Issuu on Google+

AGENDA PÓLEN – 2009 Junho 06- Reunião de Preparação Retiro de Aprofundamento 11- Corpus Christi 12- Retiro de Aprofundamento 27- Festa Junina

Julho 04- Missa Mensal 12- EAzinho 18- Missa Jovem Data: 11/06. Local: Largo da Catedral e Praça XV de Novembro. Início da confecção de tapetes: 8h da manhã. Início da Missa: 15h (em frente à Catedral). Tapetes do Pólen: 19, 20 e 21 (em frente ao ponto de táxi da Praça XV). Organização: Comunidade de Opção Obra Nova.

Veja a notícia completa no site

Síntese Informativo Mensal do Movimento Pólen

Catedral Metropolitana de Florianópolis

DATAS IMPORTANTES

Maio 2009 Ano XXXVIII

“Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar” (Jo 8,11)


EDITORIAL

TESTEMUNHO Site

Caros polens, Peço desculpa pelo mês passado e por esse mês que encontrei sérios problemas na feitura da síntese, mas prometo me esforçar pra que isso não se repita nas próximas sínteses. Aproveito esse espaço que me é dado para convidar a todos a participar do Corpus Christi e da festa junina. Como sempre peço que LEIAM ISSO AQUI e que comecem a imprimir a síntese no site movimentopolen.com.br deixo também abaixo o e-mail da síntese para qualquer reclamação, sugestão ou dúvida.

PS: Lembrei que um dia já fiz parte da Equipe de Comunicação, como coordenador, no tempo em que se corria, e muito, na UFSC para conseguir gerar a Síntese às duras penas (parte em mimeógrafo e parte em estêncil). Na época, devido alguns avanços mínimos, brincamos e colocamos num cantinho da capa "Tecnologia a Serviço do Reino", rs rs rs. Somente agora é que essa expressão faz todo sentido. Que Deus os abençoe por tão belo esforço para transmitir a todos os polens que estão distantes a "Palavra de Vida" e o contato virtual com o Movimento. Só quem já morou ou mora longe de Floripa tem a exata dimensão da grande obra de vocês. Quem participou no passado da Equipe de Comunicação é que pode também compreender o esforço e a correria para lançar a Síntese mensalmente. Lembro que guardei durante anos com muito carinho as palavras de vida manuscritas pelo Pe. Pedro e trago ainda na lembrança a alegria que era buscá-la na Catedral só para poder bater um rápido papo com ele.Achei a página muito bonita e bem elaborada. PARABÉNS! Um forte abraço, Yhon Tostes, Joinville, do XXIV Retiro Básico.

Grato, Matias Boeing Eastman sintesepolen2009@gmail.com

Dia de lazer O primeiro Dia de Lazer do Movimento Pólen de 2009, que aconteceu no último domingo, 31, nos mostrou uma das principais características do Movimento: a Unidade. Através de brincadeiras e esportes, comunidades e etapas compartilhavam de um mesmo espaço e de uma mesma alegria ao se divertirem. A organização do evento estava por conta da comunidade Divina Luz, da etapa de Casais que, com muito carinho, proporcionou um belo dia de diversão para todos nós.

Abraços a todos, Eduardo de Medeiros


MINUTA

PALAVRA DE VIDA Minuta da Comunidade Central

Palavra de Vida – Junho de 2009

Na terça-feira, dia 12 de maio, foi feita a Reunião da Comunidade Central. Fizemos uma oração inicial, logo após, partilhamos sobre a Palavra de Vida, e foi proposta uma maior vivência dessa nas comunidades O Retiro de Aprofundamento está muito bem encaminhado, o chefe da Comunidade Bom Pastor, Eduardo Laureano, e a chefe da Equipe de Oração e Serviço, Isabella Laureano, passaram as datas de todas as reuniões que já estão marcadas. Os convites já estão sendo entregues e o custo do retiro será de R$ 60,00. Para o dia 31 de maio foram feitos dois convites. No primeiro, as comunidades de renovação Bom Caminho e Permanecer no Amor convidaram todos os polens a participar da Missa no Asilo Irmão Joaquim, às 8h30; essas comunidades fazem esse apostolado a mais de dois anos. O segundo convite é para o Dia de Lazer, começará às 9h30, o local será confirmado, mas já agende estes eventos no seu calendário. O Corpus Christi será no dia 11 de junho, e a comunidade de Opção é a responsável pela organização, mas todos os polens devem ajudar neste grande dia, participando da confecção dos tapetes e trilhos no dia e arrecadando os materiais solicitados pela comunidade. A comunidade de renovação Bom Caminho definiu o Grêmio do HU como o local da Festa Junina Pólen que acontecerá no dia 27 de junho. Já foram solicitadas às comunidades contribuições para a realização da festa. A presença de todos é muito esperada! Data do Eazinho foi MODIFICADA, passou do dia 11 de julho e para o dia 12 de julho (domingo)! Foi conversado e partilhado sobre todas as etapas, também, sobre o andamento das comunidades presentes A Equipe de Liturgia está caminhando muito bem, mas ainda aguarda o contato daqueles que quiserem colaborar com a equipe. O Bingo teve um saldo positivo. A coordenação agradece a todos que ajudaram, com brindes e com seus trabalhos! Foi encerrada a reunião com um lembrete da Campanha da Bíblia e com uma oração! A próxima reunião da Comunidade Central será no dia 9 de junho, às 19h30, na Catedral. Contamos com a presença de todos os representantes.

“Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar” (Jo 8,11)

Em Cristo, Graziella Rodrigues Medeiros Secretária do Movimento Pólen

Nosso desejo é chegar a amar a todos como Jesus nos ama. Jesus mesmo estabeleceu para nós esta meta: “amai-vos uns aos outros assim como eu vos amei”. Para atingirmos este ideal, precisamos nos exercitar na arte de amar. Continuemos exercitando-nos no amar a todos. O Espírito Santo vai nos ajudando a perceber que “Deus não faz distinção de pessoas”. Como foi importante para o Apóstolo São Pedro ter compreendido que Deus não faz distinção de pessoas! Foi o Espírito Santo que o ajudou a compreender a vocação universal ao Evangelho, ao amor de Cristo e à santidade. (At 15,9) Continuemos também a nos exercitar no amar sempre e por primeiro. Um outro exercício da arte de amar como Jesus é: “fazer-se um com todas as pessoas”. “Fazer-se um” é uma expressão paulina. Em 1 Cor 9,19-23, lemos: “Assim, livre em relação a todos, eu me tornei escravo de todos, a fim de ganhar o maior numero possível. Com os judeus me fiz judeu, para ganhar os judeus. Com os súditos da Lei, me fiz súdito da Lei, - embora já não fosse mais súdito da Lei – para ganhar os súditos da Lei. Com os sem lei, me fiz um sem lei – eu que não era sem a lei de Deus, já que estava na lei de Cristo – para ganhar os sem lei. Com os fracos me fiz fraco, para ganhar os fracos. Para todos eu me fiz tudo, para certamente salvar alguns. Por causa do evangelho eu faço tudo, para dele me tornar participante”. Mas o Mestre do “fazer-se um com todos” é também Nosso Senhor Jesus Cristo. Vejamos em Jo 8,1-11, a atitude dele, diante de uma mulher acusada de adultério e ameaçada de ser apedrejada. As mãos dos escribas, que interpretavam a Palavra de Deus pela letra e as mãos dos fariseus, que procuravam viver a exatidão da letra das leis estavam ali, no templo, naquela manhã, cheias de pedras e os corações transbordando de raiva por causa do adultério, daquela senhora que fora apanhada em adultério.


PALAVRA DE VIDA Pensavam que, agindo assim, honravam o nome de Deus. Trazem-na até Jesus e exigem dele um posicionamento. “Jesus inclina-se até o chão e escreve com o dedo na terra”. E, assim inclinado sobre a miséria do pecado de adultério da mulher e do pecado de homicídio daqueles homens, pronuncia as palavras: “Quem de vós estiver sem pecado, seja o primeiro a lhe atirar uma pedra”. Com estas Palavras, Jesus foi desarmando aqueles homens. Foi dando também a oportunidade de a mulher recuperar, no silêncio, o seu sentimento de dignidade. Por fim, não havendo mais acusadores por perto, nem pedras nas mãos, depois de um exame de consciência e do reconhecimento do seu pecado grave, Jesus lhe perguntou: “Mulher, onde estão os que te acusaram? Ninguém te condenou?” Respondeu ela: “Ninguém, Senhor.” Disse-lhe então Jesus: “Nem eu te condeno. Vai e não tornes a pecar.” Amar como Jesus amou é, também, fazer-se um com o que erra, e ajudá-lo a não errar mais. “Alegrai-vos com os que se alegram e chorai com os que choram.” (Rm 12,15) Jesus, desde a sua Encarnação até a Ascensão, fez-se um com toda a humanidade. E ele quer, sem dúvida, fazer-se um com todos hoje, através de nós, seus discípulos, e através dos tempos futuros, para salvar a todos. Vamos amar assim? Pe. Pedro A. Martendal Diretor Espiritual

ARTIGO São João João, ou São João Batista ou apenas João Batista foi um pregador judeu, do início do século I, era filho do sacerdote Zacarias e Isabel, prima de Maria, mãe de Jesus. Nasceu numa pequena aldeia chamada Ain Karim, a cerca de seis quilômetros de distância a oeste de Jerusalém. A sua educação foi grandemente influenciada pelas ações religiosas e pela vida no templo, uma vez que o seu pai era um sacerdote e a sua mãe pertencia a uma sociedade chamada "as filhas de Araão", as quais cumpriam com determinados procedimentos importantes na sociedade religiosa judaica. João Batista, chamado o "homem enviado por Deus" era um profeta eremita, mártir e considerado pelos cristãos como o precursor do prometido Messias, Jesus Cristo, seu nascimento foi anunciado a sua mãe pelo anjo Gabriel, viveu recluso em um deserto da Judéia e depois começou a pregar as margens do Rio Jordão batizando grande numero de penitentes e introduzindo o batismo de gentios nos rituais de conversão judaicos, que mais tarde foram adaptados pelo cristianismo. João continuou perto do Rio Jordão e foi preso a mando do Rei Herodes, rei da Perea e Galiléia. A tradição diz ainda que ele nasceu livre do pecado original e foi santificado ainda no útero de sua mãe. A Festa de São João relembra João Batista, o homem que nasceu em 24 de junho e, através de suas atitudes na vida, trouxe a mensagem de que "devemos mudar nossos rumos para encontrar a luz", sugerindo que o caminho para isso é a meditação, a interiorização, a reflexão, pois São João nos ensina que todas as respostas estão e serão encontradas dentro de nós. Colaboração de João Mateus de Lacerda, etapa de opção


sintese_de_junho_2009