Issuu on Google+

Reflexão Bíblica: Mateus 26.31-75 “(…) Verdadeiramente, é também um deles, porque o teu modo de falar o denuncia.” SEU FALAR O DENUNCIA... Simão Pedro esteve com Jesus por três anos e meio. Juntos, viajaram pelas terras da Palestina, anunciando que tinha chegado o Reino de Deus. Pedro assistiu a curas, expulsão de demônios, ressurreição de mortos e ouviu atento o ensino divino. Na tempestade do mar da Galileia, viu o Senhor repreender o vento e as ondas e andou com o Senhor por sobre as águas. Tudo isso, e um pouco mais, ele participou com Cristo. Quando o Senhor Jesus anunciou a sua morte na cruz, a vergonha e o abandono que sofreria por dar a sua “vida em resgate por muitos”, e que Pedro o negaria antes que o galo cantasse. E assim aconteceu. Na casa do sumo sacerdote Caifás, Jesus estava sendo interrogado e maltratado, e Pedro ali se encontrava, assistindo a tudo. Uma criada se aproximou dele e o acusou, dizendo que ele era amigo do réu. Pedro negou. E outra vez lhe disseram que ele também era discípulo de Jesus, pois o seu jeito de falar era como o de quem tinha estado com Jesus. Aquele jeito, não era só por ser da Galileia, mas havia algo em Pedro parecido com Jesus. Então ele começou a praguejar, a xingar e a rogar pragas, para ficar bem diferente do Mestre. Neste momento o galo cantou e ele se lembrou do que dissera o Mestre. Vocês já pararam para pensar em quantas vezes o galo canta em nossa vida. Seja na vida emocional, profissional ou espiritual, estamos cercados de pequenos “alarmes” que nos avisam que algo no nosso proceder está errado. Vocês já deram ouvidos a essa voz? Se não, façam igual a Pedro e encontrem o caminho do arrependimento nos olhos de Jesus. Senhor, toca em nossos lábios com teu toque transformador. Mude nossos corações e nos dê palavras de paz e bondade e que, em nossos lábios, haja sempre palavras de vida para saciar o mundo e anuncia-lo como Salvador! Lembrem-se: Jesus tem um modo de falar peculiar, e o mundo o percebe. No seu falar não há xingos, murmuração, irritação, mas sim amor, empatia, bondade, humildade, mansidão e coragem.


Mensgem intranet o seu falar denuncia