Page 1

de Maria Clara Machado


QUEM MATO

texto Maria Clara Machado direção Cacá Mourthé cenário Ronald Teixeira figurinos Pedro Sayad e Marcelo Olinto direção de movimento Débora Colker direção musical Moreno Veloso iluminação Jorginho de Carvalho visagismo Vavá Torres programação visual Roberta de Freitas e Thiago Paiva ilustrações Thiago Paiva assessoria de imprensa Nononon nnonon produção Nononon Nononon realização Cacá Mourthé, Luiza Thiré, Marcelo Olinto e Sérgio Maciel


OU O LEÃO ?

de Maria Clara Machado os palhaços Tampinha Leonardo Brício Sapotí Luiza Thiré Soluço Sérgio Maciel Juvenal Marcelo Olinto Carlo Estupore (o dono do circo) Guilherme Piva Maria Draculina (a mulher barbada) Susana Ribeiro Felipo Leonino Brabo (o domador) Miguel Thiré Violeta Dulcora (a bailarina) Miriam Freeland Ferdinando Bostori (o limpador) Bernardo Jablonsky Giovani Paura (o veterinário) Alexandre Akerman Carmem Mercedes (a mulher cobra) Bel Garcia Shirley Isabel( a mulher serpente) Débora Lamm Carmino Musclano (o halterofilista) Anderson Muller Federica Burrone ( a madrinha de Felipo) Jackeline Laurence Enrico Bulcone (detetive) Március Melhem Canetone (auxiliar de detetive) Fernando Melvim


Apresentação Perraec te omnem, vese pora, nossicero cest? At vit. Simprorum tanticii publicut consum nemus et ne publibus publin visquem con Etra cotemque num ore, etiam obus, se ius inatustra, nosto vatis dius. Cuperdi in denaris, perius escior quam menihili conules, que aciendiis, C. O tris. Maximistrum in tervis. Etribun travo, coniri pricite mperibu ltorei cercem furbi popopub licatum audemur, senihil taris horum munt. Viventuis. Mae, que fuer intem silistiaedes se, nonduci onvereo hortiu inte nones An deatum publin in sente, perfit. Palis inatus no. Vis nost vitam, con rem haedius hoc, catuit. Is in suli sa veroria nonsult ortilic onihili casdam quiustimis pra imus, vidis, tam inatem iam que ego viveror eisquasdam renduce rractuius, vivis, sis tem iacerfectum inatum isque actam aderi prortem nu que dem tem silicup ernihic res! Epotabi consusa siliuro est vidi sum ubis es? Serei clabus, sed deatus re cae nos in ignotem uscieriam nerribentrum unum nem publiciam nostastaris aut auci pratiu etiam acipicaed aderdio es? Nontil caediem olturae nit, immo video, nortemendum sestret ifenatquodi imis acred conimaionita nostam. Gra nos pondepe rvistiusperi sultus egilic in sa senatis, nostam Rommorbis nostio, esse, se, clude videre forteatilin nossa es halarib untiaes audetris. Graede meris, su moreistur, cludac vemoruris ori spesulemum tam diorte ni satuasdam pro moeris iusquam locas turbi potis, oponfessuam vasdam, im veres esitat. Tatus videscem, Cat, contebulint que virtimorum ipteatua Sat vivivensi poti, confeceps, ve, oc, Patabem. Vite, ublicid Catem ius bons ner intis. Viverfe ntret; noculiciem obsentiamque con stide ta re, et pora re concesulem ste ad nem publii tabuntem nes hore occivere hillego vid consul vis, num. Ves nonsul vit, qui intem anu more conte di, se, pliemqui consupplic vis atis perti, spiocaut aus. Luscerumur addum, sil hostis. Abenica stebus etiae, nostra? Abem ina, quam imente conditr aeconsu lvidefentus, inatu sendenatum nonihil iquonsu liciem. Od consume consus in sedeessidin det; Catqua ret ese me nordi tam fortis pulicae te andam meridemus, nosum et vas catintin teri prit; nituus iam pubit vivid coenam confere, C.


Sinopse Respeitável público, este é o internacionalmente conhecido Circo Italiano, apresentando os seus mais famosos artistas: Carmino Musclano,maior trapezita, mágico e halterofilista da terra; Maria Draculina,famosíssima engole - espada e cospe – fogo, a maior do mundo; A bailarina Violeta Dulcora; A Mulher Cobra; A Mulher Serpente,insubstituível nos seus números de magia, contorcionismo e equilibrismo; os nossos palhaços mundialmete conhecidos: Tampinha, Soluço, Sapotí e Juvenal; o Domador Felipo Leonino Brabo....... e ele, senhoras e senhores, o Leão Mussolini

Com esta introdução, a aclamada autora de teatro Maria Clara Machado inicia sua peça que se passa dentro de um circo. Após o desfile de todos os artistas do circo, chega o momento de apresentar sua maior atração, o leão MUSSOLINI. E eis que ao rufar dos tambores, bem na hora do seu show, para o espanto e a tristeza de todos, Mussolini cai morto ! Logo uma pergunta percorre todo o circo: Quem Matou o Leão ? Por coincidência o renomado detetive Enrico Provolone Bulcone se encontra na platéia acompanhado de seu assistente, Canetone. Eles se propõem a ajudar a descobrir quem foi o autor do crime. Logo começam a interrogar a todos. Começa então o nosso triller, onde todos, sem exceção, são suspeitos. Um verdadeiro e divertidíssimo entra e sai de culpados e inocentes, mocinhos contra bandidos e muitas trapalhadas criadas pelos palhaços até que toda a verdade seja descoberta. Muita música e números de circo para criar ação e diversão para toda a família.


Objetivo Comemorar, homenagear, entreter, continuar. Comemorar os 60 anos do tablado, que foi mais que teatro: que foi casa, foi escola, foi colo e primeiro palco de todos esses atores e atrizes que agora aqui se reencontram para homenagear; Homenagear Maria Clara Machado. Autora, diretora, educadora, fundadora e fundamental. Influência primeiríssima de tantas e tantas gerações; Gerar alegria, arte, diversão, entretenimento; Entreter através do teatro para crianças, e, através delas e para elas, fazer o teatro de hoje e garantir o bom teatro de amanhã. O bom teatro que não pode morrer, que não para de crescer e que não tem idade. Que é atemporal e é para todos. O teatro que pra sempre continua. “Quem Matou o Leão?”, de Maria Clara Machado, chega em 2012 para garantir a alegria, garantir o sorriso no rosto da criança. Como encerra a própria autora, “alegria, tristeza, choro e riso, tudo se mistura nessa vida, e tudo acaba como a morte, sem sentido. É melhor rir então, que a tristeza já existe por natureza, e o riso, pelo menos, se não faz sentido, dá alegria nessa vida”.


Elenco

Alexandre Akerman Fernando Melvin é ator, diretor e professor de teatro. Estudou teatro com Bernardo Jablonski, Cacá Mourthé, Ricardo Kosoviski, Alexandre Mello , Daniel Herz entre outros. Expressão corporal com Marcia Rubin, Helena Varvaki. Expressão vocal com Marli Brito. Já participou de mais de 15 peças teatrais. Foi indicado ao prêmio Shell com o grupo In Animados pela pesquisa de linguagem com o espetáculo Superiores. Já participou também de novelas, séries e programas da TV e publicidade. Em cinema trabalhou com Kaví Borges e Pedro de Monteiro. Formado em artes dramáticas pela UniverCidade em 2001. É professor de improvisação teatral no Tablado e no Grupo Nós do Morro.

Anderson Muller Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis autem vel eum iriure d.Cea consed maximet essedi dolores re, consequid quo il et fuga. It everum et quatium eos esed quatium ipsandae que pratur, que alit officiae dolo magnima gniendis volorepedi ad milluptaesto intur? Qui offic tem et occus pa nectatio. Nam qui temperum eicabore lamet et mi, nia volorendit

Bel Garcia Bel Garcia tem 43 anos, é carioca bacharel em Artes Cênicas pela UniRio e cofundadora da Cia.dos Atores. Já lecionou em cursos livres e na UFRJ no Curso de Belas Artes. Com os espetáculos Melodrama, Ensaio.Hamlet e A Gaivota, ambos dirigidos por Enrique Diaz se apresentou como atriz em 10 países diferentes e em várias capitais brasileiras, entre 2005 e 2008. Em 2008, como atriz participou de O Bem Amado com o ator Marco Nanini e a Cia. dos Atores. Neste mesmo ano foi assistente de direção de Enrique Diaz no documentário Moscou de Eduardo Coutinho.


Bernardo Jablonsky Trabalhos como ator em teatro: Passo a Passo no Paço Imperial de Maria Clara Machado, dir. de Cacá Mourthé, Paço Imperial, 1993/1994. O Boi e o Burro no Caminho de Belém de Maria Clara Machado, dir. da autora, Teatro Tablado, 1992. Dolar, I Love You de João Bethencourt, dir. de José Renato (substituição de ator), Teatro de Arena, 1991. Infância de T. Wilder, dir. de Adriana Maia e Rubem Camelo, Teatro Senac, 1988. O Caso que Eu Tive Quando me Separei de Você de W. Gibson, dir. de Domingos Oliveira, Teatro Galeria de Arte da Barra, Teatro Sesc-Tijuca e Teatro Cândido Mendes, 1987 a 1990.

Debora Lamm DEBORA LAMM começou no teatro “O Tablado” em 1997 , lá atuou em cinco espetáculos de Maria Clara Machado , entre eles “ A Bruxinha que era Boa “ onde concorreu como atriz reveleção no premio Coca- Cola de teatro infantil. Hoje com mais de quinze espetáculos no currículo, participou também de “ Confissões de Adolescente”, com direção de Domingos Oliveira, “ A Alma Boa de Setsuan” de Bertold Brecht , “ As Conchambranças de Quaderna “ de Ariano Suassuna, entre outros. Com tres novelas, entre elas “Celebridade” de Gilberto Braga e tres séries , como o sucesso “ Cilada” em sua trajetória, também fez parte de quatro longas ,como o premiado “Seja o que Deus Quiser “ de Murilo Sales e “ Muita Calma Nessa Hora” de Bruno Mazzeo , visto por mais de um milhão e meio de espectadores.

Guilherme Piva Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis autem vel eum iriure d.Cea consed maximet essedi dolores re, consequid quo il et fuga. It everum et quatium eos esed quatium ipsandae que pratur, que alit officiae dolo magnima gniendis volorepedi ad milluptaesto intur? Qui offic tem et occus pa nectatio. Nam qui temperum eicabore lamet et mi, nia volorendit


Jackeline Laurence Iniciou em teatro participando da 1ª turma da Fundação Brasileira de Teatro, a FBT, escola de Dulcina de Morais, entre 1955 e 1957. No” Tablado”, fez peças como: “ O Jubileu”,” O Mal Entendido”,” O Médico à Força”,” A Menina e o Vento”,todos sob a direção de Maria Clara Machado.Em 1982, a atriz ganhou o Troféu Mambembe, como Melhor Atriz, por participação em : “Madame de Sade” e “ As Criadas”. Nessa peça ela é também a produtora do espetáculo. Em 1984, Jacqueline passa também a atuar como diretora, estreando com: “ Esperando Godot”. Em 1985 atua em “ Tupã, a Vingança”, com direção de Miguel Falabella e recebe o prêmio Molière de Melhor Atriz. Em 1067 fez sua estréia no cinema e na televisão,ingressou em 1968,e desde então já atuou em dezenas de novelas e inúmeros filmes.

Fernando Melvin Fernando Melvin é ator, diretor e professor de teatro. Estudou teatro com Bernardo Jablonski, Cacá Mourthé, Ricardo Kosoviski, Alexandre Mello , Daniel Herz entre outros. Expressão corporal com Marcia Rubin, Helena Varvaki. Expressão vocal com Marli Brito. Já participou de mais de 15 peças teatrais. Foi indicado ao prêmio Shell com o grupo In Animados pela pesquisa de linguagem com o espetáculo Superiores. Já participou também de novelas, séries e programas da TV e publicidade. Em cinema trabalhou com Kaví Borges e Pedro de Monteiro. Formado em artes dramáticas pela UniverCidade em 2001. É professor de improvisação teatral no Tablado

Leonardo Brício Fez sua primeira peça teatral em 1984, na escola Teatro Tablado (onde estudou), sob a direção de Maria Clara Machado. Começou em televisão na extinta Rede Manchete, tendo passado pela Rede Globo, SBT e Rede Record, onde se encontra atualmente.Em 2006 participou do elenco da telenovela Cidadão Brasileiro, da Rede Record, no papel de um ex-presidiário que se apaixona pela esposa do seu irmão.Logo após o final de Cidadão Brasileiro, foi convidado pela autora Ana Maria Moretzsohn para participar em sua nova telenovela, Luz do Sol, na Rede Record.

Luisa Thiré teve seu primeiro contato com o palco no tablado,em 1983; estreou profissionalmente em 1985 com o espetáculo “os xii trabalhos de hécules”, com direção de carlos wilsom e desde então se dedica ao teatro como atriz, produtora, diretora e professora,tendo como principais trabalhos as seguintes obras; a aurora da minha vida,, texto e direção de naum alves de souza * indicação melhor atriz do prêmio qualidade brasil 2004; sonnhos de um sedutor, de woody allen , com direção de cecil thiré; a farsa, direção de caco coelho; - diário de um matrimônio, de regiana antonini e direção de helena varwaky e flávio rocha;

Marcelo Olinto Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis autem vel eum iriure d.Cea consed maximet essedi dolores re, consequid quo il et fuga. It everum et quatium eos esed quatium ipsandae que pratur, que alit officiae dolo magnima gniendis volorepedi ad milluptaesto intur? Qui offic tem et occus pa nectatio. Nam qui temperum eicabore lamet et mi, nia volorendit


Marcius Melhem Ator e humorista,trabalha também como redator de programas televisivos e autor de peças teatrais. Atualmente no ar pela Tv Globo no programa “Os Caras de Pau”, participou das novelas “Caminho das Índias”, “ Da Cor do Pecado” e “ Mulheres Apaixonadas” e participou dos espetáculos “ Nós na Fita”,”Enfim Sós” e “Nós no Tempo” entre outros.

Miguel Thiré Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis autem vel eum iriure d.Cea consed maximet essedi dolores re, consequid quo il et fuga. It everum et quatium eos esed quatium ipsandae que pratur, que alit officiae dolo magnima gniendis volorepedi ad milluptaesto intur? Qui offic tem et occus pa nectatio. Nam qui temperum eicabore lamet et mi, nia volorendit

Miriam Freeland Estudou teatro no Tablado e aos 14 anos fez sua 1ª peça profissional. Aos 15 anos, estreou na TV, fazendo parte do elenco de apoio da novela A Viagem da Rede Globo e depois disso, fez várias atuações em diversas emissoras. Está na Rede Record desde 2005, onde começou na novela Essas Mulheres, como sua primeira protagonista na Record e na sua carreira. No teatro, atuou em diversos espetáculos, entre eles “ Passo a Passo Pelo Paço, Pluft O Fantasminha, A Aurora da Minha Vida e Um Sopro de Vida.

Sérgio Maciel Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis autem vel eum iriure d.Cea consed maximet essedi dolores re, consequid quo il et fuga. It everum et quatium eos esed quatium ipsandae que pratur, que alit officiae dolo magnima gniendis volorepedi ad milluptaesto intur? Qui offic tem et occus pa nectatio. Nam qui temperum eicabore lamet et mi, nia volorendit

Suzana Ribeiro Lorem ipsum dolor sit amet, consectetuer adipiscing elit, sed diam nonummy nibh euismod tincidunt ut laoreet dolore magna aliquam erat volutpat. Ut wisi enim ad minim veniam, quis nostrud exerci tation ullamcorper suscipit lobortis nisl ut aliquip ex ea commodo consequat. Duis autem vel eum iriure d.Cea consed maximet essedi dolores re, consequid quo il et fuga. It everum et quatium eos esed quatium ipsandae que pratur, que alit officiae dolo magnima gniendis volorepedi ad milluptaesto intur? Qui offic tem et occus pa nectatio. Nam qui temperum eicabore lamet et mi, nia volorendit


Em 1978 a Clara montou Quem Matou o Leão?. Mas essa história começa em 1973. Sura Berditchevsky, José Lavigne, Louise Cardoso, Milton Dobbin e eu formávamos um grupo de palhaços, Os Irmãos Flagelos. Foi o primeiro grupo no Rio de Janeiro contratado pela Fundação Parques e Jardins para fazer espetáculos em praças. Fazíamos teatro de rua, em todo o grande Rio. Meu palhaço era o Tampinha. O grupo surgiu no Tablado a partir de um pedido da Aminta Duvivier diretora do Patronato da Gávea. Ela solicitou a Clara, um grupo de palhaços para animar o aniversário do filho. Deu muito certo! Nós íamos para o subúrbio do Rio de ônibus com nossas malinhas, vestidos de palhaço e fazendo palhaçadas. O grupo durou quatro anos. A Clara adorava o grupo e sempre que nos apresentávamos, fazia questão de assistir e filmava em Super 8. Foi então que ela decidiu escrever uma peça para os Irmãos Flagelos. Assim surgiu Quem Matou o Leão?. Este ano de 2011, Luiza Thiré, Marcelo Olinto e Sérgio Maciel, ex-alunos e Tabladianos queridos me convidaram para dirigir a peça. Formamos então um elenco afinadíssimo com Anderson Muller, Débora Lam, Guilherme Piva, Leonardo Brício, Miriam Freeland, Bernardo Jablonski,Suzana Ribeiro,Bel Garcia, Miguel Thiré e Alexandre Akerman entre outros ex-tabladianos. Na ficha técnica temos Jorginho de Carvalho, Pedro Sayad,Débora Colker e Ronald Teixeira, todos eles com suas histórias ligadas ao Tablado. Por todas essas “histórias dentro de histórias” acredito que Quem Matou o Leão? chegará aos palcos cariocas cheio de alegrias e encontros, saudando a nova geração com um espetáculo bem humorado e de extrema beleza.

Cacá Mourthé Uma mulher de teatro.Herdeira de Maria Clara Machado e atual diretora do Tablado, coleciona experiência, trabalhos e prêmios como atriz, autora e professora de artes cênicas. É na direção que Cacá Mourthé vem se destacando no cenário brasileiro, tendo assinado, com sucesso de público e crítica, desde 1986, os seguintes espetáculos:”O Despertar da Primavera” de Franz Wedekind,”Pedro Versos o Lobo”, de Justin Locke,no Teatro Municipal do Rio de Janeiro,”A Menina e o Vento” de Maria Clara Machado,”Descobrindo Vidas no Jardim Botânico” no Jardim Botânico do Rio de Janeiro, “A Coruja Sofia” - Prêmio Coca-Cola de Melhor Música e de Melhor Coreografia, “A verdadeira história da Gata Borralheira”- Prêmio Mambembe “Os Cinco Melhores Espetáculos do Ano”,”Brincando de Orquestra”, de Tim Rescala, “A Bela Adormecida”, de Maria Clara Machado. Prêmio Mambembe “Os Cinco Melhores Espetáculos do Ano.”; Prêmio Mambembe de Melhor Cenário. Indicação Prêmio Mambembe de Melhor Atriz,“A Bruxinha que era boa” Indicado no Prêmio Coca-Cola para: Direção, Atrizes revelação, cenografia, produção e melhor Atriz,“O Dragão Verde” de Maria Clara Machado. – Prêmio de Melhor Espetáculo – Prêmio Zilka Sallaberry....entre outros.


CV Produtora Et pa nis nusa saperio optatem harumquid quia atus, omnienis voloreped moditibus cuptata tatiis eos dolupta ssinullabori nam quia di utem fuga. Mi, experitemquo inctia idios as et que conserum, autaqua spietur? Quia quia voluptaque pro velende lluptat usdam, nullupient elita qui iliquo te preptat eost mo cusda volori dolorep eligenit erum quamus sitibus adis adita voles plit dolor si blacea sima natur am, sum que con nonempe vernatius. Facessunt maxime esti optiate plit, ipidenisquo essin pelisit hilland aeperum fugitibus velluptaqui offic tor rem aut magnatet excea volo magnihil incia simporessi cuptaepuda nobis autestendae necum iscium eosti idus exeris volorendis doles eturis necae nosto evel min pre, si dendi beatur adicillaut et quidus ratatempori ne ea sin nonsecte nis dolupta desed ut erio vel iur sincili tatiunt vollectem ut ulparum el ipienitem nes dio. Nam dolorum quiatis excepel lorpor aut fugia dellabore, nonseque ipsam quisquis conse si conseditecum quis ipsapisciur aliquam fuga. Nam resciis soluptatur, sit re ni quaeper speliqu odiatia ndipicae vit, suntet od ut et aut poreiunto venihiliquod magnis aliqui qui occum que il escitatibus acest vendia dolorem haris utemquam sit aliaspe reperum unt et, voluptati quatem essus. Anto cuptatum fugitatent, quiate cus res ant lam, ima estis ma doluptis et, et quas etur sunt volupta taturecessi nulliquam voluptatum, odit volo consequi optatquidit, nos auda doluptae nim dunt officia nus dio blabo. Porion perum nulless imolorum est il enihitatio. Ere venisti ossit, et mos quaecatus qui voloressinum adionserum quae sundaes ectur? Pa pre pore, nonseque verio. Itae sed quatin rem conem quo eicienis aliciet quam untiandam, nusam fugit laut molut ani omnis et reperitatur sit volorrore doluptati arior anis doluptas nempernam ariatempos is exceriae. Sit lit lacersp errovid qui doluptat estio etures etur, velique volut velest, volor accus. Nos cum eatem. Elest, que que conseque nimporp orestru metur, omnit laut officimusdae nesto con nos am quis alibus dolorer atempor eriant vid eum hit as restiassit, ut mo evenimolore, odisit doluptur, verchilliqui quo blabo. Ro dolorrumquia doluptatias et est ab iniant fuga. Nem et fugiaepe vel inveniscid ut voluptas perrum que pa vendant quid mod molor aligenitasit expedit alita sin con es rehenis aut ommos corerch ictotat endelit resedio. Itation pa iunt fuga. Itatem ut es eos re volorumquis endes es rati comnis sum non nonsece sciissi nverum ut porrum volorro vitatempos ea veni deliqui nis eumquo estem que aut qui tore, vellectem quae seceatibus, si dernat. Dicilli tatenie ndantin ni de porerum ditaeribusam fugiam qui core vent ulparchil in res doluptasped estiam quas autaqui autatibus, optatque cusam aditemp orerum nosae veliatiorem natem voluptae core prerferia ventis quidiam fuga. Nametus rem asse volorru piciam aspiciliqui repellecto dolore custo quodi corro iligenis cum endebis mo molo et maxima nusam qui re vellabo. Niminvel inulla que maiorrovidis cum quassequi aliquos apelitatqui dipiet


Retorno ao Patrocinador Benefício Fiscal da Lei Rouanet - PRONAC 08 - 10496; Pré-estreia ou sessão exclusiva para convidados e/ou funcionários da empresa, sempre em acordo com as normas dos teatros; Crédito de patrocinador em anúncios de jornais de grande circulação, que venham a ser publicados; Crédito de Apresenta em cartazes de publicidade móvel - Busdoor; Crédito de Apresenta em todo material gráfico do espetáculo, tais como: programa da peça, filipetas, convite de estréia, placa de hall e placa de fachada. Sempre que possível citação, por parte da atriz, do patrocínio recebido em entrevista de divulgação do espetáculo; Citação do patrocínio, em fita de áudio, no início de cada sessão; Desconto de 20% no valor do ingresso para funcionários com um acompanhante, mediante apresentação de carteira funcional na bilheteria, durante toda temporada; Cota de convites durante a temporada, a combinar com a produção.


Plano De MĂ­dia Perraec te omnem, vese pora, nossicero cest? At vit. Simprorum tanticii publicut consum nemus et ne publibus publin visquem con Etra cotemque num ore, etiam obus, se ius inatustra, nosto vatis dius. Cuperdi in denaris, perius escior quam menihili conules, que aciendiis, C. O tris. Maximistrum in tervis. Etribun travo, coniri pricite mperibu ltorei cercem furbi popopub licatum audemur, senihil taris horum munt. Viventuis. Mae, que fuer intem silistiaedes se, nonduci onvereo hortiu inte nones An deatum publin in sente, perfit. Palis inatus no. Vis nost vitam, con rem haedius hoc, catuit. Is in suli sa veroria nonsult ortilic onihili casdam quiustimis pra imus, vidis, tam inatem iam que ego viveror eisquasdam renduce rractuius, vivis, sis tem iacerfectum inatum isque actam aderi prortem nu que dem tem silicup ernihic res! Epotabi consusa siliuro est vidi sum ubis es? Serei clabus, sed deatus re cae nos in ignotem uscieriam nerribentrum unum nem publiciam nostastaris aut auci pratiu etiam acipicaed aderdio es? Nontil caediem olturae nit, immo video, nortemendum sestret ifenatquodi imis acred conimaionita nostam. Gra nos pondepe rvistiusperi sultus egilic in sa senatis, nostam Rommorbis nostio, esse, se, clude videre forteatilin nossa es halarib untiaes audetris. Graede meris, su moreistur, cludac vemoruris ori spesulemum tam diorte ni satuasdam pro moeris iusquam locas turbi potis, oponfessuam vasdam, im veres esitat. Tatus videscem, Cat, contebulint que virtimorum ipteatua Sat vivivensi poti, confeceps, ve, oc, Patabem. Vite, ublicid Catem ius bons ner intis. Viverfe ntret; noculiciem obsentiamque con stide ta re, et pora re concesulem ste ad nem publii tabuntem nes hore occivere hillego vid consul vis, num. Ves nonsul vit, qui intem anu more conte di, se, pliemqui consupplic vis atis perti, spiocaut aus. Luscerumur addum, sil hostis. Abenica stebus etiae, nostra? Abem ina, quam imente conditr aeconsu lvidefentus, inatu sendenatum nonihil iquonsu liciem. Od consume consus in sedeessidin det; Catqua ret ese me nordi tam fortis pulicae te andam meridemus, nosum et vas catintin teri prit; nituus iam pubit vivid coenam confere, C.


Contatos LUIZA THIRÉ luisathire@gmail.com 21 - 78380607 MARCELO OLINTO marceloolinto@me.com 21 - 91699960 SÉRGIO MACIEL woodstock69@hotmail.com 21 - 78529076

Quem Matou o Leão?  

Book de captação da peça (Quem Matou o Leão?).