Issuu on Google+

Escola Básica 2/3 Tortosendo

Parque Natural do Tejo Internacional Ciências Naturais Tatiana Duarte Pires nº 21 ; 8ºA


Designação da área protegida


Data de Inicio O parque foi formado a 17 de Agosto de 2000, e teve como objectivo a criação de uma área protegida.   Este parque tem um cenário onde se encontram diferentes tipos de vegetação e de animais (fauna e flora), com grandes horizontes bravios. É um sítio muito raro no país, onde a natureza sobressai à paisagem humanizada.


Localização geográfica  O Parque Natural do Tejo Internacional abrange o vale do troço fronteiriço do rio Tejo, vales confinantes e áreas aplanadas adjacentes, cobre uma superfície de 26. 484 ha e estende-se por território pertencente aos concelhos de Castelo Branco (parte das freguesias de Castelo Branco, Malpica do Tejo e Monforte da Beira e Cebolais de Cima), Idanha-a-Nova (parte das freguesias de Salvaterra do Extremo, Segura e Rosmaninhal) e Vila Velha de Ródão (Perais).


Classificação da área protegida A classificação do PNTI como área protegida resulta essencialmente da riqueza natural que alberga, destacando-se o conjunto das arribas do Tejo Internacional, que albergam biótopos característicos das paisagens meridionais, caso das zonas de montado de sobro e de azinho e estepes cerealíferas bem como espécies da flora e da fauna de inegável interesse Destacam-se, igualmente pelo elevado valor, as linhas de água com comunidades vegetais ripícolas associadas e, no domínio da avifauna, espécies estritamente protegidas por convenções internacionais.


Fauna  O Parque Natural do Tejo Internacional alberga mais de duzentas espécies de vertebrados. Dentre estas últimas, onze são consideradas “em perigo”, treze “vulneráveis” e outras tantas “raras”. Entre os mamíferos, presença da lontra Lutra lutra, do gato-bravo Felis silvestris e do toirão Mustela putoris. Avifauna numerosa com destaque para a ocorrência de espécies com estatuto de “em perigo” como a cegonha-preta Ciconia nigra, o abutrepreto Aegypius monachus e a águia-real Aquila chrysaetos. Presença de alguns peixes com o estatuto de “raro” como a boga-de-boca-arqueada Chondrostoma lemmingi e a enguia Anguilla anguilla.


Cegonha Preta (Ciconia nigra)

Abutre-do-Egipto (Neophron percnopterus)


Abutre-fouveiro (Gyps fulvus), tambĂŠm conhecido pelo nome de grifo

Abutre-negro (Aegypius monachus)


Gato-bravo (Felis silvestris)

Lontra (Lutra lutra)

Toir達o (Mustela putoris)


Flora ď ŹNuma paisagem de cariz dominantemente mediterrânico, salientam-se no coberto vegetal a azinheira Quercus rotundifolia, o sobreiro Quercus suber e o carrasco Quercus coccifera; o lentisco Phillyrea angustifolia e o aderno-de-folhas-largas Phillyrea latifolia; o medronheiro Arbutus unedo e vĂĄrias urzes Erica spp.; a esteva Cistus ladanifer e o zambujeiro Olea europaea var. sylvestris; o aderno Rhamnus alaternus e o espinheiro-preto Rhamnus lycioides subsp. oleoides; a aroeira Pistacia lentiscus e a cornalheira Pistacia terebinthus; o alecrim Rosmarinus officinalis e o rosmaninho Lavandula stoechas subsp. sampaiana


azinheira Quercus rotundifolia

o sobreiro Quercus suber

o medronheiro Arbutus unedo

o lentisco Phillyrea angustifolia


a esteva Cistus ladanifer

o alecrim Rosmarinus officinalis

o espinheiro-preto Rhamnus lycioides

o rosmaninho Lavandula stoechas


Neste território foram identificados até à data 92 famílias botânicas, salientando-se desta fitodiversidade as 51 espécies endémicas detectadas. Merecem particular destaque Anthyllis lusitanica e Campanula transtagana cuja área de distribuição de restringe ao centro e sul de Portugal Continental

Vulneraria(Anthyllis lusitanica)

Campainhas (Campanula transtagana)


Rochas O Parque Natural do Tejo Internacional inserese na unidade estrutural do Maciço Antigo ou Hespérico, na extremidade Este da Zona Centro Ibérica portuguesa. A zona geotectónica do Maciço Antigo, enquadrada na era geológica do Pré-Câmbrico e do Paleozóico, é constituída pelas rochas mais antigas, eruptivas e metamórficas. Predominam as rochas do complexo xistograuváquico, de idade ante-Ordovícica, intruídas por rochas magmáticas intrusivas onde se destacam as rochas graníticas e as rochas filonianas


Webgrafia Aves de Portugal, disponivel em URL : http://www.avesdeportugal.info/sittejointernac.html ICNB, disponivel em URL : http://portal.icnb.pt/ICNPortal/vPT2007-AP-TejoInternacional Life Cooler, disponivel em URL : http://www.lifecooler.com/edicoes/lifecooler/desenvRegArtigo.asp? reg=355386 Relevos, disponivel em URL : http://www.relevos.pt/index.php? option=com_content&view=article&id=69%3Atejointernacional&catid=40%3Aportugal&Itemid=59&lang=pt Wikipedia, disponivel em URL : http://pt.wikipedia.org/wiki/Parque_Natural_do_Tejo_Internacional


Parque Natural Tejo Internacional