Page 1

para LER a capa deSTA EDIÇÃO da segue viagem você tem que fazer igual à hélice do HELICÓPTERO: girar

girar

D i s t r i b u i ç ã o G r at u i ta - ABRI L / M a i o 2 0 1 3 - e d i ç ã o 1 6 - A N O 3

OPERADORA É A PRIMEIRA EMPRESA DO TURISMO BRASILEIRO A VENDER HELICÓPTERO ONLINE

EXCLUSIVIDADE TREND

girar


“Acabamos de nos tornar a primeira empresa do turismo a vender charter de helicóptero online” “We´ve just become the first tourism company to sell charter helicopter online”

Palavra DO PRESIDENTE PRESIDENT´S WORD

A

migos, quero aproveitar o espaço para compartilhar uma novidade muito importante, um momento que talvez seja um dos mais especiais nestes anos em que estou à frente da Trend. Quem nos acompanha faz tempo sabe que um de nossos compromissos é garantir facilidades por meio de soluções integradas e inovadores em viagens. Está na nossa Missão, faz parte do DNA da empresa. Mas agora conseguimos nos superar! Acabamos de nos tornar a primeira empresa do turismo a vender charter de helicóptero online. A novidade é motivo de orgulho para mim e para toda a equipe que trabalhou incansavelmente para que pudéssemos anunciar esse grande lançamento. Fomos pioneiros mais uma vez, o que não é novidade para o mercado — assim como o trânsito caótico já não é surpresa. É óbvio que ninguém gosta de ficar parado em um congestionamento, mas há pessoas que perdem muito mais do que tempo nessas longas filas. Desperdiçam dinheiro por não estarem disponíveis aos negócios, veem despencar sua capacidade produtiva, desgastam o organismo e sentem uma piora na qualidade de vida. Vale sua análise para identificar os clientes que podem reverter esse cenário turbulento optando pelo deslocamento aéreo. O produto está disponível para locação no sistema Trend e é muito fácil ofertá-lo. A reserva segue o mesmo roteiro da venda de hotel, aéreo, carro e receptivo, com uma importante diferença: o tíquete médio é maior, o que resulta em uma comissão mais alta para o agente de viagem, único profissional autorizado a comercializar a exclusividade.

SV ABRIL/maIO 2013

Editorial

Conheça os detalhes da operação e ofereça mais essa solução inovadora aos seus clientes. Eles irão se surpreender positivamente.

4

Luis Paulo LUPPA Diretor-presidente

Chief Executive Officer

Friends, I want to take the space to share a very importante news, a moment that is perhaps one of the most special in those years when I’m ahead of Trend. Who accompanies us for some time knows that one of our commitments is to ensure facilities through integrated solutions and innovative travel. It is in our Mission; it is part of the company’s DNA. But now we´ve overcome ourselves! We’ve just became the first tourism company to sell charter helicopter online. The news is a source of pride for me and the entire team who worked tirelessly for us to announce this major release. We have pioneered once again, what is not new to the market - just as the chaotic traffic is no surprise. Obviously nobody likes to get stuck in a traffic jam, but there are people who lose a lot more than time in these long lines. They waste money by not being available to business; they see their production capacity plummet, and wear their body and feel deterioration in quality of life. It is worth its analysis to identify customers who can reverse this turbulent scenario opting for air travel. The product is available for lease in Trend system and it is very easy offering it. The booking follows the same path as the sale of hotel, air, car and receptive with an important difference. The average higher ticket resulting in a higher commission to the travel agent, the only professional authorized to market this exclusivity. Learn the details of this operation and offer this innovative solution to your customers. They will be positively surprised. Good reading!

Boa leitura!

Expediente

Curta a nossa página no Facebook:

facebook.com/Trendoperadora

Siga a nossa conta no Twitter:

twitter.com/TrendOperadora

A revista Segue Viagem é uma publicação da TREND Operadora. Internet: www.trendoperadora.com.br. Tiragem: 10.000 exemplares. Projeto Gráfico: Tatiana Barboza. Diagramação: Marcos Silva Santos e Tatiana Barboza. Editora-Chefe e Jornalista Responsável: Camila Lucchesi (MTB 29.471 SP) segueviagem@trendoperadora.com.br. Revisão: Jussemara Varella. Tradução: ADL Traduções. Impressão: Neoband Gráfica e Editora. Colaboradores: Alessandra Assad, Carlos Xavier, Cleber Maciel, Christophe Besse, Gabriel Paiva, Mário Braga, Maurício Góis, Nilda Brasil e Dr. Ricardo Pereira Igreja. Marketing - Diretora: Ana Kuba. Gerente de Marketing: Olavo Medeiros. Assessora da Diretoria: Thaís Siqueira. Assessoria de Imprensa e Redação: Maria Clara Dunck. Redes Sociais: Thaise Salzgeber. Criação: André Barreto, André Torres, Cláudio Zenebon, Estível Junior, Fernando Figueiredo, Rosimeire Raven e Ulysses Badain. Divulgação: Andreia Anjos, Leandra Preti e Rogério Martini. Foto da Capa: Montagem Shutterstock. Créditos de Fotos: Banco de Imagens, Shutterstock, Divulgação e Arquivo TREND. As demais fotos estão com o devido crédito. Para anunciar, entre em contato com a nossa área comercial: publicidade@trendoperadora.com.br. Distribuição gratuita. www.revistasegueviagem.com.br


Conselho DE AMIGO palavra dos conselheiros

M

ais uma vez, a TREND Operadora largou na frente da concorrência. A locação de helicópteros online prova que não foi por acaso que conquistamos posição de destaque dentro do trade de turismo brasileiro. O reconhecimento é fruto de muito trabalho e de nossa constante busca por inovação, além de um item muito especial: a parceria com vocês, nossos amigos, durante toda a nossa trajetória.

Agentes de viagens e hoteleiros: é para vocês que buscamos as novidades. É em prol do sucesso dessa parceria que todas as engrenagens giram por aqui, que nossos departamentos trabalham. Estamos muito satisfeitos por poder oferecer mais um produto inovador e de venda exclusiva para reforçar o compromisso com vocês e ajudar no incremento das vendas. Hoteleiros também têm chances de lucrar! A novidade vai além de quantidade. Não se trata simplesmente de ter um item a mais para vender. Estamos falando sobre ter O item a mais para vender — em letras garrafais, negritadas e sublinhadas. São Paulo já tem a segunda maior frota de helicópteros do mundo, alimentada pela necessidade dos executivos que já não podem mais perder tempo em congestionamentos. A maioria não tem a própria aeronave, então a locação é vista por eles como o modo mais viável para driblar o trânsito pelo céu. Esse mercado cresce a olhos vistos e, com a TREND, funciona de maneira bem simplificada. A reserva é feita em poucos minutos, em uma interface amigável e autoexplicativa. Mesmo quem não entende nada do assunto consegue efetuar a consulta sem dificuldades!

SV ABRIL/maIO 2013

Editorial

Ouça um bom conselho: ofereça mais essa exclusividade TREND aos seus clientes.

6

“Agentes de viagens e hoteleiros: é para vocês que buscamos as novidades”

José Anjos

Diretor-conselheiro

“Estamos muito satisfeitos por poder oferecer mais um produto inovador e de venda exclusiva”

Washington Preti Diretor-conselheiro


Cases de SUCESSO

Tatiana Baudelaire, Assistente de Vendas da Trend Rio de Janeiro, elogiada pelo seu trabalho

Durante as férias de sua gestora, Tatiana Baudelaire, da filial Rio de Janeiro, foi superprestativa e rápida, como sempre. Ela é extremamente competente e tem muita boa vontade em ajudar. Agradeço muito pelo empenho de vocês em nos ajudar a resolver um grande problema. Essa é a parceria que acreditamos ter com a Trend! Vocês são muito especiais e fazem da empresa o diferencial

OPINIÃO DO

no mercado. Em outubro do ano passado, Erica Moreira teve problemas com o faturamento de um cliente que pediu o cancelamento de uma reserva de hospedagem em Belo Horizonte (MG). A solicitação de cancelamento foi realizada com quatro dias de antecedência, mas o hotel não aceitou o pedido, o que resultou em uma pendência financeira da Agiliza Brasil. Informada da situação e na ausência da gestora da filial, Tatiana Baudelaire, Assistente de Vendas da Trend Rio de Janeiro entrou em ação. Ela assumiu a responsabilidade e focou todas as atenções na resolução do problema. Teve sucesso, reverteu a pendência. A postura comprometida e proativa de Tatiana merece todos os elogios!

LEITOR

“PUBLICADO NA REVISTA SEGUE VIAGEM, O DEPOIMENTO DE TELMA SANTOS, DA AGÊNCIA PERNAMBUCANA TREVI TURISMO, NOS DEIXOU EMOCIONADOS. FICAMOS FELIZES PELA CONSTATAÇÃO DA PROFISSIONAL EM RESSALTAR A BOA INFRAESTRUTURA TURÍSTICA DO DESTINO MACEIÓ E AS PAISAGENS INIGUALÁVEIS DO CARIBE BRASILEIRO. MACEIÓ ESTÁ DE BRAÇOS ABERTOS PARA RECEBÊ-LA BEM.” Claudia Pessôa Secretária Municipal de Turismo Maceió (AL)

Erica Moreira Diretora da Agiliza Brasil Niterói (RJ)

Agente Falando

Agente DA VEZ NOME:

Sylvia Wolfenson.

IDADE:

45 anos.

TRABALHA NA:

LOCALIZADA NA CIDADE DE:

Recife (PE). diretora.

ESTADO CIVIL:

casada.

NO TURISMO DESDE:

1990.

COMEÇOU TRABALHANDO COMO:

Arquivo Pessoal

SV ABRIL/maIO 2013

CARGO:

8

SW Viagens.

estagiária.

NA SUA ÁREA GOSTA MAIS DE:

relacionamento com o passageiro e vendas. DESTINOS FAVORITOS: Estados Unidos e Europa, em geral. DESTINOS MAIS PEDIDOS: Europa, Estados Unidos e América do Sul. O MAIOR DESAFIO PARA O TURISMO NO BRASIL:

melhorar a competitividade e a busca de novos fluxos de visitantes, qualificação em atendimento e investimento em acessibilidade.


10 Colunistas Dicas para fidelizar seus clientes e inovar na gestão empresarial

novidades TREND é a primeira empresa do turismo brasileiro a oferecer locação de helicóptero

ID Brasil Os melhores destinos do Nordeste para as férias de julho

HOTEL INTERNACIONAL Três charmosos estabelecimentos em centros de esqui argentinos

CURIOSIDADES Informações interessantes sobre a Copa das Confederações

GASTRONOMIA O suíço Christophe Besse defende os benefícios da cozinha fria

Agenda Os eventos relevantes ao turismo de abril e maio

SAUDE Saiba identificar e combater o mal de altitude

Seguindo viagem com... Rodrigo Porto, piloto comercial de helicóptero

16 24 28 38 41 42 44

HOTEL NACIONAL

58

EXPERIENCIAS DE VIAJANTE

66 68 70

Atendendo Bem

76

ESPACO TREND

Três opções no litoral para turistas de negócios e lazer

UNIVERSO DO HOTELEIRO Dez estratégias para sobreviver na hotelaria

Parceria Hotel Unique traz ainda mais sofisticação para o portfólio da TREND

ID Mundo Sugestões de destinos de neve para aproveitar a temporada sul-americana

52 56 Casal fala sobre o desafio de viajar o Caribe de helicóptero com a filha de 5 anos

62 Conheça a rota de hotéis com heliponto em São Paulo

CULTURA Personagens da Universal e Dreamworks recebem as crianças no Beto Carrero World

CONSUMO Confira as sugestões para se divertir com segurança nas estações de esqui

72 74 Os acontecimentos mais importantes de fevereiro e março

SV ABRIL/MAIO 2013

9


Se

O G I ILOTO R D O, P DE O R RT IAL S O PO MERC PTER CO ICÓ L E H

do guin

via

c gem

om.

..

al

ILOT ER P T P CO HELI L A I ERC OMM C , TO POR O G I R ROD

Arqu

esso ivo P

a fal de ado c le Comandante mer o Brasi no sobre vantagens harter meio c i as l a he c HE desta poderoso UT T transporte O B ND desse de SA ALK ZIL A

T A DER T IN BR OF THIS N A E M K ES COM R MAR ANTAG RTATION E RT DV SPO ICHA TS THE A F TRAN L E H H NS O HLIG HIG UL MEA ERF POW

SV ABRIL/maIO 2013

Technical qualification, experience, thousands of hours flown and lots of aptly in air command. These are the main characteristics of Rodrigo Porto, 36, commercial helicopter pilot that makes the air his preferred work environment. He just shares the time he flies with the hours dedicated to the management of Helipar, São Paulo aircraft manager, based in Morumbi neighborhood, which has just become a partner of TREND. It is up to him to keep an eye on the news, take care of the diverse fleet and periodically renew the models in operation, and lead the team of pilots, mechanics and supervisor of equipment, handpicked to fill their roles. All of them are constantly trained to help keep the company in the air, literally. Today, Helipar serves a portfolio of approximately 100 medium and large companies.

10

With the partnership, TREND Operadora has become the first tourism company to sell online helicopter in Brazil. The trading is

Q

ualificação técnica, experiência, milhares de horas voadas e muita aptidão no comando aéreo. Essas são as principais características de Rodrigo Porto, 36 anos, piloto comercial de helicópteros que faz do ar seu ambiente de trabalho preferido. Ele só divide o tempo que passa voando com as horas dedicadas à administração da Helipar, gerenciadora de aeronaves paulistana, com sede no bairro do Morumbi, que acaba de se tornar parceira da TREND. Cabe a ele ficar de olho nas novidades, cuidar da frota diversificada e renovar os modelos em operação periodicamente, além de comandar a equipe formada por pilotos, mecânicos e chefes de equipamentos, escolhidos a dedo para ocupar suas funções. Todos são constantemente treinados, para ajudar a manter a empresa no ar, literalmente. Hoje, a Helipar atende a uma carteira de aproximadamente 100 empresas de médio e grande porte. Com a parceria, a TREND Operadora tornouse a primeira empresa de turismo a vender helicóptero online no Brasil. A negociação é feita por meio das agências de viagens, que agora podem oferecer o fretamento de aeronaves a seus clientes, que passam a contar com o serviço exclusivo e profissional da Helipar 24 horas por dia, sete dias por semana.


SV ABRIL/MAIO 2013

11

A Helipar conta com pilotos, mecânicos e chefes de equipamentos qualificados e bem treinados

“HELIPAR COUNTS ON QUALIFIED AND WELL-TRAINED PILOTS, MECHANICS AND SUPERVISOR OF EQUIPMENT”

Montagem Shutterstock

O fretamento de helicópteros é um mercado em ascensão meteórica. Tem se mostrado uma boa alternativa, especialmente nos grandes centros, seja para transportar executivos, documentos importantes, fazer voos panorâmicos, para emergências e até em situações inusitadas, como levar os cachorros de um cliente (sem a presença do cliente) de um ponto a outro. O comandante afirma que já perdeu as contas de quantas horas passou no ar. “Parei de contar faz tempo, mas acredito que tenha ultrapassado a marca de 5 mil horas voadas”, revela. Desde que ingressou na profissão, o helicóptero se transformou em uma espécie de extensão do seu corpo. Em horário comercial, é mais fácil encontrá-lo lá em cima do que com os pés pregados ao chão. Conversamos com ele sobre o mercado de helicharter no Brasil, seus principais desafios e as vantagens de se optar por esse meio de transporte, na entrevista que você confere nas próximas páginas. Parte da conversa foi realizada durante os 16 minutos de um curto voo pelos céus paulistanos. Sem dúvida o lugar preferido de Rodrigo Porto há muito tempo.

done through travel agents that now can offer chartering aircraft to their customers, who now have the professional and exclusive service of Helipar 24 hours a day, seven days a week. The chartering of helicopters is a meteoric rising market. It has proven to be a good alternative, especially in large cities, whether for transportation of executives, important documents, do scenic flights, for an emergency and even in unusual situations, like taking the dogs for a customer (without the presence of the customer) from one point to another. The commander says that he has already lost track of how many hours he has spent in the air. “I stopped counting a long time ago, but I believe it has surpassed 5000 flown hours,” he reveals. Since joining the profession, the helicopter has become a kind of extension of his body. During business hours, you can easily find him up there than with his feet nailed to the ground. We talked to him about helicharter market in Brazil, its main challenges and advantages of opting for this means of transportation, in the interview, which you can check on the following pages. Part of the conversation was held during the 16 minutes of a short flight through São Paulo skies. Undoubtedly Rodrigo Porto´s longtime favorite place.


How do you rate the market for chartering helicopters in Brazil?

A cidade de São Paulo é a única Como você avalia o mercado de fretamento de helicópteros no Brasil? Promissor! O Brasil cresceu muito nos últimos anos nesse mercado e de uma maneira geral. Nossa moeda é mais forte, e a participação de grupos estrangeiros no país aqueceu muito a utilização desse serviço. Embora o Brasil esteja engatinhando no tocante à burocracia desse setor, esperamos que nos próximos anos possamos ter avanços nessa questão. Um estudo recente indica perspectiva de aumento considerável na venda de helicópteros em todo o mundo durante os próximos cinco anos. Na sua opinião, como é possível garantir segurança na operação dentro desse cenário? O Brasil é referência em diversos aspectos ligados à aviação civil de helicópteros, tanto que a cidade de São Paulo é a única do mundo a contar com um controle específico para essas aeronaves. O movimento aéreo vem crescendo, mas não a ponto de gerar insegurança nas operações. Os profissionais envolvidos são bem treinados, e para tudo existem regras, além de muito companheirismo.

SV ABRIL/maIO 2013

O trânsito de São Paulo é um dos responsáveis por levar os executivos a buscar novas alternativas de transporte, sendo que muitos deles acabam optando pelo helicóptero. Existe risco de chegarmos ao ponto de ter uma espécie de horário de rush nos céus paulistanos?

12

Esse risco não existe porque há várias dimensões a serem exploradas no céu. O tráfego aéreo ocorre nas aerovias, rotas demarcadas no céu em diferentes alturas para atender a aeronaves de diversos portes sem risco de acidentes. Existem várias Rotas Especiais de Helicópteros (REH) nas quais apenas

do mundo a contar com um controle específico para helicópteros

“THE CITY OF SÃO PAULO IS THE ONLY CITY IN THE WORLD TO FEATURE A SPECIFIC CONTROL FOR HELICOPTERS” Arquivo TREND

Promising! Brazil has grown significantly in recent years in this market and generally speaking. Our currency is stronger, and the participation of foreign groups in the country warmed up a lot the use of this service. Although Brazil is crawling with regard to bureaucracy in this sector, we expect that in the coming years we can have progress on this issue. A recent study shows prospect of considerable increase in the sale of helicopters worldwide over the next five years. In your opinion, how can you ensure a safe operation in this scenario? Brazil is reference in various aspects of civil aviation of helicopters; therefore, the city of São Paulo is the only one in the world to rely on a specific control for these aircraft. The air movement is growing, but not enough to cause insecurity in operations. The professionals are well trained, and there are rules for everything, and much camaraderie. The transit in São Paulo is one of the responsible for bringing executives to seek new transportation alternatives, many of whom end up opting for helicopter. Are there any risks of having a kind of rush hour in São Paulo skies? This risk does not exist because there are several dimensions to be explored in the sky. Air traffic occurs in the airways, which are routes marked in the sky at different heights to suit different sizes of aircraft without the risk of accidents. There are several Special Helicopter Routes (SHR) in which only those vehicles can travel from a given altitude. What could cause a delay is if some helicopter gets ahead of you during the approach to landing. However, it would be only a few minutes to change the route or altitude. Changing to the private field, can you tell us how your first contact with a helicopter was? It was a rather curious situation. As a teenager, I had a rare health problem and, at one point, I spent various days in a hospital. From my window, I had a view of a helicopter landing and taking off in a government area. That image stuck in my memory as a source of inspiration for overcoming that phase. Years later, the influence of family and friends awakened me to this profession. How many hours have you flown since then? I am pretty sure I have more than 5000 hours in command of helicopters, but it has been some years since I stopped counting the number of hours flown. What was the most curious situation that you served as a helicopter pilot? There were several. Since launching ashes of a loved one of a passenger in the sea to carry only dogs of clients who were not on board. How long has Helipar existed? As an aircraft manager, it was founded in 2010 but we were already in business on other fronts since 2005. We manage a portfolio of approximately 100 medium and large companies, to whom we provide services in aircraft leasing, sales of helicopters and aircraft asset management.


O movimento aéreo vem esses veículos podem trafegar, a partir de uma determinada altitude. O que pode gerar atraso é se acontecer de algum helicóptero chegar à sua frente durante a aproximação para o pouso. Mas seriam apenas alguns poucos minutos até a mudança de rota ou de altitude.

crescendo, mas não a ponto de gerar insegurança nas operações

Partindo para o campo pessoal, conte como foi seu primeiro contato com um helicóptero? Foi uma situação bastante curiosa. Quando adolescente, tive um raro problema de saúde e, em determinado momento, passei dias internado em um hospital. De minha janela, tinha a visão de um helicóptero pousando e decolando em uma área do governo. Aquela imagem ficou na minha memória como fonte de inspiração para superar aquela fase. Anos depois, a influência de parentes e amigos me despertou para a profissão. Quantas horas você já voou desde então? Acredito possuir mais de 5 mil horas em comando de helicópteros, mas já faz alguns anos que parei de contabilizar o número de horas voadas. Qual foi a situação mais curiosa que você atendeu como piloto de helicóptero? Foram diversas. Desde lançar cinzas de um ente querido de um passageiro no mar até transportar apenas os cachorros de clientes que não estavam a bordo. Desde quando existe a Helipar? Como gerenciadora de aeronaves, ela foi fundada em 2010, mas já atuávamos em outras frentes desde 2005. Administramos uma carteira de aproximadamente 100 empresas de médio e grande porte, para quem oferecemos prestação de serviços em locação

“THE AIR MOVEMENT IS GROWING, BUT NOT ENOUGH TO CAUSE INSECURITY IN OPERATIONS” Arquivo Pessoal

de aeronaves, vendas de helicópteros e administração patrimonial aeronáutica. Por que você aconselharia um amigo a aderir a esse meio de transporte? Em primeiro lugar, a pessoa precisa compreender a necessidade de uso. Se for bem entendido que o meio de transporte combina a economia de tempo em relação ao trânsito terrestre com uma maior segurança que as ruas das grandes cidades já não oferecem, não há substitutos. Em sua visão, além da economia de tempo e segurança, existem outras vantagens de se optar pelo helicóptero? Sem dúvida, economia de tempo é o fator número um e principal motivador desse tipo de serviço, além da já citada insegurança dos grandes centros urbanos, que seria o segundo motivo de peso na utilização. Mas o estresse causado pelo trânsito e pela insegurança dos deslocamentos em terra também impacta muito na capacidade produtiva de qualquer pessoa, seja no âmbito profissional ou pessoal. Por último, considere que a pessoa que perde menos tempo no trânsito melhora sua qualidade de vida, pode ficar mais tempo com a família, por exemplo, o que é outra vantagem importante. A maioria de seus clientes hoje te contrata para percorrer rotas de negócios ou lazer? Mais de 90% de nossos clientes são corporativos. Os 10% restantes formam o saldo remanescente da utilização corporativa, que acaba sendo estendida ao uso familiar em momentos de lazer dos usuários e de suas famílias. Além da origem e do destino, o que

SV ABRIL/MAIO 2013

13


Arquivo TREND

Why would you advise a friend to join this means of transportation?

é preciso informar no momento de reservar a aeronave?

Firstly, one must understand the need to use. If it is well understood that the means of transportation combines timesaving in relation to road traffic with greater safety that the streets of big cities no longer offer; there are no substitutes.

Diversas informações, como detalhes do trajeto, tempo de espera da aeronave no solo, local de embarque e desembarque, número de passageiros e o peso de cada um deles, além da quantidade de bagagem, entre outros dados.

In your point of view, besides time savings and safety, are there other advantages of opting for helicopter? Undoubtedly, saving time is the number one factor and prime motivator of this type of service, besides the already mentioned insecurity in large urban centers, which would be the second reason for its use. However, the stress caused by traffic and insecurity of land commute have great impacts on productive capacity of any person, whether professional or personal. Finally, consider that the person who spends less time in traffic improves his quality of life, can spend more time with his family, for example, which is another important advantage.

Esse mercado apresenta alguma sazonalidade? O movimento é bem distribuído ao longo do ano, com maior intensidade em dezembro, período em que ocorrem eventos de repercussão internacional e feriados. O menor movimento é sentido em janeiro e julho, meses de férias escolares.

Do most of your customers today hire you to fly routes for business or pleasure?

Quando a meteorologia pode atrapalhar? O que é feito nesses casos? Quando as condições do tempo comprometem a segurança da operação, por falta de visibilidade ou excesso de vento, por exemplo, de acordo com os limites de cada aeronave. Não se pode prever a situação meteorológica com exatidão no ato de uma reserva, portanto nossa empresa procura manter um canal de comunicação com nossos clientes, informando sobre previsões e possibilidades alternativas. Não podemos garantir que a aeronave decolará em caso de condição meteorológica que impossibilite tal operação, o que não acarreta ônus para nossos serviços ou ao cliente.

SV ABRIL/maIO 2013

Qual é o modelo de helicóptero preferido pelos executivos?

14

Operamos quatro modelos: Bell Jet Ranger, Bell Long Ranger, Esquilo e Agusta. O Jet Ranger atende bem a viagens curtas para até quatro passageiros, já o Esquilo pode transportar cinco pessoas com conforto. Long Ranger e Agusta acomodam seis passageiros, sendo que o segundo é biturbina. Todos possuem aceitação entre os executivos, cada qual com sua característica e público.

Over 90% of our customers are corporate. The remaining 10% form the remaining balance of corporate use, which is eventually extended to use of family in leisure time. Besides the origin and destination, what has to be informed at time of booking the aircraft? Much information, such as details of the route, waiting time of aircraft on the ground, place of departure and arrival, number of passengers and weight of each one of them, plus the amount of luggage, among other data. Does this market present any seasonality?

O estresse causado pelo trânsito e pela insegurança dos deslocamentos em terra também impacta muito na capacidade produtiva

The business is well distributed throughout the year, with greater intensity in December, when there are events of international repercussions and vacations. The lesser business is felt in January and July, months of school vacations. When the weather can disrupt? What is done in these cases? When the weather conditions compromise the safety of operation, due to lack of visibility or high wind, for example, according to the limits for each aircraft. We cannot predict accurately the weather situation at the time of reservation, so our company seeks to keep a communication channel with our clients, informing weather forecasts and alternative possibilities. We cannot guarantee that the aircraft will take off in the case of weather condition that would prohibit such a transaction, which does not require onus for our services or customer. What is the executives’ favorite model of helicopter?

“THE STRESS CAUSED BY TRAFFIC AND INSECURITY OF LAND COMMUTE HAVE GREAT IMPACTS ON PRODUCTIVE CAPACITY”

We operate with four models: Bell Jet Ranger, Bell Long Ranger, Esquilo and Agusta. The Jet Ranger meets well short trips for up to four passengers, now the Esquilo can carry five people in comfort. Long Ranger and Agusta accommodate six passengers, and the second is dual-impeller. All of them have good acceptance among executives, each with its own characteristic and customer.


SV ABRIL/MAIO 2013

15


O TTC nesta edição apresenta as visões dos colunistas sobre as férias, destacando assuntos relacionados a viagens ou temas para refletir durante a pausa para descanso. Estes conhecimentos serão úteis para os leitores por serem complementares e convergentes no que diz respeito às pessoas que fazem deste período um momento muito especial, sejam elas passageiros ou as pertencentes às equipes que cuidam deles antes, durante e depois da viagem. Apresentaremos conteúdos abrangendo temas de gestão, hotéis, estratégia, saúde, pessoas, relacionamento com clientes e finanças. Quando falamos de férias também falamos em destinos. Mas qual o destino? Esta resposta é a menos importante. Valioso é perceber o que poderá gerar felicidade e satisfação aos clientes. O que mais importa é saber receber as pessoas de forma marcante pela experiência vivenciada, fazendo com que no futuro elas rememorem com alegria estes momentos tão especiais, lembrando-se de cheiros, sabores, calor, frio e imagens. Experiências que serão gravadas a fogo no coração de cada um. A escolha pode ser em um destino de negócio ou de lazer. Também poderá ser em um local de praia, montanha ou até neve. Independe. O fundamental é termos o conhecimento de cada possibilidade para apoiarmos ou ajudarmos nossos clientes na escolha mais adequada às expectativas destes momentos inesquecíveis. É saber o que é melhor para eles, perceber o interesse de cada um. É buscar a empatia para poder orientá-los no que for melhor. Por fim, é ter a excelência no relacionamento. Esperamos que nossos leitores façam bom uso desses conhecimentos e incrementem seus negócios, sempre buscando maior satisfação dos clientes por meio da excelência na prestação dos serviços.

SV ABRIL/maIO 2013

Colunistas

Aproveitamos ainda para informar aos hoteleiros e agentes parceiros que foram liberados mais dois treinamentos no e-learning da TREND que propiciarão incremento dos negócios. Auto Atendimento Hotel (AAH) oferece material contendo os procedimentos dos hotéis no portal, com o acompanhamento de faturas online, inclusive. O segundo treinamento é voltado à operação de venda de traslados em helicóptero na cidade de São Paulo e circunvizinhanças.

16

As duas apostilas permitirão às equipes realizar as operações do dia a dia com precisão e assertividade. Aproveitem esta viagem em nossas páginas, bem como em nosso e-learning TREND. www.elearningtrend.com.br

MATERIAL DE APOIO: O ambiente de ensino a distância tem sala virtual, tutoriais online, podcasts e outros recursos interativos que estimulam os alunos

Carlos Xavier é formado em Engenharia Eletrônica com pós-graduação em Engenharia Econômica. Especializou-se em Estratégia e Desenvolvimento pela Escola Superior de Guerra; em Gestão pela FGV, Cobra e no MoDA. Foi gestor em indústrias como Cobra Computadores, Remington; e consultor para o Hard Rock Café, Gonvarri, Rock in Rio Café, Grupo Multiplan, Renasce, Parque da Mônica, Banco Bozano Simonsen, Banco Meridional, Aliança Formas e Escoramentos, e Betunel-Koch. Desde 94 atua na área de pessoas e é Diretor de Engenharia Humana da TREND Operadora desde 2010. E-mail: cxavier@trendoperadora.com.br


SV ABRIL/MAIO 2013

17

Por que você me abandonou? - Parte I

Este é um cenário muito mais comum do que você imagina. Acontece todos os dias, nas melhores empresas, com os melhores clientes. Por que acontece? Por um motivo muito simples: nós deixamos acontecer. O fato de não querermos que aconteça não nos impede de negligenciarmos algumas situações do dia a dia. É o que chamamos de incoerência administrativa, ou seja, um desalinhamento entre a forma de pensar e a forma de fazer. Isso pode abalar mais as estruturas do seu negócio do que você pensa. Empolgado com a ideia de parar de perder clientes? Então vamos à lista do que você precisa deixar de fazer... 1. Não dar atenção ao cliente. Este é o principal motivo pelo qual os clientes nos abandonam. Segundo pesquisa realizada no varejo, 68% dos clientes que nos deixam, o fazem por causa de atendimento. Deste número, 20% reclamam de falta de atenção e contato individual, e 48% dizem que a atenção dedicada é de baixa qualidade. Seis por cento de todos os consumidores que frequentam lojas físicas são perdidos para a concorrência, simplesmente porque não encontraram um vendedor disponível ou em quem possam confiar. Demonstre interesse real em ajudá-lo. 2. Velocidade e lucro são coisas diferentes. A Accenture divulgou recentemente a quinta edição de sua pesquisa sobre a satisfação dos consumidores com prestadores de serviços em diversas áreas. O estudo mostra que o consumidor brasileiro é exigente: 50% dos entrevistados esperam mais dos seus fornecedores hoje do que há um ano. O levantamento indica que 83% deles gostariam de um atendimento mais rápido. Ou seja, qualidade e velocidade geram confiança. E isso afeta diretamente sua lucratividade. 3. Vender produtos ou serviços sem qualidade. Você compraria seu próprio produto ou serviço? Por quê? A qualidade do que você entrega é o que define a percepção que o cliente tem. Geralmente, um produto ou serviço é considerado caro quando é desconhecido, desinteressante, incompreendido, indesejado ou mal apresentado. Portanto, quando alguém insistir em descontos ou baixa nos preços, pense: qual item eu deixei de valorizar corretamente? Como aumentar a qualidade do trabalho?

Shutterstock

Carlos estava em férias e esperou quase meia hora para estacionar o carro no restaurante onde é cliente há quase 20 anos. Naquele dia, um fornecedor havia parado uma van no meio do caminho para descarregar mercadorias, ignorando a passagem de outras pessoas. Quando finalmente entrou no restaurante, Carlos comentou com o proprietário sobre o absurdo da espera e ficou aguardando que ele dissesse algo diferente. Silêncio total. Nenhum comentário, nenhuma crítica, nenhum posicionamento, nem sequer uma desculpa. Carlos nunca mais voltou ao restaurante.

Pesquisa aponta que 68% dos clientes que nos deixam, o fazem por causa de atendimento 4. Cliente novo é cliente bom. Segundo a consultoria Reicheld & Sasser, grande parte das 500 maiores empresas listadas pela Fortune perderá pelo menos 50% de seus clientes em cinco anos por maus serviços e por não atender às expectativas nelas depositadas. O custo de adquirir um novo cliente é de sete a dez vezes maior do que o valor gasto para reter um já existente. Um incremento de 5% na retenção do cliente pode elevar a utilidade da empresa de 60% a 100%. O que você está fazendo pelos seus clientes antigos? 5. Ser mais um no mercado. Neil Rackham, mundialmente reconhecido como mestre em aplicação de modelos estratégicos em gestão de vendas, defende que a função de vendas é semelhante ao trabalho de um tradutor, pois é necessário colocar tudo na linguagem do cliente. Para ele, o diferencial é a alma do negócio, e um dos elementos vitais para obter destaque no mercado é saber mostrar que sua empresa não é única, mas diferente. E, sobretudo, saber traçar estratégias que agreguem valor ao cliente. Rackham defende que nenhum cliente pode ser padronizado, mas adaptado. Portanto, seja único.

Alessandra Assad é diretora da AssimAssad Desenvolvimento Humano. Formada em Jornalismo, pós-graduada em Comunicação Audiovisual e MBA em Direção Estratégica, é professora universitária e em MBAs, colunista de vários meios de comunicação e palestrante. De 2003 a 2009, atuou como diretora de redação da VendaMais, a maior revista de vendas do Brasil. É autora do livro Atreva-se a Mudar! – Como Praticar a Melhor Gestão de Pessoas e Processos. E-mail: alessandra@alessandraassad.com.br. Site: www.alessandraassad.com.br


Recentemente completei 30 anos e apenas uma coisa me preocupou: o sedentarismo, algo que venho praticando com muita competência. Em uma consulta médica, descobri quanto ele me faz mal. Primeiro, me deixa pouco atraente, lento, dificulta o alcance da motivação e minha saúde fica aquém do ideal. O assunto foi a pauta destes últimos dias, e consegui perceber quanto o sedentarismo, em sua essência, está inserido em nosso meio. Identifiquei três tipos de sedentarismo: o do saber, o físico e o corporativo. E é neste último que percebi curiosa similaridade com meu momento atual. O sedentarismo corporativo está na empresa que pouco muda, que está satisfeita com os clientes que tem e se acomoda; aquela que não evolui e não inova. Se analisarmos caminhos para fugirmos do sedentarismo corporativo, podemos observar muitas possíveis soluções. Algumas demandam certo investimento, outras não. E de todas as possibilidades que temos, entendo que há uma mais sustentável: a inovação, um processo criativo, democrático e de baixo custo. Você já deve ter percebido que toda empresa inovadora é líder, admirada por seus colaboradores, clientes e fornecedores, difícil de ser alcançada, motivada e saudável. Além do mais, a inovação é democrática e deve ser incentivada em todos os níveis hierárquicos da empresa, do líder aos seus liderados. Especialista em pensamento criativo e inovação, o consultor belga Jeffrey Baumgartner dá alguns exemplos de como reconhecer empresas inovadoras. Se você não identificar alguma destas características em seu negócio, é recomendado agir rapidamente. • Empresas inovadoras têm uma estratégia única e relevante; • Veem a inovação como um meio para atingir seus objetivos;

SV ABRIL/maIO 2013

Colunistas

• São líderes;

18

• Fornecem um ambiente de confiança aos funcionários; • Dão autonomia para que a equipe encontre seu caminho para cumprir as metas;

Shutterstock

Que sedentarismo é esse?

A inovação é democrática e deve ser incentivada em todos os níveis hierárquicos da empresa • Funcionários inovadores colocam suas ideias em prática; • Sabem que falhar é uma opção. A Trend traz, não apenas em sua missão, mas em seu dia a dia, o DNA inovador. Sou testemunha da quantidade de projetos, soluções tecnológicas e processos que realizamos a todo o momento. Melhoramos diariamente. Faço um convite para que todos criem uma experiência divertida usando a inovação em sua empresa ou em seu departamento. Ou você vai ficar nesse sedentarismo corporativo até que um concorrente mais saudável e atraente conquiste seu cliente? E sabe o que eu fiz para combater meu sedentarismo físico? Comprei um videogame com sensor de movimento e pratico com meu filho de 9 anos. Embora seja uma atitude que foge do perfil da maioria dos homens de 30 anos, consegui assim melhorar minha saúde, sou mais motivado e ainda encontrei uma forma muito legal de ficar mais próximo de meu filho. Inovei.

Cleber Maciel é Gerente de Projetos, formado em Marketing, com especialização em Planejamento e Gestão de Serviços, e membro do Escritório de Projetos da TIC, da Trend Operadora. E-mail: cmaciel@trendoperadora.com.br


Os sargentos de nosso exército

SV ABRIL/MAIO 2013

19 Shutterstock

Embora as empresas hoteleiras e os grandes hotéis tenham uma justa preocupação com a seleção e o treinamento de Gerentes Gerais, Gerentes Administrativos, Gerentes de Alimentos e Bebidas, Governantas Executivas, esses colaboradores não têm contato com os hóspedes na frequência com que as camareiras, os garçons, maîtres e atendentes em geral, no dia a dia de um hóspede num hotel, têm com os mesmos. Os funcionários dos hotéis que mais lidam, atendem e servem ao hóspede – a pessoa mais importante da empresa – são precisamente aqueles de nível hierárquico mais baixo e que nem sempre recebem uma atenção e um tratamento adequados para prestar um serviço que agrade à variada gama de exigências que os hóspedes normalmente têm. A cada dia que passa, sobretudo devido ao crescimento da indústria hoteleira e restauranteira, além da natural carência de mão de obra qualificada para atender a esse crescimento, a performance deixa a desejar. É preciso, portanto, que seja dedicada atenção frequente e constante aos “sargentos de nosso exército”, para que seu trabalho seja aperfeiçoado, visando ao melhor preparo e à qualificação na prestação de serviços para esses que têm contato diário com o cliente. Em nossas palestras e programas de treinamento prático, costumamos alertar os hoteleiros e restauranteiros que não se pode fazer muitas experiências com os clientes, pois eles também podem “experimentar” outro hotel ou restaurante. Também frisamos que, se o cliente é a pessoa mais importante na empresa, é vital nos preocuparmos com as pessoas que mais direta e frequentemente estão em contato e realmente prestam serviços a “Sua Excelência”, o cliente.

É vital nos preocuparmos com as pessoas que estão em contato frequente e direto com o cliente Afirmo que nos preocupa ver grandes empresas que têm contratos de manutenção para o bom funcionamento de máquinas, elevadores, aparelhos de ar-condicionado, equipamentos diversos e não têm nada semelhante em relação ao ativo mais importante de seu hotel ou restaurante, ou seja, seus funcionários. O “equipamento humano” requer atenção igual ou maior que suas máquinas e equipamentos.

Mário Braga é diretor-executivo e CEO de AUDIT HOTEL e HOTEL LABOR, divisões especializadas no apoio à gestão hoteleira, e consultor de hotelaria e restauração. E-mail: mbragarc@unisys.com.br


Mentiras que podem destruir os profissionais de turismo

Shutterstock

SV ABRIL/maIO 2013

Colunistas

Você está tendo dificuldades em crescer como profissional do turismo? Acha que o mercado está uma droga? Só tem escutado objeções e mais objeções dos clientes? Melhore o que está dentro de seu cérebro e o mercado baterá palmas para você. Não é o setor de turismo que está ruim. São as mentiras em que acreditamos que nos impedem de crescer. Nesta edição e na próxima, vamos analisar mitos famosos do mercado de turismo e ajudá-lo a destruí-los para que sua empresa ganhe pontos preciosos sobre os concorrentes.

20

1. ESSE NEGÓCIO DE CADASTRAR CLIENTE EM TURISMO NÃO FUNCIONA. IMAGINE UM SÁBADO, NA ÉPOCA DE NATAL, A AGÊNCIA ENTUPIDA DE GENTE QUERENDO VIAJAR! ACHA QUE VAI DAR CERTO CADASTRAR UM CLIENTE QUE ENTROU SÓ PARA LEVANTAR INFORMAÇÕES? Se não cadastrar o cliente, você vende apenas por ocasião. Você não cria a oportunidade de manter relacionamento duradouro com seu mercado-alvo. Diga ao cliente, por exemplo, que você está sorteando uma televisão no final do mês e, se ele preencher o cupom e depositar na urna, poderá ser sorteado. Ele o fará com prazer e você tem os dados do cliente para iniciar a fidelização e o marketing de relacionamento.

que, por ser um bom pagador, o cliente terá um desconto de 17% nas novas compras.

2. CADASTRAR UM CLIENTE QUE COMPRA A PRAZO É FÁCIL, MAS NÃO DÁ PARA CADASTRAR CLIENTE QUE COMPRA UMA PASSAGEM À VISTA. Com isso você está dizendo: “Cliente que compra à vista não vale nada, os que importam são os que compram a prazo”. Mude seu paradigma para crescer.

4. PESQUISA É PARA GRANDES AGÊNCIAS OU HOTÉIS, NÃO PARA AS PEQUENAS. Pesquisa não é para grandes empresas. É para grandes empresários com foco e fogo empreendedor. E grandes empresários não dependem do porte da organização. Sua agência pode ser micro, mas não sua cabeça.

3. TELEMARKETING É COISA PARA EMPRESA DE CARTÃO DE CRÉDITO, NÃO PARA EMPRESAS DE TURISMO. Ótimo! Enquanto você pensa assim, seu concorrente mantém um pequeno call center com operadoras excelentes ligando para o cliente a fim de oferecer novas promoções e roteiros, checar a satisfação, convidar para uma nova viagem e para dizer

5. PARA VENDER MAIS EU PRECISO TER UMA PESQUISA PRONTA. Não existe pesquisa pronta, porque as pessoas não estão prontas, elas mudam sempre. Você precisa estar pesquisando o tempo todo e todo o tempo. Em turismo, tudo é dinâmico. O profissional de turismo é aquele que vê a pesquisa como um sistema, não como uma atividade.

Elimine esses mitos e você será um campeão de vendas

Maurício Góis é palestrante e escritor. E-mail: contato@mauriciogois.com.br


SV ABRIL/MAIO 2013

21

Sensibilidade permite fidelizar clientes Algumas pessoas afirmam que o estresse nos mantém alertas, acesos, com a mente aguçada, os músculos prontos para a ação e o sistema imunológico a todo o vapor. Na minha experiência como coach, ouço muitas pessoas afirmarem que são movidas à adrenalina, que produzem mais quando os níveis de tensão estão mais acentuados. Porém, nosso corpo, alma e coração sabem que vai chegar o momento em que o estado de prontidão se desfaz, o corpo facilmente sucumbe, a mente já não está mais atenta como antes e começamos a valorizar a beleza de descansar, de ler um bom livro, de rever um filme favorito, de estar mais próximo e atuante junto à família ou, simplesmente, de relaxar!

E é aí que você, agente de viagem, entra mais uma vez. Não só com a sua competência pelo conhecimento dos produtos e serviços que oferece, mas principalmente com a sensibilidade para perceber o que este “pit stop” realizado no meio do ano letivo representa para o seu cliente. O teórico John M. Rathmell conceitua serviço como “uma mercadoria comercializável isoladamente, ou seja, trata-se de um produto intangível que não se consegue pegar, cheirar, apalpar, geralmente não se experimenta antes da compra, mas permite satisfações que compensam o dinheiro gasto na realização de desejos e necessidades dos clientes”. Por isso, é fundamental que você esteja disposto a entender totalmente o que o seu cliente realmente necessita. Mais importante: perceber o que trará realização plena dentro da experiência que ele poderá vivenciar por meio da compra que finalizará com você. Podemos afirmar, de forma mais simplista, que quando você exercita a sua sensibilidade, possui muito mais chances de captar e expressar sentimentos e atitudes. E esta habilidade

Nilda Brasil é psicóloga com especialização no Disney Institute, na Gestão de Pessoas e Atendimento e Serviços. E-mail: nildabrasil@nildabrasil.com.br

Shutterstock

Aí chega julho, tradicionalmente conhecido como um dos meses que as pessoas utilizam para tirar férias. Quando pensa em férias, o brasileiro imediatamente sente vontade de viajar, conhecer novos lugares e pessoas, experimentando sensações e experiências novas.

A habilidade de lidar com o sentir é estimulada pela vida e por suas experiências de lidar com o sentir não é de todo inata. Ela é educada, estimulada pela vida e por suas experiências. Sua condição passa diretamente pelo trato do egoísmo ou, ainda, pela socialização do ser. Ou seja, a atuação como um profissional de turismo sensível aos anseios do cliente permite não só entender a importância dele – estando 100% atento e disponível às suas colocações –, como também oferecer algo além do que ele está procurando e desejando. Saber surpreender com a sua habilidade de encantá-lo!


Missão, Visão, Valores e o Pensamento Estratégico

Shutterstock

A estratégia é um artifício que está presente na humanidade desde os primórdios e tem possibilitado ao ser humano garantir sua sobrevivência e evoluir em termos sociais, políticos, religiosos e principalmente econômicos. É um termo que concebe muitas definições. De forma breve, podemos acatar que “Pensar estrategicamente é definir um objetivo de longo prazo, traçar o melhor caminho para se atingi-lo mediante tomada de decisões e efetuando ajustes durante o caminhar, de tal modo que o objetivo seja atingido em um prazo correto e com o esforço adequado”. Ao longo das próximas edições da Segue Viagem, abordaremos esse tema sob a ótica empresarial. A intenção é apresentar a você, leitor, elementos simples, porém poderosos e aplicáveis ao seu dia a dia, de maneira que você desenvolva uma Visão Estratégica do seu negócio e também da sua vida. Como todo processo de gestão, a estratégia segue quatro etapas de um ciclo chamado PDCA, sigla de língua inglesa que significa PLAN, DO, CHECK, ACT (PLANEJAR, FAZER, CHECAR, AGIR). O primeiro assunto que vamos abordar trata das “premissas” da etapa de Planejamento Estratégico: MISSÃO, VISÃO e VALORES. Quando encontramos uma criança, é costume perguntar: “O que você quer ser quando crescer?”. Deparamo-nos, então, com as respostas que podem ser tradicionais: “Advogado, médico”, ou mais fantásticas: “Cientista, astronauta”.

SV ABRIL/maIO 2013

Colunistas

VISÃO – Esse aspecto de “o que ser quando crescer” está associado à Visão. Quando pensamos numa empresa, essa pergunta é o cerne do Pensamento Estratégico. O ponto-chave é que, diferentemente de uma criança que tende a mudar com certa frequência o seu plano ao longo do tempo, uma empresa deve ter isso consolidado desde o nascimento, transmitir a todos os colaboradores, clientes e fornecedores, e persegui-lo de forma consistente.

22

A Visão deve ser algo grandioso (sim!) e inspirador, que reflita um posicionamento elevado e diferenciado da empresa. É a “meta” no final da estrada. É para isso que todos trabalham, e é importante que todos compartilhem da visão, pois colaboradores comprometidos com a visão são mais produtivos e apresentam resultados mais efetivos.Independentemente da idade de uma empresa, a visão deve refletir o passo além. Portanto, é comum em empresas de sucesso a visão ser algo atemporal. MISSÃO – A Missão reflete o que a empresa entrega na jornada rumo à sua visão. Deve distingui-la no mercado e apresentar de forma sucinta e de fácil entendimento o que a empresa faz e o que ela não faz. Os

Colaboradores comprometidos com a visão são mais produtivos colaborares devem saber que as suas entregas ajudam no cumprimento da missão. Portanto, ela serve inclusive para esclarecer dúvidas e orientar as decisões cotidianas. Em momentos de indecisão ou dúvidas, devemos pensar na missão e nos perguntar: “Como isso vai influenciar, positiva ou negativamente, na missão da empresa?”. VALORES – Os valores compreendem o conjunto de aspectos comportamentais e de processos em que a empresa acredita. Eles refletem COMO a empresa cumpre sua missão rumo à sua visão. De nada vale uma empresa ter uma visão ambiciosa e missão clara, se atua de forma desonesta, sem se preocupar com seus colaboradores, ou com uma conduta que prejudique o bom andamento do mercado. A empresa deve buscar colaboradores, fornecedores e clientes que compartilhem dos seus valores.Uma boa definição de Visão, Missão e Valores: devem fazer parte do dia a dia do negócio. A cada venda efetuada, a cada conversa com o cliente, temos que ter em mente que vamos sensibilizar de alguma forma esses pilares essenciais. Com esses três pilares definidos, temos a base para trabalhar em outras demandas do Planejamento Estratégico, como, por exemplo, Planejamento Orçamentário, Plano de Negócios, definição dos objetivos de curto, médio e longo prazo, etc., pois cada uma delas deve ser norteada por esses aspectos. Convido a todos a refletirem sobre esses aspectos, buscando sua adaptação à nossa vida pessoal. Tenho certeza de que será um exercício interessante e que permitirá uma melhor forma de nos relacionarmos conosco e com os demais.

Gabriel Paiva é Gerente de Processos e Estratégia da TREND Operadora, formado em Economia, tem especialização em Gerenciamento de Projetos pela FGV e Pós-Graduação em Administração Estratégica pela FIA/USP. Com experiência em gestão de processos e projetos de diversos portes, complexidade e objetivos, no Brasil e exterior, atuou em instituições financeiras como American Express e Bradesco, além de prestar consultoria estratégica em planejamento, formatação de novos negócios e tomada de decisão. É um dos criadores e coordenadores do Programa JA! (Juntos Agimos!), de Administração Estratégica da FIA/FEA (USP), que busca incentivar a discussão sobre Gestão Estratégia, integração entre especialistas e promover benefícios para a sociedade. E-mail: gpaiva@trendoperadora.com.br


Novidades

DRIBLANDO O TRÂNSITO COM

estilo S

SV ABRIL/maIO 2013

NOVIDADES

ão Paulo, 5 horas da tarde. O locutor da rádio informa que a cidade está prestes a bater um novo recorde de congestionamento, mas a notícia já não é novidade para os 7 milhões de motoristas que disputam espaço nos 17 mil quilômetros de vias paulistanas. Trânsito é uma palavra que está no vocabulário da maior cidade do Brasil, assim como suas principais consequências: atraso, estresse e impaciência.

24

Mas essa história pode ter um final diferente a partir de agora. Que tal economizar pelo menos duas horas diárias de deslocamento driblando o trânsito pelo ar? Fretar um helicóptero agora é realidade na TREND Operadora, primeira empresa do turismo brasileiro a vender a facilidade online. Vários modelos estão disponíveis para locação imediata, com preços bem abaixo do que você imagina. Afinal, inovação é com agente!

COMO VENDER? Você já vende hotel, carro, avião e receptivo. Agora, irá surpreender seu cliente e deixá-lo nas nuvens com essa novidade! A negociação será feita exclusivamente por meio dos agentes que ainda têm a chance de aumentar suas comissões com esse produto inovador. Confira os principais argumentos e boas vendas:

»»AGILIDADE E SEGURANÇA »»CONFORTO E STATUS »»PRIVACIDADE E EXCLUSIVIDADE »»SOLUÇÕES TERRESTRES DE APOIO »»EMBARQUE E DESEMBARQUE VIP »»OTIMIZAÇÃO DO TEMPO »»QUALIDADE DE VIDA

PILOTOS SUPERQUALIFICADOS Pioneira nesse tipo de oferta, a TREND tornou a operação fácil e acessível por meio da parceria com a Helipar, especializada em gerenciamento de aeronaves, escolhida pela versatilidade e pela qualificação de seu quadro técnico. A equipe é composta por 12 comandantes, cada um com uma média de 2.500 horas de voo no currículo, treinados

de acordo com parâmetros e frequência bem acima dos exigidos pela legislação brasileira. Os pilotos são avaliados anualmente quanto ao conhecimento técnico e perícia em manobras de emergência por técnicos credenciados na Agência

Nacional de Aviação Civil (Anac). O reforço é conduzido pela própria Helipar, que coloca a destreza de sua equipe à prova ao reproduzir situações que acontecem cotidianamente. Já as condições de saúde são checadas anualmente por uma junta médica credenciada pelo Ministério da Aeronáutica.

EXCLUSIVIDADE: AGORA É POSSÍVEL O produto já está disponível no sistema de vendas, basta o agente consultar as informações e reservar o voo, que deve partir da capital paulista entre 6h e 23h. É fácil, rápido e muito barato! As partidas estão concentradas na capital paulista e arredores, mas o desembarque pode acontecer em qualquer destino no Brasil e no exterior. Uma facilidade para o executivo de fora que chega a um dos aeroportos de São Paulo é a possibilidade de reembarque sem a necessidade de deslocamento terrestre. Um veículo privativo leva o passageiro da área de desembarque até a porta do helicóptero, em uma área do aeroporto destinada à aviação executiva. “Não existe check-in, mas um documento trocado entre os pilotos que permite a liberação pela análise do prefixo da aeronave”, explica o Diretor-presidente da TREND, Luis Paulo LUPPA.


Shutterstock

SV ABRIL/MAIO 2013

25

TEMPO DE DESLOCAMENTO É impossível prever a extensão do trânsito nas grandes cidades. E quando os minutos desperdiçados no congestionamento significam perdas financeiras, estresse e insegurança, é hora de pensar em mudar. O deslocamento em helicóptero é rápido, confortável, seguro e com valores bem abaixo do que você imagina! Confira na tabela abaixo o tempo de viagem nas rotas mais procuradas pelos executivos.

MAIS TEMPO PARA OS NEGÓCIOS E PARA A FAMÍLIA Os usuários de helicóptero no Brasil são geralmente homens entre 35 e 55 anos, bem-sucedidos profissionalmente. Se há executivos com esse perfil na sua carteira de clientes, a novidade pode ser uma boa ferramenta para surpreendê-los. E fidelizá-los, já que uma das características desse público é a busca por inovação e exclusividade. Eles querem sempre estar à frente e não têm tempo a perder. Qualquer minuto desperdiçado no congestionamento pode resultar em perdas financeiras significativas. Mas o trânsito paulistano não é o único fator que leva os executivos a optar pelo helicharter. Dinamismo, segurança, privacidade e conforto também estão entre os argumentos de quem já aderiu ao meio de transporte. Além da sensação de liberdade e a adrenalina de estar acima dos congestionamentos, distante da violência urbana e muito bem acomodado.

MERCADO EM EXPANSÃO Pesquisas apontam para um aumento expressivo na demanda por helicópteros civis nos próximos cinco anos. Um estudo realizado pela norte-americana Honeywell, uma das maiores empresas de tecnologia do mundo, prevê que as taxas de entrega de novos helicópteros devem ficar acima de 5 mil unidades até 2017. A capital latino-americana dos negócios já aproveita as benesses desse mercado há muito tempo. Dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) mostram que a frota paulistana é formada por cerca de 450 helicópteros, a maior do país e a segunda maior do mundo, atrás apenas de Nova York, nos Estados Unidos. A cidade brasileira seguiu o exemplo das metrópoles mundiais e espelhou suas rodovias no céu para criar as Rotas Especiais de Helicópteros (REHs), corredores virtuais que organizam o tráfego aéreo.

ORIGEM

DESTINO

DISTÂNCIA

DURAÇÃO

Congonhas

Alphaville

30 km

10 minutos

Guarulhos

Alphaville

50 km

18 minutos

Guarulhos

Faria Lima

12 km

12 minutos

Guarulhos

Berrini

8 km

12 minutos

Campo de Marte

Campinas

96 km

36 minutos

COM A TREND AGORA É POSSÍVEL SE DESLOCAR DE HELICÓPTERO POR UM VALOR MUITO ABAIXO DO QUE VOCÊ IMAGINA

média de

2,25 Km por minuto economia de

40 horas por mês


Fotos Arquivo TREND

de repente, durante o voo. No Brasil, ventos fortes não chegam de uma hora para a outra. Normalmente, são prenúncios de tempestades ou indicam mudanças climáticas bruscas. “É raríssimo não prever uma condição dessas com antecedência no plano de voo”, afirma.

SV ABRIL/maIO 2013

NOVIDADES

A força desse mercado é tão grande que está transformando os hangares de heliportos em verdadeiros centros de negócios. Além de cumprirem a função de garagem para os helicópteros, eles vêm investindo em estruturas para atender melhor o executivo. “É cada vez mais comum que os executivos de fora marquem suas reuniões nas salas disponíveis nos hangares. Ele pousa ali, faz a reunião e já decola de volta, evitando o trânsito da cidade”, informa LUPPA.

26

O comandante é a autoridade máxima antes do embarque e durante o voo. “Não se pode prever a situação meteorológica com exatidão no ato da reserva, mas mantemos um canal de comunicação com os clientes informando sobre previsões e alternativas, caso as condições meteorológicas impossibilitem a operação”, revela.

OPORTUNIDADE PARA HOTELEIROS

METEOROLOGIA E SEGURANÇA

O aquecimento desse mercado não beneficia apenas hangares de heliportos e executivos, que podem contar com um meio mais rápido, seguro e confortável para se locomover. Os hoteleiros também podem lucrar com a operação de helipontos, como alguns já vêm fazendo. É o caso do Royal Palm Plaza, em Campinas (SP), que opera dois ambientes para pouso e decolagem de helicópteros.

Quem tem medo de voar costuma encarar a novidade com olhos de desconfiança. Mas a regra que se ouve há tempos sobre o avião vale também para o helicóptero: o transporte pelo céu é muito mais seguro do que pelo chão. Para voar com modelos monomotores, só é preciso ter visibilidade, pois o voo é guiado por referências externas. Modelos bimotores têm instrumentos a bordo que permitem voar em condições climáticas ruins, similar ao que acontece com os aviões de grande porte.

Segundo Cintia Miranda, Gerente Geral de Guest Service, trata-se de um ótimo modelo de negócios. Atualmente, a taxa cobrada para hóspedes e participantes de eventos no complexo é de R$ 300, além de 5% de Imposto sobre Serviço (ISS). Para uso particular, o valor de toque é R$ 400 mais 5% de ISS. Ela conta que é relativamente tranquilo conciliar a operação do heliponto com o conforto acústico dos hóspedes. “O horário de uso é restrito ao período das 9h às 21h”, esclarece.

“É importante reforçar que vento não derruba aeronave, apenas serve de parâmetro para atrasar a saída. Com uma situação de vento muito forte, o helicóptero nem decola”, explica o comandante Rodrigo Porto, da Helipar, acrescentando que é praticamente impossível se deparar com uma situação dessas

Na capital paulista, o Blue Tree Faria Lima ampliou seu heliponto recentemente e criou uma sala vip com vista panorâmica para atender executivos que utilizam a estrutura em uma zona bastante procurada nos céus da cidade. O hotel contabiliza 80 pousos e decolagens mensalmente.

QUANTO VALE O SHOW?

JET RANGER BELL LONG RANGER

ESQUILO AGUSTA (BITURBINA)


O mix de modelos cadastrados no sistema TREND atende a diversas situações. Há equipamentos com capacidade variada de passageiros, para voos de curta duração e trechos mais longos. A característica comum é que todos são modernos e muito confortáveis, como provam as imagens.

DICAS IMPORTANTES Fretar um helicóptero já é realidade para muitos executivos que trocaram as vias terrestres congestionadas pelos céus de brigadeiro. Conheça alguns detalhes próprios desse tipo de operação.

4 passageiros

R$ 1.502,00

5 passageiros

R$ 1.692,50

5 passageiros

R$ 1.692,50

6 passageiros

R$ 2.910,00

Os valores mencionados são válidos para trajetos de aproximadamente 10 minutos e já incluem a taxa de uso do heliponto.

Helipontos – Há várias opções cadastradas no sistema TREND. Basta o agente criar o itinerário adequado, escolhendo entre as possibilidades disponibilizadas. Nos helipontos suspensos, o tempo máximo de espera é de 5 minutos. Serviço de bordo – Castanhas importadas, refrigerantes, água francesa e petiscos gourmet são servidos aos passageiros durante o voo, sem cobrança extra. Menores desacompanhados – Não existe restrição de idade para viajar em helicópteros, sendo possível transportar inclusive crianças pequenas e bebês recém-nascidos em cadeirinhas especiais. Quando desacompanhados, entretanto, os menores precisam portar autorização, assim como ocorre em voos comerciais. Intercomunicador – Os fones de ouvido são obrigatórios para a tripulação, mas o uso é facultativo para os passageiros. Porém, todos acabam utilizando o equipamento, que oferece conforto acústico e permite conversas pelo intercomunicador acoplado. Peso e bagagem – Informar o peso dos passageiros e das bagagens a bordo é pré-requisito fundamental para a reserva, por questões de segurança. Isso porque cada aeronave comporta um peso determinado e não decola com excesso de peso. O bimotor Agusta, por exemplo, só opera em helipontos suspensos com até 450 quilos a bordo.

27 SV ABRIL/MAIO 2013

FROTA DIVERSIFICADA


ID Brasil

Cidades da região Nordeste são os destinos preferidos pelos viajantes brasileiros durante as férias de julho

Escolha seu

lugar ao sol Foto: Camila Lucchesi

SV ABRIL/maIO 2013

ID Brasil

Choose your place in the sun

28

Cities in the Northeast are the major destinations for Brazilian travelers during July vacations


As cidades nordestinas estão sempre bem cotadas quando o assunto é viagem de férias no Brasil. E a situação não será diferente em 2013, como sugere a Sondagem do Consumidor – Intenção de Viagem, pesquisa realizada pela Fundação Getúlio Vargas em janeiro, a pedido do Ministério do Turismo. Quase a metade dos entrevistados que disseram planejar viagens por trechos nacionais em julho escolheram visitar destinos na região Nordeste. Prepare seu arsenal e treine a argumentação, pois as vendas de pacotes para esses destinos devem se intensificar muito em breve. Para ajudar, selecionamos seis cidades nordestinas com grande apelo turístico e relacionamos os principais atrativos ligados aos segmentos sol e mar, cultural e náutico. Não vão faltar opções para o seu cliente.

Northeastern cities are always well desired when it comes to vacation in Brazil. And the situation will be no different in 2013, as the consumers survey suggests - intention to travel (intenção de viagem), a survey carried by the Getúlio Vargas Foundation in January, at the request of the ministry of tourism. Almost half of respondents who said they plan to travel by domestic areas in July chose to visit destinations in the Northeast. Prepare your arsenal and train the argumentation, as packages sales to these destinations might very soon intensify. In order to help, we have selected six northeastern cities with large tourist appeal and listed the main attractions linked to sun and sea, cultural and nautical segments. There will be lots of options to your client to choose from.

Sondagem do consumidor /Consumers Survey

2.000 25,7%

domicílios pesquisados 2,000 places surveyed

dos entrevistados pretendem viajar 25,7% interviewers intend to travel

preferem destinos nacionais %

68,7 49,1%

68,7% prefer domestic destinations

escolheram cidades nordestinas 49,1% chose northeastern cities

Fonte: Fundação Getúlio Vargas e Ministério do Turismo, janeiro de 2013 Source: Getúlio Vargas Foundation and Ministry of Tourism, January of 2013

SV ABRIL/MAIO 2013

29


Capital of Sergipe is the little one of the northeastern tourism - but offers everything you could wish for when compared to neighboring destinations. The fact also yields benefits for visitors who can enjoy a tranquility that is not so common in other parts of the Northeast. The city boasts 30 kilometers of beaches, historical attractions, tree-lined streets and 50 miles of bike paths. It is worth starting exploring with a walk along the shore of the most famous beach. Atalaia concentrates the most hotels and restaurants in tourist profile and is ideal for family travel because it offers extensive stretch of sand and calm seas, and structure for children. Another a must see ride for the little ones is the Aquarium, a turtle-shaped building with about 20 fish tanks that reveal what lies under the sea and rivers of Sergipe. At night, the area turns into the fun center, especially in the stretch known as the Passarela do Caranguejo, full of typical bars and restaurants.

Aracaju

ID Brasil SV ABRIL/maIO 2013

30

Vale começar a exploração com uma caminhada pela orla da praia mais conhecida. Atalaia concentra a maioria dos hotéis e restaurantes de perfil turístico e é ideal para viagens em família, pois apresenta extensa faixa de areia e mar calmo, além de estrutura para as crianças. Outro passeio imperdível para os pequenos é o Oceanário, uma construção em formato de tartaruga com cerca de 20 aquários que revelam o que existe no fundo do mar e dos rios sergipanos. À noite, a região se transforma em centro do agito, especialmente no trecho conhecido como Passarela do Caranguejo, repleta de bares e restaurantes típicos.

When it comes to shopping, the city offers not one, but three core markets laying side by side and divided by items. Albano Franco concentrates trade of fruits, nuts and cheeses, Thales Ferraz sells medicinal herbs and typical foods, and Antônio Franco displays only Sergipe crafts. But before filling up your bags, the trick is to climb the Colina de Santo Antônio to glimpse the city from above and learn a little history of Aracaju. Old houses suggest that this was the first region to be populated in the city.

(SE)

Uma boa opção para quem prefere se esticar em areias mais distantes é a Praia do Mosqueiro, no extremo sul da capital. Dali partem embarcações que levam os turistas até São Cristóvão, a primeira capital sergipana, que tem como destaque uma praça colonial tombada pela Unesco; ou para a Ilha da Croa do Goré, que só aparece na maré baixa. Outro lugar afastado que vale a visita é a Praia do Refúgio, a 18 quilômetros do centro, que conta com trechos desertos e outros com estrutura de quiosques. O mar calmo e sem ondas altas garante o sossego da família. No quesito compras, a cidade oferece não apenas um, mas três mercados centrais dispostos lado a lado e divididos por temas. O Albano Franco concentra o comércio de frutas, castanhas e queijos; o Thales Ferraz vende ervas medicinais e comidas típicas; e o Antônio Franco exibe apenas artesanato sergipano. Mas antes de se encher de sacolas, a dica é subir a Colina de Santo Antônio para vislumbrar a cidade do alto e conhecer um pouco da história de Aracaju. Casarões antigos sugerem que essa foi a primeira região a ser povoada na cidade.

Divulgação/SETUR SE

A

capital sergipana é a caçulinha do turismo nordestino – mas não deixa nada a desejar quando comparada aos destinos vizinhos. O fato inclusive rende benefícios para os visitantes que podem desfrutar uma tranquilidade que já não é tão comum em outros cantos do Nordeste. A cidade exibe 30 quilômetros de praias, atrações históricas, ruas arborizadas e 50 quilômetros de ciclovias.

A good option for those who prefer to stretch farther on the sands is the Praia do Mosqueiro, in the extreme south of the capital. Thence departing boats that take tourists to São Cristóvão, the first capital of Sergipe, which is highlighted by a Colonial Plaza, the UNESCO World Heritage site, or the ilha da Croa do Goré, which only shows up at low tide. Another hidden place worth a visit is the Praia do Refúgio, away 18 miles from downtown, which features desert areas and other structure with kiosks. the calm seas and with no high waves guarantees the family´s peace.


31

A

(CE)

Stock.xchng

Fortaleza

SV ABRIL/MAIO 2013

Falésias em Fortaleza, Praia das Fontes Cliffs in Fortaleza on the Praia das Fontes

capital cearense tem mais cara de metrópole, uma cidade grande com praia de mar verde-azulado. Mas esse fato não impacta na quantidade de opções de lazer disponíveis aos turistas. Pelo contrário, Fortaleza aproveita o status para diversificar a oferta destinada àqueles que clamam por descanso e diversão.

Fortaleza looks more like a big city, a big city with bluegreen sea beach. But this fact does not impact on the amount of leisure options available to tourists. On the contrary, Fortaleza takes the status to diversify the supply intended for those who cry out for rest and entertainment.

A começar pela Praia do Futuro, trecho urbano de litoral bastante conhecido. As mais de 20 barracas que se espalham pela orla têm espaço para todos os perfis de turistas. Quem viaja com crianças encontra por lá quiosques com fraldário, parquinho e até piscina para os pequenos. Outras atraem mais jovens solteiros, e há ainda as que são mais procuradas pelos casais.

Starting with the Praia do Futuro, a well-known coastline urban area. More than 20 stalls that spread out throughout the shore have space for all profiles of tourists. Those traveling with children can find there comfort station kiosks, playground and pool to the little ones. Others attract young singles, and there are those that are most sought after by couples.

Quem gosta de esportes de aventura também encontra ótimas condições em Fortaleza. A cidade é conhecida pela intensidade dos ventos, o que favorece a prática de esportes como windsurf e kitesurf, e ameniza um pouco a sensação de calor para aqueles que gostam de correr ou caminhar pela orla. O mergulho também é pra lá de recomendado, especialmente na região do Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio, a uma distância de 15 minutos de barco, partindo do Porto do Mucuripe. Aqueles que gostam de aliar o lazer a atividades culturais devem pesquisar a programação do Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, na Praia de Iracema, região central da capital. O Centro encontra-se em uma área de 30 mil metros quadrados, e abriga salas de cinema, teatro e três estruturas principais – Memorial da Cultura Cearense, Museu de Arte Contemporânea e Planetário –, além de bares e restaurantes instalados em um complexo de galpões e armazéns recuperados. Para comer bem, a sugestão é seguir para o bairro da Varjota, que se transformou em um importante polo gastronômico de Fortaleza. A região oferece uma boa mescla de restaurantes de comida típica, estabelecimentos de influência internacional e até alguns que misturam as duas coisas e servem, por exemplo, pizza recheada com carne de caranguejo. Quem prefere apenas petiscar, pode escolher um dos quiosques que se espalham pela extensão da Avenida Beira-Mar, especializados em frutos do mar.

Those who enjoy adventure sports also find optimal conditions in Fortaleza. the city is known for the intensity of the wind, which favors sports like windsurfing and kite surfing, and softens a little the warm feeling for those who like to run or walk along the waterfront. Diving is also way recommended, especially in the region of the Parque Estadual Marinho da Pedra da Risca do Meio, at a distance of 15 minutes by boat from the Port of Mucuripe. Those who enjoy combining leisure activities to cultural programming should research the schedule of the Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura, on the Praia de Iracema, the central area of the capital. The Centro is in an area of 30 thousand square meters, and houses cinemas, theater and three main structures - Cearense Culture memorial, Contemporary art museum and planetarium - plus bars and restaurants installed in a complex of recovered warehouses and stores. To eat well, the suggestion is to head to Varjota neighborhood, which has become an important gastronomic hub of Fortaleza. the area offers a good mix of restaurants of typical food establishments and even some international influence that mix the two and serve, for example, pizza stuffed with crab meat. Those who prefer just a snack, can choose one of the kiosks that spread throughout the length of the Avenida Beira-Mar, specialized in seafood.


C

(PB)

idade onde o sol nasce primeiro no Brasil, extremo oriental das Américas, capital do verde. Há muitos adjetivos para qualificar essa que é uma das mais antigas cidades brasileiras, fundada em 1585. E, apesar do título de capital, João Pessoa ainda conserva um ar de cidade pequena, que combina a bela orla urbana com a simpatia do paraibano. Dez praias acompanham a cidade de ponta a ponta e criam um visual livre de prédios, que não é mais notado em outros destinos. A paisagem limpa é resultado do cumprimento de uma lei de 1989, que proíbe a construção de edifícios com mais de três andares à beira-mar. As praias mais procuradas são Tambaú, Cabo Branco e Manaíra, que também concentram a maioria dos leitos hoteleiros, bares e restaurantes da capital. Além de oferecer uma gostosa faixa de areia, Tambaú é ponto de partida para o passeio ao Picãozinho, conjunto de piscinas naturais a 1.500 metros da orla, muito popular entre os turistas. Das praias mais afastadas, destaque para a do Bessa – cerca de 10 quilômetros ao norte do centro, uma das mais movimentadas e com boa infraestrutura de serviços – e para a lindíssima Barra do Gramame – rústica e fora da área urbana, tem como atração o encontro do rio com o oceano, na divisa com o município paraibano de Conde, extremo sul de João Pessoa.

Para ver um dos cartões-postais mais famosos da cidade ao amanhecer, é preciso acordar bem cedo e seguir para o Farol do Cabo Branco. Pouco antes das 5 horas da manhã, dá para ver os primeiros raios de sol colorirem o Ponto mais Oriental das Américas, marco que sinaliza o local mais próximo entre os continentes americano e africano. Abaixo da falésia, a Praia da Ponta do Seixas é onde o sol chega primeiro no Brasil. A dica cultural é conhecer a Estação Cabo Branco de Ciência, Cultura e Artes, que exibe projetos educativos em um prédio desenhado pelo arquiteto Oscar Niemeyer. Também vale visitar o bairro do Varadouro, para conhecer a área onde a cidade nasceu, às margens do Rio Sanhauá. Construções em diversos estilos arquitetônicos dividem espaço com simpáticas lojinhas que vendem o artesanato paraibano. Itens bastante procurados são as peças produzidas com algodão colorido, produto revolucionário criado nas lavouras da Paraíba.

SV ABRIL/maIO 2013

ID Brasil

Praia da Ponta do Seixas

32

City where the sun rises first in Brazil, the eastern edge of the Americas, the green capital. There are many adjectives to describe this one which is one of the oldest cities in Brazil, founded in 1585. And, despite the title of capital, João Pessoa still retains an atmosphere of small town that combines the beautiful waterfront city with the friendliness of Paraiba citizens. Ten beaches accompany the city from end to end and create a look free of buildings, which is no longer noticed in other destinations. The clean landscape is a result of compliance with a 1989 law prohibiting the construction of buildings over three stories high at seaside. The most popular beaches are Tambaú, Cabo Branco and Manaíra, which also comprise the majority of hotel beds, bars and restaurants of the capital. Besides offering a delicious range of sand, Tambaú is the starting point for the tour to Picãozinho, set of pools at 1,500 meters from the shore, very popular among tourists. Regarding the beaches further away, especially the Bessa - about 10 kilometers north of downtown, one of the busiest and well supplied with infrastructure services - and the beautiful bar Gramame - rustic and outside the urban area, has the attraction meeting of the river to the ocean, on the border with the city of Conde from Paraiba, extreme south of João Pessoa. To see one of the most famous postcards of the city at dawn, you need to wake up very early in the morning and go to the Cabo Branco lighthouse. Shortly before 5 o’clock in the morning, you can see the very first rays of sun coloring the easternmost point of the Americas, milestone that signals the nearest place between American and African continents. Below the cliffs Praia da Ponta do Seixas is where the sun first arrives in Brazil. The cultural hint is to know the Estação Cabo Branco de Ciência, Cultura e Artes (cultural Station Cape of Science, Culture and Art), which displays educational projects in a building designed by architect Oscar Niemeyer. Also worth visiting the neighborhood of Varadouro, to know the area where the city was born, at the Sanhauá river shore. Buildings in various architectural styles share space with nice little shops selling handicrafts from Paraiba. Items in high demand are the clothes produced with colored cotton, revolutionary product created in the fields of Paraíba.

Ponta do seixas Beach

Camila Lucchesi

João Pessoa


Jannyne Barbosa

SV ABRIL/MAIO 2013

33

Sururu and Renda de Filé. Remember these two names when you reach the capital of Alagoas, because they will give a special touch to the trip. But tourists will have the first clues of what’s to come well before knowing these icons from Maceió, now on the way from the airport to the hotel. Between each curve, the windows reveal stunning visuals, just a sample of what the capricious nature reserved for that piece of land.

S

ururu e renda de filé. Lembre-se desses dois nomes quando chegar à capital alagoana, pois eles darão um toque especial para a viagem. Mas o turista tem as primeiras pistas do que está por vir bem antes de conhecer esses ícones maceioenses, já no trajeto do aeroporto para o hotel. Entre uma curva e outra, as janelas revelam visuais incríveis, apenas uma amostra do que a natureza caprichosa reservou para esse pedaço de terra. O conjunto de praias urbanas é um dos mais belos do Nordeste, com direito a águas às vezes azul-piscina, outras verde-esmeralda. Quem estiver ansioso por um banho de mar pode começar pela Pajuçara, onde fica um dos mais antigos cartões-postais da cidade: piscinas naturais habitadas por várias espécies de peixes. Uma barreira de corais forma os reservatórios durante a maré baixa, a cerca de 2 quilômetros da costa, para deleite dos turistas que chegam sobre jangadas movidas apenas pela força do vento e pela destreza do condutor. Atitude mais do que necessária devido à fragilidade do ecossistema. Jangadas

(AL)

acessíveis permitem o passeio de cadeirantes e de pessoas com mobilidade reduzida. Outras praias indicadas nessa região são Ponta Verde, Cruz das Almas e Jatiúca, todas servidas por bons hotéis e restaurantes de vários estilos. Reserve tempo também para visitar o bairro das rendeiras e conheça uma tradição que atravessa gerações há pelo menos 200 anos. As ruas do Pontal da Barra, na zona sul da cidade, ganham cores com as peças trançadas com a técnica da renda de filé, que ficam penduradas nas portas e janelas das casas. Para terminar, o visitante pode escolher um dos restaurantes às margens da Lagoa Mundaú e provar uma receita de sururu, molusco de água doce que está em vários pratos da culinária local. Pode ser ao leite de coco (tradicional), de capote (servido na casca) ou o caldinho (que tem fama de afrodisíaco), entre outros preparos. Mas se o molusco não agradar, não há motivos para preocupação. Maceió tem restaurantes de várias culinárias, do Brasil e do mundo, para atender a todos os paladares.

Other referred beaches in this region are Ponta Verde, Cruz das Almas and, all served by good restaurants and hotels of various styles. Also take time to visit the Bairro das Rendeiras neighborhood and learn a tradition that spans generations for at least 200 years. The streets of the Pontal da Barra on the south side of town, are colorful with the clothes with braided technique of filet lace (renda de file), which are hung on doors and windows of houses. To finish up, the visitor can choose one of the restaurants on the banks of the pond Mundaú and taste a recipe for mussels (receita de sururu), freshwater mollusk that is in several local cuisine. It can be on coconut milk (traditional), capote (served in the shell) or broth (which is considered an aphrodisiac), among other preparations. But if the shellfish does not please, there is no reason for concern. Maceió has restaurants of various cuisines of Brazil and the world, to suit all tastes. Divulgação/SETUR AL

Maceió

The set of urban beaches is one of the most beautiful in the Northeast; with the right to water sometimes aqua, others emerald green. Who is eager for a sea bath can start by Pajuçara, where is one of the oldest postcards of the city: pools inhabited by several species of fish. A barrier reef form reservoirs during low tide, about 2 kilometers from the coast, to the delight of tourists arriving on rafts moved only by the force of the wind and the skill of the driver. Attitude more than necessary due to the fragility of the ecosystem. Accessible rafts Allows the ride of the wheelchair and handicapped.

Acima, Praia de Ponta Verde; logo acima, galeria Karandash Above, Praia de Ponta Verde; right above, galleria KaraNdash


L

ocalizada estrategicamente entre duas baías, São Luís conta com praias urbanas para quem não consegue dispensar a combinação de areia com água salgada. As mais procuradas são Ponta d’Areia e Calhau, pela facilidade de acesso, além de São Marcos (point de turistas devido às ondas fortes) e Olho d’Água (com morros e falésias). A cidade apresenta uma das maiores oscilações de maré do planeta: a baixa da manhã sobe até 8 metros todos os dias, criando uma paisagem totalmente diferente à tarde. Mas os trechos litorâneos não são os atrativos mais disputados pelos visitantes em São Luís; o turismo por ali é mais voltado a aspectos culturais. A começar pelo Centro Histórico, que figura na lista de Patrimônio Mundial da Humanidade da Unesco desde 1955, com ruas calçadas de pedras, becos, escadarias e casarões azulejados. Boa parte desse patrimônio sofre as mazelas da ação do tempo, mas ainda é possível encontrar azulejos intactos em algumas fachadas.

(MA)

cuxá, iguaria feita com camarão, farinha de mandioca e vinagreira, uma erva que confere um toque azedinho à receita. Outro produto tipicamente maranhense que costuma fazer sucesso entre os turistas – especialmente com as crianças – é o guaraná Jesus, refrigerante cor-de-rosa e bastante doce. Quem viaja até 26 de julho pode curtir um dos períodos mais festivos de São Luís, os arraiais em homenagem aos santos católicos. Mas na festa maranhense, os personagens principais da folia são o boi e seu cortejo. Realizada desde o século 18, a encenação de Bumba meu boi conta a história de Catirina, uma escrava grávida que sente desejo de comer a língua do boi mais bonito da fazenda.

Cabe a pai Francisco matar o animal para satisfazer a vontade da esposa. Mas o fazendeiro descobre tudo e pede a vaqueiros e índios que capturem o criminoso e ressuscitem o boi. Com a ajuda de curandeiros e pajés, o boi revive e o casal é perdoado pelo latifundiário. A trama é contada por meio de músicas e encenada por No quesito gastronomia, São Luís apresenta dezenas de moradores ricamente fantasiados. temperos diferentes para paladares curiosos. Vários grupos competem pelo título de melhor Um dos pratos mais tradicionais é o arroz de boi do ano.

Camila Lucchesi

São Luís

Strategically located between two bays, São Luís has urban beaches for those who cannot dismiss the combination of sand with salt water. The most sought ones are Ponta D’areia and Calhau, due to ease of access, and are landmarks (point of tourists due to the strong waves) and Olho D’água (with hills and cliffs). The city has one of the largest tidal oscillations in the planet: the low morning rises up to 8 meters every day, creating a totally different landscape in the afternoon. But the coastal stretches are not the most disputed attraction by visitors in São Luís; tourism over there is more culturally oriented. Starting with the historical center, which is on the list of world heritage of UNESCO since 1955, with cobbled streets, alleys, stairways and tiled mansions. Much of this heritage is suffering the ills of the weather, but you can still find intact tiles in some facades. On the issue of food, São Luis presents different seasonings to curious tastes. One of the most traditional dishes is the arroz de cuxá, delicacy made with shrimp, cassava flour and vinagreira, an herb that adds a touch of tart to the recipe. Another product that is typically from Maranhão which is a success with tourists - especially with children - is Guaraná Jesus, a pink color and very sweet soda.

SV ABRIL/maIO 2013

ID Brasil

Those traveling by July 26th can enjoy some of the most festive time in São Luís, the camp in honor of Catholic saints. But on the party of Maranhão, the main characters of revelry are the ox and its entourage. Performed since the 18th century, the staging of Bumba meu boi tells the story of Catirina, a pregnant slave who feels the urge to eat the tongue of the most beautiful ox in the farm.

34

Centro histórico de são Luís (MA) Historical Center of São Luís (MA)

It is up to father Francisco kill the animal to satisfy the wishes of his wife. But the farmer finds out and asks the cowboys and Indians to capture the criminal and resurrect the ox. With the help of healers and shamans, the ox is revived and the couple is pardoned by the landowner. The plot is told through music and staged by dozens of lavishly costumed residents. Various groups compete for the title of best ox of the year.


35

Para preservar o impacto, sugira ao seu cliente que comece o tour com um passeio de voadeira pelo Rio Preguiças. A primeira parada acontece no povoado de Vassouras, ponto de partida para a exploração dos chamados Pequenos Lençóis, dunas de areia amarelada que se formam sobre o leito do rio. O motor do barco é desligado mais uma vez na vila pesqueira de Mandacaru, onde o atrativo é um farol de mais de 50 metros que permite vista panorâmica da região. A última parada acontece em Caburé, uma faixa estreita de terra entre o rio e o Oceano Atlântico que propicia contato com dois biomas diferentes: de um lado a extensa praia de mar revolto, de outro o rio de água salobra que emoldura o pôr do sol. No dia seguinte, é hora de conhecer o único local de aparência desértica do mundo que fica entre um rio e um oceano. Com 155 mil hectares de dunas, lagoas coloridas, áreas de restinga e ricos manguezais, o Parque Nacional dos Lençóis

Maranhenses se formou por conta de um fenômeno geológico iniciado há 11 mil anos e que se repete ainda hoje. Tudo começa com os rios que escavam as rochas e levam os fragmentos até o litoral. Correntes marítimas se encarregam de espalhar os sedimentos pela costa durante as variações da maré que, secos pelo sol, são levados pelo vento até se depararem com um obstáculo, quando se depositam no chão formando dunas de areia branca e fininha. Entre janeiro e julho, a água das chuvas cai entre as formações, se junta aos lençóis freáticos e cria as lagoas coloridas. A viagem de Barreirinhas até a entrada do parque leva cerca de meia hora, em caminhonetes adaptadas. No caminho, o visitante tem contato com a vegetação da região e passa por várias aventuras, como a travessia do Rio Preguiças em uma balsa rústica. Na chegada ao parque, os veículos são abandonados e os turistas seguem a pé até a primeira lagoa. O ideal é caminhar descalço ou de sandálias, já que botas e tênis se enchem de areia rapidamente. Há vários circuitos de visitação propostos pelos guias, de acordo com a programação e com o preparo físico do grupo. Há lagoas maiores e menores, com águas transparentes ou mais puxadas para o verde, rodeadas por vegetação e até uma lagoa repleta de peixes. A experiência é inesquecível!

Camila Lucchesi

S

ituada no litoral oriental do Maranhão, essa maravilha da natureza é o atrativo mais procurado do Estado. A principal porta de entrada para o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses é o pacato município de Barreirinhas, a 260 quilômetros de São Luís. A viagem, de pouco mais de quatro horas de ônibus, é compensada assim que se chega a um dos locais de maior beleza natural do país.

SV ABRIL/MAIO 2013

Lençóis Maranhenses

Located in the eastern coast of Maranhão, this wonder of nature is the most sought attractive in the state. The main gateway to the National Park of dos Lençóis Maranhenses is the quiet town of Barreirinhas, 260 kilometers from São Luís. The journey of a little over four hours by bus, is made up as soon as you reach one of the largest places of natural beauty in the country. To preserve the impact, suggest to your client to start the tour with a motorboat ride along the rio Preguiças. The first stop takes place in the village of Vassouras starting point for the exploitation of so-called Pequenos Lençóis (small sheets), yellow sand dunes that form on the riverbed. the boat engine is switched off again in the fishing village of Mandacaru, where the attraction is a lighthouse of over 50 meters which allows panoramic views of the region. the last stop is in Caburé, a narrow strip of land between the river and the Atlantic Ocean which provides contact with two different biomes: on one side the long beach of rough sea, the other side the river of brackish water that frames in the sunset. The next day, it’s time to meet the unique place of desert-like in the world that lies between a river and an ocean. With 155 hectares of dunes, colorful ponds, salt marsh areas and rich mangroves, the National Park of Lençóis Maranhenses was formed due to a geological phenomenon started 11 thousand years ago and that is repeated even today. Everything starts with rivers digging the rocks and taking the fragments to the coast. Ocean currents are responsible for spreading the sediments along the coast during the variations of the tide, dried by the sun; they are carried by the wind until they hit an obstacle, when they lay on the floor forming white and thin sand dunes. Between January and July, the rainwater falls between formations, joins the groundwater and creates colorful ponds. The trip from Barreirinhas to the park entrance takes about half an hour, on adapted vans. On the way, visitors have contact with the vegetation of the region and goes through various adventures, like crossing the rio Preguiças in a rustic raft. On arrival at the park, vehicles are abandoned and tourists follow to the first pond on foot. The ideal is walking barefoot or in sandals, since boots and shoes are sand filled quickly. There are several visitation circuits proposed by guides according to the program and the physical condition of the group. There are larger and smaller lakes with clear water or more greenish, surrounded by greenery and even a pond full of fish. This is an unforgettable experience!


Minhas MELHORES FÉRIAS foram em... Arquivo Pessoal

Shutterstock

Ricardo Vitório e a esposa, Laila Novità Turismo Bauru (SP)

...Cancún, no México. O destino transpira paz, alegria, bem-estar, conforto, segurança e belezas naturais. Passei minha lua de mel por lá e me admirei ao ver como os mexicanos se sentem honrados ao receber casais em núpcias. Prestam um atendimento exemplar, surpreendem com mimos e sempre estampam um largo sorriso. Cancún profissionalizou sua rede hoteleira, empresas de receptivos e passeios, transportes, parques e atrativos como shoppings, cafés e boates. A viagem é sinônimo de diversão e permite desfrutar a estrutura de resorts all inclusive, saborear suas variedades gastronômicas e contar com parques temáticos atraentes, onde se pode ter a inesquecível experiência de nadar com golfinhos. A cultura do povo mexicano é extremamente rica e se manifesta nas mais variadas formas, cores e sons.”

SV ABRIL/maIO 2013

36

ROSIMEIRE R. FONSECA PAULINO Nova Campinas Turismo Campinas (SP)

...destinos colombianos. A Colômbia é linda, bem cuidada e segura. Em Bogotá, visitei o Centro Histórico, o imperdível Morro de Monserrat e o bairro colonial da Candelaria, onde passado e futuro se misturam. Quem vai à cidade não deve deixar de visitar o Andrés Carne de Res, bar muito movimentado, onde se comem pratos típicos e dança-se ao som de música colombiana. Também visitei Cartagena, um lugar mágico, com belas praias, gente simpática e hospitaleira, como em Bogotá. Minhas férias colombianas foram maravilhosas!”

Arquivo Pessoal

ID Brasil

Shutterstock

...um cruzeiro, durante o último carnaval. Conhecer Buenos Aires, na Argentina, Punta del Este e Montevidéu, no Uruguai, foi muito gratificante. Foram oito dias incríveis, repletos de momentos únicos e emocionantes. Apesar de haver pessoas de várias nacionalidades a bordo, a convivência deu-se na mais perfeita harmonia e a troca de experiências valorizou ainda mais o passeio.”

Regina Martins ViagLins Lins (SP)


Envie seu depoimento para segueviagem@trendoperadora.com.br

Laerte ALGATE P1 Travel São Paulo (SP)

...companhia de meu filho, Henrique Algate, quando pescamos juntos no exterior pela primeira vez. Em agosto de 2012, viajamos para o Alasca com um grupo de 30 amigos adeptos do esporte para nossa estreia nas águas geladas da ‘última fronteira’, como dizem os americanos. Além do visual incrível, voltamos da aventura com muitas histórias para contar para as próximas gerações. O lugar é maravilhoso, cheio de surpresas agradáveis, natureza exuberante e selvagem, uma ótima pedida para qualquer amante da natureza. Vimos ursos, alces, fauna e flora muito preservadas, contemplamos tudo de uma forma maravilhosa e inesquecível. E, claro, participamos de uma pescaria de alto nível, com direito a salmões selvagens e halibutes de 50 quilos. E isso não é história de pescador!”

Arquivo Pessoal

Shutterstock

Arquivo Pessoal

...praias paradisíacas da República Dominicana. Gostei de tudo: Punta Cana e seus passeios; o entorno do hotel e condomínio residencial Casa de Campo de luxo, em La Romana, onde vários artistas internacionais têm casas; Altos de Chavon Village, um magnífico anfiteatro em pedra que recria um vilarejo medieval; a bucólica Igreja de São Estanislau e o Rio Chavon, cenário do filme Apocalypse Now, com sua vista espetacular! Como entrada no almoço, é muito típico comer bananas verdes fritas (plátanos) cortadas bem finas. Foi estranho à primeira vista, mas acabei adorando.”

Karina Calil Bianchi Calil Turismo Ribeirão Preto (SP)

...Nova York, nos Estados Unidos. Sinônimo de cultura, diversidade e compras, foi o destino que escolhemos recentemente para um grande reencontro familiar. Mas desculpas para ir à Big Apple não faltam: museus com acervos imperdíveis, outlets de tirar o fôlego (e o limite do cartão de crédito também), parques, livrarias, musicais, arranha-céus, monumentos e igrejas. Isso existe em qualquer parte do mundo, mas em Nova York tem um significado mais culto e fascinante, que nos inspira a caminhar, descobrir, pesquisar, apre(e)nder, conquistar, celebrar. Não importa se são casais, crianças ou amigos, há diversão para todos os gostos e bolsos, desde albergues e atrações gratuitas até hotéis de muitas estrelas, como o Waldorf Astoria, imortalizado em vários filmes, além de restaurantes suficientes para você comer em três locais diferentes todos os dias durante 84 anos, sem repetir. Im-per-dí-vel!”

Andréa O. Marzagão Nanytur Campinas (SP)

SV ABRIL/MAIO 2013

37 Quer aparecer aqui?


ESTRUTURA E SERVIÇOS GARANTEM SEGURANÇA E COMODIDADE AO HÓSPEDE

Fotos: Arquivo Hotel

HOTEL LUZEIROS

L

ocalizado na Ponta do Farol, bairro nobre de São Luís (MA), em plena Baía de São Marcos, o hotel possui vista para o mar e excelente infraestrutura que atende a diferentes perfis de hóspedes.

SV ABRIL/maIO 2013

Hotel Nacional

Apartamentos

38

Além da estrutura física, o hotel se destaca pelo atendimento personalizado. No check-in, os hóspedes são recebidos com uma taça de água de coco e um amplo sorriso maranhense. Sem dúvida, o Hotel Luzeiros São Luís é Dagoberto Alves o melhor da da Silva, Diretor de Operações da rede de cidade! hotéis Luzeiros

No andar VIP estão a suíte presidencial, com instalações luxuosas e espaço privilegiado, as suítes executivas, perfeitas para trabalho e reuniões, e as suítes júnior, que unem conforto e praticidade. Possui ainda estúdios e apartamentos, todos com vista para o mar, internet, minibar, ar-condicionado, cofre eletrônico, guarda-roupas, bancada para trabalho, TV LCD a cabo, room service 24 horas e demais serviços que garantem segurança e comodidade ao hóspede.

Lazer O Hotel Luzeiros São Luís oferece um Fitness Center, com completa aparelhagem, e Spa, com tratamentos de beleza e relaxamento. A área das piscinas, infantil e adulto, conta com um deck, cuja vista é de tirar o fôlego, e bar molhado, para o hóspede viver agradáveis momentos na cidade de clima tropical.

Gastronomia Além de petiscos e drinques servidos no deck, o hotel apresenta outras três opções de gastronomia. Para homenagear a cultura local, o Restaurante Mearim possui pratos mundialmente consagrados, mas com temperos e especiarias tradicionais do Maranhão. As iguarias são saboreadas em um iluminado e amplo salão com vista para o mar e capacidade para até 150 pessoas. Já o Restaurante Timon é conhecido por sua atmosfera intimista e aconchegante, com um cardápio que privilegia a cozinha contemporânea. Há ainda o Lobby Bar Munim, para quem não abre mão de um happy hour descontraído para fechar o dia.

Eventos O hotel dispõe de três áreas de eventos equipadas com telas de projeção, aparelhos de TV, de som e microfone, internet sem fio e videoconferência. Além de sistema de câmera e de detecção de fumaça com alarme de incêndio, escada de emergência e gerador de energia, garantindo todos os detalhes para que seu evento seja um sucesso do começo ao fim.


Fotos: Divulgação

Hotel oferece opções de diversão, aventura, gastronomia, lazer e descanso

INFINITY BLUE RESORT & SPA

C

omplexo de entretenimento: essa é a melhor definição do Infinity Blue Resort & Spa. Localizado na Praia do Buraco, a 5 minutos do Centro do Balneário Camboriú (SC) e cercado por uma exuberante floresta tropical. Lazer Uma programação completa é oferecida aos adultos, como atividades aquáticas, torneios de sinuca, pebolim e arco e flecha. Para crianças, há oficinas de artes, gincanas, aulinhas de gastronomia, arborismo e minigolfe. O acesso de visitantes à área de lazer e aos restaurantes é permitido, o que facilita encontros e comemorações entre familiares e amigos. A opção “day use” dá direito ao visitante de usufruir por um dia as piscinas, quadras, salas de jogos, praia e atividades de recreação. Gastronomia Nos dias quentes, um amplo deck em frente à Praia dos Amores é o lugar preferido dos hóspedes. Nada como saborear petiscos variados e

refrescar-se com coquetéis tropicais, com o atendimento de alto padrão oferecido pelo Acquamarine Deck. Nos dias mais frios, o Blue Marine Restaurante é um refúgio aconchegante. Chás, sopas, caldos e o tradicional café colonial são servidos em um amplo e vistoso salão. Já o atemporal Acqualina Bistrô, especializado em alta gastronomia, é perfeito para happy hours e jantares sofisticados. Infraestrutura São oferecidos 122 apartamentos em quatro categorias: superior, luxo, superluxo e master. As sugestões incluem acomodação com vista para o mar, sacada, ofurô ou hidromassagem, TV LCD e DVD. E para os que misturam negócios e lazer, o Infinity Blue possui salas de eventos para até 1.200 pessoas. A proposta para os próximos cinco anos é revitalizar o resort, tornando-o ainda mais charmoso e atraente. Cores, contornos, formas e a arquitetura serão desenvolvidos para privilegiar a vista panorâmica para o mar.

Atendemos a um público seleto e exigente, portanto é fundamental oferecer os melhores serviços para todas as idades, já que primamos pela qualidade, conforto e segurança. Além da estrutura, nos preocupamos em proporcionar aos clientes os melhores momentos Alberto Cestrone, no resort, de descanso, diversão e Diretor do Infinity Blue Resort & Spa entretenimento.

SV ABRIL/MAIO 2013

39


Fotos: Arquivo Hotel

Viajantes corporativos têm à disposição uma sala de eventos para até 120 pessoas

BARRA SUL HOTEL

P

ertinho da praia e próximo à Avenida Beira-Mar, ocupa o metro quadrado mais nobre do Balneário Camboriú, destino badalado em Santa Catarina. Com localização privilegiada, cercado de restaurantes, centros de compras, casas noturnas e diversas outras opções de lazer, como o Kart Indoor Barra Sul, o hóspede do Barra Sul Hotel não precisa se deslocar muito para aproveitar o que há de melhor no litoral norte. As opções de recreação no próprio hotel incluem sauna, salão de jogos, hidromassagem e duas piscinas, uma bem espaçosa com cascata e outra aquecida.

SV ABRIL/maIO 2013

Hotel Nacional

Gastronomia

40

O Barrasul Hotel apresenta aconchegantes suítes recentemente reformadas e um delicioso café da manhã. Bem localizado, a 50 metros do mar, fica próximo às areias brancas do balneário mais badalado do Sul do Brasil. Ficaremos felizes em lhes proporcionar o melhor atendimento e hospedagem da região. Daniela G. F. Silva, Gerente Comercial do Barra Sul Hotel

O café da manhã do Barra Sul Hotel é uma atração à parte, com diversos tipos de bolos, tortas, frutas, queijos, iogurtes e sucos. Outros serviços também são oferecidos, como estacionamento e translado hotel-aeroporto-hotel. E para facilitar ainda mais a estada do cliente, é possível pegar um ônibus em frente ao hotel e passear pelos principais pontos turísticos da cidade. Recentemente todo o hotel passou por uma reforma, das instalações à pintura, o que confere um aspecto fresquinho ao empreendimento, que oferece

diferentes tipos de quartos: individual, casal, duplo e triplo. Todos contam com ar-condicionado, televisão, wi-fi grátis, cofre e atendimento 24 horas. Os viajantes corporativos têm à disposição uma sala para eventos e reuniões que comporta até 120 pessoas, além de internet wireless gratuita nos apartamentos.

Lazer O acesso às melhores praias do Balneário Camboriú também é privilegiado. O Barra Sul Hotel está a 50 metros da Praia Central, a mais badalada, com completa infraestrutura de lazer e serviços, e a 2 quilômetros da Ilha das Cabras, o mais lindo cartão-postal da cidade. Outra opção de lazer próximo ao hotel é o teleférico, que proporciona uma vista fascinante da região, percorrendo a encosta que divide as Praias Central e Laranjeiras. No alto da encosta está o Parque Unipraias, cujo acesso é feito pela estação Mata Atlântica, a 240 metros de altura. No parque, o turista desfruta a vegetação nativa e a vista deslumbrante nos mirantes espalhados pelas trilhas. Também é possível fazer circuito de arborismo e se divertir no famoso trenó da montanha, que desce 600 metros e pode atingir até 60 quilômetros por hora.


Universo do Hoteleiro

10 ESTRATÉGIAS

PARA SOBREVIVER NA HOTELARIA

P

ara que uma empresa seja realmente efetiva em sua área de atuação, é necessário que exista uma sólida coordenação entre a direção e seus empregados, embasada na confiança e no respeito mútuo. Os dirigentes também devem permitir que os empregados exponham seus pontos de vista, pois só assim haverá cooperação criativa entre ambos — requisito indispensável para a eficiência empresarial. Recentemente lemos um artigo de Stephen Covey, especialista em serviços, que merece muita atenção. Peter Senge, outro especialista no assunto, concorda com as análises do colega, então decidimos resumir as dicas neste espaço para compartilhar opiniões de profissionais respeitados com nossos leitores. Inicialmente, destacamos os seguintes comentários: • Trabalhadores e dirigentes necessitam uns dos outros para tomar decisões acertadas.

Qualquer coisa que tenha tido êxito no passado não necessariamente o terá no futuro

• A principal ferramenta para obter eficiência e qualidade é dedicar algum tempo para reflexão, escutando empregados e clientes. • Qualquer coisa que tenha tido êxito no passado não necessariamente o terá no futuro. Se os leitores desejam sobreviver na atual selva da grande concorrência, acreditem que a chave do êxito em suas atividades está na prática de obter a colaboração de seus empregados, verdadeiros autores das múltiplas atividades e, sobretudo, do seu relacionamento com os clientes. Embora nem tudo se aplique estritamente ao mercado brasileiro, replicamos aqui as 10 estratégias para sobrevivência e sucesso nas atividades hoteleiras: 1. Duplique as responsabilidades de todos os seus empregados nos próximos 90 dias. 2. Invista 3% de sua receita em formação e treinamento. 3. Limite o tamanho de qualquer manual a 15 páginas. 4. Promova uma pessoa que divirja de suas solicitações a um cargo de responsabilidade. 5. Estabeleça, para todos os empregados, algo em torno de 10% a 20% do salário em incentivos, baseado na qualidade dos serviços e no desempenho. Ou dê a eles uma folga em algum dia de movimento baixo (você economizará vale-transporte, refeição e evitará ociosidade). 6. Consiga que seus clientes ou aferidores de qualidade avaliem a qualidade do serviço de sua empresa. 7. Analise cuidadosamente a relação de clientes que não voltaram à sua empresa e também aqueles que ainda podem vir a ser. Um executivo ou pessoa responsável deverá visitar um cliente perdido a cada dia de trabalho. 8. Identifique os 15 processos mais importantes da empresa e simplifique-os. 9. Procure estabelecer um programa de qualidade para que seus clientes lhe concedam prêmios. 10. Assegure-se de contar com pelo menos um conselheiro reconhecido e respeitado em sua área de atividade. “Agora só me resta desejar-lhe ânimo, constância e sorte.” Peter Senge Até breve, caros leitores.

Amigo hoteleiro, Queremos apresentar a você um serviço essencial de Auditoria da Qualidade Operacional que a TREND indica com exclusividade para seus principais parceiros. É um verdadeiro raio X, com avaliação técnica, precisa e minuciosa, detalhando os pontos positivos e negativos de seu hotel, identificando onde estão as falhas e as carências, com dicas e soluções de como evitar desperdícios, otimizar as instalações e a mão de obra, bem como subir o nível de qualidade de serviços e produtos. Para isso, firmamos parceria com a AUDIT HOTEL, empresa com experiência comprovada na auditoria de hotéis e pousadas no Brasil e exterior. A TREND apoiará a divulgação deste serviço e publicará os participantes deste programa na revista Segue Viagem. Entre em contato e conheça detalhes sobre todos os serviços e exclusividades: (21) 2521.9120, mbragarc@unisys.com.br ou audtrend@unisys.com.br.

Luis Paulo LUPPA – Diretor-presidente da TREND Operadora Daniel Santos – Vice-presidente Comercial da TREND Operadora

Universo do Hoteleiro

SV ABRIL/MAIO 2013

Shutterstock

41


Fotos Nelson Kon

PARCERIA

HOTEL UNIQUE DIVERSIFICA AINDA MAIS O PORTFÓLIO DA TREND

M

SV ABRIL/maIO 2013

Parceria

embro do Design Hotels, coleção de hotéis independentes e exclusivos, o Hotel Unique agora faz parte do portfólio de hotelaria da TREND, trazendo o ideal de cosmopolitismo e tarifas especiais para os agentes.

42

O segredo do sucesso do Hotel Unique é, sem dúvida, a qualidade dos profissionais responsáveis pelas atrações oferecidas. O design contemporâneo é de João Armentano, premiado por suas soluções ousadas, e o paisagismo é obra de Gilberto Elkis, que mistura arte e técnica com a beleza de suas composições e seu conhecimento em botânica. ARQUITETURA Ruy Ohtake, que assina o projeto do Hotel Unique, foi considerado por Oscar Niemeyer um dos mais legítimos representantes da arquitetura brasileira. O Hotel Unique é referência mundial de originalidade e vanguardismo, idealizados em seu projeto arquitetônico. A fachada, um longo arco invertido com apenas duas laterais de concreto,

dá a característica urbana à obra, complementada pelas janelas em círculos. São seis pavimentos no total, com três subsolos, onde estão um centro de eventos para 1.500 pessoas, estacionamento e área de infraestrutura. GASTRONOMIA Um caso à parte, a joia mais preciosa do Hotel Unique ganhou a fama de ser um dos mais charmosos restaurantes do mundo. Situado na cobertura do hotel, com lounge, ambiente preferido do público jovem, e piscina, cuja cor vermelha aumenta a sensação de conforto do hóspede, o Skye bar e restaurante possui vista panorâmica para o Parque do Ibirapuera e todo o horizonte de São Paulo. O cardápio eclético que reflete o multiculturalismo do hotel fica a cargo de Emmanuel Bassoleil, nascido em Dijon, uma das cidades de maior tradição gastronômica da França. Criado por pais gourmets e apaixonados por vinhos, ele teve o ambiente propício para se tornar um grande chef.

CONHECIDO PELO DESIGN CONTEMPORÂNEO, HOTEL PAULISTANO COMBINA ARTE, DESIGN E GASTRONOMIA COM EXCELÊNCIA


SV ABRIL/MAIO 2013

43

Outra opção é o The Wall bar e restaurante, localizado no lobby do hotel. Seu nome faz referência à parede decorada com centenas de garrafas, que dá charme ao ambiente. Seu espaço amplo e acolhedor é perfeito para momentos relaxantes e pequenas reuniões, com drinques e petiscos variados. Uma segunda parede complementa a ambientação: toda de vidro, ela separa o lobby do exterior, permitindo uma comunicação interessante entre a exuberância do hotel e o cotidiano da rua, enfatizando o conceito contemporâneo do projeto. ACOMODAÇÕES São 85 quartos e dez suítes, todos equipados com o que há de melhor em estrutura de hotelaria. O conforto

e a praticidade extras ficam por conta das banheiras de hidromassagem, amenities Bvlgari e mesas de trabalho com acesso à internet wireless, que atendem aqueles que visitam São Paulo a negócios e a passeio, ou aqueles que não abrem mão de ter tudo isso ao mesmo tempo. As suítes possuem pisos que sobem em curva até o teto, seguindo o desenho da fachada, e oferecem vista para o Parque do Ibirapuera. LOCALIZAÇÃO O Hotel Unique está situado entre as regiões mais movimentadas da megalópole, como as Avenidas Paulista e Faria Lima, e os shopping centers Iguatemi, JK e Cidade Jardim. Cercado de urbanidade, sua estrutura e seus serviços estão em sintonia com as necessidades e os interesses dos hóspedes mais exigentes.


quanto mais frio,

Há quem prefira trocar as areias escaldantes do litoral pelo ventinho gelado dos destinos que ficam abaixo do Trópico de Capricórnio. Argentina e Chile concentram as melhores opções para quem busca um primeiro (segundo, terceiro, quarto...) contato com a neve na América do Sul. As nevascas começam antes mesmo da chegada do inverno – em algumas estações, é possível curti-las desde o finalzinho de maio – e podem se estender até o início de outubro. Mas é em julho que as estações vivem seu momento máximo. E mesmo quem não gosta de se aventurar sobre os esquis consegue curtir a neve praticando atividades menos radicais, como o tubing, moto de neve e passeios com calçados especiais. Isso sem falar nas delícias gastronômicas, centros de compras charmosos, hotéis confortáveis, paisagens espetaculares e refúgios românticos que existem aos montes. Confira, nas próximas páginas, as principais atrações de cinco badalados centros de esqui sul-americanos.

melhor! THE COLDER, THE BETTER

SVSVABRIL/maIO ABRIL/maIO 2013 2013

Some prefer to swap the burning sands of the coast for the cold breeze of the destinations that fall below the Tropic of Capricorn. Argentina and Chile concentrate the best options for those seeking a first (second, third, fourth ...) contact with the snow in South America’s blizzards that start even before the arrival of winter - in some regions, you can enjoy them since the end of May and they can extend up to early October.

44 44

But it is in July that the ski centers live their utmost moment. And even those who do not enjoy venturing out on skis, can enjoy the snow practicing less extreme activities like tubing, snowmobiling and tours with special shoes. Not to mention the culinary delights, charming shopping centers, comfortable hotels, romantic hideaways and spectacular landscapes that abound. Please check, in the following pages, the main attractions of five trendy ski centers in South America.


SV ABRIL/MAIO 2013

45

Fotos Divulgação/Portillo

ARGENTINA E CHILE TÊM ÓTIMAS OPÇÕES PARA A PRÁTICA DE ESPORTES DE NEVE

TIPOS DE NEVE Há quem pense que neve é neve. Água congelada que cai do céu e ponto final. Mas o fenômeno natural não se resume a isso e se apresenta de várias formas diferentes que influenciam na experiência esportiva. TYPES OF SNOW - Some people think that snow is snow. Frozen water that falls from the sky and that´s it. But the natural phenomenon is not just it and it presents itself in many different ways that influence sporting experience. Powder – Neve que acabou de cair. Vai se acumulando em camadas, permite várias manobras e controle de velocidade.

Powder – Snow that has just fallen. It builds up in layers, allowing various maneuvers and speed control.

Crud – É o estágio seguinte, quando o powder foi compactado pelos esquiadores, se tornando mais liso e escorregadio.

Crud – It is the next stage, when the powder was compacted by skiers, becoming smoother and slippery.

Crust – A camada mais superficial derrete e volta a

congelar. Tem uma crosta por cima e fica macia por baixo.

Crust – The most superficial layer melts and re-freezes. It has a crust on top and underneath is soft.

Slush – Quando a temperatura sobe muito, a neve derrete e as pistas se apresentam como uma mescla de gelo e água.

Ice – É dura e escorregadia porque derreteu e se solidificou várias vezes, formando um bloco parecido com gelo.

Ice – It is hard and slippery because it has melted and solidified repeatedly, forming an ice-like block.

Fotos Shutterstock

Slush – When the temperature rises too much, the snow melts in addition, the slopes are like a mixture of ice and water.


Shutterstock

E

sse é o nome completo da cidade queridinha dos brasileiros quando o assunto é neve. Bariloche já foi chamada de Brasiloche devido ao grande fluxo de brasileiros que desembarcam no destino a cada temporada invernal. A fama não foi construída à toa; a cidade argentina conquista logo de cara, pela facilidade de acesso. E depois pela boa infraestrutura hoteleira e gastronômica, além da enorme quantidade de atividades à disposição.

SV ABRIL/maIO 2013

A começar pelo bem cuidado (e pequenino) Centro Histórico, às margens do imponente Lago Nahuel Hualpi. Dedique algum tempo para conhecer seus principais atrativos, localizados nas construções em estilo alpino que circundam a praça principal. Uma visita ao Museu da Patagônia pode esclarecer muitos detalhes sobre a geografia local e sobre os costumes de quem vive nessa região.

46

Os esportes de neve podem ser praticados em dois locais: Cerro Otto e Cerro Catedral. O primeiro oferece aventura e diversão para toda a família, com opções que vão desde a caminhada com calçados especiais (as chamadas raquetes de neve) até o sledding (descida das rampas nevadas sentado sobre um carrinho que desliza pela neve). Quem visita o Cerro Otto também costuma fazer uma pausa na Confeitaria Giratória. A estrutura fica a 1.405 metros acima do

SAN CARLOS DE BARILOCHE – ARGENTINA

nível do mar e gira em um raio de 360º, oferecendo panorâmicas da região. Os que estão em busca de mais adrenalina devem partir para o Cerro Catedral, a 20 quilômetros do centro de Bariloche. O complexo tem esse nome porque seus picos se assemelham a um templo medieval, ou seja, a visita vale a pena mesmo que seja só para observar o visual. A base fica a 1.030 metros e o cume, cerca de 1.000 metros acima disso. Entre um e outro, há 1.200 hectares de área onde estão mais de 50 pistas que recebem todos os perfis de esquiadores. Quem prefere baixar o nível de adrenalina pode aproveitar a pista de trenós, descer as trilhas de tubing ou fazer um tour pelo centro de esqui, acompanhado por guias. Lanchonetes, restaurantes, hotéis, escolinha de esqui e lojas para venda e aluguel de equipamento ficam na base da montanha.

SAN CARLOS DE BARILOCHE, ARGENTINA – This is the full name of the Brazilians beloved city when it comes to snow. Bariloche has been called Brasiloche due to the large influx of Brazilians who arrives in the destination each winter season. The fame was not built for nothing; the Argentinian city wins right off the bat, for ease of access. Then the good hotel and gastronomic infrastructure, besides the huge amount of activities available. Starting with the well-maintained (and tiny) old town on the shores of impressive Lake Nahuel Hualpi. Spend some time getting to know its main attractions, located in alpine style buildings that surround the main square. A visit to the Museum of Patagonia can clarify many details about the local geography and customs of the people living in this region. The snow sports can be practiced in two places: Cerro Otto and Cerro Catedral. The first one offers adventure and fun for the whole family, with options ranging from hiking with special shoes (calls snowshoes) to sledding (down snowy ramps sitting on a cart that glides through the snow). Those who visit the Cerro Otto, also usually pause at Confeitaria Giratória. The structure is about 1405 meters over the sea level and rotates in a 360 degree radius, offering panoramic views of the region. Those seeking more adrenalin must leave to the Cerro Catedral, a twenty kilometers from downtown Bariloche. The complex is so named because its peaks resemble a medieval temple, i.e., it is worth the visit just to observe the landscape. The base is 1030 meters and the summit, about a thousand meters above it. In between, there are 1,200 acres of which are more than 50 pistes that receive all kinds of skiers. For those who prefer to lower the level of adrenaline can enjoy the trail sleds, tubing down the trails or take a tour on the ski center, accompanied by guides. Coffee shops, restaurants, hotels, ski kindergarten and shops for equipment sale and rental are located at the foothill.


EM JULHO, AS ESTAÇÕES DE ESQUI SULAMERICANAS VIVEM SEU MOMENTO MÁXIMO

Upon arrival, it is important to know two streets: San Martín, the main access road, and the parallel Villegas, where most of restaurants in town are located. It is also interesting to visit the region that borders the lake Lácar, known as Costanera, famous for bringing restaurants, cafes and bakeries with large windows together that allow a view of the beautiful surroundings. Nevertheless, as the current subject is snow, the tip is heading to Cerro Chapelco, which is only 20 kilometers from downtown and offers unique landscapes, complete with panoramic views of the lake Lácar and volcano Lanín. Hotels offer transfers to the foothill, on a path that takes about 20 minutes. The winter resort has 140 acres of skiable area distributed in 31 slopes for athletes of all levels, and a Snow Park and various freeride itineraries for the most radical ones. The summit is 1980 meters above sea level. À esquerda, entorno do lago Nahuel Hualpi, em Bariloche. Abaixo, esquiadores no Cerro Chapelco LEFT, THE SURROUNDING OF LAKE NAHUEL HUALPI IN BARILOCHE. BELOW SKIERS AT CERRO CHAPELCO

Chapelco has a training center for snowboarders who want to improve in freestyle mode that includes maneuvers such as jumping over ramps and obstacles. To get there, you must take three “conductions”: Mallín chairlift, poma del Filo and del Palito. Another place that is home to extreme adventures is the Terrain Park, 1790 meters above sea level, which challenges the athlete to go along a series of three difficulty jumps and varying heights. However, the destination also promises many adventures for less adventurous families, such as snowmobile tours, snowshoe or sled pulled by Siberian Huskies. Choose your means of transportation and the route, among several offered ones. When hunger hits, choose one of eight restaurants located between the foothill and the summit. Divulgação

SAN MARTÍN DE LOS ANDES – ARGENTINA

N

a província de Neuquén, San Martín de los Andes também promete boas aventuras no entorno do Parque Nacional Lanín, um dos mais importantes da Argentina. A acolhedora cidade tem apenas 30 mil habitantes e fica em um vale verdejante, a 45 quilômetros da fronteira com o Chile. A paisagem inclui um imponente lago e montanhas cobertas por densos bosques nativos que ficam salpicados de neve no inverno. Ao desembarcar por lá, é importante conhecer duas ruas: San Martín, principal via de acesso; e a paralela Villegas, onde fica a maioria dos restaurantes da cidade. Também é interessante visitar a região que margeia o Lago Lácar, conhecida como Costanera, famosa por reunir restaurantes, cafés e confeitarias com amplas janelas que permitem uma bela vista do local.

Mas como o assunto da vez é neve, a dica é partir para o Cerro Chapelco, que fica a apenas 20 quilômetros do centro e oferece paisagens únicas, com direito a vista panorâmica para o Lago Lácar e o Vulcão Lanín. Hotéis oferecem transfers até a base da montanha, em um trajeto que dura cerca de 20 minutos. O centro invernal tem 140 hectares de área esquiável distribuídos em 31 pistas para esportistas de diversos níveis, além de um Snow Park e dos vários itinerários freeride para os mais radicais. O pico está a 1.980 metros acima do nível do mar. Chapelco tem um centro de treinamento para os praticantes de snowboard que desejam se aprimorar no freestyle, modalidade que

inclui manobras como saltos sobre rampas e obstáculos. Para chegar lá, é preciso tomar três “conduções”: teleférico Mallín, Poma del Filo e o del Palito. Outro local que é palco para aventuras extremas é o Terrain Park, a 1.790 metros de altitude, que desafia o esportista a percorrer uma série com três saltos de dificuldades e alturas variadas. Mas o destino também promete muitas aventuras para famílias menos aventureiras, como os passeios em moto de neve, com raquetes de neve ou em trenós puxados por huskies siberianos. Escolha o meio de locomoção e também o roteiro, entre os vários oferecidos. Quando a fome bater, opte por um dos oito restaurantes localizados entre a base e o pico.

47 SV ABRIL/MAIO 2013

SAN MARTÍN DE LOS ANDES, ARGENTINA – In the province of Neuquén, San Martín de los Andes there are also good promises of adventures surrounding the Lanín National Park, one of Argentina’s most important parks. The cozy town has only 30,000 inhabitants and is located in a verdant valley, 45 kilometers from the border with Chile. The surrounding landscape includes an impressive lake and mountains covered by dense native forests that are flecked with snow during the winter.


Magalhães. Ushuaia também faz os olhos dos visitantes brilharem quando o assunto é consumo. Artigos esportivos, botas e roupas de inverno costumam ter preços bem em conta.

S

USHUAIA –

SV ABRIL/maIO 2013

ARGENTINA

48

e a ideia de esquiar no fim do mundo te agrada, seu destino é Ushuaia, cidade argentina conhecida por sua localização peculiar, em plena Terra do Fogo. Trata-se do município mais austral do planeta, o fim do mundo mesmo. De lá para baixo só existe água, gelo, pinguins e outros animais marinhos até a Antártida. Um de seus visitantes mais ilustres foi o naturalista Charles Darwin, que passou pela região em 1833 a bordo do navio HMS Beagle. Cerca de meio século depois, Júlio Verne chamou a atenção mais uma vez para a região no romance O Farol do Fim do Mundo. A estrutura que guiava os navegantes no cruzamento dos oceanos até Ushuaia ainda está de pé hoje, sendo atualmente residência permanente para aves e espécies marinhas. Pela proximidade, vale muito a pena embarcar em uma das excursões que partem do porto da cidade e navegam pelos principais atrativos gelados da região — como o Canal de Beagle, as Ilhas Malvinas e o Estreito de

Essa histórica região, riquíssima em biodiversidade, pode ser cenário para divertidas aventuras na neve. O local é o Cerro Castor, um dos centros de esqui mais novos e exclusivos do país, que fica a 26 quilômetros do centro da cidade. Aberto em 1999, tem cerca de 600 hectares de área esquiável, 26 pistas e caminhos de diferentes níveis, áreas fora de pista e a temporada mais longa de todo o continente, graças à posição geográfica. A base da montanha fica a apenas 195 metros do nível do mar e o cume, a 1.057 metros, o que a torna uma ótima pedida para quem sofre do temido mal de altitude. A qualidade da neve é excelente, pois as temperaturas baixas do inverno não permitem que os cristais derretam e se transformem em gelo. A atividade mais típica nesse centro invernal é o esqui de fundo ou crosscountry, modalidade que propõe percorrer longos trechos cobertos por neve e repletos de obstáculos, trechos planos e pequenas subidas. Outros programas bastante apreciados pelos turistas são as caminhadas com raquetes de neve, roteiros com trenós puxados por cachorros, safáris fotográficos e passeios em quadriciclos. Em meados do ano passado, o destino se certificou como Centro de Esqui Acessível, atendendo também os portadores de necessidades especiais e pessoas com mobilidade reduzida, que contam com equipamento adaptado e atendimento especializado na Escola de Esqui.


USHUAIA, ARGENTINA – If the idea of skiing at the end of the world pleases you, your destination is Ushuaia, the Argentine city known for its location peculiar, in Terra do Fogo. It is the southernmost city in the planet; the end of the world, really. From there down there is only water, ice, penguins and other marine animals up to Antarctica. One of its most illustrious visitors was the naturalist Charles Darwin who passed through the region in 1833, aboard the HMS Beagle. Nearly half a century later, Julio Verne drew attention once again to the region in the novel “The Lighthouse at the End of the World”. The framework that guided sailors in crossing the oceans to Ushuaia still stands today and is now permanent residence for birds and marine species. Due to the proximity, it is well worth embarking on one of the tours that leave from the port city and navigate the icy region’s main attractions - like the Beagle Channel, the Falkland Islands and the Strait of Magellan. Ushuaia also makes the visitors’ eyes shine when it comes to consumption. Sporting goods, boots and winter clothes usually have affordable prices.

Shutterstock

This historic region, rich in biodiversity can also be the setting for fun adventures in the snow. The site is Cerro Castor, one of the newest and unique ski centers in the country, which is 26 kilometers from the city center. Opened in 1999, it has about 600 acres of skiable area, 26 pistes and paths of different levels, off-piste areas and the longest season of the continent, thanks to the geographical position.

Confira o significado dos termos mais falados nas estações. Après-ski – Termo francês que significa pós-esqui; concentra atividades realizadas entre o esporte e o jantar. Heliskiing – Quando a prática do esqui é realizada em locais de difícil acesso, os praticantes são levados em helicóptero. Telecabinas e telesillas – Teleféricos que levam até um determinado patamar da montanha. Ski in/ski out – Classificação de hotéis que ficam próximos às pistas, de onde se pode sair (e retornar) com os esquis nos pés. Snow report – Boletins meteorológicos sobre as condições de neve nas estações. Trineo – Trenó que pode ser puxado por cães, cavalos ou motos.

The foot of the mountain is only 195 meters from the sea level and the summit, at 1057 meters, making it a great choice for those suffering from the feared altitude sickness. The snow quality is excellent, as the low winter temperatures do not allow the crystals to melt and turning into ice.

Trails/Pistas – As verdes indicam trechos fáceis, as azuis sinalizam as intermediárias e as pretas são para os experientes.

The most typical activity at this winter center is crosscountry skiing, a modality that offers long stretches covered in snow and full of obstacles, flat stretches and small climbs. Other programs greatly appreciated by tourists is hiking with snowshoes, routes with dog sleds, photographic safaris and tours on quads.

Tubing/Sledding – Descida das trilhas congeladas sobre boias gigantes ou sentado sobre pequenas pranchas.

In the middle of last year, the destination was certified as Accessible Ski Center, also meeting the special needs and persons with reduced mobility who rely on adapted equipment and specialized care in Ski School.

Acima, registro de paisagem branquinha no Cerro Castor. Na página anterior, vista para a simpática Ushuaia ABOVE, RECORD OF white LANDSCAPE AT CERRO CASTOR. IN PREVIOUS PAGE, SIGHT FOR FRIENDLY USHUAIA

49 SV ABRIL/MAIO 2013

DICIONÁRIO


oladinha em Santiago, a estação chilena de Valle Nevado é outra velha conhecida dos brasileiros. A viagem de 35 quilômetros desde a capital dura uma hora, o que permite passeios de um dia para ter o tão esperado contato com a neve. Quem prefere permanecer por mais tempo encontra boas acomodações nos três hotéis e no conjunto de apartamentos que ficam em diferentes patamares da montanha.

Descer qualquer uma das pistas já é uma aventura e tanto, uma vez que a localização do domínio esquiável na face norte da montanha ajuda a proteger a neve da incidência solar. Mas quem quiser aumentar o nível de adrenalina pode embarcar nos treekings que exploram as quatro montanhas que despontam no entorno: El Plomo (ponto mais alto visível, desde o centro da estação, com 5.430 metros), La Paloma (com seu glacial impressionante, a 4.910 metros), El Pintor (uma das montanhas mais charmosas, a 4.000 metros) e El Bismarck (de acesso fácil, a 4.650 metros).

A estação se divide em 41 pistas, sendo 10% voltadas aos iniciantes, 36% dedicadas aos praticantes de nível intermediário, 33% de trechos avançados e 21% onde só entram os experts. Oferece ainda uma enorme área esquiável para a prática de esqui fora de pistas, Snow Park para quem gosta de encarar obstáculos e a possibilidade de praticar heliski acompanhado por guias experientes. Outra atração festejada foi a inauguração da La Góndola, primeiro teleférico de cabine fechada de montanha do Chile.

O trajeto mais curto tem duração de 90 minutos e o mais longo leva três dias para ser finalizado. Os participantes dormem em acampamentos existentes pelo caminho. Para quem só quer relaxar, a dica é pegar uma sessão de cinema a 3.000 metros de altitude, no lounge do hotel Puerta Del Sol, ou tomar um drinque em um dos quatro bares e pubs do complexo.

VALLE NEVADO – CHILE

SV ABRIL/maIO 2013

C

50

A estação chilena de Valle Nevado (à direita) já é bastante conhecida entre os brasileiros CHILEAN STATION OF VALLE NEVADO (RIGHT) IS WELL- KNOWN AMONG BRAZILIANS


PORTILLO – CHILE

PORTILLO, CHILE – Just over two hours from Santiago, the ski resort of Portillo offers beautiful scenery in the Chilean portion of the Andes. From the capital, pay attention to the landscapes of the winding road, getting more beautiful as the altitude increases. To accommodate visitors, the complex includes a large hotel, two lodges and five brand new cottages that accommodate six to eight people. Who does not want to stay there can hire a one-day visit to the station. It is a good idea to confirm firsthand if the hotel is receiving tourists for day use, as there may be limited pass during the highest season.

VALLE NEVADO, CHILE – Very close to Santiago, the Chilean station of Valle Nevado is another old acquaintance of Brazilians. The journey of 35 kilometers from the capital lasts an hour, allowing a daylong trip to get the long-awaited contact with the snow. Those who prefer to stay longer, can find good accommodation in three hotels and apartments, which are set at different levels of the mountain. The station is divided in 41 pistes, 10% geared to beginners, 36% dedicated to practitioners of intermediate level, 33% advanced stretches and 21% where only the experts come in. It also offers a huge ski area for skiing off-piste, snow park for those who like to face obstacles and the ability to practice heliski accompanied by experienced guides. Another celebrated attraction was the inauguration of La Gôndola, the first closed cabin mountain gondola in Chile. Going down any of the pistes is already quite an adventure, as the location of the ski area on the north face of the mountain helps to protect snow from solar incidence. But who wants to increase the level of adrenaline can get on trekking that explore the four mountains that stand in the vicinity of El Plomo (highest visible point from the center of the station, with 5430 meters), La Paloma (with its stunning glacial, at 4910 meters), El Pintor (one of the most charming mountains, at 4,000 meters) and El Bismarck (easy access, at 4650 meters). The shortest route is 90 minutes long and takes three days to complete. Participants sleep in existing camps along the way. For those who just want to relax, the tip is to catch a movie at 3,000 meters of altitude, in the hotel Puerta Del Sol lounge or a drink at one of the four bars and pubs in the complex.

The hotel is located 2880 meters above sea level, but the highest point of the mountain is just less than 500 meters up this building. Among the pistes, 15% are intended for beginners, 30% meet well the desires of intermediate level sportsmen, another 30% are geared to advanced skiers and 25% are used exclusively for experts. Adapted Ski is another highlight in the station supply, made possible in partnership with Fundación Andes Mágico. Instructors are able to teach the secrets of skiing for people with intellectual, cognitive and physical disabilities. The complex also has winter area for off-piste skiing and offers the possibility to practice heliski, modality in which practitioners are transported by helicopter to virgin pistes in the surroundings. In July, the complex promotes the Family Weeks, themed weeks with attractions aimed at families traveling with children. The idea is to engage the little ones to exciting activities that parents can enjoy their vacation moments and participate in adult activities like wine tasting. Other proposals involve the participation of the entire family to strengthen the links and stay in the memory forever.

A

pouco mais de duas horas de Santiago, o centro de esqui de Portillo oferece belas paisagens na porção chilena da Cordilheira dos Andes. Partindo da capital, preste atenção às paisagens do sinuoso caminho, cada vez mais belas à medida que a altitude aumenta. Para hospedar os visitantes, o complexo conta com um grande hotel, dois lodges e cinco novíssimos chalés que acomodam de seis a oito pessoas. Quem não pretende se hospedar por lá pode contratar uma visita de um dia à estação. Vale confirmar antes se o hotel está recebendo os turistas para o day use, pois pode haver limitação durante a altíssima temporada. O hotel fica a 2.880 metros acima do nível do mar, mas o ponto mais alto da montanha está a pouco menos de 500 metros acima dessa construção. Entre as pistas, 15% são destinadas aos iniciantes, 30% atendem bem aos anseios de esportistas de nível intermediário, outros 30% são voltadas aos esquiadores avançados e 25% são de uso exclusivo dos experts. Esqui adaptado é outro destaque na oferta da estação, viabilizado em parceria com a Fundação Andes Mágico. Instrutores estão aptos a ensinar os segredos do esqui para portadores de deficiências intelectuais, cognitivas e físicas. O complexo invernal ainda conta com área para esqui fora de pista e oferece a possibilidade de praticar heliski, modalidade na qual os praticantes são transportados de helicóptero até pistas virgens nos picos do entorno. Em julho, o complexo promove as Family Weeks, semanas temáticas com atrações voltadas às famílias que viajam com crianças. A ideia é envolver os pequenos em atividades eletrizantes, para que os pais possam curtir seus momentos de férias e participar de atividades adultas, como degustação de vinhos. Outras propostas envolvem a participação de toda a família para reforçar os vínculos e ficar na memória para sempre.

SV ABRIL/MAIO 2013

51


Fotos: Arquivo Hotel

hotel Edelweiss

N

o centro de San Carlos de Bariloche, o charmoso cincoestrelas está em sintonia com as culturas alemã e suíça dos fundadores da cidade argentina, cuja arquitetura lembra as típicas habitações germânicas que protegem de baixas temperaturas.

SV ABRIL/maIO 2013

Hotel interNacional

Apartamentos

52

São 95 quartos espaçosos e bem iluminados, de 20 m² a 54 m². Os Clássicos são aconchegantes e silenciosos, e os Superiores, mais amplos, foram projetados com espaços funcionais. Os Family Plan, confortáveis para que os hóspedes se sintam em casa, são ideais para casais com filhos pequenos. E para quem tem filhos grandes ou costuma viajar em grupo de amigos, os Apartamentos possuem dois dormitórios. Há ainda as Suítes, equipadas com cama king size e jacuzzi. Todos têm design exclusivo, TV tela plana a cabo e amenidades de luxo. A vista de vários quartos contempla as paisagens do Lago Nahuel Huapi e do Cerro Tronador coberto de neve.

banho turco e tratamentos de beleza. A lareira, o espaço de leitura no lobby e a piscina aquecida com cobertura e vista para o lago convidam os hóspedes a aproveitarem as áreas comuns do hotel, que também conta com estacionamento privativo, solário, cofre, terraço, depósito de bagagens, lavanderia, wireless e serviço de traslado. Salas corporativas oferecem espaço, serviço e logística especializados para garantir o sucesso do seu evento.

Gastronomia O restaurante La Tavola apresenta o melhor da culinária argentina, para agradar aos turistas mais exigentes. Já o El Patio Bar, com carta de vinhos e cardápio de pratos leves, proporciona o melhor para happy hour e almoço entre amigos.

E para desfrutar essa inesquecível estada, a TREND preparou uma promoção para reservas com período de hospedagem de 20 de março a 21 de junho de 2013 e 1º de setembro a 28 de fevereiro de 2014, e créditos Infraestrutura gratuitos para gastar nos serviços O Hotel Edelweiss oferece academia e oferecidos pelo hotel. Acesse o Portal spa, com saunas, salas de massagem, TREND para mais informações.

CINCO-ESTRELAS NO CENTRO DE BARILOCHE OFERECE BENEFÍCIOS PARA CLIENTES TREND


Fotos: Arquivo Hotel

SV ABRIL/MAIO 2013

53

LENNOX

HOTEL USHUAIA

A

No quesito gastronomia, os pratos inspirados na culinária do sul da Patagônia são servidos no quarto andar, com direito a vista para o Canal Beagle. No Buena Vista Bar & Lounge, as receitas privilegiam ingredientes locais, são preparadas em um fogão a lenha e podem vir acompanhadas por um dos vinhos que fazem parte da carta da casa.

Para refletir essa exclusividade, o hotel oferece apenas 30 apartamentos com diferentes configurações para abrigar diversos perfis de viajantes. Independentemente da metragem, todos os quartos são equipados com cofre digital, TV a cabo, frigobar, conexão para internet wireless, calefação individual e jacuzzi.

O hotel fica a apenas três horas de voo de Buenos Aires e a 6 quilômetros do Aeroporto Internacional Islas Malvinas, o que o coloca na rota dos principais atrativos da Terra do Fogo. O porto da cidade, o cassino e o Museu do Fim do Mundo estão a poucos passos de distância, assim como o centro comercial e gastronômico da cidade.

O cuidado no atendimento é outro ponto forte do hotel, que tem profissionais bilíngues para atender os hóspedes a qualquer hora do dia ou da noite. Tudo é pensado para garantir o conforto dos visitantes, que podem desfrutar momentos em família na sala de DVD ou fazer uma pausa para descanso em um ambiente reservado para a leitura.

ATRAÇÕES TURÍSTICAS, O HOTEL BOUTIQUE

rquitetura charmosa, ambientes aconchegantes cercados por belas paisagens e serviços exclusivos. É o que promete o Lennox Hotel, o único hotel boutique em operação na Terra do Fogo que conta com certificação ISO 9001. Situado no centro de Ushuaia, na Argentina, o estabelecimento proporciona experiências únicas e serve de ponto de partida para explorar locais de beleza natural ímpar.

Ambientes

PRÓXIMO ÀS PRINCIPAIS

Localização

A facilidade de acesso para El Calafate, a pouco mais de uma hora de voo de Ushuaia e porta de entrada para o Parque Nacional dos Glaciares, também faz do hotel uma boa pedida para turistas de perfil mais aventureiro. Quem embarca nas excursões para desbravar o território de geleiras monumentais costuma dedicar alguns dias, na volta, para conhecer Ushuaia. Nada como desfrutar os bons serviços do Lennox depois de tantas emoções.

APOSTA NA EXCELÊNCIA EM SERVIÇOS


Fotos: Arquivo Hotel

Patagonia Plaza

L

ocalizado no coração de San Martín de los Andes, cidade que recebe turistas o ano inteiro pelas estações de esqui, praias de lago e ecoturismo. O Hotel Patagonia Plaza fica próximo ao Aeroporto Municipal, a 25 quilômetros da Cordilheira dos Andes, e está pronto para atender o hóspede que vem a passeio ou a negócios.

SV ABRIL/maIO 2013

Hotel interNacional

Infraestrutura

54

São 90 acomodações bem decoradas com móveis de madeira, banheiras de hidromassagem, cofre, TV e aquecimento, tudo para proporcionar conforto e acolhimento inigualáveis. Dividemse em Standards, Suítes Superiores, Apartamentos (com capacidade para até quatro pessoas), Suítes Júnior e Presidencial (que acomodam até três pessoas). Através da cúpula de vidros, é possível contemplar as montanhas. A luz natural que ilumina todo o hotel enche de vida o jardim de inverno cultivado no centro do lobby.

Serviços e atendimento Tudo

de

primeira

classe, com

academia, sauna, sala de massagem, lounge com lareira, wi-fi, estacionamento privativo e amplo salão para eventos. A piscina climatizada, com vista para as mais belas paisagens da Patagônia, possui serviço de bar com drinques, tira-gostos, frutas e sucos naturais. O atendimento é um diferencial, com funcionários treinados para orientar o hóspede quanto à oferta de atrações turísticas na região, auxiliando com o planejamento dos passeios e aluguel de transportes.

Gastronomia O café da manhã possui uma variedade de pratos nacionais e internacionais, que são servidos em um amplo salão. O hóspede ainda pode optar por desfrutar o desjejum no conforto de sua acomodação. Há ainda uma confeitaria no hotel que permanece aberta durante todo o dia, oferecendo um ambiente agradável para reunir familiares e amigos em volta da lareira para saborear bebidas quentes como vinhos, chás e cafés. Os pães e tortas, preparados por confeiteiros de mão cheia, são referência na região.

A piscina climatizada, com vista para as mais belas paisagens da Patagônia, é um dos destaques do empreendimento


Também em PORTO ALEGRE

I NOVO HAMBURGO I RIO GRANDE

Reservas Nacionais: São Paulo 3123 0333 | Outras cidades 0800 770 8555 Reservas Internacionais: São Paulo 3041 7501 | Outras cidades 0800 773 7557

w w w. t r e n d o p e r a d o r a . c o m . b r


curiosidades

COPA DAS CONFEDERAÇÕES BRASIL SEDIARÁ A NONA EDIÇÃO DA COPA DAS CONFEDERAÇÕES, QUE ACONTECE DE 15 A 30 DE JUNHO

U

ma preparação para a Copa do Mundo: assim é conhecida a Copa das Confederações. E a prévia promete antecipar grandes emoções, pois os olhos do mundo se voltam à competição para avaliar a infraestrutura do país que sediará a Copa do Mundo e sentir o gostinho da rivalidade entre as melhores seleções. A Copa das Confederações é um dos grandes torneios de futebol organizados pela Federação Internacional de Futebol (Fifa), e este ano terá o Brasil como sede.

SV ABRIL/maIO 2013

CURIOSIDADES

HISTÓRIA

56

A primeira edição da Copa das Confederações foi realizada em 1992, na Arábia Saudita, porém na época o torneio recebia o nome de Copa do Rei, do qual participaram apenas Arábia Saudita, Costa do Marfim, Estados Unidos e Argentina, que venceu a competição. A segunda edição, em 1995, também foi promovida pela Arábia Saudita, dessa vez com Argentina, Japão, México, Nigéria, a seleção anfitriã, e Dinamarca, que levou o título. Apesar de não ser oficial, o número de espectadores nas duas edições ficou em torno de 280 mil, chamando a atenção da Fifa, que passou a organizar o evento a partir de 1997. Na ocasião, o Brasil participou pela primeira vez e se tornou campeão. Outra novidade foi que a escolha das seleções participantes do torneio já não era por convite, como antes, e sim por desempenho, contando

com os seis campeões continentais, o país-sede e o campeão mundial, num total de oito seleções nacionais. Foi só em 1999 que a Copa das Confederações recebeu este nome e deixou a Arábia Saudita pela primeira vez, indo para o México, onde a seleção da casa venceu a competição. A edição seguinte, em 2011, foi realizada no Japão e na Coreia do Sul, países que sediaram a Copa do Mundo de 2001, servindo então como preparatório para a Copa do Mundo. A experiência agradou, ganhou mais prestígio e espectadores, até que em 2005 a Fifa anunciou que a Copa das Confederações passaria a ser realizada não mais de dois em dois anos, e sim de quatro em quatro anos, sempre no ano anterior à realização da Copa do Mundo. A VEZ DO BRASIL Neste ano, o Brasil sediará a nona edição da Copa das Confederações. De 15 a 30 de junho, as seleções de Brasil, Espanha, Itália, Uruguai, Japão, Nigéria, Taiti e México disputarão o título de 2013. Pela primeira vez na história da disputa, haverá partidas em seis locais:

Belo Horizonte (MG), Fortaleza (CE), Brasília (DF), Rio de Janeiro (RJ), Recife (PE) e Salvador (BA). E para não perder o aquecimento, a TREND oferece pacotes para as cidadessedes da Copa das Confederações 2013, lembrando que os jogos serão realizados em junho. Brasília recebe a primeira disputa no dia 15, com estreia do Brasil, que tem o Japão como adversário. A final será no Rio de Janeiro, no dia 30 de junho, no Estádio Maracanã. Fortaleza, que sedia jogos nos dias 19 e 23, e a semifinal no dia 27, tem a maior disponibilidade de pacotes de viagens, seguida por Salvador, que recebe jogos nos dias 20, 22 e 30, quando ocorre a disputa pelo terceiro lugar. As reservas de pacotes podem ser feitas diretamente pelo Portal da TREND, de forma 100% online.


» Assim como na Copa

do Mundo, o Brasil é o país mais vitorioso da Copa das Confederações, com três títulos conquistados em 1997, 2005 e 2009, respectivamente. Logo atrás está a França, com dois.

» O Brasil também é o país

que mais participou da Copa das Confederações, totalizando seis disputas. Depois vêm México e Estados Unidos, que participaram cinco vezes.

» Desde 1997 são escolhidos os melhores jogadores da competição. Quatro dos seis premiados são brasileiros: Denílson, Ronaldinho, Adriano e Kaká. Os outros dois são franceses: Pirés e Henry.

» A seleção da França possui

o melhor desempenho geral na Copa das Confederações. Conquistou nove vitórias em dez jogos. Na lanterninha estão Canadá, Grécia e Iraque, que nunca marcaram gol.

» Na final da Copa das

FA S E D E G R U P O S

TABELA: COPA DAS CONFEDERAÇÕES 2013 PARTIDA

CIDADE

DATA

HORÁRIO

Brasil x Japão

Brasília

15/06

16h

México x Itália

Rio de Janeiro

16/06

16h

Espanha x Uruguai

Recife

16/06

19h

Taiti x Nigéria

Belo Horizonte

17/06

16h

Brasil x México

Fortaleza

19/06

16h

Itália x Japão

Recife

19/06

19h

Espanha x Taiti

Rio de Janeiro

20/06

16h

Nigéria x Uruguai

Salvador

20/06

19h

Japão x México

Belo Horizonte

22/06

16h

Itália x Brasil

Salvador

22/06

16h

Nigéria x Espanha

Fortaleza

23/06

16h

Uruguai x Taiti

Recife

23/06

16h

Semifinal 1

1º Grupo A x 2º Grupo B

Belo Horizonte

26/06

16h

Semifinal 2

1º Grupo B x 2º Grupo A

Fortaleza

27/06

16h

Disputa Bronze

Perdedores das semifinais

Salvador

30/06

13h

FINAL

Ganhadores das semifinais

Rio de Janeiro

30/06

19h

Os ingressos são comercializados pela Fifa no site oficial do torneio: www.fifa.com/confederationscup

Confederações de 2005, a goleada do Brasil sobre a Argentina afetou a imprensa dos “hermanos”. O diário esportivo Olé, conhecido por fomentar a competitividade entre os países rivais, saiu sem capa no dia seguinte à final, alegando “falha de impressão”.

57 SV ABRIL/MAIO 2013

Shutterstock

VOCÊ SABIA?


Experiencias de viajante

pelo Caribe, e de helicóptero! Protagonistas do seriado Nalu pelo Mundo viajaram o Caribe a bordo de um Robinson 44

I

58

A menina está pelo mundo desde antes de nascer, vivendo aventuras que estão apenas nos planos da maioria das pessoas. Isabelle tem dupla nacionalidade, fala três idiomas e tem agora mais uma grande aventura para incluir no seu extenso currículo de turista profissional: viajar o Caribe de helicóptero. No ano passado, os três percorram 14 ilhas caribenhas a bordo de um Robinson 44.

James Jenk in

SV ABRIL/maIO 2013

Experiencias de viajante

sabelle tem apenas 5 anos, mas sua quilometragem de viagem é mais alta que a de muitos adultos. A menina já circulava pelos destinos mais incríveis do mundo quando ainda estava na barriga da mãe, a cinegrafista Fabiana Nigol, casada com o surfista profissional Everaldo Pato. O casal sempre viu o turismo como algo essencial para a vida a dois e, no caso deles, que ultrapassa o rótulo de atividade de lazer. Viajar atrás das ondas está na descrição do cargo de Pato – e acabou entrando para as prioridades de toda a família.

Família a bordo em Barbados


James Jenkin

SV ABRIL/MAIO 2013

59

A família é protagonista de Nalu pelo Mundo, série de televisão exibida pelo canal a cabo Multishow há seis anos. Na temporada 2012, os fãs do programa puderam curtir as aventuras dos três pelos belíssimos destinos caribenhos em busca da onda perfeita. A organização exigia conciliar o preparativo normal das viagens cinematográficas com detalhes bem específicos, relacionados ao meio de transporte escolhido. Como, por exemplo, carregar a bagagem de um destino a outro sem ultrapassar o limite de peso interno da aeronave, um dos pré-requisitos de segurança na operação de helicópteros. Lembrando que, no caso dessa família, a bagagem incluía pranchas de surf e equipamentos para filmagem. Quem não assistiu aos episódios pode conferir o relato de Fabiana sobre os principais desafios e as vantagens de optar pelo helicóptero, apelidado carinhosamente de Nalu Móvel. A operação exigiu muita responsabilidade e desapego total, mas foi recompensada com incríveis visuais aéreos, independência e uma boa dose de espírito aventureiro.

A operação exigiu responsabilidade e desapego total, mas foi recompensada com visuais aéreos incríveis

O INÍCIO “Não foi o helicóptero que surgiu na história do programa, mas o programa que surgiu na história do helicóptero. Desde que voou pela primeira vez com o Steve, um amigo inglês, o Pato adorou a ideia de se tornar piloto. Em uma de nossas temporadas havaianas ele encontrou uma escola para pilotos, se propôs a estudar e se dedicou muito. Em sete semanas ele já estava com o brevê nas mãos, mas ainda

precisava acumular horas de voo para se tornar piloto comercial. A ajuda veio do patrocinador dele, Marco Aurélio Raymundo, o Morongo, proprietário de uma poderosa marca de surf brasileira, que também é piloto e acompanhou de perto toda a dedicação do Pato durante a temporada no Havaí. Acontece que o Morongo precisava de um helicóptero para a escola de aviação que ele pretende abrir em Garopaba, no litoral de Santa Catarina, e o Pato teve a ideia de comprar a aeronave nos Estados Unidos, onde o custo é bem mais baixo, e levar até o Brasil voando. Isso é bem comum no meio da aviação e, a princípio, havíamos pensado em voar pela América Central. Nesse momento, já imaginávamos gravar o programa a bordo do helicóptero, o que seria um acontecimento inédito na televisão brasileira. Já estávamos pensando no roteiro quando a região do Caribe surgiu como uma das rotas possíveis, o que nos empolgou bastante. Sempre ouvimos falar sobre as belezas das ilhas caribenhas, suas praias paradisíacas, locais inabitados, as ondas e o calor.


Fabiana Nigol

Visual aéreo de RINCÓN, na ilha de Porto Rico

SV ABRIL/maIO 2013

Experiencias de viajante

Era a rota mais bonita, com certeza, então decidimos que iríamos para lá.

60

O Pato saiu em busca do helicóptero pela internet. A pesquisa era por uma aeronave usada, já que uma nova exigia a permanência em lista de espera, além de um custo bem mais alto. Começamos a procurar por um modelo específico, o Robinson R44 Raven II/Clipper. Ele tem flutuadores nos esquis e, como passaríamos muito tempo sobrevoando o oceano, estaríamos mais seguros com ele em caso de pane. Ele encontrou o R44 em Boston, nos Estados Unidos. A aeronave parecia perfeita para o que precisávamos, estava bem cuidada, tinha os flutuadores e ar-condicionado. Lá foi o Pato com o Steve, piloto mais experiente, checar tudo de perto. Eles viajaram até a cidade norte-americana para buscar o Nalu Móvel, como o apelidamos carinhosamente durante a viagem, e o levaram voando até a Flórida. Eu e a Isabelle saímos do Brasil e nos encontramos com eles nos Estados Unidos para iniciar a aventura em família.

Em dois meses de viagem, a família percorreu 2.500 quilômetros e conheceu 14 ilhas

O ITINERÁRIO Partimos da Flórida e conhecemos Bahamas, Turks e Caicos, República Dominicana, Porto Rico, Saint Martin, Dominica, Martinica, Santa Lúcia, Barbados, São Vicente, Granada, Trinidad e Tobago. Foram dois meses de viagem e aproximadamente 2.500 quilômetros voados, sem contar o trecho final até chegar ao Brasil. O roteiro seguiu de acordo com a autonomia do helicóptero e atendendo

às questões de abastecimento. Cada ilha é um país com sistema de imigração e leis de entrada bem diferentes. O plano de voo tinha de ser perfeito, senão correríamos o risco de ficar presos em alguma ilha, sem combustível, ou até mesmo voando e sem lugar para pouso de emergência. Ou seja, a viagem foi linda, mas tensa ao mesmo tempo. O Pato cuidou dos planos de voo sempre, exceto por uma única vez que deixamos nas mãos do piloto mais experiente que nos acompanhava. O problema foi que pousamos em uma ilha que não tinha abastecimento e tivemos de abastecer com combustível de barco para poder voar até a ilha mais próxima, onde havia o combustível certo. A bordo do helicóptero, o ambiente era um pouco tenso. Era muita responsabilidade, com a família inteira nas alturas e um oceano infinito embaixo. Sem a beleza para me distrair, teria sido bem mais difícil do que já foi.


61 As vantagens são observar as paisagens incríveis e ter acesso a locais exclusivos com rapidez e praticidade. A velocidade é a principal vantagem, mas também existem dificuldades. A burocracia é grande e o custo, bem alto. Outras desvantagens são as regras, o risco e o pequeno espaço interno. É difícil escolher os pontos altos, pois o Caribe todo foi incrível! Sobrevoar o oceano é lindo. São muitas ilhas paradisíacas, sem nenhum ser humano, a água é cristalina. Para nós, o que mais surpreendeu foi um lugar chamado Tobago Cays. O azul do mar foi o mais lindo que encontramos na viagem, o desenho da ilha com muitos barcos ancorados era de uma beleza incomparável. Ali decidimos pousar e checar de perto, mergulhar, foi inesquecível.

Por várias vezes, pensamos em desistir. Logo no início da viagem a Isabelle ficou doente. Passamos por muitos médicos, em várias ilhas, fizemos muitas ligações para a nossa pediatra até descobrirmos o que ela tinha. No Caribe, a falta de ondas para um surfista profissional também pesou. Mas não desistimos! E foi muito gratificante ver o projeto terminado com sucesso!

Nalu pelo Mundo é exibido pelo canal a cabo Multishow todas as terças-feiras, às 21h. No ar desde 9 de abril, a temporada atual mostra a rotina da família no Havaí. Os episódios da 5ª temporada, quando o trio viajou pelo Caribe, podem ser vistos pela internet, no site do Multishow.

Muita coisa boa ficou dessa experiência. A melhor delas é que a missão foi cumprida. Até hoje a Isabelle fica triste e sente saudades do Robinson 44.”

Fabiana Nigol

Não podíamos levar quase nada. Nossa bagagem se resumiu a uma mochila para cada um, com tudo o que era preciso para os dois meses de viagem, além do equipamento de filmagem e as pranchas. O Pato pediu para instalar um cesto ao lado do helicóptero para poder levar duas pranchas. Não compramos nada durante a viagem, nenhuma recordação. Se entrasse algo novo no helicóptero, alguma coisa tinha de ficar. Foi um despego total.

média era de duas horas e meia de voo, com segurança. Nas viagens mais longas voamos de oito a dez horas, o que foi muito cansativo. Eu tive de superar meu medo o tempo todo, enquanto o Pato estava feliz da vida. A Isabelle foi muito bem, dormia boa parte da viagem, curtia a paisagem, estudávamos juntas, ela pintava, assistia a DVDs. Acho que para ela foi bem mais tranquilo do que para nós. E, graças a Deus, ninguém precisou ir ao banheiro!

SV ABRIL/MAIO 2013

OS DESTAQUES

O peso, o vento, tudo influenciava no desempenho, no consumo, nas horas até o destino. Tudo tinha de ser calculado perfeitamente! Nossa autonomia

Beleza incomparável em

Tobago Cays, arquipélago

próximo a Granadinas, no

w w w . mu ltisho w . g l o b o . com / N a lu - P e l o - M undo

Caribe


Fotos: Shutterstock

Gastronomia

A SOFISTICAÇÃO DA COZINHA FRIA

SV ABRIL/maIO 2013

gastronomia

V

62

ocê já ouviu falar em gardemanger? O termo em francês que, ao pé da letra, significa guarda-comida também identifica o responsável pelas receitas frias nos restaurantes e bufês de hotéis. Entradas, aperitivos, saladas, canapés, mesa de frios e embutidos, terrines... Tudo o que é servido frio fica sob a responsabilidade desse profissional, que já contribuiu bastante para a história mundial na época pré-eletricidade. Ao contrário do que se pode pensar, cozinha fria não é sinônimo de gastronomia rápida. Muito menos de simplicidade. É claro que algumas entradas e patês podem ser concluídos em menos de 10 minutos, mas outras preparações exigem horas e até dias de dedicação. E esteja certo de que até mesmo uma simples salada pode se transformar em um prato muito especial nas mãos de um bom garde-manger.

SEGMENTO ABRANGE TODAS AS FAMÍLIAS DE ALIMENTOS E PERMITE TRAZER MUITA VARIEDADE À MESA Que o diga Christophe Besse, considerado um dos melhores desta especialidade em atuação no Brasil. No final da década de 1990, ele participou de um concurso temático com chefs da rede Sheraton na América Latina e Central, ficando em segundo lugar. Suas delicadas criações têm apresentação impecável, agradando aos olhos e ao paladar.

PANORAMA MUNDIAL Segundo Besse, ainda existe muito campo na área de cozinha fria para ser explorado no Brasil. Como ela abrange todas as famílias de alimentos – carnes, aves, peixes, crustáceos, verduras, legumes, frutas, grãos e outros –,

permite uma infinidade de combinações de ingredientes, misturados com boas doses de imaginação e técnica. É assim que o segmento é explorado em todo o mundo. Na Europa, existem vários traiteur-charcutier em funcionamento – o equivalente aos empórios brasileiros – que preparam e comercializam delícias sofisticadas da cozinha fria, como patê de cordeiro em crosta, mosaico de salmão e linguado ou uma marinada de frutos do mar. A realidade brasileira é bem diferente. “Aqui, esse tipo de comércio oferece apenas embutidos industriais fatiados, na maioria das vezes”, reclama Besse.


A tradição de servir comidas frias começou por um capricho das famílias nobres que desejavam exibir seu poder para o povo. Por volta do século 16, os ricos e poderosos transformavam um quarto escuro no subsolo dos castelos em enormes depósitos de comida. Quanto maior o banquete, maior o poder. O mordomo particular que cuidava desse armazém era um dos empregados mais importantes, pois tinha de fazer com que os alimentos – que incluíam itens curados, defumados e conservas – durassem o ano todo. Com o passar dos anos, ele ficou conhecido como garde-manger (guarda-comida). Durante a Revolução Francesa, muitos desses profissionais perderam seus cargos devido à fuga ou à morte de seus patrões. Passaram a oferecer seus serviços em diversos restaurantes europeus e criaram uma nova profissão.

Os preparados típicos variam de país para país, cada qual respeitando as raízes e tradições de sua região. O sudeste da França aposta no foie gras, enquanto o norte do país prefere as rillettes. Na Suíça o destaque vai para os patês em crosta de diversos sabores, e na Escandinávia vale provar peixes marinados em preparados como rollmops ou gravlaks.

Dentro da variedade disponível, Besse diz se identificar com a família das terrines, sejam elas de carne, aves ou peixes. “Gosto muito de servir uma terrine fria com algo quente como entrada. Essa mistura de textura e temperatura sempre proporciona algo interessante”, finaliza.

Divulgação

Ainda no Velho Continente, destaca-se a fama gelada do jamón ibérico, prosciutto di Parma e do tradicional carpaccio. Tabule e babaganush são os destaques da garde-manger libanesa, sushis e sashimis representam bem o estilo japonês, e ceviches destacam o que há de mais típico produzido nesse segmento na América do Sul. O suíço Christophe Besse veio para o Brasil em 1987. Por quase duas décadas, chefiou importantes restaurantes no Rio de Janeiro e em São Paulo, até abrir seu próprio empreendimento, o restaurante All Seasons by Christophe Besse, inaugurado em 1999 na capital paulista. Foi um dos criadores da Associação Brasileira da Alta Gastronomia, e hoje presta consultoria no ramo culinário.

63 SV ABRIL/MAIO 2013

HISTÓRIA SECULAR


Divulgação

Sempre gostei de criar receitas originais

Da Suíça para o Brasil Christophe Besse já ocupou posições de destaque em seu país natal. Mas foi no Brasil que ele encontrou o tempero que faltava para suas SV ABRIL/maIO 2013

criações autorais

64

Nascido em Orsières, na Suíça, Christophe Besse começou a se interessar por culinária ainda na infância. Formado pela Escola Profissional de Cozinheiros de Sion, ele logo se transferiu para Genebra, onde ocupou o cargo de cozinheiro no Hotel Intercontinental, um dos mais famosos de seu país natal. Amante da inovação, o jovem profissional começou a se sentir limitado pelos ingredientes à disposição nos mercados suíços. E eis que chegou ao Brasil, em 1987, para nossa sorte. Com apenas 22 anos, ele desembarcou no Rio de Janeiro, sem falar uma palavra de português, em busca de sol e dos sabores exóticos que mais tarde incorporaria às receitas. Seu primeiro emprego foi em Teresópolis, na serra fluminense, onde chefiou o restaurante do hotel Le Canton, de influência suíça. De volta à Cidade Maravilhosa, assumiu o cargo de subchef executivo do restaurante de um hotel na praia de Copacabana,

onde, apenas um ano e meio depois, seu talento o elevou ao posto de chef. Três anos se passaram até que um convite o trouxe para a capital paulista. Por oito anos ele comandou os restaurantes do antigo Sheraton Mofarrej e, por essa rede hoteleira, teve experiências na Argentina, México e Venezuela. De volta ao Brasil, em 1999, ele concretizou um grande sonho: abriu as portas do restaurante All Seasons by Christophe Besse, um espaço exclusivo do hotel Golden Tulip Paulista Plaza, onde oferece pratos de sua famosa cozinha de autor. O chef é reconhecido por sua criatividade, técnica apurada e profissionalismo. Suas criações combinam o melhor da culinária internacional, especialmente a francesa, com ingredientes brasileiros, em pratos com apresentação e sabor impecáveis. Uma de suas entradas mais famosas pode ser preparada na sua casa. Basta seguir os passos ensinados pelo chef na próxima página.


65 SV ABRIL/MAIO 2013

Divulgação

Terrine de coelho e alho-poró com semente de coentro Ingredientes

Preparo

1 kg de carne de coelho

Para garantir o resultado, é preciso iniciar o preparo um dia antes de servir o prato. A primeira providência é reduzir 500 ml de vinho com a semente de coentro para resultar em 200 ml de líquido. Em seguida, salteie os fígados de coelho em cebola picada, flambe a mistura no conhaque e reserve. O próximo passo é chanfrar o alho-poró e deixá-lo suar na manteiga por alguns instantes. Por fim, peneire as sementes de coentro, junte todos os ingredientes e deixe marinar por 24 horas. No dia seguinte, passe a mistura em uma grelha fina, unte a forma com papel-manteiga e deposite a massa. Cozinhe no forno, em banho-maria, a 150ºC por 40 minutos.

300 g de fígado de coelho 200 g de toucinho de porco 100 g de manteiga 2 ovos inteiros 100 g de panade (mistura de pão sem casca com cerca de 150 ml de leite) 100 ml de conhaque 200 ml de creme de leite

Glossário

500 ml de vinho branco

CHANFRAR: cortar em ângulo ou de esguelha. FLAMBAR: embeber o alimento em bebida alcoólica e levar ao fogo. MARINAR: manter os ingredientes em líquido aromatizado por algum tempo. REDUZIR: diminuir o líquido pela fervura para reforçar o sabor e tornar a mistura mais cremosa. SALTEAR: cozinhar o alimento enquanto agita-se a frigideira continuamente. SUAR: dar uma leve fritura, sem corar o ingrediente.

350 g de alho-poró 15 g de sementes de coentro 10 g de salitre 1 cebola Sal e pimenta a gosto


Fotos Divulgação

Atendendo Bem

Hotéis com

SV ABRIL/maIO 2013

Atendendo Bem

HELIPONTO

66

CONFIRA OS PRINCIPAIS LOCAIS PARA POUSOS E DECOLAGENS DE HELICÓPTEROS NA CAPITAL PAULISTA E ARREDORES


De quebra, os hoteleiros reforçam a estrutura oferecida ao público corporativo, fidelizam os clientes e ainda têm à disposição um novo modelo de negócios. “Como o helicóptero é o meio de transporte de parte dos nossos hóspedes, o heliponto colabora para tornar a estada ainda mais completa. Além disso, temos a possibilidade de conquistar novos hóspedes que vêm até nós por conta do heliponto e passam a conhecer a nossa estrutura e serviços”, afirma Chieko Aoki, Presidente da Blue Tree Hotels, rede hoteleira com um heliponto em operação na região do Itaim.

O tradicional hotel paulistano inaugurou seu heliponto no fim do ano passado. Trata-se de um dos únicos locais que permitem a operação de helicópteros de grande porte nas proximidades da Avenida Paulista. Aeronaves de até 5 toneladas podem decolar e pousar na estrutura metálica que fica no topo do edifício, a 90 metros do solo.

BLUE TREE FARIA LIMA (Itaim) Em operação desde maio de 2001, o heliponto elevado tem estrutura para funcionamento noturno e foi ampliado no ano passado. Executivos que utilizam sua estrutura têm à disposição uma sala vip com vista de 360º para relaxar após o desembarque ou aguardar o momento do embarque. O serviço inclui acompanhamento de segurança e guest relation do hotel.

Os helipontos paulistanos mais movimentados estão localizados nos principais corredores de negócios de São Paulo e arredores, como as regiões das Avenidas Paulista, Brigadeiro Faria Lima e Luís Carlos Berrini, e os bairros dos Jardins, Itaim e Vila Olímpia.

HILTON SÃO PAULO MORUMBI (Berrini) De frente para a Ponte Estaiada, o hotel funciona no Centro Empresarial Nações Unidas, complexo com prédios comerciais, shoppings e heliponto. Os hóspedes têm acesso direto à estrutura, que comporta aeronaves de até 3 toneladas.

Com o início das operações de fretamento de helicópteros, aproveitamos para indicar os principais locais homologados que estão em operação na capital paulista e pelas vizinhanças, com liberação de uso para hóspedes e clientes particulares. Afinal, agente não tem tempo a perder!

CONFIRA OUTRAS OPÇÕES HOTEL

REGIÃO

CIDADE

Emiliano

Jardins

São Paulo

Pestana São Paulo Hotel

Jardins

São Paulo

Staybridge Suites São Paulo

Itaim

São Paulo

Golden Tulip Paulista Plaza

Paulista

São Paulo

Hotel Transamérica São Paulo

Santo Amaro

São Paulo

Sheraton São Paulo WTC

Berrini

São Paulo

Nacional Inn

Jardim do Trevo

Campinas

Royal Palm Plaza

Jardim Nova Califórnia

Campinas

Casa Grande Hotel Resort & Spa

Praia da Enseada

Guarujá

CURIOSIDADE Heliponto e heliporto são termos válidos para designar os locais de pouso e decolagem de helicópteros. Porém, essas palavras não são sinônimas, diferentemente do que muitos acreditam. Helipontos normalmente ficam sobre prédios e sinalizam os locais onde está permitido apenas o pouso e a decolagem, com permanência máxima de 5 minutos. Já os heliportos têm hangares que permitem o estacionamento das aeronaves.

67 SV ABRIL/MAIO 2013

D

MAKSOUD PLAZA (Paulista)

ona da segunda maior frota de helicópteros do mundo, a cidade de São Paulo tem quase 200 helipontos e heliportos homologados destinados ao pouso e decolagem dessas aeronaves. Grande parte dessa oferta está concentrada na cobertura de hotéis paulistanos que apostam na solução como a melhor alternativa para resolver o problema do trânsito caótico da capital.


cultura

SV ABRIL/maIO 2013

cULTURA

DREAMWORKS E UNIVERSAL TRAZEM NOVAS ATRAÇÕES AO BETO CARRERO WORLD

68

OS PERSONAGENS DÃO BOAS-VINDAS AOS VISITANTES QUATRO VEZES POR DIA NA VILA GERMÂNICA

O

parque Beto Carrero World, em Penha (SC), firmou uma parceria por tempo indeterminado com dois dos maiores estúdios de cinema e animação do mundo, Universal Studios e Dreamworks Animation. A novidade promete trazer a fantasia de Hollywood para o maior parque temático da América Latina e o quinto maior do mundo. Sob o comando de Alex Murad desde 2008, o Beto Carrero World vem passando por um processo de expansão e prosperidade. E a recente parceria faz parte de um programa que visa transformar o parque em uma cidade de entretenimento.

A aliança com as produtoras gerou uma grande expectativa, pois elas têm nos currículos recordes de bilheterias, sendo o Brasil um de seus maiores mercados consumidores. A Dreamworks é especializada em animações, como Shrek, Kung Fu Panda e Madagascar. Já a Universal, mais antigo estúdio hollywoodiano, produziu grandes filmes, como A Lista de Schindler, E.T. e Jurassic Park.

NOVAS ATRAÇÕES Desde junho do ano passado, os visitantes do parque já podem experimentar novas atrações, como bonecos que imitam os personagens de Madagascar: o leão Alex, a hipopótamo Gloria, a zebra Marty e a girafa Melman, os protagonistas da história, além da capitã DuBois, do lêmure Mort, do Rei Julien e da hilária turma de pinguins, que ganhou sua própria série de TV em virtude do grande sucesso. Os personagens chegaram ao Beto Carrero World concomitantemente à estreia mundial da animação Madagascar 3: Os Procurados. Outros personagens da Dreamworks já fazem parte da programação do parque: Shrek, Po (o urso protagonista de Kung Fu Panda) e, mais recentemente, Fiona, Gato de Botas e o Homem Biscoito. Os personagens de Shrek dão boasvindas aos visitantes quatro vezes por dia na Vila Germânica. O espaço que presta uma homenagem ao povo de Santa Catarina — onde a maioria da população é de origem alemã — já existe há mais de 20 anos no


Fotos Divulgação

FÉRIAS DE JULHO

parque e recentemente foi reformado, ganhando maior riqueza de detalhes e, consequentemente, atraindo um público maior. E a parceria da Dreamworks com o Beto Carrero World não termina por aí. Os personagens ganharão áreas especiais que imitam seus “mundos” nos filmes. Já estão em fase de construção o espaço de Madagascar, previsto para o segundo semestre, e o de Shrek, que deverá ser lançado até o fim do ano. Os brinquedos para as duas áreas estão sendo confeccionados em parceria com a equipe de criação do estúdio norte-americano.

Outra novidade ansiosamente aguardada envolve o Extreme Show, tradicional espetáculo de carros, caminhões e motos em alta velocidade. A atração, que tem estreia prevista para este ano, se chamará Velozes e Furiosos Show, e, apesar da nova formulação, com manobras e efeitos especiais mais próximos aos realizados no filme, ainda contará com o elenco antigo. O sucesso de bilheteria Velozes e Furiosos, da Universal Studios, é uma sequência de cinco filmes já lançados e mais dois que estão sendo produzidos. A superprodução sobre corridas de rua em carros megaturbinados é a primeira

As novidades garantem muita diversão para a garotada nas férias escolares. Em julho, a promoção do segundo dia grátis no parque faz bastante sucesso. O visitante paga o primeiro dia e pode voltar gratuitamente ao parque em até sete dias para aproveitar tudo de novo!

69 SV ABRIL/MAIO 2013

e única em todo o mundo e promete agradar principalmente às “crianças grandes”, maneira carinhosa como a equipe do parque chama os adultos.

O Beto Carrero World oferece comodidades extras, como aluguel de carrinhos de empurrar e elétricos para crianças pequenas e pessoas com dificuldade de locomoção, berçários, chuveiros e praça de alimentação com várias opções de cardápios. BETO CARRERO WORLD Localização: Penha (SC), a 7 km do Balneário Camboriú Endereço: Rua Inácio Francisco de Souza, 1.597, Praia da Armação Informações para o público: (47) 3261-2222 e www.betocarreroworld.com.br

Maceió é um paraíso.

Descubra o que os Hotéis Ritz podem fazer por você.

HOTEL RITZ LAGOA DA ANTA Conheça todo o charme e elegância do conceituado hotel Ritz Lagoa da Anta. Com localização privilegiada à beira mar da praia Lagoa da Anta. Andares temáticos, gastronomia internacional, Ritz Spa e uma completa estrutura para lazer e eventos.

HOTEL RITZ SUITES O mais novo hotel Ritz em Maceió. Com vista para a Praia Lagoa da Anta, possui moderna arquitetura, quartos projetados para família, lua de mel e executivos, além de um serviço personalizado-express. Tarifas econômicas com qualidade Ritz.

Reservas e informações: 55 (82) 2121.4000 reservas@ritzlagoadaanta.com.br

Reservas e informações: 55 (82) 3312.2000 reservas@ritzsuites.com.br

Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 546 Praia Lagoa da Anta CEP: 57038-230 Maceió - Alagoas - Brasil

Av. Brigadeiro Eduardo Gomes, 125 Praia Lagoa da Anta CEP: 57038-380 Maceió - Alagoas - Brasil

www.ritzlagoadaanta.com.br

OPERADORA HOTELEIRA RITZ

www.ritzsuites.com.br


Equipamentos e roupas em materiais especiais facilitam a vida do turista nas estações de esqui

consumo

MALA DE

SV ABRIL/maIO 2013

consumo

I

70

INVERNO

nvestir em roupas e equipamentos adequados é procedimento essencial para quem planeja praticar esportes de neve nos centros invernais da Argentina e do Chile. Para não sofrer com as baixas temperaturas, os turistas menos aventureiros, que viajam apenas para contemplar a beleza das paisagens, também precisam ter certos cuidados para arrumar a mala.

Adaptações não ajudam nessa hora, e as malhas brasileiras quase nunca são suficientes para aplacar o frio registrado em julho nos territórios vizinhos. Vestir uma peça por cima da outra, por exemplo, pode dificultar os movimentos e atrapalhar o desempenho durante a prática esportiva.

ROUPAS: ALUGAR OU COMPRAR?

das estações, os turistas podem adquirir souvenires e algum item que tenham se esquecido de levar.

A decisão vai depender da escolha do cliente, que pode optar por economizar ou por ter mais independência. Alugar sai mais barato, ajuda a deixar a mala mais leve e vale a pena especialmente para quem faz esse tipo de viagem pela primeira vez. Comprar as peças é prático e atende a gostos individuais por uma cor ou por um modelo específico. Entretanto, para investir em peças que não serão usadas no Brasil, é preciso ter certeza de que a dose se repetirá outras vezes.

Inclua na mala camisetas, ceroulas e blusas de algodão para usar por baixo da roupa de esqui. O material absorve a transpiração e oferece conforto em contato direto com a pele. Evite fazer muitas sobreposições para facilitar os movimentos e diminuir o calor durante o esporte.

De qualquer maneira, a dica é resolver esse assunto antes de chegar ao destino final. Vale lembrar que quanto mais perto se está da pista de esqui, mais alto é o preço praticado pelo comércio. Nas charmosas lojinhas

Sobretudos ou casacos mais pesados, cachecóis e malhas de lã são boas pedidas para os passeios noturnos. Para garantir o conforto térmico, leve pelo menos uma jaqueta ou casaco produzido com material impermeável e corta-vento. Reserve espaço na mala também para sapatos impermeáveis, meias quentinhas, luvas e gorros que protejam a cabeça e as orelhas.


Bariloche/Argentina As lojas dos centros de esqui são as melhores opções para alugar equipamentos, por uma questão prática. Os itens costumam ser bastante pesados, o que pode complicar o transporte, dependendo da distância até a estação. O esqui requer botas especiais, duas tábuas com fixação para os calçados e dois bastões. Além de uma dose extra de equilíbrio, a prática do snowboard exige um par de botas especiais, uma prancha com fixação para o calçado e bindings (presilhas para prender as botas). Há vários modelos disponíveis para locação, mas a escolha não se baseia apenas em questões estéticas. Os vendedores ajudam na decisão, tomando como ponto de partida a idade, o peso e a altura do esportista. O grau de instrução no esporte e os objetivos também são levados em conta nesse momento. Ou seja, o equipamento de quem está começando é diferente dos utilizados por esquiadores avançados, e mesmo entre eles há diferenças, dependendo de suas prioridades. Quem busca por velocidade leva um tipo, quem prefere garantir agilidade nas manobras leva outro. Uma boa dica para quem nunca se aventurou pelas pistas é dar um passeio pela neve com as botas para se acostumar ao movimento.

Para evitar lesões nos pés e calcanhares, o calçado fica bem ajustado ao pé, o que pode causar estranheza nos primeiros passos.

SEGURANÇA E DIVERSÃO Além da função básica nos dias de sol, os óculos de esqui protegem os olhos de partículas de gelo, pedras e neve que podem se desprender do chão durante a atividade. Luvas especiais têm reforço de plástico no punho para evitar fraturas. O capacete é equipamento de uso obrigatório para crianças e aos iniciantes no esporte. De uns tempos para cá, o acessório tem adquirido também um caráter recreativo. Vários modelos permitem acoplar filmadoras para registrar os principais momentos da diversão. Protetor labial hidrata e evita rachaduras causadas pelo frio intenso, e o bloqueador solar é item indispensável para evitar queimaduras de pele. Por ser branca, a neve reflete com muita facilidade os raios UV. A inscrição nas escolas de esqui não é obrigatória, mas participar das aulas ajuda a adquirir confiança para as primeiras descidas. Os instrutores são esquiadores experientes e dão muitas dicas práticas aos iniciantes.

71



Hotel Edelweiss

SV ABRIL/MAIO 2013

EQUIPAMENTOS

Para reservas de no mínimo 03 noites, o hotel oferecerá um crédito de USD 40 para que os hóspedes desfrutem os serviços oferecidos pelo hotel. O crédito é por reserva, não cumulativo, não reembolsável e não pode ser trocado por dinheiro. A promoção é válida para reservas com período de hospedagem de 20/03/2013 a 21/06/2013 e 01/09/2013 e 28/02/2014. * Promoção válida aPenas Para reservas com código Promocional TrendcrediT.

Diárias a partir de:

SGL/DBL USD

148

(incluem café da manhã)

,00

ITENS INDISPENSÁVEIS PARA ESPORTISTAS CALÇA E CASACO IMPERMEÁVEL ROUPAS DE ALGODÃO ÓCULOS SOLARES PROTETOR SOLAR

O hotel está no centro da cidade, a uma quadra do Lago Nahuel Huapi e da área comercial de Bariloche.

PROTETOR LABIAL CALÇADOS REVESTIDOS E IMPERMEABILIZADOS MEIAS E LUVAS GORRO COM PROTETOR DE ORELHAS

Reservas Internacionais:

55 11 3041.7501 I 0800 773 7557 www.trendoperadora.com.br Tarifas sujeitas à disponibilidade e a variações de acordo com o período da reserva.


Agenda

ABRIL/MAIO 2013 DATAS E EVENTOS IMPORTANTES

21.abril

Tiradentes

22.abril

Dia do agente de viagens

24.abril

Evento de lançamento do Diretório Trend 2013 (São Paulo - SP)

25.abril

Evento de lançamento do Diretório Trend 2013 (Rio de Janeiro - RJ)

28.abril

Dia do cartão-postal

01.maio

Dia do trabalho

10.maio

Dia do guia de turismo

12.maio

Dia das mães

18.maio

Dia internacional dos museus

30.maio

Corpus Christi

31.maio

Dia do comissário de bordo

SV ABRIL/maIO 2013

Agenda

72

04.abril

Marília (SP)

08.abril

Cuiabá (MT)

13.abril Fortaleza

Shutterstock

ANIVERSÁRIOS DE CIDADES

(CE)

21.abril Brasília

(DF)

20.maio Palmas

(TO)

Brasília (DF)


FEIRAS E EVENTOS SOBRE TURISMO

04.abril 6º Encontro Comercial Braztoa 08 a 09.abril ILMT Africa 08 a 10.abril WTTC Global Summit 09 a 11.abril China Outbound Travel & Tourism Market 10 e 11.abril 4º Encontro Comercial UGART 10 a 14.abril BNTM e Salão de Turismo da Bahia 16 a 19.abril Travel Week 18.abril 24º Centro-Oeste Tur 23 a 25.abril 39º Encontro Comercial Braztoa 23 a 25.abril WTM Latin America 26 a 30.abril Australian Tourism Exchange 01 a 05.maio Adventure Sports Fair 05 a 07.maio 39º GTM - Germany Travel Mart 06 a 09.maio Arabian Travel Market 06 a 10.maio Workshop Hotelbeds 07 a 10.maio Equipotel Nordeste 11 a 13.maio Indaba 12 a 15.maio Rendez-vous Canada 13 a 16.maio Visit USA ) 17 e 18.maio Aviestur 21 a 23.maio Imex 22 e 23.maio EBS - Evento Business Show 24 e 25.maio 19ª BNT Mercosul 25.maio Fórum Costa Brava

(Rio de Janeiro - RJ) TREND no estande 02

(Cidade do Cabo - África do Sul)

(Abu Dhabi - Emirados Árabes)

(Porto Alegre - RS) TREND no estande 01

Arquivo TREND

(Beijing - China)

(Salvador - BA)

73 SV ABRIL/MAIO 2013

ABRIL/MAio 2013

(São Paulo - SP)

(Goiânia - GO)

(São Paulo - SP)

(São Paulo - SP)

(Sidney - Austrália)

(São Paulo - SP)

(Stuttgart - Alemanha)

(Dubai - Emirados Árabes)

(Playa Del Carmen - México)

(Recife - PE)

(Durban - África do Sul)

(Ottawa - Canadá)

(São Paulo - SP, e Rio de Janeiro - RJ

(Holambra - SP) TREND no estande 01

(Frankfurt - Alemanha)

(São Paulo - SP)

(Penha - SC)

(Campinas - SP)

AVIESTUR 2012


SAUDE

SINAL DE PERIGO Q

SV ABRIL/maIO 2013

SAUDE

uem planeja férias costuma contar os minutos até estar no destino escolhido e desfrutar o que ele oferece. Se a viagem é para um lugar diferente, então, a emoção é dupla — e vem sempre carregada de uma dose de ansiedade. Todas as etapas são festejadas, da pesquisa à arrumação da mala, até que chega a hora. Na torcida para que tudo dê certo, o viajante vai se familiarizando com as novas paisagens enquanto se dirige ao hotel.

74

A paisagem vista de cima da montanha onde fica o charmoso estabelecimento é espetacular, entretanto toda essa beleza já não alegra o visitante. Cada passo vem acompanhado de uma sensação estranha que combina tontura, dor de cabeça e uma leve dificuldade para respirar. Quem já passou por essa situação sabe identificar facilmente: são os primeiros sintomas do mal de altitude, condição que acomete parte dos turistas que viajam para lugares que estão a mais de 2,5 mil metros acima do nível do mar.

Também conhecida como doença de montanha ou soroche, o distúrbio é causado pela diminuição do nível de oxigênio no organismo e pode ser sentido apenas algumas horas após o desembarque. Isso acontece porque a pressão do ar é inversamente proporcional à altitude, ou seja, quanto mais se sobe, mais leve é o ar. E maiores são as dificuldades para respirar.

O QUE FAZER? “A primeira reação da pessoa que sente falta de ar é começar a respirar mais depressa para compensar a oxigenação”, explica Ricardo Pereira Igreja, médico infectologista e membro do Centro de Informação em Saúde para Viajantes (Cives), órgão ligado à Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ). O problema é que o método tem um efeito colateral considerável: também aumenta a liberação de gás carbônico, o que pode causar desequilíbrio interno. “É uma solução paliativa que só funciona inicialmente”, adverte.

PRINCIPAIS SINTOMAS • Dor de cabeça • Tontura • Náusea • Dificuldade para respirar • Confusão mental • Falta de coordenação motora

COMO EVITAR • Andar sempre devagar • Fazer a ascensão de maneira gradual • Reservar o primeiro dia para descansar • Ingerir bastante líquido • Evitar bebidas alcoólicas


SOFRER DO MAL DE ALTITUDE NÃO QUER DIZER QUE É PRECISO RISCAR DO SEU MAPA DE VIAGENS TODOS OS DESTINOS QUE ESTÃO EM ALTITUDES ELEVADAS

Há turistas que passam ilesos à condição, outros podem sofrer sintomas adicionais, como náusea e falta de coordenação motora. A indicação médica para quem faz parte do segundo grupo é bastante simples: repousar, hidratar-se e evitar o esforço físico exagerado nos dois primeiros dias. Com o tempo, o organismo se acostuma à nova condição e começa a produzir mais glóbulos vermelhos — responsáveis por levar o oxigênio do sangue aos tecidos —, o que faz os sintomas desaparecerem. É vital seguir essa receita, pois um eventual agravamento da situação pode acarretar problemas mais sérios, como edema pulmonar e cerebral. Quem se encontra em boa forma física larga na frente, mas não está livre do mal de altitude, como provam alguns dos jogadores de futebol que disputam partidas em La Paz, na Bolívia, a quase 4 mil metros de altitude. Mas atenção: sofrer do mal de altitude não quer dizer que o turista deve riscar

do seu mapa de viagens todos os destinos que estão acima dos 2,5 mil metros. Isso significaria desprezar praticamente todas as estações de esqui, charmosos centros de montanhas e locais populares como a peruana Machu Picchu e o Tibete, na Ásia. A dica é fazer uma ascensão gradual, pois os sintomas podem se agravar quando a subida é muito rápida. Se o destino final é uma cidade em altitude muito elevada, aconselhe seu cliente a incluir no roteiro dois dias em um destino de altitude intermediária para se aclimatar. Remédios alopáticos e fitoterápicos podem ser indicados àqueles que não têm tempo a perder, como os viajantes corporativos.

ENSINE SEUS CLIENTES A IDENTIFICAR OS SINTOMAS DO MAL DE ALTITUDE, CONDIÇÃO QUE ACOMETE TURISTAS EM LOCAIS ACIMA DE 2,5 MIL METROS

Dr. Ricardo Pereira Igreja é médico infectologista, docente da Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e membro do Centro de Informação em Saúde para Viajantes (Cives) do Departamento de Medicina Preventiva da UFRJ. E-mail: rpigreja@cives.ufrj.br

SV ABRIL/MAIO 2013

75 Fotos: Shutterstock


TREND no WTTC Global Summit Único associado do World Travel & Tourism Council na América Latina, Luis Paulo LUPPA, Presidente da TREND Operadora, viajou para Abu Dhabi para participar do 13º WTTC Global Summit, evento promovido anualmente pela entidade. Trata-se de um dos encontros mais influentes do mundo, reunindo os mais importantes líderes em torno de debates e na busca por soluções para o desenvolvimento da indústria do turismo. Além de assistir aos debates, LUPPA aproveitou a ocasião para rever velhos amigos, fazer networking e conhecer parte dos atrativos dos Emirados Árabes. A cada ano, um país diferente sedia a reunião e mostra parte de sua oferta aos participantes, grandes formadores de opinião do mercado turístico. A ideia do Presidente da TREND é trazer esse evento para o Brasil em 2015, conforme desejo expresso publicamente em um coquetel que reuniu executivos do segmento de turismo na capital paulista, em 19 de março, e contou com a presença do Presidente do WTTC, David Scowsill.

Fotos: Mercado&Eventos

Confira fotos do coquetel da TREND em São Paulo e da participação de LUPPA no 13º WTTC Global Summit.

SV ABRIL/maIO 2013

ESPACO TREND

Cerca de mil líderes participaram da programação em Abu Dhabi e dos passeios pela REGIãO. Acima, o presidente da TREND com Marcelo Rehder e Luciane Leite (SPTuris); LUPPA e David Scowsill, presidente do WTTC, no coquetel em São Paulo; em Dubai, com Satheesh V. M. (Sharaftours); e no deserto, em companhia de Roy Taylor e Rosa Masgrau (Mercado&Eventos). Abaixo, LUPPA chega ao Emirates Palace Hotel para o jantar de gala do evento

76

ABOUT A THOUSAND LEADERS ATTENDED THE PROGRAM IN ABU DHABI AND TOURED THE REGION. ABOVE, THE PRESIDENT OF TREND WITH MARCELO REHDER AND LUCIANE LEITE (SPTURIS); LUPPA AND DAVID SCOWSILL, WTTC PRESIDENT, THE COCKTAIL IN SÃO PAULO, IN DUBAI, WITH SATHEESH V. M. (SHARAFTOURS); AND IN THE DESERT, ACCOMPANIED BY ROY TAYLOR AND ROSA MASGRAU (MERCADO&EVENTOS). BELOW, LUPPA ARRIVES AT THE EMIRATES PALACE HOTEL FOR THE GALA DINNER EVENT

TREND at WTTC Global Summit The only member of the World Travel & Tourism Council in Latin America, Luís Paulo LUPPA, president of TREND Operadora, traveled to Abu Dhabi to attend the 13th WTTC Global Summit, an event arranged annually by the entity. This is one of the world’s most influential meetings, bringing together the most important leaders around debates and in search for solutions to the development of the tourism industry. Besides attending the debates, LUPPA took the opportunity to see old friends, to network and see part of the UAE attractions. Each year a different country hosts the meeting and shows part of its offer to participants, major influencers of the tourist market. The idea of TREND president is bringing this event to Brazil in 2015, as desire publicly expressed for a cocktail party attended by executives of the tourism sector in the state capital of São Paulo, on March 19th and it was attended by the president of the WTTC, David Scowsill. Check the photos of TREND cocktail in São Paulo and of LUPPA´s participation in the 13th WTTC Global Summit.


Divulgação/SPCVB

LUPPA integra Conselho Consultivo do SPCVB

Luppa (primeiro à esquerda) e outros oito executivos do Conselho Consultivo com Juan Pablo de Vera (no canto, à direita), presidente do Conselho de Administração do SPCVB LUPPA (FIRST LEFT) AND EIGHT OTHER ADVISORY BOARD EXECUTIVES WITH JUAN PABLO DE VERA (FAR RIGHT), PRESIDENT OF THE BOARD OF SPCVB

O SPCVB é uma entidade sem fins lucrativos, com mais de 600 associados, que busca ampliar o volume de negócios, o mercado de consumo na cidade, o fluxo de visitantes e seu tempo de

permanência na cidade. Também atua na captação, geração e incremento de eventos, realiza projetos e capacitações que visam melhorar a qualidade do atendimento prestado aos visitantes de negócios e lazer. Além de LUPPA, mais 11 importantes executivos fazem parte do Conselho Consultivo, após aceitarem o convite do Presidente do Conselho de Administração, Juan Pablo de Vera. Juntos, os Conselhos têm a função de apresentar sugestões, participar de ações, assessorar projetos institucionais e auxiliar nas atividades de marketing.

TREND lança escritório gourmet em São Paulo O mais novo empreendimento da TREND é um escritório informal com bar, mesas, salas de reunião, garçom e recepcionista, perfeito para eventos de relacionamento. Localizado em Pinheiros, tem em seu cardápio sete tipos de cerveja do mundo todo e cinco tipos de vinho. Mais que um endereço bem localizado para a operadora receber seus clientes, o escritório gourmet é um espaço que celebra importantes parcerias conquistadas pela TREND. Seu lançamento oficial será em setembro, durante a ABAV 2013, em São Paulo.

Luppa takes part of the SPCVB Advisory Council The CEO of TREND Operator, Luis Paulo Luppa, became one of the members of the Advisory Board of São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB), in a ceremony that the direction of the Board of Directors for the biennium 2013-2014 also swore in. On occasion a cocktail was offered to approximately 200 guests at the Cinemateca Brasileira, on February 4th. The SPCVB is a nonprofit organization with over 600 members looking to increase the volume of business, the consumer market in the city, the visitors flow and their time of staying in the city. It also acts on the uptake, increase and generation of events, conducts projects and training to improve the quality of service provided to business and leisure visitors. Besides Luppa, eleven other top executives are part of the Advisory Council, after accepting an invitation from the President of the Board, Juan Pablo de Vera. Together, the councils have the responsibility to make suggestions, participate in activities, advising institutional projects and assist in marketing activities.

Fotos: Arquivo TREND

O Diretor-presidente da TREND Operadora, Luis Paulo LUPPA, tornou-se um dos integrantes do Conselho Consultivo do São Paulo Convention & Visitors Bureau (SPCVB), em cerimônia que também empossou a diretoria do Conselho de Administração para o biênio 2013-2014. Na ocasião, foi oferecido um coquetel para aproximadamente 200 convidados, na Cinemateca Brasileira, em 4 de fevereiro.

TREND launches its gourmet office in São Paulo The newest venture of TREND is an informal office with bar, tables, meeting rooms, waiter and receptionist, perfect for networking events. Located in Pinheiros, it offers on its menu seven types of beer from around the world and five types of wine. More than

one well located address for the operator to receive its customers, the office is a gourmet space that celebrates important partnerships acquired by TREND. Its official opening will be in September, during ABAV 2013 in São Paulo.

SV ABRIL/MAIO 2013

77


Fotos: Arquivo TREND

Acima, da esquerda para a direita, Daniel Santos, Izabela e Kleber Rego, do Hotel Porto SuÍtes em natal, George Gosson, do Holiday inn Natal; Maurinho Vasconcelos, diretor comercial do Hotel Ponta Verde Maceió, Daniel Santos, Gabriella Cavalheiro; Dogoberto Silva, da rede Luzeiros; convidados são recepcionados pela equipe da trend; Carlos Brandão e Anna Paula Bezerra, dos Hotéis Seara de Fortaleza, com Gabriella Cavalheiro ABOVE, FROM LEFT TO RIGHT, DANIEL SANOS, IZABELA AND KLEBER REGO, FROM HOTEL PORTO SUITES IN NATAL, GEORGE GOSSON, FROM HOLIDAY INN NATAL; MAURINHO VASCONCELOS, COMMERCIAL DIRECTOR OF THE HOTEL PONTA VERDE MACEIÓ, DANIEL SANTOS, GABRIELLA CAVALHEIRO; DOGOBERTO SILVA, FROM REDE LUZEIROS. THE GUESTS ARE GREETED BY THE STAFF OF TREND; CARLOS BRANDÃO AND ANNA PAULA BEZERRA, FROM THE HOTÉIS SEARA DE FORTALEZA WITH GABRIELLA CAVALHEIRO

Coquetel aproxima parceiros

Taking advantage of the new space, TREND held on February 19th, a cocktail that was attended by hotel professionals and rental car companies, mainly from the North, Northeast and South area. The fruitful moment was crowned with the words of Daniel Santos, vice president of TREND commercial; emphasizing that partnership is the key word of the Operator. He also said that the company’s remarkable growth was only possible with the massive contribution of its employees.

SV ABRIL/maIO 2013

ESPACO TREND

Aproveitando o novo espaço, a TREND realizou, em 19 de fevereiro, um coquetel que contou com a presença de profissionais da hotelaria e de locadoras de automóveis, principalmente das regiões Norte, Nordeste e Sul. O proveitoso momento foi coroado com as palavras de Daniel Santos, Vice-presidente Comercial da TREND, enfatizando que parceria é a palavrachave da Operadora. Ele também afirmou que o notável crescimento da empresa só foi possível com a contribuição massiva dos colaboradores.

Cocktail Approaches partners

78

Acima, da esquerda para a direita, Cleber Ferreira, gerente comercial da Trend Operadora, e Ricardo Kaiser, da Hertz; Mateus Sena e Fred Cavalcante (nas pontas), da regional norte e nordeste da Trend Operadora, Jaime Magalhães e Vladimir Oliveira, do Onda Mar hotel de Recife ABOVE, FROM LEFT TO RIGHT, CLEBER FERREIRA, COMMERCIAL MANAGER OF TREND OPERADORA AND RICARDO KAISER OF HERTZ; MATEUS SENA AND FRED CAVALCANTE (AT THE TIPS), FROM THE NORTH AND NORTHEAST REGIONAL TREND OPERATOR, JAIME MAGALHÃES AND VLADIMIR OLIVEIRA, FROM THE ONDA MAR HOTEL DE RECIFE


Arquivo TREND

Daniel Santos is elected vice-president of Skal SP

Daniel Santos, Patrícia Sevilha e Aristides Cury durante a eleição para a nova diretoria DANIEL SANTOS, PATRÍCIA SEVILHA E ARISTIDES CURY DURING THE ELECTION FOR THE NEW BOARD

Daniel Santos é eleito Vice-presidente do Skal SP Daniel Santos, Vice-presidente Comercial da TREND, agora faz parte da diretoria do Skal São Paulo, onde ocupa a função de 1º Vice-presidente. A organização, cuja sede é na Espanha, tem o objetivo de promover o turismo local, nacional e mundial desde 1932 por meio do relacionamento. Por isso, é considerado o maior networking do segmento turístico. A diretoria da gestão 2013-2015 foi eleita dia 6 de março, na Pizzaria 34, na capital paulista. A missão da entidade é promover encontros entre gestores de indústrias, executivos e associados para discutir e buscar temas de interesse comum. Aristides de La Plata Cury, da Prisma Business, será o novo Presidente, e Patrícia Sevilha, da Chias Marketing, a 2ª Vice-presidente.

Daniel Santos, vice president of TREND commercial, now is member of the board of skal São Paulo, where he is in charge as 1st Vice President. The organization, which headquarters is in Spain, aims to promote tourism locally, nationally and worldwide since 1932, through the relationship. Therefore, it is considered the largest networking tourist segment. The board of management 20132015 was elected on March 6th, at the pizzeria 34, in São Paulo. The mission of the organization is to promote meetings between industry managers, executives and associates to discuss and pursue topics of common interest. Aristides de la Plata Cury, from Prisma Business, will be the new president and Patrícia Sevilha, from Chias marketing, the 2nd Vice President.

Parceria com TREND amplia serviços na versão 3.0 do Reserva Fácil Partnership with TREND broadens services in version 3.0 of Reserva Fácil Reserva Fácil, a major Tourism reservation and content integration systems launched its version 3.0 in February. And TREND, which already made domestic hotel available, now added to Reserva Fácil car rentals and receptive. Another novelty is that the agent can now book air, hotel and car with a single purchase authorization, optimizing the process. Among the new features of Reserva Fácil 3.0 are single sign-in to the portal, the possibility of, besides shopping, making hotel reservations and also the feature to receive alerts when airline reservations are close to expiring. The new web address is www.reservafacil.tur.br.

O Reserva Fácil, um dos principais sistemas de reserva e integração de conteúdo de Turismo, lançou em fevereiro sua versão 3.0. E a TREND, que já disponibilizava hotelaria nacional, agora agregou ao Reserva Fácil aluguel de carros e receptivo. Outra novidade é que o agente pode reservar aéreo, hotel e carro com uma única autorização de compra, otimizando o processo. Dentre as novas funcionalidades do Reserva Fácil 3.0 estão o login único para o portal, a possibilidade de, além de compras, fazer reservas em hotéis e receber avisos quando as reservas aéreas estão próximas de expirar. O novo endereço de acesso é www.reservafacil.tur.br.

SV ABRIL/MAIO 2013

79


Fotos: Arquivo TREND

14º Workshop Trend 2012, em Atibaia, São Paulo, com show do paralamas do sucesso 14th TREND WORKSHOP 2012 IN ATIBAIA, SÃO PAULO, WITH THE SHOW OF PARALAMAS DO SUCESSO

SV ABRIL/maIO 2013

ESPACO TREND

15º Workshop TREND propõe brinde à amizade

80

Este ano o Workshop TREND será mais que especial! Além do novo espaço, o Centro de Exposições e Convenções Expo Center Norte, na capital paulista, o tema do evento prestará uma homenagem aos parceiros que a TREND conquistou em mais de duas décadas de dedicação ao Turismo. E qual é a melhor maneira de apreciar os amigos? Reunindo todos em volta de uma mesa, compartilhando momentos de descontração, cercados de aperitivos e brindando a amizade com uma boa cerveja!

encerramento, que este ano promete superar as expectativas, as novidades do 15º Workshop TREND são o formato dos estantes, a ampliação da ala internacional e, claro, o Bar Amigos da TREND, com um open bar digno dos mais tradicionais botequins da boemia paulistana. O cardápio terá petiscos dos mais variados, como torresmo, bolinho de bacalhau, caldinho de feijão, batata frita, e o chope geladíssimo enchendo as canecas, que serão distribuídas como brindes.

Essa é a ideia do 15º Workshop TREND: combinar a atmosfera mítica do boteco, que faz parte da cultura brasileira, ao evento que promove o encontro de todo o trade turístico. Além da programação e dos serviços de qualidade que o Workshop TREND sempre disponibiliza, como treinamentos, palestras, visitas aos estandes, Rádio TREND, mezanino interativo e o tão esperado show de

E já que na TREND, além de excelentes negócios, também se faz amigos, foi pensando neles que o 15º Workshop TREND foi marcado para 3 de setembro, um dia antes da 41ª Feira de Turismo das Américas, promovida pela Abav, garantindo conforto e economia para quem se desloca para participar dos dois eventos. Afinal, amizade também é com agente!

15th TREND Workshop proposes toast to friendship This year’s TREND Workshop will be more than special! In addition to the new space, the Convention and Exhibition Center Expo Center Norte, in São Paulo, the theme of the event will pay tribute to partners that TREND has acquired in more than two decades of dedication to tourism. And what is the best way to enjoying friends? Gathering everyone around a table, sharing moments of relaxation, surrounded by appetizers and toasting friendship with a good beer! That’s the idea of the 15th TREND Workshop: combining mythical atmosphere of the bar, which is part of Brazilian culture, to the event that promotes the meeting of all the tourist trade. Besides the programming and quality services that TREND Workshop always makes available, like trainings, lectures, visits to the booths, Radio Trend, interactive mezzanine and the much expected closing show, which this year promises to exceed expectations, the news of the 15th TREND Workshop is the shape of the shelves, the expansion of the international wing and of course the Bar Friends of TREND, with an open bar worthy of the most traditional taverns of bohemia from São Paulo. The menu has a variety of snacks such as fried bacon, codfish meatballs, bean soup, fries, and below freezing beer filling the mugs, which will be distributed as gifts. And once at Trend, besides excellent business, we also make friends, and it was thinking of them that the 15th TREND Workshop was scheduled for September 3rd, a day before the 41st Tourism Fair of the Americas (Feira de Turismo das Américas), promoted by Abav, ensuring comfort and economy for those traveling to attend both events. After all, friendship is also with us!


April is the month of Diretório TREND 2013!

Arquivo TREND

A mandatory consultation item between agents, this year’s Diretório da TREND will be distributed to the thousands of travel agencies worldwide. With information on fares, conditions and product offering, whether corporate or leisure events, the publication covers both domestic and international hotels, resorts, car rental, tourism fairs, receptive, travel insurance, all available 24 hours a day, online or by phone.

Abril é o mês do Diretório TREND 2013! Item de consulta obrigatória entre os agentes, este ano o Diretório da TREND será distribuído para milhares de agências de viagem em todo o mundo. Com informações sobre tarifas, condições e oferta de produtos, seja corporativo, de lazer ou para eventos, a publicação contempla tanto hotéis nacionais quanto internacionais, além de resorts, locação de carros, feiras de turismo, receptivos, seguro-viagem, tudo isso disponível 24 horas por dia, pela internet ou pelo telefone.

The main novelty of Diretório 2013 is the horizontal format that ensures modernity and practicality; it favors the display of images and information. Its online version is adapted for mobile, providing excellent viewing quality for those using smartphones and tablets, in tune with technological trends.

A principal novidade do Diretório 2013 é o formato horizontal, que garante modernidade e praticidade, pois favorece a exposição das imagens e informações. Sua versão online está adaptada para mobile, assegurando excelente qualidade de visualização para quem usa smartphones e tablets, em total sintonia com as tendências tecnológicas.

TREND confirms presence at important international tourism fairs The world is too small for the largest firm specialized in tourism in the country! Thinking about it, TREND confirmed presence in the major international tourism fairs to contact new partners, to meet old friends and to bring the global key trends to Brazil. Check out the events that TREND will participate in next three months:

TREND confirma presença em importantes feiras internacionais de turismo O mundo é muito pequeno para a maior empresa especializada em Turismo do país! Pensando nisso, a TREND confirmou presença nas mais importantes feiras internacionais de turismo para contatar novos parceiros, rever os amigos e trazer as principais tendências mundiais para o Brasil. Confira os eventos que a TREND participará nos próximos meses: FEIRA /FAIR

DATA /DATE

LOCAL /PLACE

Workshop Best Western

5 a 8 de maio /May 5

Arabian Travel Market

6 a 9 de maio /May 6

Workshop Hotelbeds America

6 a 10 de maio /May 6th to 10th

Playa del Carmen (México) /Mexico

Pow Wow

8 a 12 de junho /June 8

Las Vegas (Estados Unidos) /United States

th

Miami (Estados Unidos) /United States

to 8

th

th

Dubai (Emirados Árabes) /UAE

to 9

th

th

to 12

th

SV ABRIL/MAIO 2013

81


Revista Segue Viagem Edicao 16  

Revista Segue Viagem Edicao 16

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you