Issuu on Google+

PÁGINA 20 - TERÇA-FEIRA - 15/JULHO/2008 - 22:31

20

Fale com o editor: Weber Caldas - Tel: 3321-8326

A GAZETA Vitória (ES), terça-feira, 15 de julho de 2008 nnnnn n n n n

Esporte Entrevista Neymar

Gringo veste camisa do Grêmio O meia uruguaio Orteman, de 29 anos, foi oficialmente apresentado como reforço do Grêmio, ontem à tarde, em Porto Alegre (RS).

Serra >> POR THIERRY GOZZER tgozzer@redegazeta.com.br

Após duas derrotas, momento é de reflexão

>> REVELAÇÃO DO FUTEBOL BRASILEIRO

Talento de 16 anos vale R$ 128 milhões Queridinho de Robinho, Neymar disputa a Copa Brasil Sub-17 no Estado FOTOS: THIERRY GOZZER n n Os

gramados do Espírito Santo nunca foram pisados por um jogador tão caro na história. Pode soar estranho, mas é fato. O nome dele? Neymar. O garoto, de apenas 16 anos, é meia-atacante do Santos, que disputa a Copa Brasil Sub-17 no Estado e tem multa rescisória estipulada pelo Peixe em US$ 50 milhões, aproximadamente R$ 128 milhões. O motivo? Desde quando surgiu na mídia, Neymar é alvo de grandes clubes europeus. O Real Madrid até já fez uma proposta oficial ao seu empresário, Wagner Ribeiro (o mesmo de Robinho), para tirar o jogador da Vila Belmiro. Com contrato com o Peixe até 2011, Neymar é o jogador mais bem pago do futebol de base do Brasil. Hoje o Santos de Neymar enfrenta o Tupy (ES), às 13 horas, no Estádio Salvador Costa. Em entrevista exclusiva ao jornal A GAZETA, Neymar, que recebeu a atenção de Robinho num jogo festivo na Vila Belmiro, falou sobre seus sonhos, a pressão de ter que jogar bem sendo tão novo e da Copa do Mundo de 2010, onde pretende estar.

ser eleito o melhor do mundo o mais rápido possível.”

Europa “Não penso nisso ainda. Quero ser profissional no Santos, jogar bem aqui e aí sim, quem sabe, ir para Europa. É muito cedo para falar nisso.”

Copa de 2010 “Já penso na Copa. Terei 18 anos até lá e se mostrar serviço no Santos, tenho condições de estar no grupo. Acho que dá sim.”

Vaidade “Nesse grupo (sub-17 do Santos), não temos isso. Acredito que nunca tive problema com meus companheiros. Pelo menos nunca falaram nada comigo.”

PLANOS. Fã de Zidane, o santista Neymar sonha em disputar a Copa do Mundo de 2010

Camisa “Não ligo para isso. Quero é ajudar o time. Mas gosto dos números 7, 10 e 11.” - ------------------------------------

Perfil da fera

Lino, o “descobridor de talentos” Técnico da equipe sub-17 do Santos lançou Robinho e Diego e hoje trabalha a cabeça de Neymar

Pressão “Não levo isso para campo ou para os treinamentos. Sou apenas um garoto e quero jogar futebol. Além disso, meu pai, que também foi jogador, me ajuda muito dando conselhos sobre o mundo do futebol.”

Profissional “Espero ir para o profissional o mais rápido possível. Quem sabe ainda em 2008. Mas ainda não conversei com Cuca (técnico do Santos).”

Robinho “Agradeço muito a ele, pois abriu as portas do futebol para mim. Torço sempre por ele e espero que o Robinho possa

n Nome: Neymar da Silva Santos Júnior n Nascimento: 05/02/1992 (16 anos) n Posição: meia-atacante n Ídolo no futebol: Zidane

- ------------------------------------

n n O nome dele é Joselino Martins de Jesus, mas pode chamar de “descobridor de talentos”. Com 49 anos, há 11 no Peixe, o técnico da equipe sub-17 do Santos, conhecido como Lino, da época em que ainda atuava, foi o responsável pelo lançamento de Diego e Robinho no Santos bicampeão brasileiro e agora lapida Neymar, a nova jóia rara da Vila Belmiro. E ele sabe da responsabilidade de fazer surgir a nova safra de valores no Santos. “É uma responsabilidade muito grande. Essa idade é muito complicada para trabalhar. Por isso, sempre re-

quer profissionais qualificados”, disse o técnico, que concorda com o Galinho Zico, que sempre fala que os clubes brasileiros estão mais preocupados em ganhar campeonatos na base do que formar jogadores. “Meu pensamento vai ao encontro do Zico. Muitos fazem isso para manter emprego, mas trabalho de forma diferente. Viso formar os atletas, na parte física, psicológica e técnica”, explicou. Para Lino, trabalhar com Neymar é fácil. “Ele ganhou nome cedo, mas tem o apoio do pai dele e é um garoto muito bem formado. Ele tem na cabeça que tem que ter cuidado, pois ainda é uma promessa”, comentou Lino, que acredita no potencial do garoto. “Ele tem tudo para arrebentar logo, assim como fez o Robinho e o Diego.”

Após boas vitórias de ambos os times, Rio Branco e Desportiva se encaram às 15h, no Engenheiro Araripe KLEBER AMORIM n n Hoje à tarde é dia de relembrar os tempos áureos do maior clássico do Espírito Santo. Desportiva e Rio Branco se enfrentam às 15 horas, no Estádio Engenheiro Araripe, pelo Grupo da Copa Brasil Sub-17 anos.

As duas equipes vêm de excelentes vitórias por 3 a 0 no domingo. A Locomotiva em cima do Fluminense, e o Brancão sobre o GEL. Apesar dos bons resultados recentes, os técnicos das duas equipes preferem adotar um discurso mais moderado. “Ainda não ganhamos nada. Temos conhecimento da rivalidade deste clássico e esperamos um jogo difícil”, ponderou o técnico grená Cleiton Marcelino, que entrará com a equipe que começou o jogo

- -----------------------------------DESPORTIVA

.

RIO BRANCO

.

APRESENTAÇÃO Desportiva: Keoma; Rafael, Farrel, Heitor e Paulinho; Toni, Rodrigo, Tiago e Pedro Lucas; André e Leonardo Leite. TÉCNICO: Cleiton Marcelino Rio Branco: Andrey; Elton, Mateus e Welington; Rafael Bispo, Danilo, Weslen, Raí e Charles; Reinaldo e Tássio. TÉCNICO: Mauro Soares Estádio: Engenheiro Araripe (Cariacica) Horário: 15 horas Árbitro: Antônio Buaiz Filho Entrada: 1 Kg de alimento não perecível ou uma embalagem de produto de limpeza

- ------------------------------------

CARREIRA. Lino já está trabalhando há 11 anos na equipe da Vila Belmiro

Copa do Brasil Sub-17 Jogos de Hoje Grupo A 13h - Tupy x Santos 15h - Vitória x Caxias n Grupo B 13h - GEL x Fluminense 15h - Desportiva x Rio Branco n Grupo C 15h - Estrela x Madureira 15h - Cachoeiro x Vasco n Grupo D 18h - Anchieta x Vilavelhense 20h - Palmeiras x Cruzeiro n Grupo E 18h30 - Serra x Flamengo 20h30 - Aracruz x Atlético-MG n

- ------------------------------------

Sem as estrelas, Brasil quer ir à Pequim

ATENAS n n Um Brasil operário, sem as estrelas da NBA, que privilegia o coletivo em detrimento da individualidade (ao menos

no discurso). É essa seleção brasileira que tenta, a partir de hoje, colocar o basquete masculino na Olimpíada de Pequim. A estréia no Torneio Pré-Olímpico Mundial, que acontece em Atenas, na Grécia, será contra o Líbano, em jogo que começa às 16 horas (horário de Brasília). Enfrentando a desconfiança, após a conturbada partici-

pação no Pré-Olímpico das Américas, em setembro passado, em Las Vegas, o Brasil ainda terá o peso de encerrar um jejum de 12 anos sem participar do torneio olímpico – o basquete masculino não vai à Olimpíada desde Atlanta, em 1996, quando Oscar Schmidt se despediu da seleção. A promessa dos jogadores é de que a torcida verá um

Esperança vira aliado de peso na Série C Lanterna do Grupo 12 e sem nenhum ponto ganho, alvianil ainda confia na classificação

n

contra o tricolor carioca. Já o treinador do Rio Branco, o ex-jogador Mauro Soares, quer surpreender o adversário. “Treinamos algumas jogadas para tentar surpreender a Desportiva, que é um time forte”, afirmou. Mauro Soares disse ainda que o clássico de hoje lembrará o passado de rivalidade entre os dois maiores clubes do Espírito Santo. “Será um daqueles jogos entre Rio Branco e Desportiva que lembrará a rivalidade de outros tempos.”

Basquete. Com técnico espanhol no comando, jogo coletivo vira a grande marca dos brasileiros

Sem os jogadores que atuam na NBA, time masculino busca vaga olímpica que não vem desde 1996

n n Após perder pela segunda vez no Brasileiro da Série C e se complicar no campeonato, o momento agora no Serra é de reflexão. É o que afirma o técnico Paulo Marcos que pretende reunir os jogadores para uma conversa após a derrota no último domingo, de 4 a 1, para o Duque de Caxias, no Rio de Janeiro. Para o técnico do Serra, faltou no jogo uma melhor postura de seus comandados, mas ele ainda acredita na classificação para a segunda fase. “A preocupação é com o complexo de inferioridade dos jogadores. No estrutural somos inferiores, mas temos que resolver as coisas é dentro de campo. O momento é para cada jogador refletir e superar as dificuldades, até mesmo para galgarem lugares mais altos na carreira”, ensina. O Serra enfrenta novamente o Duque de Caxias, domingo, às 16 horas, no Estádio do Bambu, em Aracruz, e precisa da vitória para ainda se manter vivo na competição. O time jogará sem Guaçuí, que recebeu o terceiro cartão amarelo, e sem Helinho, expulso no último jogo. O Serra realiza treino físico hoje e a partir de amanhã o técnico Paulo Marcos começa a definir o time que jogará no domingo.

Linhares

- ------------------------------------

Clássico antigo ganha força no sub-17

Goleada sofrida na Série C motivou o técnico Paulo Marcos a se reunir com os jogadores

Brasil totalmente diferente em quadra. “Nosso jogo coletivo melhorou. Estamos selecionando mais os arremessos, evitando a ansiedade, coisa que o Moncho nos cobrou demais”, relatou o armador Marcelinho Huertas. Apesar dos problemas e da pressão, o técnico espanhol revelou que seu time tem mostrado equilíbrio

Página: 20

emocional. “Pensei que teria que conversar com eles, trabalhar a ansiedade, mas isso não foi preciso”, disse. O Brasil faz a segunda partida no Pré-Olímpico amanhã, contra a Grécia, também às 16 horas. As quartas-de-final estão programadas para começar na sexta-feira. As semifinais acontecem no sábado e a grande final no domingo.

CYAN

MAGENTA

n n “À espera de um milagre” é o nome de um bom filme estrelado por Tom Hanks, e também um jargão bem batido no meio futebolístico. Mas é esse o clima que deve tomar conta do Linhares que ainda sonha com a classificação à próxima fase do Brasileiro da Série C. “Sempre é preciso ter esperança, ainda faremos dois jogos em casa”, disse o presidente do clube, Adauto Menegussi, referindo-se às partidas contra Macaé e Guaratinguetá, a serem realizadas no Estádio Conilon, em Jaguaré. O lateral-esquerdo Emerson disse que a situação é muito chata e procurou justificar o fracasso da equipe até o momento. “Falta apoio, o nosso presidente tem que se virar com tudo. O tempo de preparação também não foi ideal”, disse o jogador. O artilheiro da Copa Espírito Santo do ano passado, o atacante Zé Augusto, que ainda se recupera de contusão, é novamente dúvida para sábado, quando o Linhares volta a enfrentar o Macaé, às 15 horas, só que agora, no Conilon.

YELLOW

BLACK


Neymar