Page 1

Diretor: Milton Dias | Periodicidade: Mensal janeiro 2019 | Ano 4 | nº 40 | Distribuição gratuita


Pub


Pub

RES O AÇ I N H O S DO DO V L A PIT HA E A C VIN DA


S UMÁR I O / S UM M A RY TRIÂNGULO MAGAZINE

6

Editorial

8

Gala do Troféu de Ralis do Canal Channel Rally Trophy Gala

10 Entre a paisagem e a baleia Between the landscape and the whale 12

Município de Calheta promove construção de zona balnear na Fajã dos Vimes New swimming area in Fajã dos Vimes

16

Na senda do progresso On the Path of Progress

18

Programa Açores Recebe Bem com formação em todas as ilhas “Azores Receives Well” program coming to all islands

19

Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico vence Prémio Nacional da Paisagem de 2018 Landscape of the Pico Island Vineyard Culture wins 2018 National Landscape Award

4


Pub

28

Câmara de São Roque continua a apoiar o Turismo São Roque do Pico continues to support tourism

32

Azores Airlines reforça ligações Lisboa/Horta e Lisboa/Pico no verão IATA 2019 Azores Airlines reinforces Lisbon / Horta and Lisbon / Pico connections for summer 2019

38

Novos cursos de Guias dos Parques Naturais New courses underway for Natural Parks Guides

43

Regiões Vitícolas da Europa reúnem no Pico Wine Regions of Europe to meet in Pico and Faial

48

Azores Wine Company inicia construção de adega no Pico Azores Wine Company begins construction of new Pico winery

52 Cartão de Cidadão/Citizen Card, Walter Machado 56

Curral de Atlantis, um reafirmar da filósofa e personalidade Curral de Atlantis, a reaffirmation of philosophy and personality

5


EDITORIAL Perspetivar 2019 2019 Perspectives

N

Ficha Técnica REVISTA MENSAL Triângulo Magazine DIRETOR Milton Dias (CP 2267) PROPRIEDADE Mílton César Melo Dias EDITOR Mílton César Melo Dias Sítio da Barca 9950 - 303 Madalena Ilha do Pico | Açores CONTACTO magazinetriangulo@gmail.com ESTATUTO EDITORIAL http://triangulomagazine.com/estatuto-editorial/ TRADUÇÃO E EDIÇÃO: Terry Costa, Nancy Matos REDACÃO E ADMINISTRAÇÃO Sítio da Barca 9950 - 303 Madalena Ilha do Pico | Açores IMPRESSÃO Nova Gráfica Rua da Encarnação, 21 Fajã de Baixo 9500-513 Ponta Delgada - Açores TIRAGEM 500 exemplares (Distribuição gratuita) Nº REGISTO ERC 126729 DEPÓSITO LEGAL Nº 401050/15 JANEIRO 2019

esta edição, a quadragésima da Triângulo Magazine, iniciamos uma ronda pelas seis autarquias das ilhas do Pico, Faial e São Jorge, no sentido de perspetivar o ano que agora começou, particularmente nas vertentes económica e turística. O crescimento notável registado nos tempos mais recentes, e com os Açores em alta, em termos de procura, antevê uma época alta que poderá ser um novo marco na importância que estas três ilhas tem em conjunto. O único senão, para já, reside nas acessibilidades que, muito raramente, ao longo dos últimos três anos, não foram abordadas neste espaço. É uma batalha difícil que está longe de ser ganha, porque os obstáculos surgem quando menos se espera. Pelo mar, continuamos limitados à oferta existente (diminuta, diga-se) atendendo ao aumento do turismo interno e à satisfação das reais necessidades destas três ilhas, com a atenuante da operação, desde o ano passado, estar amputada de um navio (o Mestre Simão encalhou em janeiro de 2018). Mesmo assim, seria satisfatório que todos os nossos males fossem os transportes marítimos. O pior são mesmo os transportes aéreos. A anunciada operação da Azores Airlines para a época alta não agrada a ninguém, autarquias e agentes do setor. Estica-se o verão IATA mas nos meses de maior procura, tudo continua na mesma, o que é mau sinal. A dependência do exterior é grande demais para que o Triângulo continue a ser o parente pobre no universo da Azores Airlines.

6

I

n this, the 40th edition of Triângulo Magazine, we begin with the prospects of the six municipalities of the islands of Pico, Faial and São Jorge, particularly in economic and tourism areas. The remarkable growth recorded in recent times, and with the Azores on the rise in terms of demand, foresees a high season that could be a new important milestone for these three islands. The only exception is access, which has been frequently addressed in this space over the last three years. It’s a difficult battle that is far from being won, because obstacles arise when least expected. By sea, we remain limited to an existing (small) supply to satisfy the real needs of these three islands, given the increase in domestic tourism, with the reduction in operation, since last year, to one ship (the ferry Mestre Simão ran aground in January 2018). Even so, it would be satisfactory if all our ills were only sea transport. But the worst are air transport. The recently announced schedule of Azores Airlines for the high season doesn’t please anyone, including local authorities or agents of the sector. Flight operation in the summer has been increased, but in the months of greater demand, everything remains the same, which is a bad sign. The dependence of the outside is too great for the Triangle to remain the poor relative in the Azores Airlines universe.


Pub


e d u é f o r T o d Gala l a n a C o d s i l a R Channel Rally aylaGala TronelpRhallyyTG roph Chan

8


9


Entre a paisagem e a baleia

Between the landscape and the whale

O

Município das Lajes do Pico tem um conjunto de potencialidades extraordinárias, humanas, naturais, patrimoniais, culturais, históricas e económicas que permitem acalentar boas perspetivas de desenvolvimento para o ano de 2019. Num território deveras difícil, que Deus desenhou em encostas, terras de lava e costas escarpadas, o seu carácter bravio e selvagem, a autenticidade da sua natureza e a resiliência e simpatia dos seus habitantes, conferem

T

he Municipality of Lajes do Pico has extraordinary human, natural, patrimonial, cultural, historic and economic potential that allow for the development of good prospects for 2019. In a very difficult location, which God has designed on hillsides, lava lands and steep coasts, its wild character, the authenticity of its nature and the resilience and sympathy of its inhabitants, confer to the Municipality and the Town of Lajes do Pico, a genuine attraction in the Azores, based on this powerful relationship between land and sea, between landscape

ao concelho e à Vila das Lajes do Pico uma atratividade genuína, muito singular nos Açores, assente nessa poderosa relação entre a terra e o mar, entre a paisagem e a baleia, entre os trilhos e as viagens de barco, com experiências e avistamentos que enchem o coração, como a mais bela perspetiva da Montanha de Portugal.

and whale, between walking trails and boat trips, with sightings that fill the heart, with the most beautiful perspective of the Mountain of Portugal.

10


A

s perspetivas económicas, as obras e as atividades para 2019, resultam do contributo dos munícipes, dos empresários, das instituições e da cooperação entre o Governo Regional dos Açores e a Câmara Municipal, muito em especial da audácia em tomar decisões no curto prazo, mas também a longo prazo (a 10 anos) que considere, não só a realidade financeira do Município, mas sempre a ideia de que “Aqui também é Açores”. Neste caminho difícil, de

contrariar o despovoamento e de promover a dinamização do emprego, o turismo continuará um ser um dos motores principais na acreditação de uma terra que prosseguirá a luta por promover a sua atratividade com paixão.

E

conomic prospects, construction investments and activities planned for 2019 are the result of the contribution of the residents, entrepreneurs, institutions and the cooperation between the Regional Government of the Azores and the Town Hall, especially the audacity to make decisions in the short term, but also in the long term (up to 10 years) that considers, not only the financial reality of the

Câmara Municipal das Lajes do Pico

11

Municipality, but always the idea that “Here is also Azores”. On this difficult path, to counteract depopulation and promote employment, tourism will continue to be one of the main engines in the accreditation of a land that will continue the struggle to promote its attractiveness with passion. Municipality of Lajes do Pico


Município de Calheta promove construção de zona balnear na Fajã dosVimes New swimming area in Fajã dos Vimes

A

Câmara Municipal de Calheta vai avançar, já no decorrer deste ano, com a obra de construção de uma estrutura de apoio à zona balnear da Fajã dos Vimes, a qual foi submetida a uma candidatura apresentada ao PRORURAL+, através da ADELIAÇOR, tendo sido já aprovada, num investimento que rondará os trezentos mil euros. Com esta iniciativa, o Município pretende dotar as Fajãs do Concelho de Calheta de estruturas que permitam a utilização segura e com níveis de conforto adequados

das suas zonas balneares, o que vai permitir uma maior visitação a estas, quer pelos locais quer por turistas, dando assim resposta a todos aqueles que têm vindo a investir e abrindo portas a novos investimentos, quer em alojamento local, restauração, artesanato ou mesmo às empresas de animação turística. Com este tipo de medidas, o Município de Calheta considera estarem a ser criadas condições para o fortalecimento da economia Jorgense e para a sustentabilidade do turismo como fator de desenvolvimento.

T

he Municipality of Calheta will begin construction this year of a swimming area in Fajã dos Vimes. The application for the new bathing zone was submitted to and approved by Adeliaçor (Association for the Local Development of the Azores Islands) at an investment of around 3,000 euros. The initiative will provide structures that allow for safe use and adequate comfort levels in the swimming areas of Calheta,

12

increasing visitation for both locals and tourists. The project is in response to those who have been investing and opening doors to new investments, whether in local accommodation, catering, handicrafts or tourism activities. Conditions are being created for the strengthening of São Jorge’s economy, and for the sustainability of tourism as a development factor, according to the Municipality.


Pub

Pub


Azores Airlines reforça ligações Lisboa/Horta e Lisboa/Pico no verão IATA 2019 Azores Airlines reinforces Lisbon / Horta and Lisbon / Pico connections for summer 2019

A

Azores Airlines vai reforçar o número de ligações aéreas diretas entre Lisboa e a ilha do Faial (Horta) no decurso do próximo verão IATA. Entre abril e outubro a Azores Airlines prevê realizar um total de 510 voos nesta rota, mais 40 voos do que os realizados no verão de 2018. Serão assim disponibilizados 81 690 lugares, ou seja, mais 5 573 lugares em relação ao verão passado, consubstanciando um aumento de 7% na capacidade oferecida.

Assim, a Azores Airlines oferecerá no próximo verão IATA, na rota Lisboa-Horta, nos meses de abril, maio e outubro, sete frequências semanais (uma por dia). Durante os meses de junho e setembro acrescerão duas frequências, no total de nove semanais (com reforço à terça-feira e sexta-feira) e, nos meses de julho e agosto, realizar-se-á mais uma frequência (com reforço à segunda-feira), totalizando dez ligações semanais.

A

zores Airlines will increase the number of direct air links between Lisbon and Faial Island (Horta) this summer. Between April and October, Azores Airlines plans to make a total of 510 flights on the route, 40 more compared with summer 2018. This will make 81, 690 seats available, or 5,573 seats more than last summer, an increase of 7% in capacity. The airline will continue to offer daily flights between

14

Lisbon and Horta in April, May and October, and during the months of June and September, two extra flights on Tuesdays and Fridays will be added, for a total of nine weekly frequencies. In July and August, a further flight will be added on Mondays, totaling ten weekly trips.


E

m relação ao Pico, entre abril e outubro a Azores Airlines prevê realizar um total de 216 voos na ligação Lisboa-Pico, mais 12 voos do que os realizados no verão de 2018. No mês de setembro será disponibilizada mais uma frequência semanal, passando-se de três para quatro. Em termos de capacidade serão disponibilizados 35 640 lugares, ou seja, mais 2 465 lugares em relação ao verão passado, consubstanciando um aumento de 7,4% na capacidade oferecida. Deste incremento na capacidade planeada decorre também a adoção de uma única classe de serviço (full eco-

nomy), que permite utilizar a capacidade máxima do Airbus A320, que é de 165 lugares. Deste modo, a Azores Airlines oferecerá no próximo verão IATA, na rota Lisboa-Pico, nos meses de abril, maio e outubro, três frequências semanais (2ª e 4ª feiras e sábados). Durante os meses de junho e setembro acrescerá uma frequência semanal, que realizar-se-á à 5ª feira.

P

ico will also benefit from additional routes, with three weekly flights scheduled for Mondays, Wednesdays and Saturdays between April and October. Azores Airlines has plans for a total of 216 flights on the Lisbon-Pico schedule, 12 more than in the summer of 2018. During June and September an additional flight will be added on Thursdays, increasing from three to four weekly trips, with 35,640 seats to be

15

made available - 2,465 more compared to last summer. The 7% increase in capacity will also lead to the adoption of a single class of service (full economy), allowing for maximum capacity use (165 seats) of the Airbus A320.


Na senda do progresso On the Path of Progress

R

egistando um forte crescimento nas mais diversas áreas, a Madalena é, sem sombra de dúvidas, um dos concelhos que mais se desenvolveu, em todo o arquipélago, na última década. Este evidente crescimento económico e progresso social irão manter-se em 2019, graças ao audacioso espírito empreendedor dos nossos empresários e aos muitos investimentos que o Município tem em carteira. Explorando o potencial turístico do Concelho, com

W

ith strong growth in the most diverse areas, Madalena is undoubtedly one of the most developed counties in the entire archipelago in the last decade. This evident economic growth and social progress will continue in 2019, thanks to the daring entrepreneurial spirit of our entrepreneurs and the many investments that the Municipality has in its portfolio. Exploring the tourist potential of the Municipality, with a strategic vision, the Town Chamber intends to start construction of a bicycle path between the parish of Bandeiras and Madale-

uma visão estratégica, a Câmara pretende, após ter procedido à requalificação da zona do Cachorro, dar agora início às obras de construção de uma ciclovia, entre as Bandeiras e a Madalena, promovendo a mobilidade sustentável e contribuindo para afirmar o Município como um centro urbano dinâmico e ecológico, com uma forte componente turística valorizadora da nossa identidade cultural presente na futura Casa das Memórias do Canal e na Casa do Bom Jesus, em São Mateus.

na, after having re-qualified the Cachorro area. This will promote sustainable mobility and affirm the Municipality as a dynamic and ecological urban center with a strong tourist component, valuing cultural identity present in the future Casa do Memórias do Canal, and in Casa do Bom Jesus in the parish of São Mateus.

16


E

xplorando a relação com o mar como fator-chave, irá nascer ainda o Passeio Marítimo da Madalena, que beneficiará toda a frente-mar da Vila, entre o Jardim da Areia Funda e o Porto da Areia Larga, transformando aque¬la que é atualmente uma zona marginal numa área de lazer bem integrada no aglomerado urbano. A par do fomento turístico, é, também, nossa ambição garantir o bem-estar pleno de todos os cidadãos, dando assim início às obras de Reabilitação, Ampliação e Modernização da Rede de Águas, que potenciarão a gestão sustentável deste recurso fundamental à vida, bem como a Requalificação do Leito da Ribeira de São Caetano, do Parque das Merendas da Criação Velha e da Eletrificação dos

E

xploring the relationship with the sea as a key factor, the Madalena Walking Path will benefit the entire maritime front of the center of town between the Areia Funda garden and the Port of Areia Larga, transforming what is now a marginal zone into a leisure area well integrated into the urban agglomerate. In addition to promoting tourism, it is also our ambition to guarantee the full well-being of all citizens, thus initiating the rehabilitation, expansion and modernization of the water network, which will promote sustainable management of this resource, fundamental to life, as well as the Requalification of the Ribeira de São Caetano, the Picnic Park of Criação Velha, and the long sought after Electrification of Fogos and Ana Clara area. From an economic point of

Fogos e Ana Clara, há muito ambicionada. Do ponto de vista económico, e com o intuito de fomentar o empreendedorismo e o emprego, pretendemos criar uma incubadora de empresas, requalificar a Zona Industrial e concluir as obras do Mercado Municipal, gerando riqueza e alavancando o desenvolvimento. Neste sentido, é de elementar justiça, aplaudir os nossos empresários que muito têm feito e continuarão a fazer para criar valor no nosso Município, que irá ver nascer nos próximos dois anos algumas unidades hoteleiras, desde hostels a resorts, fazendo da Madalena um concelho na senda do progresso. Câmara Municipal da Madalena

17

view, and in order to foster entrepreneurship and employment, we intend to create a business incubator, requalify the Industrial Zone, and complete construction of the Municipal Market, generating wealth and leveraging development. In this sense, it is a matter of elementary justice to applaud our businessmen who have done so much and will continue to do so in order to create value in our Municipality, which will witness the birth of some new hotel units, from hostels to resorts, in the next two years, making Madalena a municipality on the path of progress. Municipality of Madalena


Programa Açores Recebe Bem com formação em todas as ilhas “Azores Receives Well” program coming to all islands

O

programa Açores Recebe Bem chegará a todos os concelhos do arquipélago em 2019, numa formação de capacitação no atendimento para profissionais do setor do turismo. Trata-se de uma mais-valia para ajudar a consolidar uma cultura de serviço e de bem receber na Região. No âmbito do programa, que se desenvolverá numa estreita parceria com o Instituto de Planeamento e Desenvolvimento do Turismo, serão desenvolvidos workshops dirigidos a vários setores, nomeadamen-

te atividades turísticas, restauração, hotelaria ou guias turísticos, pretendendo-se envolver cerca de 600 participantes, num conjunto de 25 workshops a distribuir por todos os concelhos do arquipélago dos Açores. Paralelamente, será elaborado o manual Açores Recebe Bem, que será divulgado junto do trade açoriano, enquanto instrumento de elevada importância para fazer face às novas exigências e contribuir para reforçar a notoriedade do arquipélago.

T

he Azores Receives Well training program is heading to all towns and cities of the archipelago this year. The program offers assistance to professionals in the tourism sector, and will bring added value to the region’s service culture. Workshops will be developed for tourist activities, catering, hotels and tour guides as part of the program, which will be developed in close partnership with the Tourism

18

Planning and Development Institute. The aim is to involve around 600 participants in 25 workshops across the Azores. An Azores Receives Well manual will also be launched and distributed to Azorean trade entities, to assist with growing demand in the tourism sector, and help to reinforce the archipelago’s reputation.


Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico vence Prémio Nacional da Paisagem de 2018 Landscape of the Pico Island Vineyard Culture wins 2018 National Landscape Award

A

Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico venceu o Prémio Nacional da Paisagem de 2018, uma iniciativa do Ministério do Ambiente que visa a divulgação de boas práticas territoriais que promovam a qualidade da paisagem e que aumentem a consciência cívica sobre o seu valor cultural. Este prémio rege-se por critérios que atendem a fatores como o desenvolvimento sustentável e a coesão territorial, a valorização do território através da paisagem e da sua gestão e a forma como as ações são geradoras de identidade e de qualidade de vida. A Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico será também a representante de Portugal na 6.ª edição (2018/2019) do Prémio da

T

he Landscape of the Pico Island Vineyard Culture received the 2018 National Landscape Award, an initiative of the Ministry of the Environment aimed at disseminating good territorial practices that promote the quality of landscapes, and increase cultural awareness. The award is governed by criteria based on factors such as sustainable development and territorial cohesion, valorization of the territory through landscape management, and how these actions generate identity and quality of life. The Landscape of Pico Island Vineyard Culture will represent Portugal at the 6th edition (2018/2019) of the Council of Europe Landscape Prize, which aims to distinguish the implementa-

Paisagem do Conselho da Europa, que visa distinguir a implementação de uma política ou de medidas de proteção, gestão e/ou ordenamento da paisagem que constituam uma boa prática de sensibilização e participação pública. A candidatura da Paisagem da Cultura da Vinha da Ilha do Pico foi promovida pelo Governo dos Açores, através da Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo, e sagrou-se vencedora entre 27 projetos de todo o país, fruto do consenso do júri pela sua qualidade e exemplo de uma correta implementação da Convenção Europeia da Paisagem, da Política Nacional de Arquitetura e da Paisagem e da Política de Ordenamento do Território.

19

tion of a policy of measures including protection, management and/or landscape planning that are good practice of public awareness and participation. The candidature of the Landscape of Pico Island Vineyard Culture was promoted by the Government of the Azores, through the Regional Secretariat for Energy, Environment and Tourism. It was declared the winner over 27 projects from around the country for being an example of correct implementation of the European Landscape Convention, the National Architecture and Landscape Policy and the Spatial Planning Policy.


Pub

20


Pub

21


Ana Luís assume cargo deVice-Presidente da CALRE Ana Luís assumes position of CALRE Vice President

A

na Luís, presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores e Presidente da Conferência das Assembleias Legislativas Regionais da União Europeia (CALRE) em 2018, assume este ano o cargo de Vice-Presidente da Conferência. Enquanto Presidente da CALRE, Ana Luís teve como principais prioridades o estreitamento das relações da CALRE com o Comité das Regiões Europeu e o Congresso dos Poderes Locais e Regionais do Conselho da Europa, bem como a participação em diversos eventos e iniciativas europeias, permitin-

do, assim, a afirmação da Conferência no panorama das instituições europeias, apresentando contributos e defendendo os interesses das suas Regiões. A Conferência das Assembleias Legislativas Regionais da União Europeia, que agrega 75 Assembleias e Parlamentos regionais da Europa, será presidida em 2019 por Donatella Porzi, Presidente do Concelho Regional de Umbria, Itália, eleita por unanimidade na Assembleia Plenária da CALRE, que se realizou no passado dia 21 de novembro, na cidade da Horta.

A

na Luís, President of the Legislative Assembly of the Autonomous Region of the Azores, and President of the Conference of Regional Legislative Assemblies of the European Union (CALRE) in 2018, will take over this year as Vice President of CALRE. As CALRE President, Ana Luís led the main priorities of strengthening relations between CALRE and the Committee of European Regions and the Congress of Local and Regional Authorities of the Council of Europe, as well

22

as participating in various European events and initiatives, affirming CALRE in the panorama of European institutions, and defending the interests of its Regions. CALRE, which brings together 75 regional assemblies and European parliaments, will be chaired in 2019 by Donatella Porzi, President of the Regional Council of Umbria, Italy. Porzi was elected unanimously at the CALRE Plenary Assembly held 21 November 2018 in Horta, Faial.


Disponibilizados apoios para promoção da região e combate à sazonalidade Financial support to offset low seasons announced

A

Secretaria Regional da Energia, Ambiente e Turismo disponibilizou apoios financeiros a iniciativas, ações e eventos de animação turística para promoção do destino Açores, com potencial para combate à sazonalidade do setor. Os apoios financeiros estão fixados a um limite orçamental em 1,2 milhões de euros para este ano. Este instrumento é direcionado a agentes do setor, permitindo apoiar iniciativas em todas as ilhas, constituindo-se como ferramenta fundamental para o combate à sazonalidade através do apoio à captação de eventos que contribuam

para a vinda de turistas nas épocas baixa e média. Trata-se, não só, de um investimento de promoção, mas também de captação de fluxos turísticos, permitindo ainda a consolidação da notoriedade e, desta forma, do desenvolvimento sustentado do setor. Possibilita-se, assim, estimular dinâmicas locais com interesse turístico e, simultaneamente, incentivar e potenciar a promoção turística da Região, através de iniciativas que demonstrem relevante interesse público regional e que contribuam para o aumento da notoriedade nacional e internacional do destino.

T

he Regional Secretariat for Energy, Environment and Tourism has made financial support available to tourism initiatives and events in the Azores, in a bid to combat low seasonality. The budget is set at a ceiling of 1.2 million euros for this year. Support will be directed to tourism agents, and will be a fundamental tool to combat weak seasonality by benefitting various events that contribute to the arrival of tourists in the low and middle seasons. The Secretariat aims to pro-

23

mote the region with the investment, while stimulating tourist interest through initiatives that demonstrate and contribute to increasing the national and international reputation of the Azores.


Pub

24


Pub

25


o c i P a h n a t V Mon Festival ra de Inês ica em madei m râ ce , o) ic P pinturas a São Roque do , Madalena), al se iv ou st ah Fe o Te ic P co nha tlânti iros, Lajes seu dos Balee ição do Monta - Ribeiro (A u tu ed (M en ta g in n av e Jo qu e a te d oi or tografia m ar óleo de Conn coletiva de fo ilha do Pico co ão a 30 iç e u d os ri p s lo ai ex co M a e . a d qu a, ficam neiro do Pico) e ain os da Madalen do o mês de ja o ir to d be , te ra n om ei ra B u ad d os M , n ra ia tos espes, da na FotoGaler has dos Açore Entre os even m il a. ra as er ra ri av bo vá m la e ri d co p à ses Tomás e artistas patentes até ês e de 12 paí a com Manuel egu m d tu te e d or o p i as fo te am ra en progr a Oliveira contin ciais, a literatu ão de Filomen blicos e ainda ú aç p p s ci ti to ar en p ev m ordeão, o e. em 20 Miguel Real co u, além do ac mo o PedrArt as ço co as ra d to ab to , en ca os im si ir ú lv de GonBalee de m senvo gaita de foles a e a noite no Museu dos a d a e io em ra ór n in it C d Se u e ís d A u s Noite pecial no xofone de L uma sessão es tanhas re- sa on m a da Mirateas terças, e ainda ci n iê as aud - çalo Cruz. é um projeto m fa al ra o iv it va u st le m Fe a, o as en ri ic ha P mática da Madal e histó s O Montan artísticos na te esconhecidos go s d s in to je io om ro ár d p n s ce ça , ao e abra motas rsa sobre os e Chá a. cArts qu ntiva à conve h osas Tardes d il ce m a in fa d s a, es A os h s. ad n d re cali ireção Remilia cultura monta por várias lo o apoio da D ao m m a ra te d e sa bi as is Su p ta e o d en este an aventura assuntos ambi nais eventos . o acordeão m co u to Os já tradicio n do Ambiente co , este ano, ões, gional ca lc si u ú V M os m d a co Pico aminhad pinteiro e a C do Pico, de Nuno Car rque Natural Pa o d or et ir d Noturna liderada pelo ão Fotográfica iç ed xp E a e , ão. ExpoPaulino Costa para a associaç as ci n iê d au as pinatraíram novas os da ilha com lh ce n co ês tr nos as Tisanas, sições a solo Melo (Casa d a ic ón er V e d turas acrílicas d by Inês pottery on woo , o) ic P do ue oq intings by Tisanas, São R adalena), oil pa M ed , ur se lo ou co ah al Te iv tico ico) and the ico Fest Ribeiro (Atlân m, Lajes do P e e Montanha P th th eu us of ut n M ho io o ug it ic ro ed (P ure th Jong eria at MaThe fifth art and advent on at Foto_Gal - Connor de h ti it va bi w hi o om ex ic fr P y s of ph st ti ra the island e than 30 ar collective photog l spring. ary 2019. Mor gal’s mainhich runs unti w tu l, or al P , ith writers H ra re month of Janu ei Fi ad dalena zores, M special event w ic A a bl e of th pu e of em 20 s th in nd e th ial guest Fiborated rious isla Literature was Real, and spec countries colla l r ue he ig e. ot rt M d 12 rA d an ed ás atured Luís like P land an , Manuel Tom . And, the night of music, fe new programs m d eu pe lo us ve M de ’ d rs hale Cruz and eira events an esday at the W ipes of Gonçalo - lomena Oliv Tu gp ou y ba br , er e m th ev iu e, ts or on it gh ph Film ni alena Aud Senra on saxo n. ssion at the Mad iliar settings, m eiro on accordio fa Arts with nt un pi , with a special se ar ns C ai o nt un ou N m e oject of Miratec ot on pr m a no re , er to al ft s iv A s ce st ay en Fe e EnvironPico s Sund ght audi - Montanha irectorate for th ies. The famou is D or e l st th na ar io on ili eg s m R fa on e ti mountain t of th s loca and very in the theme of o the suppor ty through variou ic vi P ed ti ss ac ng pa bi ic st ar lim ti ye C ar vironmenaces ts like Tea this e ment, embr nversation on en adventure even l th co g na n, io in io it rd ag ad co ur tr ac co d en land, an pinteiro on culture, while ured Nuno Car ark Director P al ur at . N with Music feat es s o´ su ic l is k was led by P c Expedi- ta Volcanoes Wal al Photographi rn tu oc N e th and Paulino Costa, w audiences. of the isne ed ct ra tion att e three counties th in e ac pl ok s to (Casa das Solo exhibition Verónica Melo by s ng ti in pa lic land, with acry

F

26


27


Câmara de São Roque continua a apoiar o Turismo São Roque do Pico continues to support tourism

Continuaremos a prestar apoio a todos os nossos empresários deste setor em tudo o que nos seja possível”, garante Mark Silveira, Presidente da Câmara Municipal de São Roque do Pico. A grande novidade de 2019 é a contratação de formadores para workshops de cozinha, atendimento, vinhos e bar para os profissionais do nosso concelho pode-

S

ão Roque do Pico Mayor Mark Silveira announced the municipality will continue to provide support to all businesses in the tourism sector this year. “The great news of 2019 is the hiring of trainers for kitchen, service, wine and bar workshops for professionals in our county, to improve what they can offer in the area of catering,” said the Mayor. The news, according to the Mayor, is affiliated with “high quality accommodation, breath-

rem melhorar a sua oferta na área da restauração. Esta formação alia-se, segundo o Presidente, “a um alojamento de grande qualidade, paisagens de cortar a respiração e uma cultura única”. Em 2019, a Câmara de São Roque dá continuidade à aposta na marca Capital do Turismo Rural.

taking landscapes and a unique culture”. In 2019, the Town Hall of São Roque will continue to bet on the Capital of Rural Tourism brand, with improvements planned for the Tourist Office of São Roque do Pico, which no longer belongs to the Regional Association of Tourism after being passed on to the municipality.

28


A

autarquia apostará no melhoramento do Posto de Turismo de São Roque do Pico, que deixou de pertencer à Associação Regional de Turismo e passou para a autarquia. O Posto será palco de alguns eventos e provas de produtos regionais que têm como público alvo os nossos visitantes. Para além disso terá também em breve à venda novo merchandising para promover a marca Capital do Turismo Rural. Pretende-se igualmente

a abertura de pelo menos um novo trilho pedestre. Ao nível de eventos de promoção da Capital do Turismo Rural, a Câmara de São Roque do Pico voltará a estar presente na Bolsa e Turismo de Lisboa e na Feira Ibérica de Turismo.

T

he Tourist Office will be the stage of events and tastings of regional products for visitors, while new merchandising will soon be available for purchase to promote the Capital of Rural Tourism brand, and at least one new pedestrian track is being planned in the county. Municipality repre-

Câmara Municipal de São Roque

29

sentatives will also attend the Lisbon Travel Market and the Iberian Tourism Fair again this year, to help promote the Capital of Rural Tourism brand. Municipality of São Roque


o d 9 1 0 2 e d o ã iç Ed , no is e R s o a r a t n a C l de a ip ic n u M io r ó Audit Velas

at 9 1 0 2 s g in K e Sing to th Velas Auditorium

iditório Munic neiro, no Au Ja e e d d 6 os p ia ru d de G ecorreu, um Encontro s os ai m im lt as ú el os V pal de ao longo d eis to, realizado Grupos de R Reis. Este even dos diversos ça n ão, se aç re ic p ed a d m abalho e tr o it u anos conta co m e d que, através do Concelho o Muesta tradição. ganizado pel or s” ei mantêm viva R os r a de “Canta ntou com um A Edição 2019 ral de Velas co u o lt u ar C lg o u çã iv d ia oc para nicípio e Ass e contribuiu , o es lh or d ce ta on ec C p es Nosso sala cheia de stituições do In te s es sa d er ão iv iç d ed as oca festiva. A trabalho que longo desta ép Reis: Grupo ao e d em os lv p vo ru G te desen se e d scuteim a presença de Reis dos E o p ru ano contou co G ; as el to equese de V o Agrupamen de Reis da Cat nto Amaro e d Sa as e d d il 7 n 84 ve to Ju en oral ros Agrupam s do Grupo C ei R ei e B d a o d p ru co G fi ; Etnográ o p ru 771 das Velas G o d e s 5d po de Rei upamento 97 Manadas; Gru teiros do Agr u sc as e E ad os d an s M ei R ovo das P o d ra; Grupo de a as C a o de Reis d Rosais; Grup nde. s do Norte Gra Grupo de Rei

D

gs’ Day on as rang in Kin el V of m iu or Audit gs meeting. he Municipal al Group of Kin nu an by various e th at 6 January ars, is attended ye w fe st la e th over e tradition The event, held dication, keep th de d an k or w e work that rough hard lps publicize th he groups who, th so al n io at stive season. ical celebr roughout the fe th p alive. The mus lo ve de ns ings), orgainstitutio (Sing to the K s” ei various county R os r ta Velas, was n of “Can l Association of ra tu The 2019 editio ul C d an y taking part: unicipalit roup of Kings G n nized by the M ve se h it w Velas Scout audience, Group 847 and t met by a full ou Sc o ar m A roup of Bei, Santo thnographic G E , Velas Catechism ir ho C th ou se, and Norte anadas Y as People’s Hou Group 771, M ad an M 5, 97 t Group ra, Rosais Scou . Grande Group

T

30


31


PedrArte , Juliana , Carlos Sousa es op L n so el N Beatriz M Inês Ribeiro, rry Ferreira, aie h gr T ro s, p to o n ov Sa n e n, Elina resentou um Ferreira, Jorg ni Angerman an H o, iz gu el MiratecArts ap nha Pico Festival, onde M hannes C Barrio, Javier onta ina Swistel, Jo sN , in s od to le je ac ro M ma para o M p de cy Yule e Molly m propostas o Lundahl, McNulty, Nan d ey a h an il el a d D artistas fizera e ra yn s 60, sena ped Gerard, Roch resença do paí os ou usando p ão ad a aç h u ci al co so ab ar as tr , à m de 1 750 aram g que pirados ina, dos mais - Qin Zhan ropostas cheg h p ja C a 50 em d e u a d ce st s ti te ai ar ao Pico eira e acon Pico. M te anos vieram e do a prim do festival, qu se e ão -s os iç d m ed sa ra ta as ta n p in se os e na qu aíses apre artistas que n Arts. tistas de 12 p . Desde inscom a Miratec ta grama ar os p C ci ia neiro 2019, ar ti er ar p al a G s ar rt p uar com o pro A n ec ti m n at so ir co e M e d d a n n to , te je te re ro ar p ão 2020 com à sua é um p l- A associaç do Montanha escultura e at , vo rt ão en -a iç es d d n ed e la a d o, a talaçã eram livres PedrArte par o 2019. o, os artistas requisito o s até setembr o te ic ei n ú ac s o e de ilustraçã ta m os co p alho, tendo sáltica. pro ver o seu trab ra vulcânica ba ed p à ão ex n co Amaral, de haver uma am-se Helena ír u cl in s te an cip ica Melo, Entre os parti Sousa, Verón ia re d n A , rt la Ferreira, Amílcar Gou Santos, Thierry e rg Jo , ra ei rr Fe ermann, Sousa, Juliana izo, Hanni Ang egu P el m M ra er og vi pr Ja o, Johannes ented the new Beatriz M Barri , Nina Swistel, iod st le Fe ac o M ic iratecArts pres P ly a ol cy Yule ahl, M year’s Montanh cNulty and Nan , Elina Lund M ed ir ey sp an in el drArte at this D ts ec ne Zhang, sts create proj C Gerard, Rochy along with Qin , ts an ip . ic val, where arti rt nd la pa e 1,750 Pico Is were among th the more than e lava rocks of s om th st fr ti g na ar in hi us 20 C d h it an om fr n years, ived, w crafted the first artist in the last seve s osals were rece s rt rt op A A pr ec ec at at 50 ir ir an M M th ganizavisited More eir art at esented. The or t who have pr ar re s presenting th ie be tr om to Fr un y co n. tr io 12 m at the th coun h edit from edrArte progra e festival’s fift - and the 60 P th us e ill th at d ue ta an in os d C nt un co accepted s to to a so Galeria proposals being r tion intend -art, sculpture ei h it nd th w la p n, to lo io ve on it de ti ed la instal e free to Montanha 2020 the artists wer ection to volr 2019. nn co a tration project, g in be until Septembe irement qu re ly on e th work, reia Soucanic basalt. ar Goulart, And ílc m A , al ar m A s, Carlos Artists Helena ro, Nelson Lope ei ib R ês In o, el sa, Verónica M

A

M

32


33


Projeto Janela Única logística Logistic Single Window Project

A

Portos dos Açores, administração portuária do arquipélago, promoveu recentemente uma série de sessões de apresentação do projeto da Janela Única Logística (JUL), na qual participaram as diferentes entidades que irão trabalhar com esta nova realidade, que pretende simplificar, atualizar e modernizar os procedimentos nos portos portugueses. A Janela Única Logística visa assegurar a fluidez de informação referente ao transporte de mercadorias de e para os portos nacionais, obrigando à evolução dos atuais sistemas de ges-

tão portuária, o que implicará a adoção, por parte de todos os portos, de uma mesma plataforma no que diz respeito à interação com cada um dos atores das diferentes comunidades portuárias nacionais. O processo de preparação para adoção desta nova plataforma é fundamental para a empresa pública Portos dos Açores com vista à otimização gradual de todos os envolvidos no setor portuário, não só para efetiva simplificação de procedimentos, mas também com o objetivo de reduzir custos e produzir mais-valias para todos os parceiros da cadeia.

P

orts of the Azores, the port administration of the archipelago, recently held a series of sessions to present the “Logistic Single Window Project”. Various entities will work within the project that will simplify, update and modernize procedures in Portuguese ports. The goal of the project is to ensure the flow of information in terms of transportation of goods to and from national ports, as well as accommodating the evolution of current port management systems

34

that are set to adopt a single platform in all ports. The preparation process for the new platform is crucial for Ports of Azores, a public company, not only for the effective simplification of procedures, but also to reduce costs and increase profits for all partners.


Fase de ilha do corta-mato escolar Cross country school race

D

ecorreu no passado dia 16 de janeiro, em São Jorge, a fase de ilha da prova de desporto escolar “corta-mato”. Os alunos da Escola Básica e Secundária da Calheta (EBSC), da Escola Básica e Integrada da Vila do Topo (EBI) e da Escola Básica e Secundária de Velas (EBSV) correram consoante os seus escalões no Parque Florestal da Silveira, na Ribeira Seca. Os jovens Nádia Amaral (EBSC), João Antero Bet-

T

he São Jorge island phase of the cross country school race took place on January 16, with various schools participating. Students from the Basic and Secondary School of Calheta (EBSC), Basic and Integrated School of Vila do Topo (EBI), and Basic and Secondary School of Velas (EBSV) ran in various rankings at the Forest Park of Silveira, Ribeira Seca. Nádia Amaral

tencourt (EBSC) e Jorge Azevedo (EBI), na categoria dos iniciados, Diana Silveira (EBSC) e Carlos Azevedo (EBSC), na categoria dos juvenis, irão representar a ilha de São Jorge na fase regional da prova que acontecerá no próximo dia 9 de fevereiro na ilha do Faial. Esta é uma iniciativa que visa promover a atividade física desportiva no meio escolar ao mesmo tempo que promove a competição saudável entre os alunos.

(EBSC), João Antero Bettencourt (EBSC) and Jorge Azevedo (EBI) in the senior category, and Diana Silveira (EBSC) and Carlos Azevedo (EBSC) in the youth category, will represent São Jorge in the regional stage of the event on February 9 in Faial. The race is an initiative to provide physical activity in the school environment while promoting healthy competition among students.

35


Pub

36


Pub

37


Novos cursos de Guias dos Parques Naturais

New courses underway for Natural Parks Guides

E

stá em curso a realização de cinco novos cursos de Guias de Parques Naturais dos Açores nas ilhas Terceira, Pico, Faial e São Miguel. A realização destes cursos tem o objetivo de valorizar o conhecimento das áreas protegidas e os serviços prestados pelos operadores de animação ambiental e turística e pelos profissionais que conduzem grupos de visitantes a essas zonas. Os cursos certificam profissionais para acompanhar e guiar grupos de pessoas às áreas protegidas e para a interpretação ambiental e cultural do meio envolvente, dando seguimento aos esforços que têm sido desenvolvidos com vista à

melhoria da qualidade de serviços dos Parques Naturais dos Açores. O Curso de Guias de Parques Naturais dos Açores, que abrange vertentes como comunicação, técnicas de socorrismo e resgate, conhecimentos sobre património natural e histórico-cultural, noções de turismo e orientação no terreno, pretende também melhorar a qualificação dos recursos humanos das empresas deste setor, em prol do desenvolvimento de um turismo de natureza sustentável. Nas ilhas do Pico e Faial serão ainda realizados cursos específicos de Guias da Montanha do Pico e da Caldeira do Faial, respetivamente.

F

ive new Natural Parks Guides courses in the Azores have been launched in Terceira, Pico, Faial and São Miguel islands. The courses are being offered to operators of environmental and tourism activities, and professionals who lead groups of visitors to protected areas. The courses certify professionals to accompany and guide groups of people to protected areas, and enhance their knowledge of cultural interpretation of the surrounding environment, following up on recent efforts developed to improve the quality of services of Azores Natural Parks.

38

The Natural Parks Guides in the Azores course covers communication, rescue techniques, natural and historical-cultural heritage, tourism aspects and guidance on the ground. It also aims to improve the qualification of companies developing sustainable nature tourism. Specific courses for guides of Pico Mountain and the Caldeira in Faial are also being offered in Pico and Faial.


Pub


e m l fi o 1 5 23 e h t ” 1 5 3 2 “ y r a t n e m u c o d

de Pedro entário 2351, m u oc d e lm fi o Festival. antestreia do Montanha Pic o n u ce te on da perCanavilhas, ac or/produtor e ad iz al re o d ça tanha do Com a presen moso da mon fa s ai m ia gu repleto de cipal, o da Madalena io sonagem prin ór it d u A o , visitantes. oulart de picarotos e e Pico, Renato G -s eu ch en ma do Hocuriosos a relação ínti amigos, fãs e e br so o ri tá ântico. No umen do oceano Atl 2351 é um doc o ei m o n a h se Renato ontan tual encontramem com a m ce er p to en ais alta de docum a montanha m centro deste u bi su já e em qu e chegar, em Goulart, o hom 2000 vezes e que pretend m período s de ós subida, nu Portugal mai ap a d bi Su . as rói um resubid , o filme const breve, às 2351 es es m os ri o de vá ha - dois disomem e da Il descontinuad H o d o ic ít nvergem. e erem s e picarotas co ai trato intimista so es p s va ti narra d vai editar cursos onde as ntação, B´lizar se re ap ra ei e a Mirateprim ternacionais Depois desta in as ci n iê d ara que chepara au ão do filme p uma versão oç m ro p a ar ivais intere apoi também a fest cArts pretend as m as h il as outr gue não só às s. nacionai

A

ed as was preview Pedro Canavilh by e th 1” h 35 it w “2 , al ry ico Festiv P a he documenta nh ta on M in dience at enato Goulart for a special au leading man R e o th ic d (P an os r ot ce ar d with Pic lle director/produ fi as w m iu ers for the world adalena Auditor attendance. M d curious filmgo an ns fa s, nd ie ith fr locals) along w nt. ip with the mou en ev premiere mate relationsh ti er in nt ’s ce e an th m t e A t on ount Pico. M , an ce “2351” is abou O c ti d the dle of the Atlan who has climbe , rt la ou G tain in the mid o at d intends al piece is Ren 2,000 times an an th e of this perceptu or m l . Climb ain in Portuga s actual height n’ ai nt ou highest mount m e th ucts an climbs soon the film constr s, th on m to reach 2,351 l ra ve portraits a period over se d Island - two an an M after climb, in of it emitical portra erge. intimate and er community conv d an es uce a fiiv at rr na ’lizard will prod B ny where personal pa m co Miraentation, film ith support from w s, ce After this pres en di au ross the international g it not just ac in br to nal version for n io ot e film’s prom tecArts with th als as well. rnational festiv te in to t bu s, Azore

T

40


41


Pub

42


Regiões Vitícolas da Europa reúnem no Pico Wine Regions of Europe to meet in Pico and Faial

A

s ilhas do Pico e do Faial recebem no próximo mês de maio a reunião da Assembleia das Regiões Vitícolas da Europa (AREV) que envolverá mais de uma centena participantes de vários países. A AREV é uma associação representativa do setor vitivinícola, que conta com 75 regiões associadas, sendo os Açores sócios efetivos há 20 anos. O encontro será uma oportunidade para promover o vinho açoriano e ao mesmo tempo reconhecer o trabalho que tem sido feito no

T

he islands of Pico and Faial will host a meeting of the Assembly of European Wine Regions (AREV) in May, with more than 100 participants from various countries expected. AREV is a representative association of the wine sector with 75 associated regions. The Azores have been members for 20 years. The meeting will be an opportunity to promote Azorean wine while recognizing the work that has been undertaken in the development of winemaking, especially in Pico, where nearly 800 hectares of abandoned vineyards

desenvolvimento da vitivinicultura, sobretudo no Pico, onde nos últimos cinco anos foram reabilitados e preservados quase 800 hectares de vinhas abandonadas registando-se um aumento de 200 para cerca de 1 000 hectares de vinhas certificadas em produção. No âmbito deste processo os produtores beneficiaram ao abrigo do programa VITIS de 21 milhões de euros. O encontro permitirá assim dar visibilidade a todo o trabalho que tem sido feito na Região ao nível da recuperação de vinhas abandonadas.

43

have been rehabilitated and preserved in the last five years, an increase of 200 hectares for about 1,000 hectares of certified vineyards in production. Wine producers have benefited from 21 million euros in financial support under the VITIS program, which supports restructuring and conversion of vineyards. The meeting will also give visibility to all the work that has been done in the Region in the recovery of abandoned vineyards.


Pub

44


Comemoração do Dia de Reis no Concelho da Calheta Kings’ Day commemorated in Calheta

O

Dia de Reis, comemorado no dia 6 de janeiro, é uma tradição associada à visita dos três Reis Magos – Belchior, Baltazar e Gaspar – ao Menino Jesus. Neste sentido, são vários os grupos que cantam e tocam às portas das casas da população desejando boas festas e umas boas entradas. O Concelho da Calheta testemunhou vários grupos

A

fter the success of the first “Cut and Sew” atelier, the Municipality of Calheta organized the workshop once again with the collaboration of edrainer Maria Cósmina Ávila. The purpose of the workshop is to present finished pieces for a final presentation,

como o Jardim de Infância “O Golfinho”, o Centro de Atividades Ocupacionais da Calheta, a Filarmónica Recreio Topense, a Filarmónica Clube União, a Sociedade Estímulo e o Grupo de Jovens Acreditar é Viver. O Município louva estas atividades uma vez que se assumem como uma forma de manter as tradições vivas, transmitindo-as às gerações vindouras.

showcasing different techniques learned. The Municipality, which considers itself a Council of traditions, plans to continue to invest not only in the popular atelier, but in other workshops in order to revive traditions and keep them alive for generations to come.

45


Pub


Pub


Azores Wine Company inicia construção de adega no Pico

Azores Wine Company begins construction of new Pico winery

N

a ilha do Pico vai nascer o primeiro empreendimento de raiz ligado ao enoturismo. O projeto é da Azores Wine company (AWC), contempla uma adega e alojamento turístico num investimento que ronda os três milhões de euros. A nova adega da Azores Wine Company situa-se no coração da paisagem da vinha do Pico, classificada como património mundial pela UNESCO. O projeto prevê a construção de um edifício moderno, inspirado nos antigos con-

A

new wine tourism venture is planting roots on Pico Island. The project, from Azores Wine Company (AWC), includes a winery and tourist accommodation at an investment of close to 3 million euros. The new winery will be situated in the heart of the Pico vineyard landscape, classified as a UNESCO World Heritage Site. The project includes a modern building inspired by the old monasteries on the island, in the shape of the old cisterns of the vineyards. It will total an area of around

ventos existentes na ilha, com claustro e em forma das velhas cisternas das vinhas. Terá uma área de construção de dois mil metros quadrados, dos quais mil serão de zona industrial, com zona de vinificação, armazenamento, rotulagem e engarrafamento, salas de provas e de venda de vinhos e ainda alojamento turístico, com cinco apartamentos nas tipologias T0 e T2.

48

2,000 sqm, of which 1,000 sqm will be devoted to an industrial zone for vinification, wine storage, bottling, labeling, testing and sales, with a capacity to produce 250,000 bottles of wine per year. Accomodation for tourists, with five studio and two-bedroom apartments, will also be built.


A

nova Adega da Azores Wine Company representa, segundo a empresa, um conceito único na região, apenas existente na ilha do Pico. “Esta adega é um marco para começar de forma séria a aposta do Pico e da Região no enoturismo. A partir daqui será possível visitar uma adega, ao nível da qualidade de uma paisagem que é Património Mundial, mas também e sobretudo ao nível do que o nosso exigente consumidor espera”, frisou Filipe Rocha, sócio da AWC. A empresa, com sede da ilha do Pico, tem em curso um processo de recuperação de vinhas que atinge 125 hectares, sendo que a

nova adega tem uma capacidade para produzir 250 mil garrafas de vinho por ano. Fundada em abril de 2014, a Azores Wine Company está a desenvolver um projeto consistente de produção vinhos regionais de qualidade, destinados em grande parte à exportação, quer para o continente português, quer para o estrangeiro, mas também com natural atenção ao mercado local, posicionando os Açores como região vitivinícola de excelência e com forte identidade própria.

49

T

he new wine cellar represents a unique concept in the region, one only existing on the island of Pico, according to the company. “This winery is a landmark to seriously start betting on Pico and the Region in wine tourism. Here you will be able to visit a winery at the level of quality that is a World Heritage landscape, but also and above all at the level that our demanding consumer expects,” said Filipe Rocha, a partner of AWC. The company, founded in

Pico in April 2014, is undergoing a process of vineyard recovery consisting of 125 hectares to continue to produce quality regional wines. The wines are destined largely for the Portuguese mainland, but also abroad, with general attention given to the local market, positioning the Azores as a wine region of excellence with a strong identity of its own.


O caminho das pedras The path of stones

A

ilha do Pico deixou, há muito, de ser a ilha do futuro para ser, cada vez mais, o futuro do Triângulo. Pela sua área, pela sua centralidade, pela imponente natureza corporizada pela montanha de todos nós e pela crescente pujança empresarial – um caso de estudo a nível regional. Com 2 649 camas e com a previsão de aumento de mais 800 nos próximos 2/3 anos, com aumento de área de vinha que passou de 100 para 800 hectares, com um sector de produção de carne que se afirma no mercado nacional e com um sector de pescas muito relevante. Pena é que esta realidade continue a ser “ignorada “ e, tantas vezes, preterida em investimentos públicos. E que questões essenciais para o seu desenvolvimento como as acessibilidades

T

e a saúde continuem à espera de melhores dias perante outros investimentos que apenas fazem sentido por razões alheias aos princípios da boa gestão e da equidade. Embora a política, no seu sentido mais nobre, seja de central importância para o desenvolvimento não pode ser cega aos números e às evidências estatísticas e continuar a ser comandada por paradigmas há muito ultrapassados. Pede-se coragem e um olhar digno do SEC. XXI que passa, inexoravelmente, pela procura incessante da verdade numa perspetiva científica. O Pico, apesar de tudo, parece ter ainda, pela frente, um longo e doloroso caminho das pedras.

he island of Pico has long since ceased to be the island of the future to increasingly be the future of the Triangle. Its area, centrality, imposing nature embodied by the mountain, and increasing entrepreneurial power is a case study at a regional level. With 2,649 beds and 800 more expected in the next 2-3 years, an increase in vineyards from 100 to 800 hectares, a meat production sector that is affirmed in the national market, and a fisheries sector, Pico is indeed growing. It’s a shame that this reality continues to be ignored and, so often, deferred in public investments. And essential development issues, such as accessibility and health, continue to be

Fonte Travel Foto: Direitos reservados

50

put aside for other investments that only make sense for reasons unrelated to the principles of good management and equity. Although politics, in its noblest sense, is of central importance to development, we cannot be blind to the numbers and statistical evidence and continue to be commanded by long-overdue paradigms. We ask for courage and a view worthy of the 21st Century that inexorably searches for truth in a scientific perspective. Pico, after all, still seems to have a long, painful path of stones ahead.


Pub Pub

51


. Como pensa que será a sua vida daqui a cinco anos?/How do you think your life will be like in five years? Espero que feliz como tenho sido até hoje, com saúde e na companhia da família. Mas a vida é imprevisível. / I hope I’ll be as happy as I’ve been to this day, in health and family. But life is unpredictable. . Se pudesse escolher outro lugar para viver, qual seria?/ If you could choose another place to live, where would it be? Vivo no lugar que idealizei, não o trocando por qualquer outro. Após ter terminado os estudos, o meu objectivo era regressar logo que possível ao Pico. Não foi possível de imediato, mas aguardei pela oportunidade. / I live in the place I idealized, so I wouldn’t change it for any other. After finishing my studies, my goal was to return as soon as possible to Pico. It wasn’t possible right away, but I’m glad the opportunity finally happened. . Se pudesse criar uma amizade com uma personalidade famosa, quem escolheria?/If you could create a friendship with a famous personality, who would you choose? Seria o Papa Francisco. Pela mensagem que nos transmite de bondade, serenidade, por querer ajudar a transformar este mundo de conflitos num lugar de paz e harmonia. Tive o enorme prazer de trocar com ele umas breves palavras, mas a profundidade do seu olhar foi o que mais me impressionou. / It would be Pope Francis, because of the message he conveys of kindness, serenity, and for wanting to help transform this world of conflict into a place of peace and harmony. I had the great pleasure of exchanging a few words with him, but the depth of his gaze impressed me the most. . Qual é o seu sonho de consumo?/What is your dream purchase? Viajar e desfrutar novas culturas. / Travel and enjoying new cultures. . Qual é o seu hobbie?/What is your hobby? Tudo relacionado com música, quer seja a ouvir, tocar ou cantar e praticar desporto. / Everything related to music, whether it’s listening, playing or singing, as well as playing sports. . Qual é a viagem dos seus sonhos?/ What is the trip of your dreams? Visitar a Austrália e Nova Zelândia. / Australia and New Zealand.. . O que o deixa nervoso?/What makes you nervous? Andar de avião. / Flying. . Qual é a música que escuta e lhe faz lembrar uma época boa?/What music do you listen to that reminds you of the good times? Música dos anos 80, que me faz recordar a minha juventude e os meus grandes amigos. / Music from the 80s - it reminds me of my youth and my great friends. . Qual é a sua comida preferida?/What is your favorite food? Sou um bom garfo, mas é difícil superar um bom Caldo de Peixe. / I’m a good cook, but it’s hard to beat a good fish broth.. . Qual é o livro da sua vida?/What is your favourite book? A Pérola de John Steinbeck. Um pequeno livro que nos transmite a mensagem da importância dos bons valores da vida. / “The Pearl” by John Steinbeck. It’s a small book that conveys the message of the importance of good values in life. . Qual é o seu filme preferido?/What is your favorite movie? A Lista de Schindler. Um filme estrondoso, onde sobressai a humanidade de um homem entre os horrores e crueldade de uma época. / “Schindler’s List”. A thunderous film, where the humanity of a man stands out among the horrors and cruelty of an era. .Em que época do passado gostaria de ter vivido?/ In what time of the past would you like to have lived? Vivemos presentemente no período que nos oferece maior comodidade e bem estar, apesar do clima de insegurança que se tem vindo a sentir e a alargar de uma forma imprevisível. Mesmo assim, não trocaria por qualquer outro período. / We now live in a period that offers us greater comfort and well-being, despite feeling great insecurity in unforeseeable ways. Even so, I wouldn’t trade it for any other period. . Qual é a palavra que tem mais significado para si?/What is the most meaningful word for you? Família. / Family. . O que é que não tem preço na sua vida?/What is priceless in your life? Muitas coisas, mas destaco a família, saúde, amigos e felicidade. / Many things, but mainly family, health, friends and happiness. . Não consegue viver sem…?/ You cannot live without ...? Os meus filhos. / My children. . O que é imperdoável?/What is unforgivable? A mentira. / Lies.

52


Cartão de Cidadão/Citizen Card

Walter Machado, 45 anos, natural de Gloucester, Massachusetts - Estados Unidos, funcionário da Sata Air Açores e Vice Presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico Walter Machado, 45, from Gloucester, Massachusetts, USA, SATA Employee and VP of Lajes do Pico Town Hall

53


Hotel Horta

O seu Hotel na nossa cidade

Rua Marcelino Lima, 9900 ­ 122 Horta | Faial ­ Açores ­ Portugal t+351 292 208 200 | f+351 292 208 208 reservashotelhorta@gmail.com | infohotelhorta@gmail.com www.hotelhorta.pt | facebook.com/hotelhorta

Pub


Pub Pub

Divulgação Comunica-se a todos os interessados que no próximo dia 4 de fevereiro de 2019, serão publicados avisos para receção de pedidos de apoio às seguintes medidas do Programa de Desenvolvimento Rural para a Região Autónoma dos Açores 2014-2020 (PRORURAL+): . Medida 1 – Transferência de conhecimentos e ações de informação, Submedida 1.1 – Formação profissional e aquisição de competências, ao abrigo da Portaria n.º 66/2015, de 28 de maio e respetivas alterações; . Medida 2 – Serviços de aconselhamento e serviços de gestão agrícola e de substituição nas explorações agrícolas, Submedida 2.1 – Prestação de serviços de aconselhamento agrícola e florestal, Submedida 2.2 – Criação de serviços de aconselhamento e gestão agrícola e serviços de criação de aconselhamento florestal e Submedida 2.3 – Formação de conselheiros, ao abrigo da Portaria n.º 121/2015, de 24 de setembro e respetivas alterações; . Medida 5 – Restabelecimento do potencial de produção agrícola afetado por catástrofes naturais e acontecimentos catastróficos e introdução de medidas de prevenção adequadas, Submedida 5.1 – Ações preventivas, ao abrigo da Portaria n.º 117/2015, de 25 de agosto; . Medida 9 – Criação de agrupamentos e de organizações de produtores, Submedida 9.1 – Criação de agrupamentos e organizações de produtores nos setores de agricultura e silvicultura, ao abrigo da Portaria n.º 123/2015, de 29 de setembro e respetivas alterações; . Medida 10 – Agroambiente e Clima, Submedida 10.2 – Apoio à conservação e à utilização e desenvolvimento sustentáveis de recursos genéticos na agricultura,

ao abrigo da Portaria n.º 120/2015, de 24 de setembro e respetivas alterações; . Medida 15 – Serviços silvoambientais e climáticos e conservação das florestas, Submedida 15.2 – Apoio para a conservação e promoção dos recursos genéticos florestais, ao abrigo da Portaria nº 9/2018 de 5 de fevereiro e respetivas alterações; . Medida 16 – Cooperação, Submedida 16.1 – Criação e funcionamento de Grupos Operacionais da PEI para a produtividade e sustentabilidade agrícolas e Submedida 16.2 – Apoio a projetos-piloto e ao desenvolvimento de novos produtos, práticas, processos e tecnologias, ao abrigo da Portaria n.º 150/2015, de 11 de novembro e respetivas alterações. Os avisos serão publicados no portal do PRORURAL+ em http://proruralmais. azores.gov.pt. Angra do Heroísmo, 21 de janeiro de 2019 A Autoridade de Gestão do PRORUAL+


Curral de Atlantis, um reafirmar da filósofa e personalidade Curral de Atlantis, a reaffirmation of philosophy and personality

C

om o raiar do novo ano de 2019, a Curral de Altantis vai apostar cada vez mais na evidência da peculiaridade e diferenciação do terroir do Pico, com o lançamento entre fevereiro e abril das novas colheitas da vindima de 2018, onde para além dos tradicionais blends, onde se cruzam o típico Arinto do Pico com o Verdelho, terão um Terrantez extreme como algo único e exótico. A linha Faria’s Vineyard verá a sua gama aumentada, com a criação de um Faria’s Vineyard Selecção da Família, onde surgirão lotes de tintos e brancos regionais, com uma forte e exclusiva expressão das

uvas tradicionais ou autorizadas da DOC Pico. Ainda na área da produção, a Curral de Atlantis em parceria com a Paulo Laureano Vinus, lançará um vinho fruto da parceria de ambas as empresas, com a marca Paulo Laureano, que traduz um ainda maior estreitamento da relação com o enólogo Paulo Laureano. Em termos comerciais, a aposta cada vez maior no mercado do Açores será uma garantia, mas a exportação para mercados como os Estados Unidos e alguns países europeus e asiáticos, será assegurada pela Paulo Laureano Vinus e será um complemento ao mercado regional e nacional da Curral de Atlantis.

W

ith the dawn of the new year 2019, Curral de Atlantis will increasingly place its bets on the peculiarity and popularity of the Pico terroir with the production of new wines. Set to launch between February and April, the wines from the 2018 harvest will include traditional blends, a cross between the typical Arinto do Pico with the Verdelho, and a unique and exotic Terrantez. The Faria’s Vineyard line will increase its range, with the creation of a Family Selection consisting of a wide variety of regional reds and whites, with a strong and exclusive

56

expression of traditional Pico grapes. Curral de Atlantis, in partnership with Paulo Laureano Vinus, will also launch a wine under the Paulo Laureano brand. The project, still in production, will create an even closer relationship between the winemakers. The company will continue to invest in the Azores market, but will also focus on export to markets like the United States, along with parts of Europe and Asia. The partnership with Paulo Laureano Vinus will complement Curral de Atlantis’ regional and national markets.


Programa de Ordenamento Turístico dos Açores em discussão pública Azores Tourism Program enters public discussion

A

discussão pública da proposta de revisão do Programa de Ordenamento Turístico da Região Autónoma dos Açores (POTRAA) arrancou em janeiro e vai se prolongar até março, com sessões públicas de esclarecimento em todas as ilhas. A proposta resulta de um longo trabalho que envolveu diversos departamentos da administração pública relacionados com o setor, mas também as entidades privadas que têm interesse na matéria e que reflete um programa estratégico que orienta os investimentos no que diz respeito à sua implementação no território. A proposta de POTRAA tem como visão estratégica a consolidação dos Açores

A

como um destino turístico autêntico e íntegro, assente nos seus recursos e valores patrimoniais, de natureza cultural, natural e paisagística, únicos e que identificam cada ilha, e a região no seu todo. Os documentos relativos à proposta de revisão do POTRAA e respetivo Relatório Ambiental encontram-se disponíveis para consulta na Direção Regional do Turismo, na Horta, nas Delegações de Turismo das ilhas de São Miguel e Terceira, e nos Postos de Turismo das restantes ilhas. A consulta dos documentos e participação dos interessados pode ainda ocorrer online, através do endereço eletrónico http:// potraa.quaternaire.pt.

public discussion of the proposed revision of the Tourism Program of the Autonomous Region of the Azores (POTRAA) began in January and will continue until March, with public clarification sessions taking place on all islands. The proposal is the result of lengthy work involving several public administration departments related to the sector, and private entities that lead investments in the region. The POTRAA proposal aims to consolidate the Azores as an authentic and integral tourist destination, based on resources, heritage values, culture and natural lands-

57

capes that uniquely identify each island, and the region as a whole. Documents related to the proposal are available for consultation at the Regional Directorate for Tourism in Faial, Tourist Delegations of the islands of São Miguel and Terceira, and at tourist offices on all other islands. The documents can also be viewed online at potraa.quaternaire.pt.


r e t n i W s e r o z A 9 1 0 2 l a v i t s Fe

58


59


60

Profile for Triângulo Magazine

Triângulo Magazine  

Edição de janeiro 2019

Triângulo Magazine  

Edição de janeiro 2019

Advertisement