Issuu on Google+

04

22

02 13

Com

Egly Veronezi


Seus melhores momentos merecem um belo sorriso! Temos o que você procura, profissionais altamente qualificado, excelente localização e atendimento especializado, proporcionamos aos nossos clientes o que há de mais avançado no ramo da odontologia. Venha conhecer a Clinica Dr. Ana Karina, porque sorrir sempre vale^ a pena!

Rua: Bandeirantes, n°108, Centro - Porto Feliz / Em parceria com a empresa Degradê

(15)

3261-1426


Casamento, Um momento tão importante merece um traje à altura

afinal, você é a estrela da festa!

Rua: João Angelieri, 190 - Pôrto Feliz / 15 3262-3955


Pra quem tem bom gosto! Sofisticação, Luxo e Conforto para seu ambiente


www.hyksos.com.br

Fabricamos móveis com paixão

para você dar vida nova ao seus ambientes.

Valorize o que é nosso Para nós o importante é lhe proporcionar o melhor. Nada se compara ao produto feito a mão, dessa forma podemos analisar peçapeça por nós podemos analisar peça e assim dar os os toques dede requinte por peça e assim dar toques requinte que fazem a fama da qualidade dos nossos produtos, isso tudo é feito, por respeito a você.

AV. DR Antonio Pires de Almeida, 106 - Jd Bela Fonte novarattan@hyksos.com.br Porto Feliz - Tel: 15 3261-5983


A importância do Dia Internacional da Mulher está muito acima da formalidade episódica dos registros festivos. Seu simbolismo transcende a intenção da homenagem. O próprio histórico de oficialização da data revela o corpo da universalidade instituída no gênero escolhido por Deus para gerar a vida. Como se sabe, tudo começou em 8 de março de 1.857. A mando do sistema, a polícia reprimiu um movimento reivindicatório de trabalhadoras inglesas, trancando-as dentro da fábrica e incendiando o local. Naquele dia, 130 operárias morreram carbonizadas (assunto em alta) porque cobravam melhores condições de trabalho e salários dignos. No entanto, a data só passou a ser reconhecida mundial e oficialmente como Dia Internacional da Mulher 118 anos depois, em 1975, por meio de um decreto da Organização das Nações Unidas (ONU). Não há como negar o excepcional significado da data que, ao reverenciar a mulher, na verdade assenta um instigante desafio aos pendores libertários, fraternos e humanistas da sociedade. Resistir à opressão machista é tal qual resistir às demais formas de opressão e intolerância: racial, política, religiosa, ideológica, de gênero e de escolhas, social e econômica. O fato é que o Dia da Mulher incorpora todas as datas humanistas, de referência afetiva e de simbologia voltada à promoção dos valores e direitos da pessoa. Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Dia dos Namorados, Dia dos Direitos Humanos, tudo isso cabe no Dia Internacional da Mulher. Cabe porque é Dia da Mulher e só ela pode ser mãe, em cujo coração sempre cabe mais um.

Bill

- Editor Chefe - 15 9119 2188

www.ticlikei.com.br facebook - Ticlikei Bill


Monções Joias Já virou tradição, a semana de Natal na Monções Jóias, novamente foi um sucesso, confira o que rolou no coquetel de Natal da Loja. «Aos 45 do segundo tempo», foi dessa forma que boa parte do comercio da cidade, comentou as boas vendas de fim de Ano. foi um ano muito complicado para todos, alguns setores conseguiram bons números o que é o caso de uma das empresas mais importantes da nossa revista, a Monções Jóias. Logicamente nem todos os comerciantes conseguiram números tão bons, algumas lojas fecharam, outras consideraram as vendas do ano regular, de qualquer forma, para a maioria das empresas o ano foi bom, (pelo menos para as empresas que fazem parte dos trabalhos que realizamos). Como de costume a empresa Monções Jóias, realizou um coquetel no fim do ano, para comemorar esses feitos, e contou com as principais clientes da cidade. O Coquetel desse ano foi ainda mais luxuoso do que o ano de 2011, regado a champagne, salgados e doces finos, as clientes ficaram totalmente a vontade, para enfatizar, puderam desfrutar de massagens relaxantes da esteticista Naiara (Espaço Saúde) e também de uma produção fotográfica com direto a maquiagem profissional feita pela maquiadora Rebeca. A proprietária da empresa Nilcelia aproveitou a data e o evento para apresentar a nova coleção de jóias, que encantou aos presentes, o que fez lotar o estabelecimento por toda a semana. A produção TCK deseja a Monções Jóias uma conquista ainda maior para 2013 e que continuem com tudo sempre, sendo uma referencia de sucesso para nós portofelicenses que por vezes, nos deixamos levar pelo pessimismo ou mesmo pelo desanimo. Novamente parabéns Monções Jóias.

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 14


Facebook : Ticlikei Bill : : : Pag 15


Mil

Pontos Fashion

Rua: Bandeirantes, N°154 - Centro Porto Feliz - 15 3261 5898

Uma Loja jovem, casual. Autêntica e original. Voltada para quem tem atitude e estilo próprio.


Haters Você com certeza ja deve ter visto que algumas pessoas, assim que vêem algo obtendo um destaque maior na internet, começam a simplesmente odiar aquela pessoa, empresa, programa ou que for. Pois é, já deram um nome para esse povo, eles são os Haters!

N

a Wikipédia, a palavra ÓDIO é definida como um sentimento intenso de raiva e “traduz-se na forma de antipatia, aversão, desgosto, rancor, inimizade ou repulsa contra uma pessoa ou algo, assim como o desejo de evitar, limitar ou destruir o seu objetivo”. Já a Enciclopédia Barsa dá um sentido mais próximo – traduz ódio como “paixão que leva alguém a desejar a desgraça do outro e tentar ou fazer-lhe mal”. Seja como for, os dois significados trazem, nas entrelinhas, a mesma ideia de que odiar resulta na vontade de destruir, aniquilar. Será que isso explica o que nós, que vivemos na Web e da Web, encontramos todos os dias, em todos os ambientes, em todas as redes sociais? Os haters estão entre nós e são uma multidão ruidosa, barulho este talvez fruto da tal paixão.

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 18


T

entando encontrar uma forma simples de explicar o que é um hater, nos permitimos certa licença poética – o termo hater (do inglês hate, que é odiar) significa bem mais do que simplesmente “pessoa que odeia”. Não há, em todo o nosso vernáculo, uma tradução ao pé da letra porque o hater é mais do que alguém que odeia algo. É alguém que luta para detratar esse algo, que adora odiar e que dissemina este ódio. Com uma ferocidade apavorante. De onde vem esse sentimento negativo pode ser que nunca descubramos. Mas que ele é visível, ah é. Tome-se como exemplo o vídeo veiculado pelos jornais da TV Globo no qual um policial aparece dando um tiro nas pernas de um suspeito imobilizado. Sob quaisquer circunstâncias, bastaria o mínimo de discernimento das regras da sociedade – as mais básicas que sejam – o ato seria digno de reprovação: o policial, um representante do estado, agiu como juiz e carrasco, atirando num suspeito que, naquele momento, não representava perigo. Mas… no mesmo momento em que tal matéria era publicada nos sites dos jornais, os haters apareceram em bandos para odiarem juntos a TV que veiculou a notícia, o cinegrafista que filmou a cena e o fato de o comando da PM ter decidido expulsar o policial. “Bandido bom é bandido morto” foi o mínimo do que se encontrava ali. Tanto ódio sendo destilado que muitas perguntas vêm imediatamente à cabeça: “onde vivem essas pessoas, quem são elas, por que odeiam tanto, o que passa pelas suas cabeças ao explanar, em público, que o policial devia ter dado o tiro na testa e não nas pernas”?. Esse é apenas o mais recente dos exemplos, mas há todo tipo de hater para todo tipo de situação. Se você é usuário de Mac e em algum momento diz isso em público, aparecem diversos haters de Apple que, ao mesmo tempo, são amantes de Windows. Destilam ódio em cima de você porque não suportam ter suas escolhas contrariadas. Se você usa Android, é odiado por quem usa iPhone; se ao contrário, você é esnobe e vendido. Por que uma pessoa não pode simplesmente gostar de alguma coisa, um objeto, uma pessoa, e ter aquela sua preferência respeitada, já que opinião é como impressão digital – cada um tem a sua? Já presenciei discussões no Facebook nas quais todo mundo se odiava – um era gay e odiava os homofóbicos e também os homossexuais que não se assumem; o outro era negro e dizia que gay sofre menos preconceito do que os “da cor”; quem era protestante jogava a culpa nos católicos que, por sua vez, odiavam aqueles que não comungam de suas crenças; e só pra deixar tudo ainda mais belo, ateus lutando contra crentes, defendendo suas crenças em… nada! (sim, existe um movimento de haters ateus militantes que não acreditam em Deus e que odeiam quem acredita).

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 20


NENHUMA EMPRESA fica impune ao ser considerada uma das principais de toda a cidade. No caso da Controller foi necessário muito tempo e principalmente muito trabalho, suor, planejamento, retomadas, mudanças de rota, realizações etc. Felizmente os últimos anos foram marcados por muito mais conquistas que desacertos, o que deve ser levado em consideração em se tratar do comercio tão complicado como o nosso, comercio esse que vem melhorando a cada dia e nós só podemos agradecer, a você Portofelicense por tudo o que tem feito pela Controller Informatica, muito obrigado!!!

CONTROLLER

Av. Getúlio Vargas, 271, Bambú, Porto Feliz/Sp - Tel: 15 3262-3790


O

Ora, o que se vê são pessoas, seres humanos, se comportando simplesmente como… xiitas. Isso mesmo. Agindo como Osama Bin Laden, talibãs que não aceitam as diferenças e jogam aviões de palavras em cima de edifícios de opiniões. Os haters odeiam porque acham bonito odiar ou porque está na moda – NÃO ESTÁ, eu ouso discordar. Odeiam porque sentem necessidade de contestar, mesmo quando nem sabem do que se está tratando. Se não conhecem o oponente, não sabem nada sobre sua história de vida, julgam e condenam com palavras tolas e supérfluas – hipócrita, idiota, imbecil, ignorante e palavrões mil. Nem param pra pensar que mesmo quem tem opiniões formadas muda de ideia a todo instante, porque no final das contas somos todos metamorfoses ambulantes, como já pregava o pastor Raul. As redes sociais são a maior invenção da internet desde, vamos lá, o e-mail. Promovem a reunião de pessoas e de ideias, criam o ambiente perfeito para causas serem expostas e abraçadas, para o encontro e a aproximação de pessoas, diminuindo mais ainda as distâncias geográficas; são mais uma ferramenta de interação social, haja vista que só temos uma vida, que ora está em modo online, ora em modo offline. Não dá duas vidas paralelas nas quais possamos nos comportar de formas diferentes – em uma, somos seres corajosos e capazes de bravatas homéricas; em outra, somos cordeiros indignados e calados. O que deve ficar em nossas cabeças é: será que odiamos assim também em nossas vidas pessoais, quando desligamos o smartphone ou o notebook? Se sim, não está na hora de pensarmos em produzir algo útil com todo esse sentimento represado que não uma multidão de touros soltos em busca de um bumbum para golpear? Será que todos merecem nosso ódio? Ok, não peço que todos sejam Pollyannas à espera do melhor do ser humano e da vida, acreditando que todo mundo deve amar a todos, incondicionalmente. Só nos permitamos perceber que há mais sentimentos entre o amor e o ódio do que imagina sonhar nossa vã filosofia. Sendo assim, por que não aprendemos a lançar mão de um mashup de outros sentimentos – tolerância, sensatez, paciência, parcimônia, educação, moral, dentre tantos outros – como forma de nos protegermos do ódio – o nosso próprio e o dos outros?

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 22


Educação financeira para universitários Ter somente um cartão de crédito, respeitar o limite de gastos com cartão de no máximo 30% do salário e gastar só com o necessário ajuda na hora de se educar financeiramente.

U

ma pesquisa realizada pelo Banco Central apontou que o brasileiro gasta 43% do que recebe durante o ano pagando dívidas. Há sete anos o cidadão não se endividava a esse ponto e um dos motivos disso que antes o acesso de jovens com renda de até R$ 1.000,00 ao cartão de crédito era bem menor. Para ajudar universitários que estão dentro desse perfil de consumo incompatível com sua renda, o Itaú-Unibanco e o Santander investiram em programas de educação financeira. Os bancos acreditam que se houver um bom uso dos talões de cheque, cartões de crédito e dos pequenos empréstimos os universitários desenvolvem potencial para se tornarem futuros empresários. Aeducação financeira para jovens ajudará esse público a ter menos dívidas e possibilitará que o banco aumente suas linhas créditos para esse público, que futuramente pode aplicar esse dinheiro em um negócio próprio em nos estudos para continuar crescendo no mercado de trabalho.

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 24


Itaú oferece educação financeira para universitários em todo o Brasil O Itaú-Unibanco também lançou um guia sobre educação financeira para universitários. O item possui sete seções para a organização das finanças pessoais, denominado 'Granabook'. O guia oferece consultoria em educação financeira aos universitários, mediante a interação entre os usuários da internet e os profissionais encarregados pela capacitação. Educação financeira para universitários do Santander O programa do Santander que oferece orientação financeira para universitários funciona em uma rede de 350 agências dedicadas a esse público e faz parte do 'Santander Universidades'. O banco é o primeiro grupo espanhol do segmento e no Brasil tem 425 convênios com instituições de ensino superior, que representam 80% dos seis milhões de universitários da nação. Tanto o Itaú-Unibanco, quanto o Santander oferecem mais dados sobre seus cursos em seus respectivos sites: www.itau.com.br e www.santander.com.br. 10 dicas de educação financeira para universitários Se você não começou nenhum curso de educação financeira, mas quer aprender a gerir seu dinheiro, saiba que o primeiro passo é seguir as dicas abaixo: Negocie as dívidas em aberta para a quitação; Some as dívidas para saber o que deve; Não tenha mais de um cartão de crédito; O limite do cartão de crédito (ou na soma de todos os limes de cartões que possui) não pode ser maior que 30% do valor do seu salário; Não exagere nas compras com cartões de crédito; Compre o necessário e use o bom senso para decidir o que é prioridade de compra; Nunca use todo o limite do cartão de crédito; Opte por comprar à vista; Não comprometa mais que 30% do seu salário com dívidas; Poupe dinheiro para alguma eventual emergência.

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 26


VOLTA AO MUNDO Por esses tempos realizamos muitas festas, graças a vocês todas elas com grande público, sucesso garantido. O evento intitulado Volta ao Mundo não foi diferente, mais do que isso, foi bombástico. Nós da equipe Ticlikei só podemos agradecer pois não só esse evento como todos os que realizamos vem obtido sucesso e aceitação do publico então, a todos os Portofelicenses o nosso muito obrigado!. caso queira ver mais acesse o site Ticlikei.com.br

28


32

Volta ao Mundo

Disponibilizamos essas paginas para lembrar como foi a festa VOLTA AO MUNDO. A primeira festa totalmente Open Bar na cidade e nós, só temos a agradecer ao Almanaque Bar por toda atenção que deram ao nosso evento esperamos que haja mais e mais festas como a «VOLTA AO MUNDO» Valeu a pena, que venha a próxima.


Pizzaria


T

36

C K


Empresas de Tecnologia que dominaram o mercado e desapareceram O mundo da tecnologia está sempre mudando e às vezes quem está em alta hoje poderá ser apenas uma lembrança no futuro. A rede social Orkut já foi o site do gênero de maior influência no Brasil, mas em janeiro foi ultrapassado pelo Facebook e continua perdendo público. Abaixo você conhecerá esta e outras histórias semelhantes.

O que aconteceu com eles? O

rkut - Por que foi considerada promissora? Criada em 2004 com o objetivo de ajudar as pessoas a se interligarem pela rede, o site teve um grande reinado como principal rede social do país, tanto que o Google transferiu a sede física do site da Califórnia para o Brasil. O que levou à decadência? Apesar de esquecida por boa parte dos brasileiros, o Orkut continua muito bem em seus números. Apesar disso a rede social nunca teve um cuidado grando por parte do Google, que é acusado por alguns de não dar atenção estratégica ao site. Gifs animados, correntes e postagens inconvenientes são apontados por muitos como causas prováveis para o declínio do Orkut. A verdade é que a migração dos usuários do Orkut para o Facebook é notável.

Cadê? - Por que foi considerada promissora? Quem navegava na Internet no final da década de 90 com certeza conhecia o Cadê?. O buscador brasileiro era uma das opções mais conhecidas em uma época que novos sites eram colocados manualmente nos buscadores. A empresa foi crescendo a ponto de ter como um dos sócios o dono do Ibope. O que levou à decadência? A Internet foi evoluindo e os buscadores também. O tamanho do público do Cadê? foi crescendo tanto que a empresa foi comprada por diversas outras companhias de tecnologia até parar no Yahoo!, onde funciona até hoje, mas foi perdendo destaque e perdeu de vez o reinado para o Google. - Continua>> Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 38


A

OL - Por que foi considerada promissora? No início da década de 1990 a American Online foi uma das primeiras empresas a fornecer serviços de Internet fora de universidades e complexos militares. Uma de suas principais estratégias era fornecer disquetes ou CDs com discadores para conexão. Era tão fácil conseguir um CD da AOL que algumas pessoas usavam os discos como decoração de bicicleta e outras brincadeiras. A importância da empresa era tamanha que em 2000 ela se fundiu com a Time Warner. O que levou à decadência? Sua fusão com a Time Warner não foi bem sucedida e foi considerada um erro pelos executivos do estúdio. Enquanto isso as coisas não iam bem no Brasil. A estratégia de inundar o mercado com CDs de acesso não deu certo por aqui e em 2006, acumulando um prejuízo de 186 milhões de Dólares, a AOL América Latina foi fechada. A base de usuários da empresa foi vendida para o Terra. ICQ - Por que foi considerada promissora? Em 1997 as pessoas dependiam de salas de bate papo para se comunicarem instantaneamente na Internet. O que parece extremamente simples com o chat do Facebook ou pelo MSN era revolucionário an época e o ICQ dominou o mercado de mensageiros instantâneos. A Mirabilis, empresa que criou o programa foi comprada pela AOL. O que levou à decadência? O ICQ existe até hoje mas ele começou a cair no esquecimento quando o MSN se popularizou, principalmente no Brasil. Os usuários se incomodaram bastante com a colocação de anúncios nas janelas de bate-papo. O irônico é que pouco tempo depois o MSN também colocou os tais anúncios. A chegada das redes sociais acabou sendo o golpe final nos mensageiros instantâneos e até quem era fiel ao MSN está passando a usar o chat do Facebook. Continua>> Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 40


N

apster - Por que foi considerada promissora? O Napster foi a primeira rede extremamente popular de troca de arquivos. Com foco em arquivos de música (principalmente em MP3), as pessoas podiam enviar as seus CDs e pegar coleções completas sem pagar um centavo. O Napster era tão popular no ano 2000 que o número de usuários quadruplicava toda semana. O que levou à decadência? A indústria fonográfica não gostou da ideia de pessoas trocando músicas protegidas por direitos autorais sem pagar nada às gravadoras. Diversas gravadoras entraram com processos contra o Napster por incentivo à pirataria e em março de 2001 o serviço foi fechado. O site passou por diversas reformulações e hoje é um serviço legalizado de streaming de música. Enquanto o Napster andava na linha outras alternativas para troca de arquivos como Kazaa, eDonkey e torrents tomaram a frente, deixando o Napster no esquecimento. Digg - Por que foi considerada promissora? O site que reune notícias e deixa que seus usuários escolham quais merecem mais destaque na página foi um dos mais populares da Internet, chegando a atrair 236 milhões de visitantes por ano. Uma página ou post de blog que caísse nas graças do Digg poderia apresentar um expressivo aumento nas visitas. O que levou à decadência? Diversas modificações no sistema, no designs e a saída de diversos usuários para outros serviços como Reditt e o próprio Facebook resultaram numa grande queda nas visitas do Digg. As propriedades do site foram divididas em três partes e vendidas. O serviço ainda funciona mas sem o poder apresentado anteriormente. Geocities - Por que foi considerada promissora? Nos primórdios da Internet manter uma página online era caro e vários serviços ofereciam alternativas gratuitas para quem queria um espaço para expor suas ideias. Muito antes dos blogs, era no Geocities que as pessoas escreviam sobre todo tipo de assunto, geralmente abusando dos Gifs animados. Em 1999, o Geocities era o terceiro site mais visitado de toda a Internet. O que levou à decadência? O barateamento dos registros de domínios e de hospedagem de sites fizeram com que muitos migrassem do serviço e a chegada de plataformas para blogs como Blogger e Wordpress tirou a popularidade do Geocities. Comprado pelo Yahoo! em 1999, o serviço foi fechado em 2009, quando tinha cerca de 38 milhões de páginas criadas pelos usuários. Hoje somente o Japão tem acesso ao Geocities.

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 42


Representante Exclusivo


Apartamentos de 02 e 03 dormitÓrios com suÍte, 2 vagas de garagem, elevador, escada panorÂmica, Sacadas nas salas e suÍtes, Terraço gourmet, Cobertura com salÃO de eventos, jardins e ampla área de lazer . Venha desfrutar com sua famÍlia, no centro de Porto Feliz á apenas 03 minutos do futuro Shopping Porto Miller.


Lições da tragédia

Santa Maria O domingo 27 de janeiro de 2013 foi diferente para todos os brasileiros. Um sentimento de perplexidade e de dor diante da tragédia de Santa Maria rapidamente espalhou-se de norte a sul do país. Ficamos todos atônitos diante do que aconteceu. Jovens tiveram suas preciosas vidas ceifadas de forma grotesca e covarde, mutilando o coração de inúmeros pais, parentes e amigos. Pouco a pouco as circunstâncias da tragédia vêm sendo mostradas, expondo a fragilidade dos mecanismos de proteção ao cidadão neste país, onde instituições cuja obrigação é também prevenir a ocorrência de episódios dessa natureza simplesmente são inoperantes e culpabilidades são transferidas. Empresários donos da boate? Integrantes da banda? Bombeiros? Município? Estado? Enfim, imagina-se que cada qual tenha a sua parcela de culpa e cabe à justiça definir culpados e suas penalidades. A nação clama por explicações e justiça. No meio de toda essa enorme tragédia lições devem ser aprendidas. E não adianta somente refazer as leis existentes direcionadas às boates. É simples escrever na lei que precisa ter saída de emergências, respeitar a máxima lotação permitida, sinalização, enfim, o problema vai muito mais além. Afinal quantas leis existem e não são cumpridas? De leis estamos bem servidos, precisamos de muito mais, precisamos de atitudes. Precisamos que as instituições públicas e governantes façam jus ao cumprimento de suas funções, sem esperar que tragédias ocorram para agir. Ações preventivas, educativas e mesmo punitivas são urgentes nos mais diversos setores da sociedade civil. Para exemplificar, será que o caos na saúde e na segurança pública não poderia ser resolvido antes que pessoas morressem por falta de hospitais ou vítimas de homicídios decorrentes da violência urbana? Investir na prevenção nunca é demais. Inserir socialmente os jovens tirando-os do mundo das drogas e da ociosidade não minimizaria a violência? Investir em ações preventivas de saúde Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 46

através do saneamento básico, da assistência qualificada e ampliada na atenção básica, remuneração e condições salubres para os profissionais não traria impactos positivos? Evidente que sim. Que fique a principal lição ao povo brasileiro. Somos internacionalmente conhecidos como um povo de bem, pacíficos, que respeitamos as mais diversas religiões e ainda estampamos no rosto a alegria, mesmo diante das adversidades. Falta-nos porém a conscientização sobre a necessidade de sermos os verdadeiros fiscais do país, de cobrar nossos direitos, de exercermos a cidadania, de não nos acostumarmos com os homicídios, com a falta de estrutura das estradas e com a ineficiência do poder público. Dados oficiais apontam que temos anualmente temos mais de 40.000 mortes por homicídios no Brasil, mais de 3000 por mês, mais de cem por dia. E o que fazemos contra tudo isso? Quase nada, infelizmente. Nem mais nos indignamos diante da rotina de mortes, o que é lamentável. Também ficou provada a força que a imprensa desempenha junto à população. Nessas horas sabem muito bem cumprir seu papel de concessão pública, alertando a todos sobre os perigos de incêndios em locais fechados, sobre o que fazer, como agir, buscar culpados, etc. Será que não seria o momento para uma mudança de paradigmas? Quem sabe trazer mais informação de qualidade, que leve a reflexão e ao pensamento crítico das pessoas. Que contribuam para um país melhor e que fomentem o entretenimento sadio ao invés dos chamados reality shows que enaltecem os falsos “heróis nacionais”. São horas importantes literalmente jogadas fora e que poderiam ser tão úteis para bem informar. Por fim, a principal lição que fica na tragédia de Santa Maria é que não mais devemos permitir que haja omissão do poder público no cumprimento de suas tarefas, seja na fiscalização do funcionamento de uma boate seja na promoção da saúde da população ou no oferecimento de segurança a todos.


Cidades para PessoasParte 2

Por: Thiago Vecks

NY Depois Há muito tempo sabemos tudo sobre o habitat de todos os animais do planeta. Gorilas, girafas e tartarugas marinhas. Mas e o ser humano? Qual é o lugar ideal para essa espécie viver? A resposta que não está em livros de biologia - vem sendo construída há mais de 50 anos por arquitetos e urbanistas que estudam como obter mais qualidade de vida através de uma utilização mais apropriada dos espaços que habitamos. Este levante contra a lógica do modernismo dentro dos conceitos de urbanismo da época poderia ser figurativamente narrado na história de um jovem arquiteto dinamarquês chamado Jan Gehl. Aos 26 NY Antes anos, Gehl havia se formado e trabalhava na prefeitura de Copenhagen. Um dia, foi questionado por sua esposa: "Porque arquitetos não estão interessados nas pessoas?". Ele entendeu o motivo da pergunta. Estavam no início da década de 60 e a cidade começara a apresentar problemas. Áreas até então frequentadas por pessoas passavam a perder cada vez mais espaço para os carros. O volume cada vez maior de carros exigia a construção de ruas mais largas e de estacionamentos. O espaço que restava aos pedestres, além de escasso, se tornava mais poluído, barulhento e perigoso - o que pouco a pouco fazia diminuir a vida e o movimento nas ruas. Copenhagen estava se tornando, nas palavras do próprio arquiteto, "uma cidade que a cada dia se torna um pouco pior". Convicto de suas novas idéias, Gehl definiu o primeiro passo de seu plano: iria vetar a circulação de automóveis em uma das principais ruas da cidade. A aceitação da opinião pública não poderia ter sido pior. Junto com sua idéia revolucionária, o nome do jovem arquiteto chegou às capas de jornais. "Nós não somos italianos", dizia uma delas, em consideração ao clima inóspito da Dinamarca. De muitas maneiras a idéia parecia mesmo assustadora. Se caminhar ao longo de uma enorme rua no frio pode causar estranheza a um pedestre, imagine a preocupação dos comerciantes, por sua vez, com a reação de sua clientela. - Continua>>

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 49


Mas Gehl estava correto. Com a mudança, aquela área - batizada então de Strøget - tornou-se a maior atração turística de Copenhagen e o maior calçadão de lojas da Europa. Se a NY Antes circulação de automóveis foi interrompida, o volume de pessoas aumentou absurdamente. Hoje, 250.000 pedestres chegam a passar por lá em um dia movimentado. As pessoas vão ao Strøget para caminhar, ler, comer, tomar um café ou fazer compras. Parece óbvio que elas apreciem essas atividades, mas isso pode ser facilmente esquecido quando a fluidez do tráfego de carros figura como principal prioridade no uso dos espaços. Hoje, após cinco décadas, Jan Gehl desenvolveu projetos de melhoria urbana para cidades como Londres, Nova York, San Francisco, Seattle, Melbourne, Sydney e Cidade do México. Cidades que contrataram os serviços de Gehl buscando soluções e alternativas para seus problemas. Haviam problemas, e antes dos problemas houveram escolhas ruins. Mas porque até as cidades mais desenvolvidas do mundo fazem escolhas ruins? Estima-se que, em menos de 40 anos, 70% da população mundial esteja vivendo nas cidades. Em 1970 existiam apenas duas megacidades (termo que define centros urbanos com mais de 10 milhões de habitantes). Em 40 anos, este número subiu para 23. Até 2025 devemos chegar a 37 megacidades no mundo todo. Esses problemas que os grandes centros urbanos enfrentam hoje são parte de um cenário recente, onde os enganos que cometemos no passado - sejam estes em forma física ou cultural - estão batendo à porta. É chegada a hora de começar a mudar. Com o livro Morte e Vida de Grandes Cidades, lançado em 1961, a jornalista americana Jane Jacobs fez o primeiro alerta para uma reavaliação da maneira com que as cidades estavam sendo construídas. Suas idéias permanecem atuais e funcionam como base NY Depois para o trabalho de arquitetos e planejadores urbanos. Assim como Jan Gehl, ela acreditava que boas cidades são cidades boas para pessoas. Cidades que levam em consideração as necessidades de seus habitantes; do menor ao mais velho, daquele que opta por ter um carro àquele que não, do mais saudável ao que necessita de cuidados especiais. Cidades vívidas, seguras, sustentáveis e saudáveis. Precisamos cumprimentar desconhecidos, comprar algodão doce, incentivar o comércio local, levar as crianças na Gruta, caminhar na Marginal e depois, no final da tarde, esticar nossas cadeiras na calçada de casa. Precisamos valorizar e preservar a qualidade de vida que a cidade nos oferece - e nesse aspecto, Porto Feliz é uma cidade grande.

Thiago Vecks Nakano - Apaixonado por pessoas e cidades. Colaborador na coluna «espaço público». Converse com ele por e-mail: vecksrocks@gmail.com - www.vecks.cc


LaĂ­s Giurni garota

Estudio


5 minutos para a beleza

Bolsa Verde Louis Vuitton. É uma ótima opção para o dia-adia, esse modelo a tiracolo, vai dar o toque moderno para a sua produção mais básica.

Os acessórios são a maneira mais fácil de colocar cor no nosso look, além de essenciais deixam as mulheres mais arrumadas e estilosas. Nós sabemos que quanto mais melhor, né? Mas o essencial já é suficiente para turbinar o visual. E aqui vai uma seleção dos acessórios

Carteira vermelha Louis Vuitton

que não podem faltar no nosso closet.

Tudo na Louis Vuitton é diferente e lindo. Suas malas são competidas a preço de ouro na Europa e nos Estados Unidos e são os grandes artistas que as têm. As carteiras femininas da Louis Vuitton são bem luxuosas, cheias de toque dourado, de divisões bem funcionais que dão um toque de praticidade e ao mesmo tempo bom gosto. Óculos de sol GUCCI. Os óculos de sol trazem ao mesmo tempo um visual sofisticado e divertido. Esse modelo faz um estilo vibe, ou seja, de pessoa alegre, de bem com a vida e que combina com tudo.


5 minutos para a beleza Relógio Michael Kors transparente O relógio virou um dos acessórios favoritos das mulheres porque é um dos poucos que tem função além da estética. A transparência desse modelo transforma o relógio delicado, chique, curinga e ainda assim consegue o visual elegante. Toda mulher “precisa” ter um.

A cor laranja entrou com tudo e é a cara do verão, apareceu em desfiles, editoriais de moda e nos mais diversos blogs... Ganhando destaque e roubando a cena nos acessórios, sapatos, maquiagens e também nas bolsas. O laranja definitivamente veio pra ficar! Por que não apostar em um relógio colorido?! A “febre” dos coloridos tomou conta do mercado e da moda. No pulso de adolescentes e fashionistas, eles representam a nova tendência para os acessórios da moda. Com estilo moderno e chamativo, prometem complementar o look dos jovens. Esse modelo de relógio tem um design autêntico e super divertido que combina com todo mundo. As bolsas Tommy Hilfiger possuem um ar clássico, ao mesmo tempo, jovem e moderno. Na correria do dia a dia é uma bolsa que nos acompanha sempre, tanto no trabalho como numa ida ao shopping por isso ela se destaca em sua versatilidade! Sol Gonzales, é dona do Blog « 5 minutos para a beleza» compulsiva, viciada em esmaltes, apaixonada por mãos e pés, não tira cutícula, futura esteticista e cosmétologa que ama maquiagem e tem um relacionamento amoroso com os cabelos!


Má sorte? Ao sair de casa todos os dias, você pisa primeiro com o pé direito em busca de um dia de sorte? Você usa meias do lado avesso esperando que isso lhe traga boas notícias? Dá três pulinhos e pede ajuda para São Longuinho quando não consegue encontrar algum objeto perdido? O brasileiro é doido por superstições, muitas vezes, pelas mais malucas. Em uma sexta-feira 13, então, surgem todos os tipos de crenças sem base para atormentar o imaginário das pessoas. Uma destas crendices é a de que gatos pretos trazem má sorte, um absurdo sem tamanho que, todos os anos, aterroriza bichanos, tutores de animais para adoção e donos de felinos, em razão do preconceito e da crueldade. Pelos brilhantes, olhos desafiadoramente amarelos. Gatos pretos são lindos, não há como negar. Mas como surgiu esta história sem pé nem cabeça de que um animal tão lindo é capaz de trazer qualquer tipo de mau agouro para quem simplesmente cruza com ele na rua? Na idade média, acreditava-se no mito de que os gatos eram bruxas que haviam tomado a forma de animais. Mas por que não a forma de um elefante, um pássaro, um grilo ou uma barata? Quem acredita nisso certamente tem a casa cheia de aranhas grilos e lagartixas, insetos que – segundo as superstições populares – trazem sorte, certo? Bobagens à parte, quem sofre com a irracionalidade do ser humano são os felinos. Abandonados, sacrificados e maltratados, os gatos pretos são sempre os primeiros a

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 58

serem abandonados e os últimos a serem adotados. Basta ir às feirinhas de adoção para comprovar: gaiolas e mais gaiolas cheias de filhotinhos pretos, loucos para terem um lar como qualquer siamês, persa e angorá. Nas sextas-feiras 13, o quadro se inverte. “Bem intencionados” de toda natureza aparecem em busca de um gatinho preto, mas não necessariamente interessados em lhes dar amor e carinho. Estes filhotes, muitas vezes, são vítimas de atos cruéis e rituais estapafúrdios. O Centro de Controle de Zoonoses de São Paulo já chegou até mesmo a proibir a adoção de gatos pretos nestas épocas, assim como no Halloween e na Semana Santa, tentando evitar que estes animais indefesos entrassem para as estatísticas dos crimes sem punição no Brasil. Existe também a onda contrária, das crenças do bem. E são tantas que nem é preciso pensar muito para se lembrar de algumas, olha só: Lendas dizem que gatos podem predizer o tempo: quando vai ventar, eles arranham os tapetes; quando vai chover, eles limpam as orelhas. Pessoas acreditam que os gatos são capazes ver as nossas auras. Ouviu um gato espirrando? Sinal de bom presságio. Muitas ONGs oferecem a oportunidade de apadrinhar um animal. Ou seja, você ajuda com ração, remédios e tratamento, sem realizar a adoção propriamente dita. É uma solução para quem ama animais, quer contribuir com o bem-estar, mas não tem espaço ou tempo para ter um pet em casa.


02


02

O Vado calçados inovou e desta vez trouxe para a Revista Ticlikei, o máximo de qualidade em seus produtos, com as coleções das marcas mais famosas e sofisticadas da loja. Aqui você poderá ver todas as novidades que marcas como Carmen Steffens, Luz da Lua e Shutz estão trazendo nesse inicio de outono, confira!


Vira Lata

A melhor escolha!

Em pleno século XXI, época em que tanto se discute a igualdade racial, o preconceito ainda reina soberano entre os cães e gatos abandonados. Talvez, por não obedecerem a um padrão de beleza, ou simplesmente, por pura desinformação, os “vira-latas” que já viveram nas ruas sofrem o descaso de parte da população. Felizmente, esse quadro vem mudando de uns tempos para cá. Prova disso é o resultado de uma pesquisa do Datafolha, que revelou que os bichinhos conquistaram os corações de muitos moradores. Além disso, quem já adotou um cãozinho SRD - Sem Raça Definida, garante que seu temperamento dócil e lealdade são as suas principais vantagens. De acordo com o levantamento, os SRD são os cachorros mais comuns na casa das famílias paulistanas. Nesse sentido, pode-se dizer que ONGs e grupos que incentivam a adoção de pets abandonados tiveram um papel fundamental para essa mudança positiva. Em Sorocaba por exemplo, existem vários abrigos de animais carentes e essas Ongs em atividades já contribuíram bastante para a adoção direta de muitos animais. Quem é dono de um vira-lata admite que o temperamento dócil e lealdade do bichinho são as suas principais vantagens. Apesar de serem cães sem uma linhagem pré estabelecida, não dá para prever o seu comportamento, mas, em sua maioria, são dóceis e têm características de defensores do lar. - Continua>> Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 62


Muitos aprenderam e se aprimoraram sob nossa supervisão, porém, o melhor profissional da área ainda esta conosco. Deixe seu animal de estimação com quem realmente entende do assunto e obtenha um corte exclusivo.

by Paulinho

Groomer

(15) 3262 2305 - 3262 5305 - 9773 7066 Rua Cândido Motta, 440 - Centro Porto Feliz

www.veterinariadrafilomena.com.br


Esse é o caso de Cacau, um vira-lata de 5 anos, adotado por Sonia Pereira. A pedagoga acolheu o Cau, seu apelido carinhoso, após sua filha ter ganhado o cãozinho de um amigo. “Ele é forte, tem porte elegante e é super carinhoso com os de casa”. Segundo ela, no entanto, se alguém encostar no portão, “ele vira uma fera.” O comportamento dos SRDs muda de um cão para o outro, mas aqueles que passaram pela rua costumam ser mais espertos que os criados em casas ou apartamentos. “Quando estão abandonados nas ruas acontece uma seleção natural, na qual somente os mais fortes, inteligentes e saudáveis sobrevivem.” Apesar da resistência, os vira-latas também necessitam de cuidados com a saúde. "O dono deve ter, principalmente, muito amor pelo animal, dar uma cama quentinha, água fresca e comida diariamente, além, e claro, da visita periódica ao veterinário e manter as vacinas anuais". Apesar dos milhares de cães e gatos que ainda moram nas ruas, a verdade é que os vira-latas, que antes eram renegados, estão se tornando a alegria das famílias. Ter um vira-lata é “tudo de bom”, em referência à campanha da Pedigree, que já colaborou para a adoção de mais de 12 mil cães em todo o Brasil. “Eles são diferentes, carentes, amam seus donos ao extremo e sempre os defendem”, pense bem, vale a pena!

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 64


2 consultórios para atendimento clínico e procedimentos ambulatoriais 4 internações (Casos gerais, Infecciosos I, Infecciosos II e Pós cirúrgicos) Maternidade Raio X Utrassonagrafia Centro cirúrgico moderno e equipado Laboratório hematológico Cirurgia ortopédica, em tecidos moles; Ecocardiograma, eletrocardiograma e endoscopia; Oncologia, Cardiologia

e mais 10 especialidades.

Unidade I ‐ Aberto 24 horas ‐ Av. Dr. Gualberto Moreira, 890 ‐ Parque São Bento/Sorocaba (15) 3213 2355 (15) 3021 5394 ‐ (Na avenida do radar e do posto de gasolina) Unidade II ‐ de segunda a sexta das 09:00 às 18:00 hs de sábado das 09:00 às 14:00 hs Av. Ulisses Guimarães, 2.020 ‐ Parque das Laranjeiras/Sorocaba ‐ (15) xxxx xxxx ‐ (Perto do Condomínio Ibiti)


Loja: Anjus Local: Usina Angelieri Fotografia: Rogério Moraes e Bill Modelos: Egly Veronezi Sofia Giuli Make up: Thayná Qnt Making of: Barbara Segato


Segurança web Neste vasto mundo que é a internet, muitas vezes ela pode ser levada em conta como “terra de ninguém”. Assim como todos os vírus, arquivos falsos disponíveis para download, perfis falsos em redes sociais, links falsos com spam, spywares e hackers, muitas vezes quando digitamos um site com o endereço errado, é aberto um site com um conteúdo semelhante, porém, falso. É uma espécie de site que está ali pronto para ganhar visitantes com um mínimo erro no endereço do site verdadeiro. E além de visitantes muitas vezes, estes sites falsos, têm a intenção de conseguir senhas de saldos bancários e etc. Esta ação é chamada de phishing, o termo vem do verbo inglês “to fish” (pescar). O processo é

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 76

parecido com uma pesca uma vez que a isca é lançada (um e-mail, por exemplo) e o peixe (o pobre internauta) abocanha a mesma com vontade. Há um esquema de phishing bastante “aperfeiçoado” onde o internauta recebe o email de uma pessoa conhecida (muitas vezes do seu grupo de trabalho). Isso dá uma credibilidade ao e-mail e fica mais fácil ocorrer a fraude. Como se proteger de sites falsos, dicas Oferecer dados bancários requer bastante atenção. pois depois de oferecidos para sites falsos, a sua conta está na mão de quem está atrás do phishing - Continua>>


Confira as dicas para não cair em sites falsos navegando pela internet: 1. Não comprar em um site se não sentir-se confortável: se perceber que o site pode não ser seguro, provavelmente está certo; 2. Nunca clique em links de e-mails de spam para fazer compras: não clique em um link em um e-mail de alguém que não conheça, nem compre em um site anunciado em um e-mail de spam; 3. Verifique o endereço da web para certificar-se de que está no site correto: ao acessar um site, é necessário certificar-se de que ele é legítimo e não um site falso; 4. Verifique se o site é seguro: procure por um selo de segurança, que indica que o site foi verificado e considerado seguro. Esse selo de segurança indica que o site ajudará a protegê-lo do roubo de identidade, fraudes de cartão de crédito, fraudes virtuais e outras ameaças mal intencionadas. 5. Não utilize um computador público para efetuar compras online: se estiver usando um computador público, estranhos podem conseguir acessar seu histórico de navegação e até mesmo suas informações de login. Para se proteger, faça todas suas compras online em um computador doméstico seguro. 6. Use apenas conexão segura ao enviar seu pedido: nunca compre usando uma rede sem fio desprotegida, pois hackers podem acessar suas informações de pagamento se a rede não for protegida. 7. É importante assegurar-se de que seu computador esteja protegido com um software de segurança abrangente e atual que oferece segurança contra vírus, spywares e outras ameaças online desconhecidas. 8. Use senhas fortes: escolha senhas difíceis de adivinhar e que tenham pelo menos dez caracteres consistindo em uma combinação de números, letras e símbolos.

Facebook : : : Ticlikei Bill : : : Pag 14



Revista TCK edição 22