Issuu on Google+

SELEÇÃO DE BOLSISTAS Pesquisa e Extensão O programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha seleciona 2 (dois) bolsistas, sendo um para o projeto de extensão “Agência de Comunicação Solidária no Vale do Jequitinhonha” e outro para o projeto de pesquisa “Da tutela ao empoderamento: Comunicação e Mobilização Social de Públicos Juvenis no médio Vale do Jequitinhonha”). A duração das bolsas (no valor de R$360,00) é de um ano (para início imediato e com possibilidade de renovação). Critérios: a. Ser estudante de graduação do curso de Comunicação Social, preferencialmente nas áreas de Relações Públicas ou Jornalismo. b. Disponibilidade de 20 horas semanais. c. Disponibilidade para viagens eventuais ao Vale do Jequitinhonha. Interessados devem enviar curriculum vitae e histórico (ou extrato) escolar, com telefones e e-mail de contato, para o e-mail simeone@fafich.ufmg.br até o dia 03/02. Os selecionados serão chamados para entrevista em data a ser agendada pelo professor. • Projeto de extensão Agência de Comunicação Solidária no Vale do Jequitinhonha (ACS-Jequi) A Agência de Comunicação Solidária promove diversas ações de comunicação, realizadas em atendimento a coletivos populares, a movimentos sociais e especialmente a eventos de cultura popular em municípios do Vale. O projeto capacita os próprios atores locais, por meio de oficinas e ações conjuntas, com ênfase no público jovem, de forma a estimular o planejamento e promoção autônoma de ações de comunicação. Entre essas ações se destacam as demandas das Assessorias de Comunicação Colaborativas, especialmente para o FESTIVALE (Festival de Cultura Popular do Vale do Jequitinhonha, o FESTEJE – Festival de Teatro do Vale do Jequitinhonha e o Festival de Teatro Programa Polo de Integração da UFMG no Vale do Jequitinhonha Av. Antônio Carlos, 6627 - 6º andar - Reitoria - CEP: 31.270-010 - Pampulha - Belo Horizonte MG - Brasil Fone (31) 3409-4067 - Fax: (31) 3409-4068 - www.ufmg.br/polojequitinhonha


K-iau em Cena. Em 2012, o principal e mais extenso projeto é o de Assessoria Colaborativa para as comemorações dos 50 anos da cidade de Itaobim. O projeto é realizado em parceria com entidades e grupos comunitários do próprio Vale, com a Associação Imagem Comunitária (AIC), de Belo Horizonte e com a Prefeitura Municipal de Itaobim. As ações baseiam-se em princípios teóricometodológicos que vêm sendo desenvolvidos pela UFMG na área da Comunicação para Mobilização Social. Mais informações falar com Gáudio Bassoli – (31)8813-6243, Isabella Reges(31) 9657-9193 ou Conrado Moreira (32)9909-7777 ou consultar os sites do LARP (www.fafich.ufmg.br/larp) e do Programa Polo Jequitinhonha (www.ufmg.br/polojequitinhonha). • Projeto de pesquisa “Da tutela ao empoderamento: Comunicação e Mobilização Social de Públicos Juvenis no médio Vale do Jequitinhonha” O projeto busca investigar em que condições coletivos juvenis podem se constituir e se expressar autonomamente como públicos e de que maneira são criadas e aproveitadas as possibilidades de expressão e mobilização próprias. Realizará levantamento acerca da formação e mobilização desses coletivos, buscando conhecer quais são e como se constituem as principais causas mobilizadoras de jovens (considerados como a população na faixa de 15 a 24 anos), em que condições de conversação essas causas são coletivizadas, as interações entre coletivos juvenis e destes com outros públicos e ainda os recursos comunicacionais e de mídias locais acionados para inserção e afirmação desses jovens na cena pública. Toma por base o entendimento dos processos e estratégias de comunicação para mobilização social, como forma de compreender a formação e movimentação de públicos e o estabelecimento de vínculos entre coletivos mobilizados com outros públicos e com instituições diversas. Problematiza especialmente a participação juvenil em contextos semiurbanos, com características socioeconômicas peculiares. São escolhidas cinco cidades da região do Médio Vale do Jequitinhonha (MG) para o levantamento desses grupos e uma investigação sob a forma de estudos de caso, como forma de evidenciar as condições de passagem da tutela ao empoderamento, ou seja, de uma ação mobilizadora proposta para os jovens à possibilidade de constituição de iniciativas mobilizadoras próprias. O estagiário auxiliará no planejamento e na organização da coleta de dados e também nas atividades de coleta em campo. Mais informações: Prof. Márcio Simeone (simeone@fafich.ufmg.br) e no site do LARP (www.fafich.ufmg.br/larp).


Edital bolsa Polo Jequitinhonha