Issuu on Google+

Viagens da Estrela Por Thelma M. Lucas


Dedico este pequeno livro a meus pais, Maria de Lourdes e Israel; Meus irm達os Herbert, Hilton, Helder, Henrique e Thais; E a meu filho, Daniel


Meu nome é Estrela. Sou brasileira e tenho cinco irmãos. Castanhos, são os meus olhos e cabelos (lisos e bem compridos), sou muito comunicativa, risonha e muito feliz. Danço livremente com a minha alma cigana, sinto a música e crio a minha própria dança, adoro jogar voleibol e desenho muito bem. Três palavras fazem parte do meu dia-a-dia: Meu sonho é viajar pelo mundo, ja conheço a América do sul e do norte, e a Oceania, mas conhecerei todos existentes no nosso planeta terra. Adoro viajar, conhecer lugares, culturas, comidas típicas, e pessoas. Respeito as diferenças culturais. Sou paz e amor. Quando era pequena, eu e minha família acampávamos com freqüência. Tínhamos uma barraca bem grande com quatro quartos, sala e cozinha. Cabia a nossa familia e muitos outros convidados. No Brasil, tive a oportunidade de conhecer muitos estados e suas cidades, sempre embalados pela boa música brasileira, ao vivo e em cores!


Brasil é o maior país da América do Sul com mais de 190 milhões de habitantes. Os brasileiros falam o português, diferente dos outros países da América Latina que falam o espanhol. O Brasil foi colonizado pelos portugueses. A moeda oficial é o real. Brasília foi inaugurada em 1960, e o arquiteto Oscar Niemeyer projetou muitas construções da Capital Federal. Muitas bandas de rock começaram em Brasília. Outros ritmos como o samba, bossa nova, música popular brasileira, blues, pagode, samba rock, jazz e sertanejo também estão presentes na vida do brasileiro. Muitas coisas precisam ser melhoradas, mas os brasileiros contam com saúde pública, e educação pública que se estende da pré-escola até o ensino universitário. O prato principal dos brasileiros é o arroz com feijão, mas churrasco, feijoada, e pizza estão sempre presentes em ocasiões especiais. O esporte mais popular é o futebol. Depois de São Paulo, os estados que mais conheço são: Rio de Janeiro, Minas Gerais, Bahia, Santa Catarina, Espírito Santo, Pernambuco e Alagoas. Também visitei o Amazonas, Ceará, Paraíba, Goiás, Paraná e o Rio Grande do Sul.


Nasci e me criei na cidade de São Paulo, que é a mais populosa do Brasil, atualmente com mais de 11 milhões de habitantes. Conhecida como terra da garoa e do trabalho. São Paulo tem muitos imigrantes como italianos, japoneses, portugueses, chineses, árabes, etc. É uma verdadeira mistura de raças e costumes. Têm muitos restaurantes, de todas as regiões do Brasil e de todo o mundo, muitas pizzarias, churrascarias e restaurantes japoneses. Comer bem é um dos meus prazeres. A vida cultural da cidade é muito rica, com diversos museus, casas de espetáculos, estádios, autódromo, igrejas de diversas religiões, parques, centro culturais, universidades, hotéis, uma arquitetura louca e um trânsito mais que maluco. Eu amo São Paulo, as alegrias e oportunidades transformam o que é feio em aceitável, fazendo que você possa ter várias experiências incríveis e ser muito feliz nessa grande metrópole. Sua vida pode ser digna e respeitável, isso só depende de você. Agora vamos viajar...


Nos Estados Unidos na América do Norte, conheci a capital Washington que fica no Distrito de Columbia. Esquiei nas montanhas do Oregon e estudei nas escolas de Portland. Na Califórnia, visitei os estúdios de Hollywood, as famosas lojas de Bervelly Hills, e brinquei na Disneylândia em Los Angeles. Na Florida, vi as praias de Miami e Santa Monica, me diverti muito na Disney World em Orlando. Passeei no Central Park em Nova Iorque, também vi de perto a estátua da liberdade. Comi muita pizza, hamburger, cachorro quente, batata assada e frita, e torta de maçã e de abóbora. A comida rápida, fast food em inglês, pode ser encontrada em quase todas as esquinas. Os esportes mais populares são futebol americano e o basebol. Os feriados mais comemorados são: o Natal, Ação de Graças, Dia da Independência e o dia das bruxas. As festas têm horário para começar e acabar. Americanos são pontuais, se uma festa começa às 8h, a maioria chega na hora marcada, bem diferente dos brasileiros. Todo mundo traz a sua própria bebida e um tiragosto para compartilhar. Americanos se misturam com muitos outros imigrantes. O país tem mais de 300 milhões** de habitantes e sua língua oficial é o inglês, mas muita gente fala espanhol. A moeda corrente é o dólar.


Localizado na América do Norte, a população do México é de mais de 112 milhões de habitantes e a sua capital é a Cidade do México. A língua falada é o espanhol, e a moeda usada é o peso. Eu me hospedei em Cancun que é a cidade mais famosa do estado de Yucatán. O mar em Cancun é azul turquesa, a água é morna, e a areia é branquíssima. Fiquei impressionada com tantos peixes de diversos tamanhos e cores, vistos a olhos nus quando se esta no mar. Comi muita pimenta, burritos, quesadilhas, tacos e enchiladas. Você também encontra vários pratos da cozinha internacional. Chichén Iza é uma cidade arqueológica maia, a pirâmide é espetacular, aquelas pedras enormes faz vivenciar e ter a sensação de estar num passado longínquo. O templo dos guerreiros é como se fosse um estádio de futebol, fiquei impressionada com a acústica, é como se você estivesse num estádio de futebol de um lado do gol e a outra pessoa no gol oposto, você conversa com a outra pessoa do outro lado normalmente, sem ter que gritar, essa experiência foi inacreditável! Também visitei a Praça das Mil Colunas. Tive a oportunidade de nadar com os golfinhos, andar de jet sky, e explorar as cavernas e os rios subterrâneos em Xcaret. Por ser um pólo turístico, o povo quer sempre levar alguma vantagem financeira, quase a todo o momento tem alguém lhe oferecendo algo, como passeios, comida, transporte e hotéis. Vale à pena conhecer esse paraíso.


Fui visitar a Austrália, que fica na Oceania, mas muita gente considera o nome Austrália como se fosse o continente. O país tem mais de 35 milhões *** de habitantes e o idioma falado é o inglês, sendo a sua capital Camberra. A moeda corrente é o dólar australiano. No estado de Victoria, fiquei hospedada na cidade de Melbourne, que é muito arborizada, limpa, organizada, e o transporte público funciona pontualmente. Visitei o zoológico e vi muitos cangurus e coalas. Em Sidney, fui ao Opera House, escalei a ponte em Harbur, que foi uma aventura memorável, e conheci a baia de barco. Na mesma semana que eu surfei em Manly, também esquiei nas montanhas do Mt. Buller. Fiquei surperesa com tantas oportunidade para praticar diferentes esportes na mesma estação do ano. O país tem uma grande barreira de corais. Tem o maior recife de coral do mundo que se estende por mais de 2000 kilometros. Por causa do aquecimento da temperatura do planeta, poderá desaparecer dentro de algumas décadas. A Austrália é um país multicultural que tem uma população amigável e sorridente. Fiquei surpresa com toda a estrutura para cadeirantes, em todos os lugares existe uma rampa, e/ou um corredor para o acesso. Um prato típico que adorei foi o carneiro assado com molho de hortelã. O fuso horário da Austrália em relação ao Brasil é de mais ou menos 12 horas a mais, dependendo do estado e de horário de verão.


Leitores, espero encontrá-los nas minhas próximas viagens. Até breve!!! Beijos, um forte abraço, e tchau!

Referências *Brasil - IBGE 2010 ** United States – 2010 Census *** Oceania e Austrália - Wikipedia



Viagem da Estrela