Page 1

200 alvarás para táxis com prazo máximo de validade de oito anos

Google violou lei da RAEM e teve de pagar 30 mil patacas de multa Pág 2

澳 門 論 壇 日 報

Pág 5

Director José rocha Dinis | Director Editorial executivo Sérgio Terra | Nº 3980 | terça-feira, 06 de março de 2012

10 Patacas

ESTUDO DIZ QUE INFLAÇÃO E PROBLEMAS SOCIAIS REDUZIRAM SATISFAÇÃO DOS RESIDENTES

Pensar em “políticas de felicidade” O grau de satisfação dos residentes da RAEM com a vida desceu, comparativamente ao ano anterior, situando-se agora num nível ligeiramente inferior ao de Hong Kong, indica um estudo realizado pelo Instituto Politécnico e Associação de

Economia de Macau. Os especialistas responsáveis pelo estudo atribuem a quebra da satisfação à crescente pressão económica e falta de harmonia social, deixando um recado ao Governo: é preciso pensar em “políticas de felicidade”. Pág 3

Governo chinês baixa expectativas e o mundo treme! centrais

Reitores portugueses “apostam” na RAEM

Obama avisa Irão mas evita “voz grossa”

O presidente do Conselho de Reitores das Universidades Portuguesas pretende “que haja uma cooperação com largas centenas de estudantes” entre as instituições de ensino superior de Portugal e a Universidade de Macau. Em entrevista ao Diário Económico, António Rendas admitiu, porém, que não é um objectivo fácil de concretizar porque “os portugueses têm enorme dificuldade em trabalhar em equipa”. António Rendas falou ainda da Universidade de Macau como estando “preocupada em ser uma referência no Sul da China” e do “nicho especial” que detém ao nível do ensino da língua portuguesa.

O Presidente dos EUA garantiu que não hesitará em atacar o Irão para o impedir de fabricar armas nucleares, mas advertiu que “falar demasiado de guerra” só ajuda o regime e faz aumentar o preço do petróleo. “Em nome da segurança de Israel, da segurança dos EUA e da paz e segurança no mundo, este não é o momento para falar com voz grossa”, disse Barack Obama na conferência anual do Comité de Relações Públicas Americano-Israelita. Obama sublinhou que o Irão ainda pode escolher a via diplomática para resolver o conflito em torno do seu controverso programa nuclear.

Casinos com segunda melhor média diária de sempre Pág 7 Encontro de Macaenses vai servir para espreitar oportunidades Pág 8


HARMONIA “COMEÇA EM CASA”. O IAS escolheu o tema “Uma Sociedade Harmoniosa Começa em Casa” para o programa de comemorações do Dia Mundial dos Trabalhadores Sociais 2012, a lançar em breve. Entre Março e Abril, o IAS pretende sensibilizar os trabalhadores sociais a darem maior importância ao seu bem-estar, físico e psicológico, bem como a aumentarem o seu profissionalismo.

local

EDUCAÇÃO SEXUAL ATRAVÉS DO TEATRO. Por iniciativa dos Serviços de Saúde e DSEJ, a associação “Teatro de Lavradores” vai apresentar uma peça sobre educação sexual nas escolas secundárias de Macau a partir de Abril. As autoridades mostraram-se preocupadas pelo facto dos “jovens com pensamento imaturo assumirem valores errados referentes à sexualidade e comportamentos desviantes”.

CONCURSO PARA 200 ALVARÁS LANÇADO NO PRIMEIRO SEMESTRE

Novos táxis válidos por oito anos Os 200 alvarás que o Governo vai atribuir para a exploração de táxis terão um prazo máximo e único de oito anos. Os preços das licenças ainda estão a ser definidos, mas a DSAT revelou ao JTM que o concurso público deverá ser lançado até Junho, para permitir que as novas viaturas entrem em circulação ainda este ano viviana chan

O

s alvarás dos 200 novos táxis, prometidos pelo Executivo durante a apresentação das Linhas de Acção Governativa para 2012, vão ter um prazo máximo de validade de oito anos, improrrogável, a contar da data de emissão, não podendo o seu titular transmiti-lo a terceiros. A decisão consta de um despacho do Chefe do Executivo que indica ainda que, após o cumprimento do prazo de validade, o veículo utilizado como táxi não poderá continuar a ser destinado à mesma finalidade, devendo ser cancelada a sua matrícula. O despacho de Chui Sai On, ontem publicado no Boletim Oficial da RAEM, estabelece a disciplina aplicável aos novos alvarás, mas não refere a data do lançamento do concurso público. Contactada pelo JTM, a Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT) também não se comprometeu com um calendário definitivo, adiantando apenas que o concurso será lançado no primeiro semestre do cor-

rente ano. Em Janeiro, o director da DSAT, Wong Wan, afirmou que o concurso poderia ser realizado “no início do ano” e estimou que alguns dos novos táxis deveriam começar a circular em meados do ano. A verdade é que o processo acabou por evoluir de forma mais lenta do que o esperado, sendo que as autoridades ainda estão a desenvolver “os trabalhos preparatórios do concurso”, incluindo a fixação dos preços das licenças, segundo explicou fonte da DSAT ao JTM. A mesma fonte admitiu que a DSAT desconhece o número de eventuais interessados nos novos alvarás, embora Wong Wan tenha dito em Janeiro que o concurso público deverá decorrer sem sobressaltos, uma vez que há cerca de 10 mil pessoas com licenças para condução de táxis em Macau. A DSAT revelou ainda ao JTM que

as 200 licenças serão atribuídas de uma só vez, mas os novos táxis vão entrar em circulação de forma gradual e em diferentes

zonas do território no corrente ano. O organismo ressalvou a propósito que se trata de um processo algo moroso, uma vez que, depois de terem conseguido as licenças, os proprietários terão de adquirir as viaturas. De acordo com o despacho do Chefe do Executivo, “é permitida a substituição do veículo utilizado como táxi, a requerimento do interessado, dentro do período de validade” estipulado, “se o veículo for definitivamente reprovado em inspecção, sofrer degradação das condições de segurança na sequência de acidente de viação, revelar desgaste acentuado ou verificando-se outra justa causa”. Por outro lado, “se o veículo utilizado como táxi tiver menos de cinco anos, contados desde a data da sua inspecção inicial para atribuição de matrícula, pode ser autorizada nova matrícula, para serviço particular”, desde que sejam cumpridos os requisitos legais.

Tarifas sobem em Junho As novas tarifas de táxis só deverão entrar em vigor em Junho, e não no período da Páscoa como pretendiam os profissionais do sector, confirmou ontem ao JTM a Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego (DSAT). A proposta preliminar da DSAT prevê o aumento do valor da bandeirada em duas patacas (de 13 para 15) sendo que as restantes tarifas não sofrem alterações. Além da bandeirada, a tabela actual prevê o pagamento de 1,5 patacas pelas fracções por cada 230 metros, 1,5 patacas por cada 60 segundos de espera em serviço e três patacas por cada peça de bagagem colocada no porta-bagagem. A estes valores juntam-se as taxas adicionais para as deslocações entre a Taipa e Coloane (duas patacas) e Macau e Coloane (cinco patacas), bem como a tomada de táxi na praça do Aeroporto (cinco patacas). O sector dos táxis pediu também um aumento do valor da fracção a cada 230 metros, mas a DSAT não aceitou tal pretensão. Os taxistas, que se queixam do aumento dos custos suportados pelos proprietários das viaturas, já garantiram que vão apresentar mais uma proposta de aumentos após a entrada em vigor da nova tabela.

Sugeridos lares na Ilha da Montanha Pun Hon Veng, delegado de Macau na Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, sugeriu a criação de lares na Ilha da Montanha para idosos residentes da RAEM

A

cidade de Zhuhai e a Ilha da Montanha são vistas por Pun Hon Veng como locais ideais para a implementação de projectos piloto que podem ajudar a enfrentar o problema do envelhecimento da população e representar mesmo um “ponto de viragem” em termos das crónicas carências de mão-de-obra na área dos serviços sociais em Macau. Em declarações à imprensa de língua chinesa, o delegado de Macau na Conferência Consultiva Política do Povo Chinês e vice-presidente da Associação dos Operários defendeu que as autoridades da RAEM deveriam ponderar a criação de lares de idosos em Zhuhai ou na Ilha da Montanha, por entender que essa possibilidade já se insere no âmbito do Acordo Quadro de Cooperação entre Macau e a Província de Guangdong. Recordando que as duas partes preconizaram a cooperação em áreas como os serviços públicos e a partilha de recursos sociais, Paul Hon Veng sustentou que a instalação na Província de Guangdong de serviços sociais reservados a residentes de Macau é uma

das ideias subjacentes ao espírito do acordo. Segundo o mesmo responsável, a eventual construção de lares na província vizinha também deve ser acompanhada pela implementação de outras medidas, incluindo facilidade de passagem na fronteira, uma ligação estreita entre os Serviços de Saúde de Macau e Zhuhai, além da possibilidade dos idosos de Macau beneficiarem de regalias do outro lado da fronteira, tanto ao nível da assistência médica como da utilização de transportes, entre outros aspectos. Para Paul Hon Veng, a abertura de lares em Zhuhai poderá contribuir para resolver os problemas de recursos humanos num território onde as infra-estruturas actuais não estão a dar resposta suficiente ao fenómeno do envelhecimento social. Pun Hon Veng recordou ainda que o Governo da RAEM chegou a planear construir lares de idosos e residências para autistas na cidade de Jiangmen em 2010, mas o plano foi suspenso por causa de questões relacionadas com a disponibilização de terrenos. Tendo em conta tal facto, o vice-presidente da Associação dos Operários entende que os Governos das duas partes devem consolidar os mecanismos de cooperação e comunicação bilaterais, por forma a que as ligações entre os serviços públicos sejam verdadeiramente eficazes.

V.C.

jornal tribuna de macau Propriedade: Tribuna de Macau, Empresa Jor­na­lística e Editorial, S.A.R.L. • Administração: José Rocha Dinis • Director: José Rocha Dinis Director Editorial Executivo: Sérgio Terra • Grande Repórter: Raquel Carvalho • Redacção: Fátima Almeida, Helder Almeida, Pedro André Santos e Viviana Chan • Colaboradores: José Luís Sales Marques, Miguel Senna Fernandes, Rogério P. D. Luz (S. Paulo) e Rui Rey • Colunistas: Albano Martins, António Aresta, António Ribeiro Martins, Daniel Carlier, Henrique Manhão, João Guedes, Jorge Rangel, Jorge Silva, Luis Machado e Luíz de Oliveira Dias • Grafismo: Suzana Tôrres • Serviços Administrativos e Publicidade: Joana Chói (jtmpublicidade@yahoo.com e jtmagenda@ yahoo.com) • Agências: Serviços Noticiosos da Lusa e Xinhua Impressão: Tipografia Welfare, Ltd • Administração, Direcção e Redacção: Calçada do Tronco Velho, Edifício Dr. Caetano Soares, Nos4, 4A, 4B - Macau • Caixa Postal (P.O. Box): 3003 • Telefone: (853) 28378057 • Fax: (853) 28337305 • Email: jtmagenda@yahoo.com (serviço geral) pág 02 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau


Devem ser “criados serviços sociais virados para os problemas familiares, porque as pessoas têm cada vez menos tempo e mais stress” Lao Chi Ngai, presidente da Associação de Economia de Macau

local

A RAEHK “introduziu no ano passado a política de salário mínimo, o que fez com que uma fatia da população ficasse mais satisfeita” Lok Sang Ho, académico da Universidade de Lingnan

RESIDENTES DO TERRITÓRIO COM NÍVEIS DE SATISFAÇÃO MAIS BAIXOS

Inflação e problemas sociais roubam felicidade Estão mais descontentes do que no último ano e também mais infelizes do que aqueles que habitam a região vizinha. O grau de satisfação dos residentes da RAEM com a vida desceu. Os especialistas encontram explicações na crescente pressão económica e na falta de harmonia social, deixando um recado ao Governo: é preciso pensar em “políticas de felicidade”

Você é muito ou pouco feliz?* Residentes de Macau

6.92 pontos Residentes Hong Kong

RAQUEL CARVALHO

A

s ruas estão recheadas de turistas. As luzes da cidade são cada vez mais coloridas. E o Produto Interno Bruto (PIB) da RAEM faz inveja a países. No entanto, os residentes do território estão menos felizes do que há um ano. É o que indica o estudo realizado pelo Instituto Politécnico de Macau com a Associação de Economia de Macau, apresentado ontem. “A felicidade de Macau caiu ligeiramente”, começa por explicar Lao Chi Ngai, presidente da Associação de Economia de Macau. “No último ano foi de 7.03 e este ano é 6.92. Estávamos melhor do que Hong Kong no ano passado, mas agora o nosso índice é ligeiramente mais baixo do que o da região vizinha.” Os cidadãos da RAEHK mostram-se mais satisfeitos do que em 2010, com o nível de felicidade a atingir os 7.13 pontos, sendo a escala de zero a dez. O mesmo responsável aponta razões financeiras para o sucedido. “Embora o PIB tenha crescido mais de 20 por cento, tivemos que enfrentar uma taxa de inflação relativamente alta, mais alta do que Hong Kong.” Essa realidade leva a uma maior “pressão diária” e ao aumento do “custo de vida”, o que naturalmente desagrada os cidadãos do território, concluiu Lao Chi Ngai. Por outro lado, a RAEHK “introduziu no ano passado a política de salário mínimo, o que fez com que uma fatia da população ficasse mais satisfeita”, nota ainda Lok Sang Ho, membro de departamento de economia da Universidade de Lingnan. De acordo com a pesquisa, realizada entre Setembro e Dezembro do último ano, as mulheres são mais felizes que os

7.13 pontos *escala de zero a dez

homens, com a satisfação delas a situarse nos 7.13 pontos e a deles nos 6.27. O mesmo havia acontecido na sondagem anterior, realizada em 2010. Porém, com o virar de mais um ano, tanto entre elementos do sexo feminino como masculino os níveis de felicidade diminuíram. No que toca a faixas etárias, a idade parece trazer bem-estar. As pessoas com mais de 66 anos revelam um índice de felicidade na casa dos 6.95, embora alguns furos abaixo em relação a 2010. Já os menos felizes são aqueles que se situam entre os 26 e os 35 anos, enquanto as “pessoas de meia idade estão mais descontentes do que anteriormente”, acrescentou Lao Chi Ngai. A satisfação social varia ainda consoante o estado civil. Os viúvos são os mais felizes e logo a seguir surgem os casados ou em união de facto. Já os solteiros mostram ser os mais descontentes com a vida, “apesar de estarem mais felizes do que antes”, sublinha o presidente da associação. Os casais que têm filhos, mesmo que estes representem “maiores encargos”, revelam índices de satisfação superiores. NA TAIPA VIVE-SE MELHOR. Segundo o estudo, quem vive na Taipa é mais feliz, com a satisfação dos residentes a rondar os 7.40 pontos. Uma subida muito significativa em relação a 2010, altura em que

o índice se ficava pelos 6.74 pontos. Tal como já seria de esperar, os residentes da Zona Norte são os mais descontentes. “A educação também tem um impacto positivo ou negativo no índice”, lembra o líder da Associação de Economia de Macau. Quem possui estudos superiores tende a estar mais feliz com o dia-a-dia. Contudo, também entre eles a satisfação desceu. Num sentido inverso, evoluíram tanto as pessoas que possuem apenas o ensino básico como aquelas que completaram uma licenciatura. Para ambas a felicidade aumentou. Curiosamente, as empregadas domésticas são as mais felizes e os mais descontentes são os desempregados, quando comparados com estudantes, trabalhadores e reformados. Se acordo com a pesquisa, são as pessoas que trabalham no sector da educação, serviços sociais e saúde que apresentam níveis mais elevados de satisfação (7.36 pontos, exactamente o mesmo registado em 2010). Aqueles que trabalham como operários são os menos felizes (6.20 pontos). Como já seria de esperar, “quanto mais altos os salários maior o grau de felicidade.” Todavia, “isto não quer dizer que os que ganham mais sejam os mais felizes”, salienta Lao Chi Ngai. Aqueles que auferem mensalmente entre as 50 e as 60 mil patacas apresentam o índice

mais elevado de felicidade, 10.0 pontos, à frente dos que recebem mais de 70 mil patacas. São aqueles cujo salário é inferior a cinco mil patacas que menos satisfação revelam. PROCURAR A HARMONIA. Em jeito de conclusão, o presidente da Associação de Economia de Macau defende que o Governo deve gizar “políticas que promovam a felicidade entre os residentes”, algo que começa a ser “muito popular em diferentes países.” O “ambiente”, os “espaços de habitação”, a quantidade de “zonas verdes”, os “salários” e a “mobilidade social” devem ser aspectos ponderados pelo Executivo, complementa Lao Chi Ngai. “Tudo isso afecta as relações sociais, familiares e a felicidade individual. Portanto, nós sugerimos que o Governo coloque um maior esforço neste assunto, que crie mais políticas de felicidade.” O académico dá mesmo o exemplo de Cantão. “Já foi anunciado oficialmente que na mesma altura que for divulgado o PIB também será apresentado o índice da felicidade da população.” Lao Chi Ngai recomenda que a Administração avalie os problemas como um todo: “o PIB de Macau só por si é fabuloso, a situação parece ser óptima, mas para além dos números é preciso pensar no bem-estar das pessoas”, acrescenta. Sobretudo numa altura em que “a qualidade de vida dos cidadãos de Macau está a descer ligeiramente.” Dar “oportunidades aos locais e valorizá-los, não pensando que os estrangeiros são melhores” é outro dos conselhos deixados pelo economista. Paralelamente, devem ser “criados serviços sociais virados para os problemas familiares, porque as pessoas têm cada vez menos tempo e mais stress, bem como actividades que motivem a harmonia social.” Uma “família feliz” será sinónimo de um “índice de felicidade elevado”, garante Lao Chi Ngai. Para o mesmo fim, o académico sugere ainda a “promoção da religião e filosofia.” A existência de uma base espiritual, entende o especialista, pode ajudar a controlar o materialismo e o desejo de consumo crescente. Este estudo, o segundo realizado pelo IPM e a Associação de Economia de Macau, baseia-se em 958 inquéritos de rua. As questões utilizadas são as mesmas que são aplicadas em Hong Kong, cuja sondagem se repete há oito anos.

jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 03


NOVOS CURSOS NA UCM. O Governo aprovou a criação, na Universidade da Cidade de Macau (UCM), dos cursos de licenciatura e mestrado em Gestão de Hospitalidade Internacional e Indústria Turística (norma inglesa). Com duração de quatro anos, o curso de licenciatura será leccionado em Inglês num regime de aulas presenciais.

local

PALESTRA ABORDA UE E OS BRICS. Paulo Borba Casella, docente da Universidade de São Paulo, vai proferir na sexta-feira uma palestra subordinada ao tema “Cooperação entre os BRIC e o Paradoxo da UE”, no Auditório II da Biblioteca da Universidade de Macau. A sessão insere-se no ciclo de seminários Jean Monnet e começa às 18:30 horas.

VIDEOVIGILÂNCIA

Análise de imagens só com queixa As imagens das câmaras de vigilância, que serão montadas depois de autorização do Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais, seguirão, em caso de processos, directamente nos autos para os órgãos judiciais e só serão visualizadas para apreciação por esta comissão se houver queixa HELDER ALMEIDA

O

Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais (GPDP) não vai visualizar previamente imagens que sejam recolhidas pelas câmaras de videovigilância que ainda serão instaladas pelo território. Segundo explicou ontem a coordenadora deste organismo, Chan Hoi Fan, “só após queixa de algum cidadão é que o GPDP pode actuar, abrindo um processo”. É a este Gabinete que compete agora elaborar um parecer de carácter vinculativo relativamente ao regime jurídico de videovigilância, aprovado na semana passada na Assembleia Legislativa (AL). A coordenadora explicou ontem, em conferência de imprensa, que o GPDP vai ter também “uma actuação de préfiscalização”, isto é, estes responsáveis têm, na prática, que “ver o local onde

Na conferência de imprensa, ontem, a coordenadora Chan Hoi Fan esclareceu que o seu Gabinete terá uma actuação de “pré-fiscalização”

a câmara vai ser instalada, de modo a perceber se é um local autorizado por lei, aferir a finalidade e verificar se pode prejudicar a vida privada de alguém”. Só após este procedimento é que a câmara pode ser instalada. Mas a partir daí não mais o GPDP

terá controlo das imagens, uma vez que só actuará, de acordo com Chan Hoi Fan, após queixa. Assim, após recolhidas, as imagens podem seguir directamente para as entidades judiciais em caso de processo. Na AL, após preocupações demons-

tradas por alguns deputados, o Secretário para a Segurança, Cheong Kuoc Vá, garantiu uma fiscalização apertada. Num primeiro momento, esse controlo será feito através de um “sistema de supervisão hierárquica”. Acima haverá o Comissariado Contra a Corrupção e toda e qualquer imagem terá de obedecer à Lei de Protecção de Dados Pessoais. Por outro lado, os operadores que lidarem com os dados captados pelas câmaras, sejam imagem ou som, vão estar obrigados ao dever de sigilo, sob pena de procedimento disciplinar ou até criminal. E uma sanção deste género pode ser aplicada mesmo após o fim das funções para os quais foram contratados. Ainda assim, alguns deputados pediram a criação de um organismo novo, como uma comissão, que contasse com a participação dos residentes, para que se escolhessem os locais a instalar as câmaras. Segundo a nova lei, locais públicos, edifícios classificados e espaços que sejam considerados como de risco na ocorrência de crimes, tais como postos fronteiriços ou instalações portuárias e ferroviárias são prioritários no estabelecimento da videovigilância. Os dados captados passam a constituir prova em processo penal ou contravencional. E nem as infracções de trânsito escapam.

澳 門 特 別 行 政 區 政 府 Governo da Região Administrativa Especial de Macau 房 屋 局 Instituto de Habitação

ANÚNCIO

[ N.º 60/2012 ] Para os devidos efeitos, vimos por este meio notificar os representantes dos agregados familiares seleccionados da lista de espera de habitação económica abaixos mencionados: N.º do boletim de candidatura 89999 92627 94464 94951 100761 104219 107137 111587 115570 118781 *61853 *71891 78418 89701 92122 104715 109712 110944 115723 116812 118474 126941 52545 71742 74946 *78294 81093 82734 86915

Nome

CHAN WENG CHONG ALIAS VICENTE DE PAULO CHAN LEONG IOK CHENG TONG KA MAN LAO SI CHON LEE CHENG SI LEONG KIN MENG HO SIO IN CHEONG KIN SENG LO IP KAO LO WAN CHI *MAK KIN KEONG *LEONG KAM CHIO CHAN SUT I DA SILVA WONG CAROLINA NG PEK SAN LOI HOU UN LAO NGA I LIO UT FONG TONG MENG IO LEI NGAI LON IEONG SIN MAN WONG SAO CHONG TSE WAI ON MOK KA HOU LEI KIT WA *CHE WAI UN LO LEONG CHON U LAP PO NG CHI CHENG

N.º do boletim de candidatura 88001 92715 94827 *99417 101969 105475 108818 *113205 117730 52768 70791 78352 78682 *90608 93557 105768 109913 113771 116801 117991 122487 127477 70280 72653 77936 80752 82457 84666 87682 90288

Nome

De acordo com os termos do artigo 12.º do Decreto-Lei n.º 26/95/M, de 26 de Junho, o Instituto de Habitação (IH) informa os representantes dos agregados familiares acima referidos, através de ofícios, para se dirigirem pessoalmente ao IH, sita na Travessa Norte do Patane, n.º 102, Ilha Verde, Macau (perto da Escola Primária Luso-Chinesa do Bairro Norte), no dia 22 de Março de 2012, às horas fixadas nos respectivos ofícios, para escolha das fracções de habitação económica disponíveis de T2 na zona de Taipa.

Nessa altura, os agregados familiares da lista de espera acima referidos devem apresentar os documentos comprovativos LEI SENG WAI (originais e cópias) abaixo mencionados, para efectuar a nova verificação dos requisitos da candidatura da aquisição de habitação MAK PEK KEI económica. Caso as respectivas informações afectem os actuais requisitos da aquisição de fracção ou existirem mudança da CHIO MAN HON composição dos agregados familiares acima referidos, este Instituto irá suspender, imediatamente, o procedimento da escolha de *LIO WAI MAN habitação económica: 1. Documentos de identificação de todos os elementos do agregado familiar e os seus cônjuges (caso houver) registados no LOK SI MAN boletim de candidatura de habitação económica. CHEONG VENG CHI 2. Prova de casamento (aplicável aos indivíduos casados. Caso tenha entregue ao IH, nos últimos três meses, não é AVISO CONVOCATÓRIO CHANG HING CHIU necessário a entregar de novo.) *WONG TEK KEI 3. Boletim de candidatura dos dados dos agregados familiares de habitação económica devidamente preenchidos e assinados. ASSEMBLEIA GERAL CHOI IU HOU NGAI LAP SAN De acordo com os termos do n.º 2 do artigo 13.º do decreto-lei acima referido, com as alterações introduzidas pelo Regulamento LEI MAN KEI BANCO COMERCIAL DE MACAU, S. A. Administrativo n.º 25/2002, caso os agregados familiares da lista de espera acima referidos não tenham comparecido no IH, no VONG HUNG FAT dia e horas fixados, e apresentado os documentos acima referidos, para escolha de habitação ou não pretendam adquirir nenhuma das fracções de habitação económica disponíveis no momento podem optar entre, por motivo não justificado, implica a perda do KONG POU NENG direito de escolha e passagem automática *CHEANG MAN CHUN É convocada a Assembleia Geral do Banco Comercial de para o último lugar da lista geral; ou após a apreciação dos dados apresentados, verifique que não10458 reunirem comque os requisitos da candidatura, os agregados familiares seleccionados serão excluídos na lista geral. KONG YON FAI Macau, S.A., registado sob o número (SO), se realizará LOK KAM WENG no dia 29 de Março de 2012, às 10:00 horas, na sede social, com * Em caso da 2.ª convocação, os agregados familiares seleccionados que não tenham comparecido no IH, no dia e horas LAI LAI MUI a seguinte ordem de trabalhos:fixados, e apresentado os documentos acima referidos, para escolha de habitação ou não pretendam adquirir nenhuma das fracções CHOI FAT CHONG de habitação económica disponíveis no momento podem optar entre, serão excluídos na lista geral, de acordo com os termos das LAI MIO SUT 1. Aprovação do Relatório, Balanço e Contas, alínea a) do artigo 14.º do decreto-lei acima referido, com as alterações introduzidas pelo Regulamento Administrativo n.º 25/2002 LENG CHI FONG referentes ao exercício findo em e 60.º da Lei n.º 10/2011. e alínea 2 do n.º2011 5 do artigo LEONG KA KEI distribuição de Resultados. No intuito de proporcionar os agregados familiares seleccionados para terem mais conhecimentos sobre as informações das LEI KIT SAN ALIAS VIVIANA LEI de habitação económica disponíveis, o IH juntamente os ofícios enviará em anexo o catálogo com descrições das fracções LAM CHEOK PAN 2. Eleição dos titulares dofracções Conselho Fiscal para para venda, tabela dos preços, rácio bonificado, pontos de observação, informações sobre a fracção de modelo. Caso os agregados LEONG KAM KAO o ano de 2012. familiares seleccionados não tenham recebidos os ofícios remetidos pelo IH, até sete dias antes da data fixada, poderão dirigir-se LAM KA HOU ao IH sito na Travessa Norte do Patane n.º 102, Ilha Verde, Macau) ou consultar através do telefone n.º 2859 4875, durante o WONG CHIO KUO 3. Outros assuntos de interesse a sociedade. horáriopara de expediente IONG WAI KIN ANTONIO MANUEL DA COSTA O Presidente, Tam Kuong Man IEONG IEK IN Macau, 22 de Fevereiro de 2012 2 de Março de 2012 NG HON LEONG

pág 04 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau

O Presidente da Assembleia Geral


SANDS COM MAIS INAUGURAÇÕES EM OUTUBRO. A abertura da segunda fase do complexo Sands Cotai Central está planeada para Outubro, revelou Edward Tracy. O CEO da Sands China também confirmou que a inauguração da primeira etapa do projecto de expansão no COTAI está agendada para o próximo mês.

GREEK MYTHOLOGY A CAMINHO DA BOLSA. A Greek Mythology Holdings deverá ser listada na Bolsa de Hong Kong no prazo de dois anos, noticiou a Macau Business. O plano foi aprovado pelos accionistas da Amax Holdings, empresa que detém 49,9% da Greek Mythology (Macau) Entertainment Group, proprietária do casino com o mesmo nome na Taipa.

local

POR TER CAPTADO INFORMAÇÕES CONSIDERADAS SENSÍVEIS

Google condenada a pagar 30 mil patacas As autoridades de Macau consideraram que a empresa norte-americana recolheu dados sensíveis, tanto imagens como informações Wi-Fi, que foram transferidos depois sem autorização para o centro de informação da Google nos Estados Unidos HELDER ALMEIDA

A

Google foi condenada a pagar 30 mil patacas de multa por ter violado a Lei de Protecção de Dados Pessoais quando em Dezembro de 2008 recolheu imagens e dados Wi-Fi considerados sensíveis pelo Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais (GPDP). Segundo a coordenadora deste organismo, Chan Hoi Fan, a multa já foi paga. O serviço da Google “Street View” (que dá uma panorâmica real de ruas e pessoas no momento em que as fotografias foram recolhidas e funciona em conjunto com o serviço “Google Maps/Google Earth”) foi lançado a 11 de Março de 2010. Na altura o Governo entendeu que essas imagens poderiam promover o turismo de Macau, contudo, o GPDP considerou agora que houve abuso da empresa. Foram três as multas aplicadas, no valor de dez mil patacas cada. Uma das quais relativa à própria recolha de dados de ima-

gem e seu tratamento. Por as ruas de Macau serem “estreitas com residentes a morar em casas de rés-do-chão”, a câmara da Google, ao circular por todo o território, captou “inevitavelmente dados sensíveis”, considerou o GPDP. Dados sensíveis aqui são considerados, por exemplo, as actividades dentro de uma casa, de uma igreja ou de um templo. O Gabinete entendeu que a Google não tinha nem autorização, nem legitimidade para o tratamento dessas informações. Por outro lado, houve dados captados “por engano”, segundo a empresa: entre os quais há pacotes de informação transmitidos via Wi-Fi, informações de SSID (Service Set Identifier), endereços de MAC (Media Access Control) ou payload data não encriptado (dados reais em transmissão). Informações que o Gabinete quis consultar mas que a Google se recusou a ceder. Por isso, considerou-se que os dados foram recolhidos “ilegalmente”. Todas estas informações, compostas por combinações de números e de letras, ficaram

Recolha das imagens em Macau decorreu em Dezembro de 2008

guardadas nos hardwares do veículo que recolheu as imagens, tendo depois seguido para o centro de informações da Google, nos Estados Unidos. Esta transferência também foi sancionada. O GPDP instou ainda a Google a eliminar todos os dados sensíveis, lembrando o compromisso inicial de todas as imagens

Processos sempre a crescer

View” gerou controvérsia. Em vários países, rapidamente se descobriram falhas na técnica que a empresa usa para disfarçar caras e matrículas. Em Espanha, na Suíça ou em Portugal, só como exemplo, as respectivas comissões de protecção de dados abriram processos de averiguação contra a empresa norte-americana.

OUTRAS INVESTIGAÇÕES EM CURSO

Lista negra e “Casino Leaks”

As pessoas têm mais conhecimento dos seus direitos e apresentam mais queixas. Entidades privadas são as mais investigadas

Um conjunto de casos mediáticos foi alvo de atenção pelo Gabinete responsável por proteger os dados pessoais. A lista negra com domésticas “más profissionais”, o “Casino Leaks”, a falsificação do Macau Pass ou a “guerra” entre Steve Wynn e Kazuo Okada passam ou já passaram pelas mãos dos responsáveis deste Gabinete

O

número de processos abertos em 2011 pelo Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais cresceu 30% em relação ao ano anterior, avançou ontem a coordenadora do organismo. Ao todo, foram 86 casos novos no ano passado, sendo que em 2010 tinham sido 63. E já nesse ano se tinha registado um aumento de 34% em relação a 2009. Segundo Chan Hoi Fat, isto acontece porque “as pessoas têm mais consciência dos seus direitos e mostram-se mais preocupadas com os seus dados pessoais”. De acordo com esta responsável, são entidades privadas que mais têm dado que fazer àquele Gabinete. Logo depois vêm serviços públicos seguidos de pessoas singulares. A maior parte dos casos em investigação reportam-se à não observação dos princípios de tratamento de dados, seguido da falta de legitimidade nesse tratamento. A protecção inadequada dos direitos do titular, a falta de medidas de segurança e a violação do dever de sigilo também deram origem a queixas, que estão, aliás, na origem da maior parte dos processos. Desde 2007, e até Dezembro do ano passado, foram investigados 253 casos. Na conferência de imprensa de ontem, a coordenadora do Gabinete deu ainda a conhecer alguns casos que foram concluídos. Num deles, um serviço público gravou sem autoriza-

originais de cenários de ruas serem turvadas após 12 meses da publicação. Segundo Chan Hoi Fan, a Google já voltou a pedir para recolher imagens em Macau “mas após a aplicação da multa não voltou a haver contacto”. Não foi, no entanto, apenas em Macau que o serviço “Street

A ção uma chamada telefónica. Uma vez que não houve aviso prévio da gravação automática, o serviço, que a responsável recusou identificar, foi condenado ao pagamento de uma multa de oito mil patacas. Noutro caso, um comerciante também foi condenado a pagar uma multa de 10 mil patacas por ter divulgado a foto e um vídeo de um homem suspeito de furtos no seu estabelecimento. Este último apresentou queixa. Uma companhia de telecomunicações não escapou e foi condenada a pagar quatro mil patacas. Neste caso, trocou a correspondência electrónica de um cliente, enviando as facturas, com diversos dados pessoais, para outro cliente, durante vários meses.

H.A.

“lista negra” que foi criada e divulgada na internet e que continha uma série de nomes de empregadas domésticas alegadamente más profissionais foi investigada pelo Gabinete para a Protecção de Dados Pessoais, que no entanto não conseguiu identificar nenhuma pessoa que tivesse sido responsável por aquela divulgação. “O servidor é na Europa, por isso não foi possível identificar ninguém, mas ao que sabemos essa lista não voltou a ser divulgada”, explicou a coordenadora do Gabinete, Chan Hoi Fan. Já quanto ao site “Casino Leaks”, que promete informações confidenciais sobre o jogo, as operadoras e tudo o que está nas “sombras”, Chan Hoi Fan foi clara: “este website não é de Macau, o servidor está nos Estados Unidos, e tanto

quanto se sabe os dados que são divulgados pertencem a empresas privadas e outros são provenientes dos media”. Por isso, está excluída qualquer investigação. Questionada sobre o roubo de informações de cartões de crédito, a coordenadora explicou que “por ser um crime penal insere-se no âmbito de actuação da PSP”. De igual forma, as fraudes que ocorreram nos Macau Pass, e que resultou em detenções na semana passada, não estão a ser investigadas pois “por enquanto não há a certeza de que contenham dados pessoais”. Um processo que Chan Hoi Fan admitiu estar sob investigação é referente à Wynn Resorts, e a batalha legal entre Steve Wynn e o empresário japonês Kazuo Okada.

H.A.

jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 05


publicidade

pรกg 06 terรงa-feira, 06 de marรงo de 2012 jornal tribuna de macau


FURTO DE COMPUTADORES. Um residente de Macau foi lesado em 29 computadores portáteis que encomendou dos EUA e que tinha guardado na sua habitação. No total, o equipamento estava avaliado em cerca de 174 mil patacas.

local

ACIDENTE GRAVE com AUTOCARRO. Uma mulher de 83 anos foi hospitalizada em estado muito grave após ter sido atropelada ontem por um autocarro da Reolian. O incidente ocorreu na Rua de Pequim, tendo a vítima tropeçado e caído quando ia a sair da viatura. O motorista não terá reparado e arrancou, acabando por atropelá-la com a roda traseira.

QUOTAS DAS OPERADORAS ESTABILIZARAM EM FEVEREIRO

Segunda melhor média diária no Jogo As mesas dos casinos de Macau registaram em Fevereiro a segunda média diária mais elevada de sempre, num mês marcado pela estabilização das quotas de mercado das operadoras, segundo apurou o JTM SÉRGIO TERRA

E

m Fevereiro, só as mesas dos casinos registaram uma média de facturação diária de cerca de 801 milhões de patacas, valor que apenas foi superado pelos 832 milhões registados em Outubro de 2011, mês em que foi estabelecido o actual recorde mensal (26.851 milhões

de patacas). Estes dados a que o JTM teve acesso colocam ainda o mês de Fevereiro num patamar superior ao da média verificada em todo o ano transacto. Recordese que as receitas brutas totais dos jogos de fortuna ou azar ascenderam a 267.867 milhões de patacas em 2011, o que traduz uma média mensal de 22,3 mil milhões de patacas e diária de 733 milhões, sendo que este valor inclui já o apuramento das máquinas de jogo. Conforme já noticiou o JTM, o jogo completou em Fevereiro um ciclo consecutivo de 12 meses com receitas superiores a 20 milhões de patacas e atingiu o quarto melhor resultado mensal de sempre (24.286 milhões), circunstância que ganha ainda

Percentagens aproximadas

maior relevância se tivermos em conta que foi o mês mais curto do ano. Com as receitas brutas totais a aumentarem 22,3 por cento em termos homólogos, alguns analistas deram ênfase ao facto dos casinos de Macau terem registado a taxa de crescimento mais baixa dos dois últimos anos, mas a maioria considerou que os números estão de acordo com as previsões, sendo que nalguns casos as expectativas foram, inclusive, superadas. “Nós acreditamos que as expectativas consensuais para as receitas brutas do jogo em Fevereiro foram de aproximadamente 22 mil milhões de patacas, mas os resultados finais acabaram por ser 10 por cento mais altos”, notaram os analistas da “Union Gaming Research Macau”, numa nota aos clientes citada pela revista Macau Business. Perante um cenário mais optimista do que o inicialmente esperado, a consultora adianta ainda que as expectativas dos agentes do sector do jogo estarão a ser revistas em alta, admitindo-se já que o acréscimo anual das receitas brutas dos jogos em casino venha a ultrapassar os 20 por cento no cômputo geral de 2012. De acordo com a “Union Gaming Research Macau”, caso se mantenha a actual tendência no mercado, as receitas brutas poderão aumentar cerca de 28 por cento em Março e manter

Média das receitas das mesas em Fevereiro superou a de 2011

um crescimento superior a 20 por cento em Abril. Fonte do sector contactada pelo JTM também considerou que, “não faz sentido” traçar cenários cinzentos numa altura em que os casinos mantêm um nível tão elevado de receitas. “Já se sabia que a taxa de crescimento iria baixar em 2012, porque a base de comparação anual é cada vez mais alta. É uma situação perfeitamente normal, aliás, até seria de esperar que as receitas do jogo não crescessem tanto como está a suceder”, frisou. QUOTAS ESTÁVEIS. O JTM apurou ainda que a Sociedade de Jogos de Macau manteve a liderança do mercado em Fevereiro, com uma quota de receitas de quase 28 por cento, ligeiramente

acima dos 27,5 por cento obtidos em Janeiro. Num mês em que o “ranking” das operadoras não sofreu mexidas em termos de posições, apenas se verificaram ligeiras oscilações percentuais, nomeadamente com a Galaxy que, face a Janeiro, recuou cerca de 1,5 pontos para 17 por cento, conservando ainda assim a terceira posição, atrás da Sands China, cuja quota permaneceu nos 18,5 por cento. A segunda metade da tabela voltou a ser liderada pela Melco Crown, com 14 por cento, mais um ponto do que em Janeiro. Sem mudanças ficaram as quotas da Wynn Macau e MGM China, com cerca de 12,5 e 10 por cento, respectivamente.

SUSPEITA SOFRE ALEGADAMENTE DE DISTÚRBIOS PSIQUIÁTRICOS

Martelada na cabeça do pai Uma mulher terá agredido o pai com uma martelada na cabeça sem razão aparente. Inicialmente terá negado o incidente, mas após alguma insistência das autoridades terá confessado que sofre de problemas do foro psiquiátrico, podendo ser essa a justificação da agressão

filha a jogar computador, mas a neta da vítima disse que ouviu barulhos no quarto do avô pouco antes da sua mãe ter entrado no quarto. A suspeita acabou por confessar que sofre de problemas de foro psiquiátrico, havendo fortes indícios de que tenha sido a agressora, apesar de, aparentemente, não existirem ainda razões que o justificassem. COLARES PENHORADOS ERAM FALSOS. Um homem foi detido por ter penhorado dois colares de ouro que afinal eram falsos, em duas casas de penhores diferentes. O primeiro foi penhorado

PEDRO ANDRÉ SANTOS

É

um caso algo estranho que chegou às autoridades quando um homem telefonou a dizer que tinha sido agredido pela filha com um martelo. Os agentes deslocaram-se prontamente à habitação, situada na Areia Preta, mas ninguém abriu a porta. Um pouco mais tarde, uma mulher abriu a porta e acabou por ser ela a descobrir a vítima, o próprio pai, de 77 anos, desmaiado no seu quarto. No outro quarto encontraram uma outra mulher e uma menina, filha e neta da vítima, respectivamente. Na sala foram encontradas várias

com sucesso a troco de 17.500 dólares de Hong Kong num estabelecimento na Taipa. Mais tarde voltou a tentar a sorte com outro colar noutra loja, mas quando o tentou fazer o empregado descobriu que tinha sido lançado um alerta sobre um homem que andava a penhorar colares falsos, pelo que decidiu contactar as autoridades. Já no local os agentes acabaram por deter o homem, só que este afirmou que não sabia que eram falsos, dado que tinham sido oferecidos por dois amigos como pagamento por dinheiro que lhes tinha emprestado.

Voltas trocadas com dinheiro do Zimbabwe Autoridades encontraram um martelo ensanguentado na sala de estar

ferramentas incluindo um martelo com sangue. Confrontada com o caso, a mulher que estava já na habitação alegadamente disse que não sabia de nada e que passou o tempo todo no quarto com a sua

Não deixa de ser curioso como uma empregada de uma loja no Largo do Senado foi ludibriada ao receber de um cliente uma nota de mil dólares do Zimbabwe como se fosse a mesma quantia mas na moeda de Hong Kong. Inicialmente o pagamento de uma conta de 1.040 patacas era para ser feito com um cartão de crédito e um cartão VIP da loja, mas como ambos os cartões tinham nomes diferentes, a empregada recusou. A cliente “sacou” de uma nota de mil dólares do Zimbabwe para fazer a transacção, acabando a empregada por detectar o erro apenas quando estava a fazer as contas finais. Mil dólares do Zimbabwe equivalem actualmente a cerca de 22 patacas. jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 07


local

VOLUNTÁRIOS DA CTM APOIAM TELE-ASSISTÊNCIA. A CTM anunciou a criação de uma equipa de voluntários para prestar apoio técnico às operações do Centro de Serviços de Tele-Assistência “Pang On Tung”, destinado a idosos. Lançado em 2009, este serviço é gerido pela Associação dos Moradores de Macau.

FOTOs ARQUIVO

“JUNKETS” COM OS COFRES RECHEADOS. A Neptune Group Ltd, empresa promotora do jogo, registou lucros de cerca de 230 milhões de patacas no segundo semestre de 2011. A empresa opera cerca de 200 mesas VIP instaladas em cerca de uma dezena de casinos de Macau.

Jorge Valente foi um dos participantes da primeira edição do Encontro de Jovens Macaenses, em Julho de 2009

MAIS DE TRÊS DEZENAS DE MACAENSES VINDOS DO EXTERIOR

Um encontro para espreitar oportunidades Vêm para conhecer as suas raízes e a cidade que cresce de ano para ano. Muitos irão também aproveitar o II Encontro dos Jovens Macaenses, entre 8 a 14 de Abril, para fazer contactos e pesquisar oportunidades, acredita Jorge Valente RAQUEL CARVALHO

A

lguns nunca pisaram Macau, mas têm aqui as suas origens. Outros nunca viveram em pontos distantes do território. Os jovens macaenses vão juntar-se na RAEM entre os dias 8 e 14 de Abril. Jorge Valente, um dos membros da organização, entende que esta será uma oportunidade para fazer contactos e encontrar possibilidades futuras numa zona onde a crise económica não ocupa lugar. “Para os jovens de fora é bom porque é um modo de conhecerem as suas

raízes. E do ponto de vista económico, devido ao poder da China, há muita gente interessada nesta zona do mundo, por isso este encontro é também uma oportunidade para fazer contactos e conhecer as respectivas áreas profissionais”, afirma, em conversa com o JTM. Os jovens locais ficam igualmente a ganhar, porque podem estreitar pontes e “perceber realidades diferentes.” Alguns, lembra Jorge Valente, “não tiveram a oportunidade de estudar fora. Por isso, este encontro também é uma possibilidade para abrirem os olhos e alargarem a visão sobre o mundo.” Do programa do encontro já consta

um “convívio” com uma federação de jovens de Macau. “Pretendemos trocar algumas ideias e discutir temas”, aponta o macaense. No entanto, mais do que teórico, o evento terá uma componente prática. “Estão previstas algumas actividades que ajudarão a explorar Macau, nomeadamente um passeio a pé pela cidade.” Para elaborar o percurso, a organização do encontro pediu ajuda ao Instituto Cultural. “A intenção é mostrar a cidade velha e diferentes pontos históricos, fazendo uma contextualização dos espaços, a pensar naqueles que já conhecem e também nos que nunca vieram a Macau.”

TRIBUNAL JUDICIAL DE BASE Juízo Cível ANÚNCIO

TRIBUNAL JUDICIAL DE BASE Juízo Cível ANÚNCIO

Declaração de Morte Presumida Proc. nº CV2-12-0007-CPE 2° Juízo Cível

Proc. Divórcio Litigioso nº CV2-11-0065-CDL 2° Juízo Cível

Requerente: Ng Pak Hin, casado, de nacionalidade chinesa, residente em 310, Ma Tau Wei Road, Flat 7, 11/Floor, Lucky Building, Kowloon, Hong Kong. Reqieridos: 1. Ung Lao alás Ng Hon Sin ou Ng Hung Sin, caado com Tsang Shiu Ying, ora ausente em parte incerta; 2. Ministério Público; e 3. Interessados Incertos. Correm éditos de três Meses, para o requerido ausente, e trinta dias, para os interessados incetos, a contar da segunda e última publicação do anúncio, citando o requerido ausente Ung Lao alás Ng Hon Sin ou Ng Hung Sin e os Interessados Incertos, para no prazo de trinta dias, posteriores aos dos éditos, contestarem a petição inicial dos autos acima identificados, apresentada pela requerente, a qual pede ser declarada judicial de morte presumida de Ung Lao alás Ng Hon Sin ou Ng Hung Sin. Tudo como melhor consta da petição inicial, cujos duplicados se encontram nesta Secretaria à sua disposição, sob pena de não o fazendo no dito prazo, seguir o processo os ulteriores temos até final à sua revelia. E ainda que é obrigatória a constituicão de advogado caso seja contestar ou tenha lugar qualquer outro procedimento que siga os termos do processo declarativo. Macau, aos 29 de Fevereiro de 2012.

Autor: Chu Kun Cheong, do sexo masculino, residente na Rua do Almirante Costa Cabral, nº 8, Edf. Un Heng, bloco 2, 4º andar D, Macau. Ré: Chan Kamai aliás Chan Kamai Chu, do sexo feminino, da nacionalidade tailandesa, ora ausente em parte incerta. Faz-se saber que pelo 2º Juízo Cível do Tribunal Judicial de Base da RAEM, correm éditos de Trinta Dias, contados da segunda e última publicação do anúncio, citando a ré acima identificada, para no prazo de Trinta dias, posteriores aos dos éditos, querendo, contestar, a presente acção de Divórcio Litigioso, na qual o autor, pede, em síntese, que seja decretado o divórcio entre o Autor e a ré pelos fundamentos constantes da petição inicial, declarando esta como única culpada. Em caso de contestação, é obrigatória a constituição de advogado (artº 74º do C.P.C.M.). RAEM, 29 de Fevereiro de 2012. A Juiz, Lou Silva, Lap Hong A Escrivã Judicial Principal, Pun Choi Ieng

A Juiz, Cheong Un Mei A Escrivã Judicial Principal, Cheong Hio Wa

1ª Vez

“JTM” - 6 de Março de 2012

pág 08 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau

2ª Vez

“JTM” - 6 de Março de 2012

Quantos jovens vêm do exterior, Jorge Valente não sabe ao certo, mas devem rondar as três dezenas. “É sempre complicado calcular, porque de cada Casa de Macau supostamente vêm três, mas depois de algumas vêm dois e de outras quatro ou cinco.” À comissão organizadora pertencem 14 jovens e depois “existem ainda algumas dezenas de jovens convidados.” Esta é a segunda edição do Encontro dos Jovens Macaenses, depois do pontapé de saída ter acontecido em 2009. Já o quinto Encontro das Comunidades Macaenses, que envolve miúdos e graúdos, está agendado para o próximo ano.

TRIBUNAL JUDICIAL DE BASE Juízo Cível ANÚNCIO

Execução Ordinária nº CV2-11-0055-CEO

2° Juízo Cível

Exequente: Bank of China Limited, com sucursal em Macau, na Avenida Dr. Mário Soares, nº 323, Macau. Executada: Cacatian Rachel Elvira, solteira, maior, com última residência conhecida em Macau, no Pátio do Cravo, nº 8, r/c, ora ausente em parte incerta. Correm éditos de trinta (30) dias, a contar da segunda e última publicação do anúncio, citando a executada, para no prazo de vinte (20) dias, decorrido que seja o dos éditos, pagar à exequente a quantia de sete mil setecentas e sessenta e cinco patacas e trinta avos (MOP7.765,30) e legais acréscimos, ou no mesmo prazo, deduzir oposição por embargos ou nomear bens à penhora, sob pena de, não o fazendo, ser devolvido à exequente o direito de nomeação de bens à penhora, seguindo o processo os ulteriores termos até final à sua revelia. Tudo conforme melhor consta do duplicado da petição inicial que neste 2º Juízo Cível se encontra à sua disposição e que poderá ser levantado nesta Secretaria Judicial nas horas normais de expediente. Macau, aos 02 de Fevereiro de 2012. A Juiz, Cheong Un Mei A Escrivã Judicial Principal, Pun Choi Ieng

2ª Vez

“JTM” - 6 de Março de 2012


4,3 MILHÕES PARA REVER PROJECTO DO METRO. A Administração da RAEM vai pagar 4,38 milhões de patacas pela prestação de serviços de “Assessoria de Revisão Independente de Projecto para a 1.ª Fase do Sistema de Metro Ligeiro”. Segundo um despacho do Chefe do Executivo, o contrato foi adjudicado à empresa Mott MacDonald Hong Kong Limited.

local

DSAL INSISTE NA SEGURANÇA OCUPACIONAL. A DSAL alertou os agentes de segurança do trabalho na construção civil sobre as suas responsabilidades em matéria da fiscalização naquela área, por forma a diminuir os riscos de ocorrência de acidentes laborais. A chamada de atenção foi feita durante um encontro que reuniu 39 responsáveis da construção e agentes de segurança de 32 obras.

11 PROFISSIONAIS DE SAÚDE CONTRATADOS A PORTUGAL

SSM atrasam vinda de médicos

VOX POPuli

Inicialmente o prazo dado era o primeiro trimestre, agora já se fala no primeiro semestre. Segundo os responsáveis pelos Serviços de Saúde, o problema é a falta de alguns documentos que levarão à assinatura dos contratos VIVIANA CHAN

O

s Serviços de Saúde Macau (SSM) prevêem que os profissionais portugueses contratados no ano passado possam começar a trabalhar no território ainda neste primeiro semestre. Mas este prazo constitui já um atraso em relação a uma outra data avançada em Janeiro pelo subdirector dos Serviços de Saúde, Chan Wai Sin, e que indicava o primeiro trimestre como o limite. De acordo com o jornal chinês “Ou Mun”, já chegaram a Macau dois dos profissionais recrutados, enquanto outros quatro ou cinco médicos ainda estão à espera da aprovação dos documentos. Como estes novos especialistas que vêm de Portugal já têm experiência de trabalho, as autoridades de Macau não vão dar mais formação. No recrutamento, os SSM exigiram médicos com uma idade de trabalho superior a cinco anos. Por outro lado, os Serviços de Saúde garantem que vão continuar a recrutar médicos no estrangeiro, de forma a aliviar a muita procura por especialistas que existe no território. De acordo com o que foi publicamente anunciado, os SSM contrataram em Portugal 11 profissionais da área

TIMMAS NG (Residente da RAEM) Oito médicos portugueses devem vir trabalhar para Macau

da saúde: oito médicos, um enfermeiro e dois técnicos. Os especialistas que vêm para o território são das áreas da medicina legal, cirurgia torácica, anestesiologia, patologia clínica, gastroenterologia e cirurgia geral. Mas em Outubro passado alguns deste profissionais continuavam sem poder assinar contrato por falta de alguma documentação, segundo informações do director dos SSM, Lei Chin Ion. As autoridade dizem ainda continuar a formar os médicos locais para fazer face à procura, mas o número de profissionais destinados às urgências ainda está a ser definido, após a entrada em vigor do regulamento de formação em clínica geral.

SECTOR MICE

Empresários aprendem no Reino Unido Francis Tam chefiou uma delegação que fez um périplo por algumas cidade do Reino Unido, considerado uma referência no sector de convenções e exposições

L

ondres, Edimburgo e Glasgow foram visitadas por uma comitiva de 42 elementos de Macau, ligados aos sector de convenções e exposições, com o objectivo de apreender as melhores práticas internacionais em cidades que são reconhecidas como grandes centros de convenções. Liderada por Francis Tam (neste caso na qualidade de presidente da Comissão para o Desenvolvimento de Convenções e Exposições), a delegação participou na 75ª The International Hotel and Catering Exhibition (que é conhecida por Hotelympia e é famosa no âmbito deste sector). O Reino Unido é tido como ten-

do o maior número de expositores e elevado grau de internacionalização em diversas áreas: planeamento para o desenvolvimento do sector, gestão de locais de exposição e organização de eventos, sendo ponto de referência e de aprendizagem, segundo uma nota oficial. O Governo tem organizado visitas de estudo dos operadores locais do sector a regiões estrangeiras famosas na organização de convenções e exposições. Agora, o Reino Unido foi o escolhido como sendo o ideal para os empresários locais “alargarem horizontes” e para se promover o “intercâmbio entre os operadores locais e os

seus homólogos externos”. No decurso da visita ao Reino Unido, a delegação da RAEM foi bem acolhida por representantes de alto nível do Fresh Montgomery, entidade organizadora do Hotelympia. Esta feira, que se realiza duas vezes por ano, iniciou-se a 26 de Fevereiro e teve a duração de cinco dias, no pavilhão ExCel, em Londres. A iniciativa desta edição incluiu diversas zonas de exposições: alimentação e bebidas, equipamentos, casas de banho e spa, interiores e tecnologia, apresentação de mesas e vinhos. A feira atraiu mais de 600 expositores e alguns milhares de visitantes.

Vitalino Canas de férias em Macau O deputado Vitalino Canas está em Macau mas longe de exercer qualquer actividade oficial. Segundo o JTM apurou, o socialista, que está ligado ao território, está na RAEM de férias. O também advogado é consultor da Fundação Oriente e da Fundação Stanley Ho desde 2002. No âmbito do Direito já publicou alguns artigos sobre Macau. E de Dezembro de 1989 a Abril de 1991 foi chefe do Gabinete do Governador de Macau. Foi ainda coordenador residente do Curso de Direito da Universidade da Ásia Oriental, actual Faculdade de Direito da Universidade de Macau. Actualmente, colabora no curso de mestrado da Faculdade de Direito de Lisboa.

“Dinheiro do Governo está a ser gasto à toa” -Sendo natural de Macau, como tem visto a evolução da cidade nos últimos anos? -Antes da liberalização do jogo, Macau era uma cidade muito calma. Actualmente, o problema da segurança pública está a piorar, porque a criminalidade acompanha o crescimento do sector do jogo. -O que aprecia mais em Macau? -Gosto sobretudo da história da cidade. Sei que na altura da guerra sino-japonesa, Macau acolheu muitos refugiados que trouxeram muitas coisas para esta terra. Mas, depois da guerra, as pessoas saíram quase todas. Parece que Macau era apenas um refúgio. Acho que isso é muito especial e ajuda a compreender o papel de Macau na história da China. -E do que gosta menos? -Acho que o plano pecuniário é mau, porque não inclui um critério fixo para calcular o valor e carece de dados científicos. O dinheiro do Governo está a ser gasto à toa e não contribui para resolver os verdadeiros problemas. Gostaria que essas verbas fossem atribuídas às instituições do ensino superior. Por outro lado, embora já tenha dado alguns passos, o sector criativo está a avançar muito devagar. -Quais são as suas expectativas sobre o desenvolvimento político de Macau? -Deve ser um processo gradual. Para já, Macau não deve ter eleições directas, porque não temos nenhuma experiência e é fácil escolher as pessoas erradas. Mas acho que devemos avançar nessa direcção. -Concorda com a Lei anti-tabagismo? -Sim, mas o Governo deve reforçar a fiscalização. A falta de agentes de fiscalização pode afectar muito a execução da Lei. Por outro lado, os casinos devem estar bem integrados no âmbito da Lei anti-tabagismo, porque os trabalhadores têm o direito de não serem prejudicados pelo fumo. V.C. jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 09


(...) “Estamos ainda num importante período de oportunidades estratégicas para o desenvolvimento da China e há condições favoráveis para mantermos um firme e robusto desenvolvimento económico durante um longo período” (...) – Wen Jiabao

(...) “A chave para resolver os problemas do desequilibrado, descoordenado e insustentável desenvolvimento é acelerar a transformação do padrão de desenvolvimento e promover o estratégico ajustamento da estrutura económica” (...) – idem

ac

WEN JIABAO ABRIU SESSÃO ANUAL DA ASSEMBLEIA NACIONAL POPULAR

Pequim reduz metas e revê paradigma ec O Produto Interno Bruto da China deverá crescer 7,5% em 2012, o que representa o valor mais baixo dos últimos sete anos. A estimativa foi adiantada pelo PrimeiroMinistro chinês durante a abertura da sessão anual da Assembleia Nacional Popular. Wen Jiabao reconheceu que o actual modelo de desenvolvimento económico é “desequilibrado, descoordenado e insustentável” e anunciou o lançamento de “uma nova fase na abertura” da economia chinesa ao mundo

O

parlamento chinês abriu ontem a sua sessão anual com o anúncio de uma meta de crescimento económico inferior ao dos últimos anos e a disposição de “acelerar a mudança do padrão de desenvolvimento” do país. O “foco” da política económica do Governo chinês em 2012 será “aumentar o consumo interno”, opção “essencial para assegurar o duradouro, firme e robusto desenvolvimento da China”, disse o Primeiro-Ministro, Wen Jiabao, na abertura da Assembleia Nacional Popular, cerimónia que também contou com a presença do Chefe do Executivo da RAEM, Chui Sai On. Para 2012, o Governo chinês apontou como meta de crescimento do PIB (Produto Interno Bruto) 7,5 por cento, menos 1,7 pontos percentuais do que a económica chinesa cresceu em 2012. Aquele índice de crescimento é também o mais baixo preconizado nos últimos sete anos e representa um abrandamento de 2,4 pontos percentuais em relação à média anual registada no país desde o início da política de “Reforma Económica e Abertura ao Exterior”, no final da década de 1970. Wen Jiabao afirmou que a economia chinesa “está a encontrar novos problemas”, causados em parte pela “volátil” conjuntura internacional, mas considerou que, “no conjunto, a situação é favorável ao desenvolvimento

Dados anuncia

pacífico da China”. Entre “os novos problemas”, o líder do Governo destacou “a pressão sobre o crescimento económico”, que em 2011 abrandou para 9,2 por cento (menos 1,2 pontos percentuais que em 2010), e o nível

Aumentar o poder militar para “vencer guerras locais” Wen Jiabao defendeu ontem o aumento do poder militar da China para “vencer guerras locais”. “Aumentaremos a capacidade das forças armadas para cumprir um vasto leque de tarefas militares, a mais importante das quais é vencer guerras locais na Era da informação”, disse, no relatório apresentado à Assembleia Nacional Popular. O anúncio ocorreu um dia depois de o porta-voz da Assembleia ter revelado que o orçamento da China para a Defesa aumentará 11,2 por cento em 2012, menos 1,5 pontos percentuais que em 2011. “Uma forte defesa nacional e poderosas forças armadas são uma firme garantia para salvaguardar os interesses da soberania, segurança e desenvolvimento da China”, assinalou o Primeiro-Ministro chinês. Pequim tem um aceso contencioso com o vizinho Vietname acerca das ilhas Spratly, um arquipélago do Mar do Sul da China potencialmente rico em petróleo e gás natural e cuja soberania é reivindicada também pelas Filipinas, Malásia e Brunei. A soberania sobre as ilhas Diaoyu (ou Senkaku, em japonês) - um arquipélago também desabitado, entre a China e o Japão, reclamado pelos governos dos dois países - é outra fonte de tensão na Ásia Oriental.

dos preços, que “continua alto”. Além disso, “algumas indústrias estão afectadas por excesso de capacidade de produção”, referiu o PrimeiroMinistro chinês, advertindo ainda que o “consumo total de energia está a crescer demasiadamente depressa”. “Estamos ainda num importante período de oportunidades estratégicas para o desenvolvimento da China e há condições favoráveis para mantermos um firme e robusto desenvolvimento económico durante um longo período”, disse. MODELO “DESIQUILIBRADO” E “INSUSTENTÁVEL”. No relatório de 30 páginas, Wen Jiabao anunciou “uma nova fase na abertura económica” da China, considerando “desequilibrado, descoordenado e insustentável” o actual modelo de desenvolvimento do país. “A chave para resolver os problemas do desequilibrado, descoordenado e insustentável desenvolvimento é acelerar a transformação do padrão de desenvolvimento e promover o estratégico ajustamento da estru-

Chefe do Executivo presidiu a uma recepção oferecida aos deputados e membros de Macau na APN e CCPPC pág 10

Chui Sai O

terça-feira, 06 de m


ctual

(...) “A China entrou numa nova (do processo) de abertura em que a posição e o papel das importações e das exportações, assim como do investimento nos dois sentidos, mudaram profundamente” (...) – Wen Jiabao

À margem

conómico

ados por Wen Jiabao apontam para uma subida do PIB de 7,5% em 2012

tura económica”, disse o dirigente chinês. “Isto é, simultaneamente, uma tarefa de longo prazo e a nossa mais urgente tarefa actual”, acrescentou.

O Governo chinês pretende “continuar a alargar a procura interna” e “encorajar o consumo”, mantendo a procura externa “estável”, mas, aparentemente, já não encara o comércio externo, sobretudo as exportações, como o principal motor do crescimento económico do país. No conjunto, o comércio externo da China aumentou 22,5 por cento em 2011, para 3,64 biliões de dólares, com as importações a crescerem mais 4,6 pontos percentuais que as exportações. “A China entrou numa nova (do processo) de abertura em que a posição e o papel das importações e das exportações, assim como do investimento nos dois sentidos, mudaram profundamente”, assinala o relatório que Wen Jiabao leu durante cerca de hora e meia no Grande Palácio do Povo. O Primeiro-Ministro apelou a “novas maneiras de pensar” para “mudar o modo de crescimento económico externo e abrir ainda mais a economia chinesa”. Por outro lado, prometeu “aliviar as restrições” ao investimento privado fora da China, “promover a reforma das grandes instituições financeiras estatais” e “poupar energia, melhorar a eficiência energética e reduzir a poluição”. “Mostraremos ao mundo que a China nunca procurará alcançar o crescimento económico à custa do seu ambiente ecológico e da saúde pública”, disse. O relatório do Governo chinês alerta também que “a economia global e os padrões políticos estão a atravessar profundas mudanças”. “Internacionalmente, o caminho para a recuperação económica global será tortuoso, a crise financeira global está ainda em evolução e alguns países terão dificuldade em aliviar rapidamente a crise da dívida soberana”, diz o documento. Além do relatório do Governo, a Assembleia Nacional Popular aprovará o orçamento de Estado para 2012, uma “extensa” revisão do Código do Processo Penal, o plano anual de Desenvolvimento Económico-social e os relatórios do Supremo Tribunal e da Procuradoriageral. JTM/Lusa

Garantido apoio à economia e democratização nas RAE’s Hong Kong e Macau tiveram direito a uma página do relatório apresentado por Wen Jiabao, tendo Pequim reiterado o apoio ao desenvolvimento das duas regiões, nas diversas vertentes. No seu discurso, o PrimeiroMinistro assegurou que o Governo Central continuará a apoiar Hong Kong e Macau por forma a que as duas regiões desenvolvam as suas economias e melhorem a qualidade da vida, bem como os respectivos “processos de democratização”. Objectivos como a afirmação de Macau como Centro Mundial de Turismo e Lazer, a diversificação adequada da economia e a exploração da Ilha da Montanha foram outros aspectos enaltecidos por Wen Jiabao. Na perspectiva dos deputados de Macau à Assembleia Popular Nacional, é positiva a manutenção dos planos de Pequim sobre o desenvolvimento económico de Macau. Citado pelo Canal Macau, Ambrose So disse mesmo que o plano deve ser repetido várias vezes até que haja progressos na sua implementação, algo que, na sua opinião, ainda não se verificou. Por sua vez, Paula Ling considerou que o relatório de Pequim foi “muito completo e que focou todos os aspectos” que mais preocupam a população. Paula Ling disse ainda que, seguindo os planos do Governo Central, “vamos conseguir fazer muitas coisas”.

On com o secretário do comité de Guangdong do PCC, Wang Yang

março de 2012 jornal tribuna de macau

(...) “Mostraremos ao mundo que a China nunca procurará alcançar o crescimento económico à custa do seu ambiente ecológico e da saúde pública” (...) – idem

Revisão do PIB chinês “derruba” bolsas mundiais As bolsas da Ásia, Europa e EUA reagiram ontem negativamente à revisão em baixa das estimativas de crescimento do PIB da China. Na Ásia, os índices bolsistas sofreram quedas em todas as praças financeiras, incluindo Tóquio (-0,8%), Hong Kong (-1,38%), Taiwan (-1,35%) e Xangai (-0,64%). Os receios dos investidores estenderam-se aos EUA, com o índice Dow Jones a recuar 0,17% e o tecnológico Nasdaq a perder 0,20% pouco depois da abertura. Na Europa, o panorama cinzento também as principais praças, nomeadamente Paris, Londres e Frankfurt.

Reforço do orçamento militar preocupa Taipé e Tóquio O Ministério da Defesa deTaiwan considerou ontem que o aumento do orçamento militar da China é uma ameaça para a região, enquanto que o Governo japonês pediu “transparência” nas políticas de defesa de Pequim. No domingo, a China anunciou que o orçamento para o sector militar vai aumentar, em 2012, para 11,2 por cento, para um total de 670 mil milhões de yuan. Apesar do crescimento previsto no investimento reduzir um pouco em comparação com os 12,7 por cento de 2011, Taiwan continua a admitir a preocupação com o reforço militar da República Popular da China.

Reforçado fundo soberano para comprar activos na UE A China injectou mais 30 mil milhões de dólares (22,7 mil milhões de euros) no seu fundo soberano para “comprar activos” na Europa, revelou um responsável da China Investment Corporation (CIC). A injecção ocorreu no final de 2011, proporcionando à CIC “nova liquidez para investir no estrangeiro”, sobretudo “nos endividados países europeus” cuja crise “levou à venda de muitos activos financeiros”, noticia o China Daily. “Quando a economia está boa, os países desenvolvidos preferem anexar algumas etiquetas políticas ao investimento proposto pela China. Mas quando a economia está doente, essas restrições são menores”, disse àquele jornal Wang Jianxi, vicediretor-geral da CIC. A CIC foi criada em 2007, com um fundo de 200 mil milhões de dólares, para “diversificar” a aplicação das elevadas reservas cambiais chinesas.

Chui Sai On faz contactos regionais e nacionais No âmbito da deslocação a Pequim, para assistir à abertura da Assembleia Nacional Popular (ANP), o Chefe do Executivo da RAEM aproveitou ontem para fazer uma primeira ronda de reuniões que inclui contactos a nível nacional e regional, sendo que neste caso voltará a ser dada ênfase à cooperação com Guangdong. Ontem, Chui Sai On encontrou-se com o secretário do Comité de Guangdong do PCC, Wang Yang, e com o governador da província, Zhu Xiaodan, tendo abordado a exploração da Ilha da Montanha, incluindo a activação do Parque Industrial da Medicina Tradicional Chinesa, a construção do novo campus da Universidade de Macau e de equipamentos fronteiriços, bem como o estabelecimento de infra-estruturas de trânsito transfronteiriço para a ponte Hong Kong, Zhuhai e Macau. O desenvolvimento da ilha de Nansha também foi discutido, particularmente no que diz respeito ao turismo, podendo Guangdong, Hong Kong e Macau viabilizar viagens individuais em barcos de recreio.

ANP junta 3.000 delegados e centenas de diplomatas Cerca de 3.000 delegados participam na sessão anual da Assembleia Nacional Popular chinesa, que decorrerá durante dez dias no Grande Palácio do Povo, em Pequim. Mais de três mil jornalistas, centenas dos quais estrangeiros, estão acreditados para a cobertura da reunião. Entre a assistência que enche o maior anfiteatro do Grande Palácio do Povo, estão também os cerca de 2.200 delegados da Conferência Política Consultiva do Povo Chinês e centenas de diplomatas.

pág 11


volta ao MUND

actual

KOFI ANNAN VAI A DAMASCO A 10 DE MARÇO. O enviado especial da ONU e da Liga Árabe para a Síria, Kofi Annan, vai deslocar-se a Damasco a 10 de Março, anunciou ontem o secretário-geral da Liga Árabe, Nabil al-Arabi.

PORTUGAL Dívida de 260 mil euros levou fabricante de compressas a suspender o fornecimento ao Hospital Garcia de Orta. As cirurgias só não pararam porque o Hospital Amadora-Sintra dispensou algumas caixas. O responsável pela empresa que produz e fornece este tipo de material garante que, em Portugal, dentro dos hospitais com problemas financeiros, o Garcia de Orta é o caso mais delicado. Porém, ao DN, a administração do hospital de Almada desvaloriza e avança que “estas situações podem acontecer por motivos que nada têm que ver com questões financeiras”.

ÍNDIA Um forte sismo foi registado em Nova Deli, causando pânico entre os residentes da capital indiana, que saíram à rua após sentirem os edifícios baloiçar. Não há para já informações sobre a magnitude do sismo nem sobre o registo de eventuais vítimas ou danos materiais na cidade com 16,7 milhões de habitantes.

TAILÂNDIA

O ex-primeiro-ministro tailandês no exílio Thaksin Shinawatra defende um projecto de reforma da Constituição preparado pelos seus aliados políticos, mas nega que este pretende permitir o seu regresso ao país. “Disponho dos meus próprios meios para regressar sem ser necessário reescrever a Constituição a meu favor”, declarou o antigo magnata das telecomunicações em entrevista ao diário em língua inglesa “Bangkok Post”, ontem publicada.

COREIA DO SUL

As reservas de divisas estrangeiras da Coreia do Sul alcançaram em Fevereiro um recorde de 315.800 milhões de dólares, acima do anterior máximo de 312.290 milhões de dólares registados em Agosto de 2011, informou ontem o Banco da Coreia. As reservas da Coreia do Sul registaram em Fevereiro face ao mês anterior um aumento de 4.460 milhões de dólares perante a valorização do euro e da libra esterlina, que aumentaram o valor de conversão de activos estrangeiros, explica um comunicado do Banco da Coreia.

JAPÃO

O Japão colocou à venda uma nova série de títulos especiais para a reconstrução das zonas devastadas pelo sismo e tsunami dirigidos a pequenos investidores, esperando angariar cerca de 1,5 biliões de ienes. Os compradores destes títulos, que se podem adquirir por um mínimo de 10 mil ienes (93 euros) em instituições financeiras ou pela Internet, receberão juros de 0,05 por cento nos primeiros três anos.

CHINA

Duas tibetanas, uma mulher de 32 anos e uma estudante da escola secundária, ter-se-ão imolado pelo fogo no fim-de-semana em protesto contra a dominação chinesa do Tibete, informou ontem a estação norte-americana Radio Free Asia. A estudante ter-se-á imolado pelo fogo no sábado num mercado de vegetais na província de Gansu, acabando por morrer no local, de acordo com o relato, que não avançou o nome nem a idade da jovem.

TIMOR-LESTE

Quase tudo a postos para as presidenciais Nos corredores do Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) de Timor-Leste todos andam em velocidade máxima para ultimar os preparativos para as presidenciais de 17 de Março, as terceiras do país, mas os responsáveis garantem que está quase tudo pronto ISABEL MARISA SERAFIM

N

os corredores do edifício, em Díli, o material eleitoral e de sensibilização cívica é distribuído por debaixo de cada papel, colocado na parede, a indicar o nome de cada distrito para onde será enviado. Numa sala, improvisada e isolada por biombos, dá-se formação, enquanto do outro lado se testa o equipamento informático que vai permitir transmitir o apuramento dos resultados de cada um dos 13 candidatos por cada distrito do país. A difusão dos resultados em directo, através de ecrãs plasma nos 13 distritos do país, é uma novidade das eleições presidenciais de 2012, garantida pelo apoio do governo japonês e da Timor Telecom. “Os resultados provisórios já se podem ter a partir dos ecrãs distribuídos pelos 13 distritos, que são controlados aqui na sede

nacional”, disse o director-geral do STAE, Tomás Cabral. Num outro canto, um grupo de jovens corta, cola, plastifica e agrupa as acreditações de observadores eleitorais e jornalistas. Os últimos números do STAE referem que já foram credenciados mais de 400 observadores eleitorais, nacionais e estrangeiros, e quase 200 jornalistas, 178 dos quais timorenses. Na sala da logística, analisam-se pormenores para a distribuição do material eleitoral. “8500 são os timorenses que estão a trabalhar no terreno contratados temporariamente para estas eleições. Temos também [pessoas] da missão da ONU”, disse à agência Lusa o directorgeral do STAE, Tomás Cabral. A ONU anunciou esta semana que tem destacado para apoio ao processo eleitoral timorense cerca de 170 pessoas. Segundo Tomás Cabral, 90 por cento do processo está pronto. O único problema são as condições das estradas, lamentou o responsável. “As condições das estradas estão difíceis porque está a chover o dia todo em Suai, Viqueque, Manatuto, Lautem, Oecussi, Ainaro e Ermera”, disse. O problema pode ser ultrapassado, em parte, devido ao apoio da ONU que pôs helicópteros à disposição do STAE para a distribuição e recolha do material eleitoral mais sensível. *Jornalista da Agência Lusa

EUA

Mitt Romney já lidera preferências dos republicanos O candidato republicano às presidenciais americanas Mitt Romney lidera as preferências do seu partido, incluindo da fação mais conservadora, mas se as eleições fossem hoje perderia a favor de Obama, revela uma sondagem

D

e acordo com os resultados da sondagem realizada pela NBC News e Wall Street Journal, o antigo governador do estado do Massachusetts conta com o apoio de 38 por cento dos prováveis eleitores republicanos das primárias, mais 10 pontos percentuais do que em Janeiro. O rival mais próximo, o antigo senador da Pensilvânia Rick Santorum, reúne o apoio de 32 por cento dos republicanos, seguindo-se o antigo porta-voz da Câmara de Representantes Newt Gingrich e o congressista do Texas Ron Paul, em terceiro lugar, com 13 por cento. O apoio a Gingrich

caiu 24 pontos percentuais desde Janeiro. Romney também parece estar a ganhar apoio entre os segmentos do seu partido que até agora tinham sido relutantes em o apoiar. O apoio a Romney por parte dos membros do Tea Party subiu para 35 por cento face aos 21 por cento que registava em Janeiro, de acordo com a sondagem, e entre os republicanos que se apelidam de “muito conservadores” quase duplicou para 32 por cento. Mas a sondagem também revela que quase 40 por cento dos americanos têm uma imagem negativa de Romney face a 28 por cento que têm uma imagem positiva do

pág 12 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau

candidato republicano. Em Março de 1996, as sondagens indicavam que o antigo senador Bob Dole, que venceu as primárias republicanas, tinha uma imagem negativa entre os americanos, tendo acabado por ser derrotado por Bill Clinton em Novembro do mesmo ano. Se as presidenciais americanas fossem hoje, Romney perderia para Obama 44 a 50 por cento, revela a sondagem da NBC News e Wall Street Journal. Obama também venceria Gingrich com uma vantagem entre os 54 e os 37 por cento, Santorum com 53 a 39 por cento e Ron Paul com 50 a 42%.


CHINÊS DESCARREGA APLICAÇÃO Nº 25 MIL MILHÕES. Um cidadão residente em Qingdao, na China, fez o download nº 25 mil milhões das aplicações disponibilizada pela Apple e vai receber um chequeoferta de 10 mil dólares para gastar no iTunes.

actual

ANDAM “A BRINCAR” COM O ENSINO. “Saiu uma portari, segundo a qual os professores são obrigados a aplicar o novo Acordo Ortográfico a partir de 2011/12, e agora com que cara vão dizer aos alunos que cada um escreve como entende?”, questionou a presidente da Associação de Professores de Português (APP).

PORTUGAL

Disparam candidatos a exame de língua inglesa British Council registou aumento de 40% em certificação exigida por muitas universidades e empresas internacionais. Vontade de estudar e trabalhar fora do País na origem dos pedidos PATRÍCIA JESUS

O

número de candidatos ao exame do British Council para certificar os conhecimentos de inglês, importante para quem quer arranjar um emprego no estrangeiro , subiu 40% no último ano. Maria João é uma das muitas responsáveis por esse aumento: ficou sem emprego no início do ano e resolveu emigrar para Inglaterra. Não foi preciso muito tempo para perceber que q u a l q u e r universidade e muitas empresas pedem um certificado que garanta a fluência em inglês. E um dos mais aceites, sobretudo para Inglaterra, é o IELTS, o teste do British Council (BC). No BC não adiantam mais dados, “devido a sigilo comercial”, mas Maria João conta a sua experiência. “Aconselharam-me a não perder muito tempo a inscreverme porque as vagas para os exames estão a esgotar muito rapidamente. Muita gente a querer sair do País, foi a justificação que me deram”, diz a licenciada em Filosofia, de 29 anos. E não é uma decisão que se tome de ânimo leve, já que fazer o teste custa quase 200 euros. O outro exame mais comum é o TOEFL, que em Portugal pode ser feito em Lisboa e em Coimbra, e custa aproximadamente o mes-

mo – mais popular quando o destino é os EUA. Maria João apenas pode contar com o que aprendeu na escolaridade obrigatória, já que não fez qualquer outro curso. Nas escolas públicas, o inglês continua a ser a língua mais ensinadas: no ano lectivo 2008/ 09 tinha mais de 753 mil alunos, bem à frente do francês, com menos de 300 mil. Mas a que teve maior progressão foi sem dúvida o espanhol, que em quatro anos passou de 7000 para 60 mil alunos. As mesmas línguas são as mais procuradas fora da escola, no Instituto de Línguas da Universidade Nova de Lisboa (ILNOVA). “Temos actualmente uma média de 750 inscrições por semestre”, explica Carlos Ceia, director do ILNOVA. Cerca de 80% estão concentradas em oito cursos. O Inglês é o mais procurado, com 160 inscritos, seguido do espanhol (100) e do alemão. Aliás, esta última foi a que registou o maior aumento. “A evolução mais significativa é a da procura de alemão, que neste ano lectivo quadruplicou. As restantes línguas sempre estiveram neste ranking”, diz Carlos Ceia. Um top que fica completo com o Árabe e o Mandarim. São línguas de trabalho, escolhidas para aumentar as oportunidades no mercado de trabalho global, que é cada vez mais o destino dos desempregados portugueses. O Instituto de Emprego avançou esta semana que o número de licenciados que anulou a inscrição nos centros de emprego para emigrar subiu 49,5% entre 2009 e 2011, atingindo um total de 1893 pessoas.

Maria João também pensou em anular a inscrição mas descobriu que pode manter o subsídio de desemprego. “Está previsto na legislação comunitária que podemos procurar emprego noutro estado membro e manter os subsídio durante três meses. Temos de nos apresentar no centro de emprego do país para onde vamos”, explica. JTM/DN

O mandarim já não é chinês para os portugueses Portugueses não são indiferentes à importância das empresas chinesas na economia. Ensino do mandarim mais procurado

M

aria Alves começou este ano a aprender mandarim. “Tendo em conta a conjuntura económica do País a emigração é uma opção e a China é uma hipótese”, admite e arquiteCta de 36 anos, que quis acrescentar outra língua estrangeira ao inglês, francês e espanhol. É uma das 15 alunas do curso de chinês básico da Universidade Lusíada, em Lisboa, que começou em Fevereiro. Manuel Martins Lopes é o grande dinamizador destes cursos, desde 1997. O primeiro foi dedicado a 44 alunos que iam visitar a China na viagem de finalistas. Mas depois foi mais complicado. “Não existiam candidatos, até

para assumir os compromissos” de cooperação com universidades chinesas. Este ano conseguiram arranjar os 15 alunos necessários para avançar em menos de um mês. “A tendência é para haver cada vez mais procura. A influência dos capitais chineses na nossa economia é notória para todos e os alunos não ficam indiferentes”, conclui o especialista em Relações Internacionais da Ásia. Por isso, além dos alunos da faculdade, já tiveram “estudantes do secundário e até um juiz”. No caso do mandarim o objectivo nem sempre é partir, já que muitos acham que pode ser uma mais valia mesmo para trabalhar em Portugal.

No Instituto de Línguas da Universidade Nova de Lisboa, que oferece cursos de Mandarim Prático e Empresarial, há mais de 60 alunos por semestre. Apesar de a língua ser complicada de aprender, até porque se baseia num sistema completamente diferente - “daí que os portugueses usem a expressão ‘isto para mim é chinês’ quando são colocados perante algo incompreensível” – o professor garante que não é inacessível. “Exige algum tempo, alguma dedicação, mas é possível”. Para Maria, o desenho dos caracteres é facilitado pela profissão. “Como arquitecta gosto de desenhar e acho imensa piada.

Mas é complicado porque não estamos habituados. Podemos dizer a mesma coisa com tons diferentes e torna-se algo completamente diferente”, explica. Mas gosta do desafio e assegura que, por outro lado, é muito fácil porque não tem gramática. Quanto à importância de aprender mandarim para fazer negócios, Martins Lopes, que passou dois anos a estudar na maior universidade chinesa, em Pequim, considera que não é fundamental. “Os chineses são muito pragmáticos e se a sua língua não é acessível não deixam que isso os prejudique.” JTM/DN

Mais de metade dos tribunais sem magistrados Nas 46 comarcas que vão ser extintas maioria não tem juízes e procuradores em exclusivo. Há casos de tribunais com pouco mais de 100 processos/ano LICÍNIO LIMA

A

maioria dos tribunais previsto encerrar com a reforma do mapa judiciário já estão a funcionar sem magistrados a tempo inteiro. Alguns, inclusive, só têm direito a juiz um dia por semana, mantendo diariamente um jurista não magistrado a desempenhar as competências do Ministério Público (MP), apurou o DN. De acordo com a proposta do Ministério da Justiça (MJ), a reforma do mapa judiciário prevê o encerramento de 46 tribunais e de um juízo. Embora o assunto permaneça em debate público, já vários autarcas protestaram contra a medida argumentando, sobretudo, com a distância a que as populações vão ficar sujeitas no acesso à justiça. Mas, segundo o levantamento feito pelo DN, mais de metade daqueles tribunais já nem sequer funcionam a tempo inteiro. Por exemplo, o tribunal de Alfandega

da Fé, no distrito de Bragança, que é um tribunal de primeiro acesso, para além de já não dispor de lugar de secretário de justiça, funciona apenas com um escrivão adjunto, um escrivão auxiliar e um técnico de justiça adjunto. O juiz vai ali uma vez por semana e as funções do procurador são desempenhadas a tempo inteiro por um substituto, um jurista não magistrado. Em média, o tribunal movimenta por ano cerca de 160 processos. Também com apenas três funcionários judiciais está o Tribunal de Oleiros, distrito de Castelo Branco. O juiz e o procurador estão colocados no Tribunal da Sertã e deslocam-se ali apenas uma vez por semana. O movimento ronda os 130 processos por ano. Ao que o DN apurou, entre os 47 tribunais previstos encerrar, pelo menos 24 já se encontram num ritmo de funcionamento parcial, mantendo um reduzido número de pessoal e de processos. A sua extinção será inevitável. Mas, a ministra da Justiça, Paula Teixeira da Cruz, já admitiu que a sua proposta pode “ter falhas”. Como tal, mostrou-se disponível para ouvir os autarcas no sentido de serem introduzidas eventuais alterações. “Cada município, a partir de Março, vai ser convocado pelo ministério e trará as objecções que entender em relação ao seu caso concreto. No final, far-se-á uma reunião global

e depois tomará decisões quem tem essa responsabilidade”, explicou o presidente da Associação Nacional de Municípios Portugueses ( ANMP), Fernando Ruas, depois de uma reunião com a governante. As audiências com os autarcas terminam a 15 de Março. A proposta definitiva sobre a reorganização dos tribunais deverá estar pronta a 31 de Julho para que entre em vigor em 2013. Os ‘ timings’ estão fixados num despacho da ministra que prevê, também, a criação de um grupo de trabalho para preparar e coordenar todo o processo. DIVISÃO DE BASE DISTRITAL. O projecto prevê reduzir a 20 as 231 comarcas existentes em Portugal. A divisão territorial terá uma base distrital, 18 no continente e uma em cada um dos arquipélagos. Esta proposta anula a reforma do mapa judiciário apresentada pelo PS e que, inclusive, chegou a ser aprovada na Assembleia da República (Lei n. º 52/ 2008, de 28 de Agosto). A organização judiciária socialista previa, nomeadamente, que as 231 comarcas fossem reduzidas a 39, com a matriz territorial assente nas NUT (nomenclatura de Unidade territorial criada para fins estatísticos). Mas, nem sequer chegou a ser implementada, excepto em três comarcas piloto: Alentejo Litoral, Baixo Vouga e Grande Lisboa-Noroeste. JTM/DN jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 13


200 MIL EUROS POR MÊS ATÉ TER CLUBE. A rescisão de Villas-Boas vai custar 200 mil euros por mês ao Chelsea. Abramovich irá continuar a pagar o ordenado do português, que recebia 2, 4 milhões de euros por época, até encontrar um novo clube para treinar.

remates na raem

Análise de Pedro Maia*

“Campeonato ficou relançado” (...) “O empate do Kuan Tai com o Ka I para mim não foi surpreendente, já tinha roubado pontos aos outros candidatos. O Ka I tem vindo a perder algum gás e o Benfica conseguiu encurtar a distância para o primeiro lugar. A equipa tem vindo a subir, o relvado no estádio de Macau também está bom, o que ajuda o futebol do Benfica que está mais ambientado a este tipo de terreno. Venceram os Sub23 por 2-0 e o resultado só não foi mais volumoso porque não calhou” (...) (...) “O FC Porto teve o pássaro na mão mas deixou-o fugir. Mesmo assim o Porto tem vindo a subir de rendimento, acho que está mais forte e vai subir, talvez para os cinco primeiros da tabela. O Lam Pak tem vindo a perder algum fulgor” (...) (...) “Esperava mais do Monte Carlo. Têm um bom treinador e uma equipa de qualidade, mas tem desperdiçado muitos pontos. Acho que não está ao nível do Benfica e do Ka I. O Benfica perdeu muitos pontos no início mas recuperou. O Ka I aproveitou bem o início do campeonato e fez muitos pontos, mas acho que está tudo em aberto e o campeonato ficou relançado nesta jornada “ (...) (...) “Não acredito que o Kuan Tai venha a entrar na luta pelo título mas é uma equipa séria com jogadores de qualidade e têm roubado pontos aos da frente” (...) (...) “A Associação de Futebol de Macau deveria intervir mais para bem da verdade desportiva. O Hong Ngai jogou frente ao Monte Carlo com oito jogadores e aos 20 minutos já perdia por 8-0, depois acho que simularam uma lesão de um jogador. Já na jornada frente ao Lam Ieng não tinham equipamento, tiveram que pedir emprestado... mais um episódio do futebol de Macau” (...) * Jornalista da TDM

desporto

RORY MCILROY É O NOVO LÍDER MUNDIAL DE GOLF. O norte-irlandês Rory McIlroy assumiu domingo a liderança do “ranking” mundial de golfe, depois de vencer o torneio de Palm Beach Gardens, na Florida.

Laura Luís, a ‘ Ronalda’ da selecção nacional feminina É madeirense, começou no Andorinha, está no estrangeiro, representa a selecção nacional e marca golos. Cristiano Ronaldo? Não! Laura Luís. É este o nome de guerra da jovem a quem, pelas razões mais do que óbvias, chamam “Ronalda” HÉLIO NASCIMENTO

U

ma jovem que “adoraria conhecer” o craque do Real Madrid e que em Agosto passado rumou ao Texas, para estudar e representar a Universidade de Brownsville, que participa na liga universitária norte-americana. Natural do Funchal, começou por jogar futebol de sete com rapazes e aos nove anos já era atleta federada. “Estive no Andorinha, o clube onde o Cristiano Ronaldo deu os primeiros chutos, e é por isso, e também por ser da Madeira, que às vezes, na brincadeira, me chamam Ronalda. O pai dele chegou a ser o meu técnico de equipamentos e lembrome que falava muito com o senhor. E torcia para que o Ronaldo tivesse o maior sucesso possível”, conta Laura Luís, um pouco envergonhada por revelar segredos da meninice… e outros, bem actuais. “Adoraria conhecer o Ronaldo! Ainda não tive oportunidade para isso mas certamente que vou ter. Para mim, claro, é o melhor jogador do mundo”, diz a ponta- de-lança. Laura trocou depois o Andorinha pelo Marítimo, onde actuou cinco temporadas, começando a dar (mais) nas vistas e a justificar a chamada à selecção nacional, tal como sucede agora, no Mundialito de futebol feminino, a decorrer no Algarve, em que é aposta firme do seleccionador António Violante. A aventura nos Estados Unidos coroou essa ascensão no mundo da bola, através de contactos de Mónica Jorge,

O estilo de Laura Luís, de fazer inveja a muitos futebolistas

hoje vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e dos vídeos que agradaram sobremaneira no Texas. “Ao princípio foi muito difícil. Saí da ilha para tão longe e tive imensas saudades da família e amigos. O futebol tem corrido bem, é verdade”, confessa, revelando que a adaptação foi sendo conseguida graças, também, à presença de outra jogadora portuguesa, Mónica Mendes. Só que, ainda por cima, Laura não dominava o idioma de Shakespeare. “A barreira da língua foi outro obstáculo”, ultrapassado aos poucos com o curso entretanto feito e indispensável para os seus estudos. Laura quer tirar a licenciatura em

Desporto e aproveita a bolsa que ganhou para juntar o útil (o curso) ao agradável (o futebol). Apenas isso, porque em Brownsvilee – cidade perto da fronteira com o México – nada recebe pelo facto de ser jogadora. “Uma equipa da Califórnia já me contactou a propósito de um projecto que está a lançar. Vamos ver e pensar. As viagens para os Estados Unidos são muito caras”, justifica a jovem madeirense, de 19 anos, ciente de que o futuro, no caso dela, pode esperar um bocadinho… O que não pode esperar é o desejo de conhecer Ronaldo, tais são as semelhanças no percurso entre Laura e Cristiano. JTM/DN

Equipa de Jaime Pacheco na Liga dos Campeões Asiáticos A equipa chinesa orientada pelo técnico português Jaime Pacheco, Beijing GuoAn, estreia-se hoje na Liga dos Campeões Asiáticos, frente aos sul-coreanos do Ulsan Hyundai Horang-I, no primeiro jogo oficial da temporada

V

inte e oito equipas de dez países, da Arábia Saudita à Austrália, disputam o título, detido actualmente pelo Al-Saad, do Qatar. Na fase de grupos, a equipa de Jaime Pacheco vai também defrontar o Brisbane Roar, da Austrália, e o F.C.Tokyo, do Japão. Além do Beijing GuoAn, que na época passada ficou em segundo lugar na super liga chinesa, duas outras equipas da China participam na competição: o campeão nacional (Guangzhou Evergrand) e o vencedor da taça (Tianjin). É a segunda temporada de Jaime Pacheco na China, onde em 2011 foi considerado

pág 14 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau

o “treinador do ano”. O início da Liga dos Campeões Asiáticos ocorre quatro dias antes da abertura da super-liga chinesa, disputada por 16 equipas.

No primeiro jogo, marcado para o próximo sábado, o Beijing GuoAn receberá o Guangzhou R&F, que ascendeu este ano à divisão principal do futebol chinês.

A profissionalização do futebol na China começou há apenas cerca de vinte anos, depois de o Partido Comunista Chinês se ter convertido à “economia de mercado socialista”. Até agora, a selecção chinesa só conseguiu qualificarse uma vez para a fase final de um Mundial - em 2002, na Coreia do Sul -, mas na altura perdeu os três jogos que disputou e não marcou um único golo. No Verão passado, a China contratou o técnico espanhol José António Camacho para orientar a sua selecção, mas voltou a falhar a qualificação para o Mundial. JTM/DN


Pepe associado ao PSG. Segundo o jornal A Bola, o PSG pretende apresentar uma proposta de 25 milhões de euros ao Real Madrid pelo passe de Pepe, sendo que por 30 milhões o clube espanhol poderia aceitar uma negociação.

desporto

Ramires renovou com o Chelsea por cinco épocas. O médio brasileiro Ramires renovou ontem contrato como Chelsea por cinco anos, anunciou o clube da primeira liga inglesa de futebol. O internacional brasileiro, que se transferiu do Benfica para o clube de Londres na época passada, tem dez golos marcados em 71 jogos realizados.

LIGA DOS CAMPEÕES

Benfica com tarefa “histórica” O Benfica pode conseguir terça-feira a terceira presença entre os oito melhores da Europa na era “Champions”, mas enfrenta o Zenit na pior fase de uma temporada que “virou” precisamente com o desaire em São Petersburgo

H

á apenas três semanas, o “onze” de Jorge Jesus chegou à Rússia imaculado, com um percurso quase perfeito em todas as frentes e uma equipa que começava a adicionar “nota artística” ao pragmatismo ostentado desde o primeiro dia. Tudo corria de feição aos “encarnados”, invictos e líderes isolados da Liga, cinco pontos à frente do campeão FC Porto, e apenas com um verdadeiro revés em toda e temporada, o desaire no reduto do Marítimo, para a Taça de Portugal. A equipa da Luz parecia mesmo capaz de superar 2009/2010, mas, de repetente, tudo mudou e o jogo de terça-feira com o Zenit transformou-se numa final que os “encarnados” estão obrigados de vencer para “resgatar” a temporada. A história está um pequeno passo, a um mísero triunfo por 1-0 ou 2-1, mas esse objectivo parece, agora, bem difícil de alcançar, tal o estado em que se transformou a equipa, após pouco mais de 20 dias de pesadelo. O que parecia um conjunto inexpugnável virou uma equipa incapaz de ganhar, composta por jogadores fora de forma, técnica e física: bastaram quatro jogos

de frustração, sem um único triunfo. O desaire por 3-2 na Rússia, consentido com um golo aos 88 minutos, depois de, aos 87, Óscar Cardoso ter restabelecido a igualdade, parecia um mal menor, mas a verdade é que a equipa entrou, depois, numa espiral negativa. Seguiram-se os dois primeiros jogos da época sem golos, incluindo o primeiro desaire na Liga (0-1 em Guimarães) e um “nulo” em Coimbra, e um frustrante desaire caseiro por 3-2 com o FC Porto, vencedor perto do fim com um golo irregular. Os cinco pontos de vantagem no campeonato, que provisoriamente chegaram a ser oito, transformaram-se, com o desaire de sexta-feira, em 3,5 de atraso, face à desvantagem no confronto directo (2-2 no Dragão). O resultado de sexta-feira deixa o Benfica muito longe do título, mas, pior, o jogo mostrou enormes problemas, como o débil estado físico de Garay, Javi Garcia, Witsel ou Rodrigo, um Gaitan “sem” desequilíbrios e até falhas de Artur, sem esquecer o caso de Aimar, que vai falhar o Zenit por castigo.

Depois, há ainda o maior problema que a equipa tem enfrentado todo a época: o lateral esquerdo Emerson tem sido habitualmente o “elo mais

fraco”, mas Jorge Jesus parece apostado em levar a sua “teimosia” até ao fim. Com todos estes problemas, o Benfica surge, naturalmente, fragilizado para a segunda “mão”, sendo que nem tudo é mau, pois há sempre a raça de Maxi Pereira, a segurança de Luisão, a espontaneidade de Nolito e, claro, os golos de Cardozo. Se os lisboetas estão em baixa, o Zenit chega líder isolado da Liga russa, depois do empate no reduto do CSKA de Moscovo, sábado, no primeiro jogo da prova após a pausa invernal, que durava desde o final de Novembro. A formação de São Petersburgo vem também mais forte, pois ainda não tem o internacional russo Danny, mas o italiano Luciano Spalletti já pode contar com o guarda-redes Vyacheslav Malafeev e o defesa Domenico Criscito. O Benfica-Zenit marca o arranque da segunda “mão” dos oitavos de final da “Champions”, nesta terça-feira que inclui ainda recepção do Arsenal ao AC Milan, que parece uma formalidade, depois de os italianos terem ganho em San Siro por 4-0. A semana de Liga dos Campeões inclui mais dois jogos, amanhã, dia de passeio para o FC Barcelona, que recebe o Bayer de Leverkusen, após o 3-1 na Alemanha, e de tentativa de “milagre”, mais um, por parte dos cipriotas do APOEL Nicósia, anfitriões do Lyon, vencedor em França por 1-0. JTM/Lusa

LIGA ESPANHOLA

PREMIER LEAGUE

Carvalho assobiado em noite de goleada

United na “peugada” do Man City

O central português Ricardo Carvalho foi assobiado, várias vezes, pelos adeptos do Real Madrid durante a primeira parte do jogo com Espanyol, relativo à 25.ª jornada da liga espanhola e que os madrilenos ganharam por 5-0

O Manchester United venceu no reduto do Tottenham por 3-1, e manteve-se a dois pontos do vizinho e líder Manchester City

ace aos apupos José Mourinho, decidiu retirar Ricardo Carvalho ao intervalo para fazer entrar o francês Varane. Afastado da titularidade há mais dois meses, Ricardo Carvalho protagonizou algumas intervenções menos felizes que motivaram o descontentamento de alguns sectores do público. Esse descontentamento foi ao rubro quando, tendo já sido admoestado pelo árbitro com um cartão amarelo, teve uma entrada sobre o jogador brasileiro do Espanyol Philippe Coutinho passível de ver o segundo e ser expulso, o que motivou um clima de embirração ao central português, cada vez que este tocava na bola. Apercebendo-se da situação, José Moutinho decidiu proteger o seu jogador, trocando-o pelo jovem francês Varane, que fez dupla com Sérgio Ramos durante toda a segunda parte. “Um jogador com a experiência de Ricardo Carvalho, e sem jogar há tanto tempo, quer demonstrar mais do que realmente pode. Isso, por vezes, motiva algumas precipitações”, justificou, na conferência de imprensa que se seguiu ao jogo, Karanka, um dos adjuntos de Mourinho. Karanka insistiu que Ricardo Carvalho

m White Hart Lane, os “diabos vermelhos” deixaram a iniciativa de jogo aos londrinos e aproveitaram cirurgicamente as oportunidades de golo criadas diante do terceiro classificado do campeonato, somando agora 64 pontos, mais 11 do que os “spurs”. Um “bis” de Ashley Young, aos 60 e 69 minutos, primeiro a aproveitar uma jogada individual do português e titular Nani e depois com um remate colocado à entrada da área, após o tento inaugural de Wayne Rooney, em cima do intervalo, só foram contrariados por Jermaine Defoe, aos 87. Deve contudo, salientar-se, que o resultado foi surpreendnete até para os jogadores do United. Na realidade, passaram a maior parte do tempo a defender os ataques dos médios e avançados do Tottenham, onde se distinguiu

F

“continua a ser um jogador muito importante para a equipa” e que “merece sentir-se apoiado por todos”. O Real Madrid goleou o Espanyol por 5-0, com Cristiano Ronaldo a abrir o caminho para a goleada ao marcar o primeiro golo, e manteve a liderança da Liga espanhola, com dez pontos de avanço sobre o FC Barcelona. O internacional luso “abriu” o marcador aos 23 minutos, sucedendo-se os tentos do alemão Khedira (38), do argentino Higuaín (47 e 78) e do brasileiro Kaká (66), sem resposta do adversário catalão. Noutro dos jogos de domingo, o médio argelino Sofiane Feghouli apontou, aos 32 minutos, o único golo da vitória do Valência no terreno do Granada, mantendo a sua equipa no terceiro lugar da prova, o último que dá acesso directo à próxima edição da Liga dos Campeões. No “duelo basco”, dois golos do médio Susaeta à Real Sociedad mantiveram o Atlético de Bilbao no quarto posto, em igualdade pontual com o Málaga, que sábado havia vencido no terreno do Getafe (3-1). O Saragoça conquistou três pontos frente ao Villarreal (2-1), mas nem por isso deixou o fundo da tabela.

E

Adebayor. O guardião do United, De Gea teve uma noite muito feliz e antes de Rooneyu ter aberto o marcador, conseguiu salvar a sua baliza de bolas muito perigosas. Há que, no entanto, realçar o talento dos avançados do United. O primeiro golo de Young, depois de passe embrulhado de Nani era muito difícil, mas a execução técnica perfeita do jogador fez a diferença. Foi o momento capital, pois os “Spurs” foram apanhados em contra-ataque e depois disso, os três pontos estavam atribuídos. Sábado, o City, que quintafeira visita o Sporting na primeira “mão” dos oitavos de final da Liga Europa, tinha vencido o Bolton por 2-0, enquanto o Arsenal bateu o Liverpool por 2-1, isolando-se no quarto lugar, com mais três pontos do que o Chelsea e agora a quatro do Tottenham.

jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 15


Dito

“Nesta comunidade [chinesa] a inveja existe muitíssimo mais na horizontal e aí cuidado que são ferozes”

opinião

Carlos Morais José in “Hoje Macau”

Há 20 anos tribuna

In “Jornal de Macau” e “Tribuna de Macau” 06/03/1992

ROCHA VIEIRA VISITOU O AGENTE BALEADO

O Governador de Macau manifestou a “total solidariedade, disponibilidade e apoio” do Executivo ao agente da Polícia Marítima e Fiscal atingido a tiro na cara, segunda-feira, na sequência de um assalto a uma ourivesaria. Rocha Vieira visitou ao príncipio da tarde o agente Leong Sio Kei, 27 anos, internado no hospital Kian Wu, que está a recuperar de uma intervenção cirúrgica para remoção de um projectil instalado na cavidade ocular esquerda. “A visita é testemunho do apreço e respeito do Governador do Executivo e da população do território para com alguém que se bateu pelo comprimento da sua missão”, disse. Rocha Vieira destacou igualmente o propósito das entidades oficiais do território prestarem “todo o apoio necessário ao agente e respectiva família”. O Governador de Macau sublinhou igualmente a “boa colaboração” existente entre os dois hospitais do território, Conde São Januário, oficial, e Kian Wu, particular, e manifestou o desejo em que a mesma venha a melhorar. “A Saúde é uma das prioridades da Administração e a cooperação entre os dois hospitais, com os meios existentes, é boa, embora seja passível de melhorar o que já existe”, sublinhou.

Leonídio Paulo Ferreira

Quando a América fazia tratados em português O

s americanos podem ter orgulho em Edmund Roberts, o enviado à Tailândia que em 1833 assinou o seu primeiro tratado com uma nação asiática. Mas três séculos antes já Duarte Fernandes se fazia receber na corte do Sião (o antigo nome da Tailândia) para propor a amizade de D. Manuel I. E a prova de que a oferta de 1511 foi levada a sério é que os Estados Unidos tiveram de aceitar o português (a par do chinês) como idioma oficial em caso de disputa sobre o Tratado de Amizade e Comércio. É que nem os americanos entendiam tailandês, nem os tailandeses sabiam falar inglês, apesar do contacto ocasional com os britânicos da Índia. Mas nesse início do século XIX, o português não resistia apenas como língua franca da Ásia. O tratado escrito em tailandês, inglês, chinês e português continha ainda um artigo que autorizava os Estados Unidos a criar um consulado no Sião se outra nação europeia (com excepção de Portugal) o fizesse. Porquê a ressalva? Porque os portugueses eram há muito presença habitual (Roberts relatou que um tal de Josef Piedade mandava no porto de Banguecoque) e a jovem república americana não ousava exigir

Direcção dos Serviços de Finanças

Aviso COBRANÇA DA CONTRIBUIÇÃO ESPECIAL 1. Faço saber que, o prazo de concessão por arrendamento dos terrenos da RAEM abaixo indicados, encontra-se terminado, e, que de acordo com o artigo 3.° da Lei nº. 8/91/M de 29 de Julho, conjugado com o artigo 2.° e o artigo 4.° da Portaria n.º 219/93/M, de 2 de Agosto, foi o mesmo automaticamente renovado por um período de dez anos a contar da data do seu termo, pelo que, deverão os interessados proceder ao pagamento da contribuição especial liquidada pela Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes. Localização dos terrenos: - Avenida do Almirante Lacerda, nº 123 (Edifício Industral Hip Va); - Rua da Doca dos Holandeses, nºs 49 a 101 e Avenida do Dr. Francisco Vieira Machado, nºs 379 a 417 (Edifício Industral Chon Fong). 2. Agradecemos aos contribuintes que, no prazo de 30 dias após a recepção da notificação do pagamento, ou, até 12/03/2012, se dirijam ao Núcleo da Contribuição Predial e Renda, situado no rés-do-chão do Edifício Finanças, ao Centro de Serviços da RAEM, ou, ao Centro de Atendimento da Taipa, para levantamento da guia de pagamento M/B, destinada ao respectivo pagamento nas Recebedorias dos referidos locais. 3. Na falta de pagamento da contribuição no prazo estipulado, proceder -se-á à cobrança coerciva da dívida, de acordo com o disposto no artigo 6.° da Portaria acima mencionada. Aos, 03 de Fevereiro de 2012. A Directora dos Serviços de Finanças, Vitória da Conceição

pág 16 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau

(...) “O verdadeiro século português na Ásia tinha sido o XVI, quando a potência de fogo das nossas naus trazia tanto respeito e temor como hoje os porta-aviões dos Estados Unidos.” (...) um tratamento igual ao do país dos grandes navegadores. Claro que não tardou muito que fossem os britânicos a mandar nos mares da Ásia, sobretudo depois de conquistarem Hong Kong. E os próprios americanos, ainda tão amistosos na abordagem inicial aos tailandeses, em 1853 já usavam a força dos canhões para impor aos japoneses a reabertura dos seus portos ao comércio externo. O verdadeiro século português na Ásia tinha sido o XVI, quando a potência de fogo das nossas naus trazia tanto respeito e temor como hoje os porta-aviões dos Estados Unidos. O pormenor da versão portuguesa do primeiro tratado americano-tailandês surgiu numa visita de fim de semana ao Museu do Oriente.

Instalado num antigo armazém de bacalhau junto ao porto de Lisboa, é um local cheio de peças únicas, desde o mobiliário indo-português, que a corte começou a importar ainda mal Vasco da Gama tinha regressado da viagem de 1498 ao Malabar, até ao capacete metálico de um samurai que imita o formato de um chapéu português do tempo das Descobertas. Os portugueses foram os primeiros europeus a chegar por mar à Índia, Birmânia, Tailândia, Malásia, China e Indonésia. Em 1543, desembarcaram também no Japão, que tentaram cristianizar. E se havia samurais que nos admiravam, como o do chapéu de metal, outros fizeram tudo para expulsar quem lhes ensinou a usar as armas de fogo. Tudo isto é passado, mas em época de crise faz bem redescobrir que um pequeno país pode ser uma nação de grande sucesso. E por trás da história estão oportunidades: alguém já reparou que um dos homens mais ricos da Malásia, Tony Fernandez, é filho de um goês e de uma kristang, esses cristãos de Malaca que falam um crioulo do português? JTM/DN

Banco Delta ásia, s.a.

Companhia de Seguros Delta ásia, s.a.

Convocatória

Convocatória

É convocada, nos termos legais e estatuários, para reunir em sessão ordinária, no dia 30 de Março de 2012, pelas 14:00 horas (sexta-feira), no Centro Administrativo do Banco Delta Ásia, no Largo de Santo Agostinho, em Macau, e Assembleia Geral do Banco Delta ásia, s.a., em chinês 匯業銀行股份有限公司, e em inglês Delta Asia Bank Limited, registado na Conservatória dos Rgistos Comercial e de Bens Móveis de Macau sob o nº 457(SO), com o capital social de MOP210.000.000,00 com a seguinte ordem de trabalhos:

É convocada, nos termos legais e estatuários, para reunir em sessão ordinária, no dia 30 de Março de 2012, pelas 12:30 horas (sexta-feira), no Centro Administrativo do Banco Delta Ásia, no Largo de Santo Agostinho, em Macau, e Assembleia Geral da Companhia de Seguros Delta ásia S.A., em chinês 匯業保險股份 有限公司, e em inglês Delta Asia Insurance Limited, registada na Conservatória dos Rgistos Comercial e de Bens Móveis de Macau sob o nº 1932(SO), com o capital social de MOP30.000.000,00 com a seguinte ordem de trabalhos:

1. Apreciação e deliberação sobre o balanço, a conta de ganhos e perdas e o relatório da adminstração, acompanhados do parecer do Conselho Fiscal e relatório dos auditores; 2. Eleição dos membros dos órgãos sociais; 3. Nomeação de auditores; 4. Determinação dos honorários dos membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal; e 5. Outros assuntos de interesse social..

1. Apreciação e deliberação sobre o balanço, a conta de ganhos e perdas e o relatório da adminstração, acompanhados do parecer do Conselho Fiscal e relatório dos auditores; 2. Eleição dos membros dos órgãos sociais; 3. Nomeação de auditores; 4. Determinação dos honorários dos membros do Conselho de Administração e do Conselho Fiscal; e 5. Outros assuntos de interesse social..

Nos termos das disposições legais aplicáveis, encontram-se na sede da sociedade, para consulta dos accionistas, o relatório, balanço e contas do Conselho de Administração, o parecer do Conselho Fiscal e o relatório dos auditores.

Nos termos das disposições legais aplicáveis, encontram-se na sede da sociedade, para consulta dos accionistas, o relatório, balanço e contas do Conselho de Administração, o parecer do Conselho Fiscal e o relatório dos auditores.

Macau, aos 29 dais de Fevereiro de dois mil e doze. Pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Au Chong Kit, Stanley

Macau, aos 29 dais de Fevereiro de dois mil e doze. Pelo Presidente da Mesa da Assembleia Geral, Au Chong Kit, Stanley


“Preocupado, sim, fico ao saber que o actual Presidente da República de Portugal cancela a visita à Escola António Arroio, onde o esperava um protesto dos alunos.”-Cândido de Azevedo

opinião

um português no oriente

“Em números, talvez não seja tão alemã como eu esperava. Mas comove-me como rapidamente ela se tornou tão portuguesa nessa arte de dizer que o outro é que não quis.”-Ferreira Fernandes

Cândido Azevedo*

Frontal, rigoroso, sério, profundo C

orriam os primeiros anos da década de sessenta e era eu uma criança traquina, pouco dado a estudos, no Instituto dos Pupilos do Exército, em Lisboa. Certa tarde, de uma Sexta-Feira Santa, vem uma ordem para os poucos alunos, que não se haviam ausentado para férias da Páscoa, irem estudar. Recusei de imediato. Chamado ao jovem Oficial de Serviço que tal ordenara – um militar alto, magro e seco – justifiquei a minha ausência com a santidade do dia e o facto de serem férias da Páscoa. Respondeu-me o Oficial que todos os dias eram bons para estudar, aprender e produzir e que seria meu direito manifestar a minha discordância, no local devido. Mais me informou que era sua obrigação comunicar a minha desobediência ao Conselho Disciplinar. Fui castigado. Apesar da minha juventude achei que aquele jovem Oficial não deixara de ter razão. Fora frontal, rigoroso, sério, profundo. Por ele, em vez de antipatia, ganhei consideração. Passaram-se anos. Estava nos anos 80 e dou conta que tal Oficial se havia tornado ministro das finanças por competência e dele emanava um ar de um político virgem, sério, consciente e sabia o que queria para o país. Este Oficial vem a ser primeiro-ministro de Portugal e por três vezes consecutivas ganhou eleições. Sim, era o Professor Cavaco Silva.

Votei nele e voltei a votar. Não fugindo dos microfones passava perante os portugueses, a meu ver, uma imagem de um personagem que enfrentava com optimismo os desafios da governação do dia-a-dia, dando aos portugueses um campo para meditações positivas, fazendo que nutríssemos uma fé rara no nosso potencial, podendo cada um transcender os obstáculos próprios da sua rotina. Certamente outros não o interpretaram assim. Nesta vivência política contínua com demais políticos, acredito que se tenha deixado enganar por muitos destes, gananciosos, mesquinhos, senhores de tramas e artimanhas, todos eles bem conhecidos, porque envolvidos estão no caso BPN, Rosalina do Brasil, etc. Em 1986, quando se candidatou a Presidente de República, neste Jornal vim em sua defesa pois muitos eram os ataques a si dirigidos, alguns a meu ver injustos. Em sua defesa escrevi então o artigo “Cavacofobia, a fobia do momento”. Derrotado, o Professor ausentou-se da vida política, até se voltar a recandidatar em 2006. Nesta ausência, quando necessário, não se coibiu em enfrentar os jornalistas e fazer-se ouvir. Regressado à liderança do país, desta vez como Presidente da República, faz, julgo, um primeiro manda-

um ponto é tudo

to onde se denota nele um defensor acirrado da filosofia humanista, procurando, entre os seus pares e em contextos distintos, unificar visões de mundo diferentes. Consigo traz um humor fino, que muita gente não compreende, ou distorce. Quanto à política nacional, confesso que lamentei a sua falta de coragem em demitir o primeiro-ministro Sócrates quando oportuno era, tal como Jorge Sampaio demitira Santana Lopes, a meu ver por muito menos. Aqui, confesso, alguma desilusão se apossou de mim. E outras desilusões se sucederam: o imperceptível caso das escutas telefónicas; a atribuição de uma das condecorações mais importantes de Portugal, a de Cavaleiros da Ordem do Infante Dom Henrique, à selecção de futebol de sub-20, que nem se sagrou campeã no Mundial 2011, na Colômbia; a história mal contada das reformas que recebe e que não lhe chegam para gerir a casa (seria piada fina ao montante de centenas de milhares de Euros que dizem ir o Catroga receber na EDP?)... Nada direi sobre o caso da transacção de acções do BPN, pois tal a muitos de nós pode acontecer desde que tenhamos gente amiga e de confiança em postos-chave e que nos

passe informação e aconselhamento em que acreditemos; nada direi do negócio de permuta entre a casa de Albufeira e a casa da Coelha, dizem para fugir ao fisco, prática a que todos os portugueses se dedicam, a todo o momento, pela permissibilidade que os diferentes processos permitem. Que o digam Murteira Nabo, Vitorino, etc. Apenas quem não tem qualquer “telha de vidro” é que deveria poder atirar pedras ao telhado do vizinho. E digo que nada direi, por eu não ser competente para tal, e porque sei da nossa mania de sistematicamente procurar “enlamear” os políticos, como me relembrava um amigo meu. Preocupado, sim, fico ao saber que o actual Presidente da República de Portugal cancela a visita à Escola António Arroio, onde o esperava um protesto dos alunos. Preocupado, sim, fico ao saber que no iniciar do Roteiro do Futuro, que teve uma primeira conferência dedicada à natalidade, o Presidente da República de Portugal se recusou a falar aos jornalistas. Lembrei-me então, com saudades, daquele jovem Oficial frontal, rigoroso, sério, profundo. O que se passará? Hoje estou surpreendido, muito surpreendido. Estou preocupado! * Professor do Instituto Politécnico de Macau.

Ferreira Fernandes

Tráfico de audiências A

como a RTP, em vias de ser vendida, é a principal prejudicada pelos actuais números, já há teorias da conspiração... Em segundo lugar, há dados da GfK impossíveis. Ontem, o especialista Eduardo Cintra Torres alinhou algumas das bizarrias. Um Telejornal no dia dos crimes de Beja sem um único telespectador; 20 minutos da 2.ª parte de um Guimarães-Benfica também sem ninguém a ver... Nessa trapalhada, tranquilizou-me uma explicação do porta-voz da GfK: os portugueses-tipo mais idosos têm tido “dificuldades a colaborar connosco.”

Quer dizer, não é a GfK que não soube explicar as boxes aos velhotes, a culpa é destes. Como sou da terra definida por uma anedota de Raul Solnado (Chefe, fiz um prisioneiro! Onde está? - Não quis vir!), saúdo a recém-chegada GfK. Em números, talvez não seja tão alemã como eu esperava. Mas comove-me como rapidamente ela se tornou tão portuguesa nessa arte de dizer que o outro é que não quis. JTM/DN

Cartoon

GfK, empresa alemã de audiências televisivas, veio para Portugal. Da pátria dos matemáticos, de Leibniz a Carl Gauss, contratada para fazer contas num país de poetas. Como se medem audiências televisivas? Em casas de portugueses-tipo colocam-se boxes que dizem o canal televisivo que está, a dada hora, a ser visto. Na semana passada, a GfK apresentou os seus primeiros números e estes foram estranhos. Primeiro, por tão diferentes dos números da empresa anterior. Aí, a culpa podia ser desta, mas

JTM/DN jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 17


“MARRETAS” VÃO TER SEQUELA. O filme “The Muppets” vai ter uma sequela, cujo argumento será escrito pelo realizador James Bobin em conjunto com Nicholas Stoller. O filme teve sucesso nas bilheteiras com receitas de 150 milhões de dólares em todo o mundo.

Isto dava uma crónica Helder Almeida

Burro pobre e burro rico

Já se sabe que hoje em dia há estudos científicos para tudo (e não estou a falar daqueles que são pedidos de forma sistemática pelos deputados à Assembleia Legislativa ou encomendados pelo Governo a propósito de tudo e de nada...). Neste caso o assunto parece ser sério e dá que pensar. Um epidemiologista de renome, da University College de Londres, e que esteve em Lisboa, citou uns números interessantes. Disse ele que actualmente já não é surpreendente que a esperança média de vida de uma mulher no Zimbabwe seja de 42 anos e a de uma japonesa seja de 80 anos. Ou seja, uma diferença de 38 anos. Ou que um queniano morra em média aos 47 anos e um sueco possa chegar aos 82... Ele, que pedala em Londres, consegue em 25 minutos encontrar discrepâncias igualmente grandes que à primeira vista ninguém daria por isso, naquela que é uma das zonas mais ricas de Londres: Westminster, onde fica o Parlamento britânico. Só nesta área, a diferença na longevidade entre um dos habitantes mais ricos e um dos mais pobres pode chegar aos 17 anos. Mas não se pense que tal fenómeno é exclusivo dos ingleses. Segundo outros exemplos dados, o mesmo acontece nos EUA (em Washington D.C. essa diferença chega a ser de 18 anos) e até na Suécia isso acontece entre quem tem um mestrado e um doutoramento! O que o especialista veio dizer é que há desigualdades (em termos de longevidade) entre as pessoas de um país, de uma região ou até de uma cidade, e grandes, devido essencialmente... à sua classe social. Os estudos em que ele se baseia dão-lhe essa garantia, garante-nos ele também. Dando como exemplo um outro estudo britânico, claro, que acompanhou quatro crianças até aos dez anos, de diferentes desenvolvimentos cognitivos, mas duas da classe baixa e outras duas da classe alta, para uma auditório repleto o professor trocou a hermética linguagem científica por miúdos e explicou da forma mais simples possível: “Se se for pobre e burro fica-se burro, se se for burro e rico recupera-se”. Para ele é a prova de que os genes não definem o destino, que a envolvência social é determinante e que o social potencia o biológico. Ou seja, no deve e haver que é a vida, e a acreditar neste homem que diz saber do que fala, o pobre que é burro, para além de continuar burro quase de certeza que vai viver menos um terço do que o rico que também nasceu burro mas deixou de o ser, nem que seja um bocadinho. Triste sina, é que nestes dias difíceis, já nem no destino os pobres podem confiar.

lazer

METALLICA INOVAM EM NOVO DISCO. Os Metallica estão sem editora e o novo álbum pode sair de forma pouco habitual. O baterista Lars Ulrich explicou à Spinque que a banda tanto pode “editar música em caixas de cereais como pedir às pessoas para fazerem o pino”. “Estamos livres e limpos do nosso contrato discográfico. Temos um mundo de opções”, frisou.

Rainha quer Kate com saias mais compridas

Segundo a imprensa, Isabel II quer fazer alterações ao guarda-roupa da duquesa: menos pernas à mostra e mais tecido NUNO CARDOSO

M

enos pernas à mostra e saias mais compridas. É esta a alteração que a Rainha Isabel II quer fazer ao guarda-roupa de Kate Middleton, casada com o seu neto, o príncipe William. Segundo avança o jornal Daily Mail, a detentora do trono britânico “quer alargar o comprimento médio das saias usadas por Kate em actos públicos”. “A Rainha nunca escondeu que vê na Kate um enorme potencial. Mas se isso é verdade, também é certo que Isabel II pensa que a jovem deve fazer algumas mudanças no seu estilo de vestir e na forma como se apresenta e comporta em público, e inclusive, usar saias e vestidos mais compridos”, contou ao diário uma fonte ligada ao Palácio de Buckingham. A mesma fonte contou ao Daily Mail que a Rainha Isabel II quer ajudar Kate Middleton a deixar para trás a imagem de plebeia e “evitar os erros cometidos por Diana”.

Outra das alterações, conta o tabloide britânico, tem a ver com o facto de Kate Middleton usar, por diversas vezes, roupa barata, característica essa já louvada pelos media do Reino Unido. “No Palácio, acham que é perigoso para a imagem de uma duquesa ser sempre vista à caça das ‘ pechinchas’ nas lojas. Ela é uma princesa, mas ao fim ao cabo, não é por isso que tem

de se vestir sempre de forma extravagante ou luxuosa”, defendeu a fonte. Tudo indica que as alterações que a Rainha Isabel II quer fazer ao guarda-roupa de Kate Middleton sejam bem encaradas pela duquesa de Cambridge. A relação entre as duas, de resto, tem sido pacífica e amistosa, a avaliar por declarações de ambas e pelos seus comportamentos dos eventos públicos. O último deles foi na quinta-feira, na Fortnum and Mason, uma loja de gourmet em Londres, acompanhadas também por Camilla Parker-Bowles. O evento fez parte do programa de comemoração do Jubileu de Isabel II, que se prolonga até Junho. Contrária à opinião da Rainha Isabel II, sobre a indumentária da duquesa, parece estar a da indústria dos media. Além da sua já elogiada beleza natural, o estilo de vestir de Kate Middleton, de 28 anos, foi presença constante, no ano passado, nas listas das mulheres mais bem vestidas em várias publicações femininas e um pouco por toda a blogosfera. JTM/DN

Scarlett Johansson participa em filme sobre “Psycho” Scarlett Johansson vai dar vida à actriz Janet Leigh no filme “Making of Psycho”, que mostrará a rodagem da obra de Alfred Hitchcock. De acordo com a revista Variety, Anthony Hopkins e Hellen Mirren interpretarão os papéis de Alfred Hitchcock e da mulher do realizador, Alma Reville. “Making of Psycho” será realizado por Sacha Gervasi, mais conhecido pelo seu trabalho como argumentista.

Zac Efron confirma que deixou cair preservativo na passadeira Zac Efron admitiu que deixou cair um preservativo na passadeira vermelha da antestreia de “Lorax” em Los Angeles. “Nunca tive a política de ver os bolsos antes de ir para a passadeira vermelha, mas agora passei a ter”, revelou o actor em entrevista ao “Today Show”. “É melhor prevenir do que remediar”, acrescentou.

Demi Moore de férias após concluir reabilitação Tamara Ecclestone “acelera” corações A filha mais velha de Bernie Ecclestone, patrão da Fórmula 1, tem feito esgotar várias edições de revistas britânicas, como a FHM, com sensuais sessões promocionais de marcas de biquínis e lingerie. Meio croata, meio inglesa, Tamara Ecclestone nasceu em Milão há 27 anos, estudou Economia na Universidade de Londres, mas não chegou a terminar o curso, talvez devido aos milhões do pai, que se queixa dos gastos excessivos da filha, viciada em malas e sapatos.

pág 18 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau

Demi Moore teve alta de uma clínica do Estado americano do Utah onde esteve internada um mês e foi gozar para um local indeterminado, segundo o “USA Today”. As razões que levaram ao internamento de Demi Moore, de 49 anos, não foram totalmente esclarecidas, mas a ida para a clínica coincidiu com o fim do casamento com o também actor Ashton Kutcher, de 34 anos. Uma fonte próxima da actriz disse que Demi foi internada devido a “vícios” e distúrbios alimentares.


Roteiro

tdm 03:45

Benfica Vs Zenit tdm 13:00 13:30 14:45 16:05 17:45 18:30 19:30 20:30 21:00 21:30 22:10 23:00 23:30 00:00 00:30 03:45 05:25

TDM News - Repetição Jornal das 24h RTPi DIRECTO Liga Zon Sagres: Setúbal Vs Sporting (Repetição) Lost Sr.4 (Perdidos Sr.4) TDM Desporto (Repetição) Amanhecer Telejornal TDM Entrevista Grande Entrevista Passione TDM News Magazine Liga dos Campeões Príncipes do Nada Telejornal (Repetição) Liga dos Campeões Benfica - Zenit (Directo) RTPi DIRECTO

30 ESPN 13:00 14:00 17:30 19:30 20:00 20:30 21:00 22:00 22:30

Mundialito De Clubes US Open 9-Ball C’ship 2011 Winter X Games Aspen (LIVE) Sportscenter Asia 2012 The Football Review Beijing Golden Moments 1 Mundialito De Clubes V. Gama vs. Boca Juniors Sportscenter Asia 2012 AFC Champions League Gamba Osaka vs. Pohang

13:00 13:30 14:00 15:00 17:55 20:00 21:00 21:30 22:00 22:30 23:00

SBK Superbike World Championship Engine Block 2012 2011/12 Australia Ironman BMW Malaysian Open 2012 (LIVE) AFC Champions League Gamba Osaka vs. Pohang F1 Classics - 2003 US GP Game (LIVE) Score Tonight 2012 When The Games Begin Golf Focus 2012 Masters Official Films 2007

31 Star Sports

40 FOX movies 11:50 13:45 15:30 17:20 19:10 21:00 22:40 00:35

Michael Jackson’s This Is It The Art Of War Ii: Betrayal The Sorcerer’s Apprentice Father Of The Bride Part Ii Predators The Season Of The Witch The Road Unstoppable

13:00 The Marc Pease Experience 14:20 Death At A Funeral 16:00 White Chicks 18:00 S1M0Ne 20:00 XXX 22:00 Valentine’S Day 00:00 For Colored Girls

42 Cinemax The Rookie Rocky Earth Vs. The Flying Saucers Five Million Years To The Earth Critters 2 Snow Beast G.I. Joe XIII

43 MGM 12:45 14:15 15:45 17:30 19:00 21:00 00:15

Consuming Passions The Killing Box The Mean Season Rancho Deluxe At Close Range The Greatest Story Ever Told Still of the Night

12:30 13:25 14:20 15:15 17:05 18:00 19:00 20:00 21:00 22:00 23:00 00:00

Travel Madness China Quake Beast Hunter Bruce Lee Lives! Travel Madness Dog Whisperer History’s Secrets Asia’s Deadliest Snakes Kung Fu Quest Make ME Superhuman Don’t Tell My Mother Kung Fu Quest

54 History 12:00 13:00 14:00 16:00 17:00 18:00 18:30 19:00 20:00 22:00 23:00 00:00

That’s Impossible Modern Marvels Secret Access Pawn Stars What The Ancients Did For Us Pawn Stars Kings Of Restoration The Pickers Top Shot Battlefield Swamp People Kings Of Restoration

55 Biography Channel

50 Discovery 13:00 14:00 14:30 15:00 16:00 18:00 18:30

Beyond Survival With Les Stroud Colony Rebuilding Japan Eye On Malaysia River Monsters Gold Rush Rebuilding Japan Eye On Malaysia

51 NGC

41 HBO

12:00 14:00 16:00 17:25 19:00 20:30 22:00 23:55

19:00 20:00 21:00 21:30 22:00 23:00 00:00 00:30

I (Almost) Got Away With It Beyond The Tsunami With Ken Watanabe Eye On Malaysia Man Vs. Wild Deadliest Catch How It’s Made How Do They Do It

13:00 14:00 15:00 17:00 18:00 18:30 19:00 20:00 21:00

Hoarders Aftermath With William Shatner Storage Wars The Jacksons Storage Wars Airline USA Aftermath With William Shatner Billy The Exterminator Gene Simmons

澳 門 特 別 行 政 區 政 府 Governo da Região Administrativa Especial de Macau 房 屋 局 Instituto de Habitação

Para os devidos efeitos, vimos por este meio notificar o representante do agregado familiar da lista de candidatos a habitação económica abaixo indicado, nos termos do n.º 2 do artigo 72.° do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro: Nome

N.º do boletim de candidatura

AVISO CONVOCATÓRIO

Nome

751 Ho Ka Leng 3356 ASSEMBLEIA GERAL Sou Chao Mei 14681 Wong Ka Leong BANCO COMERCIAL DE MACAU, S. A. 29225 Cheang Iok Hou 51707 Mak Sok Fan É convocada a Assembleia Geral do Banco Comercial de 53564 Macau, S.A., registado sob o número 10458 (SO), que se realizará

62 axn 13:00 13:55 14:50 15:40 16:35 17:30 18:20 19:15 20:10 21:05 22:00 22:55 23:50

Justified Wipeout Ncis: Los Angeles The Amazing Race Asia The Challenger Muaythai Csi: Crime Scene Investigation Wipeout Masters Of Illusion Caught On Camera Csi: Crime Scene Investigation Csi: Ny Caught On Camera Masters Of Illusion

Best of How I Met Your Mother How I Met Your Mother New Girl Friends With Benefits Traffic Light Ugly Betty Model Specials The Glee Project Melissa & Joey Traffic Light Glee Model Specials Best of How I Met Your Mother Glee

82 RTPi 17:30 18:00 19:30 20:00 21:00 21:30 22:30 22:45 23:30 03:00

28822866

XXX

www.macaucabletv.com cinema

CINETEATRO S1 Safe House

theater 6

S2 Ghost Rider:

theater GRAND THEATER* (9)

14:30 • 16:30 • 19:30 • 21:30

63 Star World 12:10 13:05 13:30 14:00 14:55 15:25 17:10 18:05 19:00 19:30 20:00 21:50 22:45 23:40

20:00

Telejornal Madeira Sociedade Civil Magazine Canadá Contacto O Preço Certo Jornal Da Manhã Olhos De Água Em Reportagem Biosfera Portugal no Coração Operação Triunfo diários

A programação é da responsabilidade das estações emissoras

Spirit of Vengeance 3D 14:30 • 16:45 • 19:15 • 21:30

TORRE DE MACAU

Underworld Awakening (3D) 14:30 • 16:30 • 19:30 • 21:30

GALAXY theater 7 (8*)

Love 13:30 • 17:45 • 19:45* • 22:20 • 00:30*

theater DIRECTORS Club 2

Extremely Loud & Incredibly Close 117:15

theater 6, 7*e 8** Love is not Blind 15:45** • 20:10* • 22:30

theater 6, 7*e 8**

The Artist - 13:50** • 15:50* • 18:05

Safe House 12:15 • 15:55 • 00:35

Underworld: Awakening In 3D 15:40 • 17:25 • 18:10 • 20:55 • 23:00* • 00:30

theater DIRECTORS CLUB1 Romancing In Thin Air 14:20 • 21:30

theater GRAND THEATER (9*)

Ghost Rider: Spirit of Vengeance 3D 13:20 • 15:10 • 19:20 • 21:20 • 22:40* • 00:45

theater 6, 8* e 9**

Hugo in 3D - 13:20** • 20:00 • 22:10*

theater DIRECTORS CLUB 2 3d Sex & Zen: Exteme Ecstasy 00:30

Clube Militar de Macau

Avenida da Praia Grande, 975, Macau Tel: 28714000 Telefones Úteis Número de Socorro 999 Bombeiros 28 572 222 PJ (Linha aberta) 993 PJ (Piquete) 28 557 775 PSP 28 573 333 Serviços de Alfândega 28 559 944 Centro Hospitalar Conde S. Januário 28 313 731 Hospital Kiang Wu 28 371 333 CCAC 28 326 300 IACM 28 387 333 DST 28 882 184 Aeroporto 88 982 873/74 Táxi (Amarelo) 28 519 519 Táxi (Preto) 28 939 939 Água - Avarias 28 990 992 Telecomunicações - Avarias 28 220 088 Electricidade - Avarias 28 339 922 Directel 28 517 520 Rádio Macau 28 568 333

anima Sociedade Protectora dos Animais Sociedade de Macau Sociedade Protectora Protectora dos Animais Telefone: dos Animais de Macau de Macau 28715732 63018939 fax: 28715732 //63018939 Telefone: fax: 28703224

CONVOCATÓRIA

ANÚNCIO [ N.º 52/2012 ]

Iu Veng San Long Hon Pio Chao peng On Chan Ian I Choi Heng Ieong Ao Kuok wai

23:00 Aftermath With William Shatner 00:00 Hoarders

hbo

N.º do boletim de candidatura 54085 63773 72244 72561 77467

no dia 29 de Março de 2012, às 10:00 horas, na sede social, com

a seguinte notamos ordem de trabalhos: Após as verificações deste Instituto, que os representantes dos agregados familiares e/ou os 1. Aprovação do Relatório,acima Balanço emencionados Contas, seus cônjuges de candidatos a habitação económica são promitentes-comparadores ou referentes ao exercício findo em 2011 e proprietários de prédio urban ou fracção autónoma distribuição de Resultados. com finalidade habitacional ou terreno na Região Administrativa Especial de Macau, desde à dos data dadoapresentação 2. Eleição titulares Conselho Fiscal para da candidatura e até à data de celebração ano de 2012. da escritura pública de compra e venda oda fracção, pelo que, este estes não reúnem os requisitos os exigidos assuntos de interesse para a sociedade. para a candidatura, nos termos do n.º 3.7 Outros do artigo 3.° do artigo 14º da Lei n.° 10/2011.

Vão os antigos alunos do Seminário de São José de Macau, celebrar no dia 19 do corrente mês, o Dia do seu Patrono. Nesse dia, pelas 18 horas, será celebrada uma missa, pelo Rev. Bispo de Macau Dom José Lai, seguindo-se uma secção fotográfica, para recordação. Pelas 20 horas desse mesmo dia, haverá um jantar-convívio, no restaurante chinês Beverly Plaza, sito na Ave. Dr. Rodrigo Rodrigues, nº 70 - Macau. Para os antigos alunos interressados na participação desse convívio, podem inscrever-se até ao dia 14 do corrente mês, junto dos membros da Comissão Organizadora, mediante o pagamento de $200,00.

Macau, 22 de Fevereiro de 2012

De acordo com os artigos 93.° e 94.° do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.° 57/99/M, de 11 de Outubro, devem apresentar, por escrito, as suas contestações e todas as O Presidente da Assembleia Geral provas testemunhais, materiais, documentais ou as demais provas, no prazo de 10 dias, a contra da data de publicação do presente anúncio. Leonel Alberto Alves Se não apresentarem as contestações no prazo fixado ou as mesmas não forem aceitees por este Instituto, o respectantes dos agregados familiares e/ou os seus cônjuges forem retirados dos agregados familiares e as respetivas candidaturas serão excluídas da lista geral de espera, por não reunirem os requisitos para aquisição de habitação económica, nos termos do n.º 2 do artigo 16.° do Regulamento de acesso à compra de habitações construídas no regime de contrato de desenvolvimento para a habitação, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 26/95/M, de 26 de Junho, revisto pelo Regulamento Administrativo n.º 25/2002. No caso de dúvidas, poderá dirigir-se ao IH, sito na Travessa Norte do Patane, n.º 102, Ilha Verde, Macau, durante as horas de expediente, ou contactar Sr. Vong através o tel. n.º 2859-4875 (Ext. 226), para consulta do processo. O Chefe do Departamento de Assuntos de Habitação Pública, Cheang Sek Lam 28 de Fevereiro de 2012

Comissão Organizadora Albano Cabral...........................................Tel. 66822661 Alberto Santos.......................................... Tel. 66611688 Alfredo Valoma........................................ Tel. 66139627 Francisco Mendes.................................... Tel. 62227676 Hermann Castilho.................................... Tel. 66501180 Jerónimo Hung......................................... Tel. 66877174 José Cabral............................................... Tel. 66612500 Rufino Ramos........................................... Tel. 66393345 Sebastião da Rosa..................................... Tel. 66283226

jornal tribuna de macau terça-feira, 06 de março de 2012 pág 19


jornal tribuna de macau www.jtm.com.mo Administração, Direcção e Redacção: Calçada do Tronco Velho, Edifício Dr. Caetano Soares, Nos4, 4A, 4B - Macau Caixa Postal (P.O. Box): 3003 Tel.: (853) 28378057 Fax: (853) 28337305 • Email: jtmagenda@yahoo.com e jtmpublicidade@yahoo.com

última

en passant José Rocha Dinis

Bola

Têm vindo a lume na imprensa de Macau em língua portuguesa vários incidentes com uma equipa da divisão principal de futebol local, que se apresentou com reduzido número de jogadores, e até, parece, que sem equipamentos. Para os interessados na competição, isto é uma vergonha. Por mim acho natural. Os clubes nascem do interesse de um ou mais “mecenas” (a título pessoal ou em nome de associação), e o público interessa-se mais nos campeonatos que fazem parte das apostas do que em acompanhar as incidências do futebol local. Por mais jogadores que “importem” da Europa ou da América do Sul, (Macau como “plataforma” para a China, está claro...), por mais entusiasmo que os “media” tentem despertar no público, o futebol-competição da RAEM é isto e nada mais. Mas há outro futebol. O futebol-desporto, o futebol integrado em “Desporto para Todos”, que como o Prof José Esteves salientava, pode não fazer mexer em milhões de dólares, mas mexe com milhões de seres humanos, em termos físicos. E neste aspecto, é curioso que, hoje em Macau, mesmo na comunidade portuguesa haja tal fixação sobre o desporto-competição, que nos países mais avançados é considerado como importante em termos financeiros, mas, de há muito contestado em termos de benefícios físicos.

PRESIDENTE LUKASCHENKO: “MELHOR SER DITADOR DO QUE GAY”

Presidente bielorrusso respondeu às críticas que lhe foram feitas por dirigentes europeus, nomeadamente Guido Westerwelle, o ministro dos Negóciso Estrangeiros da Alemanha. Após ter sido apelidado como o último ditador da Europa pelo chefe da diplomacia alemã Guido Westerwelle, o Presidente da Bielorrússia, Alexander Lukaschenko, respondeu assim: “Quando ouço alguém falar em ditadura penso: antes ditador do que gay”. O chefe do Estado bielorrusso, citado pela agência oficial Belta, referiase ao facto de o ministro dos Negócios Estrangeiros alemão, do partido liberal, parceiro de coligação da CDU, ser assumidamente homossexual.Lukaschenko tem sido alvo de sucessivas sanções da UE, por acusações de violação de direitos humanos e liberdade de expressão e de imprensa no seu país.

fonte: serviços meteorológicos e geofísicos www.smg.gov.mo

hoje

amanhã 17 C 220C 0

18 C 220C 0

câmbios - indicativos Pataca Compra US Dólar 7.94 EURO 10.46 yuan (rpc) 1.223

fonte: bnu

Venda 8.04 10.59 1.281

EMPRESA QUE ALEGA DIREITOS SOBRE “I PAD” PODE IR À FALÊNCIA

A Proview Electronics, fabricante chinesa que processou a Apple na China alegando direitos sobre o nome iPad, pode ir à falência, segundo a agência Xinhua, informa o Business Insider. A empresa de seguros Furbon Insurance, baseada em Taiwan, teria entrado com pedido de declaração de falência da Proview para que a mesma pague US$ 8,68 milhões de débitos com a taiwanesa. De acordo com o site, um tribunal intermédio da zona de Shenzhen, no sul da China e onde a Proview tem uma subsidiária, deve fazer um anúncio sobre o caso “em breve”. “É um caso delicado num período delicado, e por isso não vamos comentar ou dar informações até ao anúncio oficial, o que faremos em breve”, teria afirmado um funcionário judicial, que só se identificou pelo nome de Zhu. O advogado da Proview, Ma Dongxiao, afirmou que a companhia acredita que sua situação financeira não vai alterar o andamento do processo contra a Apple, que já deixou a China e chegou aos tribunais americanos. A Furbon Insurance não comentou o assunto. O nome “iPad” foi registrado pela Proview em nove países, e a chinesa teria vendido os direitos à Apple em 2009. Mas a empresa asiática alega que a negociação não se aplicava ao uso da marca na China. A Apple afirma que a negociação, de 55 mil dólares norte-americanos, incluía os direitos no país asiático.

NEM TUDO O QUE LUZ É OURO NA EMIGRAÇÃO DE PORTUGUESES

Hilário Graça e a esposa viajaram à procura de trabalho no Reino Unido mas as promessas de emprego não se concretizaram e acabaram a dormir dentro de um carro nas ruas de Londres. Este construtor civil de 54 anos, deixou Tomar em Janeiro porque “estava numa situação dramática”. “Tenho vários dinheiros a receber no Algarve e como realmente não pagavam tentei a busca de melhor”, contou à Lusa. Porém, as promessas de trabalho que obteve de contactos que fez previamente não se concretizaram. “Agora estou numa situação em que nem dinheiro tenho para ir para Portugal”.Nem em Thetford, no leste de Inglaterra, onde vive uma numerosa comunidade portuguesa e onde já tinha estado no passado, nem em Londres conseguiu trabalhos de construção ou de limpeza para a esposa. Gasto o dinheiro que trouxeram de Portugal e sem alojamento, dormiram vários dias dentro do carro nas ruas de Stockwell, zona onde está concentrada a comunidade portuguesa na capital britânica. “Estava a cair neve, ficava com as pernas quase congeladas”, descreveu, a propósito das temperaturas baixas a que se sujeitou até ser ajudado por Carlos Ribeiro, emigrante há cerca de 40 anos. “Encontrei-os há três semanas atrás, disseram-me que dormiam na estrada, dentro do carro, ao frio e essas coisas todas”, recordou o funchalense. Porque tem um “coração mole”, ofereceu-se para os receber e desde então dormem no sofá da sala e comem as refeições que cozinha. A situação não é inédita, garante Hilário, que diz ter conhecido outros portugueses a dormir nas ruas, testemunho que coincide com situações do conhecimento do consulado-geral português em Londres e de outras instituições da comunidade.

PRAIA DA FIGUEIRA CRESCE 40 METROS POR ANO

A praia da Figueira da Foz, o maior areal urbano do país, está a crescer, em média, 40 metros por ano, devido ao prolongamento do molhe norte do rio Mondego, afirma um investigador do movimento das areias. José Nunes André, geógrafo e investigador universitário, tem vindo a monitorizar a acumulação de sedimentos através de três perfis transversais, elaborados numa faixa de dois quilómetros de comprimento no areal entre a Figueira da Foz e Buarcos. “Tem dado uma média de 40 metros ao ano de crescimento da praia. E a sul [dos molhes do porto] temos o reverso da medalha, as praias estão a recuar assustadoramente. As praias da Cova Gala e da Leirosa recuaram 15 metros num ano”, disse à Lusa José André. De acordo com o investigador, o ritmo de crescimento do areal da Figueira da Foz é, actualmente, superior ao verificado aquando da construção original do molhe norte, nos anos 60 do século passado. A praia, explicou, cresceu cerca de 440 metros até à década de 1980 e, a partir daí, nos últimos 30 anos, a acumulação de sedimentos praticamente estabilizou. No entanto, com o prolongamento do molhe, no verão de 2010, o areal voltou a crescer.

pág 20 terça-feira, 06 de março de 2012 jornal tribuna de macau

tempo

PRINCESA CHARLOTTE DO MÓNACO É NOVA CARA DA GUCCI Presença assídua nas listas das mais bem vestidas, a princesa Charlotte do Mónaco, filha da princesa Carolina e neta de Grace Kelly, foi escolhida como o novo rosto da Gucci. Envolvida desde muito jovem no mundo da moda, Charlotte foi capa da revista Vogue francesa em Setembro. Agora, aos 25 anos, sucede a Eva Rachel Wood e Natasha Poly como rosto da marca italiana, uma informação confirmada pela revista Elle. A relação entre Charlotte e a Gucci é já antiga, com a princesa a ter presença garantida nas corridas equestres organizadas por aquela marca. A princesa, inclusivamente, já representou a linha equestre da casa de pronto-a-vestir italiana.

fecho desta edição jtm - 01:45horas

JTM 06-03-2012  

Jornal Tribuna de Macau

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you