Issuu on Google+

Portfolio Tiago Costa


Índice

C.V

Página:3

Galeria de arte|1ºANO

Página:5

Habituação e comercio |2ºANO

Página:7

Habituação sazonal |3ºANO

Página:11

Teatro|3ºANO

Página:15

Planeamento Urbano|4ºANO

Página:19

Espaço termal|5ºANO

Página:23

Desenho

Página:27

Pintura

Página:31

Fotografia

Página:35

1 1


Curriculum Vitae

Nome: Tiago João Ferreira da Costa E-mail: tjfcosta2@hotmail.com Telem: 916554345 Morada:47060-828 V.N.Famalicão, Rua 25 de Abril, nº2, Venal Louro Data de nascimento: 2 de Outubro de 1987 Nacionalidade: Portugal

Formação académica: (2006-2013) Mestrado integrado em Arquitectura pela Universidade Lusíada de Vila Nova de Famalicão.

Percurso académico: (2010-2011) Presidente do conselho fiscal do núcleo de arquitectura da Faculdade de arquitectura e artes da Univesidade Lusiada de V.N.Famalicão (2007-2008) Trabalho do segundo ano da cadeira de Arquitectura II, eleito para publicação da revista dos alunos de arquitectura e design da Universidade Lusiada de V.N.Famalicão

Formação complementar: (2010) Formação em (Revit Building 2010), (2010) Curso de fotografia

Experiência profissional: (2005-2008)Pascal Alumínios, serrilharia (2006-2012) Animação de eventos (2011)Glam House, materiais de decoração de interiores

Experiência profissional: Microsoft Office Autocad Archicad Revit Photoshop CorelDraw

Idiomas: Português-Lingua materna Francês-Elementar Inglês-Elementar

Aptidões pessoais: Disciplina, Rigor, Boa disposição, Vontade de aprender, Optimismo, Insatisfação, Criatividade

Pintura: (2005) Exposição de pintura na casa museu Soledade Malvar de V.N.Famalicão (2006) Exposição de pintura na Faculdade de Economia da Universidade do Porto

Hobbies: Desenhar, Pintar, Fotografia, Btt, Montanhismo, Dioramas, Viajar

3 3


Galeria de arte|1ºANO

Este trabalho procura responder ao programa da cadeira de Arquitectura I, com a finalidade de construir no monte de santa tecla um espaço de contemplação. Então surge a ideia de criar algo que valorizasse todo aquele espaço privilegiado, esse espaço situa-se num alto, a qual se pode usufruir de uma visão panorâmica de toda a envolvente. Assim criei um edifício para abrigar exposições de arte, é um espaço ideal para que se possa estar em harmonia com a criação humana e a criação da natureza, o isolamento do local possibilita um sossego capaz de proporcionar momentos de reflexão a quem o visita. Deste modo trabalhei o edifício de forma a criar uma maior relação entre o exterior e interior para que se possa usufruir por igual desses espaços.

Local: Monte de Sta. Tecla, Vila Nova de Famalicão, Portugal

ães

mar

Gui

o

malicã

V.N. Fa

N

5


Fotos da maqueta

6 6


Habituação e comercio |2ºANO

Este projecto consistia em construir um espaço de comércio e três habitações, numa zona com significado histórico. Desta forma intervi não querendo danificar a envolvente, mas com uma vontade de encontrar uma arquitectura que não fosse copiar os canons da existente. Assim adoptei formas elevadas do solo possibilitando a permeabilidade do mesmo, contrapondo com a pesada arquitectura da envolvente, no entanto valorizei a praça como sendo o ponto importante para onde os edifícios se orientam. As fachadas por sua vez tentam ser o espelho onde se reflecte toda a envolvente camuflando a minha intervenção.

Local: Rua direita, Vila Nova de Famalicão, Portugal

N

7 7


Habituação e comercio |2ºANO

Alçado nascente

Alçado poente

Habitação

Praça

Rua Direita

Comercio

N

Garagem

Planta

8 8


Fotos da maqueta

9 9


Habituação sazonal |3ºANO

Este trabalho consistia em elaborar um conjunto de habituações sazonais, com o intuito de poderem ser removidas mantendo ao máximo as configurações originais do terreno. Assim optei por utilizar a estrutura metálica com o vidro. As configurações dos edifícios foram inspiradas nos movimentos das ondas assim como o da vegetação da orla costeira que se move com o vento. Com a presença de uma duna que impossibilita a visão do mar ao nível do terreno o edifício eleva-se para que se possa assim contemplar a vista marítima. Todos os edifício eram compostos por três pisos em que o terceiro era um dúplex, contendo na parte posterior do edifício uma piscina, o rés-o-chão era para abrigar as viaturas dos habitantes.

Local: Angeiras, Matosinhos, Portugal

Vila do Conde

Leça da palmeira

N

11 11


Habituação sazonal |3ºANO

Ed io

ifíc

Mar

Duna

Corte transversal

piso 3 piso 2 piso 1

Planta tipo

N

Planta de emplantação

12 12

Corte transversal

piscina


Fotos da maqueta

13 13


Teatro|3ºANO

O trabalho do 3º ano do segundo semestre tem como proposta a concepção do projecto de um teatro no Porto. Assim a ideia era criar algo que chama-se a atenção, que se destaca-se. Pegando na proximidade com a torre dos Clérigos tracei alinhamentos que possibilitassem que aquele marco fosse contemplado por quem vivia o espaço. A minha intervenção consistiu em criar uma analogia as coberturas das casa envolventes fazendo com que essas configurações fossem a imagem dos blocos salientes e que abrigam todo o complexo do teatro. proporcionando espaços interiores mais amplos com boa luminosidade, demarcando assim os espaços de circulação com os espaços de estar.

Local: Praça de Lisboa, Porto, Portugal

N

15 15


Teatro|3ºANO

Evolução formal

zona de acesso publico zona administrativa

auditório

Entrada de automóveis Saída de automóveis

auditório

entrada pedonal

corte

N

16 16


Fotos da maqueta

17 17


Planeamento Urbano|4ºANO

Este trabalho, tinha como objectivo a elaboração de um plano de pormenor para uma fase inicial. Posteriormente seria realizado a pormenorização do espaço publico assim c o m o a s u a e n v o l v e n t e habitacional/comercio. Então o plano de pormenor que realizei teve como base a configuração da altimetria do terreno, fragmentando-o de forma aproveitar os espaços mais planos para a realização de habitações, e os espaços com maior declive para zonas de espaço verde. A projecção do espaço publico consista numa praça ladeada por edifícios, no entanto os edifícios possibilitavam a passagem das pessoas entre eles e desta forma privilegiavam a vista para a cidade que fica num ponto inferior.

Local: Santiago D’Antas, Vila Nova de Famalicão, Portugal

Vila Nova de Famalicão

N

19 19


Planeamento Urbano|4ºANO

Fusão das duas realidades

Realidade urbana

Realidade rural

Fragmentação Zonas verdes Zonas edificado Praça

Caixa de elevadores Caixa de escadas Espaços para comercio

Relações visuais com a cidade

Praça Relação entre a praça e o seu exterior

20 20


Planeamento Urbano|4ยบANO

Planta

21 21


Fotos da maqueta

22 22


Espaço termal|5ºANO

Este trabalho tinha como objectivo, requalificar o antigo complexo termal da Vila de Caldelas, designado como (banhos velhos), passando a intervenção por um restauro do antigo edifício e anexando a ele um novo complexo de banhos públicos baseados nos antigos banhos romanos. Este novo complexo continha o frigidarium, (tanque de água fria), o caldarium (tanque de água quente) e o tepidarium (tanque de água com temperatura ambiente), assim como salas de massagem espaço de piscina exterior e um restaurante. No antigo edifício destina-se a tratamentos médicos a base das propriedades das águas do local, assim como a criação de uma biblioteca, para o culto do intelecto.

Local: Vila de Caldas das Taipas, Guimarães, Portugal

Braga

Vila de Caldas das Taipas

Guimarães

N

23 23


Espaรงo termal|5ยบANO

sol

sol sol

Balneรกrios

24 24

Frigidarium

Tepidarium

Caldarium


Espaรงo termal|5ยบANO

25 25


Desenho

27 27


Desenho

28 28


Desenho

29 29


Pintura

31 31


Pintura

32 32


Pintura

33 33


Fotografia

35 35


Fotografia

36 36


Fotografia

37 37



portfolio