Page 14

www.todahelohim.com 14 Devocional: A Oração

11. Ansiosos pelo reino de Deus VENHA O TEU REINO... (MATEUS 6.10A) Na cultura hebraica do AT o nome representa o caráter ou uma característica da pessoa. Quando Moisés perguntou a Deus o seu nome, Ele prontamente respondeu: YHWH, palavra cuja pronúncia se perdeu no tempo, mas carregada de significado: Disse Deus a Moisés: EU SOU O QUE SOU. Disse mais: Assim dirás aos filhos de Israel: EU SOU me enviou a vós outros. (Êxodo 3.14) YHWH diz exatamente quem Deus é: “O Eterno”, que existe por si mesmo, que não tem princípio nem fim. Note: Deus não está dizendo “Eu serei o que você quiser que eu seja”, ainda que alguém pense ou deseje isto. Não é Ele quem tem que se ajustar às nossas vontades, mas somos nós quem devemos nos alinhar à dEle, pois qualquer coisa fora da vontade do Pai simplesmente não subsistirá! Por isso pedimos Venha o teu reino... No reino de Deus Sua vontade é plenamente feita. Isto nos leva a uma pergunta: conseguiremos um dia ver este reino plenamente implantado aqui na terra na condição que nos encontramos? A resposta é não! Diferente do governo humano que os judeus esperavam que Jesus restaurasse, o de Deus não tem nada a ver com este atual sistema, conforme o Senhor relatou: Respondeu Jesus: O meu reino não é deste mundo (Jo 18.36). O reino de Deus é de paz, amor, justiça, humildade, liberdade, generosidade, onde há transparência, tolerância com as diferenças, inconformidade com a indiferença, solidário, fraternal, autêntico, teocêntrico, infinito, (...), ou seja: definitivamente não é deste mundo. Então, nos vem em mente outras questões: Por que pedir “Venha o teu reino...”? Já não está na hora de Deus fazer alguma coisa por este mundo? Vemos diariamente tanto horror e tanta barbaridade sendo feita na face da Terra. Até quando isto acontecerá? Angustiamo-nos diante das misérias humanas. Estas observações são válidas, mas mostram um pouco de nossa ignorância da história humana. Acredite, o que estamos vendo agora é "café pequeno" diante do que Deus já assistiu nestes últimos 10.000 anos de história. Depois, isto não é nada perto do que ainda está por vir (e Deus o sabe)! Aí vem a terceira bateria de dúvidas: Então para que pedir que “Venha o teu reino...”? Que Deus nos ajude, que mude esta situação? Não é perda de tempo? Novamente a resposta é não! Num primeiro momento, orando ao Senhor neste sentido, estamos derramando nossos corações aflitos com tamanha iniquidade. Conforme já tratamos, não estamos informando a Ele quanta coisa ruim está acontecendo e nem querendo dizer o que deve ser feito. Apenas demonstramos nossa “fome e sede por justiça” (não confundir com vingança), nossa angústia e inconformidade com tudo aquilo de mal que a natureza humana produz. Quanto a isto, Jesus diz: Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão fartos (Mateus 5.6). Ademais, diante deste pedido, devemos examinar o nosso coração e nos questionar: o que tenho feito? Tenho me conformado com os padrões deste mundo? Seguindo o seu curso? Preocupado mais com o meu reino? O que tenho feito para diminuir a miséria e a injustiça? O que mais me preocupa? Meu salário? Minha saúde? Meus bens? Realmente anseio que o reino de Deus venha? Sobre a minha vida?

Profile for Thiago Zambelli

Devocional sobre Oração  

Vinte e dois (22) dias de reflexão sobre oração neste devocional (ou devocionário) escrito por Reinaldo Bui.

Devocional sobre Oração  

Vinte e dois (22) dias de reflexão sobre oração neste devocional (ou devocionário) escrito por Reinaldo Bui.

Advertisement