a product message image
{' '} {' '}
Limited time offer
SAVE % on your upgrade

Page 1

Consumo de água cresce Quarentena já eleva números em Americana e Nova Odessa. 08 Cidades

jornaltododia

tododia.com.br

|

1,75

26 Mar | 2020

QUINTA

Fiscalização flagra ao menos mil comércios burlando quarentena Estabelecimentos que insistem em funcionar, infringindo as regras determinadas devido à pandemia do coronavírus, estão sendo abordados e fechados pelos fiscais na região; Americana intensifica vigilância P4 Fotos: Divulgação

1

4 Depois de Americana e S. Bárbara, N. Odessa e Sumaré também decretam estado de calamidade pública Cidades / 06

4 Número de casos suspeitos de Covid-19 cresce e região já monitora 180 pessoas; diretor da FAM tem alta Cidades / 05

4 Após discurso de Bolsonaro contra isolamento, 26 governadores decidem manter as restrições nos Estados

2

Brasil + Mundo / 11 France Diplomatie | Divulgação

3

EUROPA | Paris vazia ontem, enquanto Espanha e Itália vivem caos

FAXINA GERAL | Na luta contra a propagação do coronavírus, cidades da região já estão utilizando desinfetantes e outros produtos de limpeza de forma generalizada na lavagem de ruas, avenidas e equipamentos públicos em geral, casos de Sumaré (1), Santa Bárbara d’Oeste (2) e Paulínia (3).

Itália tem mais um dia trágico; Espanha passa China em óbitos P3

12

Brasil+ Mundo

Governo federal vai liberar uso de cloroquina em casos graves 12

Brasil+ Mundo


Quinta, 26 de Março de 2020

OPINIÃO CLIMA NA RMC

/jor n altododia

Solidariedade em tempos difíceis

28° 16° Parcialmente nublado Fonte: CPTEC | Unicamp

+ 0,43%

ECONOMIA

Dólar Com. - 0,96% R$ 5,033

Euro

- 0,47% R$ 5,479

Bovespa

+ 7,50% 74.955 pontos

SUA SORTE Mega Sena Concurso 2.246 | 25/03/2020

05 - 09 - 24 - 27- 33 - 46

Quina Concurso 5.229 | 25/03/2020

04 - 06 - 27 - 57 - 71

Federal Concurso 5.477 | 18/03/2020

Número 1º Prêmio 2º Prêmio 3º Prêmio 4º Prêmio 5º Prêmio

Bilhete 50411 64624 92652 44129 78488

FRASE DO DIA

02

LUIZ CARLOS AMORIM ESCRITOR E EDITOR

O novo coronavírus que veio da China está parando o mundo e, infelizmente, há que parar, para que mais pessoas não fiquem doentes. Temos que ficar em casa, todos nós, para que não contraiamos a doença e para que não a passemos, se estivermos infeccionados. Temos que seguir o protocolo de higiene, largamente e repetidamente divulgado e sair de casa só o estritamente necessário: para ir ao supermecado, à farmácia, ao trabalho, se não houver maneira de levar o trabalho para casa, se bem que muitos locais de trabalho estão fechando, para que não haja pessoas muito perto umas das outras. E ficando em casa, temos que nos ocupar, temos que encontrar atividades para ocupar o tempo, pois chega uma hora em que tudo o que podia ser feito em casa já foi feito. Então temos que ter livros para ler, bons programas e filmes para ver, música para ouvir, jogos para nos entretermos, brincadeiras e um menino Rio, esse ser iluminado, para curtir e alegrar

tudo, se for possível. É tempo de solidariedades e há muitas delas. Queria falar de algumas, dessas que em tempos de ficarmos em casa, nos encantam e nos fazem abençoar o tempo disponível. Falo de iniciativas como a do espetáculo Rua das Pretas, que era apresentado todos os sábados num palacete do bairro Príncipe Real, aqui em Lisboa, pelo

Ficando em casa, temos que nos ocupar, temos que encontrar atividades cantor e compositor Pierre Aderne. Ele cantava e trazia cantores brasileiros, portugueses – o fado não pode faltar, é claro -, americanos, caboverdianos e por aí afora, numa tertúlia intimista deliciosa, como se fosse na sala da gente, regada a ótimos vinhos. Não podendo mais abrir o palácio do Príncipe Real, Pierre faz o espetáculo on line, virtual, e a gente pode ter o Rua das Pretas no aconchego do nosso lar. Pierre fica no palco costumeiro do espetáculo e cada cantor, de sua casa mesmo, seja no Brasil, em Portugal ou outro lugar, é colocado na tela do Instagram junto ao apresentdor e canta, para deleite da gente, dentro de nossas casas. E assim, nos dão

de presente o seu melhor produto, o que sabem fazer melhor: a sua música. Para nos embalar a alma, para apaziguar o coração e nos lembrar que, apesar de tudo, não estamos sós. Essa solidariedade me emociona. Como a da professora de dança Renata, em Florianópolis, que também lança mão da tecnologia e dá aulas de alongamento via instragram. Ela pensou em nós, no fato de ficarmos em casa parados e nos possibilita alongar-nos, com a sua ajuda. Isso não é fantástico? Como a minha filhota Fernanda que, a partir de sua casa em Nice, na França, nos dá aulas de pilates, para a gente manter uma boa atividade física, para nos mantermos ativos, saudáveis. Isso não é fenomenal? São humanidades, diria eu! Como a nossa filhota Daniela, que pode nos dar aulas de educação física, no nosso apartamento na Luzboa, o que também nos ajuda a manter-nos em forma, em tempos tão singulares. E o Rio ainda ajuda a mãe dele nesse trabalho solidário e tão importante para todos nós, com sua alegria de viver contagiante. Isso é tudo! Essas, dentre tantas outras solidariedades, são algumas das solidariedades que podem mudar nossas vidas. A generosidade de alguns seres humanos privilegiados que podem salvar a vida de outro seres humanos.

IMAGEM DO DIA Cláudio Mariano | TodoDia Imagem

A caminho do golpe?

PEDRO MACIEL NETO ADVOGADO

A inflexão de Bolsonaro em direção à irresponsabilidade e desprezo à saúde pública tem uma razão: ele está preparando o discurso necessário a justificar o retumbante fracasso de seu governo em todas as áreas ou um golpe de Estado. Ao assumir a retórica de que há “exagero” e “histeria” no isolamento total e que isso seria desnecessário, Bolsonaro está a ministrar uma vacina política em si próprio e já indica como “culpados” pelo caos na economia os governadores, especialmente Doria e Witzel, e a mídia comunista. Bolsonaro está muito aquém do cargo, não tem cultura, educação, ética ou conhecimento do Brasil e de sua diversidade. Bolsonaro vive um tempo que não existe mais, vive a cultura da Escola Superior de Guerra, vive a guerra fria. Lamento que meus filhos, adultos jovens que buscam construir suas histórias, tenham que viver a tragédia que representa Bolsonaro no Planalto. Bolsonaro não se preocupa com o Brasil e não se ocupa do exer-

cício ético da Política, dá de ombros à construção de consensos. Hoje o governador de Goiás, aliado de primeira hora e responsável pela indicação de Mandetta ao ministério da Saúde, declarou que as decisões do presidente da República na área de saúde não alcançarão o estado de Goiás. Por seu turno o ministro Mandetta teria dito a aliados que vai manter seu posicionamento no sentido de recomendar que se mantenha o isolamento social generalizado, e não “vertical” (aquele em que só de idosos e

Bolsonaro está muito aquém do cargo, não tem cultura, ética pessoas com doenças preexistentes), como defendeu Bolsonaro no seu surto psicótico de ontem. Fato é que o país não tem um presidente, não tem lideranças capazes, estão todos com medo, tanto que Doria ocupa esse vazio de forma bastante adequada. Mas o que vem a seguir? Pode ser o caos na economia, que decorre da evidente incapacidade de Guedes e Bolsonaro, ou golpe de Estado, caso o Congresso siga omisso do debate e o STF siga acovardado.

FALECIMENTOS Santa Bárbara d’Oeste

Na política e na vida a ignorância não é uma virtude

Faleceu ontem, aos 64 anos. Era casado com Rosa Maria Trinca de Souza Araujo, deixando as filhas: Janaina e Eliene. Foi sepultado ontem, no Cemitério da Paz. (Funerária Araújo-Orsola)

RONALDO CAIADO

Faleceu ontem, com 40 semanas gestacionais. Era filha de Joana Darc de Jesus. Será sepultada hoje, às 9h, no Cemitério Parque dos Lírios. (Funerária Araújo-Orsola)

Luiz Januário de Souza Araújo

Maria Antonela de Jesus

Governador de Goiás, sobre o discurso do presidente Bolsonaro na terça, quando criticou o isolamento social na crise do coronavírus.

Americana

Alexander Sneiders

Bárbara d’Oeste não têm saído de casa nem para receber os carteiros.

Esta edição tem 16 páginas

Fale conosco

Jornal TODODIA Fundado em 28 de outubro de 1996

Ano XXII - Nº 8.427

facebook.com/jornaltododia/ @jornaltododia (19) 9 9444-6774 - Redação (19) 3471-2700 - Assinaturas

Presidente: Roberto Romi Zanaga Editor-chefe: Wagner de Freitas Conselho Editorial: Maria Cristina Luchiari Pisoni Ricardo Alécio Roberto Romi Zanaga Wagner de Freitas

Faleceu ontem, aos 90 anos. Deixa aos filhos Alexandre e Tathiana. Foi sepultado ontem, no crematório de Limeira. (Funerária Bom Pastor)

Expediente: Avenida São Jerônimo, 2.210 - Morada do Sol - CEP: 13.470-310 Telefone 3471.2700 | www.tododia.com.br | tododia@tododia.com.br Para sugestões de pauta: 3471.2783 e redacao@tododia.com.br Para anunciar: 3471.2731, 3471.2761 e comercial@tododia.com.br Balcão de anúncio: Sede do jornal | Para assinar: 3471.2771 Mande sua mensagem, sua foto, conte sua história, dê sua opinião, ajude a fazer o TODODIA: redacao@tododia.com.br

TODODIA - O jornal da Região Metropolitana de Campinas

ISSN 1807-9504

ISOLAMENTO SOCIAL | Seguindo à risca a quarentena, moradores de Santa


Quinta, 26 de Março de 2020

CIDADES

FOGO CRUZADO

fogocruzado@tododia.com.br

ELEIÇÕES O presidente da Câmara de Americana, Luiz da Rodaben (PP), defendeu o adiamento das eleições municipais de 4 de outubro por causa do agravamento da pandemia do coronavírus. Poderia ficar para janeiro ou fevereiro do ano que vem, disse. Haveria necessidade da prorrogação do mandato dos atuais prefeitos para isso. Rodaben disse que é um absurdo gastar R$ 3 bilhões do fundo partidário - que é dinheiro de impostos - enquanto o país não tem leitos de UTI e nem respiradores suficientes para enfrentar a epidemia. Mesmo porque até mesmo os Cartórios eleitores estão fechados por conta da pandemia. Consultada sobre o assunto, a assessoria do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) enviou uma nota da ministra Rosa Weber, presidente do tribunal, dizendo que a discussão ainda é muito precoce. “Quanto ao adiamento das eleições municipais 2020, entendo cuidar-se de debate precoce”, explicou.

QUIOSQUES Rodaben disse que vai sugerir ao prefeito Omar Najar (MDB) que não cobre aluguel pela utilização dos quiosques de venda de produtos alimentícios e outros artigos no Parque Ecológico Cid de Almeida Franco e em outras praças da cidade. Isso por causa das suspensões das atividades por conta da quarentena. E também que as contas de água da população de baixa renda sejam calculadas pela média dos últimos três meses para minimizar os efeitos da crise. Com as pessoas em casa, a tendência é de aumento no valor das contas.

CORTE EM CAMPINAS? Citando o presidente da Câmara dos Deputados Rodrigo Maia (DEM-RJ), que sugeriu corte de 20% nos salários dos políticos, inclusive dos parlamentares, o prefeito de Campinas, Jonas Donizette (PSB), disse ontem, ao anunciar medidas sobre a crise do coronavírus, que concorda com a possível redução salarial. “Inclusive vou levar essa fala à Câmara de Vereadores”, afirmou, sugerindo que vai propor corte nos vencimentos dos políticos locais. A conferir.

03

/jor n altododia

CORONAVÍRUS

Ruas são desinfectadas em cidades da região Sumaré, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Hortolândia aplicam produtos PEDRO HEIDERICH REGIÃO

As cidades de Sumaré, Paulínia, Santa Bárbara d’Oeste e Hortolândia começaram ontem o trabalho de desinfecção de locais onde ainda há circulação. Paulínia está fazendo a pulverização dos pontos de ônibus com água sanitária, seguindo recomendações da OMS (Organização Mundial de Saúde). A higienização das ruas é uma das estratégias utilizadas para reduzir a possibilidade de contaminação por microorganismos, incluindo o coronavírus. O trabalho teve início na Avenida José Paulino. Todos os pontos de ônibus foram desinfetados. De lá, o trabalho prosseguiu no bairro São José, até a ponte do Rio Atibaia. Na sequência, as equipes irão para a região do bairro Bom Retiro, passando, pela Rua São Bento e pelos bairros Monte Alegre e Primavera. Todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde) da cidade e o entorno do hospital municipal também receberão a higienização. As atividades são realizadas sempre após as 17h, para não prejudicar as pessoas que ainda precisam de ônibus. Em Hortolândia, servidores de macacão plásti-

co branco, luvas e botas de borracha espirram produto desinfetante em vias, no entorno de unidades de saúde. As primeiras foram ao redor do Hospital Municipal Mário Covas. O objetivo é reduzir a circulação de microrganismos críticos para saúde pública, como fungos, bactérias e o próprio coronavírus. De acordo com a Secretaria de Serviços Urbanos, responsável pelo planejamento e execução da ação, a primeira etapa do processo de descontaminação atinge, além de hospitais, UBSs, UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) e USFs

Aplicação em Sumaré teve início terça em pontos estatégicos (Unidades de Saúde da Família). Já a segunda etapa, contemplará os locais com maior fluxo de pessoas, como farmácias e supermercados. O produto utilizado é um sanitizante, formulado com água e hipoclorito especialmente para higienizar e desinfectar locais e superfícies com maior possibilidade de contaminação. O material utilizado não faz mal

Estamos trabalhando desde janeiro para o enfrentamento do coronavírus. Todo o apoio de bloqueio social por parte dos moradores se faz necessário nesse momento LUIZ DALBEN

Prefeito de Sumaré

à saúde. Sumaré está fazendo limpeza com hipoclorito de sódio em pontos estratégicos. A aplicação teve início terça (24) na região central, abrangendo Terminal Rodoviário (bancos e piso), UPA Macarenko e ambulâncias, Ambulatório de Especialidades, além da área interna e externa do Velório Municipal, incluindo as paredes, bem como o ponto de ônibus. Para evitar a disseminação da Covid-19, a entrada ao velório foi limitada; a área interna não está sendo utilizada, e mesmo do lado externo, está sendo feito revezamento para não causar aglomeração. Durante esta semana a limpeza vai acontecer também em todos os pontos de ônibus da cidade, demais Unidades de Saúde e em bancos

das praças. Os trabalhos estão sendo executados pelas equipes da Secretaria de Serviços Públicos. “Estamos trabalhando desde janeiro para o enfrentamento do coronavírus. Todo o apoio de bloqueio social por parte dos moradores se faz necessário nesse momento”, afirmou o prefeito Luiz Dalben (PPS). Em Santa Bárbara, a prefeitua iniciou ontem este trabalho. Duas equipes atuam em diferentes regiões da cidade - Zona Leste e área central - percorrendo o entorno de postos de saúde, prontos-socorros, praças, bancos, supermercados, farmácias, Terminal Urbano, entre outros. A desinfecção com hipoclorito de sódio será realizada com caminhões e servidores que utilizarão roupa de proteção. Divulgação | Prefeitura de Sumaré

ISOLAMENTO Em vídeo gravado junto com o secretário de saúde, Vanderlei Cocato, o prefeito de Nova Odessa, Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB), criticou Jair Bolsonaro, para quem a quarentena é exagero. “Ontem estava acompanhando a fala do nosso presidente da República e fiquei muito preocupado. Vamos manter a família novaodessense protegida, é meu dever como prefeito. É preciso seriedade, calma e manter as decisões, de isolamento”. Cocato completou: “A necessidade é de isolamento, para evitar aglomerações para salvarmos vidas”.

AJUDA O vereador Carlos Fontes (PSL) solicitou à presidência da Câmara de Santa Bárbara a antecipação da devolução da parte do duodécimo já disponível no caixa do Legislativo para ajudar a prefeitura no combate ao coronavírus. “A Câmara já antecipou a devolução do duodécimo ao Poder Executivo em outras situações, quando o município passava por momentos difíceis”, disse o vereador, em ofício. O presidente da Câmara, Felipe Sanches (PSB), declarou à reportagem que já havia solicitado às diretorias administrativo-financeira e controladoria que estudem e realizem contingenciamento de despesas, “cancelando obras não urgentes, como a de novo auditório”. Sanches disse que aguarda o levantamento técnico “para poder afirmar, de maneira precisa, quanto poderemos entregar ao Executivo”. LIMPEZA | Funcionário passa produto no Terminal Rodoviário, um dos pontos desinfectados em Sumaré


CIDADES

Quinta, 26 de Março de 2020

04

BAIXANDO AS PORTAS

Fiscalização já fechou mil comércios Em toda a região fiscais percorrem ruas; tabacaria se recusa a fechar em Americana, que intensifica as ações PEDRO HEIDERICH REGIÃO

Pelo menos mil comércios foram fechados na região até a noite de ontem devido à fiscalização dos municípios para conter aglomerações no combate à pandemia de coronavírus. É mais que o dobro do último levantamento feito pelo TodoDia, que apontava pelo menos 400 comércios fechados até a noite de segunda-feira (23). Ou seja, em dois dias, foram mais 600 estabelecimentos fechados nos municípios da região. Em Americana, a Gama (Guarda Municipal de Americana) intensificou a fiscalização. A Prefeitura de Americana informou que o último levantamento, até as 17h ontem, apontou que 200 comércios foram fechados e notificados, dentre eles pelo menos 60 eram bares. O secretário de Negócios Jurídicos, Alex

Niuri, afirmou que os comerciantes têm sido compreensivos. “Os bares, principalmente, entenderam. Temos recebido denúncias, vamos lá e orientamos, pessoal está acatando a recomendação, não tivemos nenhum caso que necessitasse de uma medida extrema”, explicou. De todos os casos, a prefeitura apontou que apenas uma tabacaria se recusou a fechar e teve de ser notificada. A Vigilância Sanitária e a Gama vão até os locais e orientam para que as atividades sejam interrompidas. Só é lavrado o termo de interdição caso o proprietário se recuse a manter o estabelecimento fechado. A Uvisa (Unidade de Vigilância em Saúde) e a Gama passaram a intensificar a fiscalização para garantir o fechamento de estabelecimentos em geral. A coordenadora da Vigilância Sanitária, Eliane Ferreira, realizou uma

capacitação para um grupo de patrulheiros na sede da corporação. O treinamento, segundo Eliane, foi para alinhar procedimentos, bem como esclarecer sobre alguns pontos da legislação vigente, pela qual estarão respaldados durante as diligências. O prefeito Omar Najar (MDB) publicou o

Em dois dias foram mais 600 estabelecimentos fechados decreto dia 23 que atribui à Guarda Municipal de Americana a função de atuar concorrentemente na fiscalização da Uvisa, durante o estado de calamidade que vive atualmente o município. “Todos os alvarás de funcionamento já estão suspensos; quando é

feita a primeira abordagem eles (os guardas e fiscais da Uvisa) orientam os proprietários a baixarem as portas, mas quando há reincidência, o estabelecimento é interditado”, explicou a coordenadora, o caso da tabacaria. Para evitar aglomeração, as orientações aconteceram no ambiente externo e as cadeiras foram dispostas espaçadamente umas das outras. O treinamento também será gradual e extensivo a todos os guardas que ocupam cargos de comando e também aos que atuam no GPA (Grupo de Proteção Ambiental), além de outras áreas da corporação. REGIÃO A Prefeitura de Hortolândia informou que, desde o início da operação de orientação sobre o coronavírus, foram fechados 448 estabelecimentos comerciais não-essenciais, “que

Todos os alvarás de funcionamento já estão suspensos; quando é feita a primeira abordagem eles (guardas e fiscais) orientam os proprietários a baixarem as portas, mas quando há reincidência, o estabelecimento é interditado ELIANE FERREIRA

Coordenadora da Vigilância Sanitária

funcionavam violando o decreto municipal que estabelece o fechamento temporário destes locais”. A maioria destes estabelecimentos são bares e lojas de materiais para construção. A Prefeitura de Nova Odessa e a Guarda local não souberam informar o número atualizado. Até segunda-feira (23), pelo menos 40 bares haviam sido fechados, além de uma igreja e uma festa familiar em um sítio.

Em Santa Bárbara, segundo a Guarda Civil, até a noite de ontem cerca de 270 comércios tinham sido fechados. A Prefeitura de Sumaré informou que na segunda e terça-feira foram fechados respectivamente 49 e 94 estabelecimentos comerciais. A Guarda Civil revelou que ontem foram cerca de 50 fechamentos, totalizando pelo menos cerca de 200 locais fechados. Segundo a prefeitura, a maioria era bar e lanchonete. Divulgação | Prefeitura de Americana

FISCALIZAÇÃO | Guardas ficaram distantes um do outro durante orientação


CIDADES

Quinta, 26 de Março de 2020

05

CORONAVÍRUS

Suspeitas na região chegam a 180 Hortolândia voltou a divulgar os casos que estão em investigação; todos os municípios registraram aumento PEDRO HEIDERICH REGIÃO

Com a volta da divulgação de casos de Hortolândia e mais 28 novas notificações, os casos suspeitos de coronavírus na região chegaram a 180 ontem (25). Há dois casos confirmados, um de Americana, registrado na Capital, e outro de Hortolândia – o suposto caso no CDP (Centro de Detenção Provisória) de Americana – não foi contabilizado porque não foi confirmado oficialmente

(leia texto na página 5). Na RMC (Região Metropolitana de Campinas) há duas morte suspeitas que estão sendo investigadas, em Nova Odessa e Indaiatuba. Piracicaba, que havia confirmado o primeiro caso anteontem (25), confirmou o segundo ontem. Segundo a prefeitura local, trata-se de um jovem de 22 anos, que estuda em São Paulo e contraiu a doença na Capital, diagnosticada no Hospital Albert Einstein.

Ele está em isolamento domiciliar em São Paulo, onde mora, com saúde estável. De acordo com a administração, o caso foi registrado em Piracicaba por ser onde residem os pais do jovem. Campinas segue com dez casos confirmados e 308 em investigação. Na região, há mais três casos confirmados em Valinhos, um em Holambra, outro em Jaguariúna e mais um em Paulínia. AMERICANA O empresário Gusta-

vo Azzolini, 41, diretor da FAM (Faculdade de Americana), o primeiro caso de coronavírus de Americana, recebeu alta em São Paulo ontem e já encontra-se em sua residência, em Americana, depois de passar por tratamento médico. Segundo comunicado, Gustavo está bem e segue em recuperação devido a uma pneumonia contraída neste período. Já o seu sogro, o diretor geral faculdade, Florindo Corral, 70, ainda continua sob cuidados médi-

cos e aguarda resultado para saber se também está com coronavírus. Enquanto isso, os casos suspeitos, que eram 16, saltaram para 28, com quatro pacientes internados. Os quatro casos de pacientes internados são de uma bebê de 4 meses, um menino de 2 anos e uma mulher de 47, assistidos em hospitais particulares do município, além de um homem de 72 anos que segue internado no Hospital Municipal Dr. Waldemar

Tebaldi desde domingo (22). Os outros 24 pacientes estão bem em isolamento domiciliar. Hortolândia, que tem um caso confirmado, voltou ontem (25) a divulgar o número de suspeitas. São 43. Nova Odessa, que apura a morte de idoso de 96 anos suspeita de ter sido causada pelo coronavírus, registrou mais uma notificação e foi a cinco casos suspeitos. Santa Bárbara saltou de 22 para 28 casos suspeitos e Sumaré de 67 para 76 casos.

Sindicato aponta caso de policial no CDP de Americana; SAP nega O Sifuspesp (Sindicato dos Funcionários do Sistema Prisional do Estado de São Paulo) afirmou ontem que Americana registrou o segundo caso confirmado de covid-19, um policial penal do CDP (Centro de Detenção Provisória) da cidade. A SAP (Secretaria da Administração Penitenciária) nega e diz que o agente é considerado um caso suspeito. “Todo servidor com sintomas de quaisquer enfermidades está cumprindo isolamento social na residência, conforme orientações do Comitê de Contingência do coronavírus, sendo certo que a SAP acompanha seu quadro clínico”, informou a secretaria. Segundo o Sifuspesp, exames apontaram que servidores de unidades em Americana e Praia Grande estão infectados. O caso de Praia Grande, de um servidor administrativo, foi confirmado pela SAP. Ele está em quarentena desde sábado. “Todas as  medi-

das amplamente divulgadas pelo governo do Estado de São Paulo, como lavar as mãos com frequência, não compartilhar objetos de uso pessoal, manter distância mínima entre as pessoas, por exemplo, já foram adotadas”, informou, em nota. Segundo a SAP, foi elaborado, pela Coordenadoria de Saúde do Sistema Penitenciária, um plano de ações para emprego nos casos em que haja a suspeita de contaminação com o coronavírus em alguma unidade prisional do Estado. “Quanto às transferências, estas decorrem da permanente necessidade de acomodação das pessoas privadas de liberdade em estabelecimento prisional adequado à custódia em face do perfil apresentado e como  nenhum custodiado foi diagnosticado com a enfermidade,  não há restrições quanto à movimentações”, completou. O presidente do Si-

fuspesp, Fábio César Ferreira, o Fábio Jabá, reclamou do que considera demora da SAP em fornecer equipamentos de proteção individual aos funcionários e não traçar com clareza estratégias de prevenção e orientação a servidores e detentos sobre a pandemia da doença”. O Sifuspesp disse que dialoga com a secretaria e usa recursos jurídicos para que essas medidas sejam adotadas em conjunto com a suspensão de visitas, transferências de sentenciados e de entrega de jumbo (alimentos e produtos de higiene) nas unidades prisionais. “A resposta da SAP a essas demandas, no entanto, tem sido lenta e infelizmente colabora com o crescimento do número de casos em um ambiente que já é historicamente insalubre e superlotado”, reitera Jabá. A SAP informou que implantou as seguintes medidas no combate ao vírus: afixação de cartazes e orientações

Arquivo | TodoDia Imagem

CDP | Segundo sindicato, há casos em Praia Grande e Americana de funcionários

aos servidores sobre sintomas e formas de prevenção; suspensão de atividades coletivas; busca ativa para casos similares à Covid-19; intensificação na limpeza das áreas; restrição de entrada de qualquer pessoa alheia ao corpo

funcional; quarentena para os presos que entram no sistema prisional; monitoramento dos grupos de risco; aquisição de termômetros infra vermelho; aquisição de oxímetro digital portátil; ampliação na distribuição de produtos

de higiene, álcool em gel e sabonete; distribuição de EPIs como máscaras; horários alternados no refeitório e filas com distância de 1,5m; servidores idosos e do grupo de risco estão sendo realocados. | CLAUDETE CAMPOS


CIDADES

Quinta, 26 de Março de 2020

06

CORONAVÍRUS

N.O. e Sumaré decretam calamidade Municípios aderem à mesma medida já adotada por Americana e Santa Bárbara d’Oeste para enfrentar Covid-19 PEDRO HEIDERICH REGIÃO

Depois de Americana e Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa e Sumaré também decretaram estado de calamidade pública para combater a pandemia de coronavírus. O estado foi decretado ontem (25) pelo prefeito Benjamin Bill Vieira de Souza (PSDB), em Nova Odessa. Já em Sumaré, a medida começou a vigorar anteontem (24), assinada pelo prefeito Luiz Dalben (PPS). Da região, só Hortolândia ainda não decretou estado de calamidade pública. Com a medida, a Prefeitura de Nova Odessa poderá agilizar a compra de insumos e equipamentos, além de contratar serviços essenciais para o combate à Covid-19, sem burocracia e de acordo com os preceitos da LRF (Lei de Responsabilidade Fiscal). Só funcionam atualmente na cidade os comércios essenciais.

O prefeito Bill e o secretário de Saúde do município, Vanderlei Cocato, ratificaram as medidas de restrição implantadas por meio de decretos publicados entre sexta (20) e segunda-feira (23), declarando situação de emergência (4.175/2020) e quarentena no município (4.181/2020) pelo prazo de 15 dias.

Medida agiliza compras, reduz burocracia e adequa a legislação Estão mantidos na Saúde: pré-natal nas UBS (Unidades Básicas de Saúde), transporte para pacientes com hemodiálise, quimioterapia e pacientes de hospitais de referência, atendimento de urgência e emergência no Hospital Municipal, retirada de medicamentos na Farmácia Central e de Alto Custo e atendimento odonto-

SUMARÉ Em Sumaré, os comércios não essenciais ficam fechados, assim como atendimento presencial nas repartições públicas, além da recomendação para que a população não circule pela cidade sem extrema necessidade. Nos serviços da área da saúde está liberado o funcionamento de hospitais, clínicas e farmácias. A Prefeitura de Sumaré está mapeando a cidade através de drones. A intenção é monitorar a circulação de pessoas, e também os estabelecimentos que ainda estão abertos. O decreto autoriza o Município a dispensar licitação para aquisição ou locação de materiais, serviços e produtos que ajudam no tratamento ou prevenção do novo coronavírus, bem como

Documentação deve ser enviada à Alesp Os municípios que decretaram calamidade pública em razão da pandemia causada pelo novo coronavírus devem encaminhar toda a documentação referente ao ato para a Alesp (Assembleia Legislativa de São Paulo). O alerta é do presidente do Parlamento paulista, deputado Cauê Macris. A medida é necessária para que os remanejamentos orçamentários feitos pelas prefeituras em razão da crise de saúde pública não sejam questionados pelo TCE-SP (Tribunal de Contas do Estado de São Paulo), quando da avaliação das contas anuais dos municípios. Cauê Macris explicou que a Assembleia Legislativa deve votar na próxima semana um projeto de decreto legislativo que homologa, de forma geral, todos os decretos de calamidade pública adotados pelos municípios, desde que eles encaminhem toda a documentação referente ao ato. A homologação dos decretos pelos deputados é uma exigência da

Divulgação | Alesp

A DISTÂNCIA | Teste do plenário virtual da Alesp

Lei de Responsabilidade Fiscal. Com esse procedimento, o TCE estará ciente de que eventual descumprimento das metas fiscais e gastos além dos previstos no orçamento se deve à situação de calamidade pública. Para receber a documentação de que trata a Lei de Responsabilidade Fiscal, a Assembleia disponibilizou um canal eletrônico exclusivo para atendimento. A

Arquivo | TodoDia Imagem

lógico de emergência (UBS 1, no Centro). Para atendimento, a população deve procurar a UBS mais próxima.

iniciativa, além de dar agilidade ao processo, também é uma forma de diminuir o uso de papel no Palácio Nove de Julho. Os gestores dos 645 municípios do Estado (exceto a Capital) deverão encaminhar os decretos que reconhecem a situação de calamidade pública por meio do e-mail institucional da Prefeitura para o endereço eletrônico sgp@ al.sp.gov.br. | PH

DECISÃO | O prefeito de Nova Odessa, Benjamin Bill Vieira de Souza, que assinou decreto

a efetuar a requisição de bens e serviços de pessoas naturais e jurídicas. SETORES Outros setores com abertura permitida são empresas de segurança privada, empresas de

Ginásio vira abrigo em Hortolândia A Prefeitura de Hortolândia adota novas medidas de proteção à população em situação de rua. Agora, o acolhimento das pessoas em vulnerabilidade social é realizado no Ginásio Poliesportivo Victor Savala, no Jardim Nossa Senhora de Fátima. O novo “abrigo” funciona 24 horas, todos os dias da semana, por tempo indeterminado. O Ginásio funciona na Rua Agnaldo Gomes Cardoso, 500. Além das refeições, a Prefeitura disponibiliza banho e itens de uso pessoal. De acordo com a Secretaria Municipal de Inclusão e Desenvolvimento Social, a ação de acolhimento é feita junto com o Instituto Esperançar. A entidade social recolhe moradores de ruas que estavam nos abrigos da cidade. | PH

limpeza, manutenção e zeladoria, bancos, lotéricas e correspondentes bancários. Segundo o documento, as concessionárias de gás, eletricidade e água não deverão interromper seus serviços, bem

como os fornecedores de insumos e de materiais necessários ao enfrentamento da doença devem reservar, no mínimo, 10% dos mesmos para abastecimento das unidades de saúde de Sumaré por 30 dias.

Conveniência tem restrição Novo decreto publicado ontem pela Prefeitura de Americana proíbe o consumo de qualquer produto nas lojas de conveniência dos postos de combustíveis do município. “As lojas de conveniência poderão operar normalmente, observando-se a vedação de consumo de qualquer produto ali comercializado, pelos clientes, nas dependências da loja ou do posto, para evitar aglomeração”, diz. O decreto também suspende, desde a declaração do estado de atenção do dia 16, todos os prazos dos processos administrativos, de qualquer natureza, em curso no município. Os prazos já iniciados serão retomados do início quando cessar o estado de calamidade declarado dia 23. “A interrupção dos prazos não afasta dos servidores municipais responsáveis o dever de observar prazos prescricionais ou decadenciais”, destaca o decreto. Aproximando-se, nos próximos 180 dias, os prazos prescricio-

nais ou decadenciais em curso contra o município nos processos administrativos em curso, deverá o servidor “adotar medidas excepcionais para continuidade do processo, assegurando os direitos à ampla defesa e ao contraditório do administrado”. Em entrevista via Facebook, Alex Niuri, secretário de Negócios Jurídicos, comentou sobre as definições de comércios essenciais e não essenciais e revelou que o Comitê da prefeitura tem se reunido dia-a-dia para analisar caso a caso e realizar as mudanças necessárias. “A cadeia de serviço é muito ampla. Um médico pode quebrar seu óculos e ficar sem trabalhar. Além da receita, ele precisaria de uma ótica”, afirmou. O secretário também destacou o caso de lojas de autopeças que não estavam previstas como comércios essenciais e agora estão. O secretário informou que as fábricas e indústrias estão permitidos. | PH


CIDADES

Quinta, 26 de Março de 2020

07

PANDEMIA

Flores e plantas: mercado despenca Somente na semana passada, vendas caíram 70%; Ibraflor prevê piora e fala em prejuízos de R$ 50 mi de produtores ROGÉRIO VERZIGNASSE REGIÃO

A floricultura brasileira também está sentindo os reflexos da pandemia de coronavírus. O cancelamento de eventos foi o principal motivo das perdas registradas. Vendas de flores e plantas ornamentais caíram 70% somente na semana passada, nos supermercados e em floriculturas de todo o País. O Ibraflor (Instituto Brasileiro de Flores) acredita que esta semana deverá ser pior. Somente para os produtores, os prejuízos chegam a cerca de R$ 50 milhões. Campanhas buscam incentivar o consumo individual de flores e incrementar as vendas até a normalização da situação. À frente delas estão, além do Ibraflor, as duas cooperativas de Holambra - Veiling e Cooperflora - representantes do

maior polo brasileiro de produção de flores. O setor também conseguiu a circulação dos caminhões dentro do Estado de São Paulo e está em contato com governos de outros Estados para conseguir o trânsito livre em outras regiões do País. “A situação é dramática. Não vendemos mais do que 30% do faturamento previsto para a semana”, disse Kees Schoenmaker, presidente do Ibraflor. É que estão proibidos os eventos que provoquem a aglomeração de pessoas: formaturas, casamentos, aniversários, simpósios, seminários e até cursos. Tudo foi fechado. Até os salões de festas dos condomínios residenciais. Para a retomada pelo menos parcial das vendas, o setor pediu apoio da Abras (Associação Brasileira de Supermercadistas) para manter espaços nos supermercados e ajudar a

Ateliê da Notícia | Divulgação

SAIBA MAIS O Brasil tem cerca de 8.300 produtores, 60 centrais de atacado (como as cooperativas, por exemplo), 680 atacadistas e prestadores de serviço e mais de 20 mil pontos de varejo. São cerca de 15.600 hectares de área cultivada, o que coloca o país no oitavo lugar entre os maiores produtores de plantas ornamentais do mundo.

promover as vendas. Mas não vai ser fácil. “A maioria das floriculturas está fechada e a corrida apenas por alimentos e produtos de limpeza reduziu drasticamente as compras até nos supermercados”, disse o presidente do Ibraflor. Havia uma expectativa de vendas excelentes para o dia das mães. Mas a situação sofreu uma reviravolta agora.

HOLAMBRA | Flores da cooperativa Veiling sendo transformadas em adubo

ATÉ JUNHO

CORONAVÍRUS

PLANTÃO

HOJE

CPFL suspende corte para alguns clientes

Nova Odessa compra 20 respiradores

Atendimento psicológico é on-line

Vacinação contra gripe é retomada

A Secretaria de Saúde de Nova Odessa anunciou ontem (25) a compra de 20 novos respiradores para o Hospital e Maternidade Municipal Dr. Acílio Carreon Garcia. Os equipamentos são essenciais para a sobrevivência e recuperação de pacientes graves da Covid-19. Atualmente, o município conta com oito respiradores, sendo que quatro são alugados e chegaram à principal unidade de saúde da cidade assim que a pandemia foi decretada pela OMS (Organização Mundial da Saúde). O anúncio da compra dos 20 novos respiradores foi feito pelo secretário de Saúde, Vanderlei Cocato, em live transmitida na página da Prefeitura de Nova Odessa ontem. A pasta está finalizando o processo de compra e os equipamentos devem ser entregues em até 30 dias. O menor preço encontrado pela administração juntos aos fornecedores dos respiradores foi de R$ 28 mil.

A psicóloga Ticiana Paiva de Vasconcelos, idealizadora do Plantão Psicológico na Rodoviária de Americana, está realizando um novo projeto com o Grupo Conexão Afetiva: um plantão psicológico on-line. O plantão presencial foi suspenso em razão da pandemia do coronavírus. Este é um serviço voluntário de acolhimento às demandas emocionais, realizado por psicólogos de todo o Brasil.

DA REDAÇÃO REGIÃO

A Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica) aprovou medidas a serem implementadas pelas empresas distribuidoras de energia, para garantir a continuidade dos serviços por conta da pandemia do novo coronavírus. Dentre as medidas aprovadas, que já foram adotadas desde ontem (25) pelas distribuidoras CPFL Paulista, CPFL Piratininga e CPFL Santa Cruz, está a suspensão do corte de fornecimento de energia por 90 dias por falta de pagamento. A medida vale para os clientes residenciais urbanos e rurais, incluindo aqueles cadastrados no benefício de baixa renda, além de serviços e atividades consideradas essenciais, conforme a legislação, entre eles hospitais. E não contempla outras classes de clientes. A CPFL alertou para o cuidado em relação ao acúmulo de contas, uma vez que as medidas da Aneel são temporárias, com prazo de

término definido em 22 de junho de 2020 e, no retorno das atividades regulares, cobranças de débitos terão incidência de juros e multas e serão passíveis de corte de energia em caso de não pagamento. Além disso, a negativação do cliente inadimplente em cadastros de crédito continua sendo permitida e utilizada pela companhia. Outra medida definida pela Aneel foi a permissão para que as distribuidoras realizem leituras do consumo em intervalos diferentes do usual ou mesmo que não façam. Nesse caso, será considerada a média aritmética do consumo nos últimos 12 meses. Para facilitar o recebimento e pagamento das contas e contribuir para a saúde de todos, a empresa orienta seus clientes a cadastrarem a conta por e-mail e atualizarem seus dados (principalmente e-mail e telefone celular), por meio dos canais online www.cpfl. com.br ou do aplicativo CPFL Energia.

| DA REDAÇÃO

| DA REDAÇÃO

INSCRIÇÃO O interessado em receber atendimento se inscreve pelo site www. conexaoafetiva.com.br. Segundo Ticiana, estão sendo priorizados profissionais de saúde, policiais e bombeiros. O psicólogo interessado em ser voluntário também pode se inscrever pelo mesmo site. “Iniciamos (segunda-feira, 26) e já passamos a marca de 600 pedidos de atendimento. De todo o Brasil e do exterior também”, afirmou Ticiana.

| DA REDAÇÃO

PEDRO HEIDERICH AMERICANA

lidades também é um ponto de vacinação.

Americana retoma hoje (26) a vacinação contra gripe, cuja primeira etapa é destinada aos idosos e profissionais de saúde. As 9.600 doses da vacina haviam se esgotado na segunda-feira (23), primeiro dia da campanha, mas o município já recebeu novo lote da Secretaria Estadual de Saúde, com

DRIVE THRU A Secretaria de Saúde de Americana também está utilizando o sistema de drive thru, pelo qual a vacina é aplicada dentro do veículo. Esse esquema será mantido na UBS do bairro Parque Gramado, Núcleo de Especialidades, no prédio ao lado do antigo Hospital Infantil André Luiz, no bairro Cordenonsi, e também no estacionamento do Supermercado São Vicente, em frente à UBS Cillos, no bairro São José. A vacina oferece proteção contra os vírus da influenza H1N1 e Influenza A e Influenza B. Os profissionais estão organizando a fila de modo que os idosos permaneçam com distância mínima uns dos outros. Mesmo assim, a Secretaria faz apelo para que a distância seja respeitada e que ao tomar a vacina os idosos retornem imediatamente para suas casas, evitando assim aglomerações. A campanha segue até o dia 15 de abril.

Novo lote com 11 mil doses chegou em Americana

11 mil doses. A vacina estará disponível das 8h às 16h em todas as UBSs (Unidades Básicas de Saúde), inclusive a da Vila Gallo, que passou por reforma e se encontrava fechada. A única exceção é a UBS Cillos, por ser uma unidade de referência em atendimento às gestantes. Além das UBSs, o Núcleo de Especia-


CIDADES

08

Quinta, 26 de Março de 2020

ABASTECIMENTO

Americana e N. Odessa registram aumento no consumo de água

Divulgação | Coden

Volume cresceu nas duas cidades com a maior presença das pessoas em casa devido à quarentena CLAUDETE CAMPOS AMERICANA

As companhias de saneamento básico de Nova Odessa e Americana registraram aumento do consumo de água, um dos efeitos da quarentena decretada no Estado para evitar a contaminação pelo novo coronavírus (Covid-19). Em Sumaré, a BRK Ambiental ainda não constatou aumento do consumo. Com o fechamento do comércio não essencial e das escolas, as famílias estão confinadas em casa. Em Nova Odessa, o consumo aumentou 15%. A Coden (Companhia de Desenvolvimento) de Nova Odessa informou que verificou esse au-

mento médio no consumo desde a última semana. “Se antes tratávamos entre 14 e 15 milhões de litros de água por dia para abastecer a cidade, hoje estamos tratando entre 16 e 17 milhões”, informou a companhia. Está descartada possibilidade de colapso. “Nossa Estação de Tratamento de Água trabalha com uma grande margem de segurança, considerando o crescimento populacional do município e situações pontuais como essa”, diz a Coden. Os picos de consumo estão dentro da normalidade, apontou o CCO (Central de Controle Operacional) da Coden e estão descartados rodízio e racionamento. O DAE de Americana

informou também que houve aumento de consumo de água, mas não há como precisar o percentual. “Toda água produzida é consumida pela população e a sobra é reservada. A reservação reduziu e não existe regra operacional para sistema de rodízio no município de Americana”, diz nota da autarquia. CUIDADOS Na contramão, a BRK Ambiental informou que, até o momento, não houve alteração considerável com relação ao consumo de água em Sumaré. No entanto, a BRK reforça a necessidade de atenção ao consumo de água e aos cuidados com as redes de esgoto neste período atípico. “A perma-

ÁGUA | Vista aérea da sede da Companhia de Desenvolvimento de Nova Odessa

nência por mais tempo em casa, devido às recomendações de entidades médicas para evitar aglomerações e deslocamentos que não sejam essenciais, muda também os hábitos de consumo das famílias. Fundamental evitar o desperdício e praticar, mais do que nunca, o consumo consciente”, informou a empresa, em nota. A Sabesp (Companhia de Saneamento do Estado de São Paulo) ainda não se manifestou sobre a situação em Hortolândia. O DAE de Santa Bárbara d’Oeste prestará as informações hoje.

FALTA D’ÁGUA Enquanto há aumento do consumo, os moradores reclamam da falta de água. Foi o caso do industriário José Paulo Rodrigues Negrão, residente na Rua Dinamarca, no Jardim Europa, em Santa Bárbara. Segundo ele, faz 40 dias que a água seca nas torneiras às 7h e volta às 18h todos os dias, o que compromete a higienização da casa e do quintal. Foi a segunda reclamação que fez ao TODODIA neste período. Na primeira reclamação, no dia 5 de março, a assessoria de imprensa da autarquia informou que

SUMARÉ

Dalben sanciona lei que proíbe soltar fogos PEDRO HEIDERICH SUMARÉ

O prefeito Luiz Dalben (PPS) sancionou a lei que proíbe soltar fogos de artifício em Sumaré. A informação consta no Diário Oficial do município de segunda-feira (23). O projeto de lei é de autoria dos vereadores Décio Marmirolli (PSB) e Ronaldo Mendes (PSDB) e proíbe o manuseio, utilização, queima e soltura de fogos de estampidos e artifícios, “assim como de quaisquer artefatos pirotécnicos de efeito sonoro ruidoso”. O descumprimento acarretará ao infrator a imposição de multa de

R$ 2 mil, valor que será dobrado na hipótese de reincidência, entendendo-se como reincidência o cometimento da mesma infração num período inferior a 30a dias. A proibição estende-se por todo município, em recintos fechados e abertos, áreas públicas e locais privados. EXCEÇÃO O projeto foi aprovado pela Câmara e tem como exceção da regra os fogos de vista, “assim denominados aqueles que produzem efeitos visuais sem estampido, assim como os similares que acarretam barulho de baixa intensidade”. Arquivo | TodoDia Imagem

LEI SANCIONADA | Prefeito de Sumaré, Luiz Dalben

a queixa do morador não procedia. Em Americana, a autônoma Claudia Guedes, 40, residente na Rua Ipojuca, no Jardim Ipiranga, reclamou que estava sem água em casa há dois dias e que até mesmo a reserva da caixa d´água havia esgotado. O DAE de Americana informou que houve um novo rompimento da subadutora na Avenida Campos Salles, ontem, e a previsão de conclusão dos reparos era nesta quarta-feira (25). O abastecimento de água da região ficou comprometido em função da interrupção.

HORTOLÂNDIA

Mulher é indiciada por receptação Uma mulher que comprou um veículo Fiat Siena na Feira do Rolo em Sumaré há três semanas foi indiciada por receptação em Hortolândia. Ela tentou escapar da abordagem policial, mas foi detida. Segundo o 48º Batalhão, policiais militares faziam patrulhamento pela Avenida Santana quando avistaram o veículo em alta velocidade. A motorista T.S.S. ultrapassou a equipe pela faixa contínua e os semáforos vermelhos. A abordagem foi feita na Avenida Nelson Pereira Bueno, no Remanso Campineiro, às 21h05 de terça-feira. Pela placa os policiais constataram que o carro era produto de estelionato praticado em São Paulo em 24 de julho de 2019. Foi registrado boletim de receptação e a condutora foi liberada. O carro foi apreendido. | CC


CULTURA

Quinta, 26 de Março de 2020

09

NO INSTAGRAM

Para os mais

experientes Fábio Porchat leva o “Que História É Essa” para internet com improviso e conversa com a avó Divulgação

FOLHAPRESS SÃO PAULO

Enquanto as gravações do programa “Que História é Essa, Porchat?” (GNT) estão suspensas por causa do novo coronavírus, o humorista e apresentador Fábio Porchat, leva uma versão da atração para a internet, mas com foco em entreter os idosos, que são os mais afetados pela pandemia. O “Que História é Essa, Vovó?” começou no domingo (22) em uma live do Instagram do Porta dos Fundos. O objetivo, segundo Porchat, é bater um papo e proporcionar diversão às pessoas que estão em quarentena, especialmente as mais velhas, além de ajudá-las a se convencerem da importância de ficar em casa. “A ideia do ‘Que História é Essa, Vovó?’ surgiu do time de roteiristas do Porta do Fundos. Na verdade, o que estou sentindo é que as pessoas estão falando dessa dificuldade de ficar em casa e de conseguir que os pais e avós fiquem em casa. É uma forma de levar um pouco de diversão nesse momento”, diz o humorista. No primeiro programa, no domingo (22), Porchat conversou com a sua

TV Tudo Indefinição

A situação da Jovem Pan com o comentarista Marco Antonio Villa continua a mesma. Não houve mais nenhuma conversa, desde o dia em que foi afastado. Villa continua com o seu canal, está escrevendo dois livros e publicando artigos na Isto É.

Pacote fechado

A Globo conseguiu fechar no último domingo o trabalho de edição da novela “Salve-se Quem Puder”, que deixa o ar no próximo sábado. A exemplo dos demais horários, o das sete da noite também vai aguardar uma solução para o problema do Coronavírus. Na segunda, volta “Totalmente Demais”. João Miguel Jr.

Opção

A todos os apresentadores de programas na Band foi oferecida a escolha de continuar no ar ou, por causa do Coronavírus, se afastar do trabalho. A maioria, como Renata Fan e Neto, por exemplo, ainda que obedecendo cuidados, preferiu seguir normalmente. DA TV PRA WEB | Fábio Porchat apresenta programa

própria avó, Maria Alice Robinson, 79, que, entre outras coisas, contou que estava sem cerveja em casa. “E já mandaram para ela uma caixa”, afirma o apresentador. IMPROVISO Diferentemente do “Que História é Essa, Porchat?”, em que todas as histórias contadas já são conhecidas por Porchat e pela produção antes das gravações, na internet tudo é mais livre e na base do improviso. “É aberto a quem quiser participar.” Como as pessoas mais velhas costumam ter mais dificuldades com a tecno-

logia, Porchat pede que os filhos e os netos que estejam na mesma casa chamem os seus pais e avós para participarem da live. No primeiro programa, Porchat conversou também com outros idosos, como o pai da atriz Thati Lopes, que reclamou estar longe da namorada. “Perguntei para ele: já mandou nudes? Já dei a dica para ele mandar”, brincou o humorista. O “Que História É Essa, Vovó?” será realizado aos domingos, às 15h, apenas no Instagram -o F5 apurou que o humorista e o canal GNT não terão parceria.

Prestação de serviço

A rádio Bandeirantes e a BandNews FM estão divulgando no ar nomes e forma de contato de restaurantes e bares que vão manter o serviço de delivery durante a quarentena. Âncoras estão pedindo para que os donos dos estabelecimentos se manifestem pelo serviço de WhatsApp.

Pilotando

O novo jornal pensado para a Rede TV!, em cima do atual momento e o coronavírus como pauta única, já teve piloto gravado. E Marcelo do Ó e Amanda Klein usados como apresentadores.

Porém...

A direção da Rede TV! ainda não tem uma decisão sobre o seu lançamento. E nem mesmo se será às 21h30, como inicialmente foi planejado. Tudo parado As gravações do “Que História é Essa, Porchat?”, como quase tudo, foram paralisadas. Só tem mais um inédito para a semana que vem. Agora será tomada decisão sobre o que será nos próximos tempos. Se entram reprises ou um material que ainda não foi utilizado.

Deborah Secco está em “Salve-se quem puder”, que termina sábado

Bate – Rebate • Depois de “A Força do Querer”, Thaty Taranto voltará à Globo em “Malhação : Transformação”... ... Ela trabalhará no escritório do advogado e vilão Ivan, papel de Marcello Novaes. • O GloboNews, no começo da tarde de ontem, estava ao vivo na entrevista do governador de São Paulo, João Doria... ... E assim foi até o momento em que chegou a vez de Monalisa Perrone, da CNN Brasil, fazer a sua pergunta... ... Foi a deixa para a GN voltar aos estúdios. • O “Programa da Maisa”, no SBT, ainda será inédito neste próximo sábado... ... E contará com as participações de Lucas Lucco, Niicole Bahls e o grupo “Now United”. • Paulo Bonfá estreou na BandNews, talk-show diário, às 22h30. • Não tem como: todos

estão sendo obrigados a se adaptar... ... Ontem, no “Saia Justa”, do GNT, entrou uma live, com a Astrid Fontenelle, Monica Martelli, Pitty e Gabi Amarantos direto das suas casas.

C´est fini A exemplo de outras produções do cinema, os trabalhos de “Barão Hirsch – O Judeu de Quatro Irmãos”, no Rio Grande do Sul, também foram adiados por causa do Coronavírus. O filme mostra a trajetória do filantropo Maurice Von Hirsch, que ajudou a enviar judeus para vários lugares do planeta, inclusive para o estado gaúcho. No elenco, Narjara Turetta, Daniela Albuquerque, Camilo Bevilacqua, Giuseppe Oristanio, Anselmo Vasconcelos, Alcione Mazzeo, entre outros. Então é isso. Mas amanhã tem mais. Tchau


CULTURA

Horóscopo

Quinta, 26 de Março de 2020

oscar@quiroga.net

ÁRIES | 21/3 a 20/4 Está tudo em marcha, apesar das circunstâncias. Está tudo em marcha, só falta você deixar de brigar contra os mistérios da vida e, em substituição a essa atitude, aceitar a orientação que esses indicam. É assim.

LEÃO | 22/7 a 22/8 Ainda que pareça que nada se pode fazer, sempre haverá algo a ser feito e que esteja ao alcance de seu entendimento e capacidade. Por isso, desintegre qualquer sinal de desânimo que aninhar em você. Ação e nada mais.

SAGITÁRIO | 22/11 a 21/12 Este é um momento que impõe tarefas que, de outra maneira, você teria deixado na mão de outrem. Agora é um momento de aprendizado artesanal, voltar a fazer, com suas próprias mãos, o que antes era terceirizado.

TOURO | 21/4 a 20/5 Tome iniciativas de acordo com as circunstâncias reinantes e se adeque da melhor maneira possível para não destoar. Este é um momento em que suas iniciativas hão de agregar harmonia ao meio ambiente em que habita.

VIRGEM | 23/8 a 22/9 A mente não descansa, continua abrindo portas do futuro e se encantando com as possibilidades do porvir. Assim são as coisas, a alma humana não descansa enquanto respira, só se importa com o porvir. Ela é o porvir.

CAPRICÓRNIO | 22/12 a 20/1 O Universo não começa nem termina, continua, sempre continua. Assim mesmo pode fazer você diante dos acontecimentos, continuar em frente com seus planos, se adaptando a tudo com alegria e leveza.

GÊMEOS | 21/5 a 20/6 Agora vale a pena fazer um temporário voto de silêncio, porque esse lhe dará tempo e espaço para observar, com distanciamento, tudo que acontece. Em silêncio, tome nota e observe com imparcialidade o que acontece.

LIBRA | 23/9 a 22/10 Cuide para que os pensamentos ansiosos não sejam dominantes, cuide para lhes dar um lugar, mas que não se espalhem pelo todo de sua mente. Você há de tomar as rédeas dos pensamentos, não os deixe se pensarem sozinhos.

AQUÁRIO | 21/1 a 19/2 Cuide do ambiente em que você passa uma boa parte do tempo, faça uma arrumação que esteja de acordo com sua visão. Evite a inércia, aproveite o momento para mudar os móveis de lugar. Use sua intuição para isso.

CÂNCER | 21/6 a 21/7 Ainda que os encontros estejam restritos pela quarentena, mesmo assim é possível se manter contato, esta é a magia dos tempos modernos. Isso não existia até pouco tempo atrás. Nada dê por sabido, aproveite o disponível.

ESCORPIÃO | 23/10 a 21/11 Cuide das pessoas com que se relaciona, este é um momento em que as discórdias hão de diminuir de forma consciente e intencional e, ao mesmo tempo, a harmonia há de substituir o que antes era conflito e discórdia.

PEIXES | 20/2 a 20/3 Aumente o dinamismo, ande de um lado a outro, evite a quietude. É preferível a inquietação que se assemelhe à ansiedade do que forçar uma inércia que faz tudo acabar em preguiça. Aumente o dinamismo, sua alma agradece.

Sudoku Para jogar, preencha os quadradinhos com números de 1 a 9, sem repetir algarismo em cada uma das linhas verticais e horizontais.

Palavras cruzadas

10


Quinta, 26 de Março de 2020

BRASIL+MUNDO

11

/jor n altododia

CRISE DO CORONAVÍRUS

Em queda de braço com Bolsonaro, governadores decidem manter restrições

Marcos Corrêa | Presidência da República

Após briga de Doria com presidente, 26 dos 27 chefes de Executivos apoiam isolamento e pedem dívida zero IGOR GIELOW FOLHAPRESS SÃO PAULO

Na primeira reunião ontem do Fórum de Governadores após o duelo entre João Doria (PSDB-SP) e o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), pela manhã, acerca da condução da crise do coronavírus, os chefes estaduais concordaram em manter políticas restitivas para evitar a propagação do patógeno. Eles também pediram a suspensão por 12 meses do pagamento das dívidas dos Estados com a União. São Paulo e Bahia já obtiveram decisões no Supremo para não pagar por 6 meses, desde que apliquem os valores no combate à pandemia. Participaram do encontro por videoconferência de duas horas e meia, centrada no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo paulista, 26 dos 27 governadores – apenas Ibaneis Rocha (MDB-DF) não estava presente. Na carta final do encontro, que buscou ser propositivo e evitar críticas exacerbadas a Bolsonaro, o grupo recomenda a aprovação de um projeto

urgente de renda mínima e a viabilização de recursos livres da União. Também pede a aprovação no Congresso do chamado “Plano Mansueto”, elaborado pelo secretário do Tesouro, Mansueto Almeida, que prevê acesso de Estados e municípios a empréstimos da União tendo como garantia promessa de ajuste fiscal. Um ponto central do embate entre o Planalto e os Estados, a decisão sobre quarentenas, foi quase unânime: governadores defenderam seguir orientações da OMS (Organização Mundial da Saúde), que vem apoiando o isolamento social contra o coronavírus. “O objetivo não é transformar isso numa trincheira contra o presidente Jair Bolsonaro”, afirmou Doria, que de todo modo voltou a criticar o discurso do presidente da noite de terça (24). Wilson Witzel (PSC-RJ) foi mais duro sobre o posicionamento de Bolsonaro. “Qualquer decisão baseada no achismo está sujeita à responsabilização direta daquele que o faz”, afirmou, ao defender que o país deve seguir orienta-

PANDEMIA

ções internacionais. O impacto econômico da crise dominou as intervenções de quatro minutos de cada governador. “Eu tenho muito medo dos reflexos econômicos. Tem cidade de 5.000 habitantes em quarentena, sem nenhum caso. Como é que vão ficar as pequenas e micro-empresas do país? Vai ter saque, como fica esse país?”, disse um aliado de Bolsonaro, Mauro Mendes (DEM-MT). “O principal ponto é que estamos numa luta dupla. Uma luta contra o coronavírus, mas também contra uma recessão, talvez uma depressão”, afirmou Romeu Zema (Novo-MG). “Momento difícil”, afimou Paulo Câmara (PSB-PE), citando a primeira morte pela pandemia no Estado. “As restrições estão no caminho correto. Os estados têm de se preparar”, afirmou. Outro oposicionista, Wellington Dias (PT-PI), exemplificou o drama de estados mais pobres. Disse que o apoio federal é imprescindível neste momento, ao mesmo tempo em que enfatizou a necessidade de seguir as orientações da OMS.

VIA WEB | Bolsonaro, de costas, espera Doria falar, antes de chamá-lo de leviano ao vivo

Presidente chama Doria de ‘leviano’ A reunião entre 26 dos 27 governadores ontem à tarde ocorreu depois da turbulenta videoconferência, pela manhã, entre Jair Bolsonaro e os governadores do Sudeste, que ficou marcada pela dura altercação entre o presidente e o tucano Doria. Na conversa, o governador de SP apresentou demandas e queixas gerais dos governadores, além de criticar o discurso de Bolsonaro na véspera, no qual o presidente sugeriu a reabertura das escolas e buscou minimizar a Covid-19. Bolsonaro reagiu de forma agressiva e acusou Doria de buscar protagonismo na crise para tentar se cacifar na disputa à Presidência

em 2022. O chamou de “leviano” e disse que ele se voltou contra si após ter usado seu nome para ajudar a eleger-se, em 2018. “Subiu à sua cabeça a possibilidade de ser presidente do Brasil. Não tem responsabilidade. Não tem altura para criticar o governo federal”, disse Bolsonaro. Doria respondeu via redes sociais. “Decepcionante a postura do presidente. Levamos solicitaç]oes do Governo de SP e recebi como resposta um ataque descontrolado. Ao invés de discutir medidas para salvar vidas, preferiu falar de política e eleições. Presidente, no nosso Estado temos 40 mortos. Não são mortos de mentirinha”. | FP

Ex-aliado, Caiado rompe após discurso Aliado de primeira hora de Jair Bolsonaro, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), rompeu com o presidente depois do pronunciamento na noite de terça (24). O goiano anunciou que não conversará mais com Bolsonaro. Caiado, que é médico, chamou de “discurso totalmente irresponsável” a fala de Bolsonaro. “A população tem que ter norte, rumo, os líderes têm que saber se pronunciar nesse momento”, disse. “Na política e na vida a ignorância não é uma virtude”. | FP

SETOR ELÉTRICO

SERVIÇO ESSENCIAL

Número de mortos no País Lotéricas terão funcionamento Isolamento provoca queda pela Covid-19 sobe para 57 liberado durante quarentena no consumo de energia

AGÊNCIA BRASIL BRASÍLIA

O número de mortes decorrentes do novo coronavírus (Covid-19) chegou a 57 ontem no Brasil, conforme atualização do Ministério da Saúde. Pela primeira vez desde o início da pandemia, foram registradas mortes fora dos epicentros do surto no País, São Paulo e Rio de Janeiro. Falecimentos em razão da Covid-19 ocorreram em Pernambuco, no Rio Grande do Sul e no Amazonas. O total de mortes mar-

ca um aumento de 11 em relação ao dia anterior, quando a contabilização marcava 46 vítimas fatais. Na segunda-feira, eram 25 falecimentos. Do total, 48 foram em São Paulo, seis no Rio de Janeiro, uma no Amazonas, uma no Rio Grande do Sul e uma em Pernambuco. O total de casos confirmados saiu de 2.201 ontem para 2.433 casos. O resultado marcou um aumento de 28% nos casos em relação ao início da semana, quando foram contabilizadas 1.891 pessoas infectadas.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou que vai incluir as casas lotéricas na lista de serviços essenciais que não podem ser fechados. Pelo Twitter, Bolsonaro afirmou que atualizou o decreto 10.282 de 2020 que diz quais serviços podem ser impactados por decisões locais relacionadas à pandemia do coronavírus. “No Brasil existem 12.956 casas lotéricas e 2.463 se encontram fechadas por decretos estaduais ou municipais. Para que possam funcionar em sua plenitude, atuali-

zei, nessa data, o Decreto 10.282”, afirmou o presidente na rede social. O decreto original sobre o que poderia ou não funcionar foi publicado no dia 20 de março e diz que as medidas de restrições não podem afetar parte do exercício de atividades econômicas. O texto define serviços públicos e atividades essenciais como “aqueles indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade”. Na lista, constam 35 atividades tidas como indispensáveis. | FOLHAPRESS

A queda no consumo de energia decorrente das medidas de isolamento social pode levar o setor a ter que lidar novamente com o problema de excedentes contratuais das distribuidoras, situação semelhante à que culminou com o empréstimo bilionário cobrado na conta de luz entre 2014 e 2019. De acordo com a CCEE (Câmara Comercializadora de Energia Elétrica), o consumo de eletricidade já mostra fortes reflexos do isolamento social. Na segunda (23), caiu 18% tanto às 9h, quando geralmente cresce o consumo

de energia, quanto às 14h, quando ocorrem os picos de demanda. “O aumento do consumo residencial [com o isolamento] não vai compensar a queda da demanda da indústria e do comércio”, diz Lavínia Hollanda, sócia da consultoria Escopo Energia. Em 2014, o tombo da atividade econômica gerou esse tipo de problema. Sem receita para honrar seus compromissos, as distribuidoras foram socorridas por três empréstimos mediados pela CCEE, no valor total de R$ 21,2 bilhões. | FOLHAPRESS


BRASIL+MUNDO CORONAVÍRUS

Governo vai dar cloroquina a pacientes graves da Covid-19 Mesmo sem estudos conclusivos, Ministério vai liberar 3,4 mi de unidades Marcos Corrêa | Presidência da República

FOLHAPRESS SÃO PAULO

Mesmo sem estudos conclusivos, o Ministério da Saúde vai distribuir 3,4 milhões de unidades do medicamento cloroquina e hidroxicloroquina aos estados para uso em pacientes com quadro grave pelo novo coronavírus. Segundo o secretário de ciência e tecnologia do Ministério da Saúde, Denizar Vianna, o protocolo é experimental e será restrito a pacientes internados em hospitais. O tratamento deve ocorrer ao longo de cinco dias e mediante supervisão médica, já que ainda não há dados robustos sobre eficácia para a Covid-19. “O que vamos propor é um protocolo específico de curto prazo para que possamos tratar pacientes hospitalizados. Sabemos que há lacuna de conhecimento, mas, para pacientes críticos, que vão para CTI, a taxa de letalidade chega a 49%. Temos que dar alternativas”,

MANDETTA | Ministro diz que remédio só a quem precisa

afirmou. Vianna frisa que os estudos existentes ainda são preliminares e envolvem um análogo da cloroquina, a hidroxicloroquina, além de um baixo número de pacientes. Os resultados iniciais apontam para uma aparente redução da carga de vírus em secreções respiratórias, mas ainda pre-

cisam ser confirmados. Ele alertou para riscos no uso desse tipo de medicamento pela população geral. “Não usem esse medicamento fora do ambiente hospitalar. Não é seguro. Durante o uso desse medicamento, podemos ter alterações no ritmo do coração”, disse. Nos últimos dias, decla-

rações do presidente americano, Donald Trump, sobre testes com cloroquina levaram a uma busca pelo produto nas farmácias dos EUA e do Brasil, o que deixou desabastecidos os pacientes que necessitam da medicação. O remédio é indicado a tratamento de malária, artrite e lúpus e tem efeitos adversos. Para evitar que a corrida pela droga continuasse, a Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) determinou a proibição da exportação e a necessidade de receita para a compra da hidroxicloroquina. O ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, também fez um apelo. “Aqueles que vão na farmácia podem fazer do efeito adverso do remédio um efeito muito prejudicial à sua saúde. Se você teve essa iniciativa pela falta de informação, o mais correto a fazer é a entrega do medicamento. Se você não tem malária e lúpus, não deve fazer uso desse medicamento”, disse.

PANDEMIA

COVID-19

Itália volta a ter mais de Espanha ultrapassa China em número de vítimas fatais 700 mortos em um só dia A Espanha registrou um salto de 738 mortes por coronavírus nesta quarta-feira (25), superando o total de óbitos em decorrência da doença na China, onde se originou, enquanto o país luta para lidar com o número crescente de infecções. Com 3.434 mortes, a Espanha agora tem o segundo maior número de mortes no mundo, depois dos 6.820 da Itália. O número total de casos de coronavírus aumentou em um quinto, para 47.610, ontem. Uma pista de patinação em Madri foi transformada em um necrotério improvisado, e dezenas de mortes estão sendo registradas em lares de idosos em todo o país. Profissionais de saúde da Espanha entraram com ações judiciais contra o governo, queixando-se da falta de equipamentos básicos de proteção, como másca-

ras, jalecos e luvas. O Exército espanhol pediu à Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte) ventiladores pulmonares, equipamentos de proteção e kits de teste, disse o chefe das Forças Armadas, Miguel Villarroya. A Espanha está no 11º dia de um bloqueio nacional de 15 dias, que provavelmente será estendido para 30 dias. Escolas, bares, restaurantes e a maioria das lojas estão fechados. Reuniões sociais são proibidas. As pessoas estão confinadas em casa. Além do impacto devastador na saúde, o bloqueio foi um golpe punitivo para a economia espanhola, com dezenas de milhares de trabalhadores temporariamente afastados, à medida que setores como varejo, turismo e manufatura pararam. | AGÊNCIA BRASIL

12

Quinta, 26 de Março de 2020

O número de mortos pela pandemia de coronavírus na Itália aumentou em 743 na terça-feira, para 6.820, disse o chefe da Agência de Proteção Civil do país – o que representa uma reversão da queda nas mortes observada nos últimos dois dias. Na segunda-feira (23), 602 pessoas morreram, depois de 650 mortes no domingo e 793 no sábado – o número diário mais alto desde que o contágio foi registrado na

Itália, em 21 de fevereiro. O número total de casos confirmados subiu para 69.176 em relação aos 63.927 anteriores, um aumento de 8,2%, em linha com a taxa de crescimento de segunda-feira, informou a Agência de Proteção Civil. A região norte da Lombardia, a mais atingida, permaneceu em situação crítica, com um total de 4.178 mortes e 30.703 casos. | AGÊNCIA BRASIL Grupo Veritas | Divulgação

ITÁLIA | Limpeza em Veneza, em quarentena total

GIRO

‘Merenda em Casa’: Doria anuncia ajuda de R$ 55 a alunos carentes O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), afirmou nesta quarta-feira (25) que o governo vai pagar R$ 55 mensais a famílias de alunos carentes da rede estadual. O auxílio será dado, enquanto as aulas permanecerem suspensas, a crianças pobres, cujas famílias recebem o Bolsa Família, bem como as que vivem em condição de extrema pobreza, de acordo com o Cadastro Único do Governo Federal. A medida abrange cerca de 700 mil alunos. O programa, chamado “Merenda em Casa”, é uma contrapartida ao fato de as crianças não terem a refeição na escola. “O valor é suficiente para comprar uma cesta básica”, disse Doria. Segundo o governador, a medida custará R$ 40,5 milhões por mês. Governo de SP

JOÃO DORIA | Governador anunciou apoio a alunos

Bolsa sobe 7,5%, e Dólar cai para R$ 5,03 no segundo dia consecutivo de trégua Em meio ao anúncio de medidas emergenciais no Brasil e no exterior, o mercado financeiro teve o segundo dia seguido de trégua ontem. A bolsa de valores, que na terça (24) subiu 9,66%, saltou mais 7,5% ontem e voltou a superar os 70 mil pontos. O Dólar, que terça tinha fechado em R$ 5,08, fechou em R$ 5,03. O índice Ibovespa, da B3, a Bolsa de Valores brasileira, fechou nos 74.956 pontos. O índice, que alcançou o maior nível em 12 dias, chegou a operar com alta de quase 10% durante a tarde, mas desacelerou nas horas finais de negociação. O Dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 5,033, com recuo de R$ 0,047 (-0,93%). Agência Brasil

MERCADO | Bolsa fechou em alta de 7,5% ontem

Índia tenta colocar população de 1,3 bi de pessoas em quarentena por 21 dias Países asiáticos estão implementando medidas rigorosas para conter o coronavírus. O primeiroministro da Índia, Narendra Modi, determinou uma quarentena de três semanas em todo o país. Modi disse, nessa terça-feira (24), que “especialistas da área de saúde afirmam que o período de pelo menos 21 dias é crucial para quebrar o ciclo de infecções do coronavírus”. Segundo o premiê, a quarentena “é a única forma de salvar” a população, de 1,3 bilhão de pessoas. Mais de 500 casos foram confirmados na segunda nação mais populosa do mundo.


Quinta, 26 de Março de 2020

/jornaltododi a

social@tododia.com.br

@ m augo doy

Um novo mundo

Não quero falar de vírus. Muito menos da alta do dólar. O mundo já vai computar muitas perdas, em vários setores, neste ano triste. Mas uma coisa é fato: os eventos acabaram. Talvez muitos imaginam que os eventos sociais só existem para colocar pessoas em evidência e para desfilar luxo e poder. Ao contrário deste pensamento, muitos eventos sociais que cobrimos e divulgamos fotos e textos aqui são eventos que levantam fundos para uma causa, para uma entidade ou para um projeto. Facilmente podemos lembrar aqui dos eventos do Lions Club, Rotary Club, APAE, AAANO, entre outros mais. E, infelizmente, todas essas entidades também terão déficit em seus orçamentos pois os eventos são reais. Os eventos ajudam e complementam o dinheiro necessário para o bom funcionamento das atividades e dos projetos deles. E se isso não fazia sentido para você, espero que esse texto tenha lhe trazido clareza. E se você sentir o desejo, procure uma dessas entidades, ou outras de sua confiança, e faça uma doação mesmo que pequena. Não teremos eventos, mas podemos contribuir com quem precisa da nossa ajuda e de quem precisava de eventos para angariar fundos. Os eventos acabaram. Agora a festa é em casa! Quero dizer: a festa em casa consiste em entender e dançar a música que o mundo está tocando. Todos agora dançaremos conforme a música. E pra quem pode estar em casa com tempo livre, agora é hora de ocuparmos nossas vidas e nossos pensamentos com boas atividades. Perguntamos aos nossos leitores o que eles estão fazendo em suas casas neste tempo de confinamento. E eles nos mandaram fotos de atividades pra lá de especiais! Os eventos acabaram. Mas agora damos espaço às nossas intimidades. Agora estamos em casa sem roupa de evento, sem maquiagem de festa, nem mesmo mesas postas ou decoração com flores. Os eventos acabaram e agora damos espaço ao fogão, à mesa da cozinha, ao guardanapo velho e até à mesa da sala de jantar, que agora virou sala de aula, mesa de recreação e hospeda jogos de tabuleiro, baralho ou um bom bate-papo. E juntos ali discutirmos nossos medos, ansiedades, inseguranças mas também compartilhamos com todos em casa nossos pensamentos de fé, paciência, empatia, tolerância e aceitação. Boa quarentena a todos! Acabaram os eventos e começamos agora a Coluna Máxima na casa de vocês, o que eu, particularmente, gosto muito mais.

Daniel Loureiro Ciorlin

13

Fotos: Divulgação

Maristela Piconi Mendes

Deise e Lourenço Alvarenga

Ademar da Costa Ribeiro Jr.

Marisa Leite de Barros


Quinta, 26 de Março de 2020

CLASSIFICADOS

NEGÓCIOS

IMÓVEIS OUTRAS LOCALIDADES

NEGÓCIOS

EMPREGOS

14

/jor n altododia

EDITAIS


Quinta, 26 de Marรงo de 2020

EDITAIS

15

/jor n altododia


Quinta, 26 de Março de 2020

ESPORTES

16

/jor n altododia

NÚMEROS

GIRO POR AI

Adiar Olimpíada exige sacrifício de todos, diz presidente do COI Em sua primeira entrevista coletiva após o anúncio do adiamento dos Jogos Olímpicos de Tóquio para 2021, o presidente do COI (Comitê Olímpico Internacional), Thomas Bach, afirmou que montar o novo quebra-cabeça do evento exigirá sacrifícios e compromissos de todos os envolvidos na sua organização. “As federações internacionais têm seus calendários. Vai ser um custo adicional para os japoneses. O primeiroministro Abe se comprometeu a fazer tudo o que for preciso pelo seu lado. Isso inclui os jornalistas, os atletas. Todos são impactados”, declarou o alemão nesta quarta (25). Ele disse também que os Jogos deverão ser realizados até o verão (no hemisfério norte) do próximo ano, mas não estão restritos a esse período. Poderiam, por exemplo, ocorrer durante a primavera. Fotos: Arquivo | TodoDia Imagem

CRAQUES | Português e argentino ajudam hospitais

Cristiano Ronaldo e Messi doam 1 milhão de Euros cada a hospitais Os jogadores Messi e Cristiano Ronaldo, que nos últimos anos têm se alternado no posto de melhores do mundo, já doaram 1 milhão de Euros cada um a hospitais para ajudar no combate à Covid-19. No caso do craque argentino, o valor foi dividido entre uma instituição de saúde de Barcelona e outra de Rosário, sua cidade-natal. A Espanha já registra mais de 3.400 mortes, o que pressiona o sistema de saúde do país. Os casos tem crescido especialmente na região da Catalunha. Cristiano Ronaldo, que defende a Juventus (ITA), e seu agente, Jorge Mendes, fizeram suas doações para dois hospitais nas cidades portuguesas Lisboa e Porto. Tanto o campeonato espanhol quanto o italiano foram paralisados por tempo indeterminado.

Corinthians vê cair seu rendimento na Arena Com eliminações, time tem pior aproveitamento em Itaquera desde 2014

Divulgação

FOLHAPRESS SÃO PAULO

“Caiu em Itaquera já era” é uma expressão usada pelo torcedor do Corinthians desde 2014. A frase que simboliza a superioridade do time alvinegro na Arena, entretanto, está cada vez mais escassa. O time, eliminado da Libertadores e em situação difícil no Paulistão, perdeu força no estádio. Nas últimas temporadas, o desempenho do Corinthians em Itaquera tem apresentado tendência de queda. Em 2020, por exemplo, o aproveitamento do clube na Arena é de 61%, bem inferior às marcas de 80% de 2015 e 78% de 2016. Os números atuais se assemelham aos registrados nas temporadas 2018 e 2019. Em 2017, o aproveitamento do Corinthians no estádio atingiu quase 70%, num patamar médio. As derrotas na Arena Corinthians, que eram raras, passaram a ser cada vez mais frequentes. O time alvinegro estreou com revés em Itaquera: o Figueirense venceu por 1 a 0, em maio de 2014. O segundo revés só aconteceu um ano depois, em maio de 2015. Foram mais dois naquela temporada. O número se manteve estável nos três anos seguintes e explodiu em 2018, com sete derrotas. No ano passado, foram seis. Ou seja, 14 das 23 derrotas na Arena aconteceram nos últimos dois anos. Na atual temporada, a equipe do técnico Tiago Nunes foi superada uma vez no estádio, em duelo com a Inter de Limeira na fase de grupo do Paulistão

LIBERTADORES | Eliminação em casa para o Guaraní-PAR é a frustração do ano

RENDIMENTO ANO A ANO Aproveitamento do Corinthians em jogos disputados na Arena, ano a ano desde a inauguração do estádio. 2014: 75,9% 18 jogos, 12 vitórias, 5 empates e uma derrota 2015: 80% 35 jogos, 26 vitórias, 6 empates e 3 derrotas 2016: 78,4% 34 jogos, 24 vitórias, 8 empates e duas derrotas 2017: 69,6% 34 jogos, 20 vitórias, 11 empates e 3 derrotas 2018: 62,8% 35 jogos, 19 vitórias, 9 empates e 7 derrotas 2019: 61,4% 38 jogos, 19 vitórias, 13 empates e 6 derrotas 2020: 61,1% 6 jogos, 3 vitórias, 2 empates e uma derrota Total: 70,5% 200 jogos, 123 vitórias, 54 empates e 23 derrotas

(1 a 0). Os corintianos ainda evitaram uma derrota contra o Santo André no último minuto (1 a 1). Na última rodada antes da paralisação do Estadual devido à pandemia do novo coronavírus, o time alvinegro voltou a sair atrás no placar e ficou apenas no empate, em outro 1 a 1 na Arena. A equipe, em contrapartida, venceu Botafogo-SP (4 a 1), Santos (2 a 0) e Guaraní-PAR (2 a 1) – confronto marcado pela eliminação do time na Libertadores antes fase de grupos. O Corinthians corre sérios riscos de ser eliminado do estadual antes do mata-mata. A duas rodadas do término da fase de grupos, o time soma 11 pontos em dez partidas e está cinco pontos do Guarani, o segundo do Grupo D. O líder Bragantino tem 17 pontos.

Federação espanhola anuncia pacote de ajuda a clubes do país

Vencedor do ATP de Santiago, tenista brasileiro Thiago Wild contrai Covid-19

A Real Federação Espanhola de Futebol anunciou ontem um pacote de medidas para ajudar os clubes profissionais e amadores, que paralisaram suas atividades por tempo indeterminado, em função da pandemia do novo coronavírus. A entidade ofereceu linha de crédito de 500 milhões de Euros – aproximadamente R$ 2,8 bilhoes – a times das primeira e segunda divisões. A iniciativa também contemplou as equipes não-profissionais, como as de futebol de salão e futebol feminino, além de equipes das divisões 2ªB e 3ª do futebol masculino (equivalentes a 3ª e 4° divisões no Brasil). Ele receberão até 4 milhões de Euros (cerca de R$ 21,8 milhões ), com prazo de reembolso de dois anos.

O tenista brasileiro Thiago Wild testou positivo para o novo coronavírus. O atleta, de 20 anos, postou um vídeo na rede social Instagram anteontem (24), em que revela ter começado a sentir os primeiros sintomas – gripe e febre – há cerca de dez dias. “Eu vou ficar bem, já venho me sentindo bem nos últimos dias, mas estou passando aqui, principalmente, para alertar todo mundo que tem que ficar em casa, que tem tomar cuidado com isso, que é uma doença séria, mas pode ser controlada com a força de todo mundo”. O jovem tenista – segundo melhor do País,atras apenas de Thiago Monteiro – se destacou após vencer o ATP 250 de Santiago, no Chile, em 1º de março.

Profile for Jornal TodoDia

Jornal TodoDia - Edição 26/03  

Edição de quinta-feira dia 26/03/2020 do TodoDia, o jornal da Região Metropolitana de Campinas

Jornal TodoDia - Edição 26/03  

Edição de quinta-feira dia 26/03/2020 do TodoDia, o jornal da Região Metropolitana de Campinas

Profile for tododia