Issuu on Google+

Escola Básica e Secundária de Gama Barros Disciplina de Sociologia

ETNICIDADE: IMPACTO E INCLUSÃO DOS DIFERENTES GRUPOS CULTURAIS A NÍVEL ESCOLAR

Daniel Nunes Nº3 12ºSE Tiago Costa Nº20 12ºSE Orientador: Professor José Neto

1


Maio 2013

“The most certain way to succeed is always to try just one more time.� Thomas A. Edison

2


Índice

Título

Página

Introdução/ Resumo.....................................................4, 5

Desenvolvimento.............................................................7 Objectivos hipóteses de trabalho......................7, 8 Fichas de Leitura......................................................8, 9, 10 Análise Temática.....................................................11, 12, 13, 14 Análise Crítica..................................................15,16 Questionário.............................................................17, 18

Conclusões..............................................................................20, 21 Referências Bibliográficas................................................21

3


4


Resumo/Introdução Este relatório tem como objectivo apresentar o trabalho desenvolvido na disciplina de sociologia ao longo do ano, assim bem como os seus resultados e conclusões. A primeira parte foi a escolha do tema. Dentro do conceito sociológico de Etnicidade, definido pelo conjunto de características semelhantes a grupo de pessoas que as distinguem de outras, como por exemplo a língua ou as tradições, o grupo decidiu em conformidade, estudar e analisar em profundidade o impacto da inclusão dos diferentes grupos culturais a nível escolar e educacional. Para isso foram definidos três objectivos de trabalho: 

Descobrir se os individuos de diferentes culturas ja se sentiram discriminados;

Verificar se a discriminação cultural ja teve impacto na vida escolar;

Observar e investigar diferentes cenários de empregabilidade nas diferentes culturas.

Para cada um dos três objectivos foram igualmente definidas hipóteses de trabalho que mais à frente iremos abordar.

duas

Em relação às técnicas utilizadas na realização do trabalho fora usadas as Fichas de Leitura, o Questionário, e a Analise Temática. No total foram realizadas oito fichas de leituras, um questionário (não foi aplicado), e a análise temática foi feita a partir de oito documentos analisados, que foram na sua totalidade retirados no site do Repositório Científico de Acesso Aberto de Portugal. No final deste relatório discutimos as conclusões a que chegamos assim como fazemos uma analise crítica das dificuldades que tivemos, dos obstáculos, do rigor científico nas diferentes ciências sociais, e ainda daremos algumas sugestões a quem queira estudar mais pormenorizadamente este tema.

5


Palavras-Chave: Etnicidade, Desigualdade Social

Cultura,

Escola,

6

Educação,

Socialização

Étnica,


Desenvolvimento

7


Nesta parte do relatório iremos explicar as diferentes etapas sequenciais no percurso de investigação realizado, dando especial relevo ás metodologias utilizadas e a sua extrema importância nas conclusões retiradas assim como faremos uma breve abordagem sobre os conceitos utilizados e sobre as questões problemáticas iniciais.

1.

Objectivos e Hipóteses de Trabalho

Um dos primeiros pontos a ter em conta na realização de um trabalho como este é sem duvida a formulação de objectivos e as respectivas hipóteses de trabalho. É por aqui que se começa e são esses objectivos que irão de certa forma guiar e conduzir todo o trabalho até chegarmos ás conclusões. Como foi dito na introdução foram elaboradas duas hipóteses de trabalho por cada objectivo, que orientaram todo o trabalho e as respectivas conclusões. Considerando a necessidade de compreender e entender o modo de integração e os factores que influenciam o desempenho escolar das minorias étnicas, desenvolveu-se os seguintes três objectivos e respectivas Hipóteses de Trabalho

Objectivo 1 Descobrir se os individuos de diferentes culturas ja se sentiram discriminados; Hipótese de Trabalho 1- Os indivíduos de diferentes culturas já se sentiram discriminados pelo

menos uma vez 2- As relações de amizade são predominantemente com indivíduos da

própria cultura. Objectivo 2 8


Verificar se a discriminação cultural ja teve impacto na vida escolar; Hipótese de Trabalho 1- Os indivíduos pertencentes ás minorias étnicas e classe baixa

portuguesa têm mais repetências que os indivíduos de cultura portuguesa; 2- A maioria dos clientes do CAQD pertencem a minorias étnicas e á

classe baixa portuguesa. Objectivo 3

Observar e investigar diferentes cenários de empregabilidade nas diferentes culturas.; Hipotese de trabalho 1- As

minorias étnicas e classe menores expectativas de emprego;

baixa

portuguesa

têm

2- A classe média e alta portuguesa dá mais importância á escola como

meio de ascensão a um emprego em relação ás minorias étnicas e classe baixa portuguesa.

Foram estes os objectivos e hipóteses de trabalho definidos inicialmente, pelo que depois começou uma nova fase no trabalho: a identificação das diferentes etapas da pesquisa e a recolha de informação necessária para a realização das fichas de leitura.

9


Fichas de Leitura As fichas de leitura foram um dos instrumentos utilizados mais importantes na construção do trabalho anual. Foram realizadas no total oito fichas de leitura que permitiram não só regisitar o trabalho que fomos efectuando mas também de compreensão de certos conceitos e ideas de alguns autores que com naturalidade desconhecíamos. Abaixo estão as fichas e as respectivas hiperligções que poderão consultar caso haja dúvidas. Ficha de Leitura •

Análise de um excerto do livro A Sociologia do Corpo, de David Le Breton; https://docs.google.com/document/d/1L6u5620V1WO2UHYxa9tDVt9Ru910idr4aDnLk tcXyes/edit?usp=sharing

A independência do discurso sociológico; https://docs.google.com/document/d/1U35n2kzJD7Eqympsgg4jnTMbYqJuHT8jid7QrMFJxM/edit?usp=sharing

Discriminação em Portugal; https://docs.google.com/document/d/1dCNsrAV76Z3x90zH99xERRjBWPCQ1YcwZnHQQ3Vwds/edit?usp=sharing

Diversidade Cultural; https://docs.google.com/document/d/1Iwn6wbwQzhhv_NTYM2RvnUWvZgSATKUrWYx durdDS1Q/edit?usp=sharing

Ambiente escolar e racismo; https://docs.google.com/document/d/1ZpbnSe08l0MLig4G06UT4auSvu1pQDSJ3mhT8s_VTk/edit?usp=sharing

Racismo e Etnicidade em Portugal; https://docs.google.com/document/d/11LSjUzGdINV9N5AbEFxlWqSslDZeL4h2NFpJBY LyUlg/edit?usp=sharing

Trajectórias e aspirações escolares no 9º ano de escolaridade: diferenças de classe social, de etnicidade e de género; https://docs.google.com/document/d/1__-uPZyOzCzt9zRziyX9MZ003b9UtViFSeeTCt0OlU/edit

Desigualdade no desempenho escolar;

https://docs.google.com/viewer? a=v&pid=gmail&attid=0.1&thid=13d3c1213e1af8e8&mt=application/msword&url=https ://mail.google.com/mail/?ui%3D2%26ik%3D26db2078c5%26view%3Datt%26th

10


%3D13d3c1213e1af8e8%26attid%3D0.1%26disp%3Dsafe%26realattid %3Df_hdyw4rh00%26zw&sig=AHIEtbR0Hk22ucWbkMTecRGzR3hGRrVXPA

Análise Temática

A Análise Temática incide naturalmente sobre documentos das várias ciências sociais. A sua contribuição é fundamental para chegar ás conclusões finais, na medida em que é no documento final que aparece as diferentes expressões utilizadas e a respectiva classificação e peso estatístico. Realizamos oito tabelas de analise, uma para cada documento estudado, que foram compartilhadas numa tabela final, de onde se podem retirar as conclusões. É através da analise temática dos vários documentos que conseguimos de certa forma chegar a uma interpretação sociológica correcta e do mesmo modo a uma analise crítica. Um das dificuldades encontradas foi a incapacidade de chegar ao ponto de saturação, que tornaria as conclusões e a análise muito mais fiável. Em seguida estão as hiperligaçoes de cada uma das tabelas realizadas, e também a tabela final com todas as indicações. Tabelas da Analise Temática •

TRAJECTOS E PROJECTOS DE JOVENS DESCENDENTES DE IMIGRANTES À SAÍDA DA ESCOLARIDADE BÁSICA Autores: Teresa Seabra (Coord.); Sandra Mateus; Elisabete Rodrigues; Magda Nico http://repositorio.ipl.pt/bitstream/10400.21/875/1/Trajetos%20e%20projetos %20de%20jovens%20descendentes%20de%20imigrantes.pdf EXPECTATIVAS SOCIAIS, ESCOLARES E PROFISSIONAIS FACE À MULTICULTURALIDADE. UM ESTUDO EXPLORATORIO. Autora: Patrícia Esteves Coelho (MESTRADO EM PSICOLOGIA DA EDUCAÇÃO E DA ORIENTAÇÃO) http://repositorio.ul.pt/bitstream/10451/6886/1/ulfpie040135_tm.pdf

RELAÇÃO ESCOLA-FAMÍLIA EM CONTEXTOS MULTICULTURAIS Autora: Beatriz do Carmo Escarameia( Mestrado em Ciências da Educação) https://sapientia.ualg.pt/bitstream/10400.1/350/2/TESE%20DE %20MESTRADO%20-%20Beatriz%20Escarameia.pdf

DESEMPENHO ESCOLAR, DESIGUALDADES SOCIAIS E ETNICIDADE. Os descendentes de imigrantes indianos e cabo-verdianos no ensino básico em Portugal Autora: Teresa Seabra 11


https://repositorio.iscte.pt/bitstream/10071/2544/1/Tese%20Dout%20Teresa %20Seabra.pdf •

ESTUDATES DO ENSINO SECUDÁRIO PROFISSIOAL: ORIGEM SOCIAL, ESCOLHAS ESCOLARES E EXPECTATIVAS Autora: Paula Maria Santos Mendes https://repositorio.iscte.pt/bitstream/10071/1899/1/Mestrado%20-%20Estudantes %20do%20ensino%20secund%C3%A1rio%20profissional.pdf

UM OLHAR SOBRE O (IN) SUCESSO ESCOLAR NA DIVERSIDADE CULTURAL, Mestrado em Relações Interculturais Autora: Lina Susana Trindade Rodrigues Martins https://repositorioaberto.uab.pt/bitstream/10400.2/630/1/LC311.pdf

Interculturalidade e Políticas educativas em Portugal: reflexões á luz de uma versão pluralista de justiça social, Centro de Estudos Sociais Autores: Marta Araújo, Marcus Abílio Pereira http://www.ces.uc.pt/publicacoes/oficina/

CONSTRUIR O QUE NÃO É HERDADO: CASOS DE SUCESSO ESCOLAR NA MINORIA CIGANA Autores: Sónia Marina Lopes da Silva Antunes https://repositorio.iscte.pt/bitstream/10071/703/1/Construir%20o%20que%20n %C3%A3o%20%C3%A9%20Herdado-Tese%20Final.pdf

12


Quadro/Tabela Final da Analise Temรกtica Tema

Categorias

Contagem

13

Percentagem


Etnicidade

Os alunos imigrantes ja sentiram discriminados devido à sua etnia

Os alunos com ascendencia africana e cigana apresentam uma taxa de sucesso inferior em relação aos alunos autoctones

IIIIIIII

13,15%

IIIIIIIIIII

18,03%

“As expectativas face ao futuro revelam a vontade de conseguir uma posição socioprofissional mais elevada relativamente à família de origem

9,83% IIIIII

Os adultos pertencentes a minorias têm um emprego mal pago e de baixas exigências

O contexto económico e cultural a que os alunos imigrantes pertencem desfavorecem a sua relação com a escola

14

6,55%

IIII


Uma das causas do insucesso escolar nos alunos de descendencia imigrante é, segundo estes, a fraca preparação dos professores.

31,14%

IIIIIIIIII •

Ao homogeneizarmos os níveis socioprofissionais e socioeducacionais das famílias, constatámos que o desempenho dos alunos de famílias de origem imigrante supera o dos alunos autóctones

15

IIIIIIIII

IIIIIIIIIII

18,03%

II

3,27%


Análise Crítica De seguida iremos realizar uma analise crítica do quadro temático construído, de acordo com os objectivos propostos no inicio do trabalho.

O primeiro objectivo é o seguinte: “Descobrir se os individuos de diferentes culturas ja se sentiram discriminados em contexto escolar”. Podemos afirmar que, de acordo com o nosso quadro, essa situação parece ser bastante comum , uma vez que a categoria “Os alunos imigrantes já se sentiram discriminados devido à sua etnia” foi observada oito vezes nos documentos, correspondendo a 13,15%. Nao foi no entanto possivel conhecer as razões principais dessa discriminação.

Passemos agora para o segundo objectivo “Verificar se a discriminação cultural ja teve impacto na vida escolar”. Englobamos neste objectivo, de forma a melhor compreende-lo, as seguintes categorias:

“Os alunos com ascendencia africana e cigana apresentam uma taxa de sucesso inferior em relação aos alunos autoctones”

“Uma das causas do insucesso escolar nos alunos de descendencia imigrante é, segundo estes, a fraca preparação dos professores.”

“O contexto económico e cultural a que os alunos imigrantes pertencem desfavorecem a sua relação com a escola”

Após a analise destas categorias concluímos que a disciminação cultural tem, ou ja teve impacto quer na vida quer no aproveitamento escolar. Isso é facilmente observável pois de acordo com o nosso quadro a categoria “Os alunos com ascendência africana e cigana apresentam uma taxa de sucesso inferior em relação aos alunos autoctones” é verificada aproximadamente 18%, sendo uma das causas mais apontadas para esse facto a fraca 16


preparação dos professores, que aparece com igualmente 18%. Em relação a esta conclusão podemos arranjar duas explicações. A primeira explicação é aceitarmos que existe na realidade discriminação por parte dos professores. A segunda explicação revela-se pelo facto de por vezes estes alunos acharem na figura do professores um “bode expiatório” para os seus fracassos ou dificuldades, que leva a culpabilização do professor.

Dentro deste objectivo ainda podemos verificar que o contexto económico e cultural a que pertencem os alunos imigrantes influenciam tambem a sua relação com a escola(31,4%). Esta influência é sobretudo notada nos imigrantes vindos dos PALOP visto estarem inseridos num contexto económico mais pobre e os seus pais terem uma menor escolaridade quando comparando com os imigrantes vindos do Leste.

Em relação ao terceiro objectivo “Observar e investigar diferentes cenários de empregabilidade nas diferentes culturas” chegamos a resultados de certa forma contrastantes. Apesar de os adultos de origem imigrante serem aqueles que possuem emprego com um salário mais baixo e com menor exigências (6,55%), a verdade é que os alunos de origem imigrante apresenta expectativas elevadas face ao seu futuro, revelando grande vontade para conseguir uma posição socioprofissional mais elevada do que a familia de origem (9,83%). Esta situação pode ser explicada pelo facto de os mais jovens observarem e atentarem a dificuldades dos seus pais ou parentes, desejando para si um futuro melhor, com menos dificuldades.

17


Questionário Outra técnica utilizada no trabalho anual foi a tecnica dos questionários. O questionário realizado tinha como objectivo recolher as diferentes opiniões da amostra em relação ao tema da etnicidade e discriminação racial em contexto escolar. O questionário é composto por dez perguntas, de diferentes tipos. Assim existem perguntas de resposta aberta, fechada, e semi-aberta. Não foi todavia realizado devido ao escasso tempo que o grupo dispunha para a realização da tarefa. De seguida apresenta-se o questionário:

INVESTIGAÇÃO SOBRE ETNICIDADE Somos um grupo de uma turma de Sociologia de 12ºano. Estamos a estudar diferentes questões acerca de vários grupos étnicos que vivem em Portugal. Uma das partes desta investigação consiste em recolher as diversas opiniões das pessoas. Nas páginas seguintes pedimos-lhe que dê a sua opinião sobre vários grupos étnicos, situando-os em várias dimensões. Pedimos-lhe que seja o mais sincero possível. As suas respostas são anónimas. Por razões estatísticas, por favor, responda às seguintes questões: Sexo: _____ Idade: _____ Naturalidade: _____________________________ Nacionalidade: ____________________________ Muito obrigado pela sua colaboração.

18


1-

Já sentiu alguma vez preconceito cultural? Sim Não

2- Já presenciou alguma atitude etnocêntrica/racista no ambiente escolar? Sim Não 3- Diga o nome dos seus três melhores amigos. __________________________________________________________________ __________________________________________________________________ _______________________________________________________________ __________________________________________________________________ _______________________________________________________________ 4- Em relação ao ambiente escolar, sente diferenças na forma de tratamento entre estudantes de diferentes cultura? Sim Não 5-

Em relação ao âmbito escolar, alguma vez reprovou? Sim Não

6- Alguma vez foi dirigido para o CAQD por conduta imprópria na sala de aula? Sim Não 7- Pretende continuar os estudos para além do ensino secundário? Sim Não 8- Considera a escola um meio essencial para obter uma carreira profissional de sucesso? Sim Não 9- Na sua opinião, acha que existe preconceito cultural na àrea que pretende construir uma carreira profissional? Sim Não 10- Na sua opinião que factores contribuem para a existência de um número reduzido de individuos de culturas diferentes nas universidades portuguesas em algumas áreas técnicas, cientificas e administrativas? Falta oportunidade; Falta de vontade e dedicação; 19


Dificuldade de acesso à educação; Nenhuma das opções anteriores. Outros: _________________________________________________________________

20


21


Conclusão Em suma podemos observar que o contexto económico e cultural assume um papel determinante na relação que o imigrante tem com a escola. Uma das formas que podiam ser usadas para um aprofundamento do trabalho era o estudos do circulo de amigos dos imigrantes. Se eles estariam inseridos num grupo de amigos imigrantes ou autoctónes. Poderia também ser determinado a evolução da escolaridade dos imigrantes, com objectivo de saber se tinham uma melhor adaptação comparativamente a anos anteriores. Um estudo que exigiria mais tempo e seria também interessante, seria analisar as medidas tomadas para atenuar estas diferenças culturais entre os imigrantes e os autoctones e se essas medidas estariam a ser efectivas ou não. Para finalizar esta conclusão, apresentamos as contrariedades encontradas, nas quais consideramos o tempo como o maior entrave ao desenvolvimento do trabalho. Outro entrave foi a pouca facilidade na descoberta de documentos que estivessem relacionados diretamente com os nossos objectivos. O último entrave foi a não realização do questionário , que poderia permitir uma melhor compreensão e desenvolvimento do mesmo.

22


Referências Bibliográfica 

Fichas de Leitura

 http://www.aps.pt/vicongresso/pdfs/26.pdf

 http://monografias.brasilescola.com/pedagogia/a-discriminacao-racialseus-reflexos-no-processo-ensino.htm

 http://sociologiaemaccao.blogspot.pt/2012/01/cultura_26.html

 http://discriminacaosocial.weebly.com/discriminao-cultural.html

 http://sociologiaemaccao.blogspot.pt/

Analise Temática Documentos retirados na integra do site: 

http://www.rcaap.pt/

Outros: •

http://investigaraartedeensinar.blogspot.pt/2011/10/como-redigir-um-relatoriode-uma.html

http://sociologiaemaccao.blogspot.pt/2011/11/etapas-do-processo-deinvestigacao.html

http://sociologiaemaccao.blogspot.pt/2012/02/sociologia-do-corpo-david-lebreton.html

23


24


ETNICIDADE: IMPACTO E INCLUSÃO DOS DIFERENTES GRUPOS CULTURAIS A NÍVEL ESCOLAR