Page 1

• ASPMI

Marcílio Dias

Toca da Coruja. Campeã da 15ª Olimpíada ASPMI

• Copa Verão Inicia a sua 12ª edição

REVISTA NOTÍCIAS ESPORTIVAS - ANO 6 - Nº 48 - SETEMBRO 2014 - DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

• Handebol Itajaí inicia a sua participação na Liga Nacional

• Bocha Itajaí é vice campeã na Taça Ouro Feminina

Mais uma vez enrolado na justiça


Os desmandos no Clube Náutico Marcilio Dias

Expediente: Informativo Notícias Esportivas Supervisão: Eládio Cardoso / Diego Cardoso Diagramação, projeto gráfico e correção: Tiburcio de Barcelos tiburcio@acolmeiaweb.com Colaboradores: Marcelo Nunes, FMEL Itajaí, ASPMI. Tiragem: 2.000 mil exemplares Fotos: Diego Cardoso, SECOM Itajaí, Nelson Robledo, Victor Schneider, Prefeitura de Navegantes. Comercial: Tel: 3344-5117 / 9600-0876 www.noticiasesportivas.com contato@noticiasesportivas.com

Em 2012, quando foi realizada a eleição para a presidência executiva do Clube Náutico Marcilio Dias, tendo a frente o ex-presidente Marlon Pereira Bendini disputando as eleições, e que ajudou a proporcionar a maior fraude nos estatutos do clube, quando na ultima hora, fizeram um festival de inscrições de novos sócios, onde apareceram 850 novos sócios com direito a eleger a diretoria executiva, a chapa do Marlon Bendini venceu o pleito com a conivência da presidência do conselho deliberativo. Os problemas Os problemas começaram a surgir em 2014 após o jogo do hexagonal final, quando o Marcilio perdeu para a equipe do Atlético de Ibirama pelo placar de 1 a 0. Já havia um boato que o resultado seria favorável ao Atlético, que com o resultado se classificaria e o Brusque cairia para a segunda divisão de 2015. Neste jogo em função dos boatos e da maneira como ocorreu o jogo, a torcida começou a se manifestar gritando “marmelada, marmelada”. Inclusive neste jogo o Presidente da Federação Catarinense de Futebol, Delfin de Pádua Peixoto Filho foi agredido por um torcedor. No dia seguinte o Tarciso Zanelato esteve na TV Univali e disse que esperava uma “explicação publica” do presidente Marlon Bendini, de que o clube não tinha nada há ver com esta historia, caso contrario, ele não iria mais ajudar o clube. Como o presidente se calou o Tarciso se afastou do processo de ajuda. Após esta decisão do Tarcisio, o presidente Marlon iniciou uma serie de atos desrespeitosos ao estatuto do clube, fazendo contratos de alugueis além do seu mandato, com antecipação de receitas. Como o conselho não se manifestava, os conselheiros Clóvis Forlin e Angioleti entraram com protocolo pedindo para que o conselho deliberativo pedisse explicações ao Marlon. “Foi criada uma comissão para apurar os fatos, e a comissão pediu as explicações e chegaram a conclusão que houve fraude e iriam pedir o seu afastamento”. Mesmo sabendo que estava sendo investigado não deu bola e fez mais uma renovação do aluguel de um dos estacionamentos, contrato que nem havia expirado, pois terminaria em dezembro de 2014, por tanto totalmente fora do seu mandato. Toda esta bagunça acabou nas barras do tribunal. O Marlon conseguiu uma liminar para não ser cassado. Agora é só esperar para saber se o clube vai ou não entrar na justiça para que o Marlon devolva os valores que recebeu sendo responsabilizado por ter cometido apropriação indébita. Vamos aguardar os próximos episódios desta triste realidade.


FMEL

05

Cancha municipal recebe Taça Ouro Feminina disputadas demonstradas, aqui neste fim de semana, temos a certeza de que os Jogos Abertos vão ser nivelados pelo alto”, explica o dirigente.

A cancha de Bocha João José Sedrez que foi recentemente inaugurada no Parque do Agricultor Gilmar Graf na Comunidade Rural da Baía, recebeu a Taça Ouro de Bocha Feminina. A competição reuniu competidoras de 11 cidades de todas as regiões do Estado: Rio do Sul, Blumenau, Capinzal, Chapecó, Caçador, Pomerode, Brusque, Criciúma, Balneário Camboriú, Timbó, Indaial, além da anfitriã Itajaí. Competição nacional Segundo Osni Machado, diretor técnico da Federação Catarinense de Bocha e Bolão, a Taça Ouro Feminina é uma das competições mais niveladas do país. “Em Santa Catarina, temos a elite da bocha do Brasil. Cidades como Rio do Sul, Itajai e Chapecó, estão entre as grandes forças e tem as melhores jogadoras do Brasil”. Tanto que quatro atletas do Estado vão disputar o Campeonato Mundial da categoria, no próximo mês. “Duas de Chapecó e duas de Itajaí, vão representar o Brasil”, comemora. Segundo, Machado, a Taça Ouro também serviu como prévia dos Jogos Abertos de Santa Catarina. “Pelo nível e pelas intensas

Padronização A competição disputada em Itajaí que deu a equipe campeã, uma vaga no campeonato brasileiro foi de “Bocha Rafa Vollo”, o diretor técnico da Federação explica que graças a essa nomenclatura, houve uma padronização das regras deste esporte centenário que surgiu na Itália. “Já fazem quatro anos que houve essa padronização, tantos nos itens usados pelos jogadores, quanto nas regras, com essa sistema, a Bocha Rafa Vollo é utilizada em mais de 140 países”, diz Osni Machado.

em 2013, a equipe parou na vice-colocação, mas que para os JASC 2014, a intenção é sim, subir no lugar mais alto do pódio. Neste ano, a bocha feminina já conquistou o título da Taça Santa Catarina e do Campeonato de Trio, além de ser vicecampeã no Campeonato Brasileiro. Cancha Municipal João José Sedrez Antes do início da competição, a Fundação Municipal de Esporte e Lazer (FMEL) fez uma homenagem ao agricultor João José Sedrez, que faleceu em 2013, e que agora dá o nome à Cancha Municipal, localizada no Parque do Agricultor. Sedrez que faleceu no ano passado, dedicou sua vida à atividade rural onde morava, na comunidade de Arraial dos Cunha.

Itajaí Uma das favoritas ao título da Taça Ouro, Itajaí caiu na grande final. Na decisão, as itajaienses perderam para o Industrial, de Chapecó, por 2 a 1, ao vencer somente a competição por trio por 12 a 3, ficando com a segunda colocação. De acordo com o professor Wilson Voss, esta competição, teve foco principal nos JASC. Voss ressalta quem

ancri BANCO DE CREDITO POPULAR Mais oportunidades para você crescer

Financiamento para a aquisição de: • Máquinas e Equipamentos • Ferramentas • Estoques e Reformas ATÉ 24X PARA PAGAR • Capital de Giro • Empréstimo Pessoal

Av. Joca Brandão, 265 - Centro - Itajaí Tel:(47) 3045-6030


L.I.D

06

Turno encerra em alto nível jogadores de cabeça mais quente, a questão disciplinar é outro ponto chave e merecedor de elogios nessa primeira fase. “Além do equilíbrio dentro de campo, a questão disciplinar está muito bem, tivemos um baixo número de cartões amarelos por jogo e ainda menor, quando o assunto são os cartões vermelhos”, comemora Paulinho.

Competição começa o returno que vai definir equipes classificadas para a fase decisiva do Amador 2014. Uma palavra pode definir o turno do Campeonato de Futebol Amador da Liga Itajaiense de Desportos, a LID: o equilíbrio. A competição que encerrou seu primeiro turno no começo de setembro tem sido marcada por jogos de bom nível técnico que acabam mantendo o equilíbrio entre os times. “O primeiro turno foi surpreendente, tanto que tivemos poucas goleadas e vários jogos com placares apertados”, comenta Paulo César Gonçalves, o presidente da LID. Disciplina Fora um problema ou outro com

Decisivo Com a rodada de abertura do returno começando no domingo (13), a competição segue para a decisão. A intenção da organização é terminar o campeonato antes da disputa dos Jogos Abertos de Santa Catarina que devem roubar todos dos holofotes todas as atenções, e concentrar a atenção do público. Paulinho explica que a Liga pretende fazer a final do campeonato no Estádio Doutor Hercílio Luz, e se possível já os jogos de semifinais. “É uma questão de segurança e que também envolve conforto. Como são jogos decisivos, a presença do público, inclusive com suas famílias é bem maior, mas tudo depende de um acordo com os clubes. A decisão deve sair nos próximos dias”, explica o dirigente. Infantil Foi realizada no dia 5, a primeira reunião da Liga para o campeonato sub-15, a competição que começa em outubro já tem seis clubes definidos e ainda oferece, a oportunidade para que mais duas escolinhas de futebol possam mostrar seus talentos. Informações e inscrições com a Liga pelos telefones: 3348-1330 ou 9612-6644.

Classificação O Campeonato da Liga mostra seu equilíbrio em sua classificação. Confira no site da LID (www.ligaitajaiense.com.br), como terminaram as equipes no primeiro turno.


Copa Verão

07

Começa a Copa Verão 2014 - Taça

Com novidades que buscam a renovação e a organização. Competição dá uma vaga na Copa Primavera 2015. Vila Operária e Lituânio FC deram o pontapé inicial para 12ª edição da Copa Verão no Estádio Dr. Hercílio Luz, porém o encontro dessas duas equipes não marca apenas a rodada inaugural de uma competição e sim, o começo de uma renovação no futebol amador de Itajaí. Com 12 equipes, a Copa Verão, que é organizada pela ACFAI, a Associação de Clubes do Futebol Amador de Itajaí, em 2014, leva o nome de Taça “Raio e Roda, aqui você pedala melhor”, tem uma proposta diferente. “Renovação é palavra chave desta edição, nossa intenção é que o futebol amador de Itajaí ganhe novos jogadores, novos valores. Sabemos que temos bons atletas”, afirma Alcemir Crispim da Silva, o presidente da ACFAI. Times Os 12 times que participam da Copa Verão/ Taça Raio e Roda foram divididos em 3 chaves que são as seguintes: Chave A: Vila Operária, Lituânio FC, União de Espinheiros e Nova Geração Esporte Clube. Na Chave B, os

FMEL Fundação Municipal de Esporte e Lazer

times que lutam pelo acesso são: Jardim Itália, Nacional F.C, IX de julho e Volta de Cima que abriga integrantes do tradicional Retranca Futebol Clube, equipe que disputa vários campeonatos de Futebol Society na Região. A chave C é composta por: Gomes da Costa, Bahia, Grêmio FC e União do Oeste. Segundo Crispim, todas as equipes estreiam na competição. “A única exceção é o Nova Geração que foi rebaixado na Copa Primavera 2013. De resto, são todas equipes novas que vão disputar seu primeiro c a m p e o n a t o ”, a c r e s c e n t a . A competição ganhou uma conotação ainda mais bairrista, até porque na edição 2014, estão inscritas apenas equipes de Itajaí. O campeão da Copa Verão está garantido na Copa Primavera 2015, a elite das competições da ACFAI. Regulamento A Copa Verão 2014 foi dividida em jogos de turno e returno. Com partidas, acontecendo aos domingos. Na segunda etapa, a competição se transforma em mata-mata. A previsão segundo Alcemir é encerrar a disputa em 16 de outubro. “Ainda não temos um local definido, mas temos a certeza de que a decisão não vai acontecer no Estádio Dr. Hercílio Luz, porque lá, vai ser montado o palco da cerimônia de abertura dos JASC”, fala Alcemir que garante que a final da Copa Verão vai ser disputada em um dos campos tradicionais do futebol amador de Itajaí.

Disciplina Alcemir ressalta que a Copa Verão não deve fugir as características das competições organizadas pela ACFAI. “Da parte disciplinar nós não abrimos mão, faz parte da nossa associação, focar no respeito a arbitragem, aos jogadores e as torcidas que acompanham aos jogos”. Alcemir Crispim também comenta que a edição 2014 traz uma novidade. A padronização das bolas usadas. “Foi acertado com todos os clubes, vamos utilizar as bolas da Penalty, as mesmas usadas em campeonatos como o Catarinense e a Série B do Brasileirão”.


TIPSO

08

Um mês. Sensações diferentes Os últimos dias tem sido bastante intensos para as equipes de base do TIPSO/BIOLEVE/ASPMI/FMEL Itajaí, a equipe que representou Itajaí na fase regional da OLESC, as Olimpíadas Escolares em Rodeio, não conseguiu avançar a fase estadual da competição. E apesar da sensação de doação e de esforço máximo, fica um pouco da frustração, por esta eliminação ter sido apenas, no detalhe. Nos pênaltis Após um jogo pra lá de equilibrado, Itajaí foi eliminada apenas nos pênaltis. “Os meninos estão de parabéns pelo belo trabalho, pênaltis sempre são complicados”, lamentou Leandro Borges, o Maguila, auxiliar técnico da equipe itajaiense que destacou, a evolução que o futsal itajaiense vem tendo nos últimos anos. Afinal de contas, mais do que representar, os meninos tem conseguido que Itajaí volte as “cabeças” do Estado, quando o assunto é futsal. Estadual Depois de participar da etapa em Lages, no mês de agosto, as atenções das equipes sub-15 e sub-17 se voltam para a próxima etapa da competição. Segundo Leandro Borges, a equipe sub-15 volta a ação nos dias 3 e 4 de outubro, jogando em casa. A chave além de Itajaí é composta por: Criciúma, Marista de Chapecó e a forte Krona de Joinville. “Agora a coisa complica ainda mais, até porque já estamos entre os 16 melhores do Estado. No começo da competição pra você ter uma ideia, eram 35 equipes”, diz Borges. Leandro revela que a equipe sub-17 já classificada, aguarda as definições dos adversários através dos demais jogos. Bom momento O futsal de Itajaí atravessa um momento fantástico, de organização e onde os frutos dos trabalhos do TIPSO e da FMEL já dão resultados. “É marcante o nível de história para o futsal de Itajaí, eu não lembro de quando o futsal da cidade havia conseguido tantos bons resultados, a termos de categorias de base”, finaliza o auxilar técnico. Foto arquivo

Foto arquivo


OLESC

09

Um mês. Sensações diferentes modalidade é recente nos dois naipes, mas, eu tenho a certeza de que no próximo ano, essas duas equipes estarão bastante fortes e p r i n c i p a l m e n t e e x p e r i e n t e s ”, acrescenta o dirigente da Fundação de Esportes. Kelynton ainda cita a “falta de sorte” do futsal, que caiu em uma chave complicada e mesmo assim venceu a poderosa Krona por 2 a 1 na primeira Foto arquivo fase. “Ficamos um pouco chateados com os resultados do Futsal, mas é do Itajaí encerra participação com esporte, não tem nada que desabone esse segundo lugar geral. trabalho excelente feito pelo Maiu e a equipe Contando com a participação de do Tipso”, comenta Kelynton que garante que mais de 1100 atletas de 28 municípios, a as três equipes que vão disputar a fase etapa Leste – Norte da OLESC, as Olimpíadas estadual da Olesc vão com muita força. Escolares de Santa Catarina. Com a disputa do “Somos os favoritos no Handebol, tenho futsal, handebol, basquete e voleibol, os três certeza de que bons resultados virão de primeiros colocados em cada modalidade e Criciúma”, finaliza. naipe garantiram vagas na fase estadual da competição que acontece entre 20 e 27 de setembro em Criciúma, cidade no Sul do Estado. Itajaí Disputando as seis modalidades, a sensação da equipe itajaiense é de que os resultados e a sorte poderiam ter colaborado um pouco mais para um bom resultado. “A nossa expectativa era conseguir bons resultados e até quem sabe a classificação em todas as modalidades, infelizmente, por alguns detalhes, acabamos não conseguindo”, diz Kelynton Cordova da Silva, gerente administrativo da FMEL de Itajaí que coordenou a delegação. Itajaí garantiu lugar na fase estadual em três modalidades. No voleibol masculino e no handebol, através de seus dois naipes, o masculino e feminino. No feminino, destaque para a classificação suada das meninas de Itajaí que garantiram lugar, apenas na prorrogação, por 21 a 17, após um jogo extremamente complicado, contra Jaraguá do Sul. “O basquete, sabíamos que seria bastante improvável conseguir uma das vagas para a fase estadual. O trabalho na

Outras vagas A final do futsal masculino consagrou Luis Alves, campeão da modalidade ao vencer por goleada de 5 a 0 a equipe de Camboriú. O terceiro lugar foi de Balneário Camboriú que fez 4 a 1 em Joinville. No futsal feminino o título foi de Blumenau, que venceu Balneário Camboriú por 4 a 0. A terceira colocação ficou com Joinville que goleou Camboriú por 8 a 1. No basquete masculino Guaramirim bateu o favorito Blumenau por 36 a 30 e levou o título da modalidade. Balneário Camboriú ficou com o terceiro lugar ao vencer Porto União por 61 a 36. O título do basquete feminino ficou com Joinville: 37 a 28 sobre Blumenau. Já a medalha de bronze ficou com São Bento do Sul, depois da vitória de 28 a 15 sobre Mafra. O handebol masculino teve como campeão São Bento do Sul, que passou com dificuldade sobre o time de Itajaí: 20 a 19. Jaraguá do Sul ficou com a terceira colocação com a vitória de 31 a 18 sobre Joinville. Os meninos de Blumenau confirmaram o favoritismo e venceram o vôlei com uma vitória de 3 a 0 diante de Itajaí (parciais de

25/13, 25/12 e 25/19). Joinville garantiu o terceiro lugar depois de vencer por 3 a 0 Balneário Camboriú (25/16, 25/13 e 25/18). Blumenau também fez bonito no vôlei feminino com a vitória de 3 a 0 diante das meninas de Nova Trento e conquistaram o título da modalidade (25/13, 25/22 e 25/12). Quem se classificou em terceiro lugar foi Pomerode com a vitória de 3 a 1 sobre Balneário Camboriú (25/15, 25/23, 22/25 e 25/22). Em entrevista ao portal da Fesporte, a gerente de esportes de autorrendimento da Fundação de Esporte de Blumenau, o titulo de campeão geral é o resultado de muito trabalho dos técnicos. “Com essa vitória estamos otimistas para uma boa participação na etapa estadual da Olesc em Criciúma. Vamos brigar pelo título”.

Confira os classificados para a fase estadual • Futsal masculino Luís Alves, Camboriú e Balneário Camboriú • Futsal feminino Blumenau, Balneário Camboriú e Joinville • Basquete masculino Guaramirim, Blumenau e Balneário Camboriú • Basquete Feminino Joinville, Blumenau e São Bento do Sul • Handebol masculino São Bento do Sul, Itajaí e Jaraguá do Sul • Handebol feminino Itajaí, Jaraguá do Sul e Barra Velha • Vôlei masculino Blumenau, Itajaí e Joinville • Vôlei feminino Blumenau, Nova Trento e Pomerode


ASPMI

10

Termina a Olimpíada Interna da Associação

Completando 50 anos de história em 2014, a ASPMI, a Associação dos Servidores Públicos Municipais de Itajaí, realizou a décima quinta edição da já tradicional Olimpíada Interna. O evento contou com a participação maciça dos associados que disputaram sempre em clima de muita amizade, as provas entre os dias 20 e 29 de agosto. O diretor de Esportes da ASPMI, Antônio Carlos Cunha, o “Tonho”, elogia a competição que segundo ele foi um sucesso. “Felizmente, em mais um ano o associado compareceu em massa e conseguimos fazer uma competição que agradou. Acredito que essa edição das nossas Olimpíadas ficou dentro das expectativas”, comentou. A opinião é compartilhada pelo presidente da Associação Ivo Olampio Vicente, que também elogiou a participação do associado. “É interessante ver essa participação, sabemos que o nosso sócio gosta de ver a ASPMI agitada, com movimentação e programações para toda a família. Acredito que as nossas Olimpiadas internas fecharam bem com esses objetivos”, comemorou Ivo. Homenagem

As equipes compostas por servidores públicos de todos os órgãos da Prefeitura Municipal de Itajaí tiveram nomes bastante peculiares na disputa das Olimpiadas. É que a ASPMI prestou homenagem as barracas da sede social da entidade e que já serviram como palco de vários momentos bacanas para os associados. A classificação geral da 15ª edição da Olimpíada interna da ASPMI ficou assim. Em primeiro lugar, a Toca da Coruja, na vice colocação o Recanto da Capivara, seguido pelo Recanto do Barnabé em terceiro lugar. E fechando, a classificação, na lanterninha, a equipe do Quiosque do Parque.

entra em exposição no átrio da Prefeitura de Itajaí entre os dias 06 e 10 de outubro. Além disso, um grande baile, embalado aos sons dos anos 70, 80 e 90, embala os associados no dia 20 de setembro. A animação fica por conta do VJ Farley.

Mais comemorações Os eventos esportivos voltam a pauta de comemorações da ASPMI no mês de outubro. Mas até lá, a associação organiza mais eventos para comemorar essa data tão especial. A mostra fotográfica dos 50 anos será apresentada entre os dias 08 e 19 de setembro na sede da ASPMI, depois o acervo segue para a Câmara de Vereadores, onde fica em exposição entre os dias 22 à 26 de setembro. Fechando as atividades, o material Depois de várias disputas em todas as modalidades, a equipe da Toca da Coruja contabilizou 234 pontos, seguido pelo Recanto da Capivara que totalizou apenas 4 pontos a menos, fechando a competição com 230 pontos, o Recanto do Barnabé garantiu o terceiro lugar com 226 pontos conquistados e o Quiosque do Parque, na lanterna com apenas 180 pontos.


ASPMI Premiação da 15ª Olimpíada Interna ASPMI

11


AEVI

12

Conheça o Projeto “Vôlei nos bairros” rendimento de Itajaí. “Como trabalhamos com essas crianças de 9 a 14 anos, a p o s s i b i l i d a d e é b a sta nte g ra n d e d e encontrarmos talentos para disputar OLESC, JEC, Estaduais e quem sabe, no futuro, até os Jogos Abertos de Santa Catarina por Itajaí”, comemora Fábio. Foto arquivo

Promovido pela AEVI, projeto social visa integrar crianças ao esporte e servir como revelador de talentos. Através de cinco polos espalhados em vários bairros da cidade, a AEVI – a Associação Esportiva Vale do Itajaí, desenvolve o projeto “Vôlei nos bairros”. A iniciativa que conta com apoio exclusivo da Fundação Municipal de Esportes e Lazer, a FMEL de Itajaí, busca inserir crianças de 9 a 14 anos de idade no contexto esportivo. “A ideia principal é tirar essas crianças da rua, do ócio e oferecer uma alternativa social, através de uma ocupação pelo Esporte”, explica Fábio Alexandre Heusi, presidente da AEVI. Heusi também acredita que o trabalho desenvolvido nos polos, pode e deve acabar revelando talentos para as equipes de

Foto arquivo

iniciativa privada que queira colaborar com os projetos da Associação. Vale frisar que a AEVI também é responsável pela equipe feminina de Itajaí que vai representar a cidade nos Jogos Abertos de Santa Catarina que começam na cidade em 15 de novembro.

Nos bairros Os principais polos do projeto estão estabelecidos nos grandes bairros de Itajaí – o bairro Cordeiros, o bairro São João e o bairro São Vicente. Em Cordeiros, o polo do Ginásio Municipal Jucílio de Castro Fernandes oferece atividades três vezes por semanas, as terças, quintas e sextas-feiras no período matutino. Na quadra da Escola Básica Aníbal César no São Vicente, os treinamentos acontecem as segundas e terças-feiras, das 17h às 19 horas. Na Escola Elizabeth Konder Reis em Cordeiros, os horários disponíveis são as segundas e terças-feiras das 17h às 19 horas. Enquanto no Ginásio da Escola Básica João Duarte no bairro São João, as atividades do projeto são desenvolvidas as quartasfeiras, à partir das 17h30. Fábio explica que o projeto está de portas abertas para receber novos alunos atletas. Para os pais interessados, basta entrar em contato com a F M E L , ou diretamente com a AEVI pelo telefone: 99650062 com o presidente Fábio. Outros projetos A Associação Esportiva Vale do Itajaí tem interesse em expandir seus projetos sociais e esportivos, mas para isso, precisa de apoio e incentivo da iniciativa privada. Segundo Fábio Heusi, a AEVI está aberta a

Fone: (47) 3349 - 9327 / 9601 - 5099

bernardo@dobdivebrasil.com.br

Foto arquivo

Foto arquivo

Foto arquivo

www.dobdivebrasil.com.br


Handebol

13

Começa a “Hora da Verdade” na Liga Nacional Pinheiros e o Taubaté de São Paulo, o FAB do Rio de Janeiro e o Colatina do Espírito Santo. Apoio Além do apoio da Fundação Municipal de Esportes, a equipe ganhou o apoio da APM Terminals. O acerto com a nova patrocinadora foi comemorado por Cláudia Monteiro. “É um apoio de suma importância para nossa equipe. Disputar uma competição como a Liga Nacional com várias viagens e deslocamentos é importante que os atletas tenham a estrutura e o suporte necessários para entrarem bem em quadra, e esse apoio da APM foi fundamental neste momento”, ressalta a coordenadora. Equipe ADI/APM Terminals/Itajaí começa trajetória na mais importante Competição nacional. Base vai bem no regional da OLESC. Depois de um bom tempo de preparação e expectativa, a equipe de Itajaí finalmente chegou ao mês de estreia na Liga Nacional de Handebol. Desde o dia 13 deste mês, a competição mais importante da modalidade no país, já conta com o talento dos atletas da ADI/APM Terminals/Itajaí. Apesar da chave na competição contar com adversários complicados, a equipe de Itajaí chega com boas referências – o bicampeonato brasileiro e a representatividade de atletas da cidade nas categorias de base, além da dosagem necessária de jogadores com experiência, como o goleiro Alexandre Morelli, o Alê, que já disputou Olimpíadas com a seleção brasileira. Aos 35 anos, o camisa 1 é um líder

natural dentro de quadra, e, que vê com bons olhos o desafio. “ Temos que passar experiência para os mais jovens, tranquilidade. A Liga é uma competição longa e é preciso ter muito equilíbrio”, explica Alê. Mais conquistas Segundo a coordenadora da equipe, Cláudia Monteiro, uma das metas da equipe, a participação na Liga Nacional, foi alcançada. Segundo ela, a intenção agora é a equipe consiga manter-se no nível, e pouco a pouco, ir galgando novos espaços dentro da Liga Nacional. Opinião compartilhada pelo experiente treinador Silvio Rodrigues, que a intenção no começo do trabalho era fortalecer e organizar a equipe, transformando-a numa equipe profissional, além de buscar a participação na principal competição nacional. Na Liga Nacional, Itajaí está ao lado de equipes tradicionais como o

OLESC Os meninos que disputam a OLESC, e que no futuro também vão ter a chance de representar Itajaí, quem sabe na equipe adulta, também tem razões para comemorar. O grupo foi muito bem no regional Leste-Norte das Olimpíadas Escolares disputados em Rodeio (veja reportagem completa nesta edição). Com o segundo lugar conquistado, os meninos de Itajaí também garantiram um lugar na fase estadual da OLESC que começa no dia 27 deste mês em Criciúma. “Perdemos o titulo em um jogo muito disputado, por apenas um ponto. Valeu a pena sim, e eles estão de parabéns”, disse Cláudia Monteiro. Seja na categoria adulta ou nas m e n o re s , o h a n d e b o l i ta j a i e n s e va i avançando e ganhando notoriedade. Bom para o esporte da cidade que só tem a ganhar com esse crescimento.


Marcílio Dias

14

Marcilio Dias mais uma Vez na Justiça

A dois anos atrás, o conselho deliberativo do Clube Náutico Marcilio Dias fez vistas grossas naquela bandalheira que aconteceu na eleição do atual presidente Marlon Pereira Bendini. Hoje a grande parte daqueles que o elegeram de forma ilegal, ferindo todos os preceitos estatutários, caíram na realidade e estão pedindo a cabeça do grande mandatário, pelos atos abusivos que ele cometeu ao realizar antecipações de receitas além do seu mandato sem a concordância do Conselho. O engraçado é que a grande maioria que participou daquela eleição, desrespeitando o estatuto do clube, inclusive na eleição deste mesmo conselho deliberativo, esta evocando o cumprimento das leis estatutárias, é realmente um fato muito inusitado. Entenda a situação No dia 15 de outubro de 2012, a chapa encabeçada pelo Sr. Marlon Pereira Bendini, usou de atos fraudulentos, inscrevendo aproximadamente 400 novos sócios, com direito a votar, mesmo sabendo que não era legal. O Conselho Deliberativo, que deveria fiscalizar as eleições, fez vista grossa e promoveu a eleição, que elegeu o atual Presidente (Marlon Pereira Bendini). No

ano seguinte a mesma cúpula de sócios e conselheiros elegera a atual diretoria do Conselho deliberativo, também de forma irregular. Os Conselheiros mais antigos inconformados com estes desmandos tentaram anular a eleição do conselho, mas não obtiveram êxito. Até a data de hoje as partes não foram convocadas para uma decisão judicial. O que levou o conselho a pedir a cabeça do Presidente Marlon Neste ano de 2014, o Clube teve o apoio de um grupo financeiro para tocar o time de futebol no Campeonato Catarinense da Serie A. A ajuda financeira recebida deste grupo foi fundamental para que o clube realizasse um bom Campeonato e no Hexagonal do rebaixamento ficasse com 15 pontos, permanecendo na serie A de 2015. Problemas com os Gestores Na ultima rodada do hexagonal de rebaixamento, o Marcilio Dias estava garantido na serie A com 15 pontos. Estavam lutando para não cair as equipes do Brusque que tinha 9 pontos e ia jogar em casa contra o Juventus, com 8 pontos. O Atlético de Ibirama jogava contra o Marcilio no estádio Dr. Hercílio Luz. O Atlético teria que vencer para eliminar a equipe do Brusque. Com o empate o atlético estaria rebaixado. O Brusque venceu o Juventus por 3 a 2 e o Atlético de Ibirama venceu o Marcilio por 1 a 0. Com estes resultados os rebaixados foram Brusque, que somou 12 pontos. Igual ao Atlético. Mas o Atlético obteve numero maior de vitorias, ficando a frente no critério de desempate, segundo o regulamento da

competição. Houve muito questionamento quanto ao resultado do jogo, que inclusive teve uma agressão de um torcedor ao Presidente da Federação Catarinense de Futebol, o que levou o clube a ser julgado pelo TJD e teve a perda de mando de 3 jogos no Campeonato de 2015. O que levou o líder dos gestores, Tarciso Zanelato, em declarar na imprensa, que queria uma explicação publica por parte do Presidente Marlon Bendini, sobre as suspeitas de jogo arranjado. Como o Presidente não se manifestou e nem se defendeu, os gestores abandonaram a diretoria. O por quê da punição ao Marlon Depois do Campeonato, o presidente Marlon começou a procurar os inquilinos do clube e iniciou uma serie de antecipação de receita com a renovação dos contratos além do seu mandato. Os conselheiros, Cloves Forlin e Alexandre Angiolete protocolaram junto ao conselho um pedido de explicação sobre as antecipações de receita, o que levou o conselho a formar uma comissão para julgar os atos do presidente Marlon. Não satisfeito, o Marlon renovou o contrato com o estacionamento por mais dois anos, com antecipação de receita, ferindo as normas do estatuto do clube. Por ultimo Marlon Bendini conseguiu uma liminar para não ser julgado e condenado. Na próxima edição teremos o segundo capitulo desta história. O Presidente Marlon Bendini foi penalizado ou inocentado? Aguardem.


C.N. Almirante Barroso Confira a premiação do 86º Campeonato Interno

15


Navegantes

16

Cidade conhece os campeões do Citadino de Futsal

O Ginásio de Esportes Prefeito Domingos Angelino Régis ficou cheio para as decisões do Campeonato Citadino de Futsal de Navegantes. O evento anual é promovido pela FME, a Fundação Municipal de Esportes da cidade e envolve a participação de várias equipes e atletas. Torcida animada A torcida do Biele's lotou um espaço nas arquibancadas, fez muito barulho e empurrou seu time na grande decisão da categoria Veteranos, destinada aos jogadores com mais de 35 anos de idade. E a empolgação resultou em muito esforço e dedicação dentro de quadra, tanto que o valente Biele's segurou a igualdade no placar, durante boa parte da primeira etapa. Muito também pela excelente atuação do goleiro João, que mostrou elasticidade e reflexos pra lá de apurados. Superior Mas a animação da torcida e os reflexos do goleiro não foram suficientes para a equipe do Biele's que acabou dominada e

perdeu por 8 a 3 para o Time do Posto. Time do Posto que tem um elenco bastante reforçado e de muita qualidade. Para você ter uma ideia, um dos destaques do time é o experiente Alê de 35 anos. Ex-jogador do Jaraguá, atualmente Alê trabalha como treinador do TIPSO Futsal em Itajaí. Mesmo assim, ele dá um tempo na rotina corrida na equipe itajaiense para se divertir com os amigos do Time do Posto. “Enquanto tiver perna, a gente vai. Aqui em Navegantes é muito tranquilo, é uma brincadeira, é bacana rever os amigos”, diz Alê. Um dos amigos, a que o craque se refere é Xoxo. O armador que vive em Jaraguá do Sul e que encerrou a carreira recentemente foi um dos destaques no auge da equipe do Norte do Estado e inclusive já vestiu a camisa da seleção brasileira. Pelo segundo ano consecutivo, Xoxo disputa o Citadino de Futsal em Navegantes. “Felizmente, pelo segundo ano que joguei aqui consegui o título, recebi o convite do Alê e só tenho a agradecer e parabenizar os organizadores, Navegantes está de parabéns por ter esse ginásio cheio e jogos tão bons, legais de se jogar”. Alê ainda ficou com o título de artilheiro do campeonato na categoria, enquanto o goleiro menos vazado foi Gilmar Kamiah do Vó Nina. Valeu a raça “Esse ano na final faltou sete jogadores. Sem banco, sem reservas fica muito complicado, mas parabéns ao Time do Posto, porque eles mereceram a vitória”, disse Josias, da equipe do Biele's que ainda

elogiou a torcida. “É legal jogar com eles apoiando, nossa equipe é bastante ligada as famílias e aos nossos amigos, valeu a pena, sim”, comemorou o vice-campeão da categoria Veteranos. Categoria novos Na segunda decisão da noite, pela categoria Novos, o Tubarão sagrou-se tricampeão ao vencer a equipe Vó Nina pelo placar de 2X0. O time NRJ/AGV ficou na com a terceira colocação. O artilheiro da categoria Novos foi o atleta Rafael Couto (Tubarão), e o goleiro menos vazado Mayckon Andriolli (Tubarão). Intervalo animado Tanto no inter valo dos jogos decisivos, quanto no começo de jogo, a quadra foi invadida pelos meninos da Escolinhas de Futsal de Navegantes. O projeto que atende crianças de várias idade, tem aulas gratuitas no Ginásio Municipal Domingos Angelino Régis e são coordenadas por Adão Goulart, comentarista esportivo de Rádio e TV e ex-treinador e atleta profissional de futebol que reside na cidade há vários anos. Novidades Satisfeito com a disciplina e com a parte técnica do campeonato citadino, o Superintendente da Fundação Municipal de Esportes de Navegantes, Gerson Fagundes, comenta sobre a aceitação da competição. “Na próxima edição vamos ter além da primeira e da segunda divisão, a terceira divisão. Porque são muitos atletas querendo participar, tanto que esse ano já fizemos até seletivas”, finaliza o dirigente.


Revista Notícias Esportivas nº48  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you