Page 1

Açores nomeados para melhor destino de mergulho 2017 Azores nominated for best diving destination 2017 Madalena e Horta finalista dos Prémios Município do Ano Madalena and Horta make Municipality of the Year Awards finals


S U MÁR IO/ S UM MARY TRIÂNGULO MAGAZINE 6

Editorial

8

Regata Les Sables-Horta leva os Açores ao Mundo Les Sables-Horta regatta takes the Azores to the world

10 MiratecArts inaugura Galeria A Brasa MiratecArts inaugurates A Brasa Gallery 11

Açores nomeados para melhor destino de mergulho 2017 Azores nominated for best diving destination 2017

16

Atlantic Honey, o novo mel made in Pico Atlantic Honey, the new honey made in Pico

23 Luciana Oliveira eleita Rainha das Vindimas 2017 Queen of the Vineyard 2017 named 27

Madalena e Horta finalista dos Prémios Município do Ano Madalena and Horta make Municipality of the Year Awards finals

28

I Festival de Música Terra dos Barcos First Music Festival Terra dos Barcos


33

“Espalamaca”, o novo vinho branco da CVIP (Picowines) “Espalamaca”, the new white wine of CVIP

35

Governo Regional apoia candidatura da cultura da baleia a património da UNESCO Government of Azores supports UNESCO heritage whale culture application

39

Hambúrgueres de tainha made in Pico Mullet burgers made in Pico hit the market

40

Festival Cordas destaca açorianos Cordas Festival highlights Azorean musicians

50 Aldeia da Cuada e Aldeia da Fonte entre os primeiros cinco hotéis mais ecológicos de Portugal Aldeia da Cuada and Aldeia da Fonte among most ecological hotels in Portugal 52

Cartão de Cidadão, Losménio Goulart Citizen Card


EDITORIAL Cultura da Baleia Whale Culture

H

Ficha Técnica REVISTA MENSAL Triângulo Magazine DIRETOR Milton Dias PROPRIEDADE Mílton César Melo Dias REDACÃO E ADMINISTRAÇÃO Sítio da Barca 9950 - 303 Madalena Ilha do Pico | Açores CONTACTO magazinetriangulo@gmail.com IMPRESSÃO Nova Gráfica TIRAGEM 2 000 exemplares (Distribuição gratuita) TRADUÇÃO E EDIÇÃO: Terry Costa, Nancy Matos Nº REGISTO ERC 126729 DEPÓSITO LEGAL Nº 401050/15 AGOSTO 2017

á praticamente dois anos atrás, a Câmara Municipal das Lajes do Pico anunciou a intenção de candidatar a cultura baleeira a património da humanidade da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO). Na altura, muitas foram as opiniões que consideraram tal pretensão de utópica, muito por força da complexidade que o processo envolvia. Volvidos dois anos, a persistência começou a dar resultados, depois de largos meses de um trabalho invisível mas que, aos poucos, foi dando corpo a um projeto que poderá aumentar a projeção das Lajes do Pico no panorama internacional. Contudo, tudo aponta para que este processo, despoletado no berço da baleação açoriana e no concelho onde as memórias baleeiras são mais visíveis, quer pelo Museu dos Baleeiros, o mais visitado dos Açores, quer pela antiga fábrica da SIBIL quer ainda pelo whale watching (que para além da observação aposta na divulgação da história e das tradições), não se fique apenas pelas Lajes do Pico. O Presidente da República prontificou-se a “apadrinhar” a candidatura e mais recentemente, o Governo Regional dos Açores manifestou o seu apoio, se bem que alargando a sua incidência e tornando esta numa candidatura que envolva outras ilhas. A ver a luz do dia, o mais provável é que seja os Açores a ostentarem o galardão e não apenas as Lajes, cuja autarquia liderou e fez todo o trabalho até agora. Não se trata de ter ou não ter mérito. Trata-se de justiça, ou melhor, neste processo tratou-se de uma injustiça.

N

early two years ago, the Lajes do Pico Municipal Council announced its intention to apply Whale Culture to world heritage of the United Nations Educational, Scientific and Cultural Organization (UNESCO). At the time, opinions on the outcome differed, mainly because of the complexity that the process involved. After two years, persistence began to give results, and after many months of invisible work, li le by li le, a project that could increase Lajes do Pico’s visibility on the international scene was taking shape. But now the process, triggered in the cradle of Azorean whaling, in the town where whaling memories are most visible, either by the Whalers Museum, the most visited of the Azores, the old SIBIL factory or by whale watching, will not just be backed by Lajes do Pico. The President of the Republic has given his approval to “patronize” the candidacy and, more recently, the Regional Government of the Azores has expressed support, albeit widening its scope and making it an application that involves other islands. To see the light of day, it is most likely that the entire archipelago of the Azores will hold the award, not just Lajes, whose local authority has led and done all the work so far. It is not about having or not having merit. It is about justice, or rather, in this case, it was an injustice.


MiratecArts inaugura Galeria A Brasa MiratecArts inaugurates A Brasa Gallery

A

Galeria A Brasa é o novo projeto da MiratecArts, na Madalena, ilha do Pico. Um espaço único na vila mais jovem da ilha montanha. Aqui, artistas participantes, em parceria com a Miratecarts, têm a oportunidade de não só expor como também vender os seus trabalhos. A primeira exposição, inaugurada durante as Festas da Madalena, inclui trabalhos de Carlos Farinha, Fátima Madruga, Lúcia de Brito Franco, Luís Cardoso, Manoel Costa e os Sorrisos de Pedra de Helena Amaral.

No futuro, a galeria pretende apresentar exposições a solo dos artistas que fazem parte da plataforma www.discoverazores.eu que conta já com mais de 350 participantes açorianos, nos seus cinco anos de existência. A Galeria A Brasa fica localizada no primeiro piso do novo restaurante “A Brasa do Pico”. Liderado por Guilhermina Teles e seu irmão, Manuel Teles, oriundos de África do Sul, a ementa deste novo restaurante é baseada em churrasco BBB/Braai.

A

Brasa Gallery (Galeria a Brasa) is the new project of MiratecArts in Madalena, Pico island. Participating artists, in partnership with Miratecarts, will have the opportunity not only to exhibit but also to sell their work in the unique space. The first exhibition, inaugurated during the Madalena Festival, includes works by Carlos Farinha, Fátima Madruga, Lúcia de Brito Franco, Luís Cardoso, Manoel Costa and Helena Amaral, with her “Smiling Stones”. Future plans of the gallery include solo exhibitions of artists who are part of the

www.discoverazores.eu platform, which has amassed the participation of more than 350 Azorean artists during its five years of existence. The gallery is located on the first floor of the new restaurant “A Brasa do Pico”. Led by Guilhermina Teles and her brother, Manuel Teles, hailing from South Africa, the restaurant’s menu is based on BBB / Braai barbecue.


Açores nomeados para melhor destino de mergulho 2017 Azores nominated for best diving destination 2017

O

s Açores estão nomeados para a DIVE TRAVEL AWARDS 2017 – DESTINATIONS, na categoria Scuba Diving Destinations, pela revista Dive Magazine, uma das principais revistas de mergulho no Reino Unido, que tem mais de 53 500 mil subscritores. Numa lista de 23 nomeados na categoria de melhor Destino de mergulho 2017, os Açores estão a par de reconhecidos e prestigiados destinos para a prática de mergulho, como o Egipto,

Maldivas, Indonésia, México, Filipinas, Palau, Galapos, entre outros. Para os Açores, é o reconhecimento de um destino de excelência para a prática de mergulho pela diversidade dos inúmeros “spots”, desde mergulhos costeiros, até aos bancos submarinos. As votações encerram a 30 de setembro de 2017 e os resultados serão anunciados na feira World Travel Market na ExCeL (WTM), em Londres, em 5 de novembro próximo. Foto: diveacores.blogspot.com

T

he Azores has been nominated for the DIVE TRAVEL AWARDS 2017 - DESTINATIONS in the Scuba Diving Destinations category by Dive Magazine, one of the leading dive magazines in the UK, with more than 53,500 subscribers. In a list of 23 named in the category of Best Dive Destination 2017, the Azores are side by side with well-known and prestigious diving destinations such as Egypt, Maldives, Indonesia, Mexico, Philippines, Palau, Galapa-

gos, and more. The Azores is being recognized as a destination of excellence for diving due to the diversity of its numerous spots, from coastal dives to submarine banks. Voting ends September 30, 2017 and the results will be announced at the World Travel Market in London on November 5.


Atlantic Honey, o novo mel made in Pico Atlantic Honey, the new honey made in Pico

O

crescimento da produção de mel na ilha do Pico começa a ter reconhecimento nacional. Recentemente, a Cooperativa Flor de Incenso viu os seus produtos serem reconhecidos em concursos nacionais e naquela ilha já nasceu um novo projeto na área apícola, com a marca Atlantic Honey. Pensado sobretudo para o mercado da exportação e no turismo, um grupo de jovens empreendedores da ilha do Pico – Isidro Faria, Fábio Cabral, João

Paulo Pereira e Jorge Pereira - lançou-se no projeto que colocou este verão no mercado o Atlantic Honey. Um mel que é produzido localmente mas que tem na sua apelativa imagem o seu principal trunfo para atingir novos mercados. O mel da Atlantic Honey é produzido pela Flor de Incenso, cooperativa apícola também com uma marca própria e que este ano já leva três distinções, duas delas de âmbito nacional. Foto: Direitos reservados

T

he growth of honey production in the island of Pico is beginning to gain national recognition, with the cooperative Flor de Incenço seeing its products honoured in national competitions. And now a new project on the island has been created in the apicultural area under the brand Atlantic Honey. With a particular focus on the export market and tourism, a group of young entrepreneurs from the island of Pico - Isidro Faria, Fábio

Cabral, João Paulo Pereira and Jorge Pereira - launched the project this summer, pu ing Atlantic Honey on the market. The group hopes the locally-produced honey will reach new markets due to its appealing image. Atlantic Honey is produced by the Flor de Incenço, which also has its own brand. This year alone the cooperative has collected three distinctions, two of them nationally.


Fonte Travel & Gourmet, nas Lajes do Pico Fonte Travel & Gourmet comes to Lajes do Pico

N

as Lajes do Pico, foi inaugurado um novo espaço de comércio e agenciamento turístico. Assente num conceito inovador, a Fonte Travel & Gourmet, pretende ser uma referência para o turismo nacional e internacional. Está localizado em pleno centro histórico da vila baleeira e assume-se como um espaço inovador, não só ao nível da comercialização de produtos de excelência dos Açores e do continente português como também em termos de agenciamento turístico das ilhas do Triângulo, Graciosa, Santa Maria, Flores e Corvo, ao nível

das ligações aéreas e marítimas, rent-a-car, alojamento, atividades turísticas e restauração. Segundo António Simas Santos, CEO da Fonte Travel & Gourmet, é fundamental apostar cada vez mais nos mercados dos EUA e Canadá e expandir os mercados tradicionais da Europa Central focando a oferta para as épocas baixas. Fotos: Comunicar Atitude

A

new commerce and tourism agency based on an innovative concept was recently inaugurated in Lajes do Pico: Fonte Travel & Gourmet. The new venture will be a reference for national and international tourism. Located in the historic center of the whaling village, the innovative space showcases products of excellence in the Azores and the Portuguese mainland, and acts as a tourist agency of the islands of the Triangle, along with Graciosa, Santa Maria, Flo-

res and Corvo, offering assistance with air and sea travel, rental cars, lodging, tourist activities and catering. António Simas Santos, CEO of Fonte Travel & Gourmet, said it’s fundamental to invest increasingly in the US and Canadian markets and to expand the traditional markets of Central Europe by focusing on low season offers.


Luciana Oliveira eleita Rainha das Vindimas 2017 Queen of the Vineyard 2017 named

L

uciana Oliveira foi a grande vencedora do concurso Rainha das Vindimas 2017, que se realizou no Auditório da Madalena Cláudia Silva foi eleita Primeira Dama de Honor, seguindo-se no pódio Liliana Xavier, Segunda Dama do concurso, que teve dois grandes momentos de avaliação, o desfile e uma entrevista prévia, em que os jurados avaliaram a comunicação, expressividade e fluência verbal

das candidatas, bem como o seu conhecimento sobre vitivinicultura. Criado em 2008 pela Associação de Municípios Portugueses do Vinho, o concurso nacional visa promover e preservar a cultura rural mais genuína de Portugal, valorizando este hábito muito antigo em alguns municípios, a eleição da Rainha das Vindimas, na defesa das tradições regionais. Foto: Direitos reservados

L

uciana Oliveira was the big winner at the 2017 Queen of the Vineyard competition, which took place at the Madalena Auditorium. Cláudia Silva was elected First Lady of Honor, followed on the podium by runner-up Liliana Xavier. The women took part in two sections, a walk and an interview, where they were evaluated by jurors on their communication, expressiveness and most importantly,

their wine-making knowledge. Created in 2008 by the Association of Portuguese Wine Municipalities, the national contest aims to promote and preserve rural culture in Portugal by honouring the regional tradition of Queen of the Vineyard.


Madalena e Horta finalista dos Prémios Município do Ano Madalena and Horta make Municipality of the Year Awards finals

P

elo terceiro ano, a Câmara Municipal da Madalena foi considerada uma das melhores de todo o país, tendo nesta edição se destacado com um projeto pioneiro em toda a região, a Comissão Municipal de Proteção ao Idoso, criada com o objetivo de promover o envelhecimento ativo e uma proteção social efetiva da população sénior. Também a Câmara Municipal da Horta foi nomeada

F

para Município do Ano 2017 pelo trabalho desenvolvido ao nível das práticas de inclusão e sustentabilidade, com o projeto “Novos Desafios”. Os Prémios Município do ano 2017, organizados pela Plataforma UM-Cidades, da Universidade do Minho, visam reconhecer as boas práticas dos municípios portugueses e premiar iniciativas autárquicas de excelência, no âmbito nacional.

or the third year running, Madalena Town Council has been named one of the best municipalities in the country. This year, the Municipal Commission for the Protection of the Elderly, created with the objective of promoting active ageing and social protection of the senior population, has been recognized. The Municipality of Horta was also nominated for Municipality of the Year 2017

27

for its work on inclusion and sustainability with the “New Challenges” project. The Municipality Awards 2017, organized by the UM-Cidades Platform, University of Minho, aim to recognize the good practices of Portuguese municipalities and award local initiatives of excellence at a national level.


Confraria doVinho do Pico com 13 novos confrades Pico Wine Confraternity welcomes 13 new members

A

Confraria do Vinho do Pico nasceu com o intuito de defender o vinho do Pico, apostando fortemente na sua promoção e divulgação. Os tempos mais recentes têm sido prósperos para as atividades vitícola e vitivinícola, crescimento este ao qual a Confraria não podia ficar alheia. A salvaguarda do património vitivinícola do Pico passa agora a contar com 13 novos membros, entre personalidades com reco-

nhecido trabalho em prol do vinho e instituições públicas, como é o caso das três autarquias picoenses, para promover a notoriedade do vinho do Pico. No ano em que a Madalena do Pico ostenta o galardão de Cidade Portuguesa do Vinho, a Confraria do Vinho do Pico ultrapassa assim mais de quatro dezenas de confrades em 17 anos de existência da instituição. Foto: Direitos reservados

T

he Pico Wine Confraternity (Confraria do Vinho do Pico) was born with the purpose of defending Pico wine, investing heavily in its promotion and dissemination. Viticultural activities on the island have seen a prosperous growth recently, prompting the Confraternity to expand. The group, which focuses on the preservation of Pico’s wine heritage, now has 13

new members, among them personalities with recognized work in wine and public institutions, who will help the three municipalities in Pico promote local wine. The Pico Wine Confraternity now boasts more than four dozen members in its 17 years of existence, passing the mark in the same year that Madalena was bestowed the title of Portuguese Wine City 2017.


“Espalamaca”, o novo vinho branco da CVIP (Picowines) “Espalamaca”, the new white wine of CVIP (Picowines)

H

á um novo vinho branco da ilha do Pico no mercado. Chama-se “Espalamaca” e é produzido pela Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico (Picowines). Feito a partir da casta Arinto dos Açores, o “Espalamaca” será certamente mais um vinho de excelência da Picowines. Proveniente da colheita de 2016, o “Espalamaca”, cujo nome surgiu em homenagem à embarcação que durante largas décadas foi o principal elo de ligação

entre as ilhas do Pico e do Faial, conta já com diversas distinções nacionais e internacionais: Medalha de Ouro no Berlin Wine Trophy e no Portugal Wine Trophy e Medalha de Prata no concurso Vinhos de Portugal 2017. A Picowines lançou no mercado um lote de cinco mil garrafas, sendo o novo vinho de grande complexidade, com aromas frutados, uma acidez suave e 13% de teor alcoólico.

T

here is a new white wine from Pico Island on the market - “Espalamaca” - produced by the Cooperativa Vitivinícola of Pico Island (Picowines). Made from the Azores Arinto grape variety, “Espalamaca” is on its way to being recognized as another wine of excellence from Picowines. Originating from the 2016 harvest, “Espalamaca”, named after the vessel that for decades was the main link between the islands of Pico and Faial, already has several national and internatio-

nal distinctions: Gold Medal in the Berlin Wine Trophy and in the Portugal Wine Trophy, and Silver Medal in the Wines of Portugal 2017 competition. Picowines has launched five thousand bo les of the new wine, which boasts great complexity, fruity aromas, a mild acidity and 13% alcohol content.


Cônsul Honorário de Portugal na Flórida recebe Medalha de Ouro da Madalena Honorary Consul of Portugal in Florida receives Madalena Gold Medal

O

picoense César DePaço, Cônsul Honorário de Portugal na Florida, foi agraciado com a Medalha de Ouro da Câmara Municipal da Madalena. César DePaço nasceu na Madalena do Pico em setembro de 1965. Saiu do Pico com apenas dois anos mas passou grande parte da sua infância em diversas ilhas do arquipélago. Atualmente,

é dono da Summit Nutritionals Internacional, uma das maiores empresas norte americanas no ramo farmacêutico e Cônsul Honorário de Portugal no estado da Florida. Esta foi a primeira vez na história que a Câmara Municipal da Madalena atribui a mais alta insígnia do município.

C

ésar DePaço, Honorary Consul of Portugal in Florida, was awarded the Gold Medal of the Town Hall of Madalena. Born in Madalena do Pico in September 1965, César DePaço left Pico at the young age of two but spent much of his childhood in several islands of the archipelago. He currently owns Summit Nutritionals International,

one of the largest North American pharmaceutical companies, and is the Honorary Consul of Portugal in the state of Florida, USA. This was the first time in history that the Town Hall of Madalena a ributed the highest insignia of the municipality.


Governo Regional apoia candidatura da cultura da baleia a património da UNESCO Government of Azores supports UNESCO heritage whale culture application

O

Governo Regional dos Açores vai apoiar a candidatura da cultura da baleia a património da Unesco liderada pela Câmara das Lajes do Pico. O processo pretende abranger a ilha do Pico e outros espaços do arquipélago, classificando-se, assim, a vasta, riquíssima e singular cultura que tanto significa para a Região Autónoma

dos Açores. Em março, o presidente da Câmara das Lajes do Pico, Roberto Silva, disse que a candidatura deverá ser entregue à UNESCO no primeiro trimestre de 2018, sendo este um processo em preparação há dois anos. Foto: Direitos reservados

T

he Regional Government of the Azores will support the candidacy of whale culture to UNESCO heritage, which is being led by the Lajes do Pico Municipality. The process intends to cover the island of Pico and other spaces of the archipelago, classifying the vast, rich and singular culture that holds so much meaning in the Autonomous Region of the

Azores. In March, the president of Lajes do Pico, Roberto Silva, said the application would be submi ed to UNESCO in the first quarter of 2018, as the process can take two years.


Mãos com Arte, no Museu dos Baleeiros Hands with Art at the Whalers Museum

N

o Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, está patente ao público a exposição Mãos com Arte. A iniciativa partiu do Museu do Pico e coloca à disposição do público trabalhos executados em osso e dente de cachalote que são uma das mais importantes manifestações da arte açoriana do séc. XX. Na exposição é possível conhecer a obra de alguns dos artistas da ilha do Pico ainda vivos, mostrando di-

ferentes conceitos, técnicas e métodos de trabalho. Para além das Mãos com Arte, ainda no Museu dos Baleeiros está patente ao público a exposição “Igreja Matriz das Lajes do Pico: do sonho à realidade”, que retrata o processo de construção de um dos edifícios com maior relevância iconográfica e mitográfica da sede do concelho, sendo o maior espaço religioso da ilha. Foto: Direitos reservados

A

new exhibition, Hands with Art, is now open to the public at the Whalers Museum in Lajes do Pico. The initiative started at the Pico Museum, showing public works executed with the bone and teeth of the sperm whale, in one of the most important manifestations of Azorean art of the 20th century. The exhibition highlights

the work of artists from the island of Pico, showing different concepts, techniques and methodologies. In addition to Hands with Art, “Mother Church of Lajes do Pico: from dream to reality” is still on exhibition at the Whalers Museum, depicting the process of building the largest religious space on the island.


Hambúrgueres de tainha made in Pico Mullet burgers made in Pico hit the market

H

á um novo produto made in Açores no mercado alimentar e que pode vir a tornar-se num verdadeiro sucesso. A hambúrguer de taínha surgiu pelas mãos da Associação de Armadores da Pesca Artesanal do Pico com o principal propósito de valorizar aquela espécie de peixe mas a boa aceitação do público pode abrir as portas de novos mercados. Depois das filetes, a associação avançou para as hambúrgueres, no sentido de acabar com o estigma

que paira sobre aquela espécie, que ao nível da qualidade quer ao nível do preço pago em lota. Para já, a Associação de Armadores da Pesca Artesanal do Pico não tem uma produção em larga escala, até porque a taínha é uma espécie maioritariamente capturada no inverno. No entanto, a intenção passa por conseguir um maior volume daquela espécie nos próximos meses para, numa segunda fase, levar as hambúrgueres de taínha aos principais mercados da restauração açoriana.

A

new product from the Azores food market with the potential for success has emerged. The mullet fish burger comes from the hands of the Pico Artisan Fishing Association, who hope their burger will bring value to the underappreciated fish species and open doors to new markets. After dealing in fillets, the association decided to bran-

ch out into burgers in order to end the stigma that hangs over the mullet. The Pico Artisan Fishing Association currently does not have a large scale production, because the mullet is mainly captured in the winter. But it hopes to achieve a higher volume of the species in the coming months, in order to take the mullet burgers to main Azorean restaurants.


Festival Cordas destaca açorianos

Cordas Festival highlights Azorean musicians

U

m dos mais consagrados e respeitados músicos portugueses, Luís Alberto Be encourt, recebe destaque na segunda edição do Festival Cordas. A acontecer na Madalena, Pico, de 10 a 17 de setembro, com eventos especiais aos domingos e concertos de segunda a sábado no Auditório da Madalena, o Cordas é o festival que celebra a arte dos cordofones e os seus artistas. A primeira edição conseguiu TOP10 Best New Festival no Iberian Awards. Luis Aberto Be encourt conta com uma carreira de mais de 40 anos de experiências musicais. As suas composições para televisão, incluindo Xailes Negros e O Barco e o Sonho, colocaram-no nas casas de todos

os açorianos. Foi homenageado no Coliseu Micaelense com “Prémio Carreira - Prestígio”. Outros grandes nomes de músicos açorianos no cartaz do Cordas inclui o mestre da Viola da Terra, Rafael Carvalho e o guitarrista virtuoso aclamado como embaixador dos Açores, Ruben Be encourt. Rafael Carvalho volta ao festival para lançar o seu terceiro CD, Relheiras. Ruben Be encourt, depois de vencer 22 competições internacionais e um recorde em Portugal com seis prémios consecutivos em guitarra clássica, vem ao Pico lançar seu novo repertório “Lift Up Your Eyes.” www.festivalcordas.com Fotos: Direitos reservados

O

ne of the most respected Portuguese musicians, Luís Alberto Be encourt, will be featured in the second edition of the Cordas World Music Festival. Cordas, the festival celebrating the art of string instruments and their artists, will be held in Madalena, Pico from September 10 to 17, with special events taking place on Sundays and concerts from Monday to Saturday at the Madalena Auditorium. The first edition was recognized as a TOP10 Best New Festival at the Iberian Awards. Luis Aberto Be encourt has a career spanning more than 40 years of musical experience, and has been honoured with the “Career Award Prestige” at the Micaelense

Coliseum. His television compositions, including “O Barco e Sonho”, placed him in the homes of all Azoreans. Other great names in Azorean music on the Cordas line-up include the master of the Viola da Terra, Rafael Carvalho, along with virtuoso guitarist and acclaimed ambassador of the Azores, Ruben Be encourt. Rafael Carvalho returns to the festival to release his third CD, “Relheiras”. Ruben Bettencourt, who has won 22 international competitions and holds a record in Portugal with six consecutive prizes in classical guitar, comes to Pico to launch his new repertoire, “Lift Up Your Eyes.”


MiratecArts Foto_Galeria na Madalena MiratecArts inaugurates Foto_Galeria in Madalena

P

ara assinalar o Dia Mundial da Fotografia, no passado dia 19 de agosto, a MiratecArts lançou novos desafios nas artes fotográficas com a inauguração da Foto_Galeria no edifício dos Bombeiros Voluntários da Madalena do Pico. Foi assinado um protocolo entre a MiratecArts e os Bombeiros da Madalena onde a associação cultural ganha um novo espaço para o desenvolvimento da arte.

O espaço vai ser dedicado ao trabalho de fotógrafos locais e dos que visitam a ilha para exposições, encontros de fotógrafos, reuniões e ainda a salvaguardar o espólio de fotografia da associação, que já é extenso. A primeira exposição apresenta os trabalhos de cinco fotógrafos do Pico: Davide Sousa, Jaime deBrum, José Feliciano, Nuno Gonçalves e Pedro Silva. Foto: Pedro Silva

M

iratecArts marked World Photography Day on August 19 by launching a new photography initiative with the inauguration of Foto_Galeria. In a protocol signed between MiratecArts and the Firefighters of Madalena, the cultural association gains a new space for the development of art in the Firefighters of Madalena building in Pico. The

space will be dedicated to the work of local photographers and those who visit the island for exhibitions and photography meetings, and will also safeguard the association’s extensive photographic archive. The first exhibition will present the works of five Pico photographers: Davide Sousa, Jaime deBrum, José Feliciano, Nuno Gonçalves and Pedro Silva.


Aldeia da Cuada e Aldeia da Fonte entre os primeiros cinco hotéis mais ecológicos de Portugal Aldeia da Cuada and Aldeia da Fonte among most ecological hotels in Portugal

A

ldeia da Cuada (Flores) e Aldeia da Fonte (Pico) estão entre os 15 alojamentos mais ecológicos de Portugal, de acordo com um ranking elaborado para Revista Visão pela Associação ZERO. Os dois únicos dos Acores, estando a Aldeia da Cuada em quarto lugar e a Aldeia da Fonte em quinto. Uma honra para os Açores e a confirmação de que o nosso caminho é o da natureza e que verdadeiro luxo é o seu usufruto. O facto destas unidades hoteleiras serem nossos parceiros e se situarem em dois dos produtos da Fonte Travel (Flores e Corvo e Triangulo) dá-nos particular incentivo para continuar a por no mapa estas zonas dos Açores que representam, no seu melhor, a aposta no turismo de natureza. A região para ter sustentabilidade tem de se concentrar em nichos de mercado bem definidos sendo o do usufruto da natureza o mais emblemático. Porque represen-

ta o verdadeiro luxo que temos para oferecer: a tranquilidade e a partilha de uma natureza intocada e de não poluição. A nossa galinha de ovos de ouro. As nossas ilhas não têm condições nem escala para turismo de massas e, por conseguinte, a nossa visão deve ser a da aposta em pequenas unidades bem integradas e que proporcionem o que de melhor temos. Fugindo às linhas de costa poluídas por grandes hotéis que iriam contrariar em absoluto a nossa oferta e tornar-nos igual a destinos que se encontram submergidos por um turismo barato e desenfreado que não tem sustentabilidade e que iria tornar a vida das nossas gentes num pequeno inferno. O reconhecimento, agora conferido, a duas unidades que há longos defendem um turismo de valorização do território e de promoção da nossa natureza vem confirmar que esse é o caminho que nos devemos manter.

A

ldeia da Cuada (Flores) and Aldeia da Fonte (Pico) are among the 15 most ecologically-friendly lodges in Portugal, according to a ranking prepared for Visão magazine by Associação ZERO. The hotels are the only two in the Azores to be honoured, with the Aldeia da Cuada in fourth place and Aldeia da Fonte in fifth, recognizing the Azores as a leader in accommodations reflecting nature and luxury. The hotels are two of Fonte Travel’s products (Flores and Corvo, and the Triangle), and the ranking will help to continue to put these areas on the map, representing the best in nature tourism. For sustainability, the region needs to focus on well-defined market niches and nature, representing the true luxury we have to offer: the tranquillity of an untouched and non-polluted nature.

Our islands do not have the conditions or scale for mass tourism, therefore our vision should be to invest in small areas that are well integrated and provide the best we have. Polluting our coastlines with big hotels would absolutely counteract our goal, making the Azores equal to destinations that are submerged by cheap and rampant tourism that has no sustainability; it would make the life of our people a living hell. The recognition of these two hotels will help bring further value to the islands and promote our natural and untouched land, something we must maintain.


Cartão de Cidadão/Citizen Card

Losménio Vieira Machado Goulart, 41 anos, natural da Madalena, presidente do Conselho de Administração da Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico - PICOWINES e gerente da LOS - Live Our Style lda Losménio Vieira Machado Goulart, 41, from Madalena, president of the Board of Directors of the Cooperativa Vitivinícola do Pico PICOWINES and manager of LOS - Live Our Style lda.


. Como pensa que será a sua vida daqui a cinco anos?/How do you think your life will be like in five years? Penso estar a trabalhar todos os dias, com a mesma garra e convicção com que o faço hoje, e enquanto profissional, com a responsabilidade de quem está rodeado de pessoas e de famílias que dependem diretamente de mim e do meu desempenho. / I see myself working every day, with the same conviction as I do today, and as a professional with the responsibility of someone surrounded by people and families that depend directly on me and my performance. . Se pudesse escolher outro lugar para viver, qual seria?/ If you could choose another place to live, where would it be? Estas Ilhas foram sempre a minha primeira opção. Vivi 11 anos em Aveiro e na primeira oportunidade de voltar às origens, voltei. / These Islands were always my first choice. I lived for 11 years in Aveiro, and at the first opportunity to return to my origins, I came back. . Se pudesse criar uma amizade com uma personalidade famosa, quem escolheria?/If you could create a friendship with a famous personality, who would you choose? Kim Jong-un - Presidente da Coreia do Norte, tem uma capacidade de encenação e representação fabulosas. / Kim Jong-un, the President of North Korea, has an amazing capability of staging and representation. . Qual é o seu sonho de consumo?/What is your dream purchase? Uma ilha no pacífico. ;-) / An island in the Pacific ;-) . Qual é o seu hobbie?/What is your hobby? Musica. / Music. . Qual é a viagem dos seus sonhos?/ What is the trip of your dreams? Conhecer as regiões Vulcânicas do Globo produtoras de Vinhos (Volcanic Wines). / To know the volcanic regions of the globe producing wine. . O que o deixa nervoso?/What makes you nervous? Ver o tempo a passar sem produzir. Olhar o relógio certo apenas duas vezes no dia. / See the time pass without producing. Look at the right watch only twice a day. . Qual é a música que escuta e lhe faz lembrar uma época boa?/What music do you listen to that reminds you of the good times? Não uma música, mas várias de Rui Veloso. / Not one song, but several by Rui Veloso. . Qual é a sua comida preferida?/What is your favorite food? Inhames com linguiça. Especialmente a que era feita pela minha Avó Margarida. / Yams with sausage. Especially the kind made by my grandmother Margarida. . Qual é o livro da sua vida?/What is your favourite book? As ilhas desconhecidas de Raul Brandão. “(…) As ilhas têm de mais belo e as completa é a Ilha que esta em frente”. / “The unknown islands” by Raul Brandão “(...) The islands are more beautiful and complete the one that is in front”. . Qual é o seu filme preferido?/What is your favorite movie? Braveheart – O Desafio do guerreiro, de 1995, realizado por Mel Gibson - Lutar por aquilo em que acreditamos, pelas nossas convicções / Braveheart - The Warrior’s Challenge of 1995, by Mel Gibson. Fighting for what we believe, for our convictions. .Em que época do passado gostaria de ter vivido?/ In what time of the past would you like to have lived? A época que estamos a viver é muito desafiante. Mas gostava de voltar daqui a uns 100 anos para apreciar a evolução da humanidade. / The time we are living in is very challenging. But I would like to come back in about 100 years to appreciate the evolution of humanity. . Qual é a palavra que tem mais significado para si?/What is the most meaningful word for you? Pensamento. A partir do Pensamento geram-se palavras e das palavras, ações. / Thoughts. From thoughts come words and words generate actions. . O que é que não tem preço na sua vida?/What is priceless in your life?A realização de sonhos de criança/adolescente. / The realization of child / adolescent dreams. . Não consegue viver sem…?/ You cannot live without ...? Sonhar, projetar e executar. / Dream, project and execute. . O que é imperdoável?/What is unforgivable? A mentira estruturada. / The structured lie.


Tm agosto 2017  

Triângulo Magazine Agosto 2017

Advertisement