Page 1

Carmo da Mata, Minas Gerais

1º a 15 de Junho de 2011

Ano 1 - Nº 1

Distribuição 100%

Informações precisas, bem apuradas e com credibilidade Christian de Lima

Thiago Góis

Thiago Góis

BR-494: Um morto e outro ferido

Luiz Fernando se apresenta no Vila Nova de Goiás

Página 05 Página 03

Página 03

Pastoral da Juventude realiza campanha do Agasalho

Página 04

Colégio Estadual inicia construção de novo pavilhão O novo pavilhão será composto por 2 salas de aula, 2 banheiros, 1 laboratório de biologia, física e química e 1 sala de multimeios, que dispõe de vários equipamentos, como computadores, DVD, TV, entre outros aparelhos de interação. Com essa nova edificação será possível aumentar o espaço para o funcionamento da biblioteca, que, atualmente, foi divida para a montagem de mais uma sala de aula.

Emerson Rabêlo

Confira outros detalhes na página 03 Thiago Góis

Veja quem são as representantes da ExpoCarmo 2011

Página 07

Com planta elaborada há três anos, escola já começa a executar projeto

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho


Jornal A Notícia

Editorial / Opinião

Editorial

Júnia Paixão Professora

O papel da democracia nos anos atuais Nunca se viu uma democracia tão efetiva como a presenciada por todos nós nos últimos vinte anos. Se antes vivíamos sob os processos de censura, das tentativas de tentar cercear a imprensa, dos modos de repressão contra os jornais, agora, com os novos processos comunicacionais, aliados às novas tecnologias de comunicação e informação, podemos, cada vez mais, fazer do jornalismo uma atividade sem limites, onde tudo e todos têm os mesmos direitos e deveres perante a sociedade e as nossas leis. É dever dos jornais e dos defensores de uma democracia plena, a defesa da liberdade de imprensa e de informação. Ao tratar este assunto, proponho o lançamento deste jornal, que para além de um meio de comunicação é, sobretudo, um espaço de defesa das liberdades de expressão e dos anseios de toda população. Aprendi, desde cedo, que para vencer os desafios era preciso, primeiramente, colocar em nossas mentes que nosso trabalho não é uma corrida de 100 metros, mas sim uma maratona. E foi nestes últimos quatro anos de faculdade que pude compreender, antes de tudo, qual era o verdadeiro papel do jornalista. Hoje posso afirmar do que se trata essa atividade profissional: É uma carreira recheada de surpresas, onde prevalecem, na maioria das vezes, obstáculos, críticas e atrocidades. A partir deste contexto de aprendizado e deste primeiro contato com você leitor, que apresento este novo veículo de comunicação. Agradeço a todos que sempre torceram por mim e apoiaram a idéia deste veículo. Este novo meio de propagação de valores e ideias chega em Carmo da Mata para complementar à comunicação do município, sem querer desmerecer o trabalho de nada, nem de ninguém. Despeço, agora, de todos vocês, com esta sutil apresentação. Até a próxima edição! Thiago Góis Editor Chefe Jornal a Notícia

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho

Se nti do da Vi da Qual é o sentido da vida? Acredito que todo mundo tenha se perguntado isso, ao menos uma vez! Quando observamos a vida passando cada vez mais depressa, nos damos conta de que tudo é urgente e que não podemos deixar muita coisa para depois, com pena desse depois nunca acontecer. Não que tenhamos que viver inconsequentemente, sem avaliar nossas ações e emoções, mas não devemos adiar as coisas e deixá-las para o futuro, pois elas podem ficar lá para sempre e nunca chegarem ao presente. Não estou sendo original, mas a única fase da vida que podemos intervir é o presente. O futuro não chegou e o passado não volta mais, apesar de nossa nostalgia crônica, que insiste em dizer: “No meu tempo... blá, blá, blá”. Sei que dizer é muito fácil, dureza é colocar em prática e não se angustiar com o futuro e não remoer o passado e não colocar a partícula avacalhadora “se” em nossas lembranças: se tivesse falado aquilo...; se não tivesse ido lá...; se tivesse feito desse ou daquele jeito; se, se, se. A verdade é que, o que vivemos, hoje, são fruto das sementes que plantamos e o que viveremos amanhã é o reflexo do que estamos fazendo agora. Às vezes esses pensamentos nos dão um nó na cabeça, mas apesar de não parecer, viver é mais fácil que imaginamos e seria mais leve ainda se pudéssemos realmente viver um dia de cada vez, como um mantra, UM DIA DE CADA VEZ! Mas se pararmos e observarmos, a maioria das pessoas está na época errada. Trancam-se num passado, remoendo mágoas e erros ou projetam toda sua energia num futuro feliz, com sonhos realizados e problemas extintos. E fazem isso assistindo ao passar da vida, que infelizmente não espera. Particularmente, entendo que o sentido da vida é a própria vida, ou seja, levamos dessa existência somente aquilo que vivenciamos. Acredito que a vida continua e que nossa consciência nunca desaparece, apenas nosso corpo. E o viver nos faz acumular experiências, recalcular nossa rota, mudar nossa postura, mudar nossa opinião, refazer, ser feliz. Aliás, acredito que viemos para sermos felizes, e ser feliz não significa estar alegre todo o tempo, mas ter sempre a tranquilidade de ter feito o melhor em qualquer situação ou, pelo menos, ter tentado. A felicidade tão almejada não pode estar em coisas que adquirimos, porque sempre nos faltará algo e então ficaremos frustrados e infelizes. Também não podemos colocar a responsabilidade da nossa felicidade nos ombros alheios, ninguém faz ninguém feliz, somos felizes com alguém ou apesar de. Sei que devem estar pensando que sou a pessoa mais feliz do mundo ou que estou escrevendo livro de autoajuda. Nem uma coisa, nem outra. Ainda estou tentando viver o que acredito, mas me considero uma pessoa feliz. Como disse a um amigo recentemente, é preciso ter DNA para felicidade, é uma questão interna, independente de qualquer outra coisa que esteja ao redor. Ninguém passa pela vida sem sofrimentos, angustias, problemas, oxalá fosse assim. Mas sei que precisamos mudar o verbo de ESTAR para SER. Você pode estar triste, estar vivendo momentos difíceis, estar preocupado, e, mesmo assim, ser imensamente feliz e grato pela possibilidade de poder estar vivo.

2

Ariana Rosália Reis Fonoaudióloga Fone: 9128 6068

A linguagem do seu filho está adequada? Leia, agora, como identificar: Muitas pessoas me procuram com dúvidas sobre o desenvolvimento linguístico de seu filho. Percebo que vários pais não sabem identificar se seus filhos estão ou não com seu desenvolvimento adequado. Portanto, escolhi tratar, deste tema, neste artigo. Abaixo, estão citadas as principais características esperadas do primeiro ao sexto ano de idade da criança. • Entre 12 e 18 meses, a criança aprende gestos comunicativos convencionais e começa a usar as primeiras palavras. A partir deste ponto, podemos falar em desenvolvimento da comunicação verbal propriamente dita. • Dos 18 aos 24 meses, começam a surgir os enunciados de dois elementos, formando um esboço de frase, como por exemplo: “Qué água”, “Nenê bola”. • Por volta dos 24 meses, começamos a observar a chamada “fala telegráfica”, onde a criança fala frases de forma simplificada, como segue o exemplo: “Qué suco limão”, e, ao longo de seu desenvolvimento, suas frases vão se aprimorando. • Dos 25 a 36 meses, a criança faz uso da fala para satisfazer suas necessidades físicas e psicológicas. Informar, perguntar e interagir. • De 3 a 4 anos, a criança faz uso de verbos no presente, passado e futuro. Faz o uso de “porque” e “quem” em suas frases. • Quando chega aos 4 ou 5 anos, a criança já apresenta um domínio significativo da gramática básica da língua. • Por volta dos 5 aos 6 anos também espera-se que a criança já tenha dominado todos os sons da fala, ou seja, não mais apresente dificuldades caracterizadas por trocas ou omissões em sua pronúncia das palavras. Todas as fases acima descritas são fases “esperadas” para essas idades. No entanto, há crianças que desenvolvem sua linguagem antes ou depois dessas faixas previstas. Caso seu filho esteja com desenvolvimento aquém do esperado, procure um fonoaudiólogo de sua confiança.


Cidades / Gerais

Jornal A Notícia

Colégio Estadual ganhará novo pavilhão Emerson Rabêlo emersonrabelo05@hotmail.com

Trabalhando desde 2000 com três pavilhões de salas de aula, a Escola Estadual Joaquim Afonso Rodrigues ou Colégio Estadual, como é popularmente conhecido no município, terá sua estrutura remontada a partir da construção de um novo pavilhão para compor a antiga edificação da instituição. Além dessa nova edificação, uma reforma será feita em, praticamente, toda escola. As obras se iniciaram na segunda metade do mês de maio. O novo pavilhão será construído pela empresa Incorporadora e Construtora Muralha, da cidade de Porto Firme, em Minas Gerais, que, com o valor de R$ 543.501,00, foi a vencedora da licitação, diante de mais 12 construtoras concorrentes. Segundo a diretora da instituição, Lédi-

na Silveira, o projeto para essa construção já estava pronto há três anos e os esforços para conseguir a liberação de recursos junto à Secretaria de Estado de Educação foram incessantes. “Vários relatórios de análise sobre o estado da escola foram enviados à Secretaria Estadual de Educação, através da superintendência de Divinópolis. Foi um esforço muito grande para que conseguíssemos o recurso”, contou Lédina. A diretora ainda contou com o apoio de Teresa Costa Martins e de Vera Prado que são, respectivamente, Inspetora e Superintende de Ensino. Os recursos são provenientes do Governo do Estado. O novo pavilhão será composto por 2 salas de aula, 2 banheiros, 1 laboratório de biologia, física e química e 1 sala de multimeios, que dispõe de vários equipamentos, como computadores, DVD, TV, entre

Emerson Rabêlo

As obras na instituição de ensino se iniciaram na segunda metade do mês de maio e está prevista para ser entregue em janeiro de 2012 outros aparelhos de interação. Com essa nova edificação será possível aumentar o espaço para o funcionamento da biblioteca, que, atualmente, foi divida para a montagem de mais uma sala de aula, assim como a sala de apoio pedagógico. “Esse novo espaço que será disponibilizado com o novo pavilhão vai colaborar também com a disciplina dos alunos.

Pois, com novas salas para o professor trabalhar, o aluno terá mais incentivo em frequentar as aulas”, explicou a diretora. A instituição conta hoje com 39 turmas e um total de 1.301 alunos. Três turmas extraturno foram montadas para a preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) e mais duas turmas, também

extraturno estão funcionando para alunos do 1º ano aprenderem o idioma espanhol.

Arthur Piassi, Alaíde da Silva Pinto e José Francisco Teodoro de Moura (vice-diretores). Diretoria A Chapa 2 é composta No dia 05 de junho, por Jane Sartori Jeunon domingo, de 08 às 17 (diretora) e Robinson horas, estará acontecen- José Resende, Admir de do, na escola, a votação Melo e Humberto Dener para escolha de sua nova Piassi (vice-diretores). diretoria. Duas chapas Os eleitores são os estão concorrendo. A funcionários, alunos Chapa 1 é composta por maiores de 14 anos e Júnia Paixão Mendes pais de alunos menores de Castro (diretora) e de 14 anos.

Acidente mata um e deixa outro ferido em rodovia Thiago Góis

Motocicleta foi apreendida logo após ser constatado que o condutor não possuía habilitação.

jornalismo.thiago@yahoo.com.br

Um triste acidente, na tarde do último dia 26, próximo à entrada de Carmo da Mata, pôs um ponto final na vida de um metalúrgico e deixou outro homem com vários ferimentos no corpo. Helton Batista Reis, 28, retornava do trabalho com seu amigo Luís Carlos da Silva Calixto, 23, em uma moto Honda, ano 2010, quando foi surpreendido por outra motocicleta não identificada que estava em sua frente. Ao tentar desviar, o metalúrgico perdeu o controle e bateu fortemente contra uma placa de sinalização no acostamento, fazendo com que ele e o outro ocupante fossem arremessados da moto. O choque foi tão forte que Helton chegou a danificar a placa, pois bateu com seu peito contra a si-

nalização. Minutos depois do acidente foi socorrido com vida pela ambulância da Santa Casa de Carmo da Mata e antes de ser transferido para outro hospital veio a morrer. Já o outro ocupante, Luís Carlos, ao ser arremessado, quebrou seu braço direito e teve várias escoriações pelo corpo. De acordo com informações de uma enfermeira ligada ao Hospital, a morte do metalúrgico não está ligada à perfuração de algum órgão, uma vez que foi realizado o exame de raios-X e não foi constatada nenhuma fratura no corpo. Ainda de acordo com esta profissional, os indícios de sua morte podem estar ligados há algum deslocamento dos órgãos e uma possível hemorragia, uma vez que

Thiago Góis

Helton chegou ao hospital com um forte trauma toráxico provocado pelo choque. Segundo dados da Polícia Rodoviária Federal, foi constatado que o metalúrgico não possuía habilitação, uma vez que, ao consultar o sistema de informações do Departamento Estadual de Trânsito (DETRAN-MG), não foi encontrado o seu registro. Ainda de acordo com a polícia, a motocicleta foi retirada do local antes mesmo da viatura policial ter chegado ao local. Desta forma, foi posteriormente apurado que a mesma havia sido guardada em uma casa no bairro Várzea. Após a moto ter sido encontrada, foi apreendida e encaminhada para o pátio da Polícia Federal no município de Oliveira.

Fotografia mostra o local exato onde ocorreu a queda

3

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho


Jornal A Notícia

Cidades / Gerais

Ex po C a r m o 2 0 1 1

já tem atrações confirmadas O Prefeito MuniEmerson Rabêlo cipal Milton Salles emersonrabelo05@hotmail.com Neto confirmou as atrações Uma das festivida- principais do evento deste ano, des mais esperadas na tarde de sexta-feipela população de Carmo da Mata, rea- ra, 27 de maio, em enlizada pela Prefeitu- trevista à reportagem ra Municipal, entra do Jornal A Notícia. em sua quarta edição “O nosso intuito é de neste ano de 2011. que a festa seja ainA ExpoCarmo, que da maior em relação em anos anteriores aos três últimos anos contou com apresen- em que foi realizada”, tações musicais de contou Milton Neto. grandes músicos e de De acordo com o preprofissionais do ro- feito, as atrações mudeio brasileiro, será sicais deste ano serealizada entre os rão: Eduardo Costa, dias 30 de junho, 01, que fará sua apresentação na quinta-feira, 02 e 03 de julho.

30 de junho, o cantor de axé Tomate, que se apresentará dia primeiro de julho; dia 02 de julho a dupla Victor e Leo subirá ao palco, e Marcelinho de Lima e Camargo se apresentarão no domingo, dia 03. “Esse ano ainda teremos a boate Taj Mahal, uma das maiores boates da América Latina, além da parte de exposição de gados e competições de marcha que também completarão a festa, junto com o rodeio profissional”, completou o prefeito.

Reprodução

Artistas se apresentarão ao longo dos quatro dias de evento em Carmo da Mata

Jovens do município realizam Campanha

do Agasalho

Thiago Góis jornalismo.thiago@yahoo.com.br

A Pastoral da Juventude do município, realizou, no fim do mês de maio, mais uma edição da Campanha do Agasalho. O evento, que já é realizado há mais de 20 anos, nas ruas da cidade, tem como objetivo arrecadar agasalhos e, posteriormente, doá-los para os mais

necessitados. De acordo com o coordenador da pastoral da juventude de Carmo da Mata, Edmar Rodrigues, as doações vão de roupas de frio a até colchões e carrinhos de bebê. Ainda segundo Rodrigues, neste ano de 2011 a quantidade de agasalhos arrecadados foi superior ao que se esperava. “Ficamos surpreendidos com a quantidade de

Thiago Góis

roupas que conseguimos arrecadar. Quase que enchemos este salão! [da igreja do Rosário]” comentou Rodrigues. As doações obtidas na campanha serão distribuídas ainda neste mês. Aqueles que necessitarem de agasalhos, deverão se dirigir ao salão da igreja do Rosário, durante os finais de semana e procurar os membros das pastorais.

Grande quantidade de agasalhos foi arrecadada no último mês pelos jovens da Pastoral da Juventude

Agenda Junina

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho

“Todos querem preservar no arraiá da Escola Padre Galdino”. Com esse tema, a Escola Municipal Padre Galdino Ferreira Diniz faz um convite para sua festa, que será realizada no dia 05 de junho, data em que se comemora o Dia do Meio Ambiente, na quadra da própria escola, a partir das 16 horas. Ninguém pode perder!

Na Várzea, a festa junina será no dia 12 de junho, Dia dos Namorados, organizada pela Escola Municipal Nephtali Gonzaga de Melo, a partir das 14 horas, também em sua própria quadra. Nesta, nem os solteiros vão deixar de comparecer.

A Escola Estadual Joaquim Afonso Rodrigues também já está se preparando para a festança que vai ser realizada no dia 11 de junho, a partir das 18 horas e 30 minutos, em sua quadra poliesportiva. Essa também vai tá boa, cumpadi!

Já a Escola Municipal Silviano Brandão realizará sua tradicional quadrilha e as apresentações de danças feitas pelos alunos, no dia 17 de junho, na Praça de Esportes de Carmo da Mata, a partir das 18 horas. Vai preparando a canjica aí, pessoal!

4


Cultura / Entretenimento

Carmense lançará seu primeiro CD Emerson Rabêlo emersonrabelo05@hotmail.com

No auge de sua jovialidade, com apenas 16 anos, a carmense Júlia de Sousa Resende, filha do casal Ronaldo André Resende e Maria de Lourdes Sousa Resende, já caminha para uma brilhante e promissora carreira no âmbito musical. Júlia Resende se apresentou pela primeira vez há pouco mais de um ano, em um evento realizado pela escola em que estuda. Após as primeiras aparições, ela já estava se apresentando em cerimônias de casamento e bodas de ouro. Desde os 15 anos, a jovem cantora já vem se apresentando, também, em festas realizadas nas cidades vizinhas. Em sua terra natal não foi diferente. Júlia se apresentou em dezembro do ano passado em um evento particular realizado na cidade e cativou o público, atingindo maior audiência e superando as expectativas quantitativas de público. No sábado, 11 de junho, em um evento realizado no

Diamante Clube, Júlia lançará seu primeiro trabalho, o CD “Júlia Resende Ao Vivo”. A cantora, que se diz empolgada com o lançamento, falou que seu show atende a vários gostos musicais. “Eu acho que meu show é para todas as idades. Tem momento romântico, mais lento; e tem momentos mais dançantes, mais agitados”, descreveu a jovem. Esse primeiro CD da artista, que surgiu depois de um brincadeira de seu professor de canto, foi gravado ao vivo durante uma apresentação que ela fez na cidade de Ermida, também no centro-oeste de Minas. “Meu CD tem 12 músicas, sendo três inéditas e vários outros sucessos. Além disso, tive a oportunidade de gravar uma faixa com o Rodrigo Bergall, um dos maiores cantores de nossa região”, contou Júlia. Para a cantora, a gravação desse primeiro trabalho é o resultado importante de um grande esforço não só por sua própria parte, mas, também, por parte de seu irmão, Ronaldo Júnior, que é um

de seus grandes incentivadores nessa trajetória. “Me sinto muito feliz e realizada com essa

Chegada do mês de junho aquece a economia

Divulgação

oportunidade. Não tenho n e m u m a n o completo de carreira e já gravei um CD. Isso é muito gratificante”, desabafou. Júlia espera contar com o apoio de grande parte da população carmense no dia do evento em que marcará o início de um novo tempo para ela. “Gostaria de convidar a todos para prestigiarem e dividirem comigo essa emoção, o lançamento desse meu primeiro trabalho, no dia 11 de junho, no Diamante Clube. Espero todos lá”, encerrou a cantora.

Jornal A Notícia

A combinação entre as datas dessa época pode ser uma tentativa de agradar a quem for celebrá-las Emerson Rabêlo emersonrabelo05@hotmail.com

Nem mesmo passou o Dia das Mães e a euforia do comércio começa a falar mais alto sobre a chegada do mês de junho, que traz com ele mais comemorações de datas simbólicas. A queda de temperatura, propícia para essa época do ano, também colabora para que as vendas de peças de roupas adequadas para o frio possam aumentar. Comerciais, anúncios em jornais e revistas, programas de televisão e rádio, decoração de lojas, por exemplo, entram em ação para chamar a atenção dos casais apaixonados que estão procurando algo para presentear a pessoa amada, no Dia dos Namorados. Porém, o dia 12 de junho não é só a data mais romântica do ano, mas, sim, uma das datas responsáveis pelo maior número de vendas do país. Ou melhor, a terceira data comemorativa, para ser

mais exato, ficando atrás do Natal e do Dia das Mães. De acordo com pesquisas, para 2011 espera-se um aumento considerável nas vendas de produtos para celebrar esse dia, em território nacional, comparada com o mesmo período do ano passado. Sem deixar a tradição de lado, outras comemorações que não ficam para trás são as Festas Juninas. O mês de junho é o momento de se fazer homenagens aos três santos católicos: São João, São Pedro e Santo Antônio e, consequentemente, essas festas representam aquecimento econômico, beneficiando o comércio e os autônomos, que podem aumentar seus lucros. As escolas já estão se preparando para suas tradicionais comemorações. Canjica, caldo de feijão, bolinho de mandioca, quentão e pastelzinho são os principais aperitivos dessas festas. Não podemos esquecer das roupas das crianças que abrilhan-

tam essas comemorações. Segundo a empresária do ramo de moda em Carmo da Mata, Joana Bedin, assim que se vira a folha do calendário para o mês de junho as vendas melhoram consideravelmente. “Esse mês ficou marcado como o início de uma época em que a economia e os lucros tem um aumento bom. A partir dessa época do ano, as vendas aumentam, principalmente com as festas programadas. Nós trabalhamos mais, mas é muito compensador”, contou Joana Bedin, que, neste ano, está produzindo as roupas de danças para algumas turmas de uma escola da cidade. De qualquer forma, se você tem um namorado ou namorada, se você aprecia as comemorações juninas ou não, se gosta dos modelos de roupas que a chegada do frio incita em usarmos, você pode aproveitar essas ocasiões para juntar o útil ao agradável e aproveitar ainda mais essa época do ano.

Após bela campanha no Mineiro, Luiz Fernando irá disputar o Brasileiro pela Vila Nova Thiago Góis jornalismo.thiago@yahoo.com.br

O meia Carmense Luiz Fernando, que fez uma brilhante apresentação no Guarani de Divinópolis, pelo Campeonato Mineiro de 2011, onde anotou 10 gols, agora está de clube novo. Após ser o destaque do bugre na campanha da equipe no Estadual deste ano, o que lhe rendeu o troféu de revelação do campeonato Mineiro, agora a oportunidade de alçar vôos maiores é em outro estado. O meia firmou um contrato até o fim do ano com o Vila Nova de Goiás, clube pelo qual irá disputar a Série B do Campeonato Brasileiro deste ano. O jogador sempre morou em Carmo da Mata, onde disputou vários campeonatos desde sua infância, defenden-

Meia Carmense disputou o mineiro deste ano pelo Guarani de Divinópolis, onde recebeu o troféu de revelação do Campeonato.

Assessoria de imprensa – Vila Nova-GO

do várias equipes do município e cidades vizinhas. Até que no ano de 2007 foi para as categorias de base do Cruzeiro, ano esse em que foi campeão da Copa São Paulo de Juniores pela base do time de Belo Horizonte. No ano de 2008, após ir para o time profissional, esteve presente na campanha vitoriosa no Estadual daquele ano. Após duas temporadas no Cruzeiro, foi transferido para o Ipatinga, onde disputou a Série A do Campeonato Brasileiro de 2010, e, logo após, foi para o Rio Claro; em seguida, para o São Caetano, time em que também disputou o Brasileirão até chegar ao Guarani de Divinópolis, no começo deste ano. Sua apresentação no

Vila Nova foi marcada por grande empolgação e respostas precisas. De acordo com informações de uma rádio local de Goiânia, o meia se mostrou bastante receptivo com a imprensa. “Sou um meia canhoto, que chega bastante na área. Tenho facilidade para deixar meus companheiros na cara do gol e também sou forte na bola parada” comentou Luiz Fernando, à Rádio 730. O meia Carmense de 22 anos vai disputar o Campeonato Brasileiro da Série B pela terceira vez - primeiro defendeu o Ipatinga e logo depois jogou pelo São Caetano – onde irá buscar ajudar a equipe do Vila a conquistar o acesso à Série A no próximo ano.

Mal chegou em Goiás e Luiz Fernando já comemorou seu primeiro gol com a camisa do Vila Nova.

5

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho


Jornal A Notícia

Dicas da

Gerais

Centro de Tratamento de Água do município recebe algumas melhorias Thiago Góis

da água foram melho- de acordo com a resrados. O mais recente ponsável pelo centro jornalismo.thiago@yahoo.com.br deles, foi à instalação de tratamento, tamSempre que co- de novos tanques, que bém foi melhorado o mentamos o tema são abastecidos por canal de comunicaágua em nosso dia a cloro, flúor e outros ção com o SAAE, india, logo nos reme- reagentes que atuam serindo, agora, além temos aos conceitos na limpeza da água. do telefone convende pureza, renovação Também foram me- cional (3383-1400), e qualidade. E é para lhorados os dois labo- um novo número de além desta medida, ratórios do local. Ago- telefone que você efeque podemos compa- ra, esses locais, que tua ligações gratuitas, rar o modo em que as são realizadas rígidas sem gastar nenhum águas do Rio Boa Vis- análises da qualidade centavo por isso. Para ta têm sido tratadas da água, durante todo entrar em contato Novos equipamentos foram até que cheguem, efe- o expediente, rece- com o atendimento adquiridos e já estão em funtivamente, em nossas beram novos equipa- pelo número, ligue: cionamento no Centro de Tracasas. tamento de Água do SAAE de mentos. Todas essas 0800-2861408. Carmo da Mata Desde o final do melhoras foram realiThiago Góis ano passado, o Sis- zadas durante o últitema Autônomo de mo ano pela atual adÁgua e Esgoto de ministração do SAAE, Carmo da Mata a qual tem como di(SAAE) tem recebi- retor José Geraldo de do algumas melho- Resende Ferreira, o rias nos processo de Cuçú. tratamento de água e De acordo com esgoto, como também informações de Cleinos canais de atendi- de Melo, química mento ao público. No responsável pela escentro de tratamento tação de tratamento da água, que fica si- da água, alguns protuado no Bairro Alto cessos na limpeza da dos Pinheiros, alguns água foram modificaequipamentos foram dos por outros meios Várias análises são feitas durante todo o expediente de traadquiridos e novos de tratamento ainda balho, melhorando assim, cada vez mais, a qualidade da água que chega em nossas casas processos de limpeza mais efetivos. Ainda Thiago Góis

Sargento do destacamento de Carmo da Mata esclarece a onda de trotes que a cidade recebeu na última semana A Polícia Militar vem esclarecer a toda comunidade de Carmo da Mata que está havendo vários trotes telefônicos informando o sequestro de pessoas que estão viajando, parentes bem próximos da pessoa que atende o telefonema. Tais infratores colocam uma pessoa chorando, simulando ser a pessoa sequestrada. Ao perceberem o nervosismo de quem atendeu, eles pedem resgate com pagamento em dinheiro, feito normalmente em casas lotéricas. Senhores, ao receberem tal telefonema, procurem manter a calma e, antes de qualquer atitude, procurem ligar para pessoa que eles alegam estar sequestrada. Após contato, informem a pessoa que está passando o trote de que já foi feito um contato com a pessoa que, supostamente, está sequestrada, deixando a entender que estão tranquilos, que o golpe não funcionou. O importante nessa hora é procurar manter a calma e ligar para o parente que eles alegam estar sequestrado. Esclarecemos que, somente na manhã de terça-feira, 24 de maio, foram passados seis trotes dessa modalidade. As pessoas nos procuraram e realizamos esse procedimento de contactarmos para pessoa que eles alegavam estar sequestrada. 3º SGT PM Sousa Filho Comandante do Destacamento da Polícia Militar

Caminhão perde controle e bate fortemente contra viaduto Ninguém se machucou. Moradores aproveitaram o fato para saquear a carga que havia sido espalhada pela rodovia jornalismo.thiago@yahoo.com.br Thiago Góis Na manhã de quar- Restaurante Caipirão ta-feira, 01 de junho, e da entrada do povoum caminhão carrega- ado de Félix da Costa, do de rações e que se- na zona rural de Carmo guia da cidade de Cam- da Mata. De acordo com inpo Belo com destino a Divinópolis se chocou formações da Polícia fortemente contra um Rodoviária Federal, o viaduto, espalhando condutor, ao tentar faparte da carga por todo zer a curva, perdeu o o asfalto e acostamen- controle, batendo forto. O fato aconteceu temente o baú do veípor volta das 6h da culo contra o viaduto. Detalhes mostram a mureta quebrada com o manhã em um viadu- O impacto foi tão forte impacto e moradores saqueando a carga to próximo ao antigo que a lataria do veícu-

Thiago Góis

Thiago Góis

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho

6

lo rompeu-se, fazendo com que grande parte da carga fosse espalhada pela rodovia. O motorista do caminhão, que pertence a empresa Ki-Flor, não teve nenhum tipo de ferimento. Moradores próximos ao local do fato

e pessoas da cidade aproveitaram a ocasião para juntar a carga de ração que havia sido espalhada pelo acostamento. Como medida de precaução, a Polícia Rodoviária Federal cercou o local até que o caminhão fosse retirado do viaduto.


Gerais

Anna Cristina Corrêa Silveira Universitária degraudalinha14.blogspot.com

O que é ser um professor? Eu passei a minha infância, adolescência e início de juventude limitada, murada em uma cidade pequena, onde as escolhas não eram imensas, menos ainda intensas. Envolvia-me com o que achava certo ou, pelo menos, com o que esperava do mundo externo. Correto. Tal mundo externo veio através de alguns diálogos, de muitos monólogos, da televisão e, posteriormente, da internet. Sim, o mundo é uma vasta imensidão. A infância foi perpassada na Escola Municipal Silviano Brandão, que muitos diziam ‘Silviano Grandão’. E era mesmo grande, um espaço que tendia ao infinito, pelo menos, na minha pequena imaginação. A adolescência recebeu paralelas novas: Colégio Estadual Joaquim Afonso Rodrigues e o mundo para vencer. Lá, era de bom tom se portar como ‘quase’ adulta. Era importante ser boa aluna e vencer horários divididos em uma cabeça que ainda não estava preparada para aceitar fronteiras. O sistema queria que me portasse como uma espécie moldada às imposições e, como eu não tinha autonomia, ou quem me ensinasse - no colégio - a pensar além do carretel de linhas, eu obedecia. Cresci. Cresci dialogando com os amigos, também, limitados, mas que, comigo, sonhavam. Cresci ouvindo os monólogos dos professores. Eles falavam, e eu ouvia. Eles impunham, eu não aceitava, mas concentia. Percebe a diferença? E foi assim por um bom tempo, por muitos anos, pelo fundamental. Porque, alguém, determinou que até a 8º série (hoje 9º ano) é, pelo menos, fundamental estudar. É preciso estudar, como se o conhecimento fosse obrigado. Sinto dizer, mas não é. Conhecimento é de graça e metade dos alunos que vão para as escolas, hoje em dia, não estão lá para aprender tabuada ou como conjugar o verbo de maneira certa. Eles estão lá por um pedaço de papel que vão receber no final da conclusão de seus estudos. O sistema gritou aos quatro cantos que eles precisam estudar, sem mostrar o que é realmente importante, ou seja, que não é importante memorizar e sim questionar, assimilar, apreender para aprender. Mediei. Passei para o ensino médio e, sem eu querer, mais responsabilidades começaram a aparecer. Não importavam as outras tarefas, eu já tinha vestibular seriado para me inscrever e fazer. O sistema queria que eu fizesse o vestibular seriado para pegar o meu resultado e divulgar, como se eu fosse só um gabarito ilustrado. E isso é importante para que? O sistema me obrigou a ficar dentro da sala de aula, mesmo quando o professor não tinha controle da mesma. E eu fiquei. O sistema queria que eu fizesse provas e contribuísse com o ego dos professores. Eu, eu contribuí. O sistema tentou me colocar em um patamar onde eu era um microcomputador, que aprendia sistemas funcionais que eram passados. Se eu ousasse criar, fazer diferente, era colocada para fora com direito a ocorrência, adiante suspensão. Só regras, só deveres. Os direitos eram colocados à deriva, jogados para dentro dos livros empoeirados. Até que eu decidi zombar, ousar, criar, personalizar. Aceitei a tarefa de escolher um curso moldado nesse sistema. Escolhi fazer Geografia - ciência negada na sala de aula -, aliás, Licenciatura em Geografia. Porque é bom ressaltar que não vou me formar para ser Geógrafa, vou me formar para ser professora em Geografia. Mesmo ouvindo do sistema que era para eu escolher outro curso, outra profissão. Não é repugnante o próprio professor negar a sua própria atuação? Meu estômago dói ao pensar que ouvi: “já que você é tão inteligente deveria ter escolhido outro curso.” Quer dizer então que, ser professora de Geografia, é ser nada? Que seu filho não precisa de alguém que esteja lá na frente para construir (e não transmitir) com ele a educação, o saber? Ei, estamos vivendo no mesmo mundo? Eu sinto desespero quando escuto do sistema que importante é estudar para ser Médico, para ser Engenheiro. Como se medicina não precisasse, em grande escala, da biologia e da química. Como se a engenharia não fosse aplicações da matemática, da química e da física. Pois é. Este é o ponto, este é o sistema que vivemos. E de tão alienados aceitamos, nos envolvemos. Concordo com Silvo Brito quando diz: “pare o mundo que eu quero descer”. Do jeito que a vida anda, tudo está, realmente, errado. A reação em cadeia deveria ser a mesma sempre: o médico se compromete na sua graduação a estudar para ‘salvar’ vidas, o jornalista para divulgar a verdade dos fatos, o músico para tocar ou reger... E todos esses são valorizados e conseguem, de alguma forma, atuar em seus trabalhos. Então, pergunta-se: por que o professor não pode ser valorizado? Por que o sistema educacional insiste em ser falho? Não podemos continuar sendo uma geração sem peso na história. Não podemos achar que nossas vidas se resumem a sistemas funcionais, onde bom é se os alunos fazem, somente, as lições; os professores transmitem o conhecimento; os pais assinam os boletins com bons resultados; e o sistema continua criando pessoas sem pensamento revolucionário.

Jornal A Notícia

Definidas as representantes da 4ª Expocarmo Evento contou com a presença de autoridades, jovens e adultos da cidade e região, além da presença da atual miss Carmo da Mata Thiago Góis jornalismo.thiago@yahoo.com.br

Uma disputa acirrada. Poderiam ser estas as melhores palavras para definir o desfecho da eleição, que definiu as representantes da 4ª Expocarmo, no último sábado, 28. Beleza, glamour, simpatia, irreverência e emoção foram apenas alguns dos elementos presentes no Diamante Clube. E foi a partir deste enredo que pelo menos 20 candidatas se apresentaram para o público Carmense. Para se chegar ao resultado final, foram convidados jurados que representam o Rotary Clube das cidades de Oliveira e Itapecerica. Vários quesitos foram avaliados na pontuação de cada concorrente. A mesa dos jurados foi composta pelo Presidente do Rotary Clube de Oliveira, João Bosco Ribeiro Bezé, pela Presidente da Casa da Amizade de Oliveira, Vani Costa Bezé, além da orientadora da área 7 do Rotary Clube de Itapecerica, Lígia Melo Araújo, da secretária da

casa da amizade de Itapecerica, Milva Sales, e por fim pelo secretário distrital do Rotary Centro-Oeste/Sul, Wellinton Daniel Cruz. De acordo com Lígia Melo Araújo, um dos jurados da mesa, a escolha das representantes foi bastante difícil, uma vez que as concorrentes possuíam muitos quesitos e qualidades. Após todas as concorrentes se apresentarem para o público, os jurados votaram e foram classificadas as oito melhores, que tiveram a oportunidade de se apresentar mais uma vez. As oito primeiras foram: Alice Cândido, Ana Paula Ferreira, Audrey Ferreira, Ingrid Moreira, Jéssica Alexander, Lorena Vieira, Paula Machado e Rafaela Souza. Novamente as belas representantes tiveram a oportunidade de se apresentar e, após um longo período de apuração, foram definidas as quatro representantes ExpoCarmo. Com 160 pontos a 2ª princesa do evento será representada por Jéssi-

ca Alexander, que vestiu roupas da loja Édia Modas; a 1ª Princesa foi eleita com 171 pontos e será representada por Ingrid Moreira Ribeiro, que vestiu roupas da loja Fernanda Vilela; com 174 pontos a jovem Lorena Vieira Gomes foi eleita Garota ExpoCarmo, vestindo roupas da loja Scarlet Modas; já a “grande” representante da 4ª ExpoCarmo, a qual ganhará o posto de rainha do rodeio, será representada nos quatro dias de festa por Rafaela Souza, que foi eleita rainha com 183 pontos e representou a loja Joana Bedin. De um lado emoção por receber as faixas e representar o povo carmense na exposição, do outro lado um sentimento de tarefa realizada ao passar as faixas e lembrar do ano passado. Foi assim para as ex-representantes, Patrícia Resende, Suelén de São José e Roberta Dias. Para a estudante de jornalismo, Ana Cecília Moura, que foi eleita no ano passado Miss Carmo da Mata, e disputou neste ano o concurso

Miss Terra Minas Gerais representando a cidade, o evento estava bem acima do esperado. “Tanto as meninas quanto a organização do evento estão de parabéns. Muito bonitas e a festa muito bacana e bem organizada.”, comentou a Miss. Junto de Ana Cecília, esteve presente a última Miss eleita em Divinópolis, Amanda Gontijo, estudante de engenharia civil, e que irá representar a cidade no concurso estadual do próximo ano. Ela também ficou bastante surpresa com a qualidade do evento. “Uma estrutura bem acima do esperado. Quero estar presente na ExpoCarmo deste ano. Parabéns aos organizadores”, comentou a estudante. Logo após a definição das representes, autoridades municipais, jovens e adultos da cidade e pessoas das cidades vizinhas puderam acompanhar um brilhante show com a banda Laço de Prata, que fez do Diamante Clube um belo espaço de entretenimento. Thiago Góis

Rafaela Souza, Lorena Gomes, Ingrid Ribeiro e Jéssica Alexander foram as vencedoras do concurso que elegeu as quatro representantes da ExpoCarmo 2011

7

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho


Jornal A Notícia

Anúncios / Publicidade

Aguarde... Vem aí o maior evento de Carmo da Mata

Carmo da Mata, 1º a 15 de Junho

8


Jornal A Noticia  

Jornal da Cidade de Carmo da Mata/MG

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you