Issuu on Google+

Projecto Clov vai iniciar produção em 2014 - Economia - Angola Press - ANGOP

Page 1 sur 2

www.portalangop.co.ao

Página InicialNotíciasDesportoInformaçõesServiçosMultimédia Página Inicial » Notícias » Economia

25 Novembro de 2013 | 01h39 - Actualizado em 25 Novembro de 2013 | 08h32

Projecto Clov vai iniciar produção em 2014 Luanda -O Projecto CLOV (Cravo, Lírio, Orquídea e Violeta) quarta iniciativa de águas profundas no Bloco 17 , na bacia do baixo Congo, operado pela Total, vai dar início à sua produção no final do segundo semestre de 2014, permitindo o aumento para cerca de 800 mil barris/dia em relação aos 600 mil barris/dia actuais.

JEAN MICHE LAVERGNE - DIRECTOR GERAL DA TOTAL FOTO: FMIUDO

A informação foi prestada domingo aos jornalistas pelo director da Total, Jean-Michel Lavergne, em Porto Amboím, Kwanza Sul, tendo informado que o CLOV chegou ao país há duas semanas e no mês de Janeiro de 2014 será transferido para o BLOCO 17. Em relação ao custo global do projecto, sublinhou que o mesmo está avaliado em cerca de 800 biliões de Kwanzas e vai permitir criar 240 postos de trabalho, podendo este número vir a aumentar. Entretanto, Jean–Michel informou que a concessionaria está a abrir uma outra fase que vai permitir a abertura de reservatórios marginais . Em relação à bacia do Kwanza, adiantou que “ é uma bacia nova. Os trabalhos vão arrancar em 2014 e vamos perfurar 600 mil metros abaixo ”, disse. Nesta bacia, a Total é operadora de dois blocos (25 e 40) e associada no bloco 39. Informou que um programa de pesquisa está em curso nesta bacia e que a perfuração dos primeiros poços está prevista para 2014. Interrogado sobre o custo de um poço, sublinhou que o mesmo está a volta de 12 biliões de Kwanzas, adiantando que “isto faz parte dos riscos da indústria”. Entretanto, o responsável informou que a Total já está a trabalhar no novo projecto“kaombo, no Bloco 32 no offshore ultra profundo da bacia do baixo Congo ”, tendo ainda dado a conhecer que treze descobertas confirmaram o potencial deste bloco e estudos de avaliação económica estão em curso. A produção está prevista para 2016. ” São projectos de longo prazo e é muito ambicioso.”, referiu. Informou que a concessionário possui um projecto avaliado em cerca de 400 milhões de Kwanzas para a reabilitação do mercado de peixe da província do Porto Amboim. O projecto CLOV lançado em Agosto de 2010 engloba no seu desenvolvimento quatro campos (Cravo, Lírio, Orquídea e Violeta que se encontram a 140 km a noroeste de Luanda, a uma profundidade de até mil e 400 metros e com uma área conjunta de exploração de 381 km quadrados).

http://www.portalangop.co.ao/angola/pt_pt/noticias/economia/2013/10/48/Projecto-Cl... 05/12/2013


Projecto Clov vai iniciar produção em 2014 - Economia - Angola Press - ANGOP

Page 2 sur 2

No desenvolvimento do seus campos espera-se que na totalidade se produza cerca de 505 milhões de barris de petróleo ao longo de 20 anos. A unidade flutuante de produção armazenamento e descarga (FPSO) Clove, através de sistema único de processamento e armazenamento, vai produzir o petróleo de reservatório Oligocenico de alta qualidade e o Miocenico de qualidade inferior. O Clov vai necessitar de 34 poços submarinos que serão conectados ao Fpso Clov com uma capacidade de produção de 160 mil barris de petróleo/dia e uma capacidade de armazenamento de 1,78 milhões de barris. O Clov é um empreendimento baseado numa Unidade flutuante de produção, armazenamento e descarga (FPSO). O gás associado será encaminhado para a costa para uma usina de Gás Natural Liquefeito (LNG) , sendo a água produzida reijeitada para manter a pressão da jazida. O plano completo de desenvolvimento do Clov utiliza tecnologias que já se provaram eficazes no Girassol, Dália e Pazflor. Em relação ao primeiro Barco ou Unidade flutuante de produção , armazenamento e descarga (FPSO), atracado em Angola, informou que, pela primeira vez, uma parte importante do fabrico , montagem e integração do barco foi construída em Angola. Desta, destaca-se o modulo de tratamento de água com 2 mil 300 toneladas. O estaleiro naval do Porto Amboim é o resultado da Joint venture entre A Sonangol a SBM e a DSME em resposta a necessidade de desenvolver a Zona do Kwanza Sul e os recurso que possam atender às necessidades da indústria petrolífera. A Total é actualmente o primeiro produtor em Angola com cerca de 600 mil barri/dia e o maior operador petrolífero contando com seis blocos operados e cinco não operados.

NOTÍCIAS

PROVÍNCIAS

INFORMAÇÕES

SERVIÇOS

MULTIMÉDIA

EDITORIAS

Bengo

SOBRE ANGOLA

PUBLICIDADE

Fotos

Minuto a Minuto

Benguela

O País

Anuncie na Angop

TV Angop

África

Bié

História

Estatísticas de

Rádio Angop

Ambiente

Cabinda

Constituição

Acesso

Ciência e Tecnologia

Cunene

Economia

Contacto Comercial

Economia

Huambo

Governo

Educação

Huíla

Símbolos Oficiais e

Internacional

Kuando Kubango

Culturais

Política

Kuanza Norte

Invista em Angola

Reconstrução Nacional

Kuanza Sul

Saúde

Luanda

Sociedade

Lunda Norte

Lazer e Cultura

Lunda Sul

Transporte

Malanje

Turismo

Moxico

Conteúdo Central do Assinante

SOBRE ANGOP

Banco de Imagens

A Agência

Feed de Notícias

História

(RSS)

Serviços

Versão Mobile

Clientes

Newsletter

Fale Conosco

Zaire

Efemérides

Produção de

Administração

Uíge

Discursos do Presidente

PRODUTOS

Conselho de

Namibe ESPECIAIS

ÓRGÃOS PÚBLICOS

MINISTÉRIO DA COMUNICAÇÃO SOCIAL

O Ministério Lei de Imprensa Regulamentos

Facebook

Seja nosso amigo Twitter

Siga nossas notícias Youtube

Assista a nossos vídeos Newsletter

Receba em seu email RSS

Receba no seu programa favorito

Anuncie

Versão Mobile

Copyright 2000-2013, ANGOP - Agência Angola Press

http://www.portalangop.co.ao/angola/pt_pt/noticias/economia/2013/10/48/Projecto-Cl... 05/12/2013


Projecto Clov vai iniciar produção em 2014