Page 1

Nuno Manarte Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 26 Outubro de 2010


A Euro‐região Norte de Portugal – Galiza está longe dos níveis médios de bem‐estar da União Europeia As empresas do sector agro‐alimentar são  heterogéneas, pequenas, atomizadas, com baixa  produtividade e competitividade … e revelam uma apetência limitada para a  inovação e pouca capacidade de transferência  do conhecimento


Rede de Inovação Alimentar  Norte de Portugal ‐ Galiza Período: 01‐01‐2009  a 31‐12‐2010 Programa Operacional de Cooperação Transfronteiriça  Espanha – Portugal 2007‐2013 Orçamento: 2.060.517 € (Co‐financiamento FEDER 75%)


 Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro  Universidade do Minho  Escola Superior de Biotecnologia – UCP  Instituto Politécnico de Viana do Castelo  NERVIR – Associação Empresarial  Universidade de Vigo  Universidade de Santiago de Compostela  Centro Tecnolóxico da Carne  ANFACO - CECOPESCA  Xunta de Galicia – Dirección Xeral I+D+i


Estabelecer uma rede de conhecimento  colaborativa e estruturada visando aproximar as empresas das universidades e centros de I&D

para promover a inovação  no sector alimentar


Construir uma rede colaborativa, estruturada e  estável Definir um documento visão comum e uma agenda estratégica Definir um plano de comunicação e  estabelecer contactos institucionais


Grupos de interesse Empresas ligadas indirectamente ao sector Outras instituições Cooperativas e associações empresariais, de produtores ou de criadores


Catálogo de Serviços Tecnológicos,  de Consultoria e de Formação Programa de mobilidades de curta duração  entre empresas e centros de I&D Gabinete de apoio a pequenas e  médias empresas na inovação


Comissão técnico-científica Workshops sectoriais Grupos de trabalho de  projectos de I&D+i


• Cooperação e transferência de conhecimento • Inovação, produtividade e competitividade • Cooperação entre decisores políticos  • Desenvolvimento do sector alimentar • Mobilização de recursos tradicionais • Internacionalização


Desenvolvimento sustentável,  modernização,  competitividade e internacionalização  através da investigação e inovação


Desenvolver alimentos  sustentáveis, seguros,  com qualidade e saudáveis que  contribuam para  o bem‐estar e saúde  das pessoas.


UNIÃO DE CLUSTERS ALIMENTARES EUROPEUS

Rede de colaboração entre  regiões europeias com  ambição no sector  alimentar Base para a criação de um  consórcio europeu assente  nas forças regionais,  constituindo a ERA no  sector alimentar


Obrigado www.rede‐real.eu info@rede‐real.eu

10. Proyecto REAL - Nuno Manarte  

Nuno Manarte Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro 26 Outubro de 2010 e revelam uma apetência limitada para a inovação e pouca capacid...

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you