Page 2

Terça, 9 de Abril de 2019

OPINIÃO CLIMA NA RMC

25°

/jor n altododia

Fonte: CPTEC | Unicamp

ECONOMIA

Dólar Com. - 0,62% R$ 3,849

Euro

- 0,24% R$ 4,337

Bovespa

0,27% 97.369,29 pontos

SUA SORTE Mega Sena Concurso 2.140 | 06/04/2019

SUA BRONCA

Os desafios do Educa São Paulo

17° Chuvas isoladas

02

CESAR SILVA PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO FAT

A mudança de governo em São Paulo trouxe grande expectativa quanto às chances de as reformas do ensino médio, a abertura das trilhas formativas eletivas e a organização das parcerias público privadas ocorrerem mais rápido do que imaginado. Foi com este sentimento, que os educadores receberam o projeto Educa São Paulo, o primeiro piloto de um modelo estruturado da reforma do ensino médio. A principal proposta consiste em ofertar mais 200 horas de curso, de conteúdo e atividade contextualizada para alunos do Ensino

Médio. Essa carga pode ser cumprida em outras instituições, desde que privadas, além da escola pública, com um projeto diferenciado e que motive o aluno a continuar os estudos. O modelo permite ao aluno cursar até duas escolas, uma na base nacional curricular do ensino médio, a outra na trilha formativa eletiva, integrando ambas para o aluno concluir o Médio: um piloto para o estado implantar a reforma do ensino médio na íntegra e na totalidade das escolas, até 2021. Os acertos do projeto consistem em testar uma carga horária pequena (200 horas, ou um sexto da trilha formativa eletiva), ter um valor hora padrão já definido e dar a opção aos alunos das escolas públicas de escolher a instituição e o programa. O que desestimula as escolas de educação básica é a indicação de Instituições de Ensino

Superior (IES) como as parceiras das escolas públicas, preterindo as Escolas Técnicas e seus programas de Educação Profissional de conteúdo contextualizado e atividades práticas mais próximos da realidade dos alunos do Ensino Médio propedêutico. As escolas técnicas ficam fora desta oportunida-

Projeto é o primeiro piloto de modelo estruturado para reforma do Ens. Médio

de de trazer uma visão de continuidade de estudos que não seja, exclusivamente, o ensino superior! Se o objetivo é abrir as universidades para estimular os alunos a continuar a estudar, é um erro, porém posicionar a graduação como etapa seguinte ao ensino

médio. Prova disso são as centenas de milhares de brasileiros que estudam Direito e se tornam infelizes bacharéis que, não aprovados no exame da OAB, passam anos como Técnicos em Serviços Jurídicos nos escritórios de advocacia. Deve-se priorizar as escolas técnicas em vista de ofertarem muito menos vagas do que as IESs. Se aquelas não atenderem toda a demanda, como é provável, as IESs completariam. O ideal é a oferta ocorrer nesta ordem: escolas técnicas do estado e federais, escolas do Sistema S, Escolas Técnicas Privadas do Estado, faculdades federais e estaduais e Centros Universitários e Faculdades Privadas. Bem encaminhadas, as mudanças podem reduzir a evasão escolar e melhorar os indicadores de ensino de forma sustentável.

ALGUMA RECLAMAÇÃO? QUEIXA SOBRE DETERMINADO ASSUNTO? AQUI É O LUGAR!

Árvore precisa ser podada em N. Odessa A situação das árvores na Rua João Teixeira de Camargo, no Jardim Éden, em Nova Odessa, chama atenção e, claro, preocupa quem mora ou passa pelo local. As árvores precisam ser podadas, serviço já solicitado nos últimos meses, mas até o momento não realizado. Os moradores temem que algum galho possa cair em cima de um carro ou pedestre. “Está ficando perigoso. Árvores são sempre bem vindas e necessárias, mas não pode deixar chegar numa situação assim, colocando em risco vidas”, disse um morador que pediu para não ser identificado. Divulgação

17 - 20 - 26 - 36 - 42 - 54

Quina Concurso 4.944 | 06/04/2019

IMAGEM DO DIA Tomaz Silva/Agência Brasil

03 - 29 - 45 - 61 - 76

Federal Concurso 5.377 | 06/04/2019

Número 1º Prêmio 2º Prêmio 3º Prêmio 4º Prêmio 5º Prêmio

Bilhete 62522 96937 27605 82442 26420

GALHOS CHEIOS MORADORES COBRAM PODA

FALECIMENTOS Santa Bárbara d’Oeste

FRASE DO DIA

Elaine das Graças Silva

Faleceu ontem, aos 31 anos. Era solteira, filha de Geraldo Heleno da Silva e Maria das Graças de Sousa Silva. Foi sepultada ontem, no Cemitério Parque dos Lírios. (Funerária Araújo-Orsola)

A gente não pode deixar sangrando um ministério importantíssimo

Alice Rodrigues Betim - Dona Lola

Presidente, sobre a troca de ministro no MEC

HISTÓRICOS | Escavações durante reforma do Zoológico do Rio (ZooRio) encontram tesouros arqueológicos na Quinta da Boa Vista.

Esta edição tem 16 páginas

Fale conosco

Presidente: Roberto Romi Zanaga Editor-chefe: Wagner de Freitas Jornal TODODIA Fundado em 28 de outubro de 1996

Ano XXII - Nº 8.136

facebook.com/jornaltododia/ @jornaltododia

(19) 9 9444-6774

Conselho Editorial: Cristiani Custódio Maria Cristina Luchiari Pisoni Roberto Romi Zanaga Ricardo Alécio Wagner de Freitas

Expediente: Avenida São Jerônimo, 2.210 - Morada do Sol - CEP: 13.470-310 Telefone 3471.2700 | www.tododia.com.br | tododia@tododia.com.br Para sugestões de pauta: 3471.2783 e redacao@tododia.com.br Para anunciar: 3471.2731, 3471.2761 e comercial@tododia.com.br Balcão de anúncio: Sede do jornal | Para assinar: 3471.2771 Mande sua mensagem, sua foto, conte sua história, dê sua opinião, ajude a fazer o TODODIA: redacao@tododia.com.br

TODODIA - O jornal da Região Metropolitana de Campinas

ISSN 1807-9504

JAIR BOLSONARO

Faleceu anteontem, aos 85 anos. Era viúva de Antonio Betim e deixa os filhos Juraci, Judite e José Luis. Foi sepultada ontem, no Cemitério Campo da Ressurreição. (Funerária Araújo-Orsola)

Profile for Jornal TodoDia

Jornal TodoDia - Edição 09/04  

Edição de Terça-feira dia 09/04 /2019 do TodoDia, o jornal da Região Metropolitana de Campinas

Jornal TodoDia - Edição 09/04  

Edição de Terça-feira dia 09/04 /2019 do TodoDia, o jornal da Região Metropolitana de Campinas

Profile for tododia