Issuu on Google+

Macau passou a ter segunda taxa de desemprego mais baixa do mundo

Dissidente quer deixar a China no mesmo avião de Hillary Clinton

PÁg 5

澳 門 論 壇 日 報

PÁg 13

10 Patacas

Director José rocha Dinis | Director Editorial executivo Sérgio Terra | Nº 4018 | sexta-feira, 04 de maio de 2012

MAIS DE UMA CENTENA DE PROPOSTAS PARA ENSINAR IDIOMAS ESTRANGEIROS

DSEJ investe forte em plano linguístico A DSEJ vai lançar no próximo ano lectivo um novo plano linguístico de três anos que contempla o português, inglês e mandarim, entre outros idiomas. Mais de cem estabelecimentos já apresentaram propostas no âmbito

deste programa que prevê um investimento total de 11,7 milhões de patacas. O objectivo é que os alunos terminem o ensino secundário a dominar pelo menos uma língua estrangeira. Pág 3

Proposto prazo máximo de quatro anos para entrega de casas sociais Pág 2

Contribuição orçamental dos sócios do IPOR diminui 25 por cento Pág 7 Instituto Ricci vai celebrar 300 anos da restauração da Companhia de Jesus Pág 9 Mourinho faz história com títulos nas três principais ligas

Borboletas encantam no MGM Última

Bayrou declara apoio a Hollande nas presidenciais francesas

Paulo Bento renova contrato como seleccionador até 2014

O ex-candidato às presidenciais francesas do Movimento Democrático, Fraçois Bayrou, anunciou ontem que votará no candidato socialista François Hollande na segunda volta das eleições. O candidato centrista fez no entanto questão de afirmar que não se trata de um “conselho generalizado” para o voto no domingo, antes uma opção pessoal, motivada pela tomada de rumo “em direcção da extrema-direita” de Nicolas Sarkozy. Bayrou obteve 9% dos votos na primeira volta das eleições. O anúncio surgiu no mesmo dia que uma sondagem mostrou uma redução das preferências em Hollande, que surge com 52,5% das intenções de voto contra 47,5% (ver mais noticiário na página 14).

O seleccionador português de futebol, Paulo Bento, renovou o contrato com a Federação Portuguesa de Futebol (FPF) até Julho de 2014, anunciou ontem o organismo no seu sítio oficial. A definição do seu futuro antes do início do Euro2012, na Polónia e na Ucrânia, foi uma das exigências que Paulo Bento fez durante a campanha eleitoral para a FPF, da qual saiu vencedor Fernando Gomes. Paulo Bento chegou à selecção a 21 de Setembro de 2010, substituindo no cargo Carlos Queiroz, quando Portugal somava 5 apenas um ponto em seis possíveisPÁG no início da qualificação para o Euro2012. Paulo Bento conseguiu seis triunfos, um empate e uma derrota em jogos oficiais, conduzindo Portugal ao Euro

Chefe defende prudência e planos a longo prazo

Pág 12


CAM FOI À CIMEIRA DE DENVER. A CAM-Sociedade do Aeroporto de Macau participou na 12ª Conferência Mundial de Aeroportos, evento que juntou cerca de 500 delegados em Denver, nos EUA, entre 25 e 27 de Abril. Segundo a CAM, tratou-se de uma boa oportunidade para conhecer os planos de desenvolvimento de aeroportos de todo o mundo.

local

POLUIÇÃO NO CANAL DOS PATOS PREOCUPA “KAI FONG”. A União Geral das Associações de Moradores de Macau (Kai Fong) exigiram ao Governo medidas para solucionar o problema da poluição no Canal dos Patos. O alerta surge poucos dias depois da descoberta de um elevado número de peixes mortos naquela zona.

LANÇADA CONSULTA PÚBLICA SOBRE HABITAÇÃO PÚBLICA

A Estratégia do Desenvolvimento para a Habitação Pública está sob consulta até ao dia 1 de Julho. Sem grandes novidades, o texto coloca a hipótese de definir um tempo limite de espera de quatros anos entre a saída das listas definitivas e a entrega de uma casa social, bem como a criação de um fundo para a habitação pública viviana chan

D

Governo procura opiniões sobre estratégias para a habitação pública

que a inscrição da habitação económica no território é “não regular” e só será iniciada quando houver necessidade. Durante a conferência da imprensa, Tam Kuong Man referiu que há a possibilidade de reiniciar a inscrição para as habitações económicas no próximo ano, depois de uma avaliação, mas sempre sem dar garantias. Quanto ao prazo da espera, que tem desagradado os candidatos, o responsável salientou que “o tempo da espera já não existe para os candidatos das casas económicas, porque a nova Lei da Habitação Económica prevê que a inscrição só possa ser iniciada quando houver casas para vender”. Além disso, “depois de o projecto das 19 mil fracções estar concluído, nunca foi dito que iríamos construir habitações económicas de modo constante”, acrescentou Tam Kuong Man. FUNDO QUE GARANTA MANUTENÇÃO. O texto de consulta, agora disponível, coloca ainda a hipótese de criação de

um fundo de desenvolvimento de habitação pública. Esse fundo, sublinha o presidente do IH, Tam Kuong Man, permitiria reforçar a segurança dos recursos financeiros, tendo em conta a grande quantidade habitações públicas existentes e a necessidade futura de manutenção. É com base em previsões demográficas que o IH calcula a futura necessidade de habitação. No entanto, o presidente do organismo não revela as reservas de terrenos do Governo. As projecções indicam que a população residente de Macau será superior a 700 mil, podendo variar entre 693 e 749 mil pessoas até 2020. O que significa que o número das famílias pode oscilar entre 227 mil a 242 mil, correspondendo a um aumento de 40 a 60 mil núcleos familiares em apenas uma década. Ao considerar a composição do mercado imobiliário de Macau e a influência mutua entre edifícios privados e habitação pública, o Governo diz que pretende dis-

ponibilizar mais terrenos para habitação pública, mas Tam Kuong Man preferiu não avançar com estimativas. O texto de consulta lança 13 sugestões sobre as futuras políticas e medidas de habitação pública de Macau. De acordo com o Executivo e como tem vindo a ser afirmado, a habitação social terá um papel principal, enquanto a habitação económica um lugar secundário. No entanto, o presidente do IH escusou-se a anunciar quantas de entre as 19 mil fracções previstas até ao final deste ano estão destinadas a habitação social e quantas vão ser disponibilizadas para habitação económica. Ainda assim, Tam Kuong Man prometeu que alguns dados serão divulgados “de certeza neste mês”. Por outro lado, Cheang Sek Lam acrescentou que a intenção do Governo é dar prioridade à habitação social, mas isso não significa que o número das casas sociais vai ser maior do que o das casas económicas. O mesmo responsável reiterou, contudo, que “as autoridades dão mais importância à classe carenciada da sociedade”. Cheang Sek Lam adicionou que “a construção e a distribuição das habitações económicas dependem dos actuais recursos socais” e da procura. A “revisão oportuna dos diplomas legais de habitação pública para bom uso dos recursos”, bem como um “apoio flexível” para “agregados familiares especiais ou urgentes” são outras das ideias que constam do texto de consulta. O documento sugere ainda a criação de um “mecanismo constante de coordenação interdepartamental e garantia da oferta com qualidade de habitação pública no prazo previsto”. Além disso, os residentes podem pronunciar-se sobre “o estabelecimento de um regime de reserva de terrenos para a habitação pública” nas novas zonas urbanas. Tam Kuong Man lembrou ainda que, para além das 19 mil habitações previstas para este ano, em 2013 arranca a construção de mais 3.850 fracções de habitação pública.

COMITIVA SERÁ LIDERADA POR VICE-MINISTRO DO COMÉRCIO CHINÊS

Delegação empresarial ruma ao Brasil Empresários de Macau e da China iniciam hoje na capital brasileira uma visita de contactos com as autoridades e grupos empresariais integrados nas actividades do Fórum Macau

A

delegação, com um total de 55 pessoas, será chefiada por Jiang Yaoping, vice-ministro do Comércio chinês, e pelo Secretário para a Economia e Finanças do Governo de Macau, Francis Tam, e integra, em termos políticos, vários responsáveis do Fórum Macau e do Instituto de Promoção do Comércio e do Investimento de Macau. Além de Brasília, a delegação desloca-se ao Rio de Janeiro e a São Paulo e terá, fundamentalmente, contactos empresarias ou com associações comerciais de forma a potenciar o conhecimento mútuo e explorar oportunidades de negócio entre empresários brasileiros, da China e de Macau, através da ponte de contacto que Macau

desempenha na ligação entre os países de expressão portuguesa e a República Popular da China. Além dos contactos políticos e empresariais, decorrerá no dia 8 de Maio, em São Paulo, uma sessão de apresentação sobre as oportunidades de investimento e de cooperação entre a China (Interior da China e Macau) e o Brasil. O Brasil é o principal parceiro comercial da China no seio dos países de língua portuguesa e de acordo com os dados da alfândega chinesa divulgados pelo Fórum Macau, Pequim comprou aos oito países do universo lusófono no primeiro trimestre, bens no valor de 19,2 mil milhões de dólares, mais 21% do que entre Janeiro

e Março do ano passado, e vendeu à lusofonia produtos avaliados em 8,6 mil milhões de dólares, mais 16%. Entre Brasília e Pequim, nos primeiros três meses de 2012, o volume de trocas comerciais atingiu 17,9 mil milhões de dólares, valor que traduz uma subida de 11,6% face ao período homólogo do ano passado. As exportações da China para o Brasil totalizaram 7,2 mil milhões de dólares - mais 19% do que nos primeiros três meses de 2011 -, enquanto os bens adquiridos pelo gigante asiático ao Brasil alcançaram 10,7 mil milhões de dólares, o equivalente a um aumento anual de 7,1%. JTM/Lusa

jornal tribuna de macau Propriedade: Tribuna de Macau, Empresa Jor­na­lística e Editorial, S.A.R.L. • Administração: José Rocha Dinis • Director: José Rocha Dinis Director Editorial Executivo: Sérgio Terra • Grande Repórter: Raquel Carvalho • Redacção: Fátima Almeida, Helder Almeida, Pedro André Santos e Viviana Chan • Colaboradores: José Luís Sales Marques, Miguel Senna Fernandes, Rogério P. D. Luz (S. Paulo) e Rui Rey • Colunistas: Albano Martins, António Aresta, António Ribeiro Martins, Daniel Carlier, Henrique Manhão, João Guedes, Jorge Rangel, Jorge Silva, Luis Machado e Luíz de Oliveira Dias • Grafismo: Suzana Tôrres • Serviços Administrativos e Publicidade: Joana Chói (jtmpublicidade@yahoo.com e jtmagenda@yahoo.com) • Agências: Serviços Noticiosos da Lusa e Xinhua Impressão: Tipografia Welfare, Ltd • Administração, Direcção e Redacção: Calçada do Tronco Velho, Edifício Dr. Caetano Soares, Nos4, 4A, 4B - Macau • Caixa Postal (P.O. Box): 3003 • Telefone: (853) 28378057 • Fax: (853) 28337305 • Email: jtmagenda@yahoo.com (serviço geral) pág 02 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

local

(...) “Pode ser o português, inglês ou até japonês. Muitos alunos também querem aprender, por exemplo, o coreano. Não nos focamos apenas numa língua” (...) - Idem

MAIS DE UMA CENTENA DE PROPOSTAS PARA ENSINAR IDIOMAS ESTRANGEIROS

Até quatro anos de espera

esde ontem até ao dia 1 de Julho a Estratégia do Desenvolvimento para a Habitação Pública estará sob consulta pública. O texto aborda futuras políticas habitacionais. Fazendo uma previsão sobre o crescimento da população de Macau, o documento de consulta propõe que a atribuição de uma habitação social, após a publicação das listas definitivas, demore no máximo até quatro anos. O texto, revelado ontem em conferência de imprensa, inclui a criação de um mecanismo de admissão periódica das candidaturas a habitação social e a fixação do prazo de espera. Sintetizando as experiências passadas, as autoridades querem mudar a antiga forma de abertura não regular de concurso para habitação pública, tentando implementar com brevidade o regime de admissão das candidaturas a habitação social a partir de 2013. Quanto às questões sobre o prazo de espera de habitação social, o documento para consulta propõe que seja atribuída a habitação social no prazo de quatro anos após a publicação da lista definitiva. “Pensamos que o prazo de espera de quatro anos é muito prático”, comentou o chefe do Departamento de Assuntos de Habitação Pública, Cheang Sek Lam, salientando que há famílias que podem conseguir casa mais cedo. O presidente do IH lembrou ainda

(...) “A DSEJ vai enviar docentes para as escolas particulares para darem aulas mais regulares. Vamos apoiar as escolas a promoverem o ensino de línguas através de planos a três anos” (...) - Leong Vai Kei, chefe do Departamento de Ensino da DSEJ

DSEJ investe 11,7 milhões em plano linguístico A DSEJ vai lançar um novo plano linguístico no próximo ano lectivo. As escolas interessadas em leccionarem um idioma estrangeiro, nomeadamente o português, durante três anos poderão receber financiamento. Até agora, mais de cem instituições apresentaram propostas. Há 11,7 milhões de patacas para aplicar neste programa. O objectivo da DSEJ é que os alunos terminem o ensino secundário a dominar pelo menos uma língua estrangeira raquel carvalho

T

rata-se de um novo plano linguístico que será aplicado a partir do próximo ano lectivo. A Direcção dos Serviços de Educação e Juventude (DSEJ) quer promover o ensino de idiomas estrangeiros, nomeadamente do português, inglês e mandarim nas escolas locais. Até agora, 111 instituições já se mostraram interessadas. O Governo pretende que os alunos do território terminem o ensino secundário a dominar pelo menos uma língua estrangeira. As regras são simples e foram explicadas ontem por Leong Vai Kei, chefe do Departamento de Ensino da DSEJ, após uma reunião plenária do Conselho de Educação para o Ensino não Superior. “A DSEJ vai enviar docentes para as escolas particulares para darem aulas mais regulares. Vamos apoiar as escolas a promoverem o ensino de línguas através de planos a três anos”. A intenção é “financiar cursos de inglês, português e mandarim”, mas também podem ser adoptados outros idiomas. De acordo com a mesma responsável, as escolas interessadas devem enviar as propostas para a DSEJ. “Até ao momento, temos 111 pedidos em fase de apreciação e prevemos dar um apoio total de 11,7 milhões patacas”. De entre este montante, não exista uma verba específica para a língua portuguesa. O plano prevê que as instituições do en-

sino primário e secundário leccionem uma língua estrangeira durante pelo menos dois tempos lectivos semanais, com as turmas a terem no mínimo entre 10 a 15 alunos. Leong Vai Kei lembra ainda que as escolas podem também “contratar professores por conta própria e pedir apoio ao Fundo de Desenvolvimento Educativo”. A grande ambição da DSEJ é que os “alunos dominem pelo menos uma língua estrangeira”. Segundo explica a mesma responsável, “pode ser o português, inglês ou até japonês. Muitos alunos também querem aprender, por exemplo, o coreano. Não nos focamos apenas numa língua.” Este objectivo, acrescenta, vai ao encontro do desejo

de Macau transformar-se num Centro Internacional de Turismo e Lazer, percorrendo o trilho da diversificação económica. Para isso, cursos de línguas no exterior, como em Portugal, Austrália e Pequim também vão continuar a ser apoiados. “E damos ainda apoio à Escola Portuguesa de Macau nos cursos de Verão de cultura portuguesa, tal como ao curso de Verão da Universidade de Macau sobre língua e cultura portuguesa”, sublinha Leong Vai Kei. Quanto à política de língua e à cohabitação do cantonês e do mandarim nas escolas do território, a responsável salienta apenas que “o decreto das escolas não define que as aulas de chinês sejam em mandarim”. No entanto, se a

Uma dezena de escolas sem fundo de previdência “A situação financeira da maioria das escolas é boa”, indicou Wong Iok Nam, técnica superior de inspecção escolar da DSEJ. Após a reunião do Conselho de Educação para o Ensino Não Superior, onde foi apresentado o relatório de contas do ano financeiro 2009/2010, a responsável explicou que a maior parte das 73 escolas particulares sem fins lucrativos apresentam uma situação financeira sem problemas. “A grande maioria das escolas tem sistemas financeiros equilibrados. Àquelas que têm problemas financeiros, solicitamos que façam um plano a longo prazo”. Caso as contas de uma escola não sejam aprovadas, a DSEJ retira o subsídio previsto, assegurou a mesma responsável. Recorde-se que o decreto de lei 63/93/M, relativo ao plano de contabilidade das escolas particulares sem fins lucrativos, está em revisão. “Segundo a lei actual, as escolas não têm de publicar as contas. Estamos a rever isso”, esclarece Wong Iok Nam. De acordo com os dados apurados pela DSEJ, dez escolas ainda não criaram o fundo de previdência. “Àquelas que não cumpriram, vamos fazer avisos”, garante. No entanto, realça, “as escolas precisam de algum tempo para se prepararem”. O regime de previdência vai produzir efeitos a partir de 2013. Indo ao encontro das exigências estabelecidas no Quadro Geral do Pessoal Docente das Escolas Particulares, pelo menos 70 por cento das receitas fixas e permanentes das instituições devem ser gastas no salário dos docentes e na contribuição para o fundo de previdência. R.C.

língua veicular for o cantonês, as instituições de ensino devem também proporcionar aulas de mandarim, acrescenta. Quanto à orientação que será adoptada no futuro, a chefe de Departamento de Ensino da DSEJ não traçou um caminho. AMOR À PÁTRIA. Outro dos temas discutidos na reunião de ontem foi a educação cívica e moral dos mais jovens. Transmitir “valores positivos e de amor pela pátria e a Macau, bem como impulsionar uma participação cívica activa” são ideias que as escolas devem incutir nos alunos, consideram os membros do Conselho de Educação para o Ensino não Superior, segundo Leong Vai Kei. Em torno do “amor à pátria e a Macau”, a DSEJ recebeu 85 projectos, com o apoio previsto a rondar os 16 milhões de patacas, valor que chega a ultrapassar a verba disponibilizada para o plano linguístico. Da ordem dos trabalhos fez também parte a análise do ensino artístico. Durante este ano lectivo, o Governo registou mais de oito dezenas de pedidos de actividades. Além disso, 204 docentes estão a receber formação nesta área, indica Vong Iat Hang, chefe de divisão e apoio à reforma educativa da DSEJ. De modo, a impulsionar esta esfera de ensino, o mesmo responsável garante que o Fundo de Desenvolvimento Educativo encaminhará “mais financiamento para esta área”.

jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 03


ESTUDANTE FICOU SEM MÁQUINA DE JOGOS. Um aluno de uma universidade local foi lesado numa máquina de videojogos. O aparelho estava guardado na mala do motociclo na altura em que foi furtado, causando um prejuízo de 1.200 patacas.

local

FÉRIAS QUE DERAM PREJUíZO. Foram umas férias que acabaram por causar um prejuízo de 17 mil patacas a um morador da Rua de Bruxelas. O furto ocorreu entre 25 de Abril e quarta-feira, altura em que regressou de férias. As autoridades não encontraram danos nas portas, suspeitando-se que terá sido usada uma chave-falsa.

SJM PROMOVEU GPM EM GUANGDONG. A Sociedade de Jogos de Macau (SJM) participou na “Semana Guangdong - Macau” que teve lugar em Cantão e Jiangmen. A iniciativa, que decorreu entre 13 e 15 de Abril, visou promover a 59ª edição do Grande Prémio de Macau, evento que tem a SJM como principal patrocinadora.

local

CITY OF DREAMS ABRE NOVO ESPAÇO VIP. O City of Dreams inaugurou o novo espaço “Signature Club” com uma festa que contou com a presença de centenas de convidados. A nova área situa-se no Hyatt, e conta com um ambiente de privacidade especialmente criado para os membros VIP.

AUTORIDADES DESMANTELARAM DOIS CASOS DE CÁRCERE PRIVADO NOS ÚLTIMOS DIAS

RAEM SUPERA SINGAPURA E SÓ FICA ATRÁS DO QATAR E DA “DUVIDOSA” TAILÂNDIA

Sequestrado em vez do amigo

No “pódio” mundial do emprego

Um homem não ganhou para o susto ao ser retido contra a sua vontade, tudo porque o amigo terá alegadamente mentido ao dizer que devolvera meio milhão de dólares de Hong Kong que tinham sido emprestados para jogar nos casinos PEDRO ANDRÉ SANTOS

O

Funcionário público suspeito de burla e falsificação Um funcionário do Instituto Cultural é suspeito de ter recorrido a meios fraudulentos para obter o subsídio de família, durante um período de tempo prolongado, anunciou ontem o Comissariado contra a Corrupção (CCAC). De acordo com uma nota do organismo liderado por Vasco Fong, as investigações desenvolvidas permitiram apurar que, entre 1998 e 2012, o funcionário terá prestado falsas declarações junto do Serviço onde exercia funções, alegando que os seus pais não tinham emprego nem rendimentos, por forma a que estes pudessem obter subsídio de família e aceder aos cuidados de saúde. No entanto, segundo o CCAC, os pais do indivíduo em questão têm rendimentos mensais superiores a metade do valor do índice 100 da tabela indiciária - limite máximo fixado na lei para o acesso ao subsídio de família. “Os subsídios recebidos indevidamente pelo funcionário em causa ultrapassaram as 80 mil patacas”, adianta o CCAC, acrescentando que o suspeito confessou ter entregue documentos falsificados. O caso foi ontem encaminhado para o Ministério Público, tendo o CCAC comunicado também a situação ao Instituto Cultural por forma a que sejam tomadas as “providências administrativas adequadas”.

Jogo continua a ser causa de vários sequestros

que já tinha liquidado a dívida e que estava tudo bem. No entanto, a história não terá sido bem assim. Na terça-feira, a vítima deu de caras com os dois homens que tinham feito o empréstimo e que desmentiram a versão do amigo, alegando que não tinham recebido nada. Como tal, acabaram por se “contentar” com o homem, que ficou em situação de cárcere privado no referido hotel até conseguir contactar a amiga, aproveitando um momento de distracção dos suspeitos.

Trocou-lhe as voltas no restaurante Um residente de Hong Kong fez queixa às autoridades alegando que foi vítima de furto enquanto estava a almoçar. A vítima estava a comer com a neta num restaurante situado num hotel na Avenida da Praia Grande quando um indivíduo, alegadamente do Paquistão, terá dito que a menina estava suja na roupa com comida. O homem pediu para a neta ir à casa-de-banho limpar-se, e entretanto o suspeito chamou novamente a atenção do homem, dizendo que a cadeira estava também suja. No momento em que se aproximou para verificar, o alegado ladrão levou um envelope que estava em cima da mesa, causando um prejuízo de 300 patacas, para além de vários documentos pessoais. O lesado apenas deu pelo furto mais tarde, estando as autoridades a investigar o caso.

AIPIM critica proibição de entrada de jornalistas As restrições de entrada de jornalistas de Hong Kong impostas pelas Forças de Segurança locais são “desnecessárias, despropositadas e exageradas”, considera a Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau

pág 04 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

sérgio terra

D

epois de ter sido a economia com a percentagem de crescimento mais elevada do mundo em 2011, ao ver o seu Produto Interno Bruto (PIB) aumentar 20,7% em termos reais, Macau acaba de conseguir nova façanha, desta vez na vertente do desemprego. No final de Março, a taxa de desemprego em Macau recuou para dois por cento, atingindo o valor mais baixo desde que há registos no território, e saltou para o “pódio” mundial da situação do emprego, segundo indica um cruzamento dos dados do Executivo da RAEM com as estatísticas de organismos oficiais e internacionais, nomeadamente do Banco Mundial. De acordo com uma compilação realizada pelo JTM, e tendo em conta os últimos dados disponibilizados pelos vários países e regiões, a taxa de desemprego

em Macau, onde a população desempregada inclui 6.800 indivíduos, só é superada pelo Qatar (0,60%) e pela Tailândia (0,43%), mas neste último caso os dados oficiais carecem de fiabilidade, pelo menos em termos dos padrões internacionais. Seja por razões culturais (assumir o desemprego é sinónimo de “perda de face” para muitos tailandeses), dificuldades logísticas no apuramento de dados reais nas zonas rurais ou pelo chamado

A Wynn Macau planeia iniciar a construção de um “resort” no COTAI antes de Junho. Para já, a operadora pretende usar capitais próprios para financiar o projecto, cujo orçamento poderá atingir quase 32 mil milhões de patacas

A

Caso do fotojornalista Felix Wong reavivou um problema antigo

é diferente. “Preocupa-nos, obviamente, que a coberto de uma lei de segurança interna, camaradas nossos sejam impedidos de entrar para trabalharem tanto mais que Macau sempre foi uma terra que respeitou a liberdade de expressão e a liberdade de imprensa e consideramos as atitudes das

Taxa de desemprego em Macau recuou para 2% em Março

“desemprego oculto” pelo trabalho precário (alguns analistas acreditam mesmo que os próprios mendigos também chegam a ser integrados na população empregada), as estatísticas da Tailândia não convencem a generalidade dos economistas que estão convictos de que o número de desempregados no país é substancialmente mais elevado do que o indicado pelo Governo de Banguecoque. Excluindo assim o caso da Tailândia,

Macau passou a apresentar o segundo melhor registo mundial, depois de ter superado Singapura no primeiro trimestre do corrente ano. Dados divulgados pelo Governo singapuriano na segunda-feira indicam que a taxa de desemprego na Cidade-Estado cresceu 0,1 pontos para 2,1% entre Dezembro de 2011 e Março deste ano, em parte devido a um ligeiro aumento de despedimentos nos sectores dos serviços e da construção. Os mesmos dados oficiais referem que cerca de 59.100 residentes de Singapura estavam desempregados no final de Março. De uma forma geral, os países e regiões da Ásia são, de resto, os que apresentam melhores resultados no campo do emprego. Além dos casos já mencionados, destacam-se as baixas taxas de desemprego no Vietname (2,30%), Malásia (3,20%), Hong Kong (3,40%), Coreia do Sul (3,40%), Sri Lanka (4,10%), Taiwan (4,25%) ou no Japão (4,50%), entre outras. Na China, a taxa de desemprego nas áreas urbanas foi estimada em 4,1% no primeiro trimestre de 2012, segundo o Ministério dos Recursos Humanos e da Segurança Social. Os números da Ásia ganham ainda maior relevância, quando comparados com os dos Estados Unidos e da Zona Euro, onde as taxas de desemprego atingiram em Março os 8,2% e 10,9%, respectivamente. Com 15,3%, Portugal registou o valor mais alto de sempre e detém actualmente a terceira maior taxa no universo da moeda única, depois da Espanha (24,1%) e Grécia (21,1%).

Wynn quer gruas no COTAI até Junho

A

Associação de Imprensa em Português e Inglês de Macau (AIPIM) aponta às autoridades de Macau “problemas menores” em questões de liberdade de imprensa para os locais, mas manifestou-se “preocupada” com a proibição de entrada de jornalistas de Hong Kong. Em declarações à agência Lusa por ocasião do Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, Paulo Azevedo, presidente da AIPIM e editor de várias publicações em Macau, salientou que “localmente podem existir questões pontuais em determinadas ocasiões como manifestações”, mas que não constituem um “entrave generalizado” ao exercício da liberdade de imprensa. No entanto, acrescentou, já relativamente à manutenção das restrições de entrada de jornalistas do exterior, nomeadamente de Hong Kong, que se deslocam a Macau para exercer o seu trabalho, o caso

A taxa de desemprego em Macau passou a ser a segunda mais baixa do planeta, indicam dados compilados pelo JTM com base em estatísticas governamentais e do Banco Mundial. Excluindo a Tailândia, cujas estimativas governamentais são fortemente questionadas pelos analistas, a RAEM só fica atrás do Qatar e acaba de ultrapassar Singapura

PROJECTO PODE CHEGAR AOS 32 MIL MILHÕES DE PATACAS

FOTO SCMP

centro operacional da Polícia de Segurança Pública recebeu um telefonema na madrugada de ontem por parte de uma mulher que pedia ajuda em nome de um amigo que estaria sequestrado num apartamento na Rua de Pequim. Os agentes destacaram-se ao local e quando bateram à porta foi a própria vítima que abriu, acabando por contar a história. Segundo terá dito, no dia 9 de Abril estava com um amigo num casino quando foram abordados por dois indivíduos que se disponibilizaram a emprestar 500 mil dólares de Hong Kong. O amigo concordou mas pouco tempo depois já o dinheiro tinha “desaparecido” nas mesas de jogo, ficando a promessa que iria pagar a dívida a curto prazo. Os dois amigos voltaram a falar uns dias mais tarde, por telefone, e o que tinha perdido o dinheiro contou

Noutro caso de sequestro com contornos semelhantes, as autoridades receberam uma chamada, na quarta-feira, por parte de uma mulher que dizia que tinha um amigo sequestrado num hotel situado no ZAPE. Os agentes foram lá mas ninguém abriu a porta. Esperaram até que chegou um indivíduo que abriu a porta, altura em que aproveitaram para entrar. No local estavam quatro homens - os três alegados sequestradores e a vítima. Segundo terá sido apurado, os suspeitos emprestaram um total de 4,9 milhões de dólares à vítima para jogar. O dinheiro foi todo gasto no jogo mas ainda conseguiu devolver um milhão. Como não tinha mais, acabou retido contra a sua vontade. Tal como no caso anterior conseguiu aproveitar um momento de distracção para contactar a amiga que transferiu o caso para a polícia.

Forças de Segurança como desnecessárias, despropositadas e exageradas”, afirmou. Paulo Azevedo referia-se ao caso do fotojornalista Felix Wong, do jornal “South China Morning Post”, de Hong Kong, que foi impedido, pela terceira vez, de entrar em Macau para fazer a cobertura dos protestos do 1.º de Maio. JTM/Lusa

pesar do prazo de aproveitamento do terreno se estender por cinco anos, a Wynn Macau pretende avançar rapidamente com as obras no COTAI, depois do Governo da RAEM ter oficializado a concessão de um lote junto ao “Macau Dome”, com uma área de 205.797 metros quadrados, destinado à construção de um complexo constituído por um hotel de cinco estrelas (incluindo casino, centro de convenções, comércio, restauração, “spa” e “night club”), estacionamento e áreas livres. Em entrevista conjunta à revista Macau Business e ao jornal Business Daily, Steve Wynn adiantou que espera iniciar os trabalhos de construção ainda no primeiro semestre deste ano. “Estarei no terreno e a trabalhar antes de Junho”, frisou o presidente e CEO do grupo Wynn Resorts. O orçamento do projecto

ainda não está totalmente definido, mas Steve Wynn admitiu que a empresa deverá acabar por investir mais do que tinha previsto inicialmente. Depois de ter apontado recentemente para um intervalo entre dois e três mil milhões de dólares (16 a 24 mil milhões de patacas), o magnata assumiu agora que os custos poderão crescer para 3,5 ou quatro mil milhões de dólares (28 ou 32 mil milhões de patacas). Apesar dos elevados montantes envolvidos, Wynn assegura que a empresa está em condições de financiar o projecto com capitais próprios. “Vamos construílo como fizemos com o Encore [Macau], com ‘cash flow’”, disse, ressalvando que, caso venha a ser necessário, o sector bancário também estará pronto a participar nessa operação de engenharia financeira. Fora das cogitações está ainda, segundo Wynn, o recurso

ao mercado de capitais, nomeadamente através da emissão de acções. Recorde-se que, no âmbito do contrato de concessão, a Wynn Macau vai pagar ainda uma renda anual de 6,17 milhões de patacas durante o período de aproveitamento do terreno e de 8,64 milhões após a conclusão do projecto. Já o prémio da concessão foi fixado em cerca de 1,43 mil milhões de patacas, incluindo 500 milhões já liquidados pela empresa em Dezembro. Os restantes 938,7 milhões serão pagos em oito prestações semestrais de 130,9 milhões. Embora esteja em causa um investimento global avultado, os dividendos a retirar da aposta no COTAI prometem ser muito significativos, mesmo antes da inauguração do empreendimento num mercado onde a Wynn Resorts já arrecada 72% do total das suas receitas. Desde o início do ano, as acções da Wynn Macau sofreram uma valorização de 28% na Bolsa de Hong Kong, mas os analistas já começaram a rever em alta as suas projecções. Para Karen Tang, do Deutsche Bank, o projec-

Wynn espera financiar projecto no COTAI com capitais próprios

to do COTAI poderá representar uma mais valia de cinco dólares de Hong Kong por cada acção da Wynn Macau. “Assumindo que a Wynn gastará 2,7 mil milhões de dólares (valor que deverá ser revisto em alta) no desenvolvimento e construção do Wynn Cotai e po-

derá inaugurá-lo em 2016, acreditamos que [o empreendimento] poderá gerar um EBITDA (resultados antes de ganhos e perdas financeiras, impostos, amortizações e subsídios) de 675 milhões de dólares em 2017”, estimou Carlo Santarelli, outro analista do Deutsche Bank.

jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 05


local

(...) A diminuição da contribuição dos sócios do IPOR deve-se por um lado, “à contemplação da acção cultural em termos de subsídios (...) e ao aumento de receitas próprias derivado ao crescimento do número de alunos e, por outro lado, à crise em Portugal” (...) – Rui Rocha, director do IPOR

local

(...) “Foi aceite em assembleia e não vai afectar rigorosamente em nada a difusão da língua portuguesa, pode haver pequenas reduções [ao nível de despesas] mas nada de dramático” (...) – idem

RUI ROCHA ACREDITA QUE SE POSSA ALCANÇAR AUTOFINANCIAMENTO EM 2015

Sócios do IPOR cortam 25% no orçamento

Edital Edital n.º: Processo n.º: assunto: local:

Subida das receitas próprias devido ao crescimento do número de alunos permite que diminuição da contribuição dos associados do IPOR seja maior do que os 15% previstos. Ainda assim, a proposta orçamental para 2012 apresenta um valor global de 11,59 milhões de patacas, mais 1,66 milhões do que o orçamento de 2011

27/E/2012 22/dC/2011/F início do procedimento de audiência pela ocupação ilegal do terreno terreno situado junto ao prédio da Rua dois dos Jardins de Cheoc Van n.ºs 507 - 509 na ilha de Coloane (demarcado a tracejado na planta em anexo).

Jaime Roberto Carion, director da Direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e Transportes (DSSOPT), faz saber por este meio aos Sr. Liao Chun Rong e Sra. Lai Wa Kam, ocupantes ilegais do terreno indicado em epígrafe, o seguinte: 1. A DSSOPT, no exercício dos poderes de fiscalização conferidos pela alínea b) do n.º 3 do artigo 8.º do Decreto-Lei n.º 29/97/M, de 7 de Julho, verificou que no terreno acima indicado foi executada uma construção ilegal composta por cobertura em betão armado e paredes em alvenaria de tijolo, sem que tenha sido emitida pela DSSOPT a respectiva licença de obra, e V. Exas sem que tenha sido atribuída aos ocupantes licença de ocupação temporária nos termos dos artigos 69.º a 75.º da Lei n.º 6/80/M, de 5 de Julho (Lei de Terras). Por isso, foi instaurado o procedimento administrativo n.º 22/DC/2011/F, de desocupação e restituição do terreno à posse da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM). 2. De acordo com a certidão da Conservatória do Registo Predial (CRP), de 08/06/2011, sobre o terreno acima indicado não se encontra registado a favor de particular (pessoa singular ou pessoa colectiva), direito de propriedade ou qualquer outro direito real, nomeadamente concessão, por aforamento ou por arrendamento, pelo que o mesmo considera-se propriedade do Estado, nos termos do artigo 7.º da Lei Básica da Região Administrativa Especial de Macau (RAEM). 3. Com efeito, a ocupação de propriedade do Estado por V. Exas que não disponham de contrato de concessão ou licença de ocupação temporária prevista na Lei de Terras que autorize a sua posse determina que o mesmo (terreno) seja entregue, livre e desocupado, ao Governo da RAEM, órgão responsável pela gestão, uso e desenvolvimento dos solos e recursos naturais, nos termos do artigo 7.º da Lei Básica da RAEM, cabendo ao Chefe do Executivo, por maioria de razão, praticar o respectivo acto, ordem de desocupação e restituição do terreno, ao abrigo do disposto na alínea o) do artigo 41.º e do artigo 174.º da Lei de Terras. 4. Nos termos da alínea a) do n.º 1 do artigo 191.º da Lei n.º 6/80/M ( Lei de Terras ), de 5 de Julho, quem a ocupar por dolo ou má fé, terreno vago do Território, é sancionável com multa de $5 00,00 a $ 5 000,00 patacas. 5. Considerando a matéria referida nos pontos 3 e 4 do presente edital, podem V. Exas, querendo, pronunciar-se por escrito sobre a mesma e demais questões objecto do procedimento, no prazo de 10 (dez) dias contados a partir da data de publicação do presente edital, podendo requerer diligências complementares e oferecer os respectivos meios de prova, em conformidade com o disposto dos artigos 93.º e 94.º do Código do Procedimento Administrativo (CPA), aprovado pelo Decreto-Lei n.º 57/99/M, de 11 de Outubro. 6. O processo pode ser consultado durante as horas normais de expediente nas instalações da Divisão de Fiscalização do Departamento de Urbanização desta DSSOPT, situadas na Estrada de D. Maria II, n.º 33, 15.º andar, Macau (telefones n.ºs 85977154 e 85977227). RAEM, aos 24 de Abril de 2012. O Director dos Serviços, Jaime Roberto Carion Processo nº: 22/DC/2011/F Local : Terreno situado junto ao prédio da Rua Dois dos Jardins de Cheoc Van n.ºs 507 - 509 na ilha de Coloane (demarcado a tracejado na planta em anexo). Planta em anexo:

pág 06 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

helder almeida

A Resultados operacionais da MGM China cresceram 12% no primeiro trimestre

ESPERANÇAS DA MGM PARA O COTAI

Aprovação do Governo “está iminente” A MGM China acredita que estará prestes a receber o aval do Governo para avançar para o COTAI. Ontem, a empresa anunciou uma subida de 17% nas receitas líquidas apuradas no primeiro trimestre

D

epois da “luz verde” dada à Wynn Macau, a MGM China está convicta de que será a próxima operadora a garantir um lugar no COTAI. “Continuamos a dedicar grande esforço ao nosso projecto para o COTAI, por forma a refinar e melhorar o design e simplificar a construção e os custos de desenvolvimento. Acreditamos que a aprovação do Governo ao nosso pedido de concessão de terreno está iminente”, sublinhou ontem a MGM China, asseverando ainda que está “bem preparada” para iniciar a construção logo após o aval do Executivo. De acordo com a operadora, o orçamento do projecto gizado para o COTAI envolverá entre 15 e 20 mil milhões de dólares de Hong Kong e o calendário da construção estende-se por 36 meses. Cerca de 500 mesas de jogo, 2.500 “slots” e 1.600 quartos são outros números apontados para aquele poderá vir a ser o segundo empreendimento da empresa no território. Estes dados foram divulgados a propósito do anúncio dos resultados financeiros não auditados referentes ao primeiro trimestre deste ano, período em que a MGM China Holdings viu as suas receitas líquidas aumentarem 17% para 5.448 milhões de dólares de Hong Kong, comparativamente aos três primeiros meses de 2011. Já o EBITDA ajustado (resultados antes de ganhos e perdas financeiras, impostos, amortizações e subsídios) subiu 12% em termos anuais, fixando-se nos 1.287 milhões de dólares de Hong Kong. “Durante o primeiro trimestre, o grupo foi capaz de estimular o crescimento de cada um dos segmentos de receita, com a nossa quota de mercado a manter-

se consistente em cerca de 10%, apesar do aumento significativo da oferta no mercado”, salienta o comunicado da subconcessionária do jogo. A MGM China refere ainda que as suas receitas derivadas do segmento VIP do jogo cresceram 16% em termos homólogos, uma evolução que, segundo a mesma nota, também se deve ao facto da empresa ter passado a contar com mais um “junket” no trimestre em análise. Entre Janeiro e Março, as receitas também aumentaram 16% nas mesas do mercado de massas e 20% nas “slot-machines”. A empresa revela, por outro lado, que está a desenvolver um plano de expansão no segundo piso do MGM Macau que prevê a criação de um espaço de jogo com mais de 40 mesas de jogo, a transferir de áreas já existentes. Na vertente hoteleira, a taxa de ocupação dos quartos do MGM Grand Macau atingiu os 96,8% e a receita média por quarto disponível ascendeu a 2.097 dólares de Hong Kong. Em termos globais, o grupo MGM Resorts International terá menos motivos de satisfação, uma vez que a subida de 51% para 2,29 mil milhões de dólares americanos não impediu um forte agravamento dos prejuízos. No exercício financeiro em análise, a “gigante” mundial do jogo sofreu prejuízos de 217,3 milhões de dólares americanos, ou 44 cêntimos por acção, valores que superam largamente as perdas de 89,9 milhões, ou 18 cêntimos por acção, registadas no primeiro trimestre do ano transacto. Analistas consultados pela Thomson Reuters tinham previsto prejuízos de “apenas” 16 cêntimos por acção e receitas de 2,26 mil milhões. S.T.

contribuição orçamental para 2012 dos associados do Instituto Português do Oriente (IPOR) vai levar um corte maior do que o previsto: de 15% passará para 25%. Uma das razões que levou a esta diminuição prende-se com a crise financeira vivida em Portugal. O autofinanciamento do Centro de Língua Portuguesa cresce ainda este ano para um total de 95,7%. Esta diminuição da contribuição dos sócios do IPOR deve-se por um lado, “à contemplação da acção cultural em termos de subsídios [significa que qualquer acção cultural prevista apenas se executará se houver subsídio ou patrocínio que cubra a despesa com a mesma] e ao aumento de receitas próprias derivado ao crescimento do número de alunos e, por outro lado, à crise em Portugal”, segundo explicou o director da instituição, Rui Rocha, ao JTM. Em Março, o JTM já tinha noticiado

que o IPOR tinha tido um lucro superior a 500 mil patacas, relativamente a 2011, o que levava a que os associados contribuíssem com menos 15% para o orçamento da instituição. Mas a crise foi mais forte e foi pedido um corte maior: mais 10%. “Foi aceite em assembleia e não vai afectar rigorosamente em nada a difusão da língua portuguesa, pode haver pequenas reduções [ao nível de despesas] mas nada de dramático”, explica. Poupanças ao nível da gasolina ou na publicação de manuais escolares são apenas dois dos itens contemplados. “Estava previsto saírem quatro manuais escolares e só sairão dois”. Para 2012, a proposta orçamental apresenta um valor global de 11,59 milhões de patacas, mais 1,66 milhões do que o orçamento de 2011. Nestas contas já estão reflectidas as cerca de 580 mil patacas de lucro. Para este ano, os associados “irão pagar apenas 26% das despesas do IPOR”, explica o director, em contraposição aos 88% pagos em 2002. “Julgo que se possa alcançar o autofinanciamento até 2015”, diz ainda. CENTRO DE LÍNGUA PORTUGUESA JÁ QUASE AUTOFINANCIADO. Quanto ao Centro de Língua Portuguesa, a contribuição associativa em 2012 vai ser de 265 mil patacas, menor em 71,7% relativamente a 2011 (quando tinha sido de 936 mil patacas), o valor mais baixo desde 2003. Por outro lado, nunca as receitas de exploração previstas para este ano foram tão elevadas: quase seis milhões de patacas. Ao nível do autofinanciamento deste centro, para 2012 deve alcançar os 95,7%, segundo dados do IPOR, um crescimento

Rui Rocha garante que a diminuição da participação dos associados não vai afectar funcionamento do IPOR

de 13,1 pontos percentuais em relação ao ano transacto. Como termo de comparação, a percentagem de autofinanciamento deste Centro em 2002 era de 27%. O número de alunos é apontado como a questãochave para este resultado. A diminuição dos gastos dos associados é uma questão central, uma vez que estes “não podem estar sempre a subsidiar o IPOR”, defende Rui Rocha. O Instituto Camões e a Fundação Oriente são os dois grandes sócios do IPOR, com 95% da instituição. Os outros 5% estão distribuídos entre a STDM, BNU, BES, Hovione, CESL Ásia e EDP. Para este ano, tal como o JTM também já noticiou, o IPOR prevê o maior número

de alunos de sempre nos cursos de português: 2.050, mais 100 do que no primeiro semestre do ano lectivo 2011/12. “UM FIM DE MANDATO”. Sobre a sua saída do IPOR, confirmada pelo presidente da Fundação Oriente ao Hoje Macau, Rui Rocha explicou ao JTM que “é um fim de mandato” e que é uma decisão que satisfaz ambas as partes. “Eu tenho outros projectos para os quais fui convidado e admito que se queira trazer para aqui alguém de confiança política e pessoal”, explicou. Após a saída “em Julho”, vai passar a estar ligado “a uma instituição, que se pode dizer de ensino”, e a “um projecto ligado à difusão da língua portuguesa não só em Macau, como na China [Continental].

Universidade de Lisboa distinguiu Lei Heong Iok

Mais português nos “sites” do GAES e Instituto do Desporto

O presidente do Instituto Politécnico de Macau recebeu ontem o grau de Doutor Honoris Causa da Universidade de Lisboa, pelo apoio prestado ao ensino da língua e à promoção da cultura portuguesa na China

Na sequência de uma queixa formulada por José Pereira Coutinho, Armando Jesus e Fernando Gomes, na qualidade de conselheiros das Comunidades Portuguesas, relativamente “à falta ou omissão da versão portuguesa” nos dados fornecidos pelo Instituto do Desporto e Gabinete de Apoio ao Ensino Superior nas respectivas páginas electrónicas, o Gabinete do Secretário para os Assuntos Sociais e Cultura assegurou ter alertado os dois organismos com vista ao “tratamento imediato da questão”. Considerando que já se regista uma melhoria nesse aspecto, o Gabinete de Cheong U frisou ainda que “as duas instituições também se comprometeram a aperfeiçoar o fornecimento de informações em língua portuguesa”. Numa carta dirigida aos conselheiros, o Gabinete do Secretário garante ainda que tem cumprido “rigorosamente” o artigo 9º da Lei Básica, que indica o português como língua oficial da RAEM. “Materializa-se também esta disposição no funcionamento quotidiano e nos serviços externos prestados por todas as unidades desta tutela, fornecendo informações ao público em língua portuguesa, no que se refere aos serviços públicos, de modo a que sejam protegidos os direitos e interesses da comunidade portuguesa local no acesso a informações do Governo”, refere o documento assinado pela chefe do Gabinete, Cecília Cheung.

L

ei Heong Iok, presidente do Instituto Politécnico de Macau (IPM), foi ontem homenageado pela Universidade de Lisboa com a atribuição do grau de Doutor Honoris Causa, um título raramente concedido pela instituição portuguesa. No caso de Lei Heong Iok a decisão do senado da Universidade de Lisboa foi unânime - outro facto raro – e assentou no papel desempenhado pelo académico em termos da divulgação da língua e cultura portuguesas por terras da China. “É um gesto que procura mostrar a importância que tem para nós a colaboração com o IPM e o reconhecimento, como se diz no nosso regulamento, pelos altos serviços prestados pelo presidente do IPM à UL e a Portugal”, justificou António Sampaio Nóvoa, reitor da Universidade de Lisboa, em recentes declarações ao JTM. A “paixão” de Lei Heong Iok pela língua portuguesa nasceu cedo e cresceu após ter tido aulas com a escritora Ondina Braga. Mais tarde estudou a língua de Camões na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Doutorado em História Moderna e Contemporânea da China, Lei Heong Iok foi professor de Português no Instituto de Línguas Estrangeiras de Pequim e autor de diversas obras na área do ensino e da tradução da língua portuguesa para mandarim. Lidera os destinos do IPM desde 1999, mas também é membro dos Conselhos de Educação e da Ciência e Tecnologia de Macau, professor honorário da Universidade de Língua e Cultura de Pequim e da “London University”. No ano passado foi distinguido pela classe de letras da Academia de Ciências de Lisboa como Académico Correspondente Estrangeiro, e integra também diversos órgãos de representação nacional da República Popular da China. No seu currículo destaca-se ainda a Medalha de Ouro de Mérito do Con-

FOTO ARQUIVO

direcção dos Serviços de Solos, Obras Públicas e transportes

Lei Heong Iok foi distinguido pelo apoio dado à língua portuguesa

selho Coordenador dos Institutos Superiores Politécnicos. VISITA AO MINHO. Aproveitando a deslocação a Portugal, Lei Heong Iok também passou pelo Minho, tendo-se encontrado nomeadamente com o presidente da Câmara Municipal de Viana do Castelo, José Maria Costa, e o líder do Instituto Politécnico daquela cidade, Rui Teixeira. Segundo uma nota da Câmara de Viana do Castelo, a delegação do IPM, que também integrou o presidente do seu Conselho Geral, Luciano de Almeida, deu a conhecer o trabalho desenvolvido em Macau pelo instituto que tem mais de 2.800 alunos em licenciatura e dá formação profissional a mais de 14 mil alunos.

jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 07


local

Quorum Ballet homenageia Fado

LIGA DE ELITE

Macau vai ser palco do espectáculo “Correr o Fado”, da companhia portuguesa de bailado Quorum Ballet, iniciativa que pretende celebrar, no próximo dia 16, o reconhecimento recente do fado como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO. A iniciativa é do Consulado Geral de Portugal em Macau e Hong Kong, numa organização conjunta com o Instituto Português do Oriente e a Casa de Portugal em Macau. Por via da fusão com a dança contemporânea, “Correr o Fado” rompe com a tradicional maneira de ver, ouvir e sentir aquela que é a forma mais representativa de expressão da cultura tradicional portuguesa, desmistificando a sua conotação saudosista e melancólica, refere uma nota de imprensa da organização. O evento conta ainda com o apoio do Instituto Cultural de Macau, Fundação Oriente, Departamento de Português da Universidade de Macau e da UNICER, que acompanha a digressão da companhia de bailado pela China. Os preços dos bilhetes do espectáculo, a ter lugar no auditório do centro cultural da Universidade de Macau, oscilam entre 80 e 150 patacas. A digressão do Quorum Ballet pela China inclui as cidades de Xangai e Cantão. Fundada em 2005 pelo seu director artístico, coreógrafo e bailarino Daniel Cardoso, a companhia de dança contemporânea é actualmente formada por oito bailarinos.

O Monte Carlo defronta o líder Ka I naquela que será a derradeira oportunidade de “roubar” o título ao actual campeão. A jornada abre hoje com um duelo interessante entre o Benfica e o Lam Pak. Em caso de derrota, os encarnados perdem o terceiro lugar

POSTOS DE ATENDIMENTO DE DESPORTO. O Instituto do Desporto vai voltar a instalar postos de atendimento e informação, uma iniciativa que visa ajudar a população com informações e avaliações da sua condição física. Este mês a iniciativa prossegue todos os domingos, entre as 7 e as 11 horas, na zona de lazer da Rua do General Ivens Ferraz.

pág 08 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

FOTO ARQUIVO

“Canarinhos” podem relançar o campeonato se vencerem o líder

Ka I numa altura em que ficarão a faltar apenas cinco jogos. Benfica e Lam Pak abrem hoje, às 19h30, as “hostilidades” na Liga de Elite. Fora da corrida pelo título a formação de Rui Cardoso aposta agora no segundo lugar mas poderá perder o “pódio” dado que o Lam Pak está a apenas um ponto. As “águias” têm contas a ajudar, pois perderam na primeira volta, perspectivando-se mais um grande duelo no estádio de Macau. Amanhã, e antes da partida grande da jornada, o Porto defronta o Lam Ieng, que procura pontos para “descolar” dos Sub-23 nos lugares de descida. Os “dragões” estão em boa forma e não deverão sentir grandes dificuldades em garantir os três pontos de forma a consolidarem o seu lugar no meio da tabela.

No domingo, jogo decisivo para os Sub-23, frente à equipa da Polícia. Com apenas oito pontos, os jovens que fizeram furor a temporada passada têm uma derradeira oportunidade de mostrar que ainda não deitaram a toalha ao chão no que concerne às contas da manutenção. A jornada encerra com a partida entre o Kuan Tai e o já despromovido Hong Ngai que não deverá oferecer grande resistência à formação orientada por João da Rosa. SPORTING À PROCURA DA TERCEIRA. O Sporting de Macau entrou em grande na terceira divisão somando duas vitórias nos dois primeiros confrontos. Hoje, às 19, os “leões” jogam no campo da Universidade de Ciência e Tecnologia frente ao Hong Nam, procurando a terceira vitória na competição.

VOX POPuli

Legado dos jesuítas tem “duas dimensões” em Macau O legado deixado pelos jesuítas no território é evidente ao nível da obra social e do ensino, sublinhou o padre Luís Sequeira, vice-director do Instituto Ricci de Macau, instituição que irá celebrar no próximo ano os 300 anos da restauração da Companhia de Jesus

pedro andré santos

O

(...) “Podemos nós [Macau], na nossa pequenez e nos nossos limites, ter a criatividade suficiente de dialogar com este grande país que se está a formar, onde a igreja na sua dimensão universal apresenta a China como a grande prioridade” (...) – idem

PADRE LUIS SEQUEIRA DESTACA OBRA SOCIAL E ENSINO

Tudo ou nada para o Monte Carlo

jogo grande desta jornada da Liga de Elite irá opor amanhã, no estádio de Macau, o líder do campeonato Ka I ao Monte Carlo. Oito pontos separam as duas equipas embora os “canarinhos” tenham um jogo a menos, e em caso de vitória nas duas partidas ficarão a apenas dois pontos da liderança. O duelo na primeira volta não foi além de um empate a zero, esperando-se que a partida marcada para as 16 horas de amanhã venha a ter mais golos. A rivalidade entre os clubes é grande e fica bem patente nos confrontos entre ambos, ainda para mais numa partida que pode ser decisiva para as contas finais. A formação orientada por Paulo Bento pode relançar o campeonato mas a tarefa não se adivinha fácil dado que os comandados de Jose Clér ainda não sentiram o sabor da derrota esta temporada. Qualquer resultado que não seja a vitória para o Monte Carlo deixará o título entregue ao

local

(...) “Espero que [o terceiro centenário da restauração da Companhia de Jesus] seja um grande momento de reflexão, não é só relembrar uma história que nem sempre é conhecida” (...) - Padre Luís Sequeira, vicedirector do Instituto Ricci de Macau

FOTO ARQUIVO

CONCURSO DE DANÇA NO VENETIAN. Considerada como uma das maiores competições de dança de rua, a “Dance Delight” já tem data de regresso ao território. Marcada para 27 de Maio, a competição irá atrair mais de duas centenas de participantes que prometem movimentos arrojados na Arena do COTAI.

O

Instituto Ricci de Macau vai assinalar o terceiro centenário da restauração da Companhia de Jesus em 2014, data que pretende afirmar como um “grande momento de reflexão”, disse à agência Lusa o vice-director daquele centro de investigação. “Estamos já a programar e a trabalhar com professores nos Estados Unidos e Polónia, e com uma certa relação com o Centro Histórico em Roma (…) Espero que seja um grande momento de reflexão, não é só relembrar uma história que nem sempre é conhecida”, disse o padre Luís Sequeira. Estabelecida em Macau em 1562, a Companhia de Jesus viria a ser extinta oficialmente pelo Papa Clemente XIV em 1773 - sob a influência do Marquês de Pombal e da família real Bourbon, presente em Espanha, França e Itália -sendo restaurada, quase 50 anos depois, em 1814. “A Companhia [de Jesus] precisava de uma certa purificação e transformação”, admitiu o actual vicedirector do Instituto Ricci. Delegado do superior provincial da Companhia de Jesus em Macau entre 1986 e 2006, o padre Luís Sequeira referia-se ao “poder” dos jesuítas. “Eram conselheiros dos reis e príncipes e, pode perguntar-se, até que ponto tudo isso entrou numa certa vaidade ou numa certa diluição de princípios. (…) É preciso aceitar a realidade enquanto momento crítico para a transformação”, afirmou. O religioso invocou, por outro lado, o legado deixado pelos jesuítas no território, desde a obra social ao ensino. “Em Macau temos duas dimensões (…), uma que é a dimensão social, quando o Melchior Carneiro, o primeiro bispo jesuíta no território, funda a Santa Casa da Misericórdia e tem também o hospital para os lázaros, que são os leprosos. Por outro lado, a fundação do colégio de São Paulo, a primeira universidade do tipo ocidental estabelecida no Oriente”, destacou. Actualmente, a única residência dos jesuítas em Macau está instalada junto à Igreja de Santo Agostinho, reunindo os religiosos estrangeiros e do interior da China que até 1987 estavam divididos entre a Vila Flor e a Casa Ricci. A celebração do terceiro centenário da restauração da Companhia de Jesus segue-se a uma exposição invocativa da obra do missionário Matteo Ricci em Macau, realizada em 2010, no âmbito dos 400 anos do aniversário da sua morte. “Matteo Ricci foi sem dúvida a maior figura da Companhia de Jesus” durante os 450 da presença jesuíta em Macau, salientou o vice-director do Instituto Ricci, fundado a 10 de Dezembro de 1999. CONTRIBUIR PARA A CHINA. O director do colégio Matteo Ricci disse, por outro lado, que a Companhia de Jesus pretende contribuir para “o grande desenvolvimento da China” numa dimensão espiritual. “O grande desafio é como ser capaz de acompanhar e ter alguma influência neste país que está a abrir à grande geopolítica no mundo”, afirmou o padre Luís Sequeira. O padre reflectiu sobre a forma como Macau pode contribuir para o diálogo no “despertar profundo da dimensão espiritual da sociedade da China”. “De uma maneira mais imediata, sabendo que há igreja na China, mas que está ferida (…), isto ainda são resquícios de uma certa realidade que não esconde a ideologia marxista-leninista anterior, que agora se abre a um socialismo mais liberal e em que se mostra essa libera-

fang rong (Visitante do Continente)

“O espaço urbano ‘inchou’ com tantos prédios e pessoas”

Companhia de Jesus quer contribuir para “o grande desenvolvimento da China” numa dimensão espiritual, explica o padre Luís Sequeira

lização em muitos níveis económicos e culturais, mas em que ainda é preciso trabalhar na dimensão política”, disse. Para Luís Sequeira, é preciso encarar “os sinais” da mudança. “Esse sinais existem. Podemos nós [Macau], na nossa pequenez e nos nossos limites, ter a criatividade suficiente de dialogar com este grande país que se está a formar, onde a igreja na sua dimensão universal apresenta a China como a grande prioridade”, afirmou. Embora observando o “pragmatismo económico” da China, nomeadamente na utilização de Macau como plataforma para os países de língua portuguesa, o director do colégio Matteo Ricci considerou que há espaço para a “dimensão espiritual”. “Cabe a outras pessoas com responsabilidades, senão influenciar os governantes, que eles mesmos possam contribuir com os valores da dimensão espiritual e porque não até religiosa (?) para esse diálogo”, disse. Ao sublinhar o encontro de povos, culturas e religiões promovido pela Companhia de Jesus, onde destacou a figura de Matteo Ricci, o religioso não deixou, porém, de apontar o “eurocentrismo” e relação de superioridade exercida pela “visão ocidental” sobre o Oriente ao longo dos séculos. “Por aí há todo um trabalho a ser feito (…), o de perceber o valor profundo civilizacional da China, Índia (…) e de como o Oriente possa contribuir de uma maneira real para uma melhor humanidade”, salientou. JTM/Lusa

-Porque escolheu Macau como destino de viagem? -Como tenho alguns dias de férias e Macau fica perto da minha terra, decidi visitar esta cidade, pois não perco muito tempo em viagens. -Qual é a sua impressão desta cidade? -Macau é uma cidade pequena, mas onde não falta nada. Tem muita riqueza histórica, com muitos edifícios do Património Cultural. A arquitectura de estilo português é muito bonita e os monumentos são espectaculares, por exemplo, como cenários para fotos de casamento. A qualidade dos restaurantes também é boa. Por outro lado, a comida também é deliciosa, desde a gastronomia chinesa à portuguesa e macaense. E há muitas lojas para compras... -E muitos casinos... -Gosto de visitar os hotéis-casino, mas não para jogar. Vou só para conhecer, até porque têm lojas muito atractivas. -E do que gosta menos? -Os preços dos hotéis são muito caros, sendo mesmo insustentáveis para os consumidores jovens. O Governo está a promover Macau como cidade de lazer, mas as despesas não são muito amigáveis, sobretudo ao nível do alojamento. Além disso, as zonas turísticas estão sempre cheias de pessoas, por isso, tive de excluir alguns monumentos históricos da minha lista de visitas. Os transportes também são muito incómodos e não consigo encontrar as paragens certas. As informações deveriam ser apresentadas de outra maneira. -Se pudesse, o que mudaria? -Macau precisa de mais espaço. Por causa do desenvolvimento da cidade, o espaço urbano “inchou” com tantos prédios e pessoas. Se pudesse, acho que Macau deveria fazer mais aterros. V.C. jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 09


Manchester United dá Anderson para ter James. O Manchester United está disposto a incluir o médio brasileiro Anderson no negócio que pode levar James Rodríguez para o clube inglês, adiantou o Manchester Evening News. Embora o ex-jogador do FC Porto seja também uma possibilidade para o Benfica, uma vez que os red devils pretendem contratar Nico Gaitán, a verdade é que James Rodríguez é uma prioridade para Alex Ferguson.

PSG vence e fica a três pontos do líder. O PSG reduziu para três pontos a distância para o líder da Liga francesa de futebol, o Montpellier, ao vencer o Saint-Étienne no Parque dos Príncipes, por 2-0. A equipa orientada por Carlo Ancelloti aproveitou a escorregadela do Montpellier frente ao Evian (2-2), para se aproximar da liderança, quando faltam apenas três jornadas para o fim do campeonato.

desporto

Al-Wasl garante que Maradona vai cumprir contrato. Os responsáveis do clube dos Emirados Árabes Unidos Al-Wasl garantiram que o “astro” argentino Diego Maradona vai cumprir o contrato de dois anos, após o treinador ter ameaçado sair se não houvesse contratações de jogadores.

LIGA PORTUGUESA

Leão destemido para estragar festa no Dragão O Sporting desloca-se amanhã ao terreno do Futebol Clube do Porto para tentar manter viva a esperança de chegar a um lugar que lhe garanta o acesso à Liga dos Campeões no próximo ano. Apesar de já serem campeões, os “dragões” vão querer vencer para celebrar com os seus adeptos a conquista de mais um título pedro andré santos

A

Liga Portuguesa de Futebol ainda não terminou mas o FC Porto já é o campeão, a duas rondas do fim, dado que venceu na jornada passada o difícil confronto na Madeira, frente ao Marítimo, e o Benfica “tropeçou” em Vila do Conde, não indo além de um empate frente ao Rio Ave. Com o título entregue, fica por decidir, de forma algo surpreendente, a última vaga de acesso à “Champions” para a próxima temporada. O Sporting de Braga parecia que tinha o “bilhete” mais que garantido mas nas úl-

Espera-se um duelo acesso no Dragão pelos três pontos

timas quatro partidas a equipa orientada por Leonardo Jardim somou apenas um ponto, ficando agora “à mercê” do Spor-

ting que apenas depende de si para ultrapassar os bracarenses. A tarefa, no entanto, não se adivinha fá-

cil, a começar desde já pelo jogo de amanhã no Dragão. O Porto já é matematicamente campeão, é certo, mas não chegou a celebrar

BARÓMETRO DA LIGA Helena Brandão está na liderança do ranking dos palpites.

96

90

Helena Brandão

DI DE A 5 M ÀS AIO 20 H

Luís Telo Mexia

O talento volta a acompanhar o nosso delicioso buffet. JANTAR BUFFET MOP 150 • ESTE SÁBADO VENHA JANTAR E FIQUE PARA OUVIR MÚSICA AO VIVO.

Situado junto às Ruínas de São Paulo, este é um espaço onde irá encontrar o que de melhor tem Portugal. Aberto todos os dias das 10:00 às 19:00 horas e aos sábados das 10:00 às 23:00 horas, com serviços de “petiscos” tradicionais e provas de vinhos, queijos e enchidos temperados com fado, a música da alma portuguesa.

VENHA RECORDAR A QUE SABE PORTUGAL

pág 10

88

António Dias Azedo

80

Sandra Bártolo

Hélder Fernando

80

77

74

Marques da Silva

Guiomar Pedruco

Isa Manhão

de Portugal, troféu que irá disputar com a Académica de Coimbra. Interesse também pela partida do Benfica mas por outras condicionantes dado que o adversário é a União de Leiria. Nesta altura ainda não é certo que os leirienses se apresentem em campo. O técnico José Dominguez já disse que só vai a jogo se tiver 11 jogadores de campo, e apesar de já terem sido inscritos alguns juniores o presidente do clube, João Bartolomeu, garantiu que o clube desistirá da liga se os 13 futebolistas que rescindiram alegando ordenados em atraso não regressarem até às 19 horas de hoje. A luta pela permanência pode ficar decidida amanhã se a Académica for derrotada em casa, frente ao Vitória de Setúbal, e o Feirense vencer na recepção ao Vitória de Guimarães. Os “estudantes” não vencem há 16 partidas e se não conseguirem desta vez certamente que terão o destino traçado. Esta luta a três entre Académica, Feirense e Rio Ave é outra das aliciantes para o final do campeonato, embora não seja certo que, mesmo ficando abaixo da “linha de água”, os clubes irão disputar a segunda liga na próxima temporada.

Liga aprova alargamento e “liguilha”

Eis os palpites para os jogos da próxima jornada da liga portuguesa de futebol.

RESERVAS : 28365977 info@lvsitanvsmacau.com

o título em campo, tendo agora uma excelente oportunidade de o fazer perante os seus adeptos, e logo contra um rival. Os “leões” realizaram uma excelente recuperação desde que Sá Pinto tomou conta do balneário, e têm agora um verdadeiro teste às suas capacidades. Uma hipotética derrota ou empate ainda poderá deixar tudo em aberto, desde que o Braga não faça melhor na recepção ao Beira-Mar. Os bracarenses têm, teoricamente, um jogo fácil frente a uma equipa que já não tem nada a ganhar ou a perder esta época, mas também é verdade que os minhotos perderam na última ronda, também em casa, frente ao Olhanense, e jogam sob pressão. Não há favoritos no Dragão dado que o Porto, apesar de querer vencer, deverá jogar mais relaxado e empenhado em fazer “jogadas bonitas” do que jogar para vencer. Tal facto poderá ser aproveitado pelos verde-e-brancos que depois de tanta celeuma à volta da equipa ao longo da temporada podem acabar por fazer uma temporada positiva, chegando às meiasfinais da Liga Europa, ganhando a possibilidade de se qualificar para a Liga dos Campeões e, claro está, vencendo a Taça

74 Víctor Marreiros

Braga - Beira-Mar

1-1

2-0

1-0

2-0

2-0

0-0

2-1

2-1

Porto - Sporting

1-2

1-0

1-0

1-2

2-1

2-2

2-3

2-1

Benfica - Leiria

3-0

2-0

1-0

3-0

5-0

2-0

2-1

3-0

O alargamento dos campeonatos profissionais de 16 para 18 clubes, na próxima temporada, foi aprovado ontem na Assembleia Geral da Liga, que decorreu na sede do organismo, no Porto. Igualmente aprovado, com 35 votos a favor, onze contra e uma abstenção, foi o sistema de “liguilha” para determinar os clubes que se vão juntar aos principais campeonatos de futebol. Desta forma, para além dos dois primeiros classificados da segunda liga, que asseguram directamente a promoção ao escalão principal do futebol português, a primeira liga receberá ainda os dois clubes que vencerem o mini-campeonato a ser disputado entre os dois últimos classificados da I Liga e o 3º e 4º classificado da II Liga. É a segunda vez que a Liga aprova o alargamento mas a primeira versão tinha sido rejeitada pela Federação Portuguesa de Futebol.

LIGA ITALIANA

PREMIER LEAGUE

“Juve” empata e relança corrida pelo título

Cissé deixa Chelsea “KO”

A luta pelo campeonato italiano de futebol reacendeu-se, com a líder Juventus a ceder um empate em casa com o Lecce (1-1), ao mesmo tempo que o rival AC Milan ganhava ao Atalanta (2-0)

Dois golos fantásticos do senegalês Papiss Cissé deram ao Newcastle um triunfo por 2-0 no terreno do Chelsea, o primeiro em Stamford Bridge desde 1986, em jogo em atraso da 34.ª jornada da Liga inglesa de futebol

A

duas jornadas do fim, a Juventus tem 78 pontos e os milaneses 77, pelo que a incerteza vai continuar pelo menos por mais um fim de semana. Em Turim, Marchisio adiantou a sua equipa, aos oito minutos, mas aos 85 o Lecce - desesperado por pontos para evitar a despromoção - chegou ao empate, através de Muriel. Ainda sem perder este ano, a “vecchia signora” confirma-se com o “rei dos empates”, dividindo os pontos pela 15ª vez neste campeonato. A jogar em casa também, o AC Milan bateu o tranquilo Atalanta com golos de Muntari (09) e Robinho (90+3). A Juventus tem um calendário final mais tranquilo do que o rival, já que vai a Cagliari e recebe o Atalanta, mas não pode desperdiçar mais pontos. Quanto ao AC Milan,

tem um “osso” no jogo contra o Inter, mas depois fecha com o despromovido Novara. A luta pelo terceiro lugar, que vale a Liga dos Campeões, está também muito renhida, com quatro equipas separadas por três pontos. Com 58 estão Nápoles e Udinese, vencedor do Cesena por 1-0. Marcaram passo a Lazio (empate 1-1 com o Siena, 56 pontos) e o Inter (derrota 3-1 em Parma, 55 pontos). A situação para a antiga equipa de Mourinho é já preocupante, pois o sexto lugar não dá acesso à Liga Europa. A nota caricata da jornada aconteceu no encontro entre a Fiorentina e o Novara (2-2). O treinador da equipa de Florença, Dellio Rossi, substituiu Ljalic a meio da primeira parte, o que desagradou ao jogador, que em resposta aplaudiu o técnico, com ironia - um comportamento que enfureceu Rossi, que se atirou ao seu jogador, tentando agredi-lo na cara, antes dos dois homens serem separados por dirigentes do clube. O técnico foi entretanto despedido pelo sucedido, tendo o italiano Vincenzo Guerini sido já anunciado como o seu sucessor. Guerini, que já fazia parte dos quadros do clube, já orientou 14 clubes diferentes, mas não chefia uma equipa técnica desde 2006, quando treinou o Catanzaro, da

E terceira divisão italiana. O presidente da Fiorentina, Andrea Della Valle, justificou a decisão de despedir Delio Rossi com a gravidade do acto praticado pelo treinador. JTM/Lusa

sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

m Londres, o avançado Cissé, contratação de Inverno do Newcastle, esteve imparável e manteve a sua equipa na inesperada luta por um lugar na Liga dos Campeões da próxima temporada, deixando o Chelsea mais longe desse objectivo. O jogador senegalês protagonizou dois golos de excelente qualidade, aos 19 e 90+4 minutos, e pôs fim a uma série de 11 jogos sem perder do Chelsea, que apresentou Raul Meireles e Bosingwa no “onze” titular. O encontro ficou também marcado por uma entrada violenta do nigeriano Obi Mikel sobre o marfinense Tioté, que obrigou à saída do médio do Newcastle e à paragem do encontro durante largos minutos. Este resultado deixa o Newcastle na

quinta posição, em igualdade pontual com o Tottenham, que é quarto após também ter vencido (4-1) no terreno do Bolton, enquanto o Chelsea ficou agora no sexto lugar, a quatro pontos dos dois rivais. Em Bolton, o Tottenham goleou os Wanderers, por 4-1, com o togolês Emmanuel Adebayor a bisar na partida e com galês a assinar duas assistência, num encontro que teve como espectador especial Fabrice Muamba. O holandês Van der Vaart e o croata Luka Modric também marcaram para os “spurs”, enquanto Reo-Coker fez o golo de honra do Bolton, que continua na antepenúltima posição e a lutar pela manutenção. JTM/Lusa pág 11


Milan cobiça Daniel Alves. Daniel Alves tem contrato com o Barcelona até 2015 mas a imprensa espanhola admite a possibilidade do brasileiro deixar os catalães no final desta temporada. O jogador estará a ser cobiçado pelo Milan, equipa que deverá apresentar uma proposta aos espanhóis no final desta época.

desporto

Ajax confirma bicampeonato. O Ajax conquistou pela 31ª vez o título de campeão holandês de futebol, depois de derrotar o VVV-Venlo, por 2-0, em jogo da 33.ª e penúltima jornada da Liga holandesa.

48% APOIA REELEIÇÃO DE NETANYAHU. Cerca de 48 por cento dos israelitas apoia a reeleição do primeiro-ministro, Benjamin Netanyahu, nas legislativas antecipadas, revela uma sondagem ontem divulgada pelo jornal “Haaretz”.

actual

volta ao MUND BIRMÂNIA

O exército birmanês está a preparar um grande ataque às minorias rebeldes de etnia kachin, no Norte do país, alertou hoje o grupo de guerrilheiros, depois do secretário-geral das Nações Unidas ter apelado ao fim da violência no país. Cerca de dois mil elementos das forças governamentais tomaram posições em redor da cidade de Laiza, no Norte da Birmânia, uma das principais praças rebeldes, disseram fontes dos rebeldes.

HONG KONG

As receitas fiscais de Hong Kong atingiram um recorde de 238,3 mil milhões de dólares de Hong Kong no ano fiscal 2011/2012, terminado em Março, indicam dados oficiais. O valor arrecadado pelos cofres da antiga colónia britânica representa um aumento de 14 por cento face ao anterior recorde conquistado no exercício precedente.

LIGA ESPANHOLA

Real Madrid vence e sagra-se campeão O Real Madrid sagrou-se campeão espanhol de futebol ao vencer o Athletic por 3-0, em jogo da 20ª jornada, fazendo de José Mourinho o único treinador a ser campeão em Espanha, Itália e Inglaterra

E

ste título faz com que Mourinho, também vencedor em Portugal, iguale o recorde do austríaco Ernst Happel e do italiano Giovanni Trapattoni, que tinham sido campeões em quatro países. O técnico português somou o 20º título da sua carreira. A vitória dos “merengues” começou a desenhar-se cedo, quando no espaço de quatro minutos, aos 16 e 20, marcaram dois golos, o primeiro pelo argentino Gonzalo Higuain, e o segundo pelo alemão Mesut Ozil, na sequência de um passe magistral de Cristiano Ronaldo. Nunca esteve em causa o triunfo do Real Madrid face a um Athletic algo apático, talvez a poupar energias para as duas finais que tem pela frente, da Taça do Rei e da Liga Europa, acabando por ser Cristiano Ronaldo a dar o “golpe de misericórdia” na equipa basca, aos 50 minutos, ao cabecear na pequena área para o fundo das redes um pontapé de canto cobrado por Xabi Alonso. De resto, Cristiano Ronaldo não esteve muito feliz na finalização, ao desperdiçar uma grande penalidade com um remate frouxo ao centro da baliza, que Iraizoz susteve com os pés, e ao permitir a este a defesa, já perto do final da partida, quando caminhava isolado para a baliza basca. Ao marcar “apenas” um golo, Ronaldo perdeu algum terreno para Messi, que, ao fazer um “hat-trick” frente

ao Málaga, comanda a lista dos melhores marcadores do campeonato com 46 golos, mais dois do que o português, quando faltam disputar duas jornadas. MOURINHO EM DESTAQUE NA IMPRENSA ESPANHOLA. A foto de Mourinho levantado em ombros pelos seus jogadores dá cor na imprensa espanhola à conquista pelo Real Madrid da sua 32ª liga na “catedral” dos bascos do Atlético de Bilbau. Essa é a foto que preenche praticamente toda a primeira página do ABC, que em “gordas” coloca apenas a palavra “Campeões”, deixando apenas como outra noticia de abertura a possível introdução de portagens nas autoestradas da região de Madrid. Opção idêntica é seguida pelo jornal La Razon, que em título da mesma foto do treinador português coloca a frase “Sou do Madrid” e em subtítulo considera que “há muitos adeptos que ainda que não sejam madridistas têm o coração branco”. O generalista El Pais considera que o Madrid é “campeão de uma liga maiúscula”, marcada por dados estatísticos “estratosféricos” com 115 golos concretizados e 94 pontos, faltando ainda duas jornadas para o final. A luta entre Messi e Ronaldo é outro dos temas na imprensa espanhola. O El Mundo também opta pela mesma foto de Mourinho e dos seus jogadores e restantes equipa técnica, recordando que Madrid celebrou na quarta-feira

Messi assina “hat-trick” frente ao Málaga Lionel Messi assinou um “hat-trick” na vitória do Barcelona sobre o Málaga por 4-1, somando agora 46 golos, mais dois do que Cristiano Ronaldo. A equipa do Málaga, que é quarta classificada com os mesmos pontos do terceiro, não conseguiu travar a supremacia dos catalães no encontro de “ressaca” da despedida do técnico Guardiola. Noutro jogo da 20ª jornada que se encontrava em atraso, o Atlético de Madrid não foi além de um empate (1-1) frente à Real Sociedad no Vicente Calderón, mantendo o sexto lugar, agora com 50 pontos, já praticamente afastado da qualificação para a “Champions”. O Valencia cimentou ainda mais o terceiro lugar ao vencer a equipa da Osasuna por 4-0. O Saragoça, penúltimo da classificação, manteve viva a chama da fuga à despromoção, ao receber e vencer por 1-0 o Levante. No “derby” andaluz o Bétis deu um passo de gigante na fuga aos lugares de despromoção ao vencer por 2-1 Sevilha, triunfo tanto mais saboroso quanto foi obtido em pleno estádio Sanchez Pizjuán. pág 12 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

Chen Guangcheng entra no hospital onde se encontrou com a mulher e filhos

CHINA

Dissidente quer sair com Hillary Clinton EUA confirmam que Chen Guangcheng pretende deixar a República Popular da China, mas negam que ele tenha sido pressionado a sair da embaixada americana

O Jogadores levantam Mourinho durante os festejos de mais um título “merengue”

um Aliron “da meia-noite”. Uma referência à expressão “Aliron”, usada em Espanha para manifestar de forma eufórica um objectivo conseguido, especialmente no campo desportivo e que, segundo alguns etimólogos remonta a um outro uso, no século XIX, nas minas de ferro de Muskiz, em Vizcaya. Esta versão refere que a empresa inglesa que explorava o ferro pagava bónus salariais aos trabalhadores mediante a pureza do ferro minado. Quanto era só ferro colocava na porta da mina um cartaz com a frase, em inglês “All Iron” (ou “tudo ferro”). Cartaz que representava melhores salários e que levava os mineiros a celebrar, em coro, gritando numa versão deturpada do inglês a frase “aliron”. O assunto, como não podia deixar de ser, domina a imprensa desportiva, ainda que com claras diferenças de tratamento entre os jornais com sede em Madrid e os com sede em Barcelona. Entre os da capital, o Marca optou por um outro ângulo da mesma foto de Mourinho, sob a frase “O melhor”, re-

cordando que o Real Madrid ganhou “a liga de todos os recordes” e que o treinador português é o “Special four – ganhou ligas em quatro países”. O As, por seu lado, optou por fazer da capa e contracapa um poster com imagens das celebrações merengues em Bilbau e o titulo, em gordas, “Campeões, Campeões”. Entre os destaques na primeira página uma frase de Cristiano Ronaldo: “Queria o título que ainda não tinha. Botas de ouro já tenho duas”. Nos jornas desportivos catalães, o destaque não é para a vitória na liga do Real Madrid, mas sim para o “Torpedo Messi”, como escreve o El Mundo Deportivo, ou “Messi, rei do golo”, como noticia o Sport, que aproveita para chamar à primeira página o polémico gesto de Cristiano Ronaldo, no final do encontro. A cobertura da imprensa destaca ainda as celebrações que começaram na noite de quarta-feira na Praça de Cibeles em Madrid, local que ontem, ao final da tarde, recebeu os jogadores da equipa. JTM/Lusa

Departamento de Estado americano confirmou ontem que o dissidente Chen Guangcheng, que se abrigou na Embaixada dos EUA em Pequim após fugir de prisão domiciliar, mudou de ideias sobre permanecer na China e agora quer deixar o país. Em entrevista ao jornal Daily Beast por telefone, o activista disse que tem a “fervorosa esperança” de poder embarcar para os EUA no mesmo avião da secretária de Estado Hillary Clinton, que está em visita oficial à capital chinesa. Chen ficou seis dias na embaixada americana, que deixou na quarta-feira depois de autoridades americanas e chinesas terem anunciado um acordo que o permitiria ficar na China em segurança. Algumas horas depois, porém, o dissidente revelou que a sua família tinha sido ameaçada e que temia pela sua segurança. O governo dos EUA negou conhecimento das ameaças, e afirmou que “Chen e os seus familiares tinham mudado de ideia em permanecer no país”. “Temos de fazer novas consultas para entender melhor o que eles querem e considerar as opções”, disse a porta-voz do Departamento de Estado, Victoria Nuland. O embaixador americano na China, Gary Locke, afirmou poder dizer “com toda certeza” que Chen nunca foi pressionado a deixar a Embaixada dos Estado Unidos. Segundo Locke, o activista partiu após conversar duas vezes com a mulher, que o esperava no hospital para onde foi levado. “Perguntamos-lhe se estava pronto para ir. Ele levantou-se, muito empolgado, e disse “vamos” diante de várias testemunhas”, contou. À publicação electrónica “Daily Beast”, Chen disse que o que esperava ao deixar a embaixada norte-americana para dar entrada no hospital era que o embaixador dos Estados Unidos e outro diplomata ficassem com ele, mas acabaram por deixálo sozinho, com a família. “Quando me levaram para o quarto do hospital, foram-se todos embora. Não sei para onde foram”, afirmou, acrescentado que nem ele nem a família se sentem seguros na China e querem deixar o país. Já no hospital, Chen deu uma entrevista por telefone à agência Associated Press na qual disse ter deixado a embaixada após ameaças à sua família. Segundo divulgou, uma autoridade americana ter-lhe-á dito que o governo chinês iria “bater na mulher até a morte” se ele optasse por permanecer na embaixada. Pouco antes da meia-noite de quarta-feira em Pequim (já depois do fecho da edição do JTM) o dissidente chinês apelou

ao Presidente dos EUA que o ajudasse a sair da China. Em declarações à CNN Chen Guangcheng pediu a Barack Obama que “fizesse tudo” para o ajudar a sair da China, por recear pela sua vida e acusou o pessoal da embaixada norte-americana em Pequim, onde esteve refugiado durante seis dias, de o ter incitado a abandonar as instalações e depois de o ter abandonado. Em declarações à Associated Press, citadas pela Lusa, Chen disse que quer sair da China e pediu ajuda para isso: “Ajudemme, a mim e à minha família, a sair em segurança”. Ontem, Chen disse à BBC que, segundo a mulher, em sua casa de Shandong, tinham sido instaladas sete câmaras. “Há pessoas dentro, fora e no telhado. Eles ficam na casa, e comem; planeiam isolar o local com uma cerca eléctrica”, afirmou. Disse ainda acreditar que o governo chinês está a impedir que receba visitas de autoridades dos EUA. “Na quarta-feira pensei que eles (os americanos) tinham ido embora. Procurei por eles e não os encontrei. Hoje fiquei a saber que foram impedidos de vir”, afirmou. Uma séria questão diplomática. Não está claro se as autoridades chinesas estão dispostas a envolver-se numa nova negociação sobre o destino do activista, que se tornou uma questão diplomática séria entre o país e os EUA. O governo chinês expressou o seu descontentamento em relação ao facto da embaixada americana ter abrigado o dissidente e exigiu um pedido de desculpas, alegando interferência em assuntos domésticos. Entre as questões que precisariam ser definidas estão o status que seria dado a Chen (visitante numa universidade, por exemplo, indicando carácter temporário de sua viagem aos EUA) e se a China permitirá que ele volte após algum tempo. A disputa diplomática é complicada para o governo do presidente Barack Obama, que corre o risco de parecer pouco envolvido na defesa dos direitos humanos – o que pode prejudicar a campanha de reeleição do líder -, ou dar a entender que se apressou demais para resolver o caso de Chen com o objectivo de não prejudicar as negociações estratégicas durante a visita de Hillary. Na manhã de ontem, na abertura da 4.ª ronda do Diálogo Estratégico e Económico China-Estados Unidos, Hillary Clinton não falou do dissidente, mas deixou uma mensagem às autoridades chinesas: “Acreditamos que todos os governos têm de responder às aspirações dos seus cidadãos à dignidade e ao primado da lei e que nenhuma nação pode ou deve negar esses direitos”, disse Clinton. Até ao momento do fecho desta edição do JTM, a situação continua em impasse, desconhecendo-se o que acontecerá a Chen Guangcheng e família... JTM com agências jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 13

COREIA DO SUL

O novo chefe da polícia da Coreia do Sul prometeu ontem restaurar a confiança da população na polícia do país, alvo de acusações de negligência num caso de sequestro e assassínio e de corrupção. Kim Ki-yong tomou posse como comissário da Agência Nacional de Polícia, na sequência da nomeação pelo Presidente da Coreia do Sul, Lee Myung-bak.

PORTUGAL

A privatização da EDP ficará fechada na próxima semana, quando a China Three Gorges (CTG) completar o pagamento ao Estado português de 2,7 mil milhões de euros, disse ontem à agência Lusa um responsável da eléctrica portuguesa. O pagamento será feito pelo presidente da CTG, Cao Guangjing, que parte na terça-feira para a capital portuguesa, indicou a mesma fonte.

CHINA

O ministro chinês da Defesa, Liang Guanglie, vai fazer uma visita oficial aos Estados Unidos na próxima semana, anunciou o porta-voz do Departamento da Defesa, George Little, noticia a AFP. Na segunda-feira, Liang Guanglie reúne-se no Pentágono com o seu homólogo norte-americano, Leon Panetta, e durante a visita vai deslocar-se a várias bases militares, casos da base naval de San Diego, e a Academia Militar, em West Point, entre outras.

SÍRIA

Ismael, filho do opositor sírio Ali Haidar, líder do Partido Nacional Síria, foi assassinado na noite de quarta-feira por um grupo armado, informou ontem o diário estatal Al-Baath. Em declarações à agência de notícias oficial, a Sana, o pai afirmou que não precisava das condolências de ninguém, uma vez que o sangue do seu filho «não é mais valioso que o de qualquer sírio».

EUA

O pré-candidato republicano à Casa Branca Mitt Romney começou a comparar o desempenho económico do presidente Barack Obama ao de um governante democrata do passado, Jimmy Carter, depois de vários dias em que a campanha foi dominada pelo primeiro aniversário da morte de Osama bin Laden, tema que favorecia mais o actual ocupante da Casa Branca.


MAFIOSO ITALIANO CAPTURADO EM PORTUGAL. A Polícia Judiciária portuguesa deteve em Oliveira do Hospital Giovanni Capone Perna, de 36 anos, suspeito de estar ligado à mafia e procurado pela autoridades italianas para cumprir pena de 30 anos de cadeia pelo homicídio de um chefe de um clã rival em 2003.

actual

ÓSCAR NIEMEYER HOSPITALIZADO NO RIO. O arquitecto brasileiro Oscar Niemeyer, de 104 anos, foi ontem internado num hospital do Rio de Janeiro com uma gripe, mas o seu estado de saúde não é considerado preocupante, segundo a imprensa local.

ERRO HUMANO NO CHOQUE DE COMBOIOS DA LINHA. Uma falha humana terá sido a causa do choque de comboios na Linha de Cascais, em que 33 pessoas ficaram feridas. Apesar de circular preparado para parar ao menor obstáculo, o maquinista não conseguiu travar a composição a tempo. Falha nos freios e chuva também podem ter contribuído para o embate.

actual

NOVOS MEDIA NO DIA DA LIBERDADE DE IMPRENSA. A Organização das Nações Unidas (ONU) escolheu os novos media e as redes sociais como tema de reflexão no Dia Mundial da Liberdade de Imprensa, que ontem se assinalou, devido à importância que tiveram durante a “Primavera Árabe”.

portugal

Perfil

Novo presidente na Fundação Gulbenkian

artur santos silva

Santos Silva tomou ontem posse como presidente da prestigiada Fundação Gulbenkian. O presidente cessante Rui Vilar deixou mais de três milhões de activos ao novo homem de proa da instituição. Mais 3% do que estava disponível há um ano lina santos

F FRANÇA

Um combate duro e sem tréguas Sarkozy foi mais agressivo, mas Hollande, seguro da sua vantagem nas sondagens, aguentou o embate. Foi um debate vigoroso, com algumas picardias e muita tensão de parte a parte, por vezes quase a descambar para uma linguagem mais violenta, mas mesmo assim esclarecedor. Eleições são no domingo albano matos

D

e um lado, estava um Nicolas Sarkozy mais agressivo, permanentemente ao ataque, tentado descredibilizar as propostas do seu rival e apontar-lhe contradições com declarações ou propostas anteriormente formuladas. Do outro, um François Hollande consciente da sua vantagem preciosa nas sondagens, ostentando tanto quando pôde uma segurança e um ar afirmativo, mas contra atacando sempre que encontrava oportunidade. O debate da noite de quarta-feira (organizado em conjunto pelas estações TF1, privada, e France 2, pública, e transmitido, em directo, por dez canais de televisão franceses e pelos canais noticiosos portu-

gueses) serviu, afinal, para os dois candidatos às presidenciais de domingo em França exporem, pela última vez perante tão vasto auditório, as suas propostas para o futuro próximo de um país em crise. Durante a primeira parte do debate (moderado pelos jornalistas Laurence Ferrari, da TF1, e David Pujadas, da Fr2), o Presidente-recandidato reagia a cada acusação do seu rival socialista com expressões como “isso é mentira” ou “o senhor é mentiroso”. A situação repetiu-se tantas

vezes que Hollande acabou por comentar: “Essa é, decididamente, uma ideia-chave que, para mim, é insuportável, mas na sua boca acaba por tornar-se um hábito.” Sarkozy conter-se-ia, mas sem diminuir a agressividade, que atingiu ponto alto na guerra de números esgrimidos por ambos, a propósito do desemprego, do défice comercial ou da imigração. Sarkozy recorreu à tentação de culpar os maus resultados pela acção conjugada das medidas socialistas (do Go-

verno Jospin) e da crise, ao que Hollande ripostou: “O senhor está há dez anos no poder, cinco como ministro e cinco como Presidente. Fica-lhe mal passar por vítima. A culpa é sua.” O candidato socialista prometeu ser o “Presidente da união, da competitividade e da recuperação”; Sarkozy respondeu-lhe: “Em matéria de união, há quem fale nela e há quem a tenha feito.” As questões do desemprego e da dívida pública deram origem à guerra de números, mas foi a promessa de Hollande de rever o tratado orçamental europeu que provocou grande discussão, com Sarkozy a acusar o adversário de propor políticas semelhantes às de Zapatero, que terão acelerado a crise em Espanha. Hollande manteve-se firme nesse ponto, explicando que no tratado não foi contemplada nenhuma dimensão de crescimento. “A ficar assim, estaríamos condenados à austeridade”, afirmou. Já na questão do nuclear, Sarkozy pareceu mais afirmativo, ao lembrar que, desde De Gaulle a Chirac, passando por Mitterrand, a política nessa área tem sido objecto de um permanente consenso. E acusou mesmo Hollande de querer quebrar esse consenso por causa de um “acordo político miserável”, com os Verdes e a candidatura de Eva Joly. JTM/DN

GUINÉ-BISSAU

PAIGC recusa negociar com golpistas O partido maioritário da Guiné-Bissau, PAIGC, recusa negociar com os militares que assumiram o poder no país e defende o regresso do Presidente interino, Raimundo Pereira, derrubado no golpe de 12 de Abril

N

ão é a tropa que decide quem é que vem”, explicou em conferência de imprensa Fernando Mendonça, secretário da informação do PAIGC, partido maioritário no Parlamento e que assegurava o apoio ao Governo deposto de Carlos Gomes Júnior. Esta posição do Partido Africano da Independência da Guiné e Cabo Verde equivale ao apoio da maior formação política guineense ao plano da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental (CEDEAO). A organização regional ameaçou na segunda-feira impor sanções contra o comando militar no poder em Bissau e apresentou sete condições, incluindo o envio de uma força militar de estabilização, a reposição da orpág 14 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

dem constitucional, a devolução do poder aos civis e o regresso de Raimundo Pereira. Esta última foi recusada pelos militares guineenses e a CEDEAO deverá decidir, durante o dia de quinta-feira, em cimeira se agrava as sanções. Políticos contactados pelo DN em Bissau, via telefone, reconhecem a dificuldade na formação de um governo de transição, caso o PAIGC não participe no Executivo. A exigência do regresso de Raimundo Pereira, apresentada pela CEDEAO numa reunião que decorreu no domingo, em Banjul, na Gâmbia, foi uma surpresa para os políticos guineenses presentes na reunião, que também se surpreenderam com o tom muito duro com que o Presidente gambiano, Yaya Jammeh, se dirigiu aos golpistas. Incapaz de cumprir a exigência do regresso à ordem constitucional, o comando militar chefiado pelo brigadeiro António Indjai arrisca-se ao isolamento. JTM/DN

O regresso ao poder do Presidente interino Raimundo Pereira (na foto) é reclamado pelo PAIGC

oram 12 anos à frente da Fundação Calouste Gulbenkian (FCG), mas ontem Emílio Rui Vilar passou a pasta. O seu sucessor na liderança da presidência do conselho de administração é o banqueiro Artur Santos Silva, 70 anos, que estará à frente da instituição nos próximos cinco anos. A passagem do testemunho acontece hoje, às 17.00, na sede das instalações da Gulbenkian, em Lisboa. Em contraciclo com o País, recebe uma empresa em alta, cujos activos aumentaram 3% em 2011 e estão hoje nos 3018, 6 milhões de euros. A aprovação das contas da FCG foi o último ato de gestão de Rui Vilar como presidente, na tarde de quarta-feira, numa reunião em que estiveram presentes os oito administradores da instituição (Marçal Grilo, Teresa Gouveia, Isabel Mota, André Gonçalves Pereira, Diogo de Lucena, Eduardo Lourenço, Martin Essayan, neto do fundador da Fundação e, claro, Artur Santos Silva, ainda na qualidade administrador não executivo). Segundo o relatório, a Fundação Calouste Gulbenkian registou um aumento de 87,8 milhões de euros relativamen-

te a 2010. A 31 de Dezembro, o património líquido ascendia a 2645,5 milhões de euros, um reforço de 89,7 milhões de euros (mais 3,5% do que no dia anterior). A Partex Oil & Gas, empresa detida pela Fundação Gulbenkian, manteve “a dinâmica de investimento tanto nas posições tradicionais como na área de exploração e desenvolvimento”, lê-se no comunicado. “Os activos no sector da energia aumentaram cerca de 187

milhões de euros (mais 20%), atingindo os 1117 milhões de euros. “A consolidação da situação financeira da Fundação permitiu-lhe prosseguir, em 2011, a sua acção filantrópica, apesar das condições adversas associadas à crise económicofinanceira internacional.” O trajecto de 12 anos de Rui Vilar termina com uma reorganização de estruturas e um novo programa Gulbenkian de Língua e Estudos Portugueses (áreas anteriormente apoiadas

pelo Serviço Internacional e pelo Programa de Língua Portuguesa), que será dirigido por Manuel Carmelo Rosa. Anteriormente dirigido, no essencial, ao território português, o programa – aprovado em reunião 2002 do Conselho de Administração da Gulbenkian, no quadro de uma reorganização interna mais vasta – irá, a partir de agora, promover a língua e os estudos portugueses também no estrangeiro. O responsável indicou que o início formal do programa está previsto para 2013, mas começa já a partir de hoje a desenvolver actividades, dando continuidade a projectos em curso e procurando também entrar noutras áreas. Haverá também a unificação do programa Gulbenkain de Ajuda ao Desenvolvimento, com direcção de Maria Hermínia Cabral. A fundação anunciou ainda que, dentro do plano de reorganização interna, será autonomizado o sector das bolsas, reunindo todas as que a FCG concede, dirigido por Margarida Abecassis. Artur Santos Silva foi eleito formalmente em Dezembro de 2010. É também presidente do Conselho de Administração (sem funções executivas) do BPI , banco que ajudou a fundar. JTM/DN

• Nasceu no Porto, a 22 de Maio de 1941 • Licenciou-se em Direito na Universidade de Coimbra em 1963 • Fez carreira na banca e em 1975/76 foi secretário de Estado do Tesouro • Foi um dos fundadores do Partido Popular Democrático com Sá Carneiro, Pinto Balsemão, Miguel Veiga e o pai • Foi eleito para presidente do Conselho Administrativo da Porto - capital Europeia da Cultura, de onde saiu em ruptura com o então ministro da Cultura, Manuel Maria Carrilho. • Fez parte da Comissão do Centenário da República • Colecciona arte portuguesa e gosta de música • É casado e tem três filhos e uma filha

Governo e Banca estudam mudança na entrega da casa Os processos de reestruturação de crédito e de entrega de imóveis ao banco em situações de incumprimento, que agora são tratados caso a caso, irão ter regras comuns. Governo e Banco de Portugal estão a “colaborar activamente” sobre estas matérias, segundo revelou o governador do BDP BÁRBARA BARROSO e LUCÍLIA TIAGO

O

tema “saltou” para a actualidade depois de o Tribunal de Portalegre, tal como o DN noticiou, ter decidido que a entrega da casa liquidava o empréstimo em questão, mas esta decisão, que transitou em julgado, aplica-se apenas naquele caso concreto. Um dia depois de o primeiro-ministro ter referido que há necessidade de alterar a regulamentação dos contratos de crédito à habitação, Carlos Costa disse ontem que o Governo e o BDP têm estado a colaborar no sentido de regular as matérias relacionadas com o sobre-endividamento no crédito hipotecário. Carlos Costa, que recusou comentar a decisão do Tribunal de Portalegre, defendeu, todavia, “uma atitude cooperativa entre as partes [bancos e devedores] e a necessidade de se salvaguardarem direitos adquiridos. As dações em pagamento e também as questões relacionadas com as alterações dos contratos (em caso de necessidade de arrendar o imóvel, divórcio ou de reestruturação do crédito) deverão ser, assim, alvo de regulamentação, dando resposta ao número cada vez maior de casos de incumprimento. Em resposta ao DN, a Associação Portuguesa de Bancos afirmou que o assunto tem desde sempre sido acom-

panhado “com muita atenção” e acentuou que os bancos têm “planos próprios que disponibilizam aos clientes que apresentam dificuldades de pagamento dos empréstimos à habitação”. Tal como se verificou em Espanha, tudo aponta para que a solução a adoptar em Portugal sujeite ao cumprimento de determinadas condições os casos em que a dação em pagamento do imóvel é suficiente para liquidar o empréstimo. Nas regras agora em vigor, o cliente pode entregar a casa à banca, mas isso não significa que fique de contas arrumadas com o banco: o empréstimo apenas fica totalmente pago se o valor da avaliação do imóvel, entretanto efectuada, for superior ao valor da dívida. Caso não seja, terá de pagar o remanescente. Esta forma de funcionar tem provocado críticas e levou o Bloco de Esquerda a apresentar recentemente uma proposta que estipulava que a entrega da casa é suficiente para saldar o empréstimo. O PS tem também já trabalho nesta área, estando o PSD e o CDS- PP a preparar propostas neste sentido. Do lado da Deco, o seu secretário-geral saúda a disponibilidade do poder político em mexer nestas matérias, acentuando que o objectivo desta associação é que se encontre uma “solução justa”, em que haja partilha de risco, o que “manifestamente hoje não acontece”, uma vez “que

Na habitação, o banco de Portugal defende uma “atitude cooperativa” entre devedores e credores

é o cliente que assume todo o risco”, apesar de o “comando das operações” (quando concede o crédito e reavalia a casa) pertencer sempre ao banco. Leonor Coutinho, da Sefin, classificou de “caridade” o modelo adoptado em Espanha e defende que o crédito seja considerado extinto sempre que o seu valor remanescente seja inferior ou igual ao valor da avaliação. JTM/DN jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 15


Dito

“O esbatimento do segundo sistema, em termos de futuro, não beneficia ninguém. Em termos presentes, servirá alguns interesses: não os da população de Macau” Carlos Morais José in “Hoje Macau”

opinião

opinião

“Os trabalhadores da função pública vão ser aumentados a partir de Maio a uma taxa nominal de 6,45% valor que, como se viu, equivale a uma taxa efectiva nominal de 4,61%.!” – Albano Martins

“Mas o protagonista desta história é quem fez a asneira (se calhar nem intenção houve) de humilhar num dia que foi conquistado para o respeito.” – Ferreira Fernandes

Há 20 anos mami na cozinha

In “Jornal de Macau” e “Tribuna de Macau” 04/05/1992

NUNO BARRETO EXPÕE EM MACAU

As obras que o pintor Nuno Barreto realizou em Macau desde que aqui se instalou vai para três anos e meio, vão estar expostas a partir de hoje e até ao dia 20 do corrente mês, no pavilhão do Jardim Lou Lim Ioc. Natural do Porto, Nuno Barreto é professor agregado da Escola Sulperior de Belas Artes do Porto, tendo sido requisitado, em Setembro de 1989, para vir dirigir a Academia de Artes Visuais de Macau. Bolseiro da Fundação Gulbenkian, Nuno Barreto conta no seu currículo com vários prémios de desenho e pintura, tendo exposto, tanto individual como colectivamente, não só em Portugal como nos Estados Unidos e em diversos países da Europa.Do texto da apresentação da exposição escreve Nuno Barreto: “Um pintor – ou um músico, ou um escritor – trabalha normalmente com o mundo que o rodeia, com o que vê, com a sua memoria e esse misterioso talento de dar forma ao que não existe. Poderá, em princípio, trabalhar em qualquer sítio, desde que encontre pouco mais que papel, ou barro, ou um instrumento. Poderá até, em raríssimos casos, trabalhar sem nenhum suporte material, como sempre fazia Pessanha. Mas trabalha sempre para alguém. Não necessariamente para uma pessoa com um rosto definido e um nome; antes um grupo, ou um tipo de pessoas que ele acredite que existem, algures na cidade ou no mundo, e a quem propõe as suas invenções”.

os desatinados

Manuela Nunes *

Albano Martins

Especiais especiarias

Crescimentos e estampanços

A

1

especialidade das especiarias tanto pode estar no seu exotismo e no seu poder mágico e alquímico na cozinha, como no seus poderes medicinais, tendo sido aproveitada por vários povos e várias culturas para mezinhas, curandices, poções e loções de toda a espécie e feitio. Em culinária as especiarias são temperos usados para dar sabor diferenciado à comida – puramente: condimentos. Associados noutros tempos a alguma luxúria e exotismo, estes ditos condimentos, terão valido o seu peso em ouro, na época dos descobrimentos, pois a troca comercial destes produtos teve grande importância económica para alguns dos países que se dedicaram à sua negociação, nomeadamente os portugueses. As especiarias mais conhecidas são a pimenta, o gengibre, o cravinho, a canela, a noz-moscada, a mostarda, o açafrão, o tumérico (açafrão-das-índias ou açafroa), o cardamomo, os cominhos e o caril. Todas elas, para além da propriedade particular de impregnarem os pratos de aromas e sabores distintos e dramáticos, e aos quais ninguém fica indiferente, possuem ainda características especiais e princípios activos que as transformam em verdadeiros sortilégios medicinais. No geral, as especiarias auxiliam no processo digestivo, possuem fortes propriedades antioxidantes e possante acção antimicrobiana. Dai serem eficazes no combate aos principais agentes destrutivos do nosso equilíbrio interior, e também exterior, como a pele… Algumas pesquisas recentes têm vindo a comprovar a sua eficácia e as suas potencialidades tem vindo a ser corroboradas pela comunidade científica. Na verdade estes senhores vão dando cada vez mais razão a um certo conhecimento empírico e às medicinas tradicionais que utilizam os princípios activos das plantas nas suas diferentes formas: sementes, raízes, folhas, flores, etc… como é o caso da medicina tradicional chinesa, da medicina ayurvedica e de outras medicinas alternativas e naturais. Hoje resolvi trazer-vos uma receita que junta algumas destas especiarias magicas num simples prato de arroz. Experimentem que vão ficar espantados com a efervescência de sentidos evocados!

ARROZ DE HORTELÃ E AÇAFROA Cebola picada Raiz de coentros moída Folha de louro Rodelas de raiz de açafroa - tumérico Arroz Hortelã picada Sal e pimenta moída Refogue a cebola com a raiz de coentros e a folha de louro, junte as rodelas de tumerico e o arroz passado por água. Acrescente a água e coza 5 minutos. No final junte a hortelã picada. CUIDADO: quando descascar e cortar a raiz de açafrão use luvas de plástico, senão fica com os dedos amarelos, assim como a faca, e tudo o que lhe tocar. Mais receitas em: http://maminacozinha.blogspot.com

. As declarações do Chefe do Executivo proferidas há dias relativamente ao comportamento provável do PIB em 2012, quando avançava que o seu crescimento poderia ficar-se por um dígito, trouxe-me à memória o que dizia eu há mais de um mês nesta coluna, em artigo a que intitulei de “PIB 2012, o céu e o purgatório”. As declarações do Chefe do Executivo vão ao encontro daquilo a que na altura chamara de cenário-base ou de pior cenário! Mas eu havia traçado ainda outro cenário, em que o PIB poderia ficar em qualquer coisa como 12,6% ou num intervalo entre os 10 e os 15%, previsão a que chamei de melhor cenário. Para quem me lê com alguma atenção, fundamentei essa previsão optimista com base num crescimento nominal das receitas do jogo de cerca de 30% e da FBCF da ordem dos 15%, valores que poderão estar substancialmente empolados, sobretudo o último, que pode mesmo vir a cair, se não houver novos grandes projectos privados. Tomei um aumento do crescimento do consumo e do investimento públicos e uma retracção das taxas de crescimento das importações quer de serviços quer de mercadorias, embora continuando a crescer acima do PIB. Quanto às exportações, tomei como base um crescimento positivo mas mais moderado que o do ano anterior. Projectei um crescimento do consumo privado de grandeza semelhante à do ano anterior. Deflacionado tudo, o valor obtido rondou, pois, os tais 12,6% atrás referido

Mas esse era o tal melhor cenário. Avancei, na altura, outros dois, como mandam as regras. Um cenário-base, em que a previsão apontava para valores entre 7,9% e 9,9%! Finalmente, um cenário mais pessimista, em que os valores do crescimento do PIB poderiam situar-se entre 5,5% e 7,8%, sobretudo se o jogo crescer por volta de 27,5% e a FBCF cair, cenário que poderia acontecer se não houver luz verde para a indústria do jogo poder investir no Cotai ainda em 2012 O comportamento das restantes variáveis fora também ajustado em baixa. Mas o jogo está hoje a crescer abaixo dos 27,5% pelo que, se essa for a tendência ao longo do ano, o crescimento do PIB de Macau (entre o cenário-base e o pessimista) poderá depender muito do comportamento da FBCF.

2

. Os trabalhadores da função pública vão ser aumentados a partir de Maio a uma taxa nominal de 6,45% valor que, como se viu, equivale a uma taxa efectiva nominal de 4,61%. Não se trata de uma taxa real, como tem vindo a aparecer nalguma imprensa local, até de índole económica, distraída com essas famílias meio esquisitas de taxas. Trata-se, como disse, de uma taxa efectiva nominal, coisa completamente diferente de uma taxa real. Sejamos pedagógicos: o termo real é utilizado quando se expurga a inflação ou

se deflaciona, como queiram. O que não é o caso. Se querem saber qual será a taxa real, basta retirarem a 4,61% o valor da inflação em 2012, o que, como se sabe, só lá mais para Fevereiro do próximo ano se saberá. Mas, podemos raciocinar para localizar um valor para essa tal taxa real. Como a taxa de inflação em 2012 deverá ficar acima dos cinco%, na prática a taxa real de aumento dos funcionários públicos será negativa, significando que todo o aumento nominal conseguido no ano ficará irremediavelmente comido pela inflação. Conclusão: “realmente” ficarão pior do que estavam no final do ano passado, embora vivendo a ilusão monetária de que os seus salários teriam sido aumentados em 2012 a uma taxa efectiva nominal de 4,61% ou mais iludidos ainda se engoliram a história da taxa nominal (não efectiva) de 6,45% lançada para o ar pelas gentes lideradas pelos SAFP! Gentes que sabem pouco destas coisas!

3

. Andava eu nas picadas do Altinho de Ká-Ho quando olhando para todo aquele espaço atulhado de operários, tentei fazer um novo exercício de memória lembrando-me da história daquela intervenção. Há quanto tempo aquela malta da construção anda naquela empreitada? E veio-me à mente aquele trabalho danado que tanto tem feito a vida negra a

quem por lá passa diariamente. Trabalho complicado aquele! Digno de mão-de-obra super-especializada! Abrem-se umas valas, põem-se por lá uns tubos negros de esgoto, depois fecham-nas, a seguir tapam tudo com um tapete de alcatrão meio rafeiro e para poupar material (e dinheiro, que material no caso é dinheiro, mas para eles e não para quem paga, que é como se sabe o PIDDA) deixam as tampas de esgoto acima do nível do piso, dando por terminada essa obra de arte, que só de arte abstracta se trata (essa malta vive no surrealismo) pegam nos semáforos às costas e lá vão para o troço seguinte. Nem na minha África natal, subdesenvolvida, aconteceria cena tão caricata! Há quantos anos andam naquilo? E o espaço está atulhado de operários, que é como quem diz, tem por lá um, às vezes dois, e muito raramente uns três. Pelo que se vê, pela elevada qualidade do trabalho que tanto incomoda toda a gente que ousa meter-se pela picada adentro, aquela malta é um pouco parecida com os sapateiros remendões que conhecemos na juventude. De vez em quando lá vão atirando uns baldes de alcatrão, para esconder um ou outro buraco que facilmente germina por lá. Quantas viaturas de quatro rodas não foram já parar à oficina, que fazer gincana é outra arte estranha a muitos locais? E quantos pobres diabos conduzindo motoretas já não se espatifaram por lá? Na Quarta-feira passada, à noite, mais um ou uma resolveu não ser a excepção! Vou propor, pois, que a 20 de Dezembro de 2012 a RAEM conceda uma medalha de mérito e dedicação ao PIDDA local, fórmula que encontrei para ser polido, como mandam as regras, para com quem mexe (ou não mexe) os seus cordelinhos. *Economista. Escreve de acordo com a ortografia antiga.

* Colaboradora. Escreve neste espaço às sextas-feiras.

um ponto é tudo

Ferreira Fernandes

O Pingo Doce e os corvos-marinhos ICQ dental team is a group of dental specialists with internationally recognized qualifications. We provide all range of dental services: − Oral examination and radiology investigation − Restorative and Cosmetic Dentistry − Children Dentistry − Orthodontic Treatment − Oral and Dental implant Surgery – Endodontic Treatment − Periodontal Treatment − Emergency Treatment

G

uilin, no Sul da China, é o lugar mais belo onde já fui, as aguarelas fazem-lhe justiça. Em Guilin vi a mais dura das metáforas. À noite, no rio Li, os pescadores saem em jangadas de bambu e levam cormorões, corvos-marinhos, aos quais atam o longo pescoço com um fio. O pássaro mergulha, apanha um peixe e atrapalha-se, não consegue engolir, sufoca. O pescador iça o cormorão para a jangada, tira-lhe o peixe da garganta estreitada pelo fio. O cormorão, aliviado, olha grato o pescador que o vai explorar outra e outra vez.

Entre uma e outra, o dono dá-lhe um pedaço de peixe, uma promoção de 50 por cento. Eu conhecia os cormorões de uma canção, Siracusa, que Yves Montand canta como ninguém, e, claro, dos desenhos em Corto Maltese. Mas o olhar explorado e grato dos corvos-marinhos de Guilin vai acompanhar-me pela vida. Como poderia eu criticar os homens e mulheres que foram anteontem ao Pingo Doce? Seria como criticar os anões que aceitam entrar em concursos de lançamento.

E eu quantas vezes engoli o que não queria, ao contrário (e igual) da metáfora do cormorão? Mas o protagonista desta história é quem fez a asneira (se calhar nem intenção houve) de humilhar num dia que foi conquistado para o respeito. Por isso, na crónica de ontem, falei da fundação ligada ao Pingo Doce (porque quem faz fundações não pode fazer lançamentos de anões) e falei do Dia de Natal (porque há dias especiais, esse e outros, na vida dos homens). JTM/DN

Website: www.icqoral.com E-mail: info@icqoral.com Facebook: www.facebook.com/icqoral

Consultation by Appointment Office hour: Mon to Sun 10:30 - 19:30 Close on Tue and Public Holiday Tel: (853)28373266

Fax: (853)28356483

Rm. 1907, 19/F, AIA Tower, Nºs. 251A-301, Avenida Commercial de Macau

(opposite to New Yaohan and Grand Emperor Hotel) pág 16 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

Cartoon

We are committed to deliver high quality dental services with personalized care. We ensure the highest level of infection control.

JTM/DN jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 17


PALCO DOS ÓSCARES MUDA DE NOME. O Dolby Theater em Hollywood será a nova casa dos Óscares e vai acolher a cerimónia nos próximos 20 anos. Os prémios de cinema vão ter lugar no mesmo espaço dos eventos anteriores, o Kodak Teather, mas agora com outro nome.

SMS acabou com namoro de Lola Bezerra Apesar de ser desejada por muitos, a modelo Lola Bezerra assumiu que já teve más experiências amorosas, incluindo uma... via SMS. “Soube que fui traída através de uma mensagem de texto”, revelou, adiantando que o SMS tinha conteúdo erótico e foi enviado para o telemóvel do então namorado, cujo nome não divulgou. “Parti o telemóvel e a desculpa do meu ex, com quem vivia, foi que a mensagem não era para ele mas para um amigo”, contou a modelo brasileira que vive na Argentina desde criança e cuja lista de ex-namorados inclui o tenista Juan Martín del Potro.

lazer

IRMÃOS DE JACKSON LANÇAM NOVAS MÚSICAS. Os “Jacksons” vão voltar ao estúdio para a gravação do primeiro álbum de estúdio desde 1989. O irmão mais velho de Michael Jackson, Jackie, afirmou à revista “Billboard” que as gravações vão começar após a digressão que a banda realizará em solo norte-americano no próximo Verão.

Cameron Diaz prefere os homens britânicos A actriz Cameron Diaz garantiu à “Bazaar UK” que prefere os homens britânicos. “Adoro o sentido de humor, cavalheirismo e charme. É algo que faz parte da cultura e nós não temos disso aqui, não é a mesma coisa nos EUA”, disse, confessou ainda a sua admiração por um britânico em específico, Colin Firth. Para Diaz, o actor é “o perfeito homem britânico”.

Jennifer Lopez processada por ex-motorista Jennifer Lopez está a ser processada por um antigo motorista por danos não especificados. Hakob Manoukian, que começou a trabalhar para Jennifer Lopez e Marc Anthony em 2005, afirma que foi forçado a demitir-se devido ao manager da cantora, Benny Medina, que o desprezava e humilhava. O antigo motorista alega que Lopez e Anthony o convenceram a fechar a sua companhia privada para trabalhar exclusivamente para os dois. Benny Medina, que também é alvo do processo, já reagiu: “Trata-se de um empregado insatisfeito que escolheu despedir-se”, disse ao site TMZ.

Charlie Sheen faz publicidade a cerveja... sem álcool Charlie Sheen, conhecido pelos seus problemas com o álcool, é a nova imagem da publicidade a uma cerveja... sem álcool. O anúncio começa com o actor a sair de uma clínica de reabilitação na Califórnia. No momento em que entra no carro, Charlie Sheen repara que todos à sua volta - incluindo a polícia e uma mulher grávida - estão a beber cerveja. Mais tarde descobre que se trata de cerveja sem álcool e também acaba por beber.

ver vídeo na edição online do jtm www.jtm.com.mo

pág 18 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

fox movies 19:25

Paul Blart: Mall Cop

Roteiro

tdm

(dia 04) 13:00 TDM News (Rep.) 13:30 Jornal das 24h 14:45 RTPi DIRECTO 17:35 Liga Europa: Atlético de Bilbao - Sporting (Rep.) 19:00 TDM Talk Show (Rep.) 19:30 Amanhecer 20:30 Telejornal 21:00 Ásia Global 21:30 Regresso a Sizalinda 22:15 Passione 23:00 TDM News 23:30 Resumo Liga Europa 23:45 Glory Road 01:30 Telejornal (Rep.) 02:10 RTPi DIRECTO

The Da Vinci Code 19:25 Paul Blart: Mall Cop 21:00 Homeland 22:00 Knight & Day 23:55 Vantage Point

41 HBO

12:00 Ray 15:15 Everything Is Illuminated 17:15 Ready To Rumble 19:00 Diamonds Are Forever 21:00 Game Of Thrones 22:00 Van Helsing 00:10 Half Past Dead

51 NGC

(dia 05) 11:10 Oggy 11:40 Magia no País das Maravilhas 12:00 Zig Zag 12:35 Chefs 13:00 TDM News (Rep.) 13:30 Jornal das 24h 14:45 Amanhecer (Compacto) 19:00 Quem quer ser Milionário 20:00 Ásia Global (Rep.) 20:30 Telejornal 21:00 Liberdade 21 22:30 Tempo Final 22:45 Nativos Digitais 23:00 TDM News 23:30 Nico à Noite 00:40 Há Conversa 01:30 Telejornal (Rep.) 04:00 RTPi DIRECTO

12:30 Trapped - Cave Rescue 13:25 Secrets Of The First Emperor 14:20 The Truth Behind 15:15 Is It Real? 16:10 Built For The Kill17:05 Predator CSI 18:00 Monster Fish 19:00 Seconds From Disaster 20:00 Locked Up Abroad 21:00 Ancient X-Files II 22:00 Taboo 00:00 Forensic First

(dia 06) 11:00 Missa Dominical 12:00 O Meu Bairro12:35 Entre Pratos 13:00 TDM News (Rep.) 13:30 Jornal das 24h 14:45 Zig Zag 16:40 Best of Portugal 17:10 Jogo Duplo 18:00 Paixões Proibidas 19:30 Fighting Khadafi 20:00 Música Movimento 20:30 Telejornal 21:00 Contraponto 22:00 Around the World in 80 23:00 TDM News 23:35 Navegadores.PT 00:15 TDM Talk Show (Rep.) 00:45 Telejornal (Rep.) 01:15 RTPi DIRECTO

13:00 Modern Marvels 14:00 The Lost Kennedy Home Movies 16:00 The Pickers 17:00 Ice Road Truckers 18:00 Pawn Stars 18:30 Kings Of Restoration 19:00 The Pickers 20:00 Monster Quest 21:00 The Pickers 22:00 Most Extreme Airports 00:00 Ice Road Truckers

30 ESPN

12:30 Derby City Classic 2012 14:30 Mundialito - France vs. Portugal 15:30 MLB 2012 - Arizona Diamondbacks vs. Washington Nationals 18:30 (Delay) Baseball Tonight International 19:30 (LIVE) Sportscenter Asia 20:00 Football Asia 2012/13 20:30 Spirit Of London 21:00 Global Football 2011 21:30 The Football Review 22:00 Sportscenter Asia 2012 22:30 Football Asia 2012/13 23:00 Spirit Of London 23:30 Mexico 1968

31 Star Sports

13:00 Total Rugby 13:30 2 Wheels 14:00 Max Power 2012/13 15:00 Fleet Racing Tour 2012 15:30 HSBC Sevens World Series 2011/12 16:00 Hot Water 2012/13 17:00 2 Wheels 17:30 (LIVE) ATP - BMW Open 23:30 (Delay) Score Tonight 2012

40 FOX movies

13:00 The Next Three Days 15:15 Shadow Man 16:55

54 History

55 Biography Channel

13:00 I Survived 14:00 Psychic Kids 15:00 Celebrity Close Calls 16:00 The Quon Dynasty 17:00 Private Chefs Of Beverly Hills 18:00 Storage Wars 18:30 Airline USA 19:00 Psychic Kids 20:00 Celebrity Nightmares Decoded 22:00 Marisa Tomei 23:00 Psychic Kids 00:00 I Survived

62 axn

13:00 Blue Bloods 13:55 Caught On Camera 14:50 Numb3Rs 15:40 The Challenger Muaythai 16:35 Wipeout 17:25 Csi: Ny 18:15 Wipeout 19:10 Csi: Ny 20:05 Criss Angel Mindfreak 20:35 Ebuzz 21:05 Csi: Ny 22:00 Caught On Camera 22:55 The Amazing Race 23:50 Spring Wipeout 00:45 Caught On Camera

63 Star World

13:05 American Idol 14:55 Parenthood 15:50 Masterchef Australia 16:45 DC Cupcakes 17:10 Best of How I Met Your Mother 18:00 American Idol 19:00 Glee 20:00 American Idol 20:55 America’s Next Top Model 21:50 Got To Dance UK 22:45 Parenthood 23:40 American Idol 00:35 America’s Next Top Model

82 RTPi

(Dia 04) 07:00 24 Horas 08:17 Café Central 08:26 5 Para A Meia-Noite 09:26 Praça Da Alegria (Rep.) 12:07 Repórter África 12:35 24 Horas 13:07 Zig Zag 14:00 Telejornal Madeira 14:30 A Verde E A Cores 15:00 Sexta Às 9 16:00 Bom Dia Portugal 17:00 Portugal Negócios C/ Luis Paulo Salvado 17:30 Portugal Low Cost 18:00 Musicais Fados Sinfónicos - Katia Guerreiro E Orquestra Metropolitana De Lisboa 19:00 Estado De Graça 20:00 Jornal Da Tarde 21:15 O Preço Certo 22:15 Couto & Coutadas 22:45 Portugal No Coração 01:00 Portugal Em Directo (Dia 05) 07:00 24 Horas 08:17 Café Central 08:26 5 Para A Meia-Noite 09:26 Nobre Povo 09:51 Praça Da Alegria (Rep.) 12:29 Repórter África - 2ª. Edição 12:58 24 Horas (Rep.) 13:29 Janela Indiscreta Com Mário Augusto 14:00 Telejornal Madeira 14:30 Modalidades Memória C/ Vicente Moura 15:00 Magazine Macau Contacto 15:30 Grande Reportagem-Sic - A Palavra Autista Não Quer Dizer Nada 16:00 Bom Dia Portugal Fds 17:00 Herman 2012 18:00 Portugal Sem Fronteiras 20:00 Jornal Da Tarde 21:15 Mais Europa 21:45 Podium 23:00 Modalidades Memória C/ Henrique Baixinho 23:15 Portugal No Top (Estreia) 00:00 Atlântida/ Madeira 01:30 Escape .Tv- Sic 01:45 Moda Portugal 2 02:15 História Essencial De Portugal - 30 Anos Difíceis 03:00 Telejornal (Directo) (Dia 06) 07:00 24 Horas 08:15 5 Para A Meia-Noite 09:15 Magazine Macau Contacto 09:45 Liga Zon Sagresporto X Sporting (Diferido) 11:30 Portugal No Top (Rep.) 12:30 24 Horas (Rep.) 13:00 Músicas De África 14:00 Telejornal Madeira 14:30 História Essencial De PortUgal - A Monárquia Gótica 15:00 Magazine Europa Contacto 15:30 Ver De Perto 16:00 Bom Dia Portugal Fds 17:00 Vida Animal Em Portugal E No Mundo 17:15 Eucaristia Dominical 18:15 Memórias De Mim Mesmo 19:15 Barcelona, Cidade Neutral 20:00 Jornal Da Tarde 21:15 Cinco Sentidos 22:15 7 Maravilhas - Praias De Portugal - Apresentação Das Finalistas 01:15 Magazine Europa Contacto 01:45 Poplusa 02:45 Ver De Perto 03:00 Telejornal

A programação é da responsabilidade das estações emissoras

hbo

22:00

28822866

Van Helsing

www.macaucabletv.com

cinema

CINETEATRO S1 Lockout

14:30 • 16:30 • 19:30 • 21:30

S2 The Avengers 3D

14:15 • 16:45 • 19:15 • 21:45

TORRE DE MACAU

The Avengers 3D 14:15 • 16:45 • 19:15 • 21:45

GALAXY Grand theather (9* e 6**)

The Avengers 3D 13:30* • 14:00 • 16:10* • 18:40 • 18:50* • 19:00** • 19:20 • 21:30* • 22:00 • 23:50** • 00:10* • 00:40

theater DIRECTORS Cl 2* (7)

Lockout 14:00 • 18:05 • 19:50* • 20:00 • 00:40

theater DIRECTORS Cl 2* (8) Battleship 14:20 • 17:20*

theater 7 Mirror Mirror - 15:55

THEATER 6 Dark Tide 14:30 • 16:45 • 21:40

theater 8 The Cabin in the Woods 16:50 • 18:45 • 20:40 • 22:35 • 00:30

theater 7 Thomas & Friends: Day of the Diesels 11:30 • 12:50

theater DIRECTORS Cl 2 Titanic 3D 13:50

theater DIRECTORS CLUB 1 3D Sex & Zen: Extreme Ecstasy 00:20

Clube Militar de Macau

Avenida da Praia Grande, 975, Macau Tel: 28714000 Telefones Úteis Número de Socorro 999 Bombeiros 28 572 222 PJ (Linha aberta) 993 PJ (Piquete) 28 557 775 PSP 28 573 333 Serviços de Alfândega 28 559 944 Centro Hospitalar Conde S. Januário 28 313 731 Hospital Kiang Wu 28 371 333 CCAC 28 326 300 IACM 28 387 333 DST 28 882 184 Aeroporto 88 982 873/74 Táxi (Amarelo) 28 519 519 Táxi (Preto) 28 939 939 Água - Avarias 28 990 992 Telecomunicações - Avarias 28 220 088 Electricidade - Avarias 28 339 922 Directel 28 517 520 Rádio Macau 28 568 333

anima Sociedade Protectora dos Animais Sociedade de Macau Sociedade Protectora Protectora dos Animais Telefone: dos Animais de Macau de Macau 28715732 63018939 fax: 28715732 //63018939 Telefone: fax: 28703224

jornal tribuna de macau sexta-feira, 04 de maio de 2012 pág 19


jornal tribuna de macau www.jtm.com.mo Administração, Direcção e Redacção: Calçada do Tronco Velho, Edifício Dr. Caetano Soares, Nos4, 4A, 4B - Macau Caixa Postal (P.O. Box): 3003 Tel.: (853) 28378057 Fax: (853) 28337305 • Email: jtmagenda@yahoo.com e jtmpublicidade@yahoo.com

última

tempo

fonte: serviços meteorológicos e geofísicos www.smg.gov.mo

hoje

amanhã 260C 290C

260C 290C

câmbios - indicativos

fonte: bnu

Pataca Compra Venda US Dólar 7.94 8.04 EURO 10.43 10.56 yuan (rpc) 1.219 1.280

Fotoslegenda

VISITANTES JÁ PODEM CONVIVER COM BORBOLETAS. O novo espaço no MGM dedicado às borboletas só será inaugurado oficialmente no dia 16 deste mês, mas o projecto criado pelo designer Stephen Stefanou já pode ser visitado desde terça-feira. Muitos são os curiosos que já aproveitaram para conviver com as borboletas, o que pode ser feito entre as 10 e as 22 horas.

en passant José Rocha Dinis

“Excessos de zelo” Só quem nunca esteve metido em situações de conflito armado ou de instabilidade sócio-política, pode menosprezar as questões da segurança, na complexidade das suas diversas facetas, entre as quais a prevenção é certamente uma das mais importantes. Conheço-as e respeito o trabalho dos que zelam para que a sociedade de Macau possa continuar a viver em paz e segurança. Custa-me a “engolir”, contudo, este crónico impedimento de entrada de jornalistas de Hong Kong, a coberto de uma lei de segurança interna. Que estaria a preparar o fotojornalista Felix Wong no dia 1º de Maio? Juntar-se às manifestações? Contactar e trocar impressões com manifestantes? Gritar as palavras de ordem que eles gritavam? Tirar fotografias? Fazer vídeos? Tudo muito pouco para justificar tão gravosa medida, que retira credibilidade à imagem internacional da Região Administrativa de Macau. Alguém tem que parar com estes “excessos de zelo”!

SINGAPURA POSICIONA-SE PARA SEGUIR MACAU Singapura está pronta para ser, este ano, o segundo maior destino de jogo do mundo, a seguir a Macau, noticiou ontem o canal televisivo Channel NewsAsia. Em 2011, analistas fizeram a mesma previsão, porém, os lucros gerados pelos dois ‘resorts’ integrados da cidade-Estado ficaram aquém das expectativas, refere a mesma fonte, citada pela agência noticiosa chinesa Xinhua. Os analistas demonstram estar confiantes de que depois dos fortes resultados do Marina Bay Sands, as receitas brutas dos dois ‘resorts’ integrados possam ultrapassar as arrecadadas em Las Vegas pelo final do ano. O Marina Bay Sands, do magnata norte-americano Sheldon Adelson, obteve receitas brutas superiores a 2 mil milhões de dólares norte-americanos em 2011. Já o seu rival, Resorts World Sentosa, da malaia Genting, gerou, no ano passado, receitas brutas de quase 2,6 mil milhões de US dólares. Analistas afirmaram que as receitas brutas combinadas dos dois casinos de Singapura são de cerca de 5,7 mil milhões de dólares, um valor tímido ainda face às receitas brutas globais de 6,1 mil milhões encaixadas pelos mais de 20 casinos que formam a “strip” de Las Vegas. Face aos fortes resultados do Marina Bay Sands no primeiro trimestre do ano, os analistas estão confiantes de que a indústria do jogo em Singapura irá ultrapassar a de Las Vegas ainda este ano. Macau assume-se com a capital mundial do jogo, tendo o sector, que além dos casinos inclui ainda as lotarias e outros jogos de aposta, encerrado 2011 com um recorde de 269 mil e 58 milhões de patacas de receitas brutas, mais 41,92% do que o valor apurado em 2010.

Diário de Notícias DA MADEIRA REDUZ REMUNERAÇÕES EM 10 por cento O conselho de gerência da empresa que detém o DN da Madeira anunciou, na edição de ontem do jornal, uma redução em 10% do tempo de trabalho com a correspondente redução das retribuições de todos os seus trabalhadores. A proposta aponta para o período de um ano a cumprir as referidas restrições, “na expectativa de que, superada ou minimizada a actual crise, seja retomada a normalidade laboral”. Destinada a “salvaguardar a manutenção de todos os postos de trabalho da EDN e a edição diária do Diário”, a medida é justificada com “a crise económica mundial, nacional e regional que atinge fortemente as empresas e as famílias”, situação que em Portugal e no arquipélago da Madeira foi “fortemente acentuada pela necessidade de recurso e implementação de medidas severas de austeridade”. Em consequência da referida crise e das ditas medidas, diz o comunicado da gerência do DN funchalense, as empresas na Madeira foram “colocadas numa situação de extrema dificuldade para a sua viabilidade e funcionamento”. No respeitante à Empresa do Diário de Notícias, Lda (EDN), acrescenta a nota, “tais dificuldades encontram-se profundamente agravadas pela conhecida concorrência desleal que lhe continua a ser movida pela Empresa Jornal da Madeira, Lda., sendo que o jornal por ela editado é financiado por recursos públicos que, naturalmente, constituem, conjuntamente Tribuna de Macau 25.5X4 cm.pdf 1 4/10/12 com 2:58 PMaquelas medidas de austeridade, uma grave perturbação à actividade da EDN para e na edição do seu diário”.

“POSSO SER LOUCA OU PROSTITUTA SE GANHAR COM ISSO” As escutas telefónicas efectuadas pela polícia italiana para tentar perceber os contornos do “Caso Ruby” revelam que Karima El Mahroug quiz lucrar com o escândalo que envolve Berlusconi. A jovem bailarina marroquina, Karima El Mahroug, conhecida como Ruby, participava desde os 16 anos nas famosas festas sexuais de Berlusconi, conhecidas como “bunga bunga”, e segundo escutas telefónicas efectuadas pela polícia italiana, Berlusconi terá proposto “cobri-la de ouro” para comprar o seu silêncio, pedindo-lhe, inclusivamente, para se “fazer de louca” e “negar tudo”. Conforme adianta o jornal espanhol “ABC”, Ruby tinha as ideias muito claras quando, durante uma das conversas gravadas pelas autoridades, afirmava ao seu noivo, Luca Risso (com quem viria a casar) como tinha obtido toda a espécie de garantias do político italiano para permanecer calada. “Eu posso fazer tudo, como Jesús. Fica tranquila, manterei a minha promessa. Deves esperar apenas pelo primeiro de Novembro”, disse-lhe Berlusconi. A promessa em questão era cobri-la de ouro, um ponto fundamental para a jovem marroquina. “Fiz-lhe a pergunta mais importante”, contou ao seu noivo, “disse-lhe (Berlusconi) que quero sair disto com algo, que não me importo de passar por tudo o que quiser: passar por louca ou prostituta. O importante é que ganhe alguma coisa”, disse, ao que Silvio Berlusconi respondeu: “não terás de passar por louca ou prostituta... eu mantenho as minhas promessas”. O antigo primeiro-ministro italiano, Silvio Berlusconi está a ser julgado por um tribunal de Milão.

C

M

Y

CM

MY

CY

CMY

K

pág 20 sexta-feira, 04 de maio de 2012 jornal tribuna de macau

fecho desta edição jtm - 00:00horas


JTM 04-05-2012