Page 1

novembro 2015 | Ano 1 | nº1 | Diretor: Milton Dias | Distribuição gratuita

TUI inicia operação entre Amesterdão e o Triângulo TUI starts operating Amsterdam to the Triangle Entrevista com Vítor Fraga, secretário regional do Turismo e Transportes Interview with Vítor Fraga, regional secretary of Tourism and Transport

OTriângulo está na moda Triangle is fashionable


Pub


Pub


S UM Á RI O/SU M M ARY TRIÂNGULO MAGAZINE 6

Editorial

8

TUI inicia operação entre Amesterdão e o Triângulo TUI starts operating Amsterdam to the Triangle

14

Pico recebe prova do Programa Cyclin’Azores Pico receives competition of Cyclin’Azores Program

20

Entrevista com Vítor Fraga, secretário regional do Turismo e Transportes Interview with Vítor Fraga, regional secretary of Tourism and Transport

27

Açores querem galardão de Whale Heritage Site Azores wishes the Whale Heritage Site award

28

Parlamento Europeu quer indicações geográficas para produtos tradicionais European Parliament wants geographical indications in traditional products

34

Novo Posto de Turismo das Lajes do Pico New tourist office in Lajes do Pico

36

Parlamento açoriano lança Guia do Visitante Azorean Parliament launches visitor guide

Estatuto Editorial TriânguloMagazine é uma publicação generalista, em formato de revista e digital, com particular incidência na informação de âmbito local e regional e abrangendo os mais variados campos de atividade e correspondendo às motivações e interesses de um público plural; pretende abordar a realidade arquipelágica, potenciando a reflexão e o debate sobre as grandes questões da atualidade, sem descurar o acompanhamento de outros temas de interesse relevante; TriânguloMagazine orienta-se pelos princípios de liberdade, rigor, ética, deontologia, criatividade e pluralismo informativo, sem qualquer dependência de ordem económica, política e ideológica; TriânguloMagazine compromete-se a respeitar os direitos e deveres previstos na Constituição da República Portuguesa, na Lei de Imprensa e no Código Deontológico dos Jornalistas; o seu objetivo principal inscreve-se numa tradição europeia de exigência e qualidade em detrimento do fácil sensacionalismo da matéria informativa, contribuindo para a promoção do meio envolvente, provocando, de forma equilibrada a diversidade de opiniões. TriânguloMagazine pretende proporcionar uma informação generalista e de interesse plural, em escrupuloso respeito pelas opiniões das minorias, recusando-se a difusão de opiniões que incitem à propagação de práticas de índole criminal ou que violem os direitos fundamentais dos cidadãos. A difusão de material informativo obedecerá a um criterioso enquadramento dos géneros jornalísticos, sem hierarquias preconcebidas e em conformidade com um jornalismo eficaz do ponto de vista comunicacional.

4


Pub

39

Novo A330 da Sata começa a operar no final do ano New A330 Sata starts operating at the end of the year

40

The Wine Advocate distingue Azores Wine Company The Wine Advocate distinguishes Azores Wine Company

43

Pocinho Bay galardoado no World Luxury Hotel Awards Pocinho Bay awarded at the World Luxury Hotel Awards

46

O primeiro espumante natural de Portugal The first natural sparkling wine from Portugal

48

Cartão de Cidadão, Roberto Silva Citizen Card

51

Cella Bar nas bocas do mundo Cella Bar talked all over the world

52

Ilha de São Jorge acolheu encontro internacional de canyoning São Jorge Island hosted international meeting of canyoning

Editorial Status TriânguloMagazine is a generalist publication in magazine and digital format, with particular focus on local and regional information and covering the most diverse áreas of activity and corresponding to the motivations and interests of a plural; it intends to address the archipelagic reality, encouraging reflection and debate on the big issues of the day, without neglecting the monitoring of other relevant topics of interest; TriânguloMagazine shall be guided by the principles of freedom, accuracy, ethics, creativity and informational pluralism, without any dependency on economic, political and ideological matters; TriânguloMagazine is committed to respecting the rights and duties laid down in the Constitution of the Portuguese Republic, the press law and the ethics code of journalists; Our main objective is to be inserted in a European tradition and quality requirement at the expense of easy sensationalism of the subject informative, contributing to the promotion of the environment, resulting in a balanced way the diversity of opinions. TriânguloMagazine aims to provide a generalist and information of interest to plural, in scrupulous respect for the opinions of minorities by refusing the dissemination of opinions that encourage the spread of criminal nature or practices that violate the fundamental rights of the citizens.

5


EDITORIAL Uma nova realidade A new reality

N

Ficha Técnica REVISTA MENSAL Triângulo Magazine DIRETOR Milton Dias PROPRIEDADE Mílton César Melo Dias REDACÃO E ADMINISTRAÇÃO Sítio da Barca 9950 - 303 Madalena Ilha do Pico | Açores CONTACTO magazinetriangulo@gmail.com IMPRESSÃO Nova Gráfica TIRAGEM 2 000 exemplares (Distribuição gratuita) Nº REGISTO ERC 126729 DEPÓSITO LEGAL Nº 401050/15

ão é de agora que uma subregião dentro dos Açores tem-se assumido como uma potencial alavanca para a economia açoriana. Não se trata de dividir ou de provocar divisões mas sim de constatar uma realidade, uma nova realidade, cada vez mais evidente. O triângulo, composto pelas ilhas do Faial, Pico e São Jorge, reveste-se de uma singularidade única em todo o arquipélago e pode, num futuro próximo, vir a assumir-se num patamar de desenvolvimento bastante superior ao atual. Muitos dirão que se fala muito deste triângulo e que pouco ou nada se fez para se passar dos discursos às ações. Têm razão aqueles que assim pensam porque, na realidade, o Triângulo ainda está longe de ser conotado apenas com uma figura geométrica. Não importa se foram políticas, sociais ou económicas. Importa, sim, constatar que estamos perante um importante virar de página em todo este processo e que agora, mais do que nunca, se deve elevar o lema de “um por todos e todos por um”. É verdade que, devido a especificidades e níveis de desenvolvimento próprios, o Triângulo nunca será equilátero (com os três lados iguais), mas poder-se-á diminuir, e muito, as diferenças que existem, haja vontade política e económica para tal desiderato. Isoladamente, não somos muitos mas, juntos, podemos ser grandes e é dessa grandeza que o triângulo pode afirmar-se, cada vez mais, no panorama regional. Não é aquilo que cada um tem ou que possa ou deveria ter que está em jogo mas sim a complementaridade entre estas ilhas. Isso, sim, é um produto único.

NOVEMBRO 2015

6

I

t is not new that a sub region within the Azores has been assumed as a potential leaver to the Azorean economy. This is not to divide or to cause divisions, it’s observing reality, a new reality, more and more evident. The Triangle made up of the islands of Faial, Pico and São Jorge, is of a single and unique singularity in the archipelago and may, in the near future, come to take on a much higher level of development than the current. Many will say that there is too much talk of this Triangle and little or nothing has been done to move from speeches to actions. They are right because, in reality, the triangle is still far from beeing connoted only as a geometrical figure. It doesn’t matter whether they were political, social or economic. What matters is to see that we are facing an important turning page in this process and that now, more than ever, we must raise the slogan of “one for all and all for one.” It is true that due to its own specificity and levels of development, the Triangle will never be equilateral (with three equal sides), but the differences that exist may decrease if there is political and economic will to this aim. Alone we are not many, but together we can be great and that’s the greatness that the triangle can be stated, increasingly, the regional panorama. It is not what each one has or which may or should have … what is at stake but rather complementarity between these islands. This, indeed, is a unique product.


Pub

7


TUI inicia operação entre Amesterdão e o Triângulo TUI starts operating Amsterdam to the Triangle 8


Depois das ilhas Terceira e São Miguel, onde opera há cerca de 10 anos, o operador turístico TUI vai estrear, a partir de abril de 2016, a rota entre Amesterdão e a ilha do Pico. After the islands of Terceira and São Miguel, which has been operating for about 10 years, the TUI tour operator is going to start in april 2016, the route between Amsterdam and the island of Pico.

A

nova operação da TUI entre Amesterdão e a ilha do Pico, vai assentar na realização de um voo semanal durante a época alta, contemplando uma ligação direta entre Amesterdão e o Pico, à segunda-feira, e com passagem na ilha de São Miguel no regresso. O anúncio foi feito por Luc Lentjes, diretor da TUI, que esteve recentemente nos Açores, adiantando que a empresa vai operar com um Boeing 737-800, aeronave que disponibiliza 183 lugares. Paralelamente, entre abril e outubro do próximo ano, será realizado um segundo voo ligando Amesterdão às ilhas Terceira e São Miguel, rotas para onde a TUI já viaja há cerca de dez anos. No global, serão oferecidos 9 881 lugares entre Amesterdão e os Açores, significando um aumento de 15 por cento da capacidade de oferta do operador para o arquipélago. De acordo com Luc Lentjes, a opção por esta nova rota prendeu-se, sobretudo, com pedidos efetuados por clientes da TUI interessadosem

9

T

he new operation of TUI between Amsterdam and Pico, will be based on a weekly flight during the high season, with a direct link between Amsterdam and Pico on Monday, and passing on the island of São Miguel in the returning flight. The announcement was made by Luz Lentjes, director of TUI, who was recently in the Azores, adding that the company will operate with a Boeing 737-800 that offers 183 seats. In parallel, between April and October next year, will be held one second flight linking Amsterdam to Terceira and São Miguel, where the TUI routes already travell for about ten years. Overall, 9881 places will be offered between Amsterdam and the Azores, meaning an increase of 15 per cent of the operator’s supply capacity to the archipelago. According to Luz Lentjes, the choice of this new route arrested, above all, with orders placed by customers of TUI in order to explore the smaller islands and the fact that, from Pico is able to easily reach other islands


“O Grupo TUI Group é líder no mundo empresarial de turismo. Num amplo portfólio, estão reunidas 1 800 agências de viagens e portais on line, seis companhias aéreas, cerca de 130 aeronaves e mais de 300 hotéis com 210 000 camas, 13 navios de cruzeiros e trabalhando com inúmeras agências de todos os principais destinos de férias em todo o mundo.” www.tuigroup.com

explorar também ilhas mais pequenas e com o facto de, a partir do Pico, se poder chegar com facilidade a outras ilhas por via marítima, como as ilhas do Faial e de São Jorge. Segundo o secretário regional do Turismo e Transportes, Vítor Fraga, esta nova operação “é mais um passo para a consolidação do destino Açores, com a vantagem de abrir uma nova porta de entrada no arquipélago, cujos benefícios se vão estender a outras ilhas do Grupo Central”. “A Holanda é um mercado consolidado, onde a região tem vindo a investir, e continuar a aposta é maximizar o retorno que se obtém”, salientou Vítor Fraga, frisando que em causa estão cerca de 60 mil dormidas com esta nova rota, sendo “a primeira vez que um operador privado

entra diretamente pelo Pico”. Segundo Vítor Fraga, “esta porta dará entrada no Triângulo e não apenas no Pico, já que, tirando partido da qualidade da oferta de transportes marítimos, será uma ligação que unirá o Pico, o Faial e São Jorge a Amsterdão”, acrescentando ainda que, para além destas ilhas, “os turistas desembarcados no Pico, na Terceira e em São Miguel chegarão ainda às restantes ilhas dos Açores”, pois a operação agrega várias componentes da oferta disponível na região. A revelação da TUI foi acolhida com satisfação junto dos agentes locais diretamente ligados ao setor turístico. Daniel Rosa, presidente da Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico, considera que a entrada da TUI no Triângulo, e na ilha do Pico em particular, é um virar de página. “Sabemos

by sea, as the islands of Faial and São Jorge. According to the Regional Secretary of Tourism and Transports, Vítor Fraga, this new operation “is another step towards the consolidation of the Azores destination with the advantage of opening a new gateway to the Archipelago, the benefits will be extended to other Island of the Central Group “. “Holland is a consolidated market, where the region has invested, and keeps beeting to maximize the return you get,” said Victor Fraga that also said that this new route will allow about 60,000 night sleeps and that “this is the first time a private operator enters directly by Pico. “ According to Victor Fraga, “this will increase the Triangle and not just in Pico, since, taking advantage of the quality of the maritime transports it will be possible to link and unite Pico, Faial and São Jorge to Amsterdam”, adding that besides to these islands, “tourists landed at Pico, in Terceira and São Miguel will reach the other islands of the

Azores”, once the operation adds several supply components available in Azores. The revelation of TUI was welcomed from local agents directly related to the tourism sector. Daniel Rosa, president of the Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico (Commercial and Industrial Association of Pico), considers that the entry of TUI in the Triangle, and particularly in Pico island, opens a new page. “We know it can be a turning point in terms of accessibility and tourism development of our island. It’s sad that it took a private company to realize the potential of Pico and the Triangle, but we are very pleased with this announcement”.

“The TUI Group is a leader in world business tourism. It present a big portfolio, with 1800 travel agencies and portals on line, six airlines, about 130 aircraft and more than 300 hotels with 210,000 beds, 13 cruise ships and it still works with several agencies of all major holiday destinations all around the world. ”. www.tuigroup.com

10


viragem ao nível das acessibilidades e do desenvolvimento turístico da nossa ilha. Foi preciso uma empresa particular aperceber-se da potencialidade do Pico e do Triângulo, mas estamos muito contentes com este anúncio”. Contudo, da Associação Comercial e Industrial da Ilha do Pico não deixou de demonstrar alguma preocupação. “Cada vez mais temos de nos preparar ao nível da formação e da gastronomia, por exemplo, porque existe um leque de setores que precisam de ser melhorados. Por isso, acho que é altura das diversas entidades – câmaras municipais, associações de municípios e associações empresariais – começarem a trabalhar no sentido de nos prepararmos para receber esses turistas e aproveitar esta oferta que nos estão a fazer para que não seja apenas uma aposta ganha da TUI mas também por parte dos açorianos e dos picoenses em particular”, rematou. Fotos: visitazores.com/Tui

11

However, the Commercial and Industrial Association of Pico did show some concerns. “To increase we have to be prepare in training and gastronomy, for example. There is a range of sectors that need to be improved. So I think it’s time the different entities - municipalities, associations of municipalities and business associations - start working on receiving these tourists and take advantage of this offer not only as a winning for TUI but also to the people from Pico and from the Azores”, he concluded.


Pub

12


Filme Portuguese Joe apresentado no Museu do Pico Portuguese Joe film presented at the Pico Museum

O

Museu do Pico apresentou no passado dia, 29 de outubro, no Auditório do Museu dos Baleeiros nas Lajes do Pico, o filme Portuguese Joe, Trata-se de um documentário televisivo que narra a vida e as aventuras de um pioneiro, de origem picoense, da Calheta do Nesquim, José Silva – Joe Silvey, no Canadá. José Silva, o Portuguese Joe, nasceu no início do século XIX (anos 30/40). Com apenas 12 anos de idade, “emigrou de salto” numa baleeira e aí trabalhou como baleeiro. Em 1860, quando chegou à costa da British Columbia, decidiu abandonar a baleeira e tentar a sua sorte na mineração de ouro. Joe Silvey foi um dos primeiros portugueses a chegar ao

T

Canadá, e o primeiro europeu a casar com uma mulher nativa. A história de José Silva – Joe Silvey, uma das personagens mais vibrantes da Costa Oeste, foi registada em livro pelo historiador Jean Barman, na obra The Remarkable Adventures of Portuguese Joe Silvey. Este trabalho televisivo reúne um grande número de documentos históricos, fotografias e filmes, bem como reconstituições e entrevistas no Canadá e nos Açores. Em suma, esta é a história de um pescador iletrado picoense, da Calheta do Nesquim, e da sua importância na fundação e desenvolvimento da cidade de Vancouver, no Canadá, em finais do século XIX.

he Museum of Pico presented last October 29, in the Auditorium of the Whaling Museum in Lajes do Pico, the movie Portuguese Joe. It is a television documentary that chronicles the life and adventures of a pioneer, from Pico Calheta do Nesquim, José Silva - Joe Silvey in Canada. José Silva, the Portuguese Joe, was born in the early nineteenth century (30/40 years). At 12 years old, “he emigrated hopping” in a whale boat and then worked as a whaler. In 1860, when he reached the coast of British Columbia, he decided to abandon whaling and try his luck at gold mines. Joe Silvey was one of the first Portuguese to arrive in Canada,

Foto: Museu do Pico

and the first European to marry a native woman. The story of Joseph Silva - Joe Silvey, one of the most vibrant characters on the West Coast, was recorded in a book by the historian Jean Barman, in the book “The Remarkable Adventures of Portuguese Joe Silvey.” This TV work brings together a large number of historical documents, photos and movies, as well as reconstructions and interviews in Canada and the Azores. In short, this is the story of an illiterate fisherman from Pico, Calheta do Nesquim, and its importance in the founding and development of the city of Vancouver, Canada, in the late nineteenth century.

Com apenas 12 anos de idade, “emigrou de salto” numa baleeira e aí trabalhou como baleeiro. At 12 years old, “he emigrated hopping” in a whale boat and then worked as a whaler.

13


Pico recebe prova do Programa Cyclin’Azores Pico receives competition of Cyclin’Azores Program

E

m 2016, a ilha do Pico vai acolher uma das cinco provas de ciclismo agendadas para o arquipélago, integradas no Programa Cyclin’Azores. O evento está marcado para o dia 2 de abril e vai contar com cerca de 250 participantes para percorrerem os 140 quilómetros da prova, caracterizada por enormes desníveis. “O ciclismo é uma atividade em crescimento, como é reconhecido pela própria Organização Mundial do Turis-

I

mo, e torna-se fundamental criar condições quer para o desenvolvimento deste produto turístico, quer para a sua qualificação”, considerou Vítor Fraga, secretário regional do Turismo e Transportes, sublinhando que será estabelecido um protocolo com a Associação de Ciclismo dos Açores para o desenvolvimento e implementação do Cyclin’Azores, já em 2016.

n 2016, the island of Pico will host one of the five cycling races scheduled for the archipelago, integrated into Cyclin’Azores Program. The event is scheduled for April 2 and will feature about 250 participants to roam the 140 kilometers of the race, characterized by huge gaps. “Cycling is a growing activity, as recognized by the very World Tourism Organization, and it is fundamental to create conditions both for the development of this tourism product

14

and to their qualification,” considered Vítor Fraga, Regional Secretary of Tourism and Transports, underlining that will be established a protocol with the Cycling Association of the Azores for the development and implementation of Cyclin’Azores in 2016.


Faial, Pico, São Miguel e Terceira são, para já, as ilhas contempladas com o Cyclin’Azores.

O

Cyclin’Azores é um programa a desenvolver pela Associação de Ciclismo dos Açores, em conjunto com a Federação Portuguesa de Ciclismo, que contará com a realização de várias provas, nomeadamente uma competição nacional de quatro dias, no Faial e no Pico, em maio, uma competição nacional de quatro dias em São Miguel, em junho, e ainda o Azores Granfondo, uma prova de massas, na vertente de estrada, a realizar

em sistema de rotação por várias ilhas e que no próximo ano terá lugar na ilha do Pico. “Julgo que está claro que esta é uma aposta, não só para o imediato, mas sim para o futuro, indo ao encontro daquilo que tem sido a estratégia do Governo no que concerne à angariação e ao apoio a eventos, promovendo a sua necessária consolidação para, maximizar o retorno de todo o investimento efetuado, frisou Vítor Fraga. Fotos: visitazores.om

T

he Cyclin’Azores is a program to be developed by the Azores Cycling Association, in conjunction with the Portuguese Cycling Federation, which will organize several races, including a national competition of four days in Faial and Pico in May, a national competition of four days in São Miguel in June, and still the Azores Granfondo, a mass road race, to be held in rotation by various islands and that next year will take place on the island of Pico. “I think it is clear that this is a gamble, not only

for the immediate, but for the future, suiting what has been the government’s strategy with regard to fundraising and support events, promoting their consolidation to maximize the return on all the investment made, said Victor Fraga.

Faial, Pico, São Miguel and Terceira are, for now, the islands awarded the Cyclin’Azores. 15


Programa Saudades dos Açores envolve 12 emigrantes Missing the Azores program involves 12 immigrants

O

Governo dos Açores promoveu, de 31 de outubro a 6 de novembro, a 12ª edição do programa “Saudades dos Açores”, iniciativa que possibilita o regresso ao arquipélago de emigrantes que, por motivos de natureza económica, não visitam os Açores há mais de 20 anos. A edição deste ano contou com a participação de 12 emigrantes, com idades entre 61 e 81 anos, oriundos do Brasil, Canadá e EUA, a maioria dos quais não visita os Açores há mais de 25 anos. Durante uma semana, os 12 emigrantes que participaram nesta iniciativa visitaram locais de interesse turístico e

T

cultural em três ilhas dos Açores, nomeadamente o Vale das Furnas, o Parque Terra Nostra, as fábricas de chá e de queijadas e o Miradouro de Santa Iria, em São Miguel, o Centro de Interpretação do Vulcão dos Capelinhos, a Caldeira e o Miradouro de Nossa Senhora da Conceição, no Faial, e a Paisagem da Cultura da Vinha, classificada pela UNESCO como Património da Humanidade, o Santuário do Bom Jesus Milagroso, a Lagoa do Capitão e o Mistério das Bandeiras, no Pico. Este programa, resulta de uma parceria entre o Governo Regional, através da Direção Regional das Comunidades, e o Grupo SATA. Foto: Gacs

he Government of the Azores promoted, from October 31 to November 6, the 12th edition of the program ‘Missing the Azores”, an initiative that allows the return to the archipelago of emigrants who, for economic reasons, do not visit the Azores for more than 20 years. This year’s edition saw the participation of 12 immigrants, aged 61 and 81, from Brazil, Canada and the United States, most of whom do not visit the Azores for more than 25 years. For a week, the 12 immigrants who participated in this initiative have visited places of tourist and cultural

16

interest in the three islands of the Azores, particularly the Furnas, Terra Nostra Park, the tea and typical cakes factories and the Santa Iria viewing point in São Miguel, Capelinhos Volcano Center, the Caldeira and the Nossa Senhora da Conceição viewing point, in Faial, and the Vineyard Culture landscape, classified by UNESCO as World Heritage, the Bom Jesus Milagroso Sanctuary the Lagoons and the Mistério of Bandeiras parish in Pico. This program is a partnership between the Office of the Presidency of the Sub-Secretary for External Relations, through the Regional Communities Direction and the SATA Group.


Pub

17


Em revista

Semana dos Açores no Time Out Market Lisboa

Magazine

Azores Week at Time Out Lisbon Market

O

Governo dos Açores, através da Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores, levou a efeito a realização de uma Semana dos Açores no renovado Mercado da Ribeira, agora conhecido como Time Out Market Lisboa. Entre 5 e 11 de outubro, os produtos certificados dos Açores foram comercializados e aliados à gastronomia

Linha promocional de kits “Azores in a box”

T

he Government of the Azores, through the Sociedade para o Desenvolvimento Empresarial dos Açores (Society for Business Development of the Azores), has undertaken the Azores Week in the newly renovated Mercado da Ribeira, now known as Time Out Market Lisbon. Between the days 5 and 11 of October, certified products from the Azores were

Promotional kits “Azores in a box”

O

Centro Regional de Apoio ao Artesanato lançou uma nova linha de kits promocionais do artesanato açoriano, englobada no projeto “Azores in a box”. O projeto visa aumentar a visibilidade das atividades artesanais açorianas, com peças executadas pelos artesãos regionais, testando desta forma a viabilidade económica des-

tes produtos, procurando garantir e promover a imagem da sua qualidade e a introdução de conceitos atuais aplicados à produção artesanal. A iniciativa traduz-se em “kits” promocionais de produtos das diferentes atividades artesanais açorianas, subordinados a temáticas variadas, como religião, olaria, folha de milho e brinquedos, entre outros. Foto: CRA

T

he Centro Regional de Apoio ao Artesanato (Regional Centre for Handicrafts) launched a new line of promotional kits of the Azorean crafts, enclosed in the project “Azores in a box”. The project aims to increase the visibility of the Azorean crafts activities, with pieces performed by regional artisans, thus, testing the economic viabili-

ty of these products, seeking to ensure and promote the quality image and the introduction of current concepts applied to craftsmanship. The initiative it’s performed by promotional “kits” with products of the different Azorean craft activities, concerning various themes such as religion, pottery, corn leaf and toys, among others.

18

própria daquele mercado, tendo estado em destaque numa venda que se constitui como montra do que de melhor se produz em cada uma das nove ilhas do arquipélago. Durante a Semana dos Açores, alguns restaurantes presentes no Time Out Market integraram no seu menu um prato concebido exclusivamente a partir de produtos açorianos. Foto: CML

sold combined to the own cuisine of that market, having been highlighted in a sale known as the best showcase of what’s produced in each of the nine islands of the archipelago. During the Azores Week, some restaurants present on theirs menus, a dish designed exclusively from Azorean products.


Madalena, Capital dos Açores daVinha e doVinho Madalena is the Azores Capital on Vineyards and Wine

A Roteiro das Festas do Divino Espírito Santo apresentado nos EUA Guide of the Divine Holy Ghost Celebrations presented in the US

O

Roteiro das Festas do Divíno Espírito Santo Açores/Comunidades já está disponível no endereço eletrónico www. roteirodesazores.com, numa iniciativa do Governo dos Açores, desenvolvida através das direções regionais das Comunidades, da Cultura e do Turismo. O roteiro disponibiliza inúmeras manifestações em louvor ao Espírito Santo (Açores, Portugal continental, Canadá,

T

he guidelines of the Divine Holy Ghost Celebrations Azores/ Communities is now available in the website www.roteirodesazores.com, an initiative of the Government, developed through the regional direction of Communities, Cultural Affairs and Tourism. The script provides several demonstrations behalf the Holy Spirit (Azores, Portugal, Canada,

Madalena do Pico é oficialmente a capital dos Açores da Vinha e do Vinho. A marca foi registada pela Câmara Municipal no Instituto Nacional da Propriedade Industrial, e pretende dar uma uma maior projecção ao maior concelho vitícola do arquipélago. O processo de registo remonta a fevereiro do ano passado, assente no pressuposto de que este é o concelho que mais vinho produz em todos os Açores. A histó-

ria da Madalena do Pico é indissociável à da produção do vinho e a marca Capital dos Açores da Vinha e do Vinho veio reforçar um setor que se tem afirmado, cada vez mais, como a principal alavanca da economia local. A marca agora oficialmente registada pela autarquia vem reforçar a promoção da paisagem da vinha no concelho que, por excelência, uma das dez regiões vitícolas no mundo Património Mundial da Unesco. Foto: CMM

M

tory of Madalena is inextricably linked to the production of wine and the Azores Capital trademark on Vineyards and Wine has strengthened an industry that has been stated, increasingly, as the main driver of the local economy. The brand now officially registered by the municipality reinforces the promotion of the vineyard landscape in the county which is one of the ten wine regions in the world classified as World Heritage of UNESCO.

adalena from Pico is officially the capital of the Azores on Vineyards and Wine. The mark was registered by the City Council at the National Institute of Industrial Property, and aims to give a greater visibility of the largest wine-growing municipality of the archipelago. The registration process dates back to February last year, and is based on the assumption that this is the county that produces more wine in all the Azores. The his-

EUA, Brasil, Bermudas e Venezuela), com a respetiva informação histórica, complementada com fotos ilustrativas da sua realização e evolução ao longo dos anos, bem como os contactos e as datas de celebração. As Festas do Divino Espírito Santo são a maior festividade religiosa da região, transversal a todas as ilhas, consideradas como “um dos maiores traços da identidade açoriana”. Foto: DRC USA, Brazil, Bermuda and Venezuela), with the respective historical information, as well as illustrative photos of the implementation and evolution over the years, and also contacts and celebration dates. The Feasts of the Holy Spirit are the biggest religious festival of the Azores and are considered “one of the greatest features of the Azorean identity.”

19


VĂ­tor Fraga SecretĂĄrio regional do Turismo e Transportes Regional secretary of Tourism and Transport 20


Entrevista

O Destino Açores é complementaridade entre ilhas Azores Destination offer should be faced in complementarity logic between islands Nos Açores, todos os indicadores indiciam um crescimento, quase sem paralelo, do setor turístico. No global, o aumento em relação a 2014 situa-se na

ordem dos 20 por cento, números que levam o Governo dos Açores a assumir uma aposta ganha e com margem para um crescimento ainda maior.

In the Azores, all indicators suggest a growth, almost without parallel, in the touristic sector. Overall, the increase about 2014 lies in the order of 20 percent, numbers that lead the

Government of the Azores to assume that the bet was won and that we have room for even greater growth.

21


Vítor Fraga

“O turismo é um setor jovem nos Açores, tem cerca de uma década e meia” “Tourism is a young industry in the Azores, has about a decade and a half “ Triângulo Magazine – Praticamente no final de 2015, e notando-se uma nova realidade no setor turístico, que olhar tem sobre o setor nesta altura? Vítor Fraga – Neste momento, vivemos, efetivamente, um novo impulso no setor do turismo, fruto de todo o trabalho que tem vindo a ser desenvolvido ao longo dos anos, quer por entidades públicas quer privadas, na perspetiva da construção de um verdadeiro destino turístico. Um destino que se quer que seja verdadeiramente sustentável, não só ao nível económico como também ambiental e social, e aquilo que vivemos hoje é o reflexo de todo este trabalho, em termos da qualificação da oferta que foi feita na região. O turismo é um setor jovem nos Açores, tem cerca de uma década e meia e houve necessidade de se criar infraestruturas, produtos, apostar na promoção e na notoriedade exterior, o que nos coloca, hoje, num patamar que tem

Triangle Magazine – Almost in the end of 2015, and observing a new reality in the touristic sector, how do you see this segment at this time? Victor Fraga – Right now, we live, effectively, a new boost in the tourism sector, the result of all the work that has been developed over the years, either by public or private organizations, from the perspective of building a real tourist destination, that we want truly sustainable, not only economic but also social and environmentally. What we live in today is a reflection of all this work, in terms of the qualification of the offer. Tourism is a young industry in the Azores, has about a decade and a half and there was a need to create infrastructures, products, focus on promotion and notoriety abroad, which puts us, today, in a level that has settled on consolidation among our main markets and that has benefited from a new regulatory structure through

assentado, sobretudo, na consolidação junto dos nossos principais mercados emissores e que, também, tem beneficiado de um novo quadro regulamentar, por via de um novo regime de acessibilidades à região, algo que foi assumido por este governo como uma das grandes prioridades para esta legislatura, precisamente para contribuir para a captação de fluxos turísticos. TM – Houve também necessidade de se alterar algumas mentalidades. VF – A alteração de mentalidades é algo que se faz permanentemente. O setor do turismo é um dos mais competitivos do mundo, senão mesmo o mais competitivo, e isto leva a que tenhamos, permanentemente, a capacidade de nos adaptar às novas realidades e às novas dinâmicas que vão surgindo. Há seis ou sete anos atrás, quando pretendíamos adquirir um pacote de férias, por norma íamos a

“A alteração de mentalidades é algo que se faz permanentemente”

the adoption of a new system of access to the region, something that was taken over by the Government as one of the main priorities for this parliamentary term, precisely in order to contribute to the capture of tourist flows. TM – There was also need to change some minds. VF – Changing mentalities is something that you do permanently. The tourism sector is one of the most competitive in the world, if not the most competitive, and this means that permanently, we have to have the ability to adapt to the new realities and new dynamics that arise. Six or seven years ago, when we wanted to purchase a vacation package, usually we go to a travel agency where we presented a brochure where there was a collection of information about various destinations. Today, we don’t need to leave the couch to access to all this information. All we need is

“Changing mentalities is something that you do permanently” 22


“Houve uma grande mudança ao nível do perfil da procura” uma agência de viagens onde nos era apresentado um folheto com um conjunto de informações sobre vários destinos. Hoje, não saímos do sofá para termos acesso a toda essa informação. Basta um telemóvel para conseguirmos ter acesso a essa informação e à opinião de todos aqueles que já estiveram num determinado destino e, inclusivamente, fazermos a compra do que pretendemos. Houve, aqui, uma grande mudança ao nível do perfil da procura e isto leva, a quem es- tá do lado da oferta (todos os destinos à escala global), tenha de ter essa capacidade de se adap-

“There was a big change in the profile of the demand.“

tar a esta nova realidade e a estas novas dinâmicas, para que, no momento da decisão dos potenciais turistas, optem por nós em detrimento dos outros destinos.

a phone and we get to know the opinion of those who have been in a destination and we can even purchase it. There was a big change in the profile of the demand. To those who are on the supply side, have to have this ability to adapt to this new reality and these new dynamics, so that, at the time of the decision of potential tourists, choose us over other destinations.

TM – No meio desta envolvência e deste crescimento, até por condições naturais, temos um mercado emergente que é o Triângulo. VF – A oferta do destino Açores deve ser encarada numa lógica de complementaridade entre ilhas. Significa isto que temos de ser capazes de tirar partido dos aspetos diferenciadores de cada uma das

TM- In the middle of this surroundings and this growth, even by natural conditions, we have an emerging market that is the triangle.

23

VF - The offer of the Azores should be seen in destination logic of complementarity between islands. This means that we must be able to take advantage of the differentiating aspects of each of the Islands and of the supplement to spare our offer as a tourist destination. The Azores are a small region and we need to be aware of this dimension and our wealth is based, precisely, on the capacity we have to conciliate these differentiating aspects, so we can be a attractive destination and competitive on a global scale.


ilhas e de os complementar para enriquecermos a nossa oferta enquanto destino turístico. Os Açores são uma região pequena e temos de ter noção dessa dimensão e a nossa riqueza assenta, precisamente, na capacidade que temos de conciliarmos esses aspetos diferenciadores, para sermos um destino atrativo e competitivo à escala global. TM – Há uma nova realidade, com a entrada de um novo operador no Triângulo. Que benefícios poderão estas três ilhas e os próprios turistas retirar deste novo cenário? VF - A entrada deste novo operador é muito mais do que isso. Para além desta operação em si, é o facto de abrirmos mais uma porta de entrada na região. Até agora, a entrada estava bipolarizada entre São Miguel e Terceira. É uma operação que não irá apenas alimentar o Pico mas também as ilhas do Faial e de São Jorge e, numa perspetiva mais vasta, todas as ilhas, porque é toda uma operação dinâmica que assenta em circuitos que, ao nível do alojamento, vão até oito ilhas. TM – Ao nível de transportes, existe capacidade governamental para dar resposta a esta nova realidade? VF – Este Governo materializou a maior refor-

TM - There’s a new reality, with the admittance of a new operator in the triangle. What benefits can these three islands and the tourists themselves withdraw from this new scenario? VF - The entry of this new operator is much more than that. In addition to this operation itself, is the fact that we open another gateway in the region. Until now, the entrance was between São Miguel and Terceira. Is an operation that will not only feed Pico but also the islands of Faial and São Jorge and, in a wider perspective, all the Islands because it is all a dynamic operation based in circuits that, in terms of accommodation, go to eight Islands. TM - At the transport level, there is governmental aptitude to respond to this new reality? VF - This Government materialized the largest reform ever in terms of accessibility to the region and inter-island mobility, not only with the new regulatory outline on flights between the Azores and Mainland as well as in the revision of public service obligations on air and sea transport. What we are looking

24


“O nosso grande desafio é o de mantermos sempre os Açores na moda” ma de sempre ao nível das acessibilidades à região e da mobilidade interilhas, não só com o novo quadro regulamentar nas ligações entre os Açores e o continente como também na revisão das obrigações de serviço público no transporte aéreo e marítimo internos. Aquilo que se procura é ter uma oferta adequada e que dê resposta a vários níveis, não só na perspetiva dos fluxos turísticos mas também na perspetiva da necessidade dos residentes. Em termos aéreos, e no interior da região, além da maior redução do custo da mobilidade dos açorianos, com um custo máximo de 120 euros nas rotas mais distantes, criou-se também um conjunto de mecanismos para dar resposta

ao nível da procura, ou seja, existe uma obrigação do reforço de ligações de acordo com o incremento do lado da procura. Isso não foi feito de forma inocente mas sim na perspetiva que temos do crescimento turístico dos Açores e para o qual temos de estar preparados para dar resposta a este nível.

for is to have an adequate supply and give response to many levels, not only from the perspective of tourism but also from the perspective of the needs of the residents. In accordance with, and within the region, in addition to the further reduction of the cost of the mobility of the Azores, with a maximum cost of 120 euros on routes further, also create a set of mechanisms to respond to the level of demand, that is, there is an obligation of the strengthening of connections according to the increase on the demand side.

TM – Os Açores estão na moda? VF – O nosso grande desafio é o de mantermos sempre os Açores na moda, com um turismo sustentável e mantendo, permanentemente, a atratividade deste destino, recebendo bem quem nos visita, porque são eles que podem influenciar outros a fazê-lo. É um trabalho que cabe a todos nós.

This was not done so innocent but rather from the perspective of the tourist growth of Azores and for which we must be prepared to respond. TM - The Azores are fashionable? VF - Our great challenge is to keep always the Azores trendy with a sustainable tourism and keeping, permanently, the attractiveness of this destination, receiving well who visits us, because they can influence others to do so. It’s a job that falls to all of us.

“Our great challenge is to keep the Azores always trendy ” 25


Pub

26


Açores querem galardão de Whale Heritage Site Azores wishes the Whale Heritage Site award

O

Governo dos Açores está a trabalhar para que o arquipélago seja a primeira região do mundo classificada com o galardão de Whale Heritage Site, reconhecido pela World Cetacean Alliance e por outras entidades internacionais de relevo, como a International Union for Conservation of Nature. “Os Açores, devido à sua posição geográfica, ao seu regime oceanográfico e à topografia complexa dos seus fundos, albergam uma fauna de baleias e golfinhos muito diversa”, salientou Filipe Porteiro, diretor regional do Mar, frisando que “os cetáceos e, em especial, o cachalote, marcam de forma indelével a cultura” açoriana. Filipe Porteiro falava na palestra intitulada “The whales that shape the Azores maritime culture: why the Archipelago is a true

Whale Heritage Site”, apresentada no âmbito da Cimeira da Aliança Mundial de Cetáceos, que decorreu nas ilhas do Pico e Faial. Na sua intervenção, recordou que o legado da baleação norte-americana, entre 1760 e 1921, alimentou a tecnologia que foi adaptada para que a caça à baleia costeira se iniciasse nas Flores, no Pico e no Faial e se estendesse de seguida a todas as ilhas dos Açores, de 1850 a 1987. Filipe Porteiro afirmou que muitos autores norte-americanos e portugueses têm vindo a investigar e publicar estudos sobre estas atividades marítimas, “clarificando a verdadeira dimensão cultural e patrimonial que elas tiveram na sociedade açoriana”.

T

he Government of the Azores is working so that the archipelago could be the first region in the world ranking with the award of Whale Heritage Site, recognized by the World Cetacean Alliance and other international important agencies, such as the International Union for Conservation of Nature. “The Azores, due to its geographical position, its oceanographic regime and the complex topography of its funds, are home to a fauna of diverse whales and dolphins,” said Filipe Porteiro regional director of the Sea, that stated that “the cetaceans, and especially sperm whales, mark indelibly the azorean culture”. Filipe Porteiro spoke at the lecture entitled “The whales

Foto: Nuno Sá

27

that shape the Azores maritime culture: why the Archipelago is a true Whale Heritage Site”, presented in the World Cetacean Alliance Conference, which took place on the islands of Pico and Faial. In his speech, he recalled the legacy of American whaling, between 1760 and 1921 fueled the technology that has been adapted for hunting coastal whale initiated on Flores, Pico and Faial and extended to all Azores, 1850-1987. Filipe Porteiro said that many American and Portuguese authors have been investigating and publish studies on these maritime activities, “clarifying the true cultural and heritage dimension that they had in the Azorean society.”


Parlamento Europeu quer indicações geográficas para produtos tradicionais European Parliament wants geographical indications in traditional products

O

s produtos não agrícolas, como artesanato, bordados e cerâmica, devem beneficiar de um sistema europeu de proteção das indicações geográficas (IG), como já acontece para os produtos agrícolas, segundo um relatório aprovado pelo Parlamento Europeu. Numa lista de produtos que poderiam eventualmente beneficiar das IG encontra-se o artesanato dos Açores, entre outros. Para o Parlamento Europeu, “seria altamente recomendá-

N

vel que a União Europeia adotasse legislação em matéria de IG não agrícolas, tendo em vista explorar plenamente os efeitos económicos positivos da proteção das características distintivas e da qualidade destes produtos, prestar aos consumidores informação fidedigna sobre o local e o método de produção e preservar os conhecimentos e os empregos com aqueles relacionados”.

on-agricultural products such as crafts, embroidery and ceramics, should benefit from a European system of protection of geographical indications (GIs), as is the case for agricultural products, according to a report adopted by the European Parliament. The Azorean Crafts, among others, is now part of a list of products that could potentially benefit the IG. To the European Parliament, “it would be highly recom-

28

mended that the European Union adopt legislation on non-agricultural GIs in order to fully exploit the positive economic effects of the protection of distinctive features and quality of these products, and provide consumers with reliable information on the location and method of production and preserve the knowledge and jobs to those related “.


Numa lista de produtos que poderiam eventualmente beneficiar das IG encontra-se o artesanato dos Açores, entre outros.

A

s novas regras poderiam promover a inovação nos processos de produção tradicionais e a criação de novas empresas no setor dos produtos tradicionais, contribuindo também para a sustentabilidade dos postos de trabalho criados em zonas pouco desenvolvidas e para o turismo, considera o relatório, aprovado por 608 votos a favor, 43 contra e 43 abstenções. As pequenas e microempresas são responsáveis por cerca de 80 % dos produtos locais típicos que podem ser protegidos pelo sistema da indicação geográfica. Atualmente, as legislações nacionais existentes em matéria de proteção dos produtos não agrícolas redundam em diferentes graus de proteção nos países da União Europeia, situação não conforme com os

T

objetivos do mercado interno e que está a dificultar a sua proteção eficaz na Europa e nos Estados-Membros onde não estão abrangidos pela legislação nacional.

he new rules could promote innovation in traditional production processes and the creation of new companies in traditional products sector, also contributing to the sustainability of jobs created in less developed areas as well as in tourism, considers the report, approved with 608 votes in favor, 43 against and 43 abstentions. Small and micro companies are responsible for about 80% of the typical local products which can be protected by the geographical indication system. Currently, existing national legislation on protection of non-agricultural products add up to different levels of protection in the European Union, a situation inconsistent with the goals of the internal market and that is

Registo de uma IG Os produtores, as suas associações e as câmaras de comércio devem ser os principais intervenientes autorizados a solicitar o registo de uma IG de produtos não agrícolas, diz o Parlamento Europeu. A Comissão deve propor um mecanismo “eficiente, simples, útil e acessível” para o registo dos produtos e proceder a uma avaliação exaustiva para minimizar os encargos financeiros e as formalidades administrativas, acrescenta o Parlamento Europeu. Fotos: CRA

hampering its effective protection in Europe and the States Members which are not covered by national legislation. Registration of a GI Producers, their associations and chambers of commerce should be the main intervenient authorized to apply for registration of a GI non-agricultural products, says the European Parliament. The Commission should propose a mechanism “efficient, simple, useful and affordable” for the registration of products and carry out a comprehensive assessment to minimize the financial burden and red tape, says the European Parliament.

The Azorean Crafts, among others, is now part of a list of products that could potentially benefit from the IG 29


Pub

30


Pub

31


Em revista

Mercado Municipal da Horta com cobertura

Magazine

Horta Municipal Market it’s going to be covered

U

Pico e Faial com Galardão ECO XXI

O

T

he municipalities of São Roque, Madalena, Lajes do Pico and Horta raised in 2015, the twenty-first Eco award. The ECO XXI is an educational program for sustainability, implemented in Portugal by the Blue Flag of Europe Association since 2005, driven mainly to technical and policy makers of municipalities,

passará a ser coberto, inclui múltiplas funções. A intervenção naquele local deverá ter início no próximo ano, com uma candidatura a fundos comunitários, devendo o projeto, com os contributos das pessoas, ficar concluído até final de 2015. Em parceria com a Associação de Agricultores, pretende-se fixar a Loja do Triângulo como loja âncora do Mercado Municipal. Foto: CMH

A

functions. The intervention is due to start next year, with an application for Community funds, and the project, with the contributions of citizens, shall be completed by the end of 2015. In partnership with the Farmers’ Association (Associação de Agricultores), it is intended to set the Triangle shop (Loja do Triângulo) and flagship store of the Municipal Market.

flexible, dynamic and modern municipal market are the goals of the intervention that the Municipality of Horta intends to carry out in Horta’s Municipal Market. The previous project was presented by the local authority and is, by the end of November in public appreciation. The intervention project designed for that infrastructure, which in the future will be covered includes multiple

Pico and Faial bear ECO XXI Award s concelhos de São Roque, Madalena, Lajes do Pico e Horta arrecadaram, em 2015, o galardão Eco XXI O ECO XXI é um programa de educação para a sustentabilidade, implementado em Portugal pela a Associação Bandeira Azul da Europa desde 2005, dirigido principalmente aos técnicos

m mercado municipal flexível, dinâmico e atual são os objetivos da intervenção que a Câmara Municipal da Horta pretende realizar no Mercado Municipal da Horta. O projeto prévio foi apresentado pela autarquia e encontra-se, até final de novembro, em apreciação pública. O projeto de intervenção idealizado para aquela infraestrutura, que no futuro

e decisores dos municípios considerados agentes privilegiados de promoção do desenvolvimento sustentável a nível local. O ECO XXI visa a identificação e o reconhecimento de boas práticas de sustentabilidade, valorizando, entre outros aspetos a educação no sentido da sustentabilidade e a qualidade ambiental. Foto: DR

considered privileged agents to promote sustainable development at local level. The ECO XXI aims to identify and recognize good sustainability practices, highlighting inter alia education towards sustainability and environmental quality.

32


Novo Posto de Turismo da Madalena New Tourist Office at Madalena

O

novo Posto de Turismo da Madalena abriu recentemente, estando em estudo o estabelecimento de uma parceria com a Associação Regional de Turismo, no sentido de complementar a oferta que é disponibilizada no posto. Paralelamente, a Câmara Municipal da Madalena pretende que no novo espaço, que engloba o antigo Mercado

Fajãs candidatas a Reserva da Biosfera

T

he new Tourist Office of Madalena as recently opened and is being studied the establishment of a partnership with the Associação Regional de Turismo (Regional Tourism Association), in order to supplement the offer that is available in the post. At the same time, the Municipality of Madalena wants, in the new space, which inclu-

Fajãs are candidates for Biosphere Reserve

O

Governo Regional dos Açores, as duas câmaras municipais da ilha (Velas e Calheta), o Parque Natural de São Jorge e o Comité Nacional do Programa “O Homem e a Biosfera”, formalizaram a candidatura das fajãs da ilha de São Jorge a Reserva da Biosfera da Unesco. O processo foi entregue à Comissão Nacional da Unesco e já seguiu para Paris, para

T

he Azores Regional Government, the two municipalities of the island (Velas and Calheta), the Natural Park of St. George and the National Committee of the MAB Programme - Man and the Biosphere, formalized the application of the fajãs of the island of St. George as Biosphere Reserve of Unesco. The case was formalized to the UNESCO National

o secretariado desta agência das Nações Unidas. A decisão em relação à candidatura será conhecida em março de 2016, no Peru, onde decorrerá o próximo Congresso Mundial de Reservas da Biosfera. Os Açores possuem três ilhas classificadas como reserva da biosfera (Flores, Corvo e Graciosa), havendo no total do país oito zonas com esta distinção. Foto: visitazores.com

Commission, which has already forwarded to Paris, to the Secretariat of this UN agency. The decision on the application will be known in March 2016, in Peru, where will take place the next World Congress of Biosphere Reserves. The Azores have three islands classified as a biosphere reserve (Flores, Corvo and Graciosa), in a total of eight zones of our country with this distinction.

33

de Peixe, seja incrementada a venda de produtos locais, venda que até agora era feita no centro da vila. Para a autarquia picoense, a construção do Posto de Turismo da Madalena, “é um notável contributo para o crescimento do setor turístico que é inquestionável”. Foto: CMM

des the old Fish Market, to increase the selling of local products, sales which until now was made in the town center. To the local Municipality, the construction of the new Tourist Office of Madalena “is an outstanding contribution to the tourism industry growth that is unquestionable.”


Novo Posto de Turismo das Lajes do Pico New tourist office in Lajes do Pico

O

novo edifício do Posto de Turismo localiza-se na praça principal da Vila das Lajes, junto ao Museu dos Baleeiros, e engloba três vertentes funcionais: Posto de Turismo, café/bar e instalações sanitárias públicas. Projetado pelo Arquiteto Carlos Sousa Dias, o edifício estabelece o diálogo entre uma arquitetura tradicional local e uma arquitetura moderna, sobretudo ao nível de pequenos detalhes e na reinterpretação de alguns elementos arquitetónicos como o desenho dos

T

vãos, apresentando uma volumetria usual de armazéns tipo, que se localizam junto aos portos de mar, onde a linearidade das fachadas contrasta e sobressai através de pequenos pormenores de vãos e do jogo dos telhados. Urbanisticamente o edifício é a peça de fecho de toda uma frente urbana que contém o edifício do Museu dos Baleeiros, resultando deste agrupamento uma praça pública aberta que contém duas esplanadas que abarcam, ao mesmo tempo, o lado nascente e poente da vila.

he new tourist office building is located on the main square of the village of Lajes, along to the Whalers Museum, and has got three functional sections: Tourist Office, café/bar and public sanitary facilities. Designed by the architect Carlos Sousa Dias, the building establishes a dialogue between the local and traditional and the modern architecture, especially in small details and reinterpretation of some architectural elements as the doors vain, showing an

34

usual volumetry as the warehouses that are located next to the sea, where the linearity of the frontages contrasts and stands out through small details of the roofs generally composed of two soaks. The building is the ending part of an entire urban front that comprehends the Whalers Museum building, resulting of this group, an open public square containing two terraces that cover, at the same time, the East and West side of the village of Lajes do Pico.


O

novo Posto de Turismo tornará a Vila das Lajes do Pico muito mais atractiva, e, consequentemente, proporcionará um maior desenvolvimento comercial à Vila e a todo o concelho, tendo em conta que a nova obra constituirá para os residentes no concelho e na ilha um ponto de encontro e de convívio, e para os turistas um ponto de informação importante sobre o que poderão as pessoas fazer na nossa terra, a porta através da qual podemos amavelmente e carinhosamente convidar as pessoas a visitarem o que temos para oferecer, para vivenciar, para

T

experimentar, no mar e em terra, no alojamento e na gastronomia, no artesanato, no património natural e cultural, dando vida à Vila das Lajes e ao concelho, e oferecendo, a quem nos visita, a simpatia e o carinho açorianos da população, o que não acontece nas condições atuais. O novo edifício beneficia do apoio financeiro específico do Turismo de Portugal, no âmbito do projecto designado de Criação do Jardim da Baleia e requalificação do Passeio Marítimo das Lajes do Pico.

he new tourist office makes the Vila das Lajes do Pico more attractive, and, consequently, will provide a greater commercial development to the village and all the Council, bearing in mind that it will be for residents in the municipality and on the island a meeting point and pleasantness, and for tourists a point of important information about what people do in our land, the door through which we can kindly and lovingly invite people to visit what we have to offer, to experience, to try, at sea and on land, in the accommodation and

Foto: Carlos Sousa Dias

Urbanisticamente o edifício é a peça de fecho de toda uma frente urbana que contém o edifício do Museu dos Baleeiros

catering, handicraft, in the natural and cultural heritage, giving life to the village and the municipality, and offering the sympathy and affection of the Azorean population , which does not happen under the current conditions. The new building benefited from the financial support of Portugal Tourism, integrated in a project of creation of the Whale Garden and the requalification of Lajes do Pico.

The building is the ending part of an entire urban front that comprehends the Whalers Museum building 35


Parlamento açoriano lança Guia do Visitante Azorean Parliament launches visitor guide

O

Parlamento Açoriano lançou o Guia do Visitante, uma brochura que pretende dar a conhecer o edifício sede da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, na cidade da Horta, e a sua história. No pequeno livro que estará à disposição dos visitantes, constam elementos como o processo de decisão para a construção do edifício, as plantas com distribuição dos vários órgãos, serviços e atividades, a descrição e o projeto do edifício (bem como o conceito que esteve na base da sua construção), os principais pontos a visitar (a praça, o átrio e o claustro, a sala do plenário e as obras de arte e

T

os artistas). “Uma visita material e imaterial, onde se pode respirar a cumplicidade entre a obra política e a obra humana, entre a ciência e a arte, entre a singularidade e a globalização”, refere a nota introdutória do Guia do Visitante. “Mas porque os edifícios valem pelo significado de todas as suas características físicas e imateriais, é relevante assinalar que aqui não se vive apenas o presente com os olhos postos no futuro. Existe uma história como primeira sede própria do primeiro órgão de Governo dos Açores”, conclui.

he Azorean Parliament will launch the Visitor’s Guide, a booklet that aims to make known the building of Legislative Assembly of the autonomous region of the Azores(Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores), in the city of Horta, and its history. The little book that will be available to visitors, includes the decision-making process for the construction of the building, the distribution of various organs, services and activities, the description and design of the building (as well as the concept that was the basis for its construction), the main points of interest: the square, the lobby and the

Foto: ALRAA

36

cloister the plenary room and the works of art and artists. “A material and immaterial visit where you can breathe the complicity between political work and human work, between science and art, between uniqueness and globalization”, refers to the introductory note of the visitor Guide. “But because buildings are worth by the meaning of all its physical and intangible features it is important to note that here we do not only live the present with the eyes on the future. There is a story as the first place of the first organ of Government of the Azores “, concludes.


Pub

37


Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja no Museu do Pico National Day of the Cultural Property of Church at the Pico Museum

A

ssinalado desde 2011 a 18 de outubro, e subordinado este ano ao tema “Património Religioso: Identidade e Lugares”, esteve em exposição no Museu do Vinho, na Madalena, no âmbito da Comemoração do Dia Nacional dos Bens Culturais da Igreja, cinco peças do espólio do Museu do Pico: Cálice, Patena, conjunto de Galhetas e Lavabo, em prata, oferta do Emérito Bispo de Macau, D. Arquimínio da Costa e um Manustérgio, em linho e renda tradicional (crochet), oferta da Ermida do

C

Campo Raso Nossa Senhora Mãe da Igreja. A videira e o vinho estiveram sempre presentes nos principais rituais, sagrados ou profanos, e em quase todas as celebrações, desde os primórdios da civilização. Para os católicos, uma das passagens mais importantes da Bíblia é o milagre das Bodas de Caná, em que a água se transformou em vinho. Contudo, o grande momento do vinho na Bíblia é a Última Ceia. Desse episódio nasce a Eucaristia, o momento mais importante do ritual litúrgico da missa. Foto: Museu do Pico

elebrated since 2011 on 18 October, and subordinate this year to the theme “Religious Heritage: Identity and Places”, were on display at the Wine Museum in Madalena, under the Commemoration of the National Day of the Cultural Property of Church, five pieces of the Pico Museum legacy: Chalice, Paten, set of silver cruets and Toilet, offer the Emeritus Bishop of Macau, D. Arquimínio da Costa and a linen and traditional lace (crochet) Manustérgio, supply

38

from Campo Raso Chapel. The vine and wine have always been present in the major rituals, sacred or profane, and in almost all celebrations since the dawn of civilization. For Catholics, one of the most important passages of the Bible is the miracle of Cana, where the water turned into wine. However, the big moment of the wine in the Bible is the Last Supper. From this episode it was born the Eucharist, the most important time of the liturgical ritual of the Mass.


Novo A330 da Sata começa a operar no final do ano New A330 Sata starts operating at the end of the year

O

novo avião A330 da Sata, que irá suportar a sua frota de longo curso, deverá começar a operar entre 15 de dezembro e 15 de janeiro e será o primeiro a ostentar a nova imagem e designação da companhia aérea açoriana. O novo A330 vai apresentar a imagem de um cachalote verde alusivo a uma região ambientalmente sustentável como é a açoriana, e trará a marca Azores Airlines, que vai substituir a denominação Sata Internacional. Não se trata de uma nova empresa, mas de uma alteração da designação que tem em conta a necessidade comercial de reforçar o posicionamento da companhia face ao destino Açores. A palavra Azores passará a ser referência na comunicação da

Azores Airlines. O avião, com capacidade para cerca de 280 pessoas, adquirido em leasing, tem sete anos e operava na Jordânia. Segundo a Turisver, os A330, que vão substituir os A310 da companhia, surgem no âmbito do plano de negócios a cinco anos da Sata e vão assim juntar-se aos restantes três A320 da Azores Airlines. O grupo Sata vai passar a utilizar aviões A330 nas rotas de longo curso para garantir um serviço “mais fiável e mais qualificado”, tendo esta opção sido assumida com base num estudo técnico-operacional da responsabilidade de consultora especializada e do Instituto Superior da Educação e Ciências.

T

he new A330 plane of Sata, which will support its long-haul fleet, is expected to start operating between December 15 and January 15 and will be the first to bear the new image and description of the Azorean airline. The new A330 will present the image of a green sperm whale illustrating an environmentally sustainable region as the azorean one, and will bring the Azores Airlines brand, which will replace the name of Sata Internacional. This is not a new company; it’s a changing of the designation aiming the commercial necessity of strengthening the company’s position in what concerns the Azores destination. The word Azores

Foto: SATA

39

will become a reference in the communication of the Azores Airlines planes. The plane, with a capacity for about 280 people, purchased in leasing, has seven years and used to operate in Jordan. The A330, which will replace the A310 of the company, come under the five years business plan of Sata, that includes another three A320 to the Azores Airline. The group SATA will use A330 aircrafts on long-haul routes to ensure a “more reliable and more qualified” service. This option was taken on the basis of a technical-operational study made by specialized consultant and the Superior Institute of Education and Science.


The Wine Advocate distingue Azores Wine Company The Wine Advocate distinguishes Azores Wine Company

É

mais uma importante distinção para os vinhos da ilha do Pico. A Azores Wine Company, empresa recentemente constituída, foi distinguida pela mais prestigiada revista de vinhos a nível internacional, The Wine Advocate, de Robert Parker, um dos mais influentes críticos de vinhos do mundo. Numa escala de 100 pontos, o Arinto dos Açores 2014 by António Maçanita e o Arinto dos Açores Sur Lies 2014 by António Maçanita receberam 92 pontos, enquanto que o Verdelho O Original 2014 by António Maçanita, foi classificado com 90 pontos. “Acho que, sobretudo, tem um significado especial para os Açores e é um motivo de orgulho muito grande. A The

I

Wine Advocate já tinha, há alguns meses atrás, pontuado com 91 pontos o Terrantez do Pico 2013, ainda sob a assinatura da Fita Preta Vinhos, e este primeiro ano da Azores Wine Company tem, de facto, um arranque fantástico. Três vinhos, dois deles com 92 pontos e um com 90, aliás, nos brancos somos a única empresa portuguesa com três vinhos acima dos 90 pontos, o que é uma referência e o valorizar daquilo que temos vindo a apostar que são as castas açorianas, a nossa história e o nosso terroir. Tudo o que temos de melhor e que mostra que os Açores podem regressar em gran-de ao mundo dos vinhos”, referiu Filipe Rocha da Azores Wine Company.

t’s an important distinction for Pico wines. The Azores Wine Company, recently established enterprise, was awarded in the most prestigious wine magazine internationally, The Wine Advocate, by Robert Parker, one of the most influential critics of the wines world. On a 100-point scale, the 2014 Azores Arinto by Antonio Maçanita and Azores Sur Lies 2014 Arinto by Antonio Maçanita received 92 points, while the Verdelho The Original 2014 by Antonio Maçanita, has been awarded with 90 points. “I think, above all, it has a special meaning to the Azores and is a reason to be proud of. The The Wine Advocate had, a few months ago, scored with

91 points the 2013 Terrantez Pico, still under the signature of the Fita Preta Vinhos and this first year of the Azores Wine Company had, in fact, a fantastic start. Three wines, two with 92 points and 90 indeed, in the white ones we are the only Portuguese company with three wines above 90 points, which is a reference and values what we have been doing in the Azorean castes, our history and our terroir. This is the best that we have and it shows that the Azores may return widely to the world of wine,” said Filipe Rocha da Azores Wine Company.

“Acho que, sobretudo, tem um significado especial para os Açores e é um motivo de orgulho muito grande” “I think, above all, it has a special meaning to the Azores and is a reason to be proud of” 40


A

s pontuações de referência obtidas logo no primeiro ano de produção valorizam não só a ilha do Pico como toda a região e, por isso, este reconhecimento internacional constitui igualmente um enorme veículo de promoção dos Açores. Vinhos únicos, os melhores brancos de Portugal, com características singulares. Os vinhos brancos agora distinguidos estão à venda no mercado nacional, regional e vários países europeus, incluindo em restaurantes com três estrelas Michelin. Um produto único e de excelência da Azores Wine Company que espera, já este ano, duplicar a sua produção de 10 para 20 mil garrafas de vinho. Fotos: Azoes Wine Company/Gacs

41

T

he reference scores obtained in the first year of production values not only the island of Pico and the whole region and therefore this international recognition is also a great vehicle to promote the Azores. Unique wines, the best white wines of Portugal, with unique characteristics. White wines now distinguished are for sale in the domestic, regional and several European countries markets, including in restaurants with three Michelin stars. A single and excellent product of the Azores Wine Company that expects that, already this year, double its production from 10 to 20 thousand bottles of wine.


Pub

AZORES WINE COMPANY Rare Grapes Collection Seja responsável. Beba com moderação

Volcanic Series www.facebook.com/azoreswinecompany

42


Pocinho Bay galardoado no World Luxury Hotel Awards Pocinho Bay awarded at the World Luxury Hotel Awards

A

unidade hoteleira Pocinho Bay, situada no lugar do Monte, freguesia da Candelária, na ilha do Pico, está entre os melhores hotéis de Portugal, num ranking estabelecido pelo World Luxury Hotel Awards e que inclui 17 hotéis portugueses. O World Luxury Hotel Awards, fundado em 1993, distingue as unidades hoteleiras que apresentem um nível de excelência no setor turístico, tendo galardoado o Pocinho Bay, numa cerimónia que decorreu recentemente em Hong Kong, na categoria de Best Luxury Design Hotel, enaltecendo a qualidade do serviço disponibilizado aos seus clientes. Para além do Pocinho Bay, os Açores viram ainda premiada

mais uma unidade hoteleira, o Terra Nostra Garden Hotel, na categoria de Luxury Hotel-Best Scenic Environment. O Pocinho Bay, unidade de quatro estrelas, está localizado no meio da paisagem da vinha classificada como património da UNESCO, dispõe de seis quartos cuja decoração alia o espírito moderno à vida açoriana, distinguindo-se pela elegância e bom gosto. Durante vários anos, este hotel picoense foi distinguido como uma das melhores unidades turísticas em Espaço Rural de Portugal pela Publituris, sendo detentor da chave de ouro do Guia Expresso “Boa Cama, Boa Mesa” e foi premiado com o “Award of Excellence” da Booking.com.

T

he tourism establishment Pocinho Bay, located in place of Monte, parish of Candelaria, on the island of Pico, is among the best hotels in Portugal, in a ranking established by the World Luxury Hotel Awards, which includes 17 Portuguese hotels. The World Luxury Hotel Awards, founded in 1993, distinguishes the hotel units which have a level of excellence in the tourist sector, having awarded the Pocinho Bay, at a ceremony recently held in Hong Kong in the category of Best Luxury Design Hotel, praising the quality the service made available to its customers. Apart from Pocinho Bay, the

Foto:s Pocinho Bay

43

Azores saw yet another award-winning hotel unit, the Terra Nostra Garden Hotel, in the category of Luxury Hotel, Best Scenic Environment. The Pocinhobay, four-star property, is located in the middle of the vineyard listed as a UNESCO heritage landscape, has six bedrooms whose decoration combines modern spirit to the Azorean life, distinguished by elegance and good taste. For several years, this Pico hotel was distinguished as one of the best tourist facilities in Rural Area of Portugal by Publituris, it has the Gold Express Guide key “Good Bed, Good Food” and was awarded with the “Award of Excellence” from Booking.com.


Pub

44


Pub

Pub

45


O primeiro espumante natural de Portugal The first natural sparkling wine from Portugal

P

ela mão da Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico foi lançado recentemente um novo produto no mercado vitivinícola portugês, o PetNat, um espumante natural. PetNat é diminuitivo de Pettilant Naturel e difere dos espumantes clássicos não só pela sua produção através do método ancestral mas também por conter leveduras indígenas e sem a adição de qualquer componente químico ou enológico, o que o torna num produto único no mercado nacional. “É um vinho bastante simples, com um método ancestral em que

B

a primeira fermentação é interrompida e fica pronto para ser consumido. O seu teor alcoólico anda à volta dos onze graus e cada garrafa acaba por ter uma personalidade muito própria”, salientou a enóloga Maria Álvares. Parte importante em todo este processo foi o alemão Thomas Grudman. É enólogo e depois de trabalhar em vários países, trouxe a ideia para o Pico. “Este tipo de vinhos é muito famoso na França, na Áustria ou na Alemanha, por isso quis trazer a ideia para aqui e este é o primeiro Pettilant Naturel dos Açores, uma

y the hand of the Pi- co Wine Cooperaive (CooperativaVitivinícola da Ilha do Pico) was recently released a new product in the portuguese wine market, the PetNat, a sparkling wine. PetNat is diminutive of Pettilant Naturel and differs from sparkling classics not only for their production with the ancestral method but also by containing indigenous yeasts and no addition of any chemical or oenological component, which makes it a unique product in the domestic market. “It is a fairly simple wine with an ancestral me-

46

thod wherein the first fermentation is interrupted and is ready to be consumed. Its alcohol content is around the eleven degrees and each bottle ends up having a very own personality, “said the enologist Maria Alvares. Important part in all this process was the German Thomas Grudman. Enologist and after working in several countries, he brought the idea to Pico. “This type of wine is very famous in France, Austria or Germany, so I wanted to bring the idea here and this is the first Pettilant Naturel of the Azores, a region


região que tem uma enorme potencialidade para este tipo de vinhos”, acrescentou Thomas Grudman. Para a Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico, o lançamento destes novos produtos representa um passo em frente. “Estamos a prosseguir com o intuito de criar coisas novas e melhorar as antigas, no sentido de obter, obviamente, me-

lhores rendimentos e conquistar novos mercados”, realçou Ernesto Ferreira, presidente da Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico. Em 2015, a Cooperativa Vitivinícola da Ilha do Pico produziu apenas cerca de 600 litros de PetNat, branco e rosé, cuja distribuição foi feita exclusivamente junto da restauração.

turel of the Azores, a region which has a huge potential for this type of wine,” added Thomas Grudman. For the Pico Wine Cooperative, the launch of these new products is a step forward. “We are continuing with the aim of creating new things and improve the old ones, in getting better incomes and

conquer new markets,” highlighted Ernesto Ferreira, president of Pico Wine Cooperative. In 2015, the Pico Wine Cooperative produced only about 600 liters of PetNat, white and rosé, whose distribution was made exclusively to restaurants.

Foto: CVIP

47


Cartão de Cidadão/Citizen Card . Como pensa que será a sua vida daqui a cinco anos?/How do you think your life will be in five years? Ou continuo a servir as pessoas e a minha terra ou estarei a dar aulas /Or continue to serve people and my land or I will be teaching. . Se pudesse escolher outro lugar para viver, qual seria?/ If you could choose another place to live, what would it be? A ilha de Porto Santo/The island of Porto Santo. . Se pudesse criar uma amizade com uma personalidade famosa, quem escolheria?/If you could create a friendship with a famous personality, who would you choose? O Presidente da Comissão Europeia/The President of the European Commission. . Qual é o seu sonho de consumo?/What is your dream consumption? Um carro descapotável/A convertible car. . Qual é o seu hobbie?/What is your hobby? A leitura de jornais/Reading newspapers. . Qual é a viagem dos seus sonhos?/What is the trip of your dreams? Conhecer demoradamente Itália/Meet Italy. . O que o deixa nervoso?/What makes you nervous? Situações injustas e decisões políticas desiguais/Unfairness and unequal political decisions. . Qual é a música que escuta e lhe faz lembrar uma época boa?/What is the music that makes you remind of a good time? A “Saudade” da música tradicional açoriana/Traditional Azorean music, “Saudade”. . Qual é a sua comida preferida?/What is your favorite food? Um caldo de peixe de garoupa à moda da Piedade/A fish soup like the one they do in Piedade. . Qual é o livro da sua vida?/Which is the book of your life? Os Maias - Eça de Queiroz, Pedras Negras - Dias de Melo e O Nome da Rosa de Umberto Eco. . Qual é o seu filme preferido?/What is your favorite movie? África Minha/Out of Africa .Em que época do passado gostaria de ter vivido?/ If you could had lived in the past, in what would be the time? Em qualquer época, num regime democrático e em paz/At any time, in a democracy and in peace regime.

Roberto Manuel Medeiros da Silva, nascido em 1965, é o atual presidente da Câmara Municipal das Lajes do Pico, acumulando funções com a presidência da Associação de Municípios da Ilha do Pico.

. Qual é a palavra que tem mais significado para si?/ What is the word that has more meaning to you? Respeito/Respect. . O que é que não tem preço na sua vida?/What is priceless in your life? Ajudar quem precisa/Help those in need.

Foto: CMLP

Roberto Manuel Medeiros da Silva, born in 1965, is the current mayor of Lajes do Pico, accumulating functions as president of Municipal Association of Pico Island.

. Não consegue viver sem…?/ You can not live without ...? Ler/ Reading. . O que é imperdoável?/ What is unforgivable? Certas traições/Certain betrayals.

48


Em revista

Madalena Abraça Mais

D

Magazine

Seven Suns Seven Moons, in Madalena

O

T

he Festival Seven Suns Seven Moons, which for more than 20 years goes beyond borders, driven by the ideal of cultural exchange and international cooperation, is a festival made of meetings and dialogue where art merges with the people. At its twenty-third edition, in 2015 ,Seven Suns, Seven Moons was extended

sos do concelho. É mais uma atividade promotora da dinâmica intergeracional e que resultou da parceria entre a autarquia e o Salão Recreativo dos Toledos. O Madalena Abraça Mais representou um investimento autárquico de 275 mil euros, financiado em 80 por cento pelo programa comunitário ProRural.

A

that resulted from the partnership between the local authority and the Toledos Recreative Hall. Madalena Abraça Mais was a municipal investment of 275,000 euros, funded 80 percent by PRORURAL Community program.

fter the project Madalena Abraça, finalist project in the City of the Year Awards 2014, the Municipality of Madalena has just launched Madalena Abraça Mais. It is an extension of the project started two years ago which included in a first phase, a new space for Free Time Activities in Toledos and to the Council Elderly Community Centers. It is another activity to promote intergenerational dynamics

Sete Sóis, Sete Luas, na Madalena Festival Sete Sóis Sete Luas, que há mais de 20 anos ultrapassa fronteiras, estimulado pelo ideal de intercâmbio cultural e cooperação internacional, é um festival de encontros e de diálogo nos quais a arte funde-se com o povo. Na sua vigésima terceira edição, o Sete Sóis, Sete Luas estendeu-se, em 2015, a 12 países e 30 ci-

epois do projeto Madalena Abraça, finalista nos Prémios Município do Ano de 2014, a Câmara Municipal da Madalena acaba de lançar o Madalena Abraça Mais. Trata-se de uma extensão do projeto iniciado há dois anos e que incluiu, numa primeira fase, um novo espaço para as Atividade de Tempos Livres do lugar dos Toledos e para o Centro de Convívio de Ido-

dades, entre os quais Portugal. Pelo sexto ano consecutivo, a ilha do Pico aderiu a este projeto, que contou, este ano, com a atuação de cantor e compositor siciliano Mario Incudine, considerado um dos percursores do futuro da música siciliana, vencedor de vários prémios em prestigiosos festivais musicais como o X Festival da Canção.

to 12 countries and 30 cities, including Portugal. For the sixth consecutive year, the island of Pico joined this project, with a singing performance by the sicilian compositor Mario Incudine, considered one of the precursors of the future of the Sicilian music, winner of several awards in prestigious music festivals as X Song Festival.

49

Foto: CMM


Pub

50


Cella Bar nas bocas do mundo Cella Bar talked all over the world

C

hama-se Cella Bar, está situada na zona balnear da Barca, na Madalena do Pico, e foi inaugurado recentemente. Assente no conceito de bar e restaurante de tapas, nasceu da ideia de se criar um espaço agradável onde fosse possível desfrutar de uma bebida, tendo como pano de fundo uma paisagem única – de um lado a montanha do Pico, do outro o canal que separa as ilhas do Pico e do Faial. O arrojado projeto arquitetónico, da responsabilidade do gabinete FFC Arquitectura, teve a assinatura de Fernando Coelho, (arquitetura), Paulo Lobo foi o responsável pelo design interior e a escultura exterior ficou a cargo de Paulo Neves. O Cella Bar tem andado nas bocas do mundo pelo sua singularidade arquitetónica, tendo merecido destaque na designboom. com, que destaca “o casamento entre a construção original,

quase em estado rústico, a partir do basalto local, com a extensão contemporânea, em madeira”. “Enquanto as paredes, o teto e as portas do edifício original se mantiveram, tendo sido restauradas, a nova extensão veio trazer uma criação contemporânea, orgânica e dinâmica que contrasta com a linguagem clássica do edifício onde está incorporada. No design do espaço é notória a influência do ambiente natural envolvente, incluindo o contorno da ilha, as rochas, as baleias e as castas de vinhos”, refere. O Cella Bar está dividido em dois espaços, bar e restaurante, incluindo uma divisão destinada essencialmente a vinhos, apresentando aos clientes uma vasta e rica oferta dos melhores vinhos do mercado, incluindo os vinhos produzidos na ilha.

I

t’s called Cella Bar, and is settled in the seaside area of Barca, Madalena in the Pico, and was recently opened. Based on the concept of bar and tapas restaurant, it was born from the idea of creating a pleasant space where people could enjoy a drink, with a unique landscape background - one side the Pico Mountain on the other the sea between the islands of Pico and Faial. The architectural design, responsibility of the FFC architecture office, had the signature of Fernando Coelho, (architecture), Paulo Lobo was the responsible for the interior design and the exterior sculpture was done by Paulo Neves. The Cella Bar has been being talked all over the world by its architectural singularity, having been highlighted in designboom.com, which highlights “the marriage of the original construction, almost

Foto: Fernando Guerra

51

rustic state, from local basalt with contemporary extension in wood “. “While the walls, the roof and the building’s original doors remained, having been restored, the new extension has brought a contemporary creation, organic and dynamic in contrast to the classical language of the building where it is incorporated. In the space design is evident the influence of the surrounding natural environment, including the outline of the island, rocks, whales and wine grapes,” he says. Cella Bar is divided into two spaces, restaurant and bar, including a room for essentially the wines, presenting customers with a wide and rich offer the market’s best wines, as well as wines produced on the island.


52


e g r o J o ã S Ilha de o r t n o c n e u acolhe e d l a n o i c a n r inte canyoning osted

h d n la s I e g r o J o ã S g in n o y n a c f o g in t e e m l a n io t a n r e t in o Jorge he island of Sã September, re e received, last ilha de São Jorg ês m rnational te o ad e second In th cebeu, no pass o segung of the Azores, de setembro, anyoning Meetin C red de l na er about a hund Internacio bringing togeth odo Encontro ti na in s un ou ri re va s Açores, rticipants from pa to Canyoning do on s si te es an pr ip eater ex m partic nalities, with gr ado cerca de ce Sp m d co an , ch es Fren onalidad e Portuguese, th de várias naci ga or s ta g, le tin at ee o para os . The m es sã et es hl pr at ex sh or ni ai de m ção Desportos anceses e espa zed by Associa ni s portugueses, fr re zo A do e za th ni d ntro, orga esnível an co D a en ur O nt s. ve ói A nh of the o Desportos de Tourism with the support çã ia oc ss A la pe ity TA, Municipal nível e pelo Tu Government, SA ipality of CaAventura Des ou nt co e res e qu elas and Munic rismo dos Aço promote over- of V G do io ín oc tr ed to show and m ai a, et lh com o alto pa s of SATA, Câmara abroad the excellent condition no dos Açores, a practice Velas e Câmar of São Jorge to nd la is e th Municipal das stainable alheta, visou di and another su t or sp is th Municipal da C s ences. lentes condiçõe tourism experi vulgar as exce ard iát pr a ra pa e moving downw rg is Jo o ng ni yo an C da ilha de Sã a s you to exidade desportiv ays, and allow w er at w ca desta modal other experiências de plore rivers, waterfalls and e de turismo de p slopes vel. urses with stee co er at w forma sustentá sg abseiling consiste na de a descent usin h ug ro th O canyoning ional de água, permite and jumps. The first Internat cida de cursos os the Azores , cascatas e outr ng Meeting of ni yo an C explorar ribeiras ie island of com fortes decl e in 2014 on th ac pl ok to cursos de água ion m d the participat uma descida co Flores, and ha ves através de ners. e saltos. of 160 practitio recurso a rapel io ac rn te In ntro O primeiro Enco s Açores dedo ng ni yo nal de Can Fotos: ADADTA ilha das Flona , 14 20 correu em m a participação res, e contou co tes. de 160 pratican

T

A

53


o d a h n a t Mon e d e s u i cobr outubro

e v o c n i a t n u o Pico M october

l, Pico Mouarlier than usua ha with snow at eé ntain is covered ais cedo do qu a nh er. A unique ta the end of Octob begins to bitual, a Mon de e -s y that do Pico cobriu stunning scener d an at m s and tourists, mês de nove ptivate resident ca nia neve no fim do Tr . sal de ug of Port rio único e e highest point th y lit bi bro. Um cená la r ai va av ti the começa a ca agazine thanks eM gl e, id lumbrante que gu n o ai nt nt lart, mou ristas, no po of Renato Gou residentes e tu iânTr photos. A . al us ug rt provided the ho w mais alto de Po osp agrace a di gulo Magazine a ia da montanh nibilidade do gu as u , que faculto Renato Goulart fotos.

M

54

E


o Pico m e e v e n e

n i w o n s h t i w ered

55


as provas do tinha vencido já e qu s re petiu a vitória da Azo e São Jorge e re primeira edição co Pi dA do o primeiro iangle orta, alcançan H Trail Run – Tr na 80 cerca de venture reuniu gar. be Indepentição que lu pe m co a um izado pelo Clu ra an rg O l l, em atletas pa ia Fa smo Ilha Azu ilhas do Pico, dente de Atleti rais tu se realizou nas na parques rceria com os pa ena dv e São Jorge. A nh ti iangle eira, que já Triângulo, a Tr do io ín Armando Teix oc zo tr A alto pa eira edição do contou com o re tu s, re ço o vencido a prim A eu s l do em 2014, venc overno Regiona G do iTr res Trail Run, ddo A s icípio un – Triangle iação de Mun oc ss A Azores Trail R to e. an lin TA e Atlânticoo/Luís Campos asculinos, enqu venture, em m ra ângulo, SA pa ue aq st briel/Carlos Pedr Ga de o , ul inos Fotos: Pa que em femin a, us onal Lucinda So a campeã naci

A

56 56

i r T s e r Azo e r u t n e v Ad


iangle n u R l i a e Tr

o and S찾o on trial of Pic w y ad re al victory in of the Azores repeated the d an e rg he first edition Jo number one. iangle Adventu Trail Run - Tr Horta, reaching es Indepenet hl at out 80 by the Clube ed iz an rg re gathered ab O s zul, in tismo Ilha A ld on the island tle he A on ti de ti e pe nt m de for a co ral parks with the natu S찾o Jorge. p d hi an rs l ia ne rt Fa pa o, re had y of Pic iangle Adventu who had alread , Tr , ra le ei ng ix ia Te Tr do of Arman nal Goverzores ition of the A age of the Regio ed on t tr rs pa fi e e th th iation of ail won won Azores Tr icipalities Assoc 14 un M 20 t, in en un nm R Trail male, Atl창nticoliAdventure in le, SATA and ng le ia ng Tr ia e Tr th Run sector, the feminine meanwhile in onal ne. na es to the ti go ht lig gh hi the had nda Sousa, who champion Luci

T

57 57


n e S “ l a v I Festi

t s e F o c i P e I Feel Th O cebeu a pimeira Santa Luzia, re de ia es gu ociação fe na izado pela Ass an rg lugar do Lajido, O . co Pi o endeu al “Sentir , o certame pret co Pi edição do festiv do ha Il odustrial da o também prom Comercial e In s antigas, com u õe iç lto ad su tr re e to s to en só hábi stica. O ev rí tu ão aç recuperar não al im an âmara Municip tradicional e a mente com a C da ver o comércio ea m eguesia no s, ia parcer ue, Junta de Fr oq R o Sã de l de uma série de tura Fotos: ACIP Associação Cul Ilha. de São Roque, de al ur at N ue e Parq de Santa Luzia

58


” o c i P ntir o

tival T

ed a Luzia, receiv e parish of Sant th ed in iz o an jid rg O La Pico”. he place of stival “Feel the fe e o, ic th P of of n io on it ociati the first ed Industrial Ass d an iad al tr ci er d ol m ts and by the Com r not only habi c ve ti co is re ur to to d ed an the event intend omote the traditional trade ucl in , ps pr hi rs to tions, but also series of partne t resulted in a en ultural Assoev C e e Th Th . , es ti ue activi São Roq of d y it al ip ic un m Santa Luzia an ding with the rish Council of Pa e th , ue oq R ciation of São Park. al ur at N Island

59


60

Triângulo Magazine  

Edição de novembro/2015

Advertisement