Issuu on Google+

Pedidos de apoio psicológico nas Forças de Segurança subiram 70% no ano passado

Museu de Arte remodelado vai incluir área reservada para os criadores locais centrais

Pág 4

澳 門 論 壇 日 報

Director José rocha Dinis | Director Editorial executivo Sérgio Terra | Nº 3990 | terça-feira, 20 de março de 2012

10 Patacas

INVESTIGADORA CRITICA FALTA DE MEDIDAS PARA FORMAR BILINGUES

Política linguística “é urgente” De um lado o português, do outro o chinês. Se na sociedade é o segundo que domina, no mundo jurídico o primeiro prevalece. Como resolver o conflito entre línguas? O Governo tem atirado a questão para debaixo do tapete, considera a investigadora

DSAL VAI TER NOVO DIRECTOR

Governo “despromove” Shuen Ka Hung PÁG 5

Yolanda Leong. Macau necessita de uma política linguística, recursos humanos competentes e de mostrar à população as vantagens práticas do português. Suprimir o idioma luso, entende a académica, não é a melhor solução para o território. Pág 3 Deputados alinhados com propostas do Executivo para reforma política Pág 2 Mais de 2.000 vagas por preencher no sector do jogo no final de 2011

Pág 7

Ramos-Horta derrotado apelida de “heróis” Lu Olo e Matan Ruak

Pág 11

Pequim quer duplicar ensino do português nas universidades chinesas

última

Sands Cotai Central abre a 11 de Abril A primeira fase do complexo Sands Cotai Central vai ser inaugurada no próximo dia 11 de Abril, anunciou ontem a Sands China. A primeira etapa do projecto erguido nos lotes cinco e seis do COTAI vai incluir um casino e mais de 600 quartos e suites no hotel Conrad e mais de 1.200 quartos no Holiday Inn. Espaços para a realização de convenções, reuniões e exposições, lojas e restaurantes completam a oferta do projecto desenvolvido pela Sands China, empresa que assegura ter investido já mais de 64 mil milhões de patacas em Macau. A segunda fase do Sands Cotai Central deverá estar concluída em Setembro e vai incluir um hotel da marca Sheraton, com cerca de 4.000 quartos.


RENOVADO CONTRATO DO MAGISTRADO ANTÓNIO VIDIGAL. António José de Sousa Ferreira Vidigal vai continuar como magistrado do Ministério Público da RAEM por mais dois anos. A renovação do contrato produz efeitos a partir de 1 de Julho e consta de uma Ordem Executiva ontem publicada no Boletim Oficial.

local

11 INTERPELAÇÕES ORAIS LEVAM GOVERNO À AL. Membros do Governo vão estar na Assembleia Legislativa na próxima quinta-feira para responder a 11 interpelações orais dos deputados. O “apagão” da CTM, os transportes públicos, a segurança nas estradas e a concessão do terreno da antiga pedreira serão alguns temas em análise.

APENAS MEMBROS DO NOVO MACAU SAÍRAM FORA DO DISCURSO DA MAIORIA

Alinhados com as propostas do Governo Na sessão de auscultação de ontem, a maior parte dos 18 intervenientes era deputado e alinhou nas propostas apresentadas pelo Executivo no documento de consulta sobre o desenvolvimento do sistema político. Lam Heong Sang foi o único a sugerir a aplicação do método de Hondt para as eleições para a Assembleia Legislativa helder almeida

M

ais quatro deputados, 400 membros para Comissão Eleitoral que escolhe o Chefe do Executivo e reforço na Assembleia Legislativa dos sectores profissionais, por um lado, e interesses assistenciais, culturais, educacionais e desportivos, por outro, foi a generalidade das opiniões ouvidas ontem na terceira sessão de auscultação da reforma política, que entre outros membros ouviu também os deputados. Os únicos intervenientes que voltaram a discordar da maioria das opiniões, de resto como já tinha acontecido a 4 de Janeiro quando só deputados foram chamados a pronunciarem-se sobre a reforma política pela primeira vez, foram os pertencentes à Associação Novo Macau. Para Ng Kuok Cheong, “estas propostas no documento de consulta são aceitáveis mas quando o documento foi apresentado parece que foram esquecidas outras propostas”. Para o deputado, não há dúvidas que todo este processo “é um retrocesso”. “De acordo com a Lei Básica, o governo quer aumentar o número de deputados directos e indirectos e não aumentar os de nomeação. Mas com este documento parece que o Governo quer induzir o público em erro”, argumentou, de frente para a Secretária para a Administração e Justiça e para o Chefe do Executivo. “O Governo deve apresentar todas as propostas que estiveram em discussão, por isso aqui censuro e acuso a vossa prática desleal e exijo que este erros sejam corrigidos”. Com a mesma posição crítica mostrouse Chan Wai Chi, também do Novo Macau, que referiu que “passar de uma consulta

Estavam inscritos mais oradores, mas apenas 18 falaram, a maior parte deputados

para o público em geral para três sessões, não altera nada”. Na sua opinião, “estas propostas estão a tentar induzir a população em erro, porque as opiniões contrárias [à opinião do Governo] foram esquecidas, como a das reduções dos eleitos por via indirecta e dos nomeados”. Por outro lado, Chan Wai Chi criticou também a “falta de representatividade da Comissão Eleitoral, que escolhe o Chefe do Executivo”. Na sua análise, “permanecem os pequenos grupos, não se conseguiu aumentar a representatividade, por isso não aumentar é melhor do que aumentar”, Para Chan Wai Chi o objectivo tem passar sempre por caminhar “rumo à democracia”. Au Kam San visou directamente o sector “industrial e financeiro” quando apelou para que “não se aumentem” os lugares na Comissão Eleitoral do Chefe do Executivo para essas áreas. É que no seu entender não basta acrescentar mais lugares aos actuais 300 membros, “tem de se mudar a metodologia da constituição desta comissão”. Para além destes três membros, ape-

nas o deputado eleito por via indirecta (dos interesses laborais) Lam Heong Sang tocou num ponto que mais ninguém referiu na sessão: a necessidade de se aplicar “o método de Hondt às eleições para a Assembleia Legislativa”. OS ARGUMENTOS DE QUEM DEFENDE O DOCUMENTO DO GOVERNO. Já as restantes opiniões centraram-se particamente todas nas propostas que constam no documento de consulta sobre o desenvolvimento do sistema político, no qual o Governo selecionou as duas opiniões que, segundo diz, foram as mais propostas durante a primeira ronda de auscultações (em Janeiro): mais quatro deputados ou mais dois, para a AL e mais 100 membros para a Comissão Eleitoral. A argumentação de quem defende este modelo centra-se em factores económicos e sociais, afirmam. O deputado Mak Soi Kun referiu que “o mais importante é elevar a qualidade de vida da população” e aponta para os dados que dizem que o PIB de Macau que “já é maior do que o de Hong Kong”

para defender a proposta de mais dois lugares para os directos e outros dois para os indirectos. Por isso, sufrágio directo “só quando houver mais maturidade da população”. Por seu lado, Chan Chak Mo argumenta que o aumento de quatro deputados e o acrescento de 100 membros à Comissão Eleitoral “corresponde às necessidade e circunstâncias de Macau e visam um aumento gradual da democracia”. Defendeu ainda que mais pessoas ligadas ao sector profissional entrem na AL, bem como “membros do sector do serviços sociais e educacionais”. Apesar da maior parte dos 18 que participou ontem ser deputado, a sessão estava destinada a ouvir ainda os membros de Macau no Comité Nacional da Conferência Consultiva Política do Povo Chinês, do Conselho Executivo, deputados de Macau à Assembleia Nacional Popular, Conselho dos Magistrados Judiciais e Conselho dos Magistrados do Ministério Público. A próxima sessão decorre hoje e vai ouvir os membros que compõem a Comissão Eleitoral do Chefe do Executivo.

Receitas sobem 27% e despesas caem 29% As receitas da Administração da RAEM aumentaram 27 por cento até Fevereiro, evoluindo em sentido inverso ao das despesas que recuaram quase 29 por cento

A

Administração de Macau viu as receitas de Janeiro e Fevereiro crescerem 27 por cento para um total de 19.853,5 milhões de patacas, 19,5 por cento do que está previsto para os 12

meses do ano. Na mesma linha ascendente - quer em percentagem comparativa aos primeiros dois meses de 2011, quer à totalidade da execução prevista - estavam as receitas correntes que totalizavam 19.820,9 milhões de patacas. Entre as receitas correntes, os impostos directos, no valor de 17.900 milhões de patacas, estavam a subir 28 por cento e estavam cumpridos em 19,7 por cento do previsto para 2012. Os impostos di-

rectos sobre o sector do jogo, no valor de 35 por cento das receitas brutas dos casinos, fizeram entrar nos cofres públicos 17.529,7 milhões de patacas, mais 29,2 por cento do que no mesmo período de 2011 e representaram 20,2 por cento do previsto para os 12 meses do ano. Já nos gastos da administração, as despesas totais estavam em queda de 28,7 por cento para 2.911,9 milhões de patacas ou 4,4 por cento do previsto para 2012, enquanto as despesas correntes caiam

30,7 por cento para 2,798,2 milhões de patacas ou 6,5 por cento dos gastos correntes de 2012. Entre receitas e despesas, a administração de Macau encerrou Fevereiro com um saldo positivo de 16.941,6 milhões de patacas, mais 46,7 por cento arrecadado entre Janeiro e Fevereiro de 2011 e a representar 47 por cento da previsão positiva da execução orçamental de todo o ano. JTM/Lusa

jornal tribuna de macau Propriedade: Tribuna de Macau, Empresa Jor­na­lística e Editorial, S.A.R.L. • Administração: José Rocha Dinis • Director: José Rocha Dinis Director Editorial Executivo: Sérgio Terra • Grande Repórter: Raquel Carvalho • Redacção: Fátima Almeida, Helder Almeida, Pedro André Santos e Viviana Chan • Colaboradores: José Luís Sales Marques, Miguel Senna Fernandes, Rogério P. D. Luz (S. Paulo) e Rui Rey • Colunistas: Albano Martins, António Aresta, António Ribeiro Martins, Daniel Carlier, Henrique Manhão, João Guedes, Jorge Rangel, Jorge Silva, Luis Machado e Luíz de Oliveira Dias • Grafismo: Suzana Tôrres • Serviços Administrativos e Publicidade: Joana Chói (jtmpublicidade@yahoo.com e jtmagenda@ yahoo.com) • Agências: Serviços Noticiosos da Lusa e Xinhua Impressão: Tipografia Welfare, Ltd • Administração, Direcção e Redacção: Calçada do Tronco Velho, Edifício Dr. Caetano Soares, Nos4, 4A, 4B - Macau • Caixa Postal (P.O. Box): 3003 • Telefone: (853) 28378057 • Fax: (853) 28337305 • Email: jtmagenda@yahoo.com (serviço geral) pág 02 terça-feira, 20 de março de 2012 jornal tribuna de macau


“já passaram 12 anos depois da transferência de soberania e o nosso Governo nada fez a respeito. Em tanto tempo, já teria sido possível impulsionar a formação de recursos humanos” - Yolanda Leong

local

“Compete ao Governo mostrar aos cidadãos a motivação instrumental de aprender a língua portuguesa, olhando para o território, o país e até o próprio mundo.” - idem

INVESTIGADORA CRITICA FALTA DE MEDIDAS PARA FORMAR BILINGUES

“É urgente definir uma política linguística” A postura do Governo em relação ao português foi mudando ao sabor dos ventos políticos. Yolanda Leong entende que é preciso definir um caminho claro e mostrar à população as vantagens práticas de aprender português. A falta de pessoas que construam a necessária ponte entre os idiomas chinês e português é o grande entrave à resolução de conflitos sobretudo na esfera jurídica, nota a investigadora e linguista. A criação de um conselho responsável pelas línguas oficiais, que estude e gize soluções, poderia ser um primeiro passo raquel carvalho

O

s conflitos entre as línguas portuguesa e chinesa são mais comuns no campo jurídico do que social. E o Governo não pode passar mais tempo de braços cruzados, sem intervir, defende Yolanda Leong. Uma década depois da transferência já era tempo de existirem profissionais bilingues à altura do desafio. Na opinião da especialista, eliminar a presença do português não é a melhor solução. Há que arregaçar as mangas e traçar uma verdadeira política linguística para o território, apela a investigadora do Centro Um País, Dois Sistemas no Instituto Politécnico de Macau. É de um ponto de vista mais complexo e menos superficial do que as comuns abordagens que Yolanda Leong analisa a presença do idioma luso no território. Publicou no ano passado um ensaio sobre a situação linguística em Macau e mergulhou recentemente numa nova investigação. “Tenho reflectido sobre o desenvolvimento da língua em geral em Macau, dentro da princípio ‘Um país, Dois Sistemas’”, explica, em entrevista ao JTM. “Falo do fenómeno da língua no território, enquanto um local trilingue ou até mesmo com quatro línguas, já que temos o mandarim e o cantonês, para além do português e inglês.” Um dos pontos de partida prendese com o art.9º da Lei Básica: “Além da língua chinesa, pode usar-se também a língua portuguesa nos órgãos executivo, legislativo e judiciais da Região Administrativa Especial de Macau, sendo também o português língua oficial.” Apesar da legislação, verifica Yolanda Leong, “a maior parte dos académicos chineses e elementos do Governo entendem que primeiro está o chinês e o português desempenha um papel secundário.” Por uma questão até de afirmação, acrescenta, “a verdade é que a língua chinesa tem maior preponderância. Nós fazemos tudo para privilegiar o chinês, embora grande parte das leis locais estejam redigidas em português.” Essa atitude, considera, “não é a mais correcta.” A académica separa as águas e desenha uma clara distinção entre a língua social e língua jurídica. “Existe um grande fosso entre a língua social e a língua jurídica. Muitas pessoas chinesas não sabem nada de português, mas continu-

amos a ter um conjunto de leis feitas em português e a tradução para chinês não existe ou é má.” Por outro lado, “muitos dos que trabalham como juízes e advogados têm uma origem portuguesa e sublinham a importância do idioma também por interesse próprio. É neste contexto que o conflito surge.” O cidadão comum pensa: “sendo eu chinês porque tenho de ir a um tribunal, onde o juiz nada sabe de chinês e preciso de ser traduzido?” Yolanda Leong apela ao pragmatismo na hora de resolver problemas como este. “Devemos deixar de lado a percepção emocional quando lidamos com esta questão das línguas oficiais. De uma perspectiva sociolinguística, a escolha da língua pode ser muito violenta e acarretar muitos problemas sociais,” lembra. Pensando de uma maneira racional, “a solução não é suprimir o português e o seu desenvolvimento.” Actualmente, existem tantos conflitos e tão complicados, porque “não conseguimos encontrar muita gente bilingue em Macau,” conclui a académica. “Nós chamamos bilingues, muitas vezes, aos macaenses que falam português e chinês. Ou aos chineses que aprenderam algum português. Mas é muito difícil encontrar pessoas que são igualmente boas em ambas as línguas, que façam a ponte e consigam resolver as perturbações.” O caso de Hong kong, apesar de também ter sofrido um processo de colonização, é “totalmente diferente,” considera Yolanda Leong. “Existe muita gente lá que sabe falar inglês, não possuem os mesmos sentimentos de rejeição, além disso o idioma britânico é a língua franca.” Voltando ao território, a investigadora entende que “não devemos traduzir tudo para chinês e alterar tudo.” Esse talvez seja o objectivo último, admite, mas a principal questão prende-se com o que fazer até lá. “Não podemos apenas dizer que o chinês é a primeira língua e final de história, parando de usar o português e não deixando que este se desenvolva.” Esta não é, salienta, “uma solução racional para a questão.” Mais de uma década após a transfe-

rência de soberania, a carência de profissionais persiste. “A verdade é que lidar com este problema é bastante complicado, porque a língua jurídica é totalmente diferente da língua social. É preciso encontrar alguém que domine ambos os idiomas e ainda por cima que perceba algo de assuntos legais”, realça. A grande questão, na opinião da académica, “é que já passaram 12 anos depois da transferência de soberania e o Governo nada fez a respeito. Em tanto tempo, já teria sido possível impulsionar a formação de recursos humanos.” A postura dos governos em relação à língua portuguesa foi-se alterando com o correr dos anos. “O Governo português quando estava em funções não fez muita coisa para promover a língua portuguesa. E após a Declaração Conjunta definiu que o chinês também devia ser usado.” Depois, “aconteceu a transferência de soberania e os elementos do Governo fizeram questão de salientar que o chinês era importante e o português não tanto.” Mais tarde, “o Governo Central começou a apontar Macau como sendo uma plataforma entre a China e os países lusófonos, aí voltou-se a contratar pessoas portuguesas e a dar atenção ao idioma. De repente, o português passou a ser novamente importante. Mas o que o Governo realmente está a fazer, não sei.” MACAU SEM RESPOSTA. Embora o território seja um barco a navegar ao sabor da corrente, Yolanda Leong não acredita que “a importância da língua portuguesa vá diminuir no futuro próximo.” É claro que “se deixarmos que as coisas andem sozinhas, talvez aconteça. Mas não acho que seja uma boa coisa para a RAEM.” A investigadora lembra que o português pode vir a integrar a lista de línguas oficiais das Nações Unidas. “Há um grande número de países a usarem o idioma. Além disso, a China está a desenvolver relações com os países lusófonos. Na hora de encontrar pessoas bilingues toda a gente pensa em Macau. E é triste que Macau não esteja a pensar neste sentido e não desenvolva os seus recursos humanos.” Yolanda Leong defende que “o Exe-

cutivo deve fazer alguma coisa, definir recursos e encorajar as pessoas chinesas a aprenderem português.” Na perspectiva da investigadora, “é urgente uma política linguística e isso, a existência de um plano linguístico, depende sempre do esforço do Governo. Não é possível deixar que a sociedade lide com a questão sozinha.” Para dar passos correctos e seguros é necessário desenvolver mais trabalhos de investigação, nota a académica. “Um plano de ensino linguístico é uma questão bastante complexa,” justifica. A criação de um “comité de línguas oficiais centrado na pesquisa e análise atenta da questão, traçando algumas medidas apropriadas” poderia ser um avanço importante. PORTUGUÊS OBRIGATÓRIO? Se a língua portuguesa devia surgir nas escolas do território como idioma estrangeiro obrigatório, Yolanda Leong tem dúvidas. “Alguns investigadores falam na dificuldade de uma criança aprender duas línguas estrangeiras, neste caso o inglês e o português. Para além de algumas pessoas considerarem, embora eu não concorde, que o mandarim é também uma língua estrangeira.” Muita gente, acrescenta, “considera que o inglês e o mandarim são mais importantes.” Colocar o português como cadeira obrigatória, prevê, acarretaria talvez uma “oposição da sociedade.” A académica afirma não ter feito qualquer investigação sobre este assunto, mas trata-se – acima de tudo – de uma questão de escolha. “Compete ao Governo mostrar aos cidadãos a motivação instrumental de aprender a língua portuguesa, olhando para o território, o país e até o próprio mundo.” Ao contrário do que aconteceu em Hong Kong, “se analisarmos as Linhas de Acção Governativa da RAEM são encontradas muito poucas medidas e referências.” Yolanda Leong dá o exemplo do Canadá, onde “há várias medidas linguísticas que têm vindo a ser colocadas em prática nos últimos 40 anos, transformando-o num país bilingue.” A política linguística, sublinha, “demora bastante tempo a ser concretizada, por isso precisa de avançar o mais depressa possível.”

jornal tribuna de macau terça-feira, 20 de março de 2012 pág 03


MOTOCICLISTAS COM ÁLCOOL A MAIS. Dois residentes foram detidos com álcool a mais após terem sido interceptados quando seguiam nos motociclos com quantidades elevadas de álcool no sangue. Um deles acusou 2,53 gramas e o outro 2,15 gramas. As multas aplicadas foram de 14.400 e 9.000 patacas, respectivamente.

local

FURTO EM VIATURA. Não ter trancado o carro acabou por custar caro a um residente, que foi lesado em 580 patacas e 2.300 renminbis. O furto aconteceu num parque de estacionamento situado na Rua de Santa Clara onde o veículo esteve estacionado durante cerca de uma hora.

AUMENTAM CASOS DE “STRESS” NAS FORÇAS DE SEGURANÇA

Apoio psicológico subiu 70 por cento No ano passado, as Forças de Segurança de Macau registaram 95 pedidos de apoio psicológico dos seus funcionários, o que representa um acréscimo de 70% relativamente a 2010. O “stress” foi o principal motivo dos pedidos, mas também há casos com ligação ao jogo

19%

dos pedidos de apoio psicológico envolveram casos de “stress”, tanto no trabalho como no seio da família

VIVIANA CHAN

S

ó no primeiro semestre do ano passado, foram registados cinco casos de suicídios de agentes das forças de segurança, facto que preocupou os responsáveis da tutela liderada por Cheong Kuoc Vá e gerou muita polémica na sociedade. Face aos números preocupantes, as Forças de Segurança de Macau decidiram reforçar o apoio psicológico prestado aos seus elementos, tendo recrutado mais dois psicólogos para disponibilizarem serviços a tempo inteiro. Até ao ano passado, as Forças de Segurança só dispunham de um psicólogo que trabalhava a tempo parcial. Paralelamente, as Forças de Segurança também fortaleceram os mecanismos de comunicação com outros serviços públicos, sobretudo na área da saúde, no sentido de prevenir, acompanhar e resolver potenciais casos de depressão ou com tendências para o suicídio. Estas iniciativas acabaram por se traduzir no aumento da procura pelos serviços de apoio e aconselhamento psicológico. Segundo o jornal “Ou Mun”, entre

Janeiro e Dezembro do ano passado, 95 trabalhadores das forças de segurança pediram apoio psicológico, incluindo 58 homens e 37 mulheres. O número total de consultas para estes casos ultrapassou o meio milhar. Do total de casos, 56 foram registados pela primeira vez num ano em que o número de pedidos de apoio psicológico cresceu cerca de 70 por cento relativamente a 2010. Foram ainda contabilizados 190 pedidos de informações. De acordo com os mesmos dados, o “stress”, tanto no trabalho como na vida familiar, foi o principal

motivo dos pedidos de apoio, representando 19 por cento do total, seguindo-se as alterações do estado emocional (17 por cento). Já os problemas exclusivamente familiares representaram 14 por cento do total, tal como as questões do foro mental. Por outro lado, cerca de cinco por cento dos casos estavam ligados ao jogo, sendo que alguns dos envolvidos neste âmbito revelaram tendências para o suicídio ou auto-mutilação. Psicólogos ouvidos pelo mesmo jornal sublinharam que os agentes policiais que trabalham na “linha da frente” são os mais vulneráveis a situações de “stress” e problemas de depressão, pelo facto de lidarem de forma mais directa com os crimes e os problemas sociais. No patamar seguinte encontram-se os funcionários dos Serviços de Alfândega, Corpo de Bombeiros e os agentes da Direcção dos Serviços das Forças de Segurança. Segundo a Direcção dos Serviços de Forças de Segurança, os problemas psicológicos são facilmente ignorados pelas pessoas, pelo que muitos casos poderão continuar “escondidos”, o que dificulta o respectivo tratamento.

BEBIDA SERIA DESTINADA A FESTA

Menor suspeito de furtar garrafa de vinho Um jovem de apenas 15 anos foi detido por suspeita de ter furtado uma garrafa de vinho francês de um supermercado. A bebida seria para comemorar o aniversário de um outro amigo PEDRO ANDRÉ SANTOS

A

ideia seria levar uma garrafa de vinho francês, avaliada em 178 patacas, de um supermercado e festejar com o aniversariante e os restantes amigos mas o plano acabou por não correr muito bem já que o alarme disparou e denunciou o furto. O suspeito ainda tentou fugir, deixando a garrafa no chão pelo caminho, mas o segurança não facilitou e acabou por apanhar o jovem de 15 anos. Quando regressaram ao estabelecimento notaram que a garrafa tinha, no entanto, desaparecido. O jovem tentou ligar aos amigos que estavam com ele

no supermercado na altura do furto e apenas um respondeu ao apelo e deslocou-se ao local. A explicação é que não terá convencido, dizendo que não tinham sido eles a levar a garrafa, mas sim uma idosa que passou entretanto pelas imediações. Os dois jovens foram levados para a esquadra, juntamente com os respectivos encarregados de educação, para prestarem mais declarações, tendo o caso já sido entregue ao Ministério Público. PROMESSA DE PARTILHA DE LUCROS TERMINOU MAL. Noutro caso revelado pelas autoridades, um homem foi detido pelas autoridades por alegadamente ter retido uma mulher contra a sua vontade num apartamento situado na Rua de Pequim. O caso foi dado a conhecer à polícia devido a uma chamada de uma amiga que tinha sido contactada pela vítima alertando sobre o sucedido. Os agentes deslocaram-se ao apartamento e logo apareceu a mulher a pe-

Vaga de furtos na mesma avenida A Avenida Demétrio Cinatti esteve em destaque no fim-de-semana pela negativa, pelo menos para três famílias residentes do território que foram assaltadas todas na madrugada de sábado. Os casos têm todos contornos semelhantes com os furtos a ocorrerem durante a noite e sem quaisquer danos aparentes nas fechaduras, suspeitando-se de uso de chave falsa. No total os prejuízos causados ascenderam a 8.500 patacas e 700 renminbis em numerário e objectos. As autoridades acreditam que os três furtos tenham sido efectuados pela mesma pessoa, segundo o JTM conseguiu apurar. pág 04 terça-feira, 20 de março de 2012 jornal tribuna de macau

dir ajuda, afirmando que estava retida contra a sua vontade. Foi pedido ao homem que mostrasse a sua identificação e explicasse o que se estava a passar, mas ele terá ficado algo nervoso e perdido a paciência e foi buscar uma faca à cozinha, batendo com ela várias vezes na mesa. Com a ajuda de mais guardas lá conseguiram acalmar o homem e levaram-no para a esquadra para averiguar a história. Segundo a mulher terá contado, os dois tinham-se conhecido uns dias antes num casino e trocado os números de telefone. Passado algum tempo, o homem, residente da China Continental, ligou à mulher, também do Continente, convidando-a para o acompanhar a um casino onde iria jogar e prometendo-lhe parte dos lucros cada vez que vencesse. Depois de ver que não ia ganhar nada já que o dinheiro “perdeu-se” nas mesas de jogo, a mulher disse que se ia embora, mas o indivíduo lá a convenceu a ir a casa com a promessa de que ia apenas buscar mais dinheiro, só que passou o tempo todo a “empatar” com conversa e terá mesmo agredido a mulher com várias estaladas quando esta tentou sair de casa. Aproveitou um momento de distração para se deslocar à casa-de-banho e telefonar a uma amiga que denunciou o caso às autoridades. A vítima, no entanto, não quis apresentar queixa, enquanto que o homem negou que a tivesse forçado a ficar na casa. O caso já foi entregue ao Ministério Público.

Jovem de 15 anos terá roubado garrafa de vinho


“Esta é a altura para mudar uns quantos directores que estão há mais de 10 anos no cargo” - Francisco Manhão, presidente da apomac

local

“É uma decisão acertada e que só veio um bocado tarde (...) a conduta de Shuen Ka Hung nos últimos tempos foi sempre muito contestada, tanto pelos trabalhadores, como pelos empresários” - Pereira Coutinho, deputado

GOVERNO NÃO ADIANTA RAZÕES PARA TRANSFERÊNCIA DE SHUEN KA HUNG

“Despromoção” para director da DSAL Franscisco Manhão e Pereira Coutinho estão pela mudança, que só peca por tardia. Já a deputada Kwan Tsui Hang diz não entender esta transferência e tece elogios ao ex-director da DSAL. Wong Chi Hong, que coordenava o Gabinete de Recursos Humanos, vai para o lugar de Shuen Ka Hung helder almeida viviana chan*

O

responsável pela Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL), Shuen Ka Hung, foi despromovido pelo Governo e vai passar para director-geral do Centro de Produtividade e de Transferência de Tecnologia (CPTTM). Apesar do JTM ter contactado o gabinete do Secretário para a Economia e Finanças, a DSAL e o Gabinete do Porta-Voz do Governo, não foi avançada qualquer justificação para a saída deste responsável. Para o lugar deixado vago por Shuen Ka Hung vai Wong Chi Hong, que coordenava o Gabinete de Recursos Humanos. E para o lugar deste, sobe na hierarquia a actual coordenadora-adjunta, Lou Soi Peng. Já Victor Manuel Kuan, director-geral do CPTTM, vai-se reformar, segundo informação do Gabinete de Francis Tam. Shuen Ka Hung deve assumir o novo cargo já a partir de 1 de Abril, refere uma nota oficial. Não faltam, no entanto, críticos do trabalho deste homem à frente da DSAL. É

Shuen Ka Hung esteve na DSAL os últimos 10 anos

o caso do deputado Pereira Coutinho que refere que “é uma decisão acertada e que só veio um bocado tarde”. No seu entender, “a conduta de Shuen Ka Hung nos últimos tempos foi sempre muito contestada, tanto pelos trabalhadores, como pelos empresários”. Pelos trabalhadores “porque

As polémicas Shuen Ka Hung Em 2008, o Ministério Público investigou Shuen Ka Hung por, numas obras em sua casa, trabalharem ilegais. No entanto, não foram encontrados indícios de que o director dos Serviços Laborais tivesse conhecimento de trabalhadores nessa situação no apartamento. De acordo com uma nota oficial publicada na altura, em 2007, o Gabinete do Secretário para a Economia e Finanças, que tutela os Serviços Laborais, entregou no Ministério Público documentos que revelavam terem sido encontrados trabalhadores ilegais a 1 de Agosto desse ano, numa operação policial. O caso foi arquivado. De 2010, uma frase é recordada. A propósito de uma nova lei publicada na altura – a lei de contratação de não residentes - Shuen Ka Hung foi cáustico: “Se o trabalhador acha que as condições que o empregador lhe oferece não são suficientes ou são maltratados, ele pode voltar à sua terra para tentar arranjar outro emprego”. Outro caso, agora recordado por Pereira Coutinho, envolveu a MASTV, em Setembro de 2010, quando a empresa foi alvo de uma fiscalização. “Ele mentiu aos deputados quando disse que a fiscalização foi feita com base num sorteio entre várias empresas locais, e tudo para retaliar contra aquela estação televisiva”, disse o deputado.

a lei sindical e a negociação colectiva não avançou e ele propôs-se até a substituir os sindicatos”. E pelos empresários “pela forma como os processos laborais eram executados”. Da mesma forma reagiu Francisco Manhão. Para o presidente da Associação dos Aposentados, Reformados e Pensionistas de Macau os serviços da “DSAL já deveriam ter sido mudados há muito tempo”. E espera até que esta mudança possa servir de “aviso à navegação para directores de outros serviços”. É que para Francisco Manhão “esta é a altura para mudar uns quantos directores que estão há mais de 10 anos no cargo”. Sobre o novo director da DSAL, prefere não fazer já avaliações. “Não sei se é o ideal, mas não vale a pena julgar antes do tempo. Sei é que esse cargo exige uma pessoa com um grande sentido de equilíbrio, a tarefa não é fácil mas penso que mudar faz bem”. Manhão lembra ainda que seria positivo que estes directores de serviço, muitos dos quais ficam no cargo anos seguidos, “tivessem um mandato limitado,

que fosse mais democrático”. Já Kwan Tsui Hang disse ao JTM “não entender” esta mudança na DSAL. A deputada admitiu que, embora tivesse “opiniões muito diferentes” de Shuen Ka Hung, sempre o achou “uma pessoa muito responsável e profissional” e um “funcionário público capaz de assumir a responsabilidade dos seus trabalhos”. GOVERNO NÃO REVELA RAZÕES. Numa nota à imprensa, o Executivo não avança razões para esta despromoção. No entanto, uma das razões que pode ter levado ao “transbordar do copo” pode ter sido a morte de uma empregada doméstica indonésia na semana passada, por alegada inalação de gases tóxicos. Inicialmente, a DSAL disse existirem indícios de acidente de trabalho mas ainda não houve um desfecho do caso, nem quanto à morte nem quanto a um possível indemnização aos familiares da vítima. O Secretário para a Economia e Finanças, Francis Tam preferiu, porém, destacar “o bom trabalho desenvolvido, ao longo dos últimos 10 anos, por Shuen Ka Hung e Victor Manuel Kuan”. Referiu ainda que “Wong Chi Hong, que desempenhou antes os cargos de subdirector da Direcção dos Serviços para os Assuntos de Tráfego e assessor do Gabinete do Secretário para a Economia e Finanças, “se encontra bem familiarizado com os trabalhos ligados aos sectores patronal e laboral assim como assuntos relacionados com gestão”. Mostra confiança nas capacidades de Wong Chi Hong. Ainda segundo Francis Tam, torna-se necessária uma maior coordenação do CPTTM uma vez que “a estrutura da economia de Macau é baseada no sector de serviços, essencial para o desenvolvimento económico do território baseado na qualidade dos recursos humanos”. Assim, o futuro de Shuen Ka Hung vai passar por se responsabilizar por esta tarefa, com o objectivo de se dedicar mais à formação profissional de forma a elevar a produtividade. Por outro lado, Francis Tam referiu que, para além das actuais mudanças de competências, haverá ainda algumas alterações na direcção do CPTTM, nomeadamente, a entrada do chefe do departamento de Formação Profissional, Hung Ling Biu, que irá trabalhar em regime de acumulação de serviços. *Com Raquel Carvalho

Nove taludes em risco elevado de derrocada A DSSOPT vai instalar um sistema de monitorização automática nos taludes da Colina da Guia. O projecto será alargado às restantes escarpas caso se verifiquem resultados positivos durante o projecto piloto. Em Macau há nove taludes em elevado risco de derrocada

D

epois das obras de reordenamento levadas a cabo no ano passado, nove taludes continuam em risco elevado de derrocada. No total foram inspeccionadas 190 escarpas, sendo que mais de metade se encontra na península. De acordo com a Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (DSSOPT) foi possível reduzir de 11 para nove os taludes com elevado risco de derrocada, mas existem ainda entre 66 e 64 com um risco médio e 117 com risco baixo. Para já, o organismo concluiu as obras de reordenamento dos taludes localizados na Estrada de Hác Sá e Estrada da Ponta da Cabra, ou seja, aproximadamente 4.800 metros quadrados. A DSSOPT garante que vai continuar a reordenação das escarpas com recurso à tecnologia.

Este ano além do plano de reordenamento do talude que apresenta um elevado risco de ruir, na Estrada da Nossa Senhora da Esperança, no COTAI, estão a decorrer obras de estabilização dos taludes existentes junto à Fábrica de Cimento de Coloane e de Seac Pai Van. Apesar dos taludes considerados com um elevado grau de risco de derrocada não representarem “perigo imediato”, a DSSOPT irá tomar medidas de precaução, tendo em vista também reduzir o nível de risco. Para tal vai introduzir um sistema de monitorização automática – técnica já utilizada em territórios vizinhos – para que seja possível conhecer a situação dos taludes sistematicamente. Como são enviados dados para um sistema, é possível detectar uma anomalia de imediato, o que permite aos

serviços competentes tomar medidas de precaução atempadamente, frisa o organismo. O teste-piloto será implementado na Colina da Taipa Grande. Segundo as estimativas da DSSOPT, se forem obtidos resultados positivos, aqueles instrumentos de monitorização serão instalados em meados deste ano nos taludes em que tal seja necessário. A DSOPT frisa ainda que a leitura de informações e dados através deste novo sistema, permitirá ajudar na optimização quanto ao nível de segurança. A situação dos taludes pode ser consultada na Internet. A DSSOPT recorda que as escarpas localizadas em terrenos públicos são da responsabilidade do Governo, mas as que estiverem em terras particulares estão a cargo dos respectivos proprietários. jornal tribuna de macau terça-feira, 20 de março de 2012 pág 05


DOIS CASOS GRAVES DE GRIPE B. O Hospital Kiang Wu comunicou “dois casos graves de gripe B com complicações”, um dos quais envolve uma mulher de 32 anos que, segundo os Serviços de Saúde, está “em condição crítica e estado de coma, necessitando de ventilador”. O outro paciente é uma criança de cinco anos, a quem foi diagnosticada meningite viral. Porém, o seu estado clínico já normalizou.

local

ENTEROVÍRUS ATINGE 10 CRIANÇAS DE CRECHE. Os Serviços de Saúde foram notificados ontem de um caso de infecção colectiva por enterovírus no Jardim Infantil da Escola Ilha Verde. Pelo menos 10 crianças apresentaram sintomas da Doença de Mãos, Pés e Boca, mas não necessitaram de internamento hospitalar.

INSTITUTO POLITÉCNICO ORGANIZA VII CONCURSO

36 vão declamar poesia em português Organizado pela Escola Superior de Línguas e Tradução do Instituto Politécnico, o VII Concurso de Declamação de Poesia em Português vai contar com 36 participantes

O

Concurso de Declamação de Poesia em Português foi integrado pelo sétimo ano no programa anual de actividades da Escola Superior de Línguas e Tradução do Instituto Poli-

técnico de Macau (IPM) e vai juntar amanhã, pelas 18:30 horas, 36 concorrentes no anfiteatro nº 1 do Instituto, no Edifício Wui Chi. Promover a difusão da língua e cultura portuguesas, e em especial a leitura e o gosto pela poesia de expressão portuguesa, é o objectivo central desta iniciativa que contará com a participação de alunos dos cursos de Português do IPM, do Departamento de Português da Universidade de Macau (UM), Universidade de São José e do Instituto de Formação Turística de Macau. Em 2011, só marca-

ram presença alunos do IPM e UM. De acordo com o IPM, a competição integra três níveis - elementar e básico (1º e 2º anos), intermédio (3º ano) e avançado (4º ano) - e englobará a declamação de poemas de poetas de Portugal e dos países da Lusofonia. Os 36 concorrentes vão disputar os três primeiros lugares em cada categoria, sendo que os três melhores receberão um prémio pecuniário, além de um diploma. Todos os participantes receberão um certificado de participação no concurso. O IPM salienta ainda que este ano

será mais uma vez entregue o Prémio Especial Fundação Oriente, destinado a premiar a melhor apresentação de entre todos os concorrentes dos diferentes níveis. O júri será presidido por Ana Paula Cleto, delegada da Fundação Oriente em Macau, contando ainda com Carlos Morais José, director do “Hoje Macau” e do professor James Li, personalidades que o IPM destaca pela “reconhecida competência e contributo para a divulgação da língua e cultura portuguesas na RAEM”. O evento é aberto ao público.

Fotolegenda REENCONTRO DE SEMINARISTAS E ALUNOS EXTERNOS DE SÃO JOSÉ. Cerca de 30 antigos seminaristas e 50 externos que estudaram em São José, reuniram-se ontem em convívio num encontro anual. Depois de uma missa com cânticos em latim, os antigos alunos seguiram para um jantar de confraternização. “Reavivar o passado e os tempos de escola” era um dos objectivos, segundo José Cabral, um dos organizadores.

Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais

NOTIFICAÇÃO EDITAL N.º 41/2012

(Trabalho ilegal - pagamento das multas)

Considerando que se revela ser impossível notificar, nos termos do artigo 14.° do Decreto-Lei n.º 52/99/M, de 4 de Outubro, do artigo 68.° e do n.º 1 do artigo 72.° do Código do Procedimento Administrativo (CPA), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro, CRISTOBAL CRISELDA VERGARA (titular do bilhete de identidade de residente permanente da Região Administrativa Especial de Macau), MARY ROSE SANTOS (titular do título de identificação de trabalhador não-residente), HE ZHI (titular de Salvo Conduto para Hong Kong e Macau da República Popular da China), 李小平 (romanizado em Lei Sio Peng) (titular da Autorização dos Serviços de Alfândega da Região Administrativa Especial de Macau), 劉樂華 (romanizado em Lao Lok Va) (titular da Autorização dos Serviços de Alfândega da Região Administrativa Especial de Macau), 李玉蘭 (romanizado em Lei Iok Lan) (titular da Autorização dos Serviços de Alfândega da Região Administrativa Especial de Macau) e GUO PING (titular do passaporte da República Popular da China), pessoalmente, por ofíßcio, telefone, ou outra forma, sobre a matéria acusada pela infracção do Regulamento Administrativo n.º 17/2004 - Regulamento sobre a Proibição do Trabalho Ilegal, de 14 de Junho, e para o efeito do regime de procedimento da aplicação da respectiva multa, Raimundo Vizeu Bento, Chefe do Departamento de Inspecção do Trabalho (DIT), da Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais (DSAL), notifica, nos termos do n.º 2 do artigo 72.° do CPA, os aludidos infractores, do teor da decisão sancionatória em causa, no seguinte: 1. Dado exposto por ter comprovado a acção de CRISTOBAL CRISELDA VERGARA, bem como a culpa da infractora, ao abrigo da alínea 2) do artigo 2,° do Regulamento sobre a Proibição do Trabalho Ilegal, nos termos da alínea 2) do n.º 1 do artigo 9.° do mesmo regulamento administrativo foi aplicada, a pena de multa de MOP$10.000,00; 2. Dado exposto por ter comprovado a acção de MARY ROSE SANTOS, bem como a culpa da infractora, ao abrigo da alínea 2) do artigo 2.° do Regulamento sobre a Proibição do Trabalho Ilegal, nos termos da alínea 4) do n.º 1 do artigo 9,° do mesmo regulamento administrativo foi aplicada, a pena de multa de MOP$ 5.000,00; 3. Dado exposto por ter comprovado a acção de HE ZHI, 李小平 (romanizado em Lei Sio Peng), 劉樂華 (romanizado em Lao Lok Va) e 李玉蘭 (romanizado em Lei Iok Lan), bem como a culpa dos infractores, ao abrigo do artigo 3.° do Regulamento sobre a Proibição do Trabalho Ilegal, nos termos da alínea 1) do n.º 1 do artigo 9.° do mesmo regulamento administrativo foram aplicadas a cada infractor, a pena de multa de MOP$ 20.000,00; 4. Dado exposto por ter comprovado a acção de GUO PING, bem como a culpa da infractora, ao abrigo do artigo 3,° do Regulamento sobre a Proibição do Trabalho Ilegal, nos termos da alínea 1) do n.º 1 do artigo 9.° do mesmo regulamento administrativo foi aplicada, a pena de multa de MOP$ 30.000,00; 5. Mais, foi aplicada aos infractores, MARY ROSE SANTOS, HE ZHI, 李小平 (romanizado em Lei Sio Peng), 劉樂華 (romanizado em Lao Lok Va) , 李玉蘭 (romanizado em Lei Iok Lan) e GUO PING, a sanção acessória prevista, no artigo 10.° do aludido regulamento administrativo, impedindo-os de exercer qualquer actividade laboral na RAEM por um período de dois anos, a contar do primeiro dia útil seguinte ao da publicação da presente notificação edital; 6. Informa-se ainda que, nos termos do n.º 2 do artigo 17.° do Regulamento Administrativo n.º 26/2008 Normas de Funcionamento das Acções Inspectivas do Trabalho, conjugado com as alíneas a) e b) do n.º 2 do artigo 145.° e os artigos 149,° e 155.° do CPA, os actos administrativos em causa podem ser impugnados, no seguinte: a) Mediante reclamação para o autor do acto (Chefe do DIT), no prazo de 15 (quinze) dias, a contar do dia seguinte ao da presente notificação; ou b) Mediante recurso hierárquico necessário para o superior hierárquico do autor do acto (Subdirector da DSAL), no prazo de 30 (trinta) dias, a contar do dia seguinte ao da presente notificação edital. Por outro lado, nos termos do n.º 4 do artigo 150.°, conjugado com o n.º 1 do artigo 156.° do CPA, o direito acima referido é exercido por meio de requerimento, no qual devem ser expostos os fundamentos (de facto e de direito), juntando os documentos considerados convenientes, não sendo o acto acima mencionado susceptível de recurso contencioso. 7. Mais ficam notificados que, nos termos do artigo 12.° do Regulamento sobre a Proibição do Trabalho Ilegal, e da alínea e) do artigo 14.° do Decreto-Lei n.º 52/99/M, conjugado com os n.ºs 1 e 2 do artigo 15.° do Regulamento Administrativo n.º 26/2008 -Normas de Funcionamento das Acções Inspectivas do Trabalho, os aludidos infractores devem, no prazo de 15 (quinze) dias, a contar da data da publicação da presente notificação edital, comparecer na DSAL para o levantamento da guia de pagamento da multa e proceder ao seu pagamento na Repartição de Finanças de Macau da Direcção dos Serviços de Finanças. Ficam ainda notificados que, nos 5 (cinco) dias subsequentes aos do prazo acima referido deverão entregar nestes serviços, o documento comprovativo desse pagamento, sob pena das cópias de todos os documentos acompanhadas do comprovativo de cobrança coerciva serem remetidos à Repartição das Execuções Fiscais da Direcção dos Serviços de Finanças para, ser efectuada a cobrança coerciva nos termos legais. Direcção dos Serviços para os Assuntos Laborais - Departamento de Inspecção do Trabalho, aos 14 de Março de 2012. O Chefe do DIT, Raimundo Vizeu Bento

pág 06 terça-feira, 20 de março de 2012 jornal tribuna de macau

ANÚNCIO [ N.º 70/2012 ]

Para os devidos efeitos, vimos por este meio notificar os representantes do agregados familiareßs da lista de candidatos a habitação económica abaixo indicados, no uso das competências delegadas pela alínea 11) do nº 1 do Despacho nº 32/IH/2011, publicado no Boletim Oficial da RAEM, nº 32, II Série, de 10 de Agosto de 2011 e nos termos do n.º 2 do artigo 72.° do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro: Nome Cheang Ka Man Cheong Lai SEONG Chu Kuok Choi

N.º do boletim de candidatura 1080 24785 30055

Após as verificações deste Instituto, notamos que os representantes dos agregados familiares de candidatos a habitação económica acima mencionados são elementos dos respectivos agregados familiares, que figurem noutros boletins de candidatura, aos quais o IH tenha autorizado a compra de uma fracção, pelo que, estes não podem candidatar-se à aquisição de fracções de habitação económica, no termos da alínea 3 do nº 4 do artigo 14º da Lei n.° 10/2011. De acordo com os artigos 93.° e 94.° do Código do Procedimento Administrativo, aprovado pelo Decreto-Lei n.° 57/99/M, de 11 de Outubro, devem apresentar, por escrito, as suas contestações e todas as provas testemunhais, materiais, documentais ou as demais provas, no prazo de 10 dias, a contra da data de publicação do presente anúncio. Se não apresentarem as contestações no prazo fixado ou as mesmas não forem aceites por este Instituto, os representantes dos agregados familiares forem retirados dos agregados familiares e as respectivas candidaturas serão excluídas da lista geral de espera, por não reunirem os requisitos para aquisição de habitação económica, nos termos do n.º 2 do artigo 16.° do Regulamento de acesso à compra de habitações construídas no regime de contrato de desenvolvimento para a habitação, aprovado pelo Decreto-Lei n.º 26/95/M, de 26 de Junho, revisto pelo Regulamento Administrativo n.º 25/2002. No caso de dúvidas, poderá dirigir-se ao IH, sito na Travessa Norte do Patane, n.º 102, Ilha Verde, Macau, durante as horas de expediente, ou contactar Sr. Vong através o tel. n.º 2859-4875 (Ext. 226), para consulta do processo. O Chefe do Departamento de Assuntos de Habitação Pública, Cheang Sek Lam 14 de Março de 2012


FORBES PREFERE QUALIDADE DOS CASINOS DOS EUA. O Bellaggio, de Las Vegas, lidera um “ranking” da Forbes relativo aos oito melhores centros de jogo e lazer do mundo, superando o Wynn Las Vegas e o casino Monte Carlo. O Venetian Macau é o único do território incluído na lista, atrás dos casinos Baden Baden (Alemanha) e Sun City (África do Sul).

local

CREDIT SUISSE ELEVA PREVISÕES PARA MACAU. O banco de investimento Credit Suisse reviu em alta as projecções de crescimento do jogo na RAEM. Segundo a Macau Business, as estimativas apontam agora para uma subida de 24,6% das receitas brutas em 2012, contra a anterior previsão de 18,9%.

1.500 LUGARES DE “CROUPIER” POR PREENCHER NO FINAL DE 2011

5.187 vagas laborais no jogo e comércio O número de postos de trabalho por preencher nos sectores do jogo e do comércio a retalho superava os cinco milhares no final de 2011. Em termos gerais, o jogo envolve 15% cento da população empregada

Francis Lui quer alternativas ligadas ao MICE e vendas a retalho

N

o fim do quarto trimestre de 2011, existiam 2.274 vagas nas lotarias e outros jogos de aposta, das quais 1.504 destinavam-se a “croupiers”. No caso dos “croupiers” registou-se um aumento expressivo face ao final de Junho, quando as vagas ascendiam a 800, mas uma quebra relativamente aos 2.121 apurados em Dezembro de 2010. De acordo com os dados ontem divulgados pela Direcção dos Serviços de Estatística e Censos (DSEC), o número de vagas no comércio a retalho subiu 43% para 2.913, em comparação com o trimestre homólogo de 2010. Em relação aos requisitos de recrutamento, 67,1% das vagas nas lotarias e outros jogos de aposta e 60,3% no comércio por grosso e a retalho requeriam experiência profissional. Por outro lado, 71,2% das vagas nas lotarias e outros jogos de aposta exigiam um nível académico equivalente ou superior ao ensino secundário complementar. Além do cantonense, o mandarim e inglês foram as línguas mais requeridas pelo comércio por grosso e a retalho com 65,9% e 43,4%, respectivamente, enquanto que nas lotarias e outros jogos de aposta, 92,0% e 71,9% dos postos vagos requeriam conhecimentos linguísticos de mandarim e inglês, respectivamente. Macau registava no final de 2011 um total de 50.198 trabalhadores do sector das lotarias e outros jogos de aposta que representavam 14 por cento da população activa e 15 por cen-

Galaxy aposta no MICE A Galaxy pretende duplicar a área do complexo situado no COTAI reforçando a oferta não relacionada com o jogo. O objectivo é criar alternativas ligadas ao sector das convenções e venda a retalho

A 15% da população empregada trabalha no sector do jogo

to da população empregada. De acordo com os dados oficiais, o número de funcionários dos espaços de jogo - excluindo promotores de jogo - subiu 12% face ao final de 2010. Entre os funcionários do sector, 22.345 eram “croupiers”, profissão que registou um crescimento de 16,7 por cento no número dos seus trabalhadores. Já os vencimentos do sector - excluindo os prémios e as participações nos lucros das empresas - tinham atingido 14.700 patacas o que traduz uma subida de 6,5 por cento. No último trimestre de 2011, Macau registava uma população activa de 347.200 pessoas (mais 4,93 por cento face ao mesmo período de 2010), 339.800 pessoas empregadas (mais 5,54 por cento) e 7.400 desempregados (menos 16,99 por cento do que em 2010).

TRIBUNAL JUDICIAL DE BASE

TRIBUNAL JUDICIAL DE BASE

Juízo Cível

ANÚNCIO

Acção ordinária n.° CV2-11-0080-CAO

s contas relacionadas com o sector do jogo representam mais de 70% das receitas do Governo, desempenhando um papel significativo no PIB do território. No entanto, o Governo tem sido alvo de pressões para ampliar a origem das suas receitas, caso o jogo venha a sofrer algum tipo de recessão. Uma dessas fontes alternativas poderá ser o negócio das convenções que em Macau representa apenas dez por cento do volume do sector em Hong Kong, afirmou Francis Lui, vice-presidente da Galaxy, acrescentando que existe uma previsão para que Macau se venha a tornar num importante centro de reuniões no espaço de cinco anos. Em declarações ao South China Morning Post, Francis Lui revelou que nesta segunda fase a Galaxy irá duplicar o tamanho do complexo, acrescentando ainda mais elementos não relacionados com o jogo, uma medida que se pretende que seja efectuada com a aposta em sectores liga-

2º Juízo Cível

ANÚNCIO

1º Juízo Cível

Autores: Ieong, Soi Keng, do sexo feminino, residente na Rua da Barca da Lenha, nº 47, Macau. Sin, Sai, do sexo masculino, residente na Rua da Hortense, nº 51, 23º andar, Y, Macau. Sin, Fun Cho, do sexo masculino, residente na Rua da Barca da Lenha, nº 47, Macau. Réus: Sin Iao Hou, do sexo feminino, residente na Rua da Barca da Lenha, nº 47, Macau. Chao Sei, do sexo feminino, residente na Rua da Barca da Lenha, nº 47, Macau. Correm éditos de trinta (30) dias, a contar da segunda e última publicação do anúncio, citando o réus acima identificados, para, no prazo de trinta (30) dias, decorrido que seja o dos éditos, contestarem, querendo, o pedido formulado na petição inicial nos mencionados autos, que resumidamente consiste em que: a. Os autores serem reconhecidos como legítimos proprietários do prédio sito no nº 47 da Rua da Barca da Lenha, em Macau, para todos os efeitos legais, nomeadamente, para o poderem registar a ser favor, na Conservatória do Registo Predial de Macau; b. Ser cancelado o registo existente na Conservatória do Registo Predial de Macau a favor de Sin Iao Hou e de Chao Sei. Conforme tudo melhor consta do duplicado da petição inicial que neste 2º Juízo Cível se encontra à sua disposição e que poderá ser levantado nesta secretaria nas horas normais de expediente, de que a falta da contestação, não implica o reconhecimento dos factos articulados pelos autores e ainda que é obrigatória a constituição de advogado (nos termos do artº 74º do C.P.C.M.). Macau, aos 14 de Fevereiro de 2012.

Exequente: Banco Nacional Ultramarino, S.A., com sede em Macau, na Avenida Almeida Ribeiro, n. °22. Executado: CHAN KENG HANG, solteiro, maior, de nacionalidade chinesa, residente em Macau Praceta da Serenidade, n.º 98, Edif. Wan Keng Yuan, Bloco 2, 5.º P e Travessa Terceira do Pátio do Jardim, Edif. Sam Heng, 1.° B. Faz-se saber que pelo 1° Juízo Cível do Tribunal Judicial de Base da R.A.E.M., correm éditos de TRINTA DIAS, contados a partir da segunda e última publicação do respectivo anúncio, citando o executado, supra identificado, para, no prazo de VINTE DIAS, findo o dos éditos, pagar ao exequente a dívida de capital e juros no montante de trinta e seis mil, cento e oitenta e oito patacas e trinta e um avos (MOP36.188,31), correspondente ao capital trinta e cinco mil, novecentas e quarenta e seis patacas e quatro avos (MOP35.946,04) e aos juros já vencidos até 5 de Julho de 2011 (MOP242,27), a que acrescerão os juros que se forem vencendo, à taxa de 6%, o respectivo imposto de selo que sobre os mesmos incide, bem como as despesas com o protesto da livrança no montante de cento e vinte e cinco patacas (MOP125,00) e, ainda, as custas e condigna procuradoria ou, em alternativa, nomear bens à penhora suficientes para o pagamento da quantia exequenda, sob pena de, não o fazendo, ser devolvido ao exequente o direito de nomeação, seguindo-se os demais termos até final, tudo como melhor consta do requerimento inicial, cujo duplicado se encontra nesta secretaria à disposição do citando. É advertido de que se poderá opor à execução por meio de embargos, deduzido no prazo VINTE DIAS, findo o dos éditos e de que não é obrigatória a constituição de advogado. Tribunal Judicial de Base da R.A.E.M., aos 6 de Março de 2012.

O Juiz, Jerónimo Alberto G. Santos A Escrivã Judicial Principal, Pun Choi Ieng

A Juiz de Direito, Ana Meireles A Escrivã Judicial Auxiliar, Tou Ka Pou

1ª Vez

“JTM” - 20 de Março de 2012

TRIBUNAL JUDICIAL DE BASE

Juízo Cível

Execução ordinária n.° CV1-11-0046-CEO

2ª Vez

“JTM” - 20 de Março de 2012

dos às convenções e venda a retalho. “O plano da Galaxy foi sempre abordado de uma forma mais holística, e a sua última fase será parte integrante do plano geral, iniciado em 2002”, disse Francis Lui. O responsável acredita que o território poderá vir a tornar-se num importante centro de convenções, um projecto que pretende que venha a acontecer ao longo dos próximos cinco anos. O vice-presidente da Galaxy confirmou também a existência de conversações com as autoridades de Zhuhai para o investimento num resort na Ilha da Montanha. Este mês o Galaxy irá acolher o 9º Festival de Cinema Chinês, a decorrer entre 23 e 25 de Março, uma iniciativa que pretende promover o desenvolvimento do cinema do Continente. Igualmente este mês, dia 30, será inaugurado oficialmente o clube nocturno VIP “China Rouge”, embora a inauguração seja apenas para membros convidados.

Juízo Cível

ANÚNCIO

Execução de Sentença sob a forma Sumária n.° CV3-06-0037-CAO-A 3º Juízo Cível Exequente: Companhia de Investimento e Desenvolimento Predial Choi Long, Limitada, com sede na Rua de Malaca, s/n, Edifício Centro Internacional de Macau, CC, r/c, H, I, J, Macau. Executados: 1. 劉家叁 Lau Ka San, ausente em parte incerta, com última residência conhecida na “澳門新口岸國際中心第4座11樓B室”. 2. 劉家怡 Lau Ka Yee, residente em Macau“澳門新口岸國際中心第4座11樓B室”; e 3. 楊鳳媚 Yeung Fung Mei, ausente em parte incerta, com última residência conhecida na “澳門新口岸國際中心第4座11樓B室”. Faz-se saber que, no próximo dia 18 de Maio de 2012, pelas 11.00 horas, neste Juízo, nos autos acima identificados, vai ser vendido, por meio de propostas em carta fechada, o seguinte direito: Direito penhorado Natureza: Direito resultante de contrato promessa de compra e venda celebrado entre os executados e 澳門國際中心有限公司 , em 1993, de parque de estacionamento com o nº 198; Situação: 澳門新口岸回力球側(澳門國際中心)第一,第二期地庫第貳層停車埸; Promitente-vendedora: 澳門國際中心有限公司; Promitente-compradora: os executados acima identificados; O valor basa de venda é de: MOP$210,000.00 (Duzentas e Dez Mil Patacas). São convidados todos os interessados na compra daquele bem a entregar na Secretaria deste Tribunal, as suas propostas, até ao dia 17 de Maio de 2012, pelas 17:45 horas, sendo que, o preço das propostas deve ser superior ao valor acima indicado, devendo o envelope da proposta conter a indicação de “PROPOSTA EM CARTA FECHADA”, bem como o “Número do processo Cv3-06-0037-cao-a”. No dia 18 de Maio de 2012, pelas 11.00 horas, no Tribunal Judicial de Base da RAEM, proceder-se-á à abertura das propostas de preço superiores ao valor base de venda, a cujo acto podem os proponentes assistir. Quaisquer titulares de direito de preferência na alienação do direito supra referido, podem, querendo, exercer o seu direito no próprio acto da abertura das propostas, se alguma proposta for aceite. Macau, 09 de Março de 2012. A Juiz, a) Ip Sio Fan O Escrivão Judicial Principal, Lam Hou Fai

2ª Vez

“JTM” - 20 de Março de 2012 jornal tribuna de macau terça-feira, 20 de março de 2012 pág 07


PROJECTO T(H)REE REGRESSA AOS DISCOS. Depois de um primeiro volume com colaborações entre artis o projecto “T(h)ree” vai dar origem a mais um álbum, desta vez com músicos de Portugal, Singapura Lisboa, será o anfitrião da festa de lançamento do álbum, no próximo dia 30. O segundo volume bas músicas à distância, entre artistas dos dois lados do globo. São apresentadas 11 músicas que revel forma de cooperação luso-asiática. As receitas da venda do álbum revertem inteiramente para a Fu realizar desejos de crianças e jovens, entre os 3 e os 18 anos, com doenças graves, progressivas, d

RESPONSÁVEIS ESPERAM ACABAR OBRAS E PROPORCIONAR ENTRADAS GRATUITAS A

Museu de Arte vai se Bem vindo à inscrição para as Sessões de Consulta Pública sobre o Desenvolvimento do Sistema Político ˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕ 1.ª Sessão ˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕ Data: 16 de Março (6.ª feira) Horas: Das 20H00 às 22H00 Local: Grande Auditório do Centro Cultural de Macau Prazo de inscrição: De 10 a 14 de Março, das 09H00 às 19H00 ˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕ 2.ª Sessão ˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕ Data: 26 de Março (2.ª feira) Horas: Das 20H00 às 22H00 Local: Grande Auditório do Centro Cultural de Macau Prazo de inscrição: De 20 a 24 de Março, das 09H00 às 19H00 ˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕ 3.ª Sessão ˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕˕ Data: 15 de Abril (Domingo) Horas: Das 15H00 às 17H00 Local: Grande Auditório do Centro Cultural de Macau Prazo de inscrição: De 9 a 13 de Abril, das 09H00 às 19H00 Observações na inscrição: 1. É 800 o número máximo de participantes para cada sessão. 2. A inscrição em cada sessão deve ser efectuada dentro do prazo estabelecido. Na inscrição devem ser indicados o nome, o número de telefone e a pretensão ou não de intervir. 3. É permitida a inscrição em todas as sessões. Qualquer participante só pode intervir numa sessão. 4. O tempo para cada intervenção será de 5 minutos. Caso não seja possível intervir, queira apresentar as suas sugestões por escrito. 5. Meios de inscrição:  Sítio: www.cdm.gov.mo  Fax: 8987 0789 / 8987 1017  Telefone: 8987 1138 / 8987 1139  Deslocação pessoal: Rua do Campo, n.° 162, Edf. Administração Pública R/C (das 09H00 às 19H00 nos dias úteis)  

Aquando da sessão, é proibido comer e beber, fazer barulho, devendo manter-se os aparelhos de comunicação em modo silencioso. Durante a realização das referidas sessões, o Silo do Centro Cultural de Macau estará gratuitamente aberto aos participantes. Os lugares de estacionamento são limitados e estarão disponíveis por ordem de chegada. Direcção dos Serviços de Administração e Função Pública

pág 08

Ref.2012-03-09

O Museu de Arte de Macau quer transformar-se numa plataforma para to o espaço será remodelado para ampliar a loja de lembranças, que visa ocu gratuitas diariamente ainda este ano fátima almeida

O

Museu de Arte de Macau (MAM) entrou no 14º ano de vida com vontade de crescer e dar mais espaço aos artistas locais. Apesar dos “custos de financiamento do museu serem muito elevados”, o MAM pretende, até ao final do ano, implementar entradas gratuitas diariamente para aproximar as pessoas da arte e seguir a tendência de muitos espaços artísticos do Continente chinês e não só, explicou o director do MAM. Contudo, esta “política de encorajamento” só poderá arrancar após a conclusão do projecto de expansão e remodelação que os responsáveis pelo MAM prevêem realizar-se até Dezembro. “Teremos de aguardar pelas obras e só depois é que conseguiremos estabelecer uma data para que as entradas comecem a ser gratuitas”, disse Chan Hou Seng. Como o espaço que alberga as lembranças estava a ficar “muito pequeno” para colher tantas memórias, será ampliado de modo a ocupar a Mediateca, no rés-do-chão. “O espaço só tem cerca de 1.700 metros quadrados. Há necessidade de proceder a obras de ampliação”, explicou o director do MAM, escusando-se a avançar o orçamento previsto para este projec-

to, que também inclu museu. O director do MA paço para albergar os assegurou que não lh mos [a nova localizaç ao público. Não dimi tentar melhorá-lo”, ga paço de galeria comer trar obras de artistas l Segundo explicou não integra o orçamen senvolver este plano c acrescentou sem avan um valor definitivo, p neamento. Encontram não temos um orçame Depois do projec xar de cobrar entrada o preço do bilhete já diminuir o seu valor, isenção do ingresso. A xem de pagar diariam (para menores).

Seis artistas na “Montra de Macau” O MAM criou no 3º piso um espaço para receber exposições de artistas locais. O pano vai subir a 14 de Abril com uma exposição de Pakeong Sequeira, artista conhecido por desenhar ao vivo através de longos riscos negros que parecem alcançar o infinito. Patente até 18 de Maio, a mostra vai inaugurar um espaço que “tem como objectivo promover o desenvolvimento da arte contemporânea local, facultando aos artistas locais um espaço de exposição”. Pakeong Sequeira é o primeiro de seis artistas que serão convidados este ano, e irá desenhar ao vivo entre 22 de Março e 12 de Abril. “Esperamos ter uma cooperação mais próxima com os artistas locais, a “Montra de Arte de Macau” é “o primeiro passo”, assegurou o director do MAM. Além dos trabalhos de Pakeong será possível ver obras de Meng Shu, Wong Cheng Pou, João Ó, Konstantin Bessmertny e Vanessa Cheah. Além disso, foi ainda publicado um panfleto com as informações dos artistas locais para que as pessoas possam conhecer melhor os criadores de Macau.

terça-feira, 20 de m


stas de Portugal, Macau e Hong Kong, a e Filipinas. O Museu do Oriente, em seia-se no mesmo conceito de criar lam novas abordagens, numa particular undação Make a Wish, cuja missão é degenerativas ou malignas.

local

JOAQUIM MAGALHÃES DE CASTRO APRESENTA “VIAGEM AO TECTO DO MUNDO”. O livro “Viagem ao Tecto do Mundo” (Editorial Presença, 2010), da autoria de Joaquim Magalhães de Castro, será apresentado hoje, pelas 18:30, na Livraria Portuguesa. O evento contará com a presença do autor, do presidente do IPOR, Rui Rocha, e do representante da TDM, João Guedes. A obra está na origem da série documental de quatro episódios “Himalaias – A viagem dos Jesuítas Portugueses” que a TDM está a transmitir e cujo segundo capítulo irá para o ar no próximo sábado, pelas 22 horas.

Investir na arte contemporânea

Museu de Arte de Macau entrou no 14º ano de vida

ATÉ AO FINAL DO ANO

er remodelado

odos os artistas, por isso vai crescer. Além de uma área reservada aos criadores locais, upar a mediateca. Após a conclusão das obras, o MAM espera proporcionar entradas

ui a renovação do entrada do edifício do

AM disse ainda não estar definido um ess livros e obras digitais da Mediateca, mas hes faltará uma casa. “Ainda não planeáção] depois de um estudo vamos anunciar inuiremos o nosso serviço, apenas vamos arantiu. A nova loja contemplará “um esrcial de arte onde o público poderá enconlocais”. u Chan Hou Seng, “o projecto de expansão nto determinado para este ano”. “Para decontamos com um orçamento adicional”, nçar números. “Não dispomos para já de porque ainda estamos em processo de plamo-nos na fase de avaliação do design e ento final dos designers”, justificou. cto ficar concluído, o MAM espera deias. Desde que o museu abriu ao público foi ajustado quatro vezes no sentido de sendo que aos domingos e feriados já há Agora o objectivo é que os visitantes deimente cinco patacas (para adultos) e duas

março de 2012 jornal tribuna de macau

“Planeamos implementar esta política ainda este ano, mas não podemos dizer que será mesmo este ano, temos de ver como avança o projecto de expansão”, disse Chan Hou Seng, explicando a decisão. “Muitos museus na China costumam ter entradas gratuitas e considerámos que seguir esta tendência seria bom para o nosso museu”, mencionou dando como exemplo o Museu da Capital, em Pequim, e o Museu de Guangdong. Em 2010, o museu recebeu mais de 71.000 mil visitantes, mas no ano passado, de acordo com Chan Hou Seng, terão visitado o espaço mais 12.000 pessoas, um número que considera elevado. “Investimos mais em fortalecer a nossa comunicação com a sociedade, associações e escolas e accionámos mais programas de sensibilização”, sustentou o responsável pelo MAM. Ontem, durante uma conferência de imprensa, o museu divulgou ainda as exposições mais importantes que estarão em cartaz. Já em Abril tem início o projecto “Montra de Arte de Macau” e a exposição “A Meu Modo: Jean-Michel Othoniel” (ver caixa). Além de explorar a arte contemporânea o museu continua também a aprofundar a vertente artística tradicional e volta a realizar os documentários sobre a Performance Arte Chinesa, em Junho. O MAM quer ainda alargar o leque de cooperações com diversas instituições vizinhas, nomeadamente através de seminários de pintura e caligrafia. Tendo em vista contribuir para a criação de uma plataforma de investigação o museu “planeia” assim aumentar o projecto de colaborações com instituições educativas. Tem sido prática já deste espaço realizar uma palestra temática a acompanhar cada exposição. No calendário da MAM vão continuar a constar a Bienal de Veneza e a organização de cursos de arte em articulação com as exposições, bem como a realização actividades para pequenos e graúdos. Para levar a cabo a missão de “transformar o MAM numa plataforma de intercâmbio entre todos os artistas”, o museu precisa de um reforço de recursos humanos, assumiu Chan Hou Seng. A nível financeiro, o MAM conta este ano com um reforço orçamental. “Aumentamos o nosso orçamento gradualmente e este ano recebemos um incremento de 20%”, notou o seu director sem avançar números. “Preferimos concentrar-nos mais em melhorar o nosso trabalho”, disse apenas.

São 45 peças trabalhadas sobretudo em vidro, que permitirão ver obras raras e capazes de nos “lembrar jóias”, pela transparência e efeito de leveza. A exposição “A Meu Modo” com obras do artista francês Jean-Michel Othoniel vai chegar ao território em Abril depois de ter viajado por Tóquio e Seul. Antes de partir para Nova Iorque, a mostra, trazida à RAEM em colaboração com o Consulado Geral de França em Hong Kong, o Centro de Pompidou de Paris (primeira colaboração) e o próprio artista, assume-se como a principal exposição de arte ocidental a estar patente no MAM e um dos pontos mais fortes do programa anual Le French May, brindando os visitantes com mais de 45 peças entre esculturas de vidro, de grande impacto visual, aguarelas, vídeo, fotografia e instalação. Apesar do grande investimento que estes projectos obrigam, o director do MAM não descartou a hipótese de procurar mais cooperações com entidades estrangeiras para mostrar esta vertente. “Temos vindo a colocar esforçar [na divulgação] da arte contemporânea”, disse o responsável, notando, no entanto, que são apenas parte de um programa global que incluiu outras vertentes. “Teremos ainda fotografias sobre África, que também podemos considerar uma exposição de arte contemporânea (...) São projectos de grande envergadura e por causa da restrição de recursos apenas temos algumas este ano”, disse. “África: See you, see me”, estará patente no MAM em Outubro, exibindo 150 fotografias de 35 fotógrafos de várias nacionalidades. Apresentando três secções (fotos de estúdio, antigos retratos de tipo etnográfico e fotos contemporâneas), a mostra permite visionar imagens ricas com valor artístico e documental que formam “um retrato profundo, mas pleno de vivacidade e da espiritualidade que caracteriza este povo”.

Criações diversas e virtuosas É através da 14ª colaboração entre o MAM e o Museu do Palácio que chegará a Macau a exposição “Nobre Virtuosidade: Jades da Dinastia Qing do Museu do Palácio Imperial”, apresentada como “grande” mostra anual do MAM. Para ver de perto uma variedade de peças de jade usadas em cerimónias e rituais religiosos, tais como colares de uso na corte, terá que esperar até Dezembro. Mas no final do ano, além de apreciar obras de arte poderá aprender sobre a cultura chinesa, começando pelo título “Nobre Virtuosidade”, que advém da expressão Pinyi Zi Bi De, que é um conceito filosófico extraído de um Capítulo do Livro dos Ritos. Segundo referiu o MAM, Confúcio chegou a personificar o jade, como possuidor de virtudes. Antes desta mostra será possível participar na 3ª edição de Olhares Interiores: Documentário sobre Performance de Arte Chinesa 2012, que se destina a todos os cidadãos chineses de Macau, Hong Kong, Taiwan e China Continental e conterrâneos ultramarinos. A escolha dos trabalhos, que acontecerá em Abril, será levada a cabo por um júri, constituído por críticos de arte. As obras seleccionadas vão integrar a colecção do Museu, que através desta iniciativa já adquiriu mais de 400 peças para o seu arquivo. A exposição terá lugar em Junho. Já para Setembro está planeada a mostra “Mestre de Reclusão”, com pinturas da Escola de Xin An pertencentes ao Museu de Anhui, e a qual inclui mais de 100 obras de pintores que viveram nos finais das dinastias Ming e inícios da dinastia Qing. pág 09


FEDERER IGUALA NADAL. O tenista suíço Roger Federer venceu o norte-americano John Isner na final de Indian Wells, torneio norte-americano da série Masters 1.000, e igualou Nadal em títulos na categoria de provas do circuito profissional.

desporto

MUAMBA APRESENTA SINAIS DE MELHORIAS. O futebolista Fabrice Muamba, do Bolton, permanece nos cuidados intensivos do London Chest Hospital, tendo ontem já dado alguns sinais de melhoras, de acordo com um comunicado conjunto do clube e do hospital. O Bolton está inclusive a equacionar a desistência da competição na sequência do que sucedeu ao futebolista.

TAÇA DA LIGA

remates na raem

Clássico com vista para a final

Análise de Hélder Beja*

“Em Macau há pouca oferta de jogadores” (...) “A última ronda fica marcada pelo encontro entre o Monte Carlo e o Benfica naquela que foi a última jornada da primeira volta. A diferença para o Ka I passou a ser de 7 pontos, ou de 5 pontos, no caso do Monte Carlo, que ainda poderá ter uma palavra a dizer” (...) (...) “Jose Clér está a fazer um grande campeonato no Ka I, sem derrotas. Se tivesse que apostar diria que será o campeão. Parece-me complicado que o Benfica na primeira época seja campeão, acho que seria muito mau se fossem campeões no primeiro ano que chegassem à primeira divisão, não dizia muito bem dos outros clubes... O FC Porto parece-me que tem muita juventude. Está no sétimo lugar e tem feito uma época inconstante marcada por um mau arranque, com muitas mexidas, o Daniel Pinto teve que criar uma equipa. Surpresa pela negativa tem sido os Sub23, esperava que tivessem uma melhor prestação depois do que fizeram o ano passado” (...) (...) “Há equipas da segunda liga, como a Casa de Portugal, que se subirem de divisão podem vir a tornar a liga mais competitiva” (...) (...) “O campeonato está a ser bom e tem havido um grande esforço na profissionalização. Se os clubes não se endividarem para importar mão-de-obra melhora-se a qualidade do futebol local, juntamente com uma aposta na formação. Se os jogadores estrangeiros vierem acrescentar valor acho muito bem, desde que os clubes não entrem em loucuras. Em Macau há pouca oferta de jogadores, se uma das peças fulcrais da equipa se lesionar nota-se muito na qualidade de jogo” (...) *Jornalista

O Benfica e o FC Porto discutem hoje na Luz o acesso à final da Taça da Liga em futebol ainda com o “espectro” do último golo dos azuise-brancos marcado no início do mês em partida do campeonato

A

2 de Março, o defesa brasileiro Maicon selou o 3-2 final já com o fim à vista (86 minutos), com um cabeceamento em fora de jogo, que o auxiliar de Pedro Proença não viu, validando um tento que “virou” o campeonato. O golo valeu o triunfo ao FC Porto, que, de uma situação de igualdade, passou a contar mais três pontos (três e meio, face à vantagem no confronto directo – 2-2 no Dragão) do que a formação comandada por Jorge Jesus. Os “dragões” escorregaram, no entanto, na jornada seguinte, na recepção à Académica, e a distância encurtou para um ponto. Na mesma ronda, o Benfica sentiu enormes dificuldades, mas acabou por vencer por 2-1 em Paços de Ferreira, onde esteve a perder e quase sofreu um “irrecuperável” 0-2 no início da segunda parte. No que respeita à última ronda do campeonato, o “onze” de Vítor Pereira regressou aos triunfos, ao vencer por 2-0 no reduto do Nacional, com tentos de Janko e Alex Sandro, enquanto os “encarnados” ganharam facil-

Benfica volta a receber o Porto após jogo polémico do campeonato

mente na receção ao Beira-Mar por 3-1 (“bis” de Cardozo e tento de Gaitan). As duas equipas chegam, assim, ao clássico moralizadas e a prometer espetáculo, como nos dois jogos da presente temporada, para o campeonato, e que renderam um total de nove golos (média de 4,5 por encontro). No primeiro jogo, no Dragão, a 23 de Setembro, os “dragões” estiveram duas vezes em vantagem, com tentos de Kléber e Otamendi, mas o Benfica conseguiu sempre responder, primeiro por Cardozo e já perto do fim por Gaitan. A 2 de Março, o FC Porto começou novamente melhor, com um golo de Hulk, mas Cardozo voltou a responder, desta vez com um “bis”, que virou o resultado. Já na última meia hora, James Rodriguez, que começara no

banco, restabeleceu a igualdade, num jogo que só se desequilibrou, a favor dos “dragões”, quando o benfiquista Emerson foi expulso, aos 77 minutos. Em vantagem numérica, o FC Porto foi em busca da vitória, objectivo que acabou por conseguir já perto do final, através de Maicon, que respondeu de cabeça a um livre marcado na direita, mas em fora de jogo, não assinalado. Este jogo estará ainda “fresco” na memória de todos os protagonistas, sendo que também poderá pesar o facto de os portistas terem ganho nas últimas três visitas à Luz. Além do triunfo por 3-2 no presente campeonato, os “azuis e brancos” ganharam ainda por 2-1 no anterior, selando então o cetro nacional, e por 3-1 na segunda “mão” das meias-finais da Taça de Portugal, “anulando” o 0-2 sofrido no Dragão.

LIGA ESPANHOLA

Real Madrid surpreendido pelo Málaga Um golo de Cazorla já em compensação traumatiza Bernabéu. CR7 não conseguiu o golo 100 e interrompeu série de jogos a marcar joão ruela

U

m dia depois de Pep Guardiola ter dito que o Barcelona não seria campeão esta época, o Málaga ofereceu, pelo menos, um pouco de esperança aos adeptos da Catalunha. O Real Madrid cedeu um empate na recepção à formação da Andaluzia, depois de ter chegado ao período de compensação com um golo de vantagem. O pontapé livre de Cazorla, a 25 metros da baliza de Casillas, encurtou a vantagem dos merengues sobre o “Barça” para oito pontos. O modesto clube que o xeque Abdullah Al- Thani transformou em milionário criou muitas dificuldades aos blancos, que tiveram Cristiano Ronaldo num dos jogos menos conseguidos da temporada. O avançado português não só falhou o recorde de jogos consecutivos a facturar – levava sete – como não conseguiu chegar aos cem golos com a camisola do Real Madrid, e logo contra o clube que mais golos (10) sofreu do internacional português. Foi ele, ainda assim, quem fez a assistência para o único golo dos merengues, apontado por Benzema (36’), que permitiu ao avançado francês igualar o compatriota e ex-futebolista Zidane como o jogador gaulês pág 10 terça-feira, 20 de março de 2012 jornal tribuna de macau

Livre de Carzola nos instantes finais silenciou o Bernabéu

que mais golos fez (37) na história da Liga espanhola. Depois de José Mourinho ter criticado os adeptos por falta de apoio e, o técnico não terá ficado satisfeito com os assobios com que os seus jogadores foram brindados no final da partida. É que o empate traz consigo os fantasmas da época 2003/04: o Real Madrid de... Carlos Queiroz tinha oito

pontos de vantagem na liderança, a 11 jornadas do final, mas perdeu o título. Também no domingo o Atlético Madrid jogou e saiu derrotado na deslocação a Málaga, por 1-2, enquanto o Valência confirmou a boa forma e derrotou fora de portas o Athletic Bilbao por 3-0. JTM/DN


ESTALEIROS DE VIANA VÃO SER PRIVATIZADOS. A privatização total dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) deverá estar concluída até Julho, soube o DN. Fonte ligada ao processo disse que haverá um prazo de “dois meses” para análise das propostas - para já uma portuguesa, uma russa e uma chinesa - e anúncio da decisão, depois de passado “um mês e meio” para os candidatos fecharem os dossiers.

actual

TIMOR-LESTE

“Uma honra perder para dois heróis” José Ramos-Horta disse que é uma honra perder as presidenciais para dois heróis nacionais e que vai observar neutralidade em relação ao voto da segunda ronda das eleições

O

s dois candidatos que chegam ao final têm uma história, 24 anos de luta, preenchem a definição de herói nacional. Se eu perante isto perco, embora esta palavra neste contexto para mim não tenha o mais pequeno significado, mas se usarmos a palavra perder em relação a estes dois heróis nacionais é uma honra”, afirmou o Presidente timorense em conferência de imprensa. Questionado sobre se pretendia apoiar algum dos dois candidatos que passam à segunda volta das presidenciais, José Ramos-Horta disse que, como Chefe de Estado, vai cumprir “rigorosa neutralidade”. “Votarei como qualquer outro cidadão em um dos dois candidatos, mas não vou agora violar esta minha obrigação de neutralidade a dizer em quem vou votar”, acrescentou. Sobre o que fará no futuro, o Presidente timorense repetiu que estará disponível para ajudar as autoridades nacionais no que lhe pedirem. “À 01:00 da madrugada de 20 de Maio também poderei dizer qual será o meu papel nas le-

CHINA

A cadeia norte-americana McDonalds e a rede de supermercados francesa Carrefour pediram desculpa aos consumidores chineses por alegadas irregularidades nos alimentos, reveladas pela estação televisiva pública chinesa CCTV. “A partir de hoje, rectificaremos as operações de mais de 1.400 restaurantes na China”, disse à CCTV a vice-presidente do McDonalds no país, Sophia Luan, lamentando aos clientes as irregularidades no sistema.

FILIPINAS

Ramos-Horta elogiou Lu Olo (esq) e Matan Ruak (dta)

gislativas”, afirmou. O Presidente timorense referiu ainda que a segunda volta das eleições presidenciais deverá decorrer na terceira semana de Abril. Passaram à segunda volta das presidenciais o presidente da Fretilin, Francisco Guterres Lu Olo, e o ex-chefe das Forças Armadas general Taur Matan Ruak, que já tinham assegurado 28,48% e 25,18% dos votos, quando estava concluída 75% da contagem. José RamosHorta quedou-se pelo terceiro lugar, com 17,81%. ROGÉRIO LOBATO APOIA LU OLO. Rogério Lobato, candidato que ficou em quinto lugar nas eleições presidenciais elogiou a forma como decorreu o processo eleitoral e adiantou que na segunda volta vai apoiar Francisco Guterres Lu Olo. “Penso que foi um acto

eleitoral pacífico, as pessoas exerceram o seu direito cívico”, afirmou Rogério Lobato, exministro do Interior do país e irmão de Nicolau Lobato, herói nacionalista timorense. “Considero-me satisfeito. Tendo em conta que não tinha nenhuma estrutura partidária a apoiar-me, consegui mobilizar eleitorado. Se tivesse tido mais tempo, teria conseguido um número maior”, afirmou. Já a candidatura de Fernando La Sama de Araújo disse que ainda não está decidido quem vai apoiar na segunda volta, considerando que continua a manter uma “posição chave”. Fernando La Sama de Araújo, presidente do parlamento nacional e líder do Partido Democrático ficou em quarto lugar nas presidenciais de sábado, segundo os resultados

provisórios divulgados pelo Secretariado Técnico da Administração Eleitoral. Por sua vez, a missão de observação eleitoral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições considerou o escrutínio “livre” e “transparente” e felicitou o povo timorense pela forma cívica como afluiu às urnas. O chefe de missão, Carlos Correia, antigo primeiro-ministro da Guiné-Bissau, declarou que a CPLP “saúda o povo timorense pela elevada e esclarecida participação e pela forma cívica como afluiu às urnas, reflectindo assinalável maturidade política e cultura de cidadania, o que constitui um importante contributo para a democracia, para o Estado de Direito e para os Direitos Humanos”. JTM/Lusa

PORTUGAL

Arquitectos e advogados pedem ajuda à Cáritas Pedidos de apoio duplicaram de 2010 para 2011, totalizando 95 mil. Novos casos subiram 91%. Muitos vêem de licenciados

S

volta ao MUND

ão engenheiros, arquitectos e advogados. Alguns até foram donos de empresas mas tiveram de despedir pessoal, e vão agora, desesperados, bater à porta das Cáritas. Não querem alimentos, roupa ou bens materiais. Querem emprego. O fenómeno novo, mais visível em zonas como Coimbra, ajuda a explicar o aumento de 91% de novos casos registado pelas Cáritas no ano passado. Entre as 16500 novas pessoas que procuraram ajuda estão também muitos desempregados, com qualificações mais baixas, que perderam o subsídio de desemprego e estão agora a passar sérias dificuldades. “É um drama enorme. Estes profissionais liberais nunca se imaginaram nesta situação, nem sabem como enfrentá-la. Sempre colaboraram com o sistema e, de repente, perceberam que já não há sistema. O mundo colapsou à sua volta quando perderam o emprego”, diz Luís Costa, responsável da Cáritas de Coimbra. A maioria

são adultos ainda novos, com filhos pequenos. “Ainda não passam fome porque têm apoio dos pais, mas já têm dívidas altas. E a única coisa que querem é trabalhar.” Perante este cenário, a resposta que estas entidades podem dar é quase nula, pois não conseguem pagar as dívidas que as famílias acumularam nem tão pouco arranjarlhes trabalho. “Muitos nem querem pedir o rendimento social de inserção. Consideram humilhante, pois criou-se o estigma de que é para pessoas que se aproveitam do sistema”, acrescenta Eugénio Fonseca, presidente da Cáritas Portuguesa. “Mesmo que ajudemos a pagar prestações em falta, quem vai pagar a seguir? É só adiar a questão”, diz, questionando-se ainda se é “ético usar o dinheiro recebido dos doadores para injectá-lo na banca, continuando a alimentar o problema da habitação”. Apesar de estar preocupado com a subida dos atendimentos – que duplicaram entre 2010 e 2011, chegando aos 95 mil –,

o presidente da Cáritas prefere sublinhar os fenómenos novos e a falta de soluções. A emigração torna-se, assim, saída para muitas famílias. Para ajudar a consolidar esta opção, a Cáritas está a trabalhar com a Secretaria de Estado das Comunidades na criação de uma linha de apoio ao emigrante. “Se têm de ir, que pensem bem antes. E não o façam sem terem condições.” Em Abril virão a Portugal representantes das comunidades portuguesas no estrangeiro e das Cáritas dos países de destino para ajudar a preparar esta colaboração. FALTA DE ESPERANÇA NO INTERIOR. Em Portalegre, a situação tem outros contornos mas é igualmente trágica, garante Elicídio Bilé, presidente da Cáritas local. “Na indústria, o que havia para fechar já fechou. Agora é o comércio e os restaurantes. Além dos problemas financeiros, as pessoas perderam a esperança”, afirma, particularizando o drama das empresas familiares e das monoparentais. JTM/DN

jornal tribuna de macau terça-feira, 20 de março de 2012 pág 11

O Banco Mundial alertou ontem para a necessidade de as Filipinas implementarem reformas urgentes para o país conseguir um crescimento económico anual sustentado acima dos 5% que permita reduzir a pobreza. O Banco Mundial prevê um crescimento económico das Filipinas de 4,2% para 2012 e de 5% para 2013 face aos 3,7% do ano passado. A instituição alerta para a necessidade de reforço das finanças públicas e da competitividade.

COREIAS

A Coreia do Sul acusou ontem a Coreia do Norte de tentar desenvolver um míssil nuclear através do lançamento de um satélite, previsto para Abril. “O nosso governo considera o plano de lançamento de um alegado satélite pela Coreia do Norte como uma grave provocação para desenvolver um sistema de disparo a longa distância para armas nucleares, utilizando mísseis balísticos”, afirmou o porta-voz da presidência sul-coreana, Park Jeong-Ha.

LÍBIA

Uma milícia rebelde líbia encontrou uma vala comum perto de Trípoli com 40 corpos de pessoas mortas durante o levantamento popular que eclodiu em Fevereiro de 2011 e derrubou o regime de Muammar Kadhafi, informou ontem a imprensa líbia. Antes de serem enterrados, os corpos foram cobertos por produtos químicos para impossibilitar a respectiva identificação.

CUBA

Mais de 50 activistas do grupo de direitos humanos “Damas de Branco”, crítico do governo cubano, foram detidas domingo em Havana, confirmou a porta-voz da organização, Berta Soler. As activistas foram detidas numa marcha silenciosa em direcção à igreja de Havana, onde pretendiam manifestar-se pedindo a libertação de presos políticos.

INDONÉSIA

A segurança foi reforçada na ilha indonésia de Bali após a morte de cinco alegados terroristas na sequência de uma operação policial que teve lugar no domingo. “Reforçámos a segurança, nomeadamente em locais estratégicos como os hotéis, centros comerciais e bairros nocturnos”, disse à AFP o porta-voz da polícia de Bali, salientando “não estar excluída” a possibilidade de ser planeado um atentado por ocasião do Ano Novo hindu, na sextafeira.


Dito

(...) “O que valeria mesmo a pena seria uma remodelação governamental que injectasse outra atitude e outro fôlego ao governo, no sentido do serviço à população e não a apenas alguns” (...)

opinião

Carlos Morais José in “Hoje Macau”

Há 20 anos tribuna

In “Jornal de Macau” e “Tribuna de Macau” 20/03/1992

giat vai inspeccionar os serviços públicos

Na habitual reunião de quintafeira com a Imprensa, o portavoz do Governo do Território, Salavessa da Costa, deu a conhecer as linhas em que está a ser criado um novo Gabinete na sequência duma intervenção política já exarada em despacho publicado no Boletim Oficial de 3 de Junho de 1991: O Gabinete de Inspecção e Auditoria Técnia (GIAT). Segundo aquele membro da Administração, trata-se de um organismo de contigente reduzido, que tem como principais funções realizar inspecções, inquéritos e sindicancias aos Serviços Administrativos, sempre que hajam situações que o exijam e, ao mesmo tempo, dar a esses serviços todo o apoio de que necessitem para corrigir anomalias e determinar as medidas a tomar para os tonar mais eficazes. Como adiantaria, Salavessa da Costa, este organismo existe nas estruturas de todas as sociedades modernas e do qual, no caso de Macau, beneficiarão, tanto a Administração, como os Serviços e os Municípios. Salavessa da Costa anunciou igualmente que partirá amanhã para a China, concretamente para Chi Sang, por convite dos membros respensáveis pelo sistema “China Satelite Launch Tracking Control Central”, que orienta o lançamento dos satélites chineses de comunicação internacional “aussat-B 1”.

Leonídio Paulo Ferreira

Corruptos os alemães? Então imagine o resto A

Alemanha vai ficar 250 mil milhões de euros mais pobre este ano por causa da corrupção. O alerta é do economista Friedrich Schneider, em artigo no Die Welt. Uma quantia astronómica, mesmo para a quarta economia mundial. É que 250 mil milhões são qualquer coisa como um décimo do PIB alemão e até mais do que a riqueza produzida em metade dos países da União Europeia, entre os quais Portugal. O número envergonha um país que gosta de dar lições. Nos últimos tempos, vimos a chanceler Angela Merkel ir ao Quénia e alertar contra a corrupção, ir ao Kosovo e alertar contra a corrupção e ir ao Afeganistão e alertar contra a corrupção. Assim, num estilo que uns dirão repetitivo, mas que outros identificarão com a cadência maquinal tão associada à eficácia germânica. E as más-línguas - há quem lhes chame antes antialemães primários - vão apressar-se a relembrar que ainda há um mês Christian Wulff teve de se demitir da Presidência da República para poder ser investigado por um caso de corrupção quando governava a Baixa Saxónia. Como se afinal

Transparência Internacional, há um grupinho de países que se destaca pela positiva: são da Europa do Norte ou da Oceânia e ainda o Canadá e o Japão. Têm pelo menos oito pontos num máximo de dez. A Nova Zelândia lidera, a Alemanha surge em 14.º a par do Japão. O que significa que se a economia germânica anda a ser pilhada, imagine-se o resto do mundo. A título comparativo, Portugal é o 32.º menos mau (e para quem duvide que não somos a Grécia, a nossa companheira de infortúnio nesta crise da dívida surge num péssimo 80.º lugar) numa lista de quase 200 países que fecha com a Birmânia, a Coreia do Norte e a Somália. Para combater a corrupção, o académico Schneider recomenda que se aumente os salários ou se agravem as punições. E que em vez de multas, se apliquem penas de prisão. A primeira solução vale para quem se vende por uns tostões. Mas para os corruptos a sério, os dos milhões, só mesmo a ameaça das grades. Senão, eles ficam ricos, todos os outros mais pobres.

Para combater a corrupção, o académico Schneider recomenda que se aumente os salários ou se agravem as punições. E que em vez de multas, se apliquem penas de prisão.” (...) a corrupção fosse um endémico problema alemão até agora bem escondido. Sim, é um problema para a Alemanha. A Der Spiegel dedicou já um dossiê ao tema, com casos internos e até internacionais, como a Deutsche-Bahn a ser suspeita de ter pago em 2004 a políticos gregos para ganhar o concurso para o metro de Atenas. E a rádio oficial, Deustche Welle, também se interessou pelo assunto, citando uma porta-voz da polícia a alertar que menos de um décimo dos casos chega a tribunal. Mas está longe de ser um problema só alemão. No índice global de corrupção construído pela

JTM/DN

Canadian Health Clinic

ICQ dental team is a group of dental specialists with internationally recognized qualifications. We provide all range of dental services: − Oral examination and radiology investigation − Restorative and Cosmetic Dentistry − Children Dentistry − Orthodontic Treatment − Oral and Dental implant Surgery – Endodontic Treatment − Periodontal Treatment − Emergency Treatment We are committed to deliver high quality dental services with personalized care. We ensure the highest level of infection control.

Website:www.icqoral.com

Consultation by appointment: Mon to Sat: 10:30am - 7:30pm Sun: 10:30am - 2:00pm Tue and public holidays: closed

Tel: 28373266 Fax: 28356483 Email: appoint@icqoral.com Avenida da Praia Grande, Nº 665, Edifício Great Will, 2º Andar A

pág 12 terça-feira, 20 de março de 2012 jornal tribuna de macau

Services

[ O ] SHAPE

[ X ] SHAPE

General Practice, Chiropractic, Physical & Rehabilitation Therapy, Custom Orthotics, Aromatherapy

Chiropak School bag- Anatomically Designed

For Appointment

Tel: 28335035

Fax: 28335036

Monday to Friday: 9:30 am - 1:00 pm / 2:30 pm - 6:30 pm Saturday: 9:30 am - 2:00 pm

Av. Almeida Ribeiro, Nº 99, Edifício Comercial Nam Wah, 6º andar, Sala 608, Macau


(...) “O Estado põe-se à frente e depois o país não anda, porque ele não sai da frente. Neste tempo tão nebuloso há apenas duas previsões seguras: haverá muitas reformas e vão quase todas falhar” (...) – João César das Neves

tribuna

opinião

(...) “E eu, nesta Bruxelas que tanta norma me impõe, sem perceber porque não me exportaram esta civilização” (...) – Ferreira Fernandes

João César das Neves

Deixa fazer O

Governo está empenhado em profundas reformas. Como os anteriores. Fazemos reformas estruturais e definitivas há décadas e as coisas só pioram. Um exemplo simples do sector mais reformado, a educação, mostra o que falta. Pode aprender-se com o irmão do vilão? Não há país mais odiado que os EUA e ninguém mais detestado que George W. Bush. Mas o seu irmão John Ellis (“Jeb”), governador da Florida de 1999 a 2007, tem a seu favor uma excelente reforma educativa. Em poucos anos conseguiu, quase sem gastar mais dinheiro, passar as escolas do estado das piores para as melhores do país. O método seguiu cinco passos: “Primeiro, a Florida começou a classificar as escolas de A a F, segundo a capacidade e progresso dos alunos em testes anuais de leitura, escrita, matemática e ciência. O estado dá dinheiro adicional às escolas que têm A ou melhoram a sua classificação, e os alunos das escolas que tenham dois Fs em quatro anos podem transferir-se para escolas melhores. Segundo, a Florida deixou de permitir que os alunos do terceiro ano

que mal consigam ler passem para o quarto (prática comum em toda a América, chamada “promoção social”). Terceiro, criou um sistema de pagamento de mérito, no qual os professores cujos alunos passem certos exames recebem bónus. Quarto, dá aos pais muito mais escolha, com cheques estaduais, entre escolas públicas, convencionadas, privadas e até online. Quinto, a Florida criou novos métodos de certificação para atrair pessoas mais talentosas para a profissão, mesmo que essas pessoas não tenham um grau académico específico em educação” (The Economist, 25/Fev, p. 41; ver o site da fundação do ex-governador, www.excelined.org). Este é um caso entre vários, não muito original, mas mostra o essencial. Tem coisas parecidas com o que por cá tenta o senhor Ministro da Educação, mas uma diferença essencial: confiança nas pessoas. Na Florida acha-se que alunos, pais e professores sabem o que é melhor, e o Estado apenas os ajuda nesse esforço. Note-se que esta não é uma solução liberal. Continua a haver escolas públicas e

um ponto é tudo

o Estado tem enorme intervenção, classificando, subsidiando, bonificando. Mas a atitude de fundo é subsidiária, dando primazia à sociedade como agente e finalidade, não à genialidade do especialista que julga saber. Por exemplo, em Portugal avaliam-se professores, na Florida avalia-se o seu trabalho. Cá criamos exames para promoção na carreira, lá usam-se os testes dos alunos para premiar os docentes. O problema entre nós é que eleitores, jornais, partidos e os próprios ministros acham mesmo que a questão se resolve com políticas. É esta atitude de partida, cheia de ingénua boa vontade, que as condena à irrelevância. O papel essencial do Estado na sociedade é ser Estado, não sociedade. Governar, não fazer ou mandar fazer. A sua função é deixar fazer. O Governo não promove crescimento, cria emprego, educa crianças, trata doentes ou julga criminosos. Isso fazem os cidadãos nas profissões. O Estado apenas gere uma estrutura que apoia a sociedade nessas actividades. Mas tem de começar por compreender que quem sabe é

o povo. Faz parte da tradição nacional ver o Governo como salvador. Depois segue-se o calvário habitual. Começam com estudos, que se empilham em cima de centenas de anteriores. Vêm então as comissões pensar maduramente e descobrir ideias geniais, que os antecessores já tinham tido. Passa-se então à acção com medidas sobre o povo, por hipótese boçal e ignaro, que deveria esperar atenta e ansiosamente a solução milagrosa. No final corre tudo mal, a reforma revolucionária fica capturada pelos interesses instalados de sempre e muda-se o ministro por outro, que será o salvador. Até agora ainda não tivemos um governo que à partida soubesse o mais importante da política: que ele e as suas reformas são parte do problema. O Estado põe-se à frente e depois o país não anda, porque ele não sai da frente. Neste tempo tão nebuloso há apenas duas previsões seguras: haverá muitas reformas e vão quase todas falhar. JTM/DN

Ferreira Fernandes

Destas normas Bruxelas não manda E

de 20 anos de Bruxelas, vivendo num bairro no meio da cidade, acordou com a campainha pressionada por dedo fixo, intermitente. Sobre o som estridente ela ouviu um altifalante que gritava um nome: “Carlos Silva! Carlos Silva!”. Era o nome (que eu mudei) do filho. Ela espreitou pela janela e viu dois polícias, correu ao quarto e viu o filho a dormir, foi à porta e disse: “O meu filho está a dormir”. O polícia, falando para o altifalante: “Acorde-o! Carlos Silva! Carlos Silva!” O rapaz já acorria, assustado. E ele ouviu, sempre do altifalante: “Tens o carro

mal estacionado na praça do mercado!” O rapaz foi buscar a chave e correu com o altifalante perseguindo-o: “’Vite’! Depressa!” Mudou o lugar do carro, pagou 25 euros de multa. Os pais adoraram a lição ao filho (até porque, se o carro tivesse sido rebocado, pagariam muito mais). E eu, nesta Bruxelas que tanta norma me impõe, sem perceber porque não me exportaram esta civilização. JTM/DN

Cartoon

ste fim de semana privei com vários funcionários europeus em Bruxelas. Quis saber sobre o que é frequentar os lobbyistas das farmácias, os legisladores do plantio da oliveira, os distribuidores das quotas do atum. De todos tentei adivinhar se a Europa já era o terreno da sua ambição ou mero trampolim para subirem na pátria. Enfim, estando na capital do império quis beber ensinamentos para a periferia onde vivo. Segue-se o mais notável que me contaram... Numa destas manhãs, uma portuguesa com

JTM/DN jornal tribuna de macau terça-feira, 20 de março de 2012 pág 13


DICAPRIO É CORRETOR DA BOLSA EM NOVO FILME. O realizador Martin Scorsese vai voltar a trabalhar com Leonardo DiCaprio, desta vez no filme “The Wolf of Wall Street”, em que desempenhará o papel de um corretor da Bolsa. As filmagens devem começar em Agosto, mas a data da estreia do filme ainda não está prevista.

Isto dava uma crónica Helder Almeida mão de deus Os timorenses foram às urnas neste fim-de-semana para escolher o próximo presidente. Naquele que é um dos países mais recentes do mundo, os católicos de Díli não hesitaram em socorrer-se da ajuda divina para os ajudar escolher bem na altura de riscar com uma cruz o boletim de voto. Vai daí, criaram uma oração especialmente concebida para o período eleitoral que acabou por ser distribuída pela diocese de Díli. “Jesus Cristo, pedimos-Te para olhar por nós, teus servos, mulheres e homens, porque dentro de pouco tempo iremos ter eleições gerais para escolher o chefe da nossa Nação”. Num panfleto que é distribuído juntamente com a oração segue uma outra prece, não vá o diabo tecê-las. “Concede-nos o teu Espírito Santo para nos guiar, abrir a mente e o coração para escolhermos bem o nosso líder de maneira a quem quer que seja o nosso líder tenha responsabilidade pelo nosso futuro”. Estado e religião são campos diferentes que não se devem misturar, já dizia a cartilha republicana e eu concordo. Mas este pedido de intervenção divina eu não consigo condenar. No fundo, do que se trata é de uma “mão de deus”, que guie a outra mão, a do eleitor, no momento crucial. Sinceramente, espero que a fórmula tenha o maior sucesso. E embuído num especial espírito de fé até acredito que vá ter. Não conheci muitos milagres em toda a minha curta existência, para não dizer que verdadeiramente não conheci nenhuns. Mas a internet é de facto um instrumento espantoso e posso afirmar que, pelo menos, já vi um. Ocorreu no México e foi em 1986. Na altura o que estava em discussão era somente uma prova desportiva, mas a prova maior do mundo. Num momento extraordinário, um Maradona endiabrado encostou com a mão a bola para o fundo da baliza inglesa. Jogavam-se os quartos de final do campeonato do mundo e os ingleses ficaram danados, furiosos mesmo. “Se foi mão, foi mão de deus”, esclareceu um súbito devoto Maradona, para desespero da equipa de Bobby Robson. Esta foi de facto a única mão divina que até hoje vi e que para além do mais teve resultados, pois a Argentina alcançou o tão almejado troféu e Maradona inscreveu o seu nome na história com o golo mais divino de sempre. Mesmo sem oração prévia. Se for esta a mesma “mão divina” que tenha ajudado os timorenses na altura de escolher os seus líderes, acho que podemos ficar descansados. Está provado o sucesso da fórmula. Terá sido a vontade da maioria e de deus.

lazer

ESTRELAS APOIAM FILME CONTRA “BULLYING”. Johnny Depp, Meryl Streep e Justin Bieber estão entre as estrelas do mundo do espectáculo que pedem que seja levantada a restrição de idade sobre o documentário “Bully”, noticiou o “New York Post”. O filme pretende alertar para o fenómeno do “bullying” nas escolas dos EUA, mas não pode ser visto por menores de 17 anos de idade.

Depp é ícone de moda

Actor sucede à excêntrica cantora Lady Gaga e vence a estatueta máxima da moda norte-americana. Gala decorre em Junho carla bernardino

C

inco dias antes de fazer 49 anos, Johnny Depp vai receber um prestigiado presente: uma estatueta que o vai consagrar como ícone da moda em 2012. Quem o concede é o mais emblemático organismo dos estilistas norteamericanos, o Council Fashion Designers of America (CFDA), que cumpre 50 anos de existência. Na cerimónia de 4 de Junho, apresentada pelo actor e comediante Seth Meyers, no Lincoln Center, Nova Iorque, o actor vai, também, tornar-se o primeiro homem a receber esta distinção, juntando-se a uma galeria feminina composta por Lady Gaga, que venceu em 2011, e as actrizes Sarah Jessica Parker (2004), Nicole Kidman (2003) ou supermodelos como Iman (2010) e Kate Moss (2005). Uma distinção peculiar porque Depp

sempre revelou um estilo próprio, vintage, usando, por vezes, roupas emprestadas de amigos, como o guitarrista Keith Richards ou o vocalista Marilyn Manson. Porém, quem o conhece garante que o actor é apreciador de design e até tem por hábito contratualizar, com as produtoras

dos filmes, a propriedade das roupas que usa. Segundo o seu figurinista de eleição, Colleen Atwood, todas as peças são dele e estão catalogadas e guardadas num armazém em Santa Mónica, Califórnia. “Os nomeados deste ano representam verdadeiramente a influência do desenho americano. Esperamos, uma vez mais, honrar o melhor e mais brilhante talento da actualidade”, declarou Steven Kolb, director executivo da CFDA. Cerca de meio milhar de jornalistas, estilistas e retalhistas das mais importantes etiquetas vão distinguir o criador Tommy Hilfiger com o prémio carreira, e Rei Kawakubo, da marca nipónica Comme des Garçons, no prémio internacional. Foi também deste conselho que saíram os nomeados para as categorias de melhores estilistas de moda masculina e feminina. Marc Jacobs, por exemplo, arrisca conseguir a décima estatueta da sua carreira. JTM/DN

Jude Law e Ruth Wilson estarão juntos Jude Law parece ter encontrado de novo o amor, desta vez ao lado da actriz britânica Ruth Wilson. Jude Law, de 39 anos, e Ruth, de 30 anos, conheceram-se no ano passado, quando trabalharam na peça “Anna Christie”, mas só recentemente a amizade se converteu em algo mais. Jude e Ruth foram vistos num passeio romântico em Venice Beach, depois de, no princípio do mês, já terem sido “apanhados” aos beijos num clube londrino. Pai de quatro filhos, Jude Law teve um longo romance com Sienna Miller, que anunciou recentemente estar à espera do seu primeiro filho com Tom Sturridge.

Rihanna perde peso nos sítios errados Rihanna, que tem vindo a perder peso nos últimos meses depois de ter começado a fazer dieta, lamentou não ter as mesmas curvas de antigamente. “É mesmo muito irritante porque agora não tenho rabo nem peito. E eu já não tinha quase peito nenhum. Por isso é muito chato e vou começar a comer de tudo”, afirmou a cantora, no programa de rádio de Ryan Seacrest.

Angelina Jolie e Brad Pitt vão produzir vinho Do coro da igreja a “coelhinha” Sasckya Porto tem feito carreira nos EUA, mas é natural de Pernambuco (Brasil), onde praticou voleibol e aulas de ballet, além de cantar em coros de igreja. Aos 15 anos iniciou-se na carreira de modelo, ganhou alguns concursos e chegou a ser apontada como sucessora de Gisele Bündchen, acabando por ser contratada por uma agência de Nova Iorque e chegar à capa da Playboy. Diz que gosta de homens educados e que a fazem rir, e autodefine-se como “clássica, engraçada, simples e inteligente”.

pág 14 terça-feira, 20 de março de 2012 jornal tribuna de macau

Angelina Jolie e Brad Pitt descobriram uma nova vocação: A enologia. Os dois actores de Hollywood querem dedicar-se agora a fazer o seu próprio vinho, depois de anunciarem publicamente que não vão ficar à frente das câmaras durante muito mais tempo. Os actores estão no Sul de França, local onde são proprietários do Château de Miraval, um fabuloso palacete que adquiriram há três anos. E querem agora ocupar o terreno que o rodeia com vinhas.


Roteiro

fox movies 21:00

Knight & Day tdm 13:00 13:30 14:45 17:20 18:00 18:35 19:35 20:30 21:00 22:10 23:00 23:30 00:00 00:30

TDM News (Rep.) Jornal das 24h RTPi DIRECTO Lost S5 Música Movimento (Rep.) Contraponto (Rep.) Amanhecer Telejornal TDM Desporto Passione TDM News Sexta às 9 Telejornal (Rep.) RTPi DIRECTO

30 ESPN 12:30 15:30 17:30 19:30 20:00 20:30 21:00 22:00 22:30 23:00 23:30

NASCAR Sprint Cup Series US Open 9-Ball C’ship 2011 US Figure Skating Champ. (LIVE) Sportscenter Asia 2012 The Football Review Asian Golden Moments 2 Mundialito De Clubes Vasco da Gama vs AC Milan Sportscenter Asia 2012 The Football Review Asian Golden Moments 2 Mundialito De Clubes Vasco da Gama vs AC Milans

31 Star Sports 13:00 Mundialito De Clubes - Lok. Moscow vs. Corinthians 14:00 Australia Ironman Champs 15:00 Ladies World Championship 16:00 Mundialito De Clubes - Lok. Moscow vs. Corinthians 17:00 Isle Of Man Tt 2011 18:00 FIM X-Trial World Champ. 18:55 Monday Night Verdict - FA Cup 2011/12 19:25 (LIVE) AFC Champions League 2012 Beijing Guoan vs. Brisbane Roar 21:30 (LIVE) Score Tonight 2012 22:00 When The Games Begin 22:30 Golf Focus 2012 23:00 Masters Official Films 2009

40 FOX movies 12:00 14:05 15:35 17:10 19:15 21:00 22:50 00:25

Brooklyn’s Finest True Justice Monster House The Imaginarium Of Doctor Parnassus Money Train Knight & Day The Detonator Mars Needs Moms

41 HBO 13:00 14:40 16:50 18:05 20:00 22:00 23:50

The American The Blind Side Open Season 3 Back To The Future Part Ii True Grit Up In The Air Boardwalk Empire

42 Cinemax 12:30 14:15 16:00 17:30 19:00 20:30 22:00 00:30

Starsky & Hutch Rocky III The Beast From 20,000 Fathoms Agent For H.A.R.M. Vampire Bats The Goods Watchmen XIII

43 MGM 11:45 13:45 15:30 17:00 19:00 21:00 22:45 00:30

Quigley Down Under Dead of Winter Get Crazy MAC The Program Blood Red Tune in Tomorrow Under Fire

50 Discovery 13:00 14:00 15:00 16:00 18:00 18:30 19:00

I (Almost) Got Away With It Surviving The Cut One Man Army Deadliest Catch Everything You Need To Know How Do They Do It Dual Survival

20:00 21:00 22:00 23:00 00:00

Colony Man, Woman, Wild River Monsters Gold Rush Man, Woman, Wild

51 NGC 12:30 13:25 14:20 15:15 16:10 17:05 18:00 19:00 20:00 21:00 22:00 23:00 00:00

Dog Whisperer Guardians Of Angkor Beast Hunter Kung Fu Quest Slammed: Inside Indie Wrestling Travel Madness Dog Whisperer Secret Bible Supercell Kung Fu Quest Kick Fighters Don’t Tell My Mother Kung Fu Quest

54 History 13:00 14:00 16:00 17:00 18:00 18:30 19:00 20:00 22:00 23:00 00:00

Modern Marvels Sugihara Pawn Stars What The Ancients Did For Us Pawn Stars Kings Of Restoration The Pickers Top Shot Battlefield Swamp People Kings Of Restoration

55 Biography Channel 13:00 14:00 15:00 17:00 18:00 18:30 19:00 20:00 21:00 23:00 00:00

Hoarders Psychic Kids Storage Wars The Secret Life Of A Soccer Mom Storage Wars Airline USA Psychic Kids Billy The Exterminator Gene Simmons Psychic Kids Hoarders

hbo

22:00

62 axn 13:55 14:50 15:45 16:40 17:30 18:20 19:15 20:10 21:05 22:00 22:55 23:50 00:45

cinema 14:30 • 16:30 • 19:30 • 21:30

S2 John Carter 3D

14:15 • 16:45 • 19:15 • 21:45

TORRE DE MACAU

John Carter 3D 14:30 • 16:45 • 19:15 • 21:30

GALAXY theater 6 theater GRAND THEATER

John Carter in 3D 14:10 • 16:40 • 19:10 • 21:40 • 00:10

How I Met Your Mother New Girl Friends With Benefits Happy Endings Ugly Betty Model Specials The Glee Project Melissa & Joey Happy Endings Glee Model Specials Best of How I Met Your Mother Glee

Telejornal Madeira Histórias Que A Vida Conta Magazine Eua Contacto Um Dia No Museu Bom Dia Portugal O Elo Mais Fraco Resistirei Best Of Portugal Teatro Em Casa Jornal Da Tarde O Preço Certo Magazine Eua Contacto Portugal No Coração Portugal Em Directo

A programação é da responsabilidade das estações emissoras

theater DIRECTORS Cl 2 The Artist - 16:00

theater 8 (6*)

Underworld: Awakening In 3D 12:20 • 21:05* • 00:20

theater DIRECTORS Cl 2* (8) The Iron Lady 14:00* • 14:10 • 16:10 • 20:10

theater 9 (8*)

Love - 16:20

82 RTPi 18:00 18:36 19:01 19:32 20:00 21:00 21:53 22:51 23:23 00:00 01:16 02:08 02:41 05:00

www.macaucabletv.com

CINETEATRO S1 A Simple Life

Wipeout Ncis: Los Angeles Wipeout Australia Csi: Miami Leverage Wipeout Masters Of Illusion Caught On Camera Leverage Csi: Ny Caught On Camera Csi: Miami Masters Of Illusion

63 Star World 13:05 13:30 14:00 14:55 15:25 17:10 18:05 19:00 19:30 20:00 21:50 22:45 23:40

28822866

Up in the air

theater 8

The Star and The Sea (dia 23) 20:00

theater 7 (9*)

A Simple Life 14:30 • 16:50 • 18:10* • 19:10 • 21:30 • 23:50

Nightfall - 14:00 • 16:05 • 18:10* • 20:25 • 22:10* • 22:30 • 00:35

theater THEATER 6

Ghost Rider: Spirit of Vengeance 3D 12:40 • 22:50

theater 6

Hugo in 3D - 14:00 • 18:45

theater DIRECTORS CLUB 1 3d Sex & Zen: Exteme Ecstasy 00:05

Clube Militar de Macau

Avenida da Praia Grande, 975, Macau Tel: 28714000 Telefones Úteis Número de Socorro 999 Bombeiros 28 572 222 PJ (Linha aberta) 993 PJ (Piquete) 28 557 775 PSP 28 573 333 Serviços de Alfândega 28 559 944 Centro Hospitalar Conde S. Januário 28 313 731 Hospital Kiang Wu 28 371 333 CCAC 28 326 300 IACM 28 387 333 DST 28 882 184 Aeroporto 88 982 873/74 Táxi (Amarelo) 28 519 519 Táxi (Preto) 28 939 939 Água - Avarias 28 990 992 Telecomunicações - Avarias 28 220 088 Electricidade - Avarias 28 339 922 Directel 28 517 520 Rádio Macau 28 568 333

anima Sociedade Protectora dos Animais Sociedade de Macau Sociedade Protectora Protectora dos Animais Telefone: dos Animais de Macau de Macau 28715732 63018939 fax: 28715732 //63018939 Telefone: fax: 28703224

Direcção dos Serviços de Finanças

Aviso COBRANÇA DA CONTRIBUIÇÃO ESPECIAL 1. Faço saber que, o prazo de concessão por arrendamento dos terrenos da RAEM abaixo indicados, encontra-se terminado, e, que de acordo com o artigo 3.° da Lei nº. 8/91/M de 29 de Julho, conjugado com o artigo 2.° e o artigo 4.° da Portaria n.º 219/93/M, de 2 de Agosto, foi o mesmo automaticamente renovado por um período de dez anos a contar da data do seu termo, pelo que, deverão os interessados proceder ao pagamento da contribuição especial liquidada pela Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes. Localizaçãos do terrenos: - Rua do Governador Albano de Oliveira, nºs 1 e 3, Avenida Conselheiro Ferreira de Almeida, nºs 102 a 138 e Avenida do Coronel Mesquita, nºs 9 a 9L (Edifício Pak Wai Garden); - Estrada Marginal do Hipódromo, nºs 73 a 97, Avenida da Longevidade, nºs 8 a 80, Rua da Saúde, nºs 13 a 89 e Rua do Mercado de Iao Hon, nºs 4 a 50 (Edifício Lai Va); - Avenida do Dr. Rodrigo Rodrigues, nºs 70 a 106, Rua de Foshan nºs 134 a 138, Praceta de 1 de Outubro, nº 59 e Praça de D. Afonso Henriques, nºs 171 a 249 (Hotel Beverly Plaza). 2. Agradecemos aos contribuintes que, no prazo de 30 dias após a recepção da notificação do pagamento, ou, até 26/03/2012, se dirijam ao Núcleo da Contribuição Predial e Renda, situado no rés-do-chão do Edifício Finanças, ao Centro de Serviços da RAEM, ou, ao Centro de Atendimento da Taipa, para levantamento da guia de pagamento M/B, destinada ao respectivo pagamento nas Recebedorias dos referidos locais. 3. Na falta de pagamento da contribuição no prazo estipulado, proceder-se-á à cobrança coerciva da dívida, de acordo com o disposto no artigo 6.° da Portaria acima mencionada. Aos, 16 de Fevereiro de 2012. A Directora dos Serviços de Finanças, Vitória da Conceição

jornal tribuna de macau terça-feira, 20 de março de 2012 pág 15


jornal tribuna de macau www.jtm.com.mo Administração, Direcção e Redacção: Calçada do Tronco Velho, Edifício Dr. Caetano Soares, Nos4, 4A, 4B - Macau Caixa Postal (P.O. Box): 3003 Tel.: (853) 28378057 Fax: (853) 28337305 • Email: jtmagenda@yahoo.com e jtmpublicidade@yahoo.com

última

CHINA QUER DUPLICAR ENSINO DO PORTUGUÊS

Hao Ping, vice-ministro chinês da Educação, desafiou a Universidade de Lisboa (UL) a duplicar nos próximos anos o ensino do português na China. O repto foi lançado durante uma visita que responsáveis da Clássica fizeram recentemente à China e a Macau, revelou Teresa Cid, vice-reitora da UL, em declarações ao jornal “Público”. A responsável pelo pelouro das Relações Internacionais da UL precisou que o vice-ministro chinês “lançou o desafio de ser criada uma plataforma com a Universidade de Pequim e o Politécnico de Macau para aprofundar o ensino do português na China e alargar o ensino do chinês em Portugal e nos países de língua portuguesa, como Angola”. “Neste momento há 15 universidades na China a dar este curso e o vice-ministro manifestou o interesse de alargar para o dobro nos próximos anos”, disse ainda, ao salientar que há 300 milhões de chineses a falar inglês e “muito poucos a falar português”. E “quem fala português tem emprego garantido”, acrescentou. Teresa Cid referiu que “esta plataforma, que está neste momento em construção e que será em breve formalizada, poderá levar à eventual criação de novos institutos Confúcio noutros países”. Actualmente, 14 estudantes chineses frequentam o curso anual de Português para Estrangeiros no Instituto Confúcio a funcionar na Faculdade de Letras da UL.

tempo

fonte: serviços meteorológicos e geofísicos www.smg.gov.mo

hoje

amanhã 190C 220C

170C 200C

câmbios - indicativos

fonte: bnu

Pataca Compra Venda US Dólar 7.95 8.05 EURO 10.46 10.59 yuan (rpc) 1.220 1.276

MESMA ARMA USADA EM ATAQUES A ESCOLA JUDAICA E MILITARES NA FRANÇA A mesma arma, de calibre 11,43 mm, foi usada nos dois ataques de Toulouse, de 11 de Março e de ontem, e no de Montauban, a 15 de Março, informou fonte próxima da investigação citada pela agência AFP. No ataque de ontem contra uma escola judaica de Toulouse morreram, pelo menos, um professor de religião, de 30 anos, e três alunos, de dez, seis e três anos. Os anteriores ataques causaram a morte de três soldados. Além disso, a mesma scooter roubada (uma T-MAX da marca Yamaha) foi usada nos três ataques. O ataque já foi condenado pelas autoridades israelitas e está a causar emoção em França, cujas autoridades reforçaram a segurança de toda a comunidade judaica. O Presidente francês declarou como “tragédia nacional” o ataque armado à escola e prometeu descobrir o criminoso. “Será feito absolutamente tudo para encontrar o assassino”, disse Nicolas Sarkozy, durante uma visita à escola, onde decretou um minuto de silêncio, a cumprir hoje, em todas as escolas francesas e onde prometeu que o ministro do Interior permanecerá na cidade o tempo que for necessário. “São as nossas crianças. Não são só as vossas crianças, são também as nossas”, disse. “No território da república, não se assassinam assim crianças sem pagar as consequências (...) hoje é um dia de tragédia nacional”, acrescentou.

ASSASSÍNIO EM BISSAU “NÃO AFECTA” ANDAMENTO DO PROCESSO ELEITORAL Um porta-voz das Forças Armadas da Guiné-Bissau afirmou ontem que o assassínio do coronel Samba Djaló, ex-chefe da “secreta” militar, não vai afectar o normal andamento do processo eleitoral. “Uma coisa não tem nada ver com outra. O que aconteceu ontem (domingo) foi um incidente grave que temos que lamentar, pois trata-se de uma vida humana que se perdeu, mas esse facto em si não tem nada a ver com a segurança do processo eleitoral que, correu de forma correcta como se testemunhou ontem”, disse Dabana Walna, porta-voz do comando conjunto das forças de defesa e segurança, criado para garantir a segurança nas eleições presidenciais. Dabana Walna respondia aos jornalistas no final de uma reunião, de cerca de meia hora, no Estado-Maior General das Forças Armadas, entre o general António Indjai e o presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Desejado Lima da Costa. De acordo com o presidente da CNE, o general António Indjai deu “total garantia de segurança” para que o processo de contagem dos votos possa continuar. O presidente da CNE admitiu que a abstenção nas eleições pode ultrapassar os 40%, mais do que em 2009. A missão da CPLP também considerou como “livres e democráticas” as eleições, pelo menos no universo “que lhe foi dado observar”.

ROMNEY VENCEU PRIMÁRIAS EM PORTO RICO O ex-governador do Estado norte-americano do Massachusetts Mitt Romney venceu as eleições primárias do Partido Republicano em Porto Rico, garantindo todos os 20 delegados em jogo ao angariar mais de 83% dos votos, contra 7,7% de Rick Santorum, 2% de Newt Gingrich e 1,1% de Ron Paul. Com este resultado, Romney lidera a corrida para garantir os 1.144 delegados necessários para se tornar o candidato republicano às presidenciais em que irá defrontar Barack Obama. “Pretendo tornar-me no nosso candidato e atrair os eleitores latinos a votarem num republicano e chegar à Casa Branca”, afirmou Romney quando anunciou a sua vitória em Porto Rico durante uma acção de campanha no Illinois.

CONDENADO A 13 ANOS DE PRISÃO POR ROUBAR PEÇAS DA CIDADE PROIBIDA

MYANMAR AMNISTIA LÍDER DA GUERRILHA SEPARATISTA

O Tribunal Popular Intermédio de Pequim condenou ontem a 13 anos de prisão o homem que roubou nove peças do Museu do Palácio, na Cidade Proibida, avaliadas em mais de 150 milhões de dólares. Shi Baikui, de 27 anos, também fica privado dos seus direitos políticos durante três anos e terá de pagar uma multa de 2.059 dólares, de acordo com a agência Xinhua. Shi roubou em Maio do ano passado nove caixas de ouro e prata cobertas de pedras preciosas da Cidade Proibida, tendo este sido o primeiro assalto ao antigo palácio imperial em 24 anos e que colocou em causa a segurança do recinto, tendo obrigado os responsáveis do museu a pedirem desculpas publicamente. Na sua fuga, o jovem deixou para trás seis das nove peças roubadas, tendo-se livrado das restantes no dia seguinte ao não conseguir vende-las. Mas as três caixas avaliadas em mais de 23.700 dólares continuam desaparecidas. Shi, originário da província de Shandong, foi detido num cibercafé de Pequim 58 horas depois do delito, ocorrido após o encerramento do antigo palácio imperial, classificado como ver vídeo na edição online do jtm www.jtm.com.mo Património da Humanidade pela UNESCO.

O Governo birmanês amnistiou o líder rebelde da guerrilha étnica karen, Mahn Nyein Maung, que o regime da Birmânia tinha condenado a prisão perpétua por alta traição, disseram meios de comunicação social birmaneses no exterior. Mahn Nyein Maung beneficiou de uma amnistia geral, depois de, na passada semana, um tribunal do país ter-lhe mantido, após recurso, a sentença de prisão perpétua, disse o advogado do líder karen, citado pela revista The Irrawaddy, publicada na Tailândia, por jornalistas birmaneses no exílio. Mahn Nyein Maung foi ontem posto em liberdade, confirmou à revista o advogado, bem como a secretária-geral da União Nacional Karen (UNK), Zipporah Sein. A UNK, braço político da guerrilha karen, tinha exigido a libertação de Mahn Nyein Maung para prosseguir as negociações de paz com o Governo birmanês, ver vídeo na edição online do jtm www.jtm.com.mo após o cessar-fogo, que o grupo assinou em Janeiro passado.

pág 16 terça-feira, 20 de março de 2012 jornal tribuna de macau

fecho desta edição jtm - 02:45horas


JTM 20-03-2012