leitos não cadastrados na especialidade. Das 471 cesáreas,197 foram aprovadas, 69 rejeitadas,cinco estavam sem espelho e outras 71 não foram notificados. A coordenadora de Planejamento e Controle de Serviços da Sesap, Terezinha Rêgo, lembra que o sistema foi corrigido.“Boa parte dos registros foi perdido nos primeiros meses,embora saibamos que ocorreu um número razoável de cesáreas”, diz.“Perdemos também quando executamos além do que está cadastrado”,diz Isaú.

Segundo Isaú Gerino, diante do não credenciamento dos leitos, a Sesap optou por arcar com o custo

INFRAESTRUTURA DO HOSPITAL DA MULHER Como funciona a unidade localizada em Mossoró

O Hospital da Mulher atende situações de alto risco para a mãe e para o recém-nascido,com serviços de urgência obstétrica e ginecológica por 24h.

363 funcionários 2 centros cirúrgicos 8 leitos de UTI Neonatal 9 leitos de UTI adulto 7 leitos de Unidade de Cuidados Intermediários Neonatais

62 leitos contabilizando os setores de acolhimento,alojamentos conjuntos e quartos de pré-parto,parto e pósparto (PPP) Autorização de Internação Hospitalar (AIH) Por Atendimentos – Março a Setembro/2012

Situação das AIH (Mar/Set 2012)

Partos Cesáreas

471

Do total de 1.354 atendimentos:

Partos Normais

301

966 Aprovados

Curetagem

150

180 Rejeitadas

Pediatria

153

28 Sem espelho

Atendimento Obstetrícia

41

Clínica Médica

121

Cirurgia

117

Total

1.354

180 Não localizadas no sistema (SIHD2) 23 Aprovada e não localizada no sistema (SIHD2)

Fonte:Relatório MPRN/Relatório Final de Auditoria - Hospital da Mulher - Sesap/RN

Auditores constatam falta de atuação da CCIH em 2012 A Comissão não recebeu todos os documentos solicitados à direção da Inase. Estatísticas de mortalidade materna e infantil; certificados de qualificação de profissionais que atuam nas UTIs e de responsáveis pela enfermagem e fisioterapia na Nutrição, entre outros, não chegaram às mãos dos auditores. A Comissão de Controle de Infecção Hospitalar, segundo o documento, não é atuante e foi formada tardiamente após incidentes. “Somente após cinco mortes, ocorridas em maio 2012, a CCIH foi instituída”, diz o texto. O órgão é importante para que sejam efetivadas medidas de prevenção e o Hospital mantenha dados sobre óbitos. “Esse é um trabalho que estamos retomando em toda a rede para que possamos ter dados fidedignos”, disse Isaú Gerino. A unidade foi inaugurada em 8 de março, sem que nenhuma adaptação na estrutura do prédio fosse feita. ALVARÁS A inexistência de alvarás sanitários em conformidade com as exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) não é restrito ao Hospital da Mulher, diz o ex-presidente do Conselho Nacional de

Saúde Francisco Júnior. A maior parte dos hospitais do Estado, inclusive os da rede privada, não tem a licença, ressalta o farmacêutico. “Este é um erro gravíssimo. O desleixo dos responsáveis pelo serviço de saúde virou regra, infelizmente. A licença assegura a usuários e trabalhadores que o estabelecimento está em condições de operar. Os vários setores analisados como UTI Neonatal, UTI Adulto, Unidade de cuidados semi-intensivos e setor de nutrição e farmácia do Hospital da Mulher não tem o alvará. “Os riscos de infecção em ambiente hospitalar aumentam, já que há regras bem claras que não estão sendo seguidas”, diz. LAVANDERIA O uso da lavanderia do Hospital Regional Tarcísio Maia, em contrato questionado pelo relatório, também aumenta os riscos de contaminação. Foram detectadas falhas no transporte e condicionamento. De acordo com o documento, a roupa limpa é “deixada no chão da Unidade Hospitalar e o mesmo carro que leva a roupa suja traz a roupa lavada”. “O Tarcisio Maia sequer dar conta da demanda interna”, observa a presidente do Conselho Estadual de Saúde, Francinete Melo.

CRONOLOGIA Relembre os fatos envolvendo a contratação da A.Marca para gerir o Hospital da Mulher,em Mossoró.

2012 02 de fevereiro A A.Marca encaminha proposta de Gerenciamento e Gestão do Hospital da Mulher,mediante convite formalizado pela Sesap.Isso é dito no documento assinado por Elisa Andrade,diretora geral da OS,quando o processo que analisa a terceirização sequer havia chegado nos órgãos de controle interno. 06 de fevereiro Despacho do secretário Domício Arruda afirma que “a entidade não foi escolhida”e autoriza o envio de convite para,ao menos,três instituições,dando prazo de sete dias para formalização de interesse.O processo é encaminhado para análise da Assejur.

29 de fevereiro Assinatura do Termo de Parceria pelo secretário Domício Arruda e pela diretora da Associação Marca,Elisa Andrade. 03 de março Publicação do Decreto 22.575 abrindo crédito suplementar no valor de R$ 15.806.057,91,“tendo em vista decisão ‘Ad Referendum’do Conselho de Desenvolvimento do Estado - CDE, tomada em 02 de março de 2012”. O CDE somente aprovou o processo 3972/2012 dia 06 de março. 08 de março Inauguração do Hospital da Mulher de Mossoró,em prédio alugado. No mesmo dia três empenhos que somam R$ 5,4 milhões são liberados pelo secretário Domício Arruda.

09 de março Processo foi encaminhado à Control para análise e liberação do pagamento.A Marca já recebeu R$ 5,2 milhões (custeio e equipamentos), faltando o repasse de R$ 218 mil relativo às despesas de readequação física do prédio. 25 de abril O MPE instaura inquérito civil para analisar a legalidade e viabilidade do contrato entre a Sesap e A.Marca.O Ministério Público do Trabalho e o Ministério Público junto ao TCE, também avaliaram o contrato. 3 de Maio Com a crise agravada na saúde pública do RN,envolvendo problemas de superlotação de hospitais,acúmulo

de lixo por falta de pagamento, contratos de terceirização polêmicos, Domício Arruda pede para sair do Governo Rosalba. 29 de junho O MPE deflagra a Operação Assepsia, que investiga desvios de recursos no âmbito da Secretaria de Saúde de Natal.A A.Marca e a Salute Sociale, estão entre as investigadas.Pelo contrato do Hospital da Mulher,o Governo do RN repassou,em 100 dias, R$ 10 milhões à A.Marca. 3 de julho Diante das suspeitas em torno da contratação da A.Marca,o Governo do Estado suspende o pagamento à organização social pela gestão do Hospital da Mulher.

7 de agosto A Sesap publica edital de seleção para escolha de uma nova organização social para gerir o Hospital da Mulher. O contrato com a A.Marca,que venceria no dia 29 do mesmo mês,não seria renovado.Mas acabou sendo, após decisão judicial,por mais dois meses. 11 de outubro Sesap publica o edital de seleção 01/2012 para contratação de OSs para gerenciar o Hospital.No dia 19,é publicada a homologação da Inase como vencedor do Edital com valor contratual mensal de R$ 2.382.673,18.no dia 27,o MP abre inquérito para apurar a legalidade da contratação.Inase assume o Hospital no dia 29 de outubro.

4 de novembro Isaú Gerino recebe um relatórioprévio da gestão da A.Marca no Hospital da Mulher e auditores da Sesap apontam desvios de recursos da ordem de R$ 3,1 milhões.No dia 5,é instaurada uma Comissão de Auditoria para avaliar contratos e gestão. 2013 No dia 10 de janeiro,o grupo de 11 técnicos auditores da Sesap concluem a auditoria e encaminham relatório ao titular da pasta,ao MPE e à Control. Conteúdo do relatório é mantido sob sigilo pelo Governo do Estado.Rombo nos cofres públicos causado pela A.Marca foi da ordem de R$ 8,4 milhões,segundo relatório.


4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

ENTREVISTA / ROSEMBERG ALVES DE MEDEIROS - SUPERINTENDENTE DA PRF

“O cidadão brasileiro não gosta de ser fiscalizado” EMANUEL AMARAL

Segundo o superintendente da PRF, Rosemberg Alves, o órgão deve ter concurso público no segundo semestre deste ano

ROBERTO LUCENA repórter

esde a última sexta-feira, a Polícia Rodoviária Federal no Rio Grande do Norte (PRF/RN) está realizando a “Operação Carnaval”. Segundo o superintendente do órgão, o inspetor Rosemberg Alves de Medeiros, a ação é uma verdadeira “operação de guerra”. À frente da PRF/RN há quase dois anos, Rosemberg destaca várias operações em conjunto com o Ministério Público Estadual (MP). Nessa entrevista à TRIBUNA DO NORTE, o policial explica os planos de expansão da instituição no Estado e como é a atuação da PRF nas diversas frentes de combate ao crime [veja box]. O inspetor prefere não citar números, mas o efetivo de policiais rodoviários não chega a 300 no RN. Número que deve aumentar com a realização de concursos públicos. “Teremos concurso público no segundo semestre desse ano. O efetivo vai sofrer acréscimo até 2014”, colocou. Confira a entrevista completa:

D

O senhor está à frente da PRF/RN desde maio de 2011. Nesse período, quais as operações mais importantes? A nossa proposta era de melhorar a gestão, foco na infraestrutura e aumento do efetivo. Quando falamos da parte operacional, é claro que todos os órgãos de segurança têm um planejamento voltado para essa parte. Nós temos uma aproximação, em todo Brasil, com o Ministério Público. O RN tem um diferencial que talvez o MP é o nosso maior parceiro quanto ao desenvolvimento de operações. Somos ajudadores do MP. Nesse período de quase dois anos, podemos destacar três operações em parceria com o MP, dentre elas, houve aquela que deu repercussão em nível nacional que foi o esquema de emissão de carteiras de habilitação no Estado, com foco principal na cidade de Mossoró. Foi um trabalho muito bom no sentido de coibir e desmantelar essa quadrilha. Tivemos outra operação, em conjunto com o Cade [Conselho Administrativo de Defesa Econômica], MP e Polícia Civil, com relação ao cartel do sal. A última, no ano passado, foi uma parceira com a secretaria de Tributação e MP, onde uma quadrilha que sonegava impostos de combustível foi desmantelada, em Mossoró e Natal, onde empre-

ESTATÍSTICA Números da PRF/RN,nos últimos dois anos,relativos a testes de bafômetros,autuações,prisões,acidentes,mortes e apreensões: 15.000

4.100 3.500 111

322

232

1.600

2011

526

2012

92

E a “Operação Carnaval”, como está sendo realizada? É uma operação de guerra. Recebemos mais bafômetros e temos um incremento de 50% no efetivo nesses dias. Fizemos uma convocação ordinária. A operação começou sexta-feira e termina à meia noite da próxima quarta-feira.

367

E como será a aplicação da nova Lei Seca? Estamos num esforço muito grande, realizando palestras voltadas para a educação. Há um esforço em escolas, universidades, vamos mandar ofício para Igreja Católica propagar essa ideia. O cidadão brasileiro não gosta de ser fiscalizado, principalmente quando mexe com o bolso. Alguns bares e restaurantes já começam a mudar a cultura oferecendo taxi ou motorista, mas o índice de embriaguez ao voltante em Natal continua alto porque a cidade é turística e fazemos muito flagrantes de pessoas de fora. Ainda não estamos no padrão adequado.

2013*

4.080 3.800

1.385

1.276

117 156

166

2011

9

2012

2013*

Apreensões

2011

2012

2013*

Maconha

800kg

1.400kg

8kg

Crack

27kg

15kg

0,5kg

Cocaína

17kg

7kg

200gr

65

45

9

Armas

* Dados referentes até o dia 4 de fevereiro

sários foram presos e o chefe do esquema foi pego na fronteira com o Paraguai, no último posto da PRF. Hoje, ele cumpre prisão em Natal. Essas operações exigem uma preparação maior, um efetivo maior. Para essa primeira operação, foram mais de 200 policiais, alguns de outros Estados. Mas isso não é o cotidiano,não é a rotina da PRF,não é verdade? O cidadão encontra os policiais mais nas blitzen,por exemplo.Como está o efetivo da PRF no RN? Nosso efetivo é reduzido. Não gosto de falar do número porque, quando dizemos, o cidadão de bem pode mensurar e dizer se é muito ou pouco, mas as pessoas que não são de bem, também fazem esse mesmo cálculo. De certa forma fragiliza a nossa segurança orgânica. Posso dizer para você que, nos últimos seis meses, aumentamos o nosso efetivo em torno de 25%. Fortalecemos as re-

Natal e as descentralizadas em Macaíba, Ceará-Mirim, Mossoró e Currais Novos. E postos são oito ao todo. A delegacia de Currais Novos vai para Caicó. E antes que você me pergunte se o número é suficiente, eu repondo que não, mas estamos procurando trabalhando de forma estratégica para atender melhor à população. Temos também o Núcleo de Operações Especiais [NOE] que trabalha as questões mais específicas e funciona em Natal.

Fonte:PRF/RN

giões de Mossoró e Caicó. Estamos fortalecendo a cidade de Natal, na primeira e segundo delegacia, que abrange Ceará-Mirim e outras cidades da região. Temos uma infraestrutura predial muito antiga. Não podemos reclamar com relação às viaturas. Os postos e prédios é que datam de 30 anos atrás. Por isso mesmo, estamos relocando postos e construindo postos novos. É o caso de Ceará-Mirim. Estamos mudando para próximo onde vai existir uma saída do aeroporto de São Gonçalo. Há também um posto sendo construído em Caicó. Ambos estarão até abril. Em Mossoró, no próximo mês, devemos começar a construção de um novo posto também. Já começou a terraplenagem. São quantas delegacias e postos ao todo no Estado, cuja malha viária federal é de 1.600 quilômetros? Temos a delegacia central em

O que o senhor acha da utilização de redes sociais e aplicativos em smartphones que divulgam os locais das blitzen? É uma dificuldade da tecnologia. Há parte positiva e negativa. É o mesmo que ocorre quando alguém, na estrada, sinaliza luz alto para outro motorista indicando que há blitz naquela rodovia. Inclusive existe uma multa para isso. Nós nos defendemos da utilização das redes sociais tentando dar uma mobilidade maior, não fazendo uma blitz muito longa em um só lugar, são fiscalizações curtas. Mas percebo que há um lado positivo nessa história. Se a pessoa avisa que há uma blitz, aquele motorista que está bebendo pode passar a direção para outra pessoa ou chamar um taxi. Se for uma pessoa que não está bebendo e ver o aviso, vai mudar seu roteiro para não enfrentar o trânsito mais complicado.


natal

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5

As opções para cair na folia são muitas, de Natal a Macau tem de tudo um pouco - samba, frevo, rock e axé. Em Natal, além da programação oficial, os pequenos blocos independentes vão ganhar as ruas da capital [ CARNAVAL ]

Escolha o bloco, vista sua fantasia CARLA FRANÇA Réporter

carnaval já começou nos quatro cantos do país e aqui no Rio Grande do Norte não poderia ser diferente. As opções para cair na folia são muitas, de Natal a Macau tem de tudo um pouco samba, o frevo, rock e axé. Em Natal, além da programação oficial, os pequenos blocos independentes que vão ganhar as ruas da capital, seja nos velhos bairros tradicionais (como Cidade Alta e Rocas) até as adjacências do litoral (Ponta Negra). E se você ainda não tem programação para o Carnaval, a TRIBUNA DO NORTE traz várias opções de folia. Escolha o bloco, vista a fantasia e não perca o passo.

O

BLOCO DAS KENGAS Elas tomam conta do domingo de carnaval em Natal. O bloco das Kengas promove seu tradicional desfile a partir das 16h, com direito à escolha da Kenga do ano em festa armada no palco da rua Ulisses Caldas. Após a escolha da Kenga de 2013, o bloco sai pelas ruas do centro histórico, percorrendo a Vigário Bartolomeu, Beco da Lama, Ulisses Caldas, Gonçalves Ledo, Heitor Carrilho, até chegar ao Bar do Sapato. Além das Kengas terá ainda o bloco Tô Dentro, às 16h, dedicado aos foliões da terceira idade. Na terça-feira, às 21h, sairá a banda Carcará, animando as ruas do bairro. PONTA NEGRA Os foliões que não cederam aos apelos dos grandes centros carnavalescos vão festejar no Fiquei Porque Quis, que sairá pelo 4º ano neste domingo. A concentração será às 16h30, em frente ao Albergue da Costa (Av. Praia de Ponta Negra, 8932). De lá, o bloco parte pelas ruas do conjunto Ponta Negra e a festa segue até o Ponto Sete. dos foliões. A terça-feira (12) em Ponta Negra será colorida pela ‘folia dos estandartes’, uma reunião de todos os blocos que animam o bairro, convocando forças para uma despedida com chave de ouro da festa. Participarão os blocos Jegue Empancado, Bloco dos Poetas, Ia Mas Fiquei, Bloco dos Doidos, Fiquei Porque Quis, e Suvaco do Careca. A concentração será na avenida Praia de Ponta Negra, seguindo até o Ponto Sete.

REDINHA A Redinha é o pólo oficial do carnaval na zona norte, com seus muitos blocos. No domingo a folia começará pela manhã, a partir das 11h, com o desfile dos blocos das Raparigas, Tubarão, Bodes na Folia e Raparigas do Gramoré; mais festa à tarde, a partir das 15h30, com os blocos Sem Preconceito, Carne de Siri, Só Nós e Zé Prikito. Ás 17h será a vez da Banda do Siri e do bloco Pinto de Fora. Na segunda, às 14h, terão Bloco das Raparigas, Tubarão e Perereca da Redinha; às 15h terá cortejo de tambores com os grupos Resistência da Lata, Arte Negra, Ilha de Música, Café Hip Hop, Folia de Rua, capoeiristas, e bandas de break e rap; a terça é dia dos enlameados Os Cão, às 8h, com concentração embaixo da Ponte Newton Navarro, seguindo ate a praia (com orquestra de frevo e grupo Pau e Lata); às 17h terá banda do Siri e bloco Bem Amados. A quarta-feira de cinzas na Redinha tem bloco dos Garis, às 8h, e Baiacu, às 9h.

COMO FICA O FUNCIONAMENTO DO COMÉRCIO E DE ALGUNS SERVIÇOS O feriadão vai provocar algumas alterações no funcionamento do comércio e de vários serviços até a quarta-feira de Cinzas.Veja como fica: COMÉRCIO DE RUA Domingo (10),segundafeira(11) e terça-feira (12): fechado Quarta-feira (13):funcionamento normal a partir das 12h,com abertura de alguns pontos já pela manhã.

Midway Mall Domingo (10),segunda-feira (11) e terça-feira (12):fechado Quarta-feira (13):funcionamento normal das lojas a partir das 12h. *Cinema:funcionará normalmente no período de carnaval,e o Supermercado Extra abrirá no Domingo e na Terça-feira. Natal Shopping Domingo (10),segunda-feira (11) e terça-feira (12): fechado Quarta-feira (13):funcionamento normal das lojas a partir das 12h. Cidade Jardim Domingo (10),segunda-feira (11) e terça-feira (12):lojas e quiosques fechados. Quarta-feira (13): funcionamento normal a partir das 12h.

Segunda-feira (11),terçafeira (12):fechados. Quarta-feira (13): funcionamento normal a partir das 12h.

CORREIOS Segunda-feira (11) e terça-feira (12): não haverá atendimento ao público. Quarta-feira (13):atendimento a partir das 12h.

Praia Shopping Domingo (10):lojas e quiosques das 15h às 21h e praça de alimentação a partir das 11h. Segunda-feira (11):somente praça de alimentação a partir das 11h. Terça-feira (12):lojas e quiosques das 15h às 21h e praça de alimentação a partir das 11h. Quarta-feira (13):funcionamento normal a partir das 12h. Via Direta Domingo (10),segunda-feira (11) e terça-feira (12): fechado Quarta-feira (13): funcionamento normal das lojas a partir das 12h. Natal Norte Shopping Domingo (10),segunda-feira (11) e terça-feira (12):fechado Quarta-feira (13):funcionamento normal das lojas a partir das 12h.

FUNCIONAMENTO DO SISTEMA DE TRENS URBANOS DURANTE O CARNAVAL Domingo (10),segunda-feira (11), terça-feira (12): o sistema não funcionará

Quarta-feira (13): o sistema funcionará a partir das 11h50 com a primeira viagem para Parnamirim e às 12h40min será a primeira viagem

LEIA MAIS Pirangi vai receber cerca de 200 mil foliões no carnaval.Pag.6 CANINDÉ SOARES

Em Macau, o Carnaval terá 28 bandas e quatro trios elétricos ALEX RÉGIS

Em Natal,as Kengas invadem as ruas da Cidade Alta neste domingo

BANCOS

SHOPPINGS

MATINÊS O clube da AABB Natal revive os tempos das nostálgicas matinês de carnaval com uma programação especial durante os quatro dias de folia. Os bailes serão das 12h às 16h30. A trilha sonora ficará a cargo da orquestra de frevo do Maestro Maurício. BECO DA LAMA No domingo terá o terceiro EletroBeco, no Beco da Lama, a partir das 17h. O som fica a cargo de DJs. Na segunda-feira terá pelo primeiro ano a saída do Bloco do Sapato. A concentração será no Bar do Sapato (Rua Doutor Heitor Carrilho) e vai percorrer as principais ruas do centro, retornando ao Bar do Sapato. Atração: orquestra de frevo. No palco armado na Ulisses Caldas estará rolando a 3ª edição do CarnaReggae, tendo várias bandas de reggae como atração. Na terça-feira terá pelo 3º ano a saído do bloco Galo dos Perturbados. Concentração na Praça João Tibúrcio, saindo com orquestra de frevo até o Bar do Naldo (ao lado da Igreja do Galo).

SUPERMERCADOS Domingo (10),terça-feira (12) e quarta-feira (13): funcionamento normal. Segunda-feira (11):fechados em razão do dia do comerciário.

tn família

TODOS OS DOMINGOS NA TRIBUNA DO NORTE

para Ceará-Mirim,ambas partindo da Estação Natal,no bairro da Ribeira


natal 6

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Além da animação no "corredor da folia”, Pirangi tem o tradicional desfile de blocos e bandas. Os foliões e veranistas também podem se divertir com shows na Praça São Sebastião. O domingo será do baiano Ricardo Chaves

[ CARNAVAL ]

Pirangi deve receber 200 mil foliões ASCOM PARNAMIRIM

onsiderado o maior carnaval do litoral Sul do Estado, tem de tudo na folia de Pirangi. Dos shows que animam o chamado“corredor da folia” aos blocos e bandas que desfilam pelas ruas de Pirangi. Os foliões e veranistas também poderãocontar com shows diversos na Praça São Sebastião, a partir das 20h. A expectativa é de que 200 mil foliões passem por Pirangi, durante todo o carnaval. O domingo será do baiano Ricardo Chaves, chegando no trio elétrico às 18h. A segunda-feira carnavalesca será aberta às 17h com o desfile do Bloco da Virgens, momento de irreverência maior com os foliões caprichando na maquiagem e salto alto; às 18h a banda Pura tentação assume o som, e às 21h30 os Cavaleiros do Forró tomam conta do trio elétrico na avenida. A terça-feira será aberta às 18h30 pelo bloco da Banda da Cajueiro, animada pelo cantor Pedro Luccas, que fará um repertório especial de axé e frevo. Às 21h30 o trio elétrico volta à avenida sob o comando do cantor Serginho, ex-Pimenta Nativa.

C

MACAU O domingo começa animado em Camapum, na ‘cidade do sal’ com o Mela-Mela e quatro trios com Kabaço Molhado, Grafith, Lane Cardoso e bloco Radiola de Ficha. No largo de eventos, a partir das 22h, shows como Paredão do Brasil, Esse é o Bonde e Solteirões Elétrico. A segunda-feira na praia terá bandas Me Leva e Desembestados Elétrico, e trios com Banda tribala, Grafith, Pawlera do Brasil, e Radiola de Ficha. Às 20h terá desfile das escolas de samba e tribos de índios Guaranis; no largo às 22h terá apresentações das bandas Doce Pecado, Deixe de Brincadeira e É o Tchan – com nova formação. A terça-feira de carnaval em Camapum começará às 11h com bandas Metamorfose, Zunzumbada, Montagem, Grafith, Kabaço Molhado, Radiola de Ficha; às 20h, desfile das escolas de samba, e no largo de eventos as apresentações de Rayneri e banda, Cavaleiros do Forró Elétrico e Grafith. Na quarta-feira tem Carnaval da Ressaca em Diogo Lopes, com vários blocos a partir das 15h. TOUROS O carnaval da cidade cresceu e vem aperfeiçoando sua estrutura, sendo uma das principais

A expectativa é de que 200 mil foliões passem por Pirangi, que tem o maior carnaval do litoral sul do Estado. Na segunda de carnaval, o bloco das Virgens sai às ruas

inovações a criação da Arena da Folia, um espaço com capacidade para até 30 mil pessoas. As atrações musicais estão divididas entre o palco e o trio. O movimento na cidade durante os dias de festa confirmam a badalação. A programação está da seguinte forma: no palco se apresentarão os grupos Azaragueto, Forró Rodado, Simplicidade, Fernando Banda Show, André Luvi, Rede de Balanço, Deixe de Brincadeira e Assum Preto. Já os trios elétricos se dividirão entre Pedro Luccas, Forró da Pegação, Lane Cardoso, Farra de Rico, Grafith, Ricardo Chaves, Banda Inala, e Rede de Balanço. TIBAU DO SUL A programação é a seguinte: no domingo, o carnaval terá os grupos Leo – A Fera, Os Balas Metalizado e Os Balas da Bahia; na segunda-feira, Cabana Velha, pegação e SomZueira; na terça-feira, som com as bandas Meteoro, Nagibe, e Forró Bom de Verdade. TIBAU (VIZINHO MOSSORÓ) Neste domingo a festa fica por contas das bandas Solteirões do Forró, Forró dos 3, e Márcia Freire. A segunda-feira será do Forró Pegado, André Luvi, e banda Grafith. A terça-feira ficará por conta dos Aviões do Forró, Bakulejo e Forró dos Plays.

CAICÓ As festas privadas nos clubes contam com nomes de peso: no domingo, Forró Pegado e Forró dos Plays. O clube da AABB terão os shows e bailes mais concorridos, com som, palco, camarotes e área VIP. Para quem prefere a rua, os blocos Magão e Treme-treme serão os destaques, sempre com muitos seguidores. Segundo a prefeitura, a intenção é fazer uma folia mais livre, sem a concentração na Ilha de Sant’Ana. BARRA DE CUNHAÚ Barra de Cunhaú, no município de Canguaretama, promete uma folia eclética. No domingo, Edson e Balança Bebê (14h) e Pegada Forrozeira e Forró Rodado (20h); na segunda, Edson e Balança Bebê (14h) e Pagode CPQ e Pedro Luccas (20h); na terça, Oz Madrugaz (14h), Lengo Tengo e Dubê (20h). BARRA DE MAXARANGUAPE O Princesinha Barra Clube traz uma programação especial. No domingo (10), Farra de Rico e Banda Dettona animam os foliões. Na segunda-feira (11) é a vez da banda Bom de Verdade, com a participação de Pedrinho Pegação e a Banda Clínica Geral. A folia também acontece nas ruas com os tradicionais blocos, entre eles, o Bloco no Gogó em seu 9º ano de folia.

[ REALEZA ] OS PASSOS DO REI MOMO E DA RAINHA ALEX RÉGIS

O Rei Momo e a Rainha do Carnaval de Natal estão com agenda lotada. Durante os dias de folia as majestades estarão presente em todas as festas da cidade. Neste domingo, o rei Charles e a Chimene estarão às 11h30 no Bloco Raparigas da Redinha. A tarde, as majestades estarão, a partir das 17h no Bloco das Kengas. Na segunda-feira (11) eles vão participar do Cortejo de Tambores e na Banda do Siri, na Redinha. Na terça-feira (12), a dupla estará no Carnaval da Arpe – um clube de idosos - e no desfile de Estandartes, em Ponta Negra. Essa é a terceira vez que Charles é Rei Momo em Natal, a primeira vez foi em 2006 e depois em 2010. Segundo ele, a receita para fazer parte da corte do carnaval natalense é “ter simpatia, carisma, desenvoltura, humildade, tem que ter disposição de entrar num hospital e numa favela. Já Chimene Nunes foi eleita rainha do Carnaval pela Primeira vez.


natal

3PORQUATRO

Referência na moda,Geová Rodrigues,fala de carreira e de suas conquistas fora do país PÁGINA 9

TEMPO HOJE

TÁBUA DE MARÉS

FEIRAS LIVRES

Possibilidade de pancadas de chuvas Máx.: 31ºC Mín.: 26ºC

Preamar 04h45-2.4 - 16h56-2.6 Baixa-mar 10h19-0.1 - 22h49-0.0

Quintas: hoje 232 bancas/144 feirantes Lagoa Seca 206 bancas/122 feirantes

BALNEABILIDADE Impróprias Rio Pium - Balneário

FASES DA LUA Nova: hoje Crescente: 17/02 Nascer do sol: 5h25 Pôr do sol: 17h44

Editora: Margareth Grilo e-mail: margareth@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 de fevereiro de 2013

Ao longo das quase quatro décadas de existência, várias partes do terreno da Ceasa foram doados, incluindo os espaços onde hoje estão o Caic e a Central de Comercialização de Produtos e Serviços da Agricultura

[ POR DENTRO DA CEASA ]

FOTOS:JOÃO MARIA ALVES

Por mês,22 mil toneladas de produtos são comercializados dentro da Ceasa

Sessenta e dois fretistas estão cadastrados para acesso ao estacionamento da Central

Ceasa não tem para onde crescer MARCELO LIMA repórter

á quase 37 anos, o espaço das Centrais de Abastecimento do Rio Grande do Norte S.A (Ceasa/RN) tornou-se praticamente uma bairro dentro de Natal. São quatro ruas (três paralelas e uma transversal) num espaço de mais de 76 mil metros quadrados, sendo cerca de 23 mil metros quadrados de área construída e um engarrafamento que inferniza a vida das cerca de 74 mil pessoas que circulam por lá mensalmente. Muitos chegam antes das 4h da manhã para vender, descarregar mercadoria ou simples comprar alimentos mais em conta. É o caso do proprietário de mercadinho Morada do Sol, José Gomes dos Santos. Desde 1993 ele frenquenta o lugar e apontam algumas soluções. “Os caminhões deveriam entrar aqui até quatro horas pra descarregar. Eu já passei uma hora e meia da entrada pra chegar até aqui”, comentou referindo-se ao box do seu Antônio de Cerro Corá. No ano de fundação, a situação era diferente. “No início, a polícia tinha que trazer o pessoal pra cá, porque eles só queriam ficar na feira do Alecrim”, rememorou o permissionário Antônio José Neto de 77 anos (mais conhecido como Antônio de Cerro Corá). “A Ceasa era pra ser maior. O pior daqui é esse engarrafamento”, criticou. Em 2010, a governadora Rosalba Ciarlini escolheu a Ceasa para iniciar o corpo a corpo da campanha com seus eleitores (o espaço reúne pessoas de todos os lugares do Estado e do Brasil). Seu An-

H

PERSONAGEM

NÚMEROS DA CEASA De 2012 para 2013,o orçamento da Central de Abastecimento caiu em R$ 2 milhões Área total - 76.783,82 m²

R$ 33 milhões é a receita estimada por mês

Inauguração

17 de outubro de 1976

264 mil toneladas

Área construída - 23.247,46 m²

de alimentos são comercializadas por ano

1 mil

72 carregadores autônomos fazem parte do cadastro da Ceasa

Empregos diretos

22 mil toneladas são comercializadas por mês

72 mil veículos trafegam por mês

62 fretistas são cadastrados Orçamento

Menos desperdício

2012 R$ 14 milhões 2013 R$ 12 milhões

Os programas Mesa Solidária e o Sopão da Ceasa buscam reduzir o desperdício de alimentos e auxiliar instituições assistenciais.

Severino Martins é um dos 72 carregadores. Está na Ceasa há 31 anos

Não foi possível evoluir a negociação [de expandir a Ceasa na área do Caic] por entraves de ordem jurídica.” VINICIUS COSTA LIMA Presidente da Ceasa

tônio de Cerro Corá foi um dos que recebeu o aperto de mão da então candidata. Simultaneamente ouviu a promessa de expandir o terreno da Ceasa sobre o Centro de Atenção Integrada à Criança (Caic), que fica vizinho na Avenida Capitão Mor-Gouveia. Mais de dois anos se passaram e os congestionamentos se sucedem sempre pela manhã. Conforme o presidente da Ceasa, Vinícius Costa Lima, o antigo presidente da Ceasa/RN que o sucedeu, deputado José Adécio (DEM), e o ex-secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca, Betinho Rosado (DEM), se mobilizaram diante da questão, mas não

obtiveram sucesso. A Secretaria de Educação do Estado também é responsável pelo insucesso da operação, uma vez que o prédio lhe pertence. “Não foi possível evoluir a negociação por entraves de ordem jurídica”, afirmou. Ao longo das quase quatro décadas de existência, várias partes do terreno da Ceasa/RN foram doados, incluindo os espaços onde hoje estão o Caic e a Central de Comercialização de Produtos e Serviços da Agricultura.

LEIA MAIS Governo manterá projeto original da Central de Comercialização.Pág.8

CARREGADOR RECLAMA DA BAIXA RENDA MENSAL Aos 61 anos, Severino Martins trabalha da meia-noite até o final da manhã. Essa já é uma rotina de 31 anos. Segundo ele, alguns meses ele não consegue ganhar nem um salário mínimo completo. “Pior é não ter esse pra sobreviver. O melhor só se a gente tivesse algum grau de estudo”, resignou-se. Ele é um dos 72 carregadores autônomos cadastrados. Prefere não usar o colete da Ceasa. Vestido com a camisa dez da Seleção Brasileira, Severino admite que trabalha como um bicho para contribuir com os sustento da mulher, dele e dos filhos que ainda moram com ele. “Já cheguei a levar 300 quilos de tomate no carrinho, mas se for outra mercadoria não dá”, finalizou com orgulho.

SECA A escassez e o encarecimento de preços dos alimentos são efeitos da seca que chegam às cidades litorâneas.“Tudo ficou mais difícil.O chuchu só tem em Pernambuco.Repolho só vem de São Paulo. E se não chover,vai piorar”, disse seu Antônio de Cerro Corá.Antes da seca de 2012,contou,o chuchu custava R$ 0,70 e agora chegou marca dos R$ 3 o quilo.Ele vende apenas frutas,verduras e legumes.


8 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Depois de ter entrado na lista dos imóveis que seriam desapropriados em função das obras de mobilidade urbana da Copa 2014, agora a Central foi retirada da lista. Entretanto, ainda não tem data para ser aberta ao público [ CENTRAL DE COMERCIALIZAÇÃO ]

Governo manterá projeto original FOTOS:JOÃO MARIA ALVES

Central de Comercialização de Produtos e Serviços da Agricultura Familiar está localizada ao lado da Ceasa. Depois de ter entrado na lista dos imóveis que seriam desapropriados em função das obras de mobilidade urbana da Copa do Mundo, agora a Central foi retirada da lista. Entretanto, ainda não tem data para ser aberta ao público. De acordo com o secretário de Agricultura, Pecuária, e Pesca do Estado, José Simplício, a Prefeitura de Natal resolveu não mais derrubar parte do prédio. A informação foi passada ontem numa reunião, mas nenhum documento oficializou a decisão. “Com isso vamos voltar ao projeto original”, disse. Para completar o projeto original faltam uma grande caixa d’água (castelo d’água”), adequações nas instalações elétricas, compra de móveis e alvará do Corpo de Bombeiros. “Na época que a Prefeitura decidiu desapropriar a metade, tivemos que suspender todas as licitações”, disse. Ele não soube informar o valor que ainda seria investido no equipamento público. A Central da Agricultura Familiar serviria para encurtar distâncias entre os produtores da agricultura familiar e os clientes na capital. Isso minimizaria a importância dos atravessadores de alimentos, que lucram sobre as duas pontas do processo de compra e venda. A previsão era que cerca de 600 famílias fossem atendidas de acordo com a sazonalidade dos alimentos que produzem. O prédio foi inaugurada em março de 2010 ainda no governo Wilma de Faria, mas efetivamente nunca funcionou. À época, a desculpa foi que não havia mobiliário para que os agricultores vendessem seus produtos diretamente para o consumidor. Daquele ano pra cá, o único espaço que tem sido usado é o estacionamento. No período junino, a Feira do Milho da Ceasa se instala no estacionamento. O terreno de mais de 5 mil metros quadrados foi doado pela Ceasa/RN. A construção do prédio custou R$ 1,4 milhão pagos pelo Ministério do Desenvolvimento Agrário e Governo do Estado. A gestão seria compartilhada entre o Incra, MDA, Fetarn e Sape. Em Natal concentra-se 70% dos consumidores dos cerca de 105 mil agricultores familiares do Rio Grande do Norte. Os agricultores receberiam consultoria técnica para preparar embalagens e fazer o acondicionamento dos produtos.

A

Para Antônio de Cerro Corá, que está na Ceasa, há décadas, o problema mais grave é o engarrafamento. Mensalmente, 74 mil pessoas circulam e fazem compras na Ceasa

Engarrafamentos atrapalham rotina dos fretistas Os carros dos fretistas amontoam-se em qualquer espaço vazio, deixando o mínimo para outros trafegarem. Os caminhões, que vem de todos os lugares do Brasil, complicam ainda mais a mobilidade dentro da Ceasa. Os fretistas que se cadastraram reclamam dos outros. “Antes tinha lugar certo pra estacionar o carro. Atrapalha muito o nosso trabalho, até porque eles fazem frete de qualquer preço”, disse Erickson Rodrigues Sales, um dos 62 fretistas cadastrados. Há décadas na Ceasa, Antônio de Cerro Corá espera ampliação da estrutura. Segundo o presidente do órgão, o cadastro existe para baratear o preço da entrada. “O cadastro custa R$ 30. Eles iriam pagar o dobro se entrassem uma vez por dia durante o mês pagando a entrada de R$1”, respondeu.

NÚMERO

R$ 30 é o valor cobrado pela Ceasa para o cadastro do fretista e seu livre acesso ao estacionamento

Com a seca, os produtos ficaram escassos e mais caros

Uma das preocupações é trabalhar as sobras em ações sociais

O Projeto de Lei Complementar de Promoção de Praças será protocolado junto ao Poder Executivo Estadual, no dia 19 de fevereiro. A propsota também dispõe sobre mudanças no sistema de ingresso na carreira de praça e qualificação

[ MILITARES ]

Projeto prevê ascensão funcional s praças da Policia Militar e do Corpo de Bombeiros do Estado do Rio Grande do Norte darão mais um passo importante rumo à valorização profissional. O Projeto de Lei Complementar de Promoção de Praças será protocolado junto ao Poder Executivo Estadual, no dia 19 de fevereiro. A ação conjunta será realizada pela Associação dos Subtenentes e Sargentos da PM/BM do RN (ASSPMBM/RN), Associação de Praças (ASPRA), Associação dos Cabos e Soldados

O

(ACSPM), Associação dos Bombeiros Militares do RN (ABM), Associação de Praças de Mossoró (APRAM), Associação de Praças de Caicó (APBMS) e Associação de Praças do Agreste (ASSPRA). Segundo o presidente da ASSPMBM-RN (Associação dos Subtenentes e Sargentos da PM e Bombeiros do RN) Sargento Eliabe Marques, caso entre em vigor, a Lei garantirá maior qualificação e ascensão funcional para todo profissional da área, que cumprir com os deveres e expectativas do ser-

viço militar estadual. A falta de motivação profissional é uma constante para a categoria, uma vez que hoje, um soldado, após 30 anos de serviço ativo não tem perspectiva de ascensão funcional. Com o advento da lei, caso cumpra todos os requisitos legais, o militar estadual do Quadro de Praças que cumprir com esse tempo de serviço ativo irá para a reserva como subtenente e passará a receber o equivalente a 50% do subsídio de um coronel, diferente dos 20% que lhe são atri-

buídos atualmente. Hoje, para que um soldado consiga a ascensão na carreira de Praça, é necessária a prestação de concurso público. De acordo com informações da ASSPMBM/RN, o Estado não realiza concurso para graduação de Cabo há 11 anos e há 15, para o cargo de Sargento. Caso seja aprovada, a Lei oferece ao militar estadual a oportunidade de atingir todas as ascensões de carreira, recebendo a devida qualificação. O Projeto de Lei também dispõe sobre mudanças no sistema de in-

gresso na carreira de praça, feito na graduação inicial do Quadro Praças Militares Estaduais. Será exigido certificado de conclusão de curso Superior, devidamente reconhecido pelo MEC, após a aprovação em concurso público, conclusão do Curso de Formação de Praças – CFP, e satisfeitas as exigências legais previstas em edital. Para o CFP também será fixada uma carga horária mínima de 960 horas e máxima de 1.920 horas, prazo que hoje varia de acordo com os editais dos concursos de

admissão. Para o Sargento Eliabe Marques, os Militares Estaduais do Corpo de Bombeiros e Policia Militar estão ansiosos pela efetivação da lei e dispostos a batalhar por ela. “A aprovação e efetivação da Lei realmente vai trazer um estímulo a mais aos militares estaduais, que hoje se encontram desmotivados para a execução do trabalho. A grande beneficiada será a sociedade que terá a seu serviço um profissional motivado e melhor capacitado”, destaca.


natal

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

3porquatro

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

9

POR ANNA RUTH DANTAS

GEOVÁ RODRIGUES

GEOVÁ RODRIGUES É UMA REFERÊNCIA NA MODA, MAS NÃO PERDE AS ORIGENS E O QUE DELA APRENDEU. ELE FALA COM NATURALIDADE DAS PROIBIÇÕES DA INFÂNCIA, DE GRANDES ARTISTAS, DE SUAS CLIENTES, DE ESTILISTAS, DOS EDITORIAIS DAS PRINCIPAIS REVISTAS DOS QUAIS PARTICIPOU.

“Minha inspiração vem na arte” FOTOS:MAGNUS NASCIMENTO

O menino de Barcelona chegou longe demais? Na verdade, é o que todo mundo assim é, aqui e lá. Quando falo que sou de Barcelona, Rio Grande do Norte, e eu explico como é a minha Barcelona. Minha Barcelona há 30 anos para agora já mudou bastante. Dos meus 2 anos de idade até os meus 16 anos eu morava lá. Então eu acompanhei Barcelona sem eletricidade, Barcelona sem escola. Eu estudando em outra escola, a 18 ou 20 quilômetros em outra cidade. Era uma Barcelona sem telefone, sem televisão. Então, ao mesmo tempo, já tinha um pensamento m eu fora da cidade. Eu tinha umas primas que moravam em Natal, eu vinha para aqui e comprava revista. Eu sempre era muito curioso. Gostava de televisão, gostava de ver, livros. Na minha Barcelona eu já conhecia o Dener, já sabia quem era Clodovil, porque eles eram grandes estilistas. Eu sabia o que era Paris. Meu pai tinha um sítio entre Barcelona e Rui Barbosa, que se chamava Malhada Grande. Esse sítio era 4 quilômetros da cidade. Meu pai queria que todos os filhos fossem trabalhar, mas eu nunca ia. Meu pai mandava plantar algodão, mas eu não gostava. Só gostava de ficar em casa, pintar telha, ver minha mãe costurar, brincar com minhas amigas. Minha mãe fazia de tudo, costurava, cortava o cabelo da gente, pintava parede. Tenho um pouco de criatividade da minha mãe e a perseverança no trabalho do meu pai. O que você viveu na sua infância que lhe influencia até hoje? Minha referência é essa coisa de improvisar as coisas, de usar os materiais. Eu saí de lá e quando volto parece que nunca saí de lá. Tem uma coisa nostálgica. Uma das coisas que acho incrível e acho que é um grande impulso no meu trabalho: quando eu era criança eu fazia minhas coisas, fazia meus brinquedos, fazia o circo para os meus irmãos e amigos. Eu não fazia a roupa, mas eu enrolava, eu tinha uma inclinação nisso. E quando eu comecei a fazer minha roupa eu pensava na época de lá. Mas a única diferença é que quando eu morava lá (em Barcelona) tinha algo proibido, eu não poderia fazer roupa de mulher porque isso não era para homem, eu queria pintar mas não podia porque dizia que eu iria estragar. Entendeu? Quando eu fiquei livre, que não tinha nada proibido, eu poderia fazer tudo, eu comecei a assumir essa coragem. Quando comecei a fazer minhas bonecas, eu pensei: queria brincar de boneca em Barcelona, mas não podia. Acho que tudo isso para mim foi bacana, porque foi proibido lá. Quando eu fiquei livre comecei a lembrar que a boneca era assim, a roupa que eu queria fazer (quando criança) era de um jeito. Tudo aquilo que era proibido em Barcelona eu coloquei em uma bolsa, saí de lá e com o tempo abri essa mala e comecei a usar. Lá eu queria fazer e fazia escondido. A minha casa em Barcelona era grande, eu ia para o depósito e fazia as coisas sozinho. Eu não fazia boneca, mas brincava [de boneca] escondido com a [boneca] da minha irmã. Eu não costurava porque quando pegava na máquina da minha mãe escondido sempre quebrava alguma coisa, uma agulha quebrava, então era uma surra. Era tudo que eu queria (era proibido). Primeiro queria ser bailarino, mas minha mãe dizia que ser bailarino não era coisa de homem. Eu dizia que queria ser

se: Geová daqui a dois dias estou fazendo um editoral com Gisele Bucchen, você tem biquini? Eu disse tenho. E quando cheguei em casa tinha uma calça, cortei a calça de couro. Fiz. Depois de mês e meio estou estampando com as melhores marcas do mundo. Isso foi uma das grandes coisas que deu um boom. Os editoriais começaram a explodir com minha moda. Tinha mês que havia seis revistas nas bancas com minhas roupas. Meu primeiro desfile de moda foi em 1998. Ondeficaoartistaplástico.Osquadros de Geová Rodrigues? O artista plástico está nas minhas roupas. A única diferença é que quando pinto uso tinta, pincel. Quando vou fazer na roupa, uso agulha, linha, tecido. O olho eu não pinto, bordo. Eu sempre digo compre minha roupa, se você não usar coloque numa moldura, tire a etiqueta e coloque lá, você terá uma obra de arte. Sou muito rápido, eu pinto muito. Minha inspiração vem na arte. Eu faço roupa.

O

convidado de hoje do 3 por 4 surpreende. Não pela fama, afinal ele já é mundialmente conhecido. Sua arte é reconhecida e admirada. O que ele surpreende é nas respostas. A cada pergunta surge uma análise apurada, comentários que por vezes soa como uma confissão, que apenas engrandecem, ainda mais, esse potiguar que se tornou uma grife no mundo da moda. A surpresa nas respostas vem, por exemplo, quando afirma que há dois formais que ele nunca alcançou: o emprego (nunca teve emprego formal) e o estudo (tem o segundo grau incompleto). Surpreende também quando fala das proibições da infância. Longe das brincadeiras proibidas terem servido de frustração, elas inspiraram o artista/estilista. Geová Rodrigues deixou a pequena Barcelona aos 15 anos para morar em Parnamirim. No ano seguinte, já foi para São Paulo. Na capital paulista ocorreu seu primeiro grande voo. Com os quadros que vendeu, embarcou para Paris. Outro voo do artista potiguar foi a entrada, aos 22 anos, nos Estados Unidos. Foi morar na Carolina do Norte. Levava sua arte, mas para comprar a matéria-prima, trabalhou como jardineiro. Hoje Geová é uma referência na moda. Ele fala com naturalidade de grandes artistas, suas clientes, de estilistas, dos editoriais das principais revistas, os quais ele já figurou. Aliás, naturalidade que soa com simplicidade, uma marca que esse artista deixa a mostrar logo no primeiro contato. O menino de Barcelona, que era proibido pela mãe de fazer boneca, que não se arriscava a costurar porque se quebrasse uma agulha seria sinônimo de reclamação, hoje se vê referência, mas não perde as origens e o que dela aprendeu. O convidado de hoje do 3 por 4 é um artista plástico na sua essência, estilista na fama, mas, sobretudo, um potiguar que não esqueceu suas raízes. Se o seu nome é grife, a marca da pessoa de Geová Rodrigues é a simplicidade, com um carisma muito peculiar. Você está convidado a viajar na história de um menino de Barcelona, que por vezes teve muitas proibições na infância, e hoje é um estilista de expressão e que leva, na sua arte, a própria liberdade fruto, inclusive, das proibições do passado. Com vocês, Geová Rodrigues:

O artista plástico está nas minhas roupas. A única diferença é que quando pinto uso tinta, pincel. Quando vou fazer roupa uso agulha, linha, tecido”

ator, aí ela dizia que isso não era coisa de homem. Disse que queria ser pintor, ela disse que era para pintar parede. Depois minha mãe queria que eu fosse padre. Tudo que eu queria era proibido. Hoje, nesses 20 anos de arte, com pintura e moda, eu acho isso brilhante. Funcionou para mim. Eu não tenho escola, não terminei o segundo grau. Mas já falei no New York Times, para revista em Londres, televisão e tudo. Tem duas coisas formais que nunca tive, um emprego e terminar a escola. O bom do fato do mundo ter aberto os olhos para minha arte é que foi muito livre. Eu não tenho aquela coisa de não fazer isso porque não pode. Se eu gosto, pode!

No seu trabalho como estilista vocêcoloca“amãonamassa”.Vocênão desenha para outros fazerem? Eu não tenho essa coisa de modelagem. Eu pego o tecido e corto no chão. Tenho tesoura, é uma tesoura só. Se a linha vermelha acaba eu uso a preta. O importante é fazer. Quando eu pego o tecido eu já sei o que vou fazer com aquilo. Os estilistas são o contrário. Eu falo, não sou estilista, eu sou um dress maker, eu faço roupa. Estilista é algo meio pretensioso, você estuda a história da arte ou da moda. Quando vai fazer coleção tem que ter cartela de cores. Se o desfile vai ser daqui a três semanas, em uma semana eu já faço tudo. Porque eu tenho o domínio, eu que faço. Eu não levo a peça para uma costureira. E isso é bacana porque deixa a roupa muito exclusiva. Se você está com uma roupa minha você não corre o risco de não ter ninguém igual. E o que levou a fama de Geová Rodrigues? Foi fazer uma coisa diferente. Quando comecei em 1998 a moda estava mudando um pouco, estava

Quando eu pego o tecido eu já sei o que vou fazer com aquilo. Os estilistas são o contrário. Eu falo, não sou estilista, eu sou um dress maker”

nessa coisa do desconstrutivismo e estava aqueles estilistas saindo do padrão que havia. As empresas estavam nascendo, as grandes marcas como Prada, Hermés, Louis Vouitton, estavam começando a fazer roupa. Quando elas começaram na metade dos anos 90, a moda deu expandida. E eu comecei a pegar um vestido da Prada, cortava e fazia minha peça. Eu ia nos atellier de Marc Jacobs, Calvin Klein, eles jogavam os tecidos fora e eu pegava o material e fazia minha roupa. Eu comecei a fazer desfile em Nova Iorque, minha roupa começou a sair no editorial de moda. Gisele Bucchen estourando com minha roupa. Eu tenho uma amiga que chegou e dis-

Detalhes Uma mulher da moda: as mulheres que me inspiram já morreram todas. Em termos de inspiração,eu ando muito na rua.Essa coisa de avenida com lojas de grandes grifes não me inspiram.Ontem eu tomei um ônibus (em Natal) e fiquei observando as pessoas.Tudo coisas pequenas que podem se tornar grande.Tem mulheres lindas,elegantes,Fernanda (Tavares) é uma mulher que adoro. Rita Hayworth é um luxo.Adoro a loucura da Beth Davis. Em que você acredita: em Deus. Sou muito espiritualista.Acredito também nos bons amigos.Acredito no fazer, no mostrar. Quem é sua melhor cliente:a Fernanda Tavares,porque nunca pegou uma peça minha.Eu sempre cobro.Eu digo a Fernanda que ela é como Nicole Kidman,que nunca pegou uma peça de graça do Guccier.

Perfil Geová Rodrigues é natural de Barcelona.De uma família de 12 filhos, o pai era agricultor e a mãe costureira. Geová Rodrigues deixou a cidade natal aos 16 anos.Hoje continua visitando,mas apenas para visitar um tio.Os irmãos vivem em diferentes cidades brasileiras.O estilista é referência em editoriais de moda e tem entre suas clientes artistas como Fernanda Tavares e Carolina Ferraz. Seu mais recente trabalho,foi o filme “Geová - Night and Day”. A história de Geová começa com a saída de Barcelona,aos 15 anos.Vem para Parnamirim e no ano seguinte já desembarca em São Paulo,onde começou trabalhando como officeboy.A partir daí,em 1985, começou a pintar.Morou oito anos em São Paulo.Fez uma exposição,foi toda arrematada e com o dinheiro ele pensou:“iria embora naquele momento ou ficaria em São Paulo para sempre”.Pegou o rumo da Europa,onde passou por Madri, Barcelona.Aos 22 anos conseguiu um visto para os Estados Unidos.

Você ganhou fama e se tornou estilista de grandes nomes.Qual a cliente que lhe exige mais e a que vocêtemmaisprazeremtrabalhar com ela? Nenhuma me dá trabalho. Sabe por que? Se chegar uma no meu atellier e disser que quer um vestido assim, assim e assim, aí eu digo que está no lugar errado. Eu sempre tenho isso, você pega o que eu tenho. Sabe o amor de mãe? Eu digo que minha roupa é como os dedos das mãos, eu amo todos, mas são todos diferentes um do outro. Por exemplo, a Fernanda (Tavares). Chega época que ela diz Geová eu quero um vestido seu. Aí ela começa a dizer como quer. Eu digo: linda vai lá na arara e o que tiver lá você olha. Gostou? Gostou! Eu não sou preocupado com opinião. Quer? Queira? Não quer? Não queira. Sevocênãoépreocupadocomopinião,o que é moda? Moda é algo muito confuso. A moda é linda, se você vai estudar moda, você vê a evolução. O que a mulher usava, o que ela não poderia. Aquelas coisas vitorianas, daqui a pouco está mostrando o colar do peito. A evolução é muito bonita. Mas a confusão que a mulherada faz. Agora, arte é diferente. Tem muita coisa que não é moda. Nos anos 80 eram pouquíssimos (estilistas), eram uns oito. Hoje são 8 mil. Mas é 8 mil a mesma coisa. Mas tem os artistas, tem os estilistas que tem a concepção artística. São esses que eu amo. As pessoas dizem que eu tenho que fazer isso ou aquilo, mas se fosse assim eu seria mais um Calvin Klein na rua. Eu tenho uma clientela que gosta de dizer que está com Geová Rodrigues. Qual o seu planejamento agora? A minha meta agora é fazer algo e parar de ficar comigo mesmo. Nesses 12 anos eu faço tudo sozinho. Costuro, tenho que atender telefone, se precisar ir numa loja vou. Quando voltar para Nova Iorque vou pegar duas pessoas para executar um pouco do que faço. Me sinto no direito de ensinar um pouco também. E o seu filme,“Geová Night and Day”? Eu adoro parcerias. Esse filme eu fiz todo com parcerias. Foi algo feito no meu mundo, no meu universo, com meus amigos. Tem minhas obras de arte. É um universo meu.


10

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

natal

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Eliana Lima elianalima@tribunadonorte.com.br FOTOS CAMILLA PIMENTEL

No dia pós-eleição, ao passar pelo Salão Verde para almoçar, Henrique Alves era a todo tempo abordado e cada passo era um flash

O deputado Popó e sua indumentária irreverente

A deputada Fátima Bezerra à espera de versejar elogios a HEA e aos demais novos integrantes da Mesa Diretora

O dia em que Câmara passou ao comando potiguar MINUTOS ANTES DO RESULTADO Não tem o ditado que diz que família é a base de tudo? Pois bem, foi nos braços da família que o deputado Henrique Alves passou os cinco minutos antes de saber o resultado da sua eleição para presidir a Câmara Federal. Ele foi até a galeria, onde estavam a noiva Laurita Arruda e os seus filhos Andressa e Eduardo Alves. Faltou apenas o caçula, Pedro Henrique.

ela primeira vez na história da Câmara dos Deputados um potiguar foi eleito presidente do parlamento. O feito aconteceu esta semana. Com 217 votos favoráveis, o peemedebista Henrique Eduardo Alves, o mais antigo parlamentar da Casa, com 11 mandatos consecutivos, assumiu a cobiçada cadeira. Nesta edição, em vez de um dia com um entrevistado, a coluna relata a movimentação no dia da eleição e o amanhã, outro dia, com pontuações anotadas pela jornalista Camilla Pimentel, que está morando em Brasília.

P

PAULO LIMA

FERVENDO Enquanto isso, ebulição no gabinete da presidência. Os holofotes miravam os passos do newpresidente. Intenso entra e sai de assessores, parlamentares e repórteres. Nos ecos: Orçamento, Mensalão, PEC´s, tudo na ponta da caneta e da língua dos jornalistas de plantão. Éééé...muito trabalho para o presidente.

BACURAU Noiva de Henrique, a jornalista Laurita Arruda escolheu um modelito verde para acompanhar a vitória do amado. A cor política dele. Também a preferida. E assim ela afirmou que a escolha da cor foi por se tratar da tonalidade que “ele gosta”...O amor estava no ar...

SOLITÁRIO Por alguns momentos a Abelhinha observou o deputadomossoroense Betinho Rosado, da bancada do DEM, um tanto quanto solitário. Acompanhou o resultado da eleição da Mesa Diretora sentado...sozinho. Será que o tempo que passou longe do parlamento o deixou como um peixe fora d´água? É, vamos para frente...Talvez tenha sido só...momento.

ELEGÂNCIA Sempre preocupada em estar elegante, a deputada Sandra Rosado (PSB) disse que prefere trabalhar de tailleur. Perguntei sobre a possibilidade do uso de minissaia para parlamentares femininas. Ela ressaltou que deve ser próximo ao joelho. E para a primeira sessão do ano, escolhe cores neutras.

PT E PMDB JUNTOS NO RN? A deputada Fátima Bezerra (PT) fez questão de usar o microfone para cumprimentar e tecer elogios ao presidente Henrique Alves e à Mesa Diretora eleita. Vale lembrar que o primeiro-vice-presidente eleito ao lado do peemedebista é do Partido dos Trabalhadores. Resta saber se Fátima estará no mes-

sa Diretora, a Abelhinha compareceu ao plenário da Câmara Federal. Calmo. Tudo calmo. Em nada lembrava o coro do dia anterior, em que disseram presente 497 parlamentares. O deputado Inocêncio Oliveira (PR-PE) presidiu a sessão, sem a presença da imprensa.

FLAGRA No jantar de comemoração à eleição, já na casa oficial de presidente da CD, Henrique recebe a bancada federal: Betinho Rosado, José Agripino, o tio Garibaldi Alves, Fátima Bezerra, o primo Garibaldi Filho, Paulo Davim, João Maia e Paulo Wagner

Sempre elegante, a deputada Sandra Rosado foi a única da bancada potiguar que não votou em Henrique.Também, a única ausência no jantar de posse

mo palanque de Henrique no RN em 2014. Como se sabe, os dois têm a intenção de se mudar para o Senado. Mas isso é outra coisa.

va em peso: deputados Walter Alves, Hermano Morais e Gustavo Fernandes. Hermano e Waltinho sempre lado a lado. Gustavo com o pai, Elias Fernandes. Do PSB: Tomba Farias, com a esposa Fernanda, prefeita-peemedebista de Santa Cruz.

BONITÓN E o segundo vice-presidente eleito também é do RN: deputado Fábio Faria (PSD). Foi o único cargo da Mesa que teve candidato avulso. Fábio disputou a vaga com o companheiro do PSD do Piauí, deputado Júlio César. Mas o filho do vice-governadorpotiguar Robinson Faria mostrou que é articulado e conseguiu vencer. Diferença de 20 votos. Pois é, Pois é, Pois é. No momento em que HEA chamou FF para compor a Mesa, a Abelhinha observou que ele falava misterioso ao telefone. Quem seria? Essa pergunta ficou no ar. Alguém parabenizando isso é fato? Ou Sato?

PRIMEIRO DIA COMO PRESIDENTE Com agenda intensa, Henrique Alves recebeu, já no gabinete da presidência, parlamentares e assessores para tomar as suas primeiras providências como novo comandante do Legislativo brasileiro. Hora do almoço, foi com sua equipe ao restaurante Gazebo. Mas, antes, pausa nos corredores para assédio de colegas e jornalistas. Cada passo era um flash. Na volta do almoço, foi bombardeado por perguntas da imprensa nacional. Daqui pra frente será assim...

COMITIVA POTIGUAR E o RN se mudou para Brasília por um dia. A bancada do PMDB na Assembleia Legislati-

Toda elegante na galeria, assim que saiu o resultado da vitória para o noivo Henrique, Laurita Arruda não segurou as lágrimas

DAY AFTER Um dia após a eleição da Me-

Passando pelo Salão Verde, a Abelhinha se depara com uma cena que chamou atenção. O deputado-pugilista Adelino Popó (PRB-BA) concedia entrevista a uma equipe de tevê todo num traje, digamos assim, despojado: jeans, terno e gravata. Parece que a moda de jeans e terno não é exclusividade do gosto um tanto quanto duvidoso aqui no RN.

EDIVAN DESISTIU? Vereador não reeleito, Edivan Martins (PV), ex-presidente da Câmara Municipal de Natal, aparece como um dos nomes para compor a equipe de Henrique em Brasília. Significa, então, que Edivan desistiu de brigar na Justiça pelo mandato de edil?

PV QUERIDINHO PMDB O senador Paulo Davim (PV) era todo unha e cutícula com o PMDB. Também fez questão de prestigiar Henrique. O pevista ficou nos bastidores sempre em tête-à-tête com a bancada do partido de Garibaldi e Henrique. Planos para 2014? Quem sabe. É, quem sabe. As nuvens da política são mais inesperadas que as de Gilliard. É aguardar. E, quem sabe, se surpreender. Avante!


Domingo |

natal

10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte |

11

George Azevedo

L A V A R N É C A O georgeazevedo@digizap.com.br

D U T

Marilene Paiva, só alegria, com o Rei Momo e a Rainha do Carnaval de Mossoró

Pierrôs e Colombinas recebendo os convidados

Marcelle Nunes registrando tudo para o programa Entre no Clima/TCM

Arthur Fernandes e Nina Campello. Ôooo casal fechoso!!!

Anita Portela na folia com a filha Carla Portela

Marisa Silveira passando a faixa para Julia Bandeira, Musa do Verão 2013

A colunista Marilene Paiva foi responsável pela folia social do Carnaval de Mossoró,com o seu “Baile de Máscaras”,reunindo gente querida na noite de 02 de fevereiro no novíssimo salão do Requinte Buffet.Rolou muito frevo ao som da orquestra Harmnoy.Na ocasião,foi anunciado a vencedora do concurso Musa do Verão 2013, promovido pelo site Trafegando.com.Só deu Julia Bandeira.Fique aqui com mais imagens feitas por Irlanda Carlos e Georgiano Azevedo

Marcos Garcia e Fátima Santos. Pura animação!!!

Raquel Silva.Toda top!!!

Micheline Fontes, toda mascarada

A atriz Tony Silva nos preparativos da Maria Espaia Brasa

O artista plástico Carlos Careca e Lucinha

Luzete Duarte. Uma querida!!!

Mathws Aires ganhando beijinho de Marilene Paiva

Detinha Reis entrou no clima

Nilton Jr e a colunista Karenine Fernandes

Conceição Souza e a filha Camila

As irmãs Evelane Maia Fernandes e Márcia Rejane

José Carlos Rego e Beth, os poderosos do Hotel Garbos


natal 12

Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 10 de fevereiro de 2013

DIVULGAÇÃO

NELSON MATTOS FILHO Velejador-avoante1@hotmail.com

reciso consertar um pecado que cometi no texto de Domingo passado, 03/02, quando falei que levamos cinquenta e seis horas para cruzar o trecho de mar entre Recife/PE e Maceió/AL, antes que você comece a fazer contas e tente difamar a capacidade velocista de nosso barquinho. Sei que ele não é um exímio corredor, mas o bichinho pode ficar ressentido. As 125 milhas náuticas entre as duas cidades foi consumida em 30 horas. Ufa! Os dois dias passados em Maceió deu para ver o quanto nossas cidades estão mais tristes, desprotegidas, desassistidas e vivendo uma disfarçada euforia desenvolvimentista. Não sei onde vamos parar, mas tomara que seja em algum berço esplendido. Dá medo ver as drogas tomando conta das ruas e absorvendo crianças, adolescentes e adultos numa velocidade estonteante e exterminadora. É revoltante observar a forma leviana e parcimoniosa com que as autoridades tratam o assunto. É alarmante saber que tudo vai sendo discutido na base dos decretos e das teorias que não ultrapassam as portas dos gabinetes. E diante de todo o caos, ainda tentam nos empurrar de goela abaixo a liberação da maconha, como se ela fosse à causa, o efeito e a solução de todos os nossos males. Foi com essa visão incrédula que deixamos Maceió para trás e tomamos o rumo da Praia do Francês,

P

ENTRE ALAGOAS

E SERGIPE

litoral sul de alagoas e a menos de 8 milhas náuticas da capital. Nunca havíamos entrando na Praia do Francês, apesar de não ter faltado à vontade e de saber que era um excelente fundeadouro. O que faltava era apenas um incentivo maior e dessa vez deu certo. O Francês, como os alagoanos gostam de chamar, é uma das mais famosas praias de Alagoas com boas pousadas, bons restaurantes e muitos barzinhos espalhados pela orla. A ancoragem é por trás do molhe de

pedra e bem abrigada na maré de quadratura, lua minguante e crescente, que foi a que pegamos. Nas marés de Lua cheia e nova, quando as ondas passam por cima das pedras, deve balançar um pouco, mas nada que seja insuportável. O canal de acesso é largo e profundo e joga-se âncora, em frente à praia, na profundidade média de 8 metros. Passamos um dia e uma noite ancorados no Francês, mas poderíamos passar muito mais já que a praia é bastante convidativa. Po-

rém, tínhamos que seguir viagem e a meteorologia não estava sinalizando boa coisa para o nosso lado. Relâmpagos iluminavam o céu por cima dos morros e no horizonte do mar alguma coisa dava sinal que viria surpresa. Deixamos a Praia do Francês com a certeza que aquela bela paisagem iria fazer parte das nossas próximas velejadas. Era um Domingo de sol e a praia estava lotada de visitantes, disputando palmo a palmo as areias da praia, naquela típica cena de um dia de ve-

rão com toda a quentura nordestina. O vento estava bom, mas dava claros sinais que há qualquer momento iria deixar a gente na mão. E deixou mesmo! Chegamos no través da Foz do Rio São Francisco, que não assusta mais nenhum navegante, e nos deparamos com dezenas de barcos pesqueiros em busca do que resta dos camarões naquela área. Olhando de longe, o mar parecia uma imensa cidade iluminada. Quando chamei Lucia para assumir um pou-

co o comando do Avoante, ela perguntou: Estamos indo para terra? E aquela cidade ali na frente? Era muito barco! A partir do São Francisco o vento acabou de vez e para não ficarmos parados em meio as dezenas de embarcações pesqueiras, com seus ameaçadores braços laterais para arrastar redes, meti a mão na chave e acionei o barulhento do pedaço. Não tenho palavras nem imaginação para definir o que é navegar a motor num barco a vela. Mas se você espera mesmo uma definição, posso dizer que é o mesmo quer passar a noite dançando com a irmã numa festa animada. Sem vento fomos tocando o barco com destino a Salvador/BA, já que na costa de Sergipe não existe nenhuma Barra convidativa para um veleiro. Lugares bonitos e abrigados têm muitos, mas nenhum oferece condições de segurança no acesso. É uma pena e uma falta de visão das autoridades sergipanas. A navegação amadora, principalmente a vela de cruzeiro, é uma fonte sem fim do turismo náutico e têm trazido excelentes benefícios as cidades que apostaram nesse nicho de mercado. Como conheço bem essa rota e até já entrei no Rio Real, que faz a divisa de Sergipe e Bahia, hoje praticamente impossível, os amigos sempre me perguntam sobre Sergipe e sempre respondo: Passe reto e de preferencia bem afastado da costa, para evitar as plataformas de Petróleo. Uma pena, mas um dia o sergipano acorda para o grande potencial náutico que têm em mãos. Vamos torcer!


esportes

HOJE NA TV

RÁDIO GLOBO NATAL

15h -Campeonato Espanhol : A.Bilbao X Espanyol - ESPN 18h30 - Campeonato Paulista: Mogi Mirim x Palmeiras;SporTV

07h - Esportes em Debate 16 h - Futebol Show: Santos x Paulista e Mogi Mirim x Palmeiras

Técnico Felipão mostra confiança na equipe do Brasil para Copa de 2014 PÁGINA 4

CURIOSIDADES

DICAS

NÚMEROS

O ASA,adversário do ABC na segunda fase da Copa NE, nunca perdeu para o time potiguar.

Os ingressos para o jogo entre ABC e ASA começam a ser vendidos quarta-feira,na bilheteria do Frasqueirão.

40 Reais será o preço cobrado pelo ingresso de arquibancada no jogo ABC x ASA.

EMANUEL AMARAL

Rico,que aparece marcado pelo jogador do ASA,deixou o América

SELEÇÃO

Editor: Vicente Estevam (Interino) e-mail: esporte@tribunadonorte.com.br

NATAL • RIO GRANDE DO NORTE Domingo • 10 de fevereiro de 2013

JÚNIOR SANTOS

Após ser eliminado da Copa NE, o Bahia vai ficar 40 dias parado

ALDAIR DANTAS

Os quatro pontos perdidos para o Vitória,pesaram para o alvirrubro

Presidente da Federação Norte-riograndense de Futebol, José Vanildo, não cogita modificar a disputa do primeiro turno do Estadual para evitar que América ou ABC fiquem parados, caso saiam da Copa Nordeste na primeira fase

[ CAMPEONATO POTIGUAR ]

FNF não vai alterar fórmula de disputa que parecia um sonho, a volta ao calendário oficial da CBF da Copa do Nordeste, acabou se transformando em um problema para duas grandes agremiações do futebol regional: América e Bahia. Eliminados ainda na primeira fase da competição, esses dois clubes terão um hiato de calendário que não estava nos planos de suas diretorias. O América vai ficar 25 dias sem jogar, enquanto o Bahia só voltará a entrar num campo para atuar oficialmente daqui a 40 dias. Apesar de enxergar o problema que atingiu o filiado, o presidente da Federação Norte-riograndense de Futebol (FNF), José Vanildo, não vê condições de mudar o destinos dos clubes que são desclassificados na primeira fase do torneio regional. “Não como resolver essa questão de imediato. O calendário do futebol deve obedecer determinações do Estatuto do Torcedor, que impede as gestoras do futebol de alterarem o regulamento das disputas com menos de dois anos. Isso é um problema que terá de ser contornado pelos próprios dirigentes dos clubes. No caso hoje é o América, mas amanhã poderá ser qualquer uma das equipes que disputam os Estaduais, que passaram a ser qualificatórios para a Copa do Nordeste”, explicou José Vanildo. Tibúrcio Batista, um dos responsáveis pelo departamento técnico da FNF, ressaltou que o problema só não foi maior, porque o calendário do Campeonato Estadual foi muito bem planejado. “O América só vai passar 25 dias sem atuar, se não for levado em conta o intervalo do Carnaval, período que o futebol praticamente para. Se levarmos em consideração esse período, o América ficará apenas 14 dias sem atividade”, informou Tibúrcio. Além de não poder modificar a fórmula de disputa da competição local de uma temporada para outra, José Vanildo sabe que enfrentaria uma forte rejeição dos clubes que hoje participam do primeiro turno, em abrir espaços para ABC e América também entrarem na disputa. Luiz Antônio “Tomba”, presidente do Santa Cruz, sabe que é difícil para um clube de futebol ficar um período longo trabalhando e se mantendo sem fontes de arrecadação, mas destaca que o próprio Santa Cruz, quando voltou a se concentrar para iniciar a pré-temporada passou por problema idêntico. “Não acho pertinente mudar a fórmula de disputa da competição apenas para privilegiar ABC ou América. A competição disputada apenas com os clubes do

ALDAIR DANTAS

ALBERTO LEANDRO

O

Os clubes são contra a modificação do 1º turno. Não dá” JOSÉ VANILDO Presidente da FNF

JÚNIOR SANTOS

“ Caso chegue a fase semifinal da Copa do Nordeste, o ABC terá jogos adiados e passará a jogar apenas no meio de semana pelo Estadual

interior e o Alecrim está muito bem disputada e traz mais justiça ao futebol do RN, uma vez que democratiza o acesso para disputa da Copa do Brasil”, ressalta Tomba. O dirigente santa-cruzense ainda lembrou que o Santa Cruz ficou 40 dias trabalhando sem perspectiva de arrecadação. “No futebol cada um cuida dos seus problemas, ninguém olhou para o Santa Cruz e porque teríamos de olhar para o América agora?”, indagou. O próprio Tibúrcio Batista também se mostrou contrário a qualquer tipo de alteração, por acreditar que dividir a atenção dos clubes só iria prejudicar. “Quando se tem a oportunidade de disputar uma competição como a Copa Nordeste, tem que se concentrar apenas nela. Não dá para um clube se dividir em duas frentes, quando se entra em qualquer competição existe cobrança e isso acaba prejudicando mais”, disse o dirigente do departamento técnico da FNF.

ABC pode ter choque de datas Apesar de ter sido definida após muito planejamento, o ABC vai sofrer problema para administrar os calendários de jogos da Copa do Nordeste e do Campeonato estadual, caso o alvinegro passe pelo ASA e conquista uma vaga na semifinal da competição regional. O alerta foi dado por Tibúrcio Batista, membro do departamento técnico da FNF. As datas previstas para realização das semifinais da Copa do Nordeste e que já foram definidas pela Confederação Brasileira de Futebol são os dias 24 de fevereiro e 3 de março. O que irá coincidir com a primeira rodada do octogonal decisivo do Estadual que está previsto para iniciar justamente no primeiro domingo do mês de março. “Nós vamos ter de arranjar uma forma de contemplar essa situação. As duas competições são importantes para o ABC. Bri-

ALDAIR DANTAS

Gustavo Mendes vai colaborar

gar para chegar numa final da Copa do Nordeste não tem preço, mas vale lembrar que no Estadual o clube estará brigando se

qualificar para disputa regional do próximo ano e uma das duas vagas que restaram para a Copa do Brasil de 2014. Logo o clube não vai querer usar equipe mista em nenhuma das duas competições, creio”, alertou Tibúrcio Batista. Se depender do ABC, a federação não terá muito problema para adequar o calendário do segundo turno, pois não existiria problema de o clube atuar no meio de semana pela competição local e nos finais de semana pela regional. “Passar para semifinal da Copa do Nordeste não vai nos criar problema, será até uma satisfação para gente. Mas a questão de coincidências de datas terá de ser solucionada pela FNF, sabemos que o ABC hoje não é só um time, o clube possui um elenco bastante qualificado e terá como se adequar as duas disputas”, salientou o dirigente abecedista.

O Santa Cruz passou 40 dias só treinando e ninguém se preocupou” LUÍS ANTÔNIO “TOMBA” Presidente do Santa Cruz/RN

JOÃO MARIA ALVES

Caso passe para a outra fase, o ABC terá problemas com choque de datas” TIBÚRCIO BATISTA Membro do Depto Técnico da FNF


2

esportes

| Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Comandados de Muricy Ramalho entram em campo para defender a liderança da competição, hoje, no Pacaembu. A novidade fica por conta do retorno de Neymar, depois de participar do amistoso do Brasil contra a Inglaterra

[ CAMPEONATO PAULISTA ]

Santos mede forças com o Paulista om a volta de Neymar, ausente no empate com o Linense, pois esteve em campo pela Seleção Brasileira na derrota para a Inglaterra, na última quarta-feira, em Londres, o Santos se preparou para mais um desafio no Paulistão. O Peixe enfrenta o Paulista, hoje, a partir das 16h (no RN), no Pacaembu. Além do retorno da Joia santista, o volante Arouca, que também jogou pela Seleção no amistoso com os ingleses, e o meia Montillo, convocado pela Argentina para a vitória sobre a Suécia, em Estocolmo, também retornam ao time contra o Galo do Japi. Fora a volta do trio, o Alvinegro Praiano também poderá contar com o zagueiro Edu Dracena e o volante Marcos Assunção para esse confronto. O primeiro está recuperado de uma lesão ligamentar no joelho esquerdo, sofrida em julho do ano passado. Enquanto isso, o segundo está apto a jogar, depois de se curar de uma contusão no joelho, que lhe acompanhava nos últimos meses de Palmeiras. Dracena, capitão da equipe, deve ocupar a vaga de Neto, formando dupla de zaga com Durval. Já a presença de Assunção entre os titulares é uma

C

FICHA TÉCNICA SANTOS PAULISTA Rafael;Bruno Peres, Edu Dracena, Durval e Guilherme Santos;Renê Júnior,Arouca, Cícero e Montillo; Miralles e Neymar Técnico:Muricy Ramalho

Richard;Thales, Dráusio,Lazaro e Anderson Correa; Matheus Galdezani,Kasado, Chiquinho e Renato;Cassiano Bodini e Marcelo Macedo Técnico:Giba

Estádio: Pacaembu,em São Paulo (SP) Horário:16h (no RN) Árbitro:Leandro Bizzio Marinho Assistentes:Fabrício Porfírio de Moura e Claudenir Donizeti Gonçalves da Silva

incógnita. O experiente meiocampista pode ficar como opção para o técnico Muricy Ramalho no banco de reservas, entrando no transcorrer do duelo. “O Assunção não sentiu nada, está preparado. O Dracena também não teve nenhum e problema e vai voltar, pois já está na hora. Fomos muito cuidadosos com eles, porque o jogador que fica tanto tempo fora não pode ir para o campo e voltar (para o departamento médico). Ele tem que

ficar lá no campo. Estávamos procurando um jogo bom e importante, em casa, para que eles retornassem”, comentou Muricy. As declarações do meia inglês, Joey Barton, do Olympique de Marselha (França), criticando o atacante Neymar por conta de sua atuação na derrota da Seleção Brasileira para a Inglaterra, por 2 a 1, na última quarta-feira, em Londres, ainda repercutem no meio do futebol. Depois de a Joia rebater as afirmações de Barton e ver o jogador britânico disparar ainda mais críticas contra o seu futebol, foi a vez de o técnico do Santos, Muricy Ramalho, comentar o assunto. “Sobre esse rapaz, não sei quem ele é. Isso não é desprezo. Simplesmente, não conheço esse rapaz. É muito blá... blá... blá. O fato é que o Neymar é reverenciado pelo mundo todo”, afirmou Muricy, saindo em defesa do seu comandado. Já o Paulista não vem realizando uma boa campanha no Estadual e um eventual resultado positivo diante do Santos poderia impulsionar uma reação do Galo do Japi na competição. “Precisamos mudar de atitude”, afirmou o treinador Giba.

RICARDO SAIBUN/AGIF/ESTADÃO

Retornando da Seleção, o atacante Neymar foi confirmado por Muricy Ramalho como titular hoje

Sem Barcos,Palmeiras enfrenta Penapolense o perigoso time do Mogi Mirim tenta seguir

Pedro Neto

entre os primeiros

lopesrn@hotmail.com JÚNIOR SANTOS

Faxina geral semana terminou com fortes emoções no América. Isso porque a direção resolveu dispensar vários jogadores, além da comissão técnica. Na realidade ninguém entendeu nada, principalmente os torcedores rubros. A direção alegou problemas financeiros para as dispensas, até porque as despesas estavam superiores as receitas. O interessante é que a grande maioria dos torcedores não chiou com as dispensas dos jogadores, contudo, reclamou muito da demissão do técnico Roberto Fernandes. E é fácil explicar. Roberto Fernandes foi o grande responsável pelo América ter conquistado o título de Campeão Estadual de 2012, após 8 anos de jejum. Assim como pela boa campanha realizada na série B do ano passado. O problema é que o cinto começou a apertar e a direção não aguentou a pressão financeira. Agora, dos jogadores citados como dispensados – Netinho, Jerson e Rico – dois deles têm problemas para deixar o clube. Netinho que está no departamento médico e Jerson que tem contrato até o final do ano, além do seu empresário já ter avisado que seu atleta deverá cumprir o contrato. Quanto a Rico, esse já acertou a rescisão. Já Cascata, Renatinho, Tatu, Renan e Galatto, entre outros, são citados como prováveis dispensados, todavia, a direção ainda não confirmou. A intenção da direção rubra é economizar aproximadamente R$ 200 mil/mês com esse arrocho. É melhor esperarmos um pouco mais, pois possivelmente teremos desdobramentos mais sérios pelas medidas que foram tomadas.

A

JAIME A direção ao Alecrim confirmou a dispensa do meia Jaime. Jogador habilidoso e com vários títulos no seu currículo o jogador não emplacou na sua segunda passagem pelo clube. Pela informação que recebi o técnico Pedrinho Albuquerque foi um dos que não teve interesse na permanência do meia. Com a saída de Jaime o Alecrim agora tem em Ruy Cabeção sua principal referência quando falamos de qualidade.

REGULARIZADOS O competente supervisor do ABC Kleber Romualdo conseguiu no apagar das luzes regularizar todos os jogadores que foram contratados pelo alvinegro. Na última sexta-feira Thiaguinho, Jheimys e Junior tiveram seus nomes confirmados no BID. Com isso o técnico Givanildo Oliveira terá todos os jogadores a sua disposição para o 1º jogo contra o ASA. Que eles possam ser úteis ao ABC.

CARNAVAL Hoje já é o segundo dia de Carnaval, mesmo assim é bom repetir para que todos tenham muito cuidado. Não esqueçam que direção e bebida não combinam. Que todos possam se divertir e brincar, agora, também com muita responsabilidade.

AGAP Durante a semana conversei com o presidente da AGAP – Edmundo Pereira – e alguns dos seus diretores – Betinho, Bastos e Dedé de Dora -, além do Advogado Luiz Antônio de Almeida. Confesso que fiquei impressionado com a estrutura da AGAP. Com a atuação da AGAP com atletas e ex-atletas no futebol no RN. A AGAP tem hoje aproximadamente 390 associados, agora, a direção acredita que até o final do ano esse número deverá duplicar. Para que vocês possam ter ideia nos últimos 3 anos vários ex-jogadores de futebol concluíram seus cursos superiores com a ajuda da AGAP que pagou 70% do valor total das suas bolsas de estudo. Já em 2013 vários ex-jogadores estão recebendo esse benefício que chega ao expressivo número de 30 atletas. A grande maioria dos atletas cursa Educação Física, entretanto, alguns outros cursam Direito, Administração, Engenharia da Produção e até Teologia. Como se tudo isso não bastasse a AGAP ainda disponibiliza o seu departamento jurídico, com o advogado, Luiz Antônio de Almeida.

Às 18h30 (no RN) de hoje, em Mogi Mirim, diante do time da casa, o Palmeiras tem seu último teste antes de estrear na Libertadores, na quinta-feira, contra o Sporting Cristal, do Peru, no Pacaembu. E um grande desafio: aprender a jogar sem Barcos. Será a primeira partida sem o centroavante, negociado com o Grêmio em operação estimada em 7 milhões de euros. Ainda sem poder escalar desde o início todos os noves reforços trazidos nesta semana, Gilson Kleina escala Vinicius no ataque e tenta dar sequência ao time que agradou na vitória por 2 a 0 sobre o Atlético Sorocaba. “Nossa equipe está evoluindo, está encorpando, trabalhando em uma filosofia. Queremos sempre avançar para estarmos forte na estreia da Libertadores”, disse o técnico. “Trabalhamos por equilíbrio. No próximo jogo, temos que competir muito fora de casa pelo resultado”. A confiança com uma vitória em Mogi Mirim é fundamental também porque, no próximo fim de semana, o adversário será o Corinthians. A delegação até começará após o confronto uma con-

centração em Itu para se preparar para esta semana. “É uma semana importantíssima. Não vamos deixar o Mogi de lado, até porque é um confronto direto, mas temos que canalizar nossas forças, ver como se encaixam os jogadores que chegaram”, prosseguiu Gilson Kleina. Em caso de derrota, o Mogi Mirim passará o Palmeiras, o que aumentaria a pressão sobre os comandados de Gilson Kleina. FICHA TÉCNICA MOGI MIRIM PALMEIRAS Daniel;Roniery, Tiago Alves,Lucas Fonseca e João Paulo;Magal,Val, Carlos Alberto e Wagner;Roni (Roger) e Henrique Técnico:Dado Cavalcante

Fernando Prass; Ayrton,Henrique, Mauricio Ramos e Juninho;João Denoni,Márcio Araújo,Wesley e Patrick Vieira;Maikon Leite e Vinicius Técnico:Gilson Kleina

Estádio:Romildo V.Ferreira (SP) Horário: 18h30 (no RN) Árbitro:Rodrigo Braghetto (SP) Assistentes:Rogerio Pablos Zanardo e Leandro Matos Feitosa (ambos de SP)

Se há uma surpresa neste início de Campeonato Paulista, ela vem de Penápolis. Com seis rodadas disputadas, o Penapolense é o terceiro colocado da competição, com 12 pontos, dois a menos do que os líderes Santos e Ponte Preta. Essa briga pela manutenção no topo da tabela terá continuidade às 16h (no RN) de hoje, contra o Atlético Sorocaba, na própria Penápolis. A favor dos anfitriões, pesa, além da boa fase, o fato de a equipe ter 100% de aproveitamento dentro de casa, com três vitórias em três jogos. Na última rodada, por exemplo, houve um acordo coletivo entre comerciantes e donos de indústrias da região, para que os trabalhadores deixassem o expediente mais cedo e pudessem ir ao Tenente Carriço. O bom momento parece ter se estendido até o departamento médico. Sem nenhum atleta machucado, o único desfalque será o zagueiro Gualberto, suspenso por ter tomado três cartões amarelos. Caminho inverso, porém, faz o meia Neto, que deve voltar à equipe titular.

LÉO BARRILARI

Pai de Marcelo Moreno veta transação

QUARTA-FEIRA DE CINZAS E o primeiro jogo entre ABC x ASA será na próxima quarta-feira de Cinzas na cidade de Arapiraca. Já no sábado dia 16.02.13 teremos o jogo da volta no Frasqueirão. Para o jogo da próxima quarta-feira em principio o técnico Givanildo Oliveira não tem nenhum problema. Muito pelo contrário, ele terá as voltas o volante Edson e do goleiro Andrey. Sem dúvida alguma o ABC vive um bom momento após as três últimas vitórias, agora, mesmo assim todo cuidado é pouco, até porque a equipe do ASA também vem de três vitórias e tem um grande técnico no banco de reservas.

Ídolo no Palmeiras, Hernán Barcos foi negociado com o Grêmio

A transação envolvendo o atacante Hernán Barcos para o Grêmio vai render muita dor de cabeça ao Palmeiras. Depois de o diretor-executivo José Carlos Brunoro admitir que apenas o zagueiro Vilson aceitou entrar na troca pelo argentino, o pai e empresário do atacante Marcelo Moreno, Mauro Martins, esbravejou contra o Verdão. O agente chamou o time de “fracassado” e negou que exista qualquer chance de o negócio ser concretizado. “O Palmeiras não tem dinheiro, não tem jogador, e os jogadores de lá são fracassados. É um time fracassado. Para time menor que o Grêmio, meu filho não vai. Ninguém do Palmeiras me procurou e é melhor nem me procurar”, vociferou Mauro Martins, em entrevista à Rádio Bradesco Esportes. O pai do jogador também anulou qualquer possibilidade de seu filho defender outro time brasileiro e garantiu que não o deixará descumprir os anos de contrato que tem pela frente com o Grêmio.


esportes

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

3

[ FUTEBOL CARIOCA ] Preocupado com a cobiça do mercado do futebol, diretoria do rubro-negro incia plano de blindar suas principais revelações para lucrar mais adiante

Apito Final EVERALDO LOPES - elopes@tribunadonorte.com.br

Os craques morrem cedo ma boa parte dos leitores/torcedores que se informaram do que saiu publicado nesta coluna, no dia seguinte à morte inesperada de Wallace Costa, estranhou a observação feita, de que a quase totalidade do elenco campeão pelo ABC em 1962, já é falecida. É verdade que, este 2013 está 51 anos distante daquela conquista. Dando-se o desconto na faixa etária dos campeões, a média de idade da equipe ficava entre 25 e 27 anos, sendo os mais antigos do elenco, Jorginho (o vovô do grupo), Sansão, Gaspar e o próprio Wallace, na época com 29 anos. O time foi este: Sansão, Mauro, Gaspar, Cadinha e Danilo, Cileno e Wallace, Mano, Cocó, Jorginho e Rômulo Dias. A afinidade com as bebidas alcoólicas também concorreu para o encurtamento da vida de muitos jogadores de futebol. Cadinha, ainda lúcido e com boa saúde, é uma espécie de último dos Moicanos.

U

Os craques (2) Para avivar a memória do torcedor/leitor, se todos estivessem vivos, estariam numa faixa etária entre 74 e 80 anos. Vê-se que é uma previsão absolutamente possível, já que o próprio IBGE sempre noticia que a expectativa de vida do brasileiro (homem) vem sendo ampliada nos últimos anos. No caso do time do ABC campeão 1962, ter todos os laureados já falecidos, foge das es-

tatísticas. A Seleção Brasileira de 1958 tem, ainda vivos (e bem lúcidos) alguns integrantes. Em melhor forma, Pelé é a exceção, mas considere-se que ele tinha 17 anos, na época. Voltando ainda ao ABC campeão de 62, é preciso esclarecer que uma boa parte do elenco da época teve sérios problemas com a hepatite tipo “B”, mal que até hoje atormenta jogadores daquela década.

Mea culpa

Mea culpa (2)

Vejam que coisa rara no futebol, que é o árbitro reconhecer que errou, e voltar atrás. Um dos destaques da seleção de Burkina Faso na Copa Africana, o atacante Jonathan Pitroipa poderá participar normalmente da final da competição. O cartão vermelho que recebeu na semifinal contra Gana erá anulado após o árbitro que o expulsou, admitir que errou. Tinha ficado claro que o árbitro havia errado, mas faltava o próprio árbitro reconhecer.

E isso o árbitro fez, admitindo o erro. A Confederação Africana vai comunicar à Comissão disciplinar, que corrigirá o lapso do árbitro. Assim, Jonathan ganhará condição de jogo após a atitude de sua senhoria, Slim Jidin, suspenso pela CAF. Confesso que não lembro se já aconteceu algum fato semelhante no futebol brasileiro. A regra é a mesma, no mundo todo, a Copa da África é a mais importante competição do continente africano.

Histórias do futebol O Canal Brasil vai exibir, agora em fevereiro, três filmes com temática de futebol: dia 17, sob título “O Gringo”, documentário focalizando o ex-jogador Petkovic. O outro, “Manyas”, sobre o Peñarol, clube mais popular do Uruguai, e ainda um terceiro fil-

me, sobre a atuação tumultuada de João Saldanha, este, dia 25. É evidente que o filme sobre Saldanha é o que desperta mais atenção, principalmente para os que conheceram a trajetória dele, polêmico, destemperado, talentoso e, sobretudo, corajoso.

Histórias (2) Saldanha foi um irrequieto torcedor botafoguense, amor que começou quando ele se transferiu do RS para o Rio de Janeiro, fazendo grandes amizades nos bares de Copacabana. Das amizades que fez no Botafogo, terminou aceitando dirigir o próprio time alvinegro, chegando até à Seleção Brasileira, treinada por ele

até que, pelo seu temperamento explosivo, acabou desistindo de treinar a “Canarinho”, por não aceitar os constantes pedidos do presidente Médici, entre 1969 e 74. Petkovick teve um boa ligação com o Nordeste, defendeu o Vitória/BA, tendo, jogado no Machadão contra o América/RN na decisão da Copa do Nordeste.

TIRIRICA “Não pretendo ser reeleito deputado federal. A Câmara dos Deputados é muito monótona, a gente não tem o que fazer. Prefiro muito mais trabalhar com a garotada, e assim que terminar meu mantado, vou sumir daqui, pra nunca mais voltar.... Retornarei à vidinha da televisão.” (Do palhaço e deputado federal, “Tiririca”) LEANDRO,DE NOVO Parece que o ABC está mesmo fadado a conviver de vez em quando com seu ex-treinador, Leandro Campos. Depois que ele largou o Alvinegro, teve de enfrentá-lo pela série “B”, duas vezes. Eis que, lá vem Campos para Alagoas, e mais dois confrontos valendo a Copa do Nordeste. Faz lembrar o saudoso Chico Anísio, quando repetia na televisão o refrão “isso é amor antigo...”

“Desempregados da bola” E prossegue o entra e sai de treinadores que atuam no Estadual. Nas últimas 72 horas, mais duas cabeças rolaram. Consequentemente, duas novas chegaram. Entraram para o bloco carnavalesco “Os desempregados da Bola”. O ex-ala Soares, que roda

por todo Nordeste dificilmente ficando parado, assumiu o Potyguar seridoense, cuja sorte depende agora do returno, porque o time, no 1º turno, vai mal. Outro que também assumiu foi Netinho Mathias, ocupando o lugar que era de Mirandinha.

OLHO NA “B” Por enquanto, Alex Padang ainda vai continuar enxugando a “folha” mas, quando maio se aproximar – e com ele a série “B”, a conversa é outra. Tem que tirar leite de pedra, buscar grana seja onde ela estiver. É como gostava de repetir o polêmico Lauro Neto: o buraco é mais embaixo...

REI MOMO

Por enquanto, não se fala em dispensas, nem contratações. Quando chega o carnaval, para tudo quanto a musa canta...

Flamengo espera evitar saída dos jovens da base RUDY TRINDADE

pesar de a temporada estar apenas começando alguns jogadores do Flamengo já estão se destacando e ganhando muito espaço na mídia. O meia Rafinha e o atacante Hernane, com gols e boas atuações são os principais nomes do início do ano Rubro-negro. Temendo o assédio de outros clubes aos seus destaques, os dirigentes flamenguistas já começaram a trabalhar no sentido de ampliar os contratos dos atletas em questão e novidades deverão acontecer nos próximos dias. Na noite de quarta-feira, pouco antes da vitória de 4 a 0 sobre o Friburguense, que teve dois gols de Hernane e um golaço de Rafinha, que encobriu o goleiro adversário, o diretor-executivo do departamento de futebol do Flamengo, Paulo Pelaipe, se reuniu com Vantuil Gonçalves e Gerson Sá, diretores da MFD, que cuidam da carreira do atleta, a fim de tratarem da renovação do vínculo que se encerra em maio de 2014. O encontro foi muito satisfatório e Pelaipe deixou o estádio dizendo que o acerto é questão de tempo. As partes ainda não revelaram quando se encerraria o novo contrato, mas é certo que o valor da multa rescisória será algo considerado impagável para a realidade do futebol brasileiro. Além disso, o jogador, que ainda recebe salário das categorias de base, ganhará um aumento considerável. Com Hernane as negociações,

A

Rafinha é quem mais vem chamando a atenção no clube e já foi procurado para renovar o contrato

apesar de exigirem mais pressa, ainda não estão tão adiantadas. O jogador tem contrato somente até o fim de maio, mas os flamenguistas têm a seu favor o fato de poderem exercer a compra da maior parte dos direitos federativos do atleta, que são ligados a um grupo de empresários. A ideia seria também criar uma alta multa rescisória e aumentar o salário do jogador. Além de manter seus destaques a diretoria vem trabalhando com o objetivo de reforçar o elenco e atender ao pedido do técnico Dorival Júniuor para contratar um atacante que possa formar dupla

de frente com Hernane. Ao longo da semana o clube fracassou nas tentativas com Kleber, que estava no futebol português e acabou aceitando o convite do Palmeiras, e Welliton, que optou por jogar pelo Grêmio. Disposta a não expor mais o clube, a diretoria agora só vai se proncunciar sobre nomes quando eles já estiverem apalavrados ou com o contrato assinado. Ano passado, na gestão de Patricia Amorim, o clube chegou a ser ridicularizado porque alguns atletas recusaram propostas. Com 16 pontos, o Flamengo é o líder isolado do Grupo B.

[ LIGA MUNDIAL ] França, Bulgária, Estados Unidos, Polônia e Argentina

vão medir forças com a renovada equipe brasileira que tentará o título

Brasileiros conhecem seus adversários da primeira fase WANDE ROBERTO

Federação Internacional de Vôlei (FIVB) anunciou a tabela da Liga Mundial de 2013. E o Brasil, que está no Grupo A, vai receber no País as seleções da França, Bulgária e Estados Unidos e visitar a Polônia e a Argentina. O curioso é que os primeiros jogos em território brasileiro são entre 28 e 30 de junho, coincidindo com a final da Copa das Confederações, marcada para o dia 30. A Liga Mundial, neste ano, sofreu inchaço, aumentando de 16 para 18 participantes. Eles estão divididos em três grupos, sendo que dois deles reúnem equipes mais fortes, avançando as três primeiras, e um terceiro ficará com as mais fracas, do qual só a campeã avança à fase final. Para completar os oito participantes da fase final, o anfitrião ganha vaga automática - o país-sede ainda não foi definido pela FIVB. Como serão cinco rodadas disputadas na primeira fase, as três equipes que ocupam melhor posição no ranking têm a vantagem de jogar três fins de semana em casa e dois fora. No Grupo A, além do Brasil, também Estados Unidos e Polônia ganharam este direito. A FIVB, agora presidida pelo brasilei-

A

FÓRMULA 1

HAMILTON SE MOSTRA SATISFEITO COM CARRO O britânico Lewis Hamilton fez seus primeiros testes com a equipe Mercedes nesta semana em Jerez de la Frontera e ficou satisfeito com o que viu. Apesar dos problemas enfrentados na quarta-feira, em que bateu após uma falha nos freios, o campeão do Mundial de 2008 acredita que o time fez bom trabalho no desenvolvimento do carro. Hamilton compensou o pouco tempo de pista obtido dois dias antes e deu 145 voltas em Jerez a bordo de sua Mercedes. Sua melhor marca foi 1mi18s905. GRÊMIO

WELLITON ESTÁ REGULARIZADO O atacante Welliton, recémcontratado pelo Grêmio junto ao Spartak Moscou, teve seu nome publicado BID da CBF. Com isso, ele está disponível para ser inscrito e reforçar o clube gaúcho na fase de grupos da Libertadores, onde a equipe estreia quinta que vem, contra o Huachipato, na Arena. O Grêmio ainda corre para regularizar outros reforços: o atacante Barcos, ex-Palmeiras, o volante Adriano, ex-Santos, e o lateral André Santos, do Arsenal. Com Adriano o Tricolor já está fechado. COPA 2014

Missão de Bernadinho será remontar um grupo mais competitivo

FIFA ANUNCIA NOVOS LOCAIS PARA CT´S

ro Ary Graça, preparará uma grande abertura para a Liga Mundial, reunindo a Polônia, atual campeã, e o Brasil, time que tem mais títulos. O confronto entre os dois abre o Grupo A, entre 7 e 9 de junho. Os poloneses querem transformar esse confronto no maior da história da competição. Para isso, estudam mandar a partida no estádio Nacional de Varsóvia, com capacidade para quase 60 mil pessoas, construído especialmente para a Eurocopa de 2012. Em de-

A Fifa anunciou uma nova lista com os centros de treinamento disponíveis para Copa das Confederações e a Copa do Mundo de 2014. As maiores novidades ficaram por conta da inclusão do Estádio da Gávea, do Flamengo, da Toca da Raposa II, do Cruzeiro, e dos estádios de Guarani e Ponte Preta, que não haviam obtido o aval da entidade anteriormente. Agora, alista formulada pela Fifa consta com 70 centros.

zembro, o técnico da seleção polonesa, o italiano Andrea Anastasi, visitou o local junto com representantes da federação polonesa e do diretor técnico da Liga Mundial, Waldemar Kobienia De acordo com a FIVB, o próximo passo é fazer um jogo teste no estádio, que tem capacidade para 58,5 mil torcedores em partidas de futebol. A arena, inaugurada em novembro de 2011, tem teto retrátil e é não é utilizada por nenhum clube, apenas pela seleção.


esportes 4 | Natal Rio Grande do Norte |Domingo| 10 de fevereiro de 2013

Mesmo derrotado no seu primeiro amistoso nesse retorno como técnico da seleção, Luiz Felipe revela que é preciso jogar contra as principais equipes do mundo para saber o que tem que melhorar. Zagueiro Dante foi elogiado

[ COPA 2014 ]

Felipão confiante com o Brasil uiz Felipe Scolari retornou ao Brasil, ao lado de alguns jogadores convocados e da comissão técnica, com um discurso em que demonstrou confiança na evolução da seleção brasileira após a derrota no amistoso da última quarta para a Inglaterra, por 2 a 1, no Estádio de Wembley, em Londres, que marcou o seu retorno ao comando da equipe. Assim, ele reiterou que fará poucas mudanças na próxima convocação, para dois jogos que irão acontecer em março. “É bom que enfrentemos adversários fortes. Os jogadores sabem disso, até para mantermos uma linha para os próximos jogos. Há alguns detalhes que podem ser diferentes na compactação da equipe que precisamos arrumar. Um ou outro jogador em melhor condição deverá estar conosco porque vamos acrescentar dois ou três jogadores. Teremos dois jogos, importante para movimentarmos e estruturarmos algumas coisas. Isso servirá para ter um detalhe do que realmente precisamos modificar para a Copa das Confederações”, disse Felipão, no desembarque no Brasil. O treinador da seleção voltou a apontar a questão física como principal responsável pela derrota para a Inglaterra, apesar de apenas quatro titulares (Paulinho, Ronaldinho Gaúcho, Neymar e Luis Fabiano) estarem em início de temporada no futebol brasileiro os demais jogam na Europa, assim como os ingleses, e estão em atividade contínua desde agosto. “Tivemos desvantagem no aspecto físico. Os ingleses estão em competição e isso faz a diferença em um jogo entre seleções de alto nível”, afirmou Felipão. Até a disputa da Copa das Confederações, entre os dias 15 a 30 de junho, no Brasil, a seleção brasileira fará mais quatro amistosos. Serão dois agora em março, contra a Itália, no dia 21, em Genebra, e diante da Rússia, no dia 25, novamente em Londres. E outros dois em junho, outra vez com a Inglaterra, no dia 2, no Maracanã, e frente à França, no dia 9, na Arena Grêmio Por isso mesmo, Felipão não tem muito tempo para fazer testes, optando por manter uma base que já levou para o compromisso da última quarta-feira em Wembley. Titular do Brasil no amistoso com a Inglaterra, o atacante Luis Fabiano pediu calma para a equipe poder evoluir. “O começo é duro, difícil mesmo”, disse o jogador do São Paulo, que não teve boa atuação e foi substituído ainda no intervalo. “Não adiante se iludir, a gente precisa medir forças com grandes seleções, para descobrir qual é o nosso nível. Daqui a pouco teremos a Copa das Confederações e precisamos ir bem para ter mais confiança e formar o grupo para a Copa do Mundo”, afirmou. O técnico Luiz Felipe Scolari não teve sucesso ao apostar novamente em Ronaldinho Gaúcho e se decepcionou com o pênalti perdido por seu camisa 10. Porém, o sucesso feitos por suas escolhas na zaga fez com que o comandante vibrasse ao término da derrota por 2 a 1 para a Inglaterra. O defensor Dante teve grande estreia pela Seleção Brasileira e ganhou confiança para figurar nas próximas listas do treinador. “Gostei muito de sua atuação e acho que ganhamos um bom zagueiro para o futuro da Seleção”, limitou-se a dizer Felipão, que também testou nesta partida os defensores David Luiz e Miranda. O jogador do Bayern de Munique figurou ao lado do goleiro Júlio César com o grande destaque canarinho.

DHAVID NORMANDO

L

Marín confirma Granja Comary como sede 2014

Na chegada ao Brasil, Felipão disse que pode mudar o esquema de jogo e convocar jogadores que sejam mais de marcação no meio

Parreira minimiza derrota e foca em 2014

É bom que enfrentemos adversários fortes. Os jogadores sabem disso, até para mantermos uma linha nos próximos jogos” LUIZ FELIPE SCOLARI Técnico da Seleção

O Brasil tem que ganhar a Copa. A torcida precisa ter esse sentimento e caminhar junto com a seleção” CARLOS ALBERTO PARREIRA Coordenador Técnico da Seleção

A convocação da seleção brasileira para a Copa do Mundo já tem data definida. No dia 7 de maio de 2014, Luiz Felipe Scolari vai anunciar os nomes dos 23 eleitos para disputar o Mundial no Brasil. Neste mesmo dia, a comissão técnica deve oficializar a programação da preparação do time e o local de treinamentos, muito provavelmente a concentração na Granja Comary, em Teresópolis, na região serrana do Rio de Janeiro. Quem está por trás desse minucioso projeto é Carlos Alberto Parreira, coordenador da seleção. Com aval e participação de Felipão e depois com a concordância do presidente da CBF, José Maria Marin, Parreira elaborou todo o caminho que a seleção deve percorrer, desde janeiro até o último compromisso do time na Copa em julho de 2014. “Está tudo pronto, dia a dia até o último jogo da Copa de 2014. Era minha obrigação elaborar a programação de acordo com o calendário, com todos os detalhes. Com a experiência acumulada nos Mundiais não poderia me privar de fazer este traba-

lho!, revelou o coordenador. O projeto 2014 custou quase dois meses de dedicação de Parreira que parece rejuvenescido no próximo dia 27 ele completa 70 anos - com a nova função. Depois de uma longa carreira de 42 anos como treinador, com seis Copas do Mundo disputadas a partir de 1970 no México, quando era um observador de Zagallo e da equipe de preparação física do Brasil, ele resolveu guardar a prancheta das táticas e escalações. “Eu já tinha decidido deixar de ser treinador após a Copa da África do Sul. Foram 42 anos, chega. Tenho quatro netos e quero aproveitar o tempo para ficar mais próximo da família. A única função que me traria de volta ao futebol é esta de coordenador, e de seleção, e na Copa do Mundo. Ser coordenador em clubes não daria certo. Não teria autonomia para trabalhar. Por isso aceitei de bom grado voltar à seleção. Meu nome foi colocado ao Felipão e ele aceitou de pronto. Nosso entrosamento é ótimo. Eu não me meto no trabalho de campo dele”, revelou Par-

reira. “Quem escala, escolhe a tática, é o treinador. Eu apenas colaboro”. Quando os dois foram eleitos por Marin e seus pares para assumirem o comando da seleção, Parreira teve uma conversa reservada com Felipão. E resolveram convocar a torcida. “Tínhamos de difundir a ideia de que o Brasil tem de ganhar a Copa do Mundo em casa. Não sei porque não fizeram isso antes. O Brasil tem de ganhar a Copa. A torcida precisa ter esse sentimento e caminhar junto”. Não por acaso o discurso de Felipão e dos jogadores tem sido esse. Nem mesmo a derrota para a Inglaterra por 2 a 1 no amistoso da última quarta-feira, em Londres, provocou um terremoto no projeto. “Sempre perdi nas estreias e sempre terminei campeão”, disse Felipão. Até os mais novatos de seleção incorporaram esse lema. “Perder não é bom, mas o Felipão e o Parreira disseram que temos a obrigação de ser campeões na Copa”, contou o zagueiro Dante, que estreou no time nacional diante dos ingleses.

São Paulo, 07 (AE) - Levar a seleção brasileira para fazer a preparação para a Copa do Mundo de 2014 na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), passou a ser uma das metas principais do presidente da CBF, José Maria Marin. O local está passando por ampla reforma e o dirigente o considera totalmente adequado para dar conforto e privacidade aos jogadores. Inaugurada em 31 de janeiro de 1987, a Granja Comary atual está obsoleta. Por conta disso, e depois do fracasso da administração anterior da CBF em construir um novo CT na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, a reforma se tornou necessária. As obras começaram no mês passado. Quase todas as construções antigas foram demolidas e novos prédios serão erguidos. Os equipamentos - geladeiras, TVs, camas, mesas de jogos, entre outros -, vão ser trocados. “Vai ser uma nova Comary”, costumou dizer Marin. Uma das principais mudanças atinge as acomodações para os jogadores. Os apartamentos duplos foram derrubados e serão construídos 38 suítes individuais, de 30 metros quadrados cada. “Vão ser suítes de hotel com dez estrelas”, exagerou Marin. Também serão reconstruídos restaurantes, piscinas, áreas internas de lazer e os campos serão reformados. A CBF não divulga o valor das obras, que envolvem atualmente cerca de 300 operários, e promete concluir tudo ainda este ano. O plano é que as suítes fiquem prontas em junho - se isso ocorrer, parte da preparação da Copa das Confederações poderá ser feita na Granja Comary ou pelo menos os treinos para o amistoso contra a Inglaterra, no dia 2 de junho, no Maracanã. Vestiários, piscinas, ginásio e nova sala de imprensa, para 200 jornalistas, ficam para o segundo semestre. Conquistar o título em 2014 é a ambição do presidente de CBF, que elogiou o trabalho que foi feito até agora, inclusive pelo demitido Mano Menezes. “Em grande parte, acho que a autoestima da Seleção Brasileira voltou. O que nós conseguimos formar é um grupo, com um objetivo: ganhar a Copa do Mundo no nosso país. Eu posso te garantir que hoje há muito interesse de jogar na Seleção”, valorizou. Marin, o mandatário que exigiu receber a lista de convocados com dois dias de antecedência e chegou até a insinuar sugestões a Felipão, reiterou que não ingerência sobre a comissão técnica. “A delegação é total, não há interferência. Mas a cobrança também é total”, disse. DIVULGAÇÃO

Não adianta se iludir. A gente precisa medir forças com grandes seleções, para descobrir qual é o nosso nível” LUIS FABIANO Atacante da Seleção

A Granja Comary, no Rio de Janeiro, vai passar por várias reformas, para ser a sede da seleção brasileira no Mundial do próximo ano


novela

revista da tv

Henri Castelli, que contracenará com Grazi Massafera em “Flor do Caribe”, fala de religião, família e da relação com as críticas. [ PÁGINAS 3 E 4 ]

A REVISTA DA TV É UM SUPLEMENTO DA TRIBUNA DO NORTE. NÃO PODE SER VENDIDO SEPARADAMENTE.

Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 10 de fevereiro de 2013

seriais Zozia Mamet, de “Girls”, revela os conselhos do roteirista David Mamet. [ PÁGINA 11 ]

carnaval

CURVAS DA VIDA ANTES DE SE DESTACAR COMO A AISHA DE ‘SALVE JORGE’, DANI MORENO EXPERIMENTOU OUTRAS PROFISSÕES E ENFRENTOU [ PÁGINAS 6 E 7 ]

Ana Paula Araújo Há 15 anos na cobertura do carnaval do Rio, se prepara para o terceiro ano à frente do “Estúdio Globeleza”. [ PÁGINA 10 ]


Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

TERÇA

QUARTA

QUINTA

SEXTA

Fatinha grava em um CD as imagens de seu beijo em Bruno. Orelha pede dicas de romantismo a Robson. Vitor promete não citar o nome de Sal no inquérito. Morgana prepara a poção do rancor para Orelha, mas quem acaba bebendo a mistura é Robson. Sal se insinua para Lia.

Lia conversa com Ju sobre a atitude de Sal. Marcela sente ciúmes de Lorenzo com Raquel. Bruno resgata o CD que atirou no lixo e pensa em Fatinha. Rosa explica para Pilha detalhes das poções de Morgana, e o menino conta para Orelha. Sal bate à porta do quarto de Fatinha.

Sal liga para um comparsa e diz que Vitor não o mencionará no inquérito. Lia tenta falar com Vitor sobre Sal, quando Fatinha a interrompe reclamando que o menino se insinuou para ela. Em seu blog, Ju fala sobre relacionamentos. Ana e Fatinha começam a discutir. Gil vai à casa de Ju.

Fatinha provoca Bruno e Ana desconfia. Filó insinua para Fatinha que Raquel pode ter usado o dinheiro da ONG. Ana vê a cena do beijo de Bruno e Fatinha no laptop do namorado e termina seu relacionamento com ele. Bruno diz para Fatinha que não quer mais saber dela e destrói o CD.

Laura diz a Isabel que Edgar a esqueceu. Diva beija Mario. Neusinha pede a Mario o papel que foi dado a Diva na peça. Guerra aconselha Edgar a apresentar Antônio Ferreira a Laura. Edgar avisa a Laura que Antônio Ferreira não poderá ir ao encontro. Laura e Edgar discutem.

Celinha se assusta ao se deparar com Jonas debaixo da cama de Alice. Afonso diz a Zé Maria que ele precisa apressar o casamento com Isabel. Assunção diz a Constância que gostaria de conhecer Elias. Fátima procura Zé Maria para informações sobre os efeitos da capoeira nos esportes.

Frederico tenta se aproximar de Luciano. Isabel se comove ao ouvir Elias chamá-la de mãe. Guerra pede Celinha em casamento. Etelvina matricula Madá e Tião na escola sem o consentimento de Percival. Berenice procura Constância para vender informações sobre Laura e Elias.

Berenice conta a Constância que Elias estudará na escola do morro. Alzira, mãe de Diva, chega ao teatro. Frederico e Mario demonstram não gostar da surpresa. Constância afirma que aos poucos resgatará Elias. Albertinho acusa Zé Maria de envenenar Elias contra ele. Afonso encara Albertinho.

Albertinho ameaça pedir a guarda do filho. Isabel avisa a Edgar que precisa se livrar do inquérito antes que Elias descubra sobre Constância. Albertinho diz à mãe que não quer mais ver Elias. Catarina não concorda com Edgar, que quer matricular Melissa na escola de Laura.

Nando diz a Fábio que não quer mais ficar com Juliana. Kiko acerta os detalhes para o sequestro de Nando. Charlô flagra uma discussão entre Vânia e Carolina. Veruska e Nenê acham um baú que pertencia a Vitório. Vânia aceita trabalhar com Roberta e briga com Carolina.

Roberta questiona Nando sobre o mistério de Otávio. Veruska encontra os recibos que comprovam a venda das ações da Positano para Otávio. Vânia deixa a Charlô’s. Alguns funcionários riem de Carolina, que fica furiosa. Vânia começa a trabalhar na Positano e repreende Veruska pelo atraso.

Kiko manda os comparsas adiantarem o plano contra Nando. Vânia flagra Veruska tentando abrir a gaveta de Roberta. Analú descobre que Kiko modificou o plano. Nando se atrapalha na sessão de fotos e acaba beijando Juliana. Nieta reclama de Felipe e Carolina viajarem sozinhos.

Roberta afirma que Charlô é apaixonada por Otávio. Analú acorda e se apressa para ajudar Nando. Roberta, Vânia, Analú, Ulisses e Zenon seguem para o local da armadilha de Kiko. Felipe teme ficar no mesmo quarto que Carolina. Roberta decide adiantar seu casamento com Nando.

Juliana decide ir à casa de Nando. Nenê tenta abrir o armário de Vitório no aeroporto. Felipe se desespera ao ver que será obrigado a passar a noite com Carolina. Uma senhora leva Nando e Roberta para um beco no Rio e o casal é assaltado por uma quadrilha.

Morena nega para Waleska que esteja grávida. Wanda incentiva Rosângela a acreditar que Antônia é a chefe da quadrilha. Érica encontra o papel onde estava a substância com que Élcio adulterou a água de Theo. Zyah e Ayla chegam ao Rio de Janeiro.

Irina manda colocarem Morena no depósito e Waleska se preocupa. Berna teme que o caso da adoção de Aisha seja investigado pela polícia federal. Wanda leva Rosângela à casa de Morena. Érica comenta que suspeita de que Élcio tenha dopado Theo.

Helô afirma para Lívia que ela estava no banheiro quando Jéssica morreu. Celso conhece Érica em um restaurante. Wanda, Russo e Rosângela partem no mesmo voo que Lívia para Istambul. Irina põe Morena para trabalhar na rua. Érica elogia Celso.

Morena garante a Waleska que não vai deixar que nada aconteça a seu filho. Theo e Márcia se beijam. Celso e Antônia assinam o divórcio. Lucimar fala para os repórteres que Lívia não quer contar sobre o paradeiro de Morena na Turquia.

Lucimar afirma aos repórteres que Lívia mandou Morena para a Turquia. Helô lê a reportagem com Lucimar e pede para conversar com ela. Theo assiste à coletiva de Lívia e fica indignado. Theo avisa a Lucimar que vai ajudá-la a desmentir Lívia na mídia.

Sandra conta a Firmino que vai trabalhar na casa de Glória. Valéria e Maria Joaquina vendam os olhos de Tom. Ele vê os alunos em cadeiras de rodas. Natália questiona Germano sobre o fato de ele ter outra e o casal discute. Firmino revela a Valéria que faz 40 anos que sua mãe faleceu.

Firmino vai atrás de Mário para saber por que ele faltou aula. Dona Clotilde pede que Helena não castigue Mário. Ao ler o bilhete escrito por Helena, Germano pergunta quem é Dona Clotilde a Mário. O menino afirma que Dona Clotilde o trata como filho. Natália fica sem graça.

Helena aceita sair com Renê. Olívia diz que aplicará um teste nos alunos e entrega a matéria a Helena. Suzana desliga o celular de Helena. Renê não consegue falar com Helena e, com raiva, não atende quando ela liga de volta. Jaime deixa de estudar para jogar futebol e sai às escondidas do pai.

Olívia flagra Jaime colando na prova. Olívia diz que não pode ter consideração com Jaime. Helena afirma a Renê que queria encontrá-lo, mas precisou cumprir uma exigência de Olívia. Valéria vasculha a bolsa de Suzana. Renê diz a Helena que está preocupado com Jaime.

Diva diz para Isabel que Magno era o piloto da lancha que matou Teresa e Nestor, a mando de Eduardo. Abigail promete matar Eduardo ao descobrir que ele é o responsável pela morte da filha, mas Isabel afirma que já reabriu o caso na delegacia.

Cremilda afirma que Diva deve entregar Norberto para a polícia, mas a filha se nega. Celina bate em Norberto. Isabel conta para Norberto sobre sua suspeita de gravidez. O vilão, transtornado, a acusa de traí-lo com Eduardo e afirma que não pode ter filhos.

Isabel estapeia Norberto, que a pressiona para saber sobre uma suposta traição da mulher. Norberto diz que fez uma vasectomia reversível, mas Isabel se diz feliz por ter conhecido o lado monstruoso dele. Isabel prova para Norberto que não está grávida.

Norberto descobre o processo pelo assassinato de Teresa e Nestor. Zé Maria termina o namoro com Dóris e diz que vai deixar a casa de Cremilda. Ao parar no sinal, Lucas vê seu pai aos beijos com Catarina e decide segui-los até um motel.

SEGUNDA

SÁBADO

Inter TV/Cabugi – Canal 11

MALHAÇÃO Vitor entrega um caderno de poesias suas para Lia e Fatinha chega. Marcela pede que Lorenzo converse com Gil sobre a relação dele com Ju. Bruno percebe o clima entre Ju e Gil e tenta conversar com a irmã. Vitor conta para Rosa que o inquérito em que ele está envolvido foi reaberto.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

Inter TV/Cabugi – Canal 11

LADO A LADO Catarina trama com Fernando para Laura achar que Edgar e Heloisa estão juntos. Celinha conta a Laura que ficou a sós com Guerra na casa dele. Sandra diz a Teresa que Teodoro quer contratar uma babá para Ângelo. Isabel conta a Laura que Edgar vai se encontrar com Heloisa.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

GUERRA DOS SEXOS Charlô acha fotos de Otávio e Blanche. Juliana desiste de falar com Nando. Dino e Nieta namoram. Kiko e Analú planejam sequestrar Nando de novo. Carolina diz a Felipe que Zenon explora Charlô. Nando diz que não conhece Blanche. Juliana flagra uma conversa entre Nando e Fábio.

Inter TV/Cabugi – Canal 11

SALVE JORGE Irina fica apavorada com a suposta infestação de ratos na boate, e Russo reclama do prejuízo. Morena, Waleska e as meninas comemoram o plano. Lívia se queixa de Lucimar para Helô e finge não saber do paradeiro de Morena. O exame de Theo acusa doping.

TV Tropical – Canal 8

CARROSSEL Maria Joaquina conta aos pais que Juju está na casa de Jaime. Rafael liga para Helena e conta que Juju está em sua casa. Helena diz a Sandra que Juju está bem. Rafael e Jaime chegam com Juju à casa de Rosa. Sandra diz que o nome da bebê é Clarissa. Valéria entrega Clarissa a Sandra.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO

BALACOBACO TV ponta Negra– Canal 13

2

Paulo conta às gêmeas Paranhos que deixou uma carta confessando os crimes delas e de Norberto caso sofra algum atentado. Ao ser questionada pelo delegado, Isabel afirma que Eduardo ajudou as gêmeas Paranhos a prejudicá-la.

NÃO HÁ EXIBIÇÃO


Domingo | 10 de fevereiro de 2013

revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 3 FOTOS DE TV GLOBO/JOÃO MIGUEL JUNIOR

BOM MOMENTO. Henri diz que não sabe dizer se é bom ator, mas que amadureceu

CASAL. Com Grazi Massafera, no Rio Grande do Norte

ENTREVISTA

O lado bom da vida Protagonista de ‘Flor do Caribe’, próxima trama das 18h, Henri Castelli diz estar numa fase de autoconhecimento e não liga mais para críticas. LEIA MAIS NA PÁGINA 4


4

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

NATALIA CASTRO

a suíte de Henri Castelli, numa pousada em Pipa, no Rio Grande do Norte, os livros “O evangelho segundo o espiritismo”, de Allan Kardec, e “O poder do agora Um guia para a iluminação espiritual “, de Eckhart Tolle, dividem espaço na estante com uma carta - escrita pela mãe do ator em 1997 - e um desenho que Henri, ainda criança, fez de seu pai, que morreu de infarto quando ele tinha 11 anos. - Estou fazendo essa novela para ele - avisa, referindo-se a “Flor do Caribe”, próxima trama das 18h, com estreia prevista para março. Ao som de “Knowing me knowing you”, do ABBA - ele assistiu ao musical “Mamma mia” sete vezes durante os dois anos em que viveu em Nova York -, Henri, aos 34 anos, conta que está em “um momento muito importante”. - Venho me perguntando o que houve comigo. Mas nada que esteja sendo ruim, muito pelo contrário. Está sendo bom. Estou me conhecendo. Entendendo por que estou aqui - reflete. Entre as mudanças, o ator afirma que está menos “moleque”. Deixou as “bagunças” de lado. A vontade de sair todas as noites também cessou. E até a paixão fanática pelo São Paulo, clube do qual é sócio há 16 anos, ele jura ter controlado: - Eu ficava mal-humorado quando o time perdia. Não tinha vontade de gravar, não queria fazer nada. Moro atrás do estádio, faço academia lá, jogo tênis, mas não estou nem aí para os resultados do time. De bermuda e blusa brancas, Henri, umbandista, diz que essa fase atual é resultado da “evolução espiritual”, que busca em preces diárias. Como princípios, ele enumera, estão a fé na vida futura, a busca pela verdadeira caridade e a correção das imperfeições. - Espiritismo, para mim, é um estado consciencial. Medito para aprender a perdoar e a tirar de mim os pensamentos ruins. Eu só estou na carne para isso, para ser feliz - filosofa. - As pessoas só buscam ajuda na hora que precisam. Eu era assim. Outro dia fui tomar um passe e o cara perguntou o que eu estava fazendo lá. Respondi que temos que ir sempre. Há alguns anos Henri frequenta um centro de umbanda em Maceió - “caí lá num momento da vida em que tava precisando muito” - e sempre que pode volta ao local, onde está envolvido com vários projetos de caridade. E é lá, também, aonde recorre para questões profissionais. Agora, Henri não tem dúvidas de que tinha que viver Cassiano, o protagonista de “Flor do Caribe”. Até por amizade ao autor Walther Negrão, de quem se tornou íntimo após “Como uma onda”, em 2004. - Estava numa fase ruim, sofrendo muitas críticas. E ele mandou um email, que guardo até hoje, me elogiando. Ficamos amigos. Fui assistir ao primeiro capítulo de “Araguaia” com ele diz Henri, que fez uma participação na novela.

N

revista da tv Na trama atual, o personagem é um piloto de caça, que mantém um romance de infância com Ester (Grazi Massafera). Mas, ao longo da história, perde a mulher e o emprego devido a armações do melhor amigo, vivido por Igor Rickli. Diante da situação, precisa refazer a vida. - Cassiano e Ester têm um amor ingênuo, que resiste ao tempo. Já eu não consigo ficar preso a nada e a ninguém. Acho que traição de amizade deve ser a pior que existe. Meus amigos sabem mais da minha vida que minhas mulheres. Não lembro datas de aniversário de namoradas recentes, mas dos amigos eu lembro - afirma. Para se aprofundar no drama de Cassiano, Henri recorreu ao que leu no livro “A vida sabe o que faz”, de Zíbia Gasparetto, uma de suas autoras preferidas, ao lado de Chico Xavier e Marcelo Cezar. - Já li mais de 30 livros da Zíbia - orgulhase ele, que adora usar citações destes autores como legenda das fotos que posta na rede social Instagram. Grande parte destas fotos são na companhia de seu filho único, Lucas, de 6 anos, do casamento já terminado com a modelo Isabeli Fontana. Foi para ficar com o menino em Nova York que Henri largou a carreira no Brasil, em 2007, e passou dois anos lá na função de pai: - Acabei “Cobras & lagartos” e fui ficar com ele. Havia trabalhos grandes para mim aqui, mas abri mão de tudo. Quando voltei, precisei recomeçar. Havia vendido a minha casa, não tinha carro e nem linha telefônica. Foi um choque. Henri associa a ligação intensa com o filho à morte de seu pai. Ele conta que passou muitos anos até aceitar a perda do homem que considerava seu herói. A dificuldade, inclusive, interferiu profundamente na relação com a mãe e a irmã. Bem resolvido, ele está retomando os relacionamentos. - Quando meu pai morreu tive vários bloqueios com a minha mãe. Ela nunca soube, por exemplo, quando dei o primeiro beijo. Acho que daí veio essa obsessão de ser pai a qualquer custo - analisa o ator, contando que, em breve, terá uma filha. No entanto, ele não revela o nome da mãe da criança: - Logo ela vai chegar, já tem até nome, mas não vou falar. Enquanto a criança não vem, Henri se dedica ao trabalho. Sem parar. Desde o retorno do exterior, vem emendando um projeto atrás do outro. Antes de “Flor do Caribe”, esteve em “Gabriela”, “O astro”, “Araguaia”, “Na forma da lei” e “Caras & bocas”, onde conheceu outro grande amigo, o autor Walcyr Carrasco. - Por que sou requisitado? Porque sou incrível, agradável (risos). Difícil dizer se me acho bom ator, mas amadureci. Não sei se meus colegas de trabalho notaram, mas, para mim, é nítido. E agora não faço mais para os outros, mas para mim. A REPÓRTER VIAJOU A CONVITE DA TV GLOBO

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

ý

Os personagens CASSIANO E ESTER TÊM UM AMOR INGÊNUO, QUE RESISTE AO TEMPO. JÁ EU NÃO CONSIGO FICAR PRESO A NADA E A NINGUÉM. ACHO QUE TRAIÇÃO DE AMIZADE DEVE SER A PIOR QUE EXISTE.”

COMO UMA ONDA Na trama que marcou o início da amizade de Henri com o autor Walther Negrão,ele deu vida a JJ,o grande vilão da história.Criticado pela atuação,o ator conta que guarda um email elogioso de Walther até hoje.

COBRAS & LAGARTOS

ESPIRITISMO, PARA MIM,É UM ESTADO CONSCIENCIAL. MEDITO PARA APRENDER A PERDOAR E A TIRAR DE MIM OS PENSAMENTOS RUINS. EU SÓ ESTOU NA CARNE PARA ISSO, PARA SER FELIZ .”

QUANDO MEU PAI MORREU TIVE VÁRIOS BLOQUEIOS COM A MINHA MÃE. ELA NUNCA SOUBE, POR EXEMPLO, QUANDO DEI O PRIMEIRO BEIJO. ACHO QUE DAÍ VEIO ESSA OBSESSÃO DE SER PAI A QUALQUER CUSTO.” Henri Castelli

Na história de João Emanuel Carneiro,ele interpretou o vilão Estevão, um publicitário dissimulado que é assassinado. Foi a última novela de Henri antes de passar dois anos em Nova York.

O ASTRO No remake da trama de Janete Clair,exibido em 2011, Henri viveu o playboy bissexual Felipe,amante de Clô Hayalla (Regina Duarte).O personagem acabou morto na prisão.

GABRIELA Na adaptação de Walcyr Carrasco para a obra de Jorge Amado, no ar ano passado, Henri fez uma participação como o engenheiro Rômulo,que se apaixona por Malvina (Vanessa Giácomo).


revista da tv

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

Cazuza O tempo não para CANAL BRASIL,22:00

TRANSFORMERS: A VINGANÇA... Com Megan Fox

É PROIBIDO FUMAR. Com Glória Pires CAZUZA O TEMPO NÃO PARA. Daniel de Oliveira brilha ao interpretar o cantor e poeta que assumiu ser portador do vírus HIV publicamente, em 1989

ZEAN BRAVO revistadatv@oglobo.com.br

FILMES DE HOJE

FOTOS DE DIVULGAÇÃO

FIQUE DE OLHO

(BRASIL, 2004). DE SANDRA WERNECK E WALTER CARVALHO. DRAMA. Os 32 anos de vida de Agenor de Miranda Araújo Neto, o Cazuza, foram breves, mas intensos. Cantor, compositor e poeta, ele teve a coragem de se declarar soropositivo em 1989, numa época em que assumir a doença era um tabu. Neste longametragem, o artista é interpretado com brilho e entrega por Daniel de Oliveira. Na tela, boa parte da vida de Cazuza: passagens de sua juventude, o sucesso como músico no Barão Vermelho, a carreira solo, alguns amores e a vida boêmia.

A MENTIRA HBO,20:15

MARIETA SEVERO TAMBÉM BRILHA EM

“CAZUZA - O TEMPO NÃO PARA”. A ATRIZ

TRANSFORMERS - A VINGANÇA DOS DERROTADOS

É PROIBIDO FUMAR

INTERPRETA A MÃE DO

Globo, 14:05

Fox,18:45

(EUA,2009). DE MICHAEL BAY.AÇÃO. Este segundo filme da franquia iniciada em 2007 consolidou a imagem sexy de Megan Fox,atriz contratada para badalar um camarote na Marquês de Sapucaí,no Rio,durante este carnaval.No longa, ela interpreta Mikaela,mocinha que luta ao lado de Sam (Shia Labeouf ) contra os Decepticons,robôs gigantes que querem capturar o jovem para roubar seus conhecimentos sobre as origens dos Transformers.

(BRASIL,2009). DE ANNA MUYLAERT.DRAMA.Esqueça a imagem chique da executiva Roberta Leone feita por Glória Pires em “Guerra dos sexos”. Baby,a personagem da atriz neste longa, é completamente desprovida de qualquer glamour. Herdeira de um apartamento deixado pela mãe,ela ganha a vida dando aulas de violão.Interessada em seu novo vizinho,Max (vivido por Paulo Miklos),Baby terá que parar de fumar para ficar com ele.

CANTOR.REPLETO DE FIGURAS CONHECIDAS, O FILME TRAZ AINDA EM SEU ELENCO NOMES COMO REGINALDO

FARIA,DÉBORA FALABELLA,ANDRÉA BELTRÃO,MARIA FLOR E LEANDRA LEAL.

PROGRAMAÇÃO TV Brasil 06:30-Sustentáculos 07:00-Palavras de vida 08:00-Santa missa 09:00-Viola, minha viola 10:15-O Brasil tem disso 11:15-Batatinhas 11:20-Senha verde 11:30-Barney e seus amigos 12:00-Anabel 12:15-Carrapatos e catapultas 12:30-Meu amigãozão 12:40-Batatinhas 12:45-Cocoricó na cidade 13:00-Carnavais do Brasil: Ao vivo de Salvador — Trios Elétricos 15:00-Escola pra cachorro 15:10-Batatinhas 15:15-Tromba trem 15:30-Catalendas 15:40-Batatinhas 15:45-Senha verde 16:00-Papo de mãe 17:00-Isolados 5:“Ilhas internas” 18:00-Samba na Gamboa

19:00-Musicograma Especial — Blecaute, o “General da Banda” 19:30-Cine Nacional Especial — Coração do samba 21:00-Esportvisão 22:00-Carnavais do Brasil: Ao vivo de Recife — Maracatu 00:00-Rec Bit: Ao vivo de Recife 01:00-Soy louco por ti cinema — “La edad de la peseta” 02:45-DOC TV (música):“Ensolarado byte” 03:45-Curta os curtas:“Cores e botas” 04:00-Telecurso tecendo o saber 04:30-Telecurso ensino médio 04:45-Telecurso ensino fundamental 05:00-Telecurso TEC 05:15-Telecurso profissionalizante 05:30-Salto para o futuro

Globo 07:05-Globo Comunidade 07:30-Pequenas empresas 08:05-Globo rural 08:55-Auto esporte 09:30-Esporte espetacular 12:40-Esquenta!

14:05-Temperatura máxima:“Transformers: A vingança dos derrotados” 16:40-Domingão do Faustão 20:00-Big Brother Brasil 13 20:45-Fantástico 22:20-Carnaval 2013 — Desfile das escolas de samba do Rio de Janeiro

Rede TV 06:00-Ultrafarma 08:00-Igreja Universal 10:00-Parceria 12:00-Deus médico dos médicos 13:00-Parceria 15:15-A hora e a vez da pequena empresa 15:35-APEOESP 15:45-Parceria 16:15-Transição 16:45-Água, um bem precioso 17:00-Parceria 17:15-Pague menos 17:45-Parceria 18:00-Ritmo Brasil 18:30-Star trek 19:30-O último passageiro 20:45-Operação de risco 21:30-Tá gravado 22:30-WWE Smackdown 23:00-Dr. Hollywood

23:45-Bastidores do carnaval 02:00-Super papo 03:00-Igreja da Graça — Nosso lar

Band 06:00-Igreja Mundial 06:50-Popcorn TV 07:00-Profetizando vida 07:30-Exerça sua fé 08:00-Igreja Batista da Barra 09:00-não informado 10:30-Mackenzie em movimento 10:45-Infomercial 11:45-Verdade e vida 12:00-A informar 14:00-Band esporte clube 16:00-Gol, o grande momento do futebol 16:30-Campeonato Carioca:Nova Iguaçu x Fluminense 18:50-Terceiro tempo 20:00-Polícia 24h 21:00-Pânico na Band 00:00-Canal livre 01:00-Projeto Nova Vida 02:00-Show mix 02:25-Família Soprano:“Arestas irregulares” 03:25-Um tio da pesada:“Ação de graças” 03:55-Popcorn TV 04:00-Igreja Mundial

(EUA, 2010). DE WILL GLUCK. COMÉDIA. Em cartaz nos cinemas com “Caça aos gângsteres”, Emma Stone, a ruiva que se destacou em “Superbad” (2007), não demorou muito para tornar-se protagonista. Neste filme, ela interpreta Olive, uma jovem virgem que passa a ser apontada como a garota mais promíscua da escola depois de uma mentira.

SBT 06:00-Arnold 06:30-Pesca alternativa 07:30-Brasil caminhoneiro 08:00-Aventura selvagem 08:30-Vrum 09:00-Chaves 11:00-Domingo legal 15:00-Eliana 19:00-Vamos brincar de forca 19:45-Sorteio da Tele Sena 20:00-Programa Silvio Santos 00:00-De frente com Gabi 01:00-SBT Folia 2013 02:00-O mentalista 03:00-Alcatraz 04:00-Jornal do SBT

Record 05:45-Desenhos bíblicos 08:00-Domingo de prêmios 08:30-Record kids 13:00-Tudo a ver 14:45-Programa do Gugu 19:00-Domingo espetacular 22:00-Tela máxima 23:45-Câmera em ação 01:00-IURDI

5


6

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

ANA B

CAPA

Estreante na Globo e dona de um papel importante em ‘Salve Jorge’, Dani Moreno conta

PÉS NO CHÃO

A ATRIZ cresceu numa casa de vila em São Paulo e quis andar sem sapato por Santa Teresa


revista da tv

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

BRANCO

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

7

DIVULGAÇÃO/TV GLOBO

ZEAN BRAVO

asta ver as ruas de paralelepípedo de Santa Teresa para Dani Moreno se lembrar da infância na casa da avó, na Zona Leste de São Paulo. Estreante em novelas da Globo, a Aisha de “Salve Jorge”, paulistana de 27 anos, morando no Rio por conta do trabalho, mal bota os pés no bairro - que não conhecia - e tira os sapatos. - Posso fazer as fotos descalça? pergunta. A avó materna da atriz, Apparecida, a Cida, é figura presente em sua vida. Foi na casa dela, numa vila, que a atriz e o irmão passaram parte da infância e da adolescência: - Ela criou praticamente todos os netos. Morávamos numa rua sem saída, de paralelepípedo. Eu ia a pé para a escola e era lá que eu jogava bola. À época, os pais da atriz, Luiz Carlos e Edna, não tinham com quem deixar os filhos para trabalhar. Dani só voltou a morar definitivamente com eles aos 14 anos, quando precisou encarar uma responsabilidade e tanto: sua mãe sofreu um derrame e ficou com sequelas. - Ela teve aneurisma cerebral. Imagina o choque que é acordar e não poder mais se levantar sozinha? Saía da escola e ia cuidar dela. Eu a ensinei a levantar da cama, a andar e a falar de novo. Ela não mexia a mão esquerda e, por isso, aprendi a fazer tudo com só uma das mãos para ensiná-la. Virei enfermeira e mãe - diz. A atriz se lembra da mãe como uma pessoa ativa, que trabalhava e cuidava da casa sem a ajuda de ninguém (“ela mesma fazia a faxina e cozinhava”). Mas que passou a depender da filha e do marido para tudo. - O meu pai a mimava e dava tudo na mão dela. Eu tinha a preocupação de ensiná-la a ser mais independente - conta Dani, afirmando que a condição da mãe e as novas responsabilidades que assumiu na adolescência contribuíram para seu amadurecimento: - Aos 14 deixei a casa da minha avó e tive eu mesma que cuidar da minha transferência de colégio - relata ela, que estudou em escola pública. Numa época da vida em que as preocupações costumam ser outras, a atriz enfrentou um baque ainda maior. Dani estava com 17 anos quando perdeu o pai, vítima de um infarte fulminante. Abalada, cogitou nem ingressar na faculdade de Rá-

B

CENA. Dani como Aisha ao lado de Mustafá (Antonio Calloni), em “Salve Jorge”

dio e TV. Mas acabou começando o curso, e logo começou a trabalhar. Foi atendente de telemarketing e secretária de uma produtora: - Eu tinha que me sustentar e pagar as contas. E ainda precisou aprender a conviver com a falta do pai. Era ao lado dele e de um tio, que tocava violão, que Dani cantava nos finais de semana. A atriz passou a adolescência com o desejo de se tornar cantora. - Era o meu sonho. E meu pai sempre falava: “Por que você não faz teatro?”. Eu cantava desde pequena, mas isso perdeu o sentido para mim após a morte dele - admite. Depois de um tempo, a atenção exigida pela mãe também começou a pesar. - Ela passou a ser mais independente após a morte do meu pai. Mas a nossa relação foi ficando gradativamente mais difícil, uma coisa bem densa. Para o bem de nós duas, resolvi sair de casa, aos

22 anos - justifica. Para ela, a relação com a mãe ganhou em qualidade. - Se eu não tivesse tomado essa iniciativa, ela não teria amadurecido e crescido. Hoje, ela tem orgulho de mim - garante a atriz, que não faz análise, mas busca ajuda da terapia holística quando precisa de mais equilíbrio. Sentada na cafeteria Cafecito depois de posar para a Revista da TV nas ruas de Santa Teresa - e de prometer voltar ao bairro acompanhada do marido, o professor de jiu-jitsu Daniel, com quem está desde 2011 -, Dani relembra sua história com serenidade, sem se colocar na posição de vítima: - Quando essas fatalidades acontecem, a gente vai vencendo cada barreira que aparece. Sabe fase de videogame? Fui passando por tudo, sem pensar nas próximas que viriam. O pior foi mesmo perder o meu pai.

Nós éramos muito ligados. Acordava com ele ouvindo música. Era ele que me botava para assistir aos filmes clássicos. Naquela época, Dani sequer pensava ser atriz. Ao se formar em Rádio e TV, seu foco se voltou para a carreira. Ela chegou a atuar como assistente de direção de publicidade, mas depois se tornou assistente da empresária artística Cecilia D’antino. Foi a chefe que detectou nela uma vocação e a direcionou para uma escola de formação de atores. - Ali eu me encantei. Um tempo depois larguei o emprego com a Cecília, mas depois me tornei atriz da agência dela. Comecei a fazer testes e a pegar trabalhos em Publicidade. Foi o que me sustentou nessa fase de formação - destaca. Daniele Morato Moreno (seu nome completo) estava prestes a se formar como atriz, em 2011, quando passou no teste para a novela “Amor e revolução”, do SBT. Fez a guerrilheira Marta, que se apaixonava por outra mulher. Ela estava no ar na emissora de Silvio Santos quando foi testada para a minissérie “O brado retumbante”, da Globo. Não passou. No começo de 2012, veio outro teste para ser Aisha, jovem traficada para Turquia e adotada ainda bebê de forma ilegal, de “Salve Jorge”. - O teste foi um monólogo dramático. Foi todo um processo. Mas eu fiquei meio sem reação ao me ver diante do diretor-geral Marcos Schechtman. Fui desmanchando na cadeira quando ele me contou quem era a Aisha e que eu seria filha da Zezé Polessa e do Antonio Calloni revela. Mais do que sua estreia na Globo, o papel em “Salve Jorge”, que a fez pintar os cabelos e cortá-los bem curtos (“Chorei por uma semana”, diz), tem vários significados para a atriz: - Por ser uma novela das nove, escrita por Gloria Perez, e por fazer um personagem que traz um debate social - ela explica, sem esconder a tensão de principiante: - Tenho um espasmo na mão quando fico nervosa e no primeiro dia de gravação foi uma tremedeira e um suor só. Agora, Dani aprende a conviver com a fama. Ela é assediada até quando vai visitar a avó. - Estava lá outro dia e fui buscar um refrigerante na venda. Todo mundo falava: “É a Aisha!”. Eu dizia: “É a Dani, estão loucos?”. O pessoal de lá me viu crescer.


8 Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

ENQUETE

QUAL É A GRANDE VILÃ DAS NOVELAS ATUAIS

CONSTÂNCIA 38% WANDA

26% LÍVIA

22% CAROLINA

12%

Série policial na TV e samba no cinema

COM FLORENÇA MAZZA E ANA LUIZA SANTIAGO, CLARA PASSI E RAFAELA SANTOS KOGUT@GLOBO.COM.BR

PAT R Í C I A KOGUT

DIVULGAÇÃO

Prestes a a voltar à TV na série “A teia”, Ana Cecília Costa tem frequentado o barracão da escola de samba “Pérola Negra”, em São Paulo. A atriz vai interpretar uma costureira de fantasias de carnaval no longa “Jonas e a baleia”, de Lô Politi.

PARCERIA REEDITADA NA FAIXA DAS 21H

MIL CENAS DA TURQUIA IRÃO AO AR EM ‘SALVE’

ROSAMARIA MURTINHO NA SAPUCAÍ

Carolina Kasting foi convidada por Mauro Mendonça Filho para viver a enfermeira Joana na história que Walcyr Carrasco escreve para a Globo. Atriz e diretor trabalharam juntos em “O Astro”, novela premiada com o Emmy Internacional.

Diretor de núcleo de “Salve Jorge”, Marcos Schechtman trouxe da Turquia cerca de mil cenas gravadas em Istambul e na Capadócia. Já usou metade do material e acredita que todas as sequências serão aproveitadas até o fim do folhetim das 21h, previsto para junho.

Rosamaria Murtinho, que também estará na novela “Em nome do pai”, de Walcyr Carrasco, será desta que da Imperatriz Leopoldinense, que desfila amanhã com enredo sobre o Pará. A atriz virá em frente ao carro alegórico “Teatro da Paz”.

10

Para Marília Gabriela, entrevistadora cada vez mais afiada. Ela voltou a mostrar firmeza - sem deixar de lado a curiosidade jornalística - quando esteve frente a frente com o pastor Silas Malafaia em sua atração no SBT. Foi um programa difícil, mas ela se saiu brilhantemente. Que bom que a TV brasileira conta com sua contribuição em dois canais (ela também tem um semanal no GNT).

0

Para o E!, que vem fazendo uma tremenda confusão com a dublagem e as legendas de suas atrações. Dia desses, no “The E! true Hollywood story - Kate Hudson”, os entrevistados falavam inglês e tinham suas declarações legendadas em português. Quando entrava em cena o narrador, a atração era dublada em espanhol. É de deixar perdido qualquer poliglota....

REFUGIADO NO INTERIOR,AUTOR ADIANTA NOVELA

‘DANÇA DA GALERA’: CIDADES ESCOLHIDAS

REALITY TERÁ SEGUNDA TEMPORADA

Carlos Lombardi passará todo o carnaval refugiado no interior de São Paulo, com a família. Mas não é só descanso: o autor levou seu laptop e aproveitará o feria do para adiantar os capítulos da novela que escreve para a Record.

Já foram definidas as cidades pelas quais o “Dança da galera”, quadro do “Domingão”, vai passar: Bento Gonçalves (RS), Guarapari (ES), Botucatu (SP), Corumbá (MS), Coruripe (AL) e Cruzeiro do Sul (AC).

Gregorio Duvivier já acertou com a direção do Multishow uma segunda temporada do reality ficcional “O fantástico mundo de Gregorio”. A nova leva de seis episódios está prevista para ir ao ar em outubro. CONTINUA NA PÁGINA 9


Domingo | 10 de fevereiro de 2013

revista da tv

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

9

LEO MARTINS

Ex-Emília fará teste na Record Tatyane Goulart, que estreou aos 7 anos em “Felicidade” (1991) e foi a Emília do “Sítio do Picapau Amarelo”, fará um teste para a novela de Carlos Lombardi na Record. Eles trabalharam juntos em “Quatro por quatro” e “Kubanacan”.

Melamed assina trilha Além de ter filmado o documentário “SEEWATCHLOOK”, transformado em série de dez episódios no Canal Brasil, Michel Melamed assina a trilha sonora da atração. As músicas, 13 ao todo, foram compostas pelo ator e estarão no CD “Quase-canção”.

Bonfim filma em Goiás

DIVULGAÇÃO

Roberto Bonfim e Sandra Barsotti rodaram, em Goiás, cenas do filme “Cartas de amor são ridículas”, de Alvarina Souza. Carolina Oliveira e Alejandro Claveaux também estão no elenco do longa-metragem.

Sem medo de obstáculos evada pelo namorado, o jogador de futebol Amaury Nunes, Danielle Winits vem suando o macacão de lycra na areia fofa da Praia da Barra da Tijuca. A atriz tem praticado, na ida ou na volta do Projac, beach fit, um treino puxado na areia conduzido pelo professor Miguel Habib, que usa obstáculos e equipamentos como um paraquedas amarrado à cintura para aumentar o esforço e fortalecer as camadas mais profundas do abdome. - Depois que tive filho, sempre treino o abdome. O corpo muda depois da gravidez, volta diferente. Eu me encontrei nesse treino - diz ela, mãe de Noah, 5 anos, e Guy, de 1. A silhueta definida de 54 quilos em 1,67m é a moldura ideal para a professora de educação física Marcela, de “Malhação”. Se antes, as personagens de pegada sexy eram frequentes na carreira da atriz, agora, ela resolveu virar a página. Em 22 anos de televisão, vai interpretar na novela

L

“Em nome do pai”, de Walcyr Carrasco, seu primeiro papel dramático. Com isso, espera consolidar a imagem de “mulher mais madura” inaugurada no folhetim vespertino, em que é mãe de um adolescente. - Como comecei a trabalhar muito nova, existe resistência de as pessoas enxergarem que você agora cresceu. Esse novo olhar é importante para poder evoluir. ‘Olha, não sou mais garotinha’. Bonita, sex symbol são títulos que acabam virando fardos - diz ela. - Wolf (Maia, diretor) me falou uma coisa quando era muito nova e nunca esqueci: não vá contra seu casting inicial e faça proveito dele depois. Não tenha preconceito contra você mesma e seus atributos. Na trama das 21h, Winits será uma enfermeira disputada por dois homens, um deles vivido por Marcello Antony. Leia mais em patriciakogut.com.br


10 Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte

revista da tv EM FOCO

Camarote da folia carioca ão é exagero dizer que Ana Paulo Araújo é uma veterana da folia carioca. Há 15 anos na cobertura do carnaval do Rio, a apresentadora do “RJTV”se prepara para o terceiro ano à frente do “Estúdio Globeleza”. É no espaço localizado na dispersão da apoteose que ela recebe convidados - este ano, o ator Eri Johnson, a cantora Fernanda Abreu e as sambistas Teresa Cristina e Pretinha da Serrinha completam o time - para comentar os desfiles das 12 escolas do Grupo Especial, hoje, depois do “Fantástico”e amanhã, após o “BBB 13”. - Quando eu cobria o carnaval como repórter, só conseguia ver o que acontecia na concentração. No estúdio, temos uma visão privilegiada. Dá para pinçar bem os pontos altos e baixos dos desfiles - diz. Entusiasta do carnaval desde a infância, Ana ainda volta ao Sambódromo na terça-feira. Mas não para trabalhar. E sim para desfilar com a filha Melissa, de 7 anos, nas escolas mirins. - Passei a minha paixão para ela. Melissa desfila desde os dois anos. Este ano, sai comigo na Filhos da Águia - empolga-se ela, contando que adora estar na Marquês de Sapucaí. - É um espetáculo maravilhoso. É lindo ver a paixão dos sambistas. Se não trabalhasse, estaria curtindo como espectadora.

N

Domingo | 10 de fevereiro de 2013


revista da tv

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Tribuna do Norte • Natal • Rio Grande do Norte 11

LIV BRANDÃO E TATIANA CONTREIRAS seriaais@oglobo.com.br

SERIAIS

DIVULGAÇÃO

SOBE E DESCE

SHOSHANNA (Zosia) entre Hanna (Lena Dunham) e Marnie (Allison Williams) numa cena de “Girls”

HBO.DOMINGO, ÀS 22H

OS INÉDITOS DE “THE WALKING DEAD” VOLTAM

Não tem como não amá-la

COM APENAS DOIS DIAS DE DIFERENÇA EM RELAÇÃO AOS EUA...

NATALIA CASTRO

entada em uma das mesas do Crosby Hotel, no Soho, em Nova York, Zosia Mamet em nada lembra Shoshanna., sua personagem em “Girls”, cuja segunda temporada está no ar na HBO. Os longos cabelos louros e ondulados clareados por conta de uma peça teatral - contrastam com a calça preta larga e o casacão comprido de lã, num visual boêmio que mais lembra o de outra mocinha da série, Jessa (Jemima Kirke). Ela usa pulseiras nos dois braços e os dedos de ambas as mãos são adornados por anéis. Muitos. E, diferente de Shoshanna., Zosia, de 25 anos, fala pausadamente. Daquele tipo que elabora as respostas antes de devolvê-las aos jornalistas. - Eu não consigo falar rápido assim (risos) - avisa a atriz, contando que o ritmo acelerado de Shoshanna veio de forma natural. Queria ter uma resposta melhor, mas, logo no primeiro teste que fiz, minha voz saiu naquela velocidade... E pronto, ela estava criada. Vou confessar, fico exausta depois das gravações. O jeito doce e ingênuo da universitária, fã de “Sex and the city” e

S

... MAS TINHA QUE SER NUMA TERÇA-FEIRA DE CARNAVAL,

FOX? PODERIAM DEIXAR PARA A

QUARTA DE CINZAS MESMO.

virgem até o fim da primeira temporada, não passou despercebido pelos fãs da série, que criaram sites em homenagem às bobagens ditas por Shoshanna. - Ela é muito querida. E mesmo tão insegura, se joga. Não costumo me envolver assim com os meus personagens, mas penso nela como um ser humano real - desmancha-se Zosia. Filha de David Mamet, diretor, autor de teatro e roteirista de clássicos como “Os intocáveis”, ela conta que, desde criança, queria ser atriz. A carreira, iniciou aos 17 anos. E após atuar em séries como “Parenthood”, “United states of Tara”, e em duas temporadas de “Mad men” - “posso voltar a qualquer momento” -, ganhou notoriedade em “Girls”, série premiada com o Globo de Ouro de melhor comédia. - A gente nunca imaginou esse sucesso. As pessoas me param na rua e até me falam de suas vidas. É curiosa essa identificaçãoafirma, revelando que, no entanto, não lê críticas e fica longe das redes sociais. - Meu pai diz que as boas críticas nunca serão boas o suficiente e que as ruins sempre vão machucar. Outro bom conselho que recebeu do pai? - Estar sempre no horário e com as falas decoradas - ensina.


Revista da tv Natal • Rio Grande do Norte • Domingo • 10 de fevereiro de 2013

IGOR FIDALGO igor.fidalgo@oglobo.com.br

O QUE VEM POR AÍ

12

Angélica está de volta

CENA VIRTUAL DEU NA TV E FEZ SUCESSO NA INTERNET VEJA OS VÍDEOS EM oglobo.com.br/revistadatv

epois de um tempo em casa para cuidar da recém-nascida Eva, Angélica está de volta ao “Estrelas” no próximo sábado (Globo, 13h50m), numa temporada especial gravada em Paraty. Quem abre os trabalhos é Rafael Cardoso, o Albertinho de “Lado a lado”, que se revela um experiente cozinheiro ao preparar uma galinha recheada. “Rafael já é um chefe de cozinha, inclusive já esteve no programa cozinhando outras vezes”, lembra Angélica, que disse estar feliz com a volta ao batente: “Estava com saudades de todos. Deu para conciliar direitinho o trabalho e a maternidade”.

D

TV GLOBO/ DEBORAH MONTENEGRO

A TORRE DE PARIS... O programa “Desafio monumental” (no ar hoje, às 16h, no History) relembra a história da construção deste grande símbolo mundial que é a Torre Eiffel, além de explicar o complexo sistema de manutenção pelo qual o monumento passa em seu cotidiano. O episódio revela, por exemplo, quanto custa e como são realizadas a limpeza, a pintura e as restaurações da torre.

TEVE MUITA LUZ... Beyoncé arrasou na apresentação no intervalo do Super Bowl,com direito aos maiores hits e participação das ex-companheiras do Destiny’s Child.Diva!

...E A GASTRONOMIA DE PARIS ...E TEVE APAGÃO Mas,depois do show de Beyoncé,o jogo acabou sendo interrompido por uma queda de luz que durou meia hora.Teve gente que colocou a culpa na cantora.Tadinha!

O ATOR Rafael Cardoso prepara uma galinha recheada

DIA DE MÚSICA Transmitido pelo TNT (hoje,23h),o Grammy Awards tem entre os principais indicados Black Keys, Mumford & Sons,Jay-Z e Frank Ocean.

ZAPEANDO

Já no novato “A pequena cozinha em Paris” (quinta, 19h, GNT), a jovem chef Rachel Koo ensina a fazer pratos e sobremesas típicas da culinária francesa, além de falar sobre a cultura e visitar mercados e lojas da cidade-luz. Na estreia, Rachel vai a um restaurante marroquino aprender a preparar um chá de menta. GNT/ DIVULGAÇÃO

A ENTREVISTA A entrevista do pastor Silas Malafaia a Marília Gabriela, no SBT,foi assunto predominante nas redes sociais.Foi preciso estômago para assistir.

GNT. O DOCUMENTÁRIO “A TRAJETÓRIA DOS BEATLES” (SEGUNDA,0H30M) CONTA A HISTÓRIA DA BANDA COM ENTREVISTAS, IMAGENS RARAS DE ARQUIVO E FILMES CASEIROS. BIO. O PROGRAMA “BIOGRAPHY”( TERÇA,0H) TRAÇA O PERFIL DE BONO VOX, CANTOR IRLANDÊS E VOCALISTA DO U2.

HISTORY. O ESPECIAL “SÉRGIO”(SÁBADO,22H) EXAMINA A VIDA DO DIPLOMATA SÉRGIO VIEIRA DE MELLO, MORTO NUM ATENTADO EM 2003. MULTISHOW. O ROTEIRO DA NOVA TEMPORADA DO “SEM DESTINO”(QUINTA,21H30M) PASSA POR FERNANDO DE NORONHA,PARÁ,RIO GRANDE DO NORTE E BONITO.


tn família

E-mail: tnfamilia@tribunadonorte.com.br Editor: Isaac Ribeiro

ASTROLOGIA

CINEMA

POSTURA & SAÚDE

GLAM

ARTIGO

PAULO COELHO

Lua nova em Aquário começa hoje e renova a energia do povo brasileiro

Filme“Meu namorado é um zumbi”é opção para quem não gosta de carnaval.

Saiba qual a diferença entre espondilólise e espondilolistese.

Baile Glam continua fazendo o registro de um carnaval de sonhos e muito glamour.

Jorge Boucinhas continua sua abordagem sobre celulite, drama para muitas mulheres.

PÁGINA 6

PÁGINA 6 e 7

Escritor já fez de tudo para conhecer Jorge Amado,Jorge Luís Borges e John Lennon.

PÁGINA 4

PÁGINA 2

PÁGINA 2

NATAL | RIO GRANDE DO NORTE Domingo | 10 de fevereiro de 2013

BRUM

PÁGINA 8

I O L A F DE EXCESSOS: O CORPO SENTE ISAAC RIBEIRO repórter

nquanto você se esbalda na folia, tomando todas atrás dos trios elétricos, blocos e troças, debaixo de num sol escaldante, dando um tempo apenas pra comer um salsichão na brasa, um outro folião sofre quase calado. Quem? Seu próprio organismo. O excesso de álcool, a falta de uma alimentação equilibrada antes e durante a festa, a desidratação e nenhuma proteção contra os raios ultravioletas, entre outros, podem trazer consequências indesejáveis. São necessários alguns cuidados — simples até — para garantir um carnaval saudável e assim chegar bem à quarta-feira de cinzas. A combinação de boa alimentação e hidratação ajuda a se manter em pé por mais tempo — isso principalmente para os afeitos aos exageros. Quem gosta de beber precisa se alimentar bem antes de consumir bebidas alcoólicas, optando por frutas ou um

E

lanche leve. Comidas “pesadas” ou bastante gordurosas podem ser prejudiciais, uma vez que a gordura atrapalha a metabolização do álcool, abrindo alas para a embriaguez. Resumindo, prefira um sanduíche ou uma tapioca a uma feijoada. Os diabéticos devem redobrar os cuidados com o álcool, principalmente aqueles que tomam medicamentos para redução da glicemia. Como geralmente a farra carnavalesca ocorre nas ruas, a céu aberto, debaixo de sol, e levando em conta também os movimentos intensos do frevo ou do axé, a perda de líquido pelo organismo e uma possível desidratação também representam uma ameaça. Não pode faltar água para o folião! “Abuse de sucos de frutas e água-de-coco, pois o álcool também ajuda a desidratar”, recomenda a nutricionista Nicole Bernardi, que indica intercalar goles de água mesmo quando se está bebendo cerveja. Deve-se estar atento também à proteção contra os efeitos da-

Exageros com álcool, alimentação inadequada, desidratação, som alto, entre outros, prejudicam o organismo e podem abreviar a folia caso não sejam tomados os devidos cuidados

nosos da radiação solar, principalmente nos horários de pico, entre 10h e 15h. Vale a recomendação largamente difundida de usar filtro solar, reaplicando-o a cada duas horas, já que no ritmo frenético a transpiração é ainda maior. “Além do protetor solar, devemos proteger a nossa pele utilizando bonés, viseiras, chapéus de abas largas e também não esquecer de usar óculos de sol de boa qualidade para proteger a retina dos raios do sol”, orienta a dermatologista Kelly França, presidente da Sociedade Brasileira de Dermatologia no Rio Grande do Norte. Ela chama atenção também para os indefectíveis sprays de espuma, tão comuns no carnaval, e para tinturas e maquiagens, pois podem irritar a pele. De acordo com ela, o ideal é testar esses produtos antes e observar seu grau de alergia e queimadura. “Caso isso aconteça, não utilizar e, de preferência, escolher um produto que seja hipo-alergênico e clinicamente testado para esse fim.

Por exemplo, para a maquiagem de rosto usar um produto que seja específico para o rosto.” Ainda sobre maquiagem, a dermatologista afirma não haver problema em usá-la por um tempo prolongado, porém deve-se escolher aquela que melhor se adeque à pele, sem provocar alergia. Mas mesmo assim, o filtro solar não pode ser esquecido, devendo ser reaplicado da mesma forma. “Então, nesses casos, você vai ter que parar um pouquinho, reaplicar aquele protetor, refazer a maquiagem para poder continuar a folia de forma correta e bem protegida.”

LEIA MAIS “Programando a bebedeira”Página 3.


tn família

2 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

Paulo Coelho [ escritor ]

Em um bar de Tóquio O jornalista japonês faz a pergunta de sempre: - E quais são seus escritores favoritos? Eu dou a resposta de sempre: - Jorge Amado, Jorge Luis Borges, William Blake, e Henry Miller. A tradutora me olha espantada: - Henry Miller? as logo se dá conta que seu papel não é fazer perguntas, e continua seu trabalho. No final da entrevista, quero saber porque ficou tão surpresa com a resposta. Digo que talvez Henry Miller não seja um escritor “politicamente correto”, foi alguém que me abriu um mundo gigantesco – seus livros tem uma energia vital que raramente podemos encontrar na literatura contemporânea. - Não estou criticando Henry Miller; sou também sua fã – responde ela. – Você sabia que foi casado com uma japonesa? Sim, claro: não tenho vergonha de ser fa-

M

nático por alguém, e procurar saber tudo de sua vida. Fui a uma feira de livros apenas para conhecer Jorge Amado, viajei 48 horas de ônibus para encontrar-me com Borges (o que terminou não acontecendo por minha culpa: quando o vi, fiquei paralisado e não disse nada), toquei a campainha da porta de John Lennon em New York (o porteiro pediu que deixasse uma carta explicando o porque da visita, disse que eventualmente Lennon telefonaria, o que jamais aconteceu). Tinha planos de ir a Big Sur ver Henry Miller, mas ele morreu antes que conseguisse dinheiro para a viagem. - A japonesa chama-se Hoki - respondo orgulhoso. – Sei também que em Tokyo existe um museu dedicado às aquarelas de Miller. - Você deseja encontra-la hoje à noite? Mas que pergunta! Claro que desejo estar perto de alguém que conviveu com um de meus ídolos. Imagino que deve receber visitas do mundo inteiro, pedidos de entrevistas, afinal, ficaram quase 10 anos juntos. Não será muito difícil pedir que gaste seu tempo com

um simples fã? Mas se a tradutora diz que isso é possível, melhor confiar – japoneses sempre cumprem a palavra dada. Aguardo com ansiedade o resto do dia, entramos em um táxi, e tudo começa a parecer estranho. Paramos em uma rua onde o sol nunca deve bater, pois um viaduto passa por cima. A tradutora aponta um bar de segunda categoria no segundo andar de um prédio caindo aos pedaços. Subimos as escadas, entramos no bar completamente vazio, e ali está Hoki Miller. Para esconder minha surpresa, tento exagerar meu entusiasmo pelo seu ex-marido. Ela me leva a uma sala dos fundos, onde criou um pequeno museu – algumas fotos, duas ou três aquarelas assinadas, um livro com dedicatória, e nada mais. Conta-me que o conheceu quando fazia mestrado em Los Angeles, e para sustentar-se, tocava piano em um restaurante, cantando músicas francesas (em japonês). Miller foi jantar ali, adorou as canções (tinha passado em Paris grande parte de sua vida), saíram algumas vezes, ele a

“Não tenho vergonha de ser fanático por alguém,e procurar saber tudo de sua vida.Fui a uma feira de livros apenas para conhecer Jorge Amado,viajei 48 horas de ônibus para encontrar-me com Borges ,toquei a campainha da porta de John Lennon em New York (...)”

Dr. Jorge Boucinhas [ médico e professor da UFRN ]

Libertas libertas@libertas.com.br

Carnaval Carnaval é uma grande festa que propicia ao povo o extravasar de suas emoções e de tudo aquilo que está atravessado na garganta. É o grito de medo pela violência cotidiana. A tristeza pelas perdas dos que se foram precocemente. A indignação pela dificuldade de se ter uma vida digna. No carnaval, vive-se por cinco dias uma fantasia travestida de realidade. Há blocos para todos os gostos e as pessoas buscam brincar naqueles que mais se aproximam dos seus secretos desejos. Os românticos e saudosistas acompanham os blocos líricos cantando o amor. Os mais agressivos se acotovelam, brigando por um espaço, no frenesi do passo, ao som dos frevos de rua. Outros (as) deixam que seus corpos se mostrem e se movimentem pelo embalo da sedução e sensualidade. Há os que com humor e criatividade denunciam e protestam contra o descaso e a impunidade dos que nos roubam vergonhosamente. Sem falar nos que passam todo o ano, juntando o pouco que ganham, para no carnaval, encantar e mostrar a garra de um povo que mantém viva sua história cultural. Há ainda os carentes que brincam ansiosos por encontrar o amor desejado. Mas, não importa em que bloco se esteja, pois o mais importante é a alegria que paira nesta misteriosa festa. A sexualidade despertada pelos tambores que evocam nosso princípio. O afeto que transborda em abraços e beijos. O brilho nos olhos no encontro com os conhecidos e desconhecidos. Cantar a esperança de paz e de um viver melhor. Dançar, pular, amar, descontrair, descarregar, recarregar ou simplesmente brincar o carnaval.

O

Grace Wanderley de Barros Correia - grace@libertas.com.br

O alvo Um verdadeiro mestre na arte do arco e flecha convidou seu discípulo para assistir uma demonstração do seu talento. Foram para o bosque e o mestre pegou uma flor e a colocou em um dos ramos da árvore. Em seguida, posicionou-se a uma distância de cem passos do local onde havia colocado a flor. De frente para o seu alvo com os olhos vendados, o mestre firmou os seus pés na terra, distendeu o arco com toda a sua energia – apontando na direção da rosa – e disparou. A flecha cortou o ar, errando o alvo por uma distância constrangedora. “Acertei?” - perguntou, retirando o lenço dos olhos. “O senhor errou – e por uma grande margem” respondeu o discípulo. “Achei que ia mostrarme o poder do pensamento.” “Eu lhe dei a lição mais importante sobre o poder do pensamento”, respondeu o mestre. “Quando desejar uma coisa, concentre-se apenas nela: ninguém jamais será capaz de atingir um alvo que não consegue ver.” Curso O curso, “Violência Sexual contra Crianças e Adolescentes – Teoria e Prática para o Enfrentamento”, da Secretaria Nacional de Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente” da Presidência da República, está com inscrições abertas para sua 9ª turma. O objetivo do curso é qualificar o atendimento de casos de crianças e adolescentes vítimas de violência sexual no contexto dos megaeventos desportivos. Serão selecionados profissionais que atuam nas 12 cidades-sede da Copa 2014. Mais informações no www.levead.com.br/pair ou graca.gadelha@terra.com.br / monitoria@levead.com.br.

Esta coluna é de responsabilidade da Libertas Comunidade www.libertas.com.br libertas@libertas.com.br

pediu em casamento. Vejo que no bar onde estou tem um piano – como se estivesse voltando ao passado, ao dia que os dois se encontraram. Ela me conta coisas deliciosas a respeito da vida em comum, dos problemas decorrentes da diferença de idade entre os dois (Miller tinha mais de 50 anos, Hoki não tinha completado 20), do tempo que passaram juntos. Explica que os herdeiros de outros casamentos ficaram com tudo, inclusive os direitos autorais dos livros – mas isso não tem importância, o que ela viveu está além da compensação financeira. Peço que toque a mesma música que chamou a atenção de Miller, muitos anos atrás. Ela faz isso com lágrimas nos olhos, e canta “Folhas Mortas” (Feuilles Mortes). Eu e a tradutora também ficamos comovidos. O bar, o piano, a voz da japonesa ecoando nas paredes vazias, sem importar-se com a glória das ex-mulheres, com os rios de dinheiro que os livros de Miller devem gerar, com a fama mundial que podia desfrutar agora. “Não valia a pena lutar por herança: o amor foi o suficiente” diz no final, entendendo o que sentíamos. Sim, pela completa ausência de amargura ou rancor, eu entendo que o amor foi suficiente.

boucinhas_jc@hotmail.com

A celulite (2) Artigo anterior lidou com esta terrível agressão (pelo menos assim a encara a grande maioria das mulheres) a que se vêem submetidas. Trata-se da tremendamente temida (e odiada!) Celulite. Ela não se apresenta sempre da mesma forma. As lesões teciduais costumam escalonarse em 3 estágios, modalizados segundo seu grau de gravidade. 1 - Celulite branda: Só percebida através do teste da pele de laranja, sendo que com a pessoa deitada nada se percebe. Apenas ao se erguer a cútis e efetuar o teste de compressão é que se a nota. Teste do beliscão geralmente negativo. Sempre mostra resultados favoráveis ao ser tratada. 2 - Celulite média: Mais aparente nas coxas e já visível sem testes e quando a pessoa está deitada. Teste do beliscão sempre positivo. Freqüentemente curável ou, pelo menos, melhorável. 3 - Celulite grave: Já visível em qualquer posição, vendo-se uma pele enrugada e flácida. Fibras do tecido conjuntivo quase totalmente danificadas. Prognóstico ruim, lutando-se apenas por uma melhora, por vezes apenas discreta. O problema pode ocorrer em qualquer área, à exceção das palmas das mãos, das plantas dos pés e do couro cabeludo. Com relação ao biotipo, nas mulheres longilíneas são mais afetadas nas nádegas. Quanto às normolíneas, quase não a apresentam enquanto praticam esportes, mas as brevilíneas a têm por toda e qualquer parte, sendo em ordem decrescente atingidas a parte externa das coxas, as nádegas, a parte interna das coxas, a cintura, o

O

ventre, a parte posterior do braço e a região das omoplatas. Dentre os fatores precipitantes e complicadores, a idade têm sua influência maior em fazer com que o problema regrida com mais dificuldade. As primeiras manifestações são geralmente na puberdade, sob o influxo hormonal estrogênico. A superalimentação também influi, pois os adipócitos aumentam de tamanho e a elasticidade do tecido conjuntivo diminui. O biotipo brevilíneo (entroncado), como já visto, é um fator predisponente, ao qual associa-se a redução da atividade física. A gravidez é, talvez, o maior precipitante do quadro clínico, provavelmente pelas radicais alterações hormonais. Nela há aumento de lipogênese (síntese de gordura corporal) e aumento da retenção de líquidos (cuja adição pode vir a constituir até 5% do peso total da mulher quando atingido fim da gestação). A menopausa, paradoxalmente, pode melhorar as formas de apresentação, embora isto seja geralmente contrabalançado pela menor atividade e pelo envelhecimento geral do subcutâneo. O emprego de anticoncepcionais (seja sob forma de pílulas, de injetáveis ou de adesivos) apresenta caráter agravante pelo fato de, em quaisquer destas apresentações, serem medicamentos usualmente à base de estrogênios. A Celulite é uma doença? Considerando-se que: 1 - apresenta-se com alterações de pele típicas, patognomônicas, não encontráveis em nenhuma outra situação clínica, 2 - causa, em estágios avançados, dores localizadas,

3 - prejudica as funções normais da pele das regiões atingidas, 4 - leva muitas pacientes portadoras a terem alterações psíquicas, por vezes bastante significativas, a resposta passa a ser “-Sim, é perfeitamente aceitável considerá-la uma enfermidade e como tal deve-se passar a tratá-la”. Não existem milagres em termos deste tratamento. Obviamente quanto mais cedo for instituído, mais amplos e seguros os resultados a Dentre os fatores esperar, pelo que deve ser incentivado o início precipitantes e o mais precocemente que seja possível. Num complicadores para a bom programa o ataque deve ser feito de dencelulite,a idade tem tro para fora e vice-versa. Em outras palavras, sua influência maior há que usar correção dos hábitos sedentários e em fazer com que o da má alimentação. problema regrida Também podem ser empregados fármacos com mais orais, eletricidade, calor, cores, massagens madificuldade.As nuais ou mecânicas ou sonoras, em última insprimeiras tância, até mesmo cirurgia (uma técnica esmanifestações são pecial, chamada de Subcisão). Novas substângeralmente na cias empregadas para aplicação por via subpuberdade,sob o cutâneas ou intradérmica (a moderna Intrainfluxo hormonal dermoterapia, antes dita Mesoterapia) têm ofeestrogênico.A recido grandes sucessos. Também a Eletrolisuperalimentação poforese e a Carboxiterapia têm alcançado também influi,o lugar de destaque na obtenção de bons resulbiotipo brevilíneo tados, secundadas pela Endermologia (empre(entroncado),é um go de aparelhos que ao mesmo tempo execufator predisponente, tam sucção dos tecidos e sua massagem, conao qual associa-se a seguindo eliminar as traves fibrosas que tanredução da atividade to enfeiam a pele). O fato é que a união de esfísica.A gravidez é, forços terapêuticos apresenta resultados bem talvez,o maior compensadores, se não da ordem de 100%, peprecipitante lo menos de uns 80%, o que, convenha-se, é muito bom. Está a se chegar nos dias de dizer: “-Só tem Celulite quem quer!”

João Mariano Sepúlveda [ cardiogeriatra ]

www.medicareclinica.com.br @no_formol

Imunossenescência efere-se a redução imunológica relativa ao envelhecimento! O homem sempre vai lutar e se empenhar para imortalidade, mesmo que muitas vezes não admitam isso, porem se há um caminho para se viver mais e ou muito mais, esta obrigatoriamente associado a imunidade, a não doenças! Recentemente divulgou-se que o homem que viverá 150 anos já nasceu, é verdade, entre todas a teses sobre o envelhecimento, a imunológica, pode e deve vir a ser a chave para o prolongamento substancial da sobrevivência! A principal causa imunológica deve-se ao dano cromossômico, em suas extremidades, onde ficam os telômeros, que funcionariam como tampas, ou acabamentos cromossomiais, que impediriam sua deteriorização, sendo mantido hígido, mantém o DNA das células isentos ou com menores possibilidades de danos! Bactérias, vírus, células oncológicas, stress contínuo, entre outros, produzem citocinas que geram enzimas do tipo telomerases, que desarranjam as estruturas dos telômeros, “desfiando” as pontas dos cromossomos! O ciclo vicioso do envelhecimento, levando a redução imunológica, favorecendo as infecções, exigindo uso de quimioterápicos, que reduzem as defesas e aumentam o dano celular, e assim sucessivamente até que já não haja mais como interromper este moto contínuo! As respostas imunes podem ser de duas formas as humorais, que tem como exemplo as citocinas e as mediadas por células, tipo linfócitos T, qualquer dano sejam infecciosos, ou tumorais promovem e desencadeiam um processo reparador que quando comprometido, vão corromper e modificar as respostas de defesa! A involução da glândula Timo, pelo en-

R

velhecimento, reduz a produção dos linfócitos T e B virgens, e excreção das interleucinas 2, agente recrutador de outras células de defesa e talvez venha a ser o local de interseção que propicie um aumento da longevidade! A imunocompetência, comprometida em cascata, com o envelhecimento, implica em modificações celulares que comprometem todo sistema regulador hormonal, com alteração na produção de melatonina, hormônio do crescimento, aumento de cortisol e ativador inflamatório, alfa feto e Fator de Necrose Tumoral, geradores de stress oxidativo reativo com aumento agudo e contínuo do envelhecimento celular e deste como um todo! Distúrbios emocionais, como a depressão, por exemplo, deprimem também o sistema imunológico, piorando as condições de envelhecimento, inclusive a agudização da aterosclerose como doença auto imune! A perda da imunocompêtencia, em indivíduos mais velhos pode ser parcialmente compensada por suplementação nutricional de micronutrientes, como Zinco, Cobre, Selênio entre outros, e anti oxidantes como vitamina E, C, D, beta caroteno e as do com-

A manutenção da higidez imunológica,pode vir a ser a chave de um aumento exponencial,na expectativa de vida, portanto provavelmente sim, já nasceu o humano que quebrará a barreira dos 150 anos!

plexo B, o uso da leveduras, dos lactobacilos e mais recentemente do colostro humano, que agem como agentes imunomoduladores! O conceito, fenótipo de risco imune pode ser proposto para indivíduos acima de 65 anos para tentar determinar, o perfil de risco precoce! Lições dos centenários, mediterrâneos em trabalhos com a população da Calábria, região da Itália, com litoral acidentado, montanhoso , pastoril, que exige, longas caminhadas para se locomoverem, ou no máximo, uma bicicleta, registram presença e manutenção da produção hematológica, com linfócitos T estáveis, citotoxidade, por linfócitos preservada, redução do estresse oxidativo, aporte genético protetor, restrição calórica, pela dieta do Mediterrâneo, rica em polifenóis, resveratrois, ômegas, oligoelementos minerais, alem de vitaminas, juntamente com o absoluto controle do estresse que promovem um sono reparador e eficaz! Observando este modelo podemos por analogia, intuir como fazer para obter-se uma eficaz imunomodulação, juntamente a utilização das células tronco para Alzheimer e Parkinson, e Imunoterapia para Aterosclerose, controle da apoptose celular, com estimulação da imunidade inata, anti bacteriana, e a modulação de genes do sistema imune quintuplicando, isso mesmo, a expectativa de vida! A manutenção da higidez imunológica, pode vir a ser a chave de um aumento exponencial, na expectativa de vida, portanto provavelmente sim, já nasceu o humano que quebrará a barreira dos 150 anos! Imunomodulação, os hábitos e costumes que interferem nela já estão elencados, as praticas clinicas estão por “minutos” em termos de ciência, portanto siga preservando seu templo, que dependendo do estado dele valerá a pena ganhar um “up grade” de permanência, vale conferir! Um Bom Domingo e ótimo Carnaval


Domingo | 10 de fevereiro de 2013

tn família

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 3 FRANKIE MARCONE

BATE - PAPO Nicole Bernardi » Nutricionista

Programando a bebedeira SEGUNDO O ENDOCRINOLOGISTA VINÍCIUS LIRA,O IDEAL É TER CONSCIÊNCIA E EVITAR OS EXCESSOS COM ÁLCOOL;MAS SE A PROPOSTA É ESSA,O CORRETO É SE ALIMENTAR BEM E HIDRATAR-SE

Além do protetor solar, devemos proteger a nossa pele utilizando bonés, viseiras, chapéus de abas largas e também não esquecer de usar óculos de sol de boa qualidade para proteger a retina dos raios do sol KELLY FRANÇA dermatologista

ALEX REGIS

ense na cena: o folião chega logo cedo com um isopor lotado de cerveja, ou com seu litro de uísque, e começa a beber, sem se importar em parar para tomar água ou comer algo, nem que seja um cachorroquente do estilo “morre em pé” ou um salsichão assado na brasa. A cada hora que passa, a euforia gerada pelo álcool aumenta ainda mais a vontade de beber. E isso se repete durante os quatro dias de folia... Resultado: coma alcoólico. Essa é apenas uma das consequências que o consumo excessivo de álcool pode proporcionar a quem bebe de barriga vazia ou sem se hidratar. “É muito comum o álcool trazer um efeito euforizante. O indivíduo fica eufórico e isso leva a ele consumir ainda mais álcool naquele período”, explica o endocrinologista Vinícius Lira da Câmara, citando ainda como malefícios, além dos distúrbios de comportamento, o risco de rebaixamento do nível de consciência e até mesmo o coma alcoólico. “Isso num uso muito excessivo, o que muito perigoso.” Mais importante, de acordo com o médico, é a pessoa ter consciência e não fazer uso excessivo do álcool; ou seja, a melhor prevenção dos problemas que o álcool pode trazer é não exceder no seu uso. Mas, se a proposta é beber mesmo, é importante se programar para a carraspana, ingerindo pelo menos de dois a três litros de água por dia. “Isso é uma recomendação até para quem não bebe, mas se torna mais importante para quem bebe”, comenta o endocrinologista. Alimentar-se regularmente durante a folia também é fundamental, tanto para limitar o efeito tóxico do álcool, que tem metabolização hepática, como também para evitar a hipoglicemia, que pode ser uma das causas do rebaixamento do nível de consciência, já que álcool também afeta o sistema nervoso central. “E isso é extremamente importante em quem é diabético”, alerta Vinícius Lira. “Esses indivíduos têm que tomar um pouco mais de cuidados, especialmente se eles tomam remédios que têm o efeito de redução da glicemia.” Mas existem alguns mitos no

P

COMO O ÁLCOOL AGE NO CORPO

O CAMINHO PERCORRIDO

Cérebro

É no intestino que 75% das moléculas de etanol passam para o sangue

1

O principal ingrediente das bebidas alcoólicas é a molécula de etanol.Logo no primeiro gole,uma pequena parte dessas moléculas já começa a entrar na corrente sanguínea pela mucosa da boca.

— O que fazer para ter um carnaval saudável do ponto de vista nutricional? Primeira coisa, se alimentar bem ao sair de casa. Não pode sair sem comer, até porque a gente sabe que a maioria das pessoas sai e bebe muito. E quando a gente bebe de estômago vazio o álcool é absorvido muito mais rápido pelo organismo. A primeira coisa a fazer é um lanche bem consistente, mas não muito pesado, nem muito gorduroso, pois a gordura leva um tempo também para ser digerida, e aí ela acaba pesando um pouco no estômago e pode prejudicar a folia. Então, é fazer um lanche saudável, comer bastante frutas, de repente uma tapioca, pois tem bastante carboidrato. Aliás, acho que carboidrato é nutriente essencial para a folia. Como a gente gasta muita energia pulando, a gente tem que ter essa fonte de energia, e o carboidrato é a energia mais rápida que tem. Então, pode fazer um sanduíche, para quem sai de manhã, faz uma tapioca... — E a pessoa deve se alimentar com qual regularidade durante a folia? Eu sempre falo, independente de folia ou não, para as pessoas sempre se alimentarem pelo menos de três em três horas, pois, quanto mais tempo a gente fica sem se alimentar, o nosso organismo entende que estamos fazendo uma greve de fome. Então, ele acaba retendo a energia que tem e diminui o metabolismo — que são todas as ALEX REGIS

2

Pelo esôfago,a bebida chega ao estômago.Até deixar esse órgão, apenas 25% de etanol entrou no sangue. O resto só cai na corrente sanguínea quando a bebida chega ao intestino delgado — órgão com vários vasos e membranas permeáveis. São necessários de 15 a 60 minutos para todas as moléculas de etanol entrarem na circulação e se espalharem pelo corpo.Esse tempo depende de fatores como a presença de comida no estômago e a velocidade com que a pessoa bebeu.

3

Figado

Estômago

4

Quando cai no sangue,as moléculas de etanol são transportadas para todos os tecidos que têm células com alta concentração de água — órgãos como cérebro,fígado,coração e rins.

5

No fígado,90% das moléculas de etanol são metabolizadas — quebradas em partes menores para facilitar sua eliminação.O órgão processa por hora o equivalente a uma lata de cerveja.Acima disso,o etanol passa a intoxicar o organismo e causa os efeitos nocivos ao organismo.

Intestino delgado

OS EFEITOS NOS ÓRGÃOS No cérebro

1

Quando o etanol,carregado pelo sangue,chega ao cérebro, estimula os neurônios a liberar uma quantidade extra de serotonina. Esse neurotransmissor — substância que leva mensagem entre as células — serve para regular o prazer,o humor e a ansiedade.Por isso,um dos primeiros efeitos do álcool é deixar a pessoa desinibida e eufórica.

2

Se a pessoa continua bebendo, outros dois neurotransmissores são afetados.O etanol inibe a liberação de glutomato,que por sua vez regula o GABA.Sem o controle do glutamato,mais GABA é liberado pelo cérebro.Como esse neurotransmissor faz os neurônios trabalharem menos, a pessoa perde desde a coordenação motora até o autocontrole.

Nos rins Quem bebe tem mais vontade de fazer xixi.E isso não acontece apenas pela quantidade de líquido ingerido.O etanol age na hipófise,uma glândula do cérebro,inibindo um hormônio que controla a absorção de água pelos rins.Com menos líquido absorvido,mais urina é eliminada.

O etanol das bebidas alcoólicas irrita a mucosa do estômago, dificultando a digestão e aumentando a produção de ácido gástrico do órgão.Isso gera a sensação de enjôo e mal-estar. Vomitar pode ser o próximo passo.

1

O vômito funciona como um mecanismo de autodefesa, comandado pelo cérebro, contra a ação agressiva do álcool no estômago.A pessoa se sente melhor ao vomitar porque acaba a irritação da mucosa pelas mucosas de etanol.

2

No coração O excesso de urina gera um efeito colateral no coração, já que pelo xixi são eliminados minerais como o magnésio e o potássio,importantes para manter os batimentos cardíacos.Durante e após uma bebedeira,o ritmo do coração pode apresentar alterações.

universo etílico para evitar a embriaguez rápida ou ressacas fortes; como ingerir uma colher de azeite antes de beber ou recorrer a ‘remédios’ específicos.

“Isso na verdade é um mito, porque é apenas uma tentativa de fazer com que o indivíduo não beba com o estômago totalmente vazio. Mas o mais importante

é evitar o uso de álcool em jejum absoluto, porque a tendência desses efeitos tendem a ser muito mais piores”, comenta o endocrinologista.

No estômago

ações que o organismo tem para gastar energia. E quando o metabolismo fica lento o nosso organismo já não trabalha da mesma maneira. Cuidar onde vai comer, principalmente agora para quem vai para as ruas. Tem vários que a gente sabe que não seguem o padrão de higiene. Aí, você estar no meio do carnaval e ter uma infecção ou intoxicação alimentar, acaba com o carnaval todinho. O ideal é levar fruta, mas se acha que pesa e quer pular, pode levar umas castanhas, frutas secas, barra de cereal também é uma pedida, pois é levinho, cabe no bolso, na bolsa, em qualquer lugar. — E a questão da hidratação? É um dos pontos mais importantes também. O álcool ajuda a desidratar. Quando ele entra no metabolismo, o fígado faz de tudo para desintegrar aquela molécula e ele gera gás carbônico e água. Então, a gente começa a perder muita água. Tanto que a gente urina muito quando bebe. E além disso, a gente está no meio da folia, suando e perdendo muita água e sais minerais. O ideal é que, se está tomando uma cerveja, depois toma mais um copo d’água e vai intercalando; sempre tomando água, água-de-coco ou suco de frutas; porque no suor, a gente perde muitos minerais também. E no momento que você está tomando água-de-coco ou suco de frutas, você já está repondo esses minerais. — E esse procedimento deve ser repetido todos os dias do carnaval... Com certeza! Porque se você não se alimentar bem e não tiver bem hidratado, você pode ter várias consequências no seu corpo. Primeiro que você não vai conseguir aproveitar da mesma maneira; seu desempenho físico cai no momento em que você não tem uma alimentação equilibrada e não fornece água para o seu organismo. Ele fornece água, mas ele gasta muito mais água muito mais rápido do que ele produz. Além do desempenho cair, a gente perde concentração, perde aquele pique, a gente já não fica tão mais disposto; e várias consequências maiores que a gente pode ter mais na frente.


tn família

4 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

PERTINHO

Jota Oliveira

Moradores ‘desta banda’ que são fãs da marca Daslu preparem-se. A butique vai abrir sua primeira loja no nordeste. A inauguração está prevista para maio, em Recife.

jotaoliveira@tribunadonorte.com.br

CARPE DIEM! Chiquita Bacana segura o tchan! Carnaval é aquela época em que quem está casado quer ficar solteiro.E os solteiros querem mais é ficar soltos por ai.Acho que estou no segundo grupo, ainda bem.Carnaval é propício para paquerar,ficar,namorar e beijar muuuuuito...É festa! Mas ninguém está livre de repentinamente entre uma música e outra,entre uma bebida e outras,se esbarrar com alguém e se

apaixonar.Aconteceu comigo e acho que com você também em alguma folia. A paixão de carnaval é a pior de todas. Tem prazo de validade.Não ultrapassa a quarta-feira de cinzas,mas a gente sempre acha que pode ser diferente.É como não desconfiar do lirismo de Vinícius de Moraes que certa vez disse: “Se o amor é fantasia,eu me encontro ultimamente em pleno carnaval.”Ele só não avisou se a folia continuou. Acho que não! Vale mesmo se divertir e ficar alerta. Meninas! Está solteira? Vá sozinha ou com

ARQUIVO PESSOAL

amigas atrás de um trio elétrico,escola de samba ou orquestra de frevo,não importa.Mas atenção,se você é daquelas mais atiradas,cuidado com sua imagem.É super feio uma mulher com postura de desesperada,quase com um aviso na testa“super-mega disponível”,atirando para todos os lados,em promoção e liberando geral.Por favor não! Lógico,que no auge da paixão a vontade é de beijar o tempo todo,mas beijar é uma coisa e sair por aí constrangendo as pessoas com falta de pudor e exagero de intimidades em

público é outra.Portanto,Chiquita Bacana,segure o tchan! Se quiser sair dessa folia mais ou menos ilesa,com um mínimo de dignidade,não passe recibo de vulgaridade.Isso serve para qualquer época do ano tá! Agora se rolar algo mais sério ou com chances de ficar sério.Aproveite! Não duvide que a paixão possa sobreviver à quarta-feira de cinzas.Quem sabe? Depois da folia,descubra o perfil do Facebook,adicione e se ele (a) te aceitar.Parabéns! A fantasia virou realidade! (Eugênio Bezerra)

JOÃO NETO

JO

ABRE ALAS Seguindo a tradição dos anos anteriores, hoje a folia vai invadir e tomar conta dos domínios de Da Graça e Augusto Viveiros, reunindo os festeiros que passam carnaval em Natal. Ocasião de encontro de amigos no melhor estilo Baile à Fantasia tendo como cenário os mares de Jacumã. A alegria só tem hora para começar.

FIQUEI

Cristine em coro de vivas para o muso Sésse Gaspar, trocando de idade hoje

É hoje o grande baile dos Ferreira de Souza Viveiros, que animará o litoral norte ARQUIVO PESSOAL

Casal de Dez:Jussier Santos/Carmem.Ele comemorando idade nova em Portugal

BRUNO PORPINO

Nos agitos do litoral sul, José Rosendo/ Soraia e Valéria/Pedro Cavalcanti

Orismar Almeida brinda a vida com a musa Miriam

1

4

O diagnóstico pode ser feito por radiografias simples, Ressonância Magnética e tomografias que visualizam esse pedículo, o qual parece fraturado.

5

O tratamento é à base de antiinflamatórios, relaxantes musculares, analgésicos,etc); ciriurgia (no caso de alterações neurológicas) e fisioterapia (reconstrução músculo articular - RMA).

espondilólise é uma alteração da coluna vertebral que ocorre principalmente em atletas cujos exercícios demandam hiperextensão da coluna. É o escorregamento de uma vértebra (geralmente a ultima da região lombar, chamada quinta lombar- L5) sobre o osso sacro que é inclinado. Isso ocorre porque a L5 tem um defeito congênito ou adquirido, num lugar da vértebra chamado de pedículo. Geralmente o que acontece é que há um pequeno defeito congênito, uma soldadura incompleta, que com a prática esportiva, acaba rompendo-se, causando uma espondilolistese (espôndilo = vértebra, Lise = ruptura, listese = escorregamento). A espondilolistese é um deslizamento de um corpo vertebral no sentido anterior, posterior ou lateral em relação à vértebra de baixo. Este escorregamento para frente de uma vértebra em relação a outra subjacente, ocasiona dor ou sintomatologia de irritação de raiz nervosa. O importante é que mesmo nesses casos autores chamam atenção que se deve evitar operar os adolescentes com esse problema, devido ao crescimento posterior.

tebral do paciente, permitindo movimentos de flexão, extensão, látero-flexão e rotação. Desta forma, o tratamento pode ser realizado de uma forma mais confortável, conseqüentemente mais precisa.

ALINI BRITO - Fisioterapeuta e Educadora Física

A

Dúvidas no site www.itcvertebral.com.br

3

O quadro clínico da espondilólise costuma ser desde não sentir absolutamente nada até uma lombalgia crônica de pequena intensidade, não incapacitante.

A H. Stern se uniu à marca britânica de estampas Liberty para lançar a pulseira ‘With Love’, em prol da ONG Orientavida, que ajuda mulheres artesãs do vale do Paraíba, em São Paulo. Um luxo só!

DIVULGAÇÃO

Postura & saúde

2

PULSEIRA

O que é espondilólise e espondilolistese ?

Espondilólise é o escorregamento de uma vértebra (geralmente a última da região lombar, chamada quinta lombar- L5) sobre o osso sacro que é inclinado.

Espondilolistese é um deslizamento de um corpo vertebral no sentido anterior, posterior ou lateral em relação à vértebra de baixo.

O bloco “Fiquei porque Quis” faz a festa dos foliões que permaneceram em Natal. O bloco sai hoje pelas ruas de Ponta Negra levando alegria e irreverência. A concentração começa às 16h30, em frente ao Albergue da Costa (Avenida Praia de Ponta Negra, 8932). De lá, a festa segue até o Ponto Sete.

SINTOMAS DA ESPONDILÓLISE E DA ESPONDILOLISTESE O quadro clínico da espondilólise costuma ser desde não sentir absolutamente nada até uma lombalgia crônica de pequena intensidade, não incapacitante, cujo diagnóstico é difícil, tardio. A dor não impede a prática esportiva, mas atrapalha. Há casos, entretanto, em que a dor é incapacitante e que altera a qualidade de vida do adolescente ou do atleta. A vértebra mais freqüentemente acometida é a L5. Já a espondilolistese pode provocar, Dor Lombar; Dor irradiada (dor Ciática);Dor nas pernas ao caminhar;Formigamento;Encurtamento dos músculos posteriores das pernas;Perda

de força e coordenação dos movimentos;Incapacidade de andar

ETAPAS DO TRATAMENTO FISIOTERAPIA MANUAL

DIAGNÓSTICO E EXAME O diagnóstico pode ser feito por radiografias simples, Ressonância Magnética e tomografias que visualizam esse pedículo, o qual parece fraturado. Quando o grau de espondilolistese é máximo (L5 encontra-se completamente à frente do sacro) pode ser chamada de espondiloptose. TRATAMENTO DA ESPONDILÓLISE E DA ESPODILOLISTESE

Medicações (Antiinflamatórios, relaxantes musculares, analgésicos, etc); Cirúrgico (no caso de alterações neurológicas) e Fisioterapia (reconstruçao musculo articular – RMA) RMA DA COLUNA VERTEBRAL

É um programa fisioterapêutico que utiliza técnicas de Fisioterapia Manual, mesa de tração eletrônica, mesa de descompressão dinâmica. Estabilização Vertebral e Exercícios de Musculação. Ele visa melhorar o grau de mobilidade músculo-articular, diminuir a compressão no complexo disco vértebras e facetas, dando espaço para nervos e gânglios, fortalecer os músculos profundos e posturais da coluna vertebral através de exercícios terapêuticos específicos enfatizando o controle intersegmentar da coluna lombar, cervical, quadril e ombro.

A disfunção dos tecidos moles pode alterar o movimento articular e diminuir a eficácia da mobilização-alongamento da articulação. É por isso que o tratamento frequentemente começa com este procedimento visando diminuir a dor e o espasmo muscular ou aumentar a mobilidade dos tecidos moles. Esses procedimentos auxiliares podem também tornar mais fácil a realização da mobilização das articulações, produzindo um efeito mais duradouro. Dentre as técnicas de fisioterapia manual utilizamos a Osteopatia, Maitland, Mulligan e mobilizações articulares. MESA DE TRAÇÃO ELETRÔNICA

Grandes fabricantes de equipamentos terapêuticos e cientistas americanos investiram seriamente em pesquisas durante décadas enquanto aprimoravam técnicas seguras e eficazes de utilizar a tração vertebral e melhorar seus benefícios. Pesquisas realizadas nos EUA mostram que técnicas de tração vêm sendo usadas com sucesso, durante anos, no tratamento das discopatias e doenças degenerativas da coluna vertebral. MESA DE FLEXÃODESCOMPRESSÃO Este equipamento possibilita que o fisioterapeuta tenha total controle sobre a mobilidade da coluna ver-

ESTABILIZAÇÃO VERTEBRAL Durante o primeiro mês de tratamento utilizamos também a técnica de estabilização vertebral que foi desenvolvida na Austrália com o objetivo de fortalecer os músculos profundos da coluna vertebral e melhorar o grau de estabilidade vertebral. Para isso contamos com o equipamento Stabilizer. MUSCULAÇÃO OU PILATES MUSCULAÇÃO

Após o término das sessões previstas é fundamental buscar alternativas para manter os benefícios decorrentes do tratamento. Serão necessários estímulos frequentes e graduais que garantam a integridade das estruturas músculo-esqueléticas envolvidas e previnam contra novas crises. A opção eficiente e segura é um programa de exercícios de musculação que incluem os principais componentes da aptidão física relacionados à saúde (potência aeróbica, força e flexibilidade) ajustados de acordo com a especificidade da situação. PILATES

É um método que preconiza alcançar um desenvolvimento do corpo de forma uniforme, objetivando uma melhora no condicionamento físico e mental com exercícios globais, isto é, que exigem um trabalho do corpo todo, utilizando diferentes aparelhos e equipamentos. Através dos seus princípios, concentração, fluidez, controle, respiração, centro de força, postura o praticante do método irá melhora sua consciência corporal, flexibilidade, equilíbrio e força muscular. Mais informaçoes no www.herniadedisco.com.br


Domingo | Domingo 10 de fevereiro de 2013

tn família

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 5

Jota Oliveira jotaoliveira@tribunadonorte.com.br JOÃO NETO

ARQUIVO PESSOAL

JOÃO NETO

PARABÉNS! Em clima de Carnaval, nossa coluna abraça e canta parabéns com vivas duplos para os amigos gente boa: hoteleiro diretor do Centro de Convenções de Natal, Sérgio Pereira Gaspar e o advogado Jussier Santos. Também na sessão vivas da coluna, o Sport Máster Orismar Almeida, Bárbara Bordogna, oliveira Neto e Igor Ribeiro Dantas. Nesta segunda-feira, 11, vivas antecipados para o fotógrafo de Dez, Luciano Toscano, Jorge Rezende e Marcos Lucas. Ainda em clima de parabéns, amanhecem em idade na nesta terça-feira, 12, em dia de Carnaval, a designer de jóias Ana Cláudia Klein Rocha, o chef Haroldo Varela, em giro pela Europa, Bebeta Montenegro, Daliana Cascudo, deputado Hermano Morais, juíza Ligia Godoy, Renata Lyra e Sovânia Lira Monte.

Parabéns antecipados para o deputado Hermano Morais, que comemora idade nova ao lado da musa Suely na terça que vem

Vivas antecipados para a juíza Lígia Godoy celebrando a vida na terça de momo

ARQUIVO PESSOAL

Flávio Rocha enche de mimos a amada Ana Cláudia, que troca de idade na próxima terça MULHERES NO FDS

Casal Artkasa: Flávio Monte/Sovânia. Ela rasgando folhinha terça

JOÃO NETO

Curtindo o verão de Jacumã, as bacanas Luciana Patriota e Cacá Ferreira de Souza JOÃO NETO

JOÃO NETO

Curtindo o Viva o Verão, Gotardo Emerenciano/Magda

CEDIDA

PREVISÃO A Microsoft, em parceria com engenheiros do Instituto de Tecnologia de Israel, está trabalhando no desenvolvimento de um software que poderá prever até desastres naturais. O programa irá analisar as manchetes de notícias em diferentes regiões para verificar sinais de alerta sobre a disseminação de doenças ou prisão de civis que podem resultar em violência, por exemplo.

PRÓXIMO De olho no crescente mercado de dispositivos móveis, o Facebook deve lançar em março um novo aplicativo capaz de dizer quais contatos estão mais próximos geograficamente ao usuário.

FORCINHA Quem nunca aproveitou a viagem de um amigo para fazer umas encomendas. Aos ‘pidões’, acaba de chegar ao país, a Canubring, uma rede social que oferece espaço na mala de quem viaja com frequência e não leva muita bagagem. Que tal?!

CUIDADOS No verão, a exposição ao sol é ainda maior, até para nós que já vivemos na cidade do sol. Por isso, é importante não descuidar da proteção da pele. Veja em nosso blog, na seção Take a Note, dicas para deixála sempre saudável.

PRECONCEITO O Google está sendo acusado de racismo nas suas publicidades. Segundo um estudo, os resultados das pesquisas no ‘buscador’ fazem correlações raciais dependendo do termo pesquisado.

Orgulho: o nosso presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, 3ª cargo mais importante do país, ao lado da toda poderosa Dilma Rousseff

Celebrando a vida e a amizade,no Porto Brasil, Alex Padang e Ésio Costa

LENÇOS A Hermès em parceria com a Comme des Garçons lançam nova linha de lenços. Acompanhando, a marca acaba de apresentar sua nova coleção primaveraverão 2013. Conheça alguns modelos em nosso blog, na seção Fashion.

CONSULTA Um novo serviço permite aos consumidores verificar, gratuitamente, pela internet, se seu nome está sujo por dívidas. A novidade está disponível no Portal Boa Vista Consumidor Positivo.

VIDA A modelo transexual brasileira Carol Marra é tema do documentário Tabu, que será exibido no canal National Geografic. Nele, ela vai mostrar que a condição sexual não é empecilho para se ter uma profissão. Vale a pena conferir!

Em clima de ‘Love’s in the Air’, Gerana/Flávio Alcides

Nos salões natalenses, Marta Melo, Adriana Dias e Laurita Arruda


6 | Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte

tn família

Domingo | 10 de fevereiro de 2013

LÍDER Chega informação à coluna que o vereador Júlio Protásio

Liege Barbalho

será o líder do prefeito Carlos Eduardo na Câmara Municipal de Natal. Formado em Direito, Júlio está no seu terceiro mandato e se destaca por sua atuação no Palácio Frei Miguelinho.

liegebarbalho@tribunadonorte.com.br

CARNAVAL O Centro Histórico de Natal estará pra lá de movimentado hoje com o desfile das Kengas, que este ano comemora 30 anos. Com início às 16h no palco armado na rua Ulysses Caldas, onde também acontecerá a escolha da Rainha das Kengas, o agito contará com shows de Perfume de Gardênia e Isaque Galvão, participação da cantora Analuh Soares e DJ Allyson Medeiros. E para fechar a programação do domingo, o bloco puxado por Orquestra de Frevo percorrerá várias ruas em clima de muita alegria e descontração.

»»Em Pirangi do Norte o

Deputado José Dias e Diúda Alves Dias. Ela celebrando mudança de idade

PRESIDENTE

Carmen faz coro de vivas para Jussier Santos, que brinda idade nova esta semana

Graziela com seu amado Bosco Pinheiro. Ele comemorando aniversário hoje

COMEMORAÇÃO EM PIRANGI FOTOS:LIEGEBARBALHO.COM

ouriço está a mil. Hoje o cantor Ricardo Chaves anima os foliões na avenida Márcio Marinho que durante o Carnaval se transforma no corredor da folia. No palco da Praça São Sebastião, bandas fazem o agito da galera com shows diários a partir das 20h. Amanhã, é o dia do bloco das Virgens fazer o maior agito da badalada praia. Já na terçafeira a tradicional Banda do Cajueiro sairá na avenida ao som da banda Pura Tentação.

D. Adalva, Giovani Jr., Bebeta, Gabriel e Carol nos vivas do Paçoca de Pilão

Loilde e Antônio Ferreira,Flávio Marinho, Luiz Antônio Felipe e Regina Pinto

»»E na terra do Sal, os

jornalistas Celso Amâncio e Rodrigo Loureiro assessoram o prefeito Kerginaldo Pinto no período da festa de momo. A dupla, avisa à coluna que hoje o bloco Mela-Mela será puxado pela banda Grafith. Também participa do agito a banda Kabaço Molhado e o Bloco Radiola de Ficha. Logo mais à noite, no Largo de Eventos, as atrações musicais ficarão por conta de Paredão do Brasil, Esse é o Bonde e Solteirões Elétricos. Na Praça da Conceição, bandinhas de frevos animam os foliões.

Os cumprimentos da coluna para o deputado federal Henrique Eduardo Alves, eleito presidente da Câmara Federal para o biênio 2013/2014

Ricardo Gurgel e sua elegante Vânia

Dalvanice e José Maria de Freitas

Carlos Letieri e Lígia Carreras

Vânia Rocha e Geyza Freitas cantam parabéns para Alessandra Cabral,que brinda aniversário

»»TURISMO O Programa

PARABÉNS da coluna para os

Vereador Júlio Protásio, cotadíssimo para ser o líder do prefeito Carlos Eduardo na Câmara Municipal de Natal

aniversariantes da semana. Orlando Nóbrega, Igor Ribeiro Dantas, Sérgio Gaspar, Bosco Pinheiro, Jussier Porto Santos. Orismar Carlos de Almeida, Dayse Barbosa, Raimundo Abrantes, Marcos Lucas, Francinete Capistrano, Iolanda Montenegro, Sovânia Monte, Hermano Morais, Cassiano Vidal, Eliana Lima, Ney Lopes, Diúda Alves Dias, Alessandra Cabral e Tásia Varela Martins.

No abraço da filha Maria Eduarda, a abelhinha Eliana Lima,celebrando aniversário nesta quarta-feira

Bárbara Abramo

Cinema

Horóscopo Lua nova em 21º Aquário ocorre às 05h20 de hoje e renova energia do povo brasileiro

Touro 21/04 a 20/05

Quais são suas metas mais importantes? Ser livre para seguir um caminho independente e diferente pode ser um desafio,mas necessário para cumprir sua missão.Questionamentos que chegam com a lua nova valem quatro semanas. Gêmeos 21/05 a 20/06

Aqueles deste signo que gostam de interpretar sinais (quase todos) podem se divertir neste Carnaval de lua nova em Aquário.As revelações virão por sonhos,sinais nos caminhos, sincronias.Ampliação de horizontes!

brindar sua mudança de idade Carlos Magno Dantas promoverá a 10ª edição da sua “Feijoada da Amizade”. O evento acontecerá no dia 02 de março no salão climatizado da AABB.O colunista reunirá seus amigos em sessão de vivas ao som do Pagode Oitava Cor, além da participação especial da cantora Dodora Cardoso.A Blonde, que estará mudando de idade na mesma data,irá abraçar o colega Carlos Magno.

»»

»»Na região do Seridó, a

Domingo de Carnaval com lunação no amigável e inventivo Aquário promete um novo alento para o povo do Brasil. Para você,a promessa de semanas ótimas para se engajar em causas que melhorem a vida dos brasileiros.

muita alegria deram o tom à festa comemorativa aos 23 anos do restaurante Paçoca de Pilão na praia de Pirangi.A família Paçoca de Pilão,que tem à frente a matriarca Dalva Rodrigues,recebeu amigos e clientes em clima de congraçamento e celebração.O evento contou com animação musical de Dionizio e Orquestra, além da participação especial do cantor Isaque Galvão,que foi um show à parte.

MISS O Palace Recepções sediará no dia 23 de março o concurso Miss Teen Universe RN 2013.O evento vai escolher a mais bela potiguar para representar o Rio Grande Norte na etapa nacional no Mato Grosso do Sul.O concurso tem a coordenação regional do fotógrafo Fábio Faria e a consultoria de marketing de Veloso Neto.A organização fará doação de 10% do valor das inscrições para a instituição Meninas dos Olhos de Deus que acolhe crianças e jovens vítimas de violência sexual.

»»

Áries 21/03 a 20/04

»»CELEBRAÇÃO Cores e

»»COMEMORAÇÃO Para

Habib Chalita, responsável pela pasta do turismo da praia de Touros, promete muita animação durante o período de Carnaval. A folia contará com atrações como o cantor baiano Ricardo Chaves, Banda Grafith e Forró da Pegação, Farra de Rico, Deixe de Brincadeira, Banda Inala, Pedro Luccas e Assum Preto. Já as tradicionais bandinhas de sopro farão a animação na orla.

cidade de Caicó com seu badalado Carnaval contará com a presença doa blocos de rua Ala Ursa e Treme Treme. Acentuando a programação, o agito acontece nos clubes. Hoje na AABB, Forró Pegado e Forró dos Plays fazem o movimento. Amanhã, a folia dá o tom no Clube Corinthians com Serginho e Pagode Strutura.

Várias

Câncer 21/06 a 21/07

A força do grupo reunido por ideias e projetos comuns se fará sentir nas próximas quatro semanas —é este o sentido da lua nova em Aquário que ocorre hoje. No plano íntimo,momento para encarar temores profundos.

Leão 22/07 a 22/08

As boas vibrações da lua nova em Aquário de hoje atraem você para a vida social,os relacionamentos estáveis e o compromisso com as pessoas — cônjuge,sócio,cliente,seus consultores.Foque nessas relações nestas semanas. Virgem 23/08 a 22/09

Um domingo ótimo para você meditar,rever aspectos de sua vida que merecem ser redefinidos e redimensionados.O que vai permitir isto é uma abordagem desapaixonada,experimentalista e livre de preconceitos.Aquário dita a regra.

Libra 23/09 a 22/10

Bom para você que neste domingo Sol e Lua se encontram em Aquário,o signo irmão do seu que estimula a coragem de pensar diferente! Promessa também de semanas de amor,criatividade e mais autoconfiança.

Escorpião 23/10 21/11

Imersão no passado para recapturar sonhos e rever algumas heranças familiares.A lua nova em Aquário prevê um período bom também para imprimir arejamento nas relações íntimas.Menos paixão e mais originalidade. Sagitário 22/11 a 21/12

A lunação é sempre um rito de passagem. Oportunidade de mudar de frequência e inaugurar um ciclo com toda a energia.O que começa hoje ressalta a importância do livre pensamento para investigar a vida e desvendar segredos.

Capricórnio 22/12 a 20/01

Você tem seus talentos, seus dotes pessoais,e muitas vezes não se dá conta deles. Agora com a lua nova em Aquário,há uma chance para fazer isto nestas semanas.É essencial confiar em si mesmo e saber fazer boas escolhas.

Aquário 21/01 a 19/02

É para fazer um carnaval mesmo:a lunação de hoje em seu signo traz um vento leve,arejado,no Brasil. Provoca e distende,fortalece sua vitalidade,restaura seu magnetismo.Seja autêntico consigo nos próximos dias. Peixes 20/02 a 20/03

Para os que nasceram neste signo,começa agora a fase mais intensa de revisão de vida — momento de finalizar processos,descartar e se despedir de um estilo menos livre de viver.Treine o distanciamento e se enxergue melhor.

Estreia – MEU NAMORADO É UM ZUMBI (12 anos,legendado) Moviecom 1.Sessões 15h05,17h15, 19h25 e 21h35 / Cinemark 5.Sessões 12h40,17h20,19h40 e 22h Em um mundo pós-apocalíptico,o zumbi R.(Nicholas Hoult) faz amizade com a humana Julie (Teresa Palmer),a namorada de uma de suas vítimas.O envolvimento dos dois acaba despertando uma reação em cadeia que o transformará,assim como outros mortos-vivos perseguidos pelo general Grigio (John Malkovich).Direção: Jonathan Levine ★ ★ ★ ★ LINCOLN (12 anos,legendado) Moviecom 2.Sessões 16h15 e 21h10 / Cinemark 3.Sessões 14h30,17h40,20h50 (exceto qua e qui) e 23h55 (sáb) O ator Daniel Day-Lewis interpreta o 16º presidente dos Estados Unidos,durante o final de seu mandato,em uma época sangrenta.Em uma nação dividida pela guerra e por fortes ventos de mudança,o presidente Lincoln percorre um caminho de difíceis ações,a fim de terminar a guerra,unir o país e abolir a escravidão. Com coragem moral e força para obter sucesso,suas escolhas nesse período crucial mudam o destino das gerações que ainda estão por vir.Direção:Steven Spielberg

Nacional de acesso ao Ensino Técnico e Emprego realizará no RN cursos destinados à área de turismo. Numa realização do Ministério do Turismo, o Pronatec vai oferecer mil vagas. As aulas serão ministradas pelo Senac. Em nosso Estado, serão contempladas as cidades de Natal, Parnamirim, Canguaretama,Tibau do Sul, Baía Formosa e Barra de Maxaranguape.

★ RUIM ★ ★ REGULAR ★ ★ ★ BOM ★ ★ ★ ★ ÓTIMO ★ ★ ★ ★ ★ EXCELENTE I ESTREIA

★ ★ ★ INATIVIDADE PARANORMAL (12 anos,legendado) Moviecom 2.Sessões 14h20 e 19h15 / Cinemark 6.Sessões 20h10 e 22h10 O casal Malcolm e Keisha se muda para a casa dos seus sonhos – mas não demora até que ambos descubram que mais alguém anda morando por lá.Trata-se,no caso,de um demônio que possui a esposa de Malcolm e transforma a vida sexual deles num inferno.Entra em cena,então, um grupo de caçadores de fantasmas para ver se ajuda a limpar o ambiente. Direção:Michael Tiddes ★ ★ ★ JOÃO E MARIA – CAÇADORES DE BRUXAS (14 anos,dublado e legendado) Moviecom 3.Sessões (leg) 14h50,16h50, 18h50 e 20h50 / Moviecom 6.Sessão (3D) (dub) 19h50 / Moviecom 6.Sessão (3D) (leg) 21h50 / Cinemark 4.Sessões (leg) 12h10 (sáb e dom),14h10,16h10,18h20, 20h30 e 22h50 (sáb) / Cinemark 6.Sessão (3D) (leg) 15h40 Depois de pegarem um gostinho por sangue quando crianças,João (Jeremy Renner) e Maria (Gemma Arterton) se tornaram vigilantes extremos, determinados a defender seu povo. Agora,sem que eles saibam,João e Maria passaram a ser a caça e têm que enfrentar um mal muito maior do que as bruxas... seu passado.Direção:Tommy Wirkola.


Domingo |

10 de fevereiro de 2013

tn família

Tribuna do Norte | Natal | Rio Grande do Norte | 7

FIERN 60 ANOSO selo que marca a comemoração dos 60 anos da FIERN foi apre-

Hilneth Correia

sentado na última quinta-feira,durante solenidade na Casa da Indústria.Na ocasião,também foram homenageados funcionários da Federação, SESI, SENAI e IEL. Em seu pronunciamento, o presidente Amaro Sales, destacou a missão da Federação das Indústrias do RN e as metas para os próximos meses.

hilnethcorreia@tribunadonorte.com.br

BAILE DO COPA A noite deste sábado foi de festa no COPACABANA PALACE. O icônico hotel carioca se encheu de luxo e glamour em mais uma edição de seu tradicional baile de carnaval. A festa deste ano teve como tema a história de Sherazade e as mil e uma noites. Produzido por Zeka Marquez, o evento teve como rainha a atriz Cris Vianna, da novela Salve Jorge. Os convidados caíram na folia ao som da talentosa Eliana Pitman, da bateria de escola de samba coordenada por Haroldo Costa, da roda de samba Manga de Colete e de um DJ. A decoração estava impecável, toda em preto, dourado e rosa com muitos detalhes em prata, além de listras e poás pretos contrastando com imensas flores douradas. Um show à parte era o cardápio assinado pelo chef Francesco Carli, com muitas delícias de dar água na boca. Como sempre, tudo simplesmente divino!

A BANDA INDEPENDENTE DA RIBEIRA MAIS UMA VEZ FEZ BONITO E LEVANTOU O ASTRAL DE MILHARES DE FOLIÕES PELAS RUAS DA RIBEIRA E CIDADE ALTA.(FOTOS: CLÁUDIO ABDON)

UMA DAS PROMESSAS DO CARNAVAL DE NATAL,O BLOCO APONTA DESFILOU PELA PRIMEIRA VEZ NAS RUAS DE PONTA NEGRA.(FOTOS: CLÁUDIO ABDON E SUZY LEAL)

JÁ É CARNAVAL O Carnaval já começou e os foliões estão a mil festejando nos quatro cantos do país. Confira o que tem de bom para esta semana na Cidade do Sol e entorno, e na Cidade Maravilhosa. GRANDE NATAL Neste domingo, a Banda do Siri sai a partir das 15h30, na Redinha. No Centro, as Kengas fazem seu tradicional desfile, às 16h, na rua Ulisses Caldas. No Alecrim, haverá a Arrastão de Blocos na av. Presidente Sarmento. Em Pirangi, o bloco Troça do Perú sai às 16h. E o cantor RICARDO CHAVES sobe no trio elétrico e sai na avenida. Vale lembrar que todos os dias até quarta, haverá shows na Praça São Sebastião, sempre às 20h. Na segunda, haverá Cortejo de Tambores, a partir das 15h, na Redinha. Em Pirangi, as intrépidas Virgens desfilam na avenida Deputado Márcio Marinho, a partir das 17h. Em seguida, haverá show da banda Pura Tentação e depois Trio Elétrico na avenida com a Banda Cavaleiros do Forró. Na terça, o irreverente Bloco Os Cão sai às 8h, no Mangue, na Redinha. À 17h, é a vez do Bloco Banda do Siri. Em Pirangi, o Bloco da Banda do Cajueiro e o cantor Pedro Lucas fazem a festa a partir das 18h30. Depois, é a vez de Serginho, ex-Pimenta Nativa, agitar no Trio Elétrico. Na Quarta-Feira de Cinzas, o tradicional bloco Baiacu na Vara comemora o seu 23º aniversário e sai a partir das 10h pelas ruas da Redinha. Em Pirangi, o Bloco das Vassourinhas sai às 13h puxado pela Orquestra de Frevo.

ABELHINHA PRESS

SESSÃO NA ASSEMBLEIA O presidente da Assembleia Legislativa do RN, Ricardo Motta marcou uma sessão extraordinária para a próxima quinta-feira (14). Na ocasião ocorrerá a votação da nova proposta de Orçamento Geral do Estado, apresentada pela governadora Rosalba Ciarlini. Na sexta, os deputados estaduais voltam do recesso parlamentar. Em sessão solene, haverá a leitura da mensagem anual da governadora.

Mesmo distante,não posso deixar de fazer um registro especial e carinhoso para a querida ELIANA LIMA,muito mais que só “coleguinha”. Uma vencedora,mãe carinhosa,companheira show,conselheira sábia e amiga. PARABÉNS! Em família,curte o Carnaval no seu paraíso de Pipa.

Carlinhos Brown é uma das atrações mais esperada do Galo da Madrugada, no Recife

Estreia – TAINÁ 3 – A ORIGEM (Livre, nacional) Moviecom 5. Sessões 13h55, 15h45 e 17h35 / Cinemark 7. Sessões 11h30 (sáb e dom), 13h30, 15h30, 17h30 e 19h30 Tainá (Wiranu Tembé) fica órfã ainda bebê. Ela é criada pelo pajé Tigê (Gracindo Jr) e sonha em ser a primeira guerreira menina da aldeia. Ela conhece Laurinha (Beatriz Noskoski) e é grande amiga do índio Gobi (Igor Ozzy). Juntos, eles buscam informações da origem de Tainá e

A programação dos Bailes do Rio, promovido por RICARDO AMARAL, continua na terça de carnaval com o BAILE ENCONTRO DOS BLOCOS. O evento será á fantasia e contará com os blocos Simpatia é Quase Amor e Sargento Pimenta, levando a energia do carnaval de rua para dentro do Museu de Arte Moderna. Para fechar o carnaval com chave de ouro, na sexta acontece o concorrido BAILE GLAMURAMA. Também fantasiados, os foliões vão curtir o encontro da cantora Mart’nália com o Trio Preto +1. Entre os blocos que desfilam pelas ruas do Rio, destaque para A Banda de Ipanema, o Carmelitas, o Bangalafumenga, Monobloco e Mulheres de Chico. O BANGALAFUMENGA, sair�� hoje nos jardins do Aterro do Flamengo. O Simpatia Quase Amor sairá em Ipanema, assim como o Toca Rauuul com músicas de Raul Seixas. Na segunda, o bloco do AfroReggae vai agitar o Posto 9, na praia de Ipanema. Na terça a BANDA DE IPANEMA desfilará às 17h30 na Praça General Osório. Antes, às 10h, será a vez do Rio Maracatu, que desfilará na av. Vieira Souto, em Ipanema. O CARMELITAS também desfilará em Santa Teresa no Largo dos Guimarães e a BANDA DE IPANEMA, nos jardins do MAM (Museu de Arte Moderna). O carnaval acaba oficialmente na quarta, mas a folia continua, e no sábado, o bloco MULHERES DE CHICO contagia a Praia do Leme. Para fechar a programação, o MONOBLOCO encerra a folia no domingo, a partir das 9h, na av. Rio Branco, esquina com Presidente Vargas.

PARABÉNS PARA VOCÊS Abraçar e festejar Alexandre Ribeiro, Sérgio Pereira Gaspar, Fênix Serália Galvão Nunes, Igor Ribeiro Dantas, Inácia Góes de Araújo, João Bosco Pinheiro, Jussier Santos, Leonel Pereira Freire, Mário Roberto Sá Leitão, Orismar Carlos de Almeida, Bárbara Bordogna, Jorge Rezende, Laura Bezerra de Medeiros, Marcos Lucas, Nilo Lourival Pereira, Waldemir Pereira, Anna Cláudia Klein Rocha, Bebeta Montenegro Ribeiro, Ciro Barreto, Daliana Cascudo, Hermano Morais, Juíza Ligia Godoy, Renata Lyra, Sovânia Lira Monte, Suzana Martins, Cassiano Vidal, Dina Ouvidio Moura, Eduardo Patriota, Eliana Lima, Kleber Tinoco de Andrade, Yeda Monteiro Fernandes, Cláudia Alzira, Isaque Galvão.

★ RUIM ★ ★ REGULAR ★ ★ ★ BOM ★ ★ ★ ★ ÓTIMO ★ ★ ★ ★ ★ EXCELENTE lESTREIA

Cinema ★ ★ ★ Estreia – O VÔO (14 anos, legendado) Moviecom 4. Sessões 13h15, 16h, 18h45 e 21h30 Whip Whitaker (Denzel Washington), um experiente piloto de avião, é alcoólatra e se torna um herói quando consegue aterrissar seu avião depois de uma pane em pleno vôo, salvando quase todos os passageiros a bordo. O problema é que ele estava sobre a influência de drogas e álcool no momento do acidente, e não aceita o rótulo de salvador da pátria. Direção: Robert Zemeckis

RIO

lutam contra um contrabandista de madeira que está por trás do desmatamento da floresta. Direção: Rosane Svartman ★ ★ ★ CAÇA AOS GANGSTERES (16 anos, legendado) Moviecom 5. Sessões 19h25 e 21h45 Los Angeles, 1949. Impiedoso, o rei do crime Mickey Cohen (Sean Penn), comanda sua cidade, dominando parte dos lucros das transações com drogas, armas, prostitutas e - se ele puder - cada aposta feita a oeste de Chicago. E faz tudo isso não apenas com a proteção de seus capangas, mas também policiais e políticos sob o seu controle. É o suficiente para intimidar até o mais corajoso e durão dos policiais... com exceção, talvez, de um pequeno e secreto grupo de fora do departamento de polícia. Direção: Ruben Fleischer ★ ★ ★ AS AVENTURAS DE TADEO (Livre, dublado) Moviecom 6. Sessão (3D) 13h40, 15h40 e 17h45 O pedreiro sonhador Tadeo sempre quis se tornar um famoso arqueólogo e aventureiro, e acaba

levado por um famoso arqueólogo para uma expedição no Peru. Com a ajuda do cão Jeff, da professora Sara, um papagaio mudo e seus amigos, vai tentar salvar a lendária Cidade Perdida dos Incas de um grupo de caça tesouros do mal. Direção: Enrique Gato ★ ★ ★ ★ ★ OS MISERÁVEIS (12 anos, legendado) Moviecom 7. Sessões 14h10, 17h20 e 20h30 Na França do século 19, o exprisioneiro Jean Valjean (Hugh Jackman) é perseguido há anos pelo implacável policial Javert (Russell Crowe), depois que ele violou sua liberdade condicional ao roubar os candelabros de prata da igreja. Anos depois, agora rico e com uma nova identidade, Valjean conhece Fantine (Anne Hathaway), uma das exfuncionárias de sua fábrica, que implora a ele que cuide de sua filha Cosette (Isabelle Allen). O encontro entre os dois muda suas vidas para sempre. Direção: Tom Hooper ★ ★ ★ ★ ★ O LADO BOM DA VIDA (12 anos, legendado)

Cinemark 1. Sessões 13h50, 16h30, 19h10 e 21h50 Pat Solatano (Bradley Cooper) perdeu tudo: casa, trabalho e esposa. Vivendo com a mãe (Jacki Weaver) e o pai (Robert DeNiro), depois de passar oito meses preso, está determinado a reconstruir sua vida e voltar com sua esposa, apesar das circunstâncias difíceis de sua separação. Porém, quando ele conhece Tiffany (Jennifer Lawrence) as coisas se complicam. Direção: David O. Russell ★ ★ DE PERNAS PRO AR 2 (12 anos, nacional) Cinemark 2. Sessões 11h40 (sáb e dom), 14h, 16h20, 18h40, 21h10 e 23h30 (sáb) Alice (Ingrid Guimarães) é dona de uma rede de sex shops que, ao tentar conciliar a dura rotina de trabalho e vida familiar, sofre colapso nervoso e se vê obrigada pelo marido a se internar em um spa. Justamente nessa hora, surge uma oportunidade única de expandir seus negócios em Nova Iorque. Parte para lá com a família à passeio, mas na verdade, com o intuito de viabilizar seus

interesses profissionais. Direção: Roberto Santucci ★ ★ ★ ★ ELEFANTE BRANCO (16 anos, legendado) Cinemark 3. Sessão 20h50 (qua e qui) Os padres Julián e Nicolas, junto com a assistente social Luciana, lutam para solucionar os problemas sociais do bairro onde atuam. Porém seus esforços entrarão em conflito com a igreja, governo, narcotráfico e polícia. Direção: Pablo Trapero ★ ★ ★ ★ DETONA RALPH (Livre, dublado) Cinemark 5. Sessão 15h A animação conta a história de Ralph, bandido que saiu de um jogo de fliperama determinado a provar que também pode ser o mocinho. Ele quer ser tão adorado quanto seu adversário de jogo, o bom-moço perfeito Fix-It Felix, e acaba invadindo outro jogo com um plano simples: ganhar uma medalha. Sem querer acaba libertando um inimigo mortal, que põe em risco todos os jogos do fliperama. Direção: Rich Moore

MONSTROS S/A (3D) Cinemark 6. Sessões 11h10 (sáb e dom), 13h20 e 18h O astro do susto, Sulley, e seu falante assistente, Mike, trabalham na Monstros S.A., a maior fábrica de processamento de gritos da cidade de Monstrópolis. Os monstros acreditam que as crianças são tóxicas, e entram em pânico quando uma menininha invade seu mundo. Direção: Pete Docter, David Silverman e Lee Unkrich ★ ★ ★ ★ ★ DJANGO LIVRE (16 anos, legendado) Cinemark 7. Sessão 21h30 Django (Jamie Foxx) é um escravo, comprado pelo caçador de recompensas alemão Dr. King Schultz (Christoph Waltz) para auxiliá-lo em uma missão. A dupla acaba fazendo amizade e, após resolver os problemas do Dr. Schultz, a dupla parte em busca de Broomhilda (Kerry Washington), esposa de Django. Para isso, eles devem enfrentar o vilão Calvin Candie (Leonardo DiCaprio), proprietário da escrava. Direção: Quentin Tarantino.


tn família 8 | Natal | Rio Grande do Norte | Domingo | 10 de fevreiro de 2013

| georgeazevedo@tribunadonorte.com.br

Andréia Schultz veste Estrela Viva com beleza de Anilson Knight

FICHA TECNICA Direção e Produção de Moda:George Azevedo.Fotos:Anderson Grant e Kássia Fernandes.Tratamento de imagem:Dyego Leandro Beleza: Sinval de Souza- cabelo e face,Camarim das Estrelas by Edimilson Alves,Lirêda Coiffeur Styling:Weuquens Queiroz e Max Almeida Agradecimentos:Spaço Guinza,DJ Fábio,Soaraya Simonetti,Markus Guedes,Jackson Smith,Nil Barbosa,Anilson Knight,Douglas Nóbrega,Sandra Máximo,Di Carlo e Escola de Samba Acadêmicos do Morro.Looks:Yolla Boutique,Estrela Viva,Sol Bijoux Class,Guilhermina,Água de Coco e Valéria Gurgel.

Monique Rêgo veste Guilhermina com beleza Sinval de Souza

Cecília Nobrega veste Guilhermina e beleza Sinval de Souza e Betânia Tavares veste Estrela Viva com beleza Lirêda Coiffeur

Ainda do nosso “Baile Glam”, o registro de um carnaval dos sonhos, onde as mulheres se vestem de glamour e

É CARNAVAL!

alegria.Um sonho mesmo, tendo em vista que hoje em dia não existem mais folias dessas na nossa região. Os carnavais em voga são movidos a trios elétricos e tal...Mas o que seria da moda – e da vida – se não houvessem sonhos, vontade, desejos... Queremos sim um carnaval “Glam”e quem sabe teremos no

Joana Costa veste Guilhermina com beleza Sinval de Souza

próximo ano. Aguardem...

Luiz Cláudio Cobello , July Marques e PedroVilarim todos com looks Água de Coco

July Marques veste Água de Coco, Camila Scopel veste Valéria Gurgel, Thandara Castro veste Valéria Gurgel, Gardênia Alves veste Yolla Boutique, Beatriz Azevedo veste Yolla Boutique todas com beleza by hair designer Edimilson Alves

Paula Lima e Mariana Muller ambas vestem Valéria Gurgel com beleza Sinval de Souza

Cristina Silver e Ana Cláudia Fidias ambas vestem Guilhermina com beleza de Sinval de Souza

Rebecca Câmara usa Valéria Gurgel, Mariana Albuquerque veste Yolla Boutique e Vanessa Muniz veste Guilhermina


Tribuna do Norte - 10/02/2013