Issuu on Google+

1 - Alguma das funções das organelas: MITOCÔNDRIA –respiração celular.

RIBOSSOMOS – Síntese protéica. CROMOSSOMOS – Controle do funcionamento celular.

CENTRÍOLOS – divisão celular.

LISOSSOMOS – digestão celular. COMPLEXO DE GOLGI – armazenamento de proteínas. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO GRANULOSO OU RUGOSO – Síntese de proteínas. RETÍCULO ENDOPLASMÁTICO LISO – síntese de lipídios.

2 - O organismo é organizado nos seguintes níveis: CÉLULA, TECIDO, ÓRGÃO, SISTEMA E CORPO HUMANO. 3TECIDO Nervoso

DENOMINAÇÃO Neurônio

FUNÇÃO Transmitir impulsos nervosos

Sanguíneo Epitelial

Hemácia

Transportar nutrientes Proteção e revestimento, secreção, "secreção e absorção" (que é o caso do intestino), impermeabilização

Muscular Liso Estriado esquelético Estriado cardíaco

Fibras musculares -------------------------- -------------------------- --------------------------

Contrações involuntárias Contrações voluntárias Exclusivamente cardíaco, movimentos constantes.


CONJUNTIVO propriamente dito

Ósseo Cartilaginoso

Osteócito Condrócitos

Adiposo

Célula adiposa

Preenchimento dos espaços intercelulares do corpo e fazer a ligação de órgãos e de tecidos diversos e entre outros, como, preenchimento, sustentação, transporte e defesa. Formação dos ossos Serve para revestir, proteger, dar forma e sustentação Deposito de energia

4 - Tecido nervoso é responsável pela transmissão do impulso nervoso entre células. Um impulso é transmitido de uma célula a outra através das sinapses (do grego synapsis, ação de juntar). A sinapse é uma região de contato muito próximo entre a extremidade do axônio de um neurônio e a superfície de outras células. Estas células podem ser tanto outros neurônios como células sensoriais, musculares ou glandulares. http://www.youtube.com/watch?v=HJOi5pFiMH0 http://members.fortunecity.com/trabinfo/nervoson.htm 5 - Fenótipo  são as características de um individuo que podemos identificar externamente (cor de olhos, cabelos, pele), e pode sofrer alteração do meio em que vive. Genótipo  Conjunto de genes do indivíduo, a constituição genética. 6 - Os gêmeos bivitelinos (fraternos, não idênticos, dizigóticos) são formados pela fecundação de dois óvulos por dois espermatozóides, ou seja, a mulher teve duas ovulações no mesmo ciclo. São os casos mais comuns, 2/3 das gestações gemelares. Os bebês podem ou não ter o mesmo sexo. Obrigatoriamente eles terão placentas separadas. Os gêmeos univitelinos (idênticos, monozigóticos) são formados quando um único óvulo, fecundado por um único espermatozóide sofre posteriormente uma divisão. Eles terão o mesmo sexo, a mesma carga genética, mas podem ter leve diferença na cor dos cabelos ou formato do rosto, provavelmente tenham marcas de nascimento distintas.

7

– Processo de fecundação do ovócito até o oócito ser implantado no útero. http://clubedasaude.no.sapo.pt/FecParto/nidacao.gif


8-

http://aprenderbiologiacomapaulaeasuzi.blogspot.com.br/2009/10/sistema-reprodutor-masculino-este.html http://tusopelaciencia.blogspot.com.br/2011/12/legenda-do-sistema-reprodutor-masculino.html


Ampliando conhecimento