Issuu on Google+

02/05/2012

Imprimir Noticia

EDUCAçãO

"Lisbon MBA" levou à China 80 jovens executivos portugueses 30 Abril 2012 | 07:52 Lusa -

Cerca de 80 jovens executivos portugueses concluem hoje, em Xangai, a mais concorrida semana internacional da história do "Lisbon MBA", curso de pós-graduação organizado por duas universidades lusas em colaboração com o Massachusetts Institute of Technology (MIT). "Nunca tivemos tanta gente inscrita. A C hina está, de facto, a suscitar um grande interesse", disse à agência Lusa a directora do programa, Belen de Vicente. Trata-se de um curso de dois anos em 'part-time', lançado em 2008 pela Universidade C atólica e a Universidade Nova de Lisboa, leccionado em inglês, e que inclui um mês em Boston, na sede do MIT. Os alunos têm, em média, 33 anos e muitos deles trabalham em grandes empresas portuguesas, entre as quais a EDP, cujo maior accionista é agora a empresa estatal C hina Three Gorges, e a REN, que tem igualmente uma participação chinesa. Sérgio C ardoso, director financeiro de uma promotora de espectáculos, mostrou-se impressionado com o que viu: "Não estava à espera de encontrar um país tão ocidentalizado". A sua colega Sara Brito, que também não conhecia a Ásia, disse o mesmo: "A C hina surpreendeu-me pela positiva". O programa da semana internacional 2012, que decorreu em Pequim e Xangai, envolveu contactos com académicos e executivos chineses, nomeadamente de empresas com negócios em Portugal. Os engenheiros constituem 45 por cento dos alunos do "Lisbon MBA" que se deslocaram à C hina e os economistas e gestores 20 por cento, mas a viagem atraiu também advogados, biólogos, técnicos e outras especialidades, indicou Belen de Vicente. A frequência do curso, incluindo as viagens, custa 21.000 euros, mas Sérgio C ardoso deu o dinheiro por bem empregue: "Inscrevi-me para aprender. Já saí da universidade há dez anos e precisava disto para evoluir", disse. O programa na C hina, organizado pela consultora luso-chinesa chYnamics, sedeada em Lisboa, incluiu ainda "uma componente cultural", com visitas a algumas das principais atracções turísticas do país, e contactos com a Embaixada de Portugal. "As oportunidades estão aqui e podemos agarrá-las. Se tiverem bons produtos e boas ideias venham à www.jornaldenegocios.pt/imprimirNews_v2.php?id=553867

1/2


02/05/2012

Imprimir Noticia

C hina", disse o embaixador portuguĂŞs em Pequim, JosĂŠ Tadeu Soares.

www.jornaldenegocios.pt/imprimirNews_v2.php?id=553867

2/2


The Lisbon MBA takes 80 students to China