Issuu on Google+

MĂŠtodos Contraceptivos


Contracepção Se for usada correctamente

Previne a gravidez Ajuda a proteger-te das doenças sexualmente transmissíveis


O desejável é que cada pessoa utilize o método contraceptivo mais adequado ao seu caso.

Centro de Saúde;

Consulta de Planeamento Familiar; Centros de Atendimento para Jovens.


Preservativo

É um invólucro feito de uma borracha macia (látex), que se coloca no pénis para evitar que o esperma entre em contacto com as secreções vaginais.


Pode ser comprado supermercados.

em

farmácias,

Para além de evitar a gravidez, é também uma excelente protecção contra as doenças sexualmente transmissíveis

SIDA Hepatite B Sífilis


Deve ser colocado antes do começo da relação sexual, quando o pénis estiver erecto.


É recomendável combinar o preservativo com os espermicidas para aumentar a sua eficácia. Os preservativos não devem ser mantidos em locais quentes  deixarão de ser seguros. Deves verificar sempre o prazo de validade.

Tem em atenção que os preservativos são seguros, mas não são infalíveis.


PĂ­lula


Excelente contraceptivo, desde que seja tomado devidamente:

Todos os dias

Ă€ mesma hora


É importante consultares o médico, para que ele te recomende a pílula que mais se adequa ao teu corpo, ponderando todas as possíveis contraindicações.

ATENÇÃO A pílula não protege das doenças sexualmente transmissíveis!


Pílula do “dia seguinte” É uma preparação hormonal que se pode injectar ou tomar em comprimidos até ao máximo de 72 horas após, por exemplo, o rompimento do preservativo.


Podes dirigir-te (dentro de 24 horas) a um centro de saúde ou um centro de atendimento para jovens onde se pode ainda solucionar o problema. Não é um método contraceptivo, mas apenas um processo a utilizar somente em circunstâncias excepcionais, pois provoca mal estar, por vezes intenso e pode alterar o ciclo menstrual demorando algum tempo a sua normalização.


Efeitos Secundários Náuseas. Dores de cabeça. Hemorragias. Vómitos  podem cortar a eficácia da pílula do dia seguinte.


Diafragma É uma espécie de tampa de borracha com um anel elástico à volta. Coloca-se facilmente cobrindo o orifício do colo do útero. Impede que os espermatozóides possam encontrar-se com o óvulo.


Existem vários tamanhos, sendo necessária a ajuda de pessoal especializado para aprenderes a colocá-lo e para determinar qual o tamanho do diafragma que convém utilizar.

A utilização do diafragma requer o uso combinado de um espermicida para aumentar a sua eficácia.


Dispositivo IntraUterino (DIU) É um pequeno aparelho que se coloca no interior do útero com um aplicador de plástico, geralmente durante o período menstrual A sua aplicação é feita por um médico treinado para o efeito.


Espermicidas (cremes, espumas ou óvulos) São substâncias químicas que destroem os espermatozóides. É um método que serve somente para reforçar a acção de outros: preservativo ou diafragma. A sua eficácia é limitada, por si só não protegem adequadamente.


Métodos Contraceptivos