Issuu on Google+

テ:RICA, e a MODA


Mais que o glamour a roupa reflete a identidade de cada individuo, mesmo que dentro de um coletivo.


Este livro não é um guia de moda do contingente africano, muito menos uma análise sobre a indústria da moda africana, materiais, trabalhadores ou seus lucros, muito menos fazer uma analise dos stylistas africanos, analisando modelos, influencias ou cores. O trabalho aqui realizado tem como objetivo mostra um continente que se torna cada vez mais cosmopolita, sempre que faço uma busca no Google (imagem) buscando a palavra África, me deparo muitas vezes com fotos primeiro do mapa do continente, depois com foto de leões ou elefante, depois fome e miséria e principalmente imagem de tribos africanas. De certa maneira parece que o continente continua parado no tempo, ou que os sistemas de buscas param o continente no tempo, cristalizando uma imagem que não consegue ser superada, é como digitar Brasil com Z no Google as imagens em que aparecem são em sua maioria da Floresta Amazônica, Rio de Janeiro, carnaval é claro futebol! Pense na América Latina existem países com 33% da população analfabeta com a Nicarágua, o golpe político no Paraguai ou o conflito armado na Colômbia, mas isso não quer disser que toda a América Latina seja desta maneira. Assim como o continente africano, é claro que não podemos esquecer que muitos países lutaram primeiro por sua independência dos países europeus, depois lutaram internamente pelo poder. O que nós faz refletir que o processo de urbanização e industrialização destes países foram extremantes prejudicados durante várias décadas.


Mas isso não que dizer que o continente é seus habitantes param no tempo, muitas destas pessoas olharam além das suas fronteiras, buscando uma nova identidade para si e para os africanos através da roupa. Não estão representados todos os países aqui, mas acredito ter selecionado designers bem interessantes da moda africana, a grande maioria não possui informações em português (apenas um) e também (apenas um) possui informações na Wikipédia, alguns possuem blogs bem estruturados, outros para se conseguir uma informação somente com muita pesquisa e mesmo assim as informações eram repetitivas ou irrelevantes. Durante a pesquisa encontrei um trabalho escolar de alunos do ensino médio sobre moda africana, alunos confeccionaram os seus trajes com motivo “africanos” (a primeira vista pensei que fossem índios) de certa maneira eles contraíram uma que os próprios africanos não têm de si. Não que não exista stylistas ligados a uma moda ligada à matriz africana, durantes a pesquisa feita em Frances encontra vários destes designers, já na pesquisa em inglês a grande maioria era possuía um estilo mais cosmopolita. O que nos leva a pensar que o Prêt-à-porter africano, é cada vez mais ligado ao mundo que a diáspora africana.

OtoJr


Nos últimos 10 anos, desde que lançou sua marca em 2003 ganhar o " Elle New Talent na África do Sul , e que está sendo apontada como a Melhor Designer pelo Sunday Times da África do Sul , este premiado designer David Tlale provou que ele é de fato uma força do design com criações que vão muito além das expectativas.


Tiffany Ambar é uma marca premiada internacionalmente. Em 2009, a fundadora e chefe de designer da marca, Folake Folarin –Coker (Nigeria) foi premiada Designer do Ano 2009/2010 na semana de moda de África (AFI ), em Joanesburgo, foi reconhecida como a marca do ano pela Revista Fashion Week. Week


Eric Raisina é uma mistura de Africano, Europeu e influências asiáticas. Originalmente de Madagascar, Eric Raisina treinado em Paris e desenvolveu o seu próprio estilo único fusão materiais da Ásia e da África para criar peças emocionantes de textura e cor. Seu trabalho inovador com ráfia tecidos, sedas, camadas de organza, e sua famosa "pele de seda" torná-lo verdadeiramente um mestre da "haute textura."


Lisa Folawiyo, fundadora e diretora criativa da Jewel by Lisa estudou direito na Universidade da Nigéria, ela começou a etiqueta em sua casa, após o nascimento de sua filha em 2005. Sua paixão por roupas e seu senso inato de estilo a levou a criar o que na época nunca tinha sido feito, o embelezamento do tecido local, Ankara, que agora se tornou um fenômeno global.


Moda pode ser muitas coisas, mas isso não significa nada se não puder ser usada . Eu realmente acredito que a moda deve reforçar aqueles qualidades ... deve torná-la mais bonita ou pelo menos fazer você se sentir mais bonita, deve fazer você se sentir mais confiante, deve fazer você se sentir protegida. Os indivíduos devem encontrar o que se encaixa nele.


Tradicionalmente, as roupas eram usadas como um meio de comunicação. Cores , motivos, enfeites eram os veículos usados para passar uma mensagem ... eles são as representações visuais de provérbios tradicionais, anúncios e às vezes até mesmo avisos...


Mai Atafo antes de aventurar-se no mundo da moda, ele viveu como um comerciante do mundo corporativo . Depois de quase sete anos no Reino Unido voltou Ă  NigĂŠria para um emprego na British American Tobacco antes de ir para Guinness Nigeria em 2007. Em 2010, quase 4 anos depois, ele fez uma pausa na carreira de seu papel como Senior Brand Manager Guinness para dedicar todo o seu tempo ao Fashion Designer .


Honey Malaolu é uma marca de moda sob medida inspirado por belas cores ricas e culturas étnicas, mantendo a essência da borboleta no centro de cada um dos nossos projetos. Cada peça de coleção recria a essência desta bela criatura na forma e ousadia , vazando com vivacidade e energia e criação de arte em simetria e textura. Combinado com uma paixão pela liberdade, que ganham vida com expressão da liberdade.


Irmãs, Carmen e Selina Sutherland , são as forças criativas por trás ROF . Seus desenhos são inspirados por um amor mútuo pelo cinema, arte e design. Operando a partir de sua cidade natal de Lagos na Nigéria, vindos de Parsons The New School for Design , esta dupla de moda inspira-se em sua boêmia produzindo projetos ecléticos para as hippies modernas.


Orange Culture é mais do que uma linha , é seu movimento. Um movimento de homens e mulheres que não permitem serem determinadas pelas roupas que usam, uma linha para pessoas que não gostam somente de cores. O designer , Adebayo Oke - Lawal tem sido constantemente envolvido em um amplo espectro de forma desde que ele começou a desenhar aos 10 anos. Seu trabalho varia de estilo e design para o jornalismo e da escrita


Senegalêsa, ela está em constante em crescimento inspiração da riqueza de tomada do tecidos Africanos, combinado com suas viagens a fusão das múltiplas culturas que moldaram suas raízes africanas para a sua educação Nova York e sua mentalidade empreendedora. Ela se considera um cidadão do mundo e seus designs são uma combinação distinta de suas experiências artísticas.


Mataano é uma linha de pronta para vestir contemporânea das mulheres com peças que redefinem elegância intemporal, infundindo um toque de modernidade e sensibilidade global. Os fundadores e mentes criativas por trás da marca são as irmãs gêmeas e Ayaan Idyl Mohallim. Em 2008, as irmãs Mohallim deu um passo ousado em conjunto, o lançamento de sua marca ("Mataano" traduz como "gêmeos" na Somália) e desenvolver uma plataforma para expressar a sua visão e as suas criações para o mercado.


Danielle e Chantelle Dwomoh - Piper ( popularmente conhecido como o DPiperTwins ) são modelos de moda gêmeas de 23 anos de idade e estilistas nascidos de pai ganês e mãe do Caribe. Apesar de terem nascido em Nova York, eles foram criados em sua terra natal , Gana por nove anos. Este amor pela moda impulsionou Danielle e Chantelle para perseguir uma moda relativamente jovem.


Ele queria se formar em algo ligado a arte, mas em Moçambique não havia nada que lhe pudesse proporcionar uma vida minimamente estável. Os Pais, tendo noção disso, não queriam com que ele se seguisse essa área (arte). Bem que mais tarde se se formou em Administração e Gestão Empresarial, também freqüentou durante 2 anos o curso de Informática de Gestão. Esse dois cursos lhe ajudaram muito a ser o que ele é hoje.


A África está se desenvolvendo e progredindo continuamente e que mostrando apenas sua lado positivo , podemos mudar a percepção de imaginários coletivos e torná-lo atraente para a produção não só de combustível, mas também de moda , cinema e turismo. É importante para o futuro deste continente e para os milhões de jovens que vivem em isso .


Diretor de criação da nova marca de moda masculina BigBen estréia com seu novo lookbook temporada com a tag "Dapper Men". De acordo com nossos achados, a etiqueta foi realmente fazendo bespoke de alfaiataria masculina desde 2012. O lookbook retratado aqui características coloridas peças completas com floral impressionante, pino listrado, xadrez e blazers de alto brilho e calças igualmente destaque.


A estilista que lutou muito para a moda Africano , para descobrir a Bogolan ( pano tradicional do Mali) em todo o mundo . Ele foi o primeiro estilista Africano que se atreveu a se vestir com as cores da Ă frica urbana Europeia ... Esta iniciativa ĂŠ antes de tudo uma homenagem a seu compromisso com a moda Africano.


Em 1965, ele foi aprendiz de alfaiate Cheickna Camara Kati . Dois anos depois, ele voltou para Ouagadougou , onde abriu sua primeira loja boutique. Em 1969 Seydou permanece Abidjan (Costa do Marfim ), antes de se estabelecer em Paris , em 1971. Na capital francesa , ele trabalhou para a Yves Saint Laurent e , em seguida, a Mic Mac com estilista Tan Giudicelli . Ele tambĂŠm conheceu o estilista Paco Rabanne .(Falecido)


Originalmente de Camarões, que originalmente estudou sociologia e história da arte, mas a moda sempre foi o sonho e sua forte ambição foi realizada nas asas do sacrifício até que ele fez um nome para si mesmo quando ele ganhou o primeiro prêmio na Jovem Designer do festival Coleção África em 27 anos de idade.


Em 1998, ele criou o primeiro FIMA , o Festival Internacional de Moda Africano Tudo que foi localizado dentro do Níger [6 ] [7] Este evento permitiu que os designers africanos a se unirem com outros designers internacionais . Como Yves Saint Laurent, Kenzo , Jean Paul Gaultier e Paco Rabanne . Desde então , o evento tem-se a passar a cada 2 anos . [8 ] [9] Em 2007, ele lançou um novo concurso e caindo no FIMA FIMA Hip Hop Concurso .


Vinda da Costa do Marfim-Costa do Marfim, Abidjan rótulo de design de moda Loza Meléombho apresenta sua coleção Primavera / Verão 2014. A coleção eclética infunde feitas à mão pano marfinense origem na Costa do Marfim, desenhos futuristas volumosos e técnicas tradicionais africanos para dar-lhe a sua opinião sobre SS14. Loza usa Kente, musselina, denim, popeline luz, plástico reciclado e índigo técnicas tingidos da África para criar essas peças estruturadas


Ashanti Chique é uma moda para a frente, feroz afropolitan acessórios pelo estilo Makeup Consultora Jennifer Osei-Mensah e da Imagens Evolushon, Imagem Consultoria Brand. Acessórios Ashanti Chique são projetados para a diva urbana que é elegante, mas orgulhosa de suas raízes africanas.


Minha mãe fazia roupas para os meus dois irmãos e eu mesmo usando uma Elna máquina de costura doméstica , de modo que a partir de uma idade jovem , eu fui inspirado por sua criatividade , daí o interesse em moda. Depois que eu terminei o ensino médio Accra Girls ' , comecei a Vogue Fashion Style Escola de Joyce Ababio e enquanto eu estava lá eu qualificado para posição avançada para um Programa de Bacharelado em Lasalle O Colégio das Artes em Cingapura.


Na House of Farrah as roupas são artesanais com os melhores tecidos e materiais provenientes de todo o mundo - sedas de luxo, linho, brocado e cristais Swarovski são empregados livremente para criar as peças mais requintadas e sob medida. Foi a primeira vez que o designer iria mostrar suas coleções em Lagos e, a julgar pela resposta entusiástica para o evento de estréia, podemos esperar para ver mais de suas criações deliciosas, tornando a Nigéria a "capital da moda".


Por tempo significa que ninguém é profeta em casa. Além disso, este é de propósito que eu queria tal orientação. Trabalhando na sombra num primeiro momento, tornar-se conhecido fora e esperar até que reconheçamos nossos talentos aqui, se estamos realmente bom ... E então ... meu mentor Sr. Ciss St Moisés não desempenhou um grande papel porque ele me chama de todos esses desfiles no exterior para as primeiras partes.


Owoghiri como diretora criativa, dando o designer chique uma avenida para criar peças atemporais elegantes, com uma mistura eclética de cores e detalhes intrincados. Ela dirige a visão do rótulo de conceituação até a produção, merchandising e posicionamento da marca. Um estúdio elegante com um ambiente de puro luxo e conforto criado no prestigiado Bairro GRA em PH para carter para as necessidades de uma clientela exigente. A boutique conceito revamp é projetado para criar um ambiente descontraído, elegante, íntimo e construção de relacionamento.


Nascido em Klerksdorp, na Província do Noroeste , o interesse principal do Sindi estava em obras de arte , mas aos 16 anos, ele pegou o bug de moda e nunca olhou para trás . "Eu encontrei moda um meio perfeito para misturar cores, conceito e proporção ea natureza imediata e dinâmica do negócio da moda . Sindi , é uma pós-graduação da Escola Nacional de Artes em Joanesburgo , e estudou na Escola Internacional de Moda de Londres


Confesso que ao fim desta pequena pesquisa, eu mesmo me surpreendi com o resultado, desta pequena obra. Não pensei em encontrar uma variedade tão grande de stylistas africanos trabalhando fora da África, a quantidade de profissionais, eventos e styles, realmente foi impressionante, talvez tenha faltado vários produtores de moda. Não fiz um perfil detalhado de cada designer presente nesta obra, assim com de suas coleções, parte do texto em cada foto, foi retirado do site, entrevistas ou pequenas biografias em sites especializados em moda, muitas vezes já e difícil escrever sobre um assunto conhecido, escrever sobre um assunto desconhecido cujo textos estão em outra língua é sem a possibilidade de grandes conferencias sobre as fontes , por isso a opção por texto curtos. Se você meu caro leitor percebeu alguns dos stylistas estudaram fora, tem mais de uma graduação, em outros casos não a informação sobre a formação do profissional, neste caso então podemos tirar algumas conclusões sobre estas pessoas. Parte destes estilistas pode pertencer a uma camada abastada, outros por imigração dos pais para trabalhar na Europa aproveitaram a oportunidade de ter uma formação diferenciada, e a ultima parcela me parece de autodidatas, ou seja, pessoas que possuem uma habilidade e conseguem apesar de tudo construir um caminho , colocando suas peças não somente em seu continente, mas também nos mercados da Europa como da América do Norte.


Muitos deles possuem um sites bem estruturados, com venda direta, Facebook, Twitter ou Instagram, outros contam com uma rede de blogs e sites de moda para divulgar sua marca. Parte destes designer fazem de suas raízes uma expressão da sua identidade africana, valorizando as cores e tecidos da região ou pais que vivem. Mas o que me pareceu apesar de tudo, que em sua grande maioria busca criar uma moda mais globalizada, tendo como foco o mercado externo, já que durante a pesquisa encontrei algumas celebridades usando roupas destes stylistas. Espero que esta pequena pesquisa ajude a quebrar mais um pouco a barreira sobre o continente africano e a imagem histórica associada a fome, guerras e doenças que muitas vez insiste em manter sobre o continente.


David Tlatle http://www.davidtlale.com/index.html David Tlale S/S 2013, New York Fashion Week - Carissa A. Thrush Pre-Summer 2011 - Site David Tlale Autumn/Winter 2012 – site David Tlale htt DESIGNERp://artistactivist.blogspot.com.br/2010/06/david-tlale-fashionvisionary.html

Folake Folarin -Coker http://www.tiffanyamberng.com http://belindaotas.com Autumn/Winter 2009 site Tiffany Amber Spring/Summer 2010 site Tiffany Amber Spring/Summer 2010 site Tiffany Amber

Eric Raisina http://www.stylebible.ph/source/article_new/2011/04/18/eric_raisina_portrait.jpg http://www.bellanaija.com/2009/09/12

Lisa Folawiyo http://www.ventures-africa.com/tag/lisa-folawiyo/ www.africafashionguide.com http://www.onobello.com/images/2013/dec/Model%20In%20JBL.jpg


Tsemaye Binitie http://www.bellanaija.com/2011/09/16/ http://fashionbombdaily.com/tag/tsemaye-binitie/ http://www.hautefashionafrica.com/2011/07/05/ http://www.fashizblack.com/mode/on-adore/tsemaye-binitie-printempsete-2012/

Maki Oh http://www.bellanaija.com/2013/03/26/ http://nigeriangirlinla.blogspot.com.br/ http://www.missblizzers.com/2012/09

Mai Atafo www.mailifestyle.com/‎ http://www.werunthings.net/lfdw-2012-highlights-mai-atafo-collection/ Photo Credits: Kola Oshalusi (Insigna)

Honey Malaolu http://www.honeymalaolu.com/index.html

Republic of Foreigner http://www.blackfabulousity.com intherof.com/‎

Orange Culture http://lagosfashionanddesignweek.com


www.the4acesdate.com www.onenigerianboy.com

Sophie Nzinga http://www.okayafrica.com/2012/10/15/ http://www.sophiezinga.com/ www.jewanda-magazine.com www.chicinspector.com

DPIPERTWINS http://www.dpipertwins.com/

Taibo Bacar http://isthisafrica.com/style-taibo-bacar/ http://passionistahub.com/2013/11/mbfw-africa-2013-taibo-bacar/ http://houseofcramer.com/runway-2/ http://rossiomagazine.wordpress.com/2013/07/12/

Lanre Da Silva Ajayi http://lanredasilvaajayi.com/

Kilani Ebenezer http://ynaija.com/style/you-will-love-big-bens-dapper-men-collection/


Mariah Bocoum Keita www.malijet.com alyceparker.wordpress.com www.pinterest.com Chris Seydou http://www.afrofashion.biz/html/chris_seydou_show.html http://fr.wikipedia.org/wiki/Chris_Seydou

Martial Tapolo http://www.martialtapolo.com/ dulcecamer.blogspot.com http://zenmagazineafrica.com/fashion/ http://helic.blogspot.com.br/2011/01/martial-tapolo.html http://alafricaine.com/tag/martial-tapolo/

Alphadi www.alphadi.net/‎ afrolegends.com www.ladybrillemag.com webzine.unitedfashionforpeace.com reservedinspirations.blogspot.com www.blackfashionweekparis.com Loza Maléombho http://www.liveunchained.com


www.capitalfm.co.ke Ajepomaa Mensah http://www.ajepomaagallery.com/runway.html www.spyghana.com FĂĄtima Aliyu Garba ecowasfashionweek.com madekreations.wordpress.com

Habib Sangare www.vumagzine.com uk.eurosport.yahoo.com www.balkanmagazin.ne Princess Peaceful Owoghiri http://www.revampbypeacefulo.com/index.html missiepopular.blogspot.com realtimefix.blogspot.com www.onobello.com

Thula Sindi thulasindi.com/‎ belindaotas.com southofthesahara.blogspot.com afi.sdr.co.za www.hautefashionafrica.com


lindaikeji.blogspot.com

Mataano hypebeast.com www.zimbio.com www.envynde.com the kho-ifro http://thekhoifro.wordpress.com/2013/10/23 mynaturalreality.com

Este livro não tem objetivos comerciais, apenas de divulgação cultural todas as marcas e fotos mostradas aqui são de propriedade de seus legítimos donos.



África e a Moda