Issuu on Google+

deMais Lana Del Rey lançou ‘Born To Die’ Análise ao iPad 2 Aprende tudo e mais alguma coisa sobre o tablet da Apple

Grammys Adele e Foo Fighters foram os grandes vencedores Marés Vivas Pedro Abrunhosa como cabeça de cartaz

FUNDADOR DO MEGAUPLOAD LIBERTADO Hollywood Jennifer Aniston homenageada Cinema António Banderas é Picasso


MÚSICA

Pop e Rock em alta na noite da 54ª edição dos Grammy Adele, Foo Fighters e Kanye West foram os nomes da noite na 54ª edição dos Grammy Awards, o mais importante prêmio da música nos Estados Unidos. A cerimônia foi marcada por homenagens e retornos. A morte de Whitney Houston no mesmo fim de semana fez com que boa parte dos discursos fossem tomados por palavras em memória à cantora e pela emoção. LL Cool J (o apresentador da noite), Alicia Keys, Bruno Mars, Bonnie Rait, Stevie Wonder e Jennifer Hudson fizeram a sua homenagem à estrela do pop. Mas se houve quem se foi, também houve

2

os que voltaram, como foi o caso do Beach Boys, que cantou o hit ‘Good Vibrations’ ao lado de Maroon 5 e Foster the People, e o retorno aos palcos de Adele, que, bem mais magra, foi a grande vencedora da noite com seis prêmios - incluindo o de Álbum do Ano e Música do Ano’ - e acabou aplaudida em pé após soltar a voz com ‘Rolling in the Deep’. Entre as apresentações, destaque ainda para a aguardada parceria entre Rihanna e Coldplay em ‘Princess Of China’ - música presente no disco ‘Mylo Xyloto’. O show começou com a performance solo da cantora em ‘We Found Love’, passou pelo dueto e acabou com algumas desafinadas de Chris Martin nos falsetes

de ‘Paradise’. Além do pop, que também foi erguido pelo show performático de Katy Perry, o rock e o folk também foram muito bem representados, com Foo Fighters - que levou cinco troféus pra casa - tocando ‘Walk’ e ‘Rope’ na tenda externa, e Taylor Swift usando seu banjo metálico para apresentar a música ‘Mean’. Ainda rolaram bons shows da aterrorizante Nicki Minaj, de Chris Brown e de Paul McCartney, este que cantou ‘My Valentine’ ao lado de Diana Krall e Joe Walsh.


MÚSICA

Adele talvez actue nos Jogos Olímpicos de Londres A cantora Adele - que ganhou seis Grammys e dois BRITs no início deste ano - está entre uma série de estrelas que foram abordadas para cantar nas Olimpíadas. As informações são do diretor musical David Arnold, que prometeu que o evento de Londres contará com presenças “fabulosas” da música britânica.

será pago, de acordo com a figurinista Es Devlin. “Os artistas estão apenas felizes de serem convidados para tocar na cerimônia de encerramento. Além disso, nós simplesmente não temos o orçamento para pagar”, disse Devlin.

A Olimpíada de Londres começa no dia 27 de julho de 2012 e termi“Para não dizer que temos reserva- na em 12 de agosto. do ninguém, vai de Elgar a Adele. Não é apenas um concerto pop, não é apenas uma versão clássica. Será tudo o que nós achamos fabuloso na música britânica”, garantiu. Acredita-se também que a London Symphony Orchestra irá fornecer apoio musical para os artistas. Anteriormente, rumores de que Paul McCartney, Rolling Stones e as Spice Girls - embora o grupo de garotas, desde então, negou a participação no evento - ressoavam por todos os lados, mas nada foi confirmado ainda. No entanto, quem tocará o fará apenas “por amor”, já que ninguém

Marés Vivas TMN Cabeças de Cartaz The Cult, Wolfmother, Franz Ferdinand, Gogol Bordello e Pedro Abrunhosa são as primeiras confirmações no cartaz do festival Marés Vivas TMN, cuja 10ª edição decorre nos dias 18, 19, 20 e 21 de julho, no Cabedelo, em Vila Nova de Gaia. Também a 18 de julho atua o quarteto escocês Franz Ferdinand, cuja presença no evento já tinha sido anunciada no site oficial do gru-

po, e a banda australiana Wolfmother. A 20 de julho, sobem ao palco principal do festival Marés Vivas os Gogol Bordello, cuja presença também já havia sido avançada, sendo que, para o dia seguinte, foi confirmada a atuação de Pedro Abrunhosa, padrinho da 10ª edição do certame nortenho.

3


MÚSICA

Jovem Lana Del Rey lançou recentemente ‘Born To Die’ Ela diz que é a “Nancy Sinatra gangster” ou o equivalente musical de um filme de Vincent Gallo. Mas há quem a denomine de “Frankenstein do indie”. Está aberta a polémica. É uma das novas artistas mais faladas nos últimos meses. Lana Del Rey é uma cantora norte-americana, nascida na região de Nova Iorque há 24 anos com outro nome: Lizzy Grant. O batismo é apenas um dos motivos de falatório em torno de Lana Del Rey, que acaba de assinar contrato com a editora Interscope. Lana Del Rey admite que o seu “alter ego” atual foi criado por “managers e advogados”. A jovem tem sido acusada por alguns quadrantes de ser um fenómeno fabricado, com base em números astronómicos de visualizações dos seus vídeos no YouTube. A contribuir para o mistério está o facto de, ainda no ano passado, Lana ter lançado um álbum que passou despercebido; quando, já em 2011, os telediscos de “Video Games” e “Blue Jeans” começaram a causar furor. A ação já lhe valeu a alcunha de “Frankenstein do indie”. Esses primeiros passos foram um álbum ainda com o nome de Lizzy Grant. Foi lançado apenas em formato digital na loja mundialmente famosa da Apple - o iTunes. Foi retirado devido às suas fracas vendas e para que também os fãs de Del Rey não pudessem ficar a conhecer os seus primeiros passos. Também o visual de Lana Del Rey tem despertado discussão, em particular os seus lábios, com alguns escribas a sugerirem que, na transformação de Lizzy para Lana, a norte-americana tenha recorrido ao botox para conseguir uma boca mais memorável.

4

Fã de Elvis Presley e Vincent Gallo, Lana Del Rey já é, apesar da polémica ou por causa dela, uma das figuras deste ano. “Video Games” ultrapassou os três milhões de visualizações no YouTube e o seu primeiro concerto em Inglaterra, ficou esgotado num minuto. Um dos discos mais aguardados para a primeira metade de 2012, quem sabe até mesmo do ano inteiro, Born To Die já criava expectativas antes mesmo de ter nome definido ou data de lançamento marcada. Tudo isso por causa do barulho que a nova-iorquina Elizabeth Grant (Lana Del Rey) fez com o single Video Games e o dramático vídeo da faixa que nomeou seu primeiro registro produzido por uma grande gravadora. Fazer parte do hall dos grandes artistas pop num cenário complicado como o atual requer alguns sacrifícios e, principalmente, muita publicidade. O carisma e a beleza da cantora de voz marcante certamente foram ingredientes necessários para que Lana estourasse no mundo virtual e viesse assim a se tornar a musa do hype em 2012, título esse que veio de maneira prematura. Born To Die tem como missão principal soar urgente e teatral, e embora ele cumpra essa promessa inicial nas faixas que foram previamente lançadas (Video Games e Blue Jeans, além da faixa título), quando esses elementos são misturados em um contexto, o disco parece cansativo. São 12 faixas (15 na edição de especial) que exigem muito do ouvinte e que por isso, podem desviar sua atenção ou até mesmo te fazer perder o interesse no conteúdo do álbum. As letras incrivelmente dramáticas são outro ponto que talvez não agrade os mais exigentes, são rasas e, em alguns momentos, semelhantes. Melancolia acaba se tornando o tema principal do disco que oscila entre o amor e as dores que o acompanham.


MÚSICA

“Não bebo à sete anos.” Claro que o glamour ao redor da cantora continua presente, a maioria das canções mantém um ar grandioso e alguns momentos chegam a soar apoteóticos, mas Born To Die ainda não parece ser o trabalho distinto e complexo que Del Rey prometeu com a prévia que nós tivemos do disco. As faixas funcionam muito bem como single, mas quando colocadas em uma ordem, podem soar desconexas e vagas. Del Rey conseguiu se tornar uma hitmaker, ainda que esteja só começando a mostrar sua personalidade musical, que não parece definida. Mesmo grande parte das músicas que acompanham este álbum da jovem Nova Iorquina soarem bastante idênticos, encontramos, mesmo que por vezes pouco se note, alguma variação. Encontramos músicas mais paradas como Del Rey logo nos abituou nos seus dois primeiros singles - ‘Video Games’ e ‘Blue Jeans’. A música que dá nome ao álbum tem um grande trabalho por trás. Bem ilustrada, e uma boa voz.

Depois partimos para Off The Races, uma das músicas também antes divulgada antes do lançamento do álbum. Mais acelarada, onde demonstra a sua voz mais grave e mais aguda. Logo de seguida vem Blue Jeans e Video Games, as suas músicas de estreia, com um ritmo lento mas sem dúvida muito agradáveis, mas por outro lado tendo sons repetidos nas duas músicas, assim como no resto do álbum. Diet Mountain Dew é mais uma música mais acelarada, com uma boa e agradável batida. Logo depois aparece National Anthem e Dark Paradise, que considero os grandes temas do álbum. Nota-se mais uma ausência de alguns sons repetidos em outros temas. National Anthem é extremamente agradável, nota-se um bom trabalho neste tema. Dark Paradise tem uma batida mais forte e notável, onde Lana demonstra mais a sua bela voz, e com um som agradável de fundo no refrão.

Segue-se Radio, um pouco mais calma, mas um bom tema. Carmen, um tema também bastante parado, mas onde a jovem mostra os seus dotes, também demonstrando que a sua voz não é sempre igual. Million Dollar Man, usa bastantes vezes um mesmo som de fundo, mas notamos um tema que soa bem mais clássico. Summertime Sadness também é um grande hit, com uma batida muito boa, soando mais a um estilo britânico. Acabamos com This Is What Makes Us Girls, um tema mais parecido com outros anteriores, que começa bem calmamente e acelarando no refrão. Mesmo que Born To Die não tenha sido um surpreendente registro do pop, Del Rey conseguiu se impor dentro do cenário com melodias orquestradas, uma produção digna de estrela e uma grande estratégia de marketing.

5


CINEMA

‘O Artista’ e ‘A Invenção de Hugo’ são os favoritos por exemplo, para melhor filme, realização, fotografia, música original e direcção artística.

A invenção de Hugo e O artista, dois filmes em que o cinema é também o protagonista, são os favoritos dos Óscares, os prémios norte-americanos de cinema que serão atribuídos no domingo em Los Angeles, Califórnia. A academia de cinema poderá anunciar alguma novidade entre os nomeados, mas a disputa das estatuetas douradas deverá acontecer entre A invenção de Hugo, de Martin Scorsese, com 11 nomeações, e O Artista, do francês Michel Hazanavicius, com dez nomeações.

O Artista, filme francês mudo e a preto e branco, tem sido um dos filmes mais nomeados e premiados nos últimos meses, e está indicado para os Óscares de melhor realização, filme ou interpretação masculina, para o actor francês Jean Dujardin.

A primeira produção de Martin Scorsese em 3D, e direccionada para jovens, foi nomeada,

Hollywood está prestes a entrar no cinema sonoro, que George Valentin se recusa a aceitar, tentando produzir os seus próprios filmes mudos, à medida que o tempo de fama dá lugar ao insucesso.

Antonio Banderas como Picasso em ‘33 Dias’ O título refere-se ao período que Picasso demorou até terminar Guernica, uma das obras mais marcantes da sua carreira. A pintura, terminada em 1937 por ocasião da Exposição Internacional de Paris, refere-se à Guerra Civil espanhola e é considerado um dos quadros que melhor transmite todo o desespero advindo da guerra. O filme “33 Dias” conta com realização de Carlos Saura, realizador espanhol que filmou também o documentário “Fados” (2007), o qual incluiu entrevistas a figuras bem conhecidas

6

do fado, entre elas Camané, Mariza, Carlos do Carmo, e da música popular brasileira, como Chico Buarque e Caetano Veloso. Antonio Banderas, que anteriormente já se tinha assumido como admirador do pintor, não quis deixar escapar a oportunidade de vestir a sua pele.


CINEMA

Miss Piggy é apresentadora

CINEMAS ZON LUSOMUNDO O Artista

Os prémios BAFTA são conhecidos por serem uma espécie de antevisão dos Oscars de Hollywood. Mas este ano a cerimónia de entrega destes prémios terá uma surpresa especial. Miss Piggy, uma das famosas e simpáticas personagens de “Os marretas”, fará as honras da casa ao entrevistar as estrelas no habitual desfile pela passadeira vermelha. Miss Piggy terá ainda a seu cargo parte da apresentação da cerimónia dos BAFTA. O anúncio foi feito pela própria organização da Academia Britânica de Cinema, que adianta ainda que Miss Piggy foi a escolhida para desempenhar as mencionadas funções por se tratar de uma verdadeira diva internacional.

A Invenção de Hugo

Aniston já tem uma estrela Jennifer Aniston já tem uma estrela com o seu nome no célebre passeio da fama em Hollywood. A atriz é a primeira do elenco de «Friends» a ser homenageada no conhecido «Walk Of Fame», em Los Angesles.

Os Marretas

O evento decorreu nesta quarta-feira, dia 22 de fevereiro, e a atriz norte-americana de 43 anos esteve acompanhada pelo namorado, Justin Theroux, e por familiares e amigos. O ator Adam Sandler também marcou presença. Jennifer Aniston tem agora o seu nome ao lado de outras figuras conhecidas do mundo da música e do cinema.

7


CINEMA

Edição 32 do Fantasporto Num ano sem apoio do Turismo de Portugal, como salientou o diretor do evento Mário Dorminsky, o Fantasporto espera atingir os números do ano passado, acima dos 48 mil espectadores pagantes, sendo a “estrutura igual à dos outros anos”. Para além da escultura do dragão de Aureliano de Aguiar, presente diante do teatro municipal, o Fantasporto vai receber, ainda, um conjunto de hologramas, incluindo um criado de raiz para o festival, como explicou na conferência de imprensa do primeiro dia o professor da Faculdade de Ciências da Universidade do Porto Hélder Crespo.

porque é tridimensional”, disse o académico. O festival deste ano tem um recorde de países representados, 33, com 406 filmes distribuídos ao longo de 188 sessões. Integra ainda um programa paralelo sob o título “O futuro agora”, com debates e exposições e uma homenagem ao cineasta português António Pedro Vasconcelos.

“Se uma imagem vale por 1.000 palavras um holograma vale mais

Ghost Rider regressa às salas de cinema

O flamejante Ghost Rider está prestes a regressar às salas de cinema encarnado por Nicolas Cage. Em constante luta com a maldição que carrega consigo, escondido numa zona remota da Europa Oriental, Johnny é recrutado por uma seita secreta da Igreja para salvar um rapaz do demónio. No início, Johnny está relutante em abraçar o poder do Ghost Rider, mas esta é a única forma de proteger o rapaz e, possivelmente, de se livrar para sempre da maldição. A realização ficou agora a cargo da dupla Mark Ne-

8

veldine e Brian Taylor, responsáveis pelo desvairado díptico «Crank - Veneno no Sangue», com Jason Statham, e ainda por «Jogo», com Gerard Butler. Nicolas Cage volta uma vez mais ao papel de Johnny Blaze, numa fita que conta ainda com a participação de Johnny Whitworth, Ciáran Hinds, Idris Elba e Christopher Lambert.


TECNOLOGIA

Fundador do Megaupload libertado O fundador do site Megaupload, encerrado compulsivamente pelo FBI em janeiro, foi libertado da prisão sem pagamento de fiança. O juíz considerou que Kim DotCom não tem meios para fugir, visto que todos os seus bens foram confiscados. “Estou aliviado por ir para casa ver a minha família, os meus três filhos e a minha mulher que está grávida”, disse DotCom as jornalistas, à porta do tribunal, citado pela Associated Press. As autoridades norte-americanas acusam DotCom e os seus associados no Megaupload de terem facilitado milhões de downloads ilegais, que custaram aos detentores de propriedade intelectual cerca de meio milhão de dólares nos últimos anos. A intenção é conseguir que seja extraditado da Nova Zelândia, onde reside, para os Estados Unidos.

Estudante condenado devido ao Facebook Glenn Mangham, de 26 anos, estudante de programação, admitiu ter-se “infiltrado” no Facebook a partir do seu computador, em York (norte de Inglaterra), durante o ano passado. “Este foi o maior e mais flagrante incidente do género (...) que temos visto nos tribunais britânicos”, afirmou a promotora pública Alison

Saunders. “Felizmente nenhum dado pessoal de nenhum utilizador ficou comprometido”, indicou a mesma responsável, citada pela Reuters.

passado e avisou o FBI. Os agentes norte-americanos conseguiram então determinar que a origem do ataque estava no Reino Unido.

Este ataque fez com que a empresa tecnológica americana suspeitasse estar a ser alvo de espionagem industrial. O Facebook deu conta da falha de segurança em Abril do ano

9


TECNOLOGIA

O tablet que faz sucesso em todo o mundo - iPad 2

O iPad 2 é a consolidação do objetivo da Apple - e de Steve Jobs - de mudar o modo como usamos dispositivos de computação pessoal. Isso já aconteceu com o iPhone e com a primeira geração do iPad. Para o primeiro iPad, se aplicava a regra de “nunca comprar produtos de tecnologia de primeira geração, com bugs críticos que serão corrigidos na próxima versão do produto”. O hardware, apesar de novo, aproveitava da experiência de desenvolvimento da Apple para o sistema operacional iOS. Com o iPad 2, essa impressão se vai: o design do aparelho é simples e fluido, com curvas nas bordas e um perfil muito fino, com novos recursos devidamente adicionados. Lado a lado com o iPad original, é uma diferença e tanto. Apesar do novo hardware, ainda dá para afir-

10

mar que o iPad é uma evolução elegante do iPhone. A tela, construída com tecnologia que nenhum outro fabricante conseguiu imitar com perfeição ainda, permite que o usuário deslize os dedos com uma facilidade incrível. O multitoque, presente na maioria dos aplicativos, ajuda a esquecer que precisas de um teclado virtual ou físico. E, mesmo se precisares digitar direto no touchscreen, o espaçamento das teclas permite realizar a tarefa sem problemas. Basta, apenas, treinar um pouco. O diferencial grande do iPad 2 para o original está nos detalhes. Além do design aprimorado, o hardware agora inclui duas câmeras - uma frontal, para usar os aplicativos Face Time e Photo Booth, e uma traseira, para fazer vídeos - e um processador mais rápido, dual core. De resto, tudo igual: tela e resolução, multitarefa, aplicativos integrados com o

software da fabricante de maneira que só a Apple consegue fazer. E a capinha opcional Smart Cover se prende com muita facilidade graças a um íman: ao abrir, ela liga o iPad; ao fechar, desliga. E ainda funciona como apoio para digitar na tela se o iPad estiver em uma mesa, quando dobrada. Navegar na web continua sendo um dos pontos fortes do iPad 2, e não reclames da falta de Adobe Flash. Inúmeros sites em HTML5 mostram vídeos sem nenhum problema. É sem dúvida o melhor tablet no mercado actualmente. Ficamos a aguardar pelo iPad 3, estando o lançamento deste previsto para 7 de Março deste ano. Espera-se um ecrã Retina (idêntico ao do iPhone 4/4S), um processador A5X ou A6 e câmeras de melhor qualidade.


TECNOLOGIA

Twitter com mais de 500 milhões A cada segundo que passa, 13 novas contas no Twitter são criadas. Estes dados são avançados pelo Twopcharts, um site que monitoriza as estatísticas da rede social dos 140 caracteres. No total, o Twitter conta já com mais de 500 milhões de contas.

O feito foi seguido de perto pelo Twopcharts, a plataforma que monitoriza as estatísticas da rede social de microblogging. No site podia ver-se uma contagem decrescente até ao utilizador número 500 milhões. Mais impressionante é perceber que, a cada segundo que passa, há 13 novas contas que são criadas no Twitter, mas não é só. Outros dados revelam que, dos 500 milhões de contas, existem 100 milhões de utilizadores ativos, ou seja, que visitam a rede diariamente. Por dia, são publicados em média cerca de 250 milhões de ‘tweets’, as pequenas mensagens de 140 caracteres.

O Twitter cimenta cada vez mais a posição de segunda maior rede social do mundo. Com o Facebook ainda distante, com mais de 800 milhões, e com a previsão de chegar aos mil milhões ainda este ano, o Twitter alcançou esta quarta-feira a marca de 500 milhões de contas criadas.

A realidade aumentada nos óculos da Google A realidade poderá ser diferente da que nós vemos: a Google está a desenvolver uns óculos que aumentam a capacidade de perceção, ao ponto de vir a ser possível ler o menu à porta dum restaurante ou ter as legendas quando se vê um filme falado noutra língua.

queno ecrã (para disponibilizar os conteúdos da realidade ‘aumentada’) , detetores de movimento e GPS (para integrar os diversos elementos da ‘realidade’).

A Google quer aumentar a realidade através de uns óculos que, especula o jornal New York Times, poderão ser lançados no final deste ano. O gigante da tecnologia quer mudar a forma como percecionamos o mundo, estando a investigar uns óculos capazes de interagir com o que está à nossa volta.

Quando conjugadas todas estas valências – situação que ainda estará a ser investigada nos ‘Google X Labs’, os laboratórios da empresa vocacionados para antecipar as tecnologias do futuro –, será possível ter ‘respostas’ à realidade captada, aumentando-a. Por exemplo, os óculos detetarão pelo movimento e pelo GPS a entrada num restaurante e o utilizador terá acesso ao menu, disponibilizado no ecrã.

Esta tecnologia deve vir equipada com ligações à internet 3G ou mesmo 4G (para permitir a interação com bases de dados virtuais), câmara (para visualizar a ‘realidade’), um pe-

jornal são a possibilidade de, ao ser visualizado um filme falado em mandarim, aparecerem no ecrã as legendas na língua escolhida pelo utilizador, bem como o facto de num simples passeio pelo parque aparecerem no visor as informações meteorológicas. Para além disso, a Google estará ainda a interligar os óculos de realidade aumentada com os ‘smartphones’, que têm sido uma das apostas mais recentes da empresa. Quanto ao preço, as estimativas apontam para um custo entre os 250 e os 600 dólares.

Outros exemplos antecipados pelo mesmo

11


ENTRETENIMENTO ANEDOTAS Na Livraria: - Queria um livro acabado de publicar, “Coma bem e emagreça”. - É ficção, não é?

P: Sabem porque é que os homens são os grandes responsáveis pelos acidentes no mundo?

Na escola: Professor: - Porque razão o globo terrestre está achatado nos pólos? Joaõzinho: - Ah, senhor Professor, juro que não fui eu. Já estava assim quando eu entrei na sala...

SOPA LET RAS

DE

Palavras: Funcionários Professores Escola Design Gráfico Estudante EPB

12

R: Porque dão as chaves dos carros as mulheres.

A

S

D

F

G

H

E

J

K

L

Ç

Z

X

C

V

B

N

M

Q

W

T

G

Q

W

S

C

S

V

B

N

M

P

O

I

U

Y

T

R

E

W

C

C

V

Q

C

A

P

O

I

Y

G

F

B

N

V

C

F

J

U

Y

S

F

U

N

C

I

O

N

Á

R

I

O

S

S

Z

C

Q

S

G

A

C

Q

B

Z

Z

V

L

Q

P

C

T

G

Q

W

S

C

S

V

B

Q

V

A

Y

A

X

C

A

A

V

S

A

Q

Z

F

Q

A

A

P

F

V

G

Z

H

Q

D

A

Q

Y

C

D

X

A

A

R

A

X

S

O

D

G

T

W

N

X

F

S

A

O

E

D

V

S

X

G

F

B

D

I

P

J

Y

S

U

S

G

D

F

H

Q

E

R

D

S

T

R

N

F

U

R

Y

H

X

J

W

T

E

G

B

A

G

T

E

C

H

D

E

G

Y

O

U

B

E

M

C

Y

R

B

C

S

H

Y

R

D

Y

G

T

H

T

F

O

N

D

I

D

U

T

H

D

E

Y

U

F

V

J

H

N

J

R

E

V

J

C

K

E

I

G

G

A

F

C

J

T

F

U

V

A

K

E

S

B

U

R

O

V

K

F

T

W

G

V

H

G

B

K

B

D

L

W

S

W

D

E

S

I

G

N

G

R

Á

F

I

C

O

I

H

U

Ç

Q

O

E

I

F

L

F

J

G

Y

F

B

D

B

Y

G

L

U

T

M

Ç

R

R

K

V

P

R

H

H

I

R

N

F

V

H

N

O

I

S

N

L

E

B

M

T

E

B

N

U

U

Y

M

G

N

U

H

P

O

E

B

K

S

J

L

G

Ç

P

B

Y

N

H

V

H

M

J

M

Ç

P

Q

V

J

D

K

O

B

Q

V

B

T

J

G

F

J

N

I

J

M

A

S

A

H

S

I


School Project - deMais