Page 1

Certificação dos Açores como destino turístico sustentável Azores in Bid for Sustainable Tourism Certification Programa “Mundo Marca Açores” exibido no Canadá World Azores Brand Series Presented in Canada


S U MÁR I O/ S UM MARY TRIÂNGULO MAGAZINE 6

Editorial

8

“Letime” aprofunda cooperação nas ilhas da Macaronésia “Letime” Deepens Cooperation Among Macaronesia Islands

12 Guiocel vence 2ª edição do C(H)ORTA Guiocel film wins C(H)ORTA 2nd edition 13

Lava Homes reconhecido como Projeto de Interesse Regional Lava Homes recognized as Regional Project of Interest

14

Certificação dosAçores como destino turístico sustentável Azores in Bid for Sustainable Tourism Certification

15 “Há uma ilha de vinho no meio do Atlântico” “There is an island of wine in the middle of the Atlantic” 16

Destino Açores presentes na FITUR Destination Azores at FITUR

19

Programa “Mundo Marca Açores” exibido no Canadá World Azores Brand Series Presented in Canada


24

Parlamento abraça o Projeto “Os Pequenos Cidadãos da Ilha” Parliament Embraces “Small Citizens of the Island” Project

27

SATA estabelece acordo “Interline” com a Alaska Airlines SATA Establishes Interline Agreement with Alaska Airlines

29

Município de Calheta apoia a Organização Miss Portuguesa Calheta supports Miss Portuguese Organization

39

Calendário das regatas em botes baleeiros para 2018 Whalers Boat Race 2018 calendar

40

Carlos Adalberto Silva preside à Casa do Triângulo Carlos Adalberto Silva Elected Casa do Triângulo President

43

Horta é o município mais azul dos Açores Horta named “Blue Municipality” of the Azores

46 Encontro de Gaitas de Foles no Pico Pico Hosts Bagpipes Meeting 52

Cartão de Cidadão, José António Fernandes Citizen Card


EDITORIAL Da Montanha para o Mundo From the Mountain to the World

P

Ficha Técnica REVISTA MENSAL Triângulo Magazine DIRETOR Milton Dias (CP 2267) PROPRIEDADE Mílton César Melo Dias EDITOR Mílton César Melo Dias Sítio da Barca 9950 - 303 Madalena Ilha do Pico | Açores CONTACTO magazinetriangulo@gmail.com ESTATUTO EDITORIAL h p://triangulomagazine.com/estatuto-editorial/ TRADUÇÃO E EDIÇÃO: Terry Costa, Nancy Matos REDACÃO E ADMINISTRAÇÃO Sítio da Barca 9950 - 303 Madalena Ilha do Pico | Açores IMPRESSÃO Nova Gráfica Rua da Encarnação, 21 Fajã de Baixo 9500-513 Ponta Delgada - Açores TIRAGEM 2 000 exemplares (Distribuição gratuita) Nº REGISTO ERC 126729 DEPÓSITO LEGAL Nº 401050/15 JANEIRO 2018

elas mãos da MiratecArts, e integrado no programa do Montanha Pico Festival, esteve recentemente entre nós Ross OC Jennings. Para muitos será mais um ilustre desconhecido mas vagueando pela internet, salta à primeira vista o percurso deste escocês que leva a sua gaita de foles aos quatro cantos do mundo. A perseverança e a objetividade de promover uma sessão musical no ponto mais alto de Portugal foram determinantes para Ross OC Jennings levar a Montanha ao Mundo. Atendendo ao investimento feito para que mais esta iniciativa tivesse êxito, e à projeção que a mesma teve além fronteiras, poder-se-á dizer que mais publicidade gratuita era impossível. Serve este exemplo para chamar a atenção de quem, por força das suas competências em matéria de turismo, deveria olhar com maior cuidado para outras formas de cultura e de promoção turística que se faz na região, fora da ilha de São Miguel. Num passado não muito distante, o Governo Regional subsidiou a vinda de um dj de renome internacional à maior ilha do arquipélago, num montante que rondou os 200 mil euros, para quatro ou cinco horas de música. Entre flashes e muita gente aos saltos, num cenário comum a tantas outras festas, não se chega a perceber onde esteve mas a justificação do apoio baseou-se na projeção turística. Ross OC Jennings esteve no topo da Montanha do Pico e há imagens que valem por mil palavras e que não custam 200 mil euros. Nem um décimo. Mesmo com migalhas, fazem-se milagres.

T

hrough the work of MiratecArts, as part of the Montanha Pico Festival, Ross OC Jennings recently paid us a visit. For many, it is an unknown but illustrious wander through the internet that one discovers the route that takes this Scotsman and his bagpipes to the four corners of the world. The perseverance and the objectivity of promoting a musical concert at the highest point in Portugal was decisive for Ross OC Jennings to take the Mountain to the World. Given the investment that was made to make this initiative a success, and the exposure it would give across borders, it could be said that more free publicity was impossible. This example serves to draw the a ention of those who, by virtue of their competencies in the field of tourism, should take a more careful look at other forms of culture and tourism promotion in the region, outside the island of São Miguel. In the not too distant past, the Regional Government subsidized the appearance of an internationally renowned DJ in the largest island in the archipelago, amounting to 200,000 euros for four to five hours of music. Between flashes of many people jumping, in a scenario common in many parties, many failed to understand the justification for this support, based on tourist projection. Ross OC Jennings was at the top of Pico Mountain, and there are images from his visit that are worth a thousand words. and do not cost 200,000 euros. Not even a tenth of that. Even with crumbs, miracles are done.


“Letime” aprofunda cooperação nas ilhas da Macaronésia “Letime” Deepens Cooperation Among Macaronesia Islands

El Hierro, Canárias

A

ilha do Pico é um dos parceiros do projeto internacional de turismo “Letime”, que pretende criar produtos de ecoturismo ligados ao enoturismo e ao turismo gastronómico nos territórios vulcânicos da Macaronésia. Trata-se de uma cooperação territorial entre os arquipélagos dos Açores, Madeira, Canárias e Cabo Verde, tendo como principal promotor a ilha espanhola de El Hierro. As ilhas do Pico e da Ma-

deira surgem como parceiros diretos de El Hierro, enquanto a Ilha do Sal é o parceiro convidado. Este projeto, ainda em fase embrionária, pretende que todos os parceiros possam retirar benefícios do conhecimento mútuo nas áreas do enoturismo, turismo gastronómico e do turismo ligado ao vulcanismo, com características semelhantes nas ilhas que estão envolvidas no projeto “Letime”. Foto: Direitos reservados

P

ico island is one of the partners of the international tourism project “Letime”, which aims to create ecotourism products linked to wine and gastronomic tourism in the volcanic territories of Macaronesia. The archipelagos of the Azores, Madeira, the Canary Islands and Cape Verde, with the main promoter being the Spanish island of El Hierro, are all participating in the

project. Pico and Madeira islands are direct partners of El Hierro, while the Island of Sal in Cape Verde is an invited partner. The project, still in the early stages, will see all partners mutually benefit in the areas of wine tourism, gastronomic tourism and tourism related to volcanoes.


Comissão Consultiva do Património Baleeiro reuniu no Pico

Advisory Committee on Whaling Heritage Gathers in Pico

A

Comissão Consultiva do Património Baleeiro reuniu na ilha do Pico, no Museu dos Baleeiros, na sua reunião ordinária anual. No encontro, onde participam todas as entidades proprietárias de património baleeiro móvel, entidades ligadas ao mar e o Governo Regional, representado pela Direção Regional da Cultura, esteve em discussão uma proposta de apoios à con-

servação, à recuperação, à aquisição de meios de salvamento e à realização de ações de formação do património baleeiro móvel. Na reunião foi ainda deliberado que a edição de 2018 do Campeonato Regional de Vela e Remo em Bote Baleeiro será realizada em São Mateus da Calheta, ilha Terceira. Fotos:CNHorta

T

he Whaling Heritage Consultative Commission recently met at the Whaling Museum on Pico Island for its regular annual meeting. A proposal for support in the conservation, recovery, salvage purchase and accomplishment of actions of the formation of whaling heritage properties was presented at the meeting. A endees included all entities that own whaling heritage properties, those linked to the sea and

the Regional Government, represented by the Regional Directorate for Culture. It was also decided at the meeting that the Whaler Boats Regional Sailing and Rowing Championship 2018 edition will be held in São Mateus da Calheta, on Terceira island.


Novas instalações do Museu Francisco Lacerda, na Calheta

Adaptation Work Begins at Francisco Lacerda Museum in Calheta

A

empreitada de adaptação da antiga fábrica de conservas Marie d’Anjou para as novas instalações do Museu Francisco Lacerda, na vila da Calheta, ilha de São Jorge, arrancou no início de janeiro. A obra, adjudicada por três milhões de euros, tem conclusão prevista para o final de março de 2019. Este investimento visa criar uma infraestrutura de fruição cultural moderna implantada num local de memórias ligadas à industria da conserva de

peixe. Para o efeito, será mantida, dentro do possível, a imagem formal da fábrica, recorrendo-se à reinterpretação volumétrica do edificado, tendo sido, para tal, selecionadas as estruturas mais significativas, como socalcos (pré-existências agrícolas), empena da nave maior e chaminé e a casa de habitação existente no local, que serão mantidas e reintegradas com novas adições de arquitetura moderna, numa atitude regeneradora e proporcionada.

A

daptation work of the old Marie d’Anjou cannery to the new Francisco Lacerda Museum in the village of Calheta, São Jorge Island, began in early January. The project, awarded for 3 million Euros, is scheduled to be completed by the end of March 2019. The investment is aimed at creating a modern cultural infrastructure in a place holding me-

mories linked to the fishing industry. The formal image of the cannery will be maintained as far as possible, and significant existing structures, such as terraces, the main gable, adjoining chimney and the existing house, will be maintained and reintegrated with modern architectural additions.


A

antiga fábrica Marie D’Anjou iniciou a sua atividade no mar com a apanha de atum que era depois descarregado, sangrado e processado numa linha fabril que incluía várias etapas. Esta lógica de produção desenvolvia-se ao longo de edifícios distribuídos em socalcos, culminando num ponto cimeiro com uma casa isolada, morada do gerente da fábrica.

Mesmo em ruínas, a fábrica Marie D’Anjou revela-se segundo uma arquitetura funcional complexa, sendo essa heterogeneidade tão visível seguida na arquitetura do novo Museu Francisco Lacerda, que, apesar de espelhar essa complexidade, será polo integrador, um centro de cultura que dê e retenha memórias, lugar de festa e celebrador da vida na ilha de São Jorge. Fotos: DRCultura

T

he old Marie D’Anjou building had its beginnings as a tuna cannery, where tuna caught from the nearby sea was later unloaded, bled and processed in a factory line that included various steps. The production line was spread throughout several buildings along terraces that led to an isolated house, where the factory manager used to live, located at the highest point of the building. Even in ruins, the Marie

D’Anjou factory remains a complex and functional piece of architecture, and this is so visible in the architecture of the new Francisco Lacerda Museum that, despite the complexity of the building, will be an integrating center. The updated building will become a cultural center for preserving memories, as well as a place to celebrate life on the island of São Jorge.


Guiocel vence 2ª edição do C(H)ORTA Guiocel film wins C(H)ORTA 2nd edition

A

segunda edição do Festival de Curtas Metragens do Faial - C(H)ORTA – cuja organização esteve, uma vez mais, a cargo da AJIFA – Associação de Jovens da Ilha do Faial, levou ao Teatro Faialense quatro dias de cinema. Guiocel, de Mara Ungureanu, foi a curta selecionada pelo júri como o melhor filme do Festival, recebendo ainda o prémio de melhor filme na categoria de animação, entre os 51 filmes que estiveram a concurso. Lucília, dos 9 aos 12, de Jeanne Wal , venceu na catego-

ria de melhor documentário e Um dia, de Henrique Prudêncio, foi eleito o melhor filme de ficção. O filme Leo, de Herman Delgado, recebeu o primeiro prémio de melhor filme faialense, enquanto que O Autor, de Rui Neto foi a curta mais votada pelo público. Nesta segunda edição do Festival de Curtas Metragens do Faial, a organização homenageou o realizador Pedro Cabeleira, membro convidado do júri do C(H)ORTA 2018. Fotos: Direitos reservados

T

he second edition of the Faial Short Film Festival - C(H)ORTA - organized by the Faial Island Youth Association (AJIFA), brought four days of cinema to Faial Theater. “Guiocel”, a short by Mara Ungureanu, was selected by the jury as Best Film of the Festival out of 51 films in contention, receiving the best film honour in the animation category. “Lucília, from 9 to 12”, by Jeanne Wal , won Best Do-

cumentary and “A Day” by Henrique Prudêncio was voted Best Fiction film. The film “Leo”, by Herman Delgado, received the first prize of Best Film Faial, while “The Author” by Rui Neto was voted Best Short in a public vote. The Festival also paid tribute to director Pedro Cabeleira, also an invited member of the C(H)ORTA 2018 jury.


Lava Homes reconhecido como Projeto de Interesse Regional

Lava Homes recognized as Regional Project of Interest

O

projeto turístico Lava Homes, que está em construção na Terra Alta, freguesia de Santo Amaro, ilha do Pico, foi reconhecido pelo governo açoriano como Projeto de Interesse Regional. O Lava Homes é um empreendimento da empresa Vision, Lda. e compreende a construção de 14 unidades de alojamento na modalidade de apartamentos turísticos (três de tipologia T1, oito T2 e três T3) de quatro estrelas, uma piscina, uma sala panorâmica multiusos, um restaurante, um bar e uma pequena mer-

cearia, de modo a disponibilizar um serviço diferenciador no concelho e virado fortemente para o mercado externo. As obras de construção do Lava Homes já se iniciaram há vários e prevê-se que nos meses de abril ou maio deste ano, sejam inauguradas as primeiras sete unidades de alojamento.

T

he tourist project Lava Homes, which is under construction in Terra Alta in the parish of Santo Amaro on Pico Island, has been recognized by the Azorean government as a Regional Project of Interest. Lava Homes, by the company Vision Ltd., is a new construction development of 14 four star tourist apartments (three type T1, eight T2 and three T3) with a swimming pool, multipurpose panoramic room, restaurant, bar

and a small grocery store. The new accommodation will be of great benefit to the region, and a strong offering for the external market. The first seven housing units will be inaugurated in April or May later this this year.


Certificação dos Açores como destino turístico sustentável Azores in Bid for Sustainable Tourism Certification

O

Governo dos Açores já iniciou o processo de certificação dos Açores como destino sustentável pelo Global Sustainable Tourism Council. Atualmente, apenas quatro países e nove regiões ostentam esta certificação mas nenhum arquipélago tem ainda este galardão. O processo de certificação dos Açores como destino sustentável constitui um trabalho que requer o envolvimento de diversas

entidades em diversas vertentes. Segundo o Governo, “há três componentes que interessa ter presente nesta ideia de sustentabilidade: a sustentabilidade económica da própria atividade, a sustentabilidade ambiental, que é evidente, mas também a sustentabilidade social, naquilo que, dentro da própria atividade, é a relação entre os diversos intervenientes”. Foto: Direitos reservados

T

he Government of the Azores has begun the process to certify the Azores as a sustainable tourism destination by the Global Sustainable Tourism Council. Currently, only four countries and nine regions have this certification, but no archipelago has been recognized. The certification process for the Azores to be considered a sustainable tourism destination will require the involvement of several entities from different areas.

According to the Government, “There are three components where it is important to bear in mind this idea of sustainability: economic sustainability of the activity itself, environmental sustainability, which is evident, but also social sustainability, within the activity itself, that is, the relationship between various stakeholders.”


“Há uma ilha de vinho no meio do Atlântico”

“There is an island of wine in the middle of the Atlantic”

A

revista Forbes, na sua edição eletrónica, publicou um artigo dedicado o Pico, com o título “Há uma ilha de vinho no meio do Atlântico” no qual é recordada um pouco da história do vinho do Pico e destacado o desenvolvimento a que se tem assistido, nos últimos anos, no campo da produção e comercialização do vinho com selo picoense. Depois do auge da produção nos séculos 17 e 18, marcado pela exportação de grandes quantidades de vinho, assistiu-se à quase

extinção, devido à filoxera mas Tom Mullen, no texto que assina, sublinha o crescimento, nos Açores, da área cultivada com vinha que, nos últimos anos, duplicou na região, com a maior parte a registar-se no Pico. Esse desenvolvimento, refere, tem sido fortemente incentivado tanto ao nível europeu como ao nível regional, pelo executivo açoriano e não esquece a classificação de Património da Humanidade pela UNESCO e as castas que aqui são produzidas.

F

orbes magazine recently published an article in its electronic edition dedicated to Pico, titled “There is an island of wine in the middle of the Atlantic”. The article highlights some of the history of Pico wine and its development over the years in terms of production and commercialization. After a peak in production in the 17th and 18th centuries, marked by the export of large quantities of wine, the phylloxera aphid made wine production almost extinct. But writer Tom Mullen emphasized the growth in the

Azores of cultivated areas, which in recent years have doubled in the region, mainly in Pico. This development, he says, has been strongly encouraged both at the European level and at the regional level by the Azorean executive, also recognizing the classification of World Heritage by UNESCO and the varieties that are produced here.


Destino Açores presentes na FITUR Destination Azores at FITUR

A

Associação de Turismo dos Açores (ATA) marcou presença na feira Fitur, de 17 a 21 de janeiro, em Madrid, Espanha. A Turismo dos Açores/ ATA, no âmbito do seu trabalho contínuo de promoção do Destino Açores no mercado espanhol, marcou presença neste relevante certame, em consonância com as restantes regiões de turismo nacionais e acompanhando uma comitiva de empresários regionais que anualmente participam nesta importante feira do mercado Ibérico. O mercado espanhol é o terceiro maior mercado

emissor estrangeiro de dormidas para os Açores. Esta é uma ação fundamental para o aumento de notoriedade do Destino Açores neste mercado e, também, para os empresários açorianos, associados da Turismo dos Açores/ATA, criarem novos negócios e incrementarem fluxos turísticos para os Açores, apresentando um importante potencial de crescimento num futuro próximo. Foto: Direitos reservados

T

he Association of Tourism of the Azores (ATA) a ended the FITUR International Tourism Trade Fair, held from January 17 to 21 in Madrid, Spain. As part of its ongoing work to promote Destination Azores in the Spanish market, ATA was at the important event, accompanying a group of regional businessmen who participate annually in the popular fair of the Iberian market. ATA hopes to increase visibility of Destination Azores

in the Spanish market, the third largest foreign market in the Azores, along with create new businesses and increase tourist flow to the Azores, presenting potential for important growth in the near future.


Programa “Mundo Marca Açores” exibido no Canadá

World Azores Brand Series Presented in Canada

A

série “Mundo Marca Açores”, uma iniciativa do Governo Regional no âmbito da estratégia de promoção dos produtos açorianos, começou a ser transmitida este mês no programa “Gente da Nossa TV”, da estação televisiva canadiana City TV. Este magazine, que é único falado em português na televisão do Canadá, existe desde 1989, tem uma periodicidade semanal e conta com milhares de telespetadores, chegando a ter transmissão entre a Terra Nova e a Colúmbia Britânica e, mais recente-

mente, nas Bermudas. A série “Mundo Marca Açores”, promovida pela Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, teve início em abril de 2017 com o lançamento da primeira temporada de 40 programas. Cada programa mostra todas as componentes de produção de vários produtos do setor agroalimentar, assim como o quotidiano de serviços e estabelecimentos aderentes ao selo Marca Açores, em diversas empresas de todo o arquipélago.

T

he “Mundo Marca Açores” (World Azores Brand) series, an initiative of the Regional Government to promote Azorean products, began airing this month on “Gente da Nossa TV” on Canadian television station City TV. The show, which is the only Portuguese-language program on Canadian television, has been on air since 1989, with thousands of weekly viewers between Newfoundland and British Columbia, and more recently Bermuda. The “Mundo Marca Aço-

res” series, promoted by the Society for Entrepreneurial Development of the Azores, was launched in April 2017 with 40 programs in the first season. Each program shows all the production components of various products in the Azorean agri-food sector, as well as daily services and establishments adhering to the Marca Açores brand at various companies throughout the archipelago.


Parlamento abraça o Projeto “Os Pequenos Cidadãos da Ilha”

Parliament Embraces “Small Citizens of the Island” Project

A

Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores irá receber 250 crianças entre os meses de janeiro a maio de 2018, no âmbito do projeto “Os Pequenos Cidadãos da Ilha”, promovido pela Escola Básica Integrada da Horta. Destinado a todas as crianças do ensino pré-escolar das escolas da ilha do Faial, cujas idades compreendem os 3 e os 5 anos, este projeto vai ao encontro do programa que esta Presidência tem vindo a desenvolver durante o seu mandato, designado de Parlamento Presente, e que tem como propósito a incrementação de uma nova abordagem de proximidade do Parlamento Açoriano à comu-

nidade, dando a conhecer não só o seu património, mas fundamentalmente o seu funcionamento, de uma forma mais pormenorizada e explicitada, de fácil compreensão entre todos os cidadãos. O Projeto “Os Pequenos Cidadãos da Ilha” desenvolver-se-á sob a forma de uma visita guiada às instalações do Parlamento Açoriano, devidamente adaptada aos alunos versados, durante a qual serão realizadas diversas atividades educativas sob diferentes formas, sejam elas pintura ou sob a forma de uma apresentação ou jogos didáticos, culminando com um lanche ofertado a todos os alunos participantes. Foto: Direitos reservados

T

he Legislative Assembly of the Autonomous Region of the Azores will receive 250 children between January and May 2018, under the project “Small Citizens of the Island”, promoted by the Integrated Basic School of Horta. Aimed at all pre-school children in Faial, whose ages range from 3 to 5 years, the project is in line with a program the Presidency has been developing during its mandate, called Parliament Present. The program’s aim is to increase the Azorean Parliament’s proximity to the community, making

known not only its heritage, but its fundamental operation, in a more detailed yet easily understood way for all citizens. The “Small Citizens of the Island” Project will be developed in the form of a guided tour of the Azorean Parliament, adapted for students, where various educational activities will be carried out in different forms, from painting, presentations and didactic games, culminating with a snack for all participating students.


Museu do Pico assinala Dia Nacional da Cultura Científica 2017 Pico Museum Marks National Day of Scientific Culture 2017

O

Dia Nacional da Cultura Científica foi criado em Portugal em 1996, evocando o dia, em 1906, que nasceu Rómulo de Carvalho, o professor de Física e Química responsável pela promoção do ensino de ciência e da cultura científica em solo nacional. Para assinalar esta efeméride, o Museu do Pico convidou alguns idosos da Santa Casa da Misericórdia de São Roque do Pico para participarem na atividade Aprender pela experiência. Esta ação consistiu

numa visita guiada à Fábrica da Baleia Armações Baleeiras Reunidas Lda., atual Museu da Indústria Baleeira, em São Roque do Pico, com o intuito de explicar aos participantes o funcionamento de algumas máquinas e métodos de laboração. Foto: Direitos reservados

T

he National Day of Scientific Culture was created in Portugal in 1996, evoking the 1906 birthday of Rómulo de Carvalho, the physics and chemistry professor responsible for promoting the teaching of science and scientific culture on national soil. To mark this anniversary, Pico Museum invited some seniors from the Santa Casa da Misericórdia of São Roque

do Pico to participate in the activity “Learning by Experience”. Visitors were treated to a guided visit to the Whale Factory Armações Baleeiras Reunidas Lda., now known as the Whaling Industry Museum, in São Roque do Pico, where they learned the working methods of some of the old machines, and how they operated.


SATA estabelece acordo “Interline” com a Alaska Airlines SATA Establishes Interline Agreement with Alaska Airlines

O

acordo estabelecido entre a SATA e a Alaska Airlines permite à transportadora aérea açoriana emitir bilhetes para voos operados pela companhia aérea norte-americana, ao mesmo tempo que a Alaska Airlines pode vender os destinos operados pela SATA. Todas as ligações são feitas através de Boston, cidade a

A

partir da qual a SATA opera as suas viagens para os Açores e Lisboa. A Alaska Airlines é uma companhia aérea norte-americana baseada em Sea le que serve mais de 118 destinos e cinco países. Em dezembro de 2016, adquiriu a companhia aérea Virgin America, tornando-se a principal companhia área da costa oeste americana.

new agreement between SATA and Alaska Airlines will allow the Azorean air carrier to issue tickets for flights operated by the US airline, while Alaska Airlines may sell destinations operated by SATA. All connections are made through Boston, where SATA operates its trips to the Azores and Lisbon. Alaska Airlines is a North

27

American airline based in Sea le serving more than 118 destinations in five countries. In December 2016, it acquired Virgin America, becoming the leading airline company on the West Coast.


Martijn Schouten vence “Azores Triangle Seas Photo Challenge”

Martijn Schouten wins “Azores Triangle Seas Photo Challenge”

M

artijn Schouten venceu a edição de 2017 do “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, organizado pelo Clube Naval da Horta, com a foto de um tubarão azul, captada com a Empresa CW Azores no canal Faial/Pico. Antoine Louvel. Com a foto de um cachalote juvenil, alcançou o segundo prémio, enquanto que

Chris Vyvyan-Robinson, obteve o terceiro lugar. Foi ainda atribuída uma menção honrosa Kim Wolde. Ao “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, competição de fotografia digital subaquática com tema livre, concorreram nove participantes. Fotos: Direitos reservados

M

artijn Schouten has won the 2017 edition of the “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, organized by Horta’s Naval Club, with a photo of a blue shark captured with the CW Azores Company in the Faial / Pico channel. Antoine Louvel, who pho-

tographed a young sperm whale, claimed second prize, Chris Vyvyan-Robinson won third place, while Kim Wolde received an honourable mention. Nine photographers participated in the “Azores Triangle Seas Photo Challenge”, a competition for underwater digital photography with an open theme.


O que é feito da Ilda Rebelo? What happened to Ilda Rebelo?

A

Ilda Rebelo era natural do Faial e tinha uns 25 anos de idade quando o vulcão submarino dos Capelinhos explodiu. A Ilda fotografava. Talvez adquiriu essa habilidade do seu pai, Alexandre Rebelo, que em 1930, calcula-se, abriu um pequeno negócio fotográfico na freguesia da Conceição, da cidade da Horta. Ilda tirou muitas fotografias do vulcão, algumas delas únicas, já que a sua coragem chegava até ao ponto de se arriscar e subir a ladeira do vulcão para fotografar a cratera, capturando assim em abril de 1958 imagens únicas da cratera absorvendo em vórtice a água do mar. Mas como muitos açorianos na altura, após o vulcão, a Ilda e a sua família foram embora e nunca mais se soube deles no Faial. Eu, como a Ilda, também sou fotógrafa, também fotografei o vulcão mas foi 60 anos depois dela e é por isso

que estou à sua procura. O que é feito da Ilda Rebelo? Continuou a fotografar o resto da sua vida? Onde está o seu espólio fotográfico original no tempo em que residiu no Faial? Procuro respostas a estas perguntas e por isso peço, se alguém souber qualquer coisa sobre a Ilda Rebelo, por favor, entre em contacto comigo (através da Triângulo Magazine ou do meu email mar_llombart@ yahoo.es). Tenho como objectivo criar uma peça audiovisual e um vídeo documentário, com todas àquelas informações que possa averiguar sobre a Ilda Rebelo e outras em relação à fotografia na altura do vulcão. Qualquer tipo de informação é bem-vinda Pode ser que cheguemos a conhecer uma linda história que com o tempo se perdeu a meio caminho entre os Açores e a América. Mar Navarro Llombart

I

lda Rebelo was a native of Faial who was about 25 years old when the Capelinhos submarine volcano exploded. Ilda was a photographer, a skill she may have acquired from her father Alexandre Rebelo, who in 1930, it is estimated, opened a small photography business in the parish of Conceição, in the city of Horta. Ilda took many photographs of the volcano, many of them unique, since her courage went so far as to risk and climb the volcano’s hillside to photograph the crater, thus capturing in April 1958 exclusive images of a water vortex in the crater. But like many Azoreans at the time, after the volcano eruption, Ilda and her family left and were never heard from since. I, like Ilda, am also a photographer. I’m currently photographing the volcano, but 60 years later, and I’d like to find Ilda.

What happened to IIda Rebelo? Did she continue to photograph for the rest of her life? Where is her original photographic collection during the time she lived in Faial? I’m looking for answers to these questions, so if anyone knows anything about Ilda Rebelo, please contact me (through Triângulo Magazine or my email mar_llombart@yahoo.es). My aim is to create an audiovisual piece and a video documentary, with all the information I can find out about Ilda Rebelo and others related to photography at the time of the volcano. Any kind of information is welcome. It may be that we get to know a beautiful story that over time was lost halfway between the Azores and America. Mar Navarro Llombart


Calendário das regatas em botes baleeiros para 2018 Whalers Boat Race 2018 calendar

O

Campeonato da ilha do Pico Rota dos Baleeiros 2018 arranca a 23 de junho com a Regata Terra Baleeira, que liga os portos das Lajes, Ribeiras e Calheta de Nesquim. Segue-se, ainda em junho a Regata de São João Baptista, em São João, no dia 30 e em julho, estão agendadas duas regatas em botes baleeiros: Calheta de Nesquim, no dia 7, e a do Cais Agosto, a 28. No mês de agosto estão

previstas três competições, começando em São Mateus (Regata Terra do Bom Jesus Milagroso), no dia 4, seguindo-se Ribeiras (Regata João Batista Medina) a 18 e terminando nas Lajes (Regata da Semana dos Baleeiros) a 25.

T

he 2018 Whalers Route Championship on the Island of Pico starts on June 23 with the Rega a Terra Baleeira, connecting the ports of Lajes, Ribeiras and Calheta de Nesquim. The Rega a of St. John the Baptist, in São João, sets off on June 30 and in July two rega as are scheduled to set sail in whaling boats: Calheta de Nesquim on the 7th, and Cais Agosto on the 28th. In August, three competitions are scheduled, starting

in São Mateus (Rega a Terra do Bom Jesus Milagroso) on the 4th, followed by Ribeiras (Rega a João Batista Medina) on the 18th and ending at Lajes (Whalers Week Sailing) on the 25th.


Carlos Adalberto Silva preside à Casa do Triângulo Carlos Adalberto Silva Elected Casa do Triângulo President

N

a sequência da Assembleia Geral de sócios da “Associação Cívica – Casa do Triângulo”, foram eleitos os novos órgãos sociais da associação para o biénio 2018-2020, sendo Carlos Adalberto Silva o novo presidente da direção da Casa do Triângulo. A “Casa do Triângulo” é uma associação cívica, cultural, social e recreativa e foi fundada, por naturais e descendentes das ilhas do Faial, Pico e São Jorge, a residir na ilha de São Miguel, no dia 1 de junho de 1998. Entre os seus objetivos de ação, que se vêm confirmando há quase duas décadas, na ilha de São Miguel, estão os

F

ollowing the General Assembly of members of “Casa do Triângulo”, new governing bodies have been elected for the 2018-2020 biennium, with Carlos Adalberto Silva named new President of the Casa do Triângulo. Casa do Triângulo is a civic,

cultural, social and recreational association founded on June 1, 1998 by natives and descendants of the islands of Faial, Pico and São Jorge who now live on the island of São Miguel. Among its objectives is being a center of convergence of natural descendants of

the three islands of the Triangle, as well as promoting the islands through various activities, such as Festa do Divino Espírito Santo (Divine Holy Spirit Festival). In recent years, the Casa do Triângulo has also invigorated a very important social

de ser um centro de convergência dos naturais e descendentes de naturais das três ilhas do Triângulo, bem como a promoção dessas ilhas e a consequente organização de atividades de índole variada, como é o caso das Festas do Divino Espírito Santo. Para além disso, nos últimos anos, a “Casa do Triângulo” tem dinamizado uma valência social muito importante, apoiando logisticamente pessoas destas três ilhas, quando deslocadas na ilha de São Miguel, para solução de problemas de saúde.

value, by supporting people from the three islands when they are sent to the island of São Miguel for health treatment.


Horta é o município mais azul dos Açores

Horta named “Blue Municipality” of the Azores

O

Município da Horta recebeu o galardão de Município Mais Azul da Região Autónoma dos Açores. Este prémio, atribuído pela Associação da Bandeira Azul da Europa reconhece o excelente desempenho da autarquia na promoção de atividades de Educação Ambiental, no âmbito do programa Bandeira Azul. Esta distinção, feita pela Associação Bandeira Azul

Portugal, foi revelada no âmbito do VI Seminário Nacional da Bandeira Azul 2017/2018, que teve lugar em Vilamoura, no Algarve. Neste encontro foi reconhecido o trabalho desenvolvido pelos municípios e por outras entidades, na criação e manutenção das condições necessárias à atribuição deste símbolo máximo da qualidade ambiental.

Foto: Direitos reservados

T

he Municipality of Horta received the award Municipality “Mais Azul” (Bluest Municipality) of the Autonomous Region of the Azores. The distinction, given by the Associação Bandeira Azul Portugal (Blue Flag Association of Portugal), recognizes excellent performance of a local authority in promoting environmental education activities under the Blue Flag program. The award was revealed at

the VI Blue Flag National Seminar 2017/2018, held in Vilamoura, Algarve. The meeting recognized work developed by municipalities and other entities in creating and maintaining necessary conditions for awarding this top symbol of environmental quality.


O Triângulo na BTL Triangle at BTL

N

a edição de 2018 da BTL (Bolsa de Turismo de Lisboa) o Triângulo vai ter um stand próprio, com representação dos seis municípios que o integram. Assumindo o Triângulo como um produto turístico diferenciado, a AMT (Associação de Municípios do Triângulo) promove uma representação condigna. Sob a marca umbrella Açores, vai promover palestras no auditório da Bolsa para dar a conhecer um produto açoriano único que possibilita a visita a três ilhas dos Açores apenas com uma viagem de avião. Chegando ao Faial, Pico ou São Jorge é sempre possível visitar as duas outras ilhas com viagens de barco, curtas e a preços módicos. Convidando os operadores turísticos das três ilhas, a AMT pretende criar oportunidades de negócio que poderão ter lugar na bolsa ou fora dela. Indo além da promoção pretende, também, centrar a sua ação no âmbito

da concretização de venda, o que tantas vezes tem faltado nas nossas representações. Espera-se também que esta representação em força do Triângulo possibilite contactos com as várias entidades/ empresas relacionadas com os transportes, nomeadamente os aéreos, que consigam desbloquear as indispensáveis acessibilidades para que o sector do turismo cresça e se consolide. O ano de 2017 ficará como o ano em que as dificuldades, limitações e incoerências do transporte aéreo mais se fizeram sentir nestas ilhas. A BTL não sendo uma grande feira internacional é, contudo, um ponto de encontro obrigatório para o turismo nacional, que continua a representar uma grande fatia do turismo açoriano sendo certeira a estratégia assumida pela AMT. Só assim poderemos ganhar notoriedade e estatura como produto turístico. Fonte Travel

T

he Triangle will have its own stand at the 2018 edition of the Lisbon Tourism Exchange (BTL) from 28 February to March 4, with representatives from the six municipalities that form it. The Association of Municipalities of the Triangle (AMT) aims to promote the area as a differentiated tourist product through dignified representation. Under the brand Umbrella Azores, lectures will be held in the auditorium at the Exchange to spread the word of the unique Azorean product that makes it possible to visit three islands in the Azores with only with one plane ticket. Whether arriving in Faial, Pico or São Jorge, anyone can visit two other islands via short and moderate boat trips. By inviting tour operators of the three islands, the AMT intends to create business opportunities that may take place on the stock

exchange or outside of it. It also has aims to go beyond promotion by focusing on sales realization, which has so often been lacking. It is also hoped that the Triangle’s presence at the Exchange will enable contact with various entities / companies related to transport, in particular air transport, to unlock the indispensable accessibility needed for the tourism sector to grow. The year 2017 will be marked in history as the year when difficulties, limitations and inconsistencies of air transport were most felt on these islands. Although the BTL is not a major international fair, it is, however, a mandatory meeting point for national tourism, which continues to represent a large part of Azorean tourism, and a strategy adopted by AMT. Only then, can we gain notoriety and stature as a tourist product.


Cartão de Cidadão/Citizen Card . Como pensa que será a sua vida daqui a cinco anos?/How do you think your life will be like in five years? Atendendo à minha idade, penso que estarei reformado, passando os dias na minha adega, na Baixa da Ribeirinha. / Given my age, I think I’ll be retired, spending the days in my cellar, in the lower Ribeirinha. . Se pudesse escolher outro lugar para viver, qual seria?/ If you could choose another place to live, where would it be? Depois de viajar bastante para reuniões, digo sempre que quanto mais viajo mais gosto da minha ilha. Por isso, só poderia ser aqui. / After travelling a lot for meetings, I always say that the more I travel the more I like my island. So it could only be here. . Se pudesse criar uma amizade com uma personalidade famosa, quem escolheria?/If you could create a friendship with a famous personality, who would you choose? Tenho algumas pessoas ditas famosas que eu admiro. Mas penso que a amizade não nasce assim. A amizade surge e cresce naturalmente. / There are some famous people I admire. But I don’t think friendship is born that way. Friendship arises and grows naturally.

José António Fernandes, 59 anos, natural da ilha do Pico, gerente do restaurante “Ponta da Ilha”, da Associação de Armadores de Pesca Artesanal do Pico.

José António Fernandes, 59, native of Pico, manager of the restaurant “Ponta da Ilha”, member of the Association of Artisan Fishing Manufacturers of Pico


. Qual é o seu sonho de consumo?/What is your dream purchase? Normalmente não tenho sonhos consumistas, mas se tivesse posses financeiras, passava a minha vida a ajudar os outros, principalmente a minha família. / I don’t usually have consumer dreams, but if I had financial resources, I would spend my life helping others, especially my family. . Qual é o seu hobbie?/What is your hobby? Sempre que posso vou à pesca. O silêncio que nos envolve no meio do mar traz-me muita paz. / Whenever I can go fishing. The silence that surrounds us in the middle of the sea brings me much peace. . Qual é a viagem dos seus sonhos?/ What is the trip of your dreams? Gosto de viajar, conhecer mais e mais, mas nenhum lugar em especial. / I’d like to travel, to know more and more, but to nowhere in particular. . O que o deixa nervoso?/What makes you nervous? A morte e tudo o que a rodeia. / Death and all that surrounds it. . Qual é a música que escuta e lhe faz lembrar uma época boa?/What music do you listen to that reminds you of the good times? Não tenho grandes preferências musicais. / I don’t have great musical preferences. . Qual é a sua comida preferida?/What is your favorite food? Umas cracas para a entrada, seguidas de um arroz de marisco regadUmas lapas vivas de entrada, seguida de uma posta de cherne grelhado e um Frei Gigante a acompanhar. Rejuvenesce-me. / Live limpets to start, followed by grilled grouper and Frei Gigante wine to accompany. It rejuvenates me. . Qual é o livro da sua vida?/What is your favourite book? Nenhum em especial. / None in particular. . Qual é o seu filme preferido?/What is your favorite movie? O filme que me deu mais prazer ver foi o Faísca Mcqueen, pela companhia do meu neto de quatro anos. / The film that I was most pleased to see was “Cars 3”, in the company of my four-year-old grandson. .Em que época do passado gostaria de ter vivido?/ In what time of the past would you like to have lived? Não sei, mas eu vivi grande parte da minha vida no século passado e outra parte neste e nos dois tive vários desafios que me deram grande prazer. Por isso penso que a nossa época terá que ser aquela em que vivemos. / I don’t know, but I lived a great part of my life in the last century and another part in this one and in both, I had several challenges that gave me great pleasure. So I think our time will have to be the one we live in. . Qual é a palavra que tem mais significado para si?/What is the most meaningful word for you? Lealdade, que infelizmente está cada vez mais difícil de encontrar. / Loyalty, which unfortunately is increasingly difficult to find. . O que é que não tem preço na sua vida?/What is priceless in your life?A própria vida. É um bem que nos foi dado que devemos preservar. Todo o resto se resolve com mais ou menos facilidade. / Life itself. It’s a good thing that was given to us and something we must preserve. Everything else easily resolves itself more or less. . Não consegue viver sem…?/ You cannot live without ...? A família. Desde os nossos pais, irmãos, filhos e talvez pelas circunstâncias de idade os nossos netos, são aquilo que nos une e nos faz mais fortes. / Family. From our parents, siblings, children and perhaps, depending on age circumstances, our grandchildren, is what unites us and makes us stronger. . O que é imperdoável?/What is unforgivable? Como pessoa frontal que sou penso que algumas mentiras são muito difíceis de perdoar e nunca se esquecem. / As a forward person I think some lies are very difficult to forgive and never forget.


Profile for Triângulo Magazine

Tm jan 2018  

Triângulo Magazine Janeiro 2018

Tm jan 2018  

Triângulo Magazine Janeiro 2018

Advertisement