Page 24

www.todahelohim.com 24 Devocional: A Oração

21. O Senhor é nosso libertador MAS LIVRA-NOS DO MAL (MATEUS 6.13B) O mal nem sempre se apresenta como algo terrível como o genocídio promovido por Adolf Hitler aos judeus na segunda grande guerra. Aprendi com minha mãe que o mal também pode se apresentar de forma mais branda, como quando ela ameaçava “acabar com minha raça” se eu aprontasse de novo... Brincadeiras à parte, devemos entender e considerar o mal em todas as suas dimensões. A palavra grega que foi traduzida por mal (poneros) é usada no caso nominativo, e isto geralmente denota um título, indicando que Jesus está provavelmente se referindo a Satanás. Mas como o tinhoso é a personificação de todo o mal, não podemos nos limitar à ideia míope de que ele só nos tenta na área sexual e seus ataques não vão além de doenças, acidentes e desemprego. A própria palavra poneros traz uma gama de interpretações como fadiga, aborrecimentos, tormento, perigo, ameaças a fidelidade e fé, causa de dores e de problemas, natureza ou condição má, além dos males de origem física (doenças), e num sentido ético maldade, ruindade e iniquidade. São três os elementos que agem conjuntamente para disseminar o mal e contaminar toda a humanidade. Estes três são conhecidos como o mundo, a carne e o diabo. Agora entenda o seguinte: nem o curso deste mundo e nem o império do diabo conseguiremos modificar. Mas a nossa carne, esta sim devemos mortificar. É isto que Deus deseja, foi para isto que Cristo morreu na cruz e é por isto que Ele enviou o Espírito Santo para habitar em nós. Devemos compreender e depender diária e continuamente do Espírito para lutar contra os impulsos da nossa carne, e novamente, não estou me referindo apenas à sexualidade humana. Em 1João 2.16 o apóstolo nos adverte que tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo. Ora, aonde se escondem estas coisas senão dentro de nós mesmos? Este mal reside em nós e Satanás quer utilizar-se (e muitas vezes consegue) desta velha natureza para nos levar à rebelião. Concupiscência, cobiça e soberba: esta é a inclinação da nossa carne. Negar este mal já conta ponto para o inimigo. Pensando assim, ore: "Senhor, livra-me do mal de atentar para uma proposta de satisfação legítima mas que não proceda de Ti; de achar que sou melhor do que os outros; de pensar em satisfazer o meu desejo antes de atender a necessidade de um irmão; de não obedecer ou não honrar a Tua vontade; de analisar o mundo e as situações de acordo com as minhas conveniências. Livra-me do mal, Senhor, da infidelidade, do orgulho e do preconceito para com os que ainda não te conhecem; de perder tanto tempo e dinheiro com o que não tem valor; de julgar segundo as aparências; de não me importar em conhecer para entender e esclarecer. Livra-me do mal das falsas motivações; das dissimulações; do dolo e da mentira oportuna. Livra-me do mal da maledicência; da indiferença; da insatisfação com o que o Senhor me dá; da conformidade com a violência reinante; da impaciência com tudo e com todos; de minhas atitudes pedantes; da minha falta de atenção com os necessitados; de responder antes de pensar; de demonstrações iracundas; de reações coléricas. Livra-me do mal da falta de domínio próprio; de fraquejar na fé em momentos de dificuldade; de confiar mais na minha força do que na Tua Palavra; de falar o que não devo; do mal da murmuração; da procrastinação; da desistência; de me acovardar em tempos difíceis; da amargura e do rancor; do pensamento vingativo. Livra-me do mal da soberba; da presunção; da malícia; da calúnia; da inveja; da avareza; de difamar um irmão para me sentir superior; do cinismo; da impureza; das discussões; de dividir o Corpo com minhas opiniões. Livra-me do mal de achar que posso Te controlar; de não olhar para o Senhor como deveria; de pensar que sou merecedor ou que tenho algum mérito em mim mesmo. Livra-me do mal de sequer atentar para a inclinação soberba da minha carne; de não confiar em Ti; de dar preferência a ensinos e tradições humanas; de não considerar e não compreender a Tua magnitude e o Teu poder; de querer que o Senhor esteja às minhas ordens para satisfazer a minha vontade. Livra-me Senhor do mal."

Profile for Thiago Zambelli

Devocional sobre Oração  

Vinte e dois (22) dias de reflexão sobre oração neste devocional (ou devocionário) escrito por Reinaldo Bui.

Devocional sobre Oração  

Vinte e dois (22) dias de reflexão sobre oração neste devocional (ou devocionário) escrito por Reinaldo Bui.

Advertisement