Issuu on Google+

, ORGANIZAÇÃO ,

PAÍS GANHA NOVOS ESTÁDIOS DE FUTEBOL ANGOLA TEM A OPORTUNIDADE DE DESENVOLVER O FUTEBOL LEOPOLDO BAIO

≥≥ Camarote VIP Revista_CAN2010_FINAL.indd 21

03.11.08 11:37:26


, ORGANIZAÇÃO ,

≥≥ O Engenheiro António Mangueira, Director-Executivo do COCAN, diz que os angolanos sentirão orgulho dos novos estádios m desafio assumido por Angola para or-

U

infra-estruturas nas quatro províncias. Por Des-

ganizar o CAN de 2010 foi a construção

pacho Presidencial foi nomeado um Comité

de quatro novos estádios, nas províncias onde

Organizador, sob supervisão de uma Comissão

serão disputados os jogos: Luanda, Benguela,

Ministerial de Monitorização, presidida pelo

Huíla e Luanda. Em Setembro de 2009, a Con-

Primeiro-ministro.

federação Africana de Futebol realiza, em An-

Os novos palcos para o futebol obedecem

gola, o sorteio para definir os quatro grupos,

aos mais modernos conceitos arquitectónicos

com quatro selecções nacionais cada, e suas

e de funcionalidade de instalações desporti-

respectivas sedes. A Selecção de Angola, na

vas. “Os novos estádios serão o orgulho dos

qualidade de país anfitrião, já tem assegurada

angolanos em geral e de todos os desportistas

a sua presença em Luanda. O Governo garante

em particular.

que, nessa altura, as obras das novas arenas já estarão praticamente concluídas.

22

Para potenciar o desenvolvimento desportivo, o Governo optou pela construção de es-

Ganho o direito de organizar o CAN, o Go-

tádios multifuncionais que, para além dos

verno Angolano colocou em execução o pro-

rectângulos relvados para jogos de futebol,

jecto de construção dos estádios e uma série

possuirão pistas de atletismo e respectivas zo-

de obras de reabilitação e modernização de

nas de saltos e lançamentos.

ANGOLA 2010

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 22

03.11.08 11:37:35


Luanda

NA ZONA DE EXPANSÃO DA CIDADE

O

Estádio de Luanda, na capital do País está a ser erguido no Bairro da Camama

≥≥ Estádio Luanda

pela construtora Shanghai Urban Constrution Group Corporation, constituirá factor de atrac-

acessos especiais para defi-

ção para o desenvolvimento urbano daquela

cientes e vários restaurantes, al-

área da cidade capital, para além de respon-

guns dos quais com vista para o

der a todos os requisitos de funcionalidade,

rectângulo de jogo.

segurança e modernidade exigidos pela FIFA. Com capacidade para receber, confortavel-

Outubro de 2009 constitui um desafio para a conclusão da empreitada.

mente, 50 mil espectadores, o arrojo do Está-

Mais de 800 trabalhadores aplicam-se dia-

dio de Luanda não só se reflecte no seu

riamente no sentido de cumprirem os prazos de

desenho arquitectónico, mas também nos seus

construção daquele que será o maior estádio

três anéis, elevador panorâmico, área VIP, ca-

do CAN 2010 e no qual decorrerão as cerimó-

marote presidencial, tribuna de imprensa,

nias de abertura e encerramento do evento.

MAQUETE DO ESTÁDIO DE LUANDA ≥≥

CAPACIDADE:

50 mil espectadores ≥≥

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 23

ANGOLA 2010

23

03.11.08 11:38:13


, ORGANIZAÇÃO ,

Huíla

SOB O OLHAR DO CRISTO REI

N

a capital da província da Huíla, o novo estádio está a ser construído no bairro Chioco,

≥≥ Estádio do Lubango

emoldurado por uma paisagem de rara beleza de onde se pode ver a imagem do Cristo Rei. Pla-

De acordo com a opi-

neado para 20 mil espectadores, comportando

nião de jornalistas desporti-

também lugares VIP, posições para a imprensa e

vos, a altitude da província da Huíla

acessos especiais para portadores de deficiên-

– com 1.761 metros e um clima tempera-

cias, deve ser concluído em Outubro de 2009.

do, tipo mediterrâneo – vai tornar o estádio

A construtora Sinohydro Corporation Limi-

um dos mais cobiçados do país, pois será pro-

ted na fase actual da empreitada envolve mais

vavelmente um estádio muito solicitado para a

de 1.000 trabalhadores. Os trabalhos de cons-

preparação de equipas que participarão no

trução decorrem a muito bom ritmo, prevendo-

campeonato mundial que se vai disputar na

se a conclusão do nível superior das bancadas

África do Sul em Junho de 2010, portanto seis

em Dezembro de 2008.

meses depois do CAN 2010. MAQUETE DO ESTÁDIO DO LUBANGO ≥≥

CAPACIDADE:

24

ANGOLA 2010

20 mil espectadores ≥≥

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 24

03.11.08 11:38:56


Benguela

NA ROTA DOS CRAQUES

E

m Benguela, o estádio para os jogos do CAN 2010 tem uma localização es-

tratégica, no bairro da Nossa Senhora da

≥≥ Estádio de Benguela

Graça. Esta nova urbanização da cidade de Benguela (Benguela Nova) vai ver assim im-

terá 35 mil lugares, com zonas VIP,

pulsionados os seus programas de desen-

posições para a imprensa e acessos

volvimento. Benguela e Lobito constiruiram

especiais para deficientes.

tradicionalmente

viveiro de grandes cra-

ques do futebol angolano.

Já foi concluída a execução do betão dos dois anéis das bancadas, estando a obra a de-

Seguindo as especificações da FIFA, o es-

correr dentro do cronograma de trabalho. Pre-

tádio terá características semelhantes a de are-

vê-se que, até ao final do ano, seja iniciada a

nas modernas da Europa, palco, com certeza,

montagem das estruturas metálicas, bem como

de bons espectáculos de futebol. Quando es-

a conclusão dos trabalhos de betão nas alas das

tiver pronto, em Outubro de 2009, o estádio

bancadas centrais e laterais.

MAQUETE DO ESTÁDIO DE BENGUELA ≥≥

CAPACIDADE:

35 mil espectadores ≥≥

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 25

ANGOLA 2010

25

03.11.08 11:39:18


, ORGANIZAÇÃO ,

Cabinda

À BRISA DA FLORESTA

L

ocalizado no Bairro Chiazi, o novo estádio da província de Cabinda terá capacidade

para 20 mil espectadores e, além dos equipamentos próprios de uma arena desportiva moderna – posições para a imprensa, lugares VIP e acesso especial para deficientes. Terá em anexo um recinto relvado que servirá para treinos ou jogos das escolas de formação. Com uma arquitectura espacial exterior muito particular, poderá ser um dos mais belos estádios do CAN 2010. A construtora China Jiangsu reforçou a

≥≥ Estádio de Cabinda

mão-de-obra, estando nesta altura a trabalhar cerca de 1.500 técnicos de construção civil, visando a conclusão dos trabalhos nos prazos contratuais (Outubro de 2009). MAQUETE DO ESTÁDIO DE CABINDA ≥≥

CAPACIDADE:

26

ANGOLA 2010

20 mil espectadores ≥≥

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 26

03.11.08 11:39:42


TURISMO

PARQUE HOTELEIRO ESTÁ A CRESCER SÓ LUANDA TERÁ 16 HOTEIS NOVOS

O CRESCIMENTO DA ECONOMIA E A REALIZAÇÃO DO CAN-2010 ESTÃO A SUSCITAR UM “BOOM” DE HOTÉIS, UM

TEIXEIRA CÂNDIDO

POUCO POR TODO PAÍS, MAS SOBRETUDO NAS PROVÍNCIAS QUE VÃO ACOLHER A XXVII EDIÇÃO DA MAIOR COMPETIÇÃO FUTEBOLÍSTICA DO CONTINENTE.

≥≥ Lobito é um dos pontos turísticos mais atraentes de Angola WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 27

ANGOLA 2010

27

03.11.08 11:40:19


TURISMO

≥≥ Hotel Maiombe, em Cabinda, está pronto

≥≥ Obras do Talatona Convention

para receber a família futebol no CAN

Hotel estão em bom ritmo

L

uanda lidera as iniciativas de construção

motéis, aparthotéis e projectos hoteleiros que

de hotéis, num total de 16, cujas obras es-

ainda não chegaram à nossa mesa de traba-

tão já em curso, segundo o Director Nacional

lho”, explica Afonso Vita.

para Infra-estruturas do Ministério da Hotelaria

Segundo o Boletim Estatístico do Merca-

e Turismo, Afonso Vita. “Esta quantidade de

do Hoteleiro e Turístico, publicado pelo Mi-

quartos representa cerca de quatro mil camas.

nistério de Hotelaria, em 2007, Luanda possuía

São cerca de 60% a mais do que temos hoje,

26 hotéis, 90 pensões e 84 hospedarias. Dos

só na capital. Em todo o país serão mais 30 no-

16 novos empreendimentos hoteleiros, que

vos hotéis até 2010. São números suficientes

deverão estar concluídos em 2010, dois são

para acolher uma competição da dimensão do

de cinco estrelas, dois de quatro estrelas e vá-

CAN. Nestas contas não se incluem pensões,

rios de três.

≥≥ Hotel Diamante, de propriedade da Endiama, em construção em Luanda 28

ANGOLA 2010

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 28

03.11.08 11:40:52


No Eixo-Viário, junto à sede do Petro de Luanda, estão a nascer dois complexos hoteleiros. O primeiro, chamado de Três Torres, com 17 andares, foi projectado para abrigar 180 quartos hoteleiros em duas torres, enquanto a terceira será de natureza habitacional. Deve estar concluído em No-

≥≥ Afonso Vita, Director Nacional para Infra-estruturas do Ministério da Hotelaria e Turismo, celebra o aumento de 60% do número de quartos de hotel

vembro de 2009. O outro complexo é o Intercontinental Casino Hotel, de 25 andares, projectado para 387 quartos e que será con-

USD 3,4 milhões. Esta obra está a ser executada

cluído em Agosto de 2009.

pela construtora Portuguesa Teixeira Duarte.

O Talatona Convention Hotel, parte inte-

Está, também, em construção, em Luanda, o

grante das instalações do Centro de Conven-

Hotel Kudissanga Internacional, com 70 quartos.

ções de Talatona, terá 370 quartos e seis salas de conferência para 200 pessoas cada. A conclusão da obra está prevista para Jullho de 2009.

≥≥

BENGUELA Benguela é, a par de Luanda, uma das cida-

Na Avenida de Portugal, a metros da sede

des melhor servida em infra-estrutura hoteleira.

do Governo da Província de Luanda, a ser erguido

Dentre as muitas iniciativas privadas, sublinha-

o Skina VIP Inn Hotel, que deve ser acabado em

se a inauguração do Hotel Praia Morena, de três

Julho do próximo ano. Bem próximo, na rua

estrelas, a mais nova unidade hoteleira da cida-

Rainha Jinga, está a ser construído o Sana Ho-

de, que deverá contar com 123 quartos quando

tel, de cinco estrelas, com 238 quartos.

for concluída a última etapa de sua implanta-

O Hotel Vice-Rei, ao lado da Igreja Sagra-

ção. O Complexo TGV, com 15 suites (residên-

da Família, que passará a se chamar Hotel

cias), terá a sua primeira fase concluída ainda

Loanda, quando estiverem concluídas as obras

este ano. A segunda fase deste projecto con-

de restauração (finais de 2008), terá 40 novos

templa a construção de um hotel de 100 quar-

quartos o que representa um investimento de

tos, cuja conclusão será no próximo ano.

≥≥ Condições de hospedagem garantidas WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 29

ANGOLA 2010

29

03.11.08 11:41:42


TURISMO

Embora já em funcionamento há muitos anos, também é notável a obra de restauração do Hotel Mombaka, de quatro estrelas, que vai passar dos actuais 47 para 126 quartos. Outro exemplo de modernização e ampliação é o Hotel Luso, de três estrelas, com 84 quartos, restaurante, piscina, salas de confe-

≥≥ Optimas condições de lazer

rências, cyber café e lojas.

Além dos citados hotéis, Benguela assiste

O Hotel Terminus, com uma história que se

também à reabilitação das unidades Grão Tos-

confunde com o maior símbolo económico da

co (76 quartos), Belo Horizonte, Curica, da Pen-

província — o caminho-de-ferro —, vai ter, até

são Renascença e do Hotel Navegantes.

2009, 100 quartos contra os actuais 21. É dos poucos que se pode gabar da sua localização,

HUÍLA

ao lado do mar, o que o torna um dos pontos

A Huíla vai ter, em 2010, um parque hotelei-

turísticos mais atraentes do Lobito. O Hotel

ro à altura do seu turismo, a julgar pelos pro-

Restinga, também no Lobito, está a beneficiar

jectos em vista e as obras em curso: o Hotel

de uma reabilitação que lhe vai deixar com a

Serra da Chela (quatro estrelas) com 108 quar-

categoria de cinco estrelas. Terá 100 quartos,

tos e 214 camas, localizado no bairro da Nossa

mais os 20 já existentes, em Dezembro de 2009.

Senhora do Monte.

≥≥ Rio Coporolo no Dombe Grande 30

≥≥

ANGOLA 2010

≥≥ Serra da Leba

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 30

03.11.08 11:42:30


≥≥ Cultura e lazer O Hotel Lubango, de três estrelas deve ser con-

Sana Cabinda Park, hotel de quatro estre-

cluído no segundo semestre de 2009. Até 2010, se-

las, investimento de USD 26 milhões da

gundo previsões das autoridades locais, a cidade

Sociedade de Investimentos Hoteleiros de

do Lubango terá 1500 camas para 2000 pessoas,

Cabinda. O empreendimento está a ser

sem contar com as unidades de menor expressão.

erguido no centro da cidade e vai contar com 121 quartos.

≥≥

CABINDA

Também na zona central, renasce o esplen-

Cabinda, a província mais ao Norte de

≥≥ LUANDA

AMPLIAÇÃO OU PROJECTADOS

HOTÉIS EM CONSTRUÇÃO

Angola, está a assistir a construção do

dor do Hotel Pôr-do-sol, precisamente na Rua das Mangueiras, com os seus 78 quartos.

≥≥ BENGUELA

HOTEL SERRA DA CHELA QUARTOS: 108

HOTEL MOMBAKA QUARTOS: 126

HOTEL GIRASSOL QUARTOS: 100

HOTEL PRAIA MORENA QUARTOS: 123

HOTEL ADMAR QUARTOS: 60

HOTEL KUDISSANGA INTERNACIONAL QUARTOS: 70

HOTEL RESTINGA QUARTOS: 120

HOTEL HOLULUKUA QUARTOS: 60

HOTEL SANA QUARTOS: 238

HOTEL RESIDÊNCIA ESCOLA QUARTOS: 52

COMPLEXO TGV QUARTOS: 100

SKINA VIP INN HOTEL QUARTOS: 238

HOTEL LOANDA QUARTOS: 40

HOTEL TERMINUS QUARTOS: 100

COMPLEXO TRÊS TORRES QUARTOS: 180

HOTEL SODOFIL QUARTOS: 32

≥≥ HUÍLA

APARTHOTEL CHICALA QUARTOS: 172

HOTEL PALMEIRA QUARTOS: 59

HUÍLA HOTEL QUARTOS: 260

HOTEL HORIZONTE QUARTOS: 154

HOTEL FLORENÇA QUARTOS: 33

HOTEL GOURDUANE QUARTOS: 200

HOTEL CRISTO REI QUARTOS: 83

HOTEL MUTO QUARTOS: 149

HOTEL PALÁCIO QUARTOS: 30

HOTEL PALANCA QUARTOS: 200

HOTEL TRÊS AAA Quartos 60

HOTEL VIP GRAND QUARTOS: 370

HOTEL LUANDA QUARTOS: 144 LUANDA

TALATONA CONVENTION QUARTOS: 370

HOTEL

HOTEL SISMOTEL QUARTOS: 240

HOTEL BAÍA 4 QUARTOS: 144 HOTEL BITHIS FLEUMA QUARTOS: 114

HOTEL LUBANGO QUARTOS: 60 HOTEL RODINIA QUARTOS: 60

≥≥ CABINDA

HISTÓRICO

SANA CABINDA PARK HOTEL QUARTOS: 121 HOTEL CONGRESSO Quartos 50

NEGRA

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 31

ANGOLA 2010

31

03.11.08 11:43:17


, SEGURANÇA

≥≥ Corpo da Polícia Nacional de Angola

SEGURANÇA EM PRIMEIRO LUGAR VINTE E SETE MIL POLÍCIAS ESTARÃO EM ACTIVIDADE DURANTE O CAN 2010 TEIXEIRA CÂNDIDO

V

inte e sete mil polícias vão garantir a segurança da população, das equipas e dos

turistas durante o Campeonato Africano das Nações. “Este número de efectivos irá trabalhar em actividades diversas, como controlo, bombeiros, stwarts, serviços de inteligência e outros, que deverão ser formados em segurança de eventos desportivos até Dezembro de 2009. E o nosso primeiro objectivo é garantir a segurança do cidadão angolano. Só assim as delegações estrangeiras e os membros da família futebol poderão sentir-se seguras no

32

ANGOLA 2010

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 32

03.11.08 11:44:02


nosso país”, explica o director de

prelector, contribuiu para a equipa de segu-

Segurança e Protecção do CO-

rança daquela competição.

CAN, Comissário Joaquim Vieira Ribeiro, com experiência acumula-

≥≥

LIÇÕES

da na organização da segurança

O responsável pela segurança do CAN es-

dos campeonatos africanos de

pera aproveitar as lições colhidas no Ghana.

Basquetebol e de Andebol, realiza-

“Da experiência do Ghana, retiramos três li-

dos em Angola.

ções fundamentais: em primeiro lugar, a polí-

Joaquim Ribeiro anuncia que a

cia tem que valorizar toda a informação;

segurança do CAN-2010 não co-

segundo, o futebol é um evento que transfor-

meça somente pelas delegações

ma as pessoas — para o bem e para o mal; e,

dos países africanos que irão com-

por fim, temos que nos preparar muito bem

petir em Angola. “Temos de saber

para um evento desta grandeza”, diz o direc-

que o primeiro vector da seguran-

tor de Segurança e Protecção do COCAN.

ça é a população e, nesta perspec-

O responsável pela segurança do CAN 2010

tiva, o nosso povo é pacifíco. É

acredita que a Polícia Nacional poderá exercer

preciso, no entanto, que se estabe-

o seu papel da maneira mais exemplar possível.

leça a confiança entre a segurança

“A segurança terá de funcionar como um anel

e a população. Quem primeiro deve

que não pode ter fractura. Já fomos elogiados

sentir-se em segurança é o próprio

pela FIFA quando do Mundial da Alemanha e

povo angolano. Os estádios, por serem novos,

do CAN do Ghana, cujo projecto de segurança,

vão facilitar o nosso trabalho, pois têm todas as

aliás, foi nosso. Mais aperfeiçoados e mais em-

condições exigidas pela FIFA”, diz.

penhados, creio que podemos fazer muito me-

Recentemente, durante as eleições legis-

lhor no nosso CAN”, sublinha.

lativas em Angola, a Polícia Nacional marcou um belo golo: a sua actuação foi elogiada por todos os partidos políticos. Joaquim Ribeiro, também comandante provincial da Polícia Nacional em Luanda, está confiante no sucesso da segurança do CAN Angola 2010: “Podemos afirmar que seremos campeões da segurança”. Tanta certeza decorre do vasto currículo de Joaquim Ribeiro em competições internacionais, como no Europeu 2004, em Portugal; no Mundial 2006, na Alemanha; nos Panamericanos 2007, no Rio de Janeiro; e no CAN 2008, no Ghana, onde, além de ter sido

≥≥ Comissário Joaquim Ribeiro. WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 33

ANGOLA 2010

33

03.11.08 11:44:06


CANANGOLA MISS LUANDA O charme e simpatia da Miss Luanda, Brigitte Santos, 20 anos, desfilou pelo canteiro de obras do Camama, onde está sendo erguido o novo estádio de Luanda, que irá abrigar os jogos do CAN Angola 2010, inclusive as cerimónias de abertura e encerramento. Brigitte viu a evolução da construção, conversou com operários, arregaçou as mangas e deu o seu contributo, despejando uma pá de betão em uma das fundações do estádio. “Fiquei emocionada. O futuro estádio irá conferir outra imagem ao país e à cidade”, declarou Brigitte, já coroada Embaixadora da Simpatia do CAN Angola 2010.

TRÊS GERAÇÕES

VOLUNTÁRIOS

Diniz passa a bola pra N´Dunguidi, que mata no peito e lança Job que, de bicicleta chuta para a baliza. O sonho de ver três gerações de craques angolanos juntos virou realidade no comercial de TV que marcou campanha oficial de lançamento do CAN Angola 2010. Diniz, o “Brinca na Areia”, foi uma das grandes expressões do futebol local nos anos 1970; N’Dunguidi foi outra legenda que marcou época, enquanto Job é um dos novos ídolos que anima as claques dos jogos de futebol em Angola.

Estudantes angolanos estarão presentes na realização do Campeonato Africano das Nações. Serão seleccionados, em escolas, institutos e universidades de todo o país, cerca de cerca de 1.000 voluntários para as áreas de hospitalidade, comunicação, eventos, segurança, serviços, saúde e transporte.

CONTAGEM REGRESSIVA À zero hora do dia 1º de Janeiro de 2009 começa a contagem regressiva para o início das disputas do XXVII Campeonato Africano das Nações. Nas 18 províncias do país, na sede dos governos presidenciais, os Relógios do CAN irão marcar 375. Esse justamente é o número de dias que falta para que o povo angolano mostre ao mundo a sua capacidade de organizar um evento de tal grandeza.

BOM DE BOLA Chefe da missão de inspecção da CAF que veio a Angola, o argelino Mohamed Raouraoua é hoje um dos nomes mais fortes do futebol africano e árabe. Ex-presidente da Federação Argelina de Futebol (Hamid Haddadj é o atual presidente), Raouraoua é membro de dois comités da FIFA – o Jurídico e o da organização da Copa do Mundo, na África do Sul –, integra o Comité Executivo da CAF, é vice-presidente da União Árabe de Futebol e foi presidente do Comité Organizador da 5ª edição da Liga do Campeões do Futebol Árabe.

34

ANGOLA 2010

WWW.CAN-ANGOLA2010.COM

Revista_CAN2010_FINAL.indd 34

03.11.08 11:44:09


Nº 01 - Tomo III - Revista COCAN 2010 Angola